Percy Jackson e os Olimpianos RPG BR
Bem vindo ao maior fórum de RPG de Percy Jackson do Brasil.

Já possui conta? Faça o LOGIN.
Não possui ainda? Registre-se e experimente a vida de meio-sangue.

{Kurama} - MNEM para Zoey Montgomery

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

{Kurama} - MNEM para Zoey Montgomery

Mensagem por Silvia Kawasaki em Qua Nov 16, 2016 11:02 pm


Kurama

missão narrada externa média


Brasil, um país tropical... Ou talvez não. Quando uma estranha onda de neve toma conta de todo o país, alarmes de climatologia no mundo inteiro ficam loucos e teóricos de conspiração afirmam que o fim do mundo finalmente chegou. Mas uma semideusa em especial sabia que um fenômeno como aquele em um lugar tão incondizente não era natural e ela precisaria resolvê-lo logo para que todos, inclusive ela, tivessem paz outra vez.

Pontos obrigatórios:

Faça uma narração de acordo com a introdução acima;
Através de uma matéria de jornal (impresso ou televisivo), você descobrir sobre o que está acontecendo, afinal é algo que está apavorando o mundo inteiro;
Você precisará, então, viajar para o Brasil. O problema é que os voos para o país estão suspensos até segunda ordem por questões óbvias de segurança, então deve arrumar outra forma (navio, biga, pégaso, asas próprias, você poderá escolher);
Termine seu post pousando no solo da Baêa Bahia, que estará tomado de gelo como se fosse o próprio Alasca.

Condições dos combatentes:

Zoey: HP 800/850; MP 720/850

Informações adicionais:

Missão narrada externa média para Zoey Montgomery
Local de destino: Bahia - Brasil
Tempo: 15:30
Clima no local: 0 °C
Prazo de postagem: 7 dias
Caso precise de mais tempo, tenha dúvidas ou reclamações, pode contatar por MP
Evite templates muito estreitos (menos de 400px) e com barrinhas e cores cegantes, ou fontes muito pequenas
Armas e poderes utilizados no turno em spoiler ou code no fim do post
Boa sorte!

Silvia Kawasaki
Curandeiros de Asclépio
Mensagens :
357

Localização :
Chalé de Íris

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {Kurama} - MNEM para Zoey Montgomery

Mensagem por Zoey Montgomery em Ter Nov 22, 2016 6:59 pm



Kurama


“Zoey abriu os olhos e encarou a mesa à sua frente. Ela sabia que havia algo de errado ali, afinal nunca havia estado naquele lugar estranho. A mesa era oval e inteiramente roxa e havia muita comida em cima, desde pratos simples como arroz com passas – eca – até coisas mais sofisticadas, como camarão com algo chique que a loira não soube identificar – eca duplo.

— Neah. — ao ouvir esse nome, Zoey soube exatamente onde estava: em uma das memórias do Noah que habitava seu corpo. Virou-se na direção do dono da voz e avistou um homem lindo, com longas madeixas loiras e olhos âmbares tão penetrantes que a menina sentiu que furariam sua alma. Usava um terno e vestia-se elegantemente. Olhou ao redor, e percebeu que havia apenas eles dois ali, no salão. — O Conde vai pegar no seu pé por usar um sobretudo por cima do terno. — ele comentou, acendendo um cigarro e fazendo a menina torcer o nariz.

— Não deveria fumar na Arca, Joyd. — soltou uma risadinha e ficou de pé, arrastando a cadeira e se aproximou dele. — Não acho que ele irá implicar com meu sobretudo. Mas quem sabe com o sangue nele...

E, antes que pudesse revidar, a garganta de Joyd foi cortada e o líquido escarlate começou a jorrar de maneira hipnótica. O corpo do rapaz caiu no chão, o sangue fazendo uma poça e manchando o tapete indiano do Conde.

— Eu tenho um objetivo. E os Noah estão no meu caminho. Nunca gostei muito de você, Joyd. Boa morte. — e, dito isso, virou as costas para rumar até a saída.”


Os olhos da arcana abriram-se imediatamente. Sentia a respiração pesada, o coração acelerado e o suor porejava sua testa. Virou a cabeça para o lado apenas para constatar que Allen ainda dormia tranquilamente, escorado no braço da poltrona. Lavi estava escorado no banco à sua frente, dormindo, e ao seu lado estava Yuu, encarando a feiticeira, e ela sentia que suas íris negras estavam lendo sua alma.

— Pesadelo? — questionou, erguendo uma sobrancelha. Zoey apenas concordou com a cabeça e o viu estalar a língua. — Vou ser franco e direto: eu não confio em você. Tem algo de estranho com a sua pessoa, além do fato de que, de acordo com o caolho, você ter descendência de um deus grego.

— I-Isso não foi educado. — a menina comentou, sentindo suas bochechas corarem violentamente. Desviou os olhos primeiro para Timcanpy, que parecia confortável em seu colo, e depois para Allen, observando o quanto ele parecia bonito quando dormia. Involuntariamente, a menina acariciou a cabeça do albino como uma mãe faria cafuné em um filho.


Allen é meu sobrinho. A voz de Neah soava na mente da arcana, fazendo-a concordar com a cabeça. Quando Mana conseguiu recobrar um pouco da consciência, ele adotou uma criança de um circo itinerante na época em que ganhava dinheiro como palhaço. E essa criança era esse garoto.

Zoey assentiu mais uma vez, ignorando o olhar questionador de Kanda.

Quer dizer então que seu irmão louco criou uma criança?

Ei, naquela época ele não era tão louco, ok?, Neah retrucou, visivelmente irritado. A semideusa suspirou fundo pelo nariz e soltou pela boca, e abriu um sorriso mínimo para o garoto ao seu lado para somente então olhar para fora do trem. Fazia um tempo que haviam saído de Montepulciano e estavam indo para Roma, pois segundo alguém da Ordem Negra – a organização responsável por acabar com o Conde do Milênio e seus planos – havia uma Innocence lá.

Zoey, na verdade, queria ir atrás de respostas sobre si mesma. Mas os garotos com ela a ajudaram, e ela queria retribuir a gentileza. Até lhe deram um uniforme, como se ela realmente fosse parte da Ordem. A saia vermelha tinha um corte lindo, e a farda estava no tamanho ideal. Eles haviam comprado comida para a semideusa, e pagaram por um bom banho para ela. Suspirou novamente e recostou-se ao Walker, que ainda dormia suavemente.

Ele era macio.

Ia fechando os olhos, pronta para dormir novamente, quando uma chamada chamou sua atenção. Uma das televisões do luxuoso trem estava ligada, e trazia notícias internacionais. Dólar, guerra na Síria, eleição de Donald Trump – é sério mesmo, gente? – e, de repente, uma notícia que chamou sua atenção: neve. Não em qualquer lugar, mas em um em específico: Brasil. O jornalista da CNN International falava sobre loucura temporal e afirmava que alguns fanáticos diziam que o fim do mundo finalmente havia chegado.

Zero graus em lugares onde a temperatura mínima não passava dos 20ºC, sendo Salvador um desses lugares. Um caos climático em um país considerado tropical, e pelo que o âncora falou jornais do mundo inteiro estavam tentando descobrir o que estava acontecendo ali.

— Pensei que não nevasse lá. — a voz sonolenta de Allen fez a arcana se afastar com o susto, corando e pedindo desculpas. O albino sorriu. — Não se preocupe com isso. — e, de repente, sua feição tornou-se séria. — Será que é o que estou pensando?

— É provável. — Lavi respondeu, se espreguiçando. Seu único olho estava cravado no rosto da loira. — Innocence.

Zoey engoliu em seco. Ela sabia o que era uma Innocence, claro. Um poder magnífico dado por Deus, para que os exorcistas pudessem exterminar os akumas e lutar contra os Noah, os descendentes de Noé e seguidores do Conde do Milênio.

— Chegamos à estação de Roma. — Kanda falou quando o trem finalmente parou e então olhou pela janela, somente para estalar a língua. — E já tem gente nos esperando.

*********************

Não foi muito agradável os ver batendo boca no meio da estação de trem. Aparentemente a Innocence que estava em Roma havia sido destruída por dois Noah’s, Tyki Mikk e Road e, agora, eles rumavam ao Brasil. E os exorcistas precisavam ser rápidos para chegar lá antes deles.

— Impossível. — Allen disse, pensativo, enquanto encarava os Finders, membros da Ordem que procuram pelas Innocences. — Road pode abrir portais para qualquer lugar do planeta, graças ao poder Noah dela. E mesmo se formos de avião, não conseguiremos. Os voos para lá estão suspensos.

— Nada é impossível. Está desistindo, Moyashi? — Kanda provocou, fazendo uma veia de irritação surgir na testa de Allen.

— É Allen, Ba-Kan-da! — silabou, fazendo com que o japonês tirasse sua katana e fosse para cima do albino, mas Lavi se colocou entre eles. Zoey resolveu ignorar a briga e pensar em como chegar ao Brasil. Se havia uma Noah com poder de teleporte, aquilo seria problemático. Porém...

— Talvez eu possa ajudar. — a loira se pronunciou, atraindo a atenção de todos. Timcanpy voava ao redor da menina e pousou suavemente no topo da cabeça de Zoey. — Posso usar minha magia para me transportar para o Brasil, mas consigo fazer isso apenas comigo. Nunca tentei com outra pessoa.

Os três garotos e os dois Finders se encararam, parecendo pensativos. A semideusa mordeu o lábio inferior em nervosismo, até finalmente Walker suspirar. Ele abriu a boca para poder argumentar, mas a arcana fora mais rápida.

— Não quero dizer que os enfrentarei sozinha. Mas aguentarei até vocês chegarem. — sorriu abertamente, afastando-se um pouco. — Levo tempo para completar o feitiço, por isso peço que não atrapalhem.

— Estaremos lá o mais rápido possível. — o albino segurou as mãos da semideusa de maneira gentil. — Cuidado com Tyki e Road. São perigosos.

Zoey assentiu com a cabeça e se afastou novamente, fechando os olhos e se concentrando. Sentiu o vento bater em seus cabelos, e ao seu redor pareceu ficar quente e frio ao mesmo tempo. O barulho dos passos e das conversas parecia ficar mais e mais distante, o corpo relaxou e a respiração da loira ficou calma.

— Timcanpy, venha para dentro do meu casaco. — ela falou, abrindo um pouco a farda para que o mascote se escondesse ali. — Time Traveling Spell! — Zoey viu um triângulo surgir em cima de sua cabeça e sentiu um repuxar abaixo do umbigo, Fechou os olhos e se deixou levar para o lugar dito pelo jornalista da CNN.

Salvador, Bahia.

Em momento algum da viagem abriu os olhos, mas soube que havia chegado quando caiu em um montinho de neve, fazendo a arcana tremer de frio. Abriu os olhos e encarou a paisagem branca que se estendia à sua frente. Nunca esteve no Alasca, no ártico ou Antártico, mas imaginava que deveria ser mais ou menos parecido. Coqueiros e árvores congelados, carros cobertos de neve, praias desertas e um frio horrendo.

Zoey abraçou o próprio corpo e ficou de pé com dificuldade, sentindo Timcanpy tremer dentro de sua farda. Ótimo, aquilo ia ser uma coisa maravilhosa de se fazer.

Observações:
Observações Novamente q:
Desculpa o tamanho, mas não consegui resumir sem colocar uma situação para ela estar saindo de um lugar e indo para outro >.<
Allen Walker, Kanda Yuu e Lavi Bookman são três exorcistas que salvaram Zoey do Conde do Milênio na DIY que fiz anteriormente. Apenas avisando q
Mascote:
Timcanpy (Mini-Golem) – {70HP/70MP}
Poder: Timcampy é uma criatura peculiar, feita com um misto de magia e tecnologia. Possui formato de bola e inteiramente dourado, com uma cruz em baixo relevo e em tom mais claro na frente. Tecnicamente é impossível de ver os olhos dele, mas ainda consegue revelar sua boca quando quer — afinal o mesmo precisa se alimentar. Possui cerca de 10 cm de diâmetro, cabendo na palma da mão de Zoey. Pode ser classificado como um meio-golem, sendo próximo do que poderia ser chamado de homunculus, apesar de ser feito de um material desconhecido, mas parcialmente orgânico. Isso faz com que tenha caraterísticas semelhantes à construtos, mas não totalmente: como um golem, Tim é imune a poderes mentais, sangramentos e asfixias mas, de alguma forma, tornou-se capaz de ter sentimentos, sendo afetado normalmente por este tipo de poder. Sua visão é comum, o que faz com que ainda seja afetado por ilusões, mas pode ver no escuro. Diferente de uma máquina, possui olfato, paladar e audição normais. Seu organismo vivo não o deixa imune a envenenamentos ou doenças. Tim não pode ser modificado em uma forja comum, já que se aproxima mais de um ser vivo do que de uma máquina, mas pode se recuperar normalmente através de sono e comida, ou recebendo poderes de cura e poções. Não possui funções combativas. Sua locomoção básica é por vôo, com capacidade de manobra boa, semelhante a uma ave de pequeno porte, e sua cauda é prensil, agindo como um membro normal, sendo capaz de carregar e segurar pequenos itens, devido ao tamanho diminuto que possui. Por causa de Nea, que habita o corpo de Zoey, sabe instintivamente a direção em que a garota se encontra caso estejam no mesmo plano, mas não o local exato ou distância, nem detalhes específicos. Tim não fala, mas entende o que é dito ao seu redor, sendo considerado uma criatura inteligente até certo ponto: seu raciocínio não é humano mas está um pouco acima do de um animal, podendo discordar do dono ou tomar decisões simples sozinho. A principal habilidade de Timcanpy é gravar e armazenar informações, como áudios e vídeos — graças a ter sido feito em laboratório, Marian e Nea tornaram isso possível —, desde que tenham, no máximo, 10 minutos de duração, sendo muito útil para passar informações. Para repor as energias, basta uma boa noite de sono.
Arsenal:
— {Bright} / Arco longo [Arco feito de bronze sagrado, de cor dourada, com detalhes em seu decorrer pintados em branco. Elegante, aparenta a mesma graça que seus portadores, feitos na medida para os filhos de Apolo. No nível 20 transforma-se na metade de um pingente em forma de sol, que encaixa-se com Perfection] {Bronze sagrado} (Nível Mínimo: 1) [Recebimento: Presente de Reclamação de Apolo](Em forma de pingente junto com Perfection)

— {Perfection} / Aljava [Aljava de couro trabalhado, com engastes de bronze sagrado. Contém flechas infinitas - são comuns, de olmo e bronze sagrado, mas de acabamento fino. No nível 20 transforma-se na metade do pingente em forma de sol que encaixa-se com Bright] {Couro e bronze sagrado; olmo e bronze sagrado} (Nível Mínimo: 1) [Recebimento: Presente de Reclamação de Apolo](Em forma de pingente junto com Bright)

— Relíquia Mágica [Colar simples e leve, podendo ser levado e escondido em qualquer lugar. A corrente é de prata, e cintila com um brilho negro à luz da Lua. Seu pingente é em forma de pentagrama, e é feito de diamante. Duas vezes por missão e durante 2 rodadas, tendo no mínimo uma rodada de intervalo cria uma barreira mágica de cor roxa, esta cobre todo o feiticeiro. Protege contra ataques mágicos – principalmente - e ataques a longa distancia – lanças, bumerangues, correntes, flechas etc.; ataques diretos não são repelidos.][Prata; Diamante;] (Item de Feiticeira) {Controle Mágico} [Presente de Reclamação por Circe](No pescoço, escondido sob as vestes)

— Proud of Morgana{Anel/Escudo} [Ouro e Diamantes] [Anel mágico, encrustado com dois diamantes gêmeos em formato de sol e meia-lua. Ao seu redor, runas mágicas estão gravadas, com significados de proteção e banimento das trevas. Ao concentrar-se nele, Zoey poderá transformá-lo em um escudo de médio porte, preso ao seu pulso, e com gravuras de fadas em sua extensão. Essas figuras iluminam-se em ambientes escuros, e podem revelar a presença de magia em um ambiente, desde que esteja próxima. Sempre retorna para sua dona, e é indestrutível.] (Nível mínimo: 15) {Item Mágico: Elemento Luz} [Recebimento: Missão "Arcádia", com Afrodite](Anelar esquerdo)

Acônito {Veneno natural}[Pote com pasta de cor terrosa, contém 2 doses que podem ser usadas sobre uma arma ou diluída em líquidos, por ingestão. Após ser colocada na lâmina, a dose do veneno fica latente por até 1h, ou até o primeiro golpe (o que ocorrer primeiro) - ficando na lâmina por até 3 golpes. Seus sintomas são rápido, começando a agir no turno seguinte ao contato. O primeiro é a agitação, fazendo o alvo perder a concentração e diminuindo a eficácia de seus golpes em 20%. No segundo turno, há uma alteração de sentido - o alvo atacará a criatura mais próxima, independente de amigo ou inimigo, com um ataque direto simples, motivado por uma alucinação. Esse efeito é passageiro. O terceiro turno provoca uma perda de HP de 5%, que se mantém por mais dois turnos, e no quarto turno o alvo é acometido de náuseas que o impedem de atacar - ele ainda poderá correr ou se defender, contudo. Golpear um mesmo oponente várias vezes aumenta os turnos finais de dano (1 por golpe envenenado adicional). Usar mais de uma dose por vez não produz efeito. A parte de baixo do tubo contém 2 doses de antídoto específico, que não recupera danos mas impede os efeitos que ainda não tenham ocorrido. Pode ser usado apenas via ferimentos, uma vez que por contato exigiria uma concentração maior do que a disponível, seu formato não permite inalação e seu gosto é amargo demais para não ser notado em alimentos. Não pode ser usado em forjas, uma vez que seu processo o torna volátil para tal, anulando seus efeitos][Nível mínimo: 15][Treino Trimestral - Feiticeiros 02/14](Bolsinha de Contas)

Caliginem {Veneno Artificial Mágico} [Este fraco incolor contém uma substância venenosa, elaborada especificamente na ilha de Circe. No formato original, ela faz efeito através de ingestão ou ferimento - mas com uma condição: o alvo afetado precisa crer que foi envenenado. É um veneno de indução - se acreditar que foi envenenado com algo, então o veneno agirá, afetando-o de acordo com uma substância conhecida pelo alvo em termos de dano e duração equivalentes a uma única dosagem, mas nunca será fatal nem direta nem indiretamente (então, efeitos que induzam a isso ou tirem o alvo de combate são anulados. Se a morte ou coma - ou similar - for o único efeito do veneno, o alvo entra em torpor por uma rodada, perdendo 50% do ataque e defesa, e então o efeito se esvai)- o efeito começa a regredir assim que alcança o ápice ou após 3 turnos. Seu comportamento no organismo não é determinado pelo envenenador, mas que pode ser induzido por ele com meios próprios - blefe sendo o principal. O veneno induzido deve ter suas características e efeitos descritos detalhadamente, sujeitos à avaliação do narrador/ avaliador. O alvo só sofre os efeitos que ele conhece. Assim, antídotos para outros venenos podem ser efetivos contra ele, e não acreditar no envenenamento torna a substância inútil. Apesar da manipulação mágica que sofre, RM não se aplica. 1 única dose do veneno e do antídoto específico (não funciona para nenhuma outra substância). Não pode ser usado em forjas, uma vez que seu processo o torna volátil para tal, anulando seus efeitos][Nível mínimo: 30][Treino Trimestral - Feiticeiros 02/14](Bolsinha de Contas)

{Love} / Anel [Feito de ouro branco com diamantes, a aparência é bonita, além de ter um valor razoável, mas não apresenta nenhum poder. Pode ser usado para barganhar no mundo mortal, ou simplesmente como uma joia] {Ouro branco; Diamantes} (Nível Mínimo: 1) {Não controla nenhum elemento} [Recebimento: Missão "O anel perdido" por Eos](Anelar direito)

— {Brother's Strength} / Brincos [Um par de brincos pequenos, de metal branco e com uma pedra de topázio azul no centro de cada, que emitem uma leve luminosidade. Lhes dão uma resistência fraca contra efeitos de medo/pânico: se o adversário for cinco níveis a menos que o utilitário destes itens, o efeito que o inimigo usar não funcionará por completo (50% de resistência); do contrário, o poder ocorre normalmente. Podem ser acionados uma vez por evento/missão, com efeito de 2 turnos.] {Metal e topázio azul} (Nível Mínimo: 35) {Resistência} [Recebimento: Missão "In The Hell", avaliada por Lady Psiquê e atualizada por ~Eos.](Orelhas (dã q))

❃ {Luz} / Unha [Unha que pode ser colocada sobre uma normal. Tal instrumento se aparenta com uma comum e não pode ser reconhecida por outros, de modo que sua cor ou ornamentos estão a escolha de sua portadora - a menos que saibam detectar auras mágicas. A desejo da mesma, tal item se torna mais afiado e consegue penetrar a pele facilmente. Se a penetração ocorrer perto do pescoço, o alvo terá pesadelos durante um turno e irá ser prejudicado em 30% suas ações ataque/defesa durante este mesmo turno. Se o oponente tiver imunidade ao medo/pânico, ele sentirá uma sensação de impotência, como uma depressão que o prejudicará do pela metade.] {Unha} (Nível Mínimo: 30) {Nenhum Elemento} [Recebimento: Missão O Quanto De Culpa?, elaborada por Harmonia, avaliada por Athena e atualizada por Odisseu](Unhas (dã q))
Poderes Utilizados:
Apolo

Beleza. Nível 1. Passivo. Não só Afrodite e Perséfone são dotadas de beleza, Apolo é considerado o deus masculino que representa este mesmo ideal. Seus filhos são bonitos por natureza, possuindo um corpo naturalmente bronzeado e chamando a atenção se comparado com outros semideuses - não se compara à Afrodite, e é mais proeminente nos garotos, mas são acima do padrão se comparados a outros mortais e à maioria dos semideuses. Isso faz com que poderes de charme e sedução desses semideuses sejam ampliados em 10%.

Ouvido sensível. Nível 5. Passivo. Apolo é deus da música, portanto seus filhos tem ouvidos afiados, com uma sensibilidade acima da média tornando sua capacidade de distinção tanto em volume quanto em distância o dobro do que uma pessoa comum.

Circe
• Beleza lasciva II. Nível 20. Passivo. A sua beleza nesse nível já está muito maior, e somada a aura de mistério que você exala, atrai o olhares de todos por onde passa. Não são tão belos quanto os filhos de Afrodite, mas são mais atraentes que estes por uma aura mágica influir diretamente no bom senso de qualquer outrem, afim de fazê-los se interessarem de forma irrefutável por você. [ Modificado]

Feitiços
• Time Travelling Spell. Nível 19. Esta magia permite ao feiticeiro fazer com que um portal triangular apareça acima dele, sugando-o para ele e por meio deste ele pode se locomover por grandes distâncias. Porém, esta magia requer tempo para ser completada, portanto, se usada para fugir de efeitos imediatos prova-se falha.
thanks juuub's @ cp!  
Zoey Montgomery
Feiticeiros  de  Circe
Mensagens :
1179

Localização :
Ilha de Circe

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {Kurama} - MNEM para Zoey Montgomery

Mensagem por Silvia Kawasaki em Qua Dez 07, 2016 12:03 pm


Kurama

missão narrada externa média


Não havia viva alma na rua. Os habitantes da cidade normalmente quente e festeira estavam trancados em suas casas, com medo do que poderia ser aquilo. Pouco ao longe, uma voz se ouvia tresloucada, anunciando o fim do mundo.

Pontos obrigatórios:

Faça uma narração de acordo com a introdução acima;
Avance pela cidade, busque pistas. Há pegadas no chão, em sua maioria de humanos, que podem pertencer a cidadãos em busca de suprimentos ou dos Noah's;
A voz do louco que antes berrava sumiu, parecendo ter ficado muito longe de onde você está agora, até que um grito muito próximo vindo de trás de você anunciará uma "besta do apocalipse" e falará novamente do fim do mundo em palavras confusas;
Você compreenderá, porém, uma expressão: "Delfos me avisou!". Vire-se para encarar o homem e, sob a carranca de mendigo sujo e de olhar enlouquecido, reconheça nele características físicas de Apolo. O mendigo é seu irmão;
Não há tempo para pedir informações agora. Um elemental de gelo ruge e sai de seu esconderijo na forma de um leão. Termine o post encarando o ser como seu primeiro desafio.

Condições dos combatentes:

Zoey Montgomery: HP 800/850; MP 720/850

Informações adicionais:

Missão narrada externa média para Zoey Montgomery
Local de destino: Bahia - Brasil
Tempo: 15:30
Clima no local: 0 °C
Prazo de postagem: 7 dias
Caso precise de mais tempo, tenha dúvidas ou reclamações, pode contatar por MP
Evite templates muito estreitos (menos de 400px) e com barrinhas e cores cegantes, ou fontes muito pequenas
Armas e poderes utilizados no turno em spoiler ou code no fim do post
Boa sorte!

Silvia Kawasaki
Curandeiros de Asclépio
Mensagens :
357

Localização :
Chalé de Íris

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {Kurama} - MNEM para Zoey Montgomery

Mensagem por Zoey Montgomery em Ter Dez 13, 2016 4:02 pm



Kurama


O frio era intenso e provavelmente Zoey teria desmaiado na rua se não fosse filha do deus mais quente – em ambos os sentidos - do Olimpo. Na mente da jovem arcana, Neah reclamava sobre o fato de que o clima poderia acabar com o corpo que um dia seria seu, e não queria nenhum estrago na embalagem. Tch. Até parece.

Os olhos, atentos a tudo, não conseguiram captar uma alma viva sequer na rua e tudo que conseguia ouvir era uma voz de alguém que gritava que o fim do mundo havia enfim chegado. A loira esfregou os braços, tentando manter o calor corporal – mesmo que não fosse muito afetada pelo clima.

— Venha, Tim. — suspirou, se amaldiçoando por não ter aceitado o sobretudo de Walker antes de saírem de Montepulciano. Timcanpy saiu de dentro de sua farda e ficou em cima da cabeça da menina.

Andar entre os montes de neve não era uma tarefa muito fácil, e o tamanho da garota não ajudava muito. Caiu algumas vezes – o que resultou em um Timcanpy irritado, que resolveu voar, e num Neah que ria alopradamente -, o cabelo loiro estava quase branco dos tufos de gelo que insistiam em grudar nos fios, sua roupa estava levemente molhada e novamente estava tremendo. Ainda escutava a voz do louco soando ao longe, e aquilo a deixava apreensiva. Aquela Innocence era tão poderosa assim, a ponto de virar o clima de uma cidade inteira de cabeça para baixo?

Conforme caminhava a menina observava que, na neve, havia pegadas de pessoas, como se tivessem saído atrás de alguma coisa. Podiam ser de pessoas procurando por suprimentos ou coisas parecidas. Ou podiam muito bem ser...

“De Tykki e Road” a voz de Neah se fez presente novamente, fazendo a garota concordar com a cabeça. Sim, podiam muito bem ser dos Noah’s que se encontravam ali, procurando pela Innocence. Ela tinha que ser rápida, precisava ajudar Allen e os outros a vencer a guerra deles — afinal Zoey devia isso, não é?

Balançou a cabeça e olhou para Timcanpy, que voava a seu lado. O mini-golem parou no ar e parecia encarar a filha de Apolo, então pousou suavemente no ombro esquerdo da menina. Pelo menos não perderia a bolinha.

“Acho bom.”

“Ora, cale a boca.”


Suspirou e continuou sua caminhada, observando mais coisas ao seu redor e procurando por qualquer coisa que pudesse lhe dar um sinal do local onde a Innocence estava – qualquer pista, qualquer coisa. E, de repente, ela notou uma coisa: a voz que soava alta antes havia desaparecido, dando lugar a um silêncio estarrecedor. E a menina odiava estar naquele lugar. Onde estavam os exorcistas, afinal de contas?

— Francamente... — murmurou, abraçando o corpo. Abriu novamente a farda para que Tim pudesse se esconder ao senti-lo tremer um pouco, fechando-a em seguida. — Tudo bem, Tim. Nós vamos conseguir.

— Eu avisei! — um grito soou atrás da semideusa, fazendo-a pular de susto e quase ter uma parada cardíaca. — A besta do Apocalipse está vindo! Sim, sim, ela está! O chá das cinco será servido na barriga da fera!

A arcana massageou as têmporas. Ok, chá das cinco? Por um acaso ali tinha um chá das cinco também, como era na Inglaterra? Respirou fundo pelo nariz e soltou pela boca, ignorando os resmungos do homem, até que ele falou algo que não conseguiu deixar de não reparar.

— Delfos me avisou!

Virou-se na direção da voz e avistou um homem maltrapilho, com sujeira nas vestes rasgadas e nos cabelos brancos e embaraçados. O olhar estava tomado pela loucura e fez a garota recuar alguns passos, assustada. Zoey pensou que só poderia ter um lugar para onde ele poderia ir naquele estado.

“Arraial d’Ajuda” Neah zombou, e Zoey quase pode ver o sorriso sarcástico do Noah em sua mente. “Ele vai vender artesanato lá em Arraial d'Ajuda”.

“Agora não é hora!”

— Hã... Com licença? — chamou pelo desconhecido, tentando ter a atenção dele. As íris azuis do garoto voaram às suas, e ela sentiu que ele era familiar. Algo nele não lhe era estranho, então resolveu apelar para sua “verificação”, dando graças à seu pai por conseguir sempre identificar esse tipo de coisa. E veio a surpresa. — Você... É um semideus! Um de meus irmãos.

A “aura” que ele exalava era parecida com as dos filhos de Apolo, como se cada semideus de cada progenitor tivesse um tom diferente de aura. Ela não se enganaria perante aquilo.

— Ei! Você! — deu dois passos na direção do mendigo, mas um som à sua esquerda lhe chamou a atenção. Virou-se na direção de um montinho de neve que se mexeu e... Opa. Montes de neve não se mexem.

Como se fosse um pesadelo – um não muito ruim, pois já teve piores -, um monstro de gelo rugiu como um leão e saiu de trás do montinho. Outro?

— Os elementais me amam. — murmurou, emburrada, puxando seus pingentes do pescoço e fazendo com que Bright e Perfection surgisse. Jogou a aljava por cima do ombro e esperou pelo movimento do monstro. Qualquer coisa, já sabia como reagir.

Observações:
Observações Novamente q:
Desculpa o tamanho, mas não consegui resumir sem colocar uma situação para ela estar saindo de um lugar e indo para outro >.<
Allen Walker, Kanda Yuu e Lavi Bookman são três exorcistas que salvaram Zoey do Conde do Milênio na DIY que fiz anteriormente. Apenas avisando q
Mascote:
Timcanpy (Mini-Golem) – {70HP/70MP}
Poder: Timcampy é uma criatura peculiar, feita com um misto de magia e tecnologia. Possui formato de bola e inteiramente dourado, com uma cruz em baixo relevo e em tom mais claro na frente. Tecnicamente é impossível de ver os olhos dele, mas ainda consegue revelar sua boca quando quer — afinal o mesmo precisa se alimentar. Possui cerca de 10 cm de diâmetro, cabendo na palma da mão de Zoey. Pode ser classificado como um meio-golem, sendo próximo do que poderia ser chamado de homunculus, apesar de ser feito de um material desconhecido, mas parcialmente orgânico. Isso faz com que tenha caraterísticas semelhantes à construtos, mas não totalmente: como um golem, Tim é imune a poderes mentais, sangramentos e asfixias mas, de alguma forma, tornou-se capaz de ter sentimentos, sendo afetado normalmente por este tipo de poder. Sua visão é comum, o que faz com que ainda seja afetado por ilusões, mas pode ver no escuro. Diferente de uma máquina, possui olfato, paladar e audição normais. Seu organismo vivo não o deixa imune a envenenamentos ou doenças. Tim não pode ser modificado em uma forja comum, já que se aproxima mais de um ser vivo do que de uma máquina, mas pode se recuperar normalmente através de sono e comida, ou recebendo poderes de cura e poções. Não possui funções combativas. Sua locomoção básica é por vôo, com capacidade de manobra boa, semelhante a uma ave de pequeno porte, e sua cauda é prensil, agindo como um membro normal, sendo capaz de carregar e segurar pequenos itens, devido ao tamanho diminuto que possui. Por causa de Nea, que habita o corpo de Zoey, sabe instintivamente a direção em que a garota se encontra caso estejam no mesmo plano, mas não o local exato ou distância, nem detalhes específicos. Tim não fala, mas entende o que é dito ao seu redor, sendo considerado uma criatura inteligente até certo ponto: seu raciocínio não é humano mas está um pouco acima do de um animal, podendo discordar do dono ou tomar decisões simples sozinho. A principal habilidade de Timcanpy é gravar e armazenar informações, como áudios e vídeos — graças a ter sido feito em laboratório, Marian e Nea tornaram isso possível —, desde que tenham, no máximo, 10 minutos de duração, sendo muito útil para passar informações. Para repor as energias, basta uma boa noite de sono.
Arsenal:
— {Bright} / Arco longo [Arco feito de bronze sagrado, de cor dourada, com detalhes em seu decorrer pintados em branco. Elegante, aparenta a mesma graça que seus portadores, feitos na medida para os filhos de Apolo. No nível 20 transforma-se na metade de um pingente em forma de sol, que encaixa-se com Perfection] {Bronze sagrado} (Nível Mínimo: 1) [Recebimento: Presente de Reclamação de Apolo](Em forma de pingente junto com Perfection)

— {Perfection} / Aljava [Aljava de couro trabalhado, com engastes de bronze sagrado. Contém flechas infinitas - são comuns, de olmo e bronze sagrado, mas de acabamento fino. No nível 20 transforma-se na metade do pingente em forma de sol que encaixa-se com Bright] {Couro e bronze sagrado; olmo e bronze sagrado} (Nível Mínimo: 1) [Recebimento: Presente de Reclamação de Apolo](Em forma de pingente junto com Bright)

— Relíquia Mágica [Colar simples e leve, podendo ser levado e escondido em qualquer lugar. A corrente é de prata, e cintila com um brilho negro à luz da Lua. Seu pingente é em forma de pentagrama, e é feito de diamante. Duas vezes por missão e durante 2 rodadas, tendo no mínimo uma rodada de intervalo cria uma barreira mágica de cor roxa, esta cobre todo o feiticeiro. Protege contra ataques mágicos – principalmente - e ataques a longa distancia – lanças, bumerangues, correntes, flechas etc.; ataques diretos não são repelidos.][Prata; Diamante;] (Item de Feiticeira) {Controle Mágico} [Presente de Reclamação por Circe](No pescoço, escondido sob as vestes)

— Proud of Morgana{Anel/Escudo} [Ouro e Diamantes] [Anel mágico, encrustado com dois diamantes gêmeos em formato de sol e meia-lua. Ao seu redor, runas mágicas estão gravadas, com significados de proteção e banimento das trevas. Ao concentrar-se nele, Zoey poderá transformá-lo em um escudo de médio porte, preso ao seu pulso, e com gravuras de fadas em sua extensão. Essas figuras iluminam-se em ambientes escuros, e podem revelar a presença de magia em um ambiente, desde que esteja próxima. Sempre retorna para sua dona, e é indestrutível.] (Nível mínimo: 15) {Item Mágico: Elemento Luz} [Recebimento: Missão "Arcádia", com Afrodite](Anelar esquerdo)

Acônito {Veneno natural}[Pote com pasta de cor terrosa, contém 2 doses que podem ser usadas sobre uma arma ou diluída em líquidos, por ingestão. Após ser colocada na lâmina, a dose do veneno fica latente por até 1h, ou até o primeiro golpe (o que ocorrer primeiro) - ficando na lâmina por até 3 golpes. Seus sintomas são rápido, começando a agir no turno seguinte ao contato. O primeiro é a agitação, fazendo o alvo perder a concentração e diminuindo a eficácia de seus golpes em 20%. No segundo turno, há uma alteração de sentido - o alvo atacará a criatura mais próxima, independente de amigo ou inimigo, com um ataque direto simples, motivado por uma alucinação. Esse efeito é passageiro. O terceiro turno provoca uma perda de HP de 5%, que se mantém por mais dois turnos, e no quarto turno o alvo é acometido de náuseas que o impedem de atacar - ele ainda poderá correr ou se defender, contudo. Golpear um mesmo oponente várias vezes aumenta os turnos finais de dano (1 por golpe envenenado adicional). Usar mais de uma dose por vez não produz efeito. A parte de baixo do tubo contém 2 doses de antídoto específico, que não recupera danos mas impede os efeitos que ainda não tenham ocorrido. Pode ser usado apenas via ferimentos, uma vez que por contato exigiria uma concentração maior do que a disponível, seu formato não permite inalação e seu gosto é amargo demais para não ser notado em alimentos. Não pode ser usado em forjas, uma vez que seu processo o torna volátil para tal, anulando seus efeitos][Nível mínimo: 15][Treino Trimestral - Feiticeiros 02/14](Bolsinha de Contas)

Caliginem {Veneno Artificial Mágico} [Este fraco incolor contém uma substância venenosa, elaborada especificamente na ilha de Circe. No formato original, ela faz efeito através de ingestão ou ferimento - mas com uma condição: o alvo afetado precisa crer que foi envenenado. É um veneno de indução - se acreditar que foi envenenado com algo, então o veneno agirá, afetando-o de acordo com uma substância conhecida pelo alvo em termos de dano e duração equivalentes a uma única dosagem, mas nunca será fatal nem direta nem indiretamente (então, efeitos que induzam a isso ou tirem o alvo de combate são anulados. Se a morte ou coma - ou similar - for o único efeito do veneno, o alvo entra em torpor por uma rodada, perdendo 50% do ataque e defesa, e então o efeito se esvai)- o efeito começa a regredir assim que alcança o ápice ou após 3 turnos. Seu comportamento no organismo não é determinado pelo envenenador, mas que pode ser induzido por ele com meios próprios - blefe sendo o principal. O veneno induzido deve ter suas características e efeitos descritos detalhadamente, sujeitos à avaliação do narrador/ avaliador. O alvo só sofre os efeitos que ele conhece. Assim, antídotos para outros venenos podem ser efetivos contra ele, e não acreditar no envenenamento torna a substância inútil. Apesar da manipulação mágica que sofre, RM não se aplica. 1 única dose do veneno e do antídoto específico (não funciona para nenhuma outra substância). Não pode ser usado em forjas, uma vez que seu processo o torna volátil para tal, anulando seus efeitos][Nível mínimo: 30][Treino Trimestral - Feiticeiros 02/14](Bolsinha de Contas)

{Love} / Anel [Feito de ouro branco com diamantes, a aparência é bonita, além de ter um valor razoável, mas não apresenta nenhum poder. Pode ser usado para barganhar no mundo mortal, ou simplesmente como uma joia] {Ouro branco; Diamantes} (Nível Mínimo: 1) {Não controla nenhum elemento} [Recebimento: Missão "O anel perdido" por Eos](Anelar direito)

— {Brother's Strength} / Brincos [Um par de brincos pequenos, de metal branco e com uma pedra de topázio azul no centro de cada, que emitem uma leve luminosidade. Lhes dão uma resistência fraca contra efeitos de medo/pânico: se o adversário for cinco níveis a menos que o utilitário destes itens, o efeito que o inimigo usar não funcionará por completo (50% de resistência); do contrário, o poder ocorre normalmente. Podem ser acionados uma vez por evento/missão, com efeito de 2 turnos.] {Metal e topázio azul} (Nível Mínimo: 35) {Resistência} [Recebimento: Missão "In The Hell", avaliada por Lady Psiquê e atualizada por ~Eos.](Orelhas (dã q))

❃ {Luz} / Unha [Unha que pode ser colocada sobre uma normal. Tal instrumento se aparenta com uma comum e não pode ser reconhecida por outros, de modo que sua cor ou ornamentos estão a escolha de sua portadora - a menos que saibam detectar auras mágicas. A desejo da mesma, tal item se torna mais afiado e consegue penetrar a pele facilmente. Se a penetração ocorrer perto do pescoço, o alvo terá pesadelos durante um turno e irá ser prejudicado em 30% suas ações ataque/defesa durante este mesmo turno. Se o oponente tiver imunidade ao medo/pânico, ele sentirá uma sensação de impotência, como uma depressão que o prejudicará do pela metade.] {Unha} (Nível Mínimo: 30) {Nenhum Elemento} [Recebimento: Missão O Quanto De Culpa?, elaborada por Harmonia, avaliada por Athena e atualizada por Odisseu](Unhas (dã q))
Poderes Utilizados:
Apolo

Beleza. Nível 1. Passivo. Não só Afrodite e Perséfone são dotadas de beleza, Apolo é considerado o deus masculino que representa este mesmo ideal. Seus filhos são bonitos por natureza, possuindo um corpo naturalmente bronzeado e chamando a atenção se comparado com outros semideuses - não se compara à Afrodite, e é mais proeminente nos garotos, mas são acima do padrão se comparados a outros mortais e à maioria dos semideuses. Isso faz com que poderes de charme e sedução desses semideuses sejam ampliados em 10%.

Ouvido sensível. Nível 5. Passivo. Apolo é deus da música, portanto seus filhos tem ouvidos afiados, com uma sensibilidade acima da média tornando sua capacidade de distinção tanto em volume quanto em distância o dobro do que uma pessoa comum.

Detectar aura. Nível 27. Passivo. Ainda no aspecto divinatório, filhos de Apolo conseguem perceber a aura de um semideus, conseguindo determinar seu progenitor ou filiação em grupo - desde que já saiba da existência desse grupo (caso contrário, detecta apenas uma aura diferente, sem relacioná-la a um patrono específico). Poderes de bloqueio de auras e similares podem impedir essa visualização. [Novo]

Temperatura corporal II. Nível 47. Passivo. Agora, além dos efeitos anteriores, o filho de Apolo se torna um pouco mais  resistentes a poderes que lidem com estas mudanças, ganhando 10% de resistência caso sejam de nível igual ou menor. Note que dano direto ou elemento em si não é afetado, agindo normalmente - apenas questão de temperatura. [Antigo "Meta-corpo"]

Circe
• Beleza lasciva II. Nível 20. Passivo. A sua beleza nesse nível já está muito maior, e somada a aura de mistério que você exala, atrai o olhares de todos por onde passa. Não são tão belos quanto os filhos de Afrodite, mas são mais atraentes que estes por uma aura mágica influir diretamente no bom senso de qualquer outrem, afim de fazê-los se interessarem de forma irrefutável por você. [ Modificado]
thanks juuub's @ cp!  
Zoey Montgomery
Feiticeiros  de  Circe
Mensagens :
1179

Localização :
Ilha de Circe

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {Kurama} - MNEM para Zoey Montgomery

Mensagem por Silvia Kawasaki em Qua Dez 21, 2016 6:50 pm


Kurama

missão narrada externa média


Como era de se esperar, haveria uma primeira batalha. Mas a dificuldade não estaria apenas em derrotar o elemental de gelo, o maltrapilho filho do deus profeta poderia ser vitimado.

Pontos obrigatórios:

Faça uma narração de acordo com a introdução acima;
O elemental não perderá tempo e avançará em sua direção. Seu irmão ficará assustado e desesperado, portanto você deverá optar por mantê-lo a salvo ou agir de modo a cuidar apenas de você;
Qualquer que seja sua decisão, você tem direito a uma defesa, um ataque e uma movimentação estratégica, não necessariamente nessa ordem;
Termine o post após sua ação, tornando a ficar em guarda.

Condições dos combatentes:

Zoey Montgomery: HP 800/850; MP 720/850
Elemental de gelo: HP 100/100; MP 100/100
Filho de Apolo: HP 150/300; MP 150/300

Informações adicionais:

Missão narrada externa média para Zoey Montgomery
Local de destino: Bahia - Brasil
Tempo: 15:30
Clima no local: 0 °C
Prazo de postagem: 7 dias
Caso precise de mais tempo, tenha dúvidas ou reclamações, pode contatar por MP
Evite templates muito estreitos (menos de 400px) e com barrinhas e cores cegantes, ou fontes muito pequenas
Armas e poderes utilizados no turno em spoiler ou code no fim do post
Boa sorte e foi mal pela demora XD!

Silvia Kawasaki
Curandeiros de Asclépio
Mensagens :
357

Localização :
Chalé de Íris

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {Kurama} - MNEM para Zoey Montgomery

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum