— Halloween Party

Página 4 de 8 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

— Halloween Party

Mensagem por Hera em Ter 27 Out 2015, 17:08

Relembrando a primeira mensagem :




halloween party
O Halloween é um evento tradicional e cultural, que ocorre principalmente em países de língua inglesa, mas com especial relevância nos Estados Unidos, Canadá, Irlanda e Reino Unido, tendo como origem as celebrações dos antigos povos Celtas. Posto que, entre o pôr-do-sol do dia 31 de outubro e 1° de novembro, ocorria a noite sagrada (hallow evening, em inglês), acredita-se que assim se deu origem ao nome atual da festa: Hallow Evening / Hallowe'en / Halloween.

Muito esperado entre os americanos, esta tradicional festa aconteceria este ano em um pequeno espaço de um dos locais mais famosos de NYC: O Central Park. Iniciando-se no final da tarde, a celebração aberta ao público contaria com um concurso de fantasias, bebida, comida e um DJ garantindo boa música no palco principal. A decoração já estava impecável, com diversas luzes alaranjadas, abóboras cortadas de diversas maneiras e fantasmas criados com um sistema de iluminação profissional.

A segurança também seria garantida: Vários guardas circulariam pelo local e inclusive nas entradas, garantindo assim que ninguém provocasse o caos naquela noite. Qualquer mínimo rumor de confusão seria resolvido, e o espertinho que a provocasse seria expulso do local.




ORIENTAÇÕES GERAIS:

  • A festa estará disponível até o dia 10/11/15;

  • Não são permitidas lutas, tumultos, aleijamentos, mortes ou qualquer coisa do gênero;

  • Não são permitidas cenas 18+, conforme as regras encontradas neste tópico;

  • Não são permitidos posts com menos de 3 linhas, conforme dito neste tópico, nem double post;

  • A festa é atemporal, portanto vocês podem postar independente do que esteja envolvido no resto do fórum;

  • Podem acrescentar mais descrições na festa, desde que não mude muito o cenário geral para todos;

  • É, prioritariamente, um tópico de interações livres, sem chance de ataque ou intervenção, então façam um favor a si mesmos e divertam-se;

  • Lembrem-se de que a festa encontra-se num ambiente frequentado tanto por mortais quando por semideuses, portanto atentem-se ao uso de poderes e não chamem a atenção para o que não for necessário;

  • O não cumprimento das regras aqui descritas poderá acarretar em punições diversas; ainda que toda regra possua uma exceção, cada exceção será analisada individualmente e não necessariamente aceita.

  • O concurso em on terá uma recompensazinha em off. Descrevam bem as suas roupas, ao final da festa abriremos uma votação para a melhor fantasia masculina e feminina. Caprichem!


Crédito das regras ao antigo Orfeu

PJBR; A Thousand Fireflies
Hera
Hera
AdministradoresPercy Jackson RPG BR

Mensagens :
1266

Voltar ao Topo Ir em baixo


Re: — Halloween Party

Mensagem por Heron Devereaux em Dom 01 Nov 2015, 01:03


" not now, harley. daddy's busy. "
Drill colocou um sorriso no rosto e uma mão na cintura da garota. "Tão mais", ela disse. E parecia que o rapaz havia entendido a mensagem.

— Mais do que um escudo humano? Santo Batman! Hoje é meu dia de sorte — comentou, puxando-a para mais perto. — Bom, diga-me o que você tem em mente, Harley. Essa festa tá precisando mesmo de um pouco de... Boom! Me entende?

Seus olhos passeavam pelo cenário, investigando o lugar, enquanto cutucava o rosto com o indicador. Finalmente, encontrou uma mesa repleta de diversos comes e bebes. O rapaz se animou de uma hora para a outra. Agarrou a mão de Harley, puxando-a em direção à mesa.

— Perfeito. Conte-me suas ideias, enquanto eu encho a cara. Combinação perfeita.

Drill agarrou algumas garrafas, examinando os rótulos. Sempre que se desagradava de qualquer um, lançava a garrafa para trás. Continuou assim, até pôr as mãos numa garrafa de uísque.

— Uhh! Isso parece caro — comentou, livrando-se da tampa. — Faz um biquinho pra mim — pediu. Com uma mão, apertou as bochechas da garota, abrindo um biquinho nos lábios dela. Ali, despejou um pouco do líquido. — Muito bem, muito bem — disse, largando a garota. — Continue assim e quem sabe eu compre um pacote de whiskas sachê pra você.

Finalmente, abriu a boca e levantou a cabeça, para despejar a bebida. A noite estava começando a melhorar.

— Então... O que estávamos discutindo mesmo?


you're just a freak. like me.


Spoiler:
Então. Bla bla bla, poderes e talz, considerem. Preguiça de colocar aqui. Quem sabe na próxima? q

Estou vestindo algo parecido com isso (existem algumas modificações pequenas). É meio que um Joker Steampunk. A descrição da fantasia tá no post, marcado em negrito. (link aqui)
Fantasia:
— Halloween Party - Página 4 Efd70e951919f14d07ae0c427b033df3
Heron Devereaux
Heron Devereaux
Filhos de AtenaAcampamento Meio-Sangue

Mensagens :
949

Localização :
Triângulo das Bermudas

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Halloween Party

Mensagem por James M. Hallows em Dom 01 Nov 2015, 01:29


If I'm a sinner, dear God
take my dirty soul away, I don't need any shame
— Halloween Party - Página 4 8bbZcfs

Conclusão: seu novo amigo era um completo pirado. Mas, pelos deuses, precisou lutar quando seu sorriso sacana quando sentiu a mão na sua cintura, desejando que que ele fosse mais além. Contudo, ao invés de acabar com seu joguinho ali, manteve a expressão neutra de antes, com as sobrancelhas levantadas e o lábio inferior entre os dentes. Por um momento, Yue realmente pensou que começariam a se beijar ali e agora, e em poucos momentos estariam correndo para algum lugar privado para transar. Normalmente, noites que começam assim terminam da mesma forma.

O único problema foi que, ao invés de apertar a cintura da prole da beleza contra o próprio corpo, o Joker a puxou pelo pulso até uma mesa com bebidas e pratos que a filha de Afrodite realmente não sabia identificar; ela não ligava. Suspirou enquanto sorria, quase uma emoção genuína, observando enquanto o rapaz jogava garrafas e mais garrafas para trás. Uma dor passou pelo coração da meio-sangue ao ver uma garrafa inteirinha de uísque ser jogada no chão, mas nada falou — quando uma garrafa de cerveja quase tocou o chão, esticou a mão em reflexo para pegar a bebida. Não poderia conviver consigo mesma se não salvasse uma daquelas pobres vítimas.

Estava olhando ao redor, procurando por algum abridor de garrafas quando sentiu as bochechas serem apertadas e sentiu o gosto de algum líquido que não sabia identificar — mas sabia que era gelado e gostoso. E que queria mais. Esticou a mão para a garrafa assim que seu amigo acabou de dar um gole, tomando-a nas próprias mãos e virando na boca. Ofereceu a garrafa de volta ao rapaz.

— Hm. — Pensou por um momento, antes de responder. 80% das festas que frequenta, se contenta em ficar com algum garoto bonitinho pelos cantos. — Empata-foda? — Levantou a sobrancelha em questionamento, esperando uma resposta do garoto.

info:
Poderes:

— Passivos —

Beleza Estonteante (Nível 1)

Como filhos da deusa da beleza, você é naturalmente belo, sendo tal beleza notável e admirada por todos. Seus olhos têm uma coloração que não se define completamente, sendo intrigantes e como se fossem hipnotizantes; sua voz atrai, seus lábios são provocantes, seu rosto possui uma beleza harmoniosa e o corpo não fica para trás. Tudo em você chama a atenção pela beleza especial que possui, e é praticamente impossível deixar de notá-lo. Não é nenhum efeito hipnótico, contudo - apenas estético.

Luxúria (Nível 5)

O desejo pode ser despertado com pequenos gestos, mas que para o observador são sedutores e provocantes. Você pode despertar esse desejo com um simples olhar, um toque, pela aproximação, de modo que qualquer um deixa de prestar atenção em outras coisas para se focar apenas em você. Não é uma habilidade sobrenatural, indica apenas um conhecimento de como usar seu lado sensual para manipular as pessoas, mas não é charme, magia nem nada do tipo: apenas estudo de comportamento.

— Ativos —

— Error 402;
Descrição da fantasia:
Dois elásticos babados começam o visual da fantasia. Um preto e outro vermelho, feitos para manter os longos cabelos de Yue presos em duas mechas, uma de cada lado da cabeça. Há ainda, sobre os cabelos, uma pequena cartola vermelha, bem no meio dos fios presos pelos elásticos; um pouco a frente a cartola, óculos dourados, em estilo quase que se aviador: porém com lentes de vidro menores, vermelhas e mais espaçadas, além do acessório todo ser preso por uma tira que dá a volta na cabeça de Yue, um pouco acima das orelhas; em seus olhos, uma máscara preta que destaca seu olhar. Cobrindo o torso da semideusa se encontra um espartilho fortemente amarrado nas laterais; sendo metade da peça preta e metade vermelha, tendo como detalhes listras douradas contornando a peça: na parte de cima, que cobre os seios, nas laterais, contornando os mesmos e seguindo em paralelo até o final na peça. Em forma de "colete", pequenas mangas estufadas cobrem os ombros, sendo que o tecido se estende até o pescoço da meio-sangue, criando uma gola um pouco alta. Sobre os quadris, camadas de tecido se depositam formando uma espécie de "saia" aberta na parte da frente, sendo que o tecido da parte interna é completamente vermelho, enquanto o da parte externa, preto. Cobrindo as pernas, há um diminuto short preto com bordas vermelhas, além de meias sete oitavos em tecido escuro, quase que transparente. Por fim, sobre os pés, botas de cano longo, com corpo branco e botões dourados que fecham o calçado ao redor das panturrilhas de Yue, sendo a base dele similar a de um salto, completamente preta. Como acessório da fantasia, um martelo grande (aproximadamente 60cm de comprimento) pode ser carregado. Há aros de metal em suas extremidades e um desenho de coração envolvo por cabos e engrenagens no centro, em tinta desgastada.
Imagem ilustrativa da fantasia:
— Halloween Party - Página 4 Second_alternate_victorian_harley_sketch_by_noflutter-d5iiscc


give me glory, make me the best sinner
robei da duff
James M. Hallows
James M. Hallows
IndefinidosPercy Jackson RPG BR

Mensagens :
145

Localização :
Onde houver amor e desventura

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Halloween Party

Mensagem por Byun Jong Dae em Dom 01 Nov 2015, 07:45

Revenge is coming...

When you notice my presence ... It may be too late.




Quando Vivian pensou que aquela festa ficaria extremamente tediosa, uma fantasia de Morte Escarlate chamou sua atenção. Era uma mulher com cabelos quase platinados que acenava para ela. Curiosa, Vivian foi até a figura.

- Então a Morte quer falar com a Miss Marvel? - ela riu. - Interessante. Acho que... eu conheço você. Já nos encontramos?

A atmosfera da festa ficava cada vez mais fantasmagórica e divertida. Vivian ainda segurava seu bloody shake enquanto olhava os detalhes daquela fantasia espetacular. A única coisa "vermelha" que lembrava a semideusa de seu progenitor era a faixa na cintura de seu maiô, mesmo essa já estava um pouco manchada das lágrimas da antiga usuária.

armas:
♈ Faca [Sua lâmina bronzeada mede cerca de 24 cm, e seu cabo tem o mesmo comprimento padrão. É bastante afiada e é perfeita para ataque ágeis e rápidos. O bom desta arma é sua eficiência tanto para mãos hábeis quanto para manuseios mais inexperientes, pois é uma arma curta, fácil de esconder e ao mesmo tempo fácil de manusear. Seu punho é feito de aço, mas uma camada de couro escuro cobre o aço para que o usuário possa segurá-la firmemente. Na parte inferior da lâmina, próxima ao cabo, há entalhado as siglas do Acampamento "CHB"; uma propriedade que só os meio-sangues e criaturas místicas podem ter e usar (ajuda um pouco na destreza)] {Bronze, aço e couro} (Nível mínimo: 1) {Nenhum elemento} [Recebimento: Administração; item inscrição padrão do fórum]

vestindo isso:
http://static1.squarespace.com/static/51b3dc8ee4b051b96ceb10de/54dd2167e4b04fa47c17d17d/54dd2168e4b0f9840864cdbe/1423779316553/amazonmandy-05-ljinto.jpg?format=750w

You know where you are? You're in the jungle, baby. You gonna die!

Byun Jong Dae
Byun Jong Dae
IndefinidosPercy Jackson RPG BR

Mensagens :
120

Localização :
Los Angeles

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Halloween Party

Mensagem por Blake Aquilla em Dom 01 Nov 2015, 14:09


DAZZLE ME WITH GOLD
~ Após o Oblivion. Festa.




Eu definitivamente não fazia o tipo festa. Também não fazia o tipo mortal, nem o tipo semideus, pra falar a verdade. Mas me esforçava para parecer o mais normal possível, depois de aceitar que jamais ia conseguir voltar para Imladris - o que, por um lado, era um alívio. Dessa vez, portanto, não foi Zaria quem me coagiu a sair - simplesmente já tinha lido todos os livros didáticos que o acampamento disponibilizara, e por isso, agora, me encontrava em um incrível tédio. Entretanto, foi por uma sugestão dela que eu escolhi uma fantasia, de um personagem de contos infantis que, segundo ela, era conhecido por quase todo mundo.

Eu não fazia parte do grupo de pessoas que o conhecia, mas ia vestido de Peter Pan assim mesmo.

— Ele é um personagem do mal? — Perguntei, me avaliando diante de um espelho. Zaria estava atrás de mim, parecia encantada. Estava vestida de "sininho", segundo ela mesma. Pelo que eu sabia, o Peter e ela eram companheiros inseparáveis. Neutra, Zaria ergueu a mão para dar um tapa na minha cabeça. Eu tentei desviar, mas ela foi mais rápida. Um protesto saiu dos meus lábios quase instantaneamente, quando senti o golpe jogar minha cabeça pra frente. — Mas o que?

— Não sei como ainda me surpreendo com essas perguntas. — Disse, ajeitando a gola da minha fantasia. — Não, Cain. Eles não são do mal. Isso é apenas um toque de halloween.

Apenas dei de ombros para a informação, sem me importar demais com o que eu estava parecendo ou representando. Meu olhar se focou uma última vez em mim e eu percebi que, embora minha aparência não fosse amedrontadora, estava de fato parecendo algo maligno. Zaria tinha arranjado lentes de contato que, embora incomodassem, escureciam o globo ocular e deixavam minha íris em um tom verde. Meu cabelo, eu mesmo era capaz de manipular a cor - tingindo-o completamente de negro. Direcionei o penteado para trás e delineei as minhas sobrancelhas, depois de empalidecer um pouco a minha pele com base e pó.

A roupa foi feita por várias camadas de um tecido fino, e as botas eram de fato feitas de planta - mas plantas com espinhos, que eram pontiagudas nas laterais opostas à outra perna. Adornos de folhas também constituíam as manoplas e os braços da camiseta, que ia até o pescoço e formava duas golas com o tecido externo e interno do traje. Toda a roupa era em preto e verde escuro, que dava o toque de "halloween" ao personagem. A sininho, Zaria, também deveria ser uma versão maligna da fada.

— Certo! Está pronto? — Inquiriu Zaria, provavelmente sugerindo que "pronto" significava beber e transar até o fim da noite. Eu não estava pronto.

— Sim. — Respondi, respirando fundo. Ia ser só uma noite qualquer.

♦♦♦♦♦

Cheguei com Zaria na festa através de um táxi, mas a perdi de vista mais rápido do que esperava. Dessa vez, ela não me fez nenhum pedido, apenas desapareceu. Sem intenção especial de interagir com ninguém naquela festa, apenas andei - sem um rumo certo, explorando os limites do evento que foi sediado no Central Park. Passava eventualmente por barracas de doces e comia um ou outro, apenas, e me inscrevi para o concurso à fantasia apenas por acreditar que seria legal concorrer. Ao final, procurei um banco perto das estradas pavimentadas do parque, e me sentei ali com todos os doces que consegui reunir na festa.



Equipamentos:
{Prism}/ Pingente de cristal [Colar com pingente de cristal multifacetado tem cerca de 5cm de comprimento, servindo para canalizar alguns poderes do filho de Íris. Adicionalmente, o cristal apresenta propriedades específicas. Uma vez por missão o filho de Íris pode usá-lo para praticar cristalomancia - uma espécie de adivinhação. Para isso, ele deve estar em um local calmo e se concentrar, não podendo realizar outras ações além de observar o pingente. Segurando o colar pendurado sobre a palma da mão, o filho de Íris pode fazer uma pergunta que exija uma indicação imediata, sendo respondido pelos movimentos do pêndulo. O cristal não define cursos de ações específicos - como o próximo turno em uma luta, por exemplo, nem pensamentos e ações alheias - então, se perguntasse "Fulano vai me atacar?" o cristal nada responderia, mas uma pergunta genérica e focada no semideus como "Vou sofrer um ataque esta noite?" pode ser respondida. As perguntas possíveis devem ser respondidas somente com sim/ não, ou indicações diretas - por exemplo, em uma bifurcação, se perguntado qual melhor caminho o pêndulo apontaria para o que aparentemente possui menor risco. Apenas 3 perguntas por missão.]{Cristal} (Nível Mínimo: 1) [Recebimento: Presente de Reclamação de Íris] ~No pescoço~

{Glow}/ Pulseira de contas [Aparentemente uma pulseira comum, com contas de cores vivas que brilham no escuro com cores neon. Contudo, cada conta pode ser removida, sendo usada como uma granada luminosa. Elas podem ser lançadas a até 10m de distância, criando um clarão que não provoca danos, mas cega os oponentes afetados em uma área de 3m de raio do ponto de impacto. Adicionalmente, estas contas também podem ser utilizadas como fonte luminosa para a criação de poderes, sendo que cada conta após retirada age como um globo de luz de "Fotocinese". Independente do uso, no máximo 3 contas podem ser utilizadas por missão.]{Contas de cristal} (Nível Mínimo: 1) [Recebimento: Presente de Reclamação de Íris] ~No pulso esquerdo~

{Rainbow} /Espada longa [Feita de bronze sagrado, possui cerca de 80cm de lâmina. De aspecto elegante, sua cor é de um prata cromado, o que indica algum tipo de tintura. Possui uma guarda de mão recurvada, lembrando mais a guarda de um sabre do que de uma espada, com o cabo recoberto com couro branco, mas com fitas coloridas entrelaçadas no centro. No nível 20, torna-se uma "mecha", que na verdade é um aplique de cabelo, numa das cores do arco-íris; não faz parte do cabelo do semideus, é como uma presilha colocada logo no couro cabeludo.] {Bronze sagrado e tecido} (Nível Mínimo: 1) [Recebimento: Presente de Reclamação de Íris] ~Embainhada nas costas por uma correia~

❃{Banguela} / Chaveiro [Chaveiro em forma das mascaras feliz/triste do teatro grego. Tal item pode ser usado de maneira comum, mas em especial tem o poder de 'pressentir' o perigo. Assim como os filhos de Ares, ele consegue sentir se o seu portador está sendo alvo de um ataque furtivo. Não revela, contudo, a força do ataque, nem a direção de onde ele está vindo; apenas emitindo um ruído, como um apito sonoro, no momento que antecede o ataque] {Bronze} (Nível Mínimo: 15) {Nenhum Elemento} [Recebimento: Missão Treinando Com Seu Monstro, avaliada por Athena e atualizada por Asclépio.] ~Atado à bainha da cintura~
Fantasia:
— Halloween Party - Página 4 NGzBWnv

Blake Aquilla
Blake Aquilla
IndefinidosPercy Jackson RPG BR

Mensagens :
387

Localização :
Nômade

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Halloween Party

Mensagem por Nina A. Mutt em Dom 01 Nov 2015, 17:02

When the angels are silent and the demons sing… fuck you



O faro afiado para desgraças era um dom que Nina, particularmente, amava. Sua animação voltou em forma de risada ao notar que Ayla, finalmente, tinha cedido às boas intenções do jogo e não deixou-se abalar pela vítima ser Tyler novamente. O estado letárgico de Nina se devia à droga, tudo estava muito colorido, e o efeito só não era pior por causa do padrinho divino que era o representante da loucura. Respirou fundo, pegou uma cerveja na mesa, arrancou a tampa com os dentes e deu um gole, o amargo caiu duro junto com a tequila no estômago.

No mais observou o aprendiz da loba se despir um pouco, tinha um corpo bonito, diria até comestível, mas seu tesão estava direcionado à outras curvas aquela noite. Deu mais um gole na cerveja, ouvindo o que ele dissera, colocou a long neck em cima da mesa, próxima o suficiente para que nenhum filho da puta tentasse roubá-la.

- Se você me morder sem eu deixar, vai levar um soco. – ameaçou num tom ambíguo, poderia tanto ser brincadeira quanto verdade, arriscar era por conta e risco do rapaz.

Observou o colar, focou-se nele, era um tanto difícil com o mundo inteiro girando fora de ritmo, mas nem por isso deu para trás. Era uma tira simples, um nó singelo, difícil mesmo seria coordenar a porra do corpo com tantas sensações misturadas, respirou fundo por instantes, colocou as mãos nas costas.

- Não se mexa. – sussurrou a ordem.

Primeiro começou com um beijo na clavícula do rapaz, sentindo o sabor do suor dele impregnar nos lábios, com os dentes apanhou o cordão com destreza, puxando-o devagar para que o nó descesse da nuca até uma região mais tranquila. O pequeno nó parou exatamente sobre o lugar que ela beijara, usando a língua o trouxe para dentro da boca e, depois de alguns breves segundos, desprendeu o objeto. Foi simples, era preciso apenas passar a língua pela parte central, puxá-la para que as pontas soltassem, de resto a gravidade fez o pingente foi de encontro ao chão, só não chegou a cair de fato porque Nina o segurou na metade do caminho. Afastou-se de Tyler, colocando o objeto nas mãos dele, capturando novamente a cerveja próxima e dando o gole final.

- Simples. – lambeu a boca, o gosto dele com a cerveja deu um contraste interessante, ela teve de admitir.

De repente um tiro, memórias acometeram a canídea e a primeira reação dela foi identificar uma rota de fuga, mas não se moveu porque seus instintos não gritaram, normalmente estaria atenta a qualquer farda que viesse a tentar captura-la. Observou bem o rapaz que viera até Ayla, rolou os olhos, conhecia o tal namorado dela por causa de Alaric que comentava sempre. Foda-se, pensou rolando os olhos e aceitando que esta noite não teria a lupina para tirar onda. Entretanto a cerveja ainda estava gelada.

Auau!:

Arma:

♦ {Amartía} / Espada [Espada de 90cm, feita de bronze sagrado. Sua lâmina mede cerca de 70 cm, e sua base é mais grossa que a ponta. A guarda-mão é em forma de um crânio que tem seus dentes pontudos virados na direção do início da lâmina, como se ela saísse de sua boca. Os olhos do crânio são feitos por dois rubis. O cabo e a espiga são revestidos por um couro escuro, o mesmo tipo usado em sua bainha. No nível 20 transforma-se em um anel de caveira] {Bronze sagrado} (Nível Mínimo: 1) [Recebimento: Presente de Reclamação de Hades]
Poderes:

Hades
Passivos
Aura da Morte III [Nível 18]: A aura agora é mais forte, mais intensa. Assusta qualquer ser vivo natural e pode exercer  influência sobre semideuses de nível igual ou um pouco maior (até 10 níveis).[Modificado]

Lorde do Submundo [Nível 20] Criaturas e monstros pertencentes ao Reino de seu pai respeitam você por ser filho de Hades. Lembre-se, respeitar é diferente de obedecer, e só afeta inimigos com nível abaixo do seu. [Ou seja, hesitam em dar o primeiro ataque.]. Não é válido para criaturas sobre controle de outra pessoa, nem sobre criaturas com funções específicas (ex: um esqueleto com ordens específicas de guardar um prisioneiro não seria afetado, pois vai contra as suas funções/ ordens). [Modificado]

Imunidade à chamas negras [Nível 50]: O filho de Hades é imune às chamas negras, ou chamas do submundo.

Mênades
Passivos

Level 10 ~ Rei da Festa ~ Em uma festa a atenção de todos estará voltada para os Mênades, por sua habilidade destacável com dança e de animar os outros. Pode induzir facilmente alguém a dançar ou a ficar empolgado e excitado.

Level 12 ~ Faro Apurado ~ Conseguem distinguir a localização de substâncias que tenham álcool, ou de pessoas que estiverem alcoolizadas. A mesma coisa vale para substâncias retentoras de suco de uva ou a própria fruta.

Level 19 ~ Habilidade Teatral III ~ Todos acreditam nas palavras que proferirem de sua boca, colocando toda a fé e caindo em suas emboscadas. Consegue deixar monstros aturdidos por sua capacidade de mentir, e sua atuação é perfeita.

Level 25 ~ Agilidade Corporal ~ Ao ingerir quaisquer líquidos alcoólicos, os mênades serão atribuídos por uma agilidade privilegiada, podendo desviar de flechas e outros projéteis com facilidade, dificilmente sendo alvejados por ataques corpóreos. Durabilidade de três turnos.

Level 28 ~ Imunidade III ~ É imune a qualquer tipo de bebida alcoólica e venenos, tornando-os ineficazes ao seu organismo.

Level 35 ~ Resistência Mental ~ Por seguirem o deus da loucura, os Mênades adquirirão uma mente fechada e imune a ataques mentais, desde ilusões, invasões, alteração da realidade e ataques mexam com seu psicológico.

Nina A. Mutt
Nina A. Mutt
IndefinidosPercy Jackson RPG BR

Mensagens :
382

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Halloween Party

Mensagem por Alaric L. Morningstar em Dom 01 Nov 2015, 17:13



❝Trick or Treat?
I'm not a murderer
I always give them a chance to survive



Fazia um bom tempo que não pisava em Nova Iorque. Não que sentisse saudade daquela cidade podre, repleta de mortais e monstros que cercavam o acampamento, mas por estar ocupado demais resolvendo certas coisinhas ora na Ilha de Circe, ora em Nova Orleans.

"Vai ter uma festa na cidade. Vamos, vai ser legal", Olivia dissera-me numa das raras vezes que tínhamos contato. Já estava cansado daquela rotina de metade humano e metade deus, de ter que ficar fazendo os serviços sujos para aqueles seres divinos. E minha mão já estava criando calos de tantos monstros eliminados no caminho.

"Porra, há quanto tempo eu não vou pra uma festa?", perguntei-me mentalmente enquanto fitava minha imagem no espelho; aparentemente mais acabada, com algumas cicatrizes ao longo do corpo e a barba já crescida, assim como o cabelo (cujo alguns fios chegavam a cair sobre o rosto).

[...]

Após sair do banho, com a barba feita e vestindo um smoking, Olivia estava sentada na minha cama no chalé vinte e oito, com seus estojos, bolsas e caixas de maquiagem. Ela sorria, e eu sabia o que se passava na sua cabeça.

- Se você me deixar igual uma Barbie eu juro que te enterro na floresta. - Disse para a garota enquanto sentava na sua frente, que em seguida começou o processo após uma risada.

[...]

Era até engracado "comemorar" o dia das bruxas quando se é um feiticeiro, além de ver inúmeros mortais querendo parecer monstros (enquanto estes mantinham distância).

Não carregava arma alguma, já que não tinha intenção de brigar ali - mas, se algum espertinho arrumasse confusão, sabia me defender com meus próprios punhos. Deixava apenas minha aura de cria da noite exalar, dando um efeito adicional à fantasia de vilão de filme de terror - Jigsaw, pra ser mais específico. Liv disse que iria depois, e me fez ir primeiro.

Desci a colina, pegando um táxi que me levaria até onde haveria a tal festa. O véu negro que cobria o céu, combinado ao clima ameno, era algo bem agradável (considerando-se o fato de ser filho de Nyx), e a decoração não deixava a desejar. Andei até encontrar um lugar com bebidas.

- Quero vodka. Não precisa economizar na dose, tô a fim de me acabar hoje. - Sorri para o barman, tentando descontrair a tensão que tinha.



coisinhas:

Como é desnecessário, Alaric não tá levando arma alguma. Habilidades ativas também não serão listadas aqui. Ah, e a Olivia é a melhor amiga dele. 'u'

poderes (passivos):

Aura da Noite: O corpo do filho de Nyx adquire uma aura negra e fria em sua volta, que faz com que as pessoas comuns temam o seu poder, sentindo medo e pensando duas vezes antes de atacar. O efeito é reduzido drasticamente durante o dia. No caso de semideuses e monstros, afeta apenas aqueles mais fracos. É um efeito de medo, e personagens imunes a isso não sofrem qualquer adversidade.

Olhos Púrpuros: Adentrando os feiticeiros, e adquirindo a Benção de Circe seus olhos adquirem uma pigmentação púrpura chamativa quando você assim quer – que causa receio a qualquer mortal e/ou monstro que lhe encare diretamente.
fantasia:

Bem, Jigsaw é um personagem do filme "Jogos Mortais". O figurino seria algo assim:

— Halloween Party - Página 4 Saw_jigsaw_puppet_makeup_cosplay_by_mistergeorgebats-d833qtt

— Halloween Party - Página 4 Eg00KXU
Alaric L. Morningstar
Alaric L. Morningstar
IndefinidosPercy Jackson RPG BR

Mensagens :
1048

Localização :
Hollywood Hills, LA.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Halloween Party

Mensagem por Benjamin Traveller em Dom 01 Nov 2015, 18:43



Halloween Party


1 . I DO WHAT I WANT


F
ESTA? QUEM DIRIA! FAZIA TANTO TEMPO QUE ATÉ JÁ TINHA ME esquecido como era ser um completo vadio. Desde o dia em que cheguei ao Acampamento, tudo em que eu me envolvia eram treinos e estudos. Na melhor das hipóteses eu ficava com Harry, embora até mesmo ele me fizesse esquecer quem eu realmente era.

Sentia saudades do mundo em que vivia, onde tudo era normal e minha vida era marcada pela carência de responsabilidade. Eu saia com quem eu queria sair. Fazia o que queria fazer. Porém, eu não mais o fazia, pois achava que tudo havia mudado desde o dia que me descobri semideus. Mas quem disse que eu não poderia continuar assim, mesmo agora estando no Acampamento? Ainda não entendia porque eu mesmo complicava as coisas na minha vida.

Era feriado e eu estava "longe" do Acampamento, afinal, eu merecia um descanso e estava disposto a ficar longe do meu treinador-amante. Como era a semana do Halloween, havia decidido passar uns dias com minha família em seu apartamento — não tão grande, mas com certeza muito aconchegante. Estava eu sentado ao chão que era forrado por um tapete felpudo e confortável, e com o olhar fixo na parede, recordava-me do quanto meu pai trabalhara para conquistar tudo o que tinha.

Lembrava-me de quando eu era apenas uma criança, sorridente, inocente e sem qualquer preocupação com a vida. Gostava de correr atrás de borboletas por entre os bosques, sentia-me livre enquanto as perseguia até geralmente me deparar com uma cachoeira. Lembro-me como se fosse ontem: as borboletas rodopiando sobre as águas ou dançando sobre as folhas das árvores.

Podia-se dizer que minha vida foi se mostrando gradativamente complicada. No começo ela era bem simples, uma vida no campo com muitos amigos na escola e nada com o que se preocupar. Mas por causa do emprego do meu pai, precisamos nos mudar. Morávamos em um chalé do campo antes de meu pai precisar se mudar para NYC a negócios. Na época, NY já era uma cidade grande e tínhamos muito com o que se adaptar, porém o tempo havia nos ajudado com isso. Conforme o tempo passava, mais admirados ficávamos com a praticidade da cidade, até que de um dia em diante paramos de pensar em voltar.

[...]

Meu pai, ainda sóbrio, deitava-se largadamente sobre o sofá assistindo a seu jogo-gravado de basebol, enquanto isso minha meia-irmã fazia uma janta especial para a noite de Halloween. Um jantar em família, como um qualquer outro dos anos anteriores. Despertei-me do devaneio quando sua voz, grossa e pacífica, interrompeu meu silêncio:

— Você sabe que pode ir àquela festa de Halloween no Central Park. — ele me olhou curioso. — Não ficaria chateado, você sabe.

— Sim, eu sei. — fitei-o sorrindo distraidamente.

Claro que meu pai não se importaria se eu fosse, mas não era com ele que eu me preocupava, e sim com Olivia, minha irmã (apenas por parte de pai). Ela era doze anos mais velha, casada e com um filho, apenas. Jerry, seu marido, estava numa poltrona ao lado do meu pai, que até então parecia querer dormir a qualquer momento se não fossem as crianças batendo à nossa porta pedindo "doces ou travessuras". Oliver, meu sobrinho, era tão audacioso quanto o pai, e observando um pouco mais, podía-se notar os olhos predadores do tio, os meus olhos. Ele saíra com seus amigos para curtir a noite. Adolescentes.

Da cozinha, Olivia se virou para mim enquanto mexia no fogão dizendo:

— Desde quando meu irmãozinho perde uma festa? — falou indignada, sorrindo. — Assim como o papai, eu também não ficaria chateada contigo. Vá se divertir um pouco!

Relutantemente me levantei do chão e fui até a cozinha olhá-la mais de perto. Seus olhos estavam curiosos e atentos, ela sentia muito a minha falta desde que partira e provavelmente passar esses dias comigo lhe era importante.

— Você vai ficar bem, não vai? — acariciei seu rosto, sorrindo — Ainda ficarei muitos dias aqui com vocês. — ela sorriu e me beijou na bochecha, fazendo com a mão para eu me apressar.

Um sorriso torto passava pela meu rosto enquanto me dava por conta que iria a uma festa. A muito não o fazia. Porém, um pouco frustrado fiquei ao perceber que era Halloween e não tinha nenhuma fantasia significante. Fui ao meu quarto (meu pai sempre mantinha meu quarto desocupado, mesmo enquanto morava no Acampamento) e abrindo o guarda-roupa fitava as roupas sem a menor ideia do que vestir. Não dava tempo de ir a algum lugar comprar uma fantasia, e de fato ir de roupa comum era o mais viável. Pense Chris, pense... Esparramei os cabides e olhei o terno de relance.

— Por que não? — disse baixinho — Ótimo, vou de advogado... Ah! Tive uma ideia! — sorri surpreso comigo mesmo — Vou usar a máscara também. Perfeito.

Corri para o banho apressado, mas cauteloso.

[...]

Central Park não ficava muito longe dali. Pegando um táxi, desci próximo a rua e fiquei surpreso com a superlotação de pessoas andando de um lado para o outro. A noite estava movimentada, o brilho da lua silenciava as sombras deixando sobressaltadas as vozes ao longe. Andando, observava a decoração: abóboras, fantasmas, esqueletos, caixões, aranhas. Das mais diversas variações, tudo aquilo tornava o local bem característico de Halloween. Luzes vermelhas e alaranjadas saltavam das árvores mostrando as ornamentações assombrosas.

Sentia-me confortável com o terno, era uma das melhores peças de roupa que já comprara. A pasta de couro preto a qual levava pendurada por uma alça no ombro esquerdo, não continha nada mais nada menos que apenas algumas papeladas e trabalhos antigos de escola, além de claro, vários falsos cartões-profissionais contendo meu nome e meu número do celular. Não gostava de levá-la vazia pois a falta de peso me deixava desconfortável. Por sobre o rosto, usava uma máscara preta, dificilmente alguém me reconheceria, porém, eu não me importava pois era essa minha intenção. Nada de se apegar a alguém, disse a mim mesmo enquanto caminhava.

Dirigia-me a multidão quando subitamente passei por um casal que brigava. Uma garota tristonha chorava aos prantos enquanto um garoto andava de um lado para o outro parecendo perder a paciência. Esbocei um sorriso torto ao ver a garota frágil e vulnerável. Ela precisa de consolo, pena que não vai ser meu, pensei irônico ao perceber o quão bonito o garoto era.

— Um garoto Albert! Um garoto! — escutei o som falho e abafado da sua voz percebendo de cara o motivo que eles tinham brigado.

Sorrindo, fui até eles e pude notar o olhar dela se enfurecer. Voltei minha atenção ao garoto, e da pasta tirei meu cartão. Sem dizer nada, apenas lhe entreguei e sorri com os lábios selados. Ele me olhou confuso, mas vi em seu olhar uma curiosidade peculiar. Um sorriso apareceu em seu rosto e então dei as costas deixando a garota furiosa.

— Albert! — ela gritou indignada — Depois de tudo o que me fez, você ainda tem coragem de sorrir pra um viado qualquer bem na minha frente!? — mesmo de costas, pude sentir sua voz oscilar entre ódio e tristeza.

Olhando por sobre o ombro via Albert ainda me fitando sem se importar com a garota que parecia, sem sucesso, chamar pela sua atenção.

Parei num balcão onde serviam bebidas e petiscos. Sentei na elevada cadeira olhando silenciosamente o balconista que servia aos clientes com copos temáticos e bebidas estranhas. Enquanto um bartender estava fantasiado de Frankenstein, o outro usava uma roupa estranha de cientista. Sua cabeça era enorme e cheia de veias sobressaltadas, não consegui identificar qual seria o personagem, talvez fosse apenas algum cientista maluco. Ele se aproximou.

— Vodka, por favor.

Duas mulheres conversavam ao lado, enquanto uma delas me chamava a atenção por estar fantasiada de Miss Marvel. Sorri maliciosamente fitando o movimento das pessoas procurando algum rapaz que também me despertasse a atenção.

— Essa noite vai ser boa, não é mesmo? — disse sorrindo para a garota.

Fantasia:
Segue em anexo imagens referentes ao meu personagem (Jack Falahee) e sua fantasia:
- Terno, primeira imagem;
- Terno segunda imagem;

Segue em anexo imagem referente ao modelo da máscara:
- Máscara
.

Ficha: EM BREVE
Trama: EM BREVE

Música: My House - Flo Rida
Benjamin Traveller
Benjamin Traveller
IndefinidosPercy Jackson RPG BR

Mensagens :
92

Localização :
Acampamento meio-sangue

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Halloween Party

Mensagem por Ianna D. Belikov em Dom 01 Nov 2015, 18:56



halloween


Os bons deuses da farra finalmente haviam escutado as preces gerais dos campistas.

O boato começou como um burburinho sem credibilidade, mas chegou ao meu chalé e encontrou as pessoas perfeitas para espalhá-lo. Aparentemente, haveria uma festa de Halloween no Central Park, e eu era obrigada a tentar conter os gritinhos animados dos narcisistas de Afrodite. Sempre éramos, de uma forma ou de outra, as companhias mais requisitadas em eventos como aqueles. Claro que eu, como uma seguidora horrível dos ideais de minha mãe, estava mais preocupada com os gritinhos desesperados que ouviria na manhã seguinte ao acontecimento, quando as meninas sairiam atrás de pílulas para evitar algo que as engordaria por nove meses e, depois, viraria um problema vitalício. Pode me chamar de conservadora se quiser, mas não tenho nenhum filho nos braços, com toda a certeza. Não seria capaz de expor um bebê aos riscos que corro eventualmente. De qualquer forma, decidi que me daria uma folga merecida. Precisava relaxar mesmo.

[ ... ]

Observei a decoração, não estando interessada nas tripas de borracha e sangue falso. Aquela festa estava um porre. Desde o momento que cheguei ao local, havia sido parada por crianças para tirar fotos e brincar um pouco, levando em consideração que meu vestido de retalhos e os desenhos de costuras em minha pele pálida permitia que elas facilmente me identificassem como a encantadora Sally. Havia encontrado alguns conhecidos, mas todos estavam bem acompanhados, de forma que me limitei a acenos e sorrisos de longe. Aproximei-me do "bar" e encaixei-me entre dois rapazes, assobiando a fim de que chamasse a atenção do barman.

— Traz um refrigerante para mim, por favor? Qualquer um, obrigada. — Não ia me afogar em álcool porque meu mestre assim pregava, mas estava morrendo de sede. Respirei fundo, a fantasia ao lado direito me chamando a atenção. — Ah, o Halloween... O único dia que os homens perdem suas inibições quanto a maquiar o rosto. — Ri, passando a apoiar o cotovelo no balcão e o queixo no dorso da mão. — Então, como vão os jogos?

adendos:
fantasia:
— Halloween Party - Página 4 6OQd0Lm
poderes passivos:
♦ Fragrância Inebriante (Nível 26) [Modificado]: Você exala um perfume agradável e envolvente que potencializa seus poderes de sedução. A fragrância é de sua escolha e pode variar de um para outro.

♦ Amor desabalado (Nível 60) [NOVO - idealizado por Sadie Bronwen]: O amor faz as pessoas cometerem loucuras e enfrentarem seus piores medos. A partir desse nível, poderes de intimidação, medo, pânico e similares deixam de afetar tanto a esses semideuses. Esses efeitos serão ignorados caso venham de um inimigo de menor poder. Inimigos de poder igual ou até 5 níveis maior, são reduzidos a 50% e entre 6 e 10 níveis em 25%. Acima disso, continua a fazer efeito normal.
Ianna D. Belikov
Ianna D. Belikov
IndefinidosPercy Jackson RPG BR

Mensagens :
737

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Halloween Party

Mensagem por Bianca H. Somerhalder em Dom 01 Nov 2015, 19:25

Hallow een
we just wanna make the world dance

POST IIII

L
exis guiou Somerhalder até uma nova barraca de bebidas, dessa vez sem nenhuma companhia indesejável presente. Pediu uma vodka e a ofereceu, mas a filha de Selene recusou, já que a que tinha comprado antes ainda estava em suas mãos. Logo, Skönhet se virou e começou a conversar com um garoto.

Hale o conhecia de algum lugar, mas não se lembrava de onde... Porém, ao contrário do que havia acontecido mais cedo, a impressão era boa. Sorrindo, a menina se debruçou sobre o balcão.

— Hm, será que já transei com você antes? Me parece familiar — disse pensativa, sem fazer questão de ser discreta. Em seguida, deu de ombros e voltou a sorrir. — Tá, não importa. Qual teu nome?

Esperando uma resposta, levou sua garrafa à boca e bebeu um grande gole da vodka, que já estava quase acabando. Em seguida, colocou essa em cima da mesa e encarou o garoto, curiosa.

Que você me surpreenda, amor.

¥



Bianca H. Somerhalder
Bianca H. Somerhalder
Feiticeiras de Circe

Mensagens :
792

Localização :
Los Angeles

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Halloween Party

Mensagem por Jess S. Cohle em Dom 01 Nov 2015, 19:45

Halloween



- Passos de balé com um quimono japonês? – ela deu uma risadinha. – Vai ser interessante.

Levantou-se e passou os dedos sobre algumas dobras, deixando o tecido liso novamente, deixou os tamancos por ali e seguiu descalça pela grama, a sensação fazia cócegas. Aproximou-se das pessoas num espaço bom o suficiente e começou a dançar, era divertido ver a cara de espanto dos outros, mas fosse pela bebida, clima de festa, ou qualquer outra coisa, todos riram e alguns aplaudiam em aprovação enquanto ela girava, outros até tentavam imitá-la, logo virou uma bagunça. Ela agradeceu com um sorriso e voltou para onde estava Hicc, não sem antes observar diversas novas pessoas que chegaram ao local, estava bem agitado pelo visto, não reconheceu ninguém, mas constatou que eram talentosos pelas fantasias.

- Pois bem. – calçou novamente os sapatos. – Sua vez.

Jess S. Cohle
Jess S. Cohle
IndefinidosPercy Jackson RPG BR

Mensagens :
28

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Halloween Party

Mensagem por Alaric L. Morningstar em Dom 01 Nov 2015, 19:49



❝Trick or Treat?
I'm not a murderer
I always give them a chance to survive



Ninguém ousava se aproximar. Talvez não fosse pela fantasia em si, mas pela aura proposital que "ativara" para evitar presenças desnecessárias. Quando tivesse que falar com alguém, eu iria atrás. Mas toda regra tinha sua exceção.

A primeira dose de vodka já havia ido, a tal festa estava um tanto monótona, não havia visto nenhum conhecido - nem sequer Olivia -, as únicas coisas que me faziam permanecer ali eram a bebida e o fato de finalmente estar em paz.

Até que uma garota sentou-se ao meu lado, bebendo algo que não parecia nada alcoólico. Não pude conter uma risada com sua fala, surpreso por não ter sofrido efeito da aura noturna - o que me fez questionar-me se também tinha alguma ascendência divina (e que realmente era forte).

- Na verdade eu nem fiz questão de fazer isso. - Sorri, fitando-a. - Ah, agora dei uma pausa. Cansei de brincar com monstros. - Se ela realmente fosse uma semideusa, poderia entender aquilo. Se não, saberia que era uma brincadeira (ainda mais por ser Halloween). - Mas agora eu quero me divertir. - Dei um último gole na vodka. - Sou o Alaric.



coisinhas:

Como é desnecessário, Alaric não tá levando arma alguma. Habilidades ativas também não serão listadas aqui.

poderes (passivos):

Olhos Púrpuros: Adentrando os feiticeiros, e adquirindo a Benção de Circe seus olhos adquirem uma pigmentação púrpura chamativa quando você assim quer – que causa receio a qualquer mortal e/ou monstro que lhe encare diretamente.
fantasia:

Bem, Jigsaw é um personagem do filme "Jogos Mortais". O figurino seria algo assim:

— Halloween Party - Página 4 Saw_jigsaw_puppet_makeup_cosplay_by_mistergeorgebats-d833qtt

— Halloween Party - Página 4 Eg00KXU
Alaric L. Morningstar
Alaric L. Morningstar
IndefinidosPercy Jackson RPG BR

Mensagens :
1048

Localização :
Hollywood Hills, LA.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Halloween Party

Mensagem por Hailey R. Lightwood em Dom 01 Nov 2015, 20:18


Fairy tales? I think not
Halloween's Party


Normalmente, Hailey odiava as festas americanas. Como havia nascido no Canadá, e vivido grande parte do seu tempo na amada Rússia, achava as festas americanas nada mais que uma bobagem.

No entanto, lá estava ela. O acampamento vinha sufocando-a nos últimos dias ainda mais do que já fazia de fato, e Roth já enjoara do lugar. Logo, sentia a necessidade de respirar novos ares e sair daquele maldito lugar para se divertir. Até porque, a garota amava festas.

Olhando para si, com um copo de vodka na mão, a prole invernal sorriu de um modo que seria considerado meio sinistro aos demais. "Poderia ser a Branca de Neve tão sexy? Não, acho que não. Mas nesta noite o conto de fadas se transformava." Pensou, rindo mentalmente.

Vestia um corpete vermelho escuro, com uma fina renda preta por cima, que realçava as curvas sinuosas do corpo da garota. Formando várias trilhas que partiam do mesmo ponto e se dividiam para os lados, o corpete continha pedrarias vermelhas e pretas de diversos tamanhos. No alto dele, exatamente no ponto perto do busto, havia ainda um enorme laço vermelho que chamava a atenção para os seios da garota. As mangas bem fofas do vestido eram negras e as riscas que as acompanhavam eram vermelhas, ao invés do clássico azul com vermelho. A capa negra, com detalhes de flocos de neve em prata, lhe caía pelos ombros e esvoaçava com o vento. A saia do vestido era bem curta e feita do mesmo material do corpete, mostrando grande parte de suas coxas e deixando em evidência a liga preta com um lacinho vermelho, que estava na coxa da garota.  E a bota preta de salto alto, com o cano também alto, arrematava o visual ousado da filha do Inverno.

Nos cabelos curtos e acastanhados, havia uma simples fita vermelha formando um laço. Para combinar, usava um batom carmesim nos lábios carnudos e um simples lápis preto nos olhos.

A essa altura, não era de se estranhar que ela estivesse agarrando -se com um dos garçons mais sensuais e bonitos da festa. Podia ser bem libidinosa quando queria, mas sempre tinha bom gosto.

- Muito bem, foi divertido. – Com seu forte sotaque, a russa disse. Então, ela se afastou do beijo e colocou um dedo nos lábios dele, enquanto sorria de modo provocante, ainda com as mãos dele em seu quadril e em suas coxas alvas. - Até mais, gato.

Ela tomou o último gole da vodka, sentindo o líquido queimar em sua garganta, saiu do aperto dele e partiu sem olhar para trás.  A noite estava apenas esquentando para ela. E nada melhor para isso do que se acabar na pista de dança, além de conseguir pegar sua segunda aquisição da noite. Só que no meio disso precisava de mais uma bebida. Portanto, foi até a barraca de bebidas, olhando a aglomeração que havia por ali.

Empurrando alguns, parou do lado do local onde havia uma garota bem parecida consigo e outros dois garotos, para chegar até mais um barman sexy. Será que todos eram assim?

- Uma vodka, querido. –  Lightwood mordiscou de leve os lábios, voltando seu olhar para as pessoas. Não era como se de fato conhecesse alguém, já que era nova ali, mas via alguns rostos vagamente familiares com os quais não se importava.

Hoje a noite prometia, e a filha de Despina a aproveitaria como se fosse a sua última.  


Adendos ❄:
Obs:
1-Ela é meio/bastante bipolar
2-Sua fantasia é de Branca de Neve, só que está um pouco modificada para algo mais dark e condizente com a personalidade dela.

Itens Levados:
{Chrona}/ Anel mágico [Produto resultante dos estudos sobre o material sombrio encontrado por Hailey e Jhonn em missão, foi concedido à garota pela identificação das "habilidades" do item com a mesma. Possui pequenos desenhos negros em sua superfície prateada, além de uma pequena pedra de ônix eu seu centro. O item possui uma capacidade de criação: Consegue formar itens pequenos - Com 30cm no máximo - feitos de energia sombria, que possuem resistência mediana e duração de até 3 turnos. Possui um gasto de 20MP por criação, não pode manter duas criações ao mesmo tempo, e possui um limite de três usos por evento/missão.] {Prata, ônix e matéria negra} (Nível Mínimo: 5) {Criação com matéria negra} [Recebido pela missão "Shadows", avaliada por Jhonn Stark e atualizada por Psiquê.]
Poderes Utilizados:
Passivos:
Nível 2

{Visão Sombria} Como deusa das sombras invernais, seus filhos lidam bem com a escuridão e baixa luminosidade. Nesse nível, conseguem apenas ver na penumbra - ou seja, precisam de uma iluminação mínima - uma vela, lanterna ou mesmo a luz da lua cheia, se visível, mas não verão através de escuridão completa ou mágica, e seu campo visual é padrão, não se alterando. O avanço de seus poderes permite que no nível 12 veja tão bem de noite quanto de dia - mas não através de escuridão mágica. Não amplia a capacidade visual em questão de alcance, contudo.


?
Hailey R. Lightwood
Hailey R. Lightwood
IndefinidosPercy Jackson RPG BR

Mensagens :
63

Localização :
Desconhecida

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Halloween Party

Mensagem por Ianna D. Belikov em Seg 02 Nov 2015, 02:04



halloween


Observei o sorriso do desconhecido, uma curva sutil em seus lábios que não mostrava marcas profundas, como se quase não aparecesse por ali. Ao ouvi-lo falar de monstros, pude perceber a ligeira mudança em sua entonação, que me passaria despercebida se não fosse a minha incrível habilidade não-vinculada a nenhum deus, a percepção. Ah... O quanto você não poderia aprender em questão de instantes de observação?

— Bom, pelo lado otimista da coisa, acho que te entendo bem. — Suspirei, o dedo indicador passeando pela borda da latinha de Pepsi. Haviam inúmeras obrigações em minhas costas naquele momento, mas eu só queria certa distância delas.  — Sally, muito prazer. — O nome do rapaz não me era estranho. Acho que já o ouvira pelo Acampamento, mas não tinha como ter certeza. — O que traz um boneco tão bonito às luzes do Central Park?

adendos:
fantasia:
— Halloween Party - Página 4 6OQd0Lm
poderes passivos:
♦ Fragrância Inebriante (Nível 26) [Modificado]: Você exala um perfume agradável e envolvente que potencializa seus poderes de sedução. A fragrância é de sua escolha e pode variar de um para outro.

♦ Amor desabalado (Nível 60) [NOVO - idealizado por Sadie Bronwen]: O amor faz as pessoas cometerem loucuras e enfrentarem seus piores medos. A partir desse nível, poderes de intimidação, medo, pânico e similares deixam de afetar tanto a esses semideuses. Esses efeitos serão ignorados caso venham de um inimigo de menor poder. Inimigos de poder igual ou até 5 níveis maior, são reduzidos a 50% e entre 6 e 10 níveis em 25%. Acima disso, continua a fazer efeito normal.
Ianna D. Belikov
Ianna D. Belikov
IndefinidosPercy Jackson RPG BR

Mensagens :
737

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Halloween Party

Mensagem por Byun Jong Dae em Seg 02 Nov 2015, 06:16

Revenge is coming...

When you notice my presence ... It may be too late.




A risada do rapaz colocou Vivian em estado de alerta. Não era sua especialidade seduzir ou mesmo ter afeto por alguém, mas naquela festa (a única que ela possivelmente participaria) seu comportamento deveria ser outro. Futilidade e entrega dos sentimentos não estava em sua lista. Jamais. Talvez... uma gota de esperança caiu em sua testa, formando a piscina mais profunda: talvez ela devesse conversar com o rapaz. Ser gentil.

- Sim, tenho certeza - ela sorriu e sussurrou um "volto já" para a moça com a fantasia vermelha. - Veio defender minha causa, senhor advogado?

Ela riu com a própria pergunta. Agia como uma criança, escondendo suas intenções n ato de beber o milk-shake. A situação exigia tal comportamento. Da mesma forma que notou um "interesse" por parte do garoto, não cederia facilmente. Detestava pensar nisso. Se ele tocasse em sua pele, duas coisas poderiam acontecer: a fazenda pesada e cinzenta daquele terno ficaria manchada com o sangue do dono ou o rosto fino e belo ficaria marcado pelo tapa que ela daria.

armas:
♈ Faca [Sua lâmina bronzeada mede cerca de 24 cm, e seu cabo tem o mesmo comprimento padrão. É bastante afiada e é perfeita para ataque ágeis e rápidos. O bom desta arma é sua eficiência tanto para mãos hábeis quanto para manuseios mais inexperientes, pois é uma arma curta, fácil de esconder e ao mesmo tempo fácil de manusear. Seu punho é feito de aço, mas uma camada de couro escuro cobre o aço para que o usuário possa segurá-la firmemente. Na parte inferior da lâmina, próxima ao cabo, há entalhado as siglas do Acampamento "CHB"; uma propriedade que só os meio-sangues e criaturas místicas podem ter e usar (ajuda um pouco na destreza)] {Bronze, aço e couro} (Nível mínimo: 1) {Nenhum elemento} [Recebimento: Administração; item inscrição padrão do fórum]

vestindo isso:
http://static1.squarespace.com/static/51b3dc8ee4b051b96ceb10de/54dd2167e4b04fa47c17d17d/54dd2168e4b0f9840864cdbe/1423779316553/amazonmandy-05-ljinto.jpg?format=750w

You know where you are? You're in the jungle, baby. You gonna die!

Byun Jong Dae
Byun Jong Dae
IndefinidosPercy Jackson RPG BR

Mensagens :
120

Localização :
Los Angeles

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Halloween Party

Mensagem por Gaspard Delevigne em Seg 02 Nov 2015, 06:29



Halloween




Um arrepio tomou conta do semideus no momento que Nina se inclinou para pegar o fio do colar com sua boca. Sua atitude era provocante, mas tinha um pouco de prudência. Tyler ria por dentro enquanto observava o trabalho da garota. No momento que o colar se soltou e a agilidade da semideusa surpreendeu o rapaz, uma sensação de já ter sentido o toque gélido daquele pingente inundou sua mente.

Antes de descobrir o motivo daquela sensação, o som de uma arma destravando fez o garoto fechar a mão que segurava o colar e encostar no cabo de bronze de sua faca por dentro da cintura da calça. A ametista emitiu um forte brilho ao sentir a ameaça, mas seu poder não foi ativado. Quando ele se virou para ver o que acontecera de fato, soltou um inesperado suspiro de alívio. Era só mais um semideus, talvez o namorado de sua mestra. Não podia negar que sentia ciúmes ao olhar para os dois, mas estava sereno naquela noite.

- Diga para seu lobo se controlar, mestra - ele riu e sentou entre o casal e Nina. O pingente foi entregue para Ayla e o rapaz pediu um "bloody-shake". A garçonete caracterizada de boneca vodu sorriu ao ver o tronco exposto de Tyler, mas ele nã se importou. Não mais. - Oi, você deve ser o namorado da Ayla, certo? Sou Tyler, aprendiz dela.

Ele estendeu a mão de forma relutante. Não queria mais uma rachadura no selo das memórias, mas ser rude e antipático não estava no programa.

obs:
Tyler está com a mesma roupa do Dr Facilier de A Princesa e o Sapo.

armas:
♦ Faca [Sua lâmina bronzeada mede cerca de 24 cm, e seu cabo tem o mesmo comprimento padrão. É bastante afiada e é perfeita para ataque ágeis e rápidos. O bom desta arma é sua eficiência tanto para mãos hábeis quanto para manuseios mais inexperientes, pois é uma arma curta, fácil de esconder e ao mesmo tempo fácil de manusear. Seu punho é feito de aço, mas uma camada de couro escuro cobre o aço para que o usuário possa segurá-la firmemente. Na parte inferior da lâmina, próxima ao cabo, há entalhado as siglas do Acampamento "CHB"; uma propriedade que só os meio-sangues e criaturas místicas podem ter e usar (ajuda um pouco na destreza)] {Bronze, aço e couro} (Nível mínimo: 1) {Nenhum elemento} [Recebimento: Administração; item inscrição padrão do fórum] - na parte de dentro da cintura da calça, no lado esquerdo.

{Ametista}/ [A joia foi resgatada por Tyler após aceitar o serviço imposto a ele e possui um efeito que, ao ser apontada para o inimigo, obscurece sua visão por um turno. Vale deixar claro que personagens que conseguem ver no escuro não são afetados pelo item. Mediante DIY ou pedido em forja, pode ser incrustado em forma de colar ou amuleto, facilitando assim seu uso e repouso no corpo do semideus.] {Materiais: Ametista}(Nível mínimo: 1){Elemento sombra}[Recebimento: "Caça ao mineral encantado", avaliado por Ares e atualizado por Asclépio] - cobrindo a espada, no topo do cetro.

❃{Foniás} / Espada [Espada longa de fio duplo forjada pelos filhos de Hefesto do acampamento e dada para o semideus pelo próprio Quíron em agradecimento por suas ações recentes e ajuda ao acampamento. Tem um leve relevo em formas distorcidas por toda sua lâmina prata, que não influência em ataques, é apenas estético. Tem o cabo negro e longo feito de couro negro, facilitando seu manuseio, que se se estende mais que o normal pelos lados da lâmina com as pontas curvadas formando um 'C' com a lâmina saindo de seu meio. Com detalhes em ouro por todo cabo que se adapta perfeitamente a mão do usuário. Foniás, no momento em que um monstro chega a um metro de distância do semideus, adquiri um brilho de tonalidade prateado. O brilho é automático não podendo ser camuflado, assim, se o semideus desejar não chamar atenção pode embainhar sua espada, mas para que ela brilhe, a espada deve ficar completamente fora da bainha. Acompanha bainha longa de couro marrom.] {Bronze/Couro Negro/Ouro} (Nível mínimo: 4) {Luz} [Recebido da missão Detetive avaliada por Athena e atualizada por Asclépio] - escondida dentro do cetro.


Onde: CHB Com quem? Lembranças Post: 001 Vestindo: Isso


Thanks @ Lilah CG
Gaspard Delevigne
Gaspard Delevigne
IndefinidosPercy Jackson RPG BR

Mensagens :
113

Localização :
Acampamento Meio-Sangue

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Halloween Party

Mensagem por Benjamin Traveller em Seg 02 Nov 2015, 09:17



Halloween Party


1 . I DO WHAT I WANT


M
EU COPO DE VODKA AINDA ESTAVA INTACTO, FICAVA, POIS, DE COSTAS ao balcão observando as pessoas passarem, ou melhor dizendo: os homens passarem. Quando falei com a moça uma frase aleatória, num giro de corpo sobre o banco me voltei para o balcão e peguei o copo alcoólico da morte a qualquer sanidade. Levantando e tomando o conteúdo sem hesitar, logo pus — nada delicado — o copo em cima do balcão de madeira e surpreso, olhei a moça com um sorriso no canto da boca.

— Sim, tenho certeza. — ela dissera.

Sua voz era firme e decidida, sabia, porém, que apesar de tentar parecer estável, algo nela me dizia não fazer o tipo de festas; a julgar pelos meus inúmeros anos de festas, eu sabia que era isso ou quase isso. Embora não fosse nenhum advogado de verdade, eu sempre me mostrei crítico como um, e mentalmente analisava as pessoas. Vestida de Miss Marvel, diria que ela viera bem preparada, em verdade, sua fantasia estava impecável, e por si só ala mostrava mais da garota do que poderia pensar.

— Veio defender minha causa, senhor advogado? — ela riu.

Até mesmo eu não pude evitar uma gargalhada, baixa e viva. Fora o primeiro sinal de vulnerabilidade: ela sorriu, ao passo que até então se mostrava séria. Tomei o copo de vodka que fora reposto e levantando a cabeça, por sobre o ombro, fitava seus olhos sobre a máscara.

— Se sua causa tiver nome e for um homem precisando de atenção. — brinquei sorrindo maliciosamente e tomei mais um gole do líquido ardente.

Embora não fosse muito gentil com as garotas, tentava ser o mínimo simpático; e claro, deixando subentendido o meu real interesse de um modo não rude, para que não houvesse complicações futuras. Porém, tinha quase certeza de que ela nem se importaria com o fato.

— E você, veio procurar seu Capitão Marvel? — brinquei assistindo aos garotos que passavam de mão dada com uma garota.

Enquanto isso a bebida inundava meu corpo tornando-o quente contra a noite de outono que se mostrava quase fria. As pessoas passavam gargalhando, sorrindo, dançando, namorando. A festa estava agitada até mesmo aqui no balcão de bebidas (que a propósito era bem grande e havia mais pessoas do que eu poderia contar), de onde podia-se ouvir o som alto da música eletrônica que vinha do DJ. Nenhum garoto por enquanto... pensei. Talvez devesse procurar em outro lugar, olhei para a moça ao meu lado. Não, por enquanto vou ficar aqui.

— A propósito, sou Chris.

Images:
Attached images related to my character (Jack Falahee) and others situations:

- Circumstance, talking with Miss Marvel;
- Suit, lover lawyer;
- Suit, being a sexy lawyer;
- Mask, much more sexy.

ID-Card: COMING SOON
History: COMING SOON

Music: My House - Flo Rida
Benjamin Traveller
Benjamin Traveller
IndefinidosPercy Jackson RPG BR

Mensagens :
92

Localização :
Acampamento meio-sangue

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Halloween Party

Mensagem por Byun Jong Dae em Seg 02 Nov 2015, 10:35

Revenge is coming...

When you notice my presence ... It may be too late.




A resposta do rapaz deveria ter deixado a semideusa sem chão. Ele gostava de garotos. Não que isso fosse algo que realmente importasse para Vivian, mas a facilidade com que suas espectativas, por mínimas que fossem, se quebraram, foi assustadora. Ela conteve uma exclamação de desilusão e continuou a prestar atenção no rapaz, enrolando uma mecha de seu cabelo com o indicador da mão livre.

- Quem sabe. Heróis não são o meu forte - ela sorriu. - Meu nome é Vivian. Claramente você é um semideus, acertei?

Nenhum mortal suportaria ficar perto da garota por tanto tempo sem querer se matar. Era uma característica que Vivian considerava boa em alguns casos. Naquele, por exemplo, o garoto era homossexual. Não sentia atração alguma por ela, mas mesmo assim insistia em sua companhia. Isso deixou a filha de Ares confusa. Se ele prefere garotos, qual o motivo de conversar comigo? Era a dúvida que pairava no ar.

Ela viu o DJ animando a festa e sorriu. Sair um pouco daquele ambiente morno e morto era a alternativa perfeita. A garota puxou Chris pelo braço e o conduziu até a pista. Precisava se divertir, soltar o peso de exilada de suas costas.

armas:
♈ Faca [Sua lâmina bronzeada mede cerca de 24 cm, e seu cabo tem o mesmo comprimento padrão. É bastante afiada e é perfeita para ataque ágeis e rápidos. O bom desta arma é sua eficiência tanto para mãos hábeis quanto para manuseios mais inexperientes, pois é uma arma curta, fácil de esconder e ao mesmo tempo fácil de manusear. Seu punho é feito de aço, mas uma camada de couro escuro cobre o aço para que o usuário possa segurá-la firmemente. Na parte inferior da lâmina, próxima ao cabo, há entalhado as siglas do Acampamento "CHB"; uma propriedade que só os meio-sangues e criaturas místicas podem ter e usar (ajuda um pouco na destreza)] {Bronze, aço e couro} (Nível mínimo: 1) {Nenhum elemento} [Recebimento: Administração; item inscrição padrão do fórum]

vestindo isso:
http://static1.squarespace.com/static/51b3dc8ee4b051b96ceb10de/54dd2167e4b04fa47c17d17d/54dd2168e4b0f9840864cdbe/1423779316553/amazonmandy-05-ljinto.jpg?format=750w

You know where you are? You're in the jungle, baby. You gonna die!

Byun Jong Dae
Byun Jong Dae
IndefinidosPercy Jackson RPG BR

Mensagens :
120

Localização :
Los Angeles

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Halloween Party

Mensagem por Alaric L. Morningstar em Seg 02 Nov 2015, 14:03



❝Trick or Treat?
I'm not a murderer
I always give them a chance to survive



Meus olhos púrpuros analisavam cada feição daquele rosto de boneca (que apesar de parecer uma noiva cadáver, não deixava de ser atraente) enquanto falava. Assim que a segunda dose de vodka acabara, contentei-me em dar um tempo naquilo. Não tava nem um pouco a fim de ficar bêbado naquele momento - apesar de ter desenvolvido certa resistência com isso por já fazê-lo há um tempo e por certas coisas aprendidas com uma mênade.

Sabe quando você tem a impressão de que já viu uma pessoa mas não tem certeza? Então, esse era eu no momento. O fato de esconder seu nome verdadeiro era estranho, mas não poderia culpá-la. De qualquer forma, se eu quisesse saber, ela diria; por bem ou por mal.

- Bonito? - Sorri, franzindo o cenho. - Talvez seja só a maquiagem. Ou talvez seja mais do que isso, e você ainda não tenha visto nada. - Ainda sorrindo, ajeitei a gravata borboleta escarlate, em seguida retirando as luvas brancas. Pigarreei, então, olhando para o céu noturno. - Eu queria paz, tirar o peso que carrego por anos dos ombros pelo menos por uma noite. E você, Sally?



coisinhas:

Como é desnecessário, Alaric não tá levando arma alguma. Habilidades ativas também não serão listadas aqui.

poderes (passivos):

Aura do mistério: Uma aura mágica influencia diretamente na personalidade fos feiticeiros ao adentrarem o grupo, tornando-os um atraente mistério a ser desvendado pelos demais semideuses.

Olhos Púrpuros: Adentrando os feiticeiros, e adquirindo a Benção de Circe seus olhos adquirem uma pigmentação púrpura chamativa quando você assim quer – que causa receio a qualquer mortal e/ou monstro que lhe encare diretamente.
fantasia:

— Halloween Party - Página 4 Saw_jigsaw_puppet_makeup_cosplay_by_mistergeorgebats-d833qtt
Alaric L. Morningstar
Alaric L. Morningstar
IndefinidosPercy Jackson RPG BR

Mensagens :
1048

Localização :
Hollywood Hills, LA.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Halloween Party

Mensagem por Ianna D. Belikov em Seg 02 Nov 2015, 19:07



halloween


Terminei o conteúdo da lata, sorrindo em seguida. Aquela maquiagem realmente estava exemplar, pontos para quem a fez. Depois, seu tom misterioso me fez revirar os olhos e acabei por acompanhar seus movimentos enquanto a gravata era ajeitada e as luvas eram retiradas na falta do que dizer. Então, a pergunta veio e meu dar de ombros foi automático, uma mania irritante. Como falar algo sem falar o suficiente? Sorri um pouco, fitando-o durante o processo. Conseguia perceber seus olhos, quase intrigados na figura de quem eu era, além de sentir certa vontade de também desvendá-lo.

— Bem... Problemas de família. Realmente tenho muitos irmãos e me sinto pessoalmente responsável por cada um deles, sabe? Como se precisasse segurá-los pelas mãos para mostrar o caminho, apesar de ter certeza que muitos não querem as orientações. Acabo passando por malévola. — As referências a filmes certamente não acabariam tão cedo, mas aquela era especial para mim, devido ao treino que ministrara há pouco tempo no Acampamento. De qualquer forma, não esperava que Alaric a entendesse, senão por seu sentido literal. — De qualquer forma, toda essa sua aura de mistério fará um sucesso enorme por aqui. Todo mundo ama uma boa pessoa que saiba encarnar seus personagens, aprendi com meu patrãozinho. — Ironizei a última palavra sem nem mesmo precisar me esforçar, uma vez que o asco por Dionísio já era praticamente uma parte de minha personalidade. Distraída, amassei a lata devagar, o barulho sendo afogado pela música alta.

adendos:
fantasia:
— Halloween Party - Página 4 6OQd0Lm
poderes passivos:
♦ Level 07 ~ Áurea Cativante ~ O Mênade possui uma habilidade natural que o permite criar quaisquer resquícios de felicidade no lugar, fazendo todos que estiverem à sua volta ficarem alegres e sorrirem. [ DIONÍSIO ]

♦ Visão auspiciosa (Nível 19) [NOVO - idealizado por Sadie Bronwen]: O filho de Afrodite enxerga a aura da emoção das pessoas ao seu redor. Não é telepatia, ou algo do tipo, mas ele sempre vai saber o estado emotivo das pessoas - ansiedade, raiva, amor, nada escapa de seus olhos. Não detecta pensamentos ou informações específicas, apenas o sentimento geral. Por exemplo, se alguém mentir para eles, não conseguem perceber, mas podem identificar que o locutor está ansioso, mesmo que não identifiquem o motivo. Não pode ser desativado.

♦ Linguagem corporal (Nível 50) [NOVO - idealizado por Sadie Bronwen]: A sedução é um jogo que envolve muitos fatores, dentre eles a capacidade de emitir sinais, e reconhecer aqueles enviados pelo alvo para ver se estão em sintonia. Por isso, a capacidade dos filhos de Afrodite é aprimorada nessa área. Eles reconhecem sinais da linguagem corporal, podendo analisar melhor aqueles ao seu redor. Não é uma premonição e não é certo, mas auxilia - sinais de que a pessoa está descontente, está nervosa, está mentindo ou interessada em algo, etc. O corpo fala, e o filho de Afrodite é capaz de ouvir.

♦ Amor desabalado (Nível 60) [NOVO - idealizado por Sadie Bronwen]: O amor faz as pessoas cometerem loucuras e enfrentarem seus piores medos. A partir desse nível, poderes de intimidação, medo, pânico e similares deixam de afetar tanto a esses semideuses. Esses efeitos serão ignorados caso venham de um inimigo de menor poder. Inimigos de poder igual ou até 5 níveis maior, são reduzidos a 50% e entre 6 e 10 níveis em 25%. Acima disso, continua a fazer efeito normal.
Ianna D. Belikov
Ianna D. Belikov
IndefinidosPercy Jackson RPG BR

Mensagens :
737

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Halloween Party

Mensagem por Alaric L. Morningstar em Seg 02 Nov 2015, 20:21



❝Trick or Treat?
I'm not a murderer
I always give them a chance to survive



A garota pareceu já ter percebido o que eu demorei um pouco a notar. "Porra, claro, o treino", lembrei-me, dando em mim mesmo um tapa na testa mentalmente. Soltando uma risada, voltei meu olhar para a semideusa, já com os olhos voltando ao normal.

- Ah, sim. Esses campistas tolos, sempre achando que o mundo é um País das Maravilhas, quando nem o do livro é tão maravilhoso assim. - Devolvi a referência. Mordendo o meu próprio lábio inferior com um sorriso, aproximei-me do ouvido dela (talvez para que outros não ouvissem aquilo e nem nos estranhassem, ou talvez apenas para dar um toque a mais à tensão ali). - Era de se imaginar que encontraria a monitora de Afrodite por aqui. - Sussurrei.



coisinhas:

Como é desnecessário, Alaric não tá levando arma alguma. Habilidades ativas também não serão listadas aqui.

poderes (passivos):

Aura do mistério: Uma aura mágica influencia diretamente na personalidade fos feiticeiros ao adentrarem o grupo, tornando-os um atraente mistério a ser desvendado pelos demais semideuses.

Beleza lasciva: Circe é considerada deusa do amor físico, e seus aprendizes adquirem uma beleza especial aos olhos de outras pessoas, e em níveis mais altos, os feiticeiros da deusa passam a ter um poder de sedução maior, persuadindo e encantando seus adversários.
fantasia:

— Halloween Party - Página 4 Saw_jigsaw_puppet_makeup_cosplay_by_mistergeorgebats-d833qtt
Alaric L. Morningstar
Alaric L. Morningstar
IndefinidosPercy Jackson RPG BR

Mensagens :
1048

Localização :
Hollywood Hills, LA.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Halloween Party

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 4 de 8 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum
:: Topsites Zonkos - [Zks] ::