Percy Jackson e os Olimpianos RPG BR
Bem vindo ao maior fórum de RPG de Percy Jackson do Brasil.

Já possui conta? Faça o LOGIN.
Não possui ainda? Registre-se e experimente a vida de meio-sangue.

{One More Brother} SM de Ariane Thompson e Will Fortune

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

{One More Brother} SM de Ariane Thompson e Will Fortune

Mensagem por Ariane Thompson em Sab 26 Ago 2017, 23:58



One More Brothers
SM - Will e Ariane

Irmãos nem sempre concordam uns com os outros e isso também não era diferente quando se tratava dos deuses.

O sol já estava se pondo no Acampamento Meio-Sangue quando o Sr. D. recebeu uma mensagem de sua irmã, Ártemis. Tinha chego no conhecimento dela que uma filha de Íris estava sendo perseguida à caminho do hospital de Nova York, mas ela e suas seguidoras estavam distante do local para ajudar. A deusa queria que Dionísio mandasse um campista de encontro da semideusa, mas exigia que Dionísio mandasse alguém do sexo feminino.

Dionísio já estava acostumada com aquele tipo de pedido vindo de Ártemis e por não concordar com as ideologias da irmã, quando desligou a mensagem mandou alguém chamar Will Fortune. Para o deus do vinho, todos deveriam ter a chance de viver o amor uma vez na vida e se dependesse dele nenhuma garota seria lobotomizada pela deusa da caça.    

Pontos Obrigatórios - Ariane Thompson

- Ambiente a situação atual da sua personagem.
- Após se situar narre sua chegada até as portas do Hospital de Nova York. De alguma forma mencione como tem conhecimento dele.
- Ao entrar no hospital você irá sentir a sensação de estar sendo observada. Se esforce para despistar um possível perseguidor.
- Finalize o post entrando em uma sala vazia.

Pontos Obrigatórios - Will Fortune

- Ambiente a situação atual do seu personagem.
- Após se situar um campista irá te abordar informando que o Sr. D te chama na casa grande. Vá de encontro a ele.
- O deus irá te passar a missão de resgatar uma de suas irmãs que está sendo perseguida por alguma coisa à caminho do hospital de Nova York, mas não tem informação do quê é.
- Finalize o post se dirigindo ao hospital.

Informações Adicionais

• Local inicial para Will Fortune: Acampamento Meio-Sangue
• Local inicial para Ariane Thompson: Ruas de Nova York
• Horário inicial: 17:30 hr
• Clima (para ambos): Ameno, 20 °C
• Boa sorte pá nós!



Ariane Thompson
avatar
Filhos de Íris
Mensagens :
61

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {One More Brother} SM de Ariane Thompson e Will Fortune

Mensagem por Ariane Thompson em Dom 27 Ago 2017, 13:10



One More Brothers
PRIMEIRO TURNO

Olhei para trás pela milionésima vez, me certificando de que eu não estava sendo seguida e suspirei aliviada em constatar que o barulho que eu tinha ouvido eram coisas da minha cabeça. Ou pelo menos aparentemente.

Eu havia conseguido despistar James a várias quadras dali, mas digamos que eu estava um pouco paranoica. Paranoica o bastante para chegar ao ponto de fazer preces pedindo a proteção de Íris, Ártemis e qualquer outras deusas que eu me lembrava o nome. Era algo que eu não fazia desde... Bom, desde nunca.

Mas aquele momento exigia que eu deixasse qualquer tipo de orgulho de lado, afinal eu tinha fugido de casa, meu maníaco-pai-semideus estava no meu encalço e meu corpo por baixo das roupas se encontrava repleto de mordidas minúsculas de baratas que, mesmo se tratando de feridas superficiais, eu sabia que poderiam se transformar numa infecção se não fosse tratada o mais cedo possível.

Então mais por mais que eu ainda não tivesse tido muito contato com aquela parte da minha vida, eu não estava mais me dando ao luxo de não pedir ajuda para os parentes que eu não conhecia.

Ana se remexia inquieta em seu aquário devido a movimentação que eu fazia ao carregá-la nas mãos. Tudo o que eu tinha conseguido trazer além das minhas armas era a mochila em minhas costas, cheia demais para eu enfiar o criadouro da minha aranha de estimação dentro e por isso eu a carregava, sacudindo mais um pouco seu aquário a cada novo passo.

Suspirei aliviada ao avistar as portas o Hospital Geral de Nova York quando virei mais uma esquina. Minhas costas pareceram ficar mais leves imediatamente com a visão do prédio imponente que se erguia em meio aos demais.

Era a segunda vez que eu me via de frente para aquela construção. Lisa já havia me levado ali uma vez quando eu ainda era criança, depois do ataque de um monstro e eu nunca mais tinha esquecido a imagem de diversas pessoas como eu reunidas em um só local.

Olhei para o aquário de Ana em minhas mãos me dando conta de que eu não poderia entrar com ele ali. Rangi os dentes pensando na minha melhor opção e avistei um arbusto próximo. Me dirigi até ele e pus minha mochila e o criadouro de Ana no chão, abrindo minha mochila em seguida e tirando algumas mudas de roupas.

Olhei para os lados para me certificar de que não tinha ninguém me observando. Apenas um trio de funcionários da limpeza do hospital conversavam distraidamente a alguns metros de distância. Tirei algumas roupas da mochila e escondi elas no meio dos arbustos ganhando espaço na mochila para guardar o aquário e me dirigi até a porta, me certificando novamente que ninguém tinha visto.

Ao entrar no hospital me dirigi até a recepção que tinha uma pequena fila de quatro pessoas. Eu não sabia se eles aceitavam dólar uma vez que eu quase não tinha dracmas, mas esperava que sim.

Foi quando uma forte sensação de estar sendo observada se abateu sobre mim. Eu tinha certeza que havia despistados James em algum ponto a caminho dali, mas havia aprendido a confiar nos meus instintos da pior forma possível para ignorar aquela sensação.

A poucos metros dali eu podia ver um elevador. Esperei alguns segundos até a porta dele se abrir e um enfermeiro sair de dentro para correr com minha mochila e apertar repetidamente o botão para o segundo andar até a porta se fechar.

Contudo, em cima do elevador um painel indicava em que andar ele havia parado, então ao sair dele desci pelas escadas para o primeiro andar na esperança de despistar James caso ele fosse o meu perseguidor. Pelas indicações nas placas da parede se tratava do andar de fisioterapia e não parecia estar bem movimentado. Testei duas portas de salas vazias antes de encontrar uma terceira sala com a porta aberta e entrei na mesma com a intenção de me esconder dentro dela.

Considerações:
Obs: A aranha citada é um animal doméstico e não um PET, por isso não se encontra na minha ficha de personagem.
Obs²: A sensação de ser observada não é proveniente de nenhum poder, é apenas a sensação comum que nós sentimos as vezes.
Obs³: Os acontecimentos narrados sucedem imediatamente o término da missão A Fuga.
Armas:
♦ Faca [Sua lâmina bronzeada mede cerca de 24 cm, e seu cabo tem o mesmo comprimento padrão. É bastante afiada e é perfeita para ataque ágeis e rápidos. O bom desta arma é sua eficiência tanto para mãos hábeis quanto para manuseios mais inexperientes, pois é uma arma curta, fácil de esconder e ao mesmo tempo fácil de manusear. Seu punho é feito de aço, mas uma camada de couro escuro cobre o aço para que o usuário possa segurá-la firmemente. Na parte inferior da lâmina, próxima ao cabo, há entalhado as siglas do Acampamento "CHB"; uma propriedade que só os meio-sangues e criaturas místicas podem ter e usar (ajuda um pouco na destreza)] {Bronze, aço e couro} (Nível mínimo: 1) {Nenhum elemento} [Recebimento: Administração; item inscrição padrão do fórum]

{Prism} / Pingente de cristal [Colar com pingente de cristal multifacetado tem cerca de 5cm de comprimento, servindo para canalizar alguns poderes do filho de Íris. Adicionalmente, o cristal apresenta propriedades específicas. Uma vez por missão o filho de Íris pode usá-lo para praticar cristalomancia - uma espécie de adivinhação. Para isso, ele deve estar em um local calmo e se concentrar, não podendo realizar outras ações além de observar o pingente. Segurando o colar pendurado sobre a palma da mão, o filho de Íris pode fazer uma pergunta que exija uma indicação imediata, sendo respondido pelos movimentos do pêndulo. O cristal não define cursos de ações específicos - como o próximo turno em uma luta, por exemplo, nem pensamentos e ações alheias - então, se perguntasse "Fulano vai me atacar?" o cristal nada responderia, mas uma pergunta genérica e focada no semideus como "Vou sofrer um ataque esta noite?" pode ser respondida. As perguntas possíveis devem ser respondidas somente com sim/ não, ou indicações diretas - por exemplo, em uma bifurcação, se perguntado qual melhor caminho o pêndulo apontaria para o que aparentemente possui menor risco. Apenas 3 perguntas por missão.]{Cristal} (Nível Mínimo: 1) [Recebimento: Presente de Reclamação de Íris]

{Glow} / Pulseira de contas [Aparentemente uma pulseira comum, com contas de cores vivas que brilham no escuro com cores neon. Contudo, cada conta pode ser removida, sendo usada como uma granada luminosa. Elas podem ser lançadas a até 10m de distância, criando um clarão que não provoca danos, mas cega os oponentes afetados em uma área de 3m de raio do ponto de impacto. Adicionalmente, estas contas também podem ser utilizadas como fonte luminosa para a criação de poderes, sendo que cada conta após retirada age como um globo de luz de "Fotocinese". Independente do uso, no máximo 3 contas podem ser utilizadas por missão.]{Contas de cristal} (Nível Mínimo: 1) [Recebimento: Presente de Reclamação de Íris]
Ariane Thompson
avatar
Filhos de Íris
Mensagens :
61

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {One More Brother} SM de Ariane Thompson e Will Fortune

Mensagem por Will Fortune em Seg 28 Ago 2017, 01:34



One More Brothers
PRIMEIRO TURNO

William caminhava de maneira lenta pela trilha dos chalés. Ele observava os campistas que estavam em rodinhas apenas com seus meios-irmãos e aquilo fez com que seus músculos faciais se contraíssem em um olhar sério, afinal ele sentia falta de terem mais filhos de Íris pois no acampamento só existiam três contando com o próprio monitor. Chegava a ser triste

O rapaz não teve tempo de demonstrar essa tristeza para ninguém pois foi interrompido por Andrea, o monitor de Nyx, que foi até ele a mando de Sr. D. que queria falar com ele. Will não hesitou em ir até a casa grande pois como parte da monitoria algo o aguardava por lá.

— Me chamou, Sr. D? — Falou William assim que adentrou no local. Por algum motivo estava ansioso e isso o fez não bater na porta. — Me perdoe por entrar sem bater. — Se desculpou.

— Sem problemas Fortune, fique a vontade. — Ele era cordial por chamar o rapaz pelo sobrenome e isso o fez sorrir enquanto se sentava em uma das cadeiras que haviam ali. — Bom, minha irmã Ártemis me enviou uma mensagem. Uma filha de Íris está sendo perseguida por algo em direção ao hospital de Nova Iorque.

— Uma irmã?! — Ele disse animado porém a preocupação tomou conta de sua face. — Ela está com problemas. Precisamos ajudá-la, não?

— Por isso meu eu te chamei, Fortune. — Ele sorriu como se tivesse um plano em sua mente. — Ártemis quer que eu mande uma campista, mas eu acho que todos nós devemos viver em harmonia e por isso eu irei te mandar nessa missão. Para ela ver que pode confiar em nós. Nos homens.

— Como desejar, Sr. D. — Falou enquanto se levantava. — Agora preciso ir. Se ela está sendo seguida preciso chegar lá o mais rápido possível.

O monitor saiu de forma apressada do local e foi em direção ao chalé de Íris pegar as suas armas. Sua faca foi colocada em seu coturno para ficar escondida, a pulseira e seu anel ficaram na mão esquerda, a espada na bainha em suas costas e o seu colar obviamente no pescoço.

William saiu do chalé. Quando estava já do lado de fora onde nada o impediria de sair por cima do acampamento fez com que um par de asas douradas surgisse em suas costas. Sabia onde ficava o hospital onde a sua meia-irmã estava e voar até seria a opção mais fácil para isso. Ele alçou voo e foi em direção ao local.

Demorou por volta de uns quinze minutos para que ele chegasse até o local, já que estava pelo céu e não tinha o que desviar de nada, diferente do chão que caso tivesse ido teria que desviar de carros, árvores e afins, por isso a  sua viagem foi um pouco rápida.

Will pousou em uma rua deserta próxima do hospital para que ninguém o visse com as asas, já a sua espada e a bainha seriam cobertas pela névoa e facilmente se passaria por uma mochila. Caminhou por cerca de cinco minutos e chegou na frente do local. Respirou fundo enquanto olhava para os lados mas não avistava ninguém que poderia ser um semideus, apenas viu um grupinho de enfermeiros com a aura em tons de vermelho representado o desequilíbrio mental deles, afinal trabalhavam com pessoas feridas e aquilo com toda certeza os abalava.

Caminhou então rumo a entrada de lá.

Poderes:
Passivos:
Nível 11

Agilidade - Como mensageira, Íris também necessitava ser rápida e eficaz, e seus filhos herdam isso. Esses semideuses possuem o dobro da agilidade comum na execução de tarefas e deslocamento, se comparado a um humano comum, mas não afeta a quantidade de ações que pode realizar durante o turno. [Modificado]


Nível 13

Asas Douradas – Uma das principais características da deusa, eram suas asas que tomavam as sete cores do arco-íris durante o seu voo. Os semideuses descendentes da deusa possuíram tais asas que aparecem e ‘desaparecem’ de acordo com a sua vontade. Seus filhos passam a ter asas que surgem sobre seus ombros. Elas podem oferecer um bônus de 10% para ações de sedução ou intimidação, dependendo da ocasião e de acordo com a narrativa, mas para voar efetivamente falando o semideus deve gastar energia com o poder ativo correspondente. [Modificado]

Nível 04

Empatia – Íris é vista como uma das principais deusas que possui relação com os sentimentos, prevalecendo os bons. Sua chegada á terra era vista de bom grado aos mortais, pois mesmo quando ela não vinha entregar boas noticias, consolava-os por saber o que estavam sentindo. Seus filhos herdaram tal dom e são capazes de sentir o que outra pessoa através da aura que a pessoa emite, que está no mesmo local que ele, está sentindo desde que o ser humano em questão não possua poderes para impedir o filho de Íris de fazer sua leitura de aura. [Modificado]

Azul: Paz e/ou tranquilidade.
Amarelo: Cobiça e/ou inveja.
Verde: Felicidade e/ou esperança
Vermelho: Raiva e/ou desequilíbrio mental.
Violeta: Amor e/ou harmonia.
Laranja: Felicidade e/ou desconfiança.
Índigo: Medo e/ou incerteza.
Ativos:
Nível 13

Voo inicial – Possuindo um controle maior sobre suas asas, o filho de Íris consegue agora voar efetivamente, não apenas usando-as de forma estética. Seu voo é na mesma velocidade com que uma pessoa comum corre, sendo capaz de voar sobre grandes alturas desde que não estejam carregando outra pessoa ou um peso que seja maior do que cinquenta quilos. O poder exige um gasto constante. [Modificado]
Arsenal:
♦ Faca [Sua lâmina bronzeada mede cerca de 24 cm, e seu cabo tem o mesmo comprimento padrão. É bastante afiada e é perfeita para ataque ágeis e rápidos. O bom desta arma é sua eficiência tanto para mãos hábeis quanto para manuseios mais inexperientes, pois é uma arma curta, fácil de esconder e ao mesmo tempo fácil de manusear. Seu punho é feito de aço, mas uma camada de couro escuro cobre o aço para que o usuário possa segurá-la firmemente. Na parte inferior da lâmina, próxima ao cabo, há entalhado as siglas do Acampamento "CHB"; uma propriedade que só os meio-sangues e criaturas místicas podem ter e usar (ajuda um pouco na destreza)] {Bronze, aço e couro} (Nível mínimo: 1) {Nenhum elemento} [Recebimento: Administração; item inscrição padrão do fórum] (COTURNO)

{Prism}/ Pingente de cristal [Colar com pingente de cristal multifacetado tem cerca de 5cm de comprimento, servindo para canalizar alguns poderes do filho de Íris. Adicionalmente, o cristal apresenta propriedades específicas. Uma vez por missão o filho de Íris pode usá-lo para praticar cristalomancia - uma espécie de adivinhação. Para isso, ele deve estar em um local calmo e se concentrar, não podendo realizar outras ações além de observar o pingente. Segurando o colar pendurado sobre a palma da mão, o filho de Íris pode fazer uma pergunta que exija uma indicação imediata, sendo respondido pelos movimentos do pêndulo. O cristal não define cursos de ações específicos - como o próximo turno em uma luta, por exemplo, nem pensamentos e ações alheias - então, se perguntasse "Fulano vai me atacar?" o cristal nada responderia, mas uma pergunta genérica e focada no semideus como "Vou sofrer um ataque esta noite?" pode ser respondida. As perguntas possíveis devem ser respondidas somente com sim/ não, ou indicações diretas - por exemplo, em uma bifurcação, se perguntado qual melhor caminho o pêndulo apontaria para o que aparentemente possui menor risco. Apenas 3 perguntas por missão.]{Cristal} (Nível Mínimo: 1) [Recebimento: Presente de Reclamação de Íris] (PESCOÇO)

{Glow}/ Pulseira de contas [Aparentemente uma pulseira comum, com contas de cores vivas que brilham no escuro com cores neon. Contudo, cada conta pode ser removida, sendo usada como uma granada luminosa. Elas podem ser lançadas a até 10m de distância, criando um clarão que não provoca danos, mas cega os oponentes afetados em uma área de 3m de raio do ponto de impacto. Adicionalmente, estas contas também podem ser utilizadas como fonte luminosa para a criação de poderes, sendo que cada conta após retirada age como um globo de luz de "Fotocinese". Independente do uso, no máximo 3 contas podem ser utilizadas por missão.]{Contas de cristal} (Nível Mínimo: 1) [Recebimento: Presente de Reclamação de Íris] (PUNHO ESQUERDO)

{Rainbow} /Espada longa [Feita de bronze sagrado, possui cerca de 80cm de lâmina. De aspecto elegante, sua cor é de um prata cromado, o que indica algum tipo de tintura. Possui uma guarda de mão recurvada, lembrando mais a guarda de um sabre do que de uma espada, com o cabo recoberto com couro branco, mas com fitas coloridas entrelaçadas no centro. No nível 20, torna-se uma "mecha", que na verdade é um aplique de cabelo, numa das cores do arco-íris; não faz parte do cabelo do semideus, é como uma presilha colocada logo no couro cabeludo.] {Bronze sagrado e tecido} (Nível Mínimo: 1) [Recebimento: Presente de Reclamação de Íris] (NA BAINHA NAS COSTAS)

{Flames} / Anel [Espólio por ter vencido o enfrentamento contra o filho de Héstia. Feito de bronze sagrado e forjado para parecer um aro de chamas, a peça brilha como fogo quando o semideus está em situação de perigo.] {Materiais utilizados: bronze sagrado} (Nível Mínimo: 6) {Elemento controlado: Luz} [Recebimento pela missão "Desafio da Arena", avaliada e atualizada por Hécate.] (DEDO DO MEIO DA MÃO ESQUERDA)

roubei mesmo, desculpa sz
Will Fortune
avatar
Monitor de Íris
Mensagens :
239

Localização :
No cu de Judas

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {One More Brother} SM de Ariane Thompson e Will Fortune

Mensagem por Ariane Thompson em Seg 28 Ago 2017, 12:58



One More Brothers
Segundo Turno


O Hospital Geral de Nova York era o refúgio para a maior sorte de semideuses e espíritos da natureza que buscavam ajuda médica fora do acampamento. Por ser o mais completo do ramo, consequentemente também era o mais cheio e dessa forma era fácil um homem como James, perambular pelo local com uma identificação de visitante sem chamar atenção.

Pontos Obrigatórios - Ariane Thompson

- Após alguns minutos um funcionário irá entrar na sala e você terá que sair do local.
- O funcionário irá chamar a segurança para você, tente encontrar outro lugar para se esconder antes da segurança chegar.
- Você vai acabar sendo encurralada por James, ele irá conseguir te levar para alguma sala do hospital.
- Finalize o post tentando pedir ajuda.

Pontos Obrigatórios - Will Fortune

- Após chegar comece a tentar localizar a sua irmã.
- Descubra que a segurança do hospital está atrás de uma garota vista por último no primeiro andar.
- Passe despercebido pela segurança do local.
- Finalize o post se encontrando com ela.

Informações Adicionais

• Local inicial para Will Fortune: Hospital Geral de Nova York, térreo.
• Local inicial para Ariane Thompson: Hospital Geral de Nova York, 1º andar.
• Horário inicial: 18:30 hr
• Clima (para ambos): Ameno, 19 °C
• Boa sorte pá nós!

Ariane Thompson
avatar
Filhos de Íris
Mensagens :
61

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {One More Brother} SM de Ariane Thompson e Will Fortune

Mensagem por Ariane Thompson em Seg 28 Ago 2017, 17:56



One More Brothers
SEGUNDO TURNO


Me deparei com uma sala colorida com figuras animadas de super-heróis espalhados por todas as paredes. Sem dúvida era uma sala para pacientes da pediatria.

Por mais acolhedor que o local parecia, a ideia de uma sala para crianças no andar de fisioterapia do hospital semideus de alguma forma me distraiu dos meus problemas por alguns segundos para eu sentir um pequeno enjoo se formar na boca do meu estômago. Quantas delas não teria uma história como a minha?

Balancei a cabeça afastando aqueles pensamentos. O hospital estava cheio, o que dificultaria um ataque aberto caso as minhas paranoias se confirmassem, mas também não seria nenhuma surpresa se ainda assim ele escolhesse atacar. James não era conhecido por ser prudente.

Ouvi um barulho na porta e automaticamente saquei minha faca da cintura. Diferente da espada que não dava para carregar em qualquer lugar eu sempre levava minha faca na cintura.

— Mas... o que ? — Uma mulher loira vestida de jaleco me encarava perplexa na porta. — Primeiro: você não tem permissão de estar aqui ! Segundo: O que pretende fazer com a porcaria dessa faca?

Sua voz deslizou rapidamente de perplexa para ameaçadora, mas não pude deixar de me sentir mais relaxada em constatar que não se tratava de quem eu pensava.

— Eu já tô de saída. — Respondi sem emoção na voz e guardando minha faca de novo na cintura.

Passei por ela me dirigindo ao corredor enquanto tentava parecer o mais normal possível para uma garota armada com uma faca e escondida numa sala do hospital. Eu não podia atrair muita atenção.

— GAROTA ! O QUE TEM NESSA SUA MOCHILA? — Olhei para trás e vi a loira começando a me seguir — Você estava roubando, não estava?! NÃO ESTAVA ?!

Não tinha a menor possibilidade de eu me dar ao luxo de ficar para explicar minha história então comecei a correr ouvindo a voz aguda da funcionária chamando pelos seguranças.

Virei no corredor à esquerda avistando um segundo elevador com portas maiores que as do elevador que eu havia pego antes, provavelmente destinado para transporte de macas. Apertei repetidamente o botão para chamá-lo sentindo meu coração disparar cada vez mais até que a porta se abriu e um frio gélido percorreu toda minha espinha.

— Acredita se disser que eu estava pensando em você?!

Eu havia aprendido a odiar aquela voz. Sua voz grave e preguiçosa fazia sempre parecer que ele tinha acordado a poucos minutos. Ele a arrastava devagar, como se todos estivessem com dificuldade de entender e ele precisasse falar pausadamente, se arrastando. Mesmo entre seus amigos, aquele tom mais elevado que os demais estava presente, um tom seco.

Dei as costas para ele para começar a correr, mas fui puxada para trás. James me segurava pela minha mochila. Mesmo se eu estivesse me sentindo com energia o bastante para arriscar ficar intangível eu não poderia deixar Ana para trás. Já havia abrindo mão de muito para também abrir mão dela.

Me debati sem resultado contra o moreno que me segurava apenas com uma de suas mãos enquanto ele começava a me empurrar pelo corredor em direção a porta mais próxima. Com a mão livre ele socou a porta próximo a fechadura, arrobando e me empurrando para dentro.

Saquei novamente minha faca encarando seu rosto com a melhor expressão ameaçadora que eu sabia fazer.

— Tantos lugares para ir e você escolhe fugir para o mais óbvio de todos! Mas sabe, eu não te culpo. Você acabou herdando a mesma inteligência da vadia da sua mãe!

Seu olhar de um cinza profundo tinha a habilidade de dobrar o meu e mesmo mantendo minha cabeça erguida e a adaga levantada na altura do ombro em posição de ataque me ouvi gritando por ajuda, na esperança de alguém da segurança interceder.


Considerações:
Poderes & Habilidades:

Filhos de Héracles - James
Passivos:

Força ampliada II - [Nível 20] Desde seu nascimento, filhos de Héracles apresentam uma força superior se comparados a outros humanos ou mesmo semideuses. Neste nível, sua força é ampliada em mais 10% (com base na original, não no nível anterior do poder, totalizando com os dois níveis 20% sobre a força inicial), permanentemente. Apenas filhos de Hefesto, Ares e Centauros se aproximam de seu potencial. [Antigo "Força sobre-humana"]

Intimidador - [Nível 2] Sua força e aparência o tornam mais intimidador se comparado a outros semideuses. Ações e poderes de intimidação do filho de Héracles recebem uma bonificação de 10%. [Novo]
Armas:
♦ Faca [Sua lâmina bronzeada mede cerca de 24 cm, e seu cabo tem o mesmo comprimento padrão. É bastante afiada e é perfeita para ataque ágeis e rápidos. O bom desta arma é sua eficiência tanto para mãos hábeis quanto para manuseios mais inexperientes, pois é uma arma curta, fácil de esconder e ao mesmo tempo fácil de manusear. Seu punho é feito de aço, mas uma camada de couro escuro cobre o aço para que o usuário possa segurá-la firmemente. Na parte inferior da lâmina, próxima ao cabo, há entalhado as siglas do Acampamento "CHB"; uma propriedade que só os meio-sangues e criaturas místicas podem ter e usar (ajuda um pouco na destreza)] {Bronze, aço e couro} (Nível mínimo: 1) {Nenhum elemento} [Recebimento: Administração; item inscrição padrão do fórum]

{Prism} / Pingente de cristal [Colar com pingente de cristal multifacetado tem cerca de 5cm de comprimento, servindo para canalizar alguns poderes do filho de Íris. Adicionalmente, o cristal apresenta propriedades específicas. Uma vez por missão o filho de Íris pode usá-lo para praticar cristalomancia - uma espécie de adivinhação. Para isso, ele deve estar em um local calmo e se concentrar, não podendo realizar outras ações além de observar o pingente. Segurando o colar pendurado sobre a palma da mão, o filho de Íris pode fazer uma pergunta que exija uma indicação imediata, sendo respondido pelos movimentos do pêndulo. O cristal não define cursos de ações específicos - como o próximo turno em uma luta, por exemplo, nem pensamentos e ações alheias - então, se perguntasse "Fulano vai me atacar?" o cristal nada responderia, mas uma pergunta genérica e focada no semideus como "Vou sofrer um ataque esta noite?" pode ser respondida. As perguntas possíveis devem ser respondidas somente com sim/ não, ou indicações diretas - por exemplo, em uma bifurcação, se perguntado qual melhor caminho o pêndulo apontaria para o que aparentemente possui menor risco. Apenas 3 perguntas por missão.]{Cristal} (Nível Mínimo: 1) [Recebimento: Presente de Reclamação de Íris]

{Glow} / Pulseira de contas [Aparentemente uma pulseira comum, com contas de cores vivas que brilham no escuro com cores neon. Contudo, cada conta pode ser removida, sendo usada como uma granada luminosa. Elas podem ser lançadas a até 10m de distância, criando um clarão que não provoca danos, mas cega os oponentes afetados em uma área de 3m de raio do ponto de impacto. Adicionalmente, estas contas também podem ser utilizadas como fonte luminosa para a criação de poderes, sendo que cada conta após retirada age como um globo de luz de "Fotocinese". Independente do uso, no máximo 3 contas podem ser utilizadas por missão.]{Contas de cristal} (Nível Mínimo: 1) [Recebimento: Presente de Reclamação de Íris]

Ariane Thompson
avatar
Filhos de Íris
Mensagens :
61

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {One More Brother} SM de Ariane Thompson e Will Fortune

Mensagem por Will Fortune em Ter 19 Set 2017, 13:32



One More Brothers
PRIMEIRO TURNO

William entrou no local com sucesso. Estava lotado, como se esperava de um hospital, afinal o local era para pessoas enfermas e doentes. O monitor sorriu lembrando de Sil, sua meia-irmã gêmea, ela era curandeira, cuidava de pessoas como aquelas e era isso que o encorajava a querer entrar para os seguidores de Asclépio.

Deu alguns passos longos em direção a recepção do hospital, mas antes que pudesse chegar até a moça de lá ele ouviu os guardas conversarem. A segurança estava atrás de uma garota no andar de cima. Não sabia se era a irmã que procurava, e por isso teria que verificar. Sua espada estava oculta pela névoa, mas um semideus qualquer poderia a ver, por isso tinha que tomar um pouco mais de cuidado.

Avistou ao longe uma família de ruivos indo em direção ao elevador, e aquela era a chance que ele tinha de subir. Assim que notou que ninguém o olhava ele fez com que seus cabelos se tornassem da mesma cor dos daquela família. Entrou com eles e pra sua sorte nenhuma pessoa tinha notado a intromissão dele. Exceto os mortais de cabelo laranja, porém não comentaram nada.

Assim que chegou no primeiro andar ele saiu com as pessoas. A família continuou o seu rumo e William parou. Perguntou mentalmente para o seu colar para qual direção deveria ir, como mágica o cristal em seu pescoço se levantou apontando para a direção oposta das pessoas que saíram do elevador.

Os passos apressados do loiro fazia um som ecoar no corredor devido ao pequeno salto de sua bota. O cristal se mantinha apontado para frente até que ele pode ouvir um homem falando sobre alguém ter herdado a inteligência da mãe vadia, e logo depois uns gritos. Sabia o que era, ou quem eram nesse caso.

Se apressou um pouco mais e chegou na entrada da sala onde ambos estavam.

— Você acha que nossa mãe é uma vadia? — A voz rouca e grave ecoou pela sala. — É por que você não me conhece.

Olhou para a garota e deixou um sorriso surgir em seus lábios.

— É melhor você deixar ela em paz. Não estou afim de ter que machucar um tolo como você.

Poderes:
Passivos:
Nível 03

Ouvidos sensíveis - Íris era a mensageira específica de Hera, e também responsável por auxiliá-la a descobrir os casos de Zeus. A deusa tem uma audição desenvolvida, ouvindo facilmente os boatos para que possa repassá-los à sua Senhora. Seus filhos herdam tal capacidade. Sua audição tem o dobro do alcance e potência que a de um humano comum. Por outro lado, não são resistentes a poderes sonoros, mas não sofrem o dobro do efeito de um poder. [Novo]

Nível 01

Transformação Capilar - Os filhos de Íris poderão modificar a cor de seus cabelos de acordo com a sua vontade. As cores somente podem ser as do Arco-íris, mas em suas diversas tonalidades. É um poder simples, mas pode ser útil como parte de um disfarce ou similar, se usado com sabedoria. Cada ativação dura 3 turnos, mas o custo é baixo. Não altera outros aspectos do cabelo, apenas a cor. [Modificado]
Ativos:
nenhum nesse turno
Arsenal:
♦ Faca [Sua lâmina bronzeada mede cerca de 24 cm, e seu cabo tem o mesmo comprimento padrão. É bastante afiada e é perfeita para ataque ágeis e rápidos. O bom desta arma é sua eficiência tanto para mãos hábeis quanto para manuseios mais inexperientes, pois é uma arma curta, fácil de esconder e ao mesmo tempo fácil de manusear. Seu punho é feito de aço, mas uma camada de couro escuro cobre o aço para que o usuário possa segurá-la firmemente. Na parte inferior da lâmina, próxima ao cabo, há entalhado as siglas do Acampamento "CHB"; uma propriedade que só os meio-sangues e criaturas místicas podem ter e usar (ajuda um pouco na destreza)] {Bronze, aço e couro} (Nível mínimo: 1) {Nenhum elemento} [Recebimento: Administração; item inscrição padrão do fórum] (COTURNO)

{Prism}/ Pingente de cristal [Colar com pingente de cristal multifacetado tem cerca de 5cm de comprimento, servindo para canalizar alguns poderes do filho de Íris. Adicionalmente, o cristal apresenta propriedades específicas. Uma vez por missão o filho de Íris pode usá-lo para praticar cristalomancia - uma espécie de adivinhação. Para isso, ele deve estar em um local calmo e se concentrar, não podendo realizar outras ações além de observar o pingente. Segurando o colar pendurado sobre a palma da mão, o filho de Íris pode fazer uma pergunta que exija uma indicação imediata, sendo respondido pelos movimentos do pêndulo. O cristal não define cursos de ações específicos - como o próximo turno em uma luta, por exemplo, nem pensamentos e ações alheias - então, se perguntasse "Fulano vai me atacar?" o cristal nada responderia, mas uma pergunta genérica e focada no semideus como "Vou sofrer um ataque esta noite?" pode ser respondida. As perguntas possíveis devem ser respondidas somente com sim/ não, ou indicações diretas - por exemplo, em uma bifurcação, se perguntado qual melhor caminho o pêndulo apontaria para o que aparentemente possui menor risco. Apenas 3 perguntas por missão.]{Cristal} (Nível Mínimo: 1) [Recebimento: Presente de Reclamação de Íris] (PESCOÇO)

{Glow}/ Pulseira de contas [Aparentemente uma pulseira comum, com contas de cores vivas que brilham no escuro com cores neon. Contudo, cada conta pode ser removida, sendo usada como uma granada luminosa. Elas podem ser lançadas a até 10m de distância, criando um clarão que não provoca danos, mas cega os oponentes afetados em uma área de 3m de raio do ponto de impacto. Adicionalmente, estas contas também podem ser utilizadas como fonte luminosa para a criação de poderes, sendo que cada conta após retirada age como um globo de luz de "Fotocinese". Independente do uso, no máximo 3 contas podem ser utilizadas por missão.]{Contas de cristal} (Nível Mínimo: 1) [Recebimento: Presente de Reclamação de Íris] (PUNHO ESQUERDO)

{Rainbow} /Espada longa [Feita de bronze sagrado, possui cerca de 80cm de lâmina. De aspecto elegante, sua cor é de um prata cromado, o que indica algum tipo de tintura. Possui uma guarda de mão recurvada, lembrando mais a guarda de um sabre do que de uma espada, com o cabo recoberto com couro branco, mas com fitas coloridas entrelaçadas no centro. No nível 20, torna-se uma "mecha", que na verdade é um aplique de cabelo, numa das cores do arco-íris; não faz parte do cabelo do semideus, é como uma presilha colocada logo no couro cabeludo.] {Bronze sagrado e tecido} (Nível Mínimo: 1) [Recebimento: Presente de Reclamação de Íris] (NA BAINHA NAS COSTAS)

{Flames} / Anel [Espólio por ter vencido o enfrentamento contra o filho de Héstia. Feito de bronze sagrado e forjado para parecer um aro de chamas, a peça brilha como fogo quando o semideus está em situação de perigo.] {Materiais utilizados: bronze sagrado} (Nível Mínimo: 6) {Elemento controlado: Luz} [Recebimento pela missão "Desafio da Arena", avaliada e atualizada por Hécate.] (DEDO DO MEIO DA MÃO ESQUERDA)
Will Fortune
avatar
Monitor de Íris
Mensagens :
239

Localização :
No cu de Judas

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: {One More Brother} SM de Ariane Thompson e Will Fortune

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum