— Nome bunitinho de trama aqui {Trama Grupal — Projeto, convite, discussão, etc e tal}

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

— Nome bunitinho de trama aqui {Trama Grupal — Projeto, convite, discussão, etc e tal}

Mensagem por Lana D'yer Hempstead em Seg 07 Set 2015, 18:14



Pois é, minha humilde trama está pronta faz mais de um ano e só agora, após retornar, decidi expô-la para o muuundo todo.

Calma gente, calminha... Lana não veio para destruir o mundo, pelo contrário, tem a missão de trazer a verdade sobre um grande mito em que todos acreditam e, por consequência, deverá devolver o equilíbrio de volta ao nosso planeta caótico. Mas com a ajuda de uma cambada de semideuses, ainda tendo que enfrentar um exército bem... destrutivo...

Para entender melhor de onde eu tirei as ideias abaixo é bom buscar sobre a história de Nyx como mãe de Hemera e Éter, além de conhecer um pouquinho de Astéria (boa parte da história foi inventada pela minha pessoa, mas é sempre bom conhecer a mitologia), e os que estão por dentro das conspirações que rolam por aí conseguirão captar o conteúdo conspiratório em toda trama. Lembrando que é um projeto, um rascunho, algumas coisas devem ser mudadas, como a participação direta de deuses como Ares, mas é basicamente issaê...

Leiam com calma:
O Princípio de Aurora

Há certos milênios atrás, em uma época conhecida por seus guerreiros fabulosos e filhos de deuses, uma Sociedade nasceu. Talvez não se possa dizer que foi a primeira Sociedade a surgir, mas com certeza estava entre estas e foi a mais oculta e poderosa entre todas. Sociedade Aurora era seu nome. Tinha uma filosofia e ideologia muito clara para a época: ela queria reunir filhos de deuses da luz para sua evolução em amplos aspectos, tanto psicológico quanto físico, ou ainda seus conhecimentos em batalha ou cura. O semideus escolheria. No entanto, seu principal objetivo nunca foi combater um exército das sombras. Nesse tempo a humanidade não via luz e sombras como oponentes, mas sim como aliados. A história de que a escuridão e a luz foram feitas para se complementarem, assim como a noite e o dia para trabalharem em companhia, era sempre ensinada. Por isso os seus maiores inimigos eram suas próprias limitações ou ainda os exércitos que ameaçavam seus lares, sua gente, seu lado.

Em um quase segredo total a Sociedade foi se consolidando. Seus guerreiros - nunca lembrados hoje dia, pois desejavam o anonimato - foram conquistando suas vitórias e seus curandeiros ajudando muitos dos feridos graças às guerras que ocorriam constantemente. Obviamente passaram a ser conhecidos por aqueles que ajudavam e o reconhecimento por seus feitos chegou, além de muitas recompensas. Às vezes estas recompensas eram dadas pelos humildes camponeses que tinham pouco a oferecer, às vezes dadas pelos poderosos reis que encontravam problemas em seus territórios. O importante a se entender aqui é que tornar-se um guerreiro de Aurora acabou se tornando algo rentável e cheio de benefícios materiais, apesar deste nunca ter sido o real propósito.

Como todos sabemos, muitas vezes não se dá para manter um bom propósito, pois a raça humana se corrompe com facilidade. Foi isso que passou a acontecer com tal Sociedade. A ambição de alguns que estavam dentro do grupo e a falta de discrição destes mesmos acabou se tornando a perdição para toda a verdadeira face e base de Aurora.

Não  era mais segredo todo o poder que estes guerreiros e curandeiros exerciam sobre a população. A ideia de que eles eram abençoados por deuses havia se propagado, o que não era a mais completa verdade, mas que atraia a confiança de muitos. Os poucos guerreiros de coração corrompido desejavam mais. Muitos poderosos, opressores, reis, queriam em seu exército e em seu domínio o poder de guerra e de cura dos soldados de Aurora. E eles passaram a conquistar...

Não era a mais completa verdade o auxílio dos deuses nesta Sociedade, mas eles não se opunham, apenas observavam. Quem estava no topo do grupo era apenas alguns poucos líderes, todos semideuses de almas altruístas e generosas, aqueles que detinham poder, mas o mais importante, aqueles que sabiam ensinar como usá-los. No entanto, isso não foi o suficiente.

No início da época escarlate estes líderes passaram a ser perseguidos e foi assim por longos meses de puro terror e caos. As ordens foram mudando, o desejo de poder aumentando e vencendo e foi então que a Aurora Negra (conhecido pelos Amparados como Aurora de Sangue) teve seu início. A paz e aliança entre luz e sombras foi sendo destruída nas aldeias e nos corações daqueles que acreditavam, tudo para mexer com o pouco equilíbrio que havia no mundo e transformar cada oposto em inimigo. O novo objetivo para a conquista de mais poder estava bem claro. E a partir de então os guerreiros de Aurora passaram a se consolidar como os únicos salvadores e a chama para a eterna batalha entre luz e sombra se tornou em um grande incêndio, apesar dos primordiais e de todos os outros deuses conhecerem a realidade. Contudo, não eram eles os alvos. O que estes novos lideres que conquistavam suas forças queriam era dinheiro, poder e... Desgraça.

Asclépio foi o único deus a se envolver diretamente no começo de Aurora, passando seus conhecimentos para os aprendizes de medicina. A cura divina foi de importância sem igual para o reconhecimento destes guerreiros. Na época, pragas e doenças matavam mais que qualquer guerra e um curandeiro era tão ou mais importante que um guerreiro. Eles ainda podiam cuidar destes próprios guerreiros e de qualquer ferido que aparecia.

Outros deuses da luz decidiram não se envolver diretamente. Apenas apareciam em sonhos, avisando sobre perigos... E quando Aurora Negra chegou, os próprios deuses se dividiram e foram enganados.

A Corrupção de Aurora

A Sociedade Aurora estava corrompida e a partir de então um pagamento passou a ser pedido pelos trabalhos que guerreiros e curandeiros exerciam. Óbvio que o objetivo para a cobrança de serviço em vários casos não era clara, muitos dos mal intencionados diziam que era pra compra e melhoras de itens. Isso acabou se tornando um negócio muito rentável para aqueles que lutavam em nome de um rei, de uma causa, mesmo que elas não fossem as mais nobres.

Soldados reais de Aurora ainda existiam, mas eram cada vez mais perseguidos, obrigados a sucumbir à ambição e ao abandono de suas verdadeiras ideologias. Muitos morreram, pois a sentença por não aceitar a Aurora Negra era a morte. Os poucos que se renderam foram duramente vigiados e também, ao longo do tempo, foram sumindo ou morrendo misteriosamente... Era o poder da nova sociedade entrando em ação.

Com a quase extinção dos reais valores para os quais Sociedade Aurora fora criada, a reformulação do grupo passou a ser feita. No entanto, para os mortais comuns e novos aprendizes, a ideia primordial continuava sendo divulgada. A morte e o sumiço dos primeiros guerreiros só ocorreu para que no futuro ninguém pudesse revelar o verdadeiro segredo, além de servir de motivo para mais guerras e discórdia.

Os líderes da nova Aurora eram inescrupulosos e comandavam a maioria colocando sobre eles um véu regado por mentiras. O seu real objetivo - poder, dinheiro e desejo por sangue - era reconhecido apenas por eles próprios e por aqueles que se mostravam capazes de tudo para conquistar a glória.

A ideia de luz e escuridão acabou se transformando nessa época. Ataques e guerras passaram a ser mais frequentes e em uma especial, na Guerra da Escuridão, foi disseminada ainda mais a luz e escuridão como lados opostos. Isso porque os guerreiros de Aurora apareciam para exterminar guerreiros "negros" - filhos e discípulos de Deimos e Phobos. Assim, os guerreiros da luz passaram a surgir como os salvadores e que traziam a cura; os guerreiros da escuridão eram os opressores, as pragas que causavam toda destruição no mundo. Mal todos sabiam que estes pertenciam ao mesmo lado.

Os inocentes eram colocados para lutar ouvindo falácias. A ideia de evolução e proteção ao que era "benigno" foi implantada em suas mentes e agora eles tinham um novo objetivo: caçar e dizimar os filhos das sombras.

O caos havia se instalado e a discordância entre os próprios deuses ficou ainda mais intensa. O mundo virou o próprio inferno, assolado por doenças e epidemias que devastavam territórios inteiros. Enquanto isso a ideia de poder, dinheiro e sangue era fortificada. No fim, houve o início de uma nova era... Uma era comandada pela guerra, discórdia, pânico e medo, e com o fundo falso mais iluminado possível. Todos foram obrigados a seguir a "luz" como um único caminho. Um novo acordo havia sido feito, e como se não bastasse, toda a magia e ligação com o espírito foi taxada como arte proibida, isso porque era capaz de abrir olhos e mentes, além de evoluir qualquer alma que desejasse maior conhecimento e poder sobre sua própria essência.

A Inquisição foi um grande marco para obrigar uma nova aceitação. Todos precisavam de uma nova era, novas ideias, novas convicções. Muitos não estavam felizes, no entanto se calaram. O mundo a partir de então realmente sempre foi dominado pela guerra, discórdia, destruição, pânico e medo. E assim acreditar no divino, na luz, era também temer e se apavorar. E a quem todos temiam? Ao julgamento e ao inferno. À morte necessária, inevitável, escura.

Os deuses foram esquecidos, mas seus mitos foram moldados e perfeitamente aceitos. A guerra, discórdia, destruição, pânico e medo poderiam assim trabalhar livremente. Eles passaram a ter mais e mais poder. Com seus desejos mais mesquinhos e cruéis eles conseguiram. Aurora Negra está ainda mais forte neste nosso século. No mundo atual ela possui seus governantes e eles são os mais poderosos do mundo, apesar de alguns permanecerem ocultos.

Infelizmente toda a ideia de bom, divino, iluminado foi deturpada e atualmente não apenas a Sociedade está nas mãos desse grupo sem escrúpulos, todos estão. E a Aurora Negra é uma organização imensa comandada por homens poderosos, ditada por deuses inescrupulosos, executadas por semideuses ludibriados e venerada por qualquer um semeador da guerra e sangue. Muitos integrantes da Aurora aparecem para os filhos da luz sempre com a promessa de evolução e sabedoria e acabam convencendo-os a cometer crimes e serviços sujos... Os inocentes ainda são facilmente enganados quando passam a acreditar que estão do lado correto. Clubes da Luta são cada vez frequentados e há uma movimentação estranha entre toda a conspiração.

Tudo com o passar dos anos têm se tornado ainda mais intenso e, de certa forma, o inconsciente coletivo está começando a mostrar uma realidade primordial: A cumplicidade do dia e da noite, da luz e escuridão, a maior facilidade que todos temos em nos comunicar com o espiritual neste horário, nesta esfera de sombras... Sem falar no interesse que muitos vêm mostrando pela magia. E isso passou a preocupar ainda mais os líderes de Aurora Negra, principalmente após a profecia...

Os comandantes da Aurora Negra:

Sempre são pessoas influentes, ricas, poderosas, capazes de dominar uma grande parte da população. Os deuses por trás de tamanha conspiração são: Ares, Éris, Ênio, Deimos e Fobos. A guerra, a discórdia, a destruição, o pânico e o medo.

A Aurora Negra é um grupo livre, que aceita praticamente todos e tem suas preferências óbvias pelos filhos de Ares, Deimos e Fobos. Estes sabem de toda a verdade. Filhos de Eos, Íris e Apolo também são escolhidos facilmente.

Outros semideuses também podem ser chamados, assim como um seguidor de qualquer grupo, pois o poder que eles veneram também está ligado à quantidade de membro que possuem.

A Dupla Profecia

Mas nem tudo foi feito para durar por todo o sempre, principalmente as mentiras...

Atualmente todos os poderosos integrantes da Aurora Negra temem um destino já anunciado e por isso que a agitação entre eles está fora do comum. São mais chamados feitos para os filhos da luz e os filhos da destruição são muito bem treinados. Monstros poderosos estão sendo capturados e as batalhas no Clube estão mais constantes. Tudo isso por uma profecia, uma guerra que deve acontecer oculta à muitos

A Profecia revelada muitos anos atrás dita o fim de toda essa era manipulada pela guerra e discórdia e o início certo do fim chegaria com um sinal duplo no céu, em um curto espaço de tempo. A profecia diz que a verdade será libertada e mostrada aos poucos para só então haver o tão necessário reequilíbrio no mundo. A primeira parte vem acontecendo...  O ponto final para a Aurora Negra virá quando os Amparados pelas Estrelas sentenciarem seu fim. Justamente os filhos da escuridão serão responsáveis por libertar a Sociedade da Luz e tudo com a bênção da deusa estrela. Há outro ponto na Profecia que diz que a vitória da escuridão sobre a mentira virá com o auxilio da luz, pois ambas serão para sempre aliadas. A luz, aquela que toma seu lugar para dar descanso à escuridão e aquela que cede seu lugar para sua irmã, mãe, amiga, mostrar todo seu esplendor. Devido a isto, todos na Aurora Negra se empenham em fazer esses semideuses se odiarem por base de muita magia destrutiva, mas há uma ligação especial entre esses heróis. Os filhos de Eos são muito ligados aos deuses noturnos, já que são a conexão entre a noite e o dia. Os filhos do Sol são protetores com relação aos deuses lunares e noturnos, principalmente por ele ser irmão da lua (mas por obra de magia, arte bem dominada pelos Auroros, alguns se repelem, pois os filhos do sol conseguem facilmente sentir um Amparado). Os filhos do arco-íris são os que mais têm a chance de descobrirem e aceitarem a verdade, são mais comunicativos...

No entanto, uma segunda profecia é espalhada para estes semideuses inocentes. Uma profecia deturpada. Os filhos da luz, que já entram na Sociedade Aurora acreditando na promessa de evolução e proteção (eles não conhecem o lado negro), acabam sendo convencidos que os filhos da escuridão irão dizimar todos os membros de Aurora até obliterá-la por completo, destruindo assim uma tradição de milênios. Com essa ideia passada aos inocentes semideuses, eles ganham alguma grande missão: investigar os suspeitos de serem os escolhidos; matar aqueles que conheçam seu progenitor divino e seu destino, mas não sem antes descobrir e roubar sua centelha estelar; capturar qualquer semideus ligado à escuridão (para fazer lutar no clube da luta, ser torturado e humilhado) e ainda exterminarem os protetores de cada Amparado. Um semideus recebe essas funções de acordo com o seu grau de evolução.

A Deusa Estrela

Astéria é a deusa protetora dos escolhidos, ainda que seja reconhecida como o aspecto mais obscuro da noite... Ela é a deusa grega das estrelas, sonhos proféticos e necromancia. É reconhecida pelo seu grande dom em astrologia. Filha de Céos e Febe, também é irmã de Leto, aquela que deu à luz a Ártemis e Apolo. Com Perses, deus da escuridão, gerou Hécate.

Foi uma das inúmeras deusas que Zeus perseguiu, no entanto, ela conseguiu fugir dele transformando-se em uma codorna e lançando-se ao mar. A partir de então o rei dos mares, Poseidon, também passou a persegui-la e ela tornou-se uma ilha, a ilha que mais tarde receberia o nome de Delos e que serviria de abrigo seguro para Leto, sua irmã, conceber  seus gêmeos. Em um mito ainda se diz que a Ilha de Delos – Astéria - caiu do céu como uma estrela.

Astéria é conhecida como o oráculo da noite e envia sonhos proféticos. Também é conhecida como deusa das estrelas cadentes e da necromancia. Seu lugar é entre as estrelas, os sonhos e os mortos.

Seus poderes se focam no poder das estrelas, em sua luz, dando aos protegidos a possibilidade de usar essa energia tão especial. Isso deixa todos fortes em qualquer hora do dia, pois como todos sabem o sol é uma estrela. Sendo assim Astéria acaba se tornando luz mais brilhante. Além disso, ela fará jus ao nome de seus seguidores, irá ampará-los, protegê-los.

Astéria e Hiero - A Trama

Apesar de sua irmã Leto ser reconhecida como a boa mãe; a deusa estrela também sempre se dedicou aos seus filhos e família, especialmente após abrigar a irmã em sua ilha.

Foi uma deusa de poucos filhos imortais. Apenas gerou Hécate, a deusa da magia. Não foi uma deusa de aventuras com humanos, dando à luz a apenas um único semideus: Hiero. O herói foi um dos líderes da Sociedade Aurora, alguém tranquilo como a noite e iluminado como a estrela mais brilhante. Era o maior elo entre a noite e o dia e com palavras sábias dissipava qualquer ideia errônea da rivalidade entre luz e escuridão, se opondo duramente contra a nova doutrina de Aurora logo quando ela começou a surgir.

Semideus imponente, era adorado pela maioria das divindades, já que propagava entre toda a humanidade o respeito aos deuses e sempre estava pronto para executar seu trabalho em qualquer missão, principalmente se esta fosse para Nyx, Selene ou Ártemis. Rapaz inteligente, dotado de certo dom para a magia, rivalizando com sua meia-irmã Hécate. A deusa não aceitava o carinho e zelo que sua mãe tinha por ele. O pai de Hiero também foi um semideus, um filho de Éter, justamente um deus primordial e iluminado, dando a Hiero ainda mais poderes sobre a luz. Era um grande guerreiro e um dos primeiros líderes da Sociedade Aurora.

Hiero era a aliança perfeita entre a luz e escuridão, o semideus de maior influência entre aprendizes e aldeões, o guerreiro mais corajoso, o mago do grupo, o incorruptível, o fiel, o primeiro a perceber que algo estava se deturpando em Aurora, o primeiro a tentar impedir a mudança de suas ideologias e o primeiro dos líderes a ser morto a sangue frio por Ares.

Para a perpetuação de todo seu sangue, o herói deixou uma desconhecida filha, alguém que ele fora obrigado a abandonar graças a um sonho profético de sua amada mãe. Em uma noite estrelada Astéria sonhou com a morte de sua neta que nem havia nascido. Ela seria morta pelas mãos de Fobos. No tempo em que a deusa tivera seu sonho revelador, Hiero voltava de sua visita à uma das aldeias que protegia. Havia encontrado com seu grande amor e nem imaginava que nove meses depois seria pai de uma bela e doce menina, alguém que ele sequer chegaria a conhecer.
O semideus soube da gravidez de Eulália antes mesmo da própria reconhecer sua condição. Na mesma noite, com olhos tristes, sua mãe revelou que em breve ele seria pai. A felicidade consumiu o herói no mesmo instante, não permitindo que percebesse todo o pesar no semblante pálido da deusa. Antes mesmo que ele desse meia volta e retornasse à aldeia, ela concluiu revelando que se ele permitisse que todos conhecessem a paternidade de sua filha, o herói se tornaria responsável pela morte da inocente.

Hiero nem pensou em duvidar, sabia que Astéria nunca se enganava em suas previsões e naquele mesmo instante decidiu proteger a filha, decidindo que nunca a procuraria. Toda noite em seus poucos meses de vida pôde ter sonhos que mostrava as lágrimas decepcionadas e furiosas da mãe da criança. Ela se perguntava o motivo para o abandono. Desolado, ele pediu para que sua mãe enviasse um sonho especial para sua amada, mostrando tudo o que aconteceria caso o semideus a procurasse novamente. Astéria cumpriu o pedido do filho. Desde este dia Hiero nunca mais sonhou com os prantos de sua amada.

A morte do herói chegou em uma manhã de inverno congelante. Astéria, ao caminhar pela neve, sonhou acordada com a morte de seu filho, pois a ligação entre eles era intensa e forte. Mas por algum tipo de magia ela apenas pôde prever a morte de seu querido Hiero minutos antes do desfecho fatídico.

Sobre a grama coberta pela neve pálida, no pico da montanha mais alta de toda a Grécia, o sangue sagrado de Hiero foi derramado e sua vida ceifada covardemente pelo deus inescrupuloso da guerra. Os olhos vorazes e satisfeitos de Ares nunca foram esquecidos pela deusa das estrelas, que não derramou uma lágrima sequer ao ter essa visão, apesar de ter seu coração despedaçado.

Em um voo desenfreado Astéria seguiu rumo ao monte. Esperava encontrar seu amado filho ainda vivo, apesar de sentir que havia partido. O que encontrou foi um corpo que ainda sangrava e a Guerra, a Discórdia, o Medo, o Pânico e a Destruição a zombarem daquele corpo e de seu sangue derramado.

Imediatamente a noite caiu em seu estado mais sombrio, provocando calafrios até mesmo naqueles que dominavam as esferas mais caóticas do mundo. Não houve palavras, apenas olhares. A deusa estrela reconhecia ser apenas uma deusa menor, praticamente desconhecida, odiada por Hera e ainda cortejada por Zeus, principalmente após retomar sua forma humana e presentear Apolo com o domínio da Ilha de Delos, recolhendo-se e dominando outra ilha que apenas alguns poucos descobririam existir séculos adiante... Ela era uma mãe de frente aos cinco reis da destruição e da matança.

Astéria deixou os assassinos partirem e tomou o corpo de seu único filho mortal nos braços, carregando-o até o Olimpo. Implorou para que fosse concedida a imortalidade ao herói honroso, mas dentre todos os Olimpianos, os únicos que votaram pela ressurreição e imortalidade foram seus sobrinhos e o rei do submundo. Inconformada, Astéria continuou sua travessia e saiu em busca de Nyx, a conhecedora da vida e da morte de homens e deuses.

A deusa da noite prontamente ajudaria sua fiel amiga, mas seu filho Hipnos ainda sofria com a ira de Zeus e o senhor dos deuses apenas não tinha ido atrás do deus do sono pelo grande respeito e temor que sentia pela primordial. Se ela ousasse desobedecer um consenso olimpiano, seu próprio filho não teria mais segurança. Sendo assim, teve que ajudar a amiga de alguma outra forma e a que encontrou foi plantar uma centelha de Hiero em cada descendente que ele tivesse. Ficou sob a responsabilidade da noite zelar também por Gabrielle, única filha do rapaz e por todos que viriam após ela. Nyx também ofereceu à deusa a oportunidade de vagar entre os mortos para sempre poder encontrar seu filho e assim Astéria desenvolveu certo talento para necromancia.

Foi nesta época que a deusa das estrelas aceitou  e desenvolveu seu domínio sobre a noite mais sombria e sua capacidade de comandar os mortos e a arte necromante. Foi assim que Astéria desenvolveu seu prazer por assombrar todos assassinos...

Eras e mais eras se passaram e ela assistia o poder que a guerra e seus companheiros exerciam sobre os humanos. Astéria assistia também a Sociedade Aurora ser transformada em algo apenas com objetivos dominados pelos interesses mais profanos. A causa da morte de seu amado filho foi cada dia perdendo mais e mais seu valor e ela voltou a se recolher em uma ilha, a ilha desconhecida aos deuses. Desta ilha ela observou a evolução dos que descendiam de Hiero. Todas crianças e jovens de bons corações que se espalharam pelo mundo e que a cada ano que passava emanava um poder estelar ainda mais forte, era a proteção de Astéria e de Nyx.

Outro ponto em comum entre todos estes descendentes era o ódio mortal por filhos da guerra e de todos seus companheiros. Isso só foi aumentando com o passar dos séculos, até o momento onde em seu leito estelar a deusa teve uma profecia que ligaria estes descendentes e que daria à ela o que mais desejava: o fim da Aurora Negra.

Muito antes do nascimento de todos os verdadeiros escolhidos, Astéria reuniu um grupo de deuses ligados à luz e escuridão, tudo para revelar sobre sua profecia. Érebus, Hemera, Éter e Nyx, as trevas, o dia, a luz e a noite primordial compareceram unidos. O senhor primordial do Tártaro, o rebelde da família, apenas aceitou comparecer quando foi dada por certa a ausência do deus dos deuses, Zeus, aquele a quem odiava profundamente. Selene, Hélio e Eos também compareceram como família; assim como Leto, Ártemis e Apolo. Hipnos e Thanatos acompanharam, chegaram depois, junto à Melinoe. Hécate juntou-se ao grande grupo e Hades e Perséfone chegaram por último.  A revelação agradou principalmente os deuses escuros, finalmente havia chegado a hora de recuperar o verdadeiro significado de luz e sombras.

Por volta de nove meses depois o sinal duplo foi mostrado. Um completo eclipse solar, acompanhado de uma chuva de estrelas cadentes que atravessaram os céus. Muitas das centelhas entraram em nossa atmosfera e com elas alguns semideuses foram abençoados com a proteção da deusa estelar. Os escolhidos haviam nascido, a profecia seguia seu rumo e o jogo de caça se iniciava...

Os Amparados por Astéria

Aurora de Sangue (os amparados por Astéria renegam o título da Aurora Negra, pois faz alusão ao maléfico, perpetuando assim a ideia de que a escuridão é perversa) tomou conhecimento desta profecia e a partir deste dia a caçada aos escolhidos começou, obrigando seus progenitores divinos a tentar de tudo para protegê-los.

A maioria dos deuses escolheu deixar seus filhos como indefinidos, pois reclamá-los daria toda a certeza de que os Auroros precisam para perseguir as crianças. Com a ajuda do progenitor mortal (sempre um real descendente de Hiero) eles planejaram uma segunda maneira de proteger ainda mais seus filhos. No entanto, a Aurora de Sangue já reconhecia o sinal e facilmente reconheceu todas as crianças que nasceram nos lugares contemplados com os sinais. Apesar disso o trabalho não seria fácil, pois não foram apenas os semideuses amparados que nasceram naquele dia específico e a busca duraria por anos, com Aurora sempre ficando em desvantagem, mas era apenas uma questão de tempo para todos fossem descobertos e o momento de segurança para os protegidos atualmente está se esgotando.

Alguns já foram descobertos e são mantidos vivos por não conhecerem seu destino e identidade. Possuem um aliado protetor que guarda o verdadeiro segredo. A centelha estelar tornou-se um mistério apenas reconhecido pelos deuses envolvidos e pelos protetores dos semideuses, esta centelha será aquela que dará a todos escolhidos plenos poderes para se consolidarem como Amparados e cumprirem o destino. E por um grande erro de interpretação eles são mantidos vivos, já que alguns humanos e semideus que controlam a Aurora de Sangue pensam que podem roubar tais centelhas e assim se tornarem ainda mais poderosos. Grande engano, mas um engano positivo e que não será revelado tão cedo...

Os Amparados experimentam muitas caçadas e testes, aos poucos reconhecendo seu destino. São pessoas de boa índole, que sentem um grande sentimento por filhos especiais da luz. Protetores e fiéis, nunca se trairiam. Possuem um ódio natural e mortal pelos filhos de Ares, Phobos e Deimos, tendo raras exceções em certos casos. Por obra de magia não se sentem à vontade ao lado de filhos de Apolo, já que estes são os que têm o dom de suspeitarem de sua real identidade. Com isso, graças a uma medida defensiva, eles se repelem, apesar da possibilidade constante que o destino dá para reuni-los como aliados. A ligação com os filhos do amanhecer é ainda mais intensa, algo que faz com que ambos, de início, possam formar um elo muito forte de auxílio e proteção, um elo que pode se tornar muito intenso e perigoso para os inescrupulosos Auroros.

A missão do grupo não é necessariamente salvar o mundo, mas sim libertá-lo daquilo que o mantém sempre doente, além de tentar retomar o equilíbrio das coisas.

Lembrando que críticas construtivas serão aceitas, zoações serão ignoradas. Hm... Aceitamos todo semideus que criar uma trama maneira baseado nessa principal. E essa não é uma trama oficial.

Então é isso... Se tem interesse, quer comentar, poste!

Só mais uma coisinha:

✪ Astéria
Lana D'yer Hempstead
Lana D'yer Hempstead
IndefinidosPercy Jackson RPG BR

Mensagens :
156

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Nome bunitinho de trama aqui {Trama Grupal — Projeto, convite, discussão, etc e tal}

Mensagem por Bianca H. Somerhalder em Seg 07 Set 2015, 20:20

cara, qq cê tá fazendo no fórum com essa criatividade toda?
escreve um livro, obg
Bianca H. Somerhalder
Bianca H. Somerhalder
Feiticeiras de Circe

Mensagens :
780

Localização :
Los Angeles

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Nome bunitinho de trama aqui {Trama Grupal — Projeto, convite, discussão, etc e tal}

Mensagem por Ayla Lennox em Seg 07 Set 2015, 20:42

@Bianca H. Somerhalder escreveu:cara, qq cê tá fazendo no fórum com essa criatividade toda?
escreve um livro, obg

GENTE, QUE PIPOCO. TO NO CHÃO. KD ESSA TRAMA? QUERO PRA ONTEM.
Ayla Lennox
Ayla Lennox
Filhos de SeleneAcampamento Meio-Sangue

Mensagens :
1036

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Nome bunitinho de trama aqui {Trama Grupal — Projeto, convite, discussão, etc e tal}

Mensagem por Bianca H. Somerhalder em Seg 07 Set 2015, 20:48

@Ayla Lennox escreveu:
@Bianca H. Somerhalder escreveu:cara, qq cê tá fazendo no fórum com essa criatividade toda?
escreve um livro, obg

GENTE, QUE PIPOCO. TO NO CHÃO. KD ESSA TRAMA? QUERO PRA ONTEM.
AMIGA DOA CRIATIVIDADE PRA GENTE
Bianca H. Somerhalder
Bianca H. Somerhalder
Feiticeiras de Circe

Mensagens :
780

Localização :
Los Angeles

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Nome bunitinho de trama aqui {Trama Grupal — Projeto, convite, discussão, etc e tal}

Mensagem por Alexey Rzaenov em Seg 07 Set 2015, 20:53

@Bianca H. Somerhalder escreveu:
@Ayla Lennox escreveu:
@Bianca H. Somerhalder escreveu:cara, qq cê tá fazendo no fórum com essa criatividade toda?
escreve um livro, obg

GENTE, QUE PIPOCO. TO NO CHÃO. KD ESSA TRAMA? QUERO PRA ONTEM.
AMIGA DOA CRIATIVIDADE PRA GENTE

TO NA FILA, SOU SÓ UM MINDIGO SEM CRIATIVIDADE
Alexey Rzaenov
Alexey Rzaenov
IndefinidosPercy Jackson RPG BR

Mensagens :
211

Localização :
Arkhangelsk

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Nome bunitinho de trama aqui {Trama Grupal — Projeto, convite, discussão, etc e tal}

Mensagem por Lana D'yer Hempstead em Seg 07 Set 2015, 21:04

Keanu Kunahaii escreveu:
@Bianca H. Somerhalder escreveu:
@Ayla Lennox escreveu:
@Bianca H. Somerhalder escreveu:cara, qq cê tá fazendo no fórum com essa criatividade toda?
escreve um livro, obg

GENTE, QUE PIPOCO. TO NO CHÃO. KD ESSA TRAMA? QUERO PRA ONTEM.
AMIGA DOA CRIATIVIDADE PRA GENTE

TO NA FILA, SOU SÓ UM MINDIGO SEM CRIATIVIDADE

Bianca, amore, estou no fórum pq as coisas aqui são mais divertidas.

Ayla, mulher, vc foi uma das primeiras q eu mandei essa trama... quem mandou num ler antes... kkk ~ E a trama está aí, é só querer se infiltrar nela q a gnt arruma um espacinho. q tal? Por falar em trama... e a sua? E o primordial rebelde da família, o Erebus?

Keanu e Bia, aposto q vcs tem muita criatividade. Basta dar uma pesquisadinha aqui e acolá, logo sairá algo legal.
Lana D'yer Hempstead
Lana D'yer Hempstead
IndefinidosPercy Jackson RPG BR

Mensagens :
156

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Nome bunitinho de trama aqui {Trama Grupal — Projeto, convite, discussão, etc e tal}

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum
:: Topsites Zonkos - [Zks] ::