Percy Jackson e os Olimpianos RPG BR
Bem vindo ao maior fórum de RPG de Percy Jackson do Brasil.

Já possui conta? Faça o LOGIN.
Não possui ainda? Registre-se e experimente a vida de meio-sangue.

.:: Enfermaria da Silvia ::.

Página 7 de 7 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

.:: Enfermaria da Silvia ::.

Mensagem por Silvia Kawasaki em Qua Dez 16, 2015 2:12 pm

Relembrando a primeira mensagem :



Enfermaria da Silvia
Come get your healing


Localizada atrás da Enfermaria Principal, a nova enfermaria, da curandeira Silvia Kawasaki, era mais um lugar onde semideuses machucados poderiam buscar por socorro e recuperação. O lugar contava com uma decoração interna em um verde característico dos filhos de Íris, um tom suave que se confundia com o azul visando um relaxamento dos pacientes que ali entrassem. Uma música suave de harpa tocava ao fundo em looping, graças a uma engenhoca mágica projetada por um filho de Hefesto e um de Apolo.

Além da decoração e da música, o local contava com equipamentos recém-adquiridos, macas/leitos confortáveis, poltronas para acompanhante e espaço para até cinco pacientes, por ser ainda um local pequeno. A mesa da curandeira, com sua bolsa, livros e armário, ficam ao fundo da enfermaria e num tablado firme mais elevado, de onde a jovem moça tem visão de todo o local e da entrada, podendo facilmente ver quem estaria precisando de ajuda e como, para rapidamente atender.

Regrinhas e Etc.

1) Sejam bem-vindos! Sou a nova curandeira do Acampamento Meio-Sangue, Silvia Kawasaki. Pra começar, peço que ao fazerem seus posts expliquem a chegada, contextualizem, me digam o que aconteceu, para que eu possa tratá-los devidamente. Posts com menos de 5 linhas serão considerados floods;

2) Enfermaria gratuita. Não precisarão me pagar nada, mas se quiserem me trazer um chocotone da Cacau Show, é super aceito -q

3) Estou sempre no chatbox, com essa ou outra conta, então se quiserem me avisar lá que postaram aqui, sintam-se à vontade. Também podem mandar mps.

don't be shy, bring colors to your life!

Silvia Kawasaki
avatar
Curandeiros de Asclépio
Mensagens :
454

Localização :
Chalé de Íris

Voltar ao Topo Ir em baixo


Re: .:: Enfermaria da Silvia ::.

Mensagem por Baltazar Glendower em Seg Jan 15, 2018 8:50 pm


Where is Soraka?
Com a aquisição de uma pista dada por um caloteiro no mercado negro de Manhattan, Baltazar logo se apressou para descobrir mais sobre uma magia antiga da qual estava fascinado para ter em sua posse.

Entretanto, ao seguir a pista, só teve o infortúnio de ter um encontro forçado com alguns monstros. Os machucados que tinha agora eram o resultado. Pelo menos estava vivo.

Iria, com certeza, voltar ao mercado para ter uma palavrinha com o filho da mãe que o enganou. Mas antes disso, precisava cuidar dos ferimentos.

Já tinha ouvido falar da responsável por esse centro de recuperação no Acampamento, não pensou duas vezes em escolher ela ao invés de um hospital mundano.

Ao passar pelo arco de entrada, caminhou até o final da enfermaria, onde uma moça com alguns equipamentos estava em bastante evidência. Talvez fosse uma das responsáveis.

''E aí. Preciso de ajuda.'' Disse enquanto simulava algumas feições de dor.

Baltazar era um tanto bom em fingir, atributo que adquiriu com os anos de tramoias e sabotagens.

''Encontrei alguns monstros e, bem, fiquei acabado.''
Baltazar Glendower
avatar
Filhos de Hécate
Mensagens :
105

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: .:: Enfermaria da Silvia ::.

Mensagem por Igor Berserk em Seg Jan 15, 2018 10:19 pm


Cura

socorro


Tendo voltado de uma missão a pedido do meu pai, que não aparecia para mim havia muitos anos, encaminhei-me diretamente para a enfermaria de Silvia. Havia mais dois pacientes a serem atendidos quando cheguei, então precisei esperar até ser atendido, mas, assim que a curandeira veio até mim com gentileza, não tardei em relatar a ela tudo pelo que tinha passado.

— E aí agora estou de sobreaviso, podendo ser chamado por meu pai a qualquer momento. Por isso vim logo aqui. Estou cheio de dores e machucados. Se for algo sério, preciso estar em condições.

Acompanhei-a logo em seguida em direção ao consultório e lá deixei-me totalmente à mercê das mãos dela, nas quais eu confiava de olhos fechados.

.:: narração :: falas :: pensamentos :: falas de outros ::.
Igor Berserk
avatar
Filhos de Hermes
Mensagens :
182

Localização :
Chalé de Hermes

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: .:: Enfermaria da Silvia ::.

Mensagem por Étoiles de Médici em Ter Jan 16, 2018 6:54 pm



será que somos deuses...

Étoiles mais parecia um zumbi do que um ser vivo. Faixas já cobertas de sangue protegiam o grave corte na lateral de sua barriga, seus braços cobertos de escoriações e roxos envolvendo-a numa tentativa de amenizar a dor.

Não sabia se era a queimadura em sua coxa direita ou o enorme cansaço pelo abuso do uso de seus poderes que tornava seu avanço pelo Acampamento Meio-Sangue mais difícil. Cada passo lançava uma nova onda de dor pelo seu corpo, e ela já não sabia mais dizer o que mais doía ou de onde tirava forças para continuar se arrastando até uma das tendas dos curandeiros.

Por qual motivo continuar correndo atrás da vida? O que havia restado para ela? Liberdade?

Não se importando com as resposta para suas perguntas, mal viu em qual tenda entrou, mal notou a decoração ou qualquer outra coisa, só uma coisa importava: ela continuaria agarrando-se a vida, e havia ali uma jovem que a poderia ajudar.

Ô tia, me ajuda. Eu... caí.

... ou a sua criação?
Étoiles de Médici
avatar
Filhos de Hermes
Mensagens :
443

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: .:: Enfermaria da Silvia ::.

Mensagem por Silvia Kawasaki em Ter Jan 16, 2018 10:47 pm


Enfermaria da Silvia

come and get your healing


Jeff Smith:

Aquele dia trouxe muita atividade para mim. Quatro pacientes chegaram à minha enfermaria sem muito espaço de tempo, de modo que acabei atendendo um imediatamente seguido ao outro, sem descanso. Bem... curandeiros não se cansam.

O primeiro deles foi Jeff Smith, filho de Atena. Notei, logo de cara, que o rapaz nutria uma absurda sede de conhecimento, visto a forma com que encarava meus livros nas prateleiras. Tal atitude fez-me sorrir ao chamá-lo e, ainda guiando-o para dentro do consultório, pedi aos outros três pacientes que aguardassem um pouco mais que logo eu iria cuidar deles.

Levei Jeff para dentro e aguardei que me explicasse pelo que tinha passado enquanto o examinava cuidadosamente e, em pensamentos, já traçava a rota de cura a ser estabelecida. Não diferia muito da maioria dos demais tratamentos, é claro, e, como sempre, iniciei com a prece a Asclépio e pedi que me desse sua bênção para curar e cicatrizar os ferimentos do rapaz. Minhas mãos adquiriram um brilho dourado e logo todos os machucados e hematomas do herdeiro de Atena estavam sendo sarados.

A segunda prece trouxe o brilho prateado às minhas mãos e foi com ele que recuperei os pontos de fluxo energético de Jeff, tocando todas as áreas que precisavam de atenção. Por fim, fabriquei duas doses da poção Energética Média (feita com suco de maçã, amora em pó, açúcar e hortelã) e mais duas da Vitalícia Média (feita com leite de cabra, gomos de laranja, raspas de cascas de limão siciliano e sementes de pimenta-do-reino).

Administrando uma dose de cada, recuperei todos os níveis do semideus e pude liberá-lo tranquilamente para que seguisse sua rotina no acampamento, armazenando as doses restantes para o próximo atendimento.

Baltazar Glendower:

O segundo paciente do dia fingia sentir dor. Ok, tudo bem, ele provavelmente estava sentindo alguma dor, mas claramente (pelo menos para os meus olhos treinados) aumentava a intensidade dos próprios problemas. Deixei-o pensar que me enganava e iniciei seu tratamento.

Não foi muito diferente do primeiro. Curar os ferimentos que nem doíam tanto assim, recuperar pontos de energia, dar a ele a segunda dose das duas poções médias. Embora pareça sempre o mesmo procedimento mecânico, eu sempre fazia questão de agir como se fosse a primeira e última cura da minha vida, com a dedicação necessária para um bom tratamento, independente de ser algo simples ou não.

Tendo terminado, liberei o rapaz para que voltasse a seus afazeres, quaisquer que fossem. Por algum motivo, eu tinha a impressão de que ele não tinha a intenção de ficar no acampamento por muito tempo. Seus nervos tensos me informavam que ele tinha coisas a ajustar em algum lugar ou com alguém. eu não sabia quem, só esperava que não fosse mais um a morrer sob os olhos dos deuses.

Igor Berserk:

O terceiro paciente era um velho conhecido meu. Igor estava no acampamento há bastante tempo e era sempre um paciente assíduo em minha enfermaria, o que me preocupava bastante. O que ele andava aprontando? Eu não sabia. Bem, ao menos ele me contou parte de seus problemas mais recentes.

Enquanto eu tocava e cicatrizava seus ferimentos, o filho de Hermes me contou que recebeu a visita do pai pela primeira vez em muitos anos. Muitos mesmo. A última vez tinha sido pouco depois de sua reclamação e isso tinha o quê? Uns cinco anos? Deuses parecem adorar a habilidade que possuem de desaparecer da vida de suas crias.

Toquei os pontos de energia no corpo do rapaz, mas ele ainda precisaria de um último reforço nesta área, nada que não fosse resolvido com uma alimentação apropriada no refeitório na hora do almoço. Precisei fabricar novamente duas doses da poção Energética Média e da Vitalícia Média, administrando-as cuidadosamente.

Quando liberei Igor e pouco antes de atender sua meia-irmã, que acabava de arrastar-se para dentro da enfermaria, notei que algo estava diferente no rapaz. Ele, por muito tempo, fora inconsequente e voltado às travessuras, mas agora parecia muito mais centrado. Poderia ser algo bom para qualquer um, mas não vi isso como uma vantagem no caso dele. Algo estava acontecendo e, pior, o estava mudando. Só cabia a mim aguardar.

Étoiles de Médici:

A última paciente da manhã foi a mais complicada e precisei da ajuda não apenas de Asclépio, mas também de minha mãe para começar a curá-la. Apenas uma sessão não seria o suficiente e, por mais que ela, talvez, viesse a protestar, eu precisaria mantê-la sob internação e observação lá dentro da enfermaria ou pedir que voltasse uma segunda vez.

O processo inicial foi parecido com os três anteriores em termos de poderes utilizados, mas a meticulosidade nos cortes, especialmente naquele lateral, foi extremamente maior. Étoiles estava muito machucada, seus níveis vitais encontravam-se pela metade e ela mal tivera forças para chegar até ali. Provavelmente, se tivesse aparecido um pouco mais cedo, teria recebido cuidados imediatos antes mesmo dos demais.

As doses das poções médias foram de extrema importância para recuperar boa parte dos níveis da garota. A carga de poder de minha mãe e Asclépio tomavam conta do meu corpo como se os próprios deuses estivessem no controle daquela situação. Precisei também usar uma boa quantidade da minha própria energia para recuperar a da jovem filha do deus dos viajantes e manipular seus pontos de fluxo de forma ainda mais detalhada.

Por fim, a garota estava quase completamente recuperada, podendo optar por continuar ali por mais algum tempo, para que eu pudesse logo concluir completamente sua cura, ou por deixar a enfermaria e voltar quando acreditasse ser melhor, uma vez que eu não sabia o que ela tinha a fazer lá fora. Qualquer que fosse a decisão, eu estaria ali para tratá-la assim que precisasse, tudo estava nas mãos dela.

~*~

Adendos:

Poderes utilizados:

DOS CURANDEIROS DE ASCLÉPIO:
PASSIVOS:

Conforto Restaurador (Nível 2) - Ao realizar um exame prévio e acomodar um paciente em sua enfermaria, recepcionando-o e tratando com cuidado, no ambiente adequado e modificado com as condições especiais para isso, o paciente fica mais predisposto ao tratamento e assim as habilidades do curandeiro tornam-se mais efetivas, ampliando o valor restaurado em 20% (arredondado para baixo, mínimo de 1 ponto). Por ser necessário certo preparo anterior, somente funciona na enfermaria ou em situações de conforto. Não afeta a si próprio, obviamente. Não serve para cicatrizar ou quaisquer outros efeitos, apenas a recuperação de vida; para obter tais efeitos, deve-se, ao menos por enquanto, utilizar de métodos convencionais. [Modificado de ativo para passivo, antigo "Boas vindas curadoras"]

Olhar Clínico (Nível 13) - Há uma espécie de lenda urbana que diz “grandes médicos sabem o que o paciente sente apenas de olho”. Pois bem, isso se aplica aos aprendizes, mas de uma forma diferente: ao avistar alguém, consegue “ver” as informações de saúde deste indivíduo (por exemplo, possíveis fraturas, doenças, batimentos cardíacos, oxigenação, vida, energia e situações psicológicas e sociais naturais). Estas informações aparecem em forma de dados e gráficos para o aprendiz, como na tela de um monitor de hospital. Algumas informações, como situações psicológicas e sociais só se aplicam a pessoas que deixarem o curandeiro ter esse conhecimento, o que resume a, normalmente, aliados. Isso faz com que seus diagnósticos agora sejam mais precisos, mas podem ser enganados por meios mágicos e poderes que alterem sua percepção.

Aura de restauração (Nível 43) - A presença do curandeiro emite uma aura que afeta seus aliados próximos, ampliando fatores de cura/ regeneração e ampliação próprios enquanto em uma área a até 25m de raio de distância do servo de Asclépio. Isso faz com que as restaurações sejam 50% maiores (mínimo de 1 ponto) mas não altera as condições das mesmas. Adicionalmente, seus próprios fatores naturais (regenerações passivas, não poderes ativos) são ampliados, desde que, obviamente, ele esteja dentro da situação especificada. [Novo]

ATIVOS:
Curar ferimentos (Nível 1) - Após fazer uma pequena e rápida oração ao seu mestre Asclépio, as mãos do Curandeiro serão tomadas por uma luminosidade de fraca coloração dourada, permitindo com que o usuário recupere uma parte do HP do alvo com o toque direto. A cura será equivalente ao custo de Mp deste poder x 1/2 do nível do curandeiro, arredondado para baixo (mínimo de cura = 4). Pode ser utilizado sobre si mesmo. Uso livre na enfermaria, mas limitado a 1 uso por aliado a cada combate enfrentado. Custo base a ser multiplicado pelo nível = 4 de MP.[Modificado]

Toque Energético (Nível 3) - Após fazer uma pequena e rápida oração ao seu mestre Asclépio, as mãos do Curandeiro serão tomadas por uma luminosidade de fraca coloração prateada, permitindo com que o usuário recupere uma parte do MP do alvo com o toque direto. A restauração será equivalente ao custo de MP deste poder x 1/2 do nível do curandeiro, arredondado para baixo (mínimo 1). Não pode ser utilizado sobre si mesmo. Para fins de gasto de MP e cálculo de recuperação, é considerado um poder nível 1. Uso livre na enfermaria, mas limitado a 1 uso por aliado a cada combate enfrentado. Custo base a ser multiplicado pelo nível = 4 de MP.[Modificado]

Desfibrilador Energético (Nível 13) - As mãos do aprendiz de Asclépio são envolvidas por uma energia com o formato e cor semelhante ao da eletricidade, desferindo essa energia diretamente contra o peito do alvo, podendo reacordar o mesmo se ele estiver desmaiado. Coma ocasionado por perda total de EP pode ser revertida, mas o alvo acordará como se tivesse apenas 1% de sua EP (aumenta para 5% no nível 33). Pode ser usada uma vez por alvo em cada ocasião, e apenas em alvos em coma por perda de energia. Não provoca danos. Não restaura HP, nem revive alguém morto. Gasto grande de energia. [Novo]

Cicatrização II (Nível 15) - Agora o dom de cicatrizar cortes e ferimentos já está mais forte nos seguidores de Asclépio. Ao tocar as feridas abertas, estas se fecharão em uma rodada, impedindo hemorragias e sangramentos, anulando tais penalidades em casos de efeitos de nível igual ou menor que o curandeiro, ou reduzindo-as a apenas 25% se maior. Adicionalmente, recupera 5% da HP e MP do alvo, quando em outra pessoa, ou 5% da HP quando em si mesmo (sempre arredondando para baixo). A cicatriz ficará no local, mas será discreta, independente do tipo de ferimento. Este poder só pode ser usado em si mesmo se conseguir tocar o ferimento. 1 utilização por batalha. [Novo]

Cariocinese (Nível 27) - O curandeiro, através do toque, manipula a energia vital do alvo de modo que ele regenere uma quantidade contínua mas pequena de HP e MP. Apenas um alvo por ativação. Tal aliado passa a receber uma regeneração da HP e MP durante a duração do pulso, equivalente ao custo de MP do poder de cura base (Cura nível 1 = 4) x 1/10 do nível do curandeiro, arredondado para baixo (mínimo de cura = 10). Por exemplo, um personagem nível 27 curaria 4 x 2,7 = 10,8 ; arredondando para baixo, seriam 10 de HP e MP. O efeito dura 3 turnos (não precisando manter contato após a ativação) então o aliado afetado restauraria uma quantia equivalente a 30 de HP e MP ao fim do efeito. Um uso por combate sobre cada aliado. Sobre si próprio, fornece apenas recuperação de HP. Para fins de gasto de MP, o cálculo é realizado sobre o nível do poder como normalmente realizado. (Total = 108 MP)  [Novo]

DOS FILHOS DE ÍRIS:
PASSIVOS:
Aura cromática II: Verde (Nível 15) - Cor da limpeza e energização, a aura verde amplia os poderes do filho de Íris que visem acalmar um alvo em 10%. Para efeitos de resistência do alvo, aumentam o nível em 3. [Novo]

Anfitrião (Nível 21) - Íris sempre que possível recepciona os demais deuses com um pouco de ambrosia e néctar, sendo ela uma deusa receptiva e carismática. Sempre que um filho de Íris servir algum medicamento ou bebida de efeito positivo para um aliado, o efeito do liquido e/ou da comida farão um efeito 15% maior, arredondando para baixo. A habilidade não funciona em si mesmo, e só afeta a primeira porção fornecida a cada aliado em uma missão. [Novo]

Terapia holística (Nível 22) - Íris enveredou pelos caminhos da vida saudável recentemente, mas há muito especula-se o poder e efetividade dos cristais e das cores na cura. Assim, seus filhos podem se tornar ótimos curandeiros, com poderes de cura do grupo secundário ampliados ampliados em 10%. [Novo]

Atualizações:

Jeff Smith: HP e MP Full
Baltazar Glendower: HP e MP Full
Igor Berserk: HP Full e MP 345/370
Étoiles de Médici: HP 937/1190 e MP 917/1190

.:: narração :: falas :: pensamentos :: falas de outros ::.
Silvia Kawasaki
avatar
Curandeiros de Asclépio
Mensagens :
454

Localização :
Chalé de Íris

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: .:: Enfermaria da Silvia ::.

Mensagem por Hécate em Ter Jan 16, 2018 10:52 pm

Teje coisado!





Hécate

.:: deusa da magia e das encruzilhadas :: mestra da névoa :: adm do pejotinha :: uma deosa, uma loka, uma macumbeiraaa ::.

Hécate
avatar
Administradores
Mensagens :
469

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: .:: Enfermaria da Silvia ::.

Mensagem por Anthony Hoffmeister em Seg Fev 19, 2018 9:31 pm

Era noite e os pensamentos de Anthony incomodavam. Mais do que isso, seu corpo fraco se arrastava por entre alas e alas, afastando as harpias com o grande poder que emanava e causando desconfiança até mesmo entre os filhos de Melinoe. Parecia ser só um corpo morto andante, como se estivesse apodrecendo por dentro.

Pelo menos isso estava bem perto de ser verdade.

O jovem arrastou-se até uma das enfermarias, entrando sorrateiramente e se aninhando contra uma coluna do local. Seus olhos trôpegos foram cobertos por suas pálpebras, enquanto um enorme corte em suas costas ficava à mostra para qualquer um que por ali passasse. Um ruído agudo saiu de sua garganta, provavelmente atraindo a atenção de qualquer pessoa por perto.

O que quer que estivesse tomando conta de seu ser sabia que, se o corpo morresse, todo o esforço seria em vão.
Anthony Hoffmeister
avatar
Filhos de Melinoe
Mensagens :
80

Localização :
i'm in a world full of sameness and sorrow where everything never changes

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: .:: Enfermaria da Silvia ::.

Mensagem por Mariana A. Lima em Seg Fev 19, 2018 10:01 pm

@Mariana A. Lima escreveu:
At the end of the night maybe you’ll find love Fake chit chat ’bout the things they got & my stout reputation keeping it hot girl
Curacuras
Estava quase no final do meu expediente e, por isso, estava preparando poções vitalícias e energéticas para dar para os pacientes que passariam a noite ali. Além disso, preparava mais duas doses de cada poção: uma para mim e uma para o caso de aparecer alguém de última hora — o que era mais comum do que vocês imaginam.

Pois bem, coloquei as tiras de casca de limão raladas na balança e, após ver que o peso estava correto, a joguei nas doses que tinha preparado, salpicando e dando uma leve remexida. Antes que eu pudesse tomar a poção vitalícia que tinha feito para mim, ouvi um gemido alto que me assustou. Olhando para os lados, engoli o líquido
refrescante rapidamente enquanto saía da pequena saleta onde se preparava as poções.

Conforme andava pelos corredores, imaginava se o som não seria de algum animal, já que a enfermaria era perto da floresta. Porém, enganada estava: agarrado a uma coluna estava um jovem, não devendo ter mais do que vinte anos, com um corte enorme nas costas. Ele mal respirava direito, embora soubesse que, pelo estado geral, ele não estava em tanto perigo quanto parecia.

Agarrando-o com cuidado, levou um tempo até que eu conseguisse trazê-lo à maca, colocando-o de barriga para baixo nesta. Com água oxigenada e um algodão, limpei o ferimento, vendo-o se retorcer singelamente. O corpo deveria estar exausto, pois aquela reação em nada combinava com a reação comum dos pacientes. Por cansaço, não o anestesiei de início por não lembrar, mas o fiz assim que terminara de limpar o ferimento. Depois, concentrei meu poder após fazer uma prece rápida ao meu patrono, fechando o corte quase que por inteiro. Para não agredir a pele, fiz um simples curativo no local.

Corri de volta para a saleta para pegar as poções que já tinha feito e, após administrá-las aos pacientes, peguei a poção vitalícia e a energética que tinha feito de sobra e fiz com que o jovem as tomasse. Como não dava sinais de que acordaria tão cedo, resolvi deixá-lo descansar na enfermaria e fui fazer minha poção energética. Suco de maçã. Amoras, que foram pesadas antes, estavam dentro dos copos de suco. Mexi vigorosamente. Com cuidado, coloquei o açúcar e mexi só um pouquinho. Um, dois, três. Estava pronto.

Tirei o jaleco enquanto tomava a dose da poção energética. Então, ouvi chamarem meu nome:

— Mariana, temos uma missão para você.




Cura feita: +116HP/MP para todos os envolvidos.

Anthony Hoffmeister: +116HP e +116MP

Mariana A. Lima: +60HP/MP

Poderes:
Passivos:
Conhecimento médico (Nível 1)
Os aprendizes de Asclépio são especialistas em artes da medicina (inclusive suas ramificações e especialidades), possuindo um conhecimento equivalente ao de um estudante de medicina em faculdade de ensino relevante. Assim, eles são os únicos que podem abrir enfermarias no Acampamento Meio-Sangue, passar prescrições médicas, interpretar receitas de efeito curativo e diagnosticar algum problema de saúde, além de ministrar primeiros socorros básicos, em ferimentos leves e superficiais. É necessário ressaltar que, como um estudante, ele apenas possui o conhecimento básico, então ainda necessita de prática e poderá errar inicialmente. Adicionalmente, podem lidar com equipamentos médicos, desde um estetoscópio até um bisturi: qualquer que seja o instrumento médico, o aprendiz de Asclépio saberá utilizá-lo com perfeição, intuindo sua serventia. Não identifica substâncias, apenas itens. A utilização dos instrumentos deve ser interpretada e, se for usada de forma errônea, ignorada. No caso de bisturis e itens que podem ser utilizados em combate, a perícia engloba apenas o uso cirúrgico-medicinal.[Modificado, englobando Perícia com Equipamentos médicos]

Conforto Restaurador (Nível 2)
Ao realizar um exame prévio e acomodar um paciente em sua enfermaria, recepcionando-o e tratando com cuidado, no ambiente adequado e modificado com as condições especiais para isso, o paciente fica mais predisposto ao tratamento e assim as habilidades do curandeiro tornam-se mais efetivas, ampliando o valor restaurado em 20% (arredondado para baixo, mínimo de 1 ponto). Por ser necessário certo preparo anterior, somente funciona na enfermaria ou em situações de conforto. Não afeta a si próprio, obviamente. Não serve para cicatrizar ou quaisquer outros efeitos, apenas a recuperação de vida; para obter tais efeitos, deve-se, ao menos por enquanto, utilizar de métodos convencionais. [Modificado de ativo para passivo, antigo "Boas vindas curadoras"]

Vocabulário Esclarecido (Nível 3)
Tal como doenças são descobertas pelo mundo inteiro, estas recebem nomes e mais nomes diversificados, muitas vezes em línguas estranhas e com abreviações e termos científicos. Um aprendiz conseguirá tanto enuncia-los com perfeição quanto entende-los corretamente. Na prática, sabem os sistemas de nomenclatura científico e são fluentes em latim.

Conhecimento Herbológico (Nível 4)
Muitas plantas são utilizadas na fabricação de remédios, pomadas e outros tipos de meios que buscam a proteção; além disto, não são poucas as vezes que o curandeiro necessitará de um conhecimento prévio sobre algum tipo específico de erva para fabricar determinada poção. Portanto, todos os seguidores de Asclépio serão peritos em identificar plantas e ervas medicinais naturais. {Inspirado em “Conhecimento Avançado sobre Ervas”}

Alquimista (Nível 6)
Quando um seguidor do deus da medicina estuda a alquimia, ficará pronto para preparar poções, venenos, pomadas e outros tipos desses objetos. As “bebidas” criadas pelos alquimistas só poderão ser usadas na situação atual; ou seja, não poderão ficar com as doses extras após a missão, evento, treino ou trama (isto é, caso prepare uma poção e não utilize todas as suas doses, ele as perderá – a exceção é a enfermaria, pois se um curandeiro formular uma poção, esta poderá ser utilizada por ele em outro paciente num outro post; não ocorrerá de ser adicionada ao seu arsenal).

Conhecimento anatômico (Humanóides)(Nível 9)
Qualquer curandeiro tem grande conhecimento sobre a anatomia do corpo humano e por isso, eles sabem com perfeição qual é o melhor local para inserir uma injeção ou medicamento para que haja mais efeito no mesmo, como também sabe os locais exatos para acertar durante um golpe para causar mais dano. Isso faz com que seus golpes tenham um dano adicional de 10% em um ataque planejado - um contra-golpe instintivo não se beneficiaria pois não teria a intenção de atingir um ponto específico. Válido para humanos e seres com anatomia semelhante. [Modificado]

Olhar Clínico (Nível 13)
Há uma espécie de lenda urbana que diz “grandes médicos sabem o que o paciente sente apenas de olho”. Pois bem, isso se aplica aos aprendizes, mas de uma forma diferente: ao avistar alguém, consegue “ver” as informações de saúde deste indivíduo (por exemplo, possíveis fraturas, doenças, batimentos cardíacos, oxigenação, vida, energia e situações psicológicas e sociais naturais). Estas informações aparecem em forma de dados e gráficos para o aprendiz, como na tela de um monitor de hospital. Algumas informações, como situações psicológicas e sociais só se aplicam a pessoas que deixarem o curandeiro ter esse conhecimento, o que resume a, normalmente, aliados. Isso faz com que seus diagnósticos agora sejam mais precisos, mas podem ser enganados por meios mágicos e poderes que alterem sua percepção.

Saúde perfeita I (Nível 14)
Como qualquer médico dedicado, os Curandeiros tomam conta de seu corpo de forma impecável e quase nunca ficam doentes, por isso, seu organismo está perfeitamente adequado a isso, fazendo com que o semideus ganhe grande resistência quando for pego por doenças simples. Considera que sejam 50% mais resistentes a doenças comuns.

Aprendiz Formado (Nível 16)
O primeiro passo para tornar-se um médico relevante é concluir o ensino superior desta área. Interpreta-se que, ao não desistir, o indivíduo em questão está realmente interessado em sua função desenvolvida. Estima-se, também, que o conhecimento deste já será bem mais completo do que aquele que entrou há tempos atrás e contarão inclusive com uma maior prática. Sendo assim, os equívocos iniciais já se tornarão mais raros. Este dom inclui o conhecimento sobre a aplicação de remédios no momento oportuno e de talas quando necessário, sabendo tratar agora ferimentos mais profundos e fraturas. Operações complexas exigem mais vivência e ainda não podem ser alcançadas.

Tranquilidade (Nível 19)
Médicos necessitam, constantemente, de tranquilidade e calma para realizar uma operação. Afinal, o que menos poderiam querer seria cometer um erro por nervosismo. Lógico que isto passa a ser uma das habilidades dos curandeiros, podendo resistir a efeitos de medo, pânico e paranóia. A resistência é fraca, contudo, e só retira metade do efeito; e os arredondamentos são feitos para baixo. Só afeta poderes que venham de uma fonte de nível igual ou menor do que o Curandeiro.{Idealizado por Sadie Bronwen.}

Conhecimento Anatômico (Bestas Mitológicas)(Nível 27)
A partir desse nível os curandeiros adquirem conhecimento sobre os seres mitológicos e por isso, eles sabem com perfeição qual é o melhor local para inserir uma injeção ou medicamento para que haja mais efeito no mesmo, como também sabe os locais exatos para acertar durante um golpe para causar mais dano. Isso faz com que seus golpes tenham um dano adicional de 10% em um ataque planejado - um contra-golpe instintivo não se beneficiaria pois não teria a intenção de atingir um ponto específico. Este bônus não se acumula com os anteriores - uma criatura se enquadrará em apenas uma categoria. Válido para bestas de anatomia incomum mas ainda discernível (ou seja, afeta uma quimera ou hidra, mas não um limo). Sua cura funciona normalmente nestas criaturas (inclusive os bônus) nas mesmas condições de atendimento dos pacientes humanóides. [Novo]
Ativos:
Curar ferimentos (Nível 1)
Após fazer uma pequena e rápida oração ao seu mestre Asclépio, as mãos do Curandeiro serão tomadas por uma luminosidade de fraca coloração dourada, permitindo com que o usuário recupere uma parte do HP do alvo com o toque direto. A cura será equivalente ao custo de Mp deste poder x 1/2 do nível do curandeiro, arredondado para baixo (mínimo de cura = 4). Pode ser utilizado sobre si mesmo. Uso livre na enfermaria, mas limitado a 1 uso por aliado a cada combate enfrentado. Custo base a ser multiplicado pelo nível = 4 de MP.[Modificado]

Toque Energético (Nível 3)
Após fazer uma pequena e rápida oração ao seu mestre Asclépio, as mãos do Curandeiro serão tomadas por uma luminosidade de fraca coloração prateada, permitindo com que o usuário recupere uma parte do MP do alvo com o toque direto. A restauração será equivalente ao custo de MP deste poder x 1/2 do nível do curandeiro, arredondado para baixo (mínimo 1). Não pode ser utilizado sobre si mesmo. Para fins de gasto de MP e cálculo de recuperação, é considerado um poder nível 1. Uso livre na enfermaria, mas limitado a 1 uso por aliado a cada combate enfrentado. Custo base a ser multiplicado pelo nível = 4 de MP.[Modificado]

Descanso (Nível 6)
O cansaço é um inimigo muitas vezes pior que armas. Ao utilizar este poder, com contato direto entre curandeiro e paciente – que não poderá ser si mesmo –, este último ficará isento de qualquer tipo de canseira. Os efeitos serão como se o doente tivesse acabado de dormir por oito horas (que é o recomendado para um homem adulto), eliminando penalidades provocadas por fadiga, seja natural ou induzida - não recupera HP ou MP, apenas retira as consequências da condição.

Cicatrização I (Nível 7)
Agora o dom de cicatrizar cortes e ferimentos inicia o seu desenvolvimento nos seguidores de Asclépio. Ao tocar as feridas abertas, estas começarão a se fechar, impedindo hemorragias e sangramentos, anulando tais penalidades em casos de efeitos de nível igual ou menor que o curandeiro, ou reduzindo-as à metade se maior. Este poder só pode ser usado em si mesmo se conseguir tocar o ferimento. Em si ou nos outros, não restaura nada, servindo apenas para cicatrizar lesões. A cicatriz ficará no local, ainda que as contusões sejam pequenas.

Anestesia (Nível 11)
A dor causada por machucados pode, agora, ser aliviada pelos curandeiros de forma mística. Tocando os músculos feridos, consegue retirar quaisquer dores do paciente, o que pode ajudar até mesmo na concentração e na calma deste. Não afeta o HP, apenas dores que podem ser debilitantes. Pode ser usado em si mesmo. O alivio dura por 3 rodadas.

Higienização (Nível 12)
Asclépio era progenitor de Higeia, a deusa da higiene, e seus aprendizes adquirem alguns dons que o mesmo passou a sua filha. A partir deste nível, o Curandeiro será capaz de purificar locais, alimentos ou águas apenas com um simples toque de sua mão, deixando-as completamente limpas e puras, tornando o alimento ou a água pura para consumo e locais completamente limpos. Nesse nível, apenas quantidades ou espaços pequenos: 1kg de alimento, 1 l de água ou 1m de área por utilização. A quantia dobra a cada 10 níveis. Não se aplica a envenenamento, removendo sujeiras mas não toxinas, nem afeta o ar ou remove doenças - apesar de poder limpar um ferimento, por exemplo.

Cicatrização II (Nível 15)
Agora o dom de cicatrizar cortes e ferimentos já está mais forte nos seguidores de Asclépio. Ao tocar as feridas abertas, estas se fecharão em uma rodada, impedindo hemorragias e sangramentos, anulando tais penalidades em casos de efeitos de nível igual ou menor que o curandeiro, ou reduzindo-as a apenas 25% se maior. Adicionalmente, recupera 5% da HP e MP do alvo, quando em outra pessoa, ou 5% da HP quando em si mesmo (sempre arredondando para baixo). A cicatriz ficará no local, mas será discreta, independente do tipo de ferimento. Este poder só pode ser usado em si mesmo se conseguir tocar o ferimento. 1 utilização por batalha. [Novo]

Purificar (Nível 21)
Basicamente, uma evolução de "Higienizar". Este poder remove toxinas e substâncias venenosas de um único alimento ou objeto. Não afeta organismos vivos que já tenham sido intoxicados (ou seja, não cura envenenamento). No caso de armas que tenham sido embebidas em veneno, o efeito da substância é anulada, requerendo uma nova aplicação. Em casos de armas em que a habilidade "envenenamento" provém de encantamentos ou similares, sendo de efeito sobrenatural ou contínuo, tal propriedade é anulada por 3 turnos, desde que o item seja de nível menor que o curandeiro. Necessita tocar diretamente o alvo para fazer efeito. [Novo]

Acalmar (Nível 28)
Tocando um alvo o curandeiro é capaz de eliminar efeitos de medo, pânico ou fúria (sejam maléficos ou não) que estejam agindo sobre ele, desde que o efeito seja de uma fonte de nível menor ou igual ao curandeiro. Efeitos provenientes de fontes mais poderosas são reduzidos em 50% caso sejam até 20 níveis acima. Precisa tocar o alvo diretamente e dura 3 turnos. Não remove penalidades anteriores (como perda de HP/ MP) ocasionadas pelos efeitos enquanto ativos. 1 vez por combate. [Novo]
Mariana A. Lima
avatar
Curandeiros de Asclépio
Mensagens :
60

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: .:: Enfermaria da Silvia ::.

Mensagem por Éris em Ter Fev 20, 2018 8:41 pm


atualizado





Éris
avatar
Administradores
Mensagens :
130

Localização :
unknow

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: .:: Enfermaria da Silvia ::.

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 7 de 7 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum