Percy Jackson e os Olimpianos RPG BR
Bem vindo ao maior fórum de RPG de Percy Jackson do Brasil.

Já possui conta? Faça o LOGIN.
Não possui ainda? Registre-se e experimente a vida de meio-sangue.

{Corpse Party} — MNED para Allan P. Frey

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

{Corpse Party} — MNED para Allan P. Frey

Mensagem por Zoey Montgomery em Qui 17 Nov 2016, 10:50



Tortured Souls

Uma simples simpatia feita pode acabar em desastre se projetada da maneira errada. Há quem diga que muitas delas são feitas para enganar clientes e conseguir dinheiro fácil. Outras falam que são coisas ligadas ao ocultismo e satanismo, e que não se deve brincar com esse tipo de coisa.

Claro que, no mundo semidivino, simpatia, macumbas, feitiços e afins não são incomuns. Porém a partir do momento em que um grupo de dez pessoas simplesmente desaparece de dentro de uma sala fechada, o que deverá ser feito para ajudar os mortais?

Pontos Obrigatórios:
♥ Narre como estava sendo seu dia até o momento em que recebe uma carta do Acampamento Meio-Sangue. Nela, Quíron irá pedir para investigar esse desaparecimento misterioso no Maine.

♥ Você tem duas opções: recusar ou aceitar. Caso aceite, você deverá ir até Augusta, no Maine. Caso a resposta seja negativa, você deverá rasgar a carta. Termine seu post deixando claro o que resolveu fazer.

Ademais:
♥ Missão Narrada Externa Difícil para Allan P. Frey;
♥ Local: Inicialmente em NY, mas depois passará para o Augusta, a capital do Maine;
♥ Horário: 20h32min;
♥ Temperatura: Cerca de 15º C; Clima agradável, com brisas frescas;
♥ Armas no final do post em spoiler — não haverá um limite de armas, desde que seja possível carregá-las —, e o mesmo vale para poderes — separá-los em ativos e passivos, e evitar falar “considerar poderes até o nível ‘tal’”. Usou, especifique, ou o mesmo será ignorado;
♥ Dúvidas podem ser sanadas via MP, Facebook, Whatsapp, Sinal de Fumaça, Pombo Correio...
♥ Boa Sorte!

thanks juuub's @ cp!  
Zoey Montgomery
avatar
Feiticeiros  de  Circe
Mensagens :
1179

Localização :
Ilha de Circe

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {Corpse Party} — MNED para Allan P. Frey

Mensagem por Allan P. Frey em Qui 17 Nov 2016, 19:09

And if you give me what I want
Then I’ll give you what you like

-É tudo culpa do povo de Michigan. Eles só sabem foder nosso país.
Enquanto adentrava o saguão principal do prédio, Allan ouviu o comentário de um dos caipiras que estavam ali. Era verdade que o hotel não era nenhum tipo de cinco estrelas, então ele já esperava que fosse mal frequentado daquela forma.
Todavia, desde que tinha voltado da Síria aquele era o melhor lugar que tinha achado até agora, principalmente para alguém que não queria chamar a atenção.
Sua passada pelo saguão era sorrateira, não cumprimentava nem olhava para ninguém. Sempre coberto com sua jaqueta de couro, buscando não chamar atenção alguma. E sempre ele conseguiu, menos dessa vez...
-Sr. Kimoy?! Temos uma carta para o senhor. - A recepcionista gritou, chamando atenção de Allan. O nome falso era apenas mais um jeito de não chamar atenção.

Parou alguns segundos e suspirou, seguindo até o balcão e pegando o envelope. Não agradeceu ou disse qualquer coisa. Assim que o elevador se abriu, ele subiu até o 13º andar, seguindo até o quarto 1302.

Ao abrir a porta e se deparar com sua águia deitada sobre a cama, o arauto não deixou de sorrir.
-Acho que alguém está muito folgada.
A águia somente fez um barulho baixo, abrindo os olhos.
Frey se jogou ao lado da criatura, acariciando sua cabeça enquanto a águia o cobriu com uma de suas asas. Ele poderia ser visto como um insano pelos outros, mas era extremamente leal e cordial com aqueles que estavam definitivamente ao seu lado, e se alguém já tinha provado estar ao lado de Allan, esse alguém era sua águia.

Continuou acariciando a criatura enquanto observou o selo que estava na carta. O símbolo do pinheiro relembrava algo que ele não gostava. Quíron havia procurado Allan, e aquilo deixava o rapaz irritado.
-Parece que eles ainda precisam de nós para limpar a bagunça, Highway. - A fala não foi tão entusiasmada como ele queria parecer, porém, condizia com o conteúdo...
Allan não perdeu tempo lendo toda a carta. Bastou chegar ao ponto onde Quíron pedia ajuda para que ele entregasse o papel para a águia, que o engoliu por completo.
-Temos prioridades por aqui. Já priorizamos eles demais.

Embora não tivesse ficado satisfeito, a soberba de Allan o deixava feliz em saber que Quíron ainda contava com ele, e que ninguém no acampamento sabia que ele agora servia a Éris, sendo assim ele não ficaria ali sentado.
-Bem, talvez possamos fazer algo sobre isso, não é mesmo?!
Ele tinha decidido sim ir para Maine, mas isso não significava que iria ajudar o centauro, mas talvez conseguisse bagunçar um pouco mais.

Demorou pouco tempo para organizar suas coisas, estava acostumado a ir de local para local e aquele seria mais um de seus afazeres por ali. Maine não era tão longe, e Highway poderia suportar a viagem facilmente, além de que chegariam rápido no local.
Antes de deixar o quarto, Frey tomou dois elixires para que pudesse recuperar sua energia, e quando a águia se levantou e subiu na janela, ele sabia que era hora de partir.

Subiu até o topo do prédio e lá estava Highway, esperando por ele.
Logo que montou na sela, a águia levantou voou.
-Vamos para Maine!

Armas:

— {Phobia} / Lança [Arma feita de bronze sagrado e tem um rubi cravejado no meio de seu cabo, é leve e tem fácil manuseio. Sua inspiração vem da lança utilizada por Phobos. Torna-se uma pulseira de spikes no nível 20. A arma possui também uma segunda ponta. Esta é feita da presa afiada de uma dracaena, e um inimigo ferido por esse lado da arma perde cinco de HP durante três turnos. Após acabado o efeito do veneno, caso o oponente seja novamente acertado com a presa, sofrerá os efeitos do veneno normalmente, de forma que o efeito do envenenamento irá durar mais  três rodadas sendo sempre anulado ao se acabar o efeito. Oponentes que sejam imunes a venenos não serão afetados pelo efeito da presa.] {Bronze Sagrado} (Nível Mínimo: 1) {Controle sobre o Medo} [Recebimento: Presente de Reclamação de Phobos, modificado por Harry S. Sieghart] - Pulso

✞ {Panic's Mask} / Máscara [Um elmo de ferro estígio, com um desenho de caveira nele. A mandíbula fica na parte em que é possível levantar para mostrar o rosto,parecendo que a caveira está rindo. Porém, conectada a essa parte está uma máscara aterrorizante feita de magnésio sagrado, na mesma tonalidade do elmo. Quando o usuário desejar, o elmo emite pânico no oponente por duas rodadas, mas depende de seu nível(semideus) ou força(monstro). A máscara possui função telescópica, devido a uma lente que fica no olho esquerdo da mesma, permitindo seu usuário ver objetos distantes, e inimigos a longa distância. A lente alcança até quatrocentos metros.] {Magnésio Sagrado} (17) {Não controla nenhum elemento} [Forjado por Harry S. Sieghart(Máscara)/ Presente(Elmo); comprado de Anthony Romanov e att por Deimos] - Peitoral

♦ Coroa do Medo [Uma coroa de ferro e obsidiana, se tornando totalmente negra. Após Allan ter se redimido com todo o Olimpo além de ter feito vários trabalhos para provar sua lealdade a Zeus e Hera, a coroa com a benção direta de Ares, Phobos e Deimos e com a permissão de Zeus, consegue suprimir até quatro poderes usados pelo Devoto. Na prática, Allan pode usar 4 poderes da lista de Phobos (limitados à metade do seu nível) por missão sem ter nenhum gasto de energia. A coroa não permite repetição de poderes iguais, e caso seja usada em algum poder contínuo, somente irá anular o gasto inicial. Deve haver ao menos 1 turno entre uma utilização e outra da coroa.] {Ferro e obsidiana} (Nível Mínimo: 100) {Controle do Medo} - Cabeça

✞ {Angel Wings} / Asas de Empousa [Dois pares de asas negras de uma empousa. Estas, ao encostadas nas costas, se conectarão à pele(ou às roupas) e o usuário poderá voar como uma das demônios empousai.] {----} (10) {Não controla nenhum elemento} [Presente de Rafaella Crockford Gauth]

☩ Frey Harmmer [Machado com duas lâminas e cabo comprido de titânio. A arma possui sua própria aura do medo equivalente a de seu usuário e a cada golpe deixa o alvo 25% mais fraco a ataques de medo por 2 turnos, sendo acumulativo até 50%. A arma possuí o peso de um martelo pesado. Uma vez por missão, ao ser levantado contra um alvo, a arma desperta o pior medo do alvo, reduzindo sua defesa em 15%.] [Titânio e Medo] {Controle sobre o Medo} [Nível: 75] [Só pode ser empunhado por filhos de Phobos e Deimos, levando qualquer outro que o empunhar à loucura] [Recebimento: DIY avaliada por Tânatos e atualizada por Quíron] - Cintura

† Elixir da Energia (divino) [+200 EP] x 5
Elixir da Vida (divino): Recupera 200HP. x 2

— {Capa Viva} / Capa [Uma capa totalmente negra e extensa, indo até a canela de seu dono e cobrindo todo seu ombro e costas — aproximadamente 1,70m de altura. Dada por Éris a um de seus arautos, a capa perdeu a maioria de seus poderes ao ser roubada, ficando somente com um destes. A capa possui uma grande largura, para que seja puxada para frente de seu usuário ao desejo do mesmo, e compartilha a consciência com seu dono (ou seja, quando julga necessário, conversa com o mesmo sobre coisas que acontecem ao seu redor). Inicialmente feita de tecido, essa capa peculiar pode se solidificar em adamante quando o dono quiser, formando assim um escudo nas partes do corpo que estão cobertas por ela. A ativação do poder dura 5 turnos no total, sem a necessidade deles serem subsequentes (ou seja, o usuário tem a liberdade de ativá-la e desativá-la quando quiser, desde que o número de turnos utilizados não ultrapasse 5). Pode ser usado uma vez por missão/evento/trama.] {Tecido comum e adamante} {Nível 25} {Por ser um tecido vivo, só obedece ao dono e não pode ser vendida} {Recebimento: recompensa pela DIY "The End of Begin", avaliada por Perséfone e atualizada por Quíron} - costas

{Strength}/ Luvas [As luvas pretas de couro são bastante resistentes, de modo que dá ao menino 10% a mais de força, fazendo com que seja capaz de manusear armas e objetos pesados. A força é referente apenas a capacidade de carregar objetos com suas mãos, não aumentando a potencia de golpes.] {Couro} (Nível Mínimo: 10) {Nenhum elemento} [Recebimento: Missão "Testemunha Azarada", avaliada por Selene e att por Ares] - Mãos

Léton - (O anel é uma réplica do mesmo utilizado por Limos, a fome. O item possui as habilidades reduzidas em relação ao original, mas ainda assim possuindo um efeito peculiar. Apesar de ser um anel, seu poder é liberado quando o portador foca em um alvo que esteja a no máximo 10 metros. A linha de visão do suário não pode ser obstruída, a não ser por coisas que não atrapalhe a visão (vidro, etc.). Quando o poder é ativado (necessitando de uma ação para tal, mirando o alvo com a mão do anel), o alvo é abatido por uma fome monstruosa de carne fresca e sangue por duas rodadas e perde o controle de seus sentidos, querendo somente se alimentar - avançando para aquele que estiver mais próximo dele, seja aliado ou inimigo (mesmo o portador do anel pode ser afetado), desde que seja uma criatura viva. Contudo, caso não localize ou identifique ninguém que cumpra o requisito, o semideus se afastará/ gastará suas ações procurando até que encontre ou até o efeito cessar. Durante esse período qualquer tentativa de estratégias não é permitida - o alvo atacará com o que tiver disponível que possa causar mais dano, sejam armas ou poderes, mas ser ferido traz o alvo de volta à razão, bloqueando o efeito. Poderes que ainda afetam o alvo mas que não causam dano funcionam perfeitamente, desde que não dependam do alvo estar prestando atenção para tal. É um poder de compulsão, cabendo resistência a efeitos mentais e de dominação, como comandos, hipnoses e similares, funcionando de forma parecida.  O alvo deve ser de nível igual ou menor que o item, tomando esse nível como base de resistência. Um uso por ocasião. (Metal e magia) {Controle sobre a Fome} {Nível:75} [DIY:Or Hunger? Avaliada por Perséfone e atualizada por ~Eos] - Dedo

{Highway} / Águia [Grande ave de três metros de comprimento, possuindo uma envergadura com o dobro de sua extensão; por natureza, suporta facilmente o dobro de seu peso, não podendo levar mais do que dois semideuses equipados. Possui garras e bico comuns, sendo iguais aos de uma águia comum, assim como sua penugem de coloração negra.] {100/100 HP} [Recebimento: Conquistado por DIY, avaliado por Orfeu e atualizado por Ares.
   
Allan P. Frey
avatar
Filhos de Phobos
Mensagens :
543

Localização :
Brandili

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {Corpse Party} — MNED para Allan P. Frey

Mensagem por Zoey Montgomery em Sab 19 Nov 2016, 18:41



Tortured Souls

Voar para o Maine foi a parte fácil. Aparentemente seria uma viagem tranquila, uma coisa tranquila a se fazer. Bagunçar as coisas parecia divertido na visão de Allan, mas certamente seria mais divertido na visão dela. E, com toda certeza, ela iria dificultar o máximo possível as coisas para o filho de Phobos.

“Um meio sangue que do medo é filho
Chegará a seu destino sem nenhum empecilho
Porém com o coração das trevas ele não deverá brincar
Ou não se sabe se vivo retornará"


O trecho que uma canção suave soava no ar. E, de repente, um clarão.

Pontos Obrigatórios:
♥ Narre o citado acima na visão de ser personagem. Quando chegar em Augusta, você irá pousar em uma área mais afastada, perto de uma escola pública. Assim que o fizer, você sentirá que há algo de errado com a escola. Adentre-a.

♥ Caminhe um pouco pelo interior da mesma e, de repente, você começará a escutar essa "canção" descrita acima. Um clarão irá surgir de repente, cegando-o momentaneamente. Quando conseguir ver novamente, você estará em um hall de entrada de escola extremamente sujo, com armários destruídos e sapatos velhos caídos no chão. Haverá sangue no assoalho e nas paredes. Finalize seu post ai.

Ademais:
♥ Missão Narrada Externa Difícil para Allan P. Frey;
♥ Local: Inicialmente em NY, mas depois passará para o Augusta, a capital do Maine;
♥ Horário: 20h32min;
♥ Temperatura: Cerca de 15º C; Clima agradável, com brisas frescas;
♥ Armas no final do post em spoiler — não haverá um limite de armas, desde que seja possível carregá-las —, e o mesmo vale para poderes — separá-los em ativos e passivos, e evitar falar “considerar poderes até o nível ‘tal’”. Usou, especifique, ou o mesmo será ignorado;
♥ Dúvidas podem ser sanadas via MP, Facebook, Whatsapp, Sinal de Fumaça, Pombo Correio...
♥ Prazo de postagem: 10 dias
♥ Boa Sorte!

thanks juuub's @ cp!  
Zoey Montgomery
avatar
Feiticeiros  de  Circe
Mensagens :
1179

Localização :
Ilha de Circe

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {Corpse Party} — MNED para Allan P. Frey

Mensagem por Zoey Montgomery em Ter 29 Nov 2016, 21:22

Prazo ampliado em mais 10 dias a pedido do player, com as devidas justificativas apresentadas!
Zoey Montgomery
avatar
Feiticeiros  de  Circe
Mensagens :
1179

Localização :
Ilha de Circe

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {Corpse Party} — MNED para Allan P. Frey

Mensagem por Allan P. Frey em Sex 09 Dez 2016, 13:34

And if you give me what I want
Then I’ll give you what you like

Quando se passava muito tempo com um animal majestoso como uma águia acabava se adquirindo tamanha parceria que logo pareciam uma só criatura, e isso ficava evidente quando Allan e Highway voavam juntos. Tamanha sincronia fazia com que o monarca do medo e sua águia voassem sem qualquer problema no caminho até a Augusta, e é claro que para um semideus experiente como ele, isso não significava nada demais. Chegar a salvo em um local quando começava um trajeto como aqueles era o de menos. Porém, ele estava ali voluntariamente. A vida no Oriente Médio era um pouco simples demais para ele... Voltar a brincar com pessoas e situações faziam mais seu jeito, e ele estava ali para fazer isso.

Allan sobrevoava a cidade procurando um lugar no qual pudesse pousar e se preparar para o que quer que viesse a acontecer, e não demorou para que encontrasse.
Frey puxou levemente as rédeas dando um conhecido sinal para que a águia pousasse assim que avistou uma rua pequena e completamente parada. Assim a águia pousou ao lado de um cruzamento, permitindo que seu dono descesse.
-Continue por aqui na região, estou com minhas asas e qualquer coisa tentarei te chamar. Caso eu levante voo, me agarre.

Logo a águia levantou voo e começou a rodear os céus da região, cuidando e observando qualquer movimento estranho.
Frey então puxou seu machado e o segurou com a mão direita, tendo a certeza que sua capa de defesa ainda estava presa perfeitamente em seu corpo.
Aparentemente o local que tinha escolhido era sem movimento. Ele via algumas casas pichadas que pareciam ser abandonas, o fazendo imaginar que estava numa parte do subúrbio da cidade ou algo assim.
O local dali que mais chamou sua atenção foi uma grande e longa sacada de prédios que se esticava por quase um quarteirão inteiro. No fundo ele via alguns restos de o que um dia foi uma quadra esportiva.
Como sempre, o local era bastante suspeito, e obviamente que isso fez Allan adentrar.

Caminhou com leveza e de forma comum pela escadaria central com o machado em mãos. Provavelmente aquilo espantaria os alunos se a escola estivesse em aula, mas já havia um bom tempo que ele simplesmente não se importava com o que os mortais achavam. Mas por sorte deles, naquele dia ele não havia encontrado ninguém.
Talvez fosse melhor assim, já que agora ele não ligaria mais de decepar cabeça por cabeça pelo simples prazer e diversão de ouvir gritos e sentir seu corpo se sentir melhor como um parasita que se alimentava do medo alheio. Allan tinha virado um vilão não tão básico quanto os outros, mas ainda um vilão que ele tinha prometido para si mesmo que não viraria.

Perdido em seus próprios devaneios o monarca quase não se deu conta de onde estava. Allan voltou seus olhos novamente ao ambiente para focar no local, porém antes que conseguisse uma canção estranha tomou conta do local. Apesar de baixa e num tom tranquilo, parecia perturbante. Allan focou no que ouviu em relação a um coração de trevas. Antes que pensasse em algo a mais um forte flash o forçou a fechar os olhos e assim ativar seus sentidos apurados, mas mesmo assim Allan não sentiu nenhum perigo ou alguém se aproximando.
Aos poucos ele conseguia abrir os olhos novamente, e então o local já estava um pouco diferente.

Agora os armários dos estudantes estavam sujos e abertos. O local parecia ter sido depredado em alguns segundos. Sapatos e pedaços de roupas espalhados pelo chão como um cenário de algum campo de concentração nazista, e como um atrativo para o homem, as paredes, os armários e o chão tinham intensas manchas de sangue. Allan apertou o pulso em volta do machado. Estava triste por não ter sido ele quem tinha feito aquilo tudo.
Armas:

— {Phobia} / Lança [Arma feita de bronze sagrado e tem um rubi cravejado no meio de seu cabo, é leve e tem fácil manuseio. Sua inspiração vem da lança utilizada por Phobos. Torna-se uma pulseira de spikes no nível 20. A arma possui também uma segunda ponta. Esta é feita da presa afiada de uma dracaena, e um inimigo ferido por esse lado da arma perde cinco de HP durante três turnos. Após acabado o efeito do veneno, caso o oponente seja novamente acertado com a presa, sofrerá os efeitos do veneno normalmente, de forma que o efeito do envenenamento irá durar mais  três rodadas sendo sempre anulado ao se acabar o efeito. Oponentes que sejam imunes a venenos não serão afetados pelo efeito da presa.] {Bronze Sagrado} (Nível Mínimo: 1) {Controle sobre o Medo} [Recebimento: Presente de Reclamação de Phobos, modificado por Harry S. Sieghart] - Pulso

✞ {Panic's Mask} / Máscara [Um elmo de ferro estígio, com um desenho de caveira nele. A mandíbula fica na parte em que é possível levantar para mostrar o rosto,parecendo que a caveira está rindo. Porém, conectada a essa parte está uma máscara aterrorizante feita de magnésio sagrado, na mesma tonalidade do elmo. Quando o usuário desejar, o elmo emite pânico no oponente por duas rodadas, mas depende de seu nível(semideus) ou força(monstro). A máscara possui função telescópica, devido a uma lente que fica no olho esquerdo da mesma, permitindo seu usuário ver objetos distantes, e inimigos a longa distância. A lente alcança até quatrocentos metros.] {Magnésio Sagrado} (17) {Não controla nenhum elemento} [Forjado por Harry S. Sieghart(Máscara)/ Presente(Elmo); comprado de Anthony Romanov e att por Deimos] - Peitoral

♦ Coroa do Medo [Uma coroa de ferro e obsidiana, se tornando totalmente negra. Após Allan ter se redimido com todo o Olimpo além de ter feito vários trabalhos para provar sua lealdade a Zeus e Hera, a coroa com a benção direta de Ares, Phobos e Deimos e com a permissão de Zeus, consegue suprimir até quatro poderes usados pelo Devoto. Na prática, Allan pode usar 4 poderes da lista de Phobos (limitados à metade do seu nível) por missão sem ter nenhum gasto de energia. A coroa não permite repetição de poderes iguais, e caso seja usada em algum poder contínuo, somente irá anular o gasto inicial. Deve haver ao menos 1 turno entre uma utilização e outra da coroa.] {Ferro e obsidiana} (Nível Mínimo: 100) {Controle do Medo} - Cabeça

✞ {Angel Wings} / Asas de Empousa [Dois pares de asas negras de uma empousa. Estas, ao encostadas nas costas, se conectarão à pele(ou às roupas) e o usuário poderá voar como uma das demônios empousai.] {----} (10) {Não controla nenhum elemento} [Presente de Rafaella Crockford Gauth]

☩ Frey Harmmer [Machado com duas lâminas e cabo comprido de titânio. A arma possui sua própria aura do medo equivalente a de seu usuário e a cada golpe deixa o alvo 25% mais fraco a ataques de medo por 2 turnos, sendo acumulativo até 50%. A arma possuí o peso de um martelo pesado. Uma vez por missão, ao ser levantado contra um alvo, a arma desperta o pior medo do alvo, reduzindo sua defesa em 15%.] [Titânio e Medo] {Controle sobre o Medo} [Nível: 75] [Só pode ser empunhado por filhos de Phobos e Deimos, levando qualquer outro que o empunhar à loucura] [Recebimento: DIY avaliada por Tânatos e atualizada por Quíron] - Cintura

† Elixir da Energia (divino) [+200 EP] x 5
Elixir da Vida (divino): Recupera 200HP. x 2

— {Capa Viva} / Capa [Uma capa totalmente negra e extensa, indo até a canela de seu dono e cobrindo todo seu ombro e costas — aproximadamente 1,70m de altura. Dada por Éris a um de seus arautos, a capa perdeu a maioria de seus poderes ao ser roubada, ficando somente com um destes. A capa possui uma grande largura, para que seja puxada para frente de seu usuário ao desejo do mesmo, e compartilha a consciência com seu dono (ou seja, quando julga necessário, conversa com o mesmo sobre coisas que acontecem ao seu redor). Inicialmente feita de tecido, essa capa peculiar pode se solidificar em adamante quando o dono quiser, formando assim um escudo nas partes do corpo que estão cobertas por ela. A ativação do poder dura 5 turnos no total, sem a necessidade deles serem subsequentes (ou seja, o usuário tem a liberdade de ativá-la e desativá-la quando quiser, desde que o número de turnos utilizados não ultrapasse 5). Pode ser usado uma vez por missão/evento/trama.] {Tecido comum e adamante} {Nível 25} {Por ser um tecido vivo, só obedece ao dono e não pode ser vendida} {Recebimento: recompensa pela DIY "The End of Begin", avaliada por Perséfone e atualizada por Quíron} - costas

{Strength}/ Luvas [As luvas pretas de couro são bastante resistentes, de modo que dá ao menino 10% a mais de força, fazendo com que seja capaz de manusear armas e objetos pesados. A força é referente apenas a capacidade de carregar objetos com suas mãos, não aumentando a potencia de golpes.] {Couro} (Nível Mínimo: 10) {Nenhum elemento} [Recebimento: Missão "Testemunha Azarada", avaliada por Selene e att por Ares] - Mãos

Léton - (O anel é uma réplica do mesmo utilizado por Limos, a fome. O item possui as habilidades reduzidas em relação ao original, mas ainda assim possuindo um efeito peculiar. Apesar de ser um anel, seu poder é liberado quando o portador foca em um alvo que esteja a no máximo 10 metros. A linha de visão do suário não pode ser obstruída, a não ser por coisas que não atrapalhe a visão (vidro, etc.). Quando o poder é ativado (necessitando de uma ação para tal, mirando o alvo com a mão do anel), o alvo é abatido por uma fome monstruosa de carne fresca e sangue por duas rodadas e perde o controle de seus sentidos, querendo somente se alimentar - avançando para aquele que estiver mais próximo dele, seja aliado ou inimigo (mesmo o portador do anel pode ser afetado), desde que seja uma criatura viva. Contudo, caso não localize ou identifique ninguém que cumpra o requisito, o semideus se afastará/ gastará suas ações procurando até que encontre ou até o efeito cessar. Durante esse período qualquer tentativa de estratégias não é permitida - o alvo atacará com o que tiver disponível que possa causar mais dano, sejam armas ou poderes, mas ser ferido traz o alvo de volta à razão, bloqueando o efeito. Poderes que ainda afetam o alvo mas que não causam dano funcionam perfeitamente, desde que não dependam do alvo estar prestando atenção para tal. É um poder de compulsão, cabendo resistência a efeitos mentais e de dominação, como comandos, hipnoses e similares, funcionando de forma parecida.  O alvo deve ser de nível igual ou menor que o item, tomando esse nível como base de resistência. Um uso por ocasião. (Metal e magia) {Controle sobre a Fome} {Nível:75} [DIY:Or Hunger? Avaliada por Perséfone e atualizada por ~Eos] - Dedo

{Highway} / Águia [Grande ave de três metros de comprimento, possuindo uma envergadura com o dobro de sua extensão; por natureza, suporta facilmente o dobro de seu peso, não podendo levar mais do que dois semideuses equipados. Possui garras e bico comuns, sendo iguais aos de uma águia comum, assim como sua penugem de coloração negra.] {100/100 HP} [Recebimento: Conquistado por DIY, avaliado por Orfeu e atualizado por Ares.
   
Allan P. Frey
avatar
Filhos de Phobos
Mensagens :
543

Localização :
Brandili

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {Corpse Party} — MNED para Allan P. Frey

Mensagem por Zoey Montgomery em Dom 18 Dez 2016, 18:39



Tortured Souls

Aparentemente triste pela situação - mas não pelos motivos que se espera que sejam -, Allan começa a caminhar pelo lugar. Salas de aula vazias, o piso de madeira faltava em alguns pontos, formando buracos no assoalho. Carteiras caídas, cheiro de podre dos corpos que haviam no lugar.

Estripados, sem a cabeça ou olhos ou alguma outra parte do corpo. E, quando achou que não encontraria uma alma viva, avistou uma criança. Mas havia algo de errado com ela, isso qualquer um poderia perceber.

Pontos Obrigatórios:
♥ Você subirá até o segundo andar, vendo os corpos no caminho. Eles estarão de todos os jeitos - decapitados, desmembrados, etc e tal. Descreva o que viu, os cheiros, sons e tal. Depois de olhar em algumas salas de aula, quando sair de uma você verá no finla do corredor uma garotinha envolta em uma aura roxa.

♥ Ela não o atacará ou fará qualquer menção, mas ficará lhe encarando por alguns segundos, apenas para virar as costas e sair correndo na direção oposta. Você pode segui-la ou não, mas independente disso você escutará um grito vindo de onde a menina foi. Vá na direção e, quando chegar, verá a criança em cima de uma garota, tentando acertá-la com uma tesoura. Decida se vai fazer alguma coisa, mas deixe isso explícito em seu texto. Finalize seu post com sua decisão.

Ademais:
♥ Missão Narrada Externa Difícil para Allan P. Frey;
♥ Local: Inicialmente em NY, mas depois passará para o Augusta, a capital do Maine;
♥ Horário: 20h32min;
♥ Temperatura: Cerca de 15º C; Clima agradável, com brisas frescas;
♥ Imagem da garotinha: É a sem olho, ignora a outra q
♥ Armas no final do post em spoiler — não haverá um limite de armas, desde que seja possível carregá-las —, e o mesmo vale para poderes — separá-los em ativos e passivos, e evitar falar “considerar poderes até o nível ‘tal’”. Usou, especifique, ou o mesmo será ignorado;
♥ Dúvidas podem ser sanadas via MP, Facebook, Whatsapp, Sinal de Fumaça, Pombo Correio...
♥ Boa Sorte!

thanks juuub's @ cp!  
Zoey Montgomery
avatar
Feiticeiros  de  Circe
Mensagens :
1179

Localização :
Ilha de Circe

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {Corpse Party} — MNED para Allan P. Frey

Mensagem por Allan P. Frey em Qua 18 Jan 2017, 00:37

And if you give me what I want
Then I’ll give you what you like

Qualquer um que tivesse tido contato com Frey antes de sua ida para o Oriente Médio não o reconheceria mais se o vesse agora. Profundas olheiras, tatuagem em quase todo o corpo e um olhar sádico que parecia não ter começo ou fim, somente demonstrava a enorme vontade e ganancia que movia o monarca do medo.
Obviamente com o tempo se consagrar como o príncipe do medo não era suficiente para ele. Allan agora brandia seu machado e erguia sua cabeça o máximo que possível ao dizer que agora era o rei do medo. O semideus que dominava aquelee sentimento que todas as criaturas tinham com perfeita maestria. O fiel companheiro de Éris, capaz de conversar de igual para igual com a deusa. Sim, ele era isso tudo.

Talvez alguns achassem aquilo uma besteira, uma idiotice. Mas Allan sabia que para impor medo, precisava primeiro de simbolos e títulos. E felizmente aqueles que discordavam disso não tinham qualquer força para se opor ao Frey.

Allan continuou andando pelo corredor sem qualquer incomodo ou espanto com a cena caotica do local. Esperar que ele demonstrasse qualquer sentimento com aquilo era um devaneio de uma noite de verão.
Logo ele estava subindo as escadas. O cénario se prolongava para o segundo andar também e Allan continuava sem expressar qualquer sentimento que fosse. Ele não era mais o mesmo filho de Phobos de antes.

Passava rapidamente em algumas salas vendo mais destruição e mesas e cadeiras quebradas por todas elas. Não conseguia detectar com nenhum de seus poderes qualquer criatura que fosse por ali, mas isso até sair da última sala, onde voltou a segurar o machado como se estivesse pronto para derrubar o próprio tifão se necessário fosse.
Uma pequena garota agora fitava o filho de Phobos. Allan sabia que nem sempre garotinhas solitarárias eram o que aparentavam, principalmente aquele que era envolta em uma aura roxa bastante chamativa. Ou estava diante de uma semideusa ou de uma criatura mágica.

Em segundos a menina começou a correr na direção oposta ao monarca. Ele já tinha passado da idade de correr atrás de crianças, mas ainda assim seguiu a menina em passos normais.
Foi então que ele ouviu um grito feminino, e quando virou o corredor Allan avistou a garota tentando ferir outra menina que aparentava a mesma idade.

Frey ficou parado ainda segurando firme o machado pronto para qualquer movimento. Sabia de algo estranho ali e sabia que aquilo poderia não ser o que parecia. Só restou ao monarca observar e erguer uma sobrancelha enquanto esperava o desfecho daquela luta sub-15.
Armas:

— {Phobia} / Lança [Arma feita de bronze sagrado e tem um rubi cravejado no meio de seu cabo, é leve e tem fácil manuseio. Sua inspiração vem da lança utilizada por Phobos. Torna-se uma pulseira de spikes no nível 20. A arma possui também uma segunda ponta. Esta é feita da presa afiada de uma dracaena, e um inimigo ferido por esse lado da arma perde cinco de HP durante três turnos. Após acabado o efeito do veneno, caso o oponente seja novamente acertado com a presa, sofrerá os efeitos do veneno normalmente, de forma que o efeito do envenenamento irá durar mais  três rodadas sendo sempre anulado ao se acabar o efeito. Oponentes que sejam imunes a venenos não serão afetados pelo efeito da presa.] {Bronze Sagrado} (Nível Mínimo: 1) {Controle sobre o Medo} [Recebimento: Presente de Reclamação de Phobos, modificado por Harry S. Sieghart] - Pulso

✞ {Panic's Mask} / Máscara [Um elmo de ferro estígio, com um desenho de caveira nele. A mandíbula fica na parte em que é possível levantar para mostrar o rosto,parecendo que a caveira está rindo. Porém, conectada a essa parte está uma máscara aterrorizante feita de magnésio sagrado, na mesma tonalidade do elmo. Quando o usuário desejar, o elmo emite pânico no oponente por duas rodadas, mas depende de seu nível(semideus) ou força(monstro). A máscara possui função telescópica, devido a uma lente que fica no olho esquerdo da mesma, permitindo seu usuário ver objetos distantes, e inimigos a longa distância. A lente alcança até quatrocentos metros.] {Magnésio Sagrado} (17) {Não controla nenhum elemento} [Forjado por Harry S. Sieghart(Máscara)/ Presente(Elmo); comprado de Anthony Romanov e att por Deimos] - Peitoral

♦ Coroa do Medo [Uma coroa de ferro e obsidiana, se tornando totalmente negra. Após Allan ter se redimido com todo o Olimpo além de ter feito vários trabalhos para provar sua lealdade a Zeus e Hera, a coroa com a benção direta de Ares, Phobos e Deimos e com a permissão de Zeus, consegue suprimir até quatro poderes usados pelo Devoto. Na prática, Allan pode usar 4 poderes da lista de Phobos (limitados à metade do seu nível) por missão sem ter nenhum gasto de energia. A coroa não permite repetição de poderes iguais, e caso seja usada em algum poder contínuo, somente irá anular o gasto inicial. Deve haver ao menos 1 turno entre uma utilização e outra da coroa.] {Ferro e obsidiana} (Nível Mínimo: 100) {Controle do Medo} - Cabeça

✞ {Angel Wings} / Asas de Empousa [Dois pares de asas negras de uma empousa. Estas, ao encostadas nas costas, se conectarão à pele(ou às roupas) e o usuário poderá voar como uma das demônios empousai.] {----} (10) {Não controla nenhum elemento} [Presente de Rafaella Crockford Gauth]

☩ Frey Harmmer [Machado com duas lâminas e cabo comprido de titânio. A arma possui sua própria aura do medo equivalente a de seu usuário e a cada golpe deixa o alvo 25% mais fraco a ataques de medo por 2 turnos, sendo acumulativo até 50%. A arma possuí o peso de um martelo pesado. Uma vez por missão, ao ser levantado contra um alvo, a arma desperta o pior medo do alvo, reduzindo sua defesa em 15%.] [Titânio e Medo] {Controle sobre o Medo} [Nível: 75] [Só pode ser empunhado por filhos de Phobos e Deimos, levando qualquer outro que o empunhar à loucura] [Recebimento: DIY avaliada por Tânatos e atualizada por Quíron] - Cintura

† Elixir da Energia (divino) [+200 EP] x 5
Elixir da Vida (divino): Recupera 200HP. x 2

— {Capa Viva} / Capa [Uma capa totalmente negra e extensa, indo até a canela de seu dono e cobrindo todo seu ombro e costas — aproximadamente 1,70m de altura. Dada por Éris a um de seus arautos, a capa perdeu a maioria de seus poderes ao ser roubada, ficando somente com um destes. A capa possui uma grande largura, para que seja puxada para frente de seu usuário ao desejo do mesmo, e compartilha a consciência com seu dono (ou seja, quando julga necessário, conversa com o mesmo sobre coisas que acontecem ao seu redor). Inicialmente feita de tecido, essa capa peculiar pode se solidificar em adamante quando o dono quiser, formando assim um escudo nas partes do corpo que estão cobertas por ela. A ativação do poder dura 5 turnos no total, sem a necessidade deles serem subsequentes (ou seja, o usuário tem a liberdade de ativá-la e desativá-la quando quiser, desde que o número de turnos utilizados não ultrapasse 5). Pode ser usado uma vez por missão/evento/trama.] {Tecido comum e adamante} {Nível 25} {Por ser um tecido vivo, só obedece ao dono e não pode ser vendida} {Recebimento: recompensa pela DIY "The End of Begin", avaliada por Perséfone e atualizada por Quíron} - costas

{Strength}/ Luvas [As luvas pretas de couro são bastante resistentes, de modo que dá ao menino 10% a mais de força, fazendo com que seja capaz de manusear armas e objetos pesados. A força é referente apenas a capacidade de carregar objetos com suas mãos, não aumentando a potencia de golpes.] {Couro} (Nível Mínimo: 10) {Nenhum elemento} [Recebimento: Missão "Testemunha Azarada", avaliada por Selene e att por Ares] - Mãos

Léton - (O anel é uma réplica do mesmo utilizado por Limos, a fome. O item possui as habilidades reduzidas em relação ao original, mas ainda assim possuindo um efeito peculiar. Apesar de ser um anel, seu poder é liberado quando o portador foca em um alvo que esteja a no máximo 10 metros. A linha de visão do suário não pode ser obstruída, a não ser por coisas que não atrapalhe a visão (vidro, etc.). Quando o poder é ativado (necessitando de uma ação para tal, mirando o alvo com a mão do anel), o alvo é abatido por uma fome monstruosa de carne fresca e sangue por duas rodadas e perde o controle de seus sentidos, querendo somente se alimentar - avançando para aquele que estiver mais próximo dele, seja aliado ou inimigo (mesmo o portador do anel pode ser afetado), desde que seja uma criatura viva. Contudo, caso não localize ou identifique ninguém que cumpra o requisito, o semideus se afastará/ gastará suas ações procurando até que encontre ou até o efeito cessar. Durante esse período qualquer tentativa de estratégias não é permitida - o alvo atacará com o que tiver disponível que possa causar mais dano, sejam armas ou poderes, mas ser ferido traz o alvo de volta à razão, bloqueando o efeito. Poderes que ainda afetam o alvo mas que não causam dano funcionam perfeitamente, desde que não dependam do alvo estar prestando atenção para tal. É um poder de compulsão, cabendo resistência a efeitos mentais e de dominação, como comandos, hipnoses e similares, funcionando de forma parecida.  O alvo deve ser de nível igual ou menor que o item, tomando esse nível como base de resistência. Um uso por ocasião. (Metal e magia) {Controle sobre a Fome} {Nível:75} [DIY:Or Hunger? Avaliada por Perséfone e atualizada por ~Eos] - Dedo

{Highway} / Águia [Grande ave de três metros de comprimento, possuindo uma envergadura com o dobro de sua extensão; por natureza, suporta facilmente o dobro de seu peso, não podendo levar mais do que dois semideuses equipados. Possui garras e bico comuns, sendo iguais aos de uma águia comum, assim como sua penugem de coloração negra.] {100/100 HP} [Recebimento: Conquistado por DIY, avaliado por Orfeu e atualizado por Ares.
   
Allan P. Frey
avatar
Filhos de Phobos
Mensagens :
543

Localização :
Brandili

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {Corpse Party} — MNED para Allan P. Frey

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum