Percy Jackson e os Olimpianos RPG BR
Bem vindo ao maior fórum de RPG de Percy Jackson do Brasil.

Já possui conta? Faça o LOGIN.
Não possui ainda? Registre-se e experimente a vida de meio-sangue.

— Mind Over Matter {Story Mode: Logan e Mirelle}

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

— Mind Over Matter {Story Mode: Logan e Mirelle}

Mensagem por Mirelle Fay em Seg 31 Ago 2015, 21:08


☯ Mind Over Matter
Does it matter to any of us?


A
noite, acolhedora a alguns, assustadora a outros, já envolvia o acampamento em seu manto. Naquele horário, em dias comuns, provavelmente os campistas já estariam em suas camas, afastados de suas garras frias, debaixo de seus cobertores quentes envoltos em uma falsa sensação de segurança. Mas não para alguns deles. Não naquela noite.

Objetivos:

— Uma reunião acontecera na biblioteca. Nessa, medidas de proteção ao acampamento e reforço das defesas são discutidos.

— Os chalés de progenitores ligados de alguma forma à noite ou à escuridão ficam responsáveis por esse horário. Logan, monitor do chalé de Perséfone, fica sob o comando.

— Os campistas responsável pela patrulha daquela noite já se reuniam ao redor de uma fogueira. Os grupos são separados e suas funções atribuídas. Ao final, Logan e Mirelle ficam responsáveis pela defesa da Colina.

Participantes:

— Logan Montecarlo, filho de Perséfone e mentalista, nível 42.
— Mirelle Fay, filha de Nyx e mentalista, nível 23.

Informações extras:

— Local: Acampamento Meio-Sangue; Colina.
— Período: Início da noite.
— Tempo: Céu limpo, temperatura amena.



And if the world don't break
I'll be shaking it
Mirelle Fay
avatar
Mentalistas de Psiquê
Mensagens :
881

Localização :
Inside Your Mind...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Mind Over Matter {Story Mode: Logan e Mirelle}

Mensagem por Logan Montecarlo em Seg 31 Ago 2015, 21:12


you know you're on my mind
mirelle fay ❀ post não sei sou de boas ❀ não ouvindo isso
Então, Logan cruzou os braços sobre a mesa, demostrando um certo desconforto com a situação. Os monitores e líderes olhavam pra si, assim como Quíron - e foi justamente aquele fitar de olhos do centauro que convenceu-o.

— Tá, eu começo na patrulha — soltou, com certo pesar. Antes de sair dali, ainda diria que precisaria de outro chalé que se dispusesse a dividir a tarefa, nem que o monitor não pudesse assumi-la consigo; dessa forma, o de Nix ficou também sob sua incumbência, até pela familiaridade com o ambiente noturno.

Quando a reunião dos representantes teve seu fim, Logan já sabia que a noite seria longa, mesmo que o relógio marcasse apenas quatro e meia da tarde.

[...]

Naquele dia, bilhetes foram afixados nos painéis de avisos dispostos em ambos os chalés, tanto no de Nix quanto no de Perséfone. Com uma caligrafia meio descuidada, mas suficientemente legível, ficava afirmado: todos aqueles que estiverem aptos ao combate deverão permanecer na fogueira após o toque de recolher. Levem suas armas e estejam prontos para defenderem o Acampamento.

[...]

Assim que os campistas já começaram a ir embora, Logan foi contando com olhar, dividindo já os seus soldados em grupos de cinco. Ao todo, tinha quatro grupos completos e mais dois semideuses - ele e qualquer um que sobrasse.

— Bom — começou quando a atenção dos voluntários fora depositada em si —, acho que todos possuem alguma ciência da situação complicada do Acampamento. Sendo bem objetivo, as fronteiras foram afetadas com os ataques mais recentes, o que exigiu uma tarde inteira de discussão entre o Conselho pra definirmos quais medidas seriam tomadas de forma a amenizar esse risco. — Nisso, ele fitou um por um, girando a cabeça. — Entre essas medidas, estava o retorno da Patrulha da Fronteira.

Ele deixou que aquelas palavras caíssem sobre as consciências dos semideuses. Por ser mentalista, notou algumas alterações nas emoções aqui e acolá: esse teve medo, este outro ficou animado, aquela ali segurou o cabo da espada com mais força. Ao seu modo, todos reagiram, e Logan se fez ouvir novamente:

— Caso alguém queira desistir, essa é a hora.

Nesse momento, houve inquietação da parte dos meio-sangues; alguns cochichos foram ouvidos, mas - surpreendentemente - ninguém desistiu. O sorriso encorajador de Logan era a manifestação física da aprovação interna que ele tivera daquela atitude corajosa.

Havia um rosto familiar entre aqueles, mas decidiu não comentar nada no momento.

— Muito bem. Então vamos fazer assim.

[...]

Já no topo da Colina Meio-Sangue, próximo ao Pinheiro de Thalia e sob a proteção de Peleu, o dragão guardião do Velocino de Ouro, Logan revisou os grupos e passou últimas instruções: a principal delas era rever a nomeação a posição dos grupos. Alfa ficaria do lado direito da Colina; Beta e Gama dividiram o flanco esquerdo, que era o maior, um grupo na fronteira da floresta, e outro no meio de caminho entre um ponto e outro; Teta cobriria a extensão limite com os Campos de Morango, mais distante dos outros. Logan, junto de sua assistente pessoal, defenderiam o topo da Colina de um possível ataque direto, coordenando os outros grupos pela telepatia.

— Ocupar posições — instruiu Logan após, no mínimo, dar um cumprimento individual a cada patrulheiro.

Oportunamente, aquele rosto familiar - que curiosamente também era a anterioemente mencionada assistente pessoal - da fogueira acabou ficando sem grupo.

— E aí, Mirelle? — disse para a filha de Nix, lançando-lhe um sorriso e recordando-se do treino dos mentalistas no Submundo, que fora quando a conhecera de vista. — Quanto tempo, hein.

OBSERVAÇÕES:
Armas:

— {Flowerblade} / Espada [Uma espada que mede cerca de 70 cm, sendo que sua lâmina é em torno de 60 cm. Sua lâmina é de aço e fica em um tom diferente conforme a estação do ano, e o pomo tem a forma de uma rosa desabrochando. Seu guarda-mão tem um formato de quatro pétalas laterais divididas igualmente, e no centro há um brasão em forma de flor, adaptável ao gosto do meio-sangue. Ao matar alguém, toda a sua estrutura torna-se negra e gélida, relembrando ao filho de Perséfone o sofrimento que uma morte pode causar (e cárcere também). Quando a arma fica deste jeito, todo o monstro que tocá-la será automaticamente coberto por uma energia escura, que o deixará lento (esse efeito só passa após duas rodadas).] {Aço} (Nível Mínimo: 1) {Não Controla Nenhum Elemento} [Recebimento: Presente de Reclamação de Perséfone] (CINTURA)

— Anima Bracelet. [Um bracelete de prata com o desenho de borboleta em ouro. Esse bracelete pode ser ativado com o desejo mental do usuário e transforma-se em uma corrente que pode medir 10m. Essa corrente é feita de prata e ouro sagrado, bastante resiste a tal ponto de ser semi-indestrutível. Ela obedecerá aos comandos mentais do mentalista com perfeição, independente do nível que ele esteja.] [Materiais: Ouro Sagrado e Prata Sagrada] (Nível mínimo 1) {Elemento: Psíquico} [Recebimento: presente por ser mentalista] (BRACELETE)

— {Flower's Wonderwall} / Armadura [Feita de magnésio, é leve e não prejudica tanto a movimentação quanto uma feita de outros materiais. É constituída pela couraça, que protege o tronco, espaldares que protegem o ombro, grevas para a parte inferior das pernas, e os braços e pernas da armadura. Não possui manoplas nem escarpes. Foi projetada com base em armaduras medievais, e é semelhante a estas. Quando o semideus desejar, se transforma em roupas casuais para que a armadura possa passar despercebida.] {Magnésio} (Nível Mínimo: 15) {Não controla nenhum elemento} [Recebimento: Presente de Harry S. Sieghart] (CORPO)

— {Fênix de Ka-Ha-Si} / Amuleto Místico Inuíte. [É um colar que possui um pingente de gelo que nunca derrete, cujo formato é o de uma fênix de asas abertas. Conquistada pelo semideus no Alasca, após um teste feito pelo Mestre dos Ursos. Bonifica aspectos físicos (força, agilidade, velocidade, etc; +15%) quando exposto à condições frias (temperaturas abaixo de 10ºC). Em casos extremos, quando o proprietário estiver com menos que a metade de seu total de HP, o amuleto pode desenvolver propriedades curadoras, em cerca de 10% do HP total. Os poderes totais da joia ainda não foram descobertos. Sua ativação dura por três rodadas, uma vez por missão.] {Zero Absoluto - Nunca derrete.} (Nível Mínimo: 15) {Elementos que controla: Nenhum} [Recebimento: DIY ~ Alaska II, por Hécate](Att por Hécate). (PESCOÇO)

— {Graces and Muses} / Colar [É um colar que possui um pingente de coração, feito de rubi. Dado pelo respeito adquirido dentre as Graças, dá ao usuário uma certa “aura agradável”, que faz com que o torne mais “interessante” para aqueles que o utilizador quiser, assim podendo persuadir mesmo aqueles que possuam resistência e sejam até cinco níveis maiores que o semideus, embora não dê a capacidade de, de fato, persuadi-lo, sendo ainda necessário desenvoltura de postagem e outros elementos, mas ajuda na sedução/persuasão, fazendo com que até seres divinos - que sejam neutros os favoráveis ao semideus - no mínimo escutem o que ele tem a falar, mesmo que normalmente não o obedeçam.] {Rubi} (Nível Mínimo: 20) {Persuasão, Habilidade Corporal (Dança)} [Recebimento: DIY ~ Moulin Rouge] (PESCOÇO)

♦ {Luto} / Bandana Preta [Carregando a aura pesada do atentado terrorista ao Acampamento no réveillon, essa faixa preta do tamanho de 50cm de comprimento por 5cm de largura possui uma propriedade interessante: tais como em cerimônias lúgubres, onde se dedica um minuto de silêncio em respeito à fatalidade ocorrida, os movimentos do usuário ficam silenciados por um turno inteiro; tal "bênção", no entanto, não afeta fala ou poderes (não se poderia silenciar uma explosão, por exemplo), podendo ser utilizada unicamente em ações relacionadas à movimentação (um pulo, uma caminhada, uma corrida, o ruído de passos - desde que provindos do portador, seriam silenciados e não poderiam ser escutados, independente de poderes como "audição perfeita"). Pode ser utilizada duas vezes por ocasião (missão, evento, treino, dentre outros).] {Tecido preto} (Nível Mínimo: 1) [Recebimento: Evento de Encerramento, "Burn, Baby, Burn! - Postagem Aberta". Jan/2015.] (BRAÇO DIREITO)

Colar da hidra [Colar feito de couro entrelaçado com um pingente de escama reptiliana. Ao ser ativado duas vezes por missão, o item fornece ao usuário a capacidade de emitir uma rajada de ácido, como um sopro, pela boca, em linha reta e com alcance de 9m. Além do dano inicial, o alvo ainda perde mais 10 HP por turno durante o mesmo período, não cumulativos - ambos os danos, tanto inicial quanto secundário, afetando também seus itens. Três ativações por evento. Para fins de resistência, os poderes desse item equivalem ao nível 40. (Nível mínimo 40) {Material: couro e escamas} [Ganho como recompensa pelo evento "O levante"] (PESCOÇO)

Braçadeira escamosa [Feita de escamas reptilianas resistentes e em padrão multicolorido, ao ser ativada esta braçadeira fornece uma espécie de regeneração - não chegando a recuperar vida, mas impedindo danos constantes, como efeitos de sangramento ou corrosão (apenas no semideus, não em itens). Não afeta dano de envenenamento, e nem recupera dano já tomado, apenas impede a persistência de um efeito. Dura 3 turnos, 1 vez por evento. (Nível mínimo: 07) {Material: Escamas multicoloridas} [Ganho como recompensa pelo evento "O levante"] (BRAÇO ESQUERDO)




Nenhum passivo que mereça especial destaque, eu acho, já que foi tudo meio interpretativo. Nenhum ativo foi utilizado, eu acho.

young the giant
(ft. logan montecarlo)
thanks maay
Logan Montecarlo
avatar
Monitor de Perséfone
Mensagens :
339

Localização :
viajei por aí

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Mind Over Matter {Story Mode: Logan e Mirelle}

Mensagem por Mirelle Fay em Seg 31 Ago 2015, 21:56

Mind x Matter
Be careful making wishes in the dark,
Can’t be sure when they’ve hit their mark
All the lights aglow

M
uito tempo já havia passado desde que Mirelle pusera pela última vez os pés fora do acampamento, e a cada vez mais tinha que lidar com o sentimento de falta; sentia saudades da vida meio fixa, meio nômade, sem muitas certezas, mas com muitas esperanças. Sentia falta do barulho de motores potentes roncando, de risadas rudes, ao mesmo tempo que carinhosas, do clima familiar entre todas aquelas pessoas, da noite como única garantia. Mas, mais que qualquer coisa, sentia falta do seu pai.

Contudo, todo esse tempo havia sido suficiente para que considerasse aquele lugar como sua casa. Seguia uma vida que nunca tivera chance de experimentar, a não ser por breves amostras, e isso cativava a leal filha de Nyx de uma forma incrível. E talvez fosse justamente isso que levara-a a decidir permanecer na fogueira naquele dia no mesmo momento em que lera o bilhete. Claro que também havia a sua honra por defender algo que julgava pertencer, mas a parcela sentimental era ainda maior e, certamente, mais expressiva.

Assim, enquanto o local rapidamente esvaziava, a garota apenas permaneceu em sua posição junto a um tronco, os olhos fixos nas chamas que iluminava a noite, projetando sombras sobre os presentes. Uma canção antiga, simples, saia despreocupadamente de seus lábios, em um tom baixo que sequer ela poderia escutar, enquanto as mãos torciam a pequena corrente entre seus dedos. Apesar do aparente distanciamento, Fay não poderia estar mais presente. Sua mente sondava a dos outros campistas, sentindo seus... tons, por assim dizer, sem chegar a tocá-las de fato; além disso, escutava atenta a qualquer sussurro sem importância, e com a visão periférica notava a movimentação dos últimos transeuntes.

Quando uma voz projetou-se com liderança calando os sussurros, a mentalista ergueu o olhar, sem cessar o movimento dos lábios ou das mãos. De imediato julgou reconhecer o rapaz moreno que explicava-lhe a situação, e bastou um pequeno instante para que a recordação de um abismo negro permeado com o cheiro fétido de enxofre viesse em mente, e reconhecesse o outro como seguidor da mesma deusa. Escutava às palavras com atenção, e em momento algum suas decisões oscilaram; pelo contrário, o discurso reforçando a necessidade de medidas advindas dos próprios campistas inflamou ainda mais o sentimento de lealdade que sentia junto ao acampamento, o sentimento que a impulsionava a defendê-lo sem sequer pensar por uma segunda vez. A desistência era uma palavra que não existia em seu vocabulário quando a sua lealdade estava em jogo.

***

O caminho até o topo da Colina foi silencioso, e durante todo o percurso a filha da Noite continuou com o seu trabalho de percepção. Via o receio dividindo espaço com a coragem, via a bravura, via a animação, via o medo. Não duvidou que aquelas pessoas estavam ali por pura vontade própria, e que, assim como ela, defendiam algo importante.

Já no Pinheiro de Thalia, Mire deixou que seus olhos e admiração fossem atraídos pela incrível fera, por aquela criatura que carregava sangue do mais ancestral em suas veias. Apenas desviou relutantemente a sua atenção de volta para o grupo quando o rapaz tornou a falar. A liderança, novamente, era clara em sua postura, e, pela facilidade com que comandava a formação dos grupos, tinha experiência naquilo. Escutava-o atentamente, a inquietação aumentando na medida que as tarefas eram atribuídas aos grupos, cada um formado por cinco campistas. Até que todos estavam formados, e ela à parte. Desejou-lhes um "boa sorte" em tom baixo, sorrindo-lhes brevemente, antes de voltar-se desconfortável para o líder.

— Olá — respondeu com um sorriso nervoso, porém bem-humorado. Constrangedoramente, sequer sabia o nome do companheiro de grupo. — Um belo tempo, embora não saiba dizer com exatidão se as circunstâncias são melhores que aquele lugar tão... adorável.

My songs know what you did in the dark:

equipamentos:
— {Abism} / Corrente [Corrente feita de bronze sagrado, mas com uma tintura que deixa o metal escuro, quase como ferro estígio; mede cerca de 2,5 m. No nível vinte, torna-se uma corrente menor e mais fina, dessas usadas como adorno, ou um cinto com fivela de opala negra, dependendo da vontade do semideus.] {Bronze Sagrado} (Nível Mínimo: 1) {Não Controla Nenhum Elemento} [Recebimento: Presente de Reclamação de Nyx]

— {Darkbook}/ Grimório [Este livro pesado encadernado em couro e escritos rúnicos contém as instruções e ensinamentos necessários para que o semideus acesse seus poderes. As páginas estão em sua maioria em branco, mas, ao adquirir poder e sabedoria suficiente, a página é preenchida com a invocação disponível. Para qualquer outra pessoa, parece um livro gasto.As páginas são feitas de uma lâmina fina de bronze sagrado, e por baixo do couro da capa ela é de metal, o que o torna resistente à água, mas não indestrutível. Caso danificado, destruído ou perdido ele irá se recompor nos pertences do semideus, em seu baú. Todo grimório começa com os elementos éter e trevas (ainda que este segundo só fique disponível efetivamente após o ganho da habilidade de nível 50), mas não oferecem bonificações adicionais quanto aos elementos base.]
✣ Anima Bracelet. [Um bracelete de prata com o desenho de borboleta em ouro. Esse bracelete pode ser ativado com o desejo mental do usuário e transforma-se em uma corrente que pode medir 10m. Essa corrente é feita de prata e ouro sagrado, bastante resiste a tal ponto de ser semi-indestrutível. Ela obedecerá aos comandos mentais do mentalista com perfeição, independente do nível que ele esteja.] [Materiais: Ouro Sagrado e Prata Sagrada] (Nível mínimo 1) {Elemento: Psíquico} [Recebimento: presente por ser mentalista]

✣ Yin Yang. [Uma espada de punho prateado e com um desenho bem talhado de uma borboleta em azul. Sua lâmina é de uma beleza diferenciada, pela divisão do cume central, metade dela possui um material negro e a outra metade é feito de prata sagrada. Seu corte é duplo e sua ponta afinada, uma espada bastante resistente. Ela possui uma habilidade de ativar um segundo modo em que a espada original se divide em duas, uma de lâmina totalmente preta e outra de prata sagrada. Nesse segundo formato a sua resistência diminui um pouco, porém seu corte fica extremo, podendo cortar metais pesados e causar efeitos sobre armas sagradas. Essa espada vem em uma bainha preta com entalhes azuis em borboletas, ela se adapta ao corpo do mentalista podendo ser usada do modo que este desejar carregar a espada.] [Materiais: Prata Sagrada e Material Negro] (Nível Mínimo: 1) {Elemento: Psíquico} [Recebimento: Presente por ser mentalista]

✣ {Íca} / Escudo Misto [Escudo feito de madeira e magnésio, é leve de fácil uso. Oferece uma proteção eficiente e não interfere em nada quando usado em combinação com outras armas, desde sejam armas de uma mão. Ao simples querer da dona se transforma em uma pulseira cor de prata.]{Magnésio e madeira} (Nível Mínimo: 5) {Não Controla Nenhum Elemento} [ Forjado por Harry S. Sieghart e comprado de Ícaro Newerland em 12/07/2014 ]
♦ {Nirvana} / Gargantilha [Uma gargantilha prateada com safiras em sua extensão. Uma vez por evento, a semideusa pode ativar o poder da gargantilha, cujo efeito durará três rodadas. A usuária poderá escolher apenas um alvo, cuja mente permanecerá numa espécie de paraíso até o término do efeito ou até sofrer algum dano. Durante o transe, o corpo do alvo permanecerá inerte. Apenas funciona caso o alvo seja de nível menor que o usuário.] [Prata; Safira] (Nível Mínimo: 10) {Não controla nenhum elemento} [Recebimento: 3º Treino Trimestral 2014, "Deadly Sins"]
Passivos:

Mentalista:


◉ Nível 2. Memória fotográfica: Tudo o que você ver ou ler ficará gravado em sua memória por anos, serve tanto para imagens para textos.
◉ Nível 4. Resistência Mental: Sua mente é resistente a manipulações ou invasões. Isso não se aplica a outro mentalista, porém se o inimigo for mais fraco encontrará muita dificuldade, assim como o que for mais forte terá de se concentrar mais para conseguir o efeito mental sobre um mentalista.
◉ Nível 10. Empatia: Você sabe exatamente o que o outro está sentindo em termos de emoções.
◉ Nível 20. Telepatia Avançada: Controle total, podendo escolher a hora que vai escutar os pensamentos ou não e também se comunicando livremente através dos pensamentos.
Nyx:

Beleza Noturna. À noite os filhos de Nyx ficam especialmente mais encantadores, podendo rivalizar com filhos de Perséfone e Thanatos, ou talvez confundidos com filhos de Afrodite, mesmo sem ter a mesma graça corporal.

Olhos multicolores. Os segredos não passam por você, seus olhos sempre estão mudando de cores de acordo com o estado de espírito da pessoa, identificando os sentimentos gerais da pessoa com quem está falando, mas não seus pensamentos ou prevendo ações.. E ele sente essa mudança, não precisando ver seus olhos para saber em qual cor estar. Isso se dá porque Nyx é uma deusa dos segredos e mistérios, portanto nada passa do olhar dos filhos de Nyx. Apenas os filhos de Nyx sabem os significados das cores, mas mesmo eles podem se enganar sobre uma percepção pois uma cor significa mais de uma coisa. Quando as pessoas estão sentindo muitas coisas ao mesmo tempo os olhos dos filhos de Nyx tendem a ficar um de uma cor e outro de outra e se for o caso de muitas emoções mudarem constante de cor.

Leitura ambiental: Após entrar em um local você pode sentir sua energia. Não importa o que deixou a energia ali, se foram pessoas ou eventos, você pode sentir e definir se são positivas ou negativas e se são de medo, alegria, coragem, etc, ainda que não saiba o que ou quem ocasionou isso de forma especificada.[Criado por Nix] [new]

Habilidade noturna. O seu poder aumenta quando a noite chega. Sua magia, força e habilidade para combate como destreza, agilidade e esquiva ficam mais evoluídas e aumentam em 10%. Seus sentidos também ficarão mais aguçados, mas apenas levemente. [Modificado]

Silêncio noturno: Os filhos de Nyx conseguem se movimentar sem produzir quase nenhum ruído, contudo ações bruscas e ataques podem quebrar o silêncio, mas os sons produzidos ainda seriam menores do que o normal - apenas oponentes de poder superior ou ouvidos treinados terão facilidade em escutá-lo. [Adaptado por June]


Cura noturna II. Como Cura Noturna I, mas seu nível torna-se mais alto, conseguindo curar-se mais rapidamente. 5 hp por turno, até no máximo 100 em uma noite de sono sem interrupções. Substitui o nível anterior, não acumulando.

Nível 17

Aura da Noite: O corpo do filho de Nyx adquire uma áurea negra e fria em sua volta, que faz com que as pessoas comuns temam o seu poder, sentindo medo e pensando duas vezes antes de atacar. O efeito é reduzido drasticamente durante o dia. No caso de semideuses e monstros, afeta apenas aqueles mais fracos. É um efeito de medo, e personagens imunes a isso não sofrem qualquer adversidade. [Adaptado]
Temperatura Noturna: A pele dos filhos de Nyx começa a ganhar uma temperatura mais amena e fria e a medida que o nível do semideus cresce, esta frieza vai aumentando. Assim que chega ao nível quarenta esta temperatura pode até influenciar no ambiente, nada muito perceptível, mas que também vai aumentando com o passar dos níveis. Chegará a um ponto onde o filho de Nyx será capaz de deixar toda uma sala de uns dez metros quadrados com uma temperatura amena e gostosa para o sono, uma temperatura típica da noite. Não faz com que eles ganhem nenhuma resistÇencia, sem surte qualquer efeito sobre os inimigos, sendo apenas uma característica física.




Mirelle Fay
avatar
Mentalistas de Psiquê
Mensagens :
881

Localização :
Inside Your Mind...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Mind Over Matter {Story Mode: Logan e Mirelle}

Mensagem por Mirelle Fay em Seg 31 Ago 2015, 22:21


☯ Mind Over Matter
Curtain's closed


T
udo corria bem demais. Nada perturbava a calmaria da noite gélida, que arrastava-se sem qualquer incidente ou transtorno. Mas, como estamos tratando de semideuses, é óbvio que isso não poderia durar. E não durou.


Objetivos:

— Os grupos começam a se dirigir às áreas destacadas, e os mentalistas mantém-se atentos a qualquer irregularidade. Há a interação entre Mirelle e Logan durante os momentos de calma. Após algum tempo, presenças começam a ser sentidas, e ambos se vêem em uma emboscada.

— Esqueletos são os inimigos imediatos, sendo os primeiros a serem combatidos. Dois Sombras restarão ainda.

Participantes:

— Logan Montecarlo, filho de Perséfone e mentalista, nível 42.
— Mirelle Fay, filha de Nyx e mentalista, nível 23.

Informações extras:

— Post: II.
— Local: Acampamento Meio-Sangue; Colina.
— Período: Noite profunda.
— Tempo: Céu limpo, temperatura amena.



And if the world don't break
I'll be shaking it
Mirelle Fay
avatar
Mentalistas de Psiquê
Mensagens :
881

Localização :
Inside Your Mind...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Mind Over Matter {Story Mode: Logan e Mirelle}

Mensagem por Logan Montecarlo em Seg 31 Ago 2015, 22:22


you know you're on my mind
mirelle fay ❀ post não sei sou de boas ❀ não ouvindo isso
A garota não parecia confortável. Ainda que polidamente, um certo receio perpassou os lábios dela, Logan sentiu, e, por causa disso, logo fez questão de respirar fundo e tentar passar a tranquilidade de sua tarefa para ela. Com cuidado, remoeu as palavras para comentar sobre o assunto da forma mais leve possível.

— De fato, a situação agora não é boa — concordou com ela, perdendo o olhar no horizonte e colocando ambas as ocasiões em uma balança. Então, ao constatar a diferença entre as medidas, riu meio tristemente, quase sem graça. — Quem diria que seria mais seguro ficar no Mundo Inferior do que no Acampamento.

Seus ombros caíram um pouquinho, talvez dando uma aparência de abatimento. No entanto, ele logo ficou de pé, com aspecto mais saudável do que nunca; parecera quase ter ganhado um novo bronzeado nesses poucos segundos, tão radiante era sua nova expressão.

— Costumam dizer que a motivação não dura pra sempre — comentou Logan, parafraseando Zig Zaglar, com os olhos escuros perdidos em algum ponto abaixo de si, quase como se pudessr observar a movimentação no breu. — Bem, nem o efeito dos banhos, por isso recomenda-se diariamente — e, nisso, girou nos calcanhares, fitando-a —, não é? — fechou, piscando um dos olhos e sorrindo com o rosto, de forma autêntica, com o intuito de motivá-la para a longa noite que se seguiria.

[...]

As primeiras três horas correram estranhamente bem. Nesse meio tempo, Logan se apresentou, jogou conversa fora, procurou saber um pouco mais sobre a companheira e inclusive iniciou um diálogo com Peleu, questionando-o se dragões não contribuíram tanto para o aquecimento global quanto os cigarros. De longe, ainda tentou buscar os pensamentos de Lexis no chalé de Afrodite, apenas para ter certeza de que a não-namorada, ou quase isso, estava bem. Não havia muito o que temer até então.

[...]

— Consegue contatar o Jack, do Beta? — indagou o filho de Perséfone para sua companheira, franzindo o cenho. — Pede pro grupo dele ir um pouco mais pra perto do Gama. Vou tentar falar com a Allie, do Gama, pra ela se embrenhar um pouco na floresta, pelo menos fazer uma ronda até o Zéfiro.

Assim, ficava clara a divisão de tarefas. Tanto Logan quanto Mirelle possuíam dons psíquicos fortes o suficiente para, juntos, conectarem os quatro grupos, trocando informações entre si e mudando as táticas em plena patrulha. O monitor já estava indo novamente mudar o posicionamento do grupo Alfa quando sentiu uma presença estranha.

Seu rosto procurou o de Mirelle. A julgar pela estranheza na face de Montecarlo, ela conseguiria deduzir que alguma coisa saía do planejado.

— Está sentindo? — ele inquiriu, meio incerto, pondo-se de pé e segurando o cabo de sua espada, Flowerblade, na mão direita. Seu casaco estava quase quente, pedindo para ser ativado.

Perscrutando o ambiente, Logan não encontrou nada com a visão; sua audição e seu olfato tampouco pegaram detalhes novos. Contudo, o sexto sentido - aquele tipo de pressentimento semidivino, o tal do instinto - falava mais alto e alertava para o perigo.

Montecarlo levou o indicador aos lábios, como se pedisse silêncio da colega, e tentou escutar melhor os sons quando... Repentinamente, ele viu.

Em um reflexo puro, abaixou-se e conseguiu se desviar de algum objeto voador não-identificado, cuja tonalidade branca facilitou a captação de seu movimento pela visão periférica de Logan, que agora já se punha de pé. Ele logo percebeu que era uma emboscada e, para se proteger, deu um passo pra trás em direção ao Pinheiro, indicando para que Mirelle viesse consigo. Pelo menos, não precisariam se preocupar com as costas.

Quando notou que esqueletos eram seus oponentes, ele quase ficou aliviado: os monstros não eram conhecidos por causar grandes problemas, mesmo que sua quantidade superasse a dos semideuses. Numa proporção de sete esqueletos para dois meio-sangues, Logan apostaria nos meio-sangues, principalmente após ter invocado raízes que entrelaçaram os morto-vivos até a cintura, debilitando a movimentação de pelo menos três deles.

Todavia, os esqueletos tinham reforços. E eles pareciam ser bem mais ameaçadores.

Com quase dois metros de altura, duas sombras - literalmente, duas formas humanoides, negras e esguias - apareceram atrás dos esqueletos, que estavam armados de escudos e espadas ou facas. Elas não portavam nenhuma arma, mas por si só já eram ameaçadoras; havia alguma aura exalada pelas criaturas que faziam-nas murchar a grama, quase como se a alegria estivesse sendo sugada daquele lugar. Peleu não parecia tão desconfortável, mas ainda assim bufou filigranas de cinzas pelas narinas, como se alertasse do perigo iminente.

O mentalista não sabia o que elas eram, mas tinha uma certeza: precisariam ser combatidas com foco, ponto esse que era retirado pelos esqueletos; inclusive, um dos que não estava preso veio correndo em sua direção com a espada erguida. Levantando a mão livre - a esquerda -, levitou o escudo do esqueleto para cima, acertando-o com força embaixo do crânio, que saiu do corpo, sendo desmontado. Como ele dissera, esqueletos não eram exatamente ótimos oponentes.

Dado por Psiquê, o bracelete de Logan logo assumiu a forma de uma corrente, que voou em direção a um dos esqueletos enraizados, golpeando sua testa com tamanha força que, além de desvinculá-lo da coluna vertebral, criou uma fenda. Com dois mortos e outros dois impedidos de se mover, Logan quase alimentou esperanças de que aquele seria um combate fácil.

Doce engano.

Como se fosse uma reação daquele pensamento, um tentáculo de pura escuridão surgiu próximo à uma das sombras, que direcionou-o até o Montecarlo. Tendo seu pé puxado, ele golpeou o chão meio urgentemente, dando um salto para trás e ficando fora do alcance do tentáculo. Mesmo assim, precisava tomar cuidado com a distância, pois desconhecia o raio de ação daquele brinquedinho sombrio novo.

Sem perceber, Logan fora parar perto dos esqueletos que prendera. Assim, não precisou de muita habilidade para posicionar-se atrás do monstro e golpear a junta de sua cabeça com o cabo da espada, um ponto tão frágil que o  monstro se desmontou por completo após mais um ou dois ataques em sua coluna.

A esse ponto, o terceiro esqueleto já havia se soltado. Sem muito por onde fugir, lançou uma mensagem mental pelo espaço, esperando que Mirelle entendesse: "PRECISO DE FOGO!" E, com uma sintonia que aos poucos se firmava entre os dois mentalistas, ela criou-o, e Logan usou de seu controle para acertar uma língua de fogo no monstro, que queimou e se desfez após ser acertado no pescoço pela parte chata da lâmina de bronze sagrado.

Assim, quatro inimigos haviam ido. Pelo que pudera observar, a garota cuidara de outros três. Contudo, ainda haviam dois seres de sombras extremamente estranhos e poderosos, como Logan os sentia.

Ele tentou se lembrar das próprias palavras: a motivação não dura pra sempre, por isso se recomenda um pouco dela diariamente. Ele precisaria de uma ótima motivação para conseguir destruir aquelas aberrações.

Por sorte, ele tinha. O Acampamento, o Pinheiro, os semideuses, seus irmãos, Lexis - nada seria um problema enquanto Logan tivesse aquelas motivações, que impeliam-no contra as sombras.

OBSERVAÇÕES:
Armas:

— {Flowerblade} / Espada [Uma espada que mede cerca de 70 cm, sendo que sua lâmina é em torno de 60 cm. Sua lâmina é de aço e fica em um tom diferente conforme a estação do ano, e o pomo tem a forma de uma rosa desabrochando. Seu guarda-mão tem um formato de quatro pétalas laterais divididas igualmente, e no centro há um brasão em forma de flor, adaptável ao gosto do meio-sangue. Ao matar alguém, toda a sua estrutura torna-se negra e gélida, relembrando ao filho de Perséfone o sofrimento que uma morte pode causar (e cárcere também). Quando a arma fica deste jeito, todo o monstro que tocá-la será automaticamente coberto por uma energia escura, que o deixará lento (esse efeito só passa após duas rodadas).] {Aço} (Nível Mínimo: 1) {Não Controla Nenhum Elemento} [Recebimento: Presente de Reclamação de Perséfone] (CINTURA)

— Anima Bracelet. [Um bracelete de prata com o desenho de borboleta em ouro. Esse bracelete pode ser ativado com o desejo mental do usuário e transforma-se em uma corrente que pode medir 10m. Essa corrente é feita de prata e ouro sagrado, bastante resiste a tal ponto de ser semi-indestrutível. Ela obedecerá aos comandos mentais do mentalista com perfeição, independente do nível que ele esteja.] [Materiais: Ouro Sagrado e Prata Sagrada] (Nível mínimo 1) {Elemento: Psíquico} [Recebimento: presente por ser mentalista] (BRACELETE)

— {Flower's Wonderwall} / Armadura [Feita de magnésio, é leve e não prejudica tanto a movimentação quanto uma feita de outros materiais. É constituída pela couraça, que protege o tronco, espaldares que protegem o ombro, grevas para a parte inferior das pernas, e os braços e pernas da armadura. Não possui manoplas nem escarpes. Foi projetada com base em armaduras medievais, e é semelhante a estas. Quando o semideus desejar, se transforma em roupas casuais para que a armadura possa passar despercebida.] {Magnésio} (Nível Mínimo: 15) {Não controla nenhum elemento} [Recebimento: Presente de Harry S. Sieghart] (CORPO)

— {Fênix de Ka-Ha-Si} / Amuleto Místico Inuíte. [É um colar que possui um pingente de gelo que nunca derrete, cujo formato é o de uma fênix de asas abertas. Conquistada pelo semideus no Alasca, após um teste feito pelo Mestre dos Ursos. Bonifica aspectos físicos (força, agilidade, velocidade, etc; +15%) quando exposto à condições frias (temperaturas abaixo de 10ºC). Em casos extremos, quando o proprietário estiver com menos que a metade de seu total de HP, o amuleto pode desenvolver propriedades curadoras, em cerca de 10% do HP total. Os poderes totais da joia ainda não foram descobertos. Sua ativação dura por três rodadas, uma vez por missão.] {Zero Absoluto - Nunca derrete.} (Nível Mínimo: 15) {Elementos que controla: Nenhum} [Recebimento: DIY ~ Alaska II, por Hécate](Att por Hécate). (PESCOÇO)

— {Graces and Muses} / Colar [É um colar que possui um pingente de coração, feito de rubi. Dado pelo respeito adquirido dentre as Graças, dá ao usuário uma certa “aura agradável”, que faz com que o torne mais “interessante” para aqueles que o utilizador quiser, assim podendo persuadir mesmo aqueles que possuam resistência e sejam até cinco níveis maiores que o semideus, embora não dê a capacidade de, de fato, persuadi-lo, sendo ainda necessário desenvoltura de postagem e outros elementos, mas ajuda na sedução/persuasão, fazendo com que até seres divinos - que sejam neutros os favoráveis ao semideus - no mínimo escutem o que ele tem a falar, mesmo que normalmente não o obedeçam.] {Rubi} (Nível Mínimo: 20) {Persuasão, Habilidade Corporal (Dança)} [Recebimento: DIY ~ Moulin Rouge] (PESCOÇO)

♦ {Luto} / Bandana Preta [Carregando a aura pesada do atentado terrorista ao Acampamento no réveillon, essa faixa preta do tamanho de 50cm de comprimento por 5cm de largura possui uma propriedade interessante: tais como em cerimônias lúgubres, onde se dedica um minuto de silêncio em respeito à fatalidade ocorrida, os movimentos do usuário ficam silenciados por um turno inteiro; tal "bênção", no entanto, não afeta fala ou poderes (não se poderia silenciar uma explosão, por exemplo), podendo ser utilizada unicamente em ações relacionadas à movimentação (um pulo, uma caminhada, uma corrida, o ruído de passos - desde que provindos do portador, seriam silenciados e não poderiam ser escutados, independente de poderes como "audição perfeita"). Pode ser utilizada duas vezes por ocasião (missão, evento, treino, dentre outros).] {Tecido preto} (Nível Mínimo: 1) [Recebimento: Evento de Encerramento, "Burn, Baby, Burn! - Postagem Aberta". Jan/2015.] (BRAÇO DIREITO)

Colar da hidra [Colar feito de couro entrelaçado com um pingente de escama reptiliana. Ao ser ativado duas vezes por missão, o item fornece ao usuário a capacidade de emitir uma rajada de ácido, como um sopro, pela boca, em linha reta e com alcance de 9m. Além do dano inicial, o alvo ainda perde mais 10 HP por turno durante o mesmo período, não cumulativos - ambos os danos, tanto inicial quanto secundário, afetando também seus itens. Três ativações por evento. Para fins de resistência, os poderes desse item equivalem ao nível 40. (Nível mínimo 40) {Material: couro e escamas} [Ganho como recompensa pelo evento "O levante"] (PESCOÇO)

Braçadeira escamosa [Feita de escamas reptilianas resistentes e em padrão multicolorido, ao ser ativada esta braçadeira fornece uma espécie de regeneração - não chegando a recuperar vida, mas impedindo danos constantes, como efeitos de sangramento ou corrosão (apenas no semideus, não em itens). Não afeta dano de envenenamento, e nem recupera dano já tomado, apenas impede a persistência de um efeito. Dura 3 turnos, 1 vez por evento. (Nível mínimo: 07) {Material: Escamas multicoloridas} [Ganho como recompensa pelo evento "O levante"] (BRAÇO ESQUERDO)



Passivos:

Nível 1 — Perícia Bélica I: Por ganharem de poder de reclamação uma espada (Flowerblade), as proles de Perséfone serão peritas no manejo de tal arma, podendo fazer movimentos considerados difíceis com pouco treinamento. (MODIFICADO!)

◉ Nível 10. Empatia: Você sabe exatamente o que o outro está sentindo em termos de emoções.

◉ Nível 20. Telepatia Avançada: Controle total, podendo escolher a hora que vai escutar os pensamentos ou não e também se comunicando livremente através dos pensamentos.

Nível 20 — Fortalecimento II: Quando próximos de sombras ou em ambientes funestos – que não sejam criações suas –, os filhos de Perséfone sentem-se muito mais animados e fortes. Dessa forma, ganham um bônus de força física, velocidade e resistência mental (contra ataques que mexam com o psicológico dele).

Nível 31 — Presença Contagiosa: O filho de Perséfone consegue influenciar o ânimo de seus parceiros, rendendo-lhes bonificações (resistência mental), por conta que a deusa tinha, na antiguidade, influência sobre a força interna.

Nível 37 — Fortalecimento IV: Quando expostos a quaisquer condições favoráveis (flores, sombras, terra, Submundo), os filhos de Perséfone recebe umboost, que o faz ficar como se fosse cinco níveis mais forte em questão de status (+ 50 HP; + 50 MP; + 5 níveis, apesar de não poderem usar os poderes destes níveis).


Ativos:

Nível 13 — Constrição II: As raízes invocadas pelo filho de Perséfone continuam a enlaçar o inimigo até a cintura por três rodadas, mas agora podem segurar até dois inimigos.

Nível 25, uso contínuo — Essência de Héstia: Héstia, a última olimpiana, abençoara Logan, por este ser seu protegido. Para tal, concedera uma parte de sua essência para o semideus, que deve usá-la com moderação até que adquira perícia, para que seu corpo não entre em combustão. Esse espírito dá-lhe o poder de manipulação, criação e controle do fogo, sendo que a manifestação deste elemento poderá vir de maneiras variadas (asas, chamas, escudo). No entanto, seu uso é bem restrito (apenas a pirocinese laranja) e lhe esgota facilmente, sendo recomendado apenas para últimas consequências. Como Héstia prometera, com a prática, terá mais controle sobre essa essência; somente a partir do nível 25 é que conseguirá usar-se normalmente desta particularidade, sem desmaiar ou ferir-se gravemente; a partir do nível 50, o fogo poderá ser criado, porém apenas para controle utilizando este poder. Não pode ser usada como fonte de fogo para terceiros; por ser um “fogo divino”, consegue quebrar proteções de fogo (embora só sirva para proteções onde o protegido seja mais fraco que Logan em níveis), tais como a resistência das harpias. É uma habilidade prioritariamente ativa, ou seja, com gasto de energia; sem gastá-la, apenas é possível esquentar ligeiramente o próprio corpo, sobrevivendo a temperaturas frias, por exemplo. É a benção oposta à maldição “Profecia do Caos”. (Nível mínimo: 1, 25, 50) {Controle sobre o fogo} [Recebimento: DIY ~ Fellowship.]

young the giant
(ft. logan montecarlo)
thanks maay
Logan Montecarlo
avatar
Monitor de Perséfone
Mensagens :
339

Localização :
viajei por aí

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Mind Over Matter {Story Mode: Logan e Mirelle}

Mensagem por Mirelle Fay em Seg 31 Ago 2015, 22:59

Mind x Matter
Cuz I'm a young woman after all
And when the seasons change
Will you stand by me?
All the lights aglow

O
s olhos de Mirelle prescrutavam com calma o horizonte atrás do rapaz enquanto este parecia pensar, a sua postura controlada exalando calma. Então, tornou a falar, e a garota continuou com o olhar fixo em um ponto distante. Talvez aquela situação parecesse desesperadora - e certamente era grave -, mas ao menos tinham algo pelo que lutar. Tinham esperança, algo que o Mundo Inferior desconhecia.

— Pois é, quem diria. — deu uma risada sem vontade, tornando a adicionar. — Mas ao menos não estamos tão impotentes. — fez um gesto com o braço, embarcando a ambos e a todo acampamento, fazendo referência aos outros que, como eles, também lutavam por aquele lugar. Naquele momento, uma nova onda de determinação preencheu-lhe, tornando a sua postura decidida e cobrindo seus movimentos uma calma; não fria, mas que vinha de um propósito maior. Podia sentir a insegurança deixá-la e já se preparava para adicionar algo mais frente à breve desanimação do rapaz, mas o mesmo surpreendeu-a com vitalidade repentina.

Já quase que totalmente livre da insegurança, soltou uma risada sincera com o comentário inesperado. Dessa vez fitou o rapaz, os olhos de um azul cristalino calmos e decididos.

— Nisso você tem razão. E, bem, todo mundo sabe bem como a falta de um banho afeta as pessoas que o cercam tanto quanto ou até mais que ao de tendências hidrofóbicas. — fez uma breve careta — Então, é, viva aos banhos diários e à renovação da motivação. — ergueu um braço em um gesto de comemoração com uma empolgação visualmente exagerada.Talvez a noite acabasse por nem mostrar-se tão longa, afinal.

***

Mirelle não sabia bem ao certo quanto tempo teria se passado, apenas que essa incógnita se passara bem mais agradável do que poderia prever. Havia sido longa o suficiente para que conhecesse um pouco mais sobre Logan e para que parte das suas origens fosse discutida. Porém o assunto havia reaceso aquela pequena chama de saudade que oscilava dentro de si. Mantendo o máximo de concentração na bela noite a sua frente, perguntava-se sobre o vento gélido e familiar a si mesma sobre aqueles que deixara do lado de fora. O que estaria fazendo seu pai naquele horário? Talvez em sua cama preparando-se para um longo dia de viagens, talvez em volta de uma fogueira com outros homens como ele esvaziando latas e mais latas ou, ainda, quem sabe, havia encontrado alguma mulher que o fizesse bem, como a sua mãe um dia o fizera. Com um suspiro, lembrou-se da infância conturbada, com a ausência de uma figura materna. E, inevitavelmente, seus pensamentos acabaram voltando-se ainda mais para o leste, onde a dona de uma cabeleira flamejantes provavelmente jazia perdida em seus belos sonhos, alheia ao mundo. Nesse instante, como sempre acontecia, não pôde impedir que a saudade se tornasse ainda maior, e encolheu-se mais ainda dentro da jaqueta.

***

— Certamente — confirmou com um aceno, já executando a ação. A seguidora de Psiquê varreu a noite com a sua consciência, em busca de uma em especial. Encontrando a centelha, tocou-a apenas breve o suficiente para que confirmasse que tudo seguia bem e para que repassasse-lhe as instruções. Ao receber a resposta, dirigiu-se a Logan para indicar que o grupo estava em movimento conforme dito.

Todavia, antes que pudesse dizer qualquer palavra, a expressão do jovem fez com que se pusesse em alerta, colocando-se de um salto em pé. Conseguia sentir a mudança no humor do companheiro, assim como a mudança da cor dos seus olhos para um amarelo vívido, e não demorou que um calafrio corresse por sua própria espinha. Sabia o que aquela sensação, aquela premonição significava, e segurou a corrente negra, agora em toda a sua extensão, ao redor do pulso esquerdo, e apertou firmemente o cabo de Yin Yang na direita, sondando a noite à procura de alguma consciência, ruído ou imagem. Confirmou com um aceno de cabeça em direção do filho de Perséfone, mantendo-se tão alerta quanto ele. A paz havia chegado ao fim.

Foi quando conseguiu captar a presença de alguns seres, voltando-se rapidamente naquela direção. Tentou alertar mentalmente ao outro semideus, mas antes que pudesse fazer qualquer coisa mais, algo alvo voou daquela direção. Reconhecendo a utilidade do movimento do rapaz, imitou o seu gesto de recua. Inspirou profundamente, sentindo a energia do local a sua frente e quase que instantaneamente se arrependendo. Ódio. Raiva. Morte. Mais ódio. A energia que dali emanava era intensa, maléfica, e não havia dúvidas a quem esses sentimentos estavam direcionados.

Enxergava com perfeição em seu domínio, e soube que os esqueletos, inimigos imediatos, não podiam ser os responsáveis por aquilo: havia algo ainda maior por trás disso, e a garota rapidamente repassou a imagem do espectro para o outro mentalista. De fato, em questão de segundos duas enormes criaturas entraram em seu campo de visão; atrás dos monstros insignificantes,exalavam tamanha obscuridade e podridão que o ar em sua volta era mais denso, carregado das sombras que preenchiam a sua consciência. Nunca havia encontrado nada daquele tipo, ou mesmo sentido tamanha negatividade. Soube de cara que aqueles eram os verdadeiros inimigos a serem combatidos, mas antes o campo de batalha deveria ser limpo dos esqueletos que, caso contrário, seriam um grande incômodo em questão de foco.

Mirelle preparou a corrente em mãos, a arma pesada lhe seria de grande utilidade contra os adversários, que atacavam sem qualquer formação ou plano além da violência bruta. Naquele momento, inclusive, um deles corria em sua direção, uma lança em suas mãos gastas pronta para ser cravada no coração da moça. Em um movimento hábil que já havia sido executado diversas vezes anteriormente, a semideusa com um movimento do pulso enviou uma ponta da corrente em espiral, embolando-se ao redor da arma e envolvendo-a em seu metal negro. Concentrada, deu um passo atrás, impulsionando a arma de volta para si e dando um salto à frente. Pego de surpresa, o esqueleto foi puxado juntamente com a lança, e com a corrente livre da sua mão, a irlandesa empurrou com o corpo a haste da arma inimiga para o lado, cravando a espada entre as vértebras que ligavam a cabeça morta ao resto do corpo. Sem perder tempo, agachou-se recuperando Abism da lança, juntamente com o crânio sem vida.

Com o suor brotando de suas têmporas, Fay correu rapidamente os olhos pela Colina, à procura dos outros, que avançavam na outra direção. Antes de qualquer movimento mais, transformou o bracelete que carregava em seu pulso na enorme corrente de bronze, comandando-a para que se depositasse no solo aproximadamente dois metros à sua frente. Então, segurando ambas as armas na mão direita, arremessou o crânio com a esquerda, seu foco em uma das criaturas em movimento, agradecendo aos deuses que as horas gastas com beisebol pelo menos uma vez na vida se tornavam úteis. De forma quase cômica, o osso acertou o ombro direito do esqueleto em que havia feito a sua mira, e todos os ossos daquele braço despencaram com um ruído — juntamente com a espada que portava. Um sorriso brotou entre os lábios da mentalista, que só não contava que o ato chamaria não apenas a atenção daquele, mas também de um amiguinho.

Rindo sarcasticamente da sua sorte sempre favorável, segurou firmemente a espada em suas mãos, esperando pelo momento correto de agir. A adrenalina pulsava rápido por suas veias, e tudo precisava ser executado com exatidão. "Apenas mais um pouco...", disse a si mesma, observando atenta à aproximação dos inimigos; conseguia sentir a corrente viva, como uma extensão de seu próprio corpo. "AGORA!", gritou erguendo a mão esquerda. No mesmo instante, a corrente de bronze ergueu-se alguns centímetros do chão, no instante exato que o pé de um dos esqueletos passava por ali, em uma intimação para que beijasse o chão. Sem perder tempo, a semideusa principiou um ataque contra o ser em queda, porém no último instante ativou um aumento em sua velocidade, colocando-se atrás do que mantinha-se de pé e projetando a mão direita cravou a espada no mesmo ponto fraco em que havia atingido ao primeiro.

Voltou-se então para o que tentava erguer-se — tarefa difícil, dado que seu pé havia decidido abandoná-lo —, finalizando-o também da mesma forma. Porém mal teve tempo de respirar, dada a mensagem que chegou com intensidade até ela. Rapidamente sacou o grimório de seu bolso, com um breve gesticulado e uma rápida sucessão de palavras, conjurando uma bola de fogo, que agora seguia na direção de Logan. Não podia deixar de admirar, como sempre, a beleza e o poder da magia, porém aquela não era exatamente a hora mais correta para aquilo. Afinal duas criaturas que mais se assemelhavam a dementadores avançavam na direção do acampamento, sugando a vida ao seu redor e prontos para sugarem a eles próprios.

Cuz I'm a young girl built to fall:

equipamentos:
— {Abism} / Corrente [Corrente feita de bronze sagrado, mas com uma tintura que deixa o metal escuro, quase como ferro estígio; mede cerca de 2,5 m. No nível vinte, torna-se uma corrente menor e mais fina, dessas usadas como adorno, ou um cinto com fivela de opala negra, dependendo da vontade do semideus.] {Bronze Sagrado} (Nível Mínimo: 1) {Não Controla Nenhum Elemento} [Recebimento: Presente de Reclamação de Nyx]

— {Darkbook}/ Grimório [Este livro pesado encadernado em couro e escritos rúnicos contém as instruções e ensinamentos necessários para que o semideus acesse seus poderes. As páginas estão em sua maioria em branco, mas, ao adquirir poder e sabedoria suficiente, a página é preenchida com a invocação disponível. Para qualquer outra pessoa, parece um livro gasto.As páginas são feitas de uma lâmina fina de bronze sagrado, e por baixo do couro da capa ela é de metal, o que o torna resistente à água, mas não indestrutível. Caso danificado, destruído ou perdido ele irá se recompor nos pertences do semideus, em seu baú. Todo grimório começa com os elementos éter e trevas (ainda que este segundo só fique disponível efetivamente após o ganho da habilidade de nível 50), mas não oferecem bonificações adicionais quanto aos elementos base.]
✣ Anima Bracelet. [Um bracelete de prata com o desenho de borboleta em ouro. Esse bracelete pode ser ativado com o desejo mental do usuário e transforma-se em uma corrente que pode medir 10m. Essa corrente é feita de prata e ouro sagrado, bastante resiste a tal ponto de ser semi-indestrutível. Ela obedecerá aos comandos mentais do mentalista com perfeição, independente do nível que ele esteja.] [Materiais: Ouro Sagrado e Prata Sagrada] (Nível mínimo 1) {Elemento: Psíquico} [Recebimento: presente por ser mentalista]

✣ Yin Yang. [Uma espada de punho prateado e com um desenho bem talhado de uma borboleta em azul. Sua lâmina é de uma beleza diferenciada, pela divisão do cume central, metade dela possui um material negro e a outra metade é feito de prata sagrada. Seu corte é duplo e sua ponta afinada, uma espada bastante resistente. Ela possui uma habilidade de ativar um segundo modo em que a espada original se divide em duas, uma de lâmina totalmente preta e outra de prata sagrada. Nesse segundo formato a sua resistência diminui um pouco, porém seu corte fica extremo, podendo cortar metais pesados e causar efeitos sobre armas sagradas. Essa espada vem em uma bainha preta com entalhes azuis em borboletas, ela se adapta ao corpo do mentalista podendo ser usada do modo que este desejar carregar a espada.] [Materiais: Prata Sagrada e Material Negro] (Nível Mínimo: 1) {Elemento: Psíquico} [Recebimento: Presente por ser mentalista]

✣ {Íca} / Escudo Misto [Escudo feito de madeira e magnésio, é leve de fácil uso. Oferece uma proteção eficiente e não interfere em nada quando usado em combinação com outras armas, desde sejam armas de uma mão. Ao simples querer da dona se transforma em uma pulseira cor de prata.]{Magnésio e madeira} (Nível Mínimo: 5) {Não Controla Nenhum Elemento} [ Forjado por Harry S. Sieghart e comprado de Ícaro Newerland em 12/07/2014 ]
♦ {Nirvana} / Gargantilha [Uma gargantilha prateada com safiras em sua extensão. Uma vez por evento, a semideusa pode ativar o poder da gargantilha, cujo efeito durará três rodadas. A usuária poderá escolher apenas um alvo, cuja mente permanecerá numa espécie de paraíso até o término do efeito ou até sofrer algum dano. Durante o transe, o corpo do alvo permanecerá inerte. Apenas funciona caso o alvo seja de nível menor que o usuário.] [Prata; Safira] (Nível Mínimo: 10) {Não controla nenhum elemento} [Recebimento: 3º Treino Trimestral 2014, "Deadly Sins"]
Passivos:

Mentalista:


◉ Nível 2. Memória fotográfica: Tudo o que você ver ou ler ficará gravado em sua memória por anos, serve tanto para imagens para textos.
◉ Nível 4. Resistência Mental: Sua mente é resistente a manipulações ou invasões. Isso não se aplica a outro mentalista, porém se o inimigo for mais fraco encontrará muita dificuldade, assim como o que for mais forte terá de se concentrar mais para conseguir o efeito mental sobre um mentalista.
◉ Nível 10. Empatia: Você sabe exatamente o que o outro está sentindo em termos de emoções.
◉ Nível 20. Telepatia Avançada: Controle total, podendo escolher a hora que vai escutar os pensamentos ou não e também se comunicando livremente através dos pensamentos.
Nyx:

Beleza Noturna. À noite os filhos de Nyx ficam especialmente mais encantadores, podendo rivalizar com filhos de Perséfone e Thanatos, ou talvez confundidos com filhos de Afrodite, mesmo sem ter a mesma graça corporal.

Olhos multicolores. Os segredos não passam por você, seus olhos sempre estão mudando de cores de acordo com o estado de espírito da pessoa, identificando os sentimentos gerais da pessoa com quem está falando, mas não seus pensamentos ou prevendo ações.. E ele sente essa mudança, não precisando ver seus olhos para saber em qual cor estar. Isso se dá porque Nyx é uma deusa dos segredos e mistérios, portanto nada passa do olhar dos filhos de Nyx. Apenas os filhos de Nyx sabem os significados das cores, mas mesmo eles podem se enganar sobre uma percepção pois uma cor significa mais de uma coisa. Quando as pessoas estão sentindo muitas coisas ao mesmo tempo os olhos dos filhos de Nyx tendem a ficar um de uma cor e outro de outra e se for o caso de muitas emoções mudarem constante de cor.

Leitura ambiental: Após entrar em um local você pode sentir sua energia. Não importa o que deixou a energia ali, se foram pessoas ou eventos, você pode sentir e definir se são positivas ou negativas e se são de medo, alegria, coragem, etc, ainda que não saiba o que ou quem ocasionou isso de forma especificada.[Criado por Nix] [new]

Esconderijo inviável I: Seus inimigos ou quem quer que seja não poderão se esconder naturalmente (sem uso de poderes) de você. Você consegue saber sua localização. Seu poder de percepção misturado à sua intuição apenas alcança um raio de dez metros neste nível, mas você apenas pressentirá a presença se forem de nível mais baixo que você e se estiver procurando conscientemente por algo. No caso de poderes de ocultação, nesse nível ainda funcionam normalmente, independente se o usuário for de nível menor que o filho de Nix. [Modificado]

Habilidade noturna. O seu poder aumenta quando a noite chega. Sua magia, força e habilidade para combate como destreza, agilidade e esquiva ficam mais evoluídas e aumentam em 10%. Seus sentidos também ficarão mais aguçados, mas apenas levemente. [Modificado]

Olhos noturnos II. Sua visão no escuro está ainda melhor e mais clara do que a de qualquer um, além de poder enxergar mais longe. Seus olhos se adaptaram tão bem a noite que conseguem enxergar longos metros de distância à sua frente. O máximo que consegue enxergar com absurda clareza são cinquenta metros em uma área aberta.

Silêncio noturno: Os filhos de Nyx conseguem se movimentar sem produzir quase nenhum ruído, contudo ações bruscas e ataques podem quebrar o silêncio, mas os sons produzidos ainda seriam menores do que o normal - apenas oponentes de poder superior ou ouvidos treinados terão facilidade em escutá-lo. [Adaptado por June]

Premonição: Quando o filho de Nyx está correndo algum risco de serem atacados ou mortos de surpresa, eles têm uma premonição, um sentimento de perigo. Este sentimento os alerta para que fiquem em guarda, e apenas se eles forem o alvo original - um acidente ou desvio não seria alertado, como uma bala perdida, por exemplo, por não fazer deles o foco (algo que afete uma área nao seria notado) - e não revela a localização do inimigo ou o tipo de ataque. [Adaptado por June]

Cura noturna II. Como Cura Noturna I, mas seu nível torna-se mais alto, conseguindo curar-se mais rapidamente. 5 hp por turno, até no máximo 100 em uma noite de sono sem interrupções. Substitui o nível anterior, não acumulando.

Nível 17

Aura da Noite: O corpo do filho de Nyx adquire uma áurea negra e fria em sua volta, que faz com que as pessoas comuns temam o seu poder, sentindo medo e pensando duas vezes antes de atacar. O efeito é reduzido drasticamente durante o dia. No caso de semideuses e monstros, afeta apenas aqueles mais fracos. É um efeito de medo, e personagens imunes a isso não sofrem qualquer adversidade. [Adaptado]
Temperatura Noturna: A pele dos filhos de Nyx começa a ganhar uma temperatura mais amena e fria e a medida que o nível do semideus cresce, esta frieza vai aumentando. Assim que chega ao nível quarenta esta temperatura pode até influenciar no ambiente, nada muito perceptível, mas que também vai aumentando com o passar dos níveis. Chegará a um ponto onde o filho de Nyx será capaz de deixar toda uma sala de uns dez metros quadrados com uma temperatura amena e gostosa para o sono, uma temperatura típica da noite. Não faz com que eles ganhem nenhuma resistÇencia, sem surte qualquer efeito sobre os inimigos, sendo apenas uma característica física.
ativos:
◉ Nível 5. Accel: Habilidade que aumenta por alguns segundos a velocidade. Deve ser usado quando for atacar o inimigo e acionar a habilidade, desviando para um outro lado atacando o inimigo onde ele é mais vulnerável. Apenas inimigos fortes irão ver o seu movimento, outros irão pensar que você esta atacando pela frente e quando notarem foram atacados por outro lugar. Pode ser usado apenas duas vezes.
Nível 4

Magia Iniciante: Você consegue realizar as magias definidas no Grimório para iniciantes (Ignem: magia que gera 1 bola de fogo. A bola vai em linha reta, numa distância de até 50m. Ela explode se bater em qualquer coisa no caminho).




Mirelle Fay
avatar
Mentalistas de Psiquê
Mensagens :
881

Localização :
Inside Your Mind...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Mind Over Matter {Story Mode: Logan e Mirelle}

Mensagem por Mirelle Fay em Seg 31 Ago 2015, 23:06


☯ Mind Over Matter
Cuz I'm a young man after all


Ó
dio. O mais puro e brutal ódio era o único elemento a preencher o vazio que existia no lugar de uma consciência nos vultos negros. Não possuíam nada de concreto, nenhum pensamento racional além da destruição e da morte, de causar o sofrimento. Eram seres sem esperança, sem humanidade, que mais se assemelhavam a dementadores prontos a lhe sugarem a vitalidade e sanidade. E talvez fosse justamente isso que Fay e Montecarlo deveriam combater.

Objetivos:

— Cabe a Logan e Mirelle a destruição dos seres de sombras.
— Ataque neutralizado, os mentalistas contatam os outros grupos, descobrindo que foram também alvos de situação semelhante, todas defendidas com sucesso. Um novo encontro é marcado ao amanhecer no topo da Colina.
— Dado o horário, encontram-se os grupos. Discute-se a tentativa de invasão e possíveis feridos. Cabe a Logan reportar a Quíron o relato da noite.

Participantes:

— Logan Montecarlo, filho de Perséfone e mentalista, nível 42.
— Mirelle Fay, filha de Nyx e mentalista, nível 23.

Informações extras:

— Post: III.
— Local: Acampamento Meio-Sangue; Colina.
— Período: Noite profunda.
— Tempo: Céu limpo, temperatura amena.



And if the world don't break
I'll be shaking it
Mirelle Fay
avatar
Mentalistas de Psiquê
Mensagens :
881

Localização :
Inside Your Mind...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Mind Over Matter {Story Mode: Logan e Mirelle}

Mensagem por Mirelle Fay em Ter 01 Set 2015, 00:17

Mind x Matter
Cuz I'm a young woman after all
And when the seasons change
Will you stand by me?
All the lights aglow

M
irelle fitou seriamente as sombras à sua frente, sua face tornando a se obscurecer. Percebeu que a corrente não era a melhor opção naquele momento, substituindo-a pelo leve escudo. Apesar de manter-se firme, não poderia negar que sentisse medo naquele instante, tudo nas sombras impunha sadismo e poder, um poder assombroso. Lembrava a sensação que sentira ao estar perto do Soldado, algo vindo da morte, porém muito mais intenso. Não se atrevia a tentar tocar as mentes das criaturas obscuras; se tamanho ódio já era palpável sem qualquer habilidade em especial, não duvidava que pudesse se perder por um momento no poço de escuridão e maldade que devia comandar as ações do ser. Além disso, seus instintos implicavam que uma criatura daquelas, que não desejava nada além de despejar a sua ira e provocar dor, fosse movida por algo além de impulso.

Haviam duas delas, muito semelhantes entre si, a não ser pelo tamanho e pelo tentáculo que brotava de uma delas - a maior. Essa última estava voltada para Montecarlo e, mais próxima dele, avançava. Já a menor principiava a avançar na direção do mesmo, e isso era algo que a mentalista não permitiria.

Começou a correr rumo ao inimigo."Não se preocupe com suas costas.", enviou para o garoto antes de, a contragosto, projetar seus pensamentos em direção ao ser. Atacou a sua mente de forma aguda, ferindo a consciência de tempo e lugar do monstro. Apenas aquele breve contato foi o suficiente para que sentisse seu estômago dar cambalhotas nada agradáveis, mas a irlandesa não tinha tempo a perder. Aproveitou que a sombra provavelmente estaria ocupada se inquirindo sobre onde estava e como fora parar ali para comandar a corrente que se arrastasse pelo chão como uma cobra em direção ao ser, ao mesmo tempo que dava a volta ao seu redor, posicionando-se silenciosamente alguns metros às suas costas. Sua consciência ainda comandava o Anima Bracelet e, sentindo-a perto o suficiente, fez com que desse o bote. A corrente "saltou" drasticamente em espiral, apertando-se ao redor do ser, enquanto a campista rezava silenciosamente, correndo em direção à cena. Temia com todas as suas forças que a suas armas apenas passassem por dentro do monstro aparentemente etéreo, sem sequer provocar cócegas; o seu consolo era que, ainda que tudo desse errado e a corrente fosse mais inútil que um apêndice humano, seria capaz de criar uma distração; mas, por sorte, ação divina ou mesmo natureza da criatura, a mesma soltou um berro horripilante ao ter o metal frio "tocando" a matéria de que era feita, o som capaz de gelar o sangue de qualquer um em um amplo raio.

A sombra não teve sequer tempo de esboçar qualquer reação mais antes que a espada de gume duplo a "tocasse", recolhendo-se onde o metal se sobrepunha a ela. Porém, Mirelle mal teve tempo de comemorar que seu momento de irracionalidade surtira efeito, pois antes mesmo que a mentalista pudesse distinguir algo além de um borrão, a mesma sentiu-se arremessar para trás. Havia sido jogada alguns metros para trás, sem contudo atingir o chão; a escuridão havia se solidificado à sua frente, formando uma espécie de tentáculo que a segurava, com gavinhas de sombras se projetando do mesmo. Tentou desvencilhar-se, mas aquilo movimentava-se pelo seu corpo, aderia-se à sua roupa e pele, envolvendo-a, cobrindo-a, prendendo-a em uma teia de sombras pegajosas. Começou então a movimentar-se como pôde, tentando de forma desajeitada atingir as sombras que apenas se acumulavam em torno de si cada vez mais, e parecia que para pedaço que era acertado e tornava-se menos denso, vários outros tomavam o seu lugar.

O desespero tentava tomar conta da garota a cada instante que se passava, e tornava-se cada vez mais difícil simplesmente manter alguma linha de raciocínio lógico. Até o ar puro tornava-se escasso, como se a mera presença da sombra tornasse-o impuro. Teve medo como poucas vezes antes, e qualquer esperança que ousasse sentir lhe era tragada, juntamente com a sua energia. Seus olhos principiavam a se fechar em uma desesperança inimaginável, já não conseguia ter ânimo para resistir àquilo. Foi quando, em um flash, uma série de imagens passaram por sua mente, ainda que em uma fração de segundo: um velho sorriso familiar de um homem barbudo, o símbolo sobre a sua cabeça, o ronco do motor e o vento sobre os seus fios negros, a mulher de rosto calmo, braços acolhedores e cabelos vermelhos... aquilo tudo era como luz. Luz... um sorriso fraco brotou no rosto pálido, sereno, e de repente parecia quem um brilho tênue apoderava-se do mesmo. As estrelas já não tinham o mesmo brilho, mas era como se entregassem-o felizes, de bom grado, à filha da noite. Em poucos segundos tudo tornara-se sombras, a não ser Mirelle. Ela, filha das trevas, era puramente luz, que cegava e atormentava. Seu corpo podia pertencer à terra, mas o seu espírito era das estrelas, e todo o brilho das constelações reunia-se sobre a sua pele.

Em um grito espectral, sombrio, as gavinhas desfizeram-se, como se vaporizadas pela luminosidade, e a garota caiu ao chão, e apesar de ainda momentaneamente fraca, continuava a brilhar com a mesma intensidade; a passos trôpegos, apesar de seguros, ergueu-se apoiada na espada e cruzou em alguns passos a distância que separava-a da criatura. Sentia-a encolhida pela luz, enfraquecida, e esse era o momento ideal. Tornou a golpear as sombras enquanto ainda tinha luz, e sentia-a cada vez menos espessa e assustadora. E continuou até que as estrelas tivessem recuperado o seu brilho, e à sua frente existisse apenas a noite. Deixou-se então cair sobre os joelhos, Yin Yang à sua frente. Sua visão estava borrada, e sentia como se pudesse apagar a qualquer momento.

"Obrigada", disse aos céus com um leve sorriso, fechando as pálpebras e colocando ambas as mãos sobre onde o seu coração batia. Deixou que as luzes azuis saíssem das suas palmas, e, apesar da dor que o sacrifício exigia, fez com que sua pele abrisse-se nesses pontos, vertendo sangue, e a cor abandonasse ainda mais o seu rosto, até que sentisse-se com energia suficiente para abrir os olhos e levantar-se novamente. Correu os olhos pelo local, piscando rapidamente para tornar a visão nítida, e percebeu, aliviada, que Logan também havia conseguido se livrar do outro ser e, aparentemente, bem. Agora precisavam contatar os outros grupos e certificarem-se de que também eles estivessem bem.

Foi quando um brilho azul vívido preencheu o espaço acima dos semideuses, a energia palpável no ar. Não precisou mais do que isso para que a garota erguesse os olhos para o alto, levantando os braços, sentindo aquela súbita explosão de sensações. Aquele poder... só era possível que viesse de um ser; e, de fato, sentia ali o seu toque, como se guiando as ações da mentalista e amplificando os seus poderes. Psiquê. Sua patrona.

— Isso é incrível — Comentou com o outro mentalista, olhando para cima maravilhada. Não sabia como era possível, mas sentia o campo de força acima de si. Então, ao dirigir a ele a sua atenção, franziu a testa, preocupada. Uma rede cheia de falhas (que, à imagem do buraco na Camada de Ozônio, não chegam a ser fendas de fato, mas a afinação da mesma), voláteis e fragilizadas, ao invés de algo uniforme, como seria esperado.

Não precisou que o garota se dirigisse a ela para que expandisse a sua mente até o campo de força, tentando, com muito esforço, manipular a energia para que reforçasse os pontos de fraqueza. A tarefa era difícil, como mexer com algum material pouco flexível, mas aos poucos parecia surtir efeito. Com os poderes ampliados pelo apoio da deusa, executou um trabalho artesanal, criando novos fios e tecendo-os à rede para fortalecer ao campo, sentindo-o como se fosse parte de si.

De fato, a proteção parecia mais bem estruturada quando a energia, pouco a pouco, cessou, e Mirelle se permitiu cair sobre a grama, exausta.

***

— Ataque defendido com sucesso pelo beta. Nenhum ferido grave, e posição confirmada. — Disse Mirelle, erguendo preocupada o olhar para Logan. Estavam sentados sobre a grama, recuperando-se ainda do susto enquanto contatavam as outras equipes. A feição da garota aliviou-se visivelmente ao rapaz confirmar que o grupo restante estava na mesma condições que eles, sem danos grandes.

Olhando para o acampamento adormecido atrás de si, Fay permitiu-se respirar profundamente, relaxando os músicos rígidos. Tudo parecia novamente tranquilo, sob controle, após o momento de tensão. Principiava a fechar os olhos  quando um brilho vindo de alguns metros à sua frente chamou a sua atenção. Trocando um olhar com o outro mentalista, deu de ombros, caminhando até o objeto prateado, localizado exatamente onde derrotara a sombra. Agachou-se, fitando aquilo com curiosidade, quando o a massa disforme, similar a um amuleto grosseiro, tomou nova forma. Seria um... isqueiro? Novamente movida pela curiosidade - e dado que não sentia nenhum perigo iminente -, esticou o braço, tomando o pequeno objeto entre seus dedos e observando-o com calma.

Em um movimento cuidadoso, abriu a tampa, revelando o mecanismo de ação e o local de onde deveria sair as chamas. Porém, quando acionou o mesmo, a surpresa tomou os seus olhos, a sua boca aberta em uma cômica expressão de descrença. Não pode ser possível, cara... quase gritou para si mesma na escuridão absoluta que reinava na área à sua volta. Como que para confirmar a natureza daquilo, cessou as "chamas". E eis que, como em pequenos sóis, a luz saiu de dentro do objeto, tomando os seus locais naturais.

***

O cansaço já reinava absoluto sobre a garota quando os primeiros raios solares se fizeram visíveis através da direção do mar, e os membros dos outros grupos chegaram, novamente reunidos. Não precisava de qualquer habilidade especial para que enxergasse nos olhos dos seus companheiros o mesmo desgaste que provavelmente estava presente no seu, nem entrar em suas mentes para saber que terrores provavelmente haviam encontrado e combatido.

O tecido rasgado, os arranhões e andares mancos, porém, não eram capazes de tirar a lealdade daqueles semideuses, que resistiram bravamente à longa noite. Apesar de tudo, tentavam fazer brincadeiras ou sorrir, por mais que tudo o que mais quisessem fosse suas camas. Afinal, o acampamento, ainda que por ora, mantinha-se salvo.

Palavras foram trocadas rapidamente, indicando a natureza dos ataques em cada frente, mas a conversa não se estendeu mais do que o necessário. Mirelle não esperou que todos fossem embora antes de voltar-se para Logan, sorrindo levemente para o outro.

— Foi uma longa noite, mas foi bom trabalhar ao seu lado. Qualquer nova patrulha... até mais. — disse, levando dois dedos à têmpora em despedida. Virou-se então, caminhando iluminada pelo sol nascente, até onde o descanso a esperava.

Cuz I'm a young girl built to fall:

equipamentos:
— {Abism} / Corrente [Corrente feita de bronze sagrado, mas com uma tintura que deixa o metal escuro, quase como ferro estígio; mede cerca de 2,5 m. No nível vinte, torna-se uma corrente menor e mais fina, dessas usadas como adorno, ou um cinto com fivela de opala negra, dependendo da vontade do semideus.] {Bronze Sagrado} (Nível Mínimo: 1) {Não Controla Nenhum Elemento} [Recebimento: Presente de Reclamação de Nyx]

— {Darkbook}/ Grimório [Este livro pesado encadernado em couro e escritos rúnicos contém as instruções e ensinamentos necessários para que o semideus acesse seus poderes. As páginas estão em sua maioria em branco, mas, ao adquirir poder e sabedoria suficiente, a página é preenchida com a invocação disponível. Para qualquer outra pessoa, parece um livro gasto.As páginas são feitas de uma lâmina fina de bronze sagrado, e por baixo do couro da capa ela é de metal, o que o torna resistente à água, mas não indestrutível. Caso danificado, destruído ou perdido ele irá se recompor nos pertences do semideus, em seu baú. Todo grimório começa com os elementos éter e trevas (ainda que este segundo só fique disponível efetivamente após o ganho da habilidade de nível 50), mas não oferecem bonificações adicionais quanto aos elementos base.]
✣ Anima Bracelet. [Um bracelete de prata com o desenho de borboleta em ouro. Esse bracelete pode ser ativado com o desejo mental do usuário e transforma-se em uma corrente que pode medir 10m. Essa corrente é feita de prata e ouro sagrado, bastante resiste a tal ponto de ser semi-indestrutível. Ela obedecerá aos comandos mentais do mentalista com perfeição, independente do nível que ele esteja.] [Materiais: Ouro Sagrado e Prata Sagrada] (Nível mínimo 1) {Elemento: Psíquico} [Recebimento: presente por ser mentalista]

✣ Yin Yang. [Uma espada de punho prateado e com um desenho bem talhado de uma borboleta em azul. Sua lâmina é de uma beleza diferenciada, pela divisão do cume central, metade dela possui um material negro e a outra metade é feito de prata sagrada. Seu corte é duplo e sua ponta afinada, uma espada bastante resistente. Ela possui uma habilidade de ativar um segundo modo em que a espada original se divide em duas, uma de lâmina totalmente preta e outra de prata sagrada. Nesse segundo formato a sua resistência diminui um pouco, porém seu corte fica extremo, podendo cortar metais pesados e causar efeitos sobre armas sagradas. Essa espada vem em uma bainha preta com entalhes azuis em borboletas, ela se adapta ao corpo do mentalista podendo ser usada do modo que este desejar carregar a espada.] [Materiais: Prata Sagrada e Material Negro] (Nível Mínimo: 1) {Elemento: Psíquico} [Recebimento: Presente por ser mentalista]

✣ {Íca} / Escudo Misto [Escudo feito de madeira e magnésio, é leve de fácil uso. Oferece uma proteção eficiente e não interfere em nada quando usado em combinação com outras armas, desde sejam armas de uma mão. Ao simples querer da dona se transforma em uma pulseira cor de prata.]{Magnésio e madeira} (Nível Mínimo: 5) {Não Controla Nenhum Elemento} [ Forjado por Harry S. Sieghart e comprado de Ícaro Newerland em 12/07/2014 ]
♦ {Nirvana} / Gargantilha [Uma gargantilha prateada com safiras em sua extensão. Uma vez por evento, a semideusa pode ativar o poder da gargantilha, cujo efeito durará três rodadas. A usuária poderá escolher apenas um alvo, cuja mente permanecerá numa espécie de paraíso até o término do efeito ou até sofrer algum dano. Durante o transe, o corpo do alvo permanecerá inerte. Apenas funciona caso o alvo seja de nível menor que o usuário.] [Prata; Safira] (Nível Mínimo: 10) {Não controla nenhum elemento} [Recebimento: 3º Treino Trimestral 2014, "Deadly Sins"]
Passivos:

Mentalista:


◉ Nível 2. Memória fotográfica: Tudo o que você ver ou ler ficará gravado em sua memória por anos, serve tanto para imagens para textos.
◉ Nível 4. Resistência Mental: Sua mente é resistente a manipulações ou invasões. Isso não se aplica a outro mentalista, porém se o inimigo for mais fraco encontrará muita dificuldade, assim como o que for mais forte terá de se concentrar mais para conseguir o efeito mental sobre um mentalista.
◉ Nível 10. Empatia: Você sabe exatamente o que o outro está sentindo em termos de emoções.
◉ Nível 20. Telepatia Avançada: Controle total, podendo escolher a hora que vai escutar os pensamentos ou não e também se comunicando livremente através dos pensamentos.
Nyx:

Beleza Noturna. À noite os filhos de Nyx ficam especialmente mais encantadores, podendo rivalizar com filhos de Perséfone e Thanatos, ou talvez confundidos com filhos de Afrodite, mesmo sem ter a mesma graça corporal.

Olhos multicolores. Os segredos não passam por você, seus olhos sempre estão mudando de cores de acordo com o estado de espírito da pessoa, identificando os sentimentos gerais da pessoa com quem está falando, mas não seus pensamentos ou prevendo ações.. E ele sente essa mudança, não precisando ver seus olhos para saber em qual cor estar. Isso se dá porque Nyx é uma deusa dos segredos e mistérios, portanto nada passa do olhar dos filhos de Nyx. Apenas os filhos de Nyx sabem os significados das cores, mas mesmo eles podem se enganar sobre uma percepção pois uma cor significa mais de uma coisa. Quando as pessoas estão sentindo muitas coisas ao mesmo tempo os olhos dos filhos de Nyx tendem a ficar um de uma cor e outro de outra e se for o caso de muitas emoções mudarem constante de cor.

Leitura ambiental: Após entrar em um local você pode sentir sua energia. Não importa o que deixou a energia ali, se foram pessoas ou eventos, você pode sentir e definir se são positivas ou negativas e se são de medo, alegria, coragem, etc, ainda que não saiba o que ou quem ocasionou isso de forma especificada.[Criado por Nix] [new]

Esconderijo inviável I: Seus inimigos ou quem quer que seja não poderão se esconder naturalmente (sem uso de poderes) de você. Você consegue saber sua localização. Seu poder de percepção misturado à sua intuição apenas alcança um raio de dez metros neste nível, mas você apenas pressentirá a presença se forem de nível mais baixo que você e se estiver procurando conscientemente por algo. No caso de poderes de ocultação, nesse nível ainda funcionam normalmente, independente se o usuário for de nível menor que o filho de Nix. [Modificado]

Habilidade noturna. O seu poder aumenta quando a noite chega. Sua magia, força e habilidade para combate como destreza, agilidade e esquiva ficam mais evoluídas e aumentam em 10%. Seus sentidos também ficarão mais aguçados, mas apenas levemente. [Modificado]

Olhos noturnos II. Sua visão no escuro está ainda melhor e mais clara do que a de qualquer um, além de poder enxergar mais longe. Seus olhos se adaptaram tão bem a noite que conseguem enxergar longos metros de distância à sua frente. O máximo que consegue enxergar com absurda clareza são cinquenta metros em uma área aberta.

Silêncio noturno: Os filhos de Nyx conseguem se movimentar sem produzir quase nenhum ruído, contudo ações bruscas e ataques podem quebrar o silêncio, mas os sons produzidos ainda seriam menores do que o normal - apenas oponentes de poder superior ou ouvidos treinados terão facilidade em escutá-lo. [Adaptado por June]

Premonição: Quando o filho de Nyx está correndo algum risco de serem atacados ou mortos de surpresa, eles têm uma premonição, um sentimento de perigo. Este sentimento os alerta para que fiquem em guarda, e apenas se eles forem o alvo original - um acidente ou desvio não seria alertado, como uma bala perdida, por exemplo, por não fazer deles o foco (algo que afete uma área nao seria notado) - e não revela a localização do inimigo ou o tipo de ataque. [Adaptado por June]

Cura noturna II. Como Cura Noturna I, mas seu nível torna-se mais alto, conseguindo curar-se mais rapidamente. 5 hp por turno, até no máximo 100 em uma noite de sono sem interrupções. Substitui o nível anterior, não acumulando.

Nível 17

Aura da Noite: O corpo do filho de Nyx adquire uma áurea negra e fria em sua volta, que faz com que as pessoas comuns temam o seu poder, sentindo medo e pensando duas vezes antes de atacar. O efeito é reduzido drasticamente durante o dia. No caso de semideuses e monstros, afeta apenas aqueles mais fracos. É um efeito de medo, e personagens imunes a isso não sofrem qualquer adversidade. [Adaptado]
Temperatura Noturna: A pele dos filhos de Nyx começa a ganhar uma temperatura mais amena e fria e a medida que o nível do semideus cresce, esta frieza vai aumentando. Assim que chega ao nível quarenta esta temperatura pode até influenciar no ambiente, nada muito perceptível, mas que também vai aumentando com o passar dos níveis. Chegará a um ponto onde o filho de Nyx será capaz de deixar toda uma sala de uns dez metros quadrados com uma temperatura amena e gostosa para o sono, uma temperatura típica da noite. Não faz com que eles ganhem nenhuma resistÇencia, sem surte qualquer efeito sobre os inimigos, sendo apenas uma característica física.
ativos:

◉ Nível 16. Casulo: Esse poder pode recuperar a vida e a energia, tanto do mentalista quanto de alguém. Ao posicionar a mão no peito da pessoa ou no próprio, luzes azuis irão sair de sua palma e cobrir todo o corpo da pessoa liberando uma energia que iria recuperá-lo ou ao outro. Para recuperar a energia do outro é necessário um sacrifício, a cada ponto de energia doado ao outro, é triplicado na recuperação deste. Ou seja, se for doar 10 de mp (energia) o outro irá receber 30 de hp e mp. Caso seja com você mesmo, haverá uma troca entre energia e vida aplicando-se a regra de multiplicar por três. Ou seja, se você transformar 10 de mp em hp, resultará no acréscimo de 30 de hp. - sacrifício de 40 de hp por mp.
Nível 19

Explosão da Supernova: O filho de Nyx consegue reunir em seu corpo toda a luz das estrelas ao seu redor. Tudo no céu fica momentaneamente escuro, sem brilho, enquanto o corpo do semideus fica ofuscante, cegando os inimigos que o encarem por 1 turno. Funciona apenas quando estiver à noite e em locais abertos. Apenas 1 vez por combate. [Criado por June] [Modificado]




Mirelle Fay
avatar
Mentalistas de Psiquê
Mensagens :
881

Localização :
Inside Your Mind...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Mind Over Matter {Story Mode: Logan e Mirelle}

Mensagem por Logan Montecarlo em Sab 05 Set 2015, 16:31


you know you're on my mind
mirelle fay ❀ post não sei sou de fhumanas ❀ não ouvindo isso
E foi assim, com a motivação renovada, que o filho de Perséfone pôs na cabeça que iria destruir aquela sombra maior, que já contava com um tentáculo ao seu dispor. Recebendo a confirmação de Mirelle de que suas costas estariam protegidas, raciocinou rápido: ela destruía uma, ele, outra. Com os dentes a mostra, meio trincados tanto pela raiva quanto pelo temor, Logan investiu contra a monstruosidade de espada em punho.

O primeiro ataque soou como um teste. Na verdade, o monitor precisava saber o quão bem aquela criatura lutava, pra ter uma ideia de qual estratégia de luta assumiria. A questão era que, logo ao tentar atingi-la no peito, foi repelido por um chicote de sombras estalando contra suas costas com força, fazendo-o vergar-se aos pés da criatura, que parecia sugar a felicidade do lugar, tal qual um malogro faria. Por um segundo, com a espada caída a dois metros de si, o filho de Perséfone pensou que ali fosse o fim; recordou-se, contudo, do seu dever com o Acampamento e, antes que a fera concluísse um golpe com suas garras de sombra, atingiu-a na fuça com uma bola de fogo, esse provindo do poder mágico de Mirelle.

Com o intuito de evitar qualquer envenenamento ou hemorragia passível de ocorrer devido à natureza duvidosa do tentáculo de sombras, Logan ativou a braçadeira de hidra, que deu-lhe uma aparência ligeiramente escamosa. Como se fosse uma armadura de luz, a pele dele ficou pontilhada por "rachaduras" coloridas, que "revigoravam-no" conforme o tempo passava. Era interessante sentir o produto do poder da hidra; os espólios de guerra, sempre tão venerados, eram muito legais quando vinham de monstros.

Não foi forte o suficiente para finalizá-la, mas o fogo concentrado queimou a pele - ou a tristeza, ou o ódio, ou seja qual fosse o material daquela coisa - da sombra, desestabilizando-a a ponto de fazê-la recuar um pouco. Nesses poucos momentos que conseguira, girou para o lado direito, esquivando-se de uma nova chicotada, e pegou a espada do chão, levantando-a acima da cabeça para cortar o tentáculo de sombras, que pairou no ar por um instante antes de cair. Debatendo-se meio sem objetivo, aquela parcela de trevas foi dissolvida no costumeiro pó dourado.

Seus olhos, então, semicerraram-se. A análise detalhada do estilo de luta do oponente permitiu a Logan chegar a uma conclusão fácil: precisaria acabar com aquilo o mais rápido possível. E, para isso, teria que usufruir-se de sua tática mais letal, realizando um combo de ataques mortíferos.

Logo que a sombra recuperou-se e lançou um pulso de trevas, Logan retardou o tempo ao seu redor e espiralou em uma fumaça azul-vítrea, sumindo no ar e se teletransportando para cima da criatura. Todavia, com o intuito de não dar chance de defesa ao adversário, acelerou-se a ponto de fingir um ataque reto pra baixo e, com uma finta de corpo, desviar a ponta da espada para as costas da criatura, atingindo-a em cheio com seu poderio ofensivo num ponto cego. O impacto fora tão forte que Logan, até por causa da velocidade, sentiu um ardor no braço esquerdo ao cair com o peso do corpo sobre ele, deslizando na grama do solo, tingido por flocos dourados de matéria monstruosa.

Ele suspirou e, com o término da batalha, teve o índice de adrenalina pelo corpo diminuído, o que resultou em efetivamente sentir todas as dores da batalha. Além do cansaço mental de frear a ira da sombra, Logan possuía um corte pequeno, mas profundo, na sua escápula direita, provocado pelo tentáculo de trevas; e, pra melhorar, o braço esquerdo parecia quase inútil, tendo que ser mantido numa posição em L para diminuir a dor.

Entretanto, o saldo era positivo: também Mirelle havia finalizado a criatura.

Com tantas imagens daquela noite, era surpreendente que o mais surpreendente ainda estivesse por vir. A energia brilhantemente azulada, exalada por uma familiar força superior, inundou os céus e o Acampamento, acalmando a mente de Logan - e, provavelmente, de todos os ali presentes. Ele pôde, inclusive, demonstrar um sorriso: a amostra do poderio de Psiquê era revigorante.

A voz de Mirelle soava meio distante, mas Logan concordou com a cabeça, sem conseguir falar nada porém, já que a fragilidade do campo protetor daquele vale em Long Island era um sutil balde de água fria, senão assustadora. Como se possuísse lentes que vissem o invisível, o filho de Perséfone podia identificar "buracos" - desgastes talvez fosse o termo mais correto - naquela entidade guardiã, manifestada pelo Pinheiro de Thalia. Foi naquele momento que ele entendeu o motivo do retorno da Patrulha da Fronteira: qualquer ataque mais forte e concentrado, como uma agulha, ruiria a película mágica que envolvia o Acampamento, criando uma fenda por onde passariam hordas e hordas de monstros, atraídos pelo odor semidivino em abundância.

Quase como um reflexo de ter notado essa fraqueza, Logan imediatamente seguiu Mirelle, e ambos começaram a tentar refazer essas pequenas falhas. Considerando que eram muitas, algumas mais e outras menos, o filho de Perséfone deu mais atenção e cuidado às situações críticas. Não era fácil, muito menos rápido, mas a bênção da patrona recaía sobre os dois mentalistas, que usavam de seus dons para, de alguma forma, buscar proteger, conforme manipulavam a teia psíquica, aquele reduto de segurança de tantos meio-sangues.

Afinal, era isso o esperado pelos habitantes de um lar.

[...]

A noite mostrava-se longa. À medida que contactavam os outros grupos, recebiam relatórios de ataques e defesas com sucesso. Poucos encontravam-se feridos, e apenas em um caso Logan exigiu que um integrante da patrulha fosse levado à enfermaria. Aparentemente, o golpe mais forte fora justamente com eles: tanto ele quanto Mirelle confrontaram sombras, enquanto os outros grupos lutaram contra criaturas mais fracas, de esqueletos ou elementais de sombras. No entanto, havia um quê de justiça no ar.

Como um espólio da batalha travada, Logan tomou o isqueiro prateado e brincou de abri-lo e fechá-lo. Era engraçado que, em vez de soltar fogo ou algo assim, o objeto tivesse um controle razoável sobre a luz, absorvendo-a do ambiente e liberando-a na forma de bolinhas de luz, que movimentavam-se dependentemente da vontade do semideus. Logan, por exemplo, no auge de sua infantilidade, gostava de colocá-las em linha, como um sabre de luz jedi, típico daquela trilogia mortal clássica de ficção científica.

Enquanto a tarefa noturna prosseguia para seu fim, últimas instruções foram passadas, e um ponto de encontro foi combinado junto de um horário. Alguma "desconcentração pós-trauma", por assim dizer, foi constatada entre os patrulheiros, que riam de piadas sem graça e trocavam cumprimentos. Logan despediu-se de todos, piscando simpaticamente um olho pra Mirelle quando ela foi embora.


[...]

— E foi isso aí, Quíron — terminou Logan, bocejando ao final.

O centauro olhou pra ele como quem sabia que havia acontecido alguma coisa a mais.

— Não quer me contar mais nada?

— Quíron, já te falei tudo três vezes — resmungou o filho de Perséfone, levantando-se e bufando um pouco antes de se dirigir até a porta, onde parou e virou para o quadrúpede. — Se não falei depois de três vezes, não vou falar numa quarta vez. Boa noite.

E saiu da Casa Grande. Logan não entendia aquela implicância do centauro. Ele não escondera nada em seu relato.

Além das sombras. E da restauração da barreira. E do isqueiro de luz. E daquela rápida passadinha no chalé de Afrodite.

OBSERVAÇÕES:
Armas:

— {Flowerblade} / Espada [Uma espada que mede cerca de 70 cm, sendo que sua lâmina é em torno de 60 cm. Sua lâmina é de aço e fica em um tom diferente conforme a estação do ano, e o pomo tem a forma de uma rosa desabrochando. Seu guarda-mão tem um formato de quatro pétalas laterais divididas igualmente, e no centro há um brasão em forma de flor, adaptável ao gosto do meio-sangue. Ao matar alguém, toda a sua estrutura torna-se negra e gélida, relembrando ao filho de Perséfone o sofrimento que uma morte pode causar (e cárcere também). Quando a arma fica deste jeito, todo o monstro que tocá-la será automaticamente coberto por uma energia escura, que o deixará lento (esse efeito só passa após duas rodadas).] {Aço} (Nível Mínimo: 1) {Não Controla Nenhum Elemento} [Recebimento: Presente de Reclamação de Perséfone] (CINTURA)

— Anima Bracelet. [Um bracelete de prata com o desenho de borboleta em ouro. Esse bracelete pode ser ativado com o desejo mental do usuário e transforma-se em uma corrente que pode medir 10m. Essa corrente é feita de prata e ouro sagrado, bastante resiste a tal ponto de ser semi-indestrutível. Ela obedecerá aos comandos mentais do mentalista com perfeição, independente do nível que ele esteja.] [Materiais: Ouro Sagrado e Prata Sagrada] (Nível mínimo 1) {Elemento: Psíquico} [Recebimento: presente por ser mentalista] (BRACELETE)

— {Flower's Wonderwall} / Armadura [Feita de magnésio, é leve e não prejudica tanto a movimentação quanto uma feita de outros materiais. É constituída pela couraça, que protege o tronco, espaldares que protegem o ombro, grevas para a parte inferior das pernas, e os braços e pernas da armadura. Não possui manoplas nem escarpes. Foi projetada com base em armaduras medievais, e é semelhante a estas. Quando o semideus desejar, se transforma em roupas casuais para que a armadura possa passar despercebida.] {Magnésio} (Nível Mínimo: 15) {Não controla nenhum elemento} [Recebimento: Presente de Harry S. Sieghart] (CORPO)

— {Fênix de Ka-Ha-Si} / Amuleto Místico Inuíte. [É um colar que possui um pingente de gelo que nunca derrete, cujo formato é o de uma fênix de asas abertas. Conquistada pelo semideus no Alasca, após um teste feito pelo Mestre dos Ursos. Bonifica aspectos físicos (força, agilidade, velocidade, etc; +15%) quando exposto à condições frias (temperaturas abaixo de 10ºC). Em casos extremos, quando o proprietário estiver com menos que a metade de seu total de HP, o amuleto pode desenvolver propriedades curadoras, em cerca de 10% do HP total. Os poderes totais da joia ainda não foram descobertos. Sua ativação dura por três rodadas, uma vez por missão.] {Zero Absoluto - Nunca derrete.} (Nível Mínimo: 15) {Elementos que controla: Nenhum} [Recebimento: DIY ~ Alaska II, por Hécate](Att por Hécate). (PESCOÇO)

— {Graces and Muses} / Colar [É um colar que possui um pingente de coração, feito de rubi. Dado pelo respeito adquirido dentre as Graças, dá ao usuário uma certa “aura agradável”, que faz com que o torne mais “interessante” para aqueles que o utilizador quiser, assim podendo persuadir mesmo aqueles que possuam resistência e sejam até cinco níveis maiores que o semideus, embora não dê a capacidade de, de fato, persuadi-lo, sendo ainda necessário desenvoltura de postagem e outros elementos, mas ajuda na sedução/persuasão, fazendo com que até seres divinos - que sejam neutros os favoráveis ao semideus - no mínimo escutem o que ele tem a falar, mesmo que normalmente não o obedeçam.] {Rubi} (Nível Mínimo: 20) {Persuasão, Habilidade Corporal (Dança)} [Recebimento: DIY ~ Moulin Rouge] (PESCOÇO)

♦ {Luto} / Bandana Preta [Carregando a aura pesada do atentado terrorista ao Acampamento no réveillon, essa faixa preta do tamanho de 50cm de comprimento por 5cm de largura possui uma propriedade interessante: tais como em cerimônias lúgubres, onde se dedica um minuto de silêncio em respeito à fatalidade ocorrida, os movimentos do usuário ficam silenciados por um turno inteiro; tal "bênção", no entanto, não afeta fala ou poderes (não se poderia silenciar uma explosão, por exemplo), podendo ser utilizada unicamente em ações relacionadas à movimentação (um pulo, uma caminhada, uma corrida, o ruído de passos - desde que provindos do portador, seriam silenciados e não poderiam ser escutados, independente de poderes como "audição perfeita"). Pode ser utilizada duas vezes por ocasião (missão, evento, treino, dentre outros).] {Tecido preto} (Nível Mínimo: 1) [Recebimento: Evento de Encerramento, "Burn, Baby, Burn! - Postagem Aberta". Jan/2015.] (BRAÇO DIREITO)

Colar da hidra [Colar feito de couro entrelaçado com um pingente de escama reptiliana. Ao ser ativado duas vezes por missão, o item fornece ao usuário a capacidade de emitir uma rajada de ácido, como um sopro, pela boca, em linha reta e com alcance de 9m. Além do dano inicial, o alvo ainda perde mais 10 HP por turno durante o mesmo período, não cumulativos - ambos os danos, tanto inicial quanto secundário, afetando também seus itens. Três ativações por evento. Para fins de resistência, os poderes desse item equivalem ao nível 40. (Nível mínimo 40) {Material: couro e escamas} [Ganho como recompensa pelo evento "O levante"] (PESCOÇO)

Braçadeira escamosa [Feita de escamas reptilianas resistentes e em padrão multicolorido, ao ser ativada esta braçadeira fornece uma espécie de regeneração - não chegando a recuperar vida, mas impedindo danos constantes, como efeitos de sangramento ou corrosão (apenas no semideus, não em itens). Não afeta dano de envenenamento, e nem recupera dano já tomado, apenas impede a persistência de um efeito. Dura 3 turnos, 1 vez por evento. (Nível mínimo: 07) {Material: Escamas multicoloridas} [Ganho como recompensa pelo evento "O levante"] (BRAÇO ESQUERDO)



Passivos:

Nível 1 — Perícia Bélica I: Por ganharem de poder de reclamação uma espada (Flowerblade), as proles de Perséfone serão peritas no manejo de tal arma, podendo fazer movimentos considerados difíceis com pouco treinamento. (MODIFICADO!)

◉ Nível 10. Empatia: Você sabe exatamente o que o outro está sentindo em termos de emoções.

◉ Nível 20. Telepatia Avançada: Controle total, podendo escolher a hora que vai escutar os pensamentos ou não e também se comunicando livremente através dos pensamentos.

Nível 20 — Fortalecimento II: Quando próximos de sombras ou em ambientes funestos – que não sejam criações suas –, os filhos de Perséfone sentem-se muito mais animados e fortes. Dessa forma, ganham um bônus de força física, velocidade e resistência mental (contra ataques que mexam com o psicológico dele).

Nível 31 — Presença Contagiosa: O filho de Perséfone consegue influenciar o ânimo de seus parceiros, rendendo-lhes bonificações (resistência mental), por conta que a deusa tinha, na antiguidade, influência sobre a força interna.

Nível 37 — Fortalecimento IV: Quando expostos a quaisquer condições favoráveis (flores, sombras, terra, Submundo), os filhos de Perséfone recebe umboost, que o faz ficar como se fosse cinco níveis mais forte em questão de status (+ 50 HP; + 50 MP; + 5 níveis, apesar de não poderem usar os poderes destes níveis).


Ativos:

◉ Nível 4. Teletransporte iniciante: Capacidade de transportar o corpo para uma distância de 5 metros. Tem de ter em mente o local para onde vai, pois se for teletransportar-se sem saber para onde vai pode ficar preso em uma parede ou objeto e morrer automaticamente. Teletransportar para locais perto não gasta tanta energia quanto se teletransportar para o limite dado. O tempo do teletransporte pode durar de 5 a 10 segundos, ou seja, o tempo em que você desaparece e reaparece.

◉ Nível 5. Accel: Habilidade que aumenta por alguns segundos a velocidade. Deve ser usado quando for atacar o inimigo e acionar a habilidade, desviando para um outro lado atacando o inimigo onde ele é mais vulnerável. Apenas inimigos fortes irão ver o seu movimento, outros irão pensar que você esta atacando pela frente e quando notarem foram atacados por outro lugar. Pode ser usado apenas duas vezes.

◉ Nível 10. Efeito borboleta: Ao ativar essa habilidade, tudo ao seu redor começa a passar em câmera lenta enquanto você fica na velocidade normal. Uma das características dessa habilidade é que quando em uso um desenho traçado de uma borboleta surge nos olhos do mentalista. Pode ser usado apenas duas vezes e tem duração de apenas um turno.

Nível 25, uso contínuo — Essência de Héstia: Héstia, a última olimpiana, abençoara Logan, por este ser seu protegido. Para tal, concedera uma parte de sua essência para o semideus, que deve usá-la com moderação até que adquira perícia, para que seu corpo não entre em combustão. Esse espírito dá-lhe o poder de manipulação, criação e controle do fogo, sendo que a manifestação deste elemento poderá vir de maneiras variadas (asas, chamas, escudo). No entanto, seu uso é bem restrito (apenas a pirocinese laranja) e lhe esgota facilmente, sendo recomendado apenas para últimas consequências. Como Héstia prometera, com a prática, terá mais controle sobre essa essência; somente a partir do nível 25 é que conseguirá usar-se normalmente desta particularidade, sem desmaiar ou ferir-se gravemente; a partir do nível 50, o fogo poderá ser criado, porém apenas para controle utilizando este poder. Não pode ser usada como fonte de fogo para terceiros; por ser um “fogo divino”, consegue quebrar proteções de fogo (embora só sirva para proteções onde o protegido seja mais fraco que Logan em níveis), tais como a resistência das harpias. É uma habilidade prioritariamente ativa, ou seja, com gasto de energia; sem gastá-la, apenas é possível esquentar ligeiramente o próprio corpo, sobrevivendo a temperaturas frias, por exemplo. É a benção oposta à maldição “Profecia do Caos”. (Nível mínimo: 1, 25, 50) {Controle sobre o fogo} [Recebimento: DIY ~ Fellowship.]

RECOMPENSA:
Para ambos: (baseado em poder semelhante das sombras, como pode ser visto no Bestiário aqui: http://percyjacksonrpgbr.forumeiros.com/t10325p120-bestiario#238591)

— {Desiluminador} / Isqueiro Mágico [Com o formato normal de um isqueiro de prata, o Desiluminador é muito mais do que isso: seu poder é o de absorver a luz no ambiente em uma área circular de raio até 5m ao seu redor, tornando-a escura e dando todas as características de uma área escura, como criar dificuldade na visão de 50%, como se fosse uma cúpula de sombras onde a luz natural não pudesse chegar - poderes ainda surtem efeito, desde que o utilizador possua nível maior ou igual ao do detentor do Desiluminador. Área iluminadas são mergulhadas em penumbra, e áreas de penumbra ficam totalmente sem luminosidade. A luz só retorna após três turnos; o poder pode ser usado uma vez por missão. Ao concentrar a luz de um local, ela pode ser liberada em formas de pequenas bolinhas de luz, que apenas possuem função de iluminação. É um espólio proveniente de Sombras, monstros que Mirelle e Logan enfrentaram durante uma patrulha da fronteira no Acampamento Meio-Sangue.] (Nível Mínimo: 20) {Absorver luz} [Recompensa de SM: "Mind Over Matter".]

young the giant
(ft. logan montecarlo)
thanks maay
Logan Montecarlo
avatar
Monitor de Perséfone
Mensagens :
339

Localização :
viajei por aí

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Mind Over Matter {Story Mode: Logan e Mirelle}

Mensagem por Psiquê em Seg 14 Set 2015, 15:35


Avaliação
story mode

(Young The Giant é muito bom caras, parabéns pelo bom gosto rs)

Bom, vamos às devidas avaliações: Logan, tu cometeu bastante errinhos bobos de digitação, guri. Encontrei diversas frases um pouco confusas por conta disto, mas apesar de tudo, você tem uma capacidade imensa de fluência de escrita. Gostei muito da sua desenvoltura no enredo e, fora o que já foi citado, não tenho mais nada do que reclamar.

Mirelle, você escreve maravilhosamente bem. Encontrei apenas um pequeno erro: "As estrelas já não tinham o mesmo brilho, mas era como se entregassem-o felizes [...]"; Não entendi direito o que você quis dizer, mas "entregassem-o" não está correto. Se estivesse se referindo ao brilho, poderia ter usado "o entregassem" ou "entregassem-no".

Gostei muito do enredo criado e principalmente pelo desenvolvimento de ambos. Foi muito satisfatório apreciar o modo como os dois expuseram as características e personalidades de seus personagens, lidando bem com os problemas e principalmente com suas motivações. Parabéns!

Logan
▬ Coerência: 250/250
▬ Coesão, estrutura e fluidez: 150/150
▬ Objetividade e adequação à proposta: 75/75
▬ Ortografia e organização: 20/25
▬ Total: 495 XP + 50 dracmas

▬ Descontos: 40 HP // 128 MP

Mirelle
▬ Coerência: 250/250
▬ Coesão, estrutura e fluidez: 150/150
▬ Objetividade e adequação à proposta: 75/75
▬ Ortografia e organização: 24/25
▬ Total: 499 XP + 50 dracmas

▬ Descontos: 30 HP // 176 MP

Recompensas:
— {Desiluminador} / Isqueiro Mágico [Com o formato normal de um isqueiro de prata, o Desiluminador é muito mais do que isso: seu poder é o de absorver a luz no ambiente em uma área circular de raio até 5m ao seu redor, tornando-a escura e dando todas as características de uma área escura, como criar dificuldade na visão de 50%, como se fosse uma cúpula de sombras onde a luz natural não pudesse chegar - poderes ainda surtem efeito, desde que o utilizador possua nível maior ou igual ao do detentor do Desiluminador. Área iluminadas são mergulhadas em penumbra, e áreas de penumbra ficam totalmente sem luminosidade. A luz só retorna após três turnos; o poder pode ser usado uma vez por missão. Ao concentrar a luz de um local, ela pode ser liberada em formas de pequenas bolinhas de luz, que apenas possuem função de iluminação. É um espólio proveniente de Sombras, monstros que Mirelle e Logan enfrentaram durante uma patrulha da fronteira no Acampamento Meio-Sangue.] (Nível Mínimo: 20) {Absorver luz} [Recompensa de SM: "Mind Over Matter".]

Dúvidas, reclamações, desabafos: MP.


Atualizados





How fickle my heart and how woozy my eyes, I struggle to find any truth in your lies. And now my heart stumbles on things I don't know, my weakness I feel I must finally show. Lend me your hand and we'll conquer them all but lend me your heart and I'll just let you fall, lend me your eyes I can change what you see, but your soul you must keep totally free
Psiquê
avatar
Administradores
Mensagens :
962

Localização :
Castelo maravilhoso do Eros

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Mind Over Matter {Story Mode: Logan e Mirelle}

Mensagem por 117-ExStaff em Sab 19 Dez 2015, 00:37

Tópico movido para o Tártaro.
117-ExStaff
avatar
Administradores
Mensagens :
698

Localização :
Em uma tenda perto de você

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Mind Over Matter {Story Mode: Logan e Mirelle}

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum