Percy Jackson e os Olimpianos RPG BR
Bem vindo ao maior fórum de RPG de Percy Jackson do Brasil.

Já possui conta? Faça o LOGIN.
Não possui ainda? Registre-se e experimente a vida de meio-sangue.

Enfermaria Healing Hills

Página 1 de 6 1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Enfermaria Healing Hills

Mensagem por Jhonn Stark em Qua 08 Jul 2015, 23:45


Enfermaria Healing Hills

Can i help you?



A enfermaria Healing Hills se encontra logo no começo da "ala hospitalar" do Acampamento, permitindo assim um acesso fácil a esta. Ao adentrar no recinto, o semideus pode acabar perdendo a noção de que está em um acampamento, uma vez que o ambiente é completamente decorado e montado para parecer um hospital de cidade como outro qualquer. Exceto, é claro, pelo tamanho. Os curandeiros disponíveis se juntam todo mês para dar uma parte do ganho em dracmas para alguns funcionários que servem como recepcionistas e assistentes em vários casos.

O primeiro cômodo do lugar é sua recepção. Um espaço com uma espécie de ar condicionado criado por filhos de Hefesto especificamente para aquele lugar. As paredes são inteiramente brancas e alguns quadros estão espalhados pelo local. No lugar das tradicionais cadeiras de espera, encontram-se poltronas de couro confortáveis com fones e tablets embutidos e equipados com uma grande diversidade de jogos, músicas e livros dos mais variados gêneros para tornar sua espera menos cansativa.

Ainda existe também uma estante com livros de assuntos variados no canto direito da sala, que é dividida em duas seções de cadeiras cortadas por um corredor que leva até a entrada/saída do lugar. Isso pensando naqueles semideuses que preferem um bom e velho livro físico a uma versão digitalizada.

Mais à frente encontra-se o balcão de atendimento, onde geralmente encontram-se três semideuses prontos para atender e colocar sua consulta na fila, assim como dar seu número de reconhecimento – usado também para saber que é sua vez – e pulseiras personalizadas com seu nome que auxiliam muito os curandeiros em casos de internação.

Além do painel que mostra o número do paciente que será atendido, cada poltrona vem com um identificador de pulseira que, quando utilizado pelo paciente, indica sua vez acendendo dois pequenos pontos de luz presentes no braço da cadeira e parando automaticamente suas músicas e aplicativos.

Seguindo pelo corredor que leva ao interior da enfermaria, o paciente tem acesso à sala de atendimento, ao saguão de internação e aos banheiros de pacientes em observação. Existem também banheiros diferenciados para ambos os sexos na recepção, onde os semideuses que aguardam o atendimento tem livre acesso.

A sala de atendimento está devidamente equipada para o uso eficiente do curandeiro e dos pacientes, possuindo uma série de macas, duas mesas de preparo de poções em alturas diferentes e armários com ingredientes e poções já prontas.


✚ ✚ ✚ ✚ ✚


Regras e adendos:
Regras básicas:
1º – As enfermarias não são um lugar off, portanto poste sua entrada. Digam o que estão sentindo, pois eu não consigo nem adivinhar meus próprios problemas. Especifiquem seu estado, seja com cortes, cansaço, dores, se perderam um braço depois de tropeçar... Isso tudo é importante.
2º – Todas as consultas e curas realizadas aqui são gratuitas, ou seja, você não precisará pagar nada para Jhonn mas aceito presentes de aniversário aqui e ali, como dragões flamejantes forjados de ouro puro. Fica a dica.
3º – Não venham pedindo via MP ou chatbox para postar aqui, por tudo que é sagrado. Eu tenho vida, e se vocês querem as suas, não fiquem me enchendo. Às vezes acidentes acontecem em enfermarias. *Cara de maníaco*
4º – Tentem fazer posts com mais de cinco linhas, caso não queiram ser banidos do universo por flood. Lembrem, não precisa ser um dicionário, mas também tem que ter um mínimo de decência.

Extra: Um obrigado aos curandeiros que vieram antes de mim, principalmente à Kristy, de quem adaptei as regras dessa bagaça.
Curandeiros ativos na enfermaria:
❖Jhonn Stark
❖Ivan V. Poklonskaya
❖Chelsea H. Drevoir

Jhonn Stark
Curandeiros de Asclépio
Mensagens :
689

Localização :
Acampamento Meio-Sangue

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermaria Healing Hills

Mensagem por Elizabeth Stark em Qui 09 Jul 2015, 13:45



ENFERMARIA
CURAR-SE SEMPRE É UMA BOA OPÇÃO!
Estava com dor, de fato, mas ainda conseguia caminhar e manter a pose de forte imortal. Meu andar era calmo e rápido. Tentei ir ao chalé, mas era forte a dor no estômago, aquele jovem de Hécate era bem fotinho e ele me machucara. Me encaminhei até a enfermaria de um novo curandeiro, falavam que era louco, mas eu confiaria nele. Pelo que soubera era um filho de Héstia, ele devia ser quente...

-Olá!- Disse à uma moçoila que estava na recepção.

Ela respondeu com educação, mas até achei estranho vindo de uma filha de Ares. Ela também mandou que eu seguisse pelo corredor, no final encontraria o 'senhor Stark', como falara.

Acatei o que dissera. Caminhei a passos vagos até que cheguei e o encontrei. Antes que ele disse algo, sentei numa maca e comecei a falar...

-Tenho dor no braço, na têmpora, no estômago, na perda e tenho um ferimento neste braço- Falei apontando para o braço direito. -Me ajuda, ta doendo mesmo- Concluí.

Eu parecia uma criança, mas uma hora outra eu iria desabar, antes fosse na enfermaria, sozinha, apenas com uma pessoa me olhando. Quem acreditaria nele? E se ele tivesse ética não diria a ninguém.

Elizabeth Stark
Filhos de Selene
Mensagens :
63

Localização :
Se quiser me achar, é só procurar

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermaria Healing Hills

Mensagem por Johan Hustle em Qui 09 Jul 2015, 13:59



Johan entre os treinos de arco tinha travado uma briga conta um filho de Apolo, ele acabou o irritando dizendo coisas sobre sua mira. Em um resumo básico os dois começaram uma competição onde o filho de Apolo saiu beijando uma arvore e Johan com uma flecha gravada no braço direito.  O filho de Afrodite lutou  o quanto pode, praticamente a manha toda, para evitar a enfermaria mas a flecha começava a doer e o local ficar inchado, não tinha outro jeito a não ser buscar a ajuda de um curandeiro para remove-la.

Johan vestia a tradicional camiseta do acampamento, só que na versão branca, all star preto e short jeans da mesma cor do tênis, a uma flecha no braço direito como acessório a parte. Entre as enfermarias ele foi em direção ao habitual curandeiros, mas uma fila estava formada na porta de entrada. "Não vou esperar isso tudo"  Bufou seguindo a frente, onde uma placa recém colocada “Healing Hills “ provavelmente era uma nova enfermaria, juntando a atual condição e a curiosidade ele adentrou.

Seus olhos que momentaneamente mostravam a cor dourada percorriam o lugar em busca de cada detalhe, era bastante critico em questão de decorarão. Era simples de um jeito aconchegante, e quando seus olhos pararam-se sobre o curandeiro a coisa começou a agradecer por ter escolhido a enfermaria.

- Nhaaanc, será que alguém aqui pode retirar a flecha do meu braço?

Era bem obvio que sim, como ele pode se jogou sobre a bancada de atendimento fitando os detalhes, curvas e volumes do corpo do mais novo curandeiro do acampamento. Tamanha era a curiosidade ele acabava de esquecer da flecha infeccionada.

Resumo:
]Flecha gravada no braço direito em processo de infecção
Johan Hustle
Filhos de Afrodite
Mensagens :
40

Localização :
Chale 10

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermaria Healing Hills

Mensagem por Medine S. Meyer em Qui 09 Jul 2015, 14:39




Enfermaria


Não era nada confortável o fato de que em menos de 24 horas teve de visitar uma enfermaria duas vezes. Pensando bem, foi idiota de sua parte não ter pedido que o curandeiro de Apolo a examinasse quando levou seu irmão até lá. Por falar nele, lembrou-se que seria educado ver como o garoto estava, e fez uma nota mental quanto a isso.

A noite passada fora turbulenta. A filha da lua teve seu momento de descanso interrompido pelo garoto do sol e acabou tendo que tirá-lo das presas de um lycan. Ao se deitar, pensou na sorte que teve ao sair ilesa do combate, ao acordar, viu que não era bem assim. Então teve de procurar uma enfermaria. Em parte pela preguiça de chegar até lá, em parte pela vergonha, procurou um outro curandeiro.

Adentrou o recinto lentamente, avistou uma meio-irmã sendo atendida e lançou-lhe um aceno antes de sentar-se numa maca para aguardar sua vez. Antes do rapaz ir até si, reavaliou-se e viu como fora irresponsável: tinha hematomas feios e doloridos nas costas, e leves escoriações nos cotovelos, causados pela queda. E sendo aquela a primeira vez em que pusera suas habilidades semidivinas à prova, sentia-se fraca.

valeu @ carol!

Medine S. Meyer
Filhos de Selene
Mensagens :
20

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermaria Healing Hills

Mensagem por Jhonn Stark em Qui 09 Jul 2015, 19:12


Enfermaria Healing Hills

Call me Stark. Doctor Stark.



Jhonn havia acabado de colocar os ingredientes das poções em sua bancada. Tudo ali parecia uma enorme confusão por ainda ser um novato na arte da cura, mas ele tinha se esforçado para aprender algo. Kristy, Véroz, sua amiga da enfermaria central... Esperava que aquilo fosse o suficiente. Vestia sua calça jeans, a habitual camisa do acampamento, e agora... Um jaleco. Yep. Clichê, mas com estilo.

"Ah, Asclépio." Pensou. "Me ajude a não explodir esse lugar."

Primeiro fez suas duas preces principais: a primeira uma oração silenciosa à sua patrona, Tique, seguida de uma oração ao seu patrono, Asclépio. A sorte caminhava com muitas coisas, então por que não com a medicina?

Em seguida, pegou os sacos de amora em pó que estavam à sua frente. Com cuidado, despejou o conteúdo na balança até atingir a medida necessária. Em seguida, ignorou o conteúdo da balança enquanto pegava o próximo ingrediente na mesa. Despejou o suco de maçã com cautela no copo, torcendo para que o próximo passo não fizesse a enfermaria explodir.

Ainda receoso, despejou a amora em pó no copo. Suspirou aliviado ao perceber que nada destrutivo havia acontecido, passando então a mexer o conteúdo do copo até atingir a tonalidade arroxeada com a qual havia se familiarizado em suas visitas a outras enfermarias. Parou o processo e adicionou cautelosamente o açúcar, já pesado anteriormente. Por fim, colocou duas folhas de hortelã no copo.

Sentiu-se orgulhoso com o primeiro resultado. Começou então a repetir o processo, de forma que o deixava quase que entediado. Por fim, lá estavam os resultados: suas três primeiras poções de energia, sendo duas médias e uma pequena.

Estava contemplando sua obra de arte quando a primeiríssima paciente entrou no recinto, parecendo um furacão. O susto foi tamanho que ao se virar, o curandeiro quase derrubou o produto de seus últimos minutos de trabalho pesado. Graças a Tique aquilo não aconteceu.

As dores de Sophia eram muitas, e o garoto sentiu-se intimidado com a forma que ela usava para falar. Parecia uma metralhadora de palavras.

- Calma, calma, calma. - Disse Jhonn, em seu tom habitual. O sorriso em seu rosto era imenso. - Primeiro: "olá, boa tarde" é sempre um bom jeito de começar uma conversa. Médicos tem alma, sabia? Segundo: não sei qual foi o trator que passou por cima de você, mas recomendo que se acomode ali.

O curandeiro guiou a filha de Selene até a primeira das macas, acomodando-a da melhor forma possível. As dores que sentia eram muitas, mas ele achava que poderia fazer aquilo.

- Ahn... - Falou para si mesmo, quase em um sussurro. - Como é que eu faço isso mesmo? Ah, sim!

O garoto começou a fazer uma nova prece ao seu patrono. Ao abrir os olhos, notou que suas mãos estavam brilhando em um pálido tom de dourado. Demorou um pouco para retornar sua expressão profissional, já que a cara de criança fascinada estava fazendo hora extra. Em seguida, colocou as mãos acima dos locais onde a semideusa disse que sentia dores. A expressão de alívio no rosto desta indicava que estava funcionando.

A seguir, o garoto fez uma prece diferente. Ao abrir os olhos, viu as mãos tomadas por um brilho em um tom prateado. A expressão de criança permanecia enquanto segurava as mãos de Sophia, fazendo com que sua energia fosse restaurada. Quanto ao ferimento no braço, o garoto esforçou-se e conseguiu ver aos poucos este ser cicatrizado.

- Bem, eu acho que você está liberada por hoje. - Falou para a garota. - Lembre-se de se manter longe de perigo por um tempo, pelo amor dos deuses. Além disso, lembre que eu não sou um NPC, eu tenho sentimentos.

Liberou a filha da lua com um sorriso no rosto. Assim que se virou para voltar aos afazeres normais, ouviu uma voz. Ergueu a cabeça e viu um garoto fitando-o de cima a baixo. Não sabia há quanto tempo o outro garoto estava ali, mas o ferimento em seu braço fez com que o curandeiro arregalasse os olhos.

- Mas que...?  - Disse, aproximando-se e segurando o braço do outro. - Você tem juízo? Há quanto tempo está com isso aí?

Não prestou muita atenção no que o outro dizia, captando apenas alguns detalhes enquanto analisava a arma fincada em sua carne. Algo sobre uma briga, talvez. Mais um ferido que podia ter evitado estar ali. O garoto da lareira colocou as mãos perto do ferimento e torceu para que a anestesia tivesse funcionado. Em seguida, quebrou a ponta da flecha.

- Só pra avisar, acho que vai doer.

Antes mesmo de terminar a frase, o garoto já havia puxado a haste, removendo-a. Sem tempo a perder, começou a colocar o poder de cicatrização em prática. Esperou enquanto via a pele se fechar novamente, partindo então para a próxima parte do processo de cura. Mais uma prece, mãos brilhando em dourado. colocou-as acima do local do ferimento, esperando que o semideus estivesse se recuperando bem.

- Agora... - Parou, encarando o semideus. - Você parece estar cansado. É nisso que brigas resultam sabe?

Ativou novamente o toque de energia, apreciando o brilho prateado enquanto impunha as mãos sobre o outro semideus. Ao fim do processo, notou que havia sido o bastante para o garoto.

- Bem, as recomendações para você são bem simples: - Disse. - deixe brigas de lado, cuidado com flechas voadoras... E lembre-se de ir a alguma enfermaria quando estiver cansado.

O paciente logo deixou a enfermaria, e Jhonn infelizmente, notava agora o próprio cansaço. Lembrando-se das poções que havia preparado, seguiu na direção da bancada e segurou um dos copos maiores. Colocou uma folha de hortelã na boca e tomou o líquido arroxeado, sentindo-se levemente melhor. Após isso, repetiu o processo com a poção menor.

Após isso, notou a presença de outra semideusa no recinto. Pois é, aquele acampamento estava uma loucura de feridos naquele dia. Jhonn iria pedir para os semideuses da recepção começarem a aplicar o sistema de pulseiras logo, logo.

Teve uma conversa rápida com a garota, chamada Medine. Ouviu com atenção cada queixa sobre dores e fraqueza, mantendo seu sorriso no rosto. Seguindo o mesmo padrão de atendimento anterior, usou a luz dourada de suas mãos para aliviar os hematomas da semideusa, além de restaurar sua saúde em geral. Tentou uma habilidade nova para livrá-la do cansaço, aproveitando o contato. Felizmente, viu a expressão de alívio no rosto da mesma. Pela lógica, havia funcionado.

Em seguida, impôs as mãos sobre os arranhões e os viu sendo cicatrizados. Por fim, usou sua habilidade de restauração energética, repousando as mãos prateadas nos ombros da garota.

E lá estava ela, pronta para outra luta.

- Está livre por ora, Medine. - Falou, erguendo uma sobrancelha. - Nunca se esqueça de que qualquer ferimento é algo a ser considerado. Venha sempre a alguma enfermaria quando quebrar a cara, os curandeiros sempre estarão felizes em atendê-la. Fora isso, mantenha-se longe de encrenca.

E foi assim que mandou sua terceira paciente embora: com um sorriso no rosto. Lembrava-se claramente do juramento que fez a Asclépio, e iria mantê-lo de bom grado se tudo fosse daquele jeito.

Atualizações e poderes:
Atualizações:
Sophia Fërl Scherbítsky: Full HP/MP.
Johan Hustle: Full HP/MP.
Medine S. Meyer: Full HP/MP.

Jhonn Stark: +135MP. (90 normalmente pelas poções, mas acho que isso é ampliado pela passiva "aura de restauração".)
Poderes:
Passivos:

Conforto Restaurador (Nível 2)
Ao realizar um exame prévio e acomodar um paciente em sua enfermaria, recepcionando-o e tratando com cuidado, no ambiente adequado e modificado com as condições especiais para isso, o paciente fica mais predisposto ao tratamento e assim as habilidades do curandeiro tornam-se mais efetivas, ampliando o valor restaurado em 20% (arredondado para baixo, mínimo de 1 ponto). Por ser necessário certo preparo anterior, somente funciona na enfermaria ou em situações de conforto. Não afeta a si próprio, obviamente. Não serve para cicatrizar ou quaisquer outros efeitos, apenas a recuperação de vida; para obter tais efeitos, deve-se, ao menos por enquanto, utilizar de métodos convencionais. [Modificado de ativo para passivo, antigo "Boas vindas curadoras"]

Alquimista (Nível 6)
Quando um seguidor do deus da medicina estuda a alquimia, ficará pronto para preparar poções, venenos, pomadas e outros tipos desses objetos. As “bebidas” criadas pelos alquimistas só poderão ser usadas na situação atual; ou seja, não poderão ficar com as doses extras após a missão, evento, treino ou trama (isto é, caso prepare uma poção e não utilize todas as suas doses, ele as perderá – a exceção é a enfermaria, pois se um curandeiro formular uma poção, esta poderá ser utilizada por ele em outro paciente num outro post; não ocorrerá de ser adicionada ao seu arsenal).

Olhar Clínico (Nível 13)
Há uma espécie de lenda urbana que diz “grandes médicos sabem o que o paciente sente apenas de olho”. Pois bem, isso se aplica aos aprendizes, mas de uma forma diferente: ao avistar alguém, consegue “ver” as informações de saúde deste indivíduo (por exemplo, possíveis fraturas, doenças, batimentos cardíacos, oxigenação, vida, energia e situações psicológicas e sociais naturais). Estas informações aparecem em forma de dados e gráficos para o aprendiz, como na tela de um monitor de hospital. Algumas informações, como situações psicológicas e sociais só se aplicam a pessoas que deixarem o curandeiro ter esse conhecimento, o que resume a, normalmente, aliados. Isso faz com que seus diagnósticos agora sejam mais precisos, mas podem ser enganados por meios mágicos e poderes que alterem sua percepção.

Aura de restauração (Nível 43)
A presença do curandeiro emite uma aura que afeta seus aliados próximos, ampliando fatores de cura/ regeneração e ampliação próprios enquanto em uma área a até 25m de raio de distância do servo de Asclépio. Isso faz com que as restaurações sejam 50% maiores (mínimo de 1 ponto) mas não altera as condições das mesmas. Adicionalmente, seus próprios fatores naturais (regenerações passivas, não poderes ativos) são ampliados, desde que, obviamente, ele esteja dentro da situação especificada. [Novo]

Ativos

Curar ferimentos (Nível 1)
Após fazer uma pequena e rápida oração ao seu mestre Asclépio, as mãos do Curandeiro serão tomadas por uma luminosidade de fraca coloração dourada, permitindo com que o usuário recupere uma parte do HP do alvo com o toque direto. A cura será equivalente ao custo de Mp deste poder x 1/2 do nível do curandeiro, arredondado para baixo (mínimo de cura = 4). Pode ser utilizado sobre si mesmo. Uso livre na enfermaria, mas limitado a 1 uso por aliado a cada combate enfrentado. Custo base a ser multiplicado pelo nível = 4 de MP.[Modificado]

Toque Energético (Nível 3)
Após fazer uma pequena e rápida oração ao seu mestre Asclépio, as mãos do Curandeiro serão tomadas por uma luminosidade de fraca coloração prateada, permitindo com que o usuário recupere uma parte do MP do alvo com o toque direto. A restauração será equivalente ao custo de MP deste poder x 1/2 do nível do curandeiro, arredondado para baixo (mínimo 1). Não pode ser utilizado sobre si mesmo. Para fins de gasto de MP e cálculo de recuperação, é considerado um poder nível 1. Uso livre na enfermaria, mas limitado a 1 uso por aliado a cada combate enfrentado. Custo base a ser multiplicado pelo nível = 4 de MP.[Modificado]

Descanso (Nível 6)
O cansaço é um inimigo muitas vezes pior que armas. Ao utilizar este poder, com contato direto entre curandeiro e paciente – que não poderá ser si mesmo –, este último ficará isento de qualquer tipo de canseira. Os efeitos serão como se o doente tivesse acabado de dormir por oito horas (que é o recomendado para um homem adulto), eliminando penalidades provocadas por fadiga, seja natural ou induzida - não recupera HP ou MP, apenas retira as consequências da condição.

Anestesia (Nível 11)
A dor causada por machucados pode, agora, ser aliviada pelos curandeiros de forma mística. Tocando os músculos feridos, consegue retirar quaisquer dores do paciente, o que pode ajudar até mesmo na concentração e na calma deste. Não afeta o HP, apenas dores que podem ser debilitantes. Pode ser usado em si mesmo. O alivio dura por 3 rodadas.

Cicatrização II (Nível 15)
Agora o dom de cicatrizar cortes e ferimentos já está mais forte nos seguidores de Asclépio. Ao tocar as feridas abertas, estas se fecharão em uma rodada, impedindo hemorragias e sangramentos, anulando tais penalidades em casos de efeitos de nível igual ou menor que o curandeiro, ou reduzindo-as a apenas 25% se maior. Adicionalmente, recupera 5% da HP e MP do alvo, quando em outra pessoa, ou 5% da HP quando em si mesmo (sempre arredondando para baixo). A cicatriz ficará no local, mas será discreta, independente do tipo de ferimento. Este poder só pode ser usado em si mesmo se conseguir tocar o ferimento. 1 utilização por batalha.

Poções:

Nível 9
Poção Energética Simples: Ao ser produzida da forma apropriada, a poção adquirirá uma tonalidade arroxeada e um gosto frutífero refrescante e adocicado; comum e imprescindível para os curandeiros, ela não precisa da especialização ‘Alquimista’ para ser feita. O efeito dela é, quando sorvida para dentro dos lábios, restaurar a energia do cliente. É óbvio e claro que ela não pode ser ingerida em excesso e, portanto, seu uso só é liberado uma vez a cada turno.

Nível 15
Poção Energética Média: Ao ser produzida da forma apropriada, a poção adquirirá uma tonalidade arroxeada, levemente brilhante e um gosto frutífero de refrescante e adocicado; também como a poção vitalícia média, esta só pode ser criada por aqueles curandeiros que decidiram tornar-se Alquimistas. Por questões de segurança, ela só pode ser ingerida uma vez por turno.



Jhonn Stark
Curandeiros de Asclépio
Mensagens :
689

Localização :
Acampamento Meio-Sangue

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermaria Healing Hills

Mensagem por Victor Sena em Sab 11 Jul 2015, 15:04

Enfermaria
O filho de Hefesto estava realmente encrencado. Seus ossos doíam completamente e por uma razão especial - Ele havia acabado de apanhar por um filho de Ares.
Seu corpo doía completamente, além de quê sua boca sangrava já que os dois lábios estavam estourados. O semideus então caminhou lentamente na direção da ala hospitalar, entrando em uma que parecia ser a mais bonitinha dali:[í] A Healing Hills[/i]. Assim que o jovem adentrou ficou completamente surpreso onde estava, já que nem parecia que se encontrava em um Acampamento. Andando até as três pessoas do balcão, o semideus se jogou ali por cima deixando escorrer um pouco de sangue pela boca antes de limpar para poder falar:
- Oi. Vocês poderiam me ajudar? Estou completamente cansado além de estar machucado. - Eles sorriram para o filho de Hefesto, entregando então uma pulseira com o nome do semideus além de uma senha. O jovem sorriu, andando calmamente até uma das poltronas, se jogando em uma delas começando a adormecer logo em seguida.
Words: 545; Wearing: this; music: break free; note: Who I am? ♦
Victor Sena
Filhos de Hefesto
Mensagens :
10

Localização :
Acampamento Meio-Sangue

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermaria Healing Hills

Mensagem por Jhonn Stark em Sab 11 Jul 2015, 16:14


Enfermaria Healing Hills

Call me Stark. Doctor Stark.



Mal houve tempo para que Sena pudesse dormir em paz. Os três pacientes que vieram antes dele saíam um por um, sem muita demora após a entrada dos três. Logo após a saída de Medine, a pulseira do semideus começou a exercer sua funcionalidade principal.

Uma das atendentes se dirigiu ao filho de Hefesto, avisando-lhe que sua vez havia chegado. Este, por sua vez, seguiu pelo corredor para a sala de atendimento. Era sua vez de se tornar a cobaia do dia.

*     *     *     *     *     *     *     *     *     *     *     *     *

Stark começava a arrumar sua bancada, retornando os ingredientes não utilizados para a bolsa de componentes. Durante o pequeno intervalo que teve, certificando-se de que já havia passado tempo suficiente, colocou outra folha de hortelã na boca, seguida da nova dose da poção energética que havia preparado. A sensação de alívio foi imediata, e ele se sentia disposto para uma longa tarde na enfermaria recém-inaugurada.

Foi então que o novo paciente entrou na sala. Jhonn não demorou muito para identificar o que estava errado: lábios estourados. Alguns hematomas em início de formação. Tudo se confirmou quando o garoto disse que havia levado uma surra de um dos campistas estressadinhos.

- Ares, sempre Ares. - Falou, revirando os olhos. - Claro que já vi uma flechada no braço de outro garoto hoje, então... Existem suas exceções. Mas enfim, sente-se.

Acomodou-o da melhor maneira possível, colocando o paciente na maca mais próxima. Seus ferimentos não eram tão graves quanto os dos pacientes anteriores, então... Não seria muito complicado tratar aquilo.

Tocou o paciente nos pontos onde os ferimentos pareciam piores, espalhando o alívio temporário da anestesia enquanto prosseguia com seu trabalho. Ergueu as mãos, concentrando-se e vendo-as tomarem o tom dourado com que iria se acostumar uma hora ou outra. Colocou-as sobre os alvos de reclamação do garoto, esperando que o efeito fosse concretizado. Aquilo seria o bastante para as feridas principais, ele deduzia.

- Agora, é hora de acabar com o seu cansaço, meu jovem. - Disse o monitor, com um sorriso no rosto.

O próximo poder que usou, aproveitando-se do contato, foi o que retiraria o cansaço do filho de Hefesto. Aquilo seria um alívio aceitável enquanto passava para seu próximo truque: Suas mãos eram tomadas agora por um brilho prateado, sua forma mais eficiente no momento para curar o garoto do resto de seus problemas.

Impôs as mãos em seus ombros, esperando a energia fluir. No fim, havia ficado satisfeito com o resultado de seu trabalho.

- Tente ficar longe de brigas, garoto. - Ele disse, suspirando. - Isso evita problemas para você e trabalho para mim. Por via das dúvidas, diga que eu vou incinerar qualquer babaca que fizer besteira por aqui, certo?

Então, liberou Victor sem hesitação. Não era necessário que fizesse mais nada naquele caso, que foi o mais tranquilo do dia. Agora, só lhe restava esperar pelos próximos pacientes que viessem ao seu local de trabalho.

"Jhonn Stark, o xerife meio-sangue." Sorriu ao pensar em suas últimas palavras.

Atualizações e poderes:
Atualizações:
Victor Sena: Full HP/MP.

Jhonn Stark: +90MP. (90 normalmente pelas poções, mas acho que isso é ampliado pela passiva "aura de restauração".)
Poderes:
Passivos:

Conforto Restaurador (Nível 2)
Ao realizar um exame prévio e acomodar um paciente em sua enfermaria, recepcionando-o e tratando com cuidado, no ambiente adequado e modificado com as condições especiais para isso, o paciente fica mais predisposto ao tratamento e assim as habilidades do curandeiro tornam-se mais efetivas, ampliando o valor restaurado em 20% (arredondado para baixo, mínimo de 1 ponto). Por ser necessário certo preparo anterior, somente funciona na enfermaria ou em situações de conforto. Não afeta a si próprio, obviamente. Não serve para cicatrizar ou quaisquer outros efeitos, apenas a recuperação de vida; para obter tais efeitos, deve-se, ao menos por enquanto, utilizar de métodos convencionais. [Modificado de ativo para passivo, antigo "Boas vindas curadoras"]

Olhar Clínico (Nível 13)
Há uma espécie de lenda urbana que diz “grandes médicos sabem o que o paciente sente apenas de olho”. Pois bem, isso se aplica aos aprendizes, mas de uma forma diferente: ao avistar alguém, consegue “ver” as informações de saúde deste indivíduo (por exemplo, possíveis fraturas, doenças, batimentos cardíacos, oxigenação, vida, energia e situações psicológicas e sociais naturais). Estas informações aparecem em forma de dados e gráficos para o aprendiz, como na tela de um monitor de hospital. Algumas informações, como situações psicológicas e sociais só se aplicam a pessoas que deixarem o curandeiro ter esse conhecimento, o que resume a, normalmente, aliados. Isso faz com que seus diagnósticos agora sejam mais precisos, mas podem ser enganados por meios mágicos e poderes que alterem sua percepção.

Aura de restauração (Nível 43)
A presença do curandeiro emite uma aura que afeta seus aliados próximos, ampliando fatores de cura/ regeneração e ampliação próprios enquanto em uma área a até 25m de raio de distância do servo de Asclépio. Isso faz com que as restaurações sejam 50% maiores (mínimo de 1 ponto) mas não altera as condições das mesmas. Adicionalmente, seus próprios fatores naturais (regenerações passivas, não poderes ativos) são ampliados, desde que, obviamente, ele esteja dentro da situação especificada. [Novo]

Ativos

Curar ferimentos (Nível 1)
Após fazer uma pequena e rápida oração ao seu mestre Asclépio, as mãos do Curandeiro serão tomadas por uma luminosidade de fraca coloração dourada, permitindo com que o usuário recupere uma parte do HP do alvo com o toque direto. A cura será equivalente ao custo de Mp deste poder x 1/2 do nível do curandeiro, arredondado para baixo (mínimo de cura = 4). Pode ser utilizado sobre si mesmo. Uso livre na enfermaria, mas limitado a 1 uso por aliado a cada combate enfrentado. Custo base a ser multiplicado pelo nível = 4 de MP.[Modificado]

Toque Energético (Nível 3)
Após fazer uma pequena e rápida oração ao seu mestre Asclépio, as mãos do Curandeiro serão tomadas por uma luminosidade de fraca coloração prateada, permitindo com que o usuário recupere uma parte do MP do alvo com o toque direto. A restauração será equivalente ao custo de MP deste poder x 1/2 do nível do curandeiro, arredondado para baixo (mínimo 1). Não pode ser utilizado sobre si mesmo. Para fins de gasto de MP e cálculo de recuperação, é considerado um poder nível 1. Uso livre na enfermaria, mas limitado a 1 uso por aliado a cada combate enfrentado. Custo base a ser multiplicado pelo nível = 4 de MP.[Modificado]

Descanso (Nível 6)
O cansaço é um inimigo muitas vezes pior que armas. Ao utilizar este poder, com contato direto entre curandeiro e paciente – que não poderá ser si mesmo –, este último ficará isento de qualquer tipo de canseira. Os efeitos serão como se o doente tivesse acabado de dormir por oito horas (que é o recomendado para um homem adulto), eliminando penalidades provocadas por fadiga, seja natural ou induzida - não recupera HP ou MP, apenas retira as consequências da condição.

Anestesia (Nível 11)
A dor causada por machucados pode, agora, ser aliviada pelos curandeiros de forma mística. Tocando os músculos feridos, consegue retirar quaisquer dores do paciente, o que pode ajudar até mesmo na concentração e na calma deste. Não afeta o HP, apenas dores que podem ser debilitantes. Pode ser usado em si mesmo. O alivio dura por 3 rodadas.

Poções:

Nível 15
Poção Energética Média: Ao ser produzida da forma apropriada, a poção adquirirá uma tonalidade arroxeada, levemente brilhante e um gosto frutífero de refrescante e adocicado; também como a poção vitalícia média, esta só pode ser criada por aqueles curandeiros que decidiram tornar-se Alquimistas. Por questões de segurança, ela só pode ser ingerida uma vez por turno. (Ingerida a última dose, produzida no turno anterior).



Jhonn Stark
Curandeiros de Asclépio
Mensagens :
689

Localização :
Acampamento Meio-Sangue

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermaria Healing Hills

Mensagem por Olaf Hallaw em Sab 11 Jul 2015, 16:34


Enfermaria
Cuida deu?
Realmente, eu estava puto da vida. Como alguns bonecos de merda poderiam fazer aquilo comigo? E pior! Bonecos de neve! Rosnei completamente com raiva enquanto entrava na enfermaria de nome Healing Hills e assim que eu chegava um jovem saía. Pelo jeito, ele era o último da fila já que logo em seguida um semideus que parecia ser o curandeiro apareceu perguntando se não tinha mais ninguém na fila. Sorri levantando a mão com diversos cortes:
- Amor, tem eu. - Rindo andei em sua direção, esperando enfim, ser curado. - Oi, estou mega machucado. Cuidadeu?
ROUBANDO:
Estou roubando o Template do Oliver, espero que ele não se chateie. q
♦ Thanks, Andy 'O' ♦ Obrigado, Oliver. -q Peguei emprestado.
Olaf Hallaw
Filhos de Nix
Mensagens :
24

Localização :
Ruas dos Estados Unidos

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermaria Healing Hills

Mensagem por Jhonn Stark em Sab 11 Jul 2015, 17:11


Enfermaria Healing Hills

Call me Stark. Doctor Stark.



Não tinha muito mais para fazer por ali, aparentemente. O curandeiro seguiu para a sala de espera, torcendo por um momento livre. Quatro pessoas seguidas no primeiro dia era algo bem cansativo para um novato. Ao chegar na recepção, cumprimentou os voluntários com um aceno, sorrindo para eles.

- Então... Só queria agradecer pelo que vocês estão fazendo. - Disse. - Não é um serviço obrigatório nem de longe, mas é algo que está ajudando a organizar tudo aqui. - Seguiu a frase de um suspiro, olhando ao seu redor. Tem mais alguém na espera?

Foi então que o garoto desconhecido falou, chamando sua atenção. Yep, alguém estava bem apressado. Jhonn revirou os olhos e disse aos atendentes que estava tudo bem, já que não havia mais ninguém na fila. A partir daí, ergueu a mão indicando para que o filho de Nyx o acompanhasse.

Chegou à sala de atendimento e acomodou o garoto em uma das macas, ouvindo sua história. Bonecos de neve malignos. Ali estava uma história nova para o histórico que ia crescendo na enfermaria.

- Okay, apenas espere. - Falou, tocando o garoto. Primeiro, retirou o cansaço físico que este apresentava. Em seguida, as dores que estava sentindo, com a anestesia. - Agora, o procedimento vai ser relativamente rápido, já que você não está tão mal assim.

Colocou as mãos sobre os cortes, que cicatrizavam-se aos poucos com a concentração do curandeiro. Aquilo era o primeiro passo no processo de restauração. Logo em seguida, ergueu-as e deixou a energia fluir: primeiro na forma da energia dourada, que restauraria o garoto completamente de seus ferimentos. Em seguida, na forma da energia prateada, que curava sua energia.

Impôs as mãos sobre o garoto cautelosamente nas duas vezes, deixando que os efeitos fossem aplicados da melhor forma possível. Em seguida, afastou-se e sorriu.

- Veja bem, Olaf. - Disse, erguendo uma das sobrancelhas. - A única coisa que tenho a lhe dizer é: mantenha-se longe de bonecos de neve assassinos. Eles são bem mais perigosos do que você imagina. Seu tratamento foi até simples, mas não quer dizer que posso curar você todo dia e toda hora em que um boneco sanguinário te atacar. Estamos entendidos?

Com um sorriso rápido, viu o semideus se afastar, de volta para suas atividades. O monitor estava adorando o novo trabalho.

Atualizações e poderes:
Atualizações:
Olaf Hallaw: Full HP/MP.
Poderes:
Passivos:

Conforto Restaurador (Nível 2)
Ao realizar um exame prévio e acomodar um paciente em sua enfermaria, recepcionando-o e tratando com cuidado, no ambiente adequado e modificado com as condições especiais para isso, o paciente fica mais predisposto ao tratamento e assim as habilidades do curandeiro tornam-se mais efetivas, ampliando o valor restaurado em 20% (arredondado para baixo, mínimo de 1 ponto). Por ser necessário certo preparo anterior, somente funciona na enfermaria ou em situações de conforto. Não afeta a si próprio, obviamente. Não serve para cicatrizar ou quaisquer outros efeitos, apenas a recuperação de vida; para obter tais efeitos, deve-se, ao menos por enquanto, utilizar de métodos convencionais. [Modificado de ativo para passivo, antigo "Boas vindas curadoras"]

Olhar Clínico (Nível 13)
Há uma espécie de lenda urbana que diz “grandes médicos sabem o que o paciente sente apenas de olho”. Pois bem, isso se aplica aos aprendizes, mas de uma forma diferente: ao avistar alguém, consegue “ver” as informações de saúde deste indivíduo (por exemplo, possíveis fraturas, doenças, batimentos cardíacos, oxigenação, vida, energia e situações psicológicas e sociais naturais). Estas informações aparecem em forma de dados e gráficos para o aprendiz, como na tela de um monitor de hospital. Algumas informações, como situações psicológicas e sociais só se aplicam a pessoas que deixarem o curandeiro ter esse conhecimento, o que resume a, normalmente, aliados. Isso faz com que seus diagnósticos agora sejam mais precisos, mas podem ser enganados por meios mágicos e poderes que alterem sua percepção.

Aura de restauração (Nível 43)
A presença do curandeiro emite uma aura que afeta seus aliados próximos, ampliando fatores de cura/ regeneração e ampliação próprios enquanto em uma área a até 25m de raio de distância do servo de Asclépio. Isso faz com que as restaurações sejam 50% maiores (mínimo de 1 ponto) mas não altera as condições das mesmas. Adicionalmente, seus próprios fatores naturais (regenerações passivas, não poderes ativos) são ampliados, desde que, obviamente, ele esteja dentro da situação especificada. [Novo]

Ativos

Curar ferimentos (Nível 1)
Após fazer uma pequena e rápida oração ao seu mestre Asclépio, as mãos do Curandeiro serão tomadas por uma luminosidade de fraca coloração dourada, permitindo com que o usuário recupere uma parte do HP do alvo com o toque direto. A cura será equivalente ao custo de Mp deste poder x 1/2 do nível do curandeiro, arredondado para baixo (mínimo de cura = 4). Pode ser utilizado sobre si mesmo. Uso livre na enfermaria, mas limitado a 1 uso por aliado a cada combate enfrentado. Custo base a ser multiplicado pelo nível = 4 de MP.[Modificado]

Toque Energético (Nível 3)
Após fazer uma pequena e rápida oração ao seu mestre Asclépio, as mãos do Curandeiro serão tomadas por uma luminosidade de fraca coloração prateada, permitindo com que o usuário recupere uma parte do MP do alvo com o toque direto. A restauração será equivalente ao custo de MP deste poder x 1/2 do nível do curandeiro, arredondado para baixo (mínimo 1). Não pode ser utilizado sobre si mesmo. Para fins de gasto de MP e cálculo de recuperação, é considerado um poder nível 1. Uso livre na enfermaria, mas limitado a 1 uso por aliado a cada combate enfrentado. Custo base a ser multiplicado pelo nível = 4 de MP.[Modificado]

Descanso (Nível 6)
O cansaço é um inimigo muitas vezes pior que armas. Ao utilizar este poder, com contato direto entre curandeiro e paciente – que não poderá ser si mesmo –, este último ficará isento de qualquer tipo de canseira. Os efeitos serão como se o doente tivesse acabado de dormir por oito horas (que é o recomendado para um homem adulto), eliminando penalidades provocadas por fadiga, seja natural ou induzida - não recupera HP ou MP, apenas retira as consequências da condição.

Anestesia (Nível 11)
A dor causada por machucados pode, agora, ser aliviada pelos curandeiros de forma mística. Tocando os músculos feridos, consegue retirar quaisquer dores do paciente, o que pode ajudar até mesmo na concentração e na calma deste. Não afeta o HP, apenas dores que podem ser debilitantes. Pode ser usado em si mesmo. O alivio dura por 3 rodadas.

Cicatrização II (Nível 15)
Agora o dom de cicatrizar cortes e ferimentos já está mais forte nos seguidores de Asclépio. Ao tocar as feridas abertas, estas se fecharão em uma rodada, impedindo hemorragias e sangramentos, anulando tais penalidades em casos de efeitos de nível igual ou menor que o curandeiro, ou reduzindo-as a apenas 25% se maior. Adicionalmente, recupera 5% da HP e MP do alvo, quando em outra pessoa, ou 5% da HP quando em si mesmo (sempre arredondando para baixo). A cicatriz ficará no local, mas será discreta, independente do tipo de ferimento. Este poder só pode ser usado em si mesmo se conseguir tocar o ferimento. 1 utilização por batalha.



Jhonn Stark
Curandeiros de Asclépio
Mensagens :
689

Localização :
Acampamento Meio-Sangue

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermaria Healing Hills

Mensagem por May Schmidt em Dom 12 Jul 2015, 14:01


Enfermaria
Vacilou, roubou
Andrômeda  dirigia-se à uma enfermaria que fora aberta recentemente, a Healing Hills. A garota sentia-se cansada, e haviam vários cortes espalhados pelos braços, ou seja, ela estava um caco. Até suas olheiras pareciam a de um panda.

Assim que entrou na enfermaria, explicou sua situação para Jhonn, o curandeiro responsável por tudo. Logo logo, o curandeiro a ajudaria a ficar novinha em folha.

Importante:
Entom, eu sou mais uma moç@. Probleminha é que o nome vai ser atualizado, entom esquece que ali em cima está Harry.
♦ Thanks, Andy 'O' ♦ Obrigado, Olaf. -q Peguei emprestado.
May Schmidt
Filhos de Éolo
Mensagens :
159

Localização :
Posso estar em qualquer lugar, mas se eu fosse você, não olharia para trás...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermaria Healing Hills

Mensagem por Jhonn Stark em Dom 12 Jul 2015, 17:24


Enfermaria Healing Hills

Call me Stark. Doctor Stark.



O movimento havia diminuído um pouco, então a chegada da nova paciente foi algo que quebrou a monotonia do dia. Lá estava outra apressadinha, pelo visto. Jhonn uma hora iria ensinar às pessoas os bons modos com os curandeiros. Ele não era um NPC para não ganhar nem um bom dia.

Ouviu as queixas e analisou atentamente os ferimentos. Yep. A garota parecia não ter dormido direito pelo último ano com aquelas olheiras.

- Ok, pequeno panda. Sente-se aí. - Disse, conduzindo-a até a maca. - Pelo visto, você está com uma estafa enorme, e deduzo que isso ajudou a ficar ferida assim. Pra sua sorte, não acabou tão mal quanto poderia.

Deitou-a na maca enquanto aplicava sua primeira habilidade: A de retirar seu cansaço físico. Para a filha de Éolo, nada deveria ser mais maravilhoso que aquilo. Em seguida, utilizou seu toque anestésico e começou a se concentrar de verdade. Aos poucos, os cortes e arranhões começaram a se fechar, em uma cicatrização muito veloz.

- Agora, vamos para o toque final. - Falou o monitor erguendo as mãos e as vendo assumirem o leve brilho dourado. Colocou-as sobre os locais dos ferimentos cicatrizados, passando a energia curativa da forma mais prática possível.

A seguir, concentrou-se outra vez, fazendo mais uma breve prece a Asclépio. Suas mãos foram tomadas por um brilho prateado, que lhe soou suficientemente bom. Repetiu o processo do pulso curativo, agora restaurando as energias da garota.

Esperou até o processo atingir o potencial máximo. Por fim, ajudou a garota a se levantar, indicando que estava pronta.

- É o melhor que posso fazer por hoje. - Suspirou. - Apenas certifique-se de dormir, pelos deuses. Não quero gente morrendo por causa de sono e cansaço. Se estiver se sentindo mal e tiver atividades obrigatórias, ignore e durma, ou venha em uma enfermaria. Estamos entendidos?

Sorriu ao vê-la assentir, então a liberando. Tudo estava seguindo até bem para um começo de carreira.

Atualizações e poderes:
Atualizações:
Harry Skywalker/Andrômeda Sei-Lá-O-Quê: Full HP/MP.
Poderes:
Passivos:

Conforto Restaurador (Nível 2)
Ao realizar um exame prévio e acomodar um paciente em sua enfermaria, recepcionando-o e tratando com cuidado, no ambiente adequado e modificado com as condições especiais para isso, o paciente fica mais predisposto ao tratamento e assim as habilidades do curandeiro tornam-se mais efetivas, ampliando o valor restaurado em 20% (arredondado para baixo, mínimo de 1 ponto). Por ser necessário certo preparo anterior, somente funciona na enfermaria ou em situações de conforto. Não afeta a si próprio, obviamente. Não serve para cicatrizar ou quaisquer outros efeitos, apenas a recuperação de vida; para obter tais efeitos, deve-se, ao menos por enquanto, utilizar de métodos convencionais. [Modificado de ativo para passivo, antigo "Boas vindas curadoras"]

Olhar Clínico (Nível 13)
Há uma espécie de lenda urbana que diz “grandes médicos sabem o que o paciente sente apenas de olho”. Pois bem, isso se aplica aos aprendizes, mas de uma forma diferente: ao avistar alguém, consegue “ver” as informações de saúde deste indivíduo (por exemplo, possíveis fraturas, doenças, batimentos cardíacos, oxigenação, vida, energia e situações psicológicas e sociais naturais). Estas informações aparecem em forma de dados e gráficos para o aprendiz, como na tela de um monitor de hospital. Algumas informações, como situações psicológicas e sociais só se aplicam a pessoas que deixarem o curandeiro ter esse conhecimento, o que resume a, normalmente, aliados. Isso faz com que seus diagnósticos agora sejam mais precisos, mas podem ser enganados por meios mágicos e poderes que alterem sua percepção.

Aura de restauração (Nível 43)
A presença do curandeiro emite uma aura que afeta seus aliados próximos, ampliando fatores de cura/ regeneração e ampliação próprios enquanto em uma área a até 25m de raio de distância do servo de Asclépio. Isso faz com que as restaurações sejam 50% maiores (mínimo de 1 ponto) mas não altera as condições das mesmas. Adicionalmente, seus próprios fatores naturais (regenerações passivas, não poderes ativos) são ampliados, desde que, obviamente, ele esteja dentro da situação especificada. [Novo]

Ativos

Curar ferimentos (Nível 1)
Após fazer uma pequena e rápida oração ao seu mestre Asclépio, as mãos do Curandeiro serão tomadas por uma luminosidade de fraca coloração dourada, permitindo com que o usuário recupere uma parte do HP do alvo com o toque direto. A cura será equivalente ao custo de Mp deste poder x 1/2 do nível do curandeiro, arredondado para baixo (mínimo de cura = 4). Pode ser utilizado sobre si mesmo. Uso livre na enfermaria, mas limitado a 1 uso por aliado a cada combate enfrentado. Custo base a ser multiplicado pelo nível = 4 de MP.[Modificado]

Toque Energético (Nível 3)
Após fazer uma pequena e rápida oração ao seu mestre Asclépio, as mãos do Curandeiro serão tomadas por uma luminosidade de fraca coloração prateada, permitindo com que o usuário recupere uma parte do MP do alvo com o toque direto. A restauração será equivalente ao custo de MP deste poder x 1/2 do nível do curandeiro, arredondado para baixo (mínimo 1). Não pode ser utilizado sobre si mesmo. Para fins de gasto de MP e cálculo de recuperação, é considerado um poder nível 1. Uso livre na enfermaria, mas limitado a 1 uso por aliado a cada combate enfrentado. Custo base a ser multiplicado pelo nível = 4 de MP.[Modificado]

Descanso (Nível 6)
O cansaço é um inimigo muitas vezes pior que armas. Ao utilizar este poder, com contato direto entre curandeiro e paciente – que não poderá ser si mesmo –, este último ficará isento de qualquer tipo de canseira. Os efeitos serão como se o doente tivesse acabado de dormir por oito horas (que é o recomendado para um homem adulto), eliminando penalidades provocadas por fadiga, seja natural ou induzida - não recupera HP ou MP, apenas retira as consequências da condição.

Anestesia (Nível 11)
A dor causada por machucados pode, agora, ser aliviada pelos curandeiros de forma mística. Tocando os músculos feridos, consegue retirar quaisquer dores do paciente, o que pode ajudar até mesmo na concentração e na calma deste. Não afeta o HP, apenas dores que podem ser debilitantes. Pode ser usado em si mesmo. O alivio dura por 3 rodadas.

Cicatrização II (Nível 15)
Agora o dom de cicatrizar cortes e ferimentos já está mais forte nos seguidores de Asclépio. Ao tocar as feridas abertas, estas se fecharão em uma rodada, impedindo hemorragias e sangramentos, anulando tais penalidades em casos de efeitos de nível igual ou menor que o curandeiro, ou reduzindo-as a apenas 25% se maior. Adicionalmente, recupera 5% da HP e MP do alvo, quando em outra pessoa, ou 5% da HP quando em si mesmo (sempre arredondando para baixo). A cicatriz ficará no local, mas será discreta, independente do tipo de ferimento. Este poder só pode ser usado em si mesmo se conseguir tocar o ferimento. 1 utilização por batalha.

Atualizado


Jhonn Stark
Curandeiros de Asclépio
Mensagens :
689

Localização :
Acampamento Meio-Sangue

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermaria Healing Hills

Mensagem por Olive C. Parveau em Dom 12 Jul 2015, 20:44

Healing Hills

I was there for you in your darkest times. I was there for you in your darkest nights.

   
   
   
✫ Escalar aquela árvore para pegar a maldita planta não tinha sido minha melhor ideia. Quer dizer... Minha mente brilhante poderia ter pensado em algo, mas insisti em subir na planta, só para depois cair de uns 3 metros de altura. Instantaneamente, não senti nada, talvez pela adrenalina do momento, mas a queda, no dia seguinte, seria a causa para fortes dores nas costas.Vê se aprende, Olive. - Falei comigo mesma. Motivada por tais dores e por um estranho cansaço, decidi ir até a enfermaria.

Ao chegar na ala hospitalar, logo no começo desta, me deparei com uma enfermaria detalhadamente decorada, além de que não estava tão lotada como as outras, foi esta na qual eu adentrei. Fiz todos os procedimentos para que fosse atendida e logo chegou minha vez. Expliquei, então, o que estava sentindo ao curandeiro. De fato, estava nervosa, não conhecia os métodos "semidivinos" de cura, tampouco sabia se eram em algo semelhante aos dos hospitais "normais" em que estivera, mas tentei me controlar, afinal, aquele era um local que visava ajudar semideuses.

OFF:
A queda em ON aconteceu Nessa missão. Sei lá, só pra constar mesmo dfghjk :v

thanks, ♛ and ▲
Olive C. Parveau
Filhos de Hécate
Mensagens :
15

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermaria Healing Hills

Mensagem por Cinty Ghret em Seg 13 Jul 2015, 16:48



Katara estava muito cansada. Além disso, sentia uma leve dor na coluna e estava com alguns ferimentos ao redor do corpo, especialmente localizados nas pernas e nos braços. De fato, o treino na arena fora muito excruciante para si, principalmente ao lembrar da pancada dolorosa que tinha sofrido e que tinha causado a maioor parte de suas dores atuais.

Ela entrou na enfermaria mancando um pouco e, ao sentar na cadeira, preencheu tudo que tinha pra preencher e esperou. Após o curandeiro chegar, explicou toda sua situação com detalhes.

Oi:
Essa conta irá ser doada, então não estranhe se ela mudar de nome e/ou de sexo. Os problemas que ela sente são os citados acima.
Cinty Ghret
Filhos de Poseidon
Mensagens :
75

Localização :
Acampamento Meio-Sangue

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermaria Healing Hills

Mensagem por Ethan Miyazaki em Seg 13 Jul 2015, 22:10





Enfermaria





O Mênade estava muito chateado com a deusa Hécate. E quando se diz muito, é muito a ponto de não conseguir controlar a sua própria aura que causava completamente desconforto nas pessoas ao seu redor, afastando-as.
Mas não era só a deusa que o incomodava, as dores nos corpos por conta do combate que tivera além do cansaço pelo uso de seus poderes fez com que o jovem andasse calmamente na direção da Enfermaria Healing Hills, onde todos diziam que um jovem de sobrenome Stark havia aberto seu novo empreendimento. Assim, o Mênade entrou pegando rapidamente sua senha após fazer o cadastro. O semideus começou a controlar sua aura ali enquanto esperava ser atendido, conseguindo exatamente no momento que o curandeiro se aproximava.

Kyle fez um aceno com a cabeça enquanto se levantava indo na direção da ala para ser atendimento. Ali, explicou o que sentia apontando diversas vezes para o corpo.
- Estou muito cansado e ferido, de certa forma. - Explicou, sendo de poucas palavras encarando o semideus um pouco sem dar importância alguma.
O que o jovem pretendia naquele momento era apenas uma coisa: Encontrar seu patrono.


Observação:
Esse post faz parte da trama também, então desculpa qualquer coisa já que ele ficou meio grande.


Ethan Miyazaki
Mênades
Mensagens :
96

Localização :
Long Island

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermaria Healing Hills

Mensagem por Simmon Wilem Brandeur em Ter 14 Jul 2015, 19:06



Existem dores que são só isso, dores
Dores no corpo, na carne da alma, amores
E tratamento para elas raramente existe
Mas o tolo do coração bom nunca desiste

Ferimentos constantes, marcas da violência
Sem inocência, mas com sinais de dependência
E o que fazer, me diga, para onde ir?
Quando queremos ficar com quem nos faz partir?


Entardecia. Já fazia alguns anos que eu não aparecia no Acampamento. Minha vida agitada não me permitia ter o conforto de um lar fixo. Eu não fora despejado nem banido, veja bem, apenas havia sentido que o destino não me queria ali. E saí. Mas o lugar fora o mais próximo de um lar que eu tivera em muito tempo. Gastei ali alguns anos, tentando aprender como ser semideus, sem saber que isso não se aprende, de jeito nenhum.

O que me levara novamente até aquele lugar não fora meu chalé, nem o oráculo e muito menos o tratamento caloroso de Dionísio. Não, eu poderia viver sem isso. Além do quê, aquela rotina de treinos, vigílias e refeições era, no mínimo, tão interessantes quanto uma escola para clérigos. Sem falar na chatice de ter que trabalhar no Campo de Morangos. A real necessidade, que me assolara e me obrigara a ir até aquele recôndito nostálgico, era cuidar da minha saúde. E tal lugar contava com os semideuses mais versados na arte da cura, portanto eu seria um tolo se tivesse a intenção de visitar outro lugar.

Ao chegar no ambiente onde ficavam as enfermarias, parei por alguns segundos, refletindo sobre qual deveria escolher. Percebi uma enfermaria nova, com um fluxo constante de entradas e saídas. Todos pareciam satisfeitos e saudáveis, portanto, sem pestanejar, segui até lá. Seu nome era Healing Hills e, sorrindo, lembrei das histórias dos antigos monges tibetanos, que subiam até o longínquo cume das montanhas do Himalaia, para curar seu corpo e sua alma. Não sabia se esse era o motivo da escolha de tal nome, mas concluí que era uma ótima escolha, no fim das contas.

Ao entrar, me surpreendi com a limpeza e com o ar de organização que emanava de cada objeto ali presente. Eu já tivera que frequentar ambientes bem mais imundos e pestilentos, tendo que costurar minha própria carne usando fios de cabelo e uma agulha que fora "esterilizada" nas brasas de uma fogueira. E sem estar devidamente anestesiado, é claro. De fato, acreditei que as coisas ali seriam bem mais auspiciosas. Dei meu nome para a recepcionista e ela, em troca, me deu um número. Podia ver que haviam três pessoas na minha frente, também aguardando atendimento, desta forma, tratei de escolher um livro numa das estantes e sentei nas poltronas de couro macio, muito a vontade. Não tenho dúvidas de que, só o fato de estar tão confortável, já ajudava na minha recuperação.

Consegui ler os três primeiros capítulos de Retórica e Lógica antes de chegar minha vez e eu ser convidado a entrar. Avistei uma maca desocupada e me dirigi até lá. Com um pulo, sentei calmamente em meio aqueles lençóis brancos. Um barulho de passos às minhas costas avisou-me que alguém estava chegando e, segundos depois, o curandeiro apareceu à minha frente. Seu nome era Jhonn, ele me dissera.

— E aí, tudo certo? — Comecei a falar, com uma desenvoltura compassada — Então, tive algumas desavenças com um par de cães infernais e minhas habilidades de adestramento não foram realmente úteis — Dei uma risada baixa, gutural — Além disso, me sinto murcho, vazio, como se minha energia, meu chakra, meu elã vital, chame como quiser, estivesse acabando. Ou muito baixo. — Suspirei, baixando o olhar — Acho que você sabe do que estou falando.

Consideração:
Quando falei de "energia, chakra, elã vital", estava me referindo ao MP. Não sabia qual termo usar, por isso peguei algumas ideias provenientes de fontes diferentes e uni-as nesse post.
Simmon Wilem Brandeur
Mentalistas de Psiquê
Mensagens :
218

Localização :
USA

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermaria Healing Hills

Mensagem por Violet Young em Qua 15 Jul 2015, 14:53

Enfermaria
Help me?
Já frequentava tanto as enfermarias que daqui a pouco iria precisar de um cartão VIP. O pior era que quanto mais eu as detestava, mais tinha de ir até elas. Até tentava ao máximo não ir, mas quando a dor chegava em um estado tão crítico, quanto aquele, não havia outro jeito.

Toda a área desde as minhas costas até as costelas, doía terrivelmente, pela forte pancada sofrida, que certamente deixara alguns hematomas roxos. Além disso, como mais uma vez tinha abusado de meus poderes, sentia-me extremamente cansada. Isso era o que ganhava por ser tão “esperta”.

Suspirei pesadamente, encarando uma das novas enfermarias que havia por ali. Decidi seguir diretamente para essa, por estar curiosa quanto ao tratamento que viria dali. Tinha passado por várias enfermarias, mas ainda tinha a esperança de que alguma tivesse menos cara de hospital. Algo praticamente impossível.

Para minha surpresa essa pelo menos era mais agradável, com uma bela decoração, que nem ao menos parecia um local de cura. Encaminhei-me rumo a recepcionista e depois de preencher alguns formulários, pude seguir diretamente para a sala do curandeiro. Ainda apreensiva, expliquei tudo a respeito de meu estado ao curandeiro.

Thanks Panda
Violet Young
Feiticeiros  de  Circe
Mensagens :
102

Localização :
Nova York

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermaria Healing Hills

Mensagem por Jhonn Stark em Qua 15 Jul 2015, 19:53


Enfermaria Healing Hills

Call me Stark. Doctor Stark.



Primeiro dia exaustivo? Até de mais.

"Será que as pessoas estão se ferindo só pela inauguração? Jhonn sorriu enquanto despejava a amora em pó na balança outra vez. Ao atingir a medida certa, despejou aquela porção em um copo com o suco de maçã previamente derramado. Enquanto isso, fazia uma lenta prece ao deus da medicina, torcendo para não destruir nada ali.

A seguir, repetiu o processo com outros dois copos: Um de tamanho igual ao anterior e outro menor que este. Após colocar a amora em pó, passou a bater o líquido dos três até atingir a coloração arroxeada adorável de poções de energia normais. Depois, adicionou o açúcar individualmente, tomando cuidado com as medidas. Para o toque final, pegou as folhas de hortelã, separou-as e as posicionou nas bebidas. Duas em cada copo.

- Yep, acho que está bom. - Disse, ajeitando o jaleco.

E foi então que foi notificado da chegada de novos pacientes. Cinco.

- Vai ser o dia mais longo da minha vida. - Disse, revirando os olhos. E foi então que o primeiro paciente entrou.

O nervosismo de Olive o divertiu muito. Aquela era uma das vantagens de ser um semideus sensitivo. Ouviu atentamente a explicação da garota, levando-a até a maca e assentindo continuamente.

- Não se preocupe, vai ficar bem em um instante. - Falou. - Primeira vez em uma enfermaria? - Riu. - Vai ser bem rápido. Relaxe.

Tocando no ombro da garota, levou aquilo para o sentido literal: Levou todo o cansaço que ela possuía para longe. Em seguida, foi a vez de tocar no outro ombro, retirando a dor temporariamente.

A seguir, as palmas de suas mãos foram iluminadas por um leve brilho dourado, que surpreendia tanto à paciente quanto a ele próprio. Tocando os ferimentos, passou a energia curativa, deixando que ela fizesse seu trabalho na filha de Hécate. Quanto à energia desta, o curandeiro deixou as mãos mudarem para um tom prateado. Seu toque agora servia para restaurá-la nesse contexto.

- Você está pronta, garota. - Falou. - Só não tente subir em árvores de novo. Você não é um gato para cair de pé.

Despediu-se de Parveau com um sorriso, vendo Katara entrar no lugar.

Cumprimentou-a de forma amistosa, a conduzindo para a maca mais próxima. Ouviu os sintomas, além de sua clara causa. A partir disso, decidiu-se em seguir o mesmo padrão de sua paciente anterior. Primeiro aliviou as dores de Katara com a anestesia, seguindo com o alívio de seu cansaço.

- Sabe, não deve se esforçar de mais pra essas coisas, moça. - Falou, impondo os punhos dourados sobre a garota de Poseidon. - É dolorido para você e chato para mim. Fora isso... - Disse, vendo os punhos tomarem a cor prateada que restauraria as energias de Katara. Aguardou o processo acabar antes de continuar. - Bem, você está novinha em folha. Volte sempre.

A garota logo agradeceu e deixou a sala, o que deu vez ao garoto de Deimos. Jhonn podia sentir a aura, mais através dos outros presentes que por si só. Era mais forte que Kyle, então podia suportar aquilo tranquilamente, além de suprimir seus efeitos no ambiente. Sorriu para o garoto e lhe indicou a maca, ouvindo atentamente o que falou.

- Cansado e ferido. - Disse, erguendo uma de suas sobrancelhas. - Acho que é a coisa mais vaga que já passou por aqui hoje, jovem. A sua sorte é que não estou lá precisando de muitas informações.

Com uma prece rápida, reativou suas queridas mãos luminosas, tomadas pelo dourado pálido que havia se repetido durante o dia todo. Encostou-as em Kyle e aguardou a eficiência plena de seu poder, partindo então para a segunda parte do processo: com um pouco de esforço, a energia prateada surgiu, restaurando as energias do mênade.

- Bem, apenas... Se cuide. - Falou. - Não apronte tão cedo. descanse um pouco. E esteja sempre disposto a voltar aqui, de preferência com mais informações.

O quarto paciente era estranho para o monitor. Nunca havia visto o garoto antes, mas manteve a cordialidade. Se apresentou e ouviu as queixas do semideus de Zeus, fazendo uma careta ao ouvir suas expressões.

- Energia. Coisa que usamos para destruir outras coisas. É o termo menos complicado entre esses. - Disse, dando uma risada breve. - Sente-se e se prepare. Não vai demorar muito.

Primeiro, decidiu que restaurar a vitalidade do garoto era a sua prioridade. Concentrou-se em fazer novamente o mesmo procedimento de antes, impondo as mãos luminescentes em seu paciente. Primeiro, o brilho dourado em seus ferimentos, acompanhado posteriormente de sua habilidade de cicatrização. Se alguém sabia o quão chatos cães infernais podiam ser, este era Jhonn.

Em seguida, mudou para a energia prateada, que restaurava aos poucos o chakra, elã ou qualquer coisa assim de Simmon da forma mais rápida possível. Por fim, o monitor suspirou e encarou-o, mostrando um sorriso simpático.

- Você vai ficar bem. Só... Tome mais cuidado com cães infernais. Nem sempre eles são como os cães fofinhos do mundo normal. Sobre sua energia, acho que fiz o bastante por hoje, mas não saia se desgastando feito um louco. Estamos entendidos?

Um aceno, um agradecimento e uma despedida. Além disso, uma última paciente.

- Nossa. - Disse, ao ver as condições da paciente. - Mas que trator passou por cima de você, moça?

Acomodou-a na maca mais próxima, anestesiando-a para manter as dores controladas. Já que a semideusa parecia acabada, decidiu usar outra habilidade para fazê-la se sentir mais descansada.

- Olha, não sei o que dizer desses pacientes. - Com cuidado, colocava as mãos nos hematomas mais feios, vendo o toque dourado de suas mãos diminuírem a intensidade deles. - Todos estão tão desmiolados.

Foi então que passou para a energia. Naquele caso, porém, notou que o toque prateado concedido por asclépio não havia sido suficiente para restaurá-la completamente. E foi então que partiu para as poções. Pegou a menor das três, entregando-a nas mãos de Violet. Junto a esta, uma folha de hortelã.

- É só colocar a folha na boca e tomar a poção. - Falou, vendo-a seguir suas instruções. - Hécate? É, deve ser. Meu único conselho por hoje é para não depender tanto das suas magias, elas torram sua energia. Por mais legal que seja fazer coelhos saírem de cartolas, no fim, todos temos um limite. Além disso... Fique longe de coisas que possam te acertar assim. Nem sempre estou aqui para o serviço.

Em um instante, recebeu os agradecimentos da filha da magia e a viu sair pela porta da sala. Então, suspirou pesadamente.

- Enfermaria Healing Hands - Disse, sorrindo. - Mais badalada que sino de igreja.

Atualizações e poderes:
Atualizações:
Olive C. Parveau: Full HP/MP.
Katara H. Kësuk: Full HP/MP.
Kyle Gauther: Full HP/MP.
Simmon Wiler Brandeur: Full HP/MP.
Violet Young: Full HP/MP.
Poderes:
Passivos:

Conforto Restaurador (Nível 2)
Ao realizar um exame prévio e acomodar um paciente em sua enfermaria, recepcionando-o e tratando com cuidado, no ambiente adequado e modificado com as condições especiais para isso, o paciente fica mais predisposto ao tratamento e assim as habilidades do curandeiro tornam-se mais efetivas, ampliando o valor restaurado em 20% (arredondado para baixo, mínimo de 1 ponto). Por ser necessário certo preparo anterior, somente funciona na enfermaria ou em situações de conforto. Não afeta a si próprio, obviamente. Não serve para cicatrizar ou quaisquer outros efeitos, apenas a recuperação de vida; para obter tais efeitos, deve-se, ao menos por enquanto, utilizar de métodos convencionais. [Modificado de ativo para passivo, antigo "Boas vindas curadoras"]

Alquimista (Nível 6)
Quando um seguidor do deus da medicina estuda a alquimia, ficará pronto para preparar poções, venenos, pomadas e outros tipos desses objetos. As “bebidas” criadas pelos alquimistas só poderão ser usadas na situação atual; ou seja, não poderão ficar com as doses extras após a missão, evento, treino ou trama (isto é, caso prepare uma poção e não utilize todas as suas doses, ele as perderá – a exceção é a enfermaria, pois se um curandeiro formular uma poção, esta poderá ser utilizada por ele em outro paciente num outro post; não ocorrerá de ser adicionada ao seu arsenal).

Olhar Clínico (Nível 13)
Há uma espécie de lenda urbana que diz “grandes médicos sabem o que o paciente sente apenas de olho”. Pois bem, isso se aplica aos aprendizes, mas de uma forma diferente: ao avistar alguém, consegue “ver” as informações de saúde deste indivíduo (por exemplo, possíveis fraturas, doenças, batimentos cardíacos, oxigenação, vida, energia e situações psicológicas e sociais naturais). Estas informações aparecem em forma de dados e gráficos para o aprendiz, como na tela de um monitor de hospital. Algumas informações, como situações psicológicas e sociais só se aplicam a pessoas que deixarem o curandeiro ter esse conhecimento, o que resume a, normalmente, aliados. Isso faz com que seus diagnósticos agora sejam mais precisos, mas podem ser enganados por meios mágicos e poderes que alterem sua percepção.

Aura de restauração (Nível 43)
A presença do curandeiro emite uma aura que afeta seus aliados próximos, ampliando fatores de cura/ regeneração e ampliação próprios enquanto em uma área a até 25m de raio de distância do servo de Asclépio. Isso faz com que as restaurações sejam 50% maiores (mínimo de 1 ponto) mas não altera as condições das mesmas. Adicionalmente, seus próprios fatores naturais (regenerações passivas, não poderes ativos) são ampliados, desde que, obviamente, ele esteja dentro da situação especificada. [Novo]

Ativos

Curar ferimentos (Nível 1)
Após fazer uma pequena e rápida oração ao seu mestre Asclépio, as mãos do Curandeiro serão tomadas por uma luminosidade de fraca coloração dourada, permitindo com que o usuário recupere uma parte do HP do alvo com o toque direto. A cura será equivalente ao custo de Mp deste poder x 1/2 do nível do curandeiro, arredondado para baixo (mínimo de cura = 4). Pode ser utilizado sobre si mesmo. Uso livre na enfermaria, mas limitado a 1 uso por aliado a cada combate enfrentado. Custo base a ser multiplicado pelo nível = 4 de MP.[Modificado]

Toque Energético (Nível 3)
Após fazer uma pequena e rápida oração ao seu mestre Asclépio, as mãos do Curandeiro serão tomadas por uma luminosidade de fraca coloração prateada, permitindo com que o usuário recupere uma parte do MP do alvo com o toque direto. A restauração será equivalente ao custo de MP deste poder x 1/2 do nível do curandeiro, arredondado para baixo (mínimo 1). Não pode ser utilizado sobre si mesmo. Para fins de gasto de MP e cálculo de recuperação, é considerado um poder nível 1. Uso livre na enfermaria, mas limitado a 1 uso por aliado a cada combate enfrentado. Custo base a ser multiplicado pelo nível = 4 de MP.[Modificado]

Descanso (Nível 6)
O cansaço é um inimigo muitas vezes pior que armas. Ao utilizar este poder, com contato direto entre curandeiro e paciente – que não poderá ser si mesmo –, este último ficará isento de qualquer tipo de canseira. Os efeitos serão como se o doente tivesse acabado de dormir por oito horas (que é o recomendado para um homem adulto), eliminando penalidades provocadas por fadiga, seja natural ou induzida - não recupera HP ou MP, apenas retira as consequências da condição.

Anestesia (Nível 11)
A dor causada por machucados pode, agora, ser aliviada pelos curandeiros de forma mística. Tocando os músculos feridos, consegue retirar quaisquer dores do paciente, o que pode ajudar até mesmo na concentração e na calma deste. Não afeta o HP, apenas dores que podem ser debilitantes. Pode ser usado em si mesmo. O alivio dura por 3 rodadas.

Cicatrização II (Nível 15)
Agora o dom de cicatrizar cortes e ferimentos já está mais forte nos seguidores de Asclépio. Ao tocar as feridas abertas, estas se fecharão em uma rodada, impedindo hemorragias e sangramentos, anulando tais penalidades em casos de efeitos de nível igual ou menor que o curandeiro, ou reduzindo-as a apenas 25% se maior. Adicionalmente, recupera 5% da HP e MP do alvo, quando em outra pessoa, ou 5% da HP quando em si mesmo (sempre arredondando para baixo). A cicatriz ficará no local, mas será discreta, independente do tipo de ferimento. Este poder só pode ser usado em si mesmo se conseguir tocar o ferimento. 1 utilização por batalha.

Poções:

Nível 9
Poção Energética Simples: Ao ser produzida da forma apropriada, a poção adquirirá uma tonalidade arroxeada e um gosto frutífero refrescante e adocicado; comum e imprescindível para os curandeiros, ela não precisa da especialização ‘Alquimista’ para ser feita. O efeito dela é, quando sorvida para dentro dos lábios, restaurar a energia do cliente. É óbvio e claro que ela não pode ser ingerida em excesso e, portanto, seu uso só é liberado uma vez a cada turno.

Nível 15
Poção Energética Média: Ao ser produzida da forma apropriada, a poção adquirirá uma tonalidade arroxeada, levemente brilhante e um gosto frutífero de refrescante e adocicado; também como a poção vitalícia média, esta só pode ser criada por aqueles curandeiros que decidiram tornar-se Alquimistas. Por questões de segurança, ela só pode ser ingerida uma vez por turno.

~Atualizado por Asclépio. +125 dracmas pelos atendimentos~


Jhonn Stark
Curandeiros de Asclépio
Mensagens :
689

Localização :
Acampamento Meio-Sangue

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermaria Healing Hills

Mensagem por Ramsay Cumberbatch em Sex 17 Jul 2015, 22:22



A Enfermaria
Mais badalada que sino de igreja qqq
Não que eu goste de ir a hospitais e enfermarias, mas acho que quando se é atingido por várias pedras voadoras e por mais um monte de coisas acho que é bom dar uma passada nesses locais para ver se está tudo bem, né?

Haviam me falado que tinha uma “nova” enfermaria no lugar aonde ficam as... enfermarias. Essa seria uma boa oportunidade para testa-la e me curar de meus ferimentos.

Caminhando com a ajuda de um de meus irmãos adentrei na área hospitalar do acampamento, a tal “nova” enfermaria se chamava: Healing Hills e era administrada por um filho de Héstia chamado Jhonn. Aquele lugar parecia mais com um hospital da cidade, não que isso seja ruim, mas bem que os curandeiros poderiam ter mais imaginação e mudar um pouco esse tema, mas enfim o primeiro cômodo era uma recepção, com poltronas e tudo mais. Após preencher o formulário para ser atendido recebi uma pulseira que me avisaria quando fosse a minha vez de ser atendido.

Após passar de um montão de fases no Angry Birds de um dos tablets as luzes da poltrona acenderam, dizendo que era minha vez de ser atendido. Chegando a sala do curandeiro sento em uma das macas lá presente.

- Então, eu to com uns vários hematomas nas costas por causa de umas pedras e uns cortes na altura da cintura, alguns no braço direito e uns cortes nas duas pernas também, se você puder resolver isso eu agradeço. E por sinal, já que a sua enfermaria é nova você poderia mudar um pouco né? Todas aqui parecem hospital.



Obs :

Eu inventei uns machucados aleatórios pq to voltando agora por fórum então ignore se coloquei pouco machucado pro Hp atual  Herp Derp

Ramsay Cumberbatch
Indefinido
Mensagens :
175

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermaria Healing Hills

Mensagem por Beowulf H. Murphy em Dom 19 Jul 2015, 19:08

i think i came to the right place
"Anything
that can go wrong
will go wrong."
— Murphy's Law,
Not mine.
So don't you dare to blame me



Estava no acampamento há pouco tempo, mas já planejava a minha saída. Não gostava de ficar naquele lugar, me sentia um pouco sufocado, mas me mover para lá era mais fácil do que ir até o hospital geral em Nova Iorque, sem falar que eu tinha alguns... Ajustes a fazer numa faca antiga. Precisei segurar o sorriso que veio em meu rosto, mais perdido em pensamentos do que prestando atenção no caminho que estava fazendo. Para onde iria mesmo? Ah, enfermaria. Certo, certo.

Entrei na primeira enfermaria que vi. Não seria muito exigente além do necessário — um lugar limpo e que não piorasse meu estado —, e realmente não estava com vontade de andar até o final da ala das enfermarias em busca do estabelecimento perfeito, até porque, ao entrar no local escolhido, não senti o que pode ser chamado de estranhamento. Era bem organizado e parecia muito com um hospital mortal, o que me acalmou de forma que eu sequer sabia que estava nervoso. Havia um ar condicionado que evitava que o local virasse um forno com o calor — ainda que lá fora não estivesse tão quente.

A primeira coisa que fiz foi me dirigir até a recepção, retirando minha senha rapidamente e depois sentei numa das cadeiras disponíveis, controlando-me para não tocar em nada. Não é que eu fosse fresco nem nada, mas é que, como meu sobrenome indica, qualquer coisa que possa dar errado, dará errado, principalmente tratando de mim. Então resolvi evitar quebrar alguma coisa que eu não poderia pagar pelo conserto e me contentei em batucar os pés no chão e ficar olhando a atividade dos recepcionistas enquanto não era chamado.

O que por sorte aconteceu logo.

Vi meu número na tela e logo me levantei, talvez rápido demais, e me dirigi até o que acreditava ser a parte ode ocorriam os atendimentos. Sem esperar convites maiores, me sentei numa das macas, deixando que meus pés balançassem involuntariamente até que o movimento cessasse sozinho.

— Então... Jhonn, acredito. — Torci para que tenha acertado o nome do Curandeiro. — Eu tenho sentido fortes dores de cabeça e cansaço. Pelo o que soube, vocês preparam uma poção para esse tipo de coisa, não é? — Ansioso, olhei para os lados, esperando que qualquer movimento acontecesse enquanto esperava que o remédio ficasse pronto.



Itens:
{AK 47} / Faca [Sua lâmina bronzeada mede cerca de 24 cm, e seu cabo tem o mesmo comprimento padrão. É bastante afiada e é perfeita para ataque ágeis e rápidos. O bom desta arma é sua eficiência tanto para mãos hábeis quanto para manuseios mais inexperientes, pois é uma arma curta, fácil de esconder e ao mesmo tempo fácil de manusear. Seu punho é feito de aço, mas uma camada de couro escuro cobre o aço para que o usuário possa segurá-la firmemente. Na parte inferior da lâmina, próxima ao cabo, há entalhado as siglas do Acampamento "CHB"; uma propriedade que só os meio-sangues e criaturas místicas podem ter e usar (ajuda um pouco na destreza)] {Bronze, aço e couro} (Nível mínimo: 1) {Nenhum elemento} [Recebimento: Administração; item inscrição padrão do fórum] ~escondida no cós na calça
Poderes:

— Passivos —

— Error not found;

— Ativos —

— Error not found;



Beowulf H. Murphy
Filhos de Phobos
Mensagens :
28

Localização :
I don't know, I'm lost :/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermaria Healing Hills

Mensagem por Feila A. Rousseau em Seg 20 Jul 2015, 23:00


like an angel, all aglow...
enfermaria

Feila se perguntava o que teria acontecido durante o tempo que passara desligada. Estivera sumida por meses, sendo até mesmo cogitada sua provável morte. Tudo o que queria era algum tempo para refletir acerca do que faria agora que era livre, pelo menos na teoria. Completou sua curta caminhada ao adentrar uma das enfermarias dispostas ali no acampamento, uma vez que ser um semideus é coisa perigosa e esses clichês todos. No entanto, ao contrário daquelas que já visitara, aquela enfermaria era... Diferente. Climatizada, com recepcionistas, parecia um luxo deslocado no tão famoso lar dos descendentes divinos. Deu de ombros e se aproximou do balcão, chamando a atenção de uma moça que a recebeu com um enorme sorriso.

- Boa tarde. Preciso saber seu nome, ascendência e seus sintomas para que eu possa adiantar o trabalho do curandeiro. - Feila assentiu, incomodada pela expressão da garota. Quer dizer, ela trabalhava em uma enfermaria, estava acostumada a ver pessoas chegando ali nas piores condições possíveis. Aquele sorriso não deveria mesmo estar ali.

- Sim, sim. Meu nome é Feila, prole de Perséfone. Fui espancada, então posso ter fraturado ou deslocado algo. Depois, fui sedada e... - As tatuagens arderam, arrancando-lhe um uivo de dor. Balançou as mãos e respirou fundo antes de voltar a encarar a atendente. - Só isso. Alguém me jogou para dentro das fronteiras novamente, então realmente não sei o que houve. Por favor, só preciso de algum auxílio médico. - A garota rapidamente anotou tudo e prendeu uma pulseira ao braço da Rousseau.

- Siga o corredor. Ao final dele, um curandeiro a atenderá. Leve isso aqui também. - Um prontuário foi colocado nas mãos da loira, o que a impediria de ter que ficar repetindo seus sintomas. Tudo estava indo muito bem.

adicionais:
— {Mehndi} / Tatuagens [Parecidas com os desenhos feitos nas mãos e pés de noivas na Índia, essas tatuagens não parecem ter funcionalidade adicional a não ser pela estética. No entanto, existe uma ligação entre elas e os controles do corpo de Feila, fazendo com que a garota não possa mencionar a ninguém o que passou enquanto esteve no laboratório. Se ela tentar, a língua irá travar e palavras já gravadas irão soar como se fossem as da filha de Perséfone, inventando desculpas para manter as pessoas alheias ao fato mesmo que ela não queira. Não se sabe quem a controla ou como. Não pode ser lavada ou retirada como a henna comum. É um efeito estético e interpretativo.] {Henna Modificada} (Nível Mínimo: --) {Sem elementos} [Recebimento: DIY — what if i only had one more night to live?, avaliada por e atualizada por Orfeu]

♦ As tatuagens são interpretativas e tal, visto que Feila se encontrou à beira de revelar o que passou. Não interfere em nada, obrigada.
Feila A. Rousseau
Filhos de Perséfone
Mensagens :
61

Localização :
Divando por aí

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermaria Healing Hills

Mensagem por Zyah Montagner em Sex 24 Jul 2015, 15:32


Visitando a Enfermaria, ao estilo toalha molhada.






Montagner passou pelo corredor da enfermaria, não vendo nada no seu caminho. Voava praticamente em desespero não se sentia desde o momento que acordou. Não era uma sensação comum de desgaste ou dor, era uma tonteira que não sabia identificar. Tudo se agravou quando ao sair do banho observou no chão gotas de sangue, Não pensou duas vezes em recorrer a enfermaria. Pois bem ali estava voando em direção ao socorro, em pânico não difícil decide em qual enfermaria entrar.

Logo optou por adentrar na que conseguia ver o curandeiro, la estava ele de jaleco e um bloco de anotações, como um filete de vento ele adentrou e quanto pairou sobre o chão finalmente observou que o caminho que percorreu estava marcado pela as gotas que caiam das narinas.  — Cara me ajuda , olha isso  — Apontou para o nariz acreditando que o curandeiro saberia como tratar de tal sintoma. A prole de Éolo não notou devido o desespero, que ainda estava de toalha de banho ate algumas partes do corpo cobertas por espuma. O que faria para melhorar? Se fosse um machucado comum de batalha, mais não sabia o porquê seu sangue decidiu sair do nariz, estava menstruando pelas narinas.



Adendos:
Poderes Passivos:
[1] Respiração – Sua respiração é perfeita por ser filho de Éolo, seu olfato é super avançado, podendo assim sentir odor e reconhecê-lo. Também consegue sentir o cheiro de longe, como por exemplo, você está em um determinado local da floresta e seu inimigo está do outro, você pode sentir o odor dele.

[1]Nuvem Particular – Você tem uma nuvem que carrega seus pertences, o máximo de itens acima dela é quatro. A mesma nuvem aparece e desaparece quando você quiser bata invocá-la quando precisar.

[2]Fôlego – Você consegue ficar sem respirar por um tempo, útil debaixo da água e em lugares intoxicados.

[2]Visibilidade Aérea - Eles enxergam as correntes de ar, assim como sua variação de temperatura e as direções delas. Servos de Éolo, que normalmente levam algum tempo para serem percebidos pelos outros, não fogem dos olhos dos filhos de Éolo, também.  

[2]Cansaço Nulo - Os filhos de Éolo não se cansam como os outros meio-sangues, pois chegam a captar uma maior quantidade de gás oxigênio.  

[4]Energia Eólica – Agora você pode capturar energia dos ventos para usar como fonte ou aperfeiçoar um ataque.

[5]Voar – Agora você pode voar perfeitamente no ar, como se você tivesse nascido voando. Pode fazer acrobacias, voar rápido e sua agilidade ficam maiores quando está voando.

[6]Cura no Ar – Você pode se curar quando estiver voando a uma altura razoável, o máximo de HP curado é 25%.

[6]Resistência a pressão atmosférica - Os filhos de Éolo, levando em consideração que voam e enfrentam as piores altitudes e afins, não sofrem efeitos da pressão atmosférica, podendo estar no mais alto dos picos que seria igual estar no nível do mar.

[7]Resistência Climática - Os servos de Éolo são responsáveis, mesmo que pouco, pelas estações do ano e pelas temperaturas. Então, os filhos dele conseguirão agüentar desde altas a pequenas temperaturas. Claro que há exceções e o bom senso e a vontade do narrador devem ser respeitados.

[8]Agilidade – Agora você é muito ágil e consegue se esquivar de vários ataques.

[10]Velocidade – Agora você se move tão rápido e silencioso quanto o vento.
Poderes ativos:
Nada !
Arsenal:
❃ Faca [Sua lâmina bronzeada mede cerca de 24 cm, e seu cabo tem o mesmo comprimento padrão. É bastante afiada e é perfeita para ataque ágeis e rápidos. O bom desta arma é sua eficiência tanto para mãos hábeis quanto para manuseios mais inexperientes, pois é uma arma curta, fácil de esconder e ao mesmo tempo fácil de manusear. Seu punho é feito de aço, mas uma camada de couro escuro cobre o aço para que o usuário possa segurá-la firmemente. Na parte inferior da lâmina, próxima ao cabo, há entalhado as siglas do Acampamento "CHB"; uma propriedade que só os meio-sangues e criaturas místicas podem ter e usar (ajuda um pouco na destreza)] {Bronze, aço e couro} (Nível mínimo: 1) {Nenhum elemento} [Recebimento: Administração; item inscrição padrão do fórum] Nuvem

❃{Twiste / Chackran} [Chackran de bronze sagrado, de formato circular e vazado no centro. A empunhadura é apenas levemente abaulada, não afetando a aerodinâmica, e exigindo atenção na hora do uso para quem não está acostumado. Decorado com arabescos, faz o leve som do vento ao ser lançado no ar. Transforma-se em um pequeno chaveiro com guizos no nível 20.]{Bronze sagrado} (Nível mínimo: 1)[Recebimento: Presente de Reclamação de Éolo] Nuvem

❃{Breeze / Broquel} [Broquel pequeno e circular, de bronze sagrado mas em tons prateados. Leve, não interfere no uso das armas] {Bronze sagrado} (Nível Mínimo: 1) [Recebimento: Presente de Reclamação de Éolo] Nuvem

❃ {Ded/Anel} O anel negro com uma fina linha branca em seu meio. Tal item tem o poder de, uma vez por missão, emitir uma pequena luz roxa e irá regenerar 15 hp de seu usuário ao desejo do mesmo. {Ouro negro e branco} (Nível mínimo: 4) {Nenhum elemento} [Recebimento: Missão "Derrube este livro", avaliada por Athena e att por Odisseu] Dedo anelar direito

❃ {Bright} / Colar [O pingente de prata em forma de ferradura mede pouco menos que cinco centímetros e vem acompanhado de uma fina corrente de mesmo material. Uma vez por evento ou missão, o utilizador pode acionar o item, que brilha intensamente e consegue iluminar uma área de 6 metros de raio. O efeito dura dois turnos, sendo o último de eficácia reduzida, iluminando até 3 metros de raio.] {Prata e Luz} (Nível mínimo: 10) {Elemento: Iluminação} [Recompensa pela missão "Angry Horses", desenvolvida por Lady Psiquê e atualizada por Asclépio.] Pescoço
Observações:
So o nariz sangrando mesmo, tipo muito  


TEMPLATE BY IAN do OOPS!
Zyah Montagner
Filhos de Éolo
Mensagens :
28

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermaria Healing Hills

Mensagem por Jhonn Stark em Seg 27 Jul 2015, 11:08


Enfermaria Healing Hills

Call me Stark. Doctor Stark.



Os atendimentos naquele dia estavam muito simples. Pela pouca experiência de Jhonn, ele sabia que algo estava prestes a acontecer. Algo estranho, complicado, ou uma mistura das duas coisas.

E lá estava Raleigh como primeiro paciente do dia. Um pouco mais calmo que o que o monitor estava acostumado a ouvir, o garoto de Apolo contou-lhe seus problemas com pedras, cortes e coisas do gênero. Jhonn apenas assentia, fitando seus ferimentos com interesse óbvio.

- Pedras, então. - Falou, pousando as mãos nos cortes, fechando-os um por um. - Interessante. Bem, você não me parece lá nas melhores condições que já vi, então... Permita-me.

Primeiro, o garoto tocou em sua testa, aliviando o cansaço físico do garoto. Em seguida, impôs as mãos nos pontos onde ele havia sido ferido, espalhando a anestesia.

Suspirando, ergueu as mãos e fez uma breve prece, vendo-as assumirem colorações diferentes. A esquerda era tomada por um brilho dourado, enquanto a direita era tomada por um brilho prateado. Aquele era um truque que ainda estava aperfeiçoando, então... Torcia para não explodir o semideus ao encostar as mãos em seus ombros.

A aura curativa era logo espalhada pelo brilho dourado, enquanto a prateada restaurava suas energias. Os cortes haviam sumido. Os hematomas, sido muito reduzidos.

- Vamos para o momento recomendação médica. - Disse, erguendo a mão direita, com o indicador para cima. - Não fique no caminho de pedras, lâminas, e de coisas idiotas que são potencialmente perigosas. Ah. E outra coisa. Se você quiser uma enfermaria no estilo campanha de guerra, com uma tenda empoeirada e uma maca velha, eu posso dar um jeito. Mas prefiro muito mais meu ar-condicionado, atendentes e tablets. Ok?

E então, despediu-se sorrindo. Sem um intervalo muito grande, viu um segundo garoto entrar na sala de atendimento, e manteve-se sério ao ouvir sua pergunta.

- Mi nombre es Edilio, señor. - Disse, com seu melhor espanhol improvisado. - Yo soy el sustituto del señor Stark. Siéntate, por favor. - É, nem todos caíam naquilo. - Ok, soy el señor Stark. Mas se sente assim mesmo. E aí, qual é a sua?

Pacientemente, escutou o garoto, assentindo e observando-o de alto a baixo.

- Eu até diria que o único remédio é a morte, mas hoje estoy de bom humor, e acho que cumpri minha cota de piadas. - Falou, erguendo uma sobrancelha. - Então, vou resolver de outro jeito.

Primeiro, colocou as mãos na cabeça do garoto. Inicialmente, aliviou o cansaço deste, e depois anestesiou-o. Torcia para aquilo parar pelo menos um pouco as dores.

- Olha, isso vai te deixar um pouco zonzo, acredito. - Falou. - E agora vem a segunda parte. Tanto para curar essa sua dor, quanto para o cansaço que eu sei que você sente.

Foi então que suas mãos tomaram outra vez as colorações anteriores: Dourado e prateado. Com a esquerda, tocou na cabeça do garoto, esperando que a aura de cura seguisse seu caminho e resolvesse aquilo. Com a outra mão, tocou em suas costas, curando seu cansaço.

- Yep, isso deve resolver seu problema. - Ele disse, sorridente. - Minhas dicas para você são: Pelos deuses, guarde uns remédios do mundo mortal. Se quiser trazer alguns pra mim também, eu aceitaria. Com remédios normais em falta, tenho que usar os dons de Asclépio pra essas coisas. Fora isso, hmm... Aprenda espanhol. É sempre bom, señor.

Em seguida, veio Feila. Jhonn arregalou os olhos ao ver - Ou sentir? Os dons de Asclépio eram confusos - suas condições, aproximando-se e levando-a até a maca mais próxima.

- Pelos deuses, moça. O que aconteceu com você? - Falou, já partindo para o toque anestésico. Então, pegou o prontuário de suas mãos, o estudando. - Primeiro, vamos cuidar desses ferimentos.

Com as duas mãos tomadas pelo brilho dourado, o garoto começou a tratar dos ferimentos mais aparentes, que deduzia serem de espancamento. Parou por um instante ao notar as tatuagens, mas no iria perguntar. Sua função no momento era só curá-la, e ele sabia que na vida de semideus, algumas coisas eram complicadas de explicar.

Em seguida, passou para o brilho prateado, segurando os ombros da garota. A energia renovadora de Asclépio passava para ela, restaurando suas forças. Jhonn também retirou o cansaço da jovem, já que ela parecia precisar.

- Só... Fique bem, ok? - Ele disse. - Não peço para que me prometa isso. Mas pelo amor de Héstia, tente. Caso precise de alguém para ajudar, ou só falar... Bem, você sabe.

Ela então saiu da sala, e o silêncio reinou por um tempo. Sabem aquela história de "algo estranho vai acontecer?" Ela se concretizou nos próximos cinco minutos.

Em um instante, não havia nenhum paciente. No outro, lá estava o garoto de toalha, fazendo Jhonn arregalar os olhos outra vez.

- Cara me ajuda - Ele dizia. - Olha isso.

- Mas que diabos? - Disse ele, desconfortável. - Olha, eu não sou médico dessas coisas e...

Foi então que notou que o problema era nas narinas do rapaz, não... Bem, vocês sabem. Aquilo era uma cascata de sangue, não um nosebleed normal.

- Ah. O nariz. Tá. - Disse. - Olha, vou tentar algo. - Falou, deixando as mãos cobertas pelo brilho dourado de cura. - Só... Se sente, e não fique a vontade de mais, entende?

Então, pousou os dedos no rosto do jovem, focando a energia naquela região, procurando atingir uma provável causa para aquilo.

- Você parece... Cansado. - Disse, ao fim do tratamento. O sangramento havia parado, graças aos deuses. - E ensaboado. Enfim. Hora da segunda parte do tratamento.

As mãos foram tomadas pelo tom prateado. Stark então pousou-as nos ombros do outro, esperando a energia ser passada para seu corpo. Em um instante, ele estava novinho em folha.

- Ok, moço. - Ele disse, sorrindo. - Só... Tente não arrumar mais nosebleeds insanos assim, e tente vir vestido das próximas vezes. Mais um conselho: Não saia voando. Muita gente passa pelo camp, e se olharem pra cima... Bem, geralmente eles querem ver nuvens. Não outras coisas.

Então o liberou, anotando aquela criatura nos crescentes casos estranhos dali. Quem sabe um dia não abriria um bom seriado de medicina no Olimpo.

Atualizações e poderes:
Atualizações:
Raleigh H. Geiszler: Full HP/MP.
Beowulf H. Murphy: Full HP/MP.
Feila A. Rousseau: Full HP/MP.
Zyah Montagner: Full HP/MP.
Poderes:
Passivos:

Conforto Restaurador (Nível 2)
Ao realizar um exame prévio e acomodar um paciente em sua enfermaria, recepcionando-o e tratando com cuidado, no ambiente adequado e modificado com as condições especiais para isso, o paciente fica mais predisposto ao tratamento e assim as habilidades do curandeiro tornam-se mais efetivas, ampliando o valor restaurado em 20% (arredondado para baixo, mínimo de 1 ponto). Por ser necessário certo preparo anterior, somente funciona na enfermaria ou em situações de conforto. Não afeta a si próprio, obviamente. Não serve para cicatrizar ou quaisquer outros efeitos, apenas a recuperação de vida; para obter tais efeitos, deve-se, ao menos por enquanto, utilizar de métodos convencionais. [Modificado de ativo para passivo, antigo "Boas vindas curadoras"]

Alquimista (Nível 6)
Quando um seguidor do deus da medicina estuda a alquimia, ficará pronto para preparar poções, venenos, pomadas e outros tipos desses objetos. As “bebidas” criadas pelos alquimistas só poderão ser usadas na situação atual; ou seja, não poderão ficar com as doses extras após a missão, evento, treino ou trama (isto é, caso prepare uma poção e não utilize todas as suas doses, ele as perderá – a exceção é a enfermaria, pois se um curandeiro formular uma poção, esta poderá ser utilizada por ele em outro paciente num outro post; não ocorrerá de ser adicionada ao seu arsenal).

Olhar Clínico (Nível 13)
Há uma espécie de lenda urbana que diz “grandes médicos sabem o que o paciente sente apenas de olho”. Pois bem, isso se aplica aos aprendizes, mas de uma forma diferente: ao avistar alguém, consegue “ver” as informações de saúde deste indivíduo (por exemplo, possíveis fraturas, doenças, batimentos cardíacos, oxigenação, vida, energia e situações psicológicas e sociais naturais). Estas informações aparecem em forma de dados e gráficos para o aprendiz, como na tela de um monitor de hospital. Algumas informações, como situações psicológicas e sociais só se aplicam a pessoas que deixarem o curandeiro ter esse conhecimento, o que resume a, normalmente, aliados. Isso faz com que seus diagnósticos agora sejam mais precisos, mas podem ser enganados por meios mágicos e poderes que alterem sua percepção.

Aura de restauração (Nível 43)
A presença do curandeiro emite uma aura que afeta seus aliados próximos, ampliando fatores de cura/ regeneração e ampliação próprios enquanto em uma área a até 25m de raio de distância do servo de Asclépio. Isso faz com que as restaurações sejam 50% maiores (mínimo de 1 ponto) mas não altera as condições das mesmas. Adicionalmente, seus próprios fatores naturais (regenerações passivas, não poderes ativos) são ampliados, desde que, obviamente, ele esteja dentro da situação especificada. [Novo]

Ativos

Curar ferimentos (Nível 1)
Após fazer uma pequena e rápida oração ao seu mestre Asclépio, as mãos do Curandeiro serão tomadas por uma luminosidade de fraca coloração dourada, permitindo com que o usuário recupere uma parte do HP do alvo com o toque direto. A cura será equivalente ao custo de Mp deste poder x 1/2 do nível do curandeiro, arredondado para baixo (mínimo de cura = 4). Pode ser utilizado sobre si mesmo. Uso livre na enfermaria, mas limitado a 1 uso por aliado a cada combate enfrentado. Custo base a ser multiplicado pelo nível = 4 de MP.[Modificado]

Toque Energético (Nível 3)
Após fazer uma pequena e rápida oração ao seu mestre Asclépio, as mãos do Curandeiro serão tomadas por uma luminosidade de fraca coloração prateada, permitindo com que o usuário recupere uma parte do MP do alvo com o toque direto. A restauração será equivalente ao custo de MP deste poder x 1/2 do nível do curandeiro, arredondado para baixo (mínimo 1). Não pode ser utilizado sobre si mesmo. Para fins de gasto de MP e cálculo de recuperação, é considerado um poder nível 1. Uso livre na enfermaria, mas limitado a 1 uso por aliado a cada combate enfrentado. Custo base a ser multiplicado pelo nível = 4 de MP.[Modificado]

Descanso (Nível 6)
O cansaço é um inimigo muitas vezes pior que armas. Ao utilizar este poder, com contato direto entre curandeiro e paciente – que não poderá ser si mesmo –, este último ficará isento de qualquer tipo de canseira. Os efeitos serão como se o doente tivesse acabado de dormir por oito horas (que é o recomendado para um homem adulto), eliminando penalidades provocadas por fadiga, seja natural ou induzida - não recupera HP ou MP, apenas retira as consequências da condição.

Anestesia (Nível 11)
A dor causada por machucados pode, agora, ser aliviada pelos curandeiros de forma mística. Tocando os músculos feridos, consegue retirar quaisquer dores do paciente, o que pode ajudar até mesmo na concentração e na calma deste. Não afeta o HP, apenas dores que podem ser debilitantes. Pode ser usado em si mesmo. O alivio dura por 3 rodadas.

Cicatrização II (Nível 15)
Agora o dom de cicatrizar cortes e ferimentos já está mais forte nos seguidores de Asclépio. Ao tocar as feridas abertas, estas se fecharão em uma rodada, impedindo hemorragias e sangramentos, anulando tais penalidades em casos de efeitos de nível igual ou menor que o curandeiro, ou reduzindo-as a apenas 25% se maior. Adicionalmente, recupera 5% da HP e MP do alvo, quando em outra pessoa, ou 5% da HP quando em si mesmo (sempre arredondando para baixo). A cicatriz ficará no local, mas será discreta, independente do tipo de ferimento. Este poder só pode ser usado em si mesmo se conseguir tocar o ferimento. 1 utilização por batalha.

~Atualizado por Asclépio. +100 dracmas pelos atendimentos.~


Jhonn Stark
Curandeiros de Asclépio
Mensagens :
689

Localização :
Acampamento Meio-Sangue

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermaria Healing Hills

Mensagem por Zoey Montgomery em Seg 27 Jul 2015, 12:39

Steve adentrou os limites do acampamento sem dificuldade. Afinal, já o fizeram muitas vezes quando ainda morava ali, e saia em missões ou afins. Agora, entrar carregando um corpo de uma semideusa inconsciente, coberta de sangue, com um corte feio no rosto e um buraco nas mãos era outra coisa. 

Depois que Zoey matou o filho de Hécate, a menina simplesmente deu dez passos e caiu no chão, completamente inconsciente. O filho de Atena não sabia se era devido ao cansaço físico, mental, ou se seria dos dois. Mas depois de ter usado tanto poder, a loira merecia um descanso. 

Caminhou até a área central do lugar, indo diretamente na direção das enfermarias e adentrando na primeira que avistou. E caiu em uma sala de espera, climatizada e moderna, que faria o semideus parar para analisar tudo aqui se não fosse pela criança em seus braços. 

- Com licença. Preciso do curandeiro daqui urgente. - o homem falou, permitindo que a recepcionista com quem falava visse o estado da filha do sol. - Zoey precisa de ajuda. 

Observações:
Só para constar, Zoey está com sangue nas roupas e na pele (mas não é dela, mas né q), um corte fundo na bochecha direita e um buraco feito por uma adaga que atravessou a mão esquerda dela. Qualquer dúvida, sabe onde me achar q

roubado de 
Zoey Montgomery
Feiticeiros  de  Circe
Mensagens :
1159

Localização :
Ilha de Circe

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermaria Healing Hills

Mensagem por Jhonn Stark em Seg 27 Jul 2015, 15:30


Enfermaria Healing Hills

Call me Stark. Doctor Stark.



A enfermeira saltou de seu assento, passando para o outro lado do balcão e ajudando a segurar a moça. Aquele ali de longe era o caso mais grave que a enfermaria havia recebido desde sua fundação. A garota então encarou o semideus.

- Podemos pular os procedimentos padrões, acredito. - Disse. - Siga-me. Vamos para a sala de atendimento.

*     *     *     *     *     *     *     *     *     *     *     *     *

Novamente, despejava a amora em pó nos copos de suco de maçã, tendo medido tudo anteriormente para não explodir o lugar. Assim que o fez com os três copos, começou a mexer o conteúdo destes, até que assumisse a coloração arroxeada que ele tanto gostava. O resto do preparo foi simples: acrescentar o açúcar e as duas folhas de hortelã por copo. Em um instante, lá estavam: mais três poções para o seu estoque. Duas maiores, uma menor. Jhonn já iria se dar um momento de folga, mas como sabemos, nessas horas, sempre algo acontece.

E para comprovar isso, foi nesse instante que viu a nova paciente entrar na enfermaria, e aquele sim era um caso grave.

Sangue. Aquela era a primeira coisa que o garoto notava. Em seguida, seus olhos comprovaram o que já esperava: além dos danos físicos, a garota estava completamente esgotada. Tudo só piorou quando viu o seu rosto, reconhecendo-a de um dos seus treinos. Lá estava ela: a garota atrasada.

- Zoey? - Disse, se aproximando.

Ajudou os dois a colocar a semideusa em uma das macas. Mesmo inquieto, se aproximou e começou a cicatrizar as feridas, por ordem de gravidade. Enquanto isso, encarou seu pequeno assistente, apontando para a bancada. Para as poções. Assim que o garoto assentiu e seguiu naquela direção, Jhonn passou para a próxima etapa: suas mãos logo assumiam o brilho dourado com o qual estava se acostumando, e as colocou acima de onde os ferimentos maiores haviam se encontrado. Torcia para que a energia curativa fosse o bastante para mantê-la viva.

Em seguida, deixou as mãos cobertas pelo brilho prateado, começando o processo de restauração de energia. Aguardou até o fim, extraindo o potencial máximo daquele efeito. Com os olhos, notou que nada daquilo havia sido o suficiente.

- Por Héstia. - Disse, sacudindo a cabeça negativamente. Então, virou-se para o pequeno Ivan. - Por favor, coloque uma folha de hortelã na boca dela, e a faça tomar essas poções. Primeiro a pequena, e em seguida a maior. Preciso passar para um tratamento mais intensivo.

É, era hora do primeiro tratamento intensivo. Focando-se, fez o fogo azul surgir em suas mãos, e pousou-as na paciente. Talvez, apenas talvez, aquilo pudesse ajudá-la mais um pouco.

Quando terminou, Ivan afastava-se com os copos vazios. Encarou a moça outra vez, temeroso. Felizmente, ela já estava um pouco melhor: sua vitalidade estava estabilizando, então, só lhe restava cuidar de sua energia.

Não poderia fazer muita coisa pelos próximos minutos, então... Cuidaria apenas de trazer conforto à paciente para quando esta despertasse. Inicialmente, cuidou de anestesiá-la para caso ainda sentisse alguma dor. Despertar com dores era horrível. A seguir, usou seus poderes para retirar o cansaço físico da garota, e esperou que ela despertasse.

- Zoey? - Falou. - Você pode me ouvir?

Atualizações e poderes:
Atualizações:
Zoey Montgomery: Full HP; 394MP. Caso queira continuar o tratamento, só postar de novo que o full is coming.
Poderes:
Passivos:

Conforto Restaurador (Nível 2)
Ao realizar um exame prévio e acomodar um paciente em sua enfermaria, recepcionando-o e tratando com cuidado, no ambiente adequado e modificado com as condições especiais para isso, o paciente fica mais predisposto ao tratamento e assim as habilidades do curandeiro tornam-se mais efetivas, ampliando o valor restaurado em 20% (arredondado para baixo, mínimo de 1 ponto). Por ser necessário certo preparo anterior, somente funciona na enfermaria ou em situações de conforto. Não afeta a si próprio, obviamente. Não serve para cicatrizar ou quaisquer outros efeitos, apenas a recuperação de vida; para obter tais efeitos, deve-se, ao menos por enquanto, utilizar de métodos convencionais. [Modificado de ativo para passivo, antigo "Boas vindas curadoras"]

Alquimista (Nível 6)
Quando um seguidor do deus da medicina estuda a alquimia, ficará pronto para preparar poções, venenos, pomadas e outros tipos desses objetos. As “bebidas” criadas pelos alquimistas só poderão ser usadas na situação atual; ou seja, não poderão ficar com as doses extras após a missão, evento, treino ou trama (isto é, caso prepare uma poção e não utilize todas as suas doses, ele as perderá – a exceção é a enfermaria, pois se um curandeiro formular uma poção, esta poderá ser utilizada por ele em outro paciente num outro post; não ocorrerá de ser adicionada ao seu arsenal).

Olhar Clínico (Nível 13)
Há uma espécie de lenda urbana que diz “grandes médicos sabem o que o paciente sente apenas de olho”. Pois bem, isso se aplica aos aprendizes, mas de uma forma diferente: ao avistar alguém, consegue “ver” as informações de saúde deste indivíduo (por exemplo, possíveis fraturas, doenças, batimentos cardíacos, oxigenação, vida, energia e situações psicológicas e sociais naturais). Estas informações aparecem em forma de dados e gráficos para o aprendiz, como na tela de um monitor de hospital. Algumas informações, como situações psicológicas e sociais só se aplicam a pessoas que deixarem o curandeiro ter esse conhecimento, o que resume a, normalmente, aliados. Isso faz com que seus diagnósticos agora sejam mais precisos, mas podem ser enganados por meios mágicos e poderes que alterem sua percepção.

Aura de restauração (Nível 43)
A presença do curandeiro emite uma aura que afeta seus aliados próximos, ampliando fatores de cura/ regeneração e ampliação próprios enquanto em uma área a até 25m de raio de distância do servo de Asclépio. Isso faz com que as restaurações sejam 50% maiores (mínimo de 1 ponto) mas não altera as condições das mesmas. Adicionalmente, seus próprios fatores naturais (regenerações passivas, não poderes ativos) são ampliados, desde que, obviamente, ele esteja dentro da situação especificada. [Novo]

Ativos

Curar ferimentos (Nível 1)
Após fazer uma pequena e rápida oração ao seu mestre Asclépio, as mãos do Curandeiro serão tomadas por uma luminosidade de fraca coloração dourada, permitindo com que o usuário recupere uma parte do HP do alvo com o toque direto. A cura será equivalente ao custo de Mp deste poder x 1/2 do nível do curandeiro, arredondado para baixo (mínimo de cura = 4). Pode ser utilizado sobre si mesmo. Uso livre na enfermaria, mas limitado a 1 uso por aliado a cada combate enfrentado. Custo base a ser multiplicado pelo nível = 4 de MP.[Modificado]

Toque Energético (Nível 3)
Após fazer uma pequena e rápida oração ao seu mestre Asclépio, as mãos do Curandeiro serão tomadas por uma luminosidade de fraca coloração prateada, permitindo com que o usuário recupere uma parte do MP do alvo com o toque direto. A restauração será equivalente ao custo de MP deste poder x 1/2 do nível do curandeiro, arredondado para baixo (mínimo 1). Não pode ser utilizado sobre si mesmo. Para fins de gasto de MP e cálculo de recuperação, é considerado um poder nível 1. Uso livre na enfermaria, mas limitado a 1 uso por aliado a cada combate enfrentado. Custo base a ser multiplicado pelo nível = 4 de MP.[Modificado]

Descanso (Nível 6)
O cansaço é um inimigo muitas vezes pior que armas. Ao utilizar este poder, com contato direto entre curandeiro e paciente – que não poderá ser si mesmo –, este último ficará isento de qualquer tipo de canseira. Os efeitos serão como se o doente tivesse acabado de dormir por oito horas (que é o recomendado para um homem adulto), eliminando penalidades provocadas por fadiga, seja natural ou induzida - não recupera HP ou MP, apenas retira as consequências da condição.

Anestesia (Nível 11)
A dor causada por machucados pode, agora, ser aliviada pelos curandeiros de forma mística. Tocando os músculos feridos, consegue retirar quaisquer dores do paciente, o que pode ajudar até mesmo na concentração e na calma deste. Não afeta o HP, apenas dores que podem ser debilitantes. Pode ser usado em si mesmo. O alivio dura por 3 rodadas.

Cicatrização II (Nível 15)
Agora o dom de cicatrizar cortes e ferimentos já está mais forte nos seguidores de Asclépio. Ao tocar as feridas abertas, estas se fecharão em uma rodada, impedindo hemorragias e sangramentos, anulando tais penalidades em casos de efeitos de nível igual ou menor que o curandeiro, ou reduzindo-as a apenas 25% se maior. Adicionalmente, recupera 5% da HP e MP do alvo, quando em outra pessoa, ou 5% da HP quando em si mesmo (sempre arredondando para baixo). A cicatriz ficará no local, mas será discreta, independente do tipo de ferimento. Este poder só pode ser usado em si mesmo se conseguir tocar o ferimento. 1 utilização por batalha.

Héstia:

Cura das chamas [20] - O usuário consegue materializar umas espécie de fogo azul, considerado incomum por não ser nada ofensivo. Na verdade, possui propriedades curativas capazes de recuperar 15% do HP do alvo uma vez por missão/evento.

Poções:

Nível 9
Poção Energética Simples: Ao ser produzida da forma apropriada, a poção adquirirá uma tonalidade arroxeada e um gosto frutífero refrescante e adocicado; comum e imprescindível para os curandeiros, ela não precisa da especialização ‘Alquimista’ para ser feita. O efeito dela é, quando sorvida para dentro dos lábios, restaurar a energia do cliente. É óbvio e claro que ela não pode ser ingerida em excesso e, portanto, seu uso só é liberado uma vez a cada turno.

Nível 15
Poção Energética Média: Ao ser produzida da forma apropriada, a poção adquirirá uma tonalidade arroxeada, levemente brilhante e um gosto frutífero de refrescante e adocicado; também como a poção vitalícia média, esta só pode ser criada por aqueles curandeiros que decidiram tornar-se Alquimistas. Por questões de segurança, ela só pode ser ingerida uma vez por turno.

~Atualizado por Quíron~


Jhonn Stark
Curandeiros de Asclépio
Mensagens :
689

Localização :
Acampamento Meio-Sangue

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermaria Healing Hills

Mensagem por Zoey Montgomery em Ter 28 Jul 2015, 13:00

O corpo de Zoey pesava. E doía. Caramba, como doía. Ela não conseguia mexer um músculo sequer, e cada célula de seu corpo parecia gritar em agonia apenas com o simples pensamento de levantar as pálpebras. Aquilo era irritante.

E, de repente, as dores começaram a sumir. Mas dores não somem do nada, e só imaginou que poderia estar em um lugar: a enfermaria. E por quê? Bom, por que esse foi o primeiro lugar que surgiu em sua mente. E provavelmente Steve a levara ali.

Aos poucos, começou a sentir que todas as dores do corpo começaram a ser aliviadas, fazendo com que a menina respirasse de alívio. Então ouviu uma voz masculina. O cérebro da menina demorou um tempo para processar e fazê-la abrir os olhos e, quando o fez, abriu-os vagarosamente, encarando o teto do lugar. 

Mesmo que não se sentisse mais tão fraca como estava antes, a menina sentia-se cansada, então não ousou sequer sentar, virando apenas a cabeça na direção da voz que falara com ela outrora. E avistou o garoto que lhe dera aquele treino na biblioteca certa vez. O monitor de Héstia.

- Jhonn. - sussurrou. - Oi. 

roubado de
Zoey Montgomery
Feiticeiros  de  Circe
Mensagens :
1159

Localização :
Ilha de Circe

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Enfermaria Healing Hills

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 02:57

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 6 1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum