Percy Jackson e os Olimpianos RPG BR
Bem vindo ao maior fórum de RPG de Percy Jackson do Brasil.

Já possui conta? Faça o LOGIN.
Não possui ainda? Registre-se e experimente a vida de meio-sangue.

{Between swords and papers} Story Mode para Max King e Will Fortune

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

{Between swords and papers} Story Mode para Max King e Will Fortune

Mensagem por Will Fortune em Sex 26 Maio 2017, 02:26

Δ
between swords and papers
exist two hearts!.
Δ
SM para Max&Will
Max & Wil; Apolo & Íris

Um artefato misterioso. Um guardião. Nem todas as coisas precisam ser explicadas logo cedo, nem tudo que é predestinado a alguém chega de maneira rápida. Aquele era o momento de avançarem mais uma casa nesse intenso jogo que é a vida...

✗ PONTOS OBRIGATÓRIOS PARA WILL ✗

Narre como estava sendo o seu dia. Conte o que já havia feito até aquele horário como monitor, o que pretendia fazer no período da tarde, e não esqueça de introduzir coisas da sua trama no decorrer desse ponto.

Um sátiro irá chegar avisando que o Quíron está te chamando para a casa grande pois precisa de Will parar ir em uma missão um pouco perigosa e não quer envolver os campistas nisso devido a periculosidade do ocorrido.

Chegando lá o centauro irá começar a falar sobre um item que estava causando bastante problemas, pois todas as pessoas que tocavam nele morriam logo em seguida e Quíron sentia a necessidade de mandar alguém para lá, e Will por sempre tentar resolver as coisas com a cabeça em vez de força seria alguém indicado para aquilo.

Will estará indo para o seu chalé se preparar para a ida até o local e no caminho encontrará com Max. Tenham um breve diálogo com Will explicando para onde iria e que estava com pressa.

O ocorrido aconteceu no vale dos ventos uivantes. Narre a sua ida até lá e termine o post ouvindo um som estranho no meio da mata.

✗ PONTOS OBRIGATÓRIOS PARA MAX ✗

Narre como estava sendo o seu dia. Conte o que já havia feito até aquele horário como monitor, o que pretendia fazer no período da tarde, e não esqueça de introduzir coisas da sua trama no decorrer desse ponto.

Você acabou de sair do refeitório e estava indo em direção ao seu chalé. No caminho irá esbarrar com Will. Você irá perguntar sobre a pressa dele e ele vai explicar de maneira rápida, dizendo estar indo para uma missão de vida ou morte no vale dos ventos uivantes e ainda por cima sem reforços

Narre como se sentiu com aquelas informações. Você irá ficar preocupado com as últimas palavras dele e sua ida para uma "missão suicida". Então decidirá que irá seguir ele para que possa ajudar.

Você irá entrar no chalé de Apolo e se preparar rapidamente para seguir o filho de Íris. Assim que sair do local vai notar Will caminhando em direção ao seu objetivo, e você de maneira furtiva o seguira.

Encerre o seu turno ouvindo um barulho vindo da mata a frente e decidindo se vai se juntar de imediato com o loiro, ou se vai se manter escondido.

Δ
between swords and papers
exist two hearts!
Δ
poderes, itens e adendos
Feat. Considerações finais.
Coloque armas, poderes, observações, mascotes etc... Tudo em SPOILER. Caso contrário será ignorado.
Divida os poderes de passivos e ativos. Observações como 'Considerar todos os passivos até lvl tal' poderão ser ignoradas trazendo descontos em coerência.
Não use templates com cores cegantes, barrinhas, estreitos (400px) , ou qualquer derivados que distraiam ou atrapalhem a leitura.
Local: CHB.
Horas: 11:23.
Clima: Um pouco frio.
Prazo de 5 dias.
Story Mode para Max King & Will Fortune




Will Fortune
avatar
Curandeiros de Asclépio
Mensagens :
315

Localização :
No cu de Judas

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {Between swords and papers} Story Mode para Max King e Will Fortune

Mensagem por Will Fortune em Sab 27 Maio 2017, 17:50

Δ
between swords and papers
exist two hearts!.
Δ
SM para Max&Will
Max & Wil; Apolo & Íris

— Hey Sil! — disse o monitor assim que notou a enfermaria vazia ao entrar — Você pode me dar uma ajudinha?

— Will! Bom dia. — Silvia falava enquanto esboçava um sorriso em seus lábios — Claro. No que posso ser útil?

— Então, faz alguns dias que eu estou me sentindo exausto, mas eu não tenho muito tempo pra vir aqui dar uma geral sabe? — sorriu de canto — Hoje o dia vai ser corrido, e já estou muito cansado, então preciso de algo que dê aquele up.

— Normal se sentir assim, ainda mais por você estar se adaptando a essa nova rotina que é mais corrida do que dos campistas normais. — falou enquanto pegava duas garrafinhas em uma prateleira e entregava ao rapaz — Só tomar elas que logo, logo você vai estar se sentindo melhor.

— Obrigado maninha. — pegou os frascos e deu um beijo na bochecha dela e se virou saindo do local enquanto gritava — Sil melhor irmã do mundo!!!

Will abriu as garrafas e tomou uma de cada vez. Não fazia ideia do que era aquilo, mas se sua irmã tinha recomendado ele iria tomar sem hesitar, afinal precisava de energia e disposição par continuar o resto do dia ajudando os novatos no acampamento.

Em um momento de devaneio enquanto caminhava até o lixo para jogar o recipiente, antes cheio com remédio, pensou em Max. Fazia alguns dias que eles estavam conversando, e o loiro torcia muito para que aquilo desse em algo mais sério, o rapaz era alguém que conseguia fazer Will sorrir apenas pela presença. E claro que pensar naquilo fez ele soltar um singelo sorriso.

✗✗✗


O monitor continuaria pensando naquilo se não tivesse sido interrompido por uma sátiro o chamando ao fundo. Ele se virou para ver quando o chamava.

— William! Espera aí. — disse se aproximando do rapaz — Quíron quer falar com você... E meio que é urgente.

— Urgente? — questionou, afinal da outra vez que Quíron o chamou era pra salvar algumas pessoas de serem mortas por uma filha de Melinoe — Como assim? Aconteceu alguma coisa grave?

— Não muito. — respondeu — Ele disse que não quer envolver campistas normais, então ele quer que um monitor vá. E você é o mais apropriado, sabe? Aquele negócio de lutar com a mente.

— Ah tá. — Will riu — entendi. Irei lá agora mesmo. Obrigado.

✗✗✗


O loiro se dirigiu até a casa grande o mais rápido que conseguia. Estava curioso para saber o que aconteceu para ser tão urgente a sua chamada. Quando adentrou lá notou Quíron atrás de uma mesa olhando alguns papéis com uma cara de preocupado.

— Hey, Quíron! Mandou me chamar?

— Sim Will, entre. — falou o centauro assim que ouviu a voz dele — Preciso de sua ajuda. Preciso que vá em uma missão verificar um objeto para mim.

— Um objeto? — indagou o rapaz — Que tipo de Objeto?

— Não sabemos ao certo. A informação que temos é que é um livro. E todos que encostam nele simplesmente morrem sem nenhum motivo. Vários dos que eu mandei tiveram esse infeliz final. Não sei mais o que fazer... Você é uma das poucos opções que eu tenho.

— Ok... Quer dizer então que eu vou ir para uma missão suicida? — suspirou fundo e assentiu com a cabeça — Sem problemas. Onde fica? E que horas eu vou?

— Vale dos ventos uivantes. Na fronteira do acampamento. E precisaria ser o mais rápido possível.

Will sorriu de canto para Quíron e concordou com a cabeça. Ele se virou a caminhou em direção a saída para poder se arrumar para a sua nova missão.

✗✗✗


O rapaz corria em direção ao seu chalé para que pudesse pegar as suas armas e coisas que poderiam ser necessárias para aquela missão ao qual foi designado. Ao chegar nas trilhas notou Max num canto conversando com alguns filhos de Apolo. Will apenas sorriu para ele e continuou caminhando apressadamente.

— Will! Will! — a voz de Max surgiu logo atrás do rapaz — Calma... calma porque essa pressa toda? — ele falava segurando o loiro pelos ombros, tentando manter seu rosto diretamente virado para o dele. — Me explica tudo.

— Ai, Max... Quíron me colocou em uma missão de última hora, e ele tá apostando que eu sou o mais adequado pra essa missão, por que ela é muito perigosa e ele não quer mandar campistas normais. — disse com nervosismo e um pouco de pressa — É no vale dos ventos uivantes, com sorte, até de noite eu volto... E podemos fazer algo, se quiser.

— Vem cá — Falou enquanto envolvia o garoto em seus braços e dava um beijo em sua bochecha. — Não precisa se preocupar, você é mais forte que tudo isso.

William ficou totalmente corado e envergonhado, porém correspondeu ao abraço do moreno, o apertando com certa força e soltando um "obrigado, bebê" no ouvido dele.

— Agora preciso ir. — deu um beijo na testa do garoto e se soltou dos seus braços — Se cuida.

Ele voltou a caminhar até que chegou no chalé de Íris. De forma apressada ele saiu pegando todos os seus pertences que poderiam ser úteis na missão. Desde sua capa e espada até o seu anel. Não sabia ao certo o que esperar de tudo aquilo.

✗✗✗


Will pegou um dos cavalos do estábulo emprestado pra poder chegar mais rápido ao local. Afinal caso o cavalo retornasse sozinho, saberiam que ele havia morrido e poderia ir mandar outra pessoas para terminar a missão.

Chegou de maneira rápida nos vale dos ventos uivantes. Deixou o cavalo descansando em um canto e entrou no meio das árvores e rochas do lugar. Mas toda a sua atenção foi voltada para um enorme estrondo no meio do mato. Will saco sua espada apenas para garantir que se algo o atacasse teria um pequena chance de se defender.

Δ
between swords and papers
exist two hearts!
Δ
poderes, itens e adendos
Feat. Considerações finais.
✗Observações✗


Os itens Elixir da Energia (titânico): Recupera 100EP e Elixir da Vida (titânico): Recupera 100HP foram usados no começo do post. HP e MP alterados para 200/210 HP e 200/210 MP

✗Arsenal✗


♦ Faca [Sua lâmina bronzeada mede cerca de 24 cm, e seu cabo tem o mesmo comprimento padrão. É bastante afiada e é perfeita para ataque ágeis e rápidos. O bom desta arma é sua eficiência tanto para mãos hábeis quanto para manuseios mais inexperientes, pois é uma arma curta, fácil de esconder e ao mesmo tempo fácil de manusear. Seu punho é feito de aço, mas uma camada de couro escuro cobre o aço para que o usuário possa segurá-la firmemente. Na parte inferior da lâmina, próxima ao cabo, há entalhado as siglas do Acampamento "CHB"; uma propriedade que só os meio-sangues e criaturas místicas podem ter e usar (ajuda um pouco na destreza)] {Bronze, aço e couro} (Nível mínimo: 1) {Nenhum elemento} [Recebimento: Administração; item inscrição padrão do fórum]

{Prism}/ Pingente de cristal [Colar com pingente de cristal multifacetado tem cerca de 5cm de comprimento, servindo para canalizar alguns poderes do filho de Íris. Adicionalmente, o cristal apresenta propriedades específicas. Uma vez por missão o filho de Íris pode usá-lo para praticar cristalomancia - uma espécie de adivinhação. Para isso, ele deve estar em um local calmo e se concentrar, não podendo realizar outras ações além de observar o pingente. Segurando o colar pendurado sobre a palma da mão, o filho de Íris pode fazer uma pergunta que exija uma indicação imediata, sendo respondido pelos movimentos do pêndulo. O cristal não define cursos de ações específicos - como o próximo turno em uma luta, por exemplo, nem pensamentos e ações alheias - então, se perguntasse "Fulano vai me atacar?" o cristal nada responderia, mas uma pergunta genérica e focada no semideus como "Vou sofrer um ataque esta noite?" pode ser respondida. As perguntas possíveis devem ser respondidas somente com sim/ não, ou indicações diretas - por exemplo, em uma bifurcação, se perguntado qual melhor caminho o pêndulo apontaria para o que aparentemente possui menor risco. Apenas 3 perguntas por missão.]{Cristal} (Nível Mínimo: 1) [Recebimento: Presente de Reclamação de Íris]

{Glow}/ Pulseira de contas [Aparentemente uma pulseira comum, com contas de cores vivas que brilham no escuro com cores neon. Contudo, cada conta pode ser removida, sendo usada como uma granada luminosa. Elas podem ser lançadas a até 10m de distância, criando um clarão que não provoca danos, mas cega os oponentes afetados em uma área de 3m de raio do ponto de impacto. Adicionalmente, estas contas também podem ser utilizadas como fonte luminosa para a criação de poderes, sendo que cada conta após retirada age como um globo de luz de "Fotocinese". Independente do uso, no máximo 3 contas podem ser utilizadas por missão.]{Contas de cristal} (Nível Mínimo: 1) [Recebimento: Presente de Reclamação de Íris]

{Rainbow} /Espada longa [Feita de bronze sagrado, possui cerca de 80cm de lâmina. De aspecto elegante, sua cor é de um prata cromado, o que indica algum tipo de tintura. Possui uma guarda de mão recurvada, lembrando mais a guarda de um sabre do que de uma espada, com o cabo recoberto com couro branco, mas com fitas coloridas entrelaçadas no centro. No nível 20, torna-se uma "mecha", que na verdade é um aplique de cabelo, numa das cores do arco-íris; não faz parte do cabelo do semideus, é como uma presilha colocada logo no couro cabeludo.] {Bronze sagrado e tecido} (Nível Mínimo: 1) [Recebimento: Presente de Reclamação de Íris]

{Flames} / Anel [Espólio por ter vencido o enfrentamento contra o filho de Héstia. Feito de bronze sagrado e forjado para parecer um aro de chamas, a peça brilha como fogo quando o semideus está em situação de perigo.] {Materiais utilizados: bronze sagrado} (Nível Mínimo: 6) {Elemento controlado: Luz} [Recebimento pela missão "Desafio da Arena", avaliada e atualizada por Hécate.]

♠ {Ethereous} / Capa [Capa de seda branca muito fina e longa, suave ao toque e dotada de uma magia capaz de manter as pessoas ligeiramente amedrontadas, mas este não é seu poder principal. Uma vez por missão/evento, quando solicitado pelo dono, pode fazê-lo flutuar a até 3m do chão e planar em velocidade duas vezes maior do que os passos normais de um ser humano.] {Materiais utilizados: seda} (Nível Mínimo: 11) {Elemento controlado: ar} [Recebimento pela missão "Some Weird Things In That Forest", avaliada e atualizada por Hécate.]

✗Poderes Ativos✗

--

✗Poderes Passivos✗

--


Will Fortune
avatar
Curandeiros de Asclépio
Mensagens :
315

Localização :
No cu de Judas

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {Between swords and papers} Story Mode para Max King e Will Fortune

Mensagem por Max King em Dom 28 Maio 2017, 02:46



Between Swords And Papers
Will - Wearing

Eu tinha acordado cedo, assim como todos os dias, abrindo os olhos junto com os primeiros raios de sol, e assim eram também os meus irmãos, todos acordavam cedo. Por consequência o banheiro ficava congestionado, como sempre eu ficava deitado olhando para teto, esperando o tempo passar e meus irmãos desocuparem o banheiro.

Durante a manhã o Chalé de Apollo iria fazer um treinamento coletivo de arco e flecha. Todos nós fomos para o campo de tiro, e os mais experientes ensinavam os mais novos em como atirar, se movimentar. Eu fiquei responsável por dois garotos de 13 anos, Kyle e Martin. Levou 30 minutos para que eu ensinasse para os dois como segurar um arco, e mais 30 para que eu convencesse os dois a não atirar uma flecha no rosto um do outro.

O resto da manhã foi centrado na aula, técnicas de arquearia, posicionamento e mira. Os dois garotos deram um pouco de trabalho, eu tinha que mantê-los comportados durante o treinamento, o que me fez gastar um pouco de energia extra. Quando tudo terminou as Onze horas da manhã, eu queria colocar uma corda no pescoço dos dois pestinhas e enforca-los na árvore mais próxima.

Juntamos todos os equipamentos e voltamos para o acampamento, logo chegaria a hora do almoço. A multidão de filhos de Apolo voltando para o chalé todos juntos perdidos em suas conversas e em seu próprio mundo. Eu só queria voltar para o chalé e esperar pelo almoço, no meio do caminho eu avistava Will eu falava com um dos meus irmãos que eu iria até um lugar e que eles não me esperassem.

— Will! Will! — Eu chamava a atenção do garoto que parecia distraído e muito apressado. — Calma... calma porque essa pressa toda? — Eu falava segurando-o pelos ombros, tentando manter seu rosto diretamente para o meu. — Me explica tudo.

Ele me explicaria que tinha sido colocado numa missão de última hora por Quíron, ele tinha que ir o mais rápido possível, era uma missão perigosa e todas as fichas do centauro estavam apostadas nele. Dava pra ver que ele estava nervoso e com pressa, ele tinha muita coisa na cabeça.

— Vem cá — Falava eu enquanto envolvia o garoto em meus braços e dava um beijo em sua bochecha. — Não precisa se preocupar, você é mais forte que tudo isso.

E então o deixei ir libertando-o e deixando-o ir, sem saber se eu o veria novamente. Ao menos era isso que eu o faria pensar. Ele tinha uma missão de vida ou morte, no vale dos ventos uivantes e eu ficaria quieto, dentro do acampamento, sem fazer nada? Ele deveria me conhecer melhor que isso. Esperei que ele ficasse fora do meu campo de visão e que eu também estivesse fora do dele e corri para o Chalé número 7. Assim que cheguei, empurrando dois dos meus irmãos para o lado por conta da pressa.

— BOM DIA PRA VOCÊ TAMBÉM! — Gritava um deles

— Desculpa! — Eu respondia já abrindo o baú na frente da minha cama e pegando meu equipamento.

— Alguma coisa aconteceu Max? — Perguntava uma das minhas irmãs que via eu me tornando um arsenal humano.

— Não, nada com o que se preocupar, eu só vou sair numa aventura. — Falava dando uma piscadela para ela.

Quando terminei verifiquei se tinha tudo que precisava. Meu arco e aljava estavam juntos nas minhas costas. Shine, um escudo pequeno em minha mão esquerda, Glass em minha cintura e Clave amarrada em minha perna direita perto do calcanhar. Assim que estava pronto sairia em direção ao chalé de íris tentando ficar escondido, mas antes de colocar o pé para fora do chalé sete consegui ver Will andando rapidamente, me escondi entre as portas do chalé até que ele passasse e assim que o fizesse o seguiria.

Tentava fazer o mínimo de barulho e diminuir a minha presença no local, enquanto ainda houvesse pessoas do acampamento para me camuflar eu o faria, me misturando brevemente entre cada pequeno grupo de pessoas, e cuidado para que ele não tivesse uma visão clara do meu rosto em nenhum momento.

A pior parte foi quando ele entrou no estábulo, estava ficando com certa raiva dele. “Ele vai mesmo pegar um cavalo? Que merda, ele não sabe brincar mesmo, me dá uma chance! ” Quando ele passou com o cavalo me escondi atrás da porta aberta, eu não conseguiria segui-lo daquela forma, mas a parte boa é que não precisava. Afinal eu sabia para onde ele estava indo, o vale dos ventos uivantes, assim eu peguei um atalho pela mata, talvez eu não chegasse mais cedo que ele, mas com certeza conseguiria acompanhar.

Assim que cheguei no local, consegui pegar o rastro dele e logo ele já estava na minha linha de visão. Mesmo tendo que manter minha atenção em Will, para que não o perdesse de vista eu continuaria tentando manter minha atenção ao meu redor, as folhas e caules das árvores que me davam cobertura. E por sorte ou por conta dessa atenção, ouvia um barulho vindo da mata a frente, eu não conseguia ver o que era, mas tinha um sentimento ruim, algo que me dizia que era algo perigoso. Eu me levantava e andava até o garoto, não sabia como ele se comportaria, talvez tentaria me impedir, mas não importava, eu não iria voltar, tínhamos que cuidar do barulho agora.

Passivas:
-
Ativas:
-
Armas:
{Shine} / Escudo [Este broquel auxilia na defesa sem atrapalhar o uso do arco e flechas. Redondo e de cor dourada, com entalhes que lembram o sol, é leve o bastante para um arqueiro, porém não tão resistente quanto um escudo comum. É feito de bronze sagrado.] {Bronze sagrado} (Nível Mínimo: 1) [Recebimento: Presente de Reclamação de Apolo]

{Bright} / Arco longo [Arco feito de bronze sagrado, de cor dourada,  com detalhes em seu decorrer pintados em branco. Elegante, aparenta a mesma graça que seus portadores, feitos na medida para os filhos de Apolo. No nível 20 transforma-se na metade de um pingente em forma de sol, que encaixa-se com Perfection] {Bronze sagrado} (Nível Mínimo: 1) [Recebimento: Presente de Reclamação de Apolo]

{Perfection} / Aljava [Aljava de couro trabalhado, com engastes de bronze sagrado. Contém flechas infinitas - são comuns, de olmo e bronze sagrado, mas de acabamento fino. No nível 20 transforma-se na metade do pingente em forma de sol que encaixa-se com Bright] {Couro e bronze sagrado; olmo e bronze sagrado} (Nível Mínimo: 1) [Recebimento: Presente de Reclamação de Apolo]

{Glass} / Espada [Arma comum, com uma lâmina de 70cm feita de alumínio extremamente polido e capaz de refletir o que estiver perto do semideus em um raio de 2m. O punho com 15cm de ouro possui diversos rubis e um maior do que as outras pedras na ponta. pela quantidade de jóias cravejadas na base de ouro, a espada é um pouco mais pesada do que o normal, exigindo certa maestria no manuseio.] {Alumínio, ouro e rubis} (Nível mínimo: 3) [Nenhum Elemento] [Recebido pela missão ''First Blood", avaliada por Apolo e atualizada por ~Eos]

{Clave} / Faca [Uma faca Bowie de aço. O cabo da arma é feito de madeira envernizada, que cabe perfeitamente na mão do usuário. No lado oposto ao gume da lâmina existe um lado serrilhado que inclina-se levemente, tornando-se, nesse ponto, afiada. A faca possui 27 cm e é leve, graças ao aço. É perfeita para ataques perfurantes. A arma foi tomada de um filho de Ares, como recompensa.] {Aço e madeira} (Nível mínimo: 5) {Nenhum elemento} [Recebimento: Missão "She's a Modern Lover", avaliada por Hades e atualizada por Psiquê.]

Thanks Panda
Max King
avatar
Filhos de Apolo
Mensagens :
144

Localização :
Onde estou?

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {Between swords and papers} Story Mode para Max King e Will Fortune

Mensagem por Will Fortune em Dom 28 Maio 2017, 19:43

Δ
between swords and papers
exist two hearts!.
Δ
SM para Max&Will
Max & Wil; Apolo & Íris

O som sumiu com a mesma velocidade com que tinha surgido, a floresta por sinal estava silenciosa, cercada apenas por alguns lugares com pouca neve e o único barulho audível era o vento passando por entre as montanhas. A única presença naquele local era dos semideuses.

✗ PONTOS OBRIGATÓRIOS ✗

Ambos agora estão juntos. Will irá narrar como se sentiu ao perceber o filho de Apolo ali e como reagiria naquele momento. Max irá se explicar para o rapaz, para que não fique mal entendido entre eles.

O mesmo barulho será escutado por ambos antes mesmo que eles possam continuar a conversa. Um rugido estrondoso será emitido de uma caverna perto deles, com um brilho intenso de cor rosa saindo de lá.

Curiosos para saber o que erá ambos irão entrar lá. Will notará ao longe um livro em cima de um pilar feito de rubi. O resto da parte interna da caverna é feita do mesmo material do pilar.

Ao chegarem perto do tal livro o rugido irá surgir novamente, e dessa vez será mais perto deles. Uma respiração pesada irá começar a encostar nas costas dos semideuses, e ao se virarem notarão um enorme leão vermelho feito de rubi. Terminem o post ficando prontos para poder atacar.

Δ
between swords and papers
exist two hearts!
Δ
poderes, itens e adendos
Feat. Considerações finais.
Coloque armas, poderes, observações, mascotes etc... Tudo em SPOILER. Caso contrário será ignorado.
Divida os poderes de passivos e ativos. Observações como 'Considerar todos os passivos até lvl tal' poderão ser ignoradas trazendo descontos em coerência.
Não use templates com cores cegantes, barrinhas, estreitos (400px) , ou qualquer derivados que distraiam ou atrapalhem a leitura.
Local: Vale dos ventos uivantes
Horas: 12:00.
Clima: Um pouco frio.
Prazo de 5 dias.
Story Mode para Max King & Will Fortune




Will Fortune
avatar
Curandeiros de Asclépio
Mensagens :
315

Localização :
No cu de Judas

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {Between swords and papers} Story Mode para Max King e Will Fortune

Mensagem por Will Fortune em Sab 03 Jun 2017, 15:28

Δ
between swords and papers
exist two hearts!.
Δ
SM para Max&Will
Max & Wil; Apolo & Íris

— Max? — disse Will surpreso ao ver o rapaz se aproximar — O que você faz aqui??

— Não podia deixar você vir sozinho nessa missão... Como você mesmo disse, uma missão suicida. — respondeu.

— Pô Max... E se algo acontecer com você? O que eu vou fazer? — disse meio triste, fitando o garoto — Você não deveria ter vindo. Vou me sentir na obrigação de te proteger.

Will respirou e abraçou Max com uma das mãos já que a outra estava com a espada.

— Tudo bem. — suspirou enquanto o soltava — Mas se algo acontecer com você, saiba que eu não irei me perdoar.

Antes que os rapazes pudessem continuar a conversa o rugido surgiu novamente. Will encarava cada centímetro daquela floresta mas não encontrava sequer um animal ali. Porém ao fundo uma luz rosa podia ser notada saindo de dentro de uma caverna, que por sinal não era para existir naquela região, mas resolveu ignorar esse fato e ir até lá.

— Vamos lá! Só não saia de perto de mim. — disse enquanto caminhava até o local.

Ao entrarem lá o filho de Íris entendeu o por que da cor rosada sair de lá. O local inteiro era feito por rubi e já que raios de luz não entravam diretamente lá o reflexo não saia vermelho com o material de fato era.

Ao fundo tinha um pilar baixo feito também de rubi e logo a cima dele tinha umas espécie de grimório. Will logo deduziu que seria o tal livro que Quíron falava. Sua mão quase que involuntariamente se erguia na direção daquele objeto. Mas antes que pudesse tocá-lo o rugido surgiu novamente. Uma respiração pesada, grande e quente batia em suas costas.

Eles se viraram e foi então que deram de cara com aquela criatura. Era uma espécie de leão porém não era feito de pelos e sim inteiramente de rubi como o resto daquela caverna. Ele era enorme e bem maior que os dois semideuses mesmo estando sobre as quatro patas.

Will girou sua espada na mão pronto para atacar.

— Max, se prepara... A gente tá um pouco ferrado.

Δ
between swords and papers
exist two hearts!
Δ
poderes, itens e adendos
Feat. Considerações finais.
✗Observações✗


Os itens Elixir da Energia (titânico): Recupera 100EP e Elixir da Vida (titânico): Recupera 100HP foram usados no começo do post. HP e MP alterados para 200/210 HP e 200/210 MP

✗Arsenal✗


♦ Faca [Sua lâmina bronzeada mede cerca de 24 cm, e seu cabo tem o mesmo comprimento padrão. É bastante afiada e é perfeita para ataque ágeis e rápidos. O bom desta arma é sua eficiência tanto para mãos hábeis quanto para manuseios mais inexperientes, pois é uma arma curta, fácil de esconder e ao mesmo tempo fácil de manusear. Seu punho é feito de aço, mas uma camada de couro escuro cobre o aço para que o usuário possa segurá-la firmemente. Na parte inferior da lâmina, próxima ao cabo, há entalhado as siglas do Acampamento "CHB"; uma propriedade que só os meio-sangues e criaturas místicas podem ter e usar (ajuda um pouco na destreza)] {Bronze, aço e couro} (Nível mínimo: 1) {Nenhum elemento} [Recebimento: Administração; item inscrição padrão do fórum]

{Prism}/ Pingente de cristal [Colar com pingente de cristal multifacetado tem cerca de 5cm de comprimento, servindo para canalizar alguns poderes do filho de Íris. Adicionalmente, o cristal apresenta propriedades específicas. Uma vez por missão o filho de Íris pode usá-lo para praticar cristalomancia - uma espécie de adivinhação. Para isso, ele deve estar em um local calmo e se concentrar, não podendo realizar outras ações além de observar o pingente. Segurando o colar pendurado sobre a palma da mão, o filho de Íris pode fazer uma pergunta que exija uma indicação imediata, sendo respondido pelos movimentos do pêndulo. O cristal não define cursos de ações específicos - como o próximo turno em uma luta, por exemplo, nem pensamentos e ações alheias - então, se perguntasse "Fulano vai me atacar?" o cristal nada responderia, mas uma pergunta genérica e focada no semideus como "Vou sofrer um ataque esta noite?" pode ser respondida. As perguntas possíveis devem ser respondidas somente com sim/ não, ou indicações diretas - por exemplo, em uma bifurcação, se perguntado qual melhor caminho o pêndulo apontaria para o que aparentemente possui menor risco. Apenas 3 perguntas por missão.]{Cristal} (Nível Mínimo: 1) [Recebimento: Presente de Reclamação de Íris]

{Glow}/ Pulseira de contas [Aparentemente uma pulseira comum, com contas de cores vivas que brilham no escuro com cores neon. Contudo, cada conta pode ser removida, sendo usada como uma granada luminosa. Elas podem ser lançadas a até 10m de distância, criando um clarão que não provoca danos, mas cega os oponentes afetados em uma área de 3m de raio do ponto de impacto. Adicionalmente, estas contas também podem ser utilizadas como fonte luminosa para a criação de poderes, sendo que cada conta após retirada age como um globo de luz de "Fotocinese". Independente do uso, no máximo 3 contas podem ser utilizadas por missão.]{Contas de cristal} (Nível Mínimo: 1) [Recebimento: Presente de Reclamação de Íris]

{Rainbow} /Espada longa [Feita de bronze sagrado, possui cerca de 80cm de lâmina. De aspecto elegante, sua cor é de um prata cromado, o que indica algum tipo de tintura. Possui uma guarda de mão recurvada, lembrando mais a guarda de um sabre do que de uma espada, com o cabo recoberto com couro branco, mas com fitas coloridas entrelaçadas no centro. No nível 20, torna-se uma "mecha", que na verdade é um aplique de cabelo, numa das cores do arco-íris; não faz parte do cabelo do semideus, é como uma presilha colocada logo no couro cabeludo.] {Bronze sagrado e tecido} (Nível Mínimo: 1) [Recebimento: Presente de Reclamação de Íris]

{Flames} / Anel [Espólio por ter vencido o enfrentamento contra o filho de Héstia. Feito de bronze sagrado e forjado para parecer um aro de chamas, a peça brilha como fogo quando o semideus está em situação de perigo.] {Materiais utilizados: bronze sagrado} (Nível Mínimo: 6) {Elemento controlado: Luz} [Recebimento pela missão "Desafio da Arena", avaliada e atualizada por Hécate.]

♠ {Ethereous} / Capa [Capa de seda branca muito fina e longa, suave ao toque e dotada de uma magia capaz de manter as pessoas ligeiramente amedrontadas, mas este não é seu poder principal. Uma vez por missão/evento, quando solicitado pelo dono, pode fazê-lo flutuar a até 3m do chão e planar em velocidade duas vezes maior do que os passos normais de um ser humano.] {Materiais utilizados: seda} (Nível Mínimo: 11) {Elemento controlado: ar} [Recebimento pela missão "Some Weird Things In That Forest", avaliada e atualizada por Hécate.]

✗Poderes Ativos✗

--

✗Poderes Passivos✗

--


Will Fortune
avatar
Curandeiros de Asclépio
Mensagens :
315

Localização :
No cu de Judas

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {Between swords and papers} Story Mode para Max King e Will Fortune

Mensagem por Max King em Dom 04 Jun 2017, 00:02



Between Swords And Papers
Will - Wearing

— Max? — Falava ele com um tom surpreso na voz, enquanto eu me aproximava. — O que você faz aqui?

— Eu não podia você vir sozinho nessa missão… Como você mesmo disse é uma missão suicida — Eu respondia como se aquilo fosse óbvio.

— Pô max… E se algo acontecer com você? Oque eu vou fazer? — Respondia o homem com certa preocupação na voz, que para mim era desnecessária. — Você não deveria ter vindo, Agora eu vou me sentir na obrigação de te proteger. — Minha primeira reação foi rir mas segurei a reação e só deixei um grande suspiro sair da minha boa. Ele me abraçava, eu respondia mentalmente. “Que eu vim te proteger, você saiu numa missão mortal sem ao menos pensar duas vezes, até parece que quer morrer. ”.

Um som novamente invadia os nossos ouvidos, eu havia ouvido antes, e tinha pensado que era um tipo de explosão, mas agora eu conseguia ouvir com mais clareza e parecia muito com um rugido. Eu olhava para os lados a procura da fonte do som, mas não o encontrava. Will parecia ter encontrado algo, e com o jeito protetor dele falava para que eu não me separasse dele.

O segui com a minha mão no cabo de glass, qualquer coisa que acontecesse eu sacaria a espada e atacaria sem perda de tempo. Quando menos percebi estávamos na entrada de uma caverna. Will ficou observando a entrada por um longo período de tempo. E então quando eu prestei mais atenção o interior parecia ser feito em vidro vermelho, numa olhada mais precisa percebi que estava errado. Eram rubis.

Descemos para dentro da caverna até que encontramos um pilar do mesmo material que a caverna. Em cima desse pilar havia um livro, talvez nossa missão fosse recuperar esse livro. Tentei segurar o braço de Will para que ele não corresse até o pilar, mas fui lento demais e só me restou acompanhá-lo até perto do grimório. Nossa sorte… não haviam armadilhas. Ele levantava a mão para tentar pegar o livro e em minha cabeça um pensamento já passava. “Era isso? Era essa a missão mortal? Will é muito dramático mesmo.”

Então eu sentia uma respiração quente nas costas da minha cabeça e logo depois um rugido. dessa vez mais baixo, mas agora também mais perto. A respiração era como um ventilador no verão, jogando ar quente e úmido no meu corpo. Me virei e não acreditei no que estava vendo diante dos meus olhos. Era um leão gigante muito maior que nós dois, suas presas saltavam para fora da boca e suas garras pareciam adagas, sua juba farta e grande mostrava sua grandiosidade.

Só que havia algo de muito diferente nessa criatura. Era era feita inteiramente de Rubis, suas pele, seus pelos e até mesmo os pelos da sua juba. Suas presas e garras pareciam adagas afiadas feitas de cristal vermelho, a grandiosidade da criatura me deixava ao mesmo tempo impressionado e assustado.

— Max se prepara… a gente está um pouco ferrado. — Falava Will.

— Querido… Eu acredito que a palavra que você tá procurando é: Estamos fodidos. — Eu respondia retirando glass e apontando para o monstro. — Mas ainda não estamos perdidos.

Passivas:
-
Ativas:
-
Armas:
{Shine} / Escudo [Este broquel auxilia na defesa sem atrapalhar o uso do arco e flechas. Redondo e de cor dourada, com entalhes que lembram o sol, é leve o bastante para um arqueiro, porém não tão resistente quanto um escudo comum. É feito de bronze sagrado.] {Bronze sagrado} (Nível Mínimo: 1) [Recebimento: Presente de Reclamação de Apolo]

{Bright} / Arco longo [Arco feito de bronze sagrado, de cor dourada,  com detalhes em seu decorrer pintados em branco. Elegante, aparenta a mesma graça que seus portadores, feitos na medida para os filhos de Apolo. No nível 20 transforma-se na metade de um pingente em forma de sol, que encaixa-se com Perfection] {Bronze sagrado} (Nível Mínimo: 1) [Recebimento: Presente de Reclamação de Apolo]

{Perfection} / Aljava [Aljava de couro trabalhado, com engastes de bronze sagrado. Contém flechas infinitas - são comuns, de olmo e bronze sagrado, mas de acabamento fino. No nível 20 transforma-se na metade do pingente em forma de sol que encaixa-se com Bright] {Couro e bronze sagrado; olmo e bronze sagrado} (Nível Mínimo: 1) [Recebimento: Presente de Reclamação de Apolo]

{Glass} / Espada [Arma comum, com uma lâmina de 70cm feita de alumínio extremamente polido e capaz de refletir o que estiver perto do semideus em um raio de 2m. O punho com 15cm de ouro possui diversos rubis e um maior do que as outras pedras na ponta. pela quantidade de jóias cravejadas na base de ouro, a espada é um pouco mais pesada do que o normal, exigindo certa maestria no manuseio.] {Alumínio, ouro e rubis} (Nível mínimo: 3) [Nenhum Elemento] [Recebido pela missão ''First Blood", avaliada por Apolo e atualizada por ~Eos]

{Clave} / Faca [Uma faca Bowie de aço. O cabo da arma é feito de madeira envernizada, que cabe perfeitamente na mão do usuário. No lado oposto ao gume da lâmina existe um lado serrilhado que inclina-se levemente, tornando-se, nesse ponto, afiada. A faca possui 27 cm e é leve, graças ao aço. É perfeita para ataques perfurantes. A arma foi tomada de um filho de Ares, como recompensa.] {Aço e madeira} (Nível mínimo: 5) {Nenhum elemento} [Recebimento: Missão "She's a Modern Lover", avaliada por Hades e atualizada por Psiquê.]

Thanks Panda
Max King
avatar
Filhos de Apolo
Mensagens :
144

Localização :
Onde estou?

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {Between swords and papers} Story Mode para Max King e Will Fortune

Mensagem por Hécate em Qua 12 Jul 2017, 23:41


Between Swords and Papers - AVALIAÇÃO

sm de max king e will fortune


Hi, boys!
É uma verdadeira pena que vocês não tenham completado essa Story Mode, a história estava boa e fiquei com vontade de saber como ela se desenrolaria. Avaliei os posts de vocês e vou colocar aqui as observações que fiz por turno (conforme manda o tópico de Sistema de Story Mode). O xp final que ambos ganharão se dá pela somatória do adquirido em cada turno. Vamos lá!

Will Fortune:
1º turno:

Começando com você por conta da ordem de postagem, devo dizer que gostei da ambientação que você deu ao personagem (até porque me envolveu, né? -q), deixando claro o tipo de participação que ele tem no acampamento, mesmo sem se delongar demais em explicações cansativas. Estes são os pontos positivos.

Já os negativos, incluem algo que é meio chato de aprender, mas que fica fácil com a prática. Trata-se do uso da pontuação e das letras maiúsculas relacionadas ao uso do travessão. Veja bem, podemos usar as seguintes "configurações" para uma fala:

1) "— Fala propriamente dita, sem pontuação final (ponto, exclamação, interrogação) — retomada de narração com inicial minúscula (a menos que seja um nome próprio, claro), finalizada com pontuação."

2) "— Fala propriamente dita, com pontuação final (ponto, exclamação, interrogação)./!/? — Retomada de narração com inicial maiúscula, finalizada com pontuação."

Agora veja no que você errou, tomando a primeira fala do seu texto como exemplo:

@Will Fortune escreveu:— Hey Sil! — disse o monitor assim que notou a enfermaria vazia ao entrar — Você pode me dar uma ajudinha?

Percebeu a mistura das duas configurações? Veja a frase corrigida:

Will Fortune - corrigida escreveu:— Hey, Sil! — Disse o monitor assim que notou a enfermaria vazia ao entrar. — Você pode me dar uma ajudinha?

A narração foi retomada com letra maiúscula e finalizada com ponto. Além disso, uma vírgula foi incluída logo depois de "Hey", já que o nome a seguir é um vocativo. Houve alguns erros com vírgula, semelhantes a este da fala acima, ao longo do texto também. Atente-se a estes detalhes nas suas próximas narrações e evite descontos por gramática.

A avaliação do turno ficou assim:
- Coerência: 50/50;
- Coesão, estrutura e fluidez: 24/25;
- Objetividade e adequação à proposta: 15/15;
- Ortografia e organização: 8/10;
- Total: 98 xp

2º turno:
Já no segundo turno, gostei das reações do seu personagem e de como você mostrou os sentimentos dele e a preocupação com Max. Em relação aos pontos negativos, além de repetir os erros gramaticais do primeiro (o que é compreensível, afinal não houve correção entre a postagem de um e outro), houve uma incoerência em relação ao enredo.

Veja bem, a menção de ser uma "missão suicida" só ocorreu durante a conversa com Quíron. Porém, quando Max e Will se encontram, o diálogo mostra que o filho de Apolo sabia do risco que o de Íris corria. Como? Na primeira conversa dos dois, na trilha de chalés, Will disse apenas que seria uma missão difícil e que, com sorte, estaria de volta à noite. Também houve uma certa repetição de palavras, o que afeta diretamente a fluidez do texto. Detalhes são importantes, lembre-se disso.

A avaliação do turno ficou assim:
- Coerência: 49/50;
- Coesão, estrutura e fluidez: 24/25;
- Objetividade e adequação à proposta: 15/15;
- Ortografia e organização: 8/10;
- Total: 96 xp

Conclusão:
Total de xp: 194
Condições finais: HP 200/230, MP 200/230

Max King:
1º turno:

Agora é sua vez, Max! começo dizendo que também gostei da ambientação dada ao seu personagem, também feita de forma simples e nem um pouco cansativa, deixando muito claro o papel que o filho de Apolo cumpre no acampamento, mais especificamente em seu chalé. Parabéns, estes foram os pontos positivos.

Os pontos negativos do seu texto estão: no uso da vírgula, principalmente antes do conectivo "e". Por várias vezes você colocou uma vírgula desnecessária na narração, o que compromete a qualidade do texto. Veja:

Max King - frase 1 escreveu:Todos nós fomos para o campo de tiro, e os mais experientes ensinavam os mais novos em como atirar, se movimentar.

Max King - frase 2 escreveu:Levou 30 minutos para que eu ensinasse para os dois como segurar um arco, e mais 30 para que eu convencesse os dois a não atirar uma flecha no rosto um do outro.

Nos dois casos, a vírgula antes do "e" é desnecessária. Bônus de correção na primeira frase:

Max King - frase 1 corrigida escreveu:Todos nós fomos para o campo de tiro e os mais experientes ensinavam aos mais novos como atirar, se movimentar.

Ensina-se algo a alguém. Verbo transitivo direto (eu sei, gramática pode ser bem chatinha, às vezes). Atente-se também ao uso de iniciais maiúsculas em nomes próprios, como em "Vale dos Ventos Uivantes".

A avaliação do turno ficou assim:
- Coerência: 50/50;
- Coesão, estrutura e fluidez: 25/25;
- Objetividade e adequação à proposta: 15/15;
- Ortografia e organização: 8/10;
- Total: 98 xp

2º turno:
Já no segundo turno, também gostei você narrou os sentimentos do seu personagem, expondo bem seus sentimentos em relação ao filho de Íris. Os pontos negativos foram (como não poderia deixar de ser, afinal não houve correção entre um turno e outro) os mesmos do primeiro com a adição do mesmo problema de coerência do post de Will, o que é compreensível, visto que os diálogos são combinados nas SM's. Dou a você o mesmo conselho para futuras narrações: atente-se aos detalhes.

A avaliação do turno ficou assim:
- Coerência: 49/50;
- Coesão, estrutura e fluidez: 25/25;
- Objetividade e adequação à proposta: 15/15;
- Ortografia e organização: 8/10;
- Total: 97 xp

Conclusão:
Total de xp: 195
Condições finais: HP 190/240, MP 170/240

Atualizado!






Hécate

.:: deusa da magia e das encruzilhadas :: mestra da névoa :: adm do pejotinha :: uma deosa, uma loka, uma macumbeiraaa ::.

Hécate
avatar
Administradores
Mensagens :
405

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {Between swords and papers} Story Mode para Max King e Will Fortune

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum