Percy Jackson e os Olimpianos RPG BR
Bem vindo ao maior fórum de RPG de Percy Jackson do Brasil.

Já possui conta? Faça o LOGIN.
Não possui ainda? Registre-se e experimente a vida de meio-sangue.

— Festa de Halloween

Página 8 de 11 Anterior  1, 2, 3 ... 7, 8, 9, 10, 11  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

— Festa de Halloween

Mensagem por Psiquê em Qua 26 Out 2016, 13:20

Relembrando a primeira mensagem :





trick or treat?

O Halloween é um evento tradicional e cultural, que ocorre principalmente em países de língua inglesa, mas com especial relevância nos Estados Unidos, Canadá, Irlanda e Reino Unido, tendo como origem as celebrações dos antigos povos Celtas. Posto que, entre o pôr do sol do dia 31 de outubro e 1° de novembro, ocorria a noite sagrada (hallow evening, em inglês), acredita-se que assim se deu origem ao nome atual da festa: Hallow Evening / Hallowe'en / Halloween.

E destes que foram citados, nenhum lugar do mundo celebra tão bem o Halloween quanto os Estados Unidos da América. O tradicional desfile de Greenwich Village atrai milhares de pessoas de todos os lugares do país, trajando as fantasias mais malucas, criativas e assustadoras.

Além da famosa parada da sexta avenida, também acontece uma festa privada em um clube próximo, onde todos os campistas já estão com o nome na lista por conta da organização do Acampamento. Boa comida, bebida e música são a preferência de quem pretende frequentar um local mais calmo, com decoração requintada e serviços impecáveis.






ORIENTAÇÕES GERAIS:



  • O tópico estará disponível até o dia 10/11/16, mas em on-game a festa acontece das 18h do dia 31 até a madrugada;

  • Não são permitidas lutas, tumultos, aleijamentos, mortes ou qualquer coisa do gênero;

  • Não são permitidas cenas 18+, conforme as regras encontradas neste tópico;

  • Não são permitidos posts com menos de 3 linhas, conforme dito neste tópico, nem double post;

  • A festa é atemporal, portanto vocês podem postar independente do que estejam envolvidos no resto do fórum;

  • Podem acrescentar mais descrições na festa, desde que não mude muito o cenário geral para todos;

  • É, prioritariamente, um tópico de interações livres, sem chance de ataque ou intervenção, então façam um favor a si mesmos e divirtam-se;

  • Podem postar na festa do clube, no desfile ou em ambos.

  • Lembrem-se de que a festa encontra-se num ambiente frequentado tanto por mortais quando por semideuses, portanto atentem-se ao uso de poderes e não chamem a atenção para o que não for necessário;

  • O não cumprimento das regras aqui descritas poderá acarretar em punições diversas; ainda que toda regra possua uma exceção, cada exceção será analisada individualmente e não necessariamente aceita.

  • O concurso de fantasias trará recompensas para os três melhores colocados na categoria individual e para os três melhores colocados na categoria grupo (de duas a três pessoas).

  • Todos que participarem com interações completas (apenas um post não vale, estamos de olho no migué) ganharão badge ao final do evento.



Psiquê
avatar
Administradores
Mensagens :
970

Localização :
Castelo maravilhoso do Eros

Voltar ao Topo Ir em baixo


Re: — Festa de Halloween

Mensagem por Ayla Lennox em Ter 01 Nov 2016, 15:28

F
ucking halloween
party!
Just like a circus.
Ayla e o rapaz à sua frente pareciam partilhar da mesma inquietação que, no fim das contas, era apenas uma tentativa de aparentar sobriedade. Esperava apenas não estar falhando miseravelmente nessa tarefa.

Acho que essa deve ser sua menor preocupação, afinal de contas, não vivo mais no acampamento. – Afirmou de forma descontraída. – Amigos... populares? Sweetie, você deve ter uma primeira impressão um pouco errada de mim, mas os drinks são bem-vindos. –  Riu.

Apesar de não demonstrar, a voz rouca de Denn fez um sutil arrepio percorrer sua espinha. Pelos deuses, ali estava a malícia trazida pelo álcool. Parando para lembrar de alguns meses atrás, era como ser Luna novamente: Impulsiva, inconsequente, um pouco mais feliz e risonha do que o normal. Era como uma versão mais socialmente aceitável e perto dos padrões mortais de Ayla.

Enquanto se permitia ser levada até o bar mais uma vez, começava a admitir que sentia falta daquela sensação.

Nome interessante. Vamos lá. – E ergueu o copo, encostando as duas superfícies de vidro em um brinde antes de tomar um gole. – Algo bom? Por que sempre se começam com as peguntas difíceis? – Indagou rindo mais uma vez.

A garota realmente precisaria vasculhar a mente por alguns instantes para dar aquela resposta - mais por seu estado ébrio do que pela quantidade absurda de desventuras que possuía em seu histórico -, por isso preferiu desconversar.

Taylor Swift? Eu bem que percebi pelo James Dean, daydream look in your eyes, Denn. – Brincou com a referência.
HELLO!:
Então, no momento eu tô interagindo com o Denn (BEIJO, RAMÃO, N ME MATA PELA DEMORA), mas qualquer coisa... Sei lá, chega e dá um oi (?), juro que não mordo.
Considerar todos os passivos de Selene e Psiquê até o nível atual apenas para fins interpretativos.
Fantasia:
Ayla dominatrix domadora e Illya (emprestada por Jhonn)

♦ {Illya} / Autômato [Feita de metal mas sendo coberta com uma camada superficial de pelo alaranjado, o autômato possui uma semelhança quase perfeita com uma raposa, com exceção do material que realmente é feita e também as 7 caudas que possui. A kitsune robótica possui o tamanho um pouco maior do que uma raposa comum e nela foi imbuída a essência de fogo, permitindo que - até três vezes por evento - ela possa soltar uma bola do elemento que se expande e cria uma explosão com 2,5m de raio ou um ataque direto, semelhante a um lança-chamas. Suas garras são afiadas, permitindo golpes cortantes ou perfurantes, além de investidas e afins. A autômata recebe ordens apenas de seu dono - Jhonn Stark.] {Bronze Sagrado e Essência de fogo} (Nível mínimo: 35) [Controle sobre o fogo] {Recebimento: Presente de Ayla Lennox. Forjado por Kalled C. Almeida}

When I crack that whip,
everybody gonna trip
Just like a circus
Don't stand there watchin' me
follow me
Show me what you can do
Ayla Lennox
avatar
Filhos de Selene
Mensagens :
1063

Localização :
EUA

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Festa de Halloween

Mensagem por Jonas W. Harris em Ter 01 Nov 2016, 17:01


IT'S HALLOWEEN
Percebi seu rosto tomando uma coloração avermelhada assim que propus o desafio. Seu olhar divagou e em seguida disse estar com fome. Estava óbvio que o garoto não queria ir para a pista de dança. O motivo? Não tenho ideia. Talvez vergonha, talvez dance mal – o que eu não me importaria nem um pouco –, ou talvez fosse algum trauma de infância. O que quer que seja, resolvi não insistir, cada um tinha seu tempo. Quem sabe mais tarde não conseguiria convencê-lo.
Lokesh apertou minha mão e apoiou para se levantar, em seguida deu uma leve afrouxada, mas sem soltar. Devo confessar que gostei de ter continuado de mãos dadas com o garoto, e diria o mesmo em relação à ele, já que não fez questão de me soltar. Apesar de seu olhar azul gélido, o toque a sua pele era completamente ao contrário. Quente, acolhedor. Tinha vontade de entrar em um abraço do garoto e não sair nunca mais. Claro que não iria falar isso, ou onde iria parar minha reputação de asshole filho de Ares? Resolvi ignorar a sensação, e comecei a refletir sobre o que poderíamos comer.
― Se não me engano, creio que tenha visto uma garota comendo um taco. Devem estar servindo no balcão. ― Antes de esperar pela sua resposta comecei a caminha na direção da bancada de mãos dadas com o garoto, para onde haviam duas banquetas liberadas. Me acomodei e esperei que este fizesse o mesmo. Acenei para uma das garçonetes e fiz o pedido de dois tacos mexicanos. Na verdade, eu estava sem fome, mas comeria para fazer companhia ao garoto. Me virei para ele, olhando fixamente para seus olhos que ainda me impressionavam. ― Então... você mora onde?

Post 05#
With: Lokesh Targaryen#
Sem armas#
Drink: Nenhum, por hora#

☥:
Mascára / Roupa / Asas. E sim, estou sem camisa.

Jonas W. Harris
avatar
Filhos de Ares
Mensagens :
566

Localização :
Into the Badlands

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Festa de Halloween

Mensagem por Isobel em Ter 01 Nov 2016, 19:13



Halloween


Isobel assitia o desfile distraída, notando os detalhes da fantasias, vagando pelos seus próprios pensamentos e ideias para a próxima festa. Quando Kitai, chama sua atenção com um assinto que era do interesse dela.

— Eu seria uma atriz?! assim como Jill O'Hara?! Poderia sapatear também, adoro números com sapateado! Seria bom para mim manter a mente ocupada, meu primeiro século não está sendo o mais tranquilo... — Isobel baixou a cabeça novamente, mas logo se animou com o musical de novo. — Eu aceito sim Sasuke! Muito obrigado pelo convite, estou pronta para o teste!

Isobel sorriu carinhosamente e pegou as mãos do rapaz em sinal de gratidão e respeito. Seria realmente muito interessante participar de mais atividades no acampamento. Uma responsabilidade com a música, seria um ponto de partida para despertar o interesse para o acampamento, que a partir do treinamento adequado ela ficaria mais forte e preparada para poder defender o pinheiro e a floresta.

— Obrigada!

Fantasia:
thanks juuub's @ cp!  
Isobel
avatar
Líder das Dríades
Mensagens :
125

Localização :
Floresta

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Festa de Halloween

Mensagem por Morgana L. Cronworth em Ter 01 Nov 2016, 20:18



Halloween


Dolar explicou o que era aquela palavra Pajera, e era tipo... Casal! Seria aquilo uma indireta pra mim? Talvez sim, talvez não, mas vamos concordar que por mais divertido e charmoso que fosse ele iria precisar de um pouco mais de esforço. A minha intenção ali era outra.

Dancei mais um pouco e eis que chega uma figura maravilhosa com uma fantasia digna da usuária, como se fosse de época, os cabelos verdes e traços do rosto entregaram Maryssa, sempre impecável. Abri um sorriso a minha amiga e a ouvi.

— Não, estamos apenas dançando! — Gritei.

Dolar começou de novo a falar espanhol, e eu o olhei o repreendendo um pouco, mas ele logo se concertou.

Zoey se apresentou a Maryssa, e uma gotinha de empolgação me subiu no momento. Fiquei muito feliz com a presença de Maryssa na festa, talvez fosse um sinal de que ela era a pessoa perfeita para eu levar para a ilha de Circe. Já ia comentar com Maryssa que Zoey era uma seguidora de Circe, assim eu voltaria a ser e assim como ela seria.

— [...] — Mas antes que eu pudesse falar qualquer coisa, aparece o fantasma da ópera. Sim, ele chega com uma rosa e a entrega para Maryssa. Mil pensamentos passaram pela minha cabeça no momento... Se Maryssa criasse muitos laços aqui fora, como ela aceitaria ser levada para ilha? Afrodite ficaria furiosa comigo, caso eu tentasse destruir um caso de amor, ainda mais se tratando de uma filha dela. Mas eu ainda seguiria com o plano, talvez Circe cooperasse e deixasse Maryssa como uma agente externa. Ela era bonita e inteligente, poderia ser uma ótima recrutadora...

— Pelo jeito, nós é que estamos atrapalhando alguma coisa aqui, não é Dolar? — Sorri e olhei para Dolar e Zoey de forma simpática. — É um prazer revê-la Maryssa! — Olhei para o fantasma da ópera e Maryssa de cima em baixo observando o detalhe das fantasias... Eles eram uma dupla? Seria coincidência? — Meu nome é Morgana, filha de Hécate, esses são meus amigos, Zoey, filha de Apolo e Feiticeira de Circe. Esse aqui é o Dolar... Não sei nem se ele é do acampamento.

Sorri de forma simpática disfarçando o nervosismo de não saber se Dolar era Humano ou Semi-Deus. Outra coisa: Será o fantasma da ópera seria um semideus? Ela não sabia, mas de qualquer forma se fossem humanos ela diria que isso faz parte de um jogo.

Fantasia:
thanks juuub's @ cp!  
Morgana L. Cronworth
avatar
Filhos de Hécate
Mensagens :
297

Localização :
Acampamento

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Festa de Halloween

Mensagem por Kanon em Ter 01 Nov 2016, 20:31


Halloween


Era a noite mais esperada do ano por muitos campistas e por alguns espíritos do mar e da terra também, seria aquele meu primeiro halloween e tinha medo de que não conseguisse conhecer ou reconhecer muitas pessoas ali. Minha fantasia era um pouco chamativa pela coloração rosada, mas nunca ficaria chamativa demais perto dos filhos da Deusa da beleza. -Acho que está bom- Dizia enquanto terminava de prender a meia de coloração roxa com uma pequena fita preta no short que ficava escondido por baixo da saia do vestido
-Isso doe os pés... - reclamava de forma baixa enquanto andava sobre uma espécie de salto que dava a impressão que estava mais alta que os demais naquele lugar. O local iluminado e completamente decorado não fora difícil de achar de forma alguma. Além daquela fantasia trazia em minhas mãos um arco decorativo, por várias vezes antes de entrar pegaram o arco e as flechas para saber se eram ofensivos ou não, mas perceberam que as pontas eram aredondadas e totalmente feitas de plástico, já visando a segurança das outras pessoas naquele lugar. Comecei a andar a procura de algum conhecido até que encontrei alguém com uma fantasia parecida com a minha, mas um pouco mais engraçada, fui me aproximando em passos lentos até que toquei seu ombro -Raphael?- esperei por alguma reação e que não tivesse encostando na pessoa errada pois tinha um pouco de receio em conversar com as pessoas ainda.

fantasia:

poderes:
poderes passivos:
Nível 1

Transformação – Além de respirarem normalmente na água, também conseguem se manter fora dela sem problemas respiratórios, ainda que nesse nível só possam se manter 3 dias longe da água, após esse período devem mergulhar novamente em uma fonte de água natural, ou começarão a perder HP. O período de afastamento aumenta em 3 dias a cada nível. Além disso, aqueles que possuem caudas, como os tritões, adquirem pernas e características humanóides que os permitem agir na terra normalmente, controlando essa transformação quando em água.

poderes ativos:
nenhum

valeu @ carol!
Kanon
avatar
Espíritos da Água
Mensagens :
15

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Festa de Halloween

Mensagem por Denn P. Garfield em Ter 01 Nov 2016, 20:46




Halloween Party!  
They send me away to find them a fortune; A chest filled with diamonds and gold; The house was awake; The shadows and monsters; The hallways they echoed and groaned
___________________________________________________________________
 Quando o refrão da música chegou novamente, antes dele conseguir tomar a bebida, Denn fechou os olhos momentaneamente e balançou a cabeça sentindo a música através si; felizmente, considerando o nível de álcool no sangue dele e de Ayla, havia uma gritante chance de nenhum dos dois ligar para aquele movimento. O filho de Afrodite tomou tudo de uma vez e sentiu aquilo descer rasgando sua garganta ao meio, segundos depois sorriu para a filha de Selene tentando segurar aquela sensação até que passasse.

– Wow, isso deve ser realmente incrível morar fora do acampamento, considerando como ser um semideus hoje em dia deve estar tipo, no top 10 coisas mais difíceis de lidar. Eu até tentei viver fora do acampamento por um tempo, de hotel em hotel em busca do paradeiro do meu pai, mas como esperado falhei em ambas as tarefas... – Denn fez um bico e girou os olhos dando uma leve olhada na pista antes e puxar um drink na bandeja de uma mulher vestida de coelhinha da playboy. Com um leve olhar naquele liquido azul naquele copo com chapeuzinho, ele falou antes de beber por completo. – Em achar meu pai e em viver sozinho.

 Por um momento, o filho de Afrodite encarou os olhos enigmáticos de Ayla, a garota da cartola que ele havia acabado de conhecer. Ela havia comentado sobre a primeira impressão de Garfield ser errada sobre ela, mas ele não tinha culpa; a prole da deusa da Lua parecia confiante e definitivamente alguém que realmente parecia ser legal.

– Talvez a falta de boas notícias seja a doença da nossa nação, e são momentos como esses que aliviam essa epidemia. – Ele arqueou a sobrancelha esperando que Ayla como aquele bêbado chato e filosófico que só discursava depois de vários Blody Mary. – Então, moongirl with red lips that I like, você é definitivamente uma incógnita pra mim, não acho um trecho certo pra te definir, mas enquanto eu bebo mais um pouco e busco alguma partitura que te defina, tu pode me contar se vale a pena viver fora do acampamento, ou daquilo que o pessoal chama de casa.

 Denniel puxou uma garrafa de vodka e encheu seu copo antes de repousar a bebida em frente a prole de Selene, permitindo que ela desfrutasse também.


Denn P. Garfield
avatar
Filhos de Afrodite
Mensagens :
166

Localização :
New York

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Festa de Halloween

Mensagem por Maryssa Angelyky Lyverys em Ter 01 Nov 2016, 20:53




Lugar :Festinha  
Tags:Interação com Morgana L. Cronworth e com quem estiver perto

Halloween  Party!

Uma risada saiu de meus lábios ao perceber que o rapaz que acompanhava morgana estava um pouco envergonhado por ter falado em espanhol, pelo menos era o que parecia. Havia tambem uma menina, sua fantasia remetia a um anjo, porém era mais sexy e assentiava-lhe sua beleza natural, esta apresentou-se como Zoey falando um pouco mais alto que a música daquele local, mas antes que eu pudesse responder uma música cantada bem próxima a min roubou-me a atenção e não precisava virar de costas para saber de quem se tratava. -My angel.- respondi de forma baixa recebendo a rosa do mesmo. Draco estava fazendo jus a seu apelido aquela noite, O fantasma da opera, seu fios estavam bagunçados e carinhosamente passei a mão esquerda nos mesmos tentando arrumar-los de uma forma mais apresentável e logo dei-lhe um beijo de agradecimento no rosto, bem próximo aos lábios -You have brought me  , to that moment when words run dry ,to that moment when speech disappears , into silence ... Silence. -, aquela pequena estrofe cantada era o sinal de que eu havia percebido que o destino brincava novamente com nossa imaginação ao ponto de fazer com que vestíssemos a mesma fantasia, mas logo voltei minha atenção ao pequeno grupo que se formara ali. Morgana apresentou os amigos que estavam com ela  -e um prazer conhecer vocês dois, Eu me chamo Maryssa Angelyky, filha de Afrodite e este e Draco Baudelaire, ainda não foi reclamado infelizmente.- O fato que chamou-me a atenção fora Morgana falar que zoey era uma feiticeira de Circe e isso de certa forma despertou demais minha curiosidade. -Zoey, desculpe-me a pergunta, mas como e ser uma feiticeira?-
coisas importantes:
Fantasia:
poderes:
passivos:
Beleza Estonteante (Nível 1)

Como filhos da deusa da beleza, você é naturalmente belo, sendo tal beleza notável e admirada por todos. Seus olhos têm uma coloração que não se define completamente, sendo intrigantes e como se fossem hipnotizantes; sua voz atrai, seus lábios são provocantes, seu rosto possui uma beleza harmoniosa e o corpo não fica para trás. Tudo em você chama a atenção pela beleza especial que possui, e é praticamente impossível deixar de notá-lo. Não é nenhum efeito hipnótico, contudo - apenas estético.

ativos:
Nenhum utilizável no momento


STATS
Maryssa Angelyky Lyverys
avatar
Morto
Mensagens :
61

Localização :
acampamento meio sangue - Chalé de Afrodite

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Festa de Halloween

Mensagem por Peter Lost em Ter 01 Nov 2016, 21:23



Halloween Party!



Arregalei os olhos para a filha de Selene quando esta fez menção de cortar a cabeça das pessoas. Ainda mais quando escutei meu companheiro dizer o quão interessado em ver o ato ele estava. Prendi a respiração, tentando entender o que o que eles queriam dizer com aquilo. Essas pessoas mais velhas realmente tinham uns papos muito esquisitos.

Meus olhos brilharam quando o filho de Atena me chamou de “descolado” e eu não consegui conter um largo sorriso. Para uma primeira festa, eu não podia reclamar.

- O Rhydian tem razão! - Exclamei logo após sua indagação. - Nós somos a melhor dupla do clube, né?

Tentei - apesar de minha falta de altura -  dar um soquinho no ombro de Rhydian, como ele havia feito comigo alguns momentos antes enquanto estávamos no bar. Peguei então mais alguns doces e os enfiei na boca, devorando-os em instantes. Por fim, voltei-me novamente para Bianca.


- Bia, eu até já contei pro Rhydian. Aconteceu uma coisa incrível! Eu cresci dois centímetros! - Falei como se aquilo fosse a coisa mais importante da minha vida, enquanto levantava dois dedos, agora sujos de chocolate.

Adendos:
Não revisei, não irei revisar :D
Postando com o Rhydian (MARKI <3) e Bianca (Melzinha <3)
Fantasia:
Peter Lost
avatar
Filhos de Zeus
Mensagens :
250

Localização :
Lost...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Festa de Halloween

Mensagem por Ayla Lennox em Ter 01 Nov 2016, 23:08

F
ucking halloween
party!
Just like a circus.
Enquanto ouvia as palavras do filho de Afrodite, Ayla tentava - sem sucesso algum - recordar-se de quantos copos, shots ou taças de qualquer coisa havia tomado. Não era conhecida por suas boas decisões, e não seria naquela noite que mudaria tal fato. Assim sendo, sem pensar muito, aceitou a bebida oferecida pelo rapaz.

O tom de Denn era um tanto quanto melancólico, especialmente ao mencionar seu pai. Por todos os deuses, como ela se odiava cada vez que pensava em Adam Lennox e como seus atos o feriam. Por esse motivo, Ingeriu um generoso gole da vodca antes de falar.

Uma incógnita? Isso é bom. – Brincou. – Não me leve a mal, mas somos todos longas histórias entrópicas, mudamos o tempo todo. Talvez uma partitura ou trechos sejam um tanto quanto imprecisos na hora de definições. – E deu de ombros. – Gosto de pensar assim.

A fase eufórica estava aos poucos ameaçando deixar a lupina, dando vestígios de sua presença apenas na forma do rubor nas bochechas dela. Finalmente, apesar de sem muita clareza, ela começava a pensar mais do que gostaria.

Pra falar a verdade, ainda não sei. – Disse, honestamente. – Você não é exatamente a primeira pessoa a me fazer essa pergunta hoje, Denn. – Fez uma breve pausa antes de prosseguir. – Das poucas coisas que temos em comum com os mortais, com o tempo percebemos que aquela lei da "ação e reação" é bem real conosco e... Bom, eu resolvi que preferia aceitar as consequências das minhas ações sozinha. – Suspirou. – Eu cansei de me sentir uma peça no jogo dos deuses, de ver outras pessoas se machucarem por isso, sabe? Ao menos fora das fronteiras, sinto que escolho os riscos aos quais me exponho.

Ela havia visto coisas de mais, sobrevivido a mais do que podia imagina e também havia perdido mais do que julgava possível. Porra, péssima hora pra essas lembranças. Xingou mentalmente, começando a crer que não conseguiria fugir daquilo jamais.

Desculpe. – Falou enquanto desviava o olhar e ponderava o dilema de ir embora ou ficar um pouco mais.
HELLO!:
Então, no momento eu tô interagindo com o Denn (BEIJO, RAMÃO, N ME MATA PELA DEMORA), mas qualquer coisa... Sei lá, chega e dá um oi (?), juro que não mordo.
Considerar todos os passivos de Selene e Psiquê até o nível atual apenas para fins interpretativos.
Fantasia:
Ayla dominatrix domadora e Illya (emprestada por Jhonn)

♦ {Illya} / Autômato [Feita de metal mas sendo coberta com uma camada superficial de pelo alaranjado, o autômato possui uma semelhança quase perfeita com uma raposa, com exceção do material que realmente é feita e também as 7 caudas que possui. A kitsune robótica possui o tamanho um pouco maior do que uma raposa comum e nela foi imbuída a essência de fogo, permitindo que - até três vezes por evento - ela possa soltar uma bola do elemento que se expande e cria uma explosão com 2,5m de raio ou um ataque direto, semelhante a um lança-chamas. Suas garras são afiadas, permitindo golpes cortantes ou perfurantes, além de investidas e afins. A autômata recebe ordens apenas de seu dono - Jhonn Stark.] {Bronze Sagrado e Essência de fogo} (Nível mínimo: 35) [Controle sobre o fogo] {Recebimento: Presente de Ayla Lennox. Forjado por Kalled C. Almeida}

When I crack that whip,
everybody gonna trip
Just like a circus
Don't stand there watchin' me
follow me
Show me what you can do
Ayla Lennox
avatar
Filhos de Selene
Mensagens :
1063

Localização :
EUA

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Festa de Halloween

Mensagem por Logan Montecarlo em Ter 01 Nov 2016, 23:38



Um dos piores efeitos colaterais de ser Logan - e de todas as dificuldades que estavam envolvidas nisso - era sentir a motivação alheia mesmo em situações em que isso não era preciso. Por exemplo, perceber que alguém se sentia desagradado com sua companhia. Simplesmente ir embora era deselegante; e, mais do que isso, muito confortável para ser aceito tão facilmente.

— Você quem sabe — respondeu-a, quando ela negara a Ice. Melhor para si: ganhara uns goles de coragem líquida, como era o apelido do álcool.

Quando sorvera de mais um pouco do líquido, sentira-o irritar a garganta - da maneira costumeira às bebidas destiladas - e fizera uma breve careta. Por mais que fosse um ótimo drink, ainda não estava totalmente habituado aos níveis etílicos fortes. E, nesse princípio do estado de "bêbado", ele começava a perder o controle da própria mente, lendo a dos outros.

Mais precisamente, lendo a da desconhecida.

Bom, não fora bem uma leitura. Mas era como um leve toque na consciência alheia, ligeiramente a par do que permeava seus pensamentos. No caso, o Acampamento.

Quem diria que encontrara uma semideusa. Logan não poderia se mostrar surpreso, até porque não estava; ele sentira, pelas resistências iniciais dela, uma certa força interior. De duas, uma: ou alguém muito ligado às artes místicas, ou uma semideusa. Sua segunda opção se mostrara a correta. Aliás, sua segunda opção fora justamente a que a desconhecida escolhera para questioná-lo.

Logan franziu levemente o cenho. Pelas reações dela, havia algum problema em ser semideus, o que ele entendia razoavelmente bem. Encontrar alguém de sua espécie significava problema na grande maioria das vezes. No entanto, a forma como o corpo dela falava - e não somente o corpo, mas a mente, já que ela se mostrava conturbada - era... diferente. Parecia nervosa; mais do que o natural. Inclusive, mais do que achava que aquela menina, especificamente, se permitiria ser.

Ele ponderou se deveria contar a verdade ou mentir. A mão que ainda repousava no copo cruzara, com a outra, à frente do peito, com o semblante de Montecarlo bem nítido: ele pensava seriamente no assunto e não era necessário ser telepata para descobrir isso. Estava claro que o termo "semideus" levantara alguma questão existencial nele. O pulo do gato fora jogar a responsabilidade para ela.

— Depende — e relaxara a postura. Logan deu de ombros e parou de fitá-la, voltando-se ao bar. Girara o corpo e experimentara outro gole da bebida, dessa vez com menos frescuras. — Qual resposta é a que te acalma? — perguntara, sem cerimônias.

Por mais que ela pudesse ter a sensação de que ele lia sua mente com muita facilidade, não o fazia. Respeitava, à medida do possível e do etílico, a liberdade de pensamento alheia. Todavia, ele ainda entendia um pouco de linguagem corporal, e a dela dizia muito no silêncio.

Não se aguentou: a curiosidade surgiu como uma flecha, rápida e certeira. Logan apoiou um dos cotovelos no balcão do bar e deixou que seu corpo ficasse suavemente virado para ela, as sobrancelhas levemente arqueadas.

— Mais importante que a minha resposta: por que a pergunta? — indagara, firme. — Eu já entendi que você é uma semideusa, mas não saquei qual o problema. O próximo comentário fora mental: Logan tinha esses caprichos. "E eu costumo preferir saber das respostas do que simplesmente obtê-las."

[a fantasia é quase isso, mas na verdade não: buquê de flores versão infantil]
tranquilo, então s2

outros:
nem eu sei do que eu me fantasiei.

tô interagindo com a Max, de Macária.

usei esse poder passivo: {Nível 7 — Aura Floral II} Flores crescem rapidamente com a presença do filho de Perséfone. O processo de germinação leva apenas alguns minutos quando está por perto, e esse dom pode ser suprimido com o desejo do meio-sangue. Basicamente, poderão criar flores em qualquer lugar, sendo estas sem propriedades.
usei também telepatia, mas não vou colocar a descrição aqui. ah, e empatia, também, acho que tenho em peséfone e em psiquê.

considerem que, sempre, ele tá com algumas flores diferentes por aí, como rosas negras, ou uma tulipa "doente" (amarela com bolinhas roxas, como se fosse catapora), ou uma violeta azinhavre, um lírio flicts.



  
Logan Montecarlo
avatar
Monitor de Perséfone
Mensagens :
330

Localização :
viajei por aí

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Festa de Halloween

Mensagem por Bianca H. Somerhalder em Ter 01 Nov 2016, 23:42

i'm The lunatic killer, baby

TRICK OR TREAT?

P
ercebeu que Peter os olhou assustado quando falaram em degolar pessoas, então riu discretamente e anotou mentalmente para não falar mais de mortes perto da criança. Sorrindo com o comentário de Rhydian, respondeu:

— Sim, com certeza. Vocês estão super combinando... Alguns diriam que as duas fantasias dão muito medo.

Fez uma careta ao olhar a fantasia do filho de Athena, lembrando-se de que morria de medo de palhaços quando criança; em seguida, pensou em um halloween em que chorara por causa de chifres. Sim, os dois combinavam muito.

— Você já está quase do meu tamanho, Peter! Daqui a pouco vai estar mais forte do que eu e Rhydian — sorriu e pensou no garoto futuramente, provavelmente o orgulho de Quíron, pra quem Bianca havia sido uma decepção. — Não é, Fraser?

Encarou o garoto, que provavelmente tinha a mesma idade que ela. Com as sobrancelhas levantadas, esperou a resposta.

adendos:
fantasia:
Rainha de Copas, aqui sz.
poderes:
Todos os passivos de Selene até o lvl atual.

¥



Bianca H. Somerhalder
avatar
Filhos de Selene
Mensagens :
448

Localização :
Los Angeles

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Festa de Halloween

Mensagem por Lokesh Targaryen em Qua 02 Nov 2016, 01:34


Halloween

♦ Um dragão tem fome ♦

Manhattan, New York.

Não tinha a mínima noção do que eram os tais tacos, mas o rapaz não me deu tempo de contestar, ele atravessou o salão de forma apressada, me puxando por uma da mãos. Aumentei a velocidade dos passos para poder acompanhá-lo, sem ter que ficar andando de jeito tão desastroso. O centro da multidão se encontrava no meio do caminho, o que nos obrigou a fazer manobras exóticas, desviando de cotovelos e pesados ombros. Aquele pessoal dançava de forma estranha, balançando seus quadris em ritmos coordenados para cima e para baixo, fazendo seus glúteos se remexerem freneticamente.

Quase todas as banquetas estavam ocupadas, dando poucas opções, mas ainda assim o rapaz encontrou uma ao lado da outra. Sentei vagarosamente, observando a enorme variedade de bebidas que eram servidas em um arco íris de cores para os festeiros. O garoto acenou, tentando chamar atenção de alguma atendente. Corri os olhos pelo canto do lugar, onde antes estivera, e notei a confusão da escrava, que agora nos procurava. Soltei docilmente a mão de Jonas e ergui o braço, revelando nossa localização. Seu olhar se voltou para algo em minha direção, mas não me viu, então deu de ombros e voltou para seu trabalho. Frustrado, me virei para o balcão, onde uma moça loira anotava nosso pedido.

—Me traga algo que não queime minha garganta... Por gentileza — pedi, me lembrando que algumas delas eram respeitadas. Ela riu e se afastou, buscando primeiramente um copo que continha líquido espesso e escuro. Beberiquei, sentindo o forte sabor de pura uva, provavelmente de uma ótima colheita. Não me atrevi a pedir algo para meu companheiro, temendo que ele não quisesse ou não gostasse do que viria. De acordo com a mulher, nossa comida logo chegaria.

A luz ali era incomparavelmente mais forte, revelando detalhes que antes não tinha visto. Foi graças à nova luminosidade que reparei nas costas do garoto, notando que suas asas eram de verdade e pareciam se projetar diretamente das suas costas, mas não podia afirmar isso com tamanha certeza. Partes metálicas refletiam feixes de luzes, inundando ainda mais o balcão. Por fim, virou seu rosto, me encarando. Sorri de forma envergonhada, soltando um risinho.

— Atualmente em um acampamento, em Montauk — respondi, na inocência. Pousei o cotovelo no encosto de sua cadeira, para que pudesse me aproximar. — Você mora perto? — Se ele me dissesse um nome de rua ou bairro qualquer seria como falar de uma comida estranha, então era mais fácil perguntar a distância. Me remexi no banco, buscando uma posição mais confortável e que me deixasse de frente para o rapaz.

Extra:

♦ Créditos parciais: Andy & Oliver ♦
Lokesh Targaryen
avatar
Filhos de Héstia
Mensagens :
37

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Festa de Halloween

Mensagem por Dolar Poggi em Qua 02 Nov 2016, 01:51



O plano;
Explorando
Eu já estava meio que dançando quando a señorita nos apresentou outra pessoa, um rapaz nomeado "Draco", apenas abaixei minha cabeça levemente como cumprimento ao novo membro do grupo.

— Pelo jeito, nós é que estamos atrapalhando alguma coisa aqui, não é Dolar? -falou morgana olhando para Draco, o que me fez rir um pouco, já que Maryssa, chegou com essa mesma conversa.

— Meu nome é Morgana, filha de Hécate, esses são meus amigos, Zoey, filha de Apolo e Feiticeira de Circe. Esse aqui é o Dolar... Não sei nem se ele é do acampamento. -realmente eu nunca tinha visto Morgana no acampamento, não a culpo por não me conhecer.

— Acampamento? Não se preocupe, yo soy apenas um cara, em um noite especial, rodeado e belas donzelas e... só. -olho fixamente para Draco, sera que estão juntos? isso somente a noite nos respondera.

FANTASIA
Spoiler:

NOTAS
Spoiler:
Dolar ; Morgana; Zoey ; Maryssa

DOLAR

Dolar Poggi
avatar
Filhos de Hermes
Mensagens :
40

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Festa de Halloween

Mensagem por Jack B. Ashe em Qua 02 Nov 2016, 03:54

Spocky Scary Skeletons

Jack estava se cansando do chá. Ele queria algo que valesse a pena de ir naquela festa, mas não conhecia nenhum tipo de bebida além de cachaça ou cerveja. Assim, ele falou ao bartender que mandasse alguma bebida que desse energia. Logicamente, o barman achou que fosse enérgico e deu para ele uma lata de Red Bull. Ele abriu e bebeu um gole, sentindo os efeitos da cafeína e do açúcar, e olhou a pista de dança.

Ao observar as pessoas dançando alegremente, viu uma garota analisando uma mesa de petiscos ao lado do bar. A garota, além de parecer ser bem mais velha que ele, era surpreendentemente sexy e atraente. Dava pra ver tatuagens nos braços mesmo com a fantasia, que era nada ele tenha visto. Seus cabelos negros longos quase brilhavam na noite. Jack parecia hipnotizado até tomar mais um gole de energético que voltou a realidade.

Acredito que você deva pegar as coxinhas, elas estão uma delícia. Ahn, desculpe por me intrometer.—Assim que proferiu essas palavras, sentiu uma aura imensa exaurindo dela, então Jack se perguntou se era um monstro ou um deus brincando com seus filhos. Se fosse um deus, provavelmente seria sua mãe lhe testando, pensou o indefinido —Err... você não vai me matar não né? Diga-me que você é uma semideusa... por favor...

Seu rosto ficou pálido por um segundo enquanto o medo passava entre seu coração e sua mente. Pensava que fora encontrado pelos os monstros que o vovô contou. Vampiros e demônios. Era uma história complicada que Jack ainda precisava raciocinar pra entender.
Adendo:
Interagindo com Levy e minha fantasia é da magia loca.
 

Jack B. Ashe
avatar
Indefinido
Mensagens :
10

Localização :
Favela

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Festa de Halloween

Mensagem por Alaric L. Morningstar em Qua 02 Nov 2016, 04:10

Cigarettes and tiny liquor bottles
Survival of the riches, the city's ours until the fall
Post 3 | Jhonn & Nina | Manhattan, NY | Wearing this | Halsey — New Americana

Mais um. — O ex-monitor disse à bartender, que logo trouxera a segunda dose de vodka.

Era notável o quão bêbado Stark estava. E aquilo era, ao mesmo tempo, surpreendente e engraçado. O filho de Nyx nunca imaginaria o suposto curandeiro bonzinho e certinho assim; ainda mais se levasse em conta os resquícios de batom alheio nos lábios do garoto, já que Alaric duvidava que Jhonn usaria aquilo — mas, pensando bem, isso não era tão inegável assim, considerando o que o feiticeiro acabara de testemunhar.

Na verdade, do bar eu sairei sim. — Respondeu a primeira pergunta. — Camas são mais confortáveis. — Deixou novamente o álcool descer pela sua boca, queimando a garganta. Uma sensação que, apesar de trazer um mínimo de incômodo ao organismo, ainda era prazerosa. — Só não disse o que farei. E nem com quem. — Sorriu, por fim, bebericando mais uma vez sua vodka.

Carter permitira-se então soltar uma gargalhada no momento em que o humor da cria de Héstia pareceu mudar instantaneamente. Drama de bêbado, maravilha.

Pode deixar, lhe visitarei mais vezes. — Forçou outro sorriso. — Só espero que, caso esteja carente, eu não sou uma Rainha de Copas. — Virou novamente o copo, ingerindo o forte líquido transparente. — Minha vida é o mesmo porre de sempre. Matar monstros, um bico aqui e ali, algumas garotas pelo caminho... nada demais. — Deu de ombros. E, antes que pudesse prosseguir, fora surpreendido pela voracidade de Jhonn, que quase dera um beijo no feiticeiro pela tamanha proximidade súbita entre seus rostos. — Bem... — Franziu o cenho, em seguida arqueando as sobrancelhas. — Eu posso assumir a cor que quiser, na verdade.

Não exatamente como ele queria, mas aquilo não importava. Por livre e espontânea vontade, Carter só assumia o tom púrpura, concebido por Circe. De Nyx, as cores dependiam do estado emocional daquele com quem interagia. E, no caso, suas íris apresentaram tons diferentes em cada uma: como uma heterocromia, um olho tornara-se vermelho, e o outro amarelo. Mas isso não demorou muito, já que logo o ex-monitor retornou às cores originais. De qualquer forma, não procurava chamar tanta atenção — não mais do que um cara com um pokémon robotizado. E por falar nisso, quando Alaric voltou-se a Charmander, vira que tinha algo de errado com ele.

Charmander, volte! — Ordenou à pequena criatura para que se reduzisse a uma pokébola, mas, antes disso, o autômato acabou cuspindo, involuntariamente, parte do óleo que havia ingerido na camisa de seu mestre. Parecia confuso, e da sua boca surgiam pequenas labaredas.

Alaric soltou um palavrão, mas acabou respirando fundo. O que havia acontecido? Alguém mexera nele? Deram algo pra beber? Será que havia algo de errado naquele óleo, ou apenas havia colocado demais pra dentro? Não tinha tempo pra pensar. O pokémon voltou à sua outra forma, e o filho de Nyx pegou a bola metálica e a pôs em seu bolso.

Sinto ter que te deixar, mas... — Dirigiu-se de volta a Jhonn. — Volto depois, okay? — Tirou o próprio boné o pôs sobre a cabeça de Stark, cobrindo o próprio chapéu (minúsculo) de Peter Pan. — Agora pode voltar pra sua rainha. — Um sorriso travesso brotou no canto da boca do feiticeiro, que então se dirigiu para fora do clube. Agora estava sujo e fedendo a óleo.

[...]

Já no estacionamento, Alaric entrou na sua Lamborghini. Por sorte, apenas a camisa havia sido afetada. Ele então a tirou, ficando apenas com a jaqueta aberta e a calça, além das luvas e tênis. Liberou Charmander novamente, que já não parecia tão mal assim.

Cara, você vomitou óleo em mim. Que porra que tu tomou? — A criatura mantinha a cabeça baixa. Mas soluçava, ainda com seu fogo interno crescendo constantemente. "Puta que pariu", foi tudo o que veio à mente do semideus.

Ele chutou o pokémon para fora do automóvel, que então cuspiu fogo como um lança-chamas  na direção da parede do estacionamento. "Antes isso que meu carro", a prole da noite suspirou.

Pronto, agora tu tá ótimo. — Pegou o pokémon no colo e voltou junto dele para dentro da Lamborghini. E, por fim, acelerou para fora dali.

A festa ainda não havia acabado. O homem e o autômato logo se entenderam. Mas, dessa vez, seguiam até Greenwich Village, onde haviam desfiles e a putaria toda rolava à solta pela rua. Aquilo estava cheio, inclusive, e foi difícil arrumar algum lugar para parar. "Liberaram os portões do inferno, Hades?", perguntou-se mentalmente. Conseguiu estacionar num lugar mais reservado, longe de toda a multidão. Haviam até árvores por ali, e numa delas seus olhos acabaram por reconhecer alguém que não via há tempos.

É como dizem... — Ao descer do carro, um sorriso cínico tomou seu rosto enquanto caminhava em direção à cadela, Charmander o acompanhando. — Quem tá vivo sempre aparece, não?


coisinhas:

Pois é, tô/tava (roupa desfalcada agora) fantasiado de Red (Pokémon), pra quem tem problemas cognitivos e não entendeu. Fotinha lá em cima, só desconsidera a camisa e o boné. Tava interagindo com o Jhonn, mas agora tô indo pra Nina.

Desculpa pelo post imenso (a quem estiver lendo), mas tinha mil coisas a fazer e encaixar uma saída do Jhonn pra ida à Nina, é. E ah, também nem revisei, foda-se se tiver algum erro/etc (e tô fazendo isso de madrugada, né?).

Sobre os olhos, Jhonn, pra ter uma noção visual, seria algo assim (vide habilidade abaixo também): [clica]


Poder: (passivo)

Olhos multicolores - Nix é a deusa dos segredos e, como tal, é difícil esconder algo deles - em especial sentimentos. Funcionando como uma espécie de empatia, os olhos desses semideuses estão sempre mudando de cor de acordo com o estado de espírito de seu interlocutor, identificando os sentimentos gerais da pessoa com quem está falando, mas não seus pensamentos nem prevendo ações.O filho de Nix sente essa mudança, não precisando ver seus olhos para saber em qual cor estão. Apenas os filhos de Nix sabem os significados das cores, mas mesmo eles podem se enganar sobre uma percepção pois uma tonalidade pode ter mais de um significado. Quando as pessoas estão sentindo muitas coisas ao mesmo tempo os olhos dos filhos de Nix tendem a apresentar heterocromia ou virar um caleidoscópio de cores. Poderes de ocultação sentimental ou ocultação de aura bloqueiam esta visão se o oponente for de nível maior que o semideus.
Vermelho: energia, força, raiva, sexualidade, paixão, medo, ego
Laranja: Auto-controle, ambição, coragem, consideração
Amarelo: Medo, hesitação, empolgação, confusão, indiferença
Verde:Pacifico, curador, compaixão, enganador/mentira, inveja
Azul: Leal, criativo, sensitivo, gentil, calmo
Violeta: Altamente espiritual, sabedoria, intuição
Índigo: Benevolente, altamente intuitivo, procura
Rosa: Amor, sinceridade, amizade
Cinza: Depressão, tristeza, exaustão, baixa energia, ceticismo, falta de vontade, apatia.
Marrom: Luto, auto-envolvimento, teimosia, mal-humor
Preto: Falta de energia, doença, morte iminente
Azul Gelo: é um azul muito claro e vívido, surreal, cor dos olhos quando esta realizando magia.


Inventário:

{Charmander} / Autômato [Réplica robótica do pokemon de mesmo nome (se assemelha a um pequeno dinossauro bípede - apesar de não possuir chamas na cauda), é feito de bronze sagrado e tem um metro de altura. Suas garras e presas (do mesmo material) são bem afiadas, tendo um potencial de corte e perfuração similar ao de uma faca. Encantado com essência, possui a habilidade de cuspir fogo numa direção (abrangendo uma área de até três metros quadrados) — movimento denominado "Flamethrower" — e rajadas do mesmo elemento, que explodem ao colidirem com algo — movimento denominado "Fire Blast". Leal apenas ao seu dono, se transforma numa pokebola (pequena bola que cabe no bolso) com o comando do mesmo.][Material: Bronze Sagrado, essência de fogo][Nível mínimo: 40][Recebimento: Forjado por Kalled C. Almeida] ~ no meu lado

{Lamborghini} / Carro [Lamborghini Gallardo conversível cromada com mínimos detalhes em azul que percorrem todo o carro. Foram adicionados em todas as rodas a figura do crânio de um touro banhada em bronze. O veículo pode ser usado em on-game desde que tenha combustível, este conseguido através de algum modo em uma narração válida  (abastecer em um posto, por exemplo). Uma missão/evento gasta o equivalente a uma parte do tanque, o que significa 1/4 do total.] {Materiais utilizado: Metais comuns} (Nível Mínimo: 20) {Não controla nenhum elemento} (Combustível: 4/4) [Comprado de Jack S. Czarevich e atualizado por Asclépio, modificado por Psiquê após ajustes com o player.] ~ estacionado



Thanks Tess
Alaric L. Morningstar
avatar
Líder dos Feiticeiros
Mensagens :
1006

Localização :
Hollywood Hills, LA.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Festa de Halloween

Mensagem por Jonas W. Harris em Qua 02 Nov 2016, 10:27


IT'S HALLOWEEN
Minhas suspeitas acabaram por se confirmar assim que o garoto respondeu minha pergunta. Ele era mesmo um semideus, e só me restava descobrir qual era o seu, ou sua, progenitor(a). Lokesh me devolveu a mesma pergunta, e antes de dar qualquer resposta, me limitei a um sorriso com o canto da boca. O meio-sangue fez alguns movimentos para ficar mais confortável em seu acento, e acabou se colocando de frente para mim, dando uma leve inclinada na minha direção. Quase pude sentir o calor de seu hálito quando me dirigiu a questão.
― Perto? Não. Sinto lhe informar, mas venho do mesmo lugar. ― Soltei um riso baixo que acabou por se perder em meio a música alta. Nesse meio tempo a garçonete trouxe nossos tacos, mas eu não estava com um pingo de fome, a companhia do semideus era mais interessante no momento. Fiz o mesmo movimento corporal do garoto, deixando-me um tanto mais próximo.
Ali, sub a luz do balcão, sua coroa reluzia de forma a deixar beirando a cegueira quem quer que mantivesse o olhar fixo no objeto por muito tempo. Era um item incrivelmente único, e que combinava com o rosto do rapaz. Aliás, parecia ter sido desenhada para ele. Seu rosto fino e seu olhar sempre curioso eram coisas que realmente atraíam minha atenção. Uma de suas mãos estava posicionada sobre a bancada, então posicionei a minha sobre ela, com o intuito de fazê-lo perceber minhas recentes intenções.

Post 06#
With: Lokesh Targaryen#
Sem armas#
Drink: Nenhum, por hora#

☥:
Mascára / Roupa / Asas. E sim, estou sem camisa.

Jonas W. Harris
avatar
Filhos de Ares
Mensagens :
566

Localização :
Into the Badlands

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Festa de Halloween

Mensagem por Sasuke Fukui em Qua 02 Nov 2016, 12:11


Halloween Party

let's get a little scared


E ela aceitou! Nada poderia me fazer mais feliz naquele momento! Uma nova voz para a equipe, uma nova dançarina! Me surpreendendo, Isobel mostrou desejo por sapateado e já fazia um longo tempo que o líder do grupo, um filho de Apolo, estava atrás de alguém para dominar essa dança. Seria absolutamente perfeito!

— Será incrível, você vai ver. Vou agendar a audição com o líder do grupo e te aviso, ok? Mas você vai passar com certeza. Tem uma voz linda demais, precisa ser ouvida!

Sorrindo, tornei a correr os olhos pelo desfile, mas minha mente agora voava por novos ares, nos quais mil ideias pareciam pipocar diante de meus olhos e novos musicais surgiam para entreter os campistas nas noites de anfiteatro.

.:: narração :: falas :: pensamentos :: falas de outros ::.
Sasuke Fukui
avatar
Mênades
Mensagens :
68

Localização :
Chalé de Afrodite

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Festa de Halloween

Mensagem por Eunice Jackson em Qua 02 Nov 2016, 13:40


i'll show you how to float down here
and all of the ghouls come out to play


A mulher dupla no último post foi ótimo, não é mesmo?

Um sorriso divertido se formou nos lábios de Rhydian quando ele ouviu as palavras de Bianca e em seguida recebeu um soquinho — de Peter — no ombro. O filho de Athena ouviu o garoto repetir que crescera dois centímetros no último mês.

Rhydian deu uma última mordida na maçã do amor e jogou o restante na lata de lixo que estava próxima à mesa.

— Na verdade, acho que ele é mais forte que eu — respondeu Rhydian enquanto fitava o olhos de Bianca; e então, como se fosse contar um segredo, aproximou-se dos outros semideuses e colocou uma mão ao lado da boca: — O Lost Boy me contou que já encontrou o minotauro duas vezes. Então, sim, acho que ele já é mais forte do que eu.

O filho de Atena deu de ombros e se voltou para a mesa, procurando mais um doce para comer. Optou por um pudim que estava em um pequeno copinho.

— E aí, Bianca, você deve ter alguma história interessante para nos contar, sim?


Não revisei e nem revisarei. Interagindo com o Lost Boy (Pedrinho <3) e com a Mel 100sual. q

Adendos:

— Os strikes são inteiramente off, então podem ignorar. Interações são posts mais descontraídos, então vamos que vamos.
— Qualquer coisa, só chamar. Se interagir comigo e tal, dá um toque pra eu ficar ligado.
Poderes:


— Passivos —

— Se pá, considera os poderes dos filhos de Athena e os poderes dos Mênades;


— Ativos —

— Error 404;
Itens:
๑ {Honor} Espada [Espada de bronze sagrado, que mede ao todo 90 cm, sendo 70 de lâmina e 20 de base. A base é de couro, e no final de seu cabo, está entalhada a sigla RF, as iniciais de seu dono, Rhydian. Os golpes da espada são tanto cortantes do que perfurantes, mas não se descarta esta outra utilidade da arma. Quando não utilizada, transforma-se em um anel comum, ao comando de seu dono, com a inscrição: “Guerra por guerra”. Tem a habilidade de perfurar armaduras e escudos em até 20 % de capacidade, caso de itens fortalecidos a perfuração se dará pela diferença de porcentagem.{Bronze sagrado e couro} (Nível Mínimo: 20) {Não Controla nenhum elemento}[Recebimento: The Dragon's Flame e modificado na Music and Forge] Just in case.
Fantasia:


but it's always darkest before the dawn
robei da duff / a font do título robei da cams
Eunice Jackson
avatar
Mênades
Mensagens :
456

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Festa de Halloween

Mensagem por Jhonn Stark em Qua 02 Nov 2016, 14:53


PARTY HARD


A arte de ser artista


O acidente espontâneo do pokémon mecânico fez com que tivesse um susto repentino. Encarou seu amigo com as sobrancelhas erguidas, notando que agora parecia uma mistura de mestre pokémon e mecânico de carros. A despedida foi necessária, mesmo que o aborrecesse um pouco.

Pelo menos ganhou um boné.

Manteve ele na cabeça enquanto caminhava pela multidão, adaptando-se cada vez mais rápido aos sentidos atordoados. Sentia novamente um enxame de presenças familiares, e duas novas pessoas pareciam chamar sua atenção em um ponto não muito distante dali: novamente a rainha de copas, mas acompanhada por alguém que... poderia ser?

Ele seguiu mais rápido, deparando-se com três pessoas agrupadas onde esperava ver apenas duas. Bianca, um rapaz com uma fantasia demoníaca de palhaço e... como as suspeitas confirmavam, Peter Lost, filho de Zeus, uma alma inocente em meio a todo aquele caos.

Passou as mãos nos lábios para tentar limpar os resquícios que existiam de batom ali, e tentou não agir de forma a dar um mau exemplo tão grande. Mesmo não sendo mais um monitor, queria passar uma imagem boa e responsável para o garotinho.

— Olá, jovens senhores. — Disse, sorrindo enquanto se aproximava. — Minha rainha, diabrete... — Hesitou por um instante quando olhou para o desconhecido. Suas intenções pareciam boas, e suas emoções controladas. Só surtaria se ele puxasse um machado de algum canto da fantasia. — Palhaço do Satanás?

Então gargalhou, ficando com o rosto mais vermelho do que já estava.

— O que fazem aqui nesta adorável noite? — Virou-se para Peter, sorrindo. —Você principalmente, mocinho. Eu só perdoo dessa vez por ver que está muito bem acompanhado. — Agora, sorria para Bianca, dando uma piscadela discreta.

Por fim, voltou-se para o semideus desconhecido, estendendo uma das mãos. — Jhonn Stark. Curandeiro, filho de Héstia, Peter Pan e aparentemente treinador pokémon nas horas vagas. Não nessa ordem, acho. — Ajustou o boné na cabeça. — E você?

Adendos:
Fantasia e observações:
Peter Pan (ainda sóbrio)
♦ Poxtando com o Peterzinho, o Rhydian e a Bianca. VAMO AVACALHAR TUDO
Poderes:
Passivos:
Localização empática III [45] - O filho de Héstia encontra qualquer conhecido por meio dos seus sentimentos, mas é preciso que ambos estejam na mesma cidade. A habilidade pode ser contida por poderes de resistência mental e empática; portanto, semideuses que possuírem tais resistências e forem de nível igual ou superior ao filho de Héstia conseguem manter-se ocultos, mas, do contrário, não. {Novo}
Ativos:
-
LET'S PARTY!:

AS INTERAÇÃO DA VIDA TODINHA ACONTECENDO AGORA, YAY
 
Jhonn Stark
avatar
Curandeiros de Asclépio
Mensagens :
701

Localização :
Acampamento Meio-Sangue

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Festa de Halloween

Mensagem por Peter Lost em Qua 02 Nov 2016, 15:23



Halloween Party!



Não pude deixar de abrir um sorriso quando Bia disse que minha fantasia também dava muito medo. Levei as mãos até meus chifrinhos, orgulhoso pelo acessório, contudo eu não poderia discordar que a fantasia de Rhydian era a mais medonha. Eu, que estivera com o garoto quase a festa toda, ainda temia aquela fantasia.

Ficara extremamente contente com o elogio de Bianca em relação a minha altura, contudo  eu não entendia bem essa coisa de “um semideus mais forte que outro”, para mim, Rhydian e Bia provavelmente eram extremamente fortes e eu era… eu. Foi quando o filho de Atena falou que eu acompanhei a deixa:

- É mesmo, Bia! Conte-nos alguma coisa interessante!

Logo peguei mais um cupcake para escutar o que a garota tinha a dizer, mas uma voz conhecida irrompeu meus tímpanos. Olhei para o lado um tanto assustado, bem a tempo de ver Jhonn Stark aparecendo no meio da conversa. Eu não o conhecia muito bem, de fato nunca havia conversado com ele a sós, mas lembrava do garoto da época em que ambos éramos monitores.

O recém chegado foi cumprimentou meus companheiros e então se voltou para mim. Ele parecia animado, talvez até demais - Achei que fosse só o jeito dele, mal sabia eu o efeito do álcool ao qual o garoto estava submetido.

- E-eu… Bem, Quíron me deixou vir. - Soltei - E sim, esses dois são meus amigos! - Apontei para meus companheiros quando o curandeiro se referiu a eles como boa companhia.

Por fim, ele voltou-se para Rhydian e se apresentou. Imaginei se ele também estaria com medo da fantasia de palhaço do menino, mas esperei pela resposta do filho de Atena.

Adendos:
Não revisei, não irei revisar :D
Postando com o MARKI, Melzinha e Jon!
Fantasia:
Peter Lost
avatar
Filhos de Zeus
Mensagens :
250

Localização :
Lost...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Festa de Halloween

Mensagem por Lokesh Targaryen em Qua 02 Nov 2016, 16:51


Halloween

♦ O dragão tem fome ♦

Manhattan, New York.

— Então você é um semideus! — exclamei, entusiasmado. Aquilo significava que não seria a última vez que nos veríamos, então teríamos bastante tempo. Ele riu da minha animação, mas aquilo era realmente agradável de se saber. Imaginar que poderia vê-lo todo dia, mesmo que de longe, criou uma curvatura em minha boca. Sua risada foi abafada pelo som que ecoava por todo o clube, música escandalosa misturada com gritos aleatórios de pessoas quaisquer.

A moça de outrora se aproximou, pousando pratos, com os ditos tacos, em nossa frente, sorrindo e se retirando novamente. Aquilo parecia duas panquecas secas com recheio entre elas, não parecia muito apetitoso, mas preferi não mencionar nada, até porque tinha fome. Minha pele era naturalmente quente por ser um Targaryen filho de Héstia, logo, o toque do rapaz foi quase que gelado. O encarei, sentindo minhas bochechas corarem. Pousei a mão esquerda em sua coxa e dei uma leve apertada, mantendo o equilíbrio enquanto me inclinava um pouco mais.

— Guarde o fogo para depois, meu dragãozinho — falei alto, mas o som do ambiente transformou aquilo em um pequeno sussurro próximo ao seu ouvido. Levantei o braço direito e segurei gentilmente seu queixo, tocando docilmente o canto de sua boca com os meus lábios. A abertura da máscara era limitada e por pouquíssimo não tinha beijado o couro. Ainda sentia as maçãs do rosto aquecidas, mas percebi que a vergonha já tinha quase desaparecido. Estava me sentindo mais à vontade com Jonas, tanto que minha sinistra¹ continuava sobre seu fêmur, fazendo leves carícias com os dedos.

Extra:
Ω ¹[Sinistra]: A mão esquerda; canhota; sestra.
Ω Vestimentas; Coroa. ♥

♦ Créditos parciais: Andy & Oliver ♦
Lokesh Targaryen
avatar
Filhos de Héstia
Mensagens :
37

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Festa de Halloween

Mensagem por Bianca H. Somerhalder em Qua 02 Nov 2016, 17:05

i'm The lunatic killer, baby

TRICK OR TREAT?

Já derrotou aquele monstro duas vezes, Peter? Isso é incrível! — Estava se sentindo animada com a conversa, mas, quando foi indagada sobre suas próprias aventuras, gaguejou. Pensou em qualquer coisa que pudesse contar, mas tudo remetia a mortes e destruições, coisa que deixaria Peter provavelmente assustado. Por isso, não soube o que realmente falar. — Querem que eu conte alguma aventura...?

Estava prestes a contar alguma coisa vaga, que não desse nenhum resquício do real acontecimento, mas não precisou. Uma voz inundou seus ouvidos, proporcionando para ela profundo alívio. Virando-se, Somerhalder encontrou Jhonn Stark sorrindo para eles com um ar embriagado.

Soltou o ar que nem havia percebido estar prendendo, e na mesma hora sorriu. Fingiu que não estava aflita há poucos minutos atrás, e esperava que Rhydian e Peter não tivessem notado. Relaxando a própria postura quando a criança a chamou de amiga, se sentiu reconfortada.

— Peter não está assustador esta noite, Jhonn?

adendos:
fantasia:
Rainha de Copas, aqui sz.
poderes:
Todos os passivos de Selene até o lvl atual.

¥



Bianca H. Somerhalder
avatar
Filhos de Selene
Mensagens :
448

Localização :
Los Angeles

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Festa de Halloween

Mensagem por Kyun Kai Soo em Qua 02 Nov 2016, 17:50

you shall die of cuteness!!!.


Saber que Jaehoon não tinha se importado com o que aconteceu deu uma pequena aliviada na tensão de Kaisoo. Ficava feliz por ele ter compreendido, mas isso não o deixou menos envergonhado. Talvez, pensou, fosse se sentir melhor apenas depois de uma noite de sono.

Quando ouviu Jaehoon falar que era filho de Afrodite, não ficou exatamente surpreso. Os filhos de Afrodite em geral sempre eram muito bonitos, mas tinham uma aura muito mais distinta dos outros semideuses; ficar perto deles era ligeiramente agradável, e você sempre se encantava com a beleza deles. Mesmo sob uma fantasia, Kaisoo sentia essas coisas em Jaehoon. Mas só foi confirmar quando deu uma boa olhada no rapaz, aproveitando que o lugar onde estavam era mais iluminado do que o clube. — Ah, sim! Você é bonito, mesmo. — Disse, casualmente.

— Íris é a deusa do arco-íris. É uma deusa menor, mas é bem conhecida, até, porque a gente pode rezar à ela para mandar uma mensagem mágica para outras pessoas. — Disse, enquanto andava pela rua em frente ao clube, sem ter um rumo certo. — Mas geralmente você paga para isso. É só achar uma fonte com arco-íris, rezar para ela e jogar um dracma na luz. Se fizer certo, funciona. Aliás, é uma ótima maneira de eu te contatar, porque eu mesmo consigo abrir mensagens de Íris sem pagar. — Riu baixinho, dando de ombros e então virando-se para Jaehoon.

— O engraçado é que eu não sabia quem era minha mãe, mas eu sabia que não era completamente humano. Já chegaram a me confundir com um gumiho e com um demônio, na Coreia. Por não ter muitos semideuses por lá, demorei bastante pra descobrir quem eu era. Foi sorte sua ter nascido semideus aqui por perto. — Disse, revelando alguns fatos de seu passado com um meio-sorriso. — Você teve muitas dificuldades para encontrar o acampamento, aliás? Geralmente é bem perigoso.

Adendos:
Desarmado. Fantasiado de esquilo voador. Interagindo com o Jaehoon nas ruas.
Kyun Kai Soo
avatar
Filhos de Íris
Mensagens :
406

Localização :
Acampamento Meio-Sangue

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Festa de Halloween

Mensagem por Eunice Jackson em Qua 02 Nov 2016, 17:55


i'll show you how to float down here
and all of the ghouls come out to play


Parem o mundo que eu quero descer.

Rhydian estava degustando o pudim enquanto esperava uma história da filha de Selene quando, antes mesmo de ver, sentiu a presença de alguém alcoolizado. E, uau, a pessoa que estava se aproximando deixaria Dionísio orgulhoso. Trajava uma fantasia de Peter Pan — o conto de fadas favorito de Rhydian — e estava usando um boné de treinador Pokemon que não combinava com o restante do figurino.

O filho de Athena soltou uma gargalhada ao ouvir o termo que o Peter Pan Alcoolizado usou para se referir à fantasia de Pennywise. Aparentemente, era um conhecido de Peter e Bianca. Talvez Rhydian fosse a única pessoa da festa que não conhecia ninguém quando chegara ao clube, mas que antes de partir já teria conversado com pelo menos quatro pessoas — e, segundo as palavras do garoto de Zeus, já teria feito pelo menos um amigo.

Rhydian estendeu a mão para responder ao cumprimento do semideus que até então não conhecia e sorriu gentilmente.

— Rhydian Fraser, filho de Athena e Mênade — os olhos de Rhydian brilharam, refletindo o sorriso que havia formado em seus lábios. — Mas você não veio levar o Lost Boy para a Terra do Nunca, não é, Peter Pan?

O filho de Athena não sabia se Peter percebera que o humor de Jhonn estava quimicamente alterado, mas torcia para que o detalhe tivesse passado despercebido.


Não revisei e nem revisarei. Interagindo com o Lost Boy (Pedrinho <3) e com a Mel 100sual. q

Adendos:

— Os strikes são inteiramente off, então podem ignorar. Interações são posts mais descontraídos, então vamos que vamos.
— Qualquer coisa, só chamar. Se interagir comigo e tal, dá um toque pra eu ficar ligado.
Poderes:


— Passivos —

— Se pá, considera os poderes dos filhos de Athena e os poderes dos Mênades;
— Level 12 ~ Faro Apurado ~ Conseguem distinguir a localização de substâncias que tenham álcool, ou de pessoas que estiverem alcoolizadas. A mesma coisa vale para substâncias retentoras de suco de uva ou a própria fruta.

— Ativos —

— Error 404;
Itens:
๑ {Honor} Espada [Espada de bronze sagrado, que mede ao todo 90 cm, sendo 70 de lâmina e 20 de base. A base é de couro, e no final de seu cabo, está entalhada a sigla RF, as iniciais de seu dono, Rhydian. Os golpes da espada são tanto cortantes do que perfurantes, mas não se descarta esta outra utilidade da arma. Quando não utilizada, transforma-se em um anel comum, ao comando de seu dono, com a inscrição: “Guerra por guerra”. Tem a habilidade de perfurar armaduras e escudos em até 20 % de capacidade, caso de itens fortalecidos a perfuração se dará pela diferença de porcentagem.{Bronze sagrado e couro} (Nível Mínimo: 20) {Não Controla nenhum elemento}[Recebimento: The Dragon's Flame e modificado na Music and Forge] Just in case.
Fantasia:


but it's always darkest before the dawn
robei da duff / a font do título robei da cams
Eunice Jackson
avatar
Mênades
Mensagens :
456

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Festa de Halloween

Mensagem por Jhonn Stark em Qua 02 Nov 2016, 18:46


PARTY HARD


A arte de ser artista


Sua chegada foi muito bem recebida por Bianca, pelo que conseguia sentir no ar e o álcool o permitia perceber.

Não teve muito tempo para pensar naquilo. A resposta do garoto de Zeus fez com que desse uma risada leve: queria colocá-lo em uma garrafinha e protegê-lo daquele mundo pra sempre. — Fico feliz com o fato de estar fazendo amigos, garoto. Continue assim, amizades são muito importantes pra seguir nessa vida.

A seguir, Somerhalder soltou mais alguns elogios para a fantasia do garoto, e ele concordou com uma expressão de medo bem forjada no rosto. — Óbvio que sim! Claramente foi mais assustador que o palhaço do circo do tinhoso, nossa, eu ainda tô me tremendo. — Mostrou a tremedeira nas mãos, parte encenada, parte verdadeira pelo conceito de sustos de Rhydian.

Quanto a este, o filho de Héstia riu do seu senso de humor. — Confie em mim, eu não quero levar de forma alguma esse garoto pelo caminho da perdição... Embora a terra do nunca pareça um lugar adequado para manter ele tão adorável assim para sempre, não?

Decidiu pegar um refrigerante qualquer de passagem para disfarçar o quanto estava alcoolizado naquela noite. Com uma expressão divertida, parecia fazer um acordo mental com o mênade. Sabia levemente do que aquelas pessoas eram capazes, e que Rhydian já tinha consciência de seu estado. Apenas deu uma piscadela para que ele não espalhasse.

— Então... Sobre o que estamos conversando aqui? — Tentou raciocinar. — Que tal... Contos de terror? Monstros? Talvez comida? Cara, eu tenho muitas histórias disso. No meu primeiro Halloween fiz uns biscoitos não muito bons, se é que isso é algo que mensura o quão ruim foi. Vocês já comeram comida carbonizada? Era algo assim, digamos.

Adendos:
Fantasia e observações:
Peter Pan (ainda sóbrio)
♦ Poxtando com o Peterzinho, o Rhydian e a Bianca. VAMO AVACALHAR TUDO
Poderes:
Passivos:
Localização empática III [45] - O filho de Héstia encontra qualquer conhecido por meio dos seus sentimentos, mas é preciso que ambos estejam na mesma cidade. A habilidade pode ser contida por poderes de resistência mental e empática; portanto, semideuses que possuírem tais resistências e forem de nível igual ou superior ao filho de Héstia conseguem manter-se ocultos, mas, do contrário, não. {Novo}
Ativos:
-
LET'S PARTY!:

AS INTERAÇÃO DA VIDA TODINHA ACONTECENDO AGORA, YAY

Jhonn Stark
avatar
Curandeiros de Asclépio
Mensagens :
701

Localização :
Acampamento Meio-Sangue

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — Festa de Halloween

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 8 de 11 Anterior  1, 2, 3 ... 7, 8, 9, 10, 11  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum