Percy Jackson e os Olimpianos RPG BR
Bem vindo ao maior fórum de RPG de Percy Jackson do Brasil.

Já possui conta? Faça o LOGIN.
Não possui ainda? Registre-se e experimente a vida de meio-sangue.

— Festa de Halloween

Página 1 de 11 1, 2, 3 ... 9, 10, 11  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

— Festa de Halloween

Mensagem por Psiquê em Qua 26 Out 2016, 13:20





trick or treat?

O Halloween é um evento tradicional e cultural, que ocorre principalmente em países de língua inglesa, mas com especial relevância nos Estados Unidos, Canadá, Irlanda e Reino Unido, tendo como origem as celebrações dos antigos povos Celtas. Posto que, entre o pôr do sol do dia 31 de outubro e 1° de novembro, ocorria a noite sagrada (hallow evening, em inglês), acredita-se que assim se deu origem ao nome atual da festa: Hallow Evening / Hallowe'en / Halloween.

E destes que foram citados, nenhum lugar do mundo celebra tão bem o Halloween quanto os Estados Unidos da América. O tradicional desfile de Greenwich Village atrai milhares de pessoas de todos os lugares do país, trajando as fantasias mais malucas, criativas e assustadoras.

Além da famosa parada da sexta avenida, também acontece uma festa privada em um clube próximo, onde todos os campistas já estão com o nome na lista por conta da organização do Acampamento. Boa comida, bebida e música são a preferência de quem pretende frequentar um local mais calmo, com decoração requintada e serviços impecáveis.






ORIENTAÇÕES GERAIS:



  • O tópico estará disponível até o dia 10/11/16, mas em on-game a festa acontece das 18h do dia 31 até a madrugada;

  • Não são permitidas lutas, tumultos, aleijamentos, mortes ou qualquer coisa do gênero;

  • Não são permitidas cenas 18+, conforme as regras encontradas neste tópico;

  • Não são permitidos posts com menos de 3 linhas, conforme dito neste tópico, nem double post;

  • A festa é atemporal, portanto vocês podem postar independente do que estejam envolvidos no resto do fórum;

  • Podem acrescentar mais descrições na festa, desde que não mude muito o cenário geral para todos;

  • É, prioritariamente, um tópico de interações livres, sem chance de ataque ou intervenção, então façam um favor a si mesmos e divirtam-se;

  • Podem postar na festa do clube, no desfile ou em ambos.

  • Lembrem-se de que a festa encontra-se num ambiente frequentado tanto por mortais quando por semideuses, portanto atentem-se ao uso de poderes e não chamem a atenção para o que não for necessário;

  • O não cumprimento das regras aqui descritas poderá acarretar em punições diversas; ainda que toda regra possua uma exceção, cada exceção será analisada individualmente e não necessariamente aceita.

  • O concurso de fantasias trará recompensas para os três melhores colocados na categoria individual e para os três melhores colocados na categoria grupo (de duas a três pessoas).

  • Todos que participarem com interações completas (apenas um post não vale, estamos de olho no migué) ganharão badge ao final do evento.



Psiquê
avatar
Administradores
Mensagens :
970

Localização :
Castelo maravilhoso do Eros

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Festa de Halloween

Mensagem por Ayla Lennox em Qua 26 Out 2016, 15:46

F
ucking halloween
party!
Just like a circus.
O sol começava a deixar o horizonte, sinalizando que o domínio do firmamento já escorria por entre os dedos de Apolo e era - com certa hesitação - entregue às mãos de Nyx. A luz era roubada e escondida, tendo os últimos raios expulsos por um longo manto de escuridão adornado com tímidas oscilações em pontos brilhantes que denunciavam a presença das estrelas ali.

Era, sem dúvidas, uma obra prima.

Aquilo, para os mortais, costumava representar um fim. Um indício de que era hora de seguir os devidos rumos para os lares e se recolherem no aconchego de uma cama quente, mas para a lupina, todos esses sinais mostravam que estaria apenas começando.

Humanos eram seres parcialmente de dia, e ela, de Lua. Assim sendo, preferia o ambiente entrópico das ruas, o abraço suave do frio ascendente nas horas mais altas e todas as chances de confusão e diversão intrínsecas. Era Halloween, o que tornava tudo mais fácil e interessante.

Vamos, Illya. Só mais uma vez antes de chegarmos na festa. — Dizia a garota à lupina ao pararem em uma praça qualquer. — Eu assobio e você salta, ok?

A raposa acenou positivamente com a cabeça, movendo a falsa juba ali presa sutilmente com uma das patas. Ayla ajustou a cartola enquanto sua companheira subia em um dos bancos mais próximos, levando dois dedos aos lábios assim que percebeu que o pseudo-animal estava pronto.

Com um sopro, o som agudo ecoou no ar por alguns instantes. A pequena criatura abriu a boca e dali escaparam chamas que formaram um arco no ar, saltando bem no seu centro e caindo de pé em duas patas logo em seguida.

Cacete, você é o melhor presente que eu já dei a alguém. — Brincou.

Conforme andavam pela rua até o clube onde acreditava que seria a festa promovida pelo Acampamento, a aspirante a domadora, junto a seu quase-leão, prendia melhor o chicote que havia conseguido com um filho de Hermes qualquer e abotoava as mangas de seu paletó - e já não se incomodava tanto com boa parte de seu abdome ou pernas expostas.

Há muito não se permitia uma espécie de férias da vida semidivina, então a cada passo se convencia de que era uma boa ideia ter ido até o local. Poderia ganhar o concurso de fantasias ou só uma ressaca, mas aquilo não importava muito.

Na verdade, qualquer uma das duas possibilidades era bem-vinda.
HELLO!:
Então, no momento eu não tô interagindo com ninguém, mas se quiser... Sei lá, chega e dá um oi (?), juro que não mordo.
Fantasia:
Ayla dominatrix domadora e Illya (emprestada por Jhonn)

♦ {Illya} / Autômato [Feita de metal mas sendo coberta com uma camada superficial de pelo alaranjado, o autômato possui uma semelhança quase perfeita com uma raposa, com exceção do material que realmente é feita e também as 7 caudas que possui. A kitsune robótica possui o tamanho um pouco maior do que uma raposa comum e nela foi imbuída a essência de fogo, permitindo que - até três vezes por evento - ela possa soltar uma bola do elemento que se expande e cria uma explosão com 2,5m de raio ou um ataque direto, semelhante a um lança-chamas. Suas garras são afiadas, permitindo golpes cortantes ou perfurantes, além de investidas e afins. A autômata recebe ordens apenas de seu dono - Jhonn Stark.] {Bronze Sagrado e Essência de fogo} (Nível mínimo: 35) [Controle sobre o fogo] {Recebimento: Presente de Ayla Lennox. Forjado por Kalled C. Almeida}

When I crack that whip,
everybody gonna trip
Just like a circus
Don't stand there watchin' me
follow me
Show me what you can do
Ayla Lennox
avatar
Filhos de Selene
Mensagens :
1063

Localização :
EUA

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Festa de Halloween

Mensagem por Rowan Brückner em Qua 26 Out 2016, 16:27

Halloween Party


Halloween era uma das minhas festa favoritas, ganhando até mesmo do natal. Todas as casas ficavam com aquele clima tenebroso, com decorações de tirar o fôlego, algumas conseguem até ficarem de fatos assustadoras, o que me fazia amar ainda mais essa época.

[...]

Terminei de me vestir. O que não era tão complicado assim, afinal era só uma fralda, e o resto era acessórios. Resolvi que iria de cúpido, afinal em uma festa de halloween a maioria vai vestido com algo para dar medo, mas eu preferia causar, se não nem saía de casa. Coloquei a lente de contato rosa e por fim as asas.

Aquela seria a primeira festa que iria desde que tinha chego no acampamento, o que me fazia ficar ainda mais animado para chegar no clube rápido e "fritar". Para aproveitar o clima de cúpido, resolvi que iria voando. Claro que iria tomar todo o cuidado do mundo para que nenhum mortal me visse voando.

Ao chegar no local, procurei um lugar vazio para que não vissem pousando.

Caminhei até dentro do local, e pude avistar poucas pessoas. Provavelmente havia chegado um pouco cedo. Mas quem se importa?

Vi uma garota e um bicho peludo ao lado dela. Seu rosto não me era estranho, talvez ela fosse do acampamento e eu já tivesse a visto de relance. Ela vestia uma cartola, e uma roupa bem parecida com a da Zatana, exceto pela parte de cima que era mais aberta. Resolvi que falaria com ela.

— Olá. — Disse me aproximando dela. — Sou Raphael. Prazer. — Estendi a mão para ela, numa tentativa de ser amigável.

Fantasia:


thanks sugaravatars
Rowan Brückner
avatar
Filhos de Zeus
Mensagens :
139

Localização :
No colchão mais próximo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Festa de Halloween

Mensagem por Ayla Lennox em Qua 26 Out 2016, 17:37

F
ucking halloween
party!
Just like a circus.
Conforme se aproximava do casarão - provavelmente frequentado pela alta classe em dias normais - onde aconteceria a festa, a quantidade de luzes e pessoas crescia com uma proporção razoável.

O salão principal era amplo e tinha uma decoração simples, mas digna dos mais talentosos semideuses. Havia uma mesa com bebidas, um DJ com cabeça de cavalo e alguns adornos típicos, como as Jack O' Lanterns, fantasmas, aranhas e afins.

A semideusa sorriu com o canto dos lábios e trocou olhares brevemente com a autômata quando sentiu uma presença aproximar-se. Tratava-se de uma aura, acima de tudo, curiosa e que logo pôde ser nomeada: Raphael.

O garoto tinha olhos castanhos tempestuosos e parecia pouco mais novo que a lupina, mas o mais interessante eram suas roupas - ou a ausência delas. Era uma espécie de cupido. Com uma das sobrancelhas arqueadas e mantendo um tom brincalhão, finalmente Lennox resolveu retribuir o gesto, apertando a mão do rapaz.

Ayla. O prazer é todo seu. — Riu. — A propósito, bela fralda.
HELLO!:
Então, no momento eu tô interagindo com o rapha, mas qualquer coisa... Sei lá, chega e dá um oi (?), juro que não mordo.
Considerar todos os passivos de Selene e Psiquê até o nível atual apenas para fins interpretativos.
Fantasia:
Ayla dominatrix domadora e Illya (emprestada por Jhonn)

♦ {Illya} / Autômato [Feita de metal mas sendo coberta com uma camada superficial de pelo alaranjado, o autômato possui uma semelhança quase perfeita com uma raposa, com exceção do material que realmente é feita e também as 7 caudas que possui. A kitsune robótica possui o tamanho um pouco maior do que uma raposa comum e nela foi imbuída a essência de fogo, permitindo que - até três vezes por evento - ela possa soltar uma bola do elemento que se expande e cria uma explosão com 2,5m de raio ou um ataque direto, semelhante a um lança-chamas. Suas garras são afiadas, permitindo golpes cortantes ou perfurantes, além de investidas e afins. A autômata recebe ordens apenas de seu dono - Jhonn Stark.] {Bronze Sagrado e Essência de fogo} (Nível mínimo: 35) [Controle sobre o fogo] {Recebimento: Presente de Ayla Lennox. Forjado por Kalled C. Almeida}

When I crack that whip,
everybody gonna trip
Just like a circus
Don't stand there watchin' me
follow me
Show me what you can do
Ayla Lennox
avatar
Filhos de Selene
Mensagens :
1063

Localização :
EUA

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Festa de Halloween

Mensagem por Rowan Brückner em Qua 26 Out 2016, 18:17

Halloween Party


A festa em si parecia que seria bastante animada. A julgar pelo DJ com cabeça de cavalo, e as pessoas que ali estavam, seria um lugar agradável de se estar.

A moça se chamava Ayla. Tinha olhos claros e com a iluminação do lugar, deixavam eles ainda mais belos como uma lua cheia no céu limpo. Seu animal se parecia bastante com uma raposa, e era tão lindo quanto a pessoa que o acompanhava.

— Obrigado pelo elogio. — Ri. — Aliás, bela raposa! — Elogiei seu bicho. — Vem cá, eu te conheço de algum lugar? Sei lá, você me parece bastante familiar. — Sorri meio envergonhado. — Me perdoe ser tão... Digamos direto... Eu sou novo aqui, e se eu te conhecer, quer dizer que você é uma...

Não queria dizer semideusa. Vai que ela era apenas uma mortal e me achasse estranho ou louco, o "disfarce" para parecer um mortal estaria indo por água a baixo.

Fantasia:


thanks sugaravatars
Rowan Brückner
avatar
Filhos de Zeus
Mensagens :
139

Localização :
No colchão mais próximo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Festa de Halloween

Mensagem por Annie Murray em Qua 26 Out 2016, 18:33


Halloween Time
Fifty points for Slytherin!


Então iria acontecer uma festa de Dia das Bruxas. Mal pude acreditar quando soube que, pela primeira vez, eu poderia sair do acampamento para ir a uma festa lá fora, onde as coisas realmente aconteciam naquela data.

Tinha combinado tudo com meus primos Thor e Gary e nosso melhor amigo Thomas e nos encontraríamos lá no local, de forma que um não veria a fantasia do outro até o momento da festa. Assim, parti para o chalé, vesti a calça preta, calcei os tênis de solado plano também pretos, pus a gravata verde com listras finas prateadas, vesti o pulôver de mangas longas cinza com as listras verdes no pescoço e na barra inferior por cima da camisa branca e coloquei a capa por fim.

Sabendo que aquele seria um local protegido, deixei o sabre e as demais armas no baú ao pé da cama e fui buscar Tártaro nos estábulos e com ele parti cavalgando até o local da festa. Ao chegar, liberei o cavalo com absoluta consciência de que ele voltaria assim que eu o chamasse de volta. Suspirei fundo e então entrei no local, indo direto para o local mais alto a fim de ver se meu grupo já tinha chegado.

.:: narração :: falas :: pensamentos :: falas de outros ::.
Annie Murray
avatar
Filhos de Poseidon
Mensagens :
34

Localização :
Chalé de Poseidon

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Festa de Halloween

Mensagem por Ayla Lennox em Qua 26 Out 2016, 20:43

F
ucking halloween
party!
Just like a circus.
Enquanto ouvia os dizeres de Raphael, a garota fez um sutil gesto de cabeça, pedindo que este a seguisse até o lugar onde estavam servindo as bebidas. Competindo um pouco contra a música alta, conseguiu agradecer o elogio com relação à Illya.

Bom, ela não é exatamente minha. — Deu de ombros enquanto aguardava no balcão por seu martíni. — E também não é exatamente uma raposa.

A taça com a bebida chegou e, assim que aproximou a superfície de vidro nos seus lábios, teve vontade de rir. Ele não lhe era familiar, mas existia uma essência nele que era. Acima disso, o lugar de onde os dois um dia haviam pisado deixava marcas óbvias.

Bebericou sem pressa, sentindo o gosto do álcool que aos poucos descia por sua garganta. Em tom descontraído e quase natural, sussurrou na mente do rapaz:

Que eu sou uma semideusa? Indagou com uma sobrancelha erguida.

Minha aura é tão forte assim ou eu realmente tenho isso escrito na testa? — Riu enquanto levava uma das mãos até a nuca. — Talvez a autômata tenha ajudado a fazer o disfarce cair por terra, não concorda? Não se preocupe, guri, não vivo mais no acampamento mas prometo que não sou uma ameaça.

Até então não havia motivo para aquilo.
HELLO!:
Então, no momento eu tô interagindo com o rapha, mas qualquer coisa... Sei lá, chega e dá um oi (?), juro que não mordo.
Considerar todos os passivos de Selene e Psiquê até o nível atual apenas para fins interpretativos.
Fantasia:
Ayla dominatrix domadora e Illya (emprestada por Jhonn)

♦ {Illya} / Autômato [Feita de metal mas sendo coberta com uma camada superficial de pelo alaranjado, o autômato possui uma semelhança quase perfeita com uma raposa, com exceção do material que realmente é feita e também as 7 caudas que possui. A kitsune robótica possui o tamanho um pouco maior do que uma raposa comum e nela foi imbuída a essência de fogo, permitindo que - até três vezes por evento - ela possa soltar uma bola do elemento que se expande e cria uma explosão com 2,5m de raio ou um ataque direto, semelhante a um lança-chamas. Suas garras são afiadas, permitindo golpes cortantes ou perfurantes, além de investidas e afins. A autômata recebe ordens apenas de seu dono - Jhonn Stark.] {Bronze Sagrado e Essência de fogo} (Nível mínimo: 35) [Controle sobre o fogo] {Recebimento: Presente de Ayla Lennox. Forjado por Kalled C. Almeida}

When I crack that whip,
everybody gonna trip
Just like a circus
Don't stand there watchin' me
follow me
Show me what you can do
Ayla Lennox
avatar
Filhos de Selene
Mensagens :
1063

Localização :
EUA

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Festa de Halloween

Mensagem por Rowan Brückner em Qua 26 Out 2016, 21:00

Halloween Party


A acompanhei até o bar assim que ela o indicou com a cabeça. Pedi um martini, assim como ela. Sorri para o cara assim que peguei a bebida.

Percebi que ela riu do que eu disse, que me deixou um pouco corado pelo fato de ficar envergonhado. Dei um gole da bebida, a deixando descer e queimar pela garganta, até que ouvi uma voz ecoar em minha mente, e era a voz da garota. Arregalei os olhos, e em seguida ri.

— Caralho! Que foda. — Sorri para ela. — Você tem cara de ser fodona, apenas suspeitei... E sim, ela ajudou a derrubar o disfarce.

Bebi, mais um gole, quase como se fosse um shot, e terminei a bebida, colocando o copo sobre o balcão.

— E por que não vive mais lá? Se não se importa claro. — A encarei com um sorriso nos lábios. — Aliás, sou próle de Zeus.


Fantasia:


thanks sugaravatars
Rowan Brückner
avatar
Filhos de Zeus
Mensagens :
139

Localização :
No colchão mais próximo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Festa de Halloween

Mensagem por Astrid Fältskog Sorg em Qua 26 Out 2016, 21:10

halloween
everyone hail to the pumpkin song!

Todos falavam sobre apenas um assunto, a tal festa de Halloween que iria acontecer. A notícia deixou Astrid num alto estado de ansiedade — adorava a data. Sempre gostou. Seu pai dizia que era um hábito estranho, afinal, quem tinha tanto amor por uma data macabra só podia ser louco ou ter algum tipo de problema (e, no caso, essa era uma completa descrição da semideusa).

Usou a primeira fantasia que achou. Não era uma fantasia de Halloween propriamente dita, mas serviria, certo?

Ainda era cedo quando chegou no local. Haviam poucas pessoas ali, e esse fato fez com que a morena ficasse mais segura; detestava multidões. Ajeitou as botas que calçava e o boné, tentando parecer, no mínimo, apresentável. O rosto já não ajudava muito, então nada que fizesse seria eficiente. Ficou parada próximo à um casal que conversava animadamente, se esforçando para não acharem que era uma stalker maníaca ou algo do tipo.

fantasia:
fallen angel made this code ♔
Astrid Fältskog Sorg
avatar
Filhos de Perséfone
Mensagens :
33

Localização :
in the lonely hearts

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Festa de Halloween

Mensagem por Ayla Lennox em Qua 26 Out 2016, 21:24

F
ucking halloween
party!
Just like a circus.
Ayla precisou se concentrar um pouco mais que o normal para evitar cuspir o restante da bebida ao rir da afirmação de Raphael. Bad-ass? Não sabia se aquele era exatamente seu estilo, mas parecia um bom ponto de partida.

Fez um sinal para o barman, pedindo mais uma rodada para os dois. Esperava que o jovem filho de Zeus fosse tão resistente quanto os de Dionísio - quanto à idade, aquela era a menor das preocupações na vida semidivina.

Cria do dono do Olimpo? Interessante, guri. Você não parece ter a síndrome de herói que eu costumava no chalé um, continue assim. — Brincou a lupina enquanto tirava sua cartola e a colocava na cabeça de Raphael. — Sabe a semelhança entre santos e heróis? Eles costumam acabar mortos.

Os drinques chegaram e, antes de decidir se responderia ou não, tomou um gole um pouco maior do que devia. Foi o bastante para não mentir. Ao menos não totalmente.

Digamos que foi o melhor para todo mundo. — Afirmou com um breve suspiro. — Gosto de ser livre pra fazer minhas escolhas e lidar sozinha com as consequências. Além do mais, não pareço o tipo de pessoa que gosta de seguir ordens de um centauro rabugento, certo? — Apontou para si mesma na intenção de desviar o assunto. — Ah, sim, filha de Selene, mas só no registro. Minha devoção está com Psiquê.

E ergueu a taça antes de mais um gole, como uma sutil reverência a sua patrona.
HELLO!:
Então, no momento eu tô interagindo com o rapha, mas qualquer coisa... Sei lá, chega e dá um oi (?), juro que não mordo.
Considerar todos os passivos de Selene e Psiquê até o nível atual apenas para fins interpretativos.
Fantasia:
Ayla dominatrix domadora e Illya (emprestada por Jhonn)

♦ {Illya} / Autômato [Feita de metal mas sendo coberta com uma camada superficial de pelo alaranjado, o autômato possui uma semelhança quase perfeita com uma raposa, com exceção do material que realmente é feita e também as 7 caudas que possui. A kitsune robótica possui o tamanho um pouco maior do que uma raposa comum e nela foi imbuída a essência de fogo, permitindo que - até três vezes por evento - ela possa soltar uma bola do elemento que se expande e cria uma explosão com 2,5m de raio ou um ataque direto, semelhante a um lança-chamas. Suas garras são afiadas, permitindo golpes cortantes ou perfurantes, além de investidas e afins. A autômata recebe ordens apenas de seu dono - Jhonn Stark.] {Bronze Sagrado e Essência de fogo} (Nível mínimo: 35) [Controle sobre o fogo] {Recebimento: Presente de Ayla Lennox. Forjado por Kalled C. Almeida}

When I crack that whip,
everybody gonna trip
Just like a circus
Don't stand there watchin' me
follow me
Show me what you can do
Ayla Lennox
avatar
Filhos de Selene
Mensagens :
1063

Localização :
EUA

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Festa de Halloween

Mensagem por Rowan Brückner em Qua 26 Out 2016, 21:51

Halloween Party


Ela riu do que eu disse, me fazendo rir junto a ela. Talvez ela não se considerava fodona.

— Olha, eu odeio os meus irmãos... Então levarei isso como um elogio. — Sorri com o comentário dela. Mas logo a fitei ao ver ela colocar sua cartola em minha cabeça. — Que bom que não sou santo, nem herói. Tenho muito que viver ainda.

Assim que os drinks chegaram, tomei um gole enquanto a fitava virar um gole bastante... Grande?

— Te entendo... Não curto muito seguir as regras do acampamento, mas por enquanto é o único lugar que eu tenho para ficar... Basta eu aceitar. — Sorri com a explicação dela. — Selene? Conheço poucas crias dela... Na verdade, você é a primeira.

Levantei a taça junto com ela, seja lá quem fosse Psiquê, parecia ser uma pessoa bastante interessante. Ou deusa, nessa caso.

— Perdão a ignorância, mas quem é Psiquê? Sou novo nesse mundo mitológico, então conheço pouco desse povo.

Antes que ela pudesse responder, vi Astrid chegar no local. Ela estava de Mário, o que me fez rir um pouco, resolvi que iria a chamar.

— Astrid!! — Gritava, mas não sabia se ela poderia ouvir. — Hey Astrid! — Gritei novamente. — É o Rapha, vem cá!


Fantasia:


thanks sugaravatars
Rowan Brückner
avatar
Filhos de Zeus
Mensagens :
139

Localização :
No colchão mais próximo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Festa de Halloween

Mensagem por Bianca H. Somerhalder em Qua 26 Out 2016, 22:58

i'm The lunatic killer, baby

TRICK OR TREAT?

Q
uando Bianca chegou à festa, a lua já refletia os céus e fazia com que se sentisse mais viva. Seus nervos estavam aflorando, a respiração mais calma do que nunca, os ombros relaxados em constante despreocupação. Naquele dia, iria se divertir.

Viu que algumas pessoas ocupavam uma rua próxima com curiosidade, mas sem pensar muito entrou no clube em que sabia existir uma festa, provavelmente com bebida de graça. Não que eu vá pagar, se for preciso, pensou a prole da lua com deboche. Ao dar seu nome para o porteiro com elegância, entrou pisando firme.

Deu uma olhada ao redor, mas de início não viu ninguém conhecido. Parou um segundo e olhou sua roupa: vestido preto e vermelho extremamente curto, com faixas brancas e corações ao meio. A bota preta, até a altura do joelho, dava um ar mais agressivo à fantasia. Tinha escolhido rainha de copas especialmente para fazer piadas com cabeças cortadas. Agitou a coroa delicada que usava lentamente, e balançando seu pequeno cetro se dirigiu até o bar.

— Vodka, por favor. Uma garrafa — sorriu para o garçom, forçando o corpo para a frente e mostrando o decote. Ao receber um sorriso de volta, se aquietou no banco e virou o líquido na boca, esperando qualquer pessoa.

Sentia que aquela noite não seria jogada fora.

adendos:
fantasia:
Rainha de Copas, aqui sz.
poderes:
Todos de Selene até o lvl atual.

¥



Bianca H. Somerhalder
avatar
Filhos de Selene
Mensagens :
448

Localização :
Los Angeles

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Festa de Halloween

Mensagem por Kurt LeBeau em Qua 26 Out 2016, 23:40

Eu admito, não sou muito fã de halloween, mas quando se consegue a colaboração de um filho de Apolo e outro de Afrodite pra fazer sua fantasia… Você dá uma chance pra festinha, que por sinal foi o assunto mais comentado nos últimos dias. Devo confessar que a peruca pinica um pouco e a maquiagem das cicatrizes era incômoda, mas os robes azuis ficaram divinos, valeria à pena ter que ajudar os chalés 7 e 10 na arrumação das próximas semanas.

No local da festa foi difícil encontrar alguém do acampamento, já que estávamos misturados aos mortais, mas o perfume dele era inesquecível. Segui o cheiro até o ver de costas pra mim fantasiado de cupido e conversando com a… Zatana?
Coloquei o dedo na frente dos lábios olhando para a garota e fui andando por trás dele até estar bem nas suas costas e dar um grito.

Fingindo que nada aconteceu olho para a garota.
– Olá, eu sou o Kurt.
Kurt:
Arsenal:
Pra quê armas? Isso aqui é diversão.  
Poderes:
Olfato apurado I [Nível 1]: O olfato dos filhos de Éolo é muito mais apurado do que o de um humano comum. Neste nível, ele funciona como o olfato de um animal, como um cão, para fins de identificação de nuances de odor, podendo captar mudanças sutis no ar nesse sentido, por exemplo. Não consegue, contudo, identificar o tipo de criatura com a qual está lidando nem um alvo específico. [Antigo Respiração]
Fantasia:
Kurt LeBeau
avatar
Filhos de Éolo
Mensagens :
53

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Festa de Halloween

Mensagem por Jhonn Stark em Qua 26 Out 2016, 23:52


PARTY HARD


The healer boy is on fire... again


Halloween. Uma ocasião para pegar doces e se divertir com os amigos por aí, usando fantasias divertidas que só serviam normalmente naquela época do ano. Mas para semideuses, sempre tinha algo a mais.

A essência de "festa" permanecia, mas os doces eram substituídos por algumas coisas para maiores, sendo buscados no open bar da vida. E com certeza as pessoas ali iam para pegar algo além de doces: parecia que a promiscuidade divina se alastrava para as crias, fato notado por Stark pelos últimos... Dois anos. Aquilo seria o tipo de coisa que sua mãe, a grande deusa recatada e familiar diria.

Mas naquela noite, ele não estava muito no clima de ser recatado e familiar.

Estava no terceiro copo de alguma bebida colorida que não conhecia pelo nome, flambando-a com um dos dedos antes de virar o copo inteiro goela abaixo. A torcida das pessoas ao seu redor era ensurdecedora, e a música do ambiente colaborava um pouco para uns dias futuros sem escutar muito bem. Afastou-se aos tropeços, pronto para pedir mais um copo daquilo. O sorriso bobo no rosto mantendo-se constante.

Não estava bêbado. Não... Não muito. Só tonto, pra caramba. Precisava admitir, álcool não era bom só para esterilizar feridas na enfermaria.

Precisava daquele tempo para si, para seus amigos e sua diversão. Dionísio talvez fosse bonzinho e colaborasse para que ele tivesse algum resultado promissor dali... Talvez até sair acompanhado da festa, quem sabe?

Suas roupas eram clássicas, reutilizadas de quando administrou um treino temático no camp. A camisa e as calças verdes, sapatos marrons, o chapéu triangular com uma pena vermelha — Que deduzia ser de harpia, não tinha certeza — que combinava com a cor de seu rosto. Peter Pan bêbado, garoto perdido... Talvez uma mistura das duas coisas. Estava bem o bastante para tentar competir com fantasias mais elaboradas.

Seus sentidos apitavam como um tinder mágico de conhecidos, encontrando todos os presentes e facilitando a identificação clara dos semideuses ali. No início não tinha dado tanta bola para isso, mas agora, o sentido apresentava uma presença deveras... Interessante.

Ele sorriu, passando pelo mar de pessoas de forma despreocupada e seguindo seu guia mental. Aquela aura perigosa o levou até uma garota que permanecia sentada em um banco, uma perfeita rainha de copas — Talvez um pouco econômica na quantidade de tecido. Fitou-a por um instante, absorvendo as emoções que emanavam de seu corpo e indicavam que estava ali por motivos similares aos dele: apenas diversão e um pouco de álcool.

— Ora, ora. —  Falou ele, rindo e chegando mais perto. —  Bianca, que milagre você por aqui! — Viu um dos garçons passando e pegou mais um copo de sua bandeja, encarando-a e dando de ombros. — Não é como se você não fizesse isso, certo? Mas enfim, o que tem feito nos últimos tempos além de morrer de saudades de mim?

Adendos:
Fantasia:
Peter Pan (ainda sóbrio)
♦ Poxtando agora com a Bianca. Quem vier avacalhar, eu vou matá <3
Poderes:
Passivos:
Localização empática III [45] - O filho de Héstia encontra qualquer conhecido por meio dos seus sentimentos, mas é preciso que ambos estejam na mesma cidade. A habilidade pode ser contida por poderes de resistência mental e empática; portanto, semideuses que possuírem tais resistências e forem de nível igual ou superior ao filho de Héstia conseguem manter-se ocultos, mas, do contrário, não. {Novo}
Ativos:
-
LET'S PARTY!:

 
Jhonn Stark
avatar
Curandeiros de Asclépio
Mensagens :
701

Localização :
Acampamento Meio-Sangue

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Festa de Halloween

Mensagem por Eunice Jackson em Qua 26 Out 2016, 23:55


i'll show you how to float down here
and all of the ghouls come out to play


Era uma data nostálgica, aquela.

Dois anos atrás Rhydian estava se preparando para a primeira festa que participaria no Acampamento Meio-Sangue. A ansiedade estava para levar o garoto à loucura — ou talvez fosse apenas a influência de Dionísio — e ele mal conseguia conter tanta empolgação. Havia passado horas trabalhando na confecção de sua fantasia de Edward Scissorhands e, como resultado, ficou em segundo lugar no concurso de fantasia que ocorreu durante a festa. Naquela época ele não falava, mas tinha o Killian imaginário, então seus momentos eram sempre compartilhados com alguém e a diversão era garantida.

Muito havia mudado desde então.

Havia recuperado a voz e Killian havia partido. Embora estivesse feliz por saber que seu irmão estava vivo, sentia um leve vazio por não tê-lo por perto. Então, na esperança de deixar seus problemas de lado pelo menos por uma noite, ele decidiu ir à festa de Halloween que aconteceria na sexta avenida.

Rhydian foi informado que o evento seria aberto a todos — semideuses e mortais — portanto precisara fazer alguns ajustes de última hora na fantasia. Ele havia pedido ajuda a algumas filhas de Hécate para encantar seus trajes, então quem olhasse para ele, se não tivesse bloqueios mentais tão fortes, veria primeiramente o palhaço e depois a criatura que a pessoa mais temia. Porém, como poderia haver histeria entre os mortais — e talvez entre os semideuses também —, Rhydian pediu às suas ajudantes que anulassem o encantamento. Na verdade, ele precisou de muita força de vontade para alterar a fantasia, uma vez que queria mesmo causar um alvoroço.

Assim, após várias horas de maquiagem e produções, Rhydian estava extremamente semelhante ao palhaço Pennywise, de "A Coisa". Para finalizar a fantasia, ele pegou as cordinhas que prendiam os balões que foram enchidos com gás para flutuarem.

Ah, gente, preguiça de narrar as arrumações e etc. Ajuda, né?


Ao chegar à festa, Rhydian deu uma olhada nas pessoas em volta, procurando alguém conhecido. Sentiu-se levemente frustrado quando não encontrou a filha de Hermes, mas, já que estava ali, aproveitaria ao máximo para se divertir e dar um tempo de si mesmo. Como havia recuperado a fala, talvez conseguisse socializar um pouco mais. Ou talvez acabasse encontrando algo para fazer com a boca que fosse mais interessante do que falar. *that face*

Como não conhecia ninguém, o semideus caminhou entre as pessoas da festa, distribuindo balões para os interessados. Ocasionalmente ele usava alguma frase de "A Coisa" para assustar alguém. Estava sentindo sede, então começou a procurar as bebidas do clube.

Enquanto procurava por algo que molhasse sua garganta, Rhydian viu uma raposa de sete caudas maior que uma raposa normal. Ele quase pulou de excitação, então, sem se importar com quem estivesse por perto, soltou todos as cordinhas dos balões e correu na direção da raposa.

Ao se aproximar, notou que não era apenas um animal, mas um autômato. Talvez os mortais não percebessem a diferença, mas ele sabia — até porque sonhava em ter algo do tipo. Mesmo sabendo que o autômato provavelmente pertencia a um semideus, ele se aproximou da criatura e estendeu uma mão para fazer carinho na orelha dela.

— Ora se não é a atração mais fantástica do ambiente... — seu tom saiu mais manso, o mesmo utilizado pelas pessoas quando estão falando com algum bebê. — Você não veio para cá sozinha, veio, menina?

Rhydian se abaixou para analisar a raposa e para ver se havia alguma indicação — coleira ou algo assim — sobre a quem ela pertencia.

Não revisei e nem revisarei. Alguém chega pra falar comigo, pelamor, não quero morrer de tédio. Caio, pra interagir contigo cê tem que postar antes, né, durr.

Adendos:

— Os strikes são inteiramente off, então podem ignorar. Interações são posts mais descontraídos, então vamos que vamos.
— Qualquer coisa, só chamar. Se interagir comigo e tal, dá um toque pra eu ficar ligado.
Poderes:


— Passivos —

— Se pá, considera os poderes dos filhos de Athena e os poderes dos Mênades;


— Ativos —

— Error 402;
Itens:
๑ {Honor} Espada [Espada de bronze sagrado, que mede ao todo 90 cm, sendo 70 de lâmina e 20 de base. A base é de couro, e no final de seu cabo, está entalhada a sigla RF, as iniciais de seu dono, Rhydian. Os golpes da espada são tanto cortantes do que perfurantes, mas não se descarta esta outra utilidade da arma. Quando não utilizada, transforma-se em um anel comum, ao comando de seu dono, com a inscrição: “Guerra por guerra”. Tem a habilidade de perfurar armaduras e escudos em até 20 % de capacidade, caso de itens fortalecidos a perfuração se dará pela diferença de porcentagem.{Bronze sagrado e couro} (Nível Mínimo: 20) {Não Controla nenhum elemento}[Recebimento: The Dragon's Flame e modificado na Music and Forge] Just in case.
Fantasia:


but it's always darkest before the dawn
robei da duff / a font do título robei da cams
Eunice Jackson
avatar
Mênades
Mensagens :
456

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Festa de Halloween

Mensagem por Dolar Poggi em Qui 27 Out 2016, 00:13



O plano;
Brilhando


Calma Dolar, você consegue, vamos repassar o plano! (O filho de hermes parecia um pouco preocupado a ponto de começa a falar com o espelho)

Faaaaaaaaaaaaase 1 Preparação : Cabelo? Confere, Roupa de mariachi? confere, Espanhol? Fluente, Uma rosa para a Ayla?confere, Cueca da sorte?confere, Charme irresistível a todas as escolhidas da noite? super confere, estamos prontos amigo, hoje será uma noite onde eu não vou ser o mocinho.

Após uma boa conversa com seu espelho e sua moeda da sorte, o filho de Hermes com um olhar desafiante estaria pronto para tudo(quase tudo).
Ao chegar no local indicado, Dolar entra na festa e atentamente observa as pessoas, alguns conhecidos, outros nunca vistos, mas se existe uma coisa que o filho de Hermes tinha era labía.

(ok, fase 2: Ser notado e o mais importante apreciado)
Dolar vai em direção a mesa de bebidas e solicita algo

Yo quiero algo rico para calientar mi noche, tal vez un vasito de josé cuervo?
Dolar pega sua bebia e caminha pela festa.
(Hoje realmente será uma grande noite, vejo muitos alvos em potencial, mas eu preciso ser rápido.)

Dolar com sua dose de tequila na mão observa de longe alguns campistas, nem todos os rostos eram intimos, mas Dolar tinha certeza de terlos vistos durante sua estadia no acampamento.

FANTASIA
Spoiler:

PODERES
Spoiler:
Nível 4 - Bote {NEW}{Idealizado por Sadie Bronwen}
O primeiro ataque do filho de Hermes sempre causa dano NO AMOR adicional se ele estiver camuflado antes do início da luta.

Raciocínio Rápido - Nível 10 {NEW}{Idealizado por Sophie Deneuve}
Os filhos de Hermes adquirem um raciocínio mais amplo e acelerado das situações, podendo, desta maneira, encontrar mais facilmnente soluções para os momentos que mais necessitarem.
DOLAAAR

Dolar Poggi
avatar
Filhos de Hermes
Mensagens :
40

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Festa de Halloween

Mensagem por Zoey Montgomery em Qui 27 Out 2016, 00:21



This is Halloween <3

Era o primeiro Halloween de Zoey sozinha. Fazia mais de seis meses que não tinha notícias do namorado, seu irmão e melhor amiga estavam mortos e, depois de alguns acontecimentos no ano passado nunca mais vira Vlad, mesmo que o damphyr - que na verdade ela descobriu ser, de fato, um vampiro - tivesse enviado para a menina aquela roupa para usar nas festividades.

Mesmo com tudo que aconteceu, ele ainda cuidava dela.

Suspirou enquanto caminhava pelas ruas ajeitando a wig rapidamente antes que chegasse em seu destino: o clube onde haveria uma festa privada. Sabia que o namorado não era fã de festas, mas se ele resolvesse ir poderia vê-lo antes de partir novamente. Parou em frente a uma loja, observando-se no vidro da vitrine. Wig, ok. Cosplay, ok. Asas, ok. Lente de contato, ok. Estava pronta.

A passos largos ela se aproximou das portas e, após confirmar seu nome na lista, adentrou o lugar. E que, por sinal, estava abarrotado de gente. Mesmo sendo uma filha do sol a menina não era muito boa em conversar, então talvez ficasse em algum canto, ou quem sabe iria procurar por algum conhecido. Andou um pouco pelo lugar, e até cogitou pedir uma bebida no balcão, mas lembrou-se da vez que bebera com Ayla na Rússia.

Aquilo fugiu de seu auto-controle, então não beberia novamente. Suspirou e pediu um suco, sorrindo abertamente para o rapaz do balcão, e graças aos deuses o mesmo não demorou em lhe entregar o pedido. Zoey agradeceu e, ainda segurando o copo, voltou a caminhar, cuidando para não machucar ninguém com as asas que carregava.

Mas, acima de tudo, cuidando para não danificar seu cosplay.

Fantasia/Cosplay <3:

thanks juuub's @ cp!  
Zoey Montgomery
avatar
Feiticeiros  de  Circe
Mensagens :
1203

Localização :
Ilha de Circe

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Festa de Halloween

Mensagem por Ayla Lennox em Qui 27 Out 2016, 00:27

F
ucking halloween
party!
Just like a circus.
O rubor ascendia sem timidez alguma até as maçãs do rosto da filha de Selene. Ainda não se sentia nem perto do estado ébrio que esperava, afinal de contas, ainda estava plenamente consciente de tudo ao seu redor, só se sentia um pouco mais... Feliz do que o normal.

O lugar começava a ficar mais movimentado, mais cheio a cada instante e a lupina sentia cada aura semidivina no recinto - de conhecidos ou não -, se esforçando para não começar a cogitar todas os rumos e desfechos de proporções catastróficas que aquela noite poderia tomar.

Não seria uma tarefa difícil, a considerar que estava em sua terceira dose de martíni.

Minha mãe não é exatamente conhecida. — Falou em tom desinteressado. — É mais como uma antecessora impopular daquela freira que brinca com arcos... Como se chama mesmo? Ah, sim, Ártemis! — Anunciou depois de finalmente encontrar o nome que buscava. — Psiquê? Deusa da mente e da alma. Única imortal que pareceu estar minimamente se importando com a puta bagunça que era minha vida e resolveu me oferecer uma segunda chance. — Permitiu que uma curva sutil em seus lábios surgisse.

Raphael pareceu encontrar alguma conhecida e pôs-se a chamá-la para perto energicamente. Enquanto executava essa ação, um terceiro se aproximou em vestes elegantes e pedindo silêncio com um dedo na frente dos lábios. A garota retribuiu com uma piscadela e fingindo passar um zíper na boca.

Olá, Kurt, bela fantasia. Sou Ayla e isso aqui é uma fantasia de domadora. — Afirmou a mentalista, puxando de volta a cartola do filho de Zeus e a colocando em sua cabeça. — Talvez não pareça porque meu leão não está aq... Cacete. — Praguejou.

Onde diabos estava Illya?

Kurt, se importa de ficar com eles até eu encontrar uma autômata perambulando por aí? — Pediu. — Não, claro que não. Obrigada, volto logo. — E agradeceu dando um beijo rápido na bochecha do garoto recém-chegado e saindo pelo salão apressadamente.

Não precisou fazer exatamente uma prece. Algo no salão chamou sua atenção: balões. Muitos. E bem próxima dali, estavam as sete caudas e a falsa juba que tanto procurava. Suspirando aliviada, percorreu o curta distância sem muita pressa, sentindo cada toque do salto pontiagudo contra o piso.

Oi, garota. Vamos combinar de você não fugir de mim assim de novo nunca mais, ok? — Conversou enquanto se abaixava e se preparava para encarar e agradecer quem havia encontrado sua companheira. — Ainda bem que este adorável senh... CARALHO.

Sinceramente, Ayla teve sorte de não cair. Literalmente, seu coração havia dado um breve salto até a boca ao ficar face a face com aquela coisa, que só depois de alguns segundos se forçou a denominar de palhaço.

Hm, er, bom... Obrigada por ter encontrado ela, Ronald McDonald satânico. — Forçou um sorriso enquanto levava uma das mãos à nuca, sua expressão absoluta para momentos de desconcerto.— Posso te pagar uma bebida em agradecimento? Me chamo Ayla, a propósito.

Não sabia o que costumavam servir nos sete infernos, mas esperava que ele ficasse satisfeito com um dos coquetéis que serviam no bar.
HELLO!:
Então, no momento eu tô interagindo com o rapha, astrid, kurt e marki, mas qualquer coisa... Sei lá, chega e dá um oi (?), juro que não mordo.
Considerar todos os passivos de Selene e Psiquê até o nível atual apenas para fins interpretativos.
Fantasia:
Ayla dominatrix domadora e Illya (emprestada por Jhonn)

♦ {Illya} / Autômato [Feita de metal mas sendo coberta com uma camada superficial de pelo alaranjado, o autômato possui uma semelhança quase perfeita com uma raposa, com exceção do material que realmente é feita e também as 7 caudas que possui. A kitsune robótica possui o tamanho um pouco maior do que uma raposa comum e nela foi imbuída a essência de fogo, permitindo que - até três vezes por evento - ela possa soltar uma bola do elemento que se expande e cria uma explosão com 2,5m de raio ou um ataque direto, semelhante a um lança-chamas. Suas garras são afiadas, permitindo golpes cortantes ou perfurantes, além de investidas e afins. A autômata recebe ordens apenas de seu dono - Jhonn Stark.] {Bronze Sagrado e Essência de fogo} (Nível mínimo: 35) [Controle sobre o fogo] {Recebimento: Presente de Ayla Lennox. Forjado por Kalled C. Almeida}

When I crack that whip,
everybody gonna trip
Just like a circus
Don't stand there watchin' me
follow me
Show me what you can do
Ayla Lennox
avatar
Filhos de Selene
Mensagens :
1063

Localização :
EUA

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Festa de Halloween

Mensagem por Eunice Jackson em Qui 27 Out 2016, 00:46


i'll show you how to float down here
and all of the ghouls come out to play


Rhydian estava entretido com a riqueza de detalhes que o autômato possuía. Definitivamente o construtor daquela obra-prima em forma de raposa era portador de grandes habilidades. O semideus estava acariciando as orelhas da criatura quando ouviu uma voz feminina.

Ele se virou para encarar a provável dona da raposa e se assustou com a reação dela por vê-lo. Mas não demonstrou, obviamente. Levantou-se graciosamente e fitou a garota, visualizando seus trajes circenses e sua peculiar beleza.

— Calma, calma, eu não mordo — falou ele com um sorriso malicioso nos lábios. — A não ser que permitam, claro. —  Hã, bem, estou representando o "Pennywise" de "A Coisa".

Ele achava que muitas pessoas conheciam o personagem, uma vez que os Estados Unidos estava repleto de psicopatas que se vestiam de palhaços por terem o Pennywise como principal fonte de inspiração. Mas aquela garota aparentemente não conhecia A Coisa.

— Ah, muito prazer, Ayla. Meu nome é Rhydian e... você leu meus pensamentos? — brincou ele, perguntando-se se deveria ou não trazer à tona o assunto sobre suas ligações divinas. —  Eu estava procurando uma bebida quando encontrei essa lindinha. A propósito, qual é o nome dela?

Enquanto aguardava a resposta, Rhydian começou a andar na direção do balcão para pedir uma bebida ao bartender — ele esperava, obviamente, que Ayla o acompanhasse.


Não revisei e nem revisarei. Alguém chega pra falar comigo, pelamor, não quero morrer de tédio. Caio, pra interagir contigo cê tem que postar antes, né, durr.

Adendos:

— Os strikes são inteiramente off, então podem ignorar. Interações são posts mais descontraídos, então vamos que vamos.
— Qualquer coisa, só chamar. Se interagir comigo e tal, dá um toque pra eu ficar ligado.
Poderes:


— Passivos —

— Se pá, considera os poderes dos filhos de Athena e os poderes dos Mênades;


— Ativos —

— Error 402;
Itens:
๑ {Honor} Espada [Espada de bronze sagrado, que mede ao todo 90 cm, sendo 70 de lâmina e 20 de base. A base é de couro, e no final de seu cabo, está entalhada a sigla RF, as iniciais de seu dono, Rhydian. Os golpes da espada são tanto cortantes do que perfurantes, mas não se descarta esta outra utilidade da arma. Quando não utilizada, transforma-se em um anel comum, ao comando de seu dono, com a inscrição: “Guerra por guerra”. Tem a habilidade de perfurar armaduras e escudos em até 20 % de capacidade, caso de itens fortalecidos a perfuração se dará pela diferença de porcentagem.{Bronze sagrado e couro} (Nível Mínimo: 20) {Não Controla nenhum elemento}[Recebimento: The Dragon's Flame e modificado na Music and Forge] Just in case.
Fantasia:


but it's always darkest before the dawn
robei da duff / a font do título robei da cams
Eunice Jackson
avatar
Mênades
Mensagens :
456

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Festa de Halloween

Mensagem por Isobel em Qui 27 Out 2016, 01:00



Halloween



O dia tinha sido trabalhoso. A confecção da fantasia, finalmente estava finalizada! Os bichos de seda e os vaga-lumes estavam cansados de tamanho trabalho, mas no fim, Isobel estaria vestida adequadamente para o Halloween com sua fabulosa fantasia de mariposa. Halloween era, de longe, o evento que Isobel mais gostava. Sempre dava muito trabalho confeccionando a roupa, mas era muito gratificante ver a fantasia pronta, todos os animais cooperando.

Este ano ela já tinha recebido o comunicado, a festa seria na cidade grande. O que foi uma verdadeira surpresa pra ela, uma vez que ela só saia de perto do pinheiro em tempos antigos. Apesar de muito receosa em deixar sua árvore sozinha, ela viu que a vida era mais que ficar só ao redor da floresta. Desde o último Halloween, no anfiteatro do acampamento, ela começou a sair um pouco mais e apesar de acontecer muitas coisas chatas, aconteceram coisas legais também! Ela prometeu que viveria em favor da natureza, e não fugiria dessa promessa, nunca. Mas ela precisava sair e conhecer o mundo, precisava dar uma chance ao novo mundo para poder salvá-lo.

A fantasia já estava confeccionada e ela não poderia decepcionar tantos animais que cooperaram tanto para que a fantasia ficasse pronta. Determinada a dar uma chance ao novo mundo, amarrou no topo da cabeça dois coques, colocou a sua máscara e também vestiu seu majestoso vestido de mariposa. Pronta para o evento, foi até a casa grande e esperou Argos chegar. E esperando seu antigo amigo, a dríade se assusta com um monstruoso autômato! Os olhos brilhavam, e soltavam uma luz cegante! Duas vezes o tamanho de um carniça rastejador! Ainda se recuperando do susto, a jovem pode ver Argos lá dentro. Aliviada, ouviu seu antigo amigo dizer que ela estava segura e que aquele autômato era um amigo.

No caminho, Argos explicou o que era aquele monstro que carregavam eles era na verdade chamado de vã e que era muito comum  ter outros monstros parecidos carregando pessoas por aí, carros, motos e limousines. Um maior que carrega mais coisas, o caminhão. E um ônibus, que engole muita gente, mas sai todo mundo intacto! Isobel ficou espantada ao perceber que no mundo contemporâneo, grandes monstros deixavam-se ser controlados por humanos e os carregavam dentro de si sem ao menos digeri-los.

Olhando pela janela ficou espantada com tamanha beleza e revoltada com tamanha destruição por trás disso. Ela não sabia bem o que sentir então ignorou todos os sentimentos possíveis e os guardou todos dentro de si, aquilo seria resolvido depois. Seria uma luta, mas não agora.

Quando chegaram ao local da festa Argos se despediu dela e disse que ia procurar uma vaga. Muito grata pela carona, Isobel desceu da vã e pisou no chão. Ah... O chão! Ele era tão regular, tão plano! Muito diferente da traiçoeira floresta que derrubava qualquer um que não olhasse onde ia. Com isso tudo, começou a pensar nos motivos que os humanos tinham para fazer tudo aquilo, e chegou a conclusão que era tudo tão mesquinho... Curiosa com o piso ela o toucou e viu que era duro como pedra. Olhou ao redor e viu muitas luzes e ficou pensando em como os humanos podiam reproduzir pequenos sóis de tantas cores, formas e tamanhos.

Encantada com tudo o que via, a dríade entrou na festa, preenchendo todo o ambiente com sua sua imponente presença. A escuridão da festa ressaltava o néon em sua vestimenta, então andando com toda sua delicadeza que já lhe era natural, se aproximou da figura mais amistosa que viu, a mesa de frutas, pegou uma poção de frutas com morangos, amoras e uvas verdes e se setou em uma cadeira elegante petiscando as frutas enquanto esperava Sasuke.

Fantasia:
thanks juuub's @ cp!  
Isobel
avatar
Líder das Dríades
Mensagens :
125

Localização :
Floresta

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Festa de Halloween

Mensagem por Dolar Poggi em Qui 27 Out 2016, 01:17



O plano;
Explorando


Dolar, estava impressionado com a quantidade de pessoas na festa e mais impressionado ainda com a velocidade que seu como esvaziava, até  chegou a buscar buracos no mesmo. Com passos lentos e precisos Dolar driblava as pessoas em direção ao bar, algumas já bebadas o cumprimentavam, algumas moças tinham seus olhos fixos no jovem mariachi, inclusive alguns alguns moços também.

Ao se aproximar do bar o mariachi filho de Hermes despercebido olha para seu lado e bem diante de seus olhos tinha um palhaço com uma roupa bem suspeita e perigosa o que faz Dolar saltar e entrar em posição de combate, porém no lugar de suas "Adagas" Dolar tinha um chocalho em cada mão, o até então desconhecido palhaço, um pouco surpreso, olha fixamente para Dolar, esperando alguma reação ja que o filho de Hermes estava em posição de luta.

Deeeeeeeeeeeeeespacito mami yo se que te va gustaaaaar, deeeeeespacito mamii yo se que te va encantar...

(Vamos cara disfarça)
Dolar começa a balançar seus chocalhos e faz um passos de tipicos do seu país e com um leve sorriso
Claro, por que no un super payaso peligroso en una fiesta de Halloween? buen traje amigo, Me llamo Dolar, un gusto!

Social
Spoiler:
interação com Rhydian Fraser e aberto a mais interações

Musica cantada
Spoiler:

Poderes
Spoiler:
Nível 4 - Bote {NEW}{Idealizado por Sadie Bronwen}
O primeiro ataque do filho de Hermes sempre causa dano NO AMOR adicional se ele estiver camuflado antes do início da luta.

Raciocínio Rápido - Nível 10 {NEW}{Idealizado por Sophie Deneuve}
Os filhos de Hermes adquirem um raciocínio mais amplo e acelerado das situações, podendo, desta maneira, encontrar mais facilmnente soluções para os momentos que mais necessitarem.

Fantasia

Spoiler:

DOOOOOOOLAR

Dolar Poggi
avatar
Filhos de Hermes
Mensagens :
40

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Festa de Halloween

Mensagem por Sasuke Fukui em Qui 27 Out 2016, 01:43


Halloween Party



Filhos de Afrodite realmente não têm jeito. Já estava atrasado uns trinta minutos e isso se dava por um simples fato: meu cabelo estava uma bagunça! Depois de arrumar o kimono ninja com perfeição e prender o sabre em minha cintura, tudo o que faltava eram as lentes vermelhas com o padrão Mangekyou Sharingan e meus cabelos.

Deixei o chalé quase voando quando finalmente consegui me arrumar e o pégaso negro já estava à postos para levar a mim e mais dois irmãos em uma biga de prata. Ambos fantasiados, subiram comigo e partimos diretamente para o local da festa particular, onde provavelmente Isobel já me aguardava com o veneno de plantas pronto a ser injetado em minhas veias em castigo.

Corri os olhos pelo caminho, admirando as luzes de Halloween por toda a cidade e suspirei fundo e ansioso quando pousamos bem em frente. Honestamente eu esperava que os mortais vissem apenas uma carruagem... Adentrei o local e busquei por Isobel imediatamente. Acabei por encontrá-la junto aos coquetéis de frutas e caminhei diretamente em sua direção, roubando uma flor cor de rosa no caminho.

— Será que a dríade mais linda do acampamento poderia perdoar meu atraso? — Perguntei ao chegar por trás dela, esperando agradá-la e não tomar um belo chute na canela.

.:: narração :: falas :: pensamentos :: falas de outros ::.
Sasuke Fukui
avatar
Mênades
Mensagens :
68

Localização :
Chalé de Afrodite

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Festa de Halloween

Mensagem por Ayla Lennox em Qui 27 Out 2016, 11:20

F
ucking halloween
party!
Just like a circus.
O garoto - fazia questão de lembrar-se mentalmente desse fato -, que agora tinha nome, parecia estar deveras interessado na autômata. Vasculhou sua mente por alguns instantes até ter certeza que não tinha nada lá a respeito da tal Coisa, o que não pareceu exatamente um problema, logo, deixou de lado a ideia de uma pesquisa posterior.

Bom, eu realmente espero que você não morda. Ao menos não enquanto estiver com essa fantasia. — Disse, brincando. — Eu bem que poderia, mas não li seus pensamentos dessa vez, juro. — Admitiu. Ainda existiam resquícios de respeito à privacidade alheia em si.

Rhydian resolveu ir à frente, dando um pouco de tempo para que Ayla arrumasse a falsa juba na raposa antes de seguí-lo pelo salão até o bar.

Ah, ela se chama Illya. — Disse, fitando a acompanhante não-orgânica.

Assim que ergueu os olhos, viu o palhaço macabro ser abordado por uma... Caveira mexicana com chocalhos? Diante da cena, precisou cobrir a boca com uma das mãos para disfarçar o quanto se divertia com aquilo. Fez uma nota de, caso ainda estivesse sóbria o bastante, no fim da festa procurá-la para dançar.

Segurou Rhydian pelo pulso delicadamente e deu uma piscadela para o rapaz de sombreiro antes de levar o palhaço até a mesa do bar.

Parece que tu não bailas muy bien, Rhydian. — Riu e finalmente chamou o bartender para perto com um breve aceno.
HELLO!:
Então, no momento eu tô interagindo com o rapha, astrid, kurt e marki, mas qualquer coisa... Sei lá, chega e dá um oi (?), juro que não mordo.
Considerar todos os passivos de Selene e Psiquê até o nível atual apenas para fins interpretativos.
Fantasia:
Ayla dominatrix domadora e Illya (emprestada por Jhonn)

♦ {Illya} / Autômato [Feita de metal mas sendo coberta com uma camada superficial de pelo alaranjado, o autômato possui uma semelhança quase perfeita com uma raposa, com exceção do material que realmente é feita e também as 7 caudas que possui. A kitsune robótica possui o tamanho um pouco maior do que uma raposa comum e nela foi imbuída a essência de fogo, permitindo que - até três vezes por evento - ela possa soltar uma bola do elemento que se expande e cria uma explosão com 2,5m de raio ou um ataque direto, semelhante a um lança-chamas. Suas garras são afiadas, permitindo golpes cortantes ou perfurantes, além de investidas e afins. A autômata recebe ordens apenas de seu dono - Jhonn Stark.] {Bronze Sagrado e Essência de fogo} (Nível mínimo: 35) [Controle sobre o fogo] {Recebimento: Presente de Ayla Lennox. Forjado por Kalled C. Almeida}

When I crack that whip,
everybody gonna trip
Just like a circus
Don't stand there watchin' me
follow me
Show me what you can do
Ayla Lennox
avatar
Filhos de Selene
Mensagens :
1063

Localização :
EUA

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Festa de Halloween

Mensagem por Eunice Jackson em Qui 27 Out 2016, 12:07


i'll show you how to float down here
and all of the ghouls come out to play


Se eu soubesse que teria uma chance sem a fantasia, com certeza teria deixado o palhaço no chalé, pensou Rhydian, enviando a mensagem mental para Ayla. Eu também posso, mas... privacidade, certo? Um sorriso se formou em um canto de seus lábios, mas ele não precisava se olhar no espelho para saber que tal gesto teria uma aparência mais assustadora que encantadora.

— Illya, hein? Que nome adorável! — ele precisou se controlar para não acariciar o autômato mais uma vez.

Rhydian ainda estava olhando carinhosamente para Illya quando um movimento ao seu lado chamou sua atenção. Um rapaz com trajes mexicanos semelhante aos que os toureiros usavam e com o rosto pintando com caveiras também mexicanas assumiu uma posição de combate. O filho de Atena teria reagido se não tivesse visto os chocalhos que a Caveira Mexicana Toureira segurava como se fossem armas, mas, então, afastou a surpresa e arqueou uma sobrancelha, questionando, silenciosamente, o que outro rapaz queria.

Um riso irrompeu dos lábios de Rhydian quando a Caveira Mexicana Toureira cantou uma música em espanhol e apresentou uma dancinha mexicana. Ele procurou os olhos de Ayla e precisou segurar a gargalhada que queria sair.

Yo no hablo español, mi amigo, falou o filho de Atena com um sorriso divertido nos lábios. —  Gracias, su traje es muy macho y precioso. Meu nome é Rhydian, a propósito. Muito prazer, Dolar.

Rhydian sentiu um toque em seu pulso e fitou Ayla, a tempo de vê-la dar uma piscadela. Antes que pudesse fazer qualquer coisa, o rapaz estava sendo arrastado até a mesa do bar.

— Eu sou um Mênade, bailar bien faz parte do meu currículo — ele sorriu e então olhou para o garçom. — Parceiro, vou querer três rum. E para essa moça... traga tequila.

Quando o garçom retornou com as bebidas, Rhydian pegou as três doses de rum e as ergueu para o alto.

—  À Nina, à Harleen e ao Killian — falou ele antes de virar os três copos, um por vez, mal tendo tempo de respirar. Ele sentiu o familiar calor descer pela garganta, mas sua mente continuou clara. Droga de tolerância ao álcool..

Voltou sua atenção para Ayla e sorriu mais uma vez. Ele não tinha conferido se Dolar havia pedido alguma bebida, mas não se preocupou em ser um bom camarada.

— Então, Ayla, faz muito tempo que você está no acampamento? — seu tom era casual, mas seus olhos brilhavam com interesse e curiosidade.


Não revisei e nem revisarei. Interagindo com Ayla e Dolar. Caio, pra interagir contigo cê tem que postar antes, né, durr.

Adendos:

— Os strikes são inteiramente off, então podem ignorar. Interações são posts mais descontraídos, então vamos que vamos.
— Qualquer coisa, só chamar. Se interagir comigo e tal, dá um toque pra eu ficar ligado.
Poderes:


— Passivos —

— Se pá, considera os poderes dos filhos de Athena e os poderes dos Mênades;


— Ativos —

— Poder de telepatia e tal;
Itens:
๑ {Honor} Espada [Espada de bronze sagrado, que mede ao todo 90 cm, sendo 70 de lâmina e 20 de base. A base é de couro, e no final de seu cabo, está entalhada a sigla RF, as iniciais de seu dono, Rhydian. Os golpes da espada são tanto cortantes do que perfurantes, mas não se descarta esta outra utilidade da arma. Quando não utilizada, transforma-se em um anel comum, ao comando de seu dono, com a inscrição: “Guerra por guerra”. Tem a habilidade de perfurar armaduras e escudos em até 20 % de capacidade, caso de itens fortalecidos a perfuração se dará pela diferença de porcentagem.{Bronze sagrado e couro} (Nível Mínimo: 20) {Não Controla nenhum elemento}[Recebimento: The Dragon's Flame e modificado na Music and Forge] Just in case.
Fantasia:


but it's always darkest before the dawn
robei da duff / a font do título robei da cams
Eunice Jackson
avatar
Mênades
Mensagens :
456

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Festa de Halloween

Mensagem por Astrid Fältskog Sorg em Qui 27 Out 2016, 14:25


halloween
 
Mais rostos apareciam no local e não pôde evitar se sentir meio deslocada. Continuava parada, passando o peso do corpo de um pé para o outro, e seu tédio de sempre já estava dando as caras. Quase borrou a maquiagem duas vezes e as botas começavam a incomodar, o que a deixava com um desconforto intenso.

Ouviu alguém gritar seu nome ao longe, mas deveria ser um engano. Todos estavam bêbados e ela não era a única Astrid naquele lugar, disso tinha certeza. Novamente, gritaram o nome, a fala sendo acompanhada por um “É o Rapha, vem cá!”. Franziu as sobrancelhas, tentando se lembrar de algum conhecido que se chamava Rapha, nenhum rosto indo à sua mente no momento. Decidiu, no entanto, ir na direção do som.

Quase tropeçou umas duas ou três vezes porque simplesmente odiava saltos altos e, por mais que aqueles não fossem tão altos assim, ainda causavam insegurança na menina. Foi quando viu um moreno familiar que se recordou.

— Raphael! — o garoto que precisava ficar sozinho, completou em sua cabeça. O olhou de cima a baixo, reparando na fantasia e tentando não rir. Cupido, sério? — Gostei da fralda. — Apontou para a vestimenta do menino, sorrindo.

Um outro garoto que aparentava ter a mesma idade estava ao lado do moreno, e vestia algo que Astrid não soube identificar o quê. Ah, maravilha, pensou.

— Olá, desconhecido. Sou Astrid — estendeu a mão de um jeito formal. — E então, como vai sua vida, Jauregui? A minha está uma merda — falou, num tom descontraído.

adendos:

fantasia:
poderes:

PASSIVOS
{Nível 1}
— Beleza Inata: Perséfone é uma antiga rival de Afrodite, por conta de ambas serem dotadas que especial beleza. Assim, tanto quanto os filhos da deusa do amor, os meio-sangues de Perséfone são comumente descritos como lindos, embora isso ainda não tenha uma grande serventia em batalha.

{Nível 2}
— Aura Floral I: Crê-se que os filhos de Perséfone possuem um cheiro agradável, como se estivessem em constante contato com as flores. Na realidade, há uma aura sucinta ao redor dos corpos destes, embora esta possa ser contida para fins diversos.
i can’t make you stay
 
Astrid Fältskog Sorg
avatar
Filhos de Perséfone
Mensagens :
33

Localização :
in the lonely hearts

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Festa de Halloween

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 11 1, 2, 3 ... 9, 10, 11  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum