♦ {Once Upon a Time} - Grupos e Introdução

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

♦ {Once Upon a Time} - Grupos e Introdução

Mensagem por Ayla Lennox em Ter 30 Jun 2015, 22:30


Once Upon a Time

It's the first chapter of an unfortunate story.



Qualquer um que decidisse visitar a biblioteca naquele fim de tarde, certamente teria uma visão - no mínimo - inusitada.

Alaric, Ayla, Drillbit, Ianna, Jhonn, Nina e Oliver estavam lado a lado no lugar prontos para recepcionar os campistas que haviam aceitado participar da atividade proposta.

Todos os monitores estavam vestidos como se tivessem saído de contos de fadas distintos - e aquela era exatamente a intenção -. Ostentando sorrisos maldosos nos rostos, os semideuses pareciam partilhar de um segredo que mais ninguém saberia.

Cada líder de chalé possuía em suas mãos um livro aparentemente inocente e infantil, mas quando se experimenta a vida de semideus, aprende-se que as histórias contadas não são assim.

E dificilmente possuem finais felizes.


Orientações


• Este tópico foi criado para que os players tomem conhecimento de qual grupo pertencem e narrem a escolha destes.
• As postagens que seguirão serão dos monitores para dar uma introdução.
NENHUM player deverá postar até que todos os monitores tenham postado ou até o dia de início do evento (Sexta-feira)
• Este será apenas um post introdutório e em seguida surgirão tópicos divididos por histórias.
• Apesar de estarem divididos em grupos, as postagens serão individuais (ficará mais fácil de entender depois do primeiro turno)
• As condições que vocês estiverem na sexta-feira (03/07) serão as consideradas para o treino inteiro, portanto, se virem para postar em enfermarias e estarem devidamente atualizados até o início do evento.

Era uma vez, vinte e oito semideuses ferrados:
João e Maria:
• Christian Arryn - Héracles (1)
• Thiago Leveck - Apolo e Asclépio (44)
• Kaleb Pivara - Tânatos (10)

Narrador: Oliver H. Greyback
Peter Pan:
• Frederick Marshell - Nyx e Orfeu ( 58)
• Keanu Kunahaii - Poseidon (24)
• Daeron B. Thergewyn - Éolo (5)
• Korra W. Müller- Poseidon (17)

Narrador: Jhonn Stark
Alice no País das Maravilhas:
• Meredith H. Wermöhlen- Melinoe e Psiquê ( 41)
• Lavínia Cavendish - Despina (23)
• Nessie W. Bloom - Selene (13)
• Andrew Hawke - Zeus (1)

Narrador: Alaric L. Mikaelson
A Bela Adormecida:
• Brooklyn Heasell - Afrodite (20)
• Kalled C. Almeida- Hefesto e Orfeu (53)
• Olive C. Parveau - Hécate (1)
• Lana D'yer Hempstead - Indefinida (38)

Narrador: Ianna D. Belikov
O Flautista de Hamelin:
• Kyle Gauther - Deimos e Dionísio (9)
• Darya Archer-Gilligan - Deimos (33)
• Andrew Merlyn - Apolo (28)
• Dorian Lefevrè - Despina (6)

Narrador: Drillbit Jackson
Chapeuzinho Vermelho:
• Carylin S. Ogtoller - Tânatos (11)
• Charlie L. Thompson - Nyx (1)
• Vitor S. Magnus- Ares (31)

Narrador: Ayla Lennox
Pinóquio:
• Mariana A. Lima- Hécate e Asclépio (10)
• Sophia Fërl Scherbítski - Selene (11)
• Violet Young - Hécate (24)

Narrador: Nina A. Mutt
A Bela e A Fera:
• Gabriel Telles Mello- Indefinido (1)
• Bobbie Davies - Hefesto (1)
• Harleen F. Quinzel- Hermes (26)

Narrador: Selene


Pontos Obrigatórios


• Vocês deverão narrar a ida até a biblioteca, mencionando como ficaram sabendo do treino em questão e etc.
• Lembrem que vocês não saberão o que vai acontecer.
• Deixem claro em spoiler todos os itens que estão levando.
• Encerrem o turno escolhendo o conto e se aproximando do narrador responsável por tal. (No caso da Bela e a Fera, um dos monitores estará com dois livros e durante a narração, serão instruídos de maneira semelhante aos outros grupos, não se preocupem.)
• Não utilizem templates muito estreitos ou de barrinha. Evitem usar cores muito cegantes ou outros artifícios que dificultem a leitura, pois podem ser penalizados por isso.
• Caso haja alguma dúvida, entre em contato com um dos narradores.
• A partir de sexta-feira (início do evento), vocês tem exatamente 5 dias para postarem os devidos turnos.

Boa sorte.

Ayla Lennox
Ayla Lennox
Filhos de SeleneAcampamento Meio-Sangue

Mensagens :
1042

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ♦ {Once Upon a Time} - Grupos e Introdução

Mensagem por Jhonn Stark em Qui 02 Jul 2015, 15:06


Once Upon a Time

Prologue.



Jhonn teve muita sorte de não ser visto quando saiu de seu chalé.

Uma coisa era sair para o local do treino em um dia normal. Outra totalmente diferente era sair por aí vestido como Peter Pan, um personagem das histórias infantis mundanas. Já era difícil levá-lo a sério em dias normais, então, por que o levariam a sério naquela roupa esquisita?

Encerrou sua discussão interna e suspirou aliviado quando alcançou a biblioteca. Lá dentro encontrou o salão organizado, livre para a passagem da quantia de pessoas que iriam até o lugar naquele dia. Posicionou-se ao lado dos outros monitores e os cumprimentou, notando que todos haviam aderido à ideia das roupas temáticas.

- Bem, jovens... - Disse. - Está na hora. Vamos torcer por um final feliz.

*     *     *     *     *     *     *     *     *     *     *     *     *

Não demorou para que os semideuses chegassem.

Fileiras de jovens curiosos, todos acreditando que estavam prontos para o que iriam enfrentar naquela tarde. Mal sabiam eles que estavam mortalmente errados quanto àquilo. A confusão de emoções e de falas confundia um pouco os sentidos do semideus, mas ele sabia o que precisava fazer: tomar a iniciativa.

Com os toques sutis que se acostumou a dar, ativou seus sapatos, erguendo-se um pouco no ar. Manteve a pose e o sorriso no rosto, encarando aqueles que estavam abaixo de si.

- Sejam bem vindos, semideuses. - Falou, mantendo a confiança em sua voz. - Como todos foram avisados, hoje estaremos organizando um treino especial para vocês. Uma biblioteca pode não parecer o lugar mais adequado para semideuses armados treinarem, mas eu lhes garanto que há muito mais do que vocês possam imaginar por trás disso tudo. Até dessas roupas estranhas.

Fez uma pequena pausa, erguendo uma das sobrancelhas.

- Hoje iremos falar sobre algumas histórias que vocês devem conhecer da infância. Felizmente, as versões reais dos fatos são um pouco mais interessantes do que as que vocês conhecem, e é por isso que serão o tema de nosso treino de hoje. As regras são claras: os semideuses serão divididos em grupos, de acordo com os contos que escolherem. Não há trocas. Nada de atacar os companheiros de equipe ou de desacatar nossas ordens. Acreditem, se nós estamos mandando, existe um risco de morte bem considerável para os que não seguirem.

Silêncio. Ali estava, a tensão tão esperada da parte dos participantes. Com o mesmo gesto que usou para subir, Jhonn alcançou o chão outra vez. Em suas mãos, ergueu um livro peculiar: sua capa possuía a praia de uma ilha. Jovens corriam de um lado para o outro, em pânico. Ao fundo, podia ser visto um imponente barco com uma bandeira negra. A frase abaixo deste estava escrita em grego antigo.

- "Às vezes, não existe nada tão imortal quanto o peso de nossas ações." - Disse o monitor, de forma bem clara. - Aos que estiverem dispostos, mostrarei um lugar mágico que carrega mais fardos que a história infantil apresenta. Mostrarei os males de fugir de seus erros, assim como os males da vingança. E claro, prometo que terão um pouco mais de emoção em seus dias.

Não havia nada mais a ser dito. Encarou aqueles que seriam seus aprendizes temporários e dirigiu-lhes um longo sorriso, aguardando que os outros monitores fizessem suas apresentações.

Muito em breve, a terra do nunca iria se mostrar uma adversária tão complicada quanto qualquer outra.

Arsenal:
♦ Faca [Sua lâmina bronzeada mede cerca de 24 cm, e seu cabo tem o mesmo comprimento padrão. É bastante afiada e é perfeita para ataque ágeis e rápidos. O bom desta arma é sua eficiência tanto para mãos hábeis quanto para manuseios mais inexperientes, pois é uma arma curta, fácil de esconder e ao mesmo tempo fácil de manusear. Seu punho é feito de aço, mas uma camada de couro escuro cobre o aço para que o usuário possa segurá-la firmemente. Na parte inferior da lâmina, próxima ao cabo, há entalhado as siglas do Acampamento "CHB"; uma propriedade que só os meio-sangues e criaturas místicas podem ter e usar (ajuda um pouco na destreza)] {Bronze, aço e couro} (Nível mínimo: 1) {Nenhum elemento} [Recebimento: Administração; item inscrição padrão do fórum]

- {Flame} / Faca de Arremesso [Faca de arremesso de ouro solar, com o cabo de couro. Também pode ser usada para combates diretos. Apresenta o entalhe de uma fogueira em sua lâmina.] {Ouro Solar} (Nível Mínimo: 2) {Não controla elementos} [Recebimento: forjado por Harry S. Sieghart] Att por Hécate.

- {Flare} / Faca de Arremesso [Faca de arremesso de ouro solar, com o cabo de couro. Também pode ser usada para combates diretos. Apresenta o entalhe de uma fogueira em sua lâmina.] {Ouro Solar} (Nível Mínimo: 2) {Não controla elementos} [Recebimento: forjado por Harry S. Sieghart] Att por Hécate.

- {Burn} / Bainha [Cinto de couro com uma fivela de prata comum, que quando pressionada, transforma o cinto em um parecido, com 3 bainhas de facas, sendo duas delas laterais (para as facas de ouro solar) e uma na parte de trás do cinto (para a faca de bronze).] {Ouro Solar} (Nível Mínimo: 1) {Não controla elementos} [Recebimento: forjado por Harry S. Sieghart] Att por Hécate.

{Winged Sneakers} / Tênis [Um par de tênis azulados, que tem como detalhes alguns desenhos de ventos. Ao bater seus pés um no outro por três vezes, o usuário começa a voar. Consegue chegar em alturas e alcançar velocidades consideráveis. Para descer, basta fazer as mesmas ações que fez para subir que ele diminuirá a altitude aos poucos. Quando está sendo usado em solo confere ao semideus que o calça um aumento de cerca de 10% em sua agilidade. {Couro} (Nível Mínimo: 20) {Não controla nenhum elemento} [Recebimento: Missão "Chama da Esperança" narrado e avaliado por Dom Demon/William Véroz; atualizado por ~Lady Íris~]


Jhonn Stark
Jhonn Stark
IndefinidosPercy Jackson RPG BR

Mensagens :
691

Localização :
Acampamento Meio-Sangue

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ♦ {Once Upon a Time} - Grupos e Introdução

Mensagem por Ayla Lennox em Qui 02 Jul 2015, 15:29


Once Upon A Time.
Are you afraid of the wolf?


A cria da Lua percorreu o caminho de seu chalé até a biblioteca de maneira tão animada que chegava quase a saltitar. Usando Red Hood e levando consigo uma pequena cesta, a garota cantarolava.

"Quem tem medo do lobo mau, lobo mau, lobo mau?"

Havia passado a noite anterior junto aos monitores ajustando os detalhes para o evento que aconteceria naquele fim de tarde. Poderia estar sentindo muitas coisas, mas cansaço não era uma delas.

Sorriu ao erguer os olhos para o céu e notar a cor laranja que evanescia do céu. Aquele encontro reservava acontecimentos notáveis para todos.

Ao adentrar no salão cheio de livros, saudou os outros monitores com um aceno de cabeça, feliz por ver que não era a única a estar vestida a rigor. Procurou por Drillbit durante alguns segundos e se aproximou do rapaz.

- Tome. Considerando a história que vai contar... Garanto que será útil. - Lançando um olhar encorajador, entregou Lullaby nas mãos da prole de Atena.

Os responsáveis pelos chalés se alinharam, permanecendo um ao lado do outro e de frente para as portas.

Não demorou muito para que o lugar se enchesse. Tento os murmúrios diminuído e a inquietação cessado, Jhonn deu um passo a frente.

Lennox permitiu que Stark tivesse a palavra primeiro - afinal, era o responsável por aquilo - dando as orientações básicas sobre o que iria acontecer ali e introduzindo seu próprio conto. Ao olhar para os lados e ver que ninguém havia prosseguido, tomou isso como uma deixa.

- Primeiramente, muito bem-vindos. Eu, Ayla, levarei os que quiserem a um passeio por um conto não exatamente muito feliz, mas que garanto que irão se divertir.

A filha de Selene retirou da cesta um livro de capa dura. Uma garota permanecia virada em direção à entrada de uma floresta, segurando um arco em suas mãos. Na escuridão, parecia mirar em algo... Algo representado por diversos conjuntos de olhos brilhantes... Ao seu lado, um garoto permanecia, bem próximo.

- Em alguns casos, a  honra vale mais que a própria vida. - Falou Ayla lentamente, lendo a sentença abaixo da imagem.

Com essas palavras, encarou os campistas com um olhar convidativo, digno de uma felina, esperando para ver quem seria louco para juntar-se a ela.

Ou em outras palavras... Ser atirado aos lobos.

Adendos:
Arsenal:
{Moonlight} / Adaga [Trata-se de uma adaga com a lâmina ligeiramente mais larga e curva. O seu formato é levemente arredondado – o que lembra uma lua na sua fase crescente. O cabo tem uma espécie de cobertura (como em sabres) feita de bronze sagrado, o que dá certa defesa as mãos daquele que a está empunhando. Tem uma coloração esbranquiçada e toma um tom azulado quando exposto à luz lunar. No nível 20, se torna um botton escrito "CLUBE DE ASTRONOMIA".] {Bronze Sagrado} (Nível Mínimo: 1) [Recebimento: Presente de Reclamação de Selene]

— {Silver Moon} - [Um escudo redondo de prata lunar que proporciona uma defesa eficiente para sua dona. Possui em seu centro o desenho em relevo de  um lobo (o desenho do rank dos filhos de Selene), pintado em dourado. Quando não estiver sendo utilizado, transforma-se em um relógio de prata] {Prata Lunar} (nível mínimo: 1) {Não Controla Nenhum Elemento} [Recebimento: Forjado na The Dragon's Flame, presente de Jhonn Stark.]

- {Red Hood} / Capa vermelha [Uma capa vermelha encantada, que desce até os pés da semideusa, e inclui um capuz; é adornada com diversos desenhos prateados bordados em seu contorno, sendo a maior parte deles de lobos ou da lua. Enquanto estiver sendo usada, possui o efeito de ampliar a agilidade da semideusa em 20%, além de conceder uma leve resistência a efeitos climáticos (calor, frio, nunca poderes, apenas os efeitos climáticos naturais). Quando não estiver sendo usada, pode se transformar em um colar com um pingente de lua nova. Em sua forma de capuz, tem a capacidade de se regenerar com o tempo, por exemplo, de cortes, partes queimadas... Mas o processo é lento, dependendo da situação e da gravidade do dano ao tecido, sendo que o tecido não é indestrutível, podendo ser destruído se submetido a um dano que consuma todo ou 90% do tecido..] {tecido mágico} (Nível mínimo: 08) {Não controla nenhum elemento} [Recebimento: Recompensa pela missão "Night of the Hunter", avaliada por Jhonn Stark e Att por Ares.]

♦ {Lullaby} / Flauta encantada [Recebida por Ayla como um espólio de guerra, logo após o fardo de morte carregado pelo item ser limpo. Feita com uma base de alabastro recoberta inteiramente de prata, o instrumento abençoado por Orfeu agora apresenta apenas a base de um encantamento. Uma vez por missão (com o gasto de 50MP por alvo), ao entoar uma melodia suave com o item, a filha de Selene poderá transmitir suas ordens para um alvo selecionado, desde que estejam dentro do alcance sonoro do poder (30m de raio a partir da semideusa como centro). Quando usado em alguém com 5 níveis ou mais que a semideusa, esse poder não funciona. Em outros casos, a chance é de funcionamento normal. Se o alvo for ferido, o efeito se quebra, e o encanto possui duração de 2 rodadas ou enquanto a semideusa toque a flauta. A palavra final é do narrador, e dependerá também da ordem dada, que não pode ser algo que vá diretamente contra o instinto de sobrevivência do oponente (como se matar, ou coisas do gênero), nem contra as ações da semideusa (não adianta atacar e depois pedir pra um alvo não revidar). Resistências mentais e sonoras são aplicadas, assim como resistências geradas por habilidades passivas ou ativas.] {Alabastro e prata} (Nível Mínimo: 15) {Controle sonoro sobre mentes} [Recebimento: Recebido pela missão "Bad party", avaliada por Jhonn Stark e atualizada por Orfeu.] (Dada para Drillbit Jackson)

↯ {Fulmine} / Espada de Bronze Sagrado [ Espada de 90 cm, sendo 70 cm de lâmina e 20 cm de cabo. Possui uma lâmina de bronze pontuda com dois gumes extremamente afiados. No sulco da lâmina há uma frase escrita em Grego antigo: "Do Amor até a Morte". Em baixo da lâmina, o guarda-mão é feito de prata. O cabo é feito de couro e possui leves depressões para melhor acomodar os dedos. Possui o pomo feito de ouro, que além de ter a base com círculos entalhados, possui esse símbolo -"¥"- escondido. Ao não ser usada, transforma-se em um anel de ouro, com a mesma frase da espada incrustada por toda a sua superfície externa] {Bronze Sagrado, Ouro, Prata e Couro} (Nível Mínimo: 5) {Não controla nenhum elemento} [¥Presente de Seu Mestre, Príncipe do Medo]
Para os que escolheram chapeuzinho:
Assim que se aproximarem de Ayla, ela irá retirar um bolinho de sua cesta e lhes oferecer. Não é obrigatório acentá-lo, é apenas um presentinho para os participantes.

Ayla Lennox
Ayla Lennox
Filhos de SeleneAcampamento Meio-Sangue

Mensagens :
1042

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ♦ {Once Upon a Time} - Grupos e Introdução

Mensagem por Heron Devereaux em Qui 02 Jul 2015, 16:30


Once Upon a Time
'cause magic always comes with a price.



Naquele momento, Drillbit agradeceu mentalmente por sua fantasia ser uma das mais simples. Não precisava de nada, além de vestes negras que cobriam todo o seu corpo e uma capa tingida de verde-escuro. O capuz caía sobre suas costas, deixando à mostra o rosto do filho de Athena, quando ele adentrou a biblioteca.

A garota da capa vermelha caminhou até o rapaz. Ele suspirou aliviado, quando descartou, fitando o olhar da garota, qualquer sinal de sua segunda personalidade. Acenou com a cabeça, quando a Ayla entregou a flauta de prata em suas mãos.

O treino estava preste a começar, quando todos os monitores assumiram suas posições, aguardando os semideuses que haviam sido convidados. Drill lançou um olhar para a flauta, franzindo o cenho, antes de escondê-la num bolso interno da capa. Era uma vez cinco lobos maus e vinte e oito cordeirinhos.

×××

O lugar já estava lotado, quando Jhonn começou a falar sobre as aventuras que os meios-sangues enfrentariam, naquela tarde. Logo em seguida, foi a vez de Ayla. Os dois monitores iam revelando os livros que carregavam e um pouco do que os aguardava naquelas páginas. O feiticeiro resolveu fazer o mesmo, assim que a filha de Selene encerrou sua apresentação.

— Drillbit — disse, acenando brevemente com a mão. — Vou conduzi-los em um conto nem um pouco amigável. Há muito sofrimento nessas páginas. Diferentemente da mocinha ao lado, não posso garantir diversão. Mas, com certeza, será uma jornada interessante.

Colocou uma mão dentro da capa, puxando para fora o livro um tanto maltratado. Na capa, feita de couro negro, um rapaz encapuzado espalhava sua melodia pela estrada de terra, seguido por uma multidão de crianças encantadas com a música.

— A vingança e a tragédia escritas em apenas uma melodia — pronunciou as palavras douradas que enfeitavam a capa, deixando escapar um suspiro. — Aproximem-se, cordeirinhos.

Observações:
Armas:
▬ {Athala} / Espada [A lâmina negra é feita de Bronze Celestial. Seu cabo em forma de caduceu, no entanto, é feito de ouro. Nele está gravado o nome da arma, que significa “Bela”. A espada pode assumir a forma de qualquer tipo de espada existente, de acordo com a vontade do usuário; por isso não possui um tamanho ou peso constante.] {Bronze Celestial, Ouro} (Nível Mínimo: 25) {Nenhum elemento} [Recebimento: Evento – Parallel Universe] ▬ Na cintura, presa ao cinto

▬ Colar de equiceph [Colar feito de couro entrelaçado adornado com uma ferradura feita de ferro. Três vezes por evento, o colar pode ser ativado, fazendo seu usuário dobrar sua força física, de modo que a potência de seus golpes físicos e com armas corpo a corpo também dobre durante duas rodadas. Ao estar ativado, armas que sejam originalmente empunhada com ambas as mãos pode ser empunhada com apenas uma sem redução em seus movimentos. Para fins de resistência, o poder é equivalente ao nível 51.] (Nível mínimo: 51) {Material: Couro e ferro} [Ganho como recompensa pelo evento "O levante"] ▬ No pescoço

▬ Colar de Cristal da Luz [Um colar de prata com um pequeno pingente semelhante a um diamante. Sob a vontade do usuário, pode brilhar intensamente, como um arco-íris. Seu brilho é hipnotizante, fazendo com que o oponente perca o foco.] {Prata, Cristal da Luz} (Nível Mínimo: 1) {Nenhum elemento} [Recebimento: Evento – O Rapto] ▬ No pescoço

▬ Jealeous [Um anel de rubi feito com a mais pura prata da família Ervetöch. Esse artefato foi concebido à Drillbit como um espólio de guerra, sendo que o mesmo teve como seu último dono o semideus desertor que fora devorado pela esfinge. O anel, por fim, reserva a propriedade mágica de, uma vez por missão, abrir-se a partir do comando de seu novo dono, jogando uma rede mágica sobre o inimigo. A rede é feita de um material desconhecido e mede cento e trinta centímetros, porém é extremamente carregada de magia, prendendo a pessoa por duas rodadas. A rede só poderá ser destruída com magia, ou se não, ao final dos dois turnos, ela se desfará sozinha.] [Material: Desconhecido] [Nenhum Elemento] [Nível Mínimo: 15] {Recebimento: missão "The Trap and the Charade", por Tânatos e atualizada por Quíron] ▬ No anelar da mão direita

▬ {Lullaby} / Flauta encantada [Recebida por Ayla como um espólio de guerra, logo após o fardo de morte carregado pelo item ser limpo. Feita com uma base de alabastro recoberta inteiramente de prata, o instrumento abençoado por Orfeu agora apresenta apenas a base de um encantamento. Uma vez por missão (com o gasto de 50MP por alvo), ao entoar uma melodia suave com o item, a filha de Selene poderá transmitir suas ordens para um alvo selecionado, desde que estejam dentro do alcance sonoro do poder (30m de raio a partir da semideusa como centro). Quando usado em alguém com 5 níveis ou mais que a semideusa, esse poder não funciona. Em outros casos, a chance é de funcionamento normal. Se o alvo for ferido, o efeito se quebra, e o encanto possui duração de 2 rodadas ou enquanto a semideusa toque a flauta. A palavra final é do narrador, e dependerá também da ordem dada, que não pode ser algo que vá diretamente contra o instinto de sobrevivência do oponente (como se matar, ou coisas do gênero), nem contra as ações da semideusa (não adianta atacar e depois pedir pra um alvo não revidar). Resistências mentais e sonoras são aplicadas, assim como resistências geradas por habilidades passivas ou ativas.] {Alabastro e prata} (Nível Mínimo: 15) {Controle sonoro sobre mentes} [Recebimento: Recebido pela missão "Bad party", avaliada por Jhonn Stark e atualizada por Orfeu.] ▬ Bolso interno da capa ▬ Presentinho temporário da Ayla sz
Heron Devereaux
Heron Devereaux
Filhos de AtenaAcampamento Meio-Sangue

Mensagens :
949

Localização :
Triângulo das Bermudas

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ♦ {Once Upon a Time} - Grupos e Introdução

Mensagem por 111-ExStaff em Qui 02 Jul 2015, 17:56

Once Upon A Time

Clarisse havia ficado muito feliz por poder ajudar no tal treino que os monitores estavam preparando, e agora ela se encontrava em um vestido de princesa, segurando em uma das mãos um livro consideravelmente grande. Estava ansiosa, claro, mas escondia isso atrás de um sorriso amigável.

A garota havia se esforçado bastante para não ser vista naquele traje, mas ainda assim atraiu alguns olhares curiosos no momento em que se dirigiu até a biblioteca. Deu de ombros e ignorou, continuando a andar sem olhar para os lados.

Quando chegou ao local desejado, muitas pessoas já se encontravam esperando.

***

Parou ao lado dos monitores e percebeu com satisfação que suas roupas não seriam consideradas estranhas ali; endireitou a postura para ouvir o que os outros três falavam, e assim que o garoto ao seu lado terminou, ela limpou a garganta.

— Bem... Não acho que vocês me conheçam, mas sou Clarisse — ela fixou seu olhar em cada um que estava em seu alcance de visão. — Nessas páginas temos sofrimento, mas o amor também está presente; hoje vocês poderão conhecer um lado bem diferente da história, se não morrerem antes.

Ela sorriu maldosamente, desafiando os semideuses a escolherem o seu grupo. Levantando o livro que havia trazido na altura de seu peito, abriu-o na página em que uma rosa murcha se encontrava, juntamente com uma imagem de uma fera se tranformando em um homem. Suspirando, Clarisse leu:

"Nunca devemos julgar as pessoas pela aparência, pois elas podem nos surpreender." — Voltou seu olhar para cima e fechou o livro, revelando outra imagem. Dessa vez, uma moça bonita chorava. — Quantos de vocês tem coragem o suficiente para essa aventura? Revelem-se, semideuses.

extra:
Oi, ignorem que essa é uma conta da staff e sejam felizes com meu lindo npc. <3

111-ExStaff
111-ExStaff
IndefinidosPercy Jackson RPG BR

Mensagens :
254

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ♦ {Once Upon a Time} - Grupos e Introdução

Mensagem por Nina A. Mutt em Qui 02 Jul 2015, 18:03

Once upon a time


I am the dollmaker.


A mênade seguia o caminho até a biblioteca com mais lentidão do que o restante, bebendo do vinho infinito de seu cantil e suspirando pesadamente, afinal preferiria um milhão de vezes estar em alguma festa louca, numa orgia satânica ou coisa parecida. Mas não! Estava ali com um livro em mãos e vestida de fada azul para “contar historinhas” aos outros campistas, rosnou internamente e praguejou todos os xingamentos que lhe vieram à mente. Dionísio sabia como exercer uma pressão sutil na pau mandada.

Chegou e sequer cumprimentou os outros campistas, seu mau humor salpicado de orgulho não permitiria tal ato. Ajeitou a barra do vestido curto e azul, enquanto prendia o cantil na cintura, pronto para ser usado quando possível. Bocejou uma, duas, três vezes e se recusou a socializar como os outros, estava mais satisfeita em recostar-se no canto e cochilar até a chegada das vítimas, opa plateia, que infelizmente não demoraram. Tamanha animação e convenção social deixaram-na levemente nauseada, entretanto disse a si mesma que uma atividade diferente não a mataria – muito rápido.

Esperou que falassem, quando um silêncio breve se formou ela tomou a frente, numa pompa e sorriso que fariam qualquer um se arrepiar. Observou bem os olhinhos curiosos sobre si, bateu palmas para prender a total atenção e riu-se maliciosa.

- Olá filhotes, sou a Nina, monitoria do chalé do diabo. Não se assustem, minha fama tende a ser pior quando vista de perto. – os anéis brilharam em seus dedos, como que famintos por aquelas almas.

Pegou o livro com certo cuidado, mais para habilidade teatral do que pelo zelo em si, apresentando a capa ao seu público. Era... Diferente, pois o boneco que devia ser de madeira estava desenhado como que feito de aço. O tom azul ao redor do desenho parecia alegre, mas a relva cor de vômito que o robozinho andava deu bem a entender que aquele anil seria a única coisa feliz do livro. Ou não? É preciso entrar no circo de horrores para ver.

- Até o mais singelo desejo esconde a mais infame loucura. – entoou a frase que podia ser lida logo abaixo da imagem, ao mesmo tempo foi como se as sombras do fim da tarde começassem a engrossar nos recantos da biblioteca, acionadas pela voz da semideusa, da princesa do submundo vestida de fadinha.

Está mais pra vadia psicótica em tons de azul.

Auau!:

Armas:

♦ {Amartía} / Espada [Espada de 90cm, feita de bronze sagrado. Sua lâmina mede cerca de 70 cm, e sua base é mais grossa que a ponta. A guarda-mão é em forma de um crânio que tem seus dentes pontudos virados na direção do início da lâmina, como se ela saísse de sua boca. Os olhos do crânio são feitos por dois rubis. O cabo e a espiga são revestidos por um couro escuro, o mesmo tipo usado em sua bainha. No nível 20 transforma-se em um anel de caveira] {Bronze sagrado} (Nível Mínimo: 1) [Recebimento: Presente de Reclamação de Hades] (Polegar esquerdo)

♦ {Bundy}/ Anel [Anel de caveira que absorve a energia vital das almas dos oponentes mortos, armazenando-as. As almas guardadas podem ser usadas como um combustível na forma de um "buff", ampliando o poder de ataque do semideus em 10% por 3 turnos a cada alma utilizada. A alma utilizada segue ao submundo após isso. Esse efeito pode ser usado apenas 2x por missão. Adicionalmente, 1 vez por missão o filho de Hades pode gastar uma alma coletada para recuperar 10% de sua HP e MP.] [Almas coletadas: 18] {Bronze} (Nível Mínimo: 1) {Não Controla Nenhum Elemento} [Recebimento: Presente de Reclamação de Hades] (Anelar direito)

♦ {Jack} / Capa [Capa feita de escuridão, lã negra e fios de obsidiana. Com uma magia muito parecida com a do elmo de Hades, a capa faz com que o semideus fique invisível em meio as sombras, mas não modifica o odor do semideus, não diminui o barulho de suas ações ou modifica a estrutura corporal do semideus. A capa pode ser usada em partes do copo ou no corpo inteiro, mas ao passar por um foco de luz a camuflagem passa a ser inútil. Ao usar essa capa apenas como um acessório de vestimenta, mesmo estando sobre a luz ela concede um aumento de 10% na potência dos poderes referente ao medo que o semideus usar.] {Lã}(Nível mínimo: 1) {Não Controla Nenhum Elemento} [Recebimento: Presente de Reclamação de Hades](Presa junto à saia do vestido, dando um contraste mais sombrio)

♦ {Rei} / Isqueiro [Este isqueiro foi dado pelo próprio Tânatos para a filha de Hades e em nada se diferencia de um comum, exceto pelo fato de possuir fluído infinito. Ele é feito de metal e sua cor é prateada, com o desenho da cabeça de um cervo de longos chifres entalhado na carapaça.] [Aço] [Nível mínimo: 1] [Sem elementos] [Recebimento: recompensa pela DIY "O fogo, a terra e os ossos", avaliado por Atena e atualizado por Poseidon] (Dentro do decote)

♦ Braçadeira felina [Braçadeira na forma de uma tira de couro, adornada com a juba leonina de cor castanho avermelhada. Quando ativada fornece uma leve proteção, que lembra um pouco a habilidade fornecida pelo Leão de Neméia, aumentando a resistência do portador a golpes físicos em 50% por 3 turnos. 1 vez por evento. (Nível mínimo: 07) {Material: Couro e pelo de leão) [Ganho como recompensa pelo evento "O levante"] (Braço esquerdo)

♦ Cantil Mágico [Cantil atribuído com a benção de Dionísio; contém vinho inacabável e recupera 10HP/EN por missão] [Presente de Dionísio](Na cintura, amarrado)

Mênade:

Relevante:
Level 19 ~ Habilidade Teatral III ~ Todos acreditam nas palavras que proferirem de sua boca, colocando toda a fé e caindo em suas emboscadas. Consegue deixar monstros aturdidos por sua capacidade de mentir, e sua atuação é perfeita.

Nina A. Mutt
Nina A. Mutt
IndefinidosPercy Jackson RPG BR

Mensagens :
382

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ♦ {Once Upon a Time} - Grupos e Introdução

Mensagem por Ianna D. Belikov em Qui 02 Jul 2015, 18:24

once upon a time
well, well... come inside, take a seat and let me tell you a little story about revenge.
Os passos esmagavam as folhas secas que adornavam o chão terroso. Os pés descalços ficavam enlameados, assim como a barra do vestido preto que usava, claramente digno da realeza. A vestimenta não possuía grandes detalhes, a não ser pelas mangas longas que possuíam os pulsos enfeitados por arabescos vermelhos. À frente dos olhos, um voilette negro pairava, preso aos cabelos loiros por grampos, tão escuro que praticamente impedia que aquela parte da prole de Afrodite fosse vista, conferindo um ar sepulcral àquela garota, exceto pelos lábios dela, pintados doentiamente de vermelho, como se fosse para combinar com aqueles arabescos nos pulsos. Caminhava abraçada ao livro surrado, um de seus preferidos.

Ao adentrar a biblioteca, não se dirigiu a nenhum dos monitores presentes, enfiando-se no lugar previamente separado para ela. Não demorou muito para que os pobres coitados começassem a chegar.

Ouvia parcialmente a apresentação dos outros, focando-se apenas no que tinha que dizer. Não devia incentivar aqueles semideuses a mergulharem naquela loucura, mas não queria espantá-los. Logo que sua vez chegou, respirou fundo e ergueu o pequeno véu para encarar cada um dos rostos ali, tentando conhecê-los, intrigá-los.

- Ianna Belikov. - Segurou o livro com ambas as mãos, vendo a capa decorada com a imagem de uma garota que aparentava dormir, mas que ela bem sabia estar morta. Não falaria tanto quanto os outros, então voltou a encarar as pessoas ali presentes, plácidas como o gado antes de ser levado ao matadouro. - Quero contar uma pequena história sobre vingança. Um sentimento tão egoísta que foi capaz de atravessar os limites do inimaginável. Tomem seus lugares e me permitam conduzi-los. - Sorriu, fazendo a melhor expressão macabra que poderia e voltou a colocar o véu à frente dos olhos. Necessitaria dele para o que viria a ser aquela brincadeirinha inocente.

adicionais:
Para aqueles que não sabem o que é um voilette, ele é um véu de viúva, usado geralmente para cobrir a parte dos olhos. E dou um doce para aquele que entender a referência da minha roupa sz.
itens levados:
♦ {Arche de l'Amour} / Arco longo [De cores dourada e prata, este arco de bronze sagrado possui um desenho elegante e chamativo, mas não vulgar. Para todos os efeitos, age como um arco longo comum. No nível 20 transforma-se em um anel que faz par com Enchantè.] {Bronze sagrado} (Nível Mínimo: 1 ) [Destreza/ Ataque/ Poder de precisão][Recebimento: Presente de Reclamação de Afrodite]

♦ {Enchantè} / Aljava de Flechas Infinitas [As flechas reluzem claramente, dado o acabamento mais elegante se comparado à armas de outra origem. Porém, são apenas flechas de bronze sagrado. O compartimento é feito de couro, decorado com filigramas metálicas. No nível 20 transforma-se em um anel que faz par com o Arche de l'Amour.] {Couro e bronze sagrado; Madeira de freixo e bronze sagrado}

♦ Tirso [Cajado com propriedades mágicas; leve e super-resistente, diminui gradativamente os gastos de energia e auxilia na manipulação do vinho. Possui videiras ornamentadas em sua superfície e, de guarnição, algumas uvas] [Presente de Dionísio]

♦ Cantil Mágico [Cantil atribuído com a benção de Dionísio; contém vinho inacabável e recupera 10HP/EN por missão] [Presente de Dionísio]

♦ Gauth [Adagas gêmeas feitas especialmente para Andy. As armas adaptam-se perfeitamente à forma da semideusa de lutar, e mesmo que sua perícia não seja esta, alguns dos ataques com as lâminas poderão dar danos maiores se estes forem bem explicados. Os cabos possuem as letras "A&G" entalhadas. Os detalhes são pequenos caduceus entrelaçados a algumas roseiras, perfeitamente esculpidos nos cabos.][Presente da Rafa, sua amada ♥]

♦ {Uncontrolled} / Colar [Colar feito de prata, com um pingente arredondado também de prata, que pode ser aberto. Dentro há uma foto de Ianna pouco mais sombria. Quando aberto, a semideusa cede parte de sua mente para seu ID, aumentando a potência de golpes físicos em 30% por dois turnos. Porém, quando o faz, a moça perde controle sobre suas ações, só retornando consciência após passados os turnos.] {Prata} (Nível Mínimo: 20) {Não controla elementos} [Recebimento por Aldrick no treinamento do 3º Trimestre de 2014]

♦ {Double} / Anel [Um anel feito de ouro um rubi incrustado em seu centro, representando uma rosa. Uma vez por missão, durante dois turnos, Ianna poderá criar um clone de si mesma. A cópia será exatamente igual à usuária e terá as mesmas habilidades físicas; no entanto, se o clone utilizar habilidades ativas, a MP provirá da original - ou seja, se o clone utilizar uma habilidade ativa, a energia (MP) de Ianna será descontada como se ela própria houvesse usado o poder. A ativação é de acordo com a vontade da usuária.] {Ouro e Rubi} (Nível Mínimo: 20) [Recebimento: Missão "The Other Me", por Poseidon]

♦ Adaga Ácida [Uma adaga comum de bronze banhada em ácido muitíssimo corrosivo. Em contato com qualquer coisa que não uma bainha especial que veio com a Adaga, corrói muito facilmente, portanto deve tomar cuidado para não se atingir com o ácido]
poderes relevantes:
passivos:
afrodite:
♦ Visão auspiciosa (Nível 19) [NOVO - idealizado por Sadie Bronwen]: O filho de Afrodite enxerga a aura da emoção das pessoas ao seu redor. Não é telepatia, ou algo do tipo, mas ele sempre vai saber o estado emotivo das pessoas - ansiedade, raiva, amor, nada escapa de seus olhos. Não detecta pensamentos ou informações específicas, apenas o sentimento geral. Por exemplo, se alguém mentir para eles, não conseguem perceber, mas podem identificar que o locutor está ansioso, mesmo que não identifiquem o motivo. Não pode ser desativado.

♦ Linguagem corporal (Nível 50) [NOVO - idealizado por Sadie Bronwen]: A sedução é um jogo que envolve muitos fatores, dentre eles a capacidade de emitir sinais, e reconhecer aqueles enviados pelo alvo para ver se estão em sintonia. Por isso, a capacidade dos filhos de Afrodite é aprimorada nessa área. Eles reconhecem sinais da linguagem corporal, podendo analisar melhor aqueles ao seu redor. Não é uma premonição e não é certo, mas auxilia - sinais de que a pessoa está descontente, está nervosa, está mentindo ou interessada em algo, etc. O corpo fala, e o filho de Afrodite é capaz de ouvir.
dionísio:
Level 19 ~ Habilidade Teatral III ~ Todos acreditam nas palavras que proferirem de sua boca, colocando toda a fé e caindo em suas emboscadas. Consegue deixar monstros aturdidos por sua capacidade de mentir, e sua atuação é perfeita.
ativos:
afrodite:
-x-
dionísio:
-x-
lalala | evento | post 01



Ianna D. Belikov
Ianna D. Belikov
IndefinidosPercy Jackson RPG BR

Mensagens :
737

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ♦ {Once Upon a Time} - Grupos e Introdução

Mensagem por Alaric L. Morningstar em Qui 02 Jul 2015, 18:57




❝Once Upon A Time


Preparem seus cus, porque vai ser sem cuspe





Só pelo fato de aquele não ser mais um dia normal, talvez Alaric estivesse de bom humor. Só pelo fato de poder botar em ação aquelas criaturas semidivinas, talvez ele estivesse animado. E talvez tenha sido só por isso que aceitara o fato de andar vestido de personagem de contos de fada por aí.

Apesar da chuva, a lua tentava se impor contra as nuvens, que pareciam querer ofuscá-la. Como de costume, o jovem se sentia bem naquele momento - afinal, era cria da deusa da noite. Depois de sair do chalé vinte e oito, seguira a trilha até a biblioteca, onde estariam os outros monitores que participariam daquela brincadeira.

[...]

Segurava sua cartola em uma das mãos, enquanto na outra estava um livro. "O livro que vai separar os moleques dos homens", pensou, enquanto soltava um pequeno sorriso. Alguns meio-sangues entravam ali, se reunindo ao redor dos líderes de chalés. Jhonn iniciou o discurso, seguido por Ayla, Drillbit, Clarisse, Nina e Ianna. Quando estes se silenciaram, parecia haver uma tensão naqueles segundos. Mikaelson tomou um passo a frente, cortando o silêncio. Pôs a cartola na cabeça, começando a pôr pra fora suas palavras.

- Pra quem não me conhece, sou Alaric, monitor de Nyx. E pra quem me conhece, também sou o Alaric. Enfim... como dá pra ver, essa noite serei o Chapeleiro Maluco. - Sorriu. Talvez aquele seria o personagem perfeito para o filho de Nyx; afinal, talvez ele até fosse um pouquinho louco (mas não tanto quanto aqueles que o escolheriam). Ao longe, através da porta aberta, vira bem no meio da floresta uma garota o encarando. - Sem citações bonitinhas. Talvez se divirtam, dependendo do conceito de "diversão" de vocês. Mas se estiverem procurando pelo típico "e viveram felizes para sempre", nem venham. Aqui aprenderão a encarar o mundo através de novos olhos, e verão que nem mesmo o País das Maravilhas é tão perfeito assim. - Fez uma pequena pausa, fitando o presentes. - Aqueles que se acharem fodas o bastante pra aguentar o trampo, dêem as caras.

coisinhas:

armas, itens e congêneres:

{Darkbook}/ Grimório [Este livro pesado encadernado em couro e escritos rúnicos contém as instruções e ensinamentos necessários para que o semideus acesse seus poderes. As páginas estão em sua maioria em branco, mas, ao adquirir poder e sabedoria suficiente, a página é preenchida com a invocação disponível. Para qualquer outra pessoa, parece um livro gasto.As páginas são feitas de uma lâmina fina de bronze sagrado, e por baixo do couro da capa ela é de metal, o que o torna resistente à água, mas não indestrutível. Caso danificado, destruído ou perdido ele irá se recompor nos pertences do semideus, em seu baú. Todo grimório começa com os elementos éter e trevas (ainda que este segundo só fique disponível efetivamente após o ganho da habilidade de nível 50), mas não oferecem bonificações adicionais quanto aos elementos base.] [Presente de Reclamação de Nyx]

{Abism} / Corrente [Corrente feita de bronze sagrado, mas com uma tintura que deixa o metal escuro, quase como ferro estígio; mede cerca de 4,0 m. No nível vinte, torna-se uma corrente menor e mais fina, dessas usadas como adorno, ou um cinto com fivela de opala negra, dependendo da vontade do semideus.] {Bronze Sagrado} (Nível Mínimo: 1) {Não Controla Nenhum Elemento} [Recebimento: Presente de Reclamação de Nyx]

♦ Skyscraper / Espada elétrica [Espada que mede aproximadamente 100 cm, com lâmina de 80 cm feita de Bronze Sagrado, que serve tanto para corte quanto para perfuração. Se assemelha com uma bastarda, podendo ser usada tanto com duas mãos (o que a deixa mais ágil e precisa) quanto com uma mão (o que diminui a agilidade e precisão, exigindo mais força). Seu cabo é feito de madeira resistente, sendo coberta por um material isolante e emborrachado, de modo que a eletricidade não é conduzida para essa parte, e é onde há menos concentração desta, para o próprio semideus que a usa não sofrer dano. Com isso, esse material se dispersa na lâmina, mais concentrada na parte mais próxima à ponta, e quando é ativada conduz descargas elétricas. Quando o inimigo é atingido por elas, é paralisado por dois turnos. Transforma-se em uma chave quando não é ativada.] {Bronze Sagrado, madeira, fita isolante, borracha, material elétrico} (Nível Mínimo: 20) {Não controla nenhum elemento} [Recebimento: comprado de Oliver H. Greyback, modificado em Dragon Dovahkiin e atualizado por Ares]

◆ Incursio / Armadura de batalha [Armadura completa, feita de magnésio, onde o metal é disposto em placas distribuídas de forma a oferecer maior proteção. Seu peso peso tambem é distribuído através de tais placas, de modo que seu dono ainda tenha agilidade, não exigindo tanto esforço dele (porém, claro, ele deve possuir boa condição física para usá-la, lembrando que ainda é pesada e necessita de sua força). A armadura pode prejudicar comumente os movimentos do semideus, de modo que 15% da agilidade do seu usuário é reduzida, tanto pelo peso quanto pela redução da flexibilidade do corpo ao se movimentar. Possui uma parte para proteger os membros (tanto superiores quanto inferiores), peitoral, ombreiras e elmo, mas não acompanha manoplas. Quando não é ativada, assume a forma de um sobretudo (peitoral, costas e ombros), um chapéu (elmo) e duas botas negras (pernas e pés)][Magnésio][Sem elemento][Nível mínimo: 20][Presente de aniversário dado por Thiago Leveck e forjado por H³]

— Abra / Relíquia Mágica [Colar simples e básico, podendo ser levado e escondido em qualquer lugar. Sua corrente é de prata negra, e cintila à noite. Seu pingente é em forma de pentagrama, feito de diamante. Duas vezes por missão e durante 2 rodadas, tendo no mínimo uma rodada de intervalo cria uma barreira mágica de cor roxa, esta cobre todo o feiticeiro. Protege contra ataques mágicos – principalmente - e ataques a longa distancia – lanças, bumerangues, correntes, flechas etc.; ataques diretos não são repelidos][Prata Negra; Diamante;] (Item de Feiticeiro) {Controle Mágico} [Presente de Reclamação por Circe]

Colar de equiceph [Colar feito de couro entrelaçado adornado com uma ferradura feita de ferro. Três vezes por evento, o colar pode ser ativado, fazendo seu usuário dobrar sua força física, de modo que a potência de seus golpes físicos e com armas corpo a corpo também dobre durante duas rodadas. Ao estar ativado, armas que sejam originalmente empunhada com ambas as mãos pode ser empunhada com apenas uma sem redução em seus movimentos. Para fins de resistência, o poder é equivalente ao nível 42. (Nível mínimo: 42) {Material: Couro e ferro} [Ganho como recompensa pelo evento "O levante"]

Braçadeira equina [Braçadeira feita de crina e couro de equiceph trançados. Ao ser ativada fornece ao semideus sentido sísmico em um raio de 15m. Isso permite que note a movimentação ao seu redor e no subsolo, desde que conectado ao solo - e os alvos idem. Não permite identificar o tipo específico de criatura, apenas tamanho aproximado (pequeno, médio, grande, etc) e localização aproximada dentro da área. O efeito funciona por 3 turnos, 1 vez por evento. (nível mínimo: 07) {Material: couro e pelo de equiceph} [Ganho como recompensa pelo evento "O levante"]
Alaric L. Morningstar
Alaric L. Morningstar
IndefinidosPercy Jackson RPG BR

Mensagens :
1048

Localização :
Hollywood Hills, LA.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ♦ {Once Upon a Time} - Grupos e Introdução

Mensagem por Oliver H. Greyback em Sex 03 Jul 2015, 22:41


Once upon a time
Adventures on the black forest
Os raios de sol penetravam por entre as folhas das árvores da floresta, criando um contorno irregular no caminho por mim percorrido e deixando as formas dentro do bosque difusas. Respirei fundo enquanto caminhava em direção à biblioteca, num singelo Lederhosen e levando um machado ao ombro, enquanto que na outra mão levava um livro aparentando ter algumas centenas de anos. A roupa era um tanto quanto cômica, mas era certo que os outros monitores – que ministrariam os treinos – também usariam fantasias, e decidi entrar na onda.

Já era quase noite quando finalmente, alguns minutos depois, cheguei à biblioteca. Um vento batia de leve em minha pele, o que me deixava até mais animado para o que viria a seguir. Escancarei a porta da construção, ainda apoiando o pesado machado sobre o ombro:

- Here’s Johnny!

Alguns campistas chegaram a se assustar com a aparição repentina, porém continuei sério enquanto caminhava calmamente até o espaço reservado para mim, ao lado dos outros monitores. Como na reunião, eu também havia sido o último a chegar. Tomei uma nota mental: levar o cargo mais a sério.

Apenas esperei que os outros falassem, jogando o peso do corpo sobre o machado, que estava com a lâmina para baixo. Nas pausas após a apresentação, me mantive silencioso, esperando que outro falasse. Até que eu novamente fosse o último restante, e então comecei meu teatro:

- Sou Oliver, monitor de Despina, caso ainda não saibam. E não vim aqui, assim como meus companheiros, apenas para contar a vocês uma história. Vim para que vocês sintam na pele essa história. Por incrível que pareça, o objetivo não é só a minha diversão, mas também que vocês tirem algum proveito disso: Essa parte, porém, depende de vocês.

Em seguida, voltei a levar o machado ao ombro, e segurava o livro com a outra mão, mostrando a capa para a pequena plateia de semideuses desocupados:

- Já devem ter ouvido falar de João e Maria, correto? Se aproxime quem tiver coragem, pois creio que o que irão ouvir – digo, sentir – é um pouco mais aterrorizante do que pensam. E quem sabe aprender que a traição está sempre mais próxima do que imaginam.

adendos:
Armas levadas:
Um machado que peguei emprestado da arena. Só pra fantasia mesmo :V:
observação importante:
Desculpa o atraso, galero. Mil tretas. Eu prometeria que não vai acontecer de novo, mas provavelmente se eu disser isso é que vai acontecer de novo então espero conseguir postar na hora nas próximas vezes.

E AGORA VCS PLAYERS VAMOS LÁ PODEM POSTAR
♦️ Thanks, Andy 'O' ♦️
Oliver H. Greyback
Oliver H. Greyback
IndefinidosPercy Jackson RPG BR

Mensagens :
685

Localização :
Purgatório

Voltar ao Topo Ir em baixo

O autor desta mensagem foi removido do fórum - Ver a mensagem

O autor desta mensagem foi removido do fórum - Ver a mensagem

Re: ♦ {Once Upon a Time} - Grupos e Introdução

Mensagem por Nari Hee em Sab 04 Jul 2015, 11:26



Filhinho de papai é o caralho



| Once Upon a Time; Alice no País das Maravilhas|

ϟϟϟ Biblioteca — Noturno — Post inicial ϟϟϟ 


Eu precisava fazer alguma atividade pra me distrair, todo aquele mundo mitológico era surreal demais, me sufocava. Após uma visita ao curandeiro natureba, eu já me sentia melhor o suficiente para iniciar meu treinamento. Então, quando ouvi boatos de um treino especial que iria ocorrer, pensei "por que não?". Me vesti para a ocasião, o que não era muito diferente do modo como me visto em dias normais - calça jeans completamente suja, camisa do Acampamento - e fui até meu inventário. Não possuía quase nada, duas armas (a lança não participaria); Karabela encaixada na bainha presa em minha cintura e a faca inicial levada em mãos.

Segui alguns campistas que aparentemente também participariam, torcia para que não fosse considerado um intruso, ficaria muito irritado. A maioria deles continuaram o caminho até a área menos interessante, a biblioteca. Tentei não chamar muita atenção, ficando atrás de todos enquanto observava o lugar. Foi então que percebi a presença de alguns campistas em posição superior, todos com uma expressão de escárnio, eram os monitores responsáveis. Por algum motivo estavam usando fantasias idiotas, o que achei desnecessário. Mas confesso, foi hilário ver um Peter Pan do queixo torto. Eles encheram linguiça, falaram algumas coisas que não pareciam tão interessantes.

Então ele apareceu, cortou o silêncio, parecia o tipo de pessoa com quem eu simpatizaria. Ou talvez estivesse enganado. O Chapeleiro Louco do Acampamento pediu para que nos apresentássemos. Ignorei a presença de outros, sorrindo da mesma forma que eles sorriam, caminhando entre meus companheiros e deixando com que me percebessem. Eu ficaria na frente.

— Não me decepcione, chapelão.

Alice era só mais uma vadia drogada.

Observações, habilidades, itens:
ϟ Faca [Sua lâmina bronzeada mede cerca de 24 cm, e seu cabo tem o mesmo comprimento padrão. É bastante afiada e é perfeita para ataque ágeis e rápidos. O bom desta arma é sua eficiência tanto para mãos hábeis quanto para manuseios mais inexperientes, pois é uma arma curta, fácil de esconder e ao mesmo tempo fácil de manusear. Seu punho é feito de aço, mas uma camada de couro escuro cobre o aço para que o usuário possa segurá-la firmemente. Na parte inferior da lâmina, próxima ao cabo, há entalhado as siglas do Acampamento "CHB"; uma propriedade que só os meio-sangues e criaturas místicas podem ter e usar (ajuda um pouco na destreza)] {Bronze, aço e couro} (Nível mínimo: 1) {Nenhum elemento} [Recebimento: Administração; item inscrição padrão do fórum] (Na mão, fazer o que?)

ϟ {Karabela} / Sabre [A karabela tem um punho aberto com o pomo no formato de uma cabeça de águia. Seu cabo anatômico permitia o manejo mais fácil de cortes circulares quando se luta a pé e e de cortes oscilantes quando montado no cavalo/pégaso. É feita de bronze sagrado e seu punho é revestido com couro. Vem junto de uma bainha de couro. No nível 20 transforma-se em um anel, com a cabeça e as asas de uma águia entalhadas.] {Bronze sagrado e couro} (Nível Mínimo: 1) [Recebimento: Presente de Reclamação de Zeus](Bainha na cintura)


Nari Hee
Nari Hee
Filhos de ZeusAcampamento Meio-Sangue

Mensagens :
366

Localização :
new york

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ♦ {Once Upon a Time} - Grupos e Introdução

Mensagem por Soleil St. Christ em Sab 04 Jul 2015, 12:00

The cycle repeated As explosions broke in the sky All that I needed Was the one thing I couldn't find❝ Lari ❞
Em muitas ocasiões, principalmente naquela, a vida de Thiago havia se mostrado uma verdadeira caixinha de surpresas, pois foi ao amanhecer daquele dia — quando ouviu da boca do único paciente que já o esperava na porta da sua enfermaria — que alguns monitores do Acampamento Meio-Sangue iriam fazer um treino especial para os moradores da Colina. Em outras ocasiões o rapaz apenas iria ignorar aquele chamado, pois o seu trabalho como curandeiro era mais importante que quaisquer outros "deveres" que tinha, contudo, a curiosidade tomou conta de seu cérebro e após ponderar um pouco — e notar que muitos outros campistas também se direcionavam para o lugar onde os monitores que fariam o treino estava — deixou um pequeno suspiro escapar de seus lábios e decidiu que era melhor ir, pois esse treinamento só iria acontecer durante a noite e não precisaria deixar pessoas necessitadas por sua ajuda esperando-o.

Apressou o seu passo o mais rápido que pode, pois ainda tinha que passar no Chalé de Apolo e não queria perder nada do que iria acontecer na biblioteca, por isso quando chegou próximo ao baú que havia no pé de sua cama o abriu com velocidade e estudou os itens que havia ali. Precisava escolher os melhores, pois o rapaz como prole do sol e devoto de Asclépio não servia muito no campo de batalha, lutando na linha de frente, fazia mais o tipo do médico que ficava alguns passos para trás e iria dar um suporte quando fosse necessário. Não sabia o que iria acontecer naquele treino, por isso precisava ser esperto. Seus olhos estudaram todos os itens distribuídos sobre a sua cama e então começou a se equipar. Em seu pescoço foram dois colares: o primeiro era o do Serpentário, símbolo dos curandeiros de Asclépio e o outro um que permitia-o ficar invisível durante uma pequena fração de tempo. Em seguida, colocou um pequeno broquel em seu braço direito e o ajeitou de forma que fosse capaz de atirar com suas armas e ainda defender sem que um atrapalhasse o outro, sendo cobrida pela manga que caia sobre o seu braço direito, Thiago equipou-se com uma lâmina oculta e configurou-a até que não desse volume onde estava, de forma que fosse completamente furtiva. Por fim, pegou dois pingentes que se encaixavam perfeitamente — seu arco e aljava de flechas que estavam transformados em itens — e colocou-os em seu outro braço. Enquanto partia, então, deixou uma caneta no bolso de sua calça, sendo que essa apenas seria utilizava em última ocasião.

Estando devidamente equipado com suas armas, deixando sua bolsa de componentes mágicos para trás, pois esta poderia aparecer e desaparecer conforme fosse a sua vontade, isso era bom, pois o volume que carregava era reduzido drasticamente, avançou novamente com velocidade em direção a biblioteca, pois o desejo por aventuras estava chamando-o e claro, como já havia deixado sua enfermaria para trás, não poderia rejeitá-lo. Estava de noite e os seus poderes se manifestavam de forma mais fraca do que a parte do dia onde Apolo estava com o seu carro solar sobre os ensolarados céus do ocidente. Como no filme de Harry Potter, onde diziam para seguir as aranhas, encontrar o caminho para o treino não foi muito difícil, bastava apenas que o Curandeiro seguisse os outros semideuses que também iam na mesma direção.

Quando chegou na bibloteca, viu todos os monitores trajados com roupas que pareciam ter saído de contos de fadas. Reconheceu um Peter Pan, Chapeleiro Maluco e outros personagens que não era necessário citar apenas para deixar a descrição do ambiente maior, mas o semideus que mais atraiu sua atenção foi a do filho de Despina, que chegou atrasado e carregava em suas mãos um pesado machado. Não seria ele a Elsa de Frozen, pois nenhum let it go saiu de seus lábios, ao contrário, falou da história de João e Maria. Thiago sorriu, caçaria ele bruxas aquela noite?

ARMAS LEVADAS:

Ofensivas:
{Bright} / Arco longo [Arco feito de bronze sagrado, de cor dourada,  com detalhes em seu decorrer pintados em branco. Elegante, aparenta a mesma graça que seus portadores, feitos na medida para os filhos de Apolo. No nível 20 transforma-se na metade de um pingente em forma de sol, que encaixa-se com Perfection] {Bronze sagrado} (Nível Mínimo: 1) [Recebimento: Presente de Reclamação de Apolo]
♦ {Excalibur} / Espada [Réplica da lendária arma do Rei Artur; é uma espada bastarda com 100 centímetros de comprimento. Sua lâmina, com 80 cm, é feita de Bronze Sagrado e é bastante afiada, possuindo grande capacidade de corte e perfuração. Seu cabo, de 20 cm, é feito de madeira simples, porém revestido com couro. Por ser uma bastarda, pode ser usada tanto com duas mãos quanto com uma, sendo que neste último modo exige mais um pouco de esforço de seu dono, porém não é nada demais. Quando não é ativada, assume a forma de uma caneta.][Bronze Sagrado, madeira, couro][Nível Mínimo: 20][Não controla nenhum elemento][Presente de  Alaric L. Mikaelson]
— Hidden Blade {Consiste em uma lâmina de prata sagrada retráctil de  42 cm, em conjunto com um bracer [luva longa meio dedo de couro que chega até 4 dedos abaixo do cotovelo]. A lâmina pode ser discretamente estendida ou retraída, tornando-se uma ferramenta valiosa para assassinatos. Diferente da Hidden Blade original, a lâmina não está localizada na parte de baixo do antebraço, mas sim na parte superior Possuí um mecanismo que se ativa com a pressão do soco. Ou seja, assim que o punho bate no oponente, a lâmina oculta "salta" do compartimento, fincando-se no oponente e sendo recolocada manualmente pelo usuário -  por meio de um gatilho que a puxa de volta -, porém de um modo em que ela não possa ser perdida. A ponta da lâmina é coberta com ouro} {Ouro, prata sagrada} [Nível mínimo: 20] (Não controla elementos)[Vendido por Alexia Sinclair; 21/03/13]

Defensivas:
{Shine} / Escudo [Este broquel auxilia na defesa sem atrapalhar o uso do arco e flechas. Redondo e de cor dourada, com entalhes que lembram o sol, é leve o bastante para um arqueiro, porém não tão resistente quanto um escudo comum. É feito de bronze sagrado.] {Bronze sagrado} (Nível Mínimo: 1) [Recebimento: Presente de Reclamação de Apolo]

Outros:
— Necklace of Invisibility / Colar [Um colar feito de prata, que tem o seu pingente feito com uma esmeralda esverdeada e levemente transparente. Este pequeno "amuleto" tem a capacidade de deixa o usuário invisível. Tendo uma barra de energia própria que diminue naturalmente enquanto o item é usado pelo usado pelo usuário. O quanto de energia gasta é critério do narrador. A barra é recarregada apenas após a Missão/PvP/Treino. Sem energia, o Amuleto é inútil. Energia: 100/100]{Prata e Esmeralda}  (Nível mínimo: 20) (Controle sobre nenhum elemento) [Comprado de: Alexia Sinclair]

— Colar do Serpentário / Colar (o formato e o estilo da confecção lembram uma serpente dourada; nunca pode ser perdido, vendido ou retirado a força, pois identifica os curandeiros e, portanto, não é considerado um item nas contagens para missões, eventos e tramas, embora ainda seja preciso citá-lo) (seu efeito principal é o de, quando retirado do pescoço, se transformar em um dos itens a seguir: uma réplica quase totalmente semelhante do Bordão de Asclépio (ou seja, uma espécime de bastão rústico e fino envolvido por uma serpente de escamas feitas de prata envenenada que podem ser tão afiadas quanto uma espada, possuindo o mesmo potencial de corte de uma arma laminada; ele se adapta completamente ao tamanho e porte físico do usuário). {Prata, madeira e veneno} (Nível mínimo: 1) (Controle sobre nenhum elemento) [Presente de Curandeiro]

Aljavas:
{Perfection} / Aljava [Aljava de couro trabalhado, com engastes de bronze sagrado. Contém flechas infinitas - são comuns, de olmo e bronze sagrado, mas de acabamento fino. No nível 20 transforma-se na metade do pingente em forma de sol que encaixa-se com Bright] {Couro e bronze sagrado; olmo e bronze sagrado} (Nível Mínimo: 1) [Recebimento: Presente de Reclamação de Apolo]

Poderes/Apolo:

Passivos:
Visão da águia (Nível 6) O alcance visual do filho de Apolo é maior do que o de outros semideuses, visto que são treinados para o uso de arco e armas à distância em geral. É sobre-humano, mas não tão absurdo – não é como se conseguisse ver toda a cidade com um olhar, apenas que engloba o alcance de seus ataques.

Benção do Solteiro (Nível 10): Habilidade que o Deus Apolo representa. Ela pode não ser usada, para aqueles que decidem se apaixonar. Mas o objetivo desta habilidade é proteger contra encantamentos de amor ou magias ilusórias que envolvam desejos como a luxúria e até mesmo amor, aumentando a resistência em 50% para inimigos de nível menor ou 25% para inimigos de até 10 níveis acima.

Concentração do Arqueiro (Nível 12) Arco e flecha exige grande treino e concentração. Por conta disso, filhos de Apolo conseguem ser mais focados em qualquer tarefa que resolvam fazer. Qualquer ataque ou poder que vise confundir ou distraí-los tem efeito reduzido em 25%, se provenientes de inimigos até 10 níveis superiores.
Ouvido sensível (Nível 4) Apolo é deus da música, portanto seus filhos tem ouvidos afiados, com uma sensibilidade acima da média. 5 m acima do normal humano por nível.

Atleta Perfeito (Nível 5): Sendo filho do deus representante da perfeição e equilíbrio, você possui excelentes capacidades físicas, conferindo a você certa agilidade e destreza para se esquivar de alguns ataques.

Ativos:
-

Poderes/Asclépio:

Passivos:
Conhecimento médico (Nível 1)
Os aprendizes de Asclépio são especialistas em artes da medicina (inclusive suas ramificações e especialidades), possuindo um conhecimento equivalente ao de um estudante de medicina em faculdade de ensino relevante. Assim, eles são os únicos que podem abrir enfermarias no Acampamento Meio-Sangue, passar prescrições médicas, interpretar receitas de efeito curativo e diagnosticar algum problema de saúde, além de ministrar primeiros socorros básicos, em ferimentos leves e superficiais. É necessário ressaltar que, como um estudante, ele apenas possui o conhecimento básico, então ainda necessita de prática e poderá errar inicialmente. Adicionalmente, podem lidar com equipamentos médicos, desde um estetoscópio até um bisturi: qualquer que seja o instrumento médico, o aprendiz de Asclépio saberá utilizá-lo com perfeição, intuindo sua serventia. Não identifica substâncias, apenas itens. A utilização dos instrumentos deve ser interpretada e, se for usada de forma errônea, ignorada. No caso de bisturis e itens que podem ser utilizados em combate, a perícia engloba apenas o uso cirúrgico-medicinal.[Modificado, englobando Perícia com Equipamentos médicos]

Perícia com Bordão (Nível 1)
Curandeiros adquirem perícias com cajados e bordões, sabendo manusear instintivamente este tipo de arma. A perícia é evolutiva, aumentando com o nível do curandeiro, e não implica em infalibilidade de golpes ou em movimentos impossíveis, devendo ser coerente com o treinamento e o contexto.[Modificado]

Perícia com lâminas pequenas (Nível 7)
Quando entram na Enfermaria, os Curandeiros ficam em constante contato com bisturis ou outras armas laminadas e levam tal conhecimento para o campo de batalha, por isso, sabem usar algumas armas lâminadas de pequeno porte, tais como bisturis, adagas, punhais e facas. Novamente, o conhecimento é evolutivo, e depende do treinamento e uso - a perícia não indica conhecimento automático de manobras apenas uma familiaridade com o uso de tais armas. [Modificado]

Ativos:
-
Thiago Leveck
Soleil St. Christ
Soleil St. Christ
IndefinidosPercy Jackson RPG BR

Mensagens :
374

Localização :
Chalé do Apolo ou na Enfermaria mais próxima de você

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ♦ {Once Upon a Time} - Grupos e Introdução

Mensagem por Carylin S. Ogtöller em Sab 04 Jul 2015, 14:40


Once Upon A Time
Introdução



Carylin estava andando pelo Acampamento quando ouviu uma coisa que chamou sua atenção: um treino organizado por alguns monitores. A garota se sentia menos confortável ainda no Acampamento desde que havia voltado para uma visita, e por tal motivo queria se distrair, ocupar a mente com qualquer coisa. Sabia que aquela seria a primeira atividade que faria no local, mas não se importava muito, contanto que não estivesse pensando em sua própria vida.  

Isso não vai acabar bem, cara. Acho melhor ficar na sua.

Jhonny, o amigo da filha de Thanatos que se preocupava com absolutamente tudo, não parava de falar. “Carylin, vamos embora” ou “fique sozinha, assim estará segura”, eram pensamentos que invadiam a mente da garota a cada instante. Mesmo assim, ela ignorava e fazia simplesmente o contrário do que eles falavam, por estar tão irritada com a perturbação.

— Ei, sabem onde vai acontecer o tal treino? — Perguntou ela, se aproximando das pessoas que falavam sobre o assunto. Inicialmente eles a olharam com curiosidade, mas um terço de tempo depois deram de ombros e, sem interesse algum, indicaram a biblioteca.

Ogtöller se sentiu estranha ali, prestes a fazer alguma coisa, mas um sorriso estranho brotava em seu rosto. Um sorriso de alívio, talvez; alívio por não ter que pensar em tudo que estava acontecendo consigo naquele momento. Assim que chegou à biblioteca, viu algumas pessoas vestindo roupas estranhas.

Uma garota em particular chamou sua atenção: ela usava Red Hood, e em sua mão estava uma cesta. A filha de Thanatos, curiosa, se aproximou. Escutou todos os monitores falando, e no final seus olhos ainda estavam grudados na menina que parecia a Chapeuzinho Vermelho.

Deu de ombros, e assim se aproximou dela. Ayla, pelo que ouvira.

— Bem... Gostei da sua roupa — disse casualmente, como se já conhecesse a outra. — Vou ficar no seu grupo.

SANGUE! Eu quero ver sangue!!!




extras:
armas:
{Death} / Foice [Foice da Morte; mede cerca de 2 m. O cabo é feito de bronze sagrado, assim como sua lâmina. Ao desejo de seu dono, a partir do nível 20, ela se transforma em um pingente de foice] {Bronze Sagrado} (Nível Mínimo: 1) [Recebimento: Presente de Reclamação de Thanatos]*na mão*

{Sullem} / Anel [Anel feito de Ferro Estígio com uma grande Safira Negra incrustada em seu centro, representando uma caveira. Quando o usuário estiver com seu status de vida pela metade, uma aura negra o envolve. Faz com que a áurea recupere 20% do HP uma vez por missão] {Ferro Estígio e Safira} (Nível Mínimo: 1) [Recebimento: Presente de Reclamação de Thanatos]*no dedo*

{Spanown} Capa [Uma capa negra feita de veludo e com capuz. A capa emite uma leve aura amedrontadora, por se lembrar da capa creditada a morte. A aura possui efeito até mesmo em seus aliados e animais, não possuindo efeito apenas sobre criaturas de nível igual ou maior. O efeito faz com que a defesa do inimigo reduza em 10%, por causa de seu temor em ser morto enquanto estiver próximo do portador a até 3m de distância, mas resistências ainda devem ser aplicadas. Adicionalmente, duas vezes por missão, por um período de dois turnos, há um efeito de camuflagem que deixa o usuário furtivo, escondido, diminuindo as chances de serem encontrados.] {Veludo negro} (Nível Mínimo: 1) [Recebimento: Presente de Reclamação de Thanatos]*amarrada no pescoço*
poderes:
passivos:
Nenhum relevante até o momento.
ativos:
Nenhum ativo q

Carylin S. Ogtöller
Carylin S. Ogtöller
Mentalistas de Psiquê

Mensagens :
89

Localização :
Torrington, Connecticut

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ♦ {Once Upon a Time} - Grupos e Introdução

Mensagem por Daeron B. Thergewyn em Sab 04 Jul 2015, 15:41


And I know it's the right time


To start to act like an adult and be the alpha


Daeron havia dormido durante toda a tarde e manhã.Desde que chegou no acampamento, é só o que tem feito: dormir, e às vezes treinar, mas nunca por muito tempo. Nina havia falado sobre aquele lugar durante seu encontro na praia, mas não havia dado atenção. Sentiu uma agitação no estômago ao pensar na moça — que de moça mesmo, não tinha nada. Ela deveria estar ali. Talvez fizesse piada? Bem, muito provavelmente sim. O problema, é que agora ele não tinha uma garrafa de vinho para se esconder atrás.

Pegou a jaqueta na cabeceira da cama, a mesma de sempre. Khann costumava dizer que aquela peça de roupa pertencia a seu pai — e agora, ele sabia, que era Éolo — mas que o deus não havia levado-a embora. Dae nunca havia visto o pai, também, e isso fazia com que fosse estranho simplesmente pensar nele como "pai", embora muitos de seus meios-irmãos soltassem a palavra vez ou outra, aqui e acolá. No entanto, a mente do bastardo se concentrava em outra coisa: é mesmo uma boa ideia eu simplesmente aparecer lá? O tal do treino que havia ouvido falar mais cedo, num dos intervalos de seu longo sono, havia despertado sua curiosidade.

Aparentemente, seus irmãos haviam tido uma longa conversa enquanto Thergewyn dormia. E por este motivo, pegou apenas a parte em que falavam "Você ouviu falar do treino que vai acontecer hoje a tarde?" E logo resmungou e caiu no sono. A questão é: havia até sonhado com o maldito evento, embora fosse mais um pesadelo — estranhas voando em seu rosto enquanto tentava fugir de uma empousa. Aliás, estava acordado por causa daquela maldita visão, que parecia pregada em seus olhos cada vez que os piscava.

Olhou ao redor e era o único semideus dentro do chalé. Como sempre, estava sozinho.

— x —

Assim que pisou fora do lugar, cada parte exposta de sua pele — rosto e mãos, em resumo — protestou perante o frio. Mas, o que poderia fazer? Era filho de Éolo, não de Zeus. Enquanto andava até a biblioteca — Daeron havia observado uma grande quantidade de gente indo para lá, então resolveu segui-los —, deixou que seus tênis afundassem na terra, dada sua ansiedade. Precisava descontá-la de um jeito que ninguém percebesse, e aquela foi a única forma que achou de esconder seu medo. Se seu rosto não o traísse, estaria tudo bem.

As estantes e mais estantes de livros velhos e empoeirados — e alguns nem tanto — lembraram Daeron a biblioteca na casa de sua mãe. E trouxeram também lembranças ao seu nariz, que logo começou a coçar. Era filho de Éolo. Sabia disso. Mas não o impedia de ter certa irritação com sujeira.

Ainda parado perto da entrada da biblioteca, observou vários semideuses se juntarem em grupinhos em volta de outras pessoas caracterizadas como personagens de contos de fada — monitores, talvez? E também observou como a maioria dos grupos parecia estar cheio ou no limite de participantes, como ele previu que aconteceria. Sempre atrasado, sempre excluído. O pensamento não o incomodava. O que o incomodava era que não poderia ir embora. Já estava acordado, já estava ali. Se saísse, teria que treinar na arena, onde era exposto a mais pessoas para caçoá-lo.

Ignorou todos os seus instintos de sair correndo e andou lentamente até um grupo que estava em volta do que parecia o Peter Pan.

Aliás, ele até estava sortudo. Chegou a tempo de ouvir uma pequena introdução.

Que mais parecia um prenúncio de morte certa.




Armas:
{Dragyon} / Faca [Sua lâmina bronzeada mede cerca de 24 cm, e seu cabo tem o mesmo comprimento padrão. É bastante afiada e é perfeita para ataque ágeis e rápidos. O bom desta arma é sua eficiência tanto para mãos hábeis quanto para manuseios mais inexperientes, pois é uma arma curta, fácil de esconder e ao mesmo tempo fácil de manusear. Seu punho é feito de aço, mas uma camada de couro escuro cobre o aço para que o usuário possa segurá-la firmemente. Na parte inferior da lâmina, próxima ao cabo, há entalhado as siglas do Acampamento "CHB"; uma propriedade que só os meio-sangues e criaturas místicas podem ter e usar (ajuda um pouco na destreza)] {Bronze, aço e couro} (Nível mínimo: 1) {Nenhum elemento} [Recebimento: Administração; item inscrição padrão do fórum] ~nuvem particular

{Vholk} / Espada Bastarda de bronze sagrado [Usada apenas por guerreiros peritos em espadas, também chamada de espada de uma mão e meia, sua lâmina mede 125 cm e pode ser utilizada com uma mão, no caso de quem possui a perícia e força, ou com com duas, para guerreiros menos experientes. Seu cabo é feito de madeira resistente e sem muitos adornos.] {Bronze sagrado e madeira} [Nível mínimo: 5] (Sem elemento) [Recebimento: Comprada na Sala de Armas] ~nuvem particular
Poderes:

— Passivos —

Nível 1:
Nuvem Particular – Você tem uma nuvem que carrega seus pertences, o máximo de itens acima dela é quatro. A mesma nuvem aparece e desaparece quando você quiser bata invocá-la quando precisar.
Oh, gods. Which hell did I put myself on?
Daeron B. Thergewyn
Daeron B. Thergewyn
IndefinidosPercy Jackson RPG BR

Mensagens :
41

Localização :
sailing

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ♦ {Once Upon a Time} - Grupos e Introdução

Mensagem por Cecilia Mormont em Sab 04 Jul 2015, 15:55


The Beauty and the Beast
Se le ne
O silêncio era bastante irritante, sempre denunciando qualquer coisa que passaria despercebido em um lugar comumente agitado. Meus passos ecoavam pelo acampamento fazendo a trilha sonora do que seria um filme de suspense bastante clichê. Uma garota passando pelo acampamento sozinha à noite? Argh, realmente esse era um roteiro bem comum. Ainda bem que eu estava com as minhas armas.  Porém, antes que meus pensamentos de horror plano se concretizassem, algo de muito, muito, mas muito estranho aconteceu. Avistei alguns semideuses indo em direção a algum lugar. Mas qual?

Pelo número, certamente devem estar indo para o treinamento. — meus olhos foram atraídos por aquele bando de jovens, dirigindo-se ao local onde provavelmente seria realizado tal treino. — Como eu não tenho melhor para fazer, por que não segui-los? — disse a mim mesma, seguindo-os.

Chegamos na biblioteca e os semideuses que eu estava seguindo entraram no local, enquanto permaneci de fora. Tudo bem, parte do plano tinha dado certo, então o que eu deveria fazer agora? Entrar sem mais nem menos e ver o que iria acontecer? Eu também poderia parcialmente me livrar disso tudo retornando para meu chalé, mas quem disse que eu não sou curiosa e teimosa? Ao adentrar no recinto, notei algo diferente do normal. Alguns campistas estavam trajados com roupas esquisitas, iguais a de personagens de contos de fadas. Porém, uma garota chamara a minha atenção. E suas vestes também. Clarisse, esse era seu nome. Sofrimento e amor pareciam ser o foco do conto que a garota escolhera e quem não gosta disso?

Me aproximei da garota. Com um sorriso felino em meu rosto, fitei suas roupas. — Gostei de você. Gostei do seu drama. Estou no seu grupo, garota. —

Armas:
♦ Faca [Sua lâmina bronzeada mede cerca de 24 cm, e seu cabo tem o mesmo comprimento padrão. É bastante afiada e é perfeita para ataque ágeis e rápidos. O bom desta arma é sua eficiência tanto para mãos hábeis quanto para manuseios mais inexperientes, pois é uma arma curta, fácil de esconder e ao mesmo tempo fácil de manusear. Seu punho é feito de aço, mas uma camada de couro escuro cobre o aço para que o usuário possa segurá-la firmemente. Na parte inferior da lâmina, próxima ao cabo, há entalhado as siglas do Acampamento "CHB"; uma propriedade que só os meio-sangues e criaturas místicas podem ter e usar (ajuda um pouco na destreza)] {Bronze, aço e couro} (Nível mínimo: 1) {Nenhum elemento} [Recebimento: Administração; item inscrição padrão do fórum]

♦ {Contritio} / Machado [Machado duplo com lâmina de bronze sagrado, marcada com os símbolos de Hefesto. Possui runas em sua extensão, lembrando um machado vicking. É uma arma pesada, que exige as duas mãos para o manuseio. No nível 20 transforma-se em uma luva de couro batido, com o punho formando um bracelete de metal, que pode ser utilizada na forja como proteção durante o trabalho, facilitando o manuseio de materiais.] {Bronze Sagrado} (Nível Mínimo: 1) {Não Controla Nenhum Elemento} [Recebimento: Presente de Reclamação de Hefesto]

♦ {Constructio} / Martelo [Martelo de ferreiro feito em titânio resistente ao fogo] {Titânio} (Nível Mínimo: 1) {Não Controla Nenhum Elemento} [Recebimento: Presente de Reclamação de Hefesto]

♦ Foice com corrente [Também chamada de kama com corrente, é uma foice curta comum presa a uma corrente de 3m com um pequeno peso em forma de esfera na ponta. Possibilita o ataque a distância com a arma ou o desarme e/ou paralisação com a corrente, ainda que esta extremidade não cause dano. Desarme e paralisação sujeitos às mesmas condições das correntes e chicotes. Por seu tamanho pode ser empunhada apenas com uma mão, já que a mão de apoio serve apenas para girar a corrente no caso de golpes de imobilização, o que permite o uso de escudos pequenos.][Madeira e bronze sagrado][Sem nível mínimo. Sem elementos][Comprado de Frederick Marshell]

Poderes:
Passivos:
Perícia com armas pesadas: Por geralmente ter mais força do que agilidade, os filhos de Hefesto tem facilidade em usar armas pesadas. Martelos, machados e marretas são suas melhores amigas na hora do combate.

Braço de Ferro: Naturalmente, filhos de Hefesto são fortes e bem desenvolvidos. Sua força é consideravelmente maior comparada a outros semideuses em mesmo níveis, a exceção das crias de Héracles. Não são muito ágeis.

Ativos:
Nenhum ativo



"Nunca devemos julgar as pessoas pela aparência, pois elas podem nos surpreender."
Cecilia Mormont
Cecilia Mormont
IndefinidosPercy Jackson RPG BR

Mensagens :
62

Localização :
Hollywood Hills, LA.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ♦ {Once Upon a Time} - Grupos e Introdução

Mensagem por Olive C. Parveau em Sab 04 Jul 2015, 16:14


ONCE UPON A DREAM #Intro

   
   
   
De fato, fofoquinhas não faltavam no acampamento. Na maioria das vezes, estas me eram bastante desinteressantes, mas eis que surgiu uma que realmente me despertou a atenção: a ocorrência de um treinamento especial no fim da tarde. Havia ouvido aquilo de duas garotas, provavelmente filhas de Afrodite, enquanto observa os campistas no lago de canoagem. Assim que ouvi a informação, imediatamente me interessei, me apressando para chegar ao chalé de Hécate com o intuito de pegar as minhas coisas e chegar logo até a biblioteca, afinal, não queria me atrasar, já que o treino parecia ser bem importante.

Ao chegar ao chalé de minha mãe, peguei as armas que imaginei que poderiam ser úteis no dado treino: minha adaga Graveolentiam, a qual coloquei na bainha e prendi ao cinto, meu flagelo, também preso ao cinto, e minha lança longa de bronze sagrado, a qual segurei com as mãos. Apesar disso, não sabia absolutamente nada sobre o treinamento, além da hora e local onde deveria ir.

Me dirigi até a biblioteca, a tarde já estava começando a dar lugar para a noite e eu percebia que muitos outros semideuses se dirigiam ao mesmo local que eu, o que foi confirmado ao chegar ao meu destino, pois a biblioteca estava realmente lotada de semideuses ansiosos pelo que iria acontecer.

Os monitores, responsáveis pelo treino, então se apresentaram e aos seus contos, estavam devidamente caracterizados de acordo com a história que trariam, mas uma em especial me chamou a atenção, a de um livro cuja capa trazia uma garota, uma garota que parecia estar adormecida.

Me aproximei, assim, da monitora de Afrodite, que segurava o livro que atraiu a minha atenção. Eu estava ansiosa para saber o que aconteceria.

Observações sz:
Equipamentos:
As assinaladas em roxo foram efetivamente utilizadas nesse post.
✫ {Graveolentiam} / Adaga [Adaga prateada, apesar de feita com bronze sagrado. Seu punho é envolto em couro, para melhor manuseio, e a lâmina possui símbolos rúnicos gravados. Acompanha bainha de couro. No nível 20, torna-se um colar de pentagrama.] {Bronze sagrado e couro} (Nível Mínimo: 1) [Recebimento: Presente de Reclamação de Hécate]
✫ Lança Longa de bronze sagrado [O cabo dessa arma é mais grosso, sendo mais pesado e resistente e medindo 2 metros. Sua ponta é feita de bronze sagrado. Deve ser usada com as duas mãos, pelo alcance e pelo peso um pouco maior, impossibilitando o uso de escudos e outros itens de forma adequada. Também permite manobras defensivas, como o bordão, mas exige maior perícia para o sucesso dos golpes][Madeira e bronze sagrado.][Nível mínimo: 3 - exceto para filhos de Ares, Hécate e centauros]
✫ Flagelo [Semelhante ao chicote comum, possui uma longa tira de couro reforçado presa ao cabo, e fibras de bronze sagrado. O chicote mede 3m, mas possui cravos entrelaçados no couro, provocando dano por corte quando acerta o oponente][Bronze sagrado e couro][Sem elemento, sem nível mínimo]
Poderes:
~
I know you, I walked with you once upon a dream. I know you, that look in your eyes is so familiar, a gleam

Esse template foi feito pela clumsy do SA

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ♦ {Once Upon a Time} - Grupos e Introdução

Mensagem por Violet Young em Sab 04 Jul 2015, 16:37

Once Upon a Time- Pínóquio
And they lived happily ever after ... just not
A luz alaranjada do crepúsculo tomava conta do céu quando saí do chalé XVI. O sol se punha e logo daria lugar à beleza da escuridão noturna. Tais pensamentos eram suficientes para melhorar um pouco do meu humor, visto que a última coisa que queria fazer naquele momento, era ficar enfurnada em meu chalé com o tédio consumindo-me.

O assunto do dia no acampamento se referia a um suposto treino que aconteceria, ministrado pelos monitores dos chalés. Ninguém sabia ao certo do que se tratava, pois os mesmos fizeram questão de manter o mistério.

Se tinha algo que realmente me instigava, era um bom mistério como aquele. Eles afloravam ainda mais minha curiosidade crescente. E esse foi o principal motivo pelo qual decidi ir até a biblioteca naquela tarde, apesar de que também estava ávida por um pouco de diversão. Fiquei, portanto, feliz de ter algum lugar para ir. Nesse caso, um dos meus preferidos: a biblioteca do acampamento.

Vestia uma simples calça preta e uma blusa cinza escura de ombro caído, acompanhada por uma jaqueta preta de couro. Obviamente, também estava bem armada; afinal, quando o assunto era um treino dos monitores, nunca se sabia de nada. Tudo podia ocorrer.

Assim que cheguei à biblioteca, vi que estava excepcionalmente cheia de campistas. No entanto, o centro do espetáculo se apresentava através dos monitores. Eles estavam todos enfileirados lado a lado com exóticas roupas que certamente pareciam estranhas naquela ocasião.

Os livros que tinham nas mãos constituíam o aspecto mais interessante da cena. Eram simples livros de histórias infantis. Mas, sinceramente, duvidava que fossem tão inocentes assim na mão dos monitores.

Durante todo o discurso, me foquei na filha de Hades, que parecia irrevogavelmente irônica com aquele visual “dark” e o simples vestido azul de fadinha. A monitora do chalé de Hades era, sem dúvida, a mais singular do grupo de monitores com seu visual contraditório e palavras tão “delicadas”. Escutei com o máximo de atenção que conseguia esse discurso dos monitores, entretanto, em especial o da filha do Mundo Inferior chamou minha atenção.

A capa do livro que a filha de Hades carregava era notavelmente ainda mais cativante, pois em nada se parecia com aquela que eu estava acostumada.  “Até o mais singelo desejo esconde a mais infame loucura” Palavras tão simples, mas cheias de significado. Não sabia exatamente que significado era esse, porém, necessitava mais do que tudo descobrir a todo custo.

Sem precisar pensar muito, decidi me dirigir àquele conto que parecia-me mais atraente: Pinóquio. Principalmente, porque a história tinha seus encantos mágicos, literalmente.

Caminhei tranquilamente, com os braços cruzados na frente do corpo, em direção a monitora do chalé XIII.

-Como poderia perder uma diversão dessas?-Sorri levemente para Nina, mas não havia nada de amistoso em meu sorriso, somente escárnio e malícia.

Pinóquio, um simples boneco de madeira, que se tornou menino por seu mais profundo desejo. Tinha certamente algo mágico nisso. Mas sabia também que desejos eram perigosos e assim como feitiços, sempre tinham consequências. Pois, toda magia sempre vem com um preço. Seria esse, então, a loucura?


Adendos {♠}:
Armas Levadas:
♦ Faca [Sua lâmina bronzeada mede cerca de 24 cm, e seu cabo tem o mesmo comprimento padrão. É bastante afiada e é perfeita para ataque ágeis e rápidos. O bom desta arma é sua eficiência tanto para mãos hábeis quanto para manuseios mais inexperientes, pois é uma arma curta, fácil de esconder e ao mesmo tempo fácil de manusear. Seu punho é feito de aço, mas uma camada de couro escuro cobre o aço para que o usuário possa segurá-la firmemente. Na parte inferior da lâmina, próxima ao cabo, há entalhado as siglas do Acampamento "CHB"; uma propriedade que só os meio-sangues e criaturas místicas podem ter e usar (ajuda um pouco na destreza)] {Bronze, aço e couro} (Nível mínimo: 1) {Nenhum elemento} [Recebimento: Administração; item inscrição padrão do fórum]

♦ {Graveolentiam} / Adaga [Adaga prateada, apesar de feita com bronze sagrado. Seu punho é envolto em couro, para melhor manuseio, e a lâmina possui símbolos rúnicos gravados. Acompanha bainha de couro. No nível 20, torna-se um colar de pentagrama.] {Bronze sagrado e couro} (Nível Mínimo: 1) [Recebimento: Presente de Reclamação de Hécate]

♦ {Athar} / Grimório [Este livro pesado encadernado em couro e escritos rúnicos contém as instruções e ensinamentos necessários para que o semideus acesse seus poderes. As páginas estão em sua maioria em branco, mas, ao adquirir poder e sabedoria suficiente, a página é preenchida com a invocação disponível. Para qualquer outra pessoa, parece um livro gasto.As páginas são feitas de uma lâmina fina de bronze sagrado, e por baixo do couro da capa ela é de metal, o que o torna resistente à água, mas não indestrutível. Caso danificado, destruído ou perdido ele irá se recompor nos pertences do semideus, em seu baú. Todo grimório começa com os elementos éter e trevas (ainda que este segundo só fique disponível efetivamente após o ganho da habilidade de nível 50), mas não oferecem bonificações adicionais quanto aos elementos base.]

♦ Nature / Pergaminho [Pedaço de pergaminho verde com propriedades mágicas de leve controle sobre a terra. Durante uma única ocasião, o usuário poderá fazer uma videira crescer a partir de terreno fértil - pavimento e concreto barrarão o desabrochar -, que irá liberar um pólen que paira no ar e recupera 30 de MP de até três pessoas em um raio de 2 metros. Para usá-lo, deve-se lê-lo, gastando uma ação de movimento. Não difere inimigo de amigo, sendo retirado do arsenal após o uso. O pólen continua no ar após a ativação por 1 turno, mas perde o efeito ao atingir os 3 alvos mais próximos (sem curar continuamente)] {Papel} (Nível Mínimo: 3) {Leve controle sobre a terra} [Missão OP: "Searching for Magic", avaliada e elaborada por Hipnos, att por Poseidon]

☩ Secterium [Um pigente de bronze forjado por Kimmie e abençoado por Afrodite, como forma de agradecimento. O pingente tem forma de pentagrama, para homenagear a descendência de Hécate da dona original. Com cinco centímetros de diâmetro, o símbolo da magia, uma vez por missão, é capaz de ser ativado pela portadora e brilhar intensamente em uma cor madrepérola. Com isso, o pingente amplificar o poderio das magias de Violet em 10%, durante dois turnos seguidos. Todavia, a amplificação só é válida se forem utilizados poderes ativos relacionados à deusa da magia, caso contrário a dona gastará o efeito do pingente em vão. A palavra final é do narrador - isto é, se a magia foi efetiva ou não.] {Bronze e Magia} (Nível mínimo: 10) {Leve controle sobre a Magia} [Recebimento: missão "Drama Queen", avaliada por Tânatos e atualizada por Ares]

Gládio de bronze sagrado [Semelhante a espada curta, porém esta tem a lâmina mais larga na base e maior no comprimento, medindo cerca de 80cm. Devido ao pouco peso, é empunhada com uma única mão, deixando a outra livre para utilizar escudos ou outros itens. O cabo é de madeira simples.][Bronze sagrado e madeira][Sem nível mínimo, sem elementos]

Braçadeira equina [Braçadeira feita de crina e couro de equiceph trançados. Ao ser ativada fornece ao semideus sentido sísmico em um raio de 15m. Isso permite que note a movimentação ao seu redor e no subsolo, desde que conectado ao solo - e os alvos idem. Não permite identificar o tipo específico de criatura, apenas tamanho aproximado (pequeno, médio, grande, etc) e localização aproximada dentro da área. O efeito funciona por 3 turnos, 1 vez por evento. (nível mínimo: 07) {Material: couro e pelo de equiceph} [Ganho como recompensa pelo evento "O levante"]~no antebraço direito

Elixir da Vida (titânico): Recupera 100HP.
Elixir da Energia (titânico): Recupera 100EP.

☩ Bombet [Violet foi agraciada por um conjunto de peças de xadrez que aparentemente são apenas objetos para se jogar um jogo de tabuleiro. Todavia, o conjunto de peças foram encantados na Antiguidade pela própria deusa Hécate, a fim de que nunca terminem. Além disso, em sua principal propriedade mágica, cada uma das pecinhas atua como um explosivo que, ao serem atirados e consequentemente serem impactados com uma superfície, liberam uma pequena quantidade de luz suficiente para atrapalhar temporariamente um semideus mais fraco] [Material: Desconhecido] [Nenhum Elemento] [Nível Mínimo: 15] {Recebimento: missão "Chess", por Tânatos e atualizada por Asclépio]

— {Anakin} / Besta de repetição [Semelhante a uma besta pesada, mas dispara até 5 dardos antes de precisar ser recarregada novamente, tornando-a mais veloz que um arco. Exige o uso das duas mãos e, devido à posição necessaria para seu uso, nenhum tipo de escudo pode ser utilizado em conjunto. Após o término da munição, requer uma rodada para ser carregada.Seu alcance chega a 40m,com a eficácia caindo acima disso, podendo chegar no máximo a 60m, mas com chances de acerto, força e estabilidade de tiro bem menores, reduzindo muito seus efeitos. Seu impacto é superior ao de um arco longo composto, causando mais dano. Não requer tanta habilidade, sem tanta dificuldade de uso além da força requerida devido ao seu tamanho e de certa agilidade na recarga. Pode disparar até 2 virotes por vez][Madeira reforçada, bronze e ferro. Nível mínimo: 3. Sem elementos]

— {Amidala} / Virotes de besta pesada ou de repetição [Estes virotes são mais curtos que flechas, e mais maciços, com um formato cilíndrico mais denso e ponta mais avantajada em peso. Mais resistentes do que flechas, e mais pesados, mas por isso mesmo de alcance menor. Mais pesados que virotes de besta leve, e maiores, não podem ser usados com armas de tipo diferente do descrito na nomenclatura. Não acompanha estojo.][Madeira e bronze sagrado][Sem elemento, sem nível mínimo] [25 virotes]

Estojo de virotes [Bolsa de couro em formato quadrado, tipo carteiro, diferente da aljava é preferencialmente utilizado na cintura. Leve, suas dimensões são de 25cm x 25 cm x 10 cm, podendo ser utilizada para carregar um conjunto de virotes leves ou pesados, e um de bestas de mão, ou um outro item pequeno, dentro das dimensões (mas não tudo junto), mas dificilmente suportaria armas ou itens mal acomodados, por sua resistência.][Couro comum][Sem elemento, sem nível mínimo]
Poderes Utilizados:
Passivos:
♠Lvl 6 - Livros de bolso: Qualquer livro que você queira carregar diminuem de tamanho e passam a caber perfeitamente no seu bolso.
Ativos:
Nenhum
Thanks Panda
Violet Young
Violet Young
IndefinidosPercy Jackson RPG BR

Mensagens :
99

Localização :
Nova York

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ♦ {Once Upon a Time} - Grupos e Introdução

Mensagem por Mariana A. Lima em Sab 04 Jul 2015, 21:08


Mentiras.


❝A MENTIRA
É UMA VERDADE
QUE NUNCA ACONTECEU❞



Então, cá eu estava, na biblioteca. Obviamente, ficar muito tempo rodeada de livros era um grande hábito meu. Não sabia se era porque minha mãe biológica era Hécate ou se porque minha mãe "adotiva" me incentivou de tal maneira a ler que eu não larguei mais. O fato era que, mesmo antes de saber o que aconteceria o local dali a alguns minutos, já estava com a cabeça enfurnada dentro de contos mitológicos fazia muito tempo.

Um barulho estranho de burburinhos me chamou a atenção de tal forma, que me fez perder a concentração no conto que estava lendo — no caso, o mito de Teseu, com aquela coisa do fio de Ariadne e o minotauro — e ficar curiosa o suficiente para ver o que estava acontecendo. Ao ver uma quantidade considerável de gente reunida no pátio do lugar, inclusive alguns dos tais monitores que controlavam tudo pelo acampamento, me aproximei para ouvir o que falavam. Ao fazer isso, acabei encostando sem querer no curandeiro experiente que era meu chefe —  vulgo, Thiago Leveck. Porém, ele não notou isso.

Mesmo que eu não entendesse muita coisa, eu peguei um dos livros. Era Pinóquio, a história clássica do boneco que queria ser menino.

Tá, talvez eu tenha ou não aprendido alguma coisa ao ouvir essa história milhares de vezes, embora soubesse mentir muito bem. Lavagem cerebral feita pela dona Cláudia? Não sei. Mas que eu não consigo mentir pra ela, é verdade.

Agora era esperar alguma coisa acontecer.

Coisas:

Armas

{Graveolentiam} / Adaga [Adaga prateada, apesar de feita com bronze sagrado. Seu punho é envolto em couro, para melhor manuseio, e a lâmina possui símbolos rúnicos gravados. Acompanha bainha de couro. No nível 20, torna-se um colar de pentagrama.] {Bronze sagrado e couro} (Nível Mínimo: 1) [Recebimento: Presente de Reclamação de Hécate] (Na cintura)

{Athar} / Grimório [Este livro pesado encadernado em couro e escritos rúnicos contém as instruções e ensinamentos necessários para que o semideus acesse seus poderes. As páginas estão em sua maioria em branco, mas, ao adquirir poder e sabedoria suficiente, a página é preenchida com a invocação disponível. Para qualquer outra pessoa, parece um livro gasto.As páginas são feitas de uma lâmina fina de bronze sagrado, e por baixo do couro da capa ela é de metal, o que o torna resistente à água, mas não indestrutível. Caso danificado, destruído ou perdido ele irá se recompor nos pertences do semideus, em seu baú. Todo grimório começa com os elementos éter e trevas (ainda que este segundo só fique disponível efetivamente após o ganho da habilidade de nível 50), mas não oferecem bonificações adicionais quanto aos elementos base.]  (Na mão.)

♠ Directions/ Bússola [A bússola possui uma coloração prateada, que brilha levemente. Essa parece com uma outra qualquer, e funciona como uma em horas normais, mas, quando Mariana estiver perto da presença de algum monstro, o objeto começará a vibrar e ficará quente.] {Prata} (Nível mínimo: 5) {Nenhum elemento} [Recebimento: Missão "A Nova Amiga", avaliada por Selene e att por ~Eos] (No bolso)

— Bolsa de Componentes Mágicos / Bolsa (Nela são guardados desde objetos para preparo de poções até bisturis e utensílios médicos [ela possui espaço infinito para tais coisas e somente para tais coisas; também aparece e desaparece, dependendo exclusivamente da necessidade do semideus]) {Couro} (Nívem mínimo: 1) (Controle sobre nenhum elemento)[Presente de Curandeiro] (Pendurada no ombro)

— Colar do Serpentário / Colar (o formato e o estilo da confecção lembram uma serpente dourada; nunca pode ser perdido, vendido ou retirado a força, pois identifica os curandeiros e, portanto, não é considerado um item nas contagens para missões, eventos e tramas, embora ainda seja preciso citá-lo) (seu efeito principal é o de, quando retirado do pescoço, se transformar em um dos itens a seguir: uma réplica quase totalmente semelhante do Bordão de Asclépio (ou seja, uma espécime de bastão rústico e fino envolvido por uma serpente de escamas feitas de prata envenenada que podem ser tão afiadas quanto uma espada, possuindo o mesmo potencial de corte de uma arma laminada; ele se adapta completamente ao tamanho e porte físico do usuário). {Prata, madeira e veneno} (Nível mínimo: 1) (Controle sobre nenhum elemento) [Presente de Curandeiro] (No pescoço)

❖ {Antidote} / Colar [O colar feito na enfermaria é composto de um pequeno frasco como pingente, preso a uma corrente fina de bronze. Ele tem forma de prisma e contém no interior um líquido cor-de-rosa, capaz de aumentar as habilidades físicas de Mariana (velocidade, esquiva, força, etc) em 10% quando ingerido. Só pode ser utilizado uma vez por evento/missão, com duração de um turno. Após esvaziado, o pequeno frasco leva 24 horas para encher-se magicamente de novo.] {Bronze, Vidro e Poção} (Nível mínimo: 10) {Elemento: Habilidades Físicas} [Recompensa pela missão "Poison", avaliada por Lady Psiquê e atualizada por Odisseu.] (No pescoço)
Mariana está curiosa e um pouco assustada. Vida de semideus tem dessas.
Mariana A. Lima
Mariana A. Lima
IndefinidosPercy Jackson RPG BR

Mensagens :
57

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ♦ {Once Upon a Time} - Grupos e Introdução

Mensagem por Lana D'yer Hempstead em Dom 05 Jul 2015, 03:51



— LANA D'YER : TITANIUM — EVENTO : ONCE UPON TIME  
I'm bulletproof, nothing to lose, fire away, fire away. Ricochets, you take your aim, fire away, fire away. You shoot me down but I won't fall.
I AM TITANIUM!
Em um fim de tarde onde o tédio e o marasmo arruinavam minha rotina patética, decidi seguir rumo à biblioteca. Burburinhos comentavam sobre um treino especial que seria dado por determinados monitores, todos desconhecidos por mim. Tentada a descobrir o grau de verdade que havia naquela fofoca e disposta a tudo para sair do quarto dos indefinidos onde a balbúrdia se instalara por completo, não pensei duas vezes antes de me vestir com uma camiseta cinza, jaqueta preta, calça da mesma cor e meu par de all star surrado com cano longo. Recolhi meus armamentos e corri para a biblioteca, desejando que por lá me deparasse com um clima mais agradável e emocionante. Não poderia negar, estava em busca de um desafio para calar os comentários maldosos de certa indefinida...

A noite estava prestes a cair e eu segui meu rumo nos mesmos passos que alguns poucos campistas trilhavam. Cassidy, minha fiel escudeira, teria que permanecer em segurança no chalé 11, onde conseguia ser mais sociável e amável que eu. Não era difícil de aceitar, já que a fada era graciosa ao extremo e sua inocência despertava um instinto de proteção nos mais sensíveis. Mas, como sempre, a pequena de cabelos brancos e personalidade extremamente teimosa nunca aceitava ordens. Como se fosse minha sombra ela me seguiu em meu caminho.


Quando eu estava pronta para entrar na biblioteca a fada apareceu esbaforida, chamando a atenção com seus gritos incessantes e intensa energia.

- Por que você me deixou sozinha? – ela questionou com olhos inquisidores quando eu estava a um passo de entrada.

Tentar fazê-la dar meia volta e retornar ao chalé de Hermes me custou muitos minutos e saliva, no fim foi tudo em vão. Cassidy bateu o pé e disse que como minha mascote oficial iria para onde eu fosse. De frente a toda a teimosia daquela criatura mágica cheguei a desejar como pet um cãozinho obediente e sem vontades... Sem mais argumentos ou fôlego para fazer perdurar uma discussão, a única saída foi permitir que ela permanecesse em minha companhia.

Quando finalmente entrei, a primeira visão que tive foi a de um grupo de monitores vestindo fantasias que remetiam a contos de fadas distintos. Diante a cena, revirei meus olhos demonstrando um desgosto impossível de disfarçar. Histórias lúdicas nunca foram meu passatempo favorito quando criança. Meu pai por tantas vezes tentara me conquistar com contos e mais contos de fantasias, no entanto, de alguma forma, eu sabia que por trás de todo o faz de conta ludibriante havia uma realidade assustadora.  Quando ganhara mais idade li e reli as reais histórias absurdas que estavam por trás dos contos da carochinha. Uma palavra para definir a maioria? Bizarras!

Decepcionada com tudo o que se portava à minha frente, estive a ponto de dar meia  volta e buscar um rumo diferente, mas já era tarde demais. Por uma desventura desastrosa do destino Cass havia conseguido distinguir com exatidão algumas fantasias usadas pelos monitores e estava exaltada ao máximo. Para ela contos de fadas era sinônimo de papel especial a uma fada madrinha bondosa e adorável, algo com que se identificava, algo que a encantava profundamente e que fez com que sua ânsia por permanecer naquele lugar fosse intensa ao ponto de se tornar inabalável. Ela não conseguia perceber que as expressões daqueles monitores chegavam ao ponto de serem diabólicas. O sorriso que muitos estampavam deixava claro um ar perverso. Boa coisa não sairia dali. Mas quem disse que eu fui capaz de fazê-la entender o perigo oculto?

Quando cada semideus responsável pela monitoria tomou a palavra, recolhi-me em um canto afastado para ouvi-los. Muitos tentavam passar o terror mais profundo em suas palavras, não conseguindo despertar nenhum pavor em mim. Cassidy, ignorando qualquer palavra pronunciada, analisava cada capa de livro apresentada, parecendo decepcionada com algumas onde o conto reconhecido não mostrava nenhuma de suas amigas fadas. Até que surgiu Ianna Belikov com um ar dark e seu livro sobre A Bela Adormecida.

- É esse! É esse que eu quero ouvir. – a fada dizia aos saltos, correndo em círculos ao meu redor como uma criança hiperativa. Apenas suspirei, confessando a mim mesma que A Bela e a Fera entre todos ali era o mais interessante... Pelo menos era o que eu achava, mas Cassidy no fim me convenceu a seguir na direção daquela loira que trajava negro e que havia atraído minha atenção por seu discurso que dava ênfase à palavra vingança. Descobrir uma história em que Aurora estivesse cercada por vingança e perversidades poderia ser interessante naquele fim de tarde...





◉ informações

Arsenal:

— Faca [Sua lâmina bronzeada mede cerca de 24 cm, e seu cabo tem o mesmo comprimento padrão. É bastante afiada e é perfeita para ataque ágeis e rápidos. O bom desta arma é sua eficiência tanto para mãos hábeis quanto para manuseios mais inexperientes, pois é uma arma curta, fácil de esconder e ao mesmo tempo fácil de manusear. Seu punho é feito de aço, mas uma camada de couro escuro cobre o aço para que o usuário possa segurá-la firmemente. Na parte inferior da lâmina, próxima ao cabo, há entalhado as siglas do Acampamento "CHB"; uma propriedade que só os meio-sangues e criaturas místicas podem ter e usar (ajuda um pouco na destreza)] {Bronze, aço e couro} (Nível mínimo: 1) {Nenhum elemento} [Recebimento: Administração; item inscrição padrão do fórum] (Cano longo do all star)

— {Winter} / Adaga [Uma adaga feita inteiramente de gelo, apesar de ser colorida: sua lâmina é tradicionalmente prateada, como se fosse feita de algum metal, e sua empunhadura é dourada. Possui cerca de 30 centímetros ao todo, sendo que a lâmina tem 20 e a base tem 10. Ao atingir alguma parte do corpo de um monstro ou semideus causa uma leve dormência na região, que dura um turno e atrapalha os movimentos daquela área durante esse período.] [Gelo, tintura prateada e tintura dourada] [Nível mínimo: 5] [Nenhum elemento] [Recebimento: recompensa pela missão "Mas eram só morangos", avaliada por Quíron e entregue por ♦ Lady Íris.] (Cós da calça)

— Rede [Rede de fios resistentes, usada para imobilização dos inimigos. Em seu centro pende uma corrente fina de bronze com um pequeno peso na ponta, para facilitar o manuseio - a rede é girada e atirada por esse cordão, se abrindo no ar e caindo sobre o inimigo se o golpe acertar, mas é difícil de ser usada mais de uma vez por combate, devido ao seu funcionamento. Contudo, se efetiva, paralisa o oponente por 3 rodadas - ele ainda pode se defender, mas terá seu ataque e defesa reduzido em 50% até se livrar da rede, e não poderá sair do lugar.][Fibras e bronze sagrado][Sem elemento][Nível mínimo: 2] (Amarrada na cintura de um jeito fashion -q)

— Soco inglês [Estrutura metálica, feita para ser encaixada nos dedos, potencializando o poder de ataques corporais. Causa dano contusivo, da mesma forma que uma clava, por exemplo, mas pode ser devastador no caso de usuários com grande capacidade física.][Bronze sagrado][Sem nível mínimo, sem elementos] (Na mão direita)

— Bordão [Cabo de madeira cilíndrica, sem pontas e muito simples, do tamanho do usuário. É usado mais em táticas defensivas. Devido a resistência do material e sua densidade, não causa dano letal, podendo apenas deixar o inimigo atordoado ou, em casos muito graves, inconsciente. Usado geralmente quando se quer capturar e não matar o oponente. Exige o uso de ambas as mãos para o manuseio adequado, impossibilitando o uso de escudos ou outros itens, mas permite manobras defensivas.][Madeira][Sem elemento, sem nível mínimo] (Arma principal, segura na mão direita)

— {Blood} / Colar [Um colar de prata com um pingente representando uma gota de sangue. Uma vez por missão e somente quando o usuário está com menos de 20% de vida da barra total, o colar restaura a vida do usuário em 10% da barra total.]{prata}(nível mínimo: --){não controla nenhum elemento}[Recebimento: Stage of Blood - Treino Trimestral] (No pescoço)

— {Shock} / Luvas [Uma luva de couro enfeitiçada para se encaixar perfeitamente na mão do utilizador. Sua cor também muda dependendo da preferência de quem estiver vestindo elas. Sempre que o dono quiser, espinhos com cerca de 1cm surgem para dar um dano leve de perfuração ao socar o adversário.] [Couro e Ferro] [Nível Mínimo: 10] [Sem elementos] [Recebimento: Éolo por cumprir a missão "Cadáver Molhado"] (Nas mãos)

Companheira Fiel:

Criatura mística/Fada [Nome: Cassidy]: Cassidy é uma raríssima fada irlandesa. Antigamente, possuía o poder de alterar seu tamanho, mas após fugir com Lana para o Acampamento revelou uma maldição que cerca aquelas fadas que se afastam do habitat natural. Devido a esta razão precisou se submeter à campista, recebendo também a punição por tal ato: perder seus poderes e características naturais, ficando restrita a uma forma diminuta de 1,00 m. A fada possui um tamanho de uma criança e possui mentalidade infantil de uma criança e inocente, tendo seus pensamentos mentais relacionados a de uma criança de seis anos de idade. Ela não possui nenhum poder atualmente, e por causa de sua punição perdeu suas asas, tendo que se deslocar andando como se fosse uma humana. Possui seu HP menor que MP por ser uma criatura mágica e seus ataques são em sua maioria mágicos. Graças a sua natureza mística possui uma pequena resistência fixa a poderes mágicos que não possuem componentes físicos - 10%, independente do nível de poder. Possui conhecimentos de cajados e cetros, mas não possui nenhum no momento. Novos poderes e habilidades só poderão ser conquistados em DIYs individuais, um único de cada vez. [60HP|140MP][Nível de resistência imutável][Ganha em DIY, atualizada por ~Lady Íris~]
Resumo de ações:

Lana se prepara e chega à biblioteca. Decide participar da atividade por insistência de Cass. O conto escolhido é da Bela Adormecida.
Observações Importantes:

~ Mexer com a  Cassidy é, no mínimo, perder um braço e no máximo ganhar passagem para o submundo... No futuro... Muahaha ~
~ la la la
~ Qualquer dúvida, MP!
~ Beijos!

POST: 01 || FIM DE TARDE || CLIMA AMENO || ROUPA
(c)
Lana D'yer Hempstead
Lana D'yer Hempstead
IndefinidosPercy Jackson RPG BR

Mensagens :
156

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ♦ {Once Upon a Time} - Grupos e Introdução

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum
:: Topsites Zonkos - [Zks] ::