— playin' with the devil (EVENTO / GRUPO 4)

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

— playin' with the devil (EVENTO / GRUPO 4)

Mensagem por Rukia Kuchiki em Sab 14 Out 2017, 15:14

Relembrando a primeira mensagem :


carnival of lost souls

Apesar da proposta de ilha e porto seguro isolado de todo o mundo, o mundo mortal ainda chegava até o Acampamento. Chegava através de murmúrios, segredos, passados em silêncio entre criaturas e campistas. Era a maneira de saberem se suas famílias estavam a salvo ou se precisavam de ajuda; a maneira de saber se era seguro fugir numa noite estrelada e sem nuvens no céu, ou se deveriam aguardar mais um dia para alcançar liberdade.

Daquela vez, contudo, os murmúrios não eram de grande ajuda. Os boatos eram de que semideuses vinham morrendo após terem sonhos bizarros. Rukia ficou alarmada, assim como todos que ouviram os cochichos. Em questão de dias, uma agitação velada tomou conta do acampamento; uma semana depois, um êxodo teve origem, crianças semi-divinas saindo da proteção do pequeno território para as mais diferentes regiões do globo.


A princípio, não reconheceu o lugar. Estava escuro e pareciam não haver janelas para onde quer que olhasse, até que viu. Era um pequeno ponto de luz a sua frente, fraco, vacilante. E de repente, ele começou a se expandir, e Rukia foi capaz de reconhecer paredes rosáceas e decorações exageradamente frufrus. Em pouco tempo, foi capaz de olhar a si mesma: o vestido repleto de babados rosas e brancos, sapatos fechados sem salto.

Do único ponto ainda escuro na penumbra criada pela luz, a filha do inverno ouviu uma voz mecanizada. V-vamos b-b-brincar? A garota se aproximou. Em um, dois passos. Da escuridão, irrompeu uma garra metálica, envolvendo seu pescoço, cortando sua respiração. Ache os outros.


Quando acordou, havia uma mensagem pintada acima da cabeceira de sua cama. 750 Ashcraft Court, Richmond, Virgínia, Estados Unidos.


pontos obrigatórios


• Narrem um pesadelo que seu personagem tenha durante a noite; vocês são livres para descrevê-lo da forma que quiserem. De algum jeito, faça com que chegue ao conhecimento do personagem os boatos sobre meio-sangues tendo sonhos que, se não cumpridos, levavam a uma morte misteriosa;

• Ao acordarem, vocês verão a mesma mensagem escrita a sangue nas paredes de seu quarto, ou onde quer que estejam dormindo. Vocês devem ir até o tal local de alguma forma, sendo que personagens que não estejam por perto devem narrar sua jornada até a cidade e em seguida até o endereço. A localização se revelará um antigo parque de diversões abandonado, o qual a vegetação começou a tomar conta;

• Inicialmente, não haverá ninguém por perto. Vocês devem narrar seus personagens entrando no parque e eventualmente parando em frente a uma atração que diz "Dollhouse". Rukia estará na entrada, sentada no chão e distraída. Ao vê-los, a semideusa se levantará e os guiará para dentro do brinquedo. O interior será exatamente o que o nome prometia: uma casa de bonecas, com babados e frufrus para todos os lugares. Haverão bonecas de porcelana sentadas em cadeiras, no chão, em todos os lugares. Elas terão tamanho humano;

• Em poucos minutos dentro do brinquedo, vocês perceberão que as coisas ficam cada vez maiores e distantes, especialmente as bonecas que estarão cada vez mais altas. Ao final do processo, perceberão que se tornaram crianças — a única exceção sendo Rukia, que permaneceu um pouco mais velha —, o que implica um comportamento coerente com suas respectivas idades (especificadas mais adiante). É importante lembrar que seus poderes e itens permanecem os mesmos, com as mesmas capacidades;

• Rukia, então, começará a falar sobre o parque e as lendas que cercam a região, o porquê dele ter fechado: diziam que as atrações ganhavam vida sozinhas diante a presença humana. Algumas eram amigáveis, outras nem tanto. Ao encerrar sua fala, vocês ouvirão sons vindo de fora da casa de bonecas, sons de brinquedos funcionando e ecos de risadas e gente conversando. OPCIONAL: se quiserem, podem narrar uma tentativa de fuga do brinquedo. As portas estarão trancadas e será impossível sair. Haverá apenas uma pequena janela, que mostrará o parque ativo, porém vazio. O som de vozes permanece, contudo. E sintam-se livres para adicionarem mais detalhes, desde que coerentes;

• Com as portas fechadas, a única opção será seguir Rukia que estará procurando uma saída do local. Pelo canto dos olhos, vocês conseguirão ver as bonecas mexendo um braço ou perna, sempre parando toda vez que vocês encaram-nas de verdade. Será possível ouvir barulhos de risadas infantis e um outro som distante, metálico e arrastado. Mais uma vez, sintam-se livres para adicionar detalhes como quiserem (obedecendo a coerência do contexto), lembrando que a criatividade conta na hora da avaliação. Mais um quesito que conta é como vocês exploram os sentimentos e o psicológico de seus personagens crianças.


player


Dante Di Fontana;
Nível 4;
Vida: 90/130;
Energia: 100/130;

Kim Tae-yeon;
Nível 29;
Vida: 360/380;
Energia: 300/380;

Lorenzo Steffanina;
Nível 6;
Vida: 85/150;
Energia: 85/150;

Raphael Jauregui;
Nível 20;
Vida: 290/290;
Energia: 240/290;

Roan Morindew;
Nível 9;
Vida: 180/180;
Energia: 180/180;


regras e informações


Clima: Nublado, 13ºC;
Localização: Richmond, Virgínia;
Horário: 19h00;

• Idade dos participantes:
Rukia Kuchiki: 12 anos (narradora);
Dante Di Fontana: 8 anos;
Kim Tae-yeon: 7 anos;
Lorenzo Steffanina: 9 anos;
Raphael Jauregui: 10 anos;
Roan Morindew: 7 anos;

— Vocês têm 5 dias para postar. Ao fazê-lo, me mande uma MP, para que a resposta seja agilizada;
— Itens e poderes em spoiler ou code no final no post. No caso dos poderes, preferencialmente organizados por nível e tipo;
— Evite observações como "considerar todos os poderes até o nível X". Quando usar uma habilidade, cite-a e diga se é passiva, ativa ou especial (caso não o faça, o uso da habilidade será ignorado);
— Templates (com barrinha, fonte muito pequena ou que seja muito estreito) ou cores que dificultem a leitura são proibidos;
— Dúvidas, problemas? Precisa de um prazo maior? Me mande uma MP.





Rukia Kuchiki
Rukia Kuchiki
IndefinidosPercy Jackson RPG BR

Mensagens :
32

Localização :
i guard the land of the unholy dead, condemned for their sins

Voltar ao Topo Ir em baixo


Re: — playin' with the devil (EVENTO / GRUPO 4)

Mensagem por Rukia Kuchiki em Ter 21 Nov 2017, 02:03


playin' with the devil — avaliação

Admito que tinha minhas dúvidas se os players inscritos (e não somente do meu grupo) conseguiriam narrar bem a proposta de dia das crianças e medo, mas meus parabéns, vocês conseguiram me surpreender. Logo no primeiro turno captaram a essência da coisa e sem demora adequaram seus personagens a suas respectivas personalidades infantis. Personificações perfeitas, de cada um, mesmo aqueles que não quiseram abrir mão das características valentes.

De forma geral, todos vocês tiveram uma boa narração e desenvolvimento com o avançar dos turnos — salvo algumas exceções, cada caso particular comentado em seu devido espaço. O resultado final dos textos me deixou particularmente feliz, então acho que posso afirmar com certeza que este foi um evento bem produtivo. Meus parabéns, semideuses!


primeiro turno


OBS.:
onde não houver comentários, é porque as observações são as mesmas do turno anterior.

— Dante: narração quase impecável. Gosto do ritmo da sua escrita e particularmente da informalidade colocada na terceira pessoa, que normalmente é vista como a narração mais culta e distante dos personagens. Um dos adendos que faço é em relação a uma pequena incoerência no início de seu texto: você narra que os irmãos de Dante o enganaram para levá-lo e deixá-lo no parque, e logo depois você diz que ele está animado por sua primeira missão. Ficou faltando uma informação sobre o que os irmãos do menino haviam falado, ou simplesmente foi um engano sobre as emoções do menino: se ele estava com medo a ponto de ter sido enganado, como poderia estar feliz de embarcar na missão?

O outro adendo é sobre um dos pontos obrigatórios: foi dito que os boatos deveriam chegar ao semideus no evento, mas sua narração somente deu a entender que os irmãos de Dante sabiam sobre, e não o filho de Selene em si; também relacionado a adequação da proposta, houve o não cumprimento de um ponto: que era a fala de Rukia sobre a região e o parque ser mal assombrado.

• Coerência 45/50;
• Coesão, estrutura e fluidez 25/25;
• Objetividade e adequação à proposta 12/15;
• Ortografia e organização 10/10;

Total: 138xp;

— Kim: apesar de ter cumprido os pontos obrigatórios com perfeição, detectei muitos problemas de fluência e concordância em seu texto, de forma que foi complicado manter a leitura. Tente organizar melhor as vírgulas de seu texto para que a leitura não seja cansativa.

• Coerência 50/50;
• Coesão, estrutura e fluidez 15/25;
• Objetividade e adequação à proposta 15/15;
• Ortografia e organização 10/10;

Total: 135xp;

— Lorenzo: narração exemplar. Gosto do jeito que você trabalhou o contexto do evento no personagem, fazendo com que ele fosse atormentado antes do início do que deu início à toda situação. Enfim, muito bem escrito, tendo apenas alguns problemas com vírgulas que pouco fazem diferença no texto! Parabéns.

• Coerência 50/50;
• Coesão, estrutura e fluidez 23/25;
• Objetividade e adequação à proposta 15/15;
• Ortografia e organização 10/10;

Total: 147xp;

— Raphael: seu problema foi o mesmo de Kim, apesar de muito menos grave. Minha dica para você é a mesma que dei para a filha de Ares: tente posicionar suas vírgulas um pouco melhor, de forma que a coesão do texto não seja prejudicada. Também notei a repetição de um erro de ortografia muito comum: você confundiu a preposição "a" com o verbo "há", usado no sentido de existir alguma coisa ou de passagem de tempo no passado. Atente-se a estes detalhes.

• Coerência 50/50;
• Coesão, estrutura e fluidez 18/25;
• Objetividade e adequação à proposta 15/15;
• Ortografia e organização 9/10;

Total: 138xp;

— Roan: gostei da simplicidade e intimidade de sua narração. A primeira pessoa permite uma aproximação do personagem que a terceira não tem, então já ocorre uma familiarização imediata. O único defeito em seu texto foram alguns erros de digitação esporádicos. No mais, parabéns!

• Coerência 50/50;
• Coesão, estrutura e fluidez 25/25;
• Objetividade e adequação à proposta 15/15;
• Ortografia e organização 8/10;

Total: 147xp;


segundo turno


— Dante: narração quase impecável. Gosto do ritmo da sua escrita e particularmente da informalidade colocada na terceira pessoa, que normalmente é vista como a narração mais culta e distante dos personagens. Um dos adendos que faço é em relação a uma pequena incoerência no início de seu texto: você narra que os irmãos de Dante o enganaram para levá-lo e deixá-lo no parque, e logo depois você diz que ele está animado por sua primeira missão. Ficou faltando uma informação sobre o que os irmãos do menino haviam falado, ou simplesmente foi um engano sobre as emoções do menino: se ele estava com medo a ponto de ter sido enganado, como poderia estar feliz de embarcar na missão?

O outro adendo é sobre um dos pontos obrigatórios: foi dito que os boatos deveriam chegar ao semideus no evento, mas sua narração somente deu a entender que os irmãos de Dante sabiam sobre, e não o filho de Selene em si; também relacionado a adequação da proposta, houve o não cumprimento de um ponto: que era a fala de Rukia sobre a região e o parque ser mal assombrado.

• Coerência 45/50;
• Coesão, estrutura e fluidez 25/25;
• Objetividade e adequação à proposta 12/15;
• Ortografia e organização 10/10;

Total: 138xp;

— Kim: apesar de ter cumprido os pontos obrigatórios com perfeição, detectei muitos problemas de fluência e concordância em seu texto, de forma que foi complicado manter a leitura. Tente organizar melhor as vírgulas de seu texto para que a leitura não seja cansativa.

• Coerência 50/50;
• Coesão, estrutura e fluidez 15/25;
• Objetividade e adequação à proposta 15/15;
• Ortografia e organização 10/10;

Total: 135xp;

— Lorenzo

• Coerência 50/50;
• Coesão, estrutura e fluidez 23/25;
• Objetividade e adequação à proposta 15/15;
• Ortografia e organização 10/10;

Total: 147xp;

— Raphael

• Coerência 50/50;
• Coesão, estrutura e fluidez 18/25;
• Objetividade e adequação à proposta 15/15;
• Ortografia e organização 9/10;

Total: 138xp;

— Roan

• Coerência 50/50;
• Coesão, estrutura e fluidez 25/25;
• Objetividade e adequação à proposta 15/15;
• Ortografia e organização 8/10;

Total: 147xp;


terceiro turno


— Kim: acredito que a mesma ressalva do turno anterior seja válida para este. Cumpriu os pontos obrigatórios com perfeição, apenas peço que revise no mínimo uma vez, evitando erros bobos como pontuação.

• Coerência 50/50;
• Coesão, estrutura e fluidez 15/25;
• Objetividade e adequação à proposta 15/15;
• Ortografia e organização 10/10;

Total: 135xp;

— Lorenzo

• Coerência 50/50;
• Coesão, estrutura e fluidez 23/25;
• Objetividade e adequação à proposta 15/15;
• Ortografia e organização 10/10;

Total: 147xp;

— Roan

• Coerência 50/50;
• Coesão, estrutura e fluidez 25/25;
• Objetividade e adequação à proposta 15/15;
• Ortografia e organização 8/10;

Total: 147xp;


quarto turno


— Kim: acredito que a mesma ressalva do turno anterior seja válida para este. Cumpriu os pontos obrigatórios com perfeição, apenas peço que revise no mínimo uma vez, evitando erros bobos como pontuação.

• Coerência 50/50;
• Coesão, estrutura e fluidez 15/25;
• Objetividade e adequação à proposta 15/15;
• Ortografia e organização 10/10;

Total: 135xp;

— Lorenzo

• Coerência 50/50;
• Coesão, estrutura e fluidez 23/25;
• Objetividade e adequação à proposta 15/15;
• Ortografia e organização 10/10;

Total: 147xp;

— Roan: alguns erros bobos justificados pela sua não revisão.

• Coerência 50/50;
• Coesão, estrutura e fluidez 25/25;
• Objetividade e adequação à proposta 15/15;
• Ortografia e organização 8/10;

Total: 147xp;
status final


Recompensas
— Dante: 276xp
— Kim: 540xp
— Lorenzo: 588xp
— Raphael: 276xp
— Roan: 588xp

Para Lorenzo e Roan (alcançaram 95% do rendimento):

{Dominus} / Barbante mágico [Trata-se de um pedaço do barbante encontrado na costura do corpo do mestre dos brinquedos. Duas vezes por missão, ao ser utilizado em um item inanimado (incluindo armas), o mesmo será capaz de se movimentar sozinho de acordo com as ordens de seu portador. O item em uso obedecerá ordens simples, como atacar, defender etc (uma ordem complexa, como rodear um inimigo não terá efeito algum). O barbante pode ser usado apenas em um único item do arsenal do player por vez e terá efeito por dois turnos. Ao fim do primeiro uso, ele precisará ficar dois turnos inativo para recuperar energia e ao fim do segundo uso, retornará ao dono.] {Barbante, efeito mágico de domínio}(Nível mínimo: 10)[Recebimento: Evento Playin' with the Devil, grupo 4]

HP e MP final
— Dante:
20/130 HP
23/130 MP

— Kim:
370/380 HP
212/380 MP  

— Lorenzo:
76/150 HP
74/150 MP

— Raphael:
145/290 HP
75/290 MP

— Roan:
166/180 HP
117/180 MP

Parabéns a todos os participantes. Desgraça!


Rukia Kuchiki
Rukia Kuchiki
IndefinidosPercy Jackson RPG BR

Mensagens :
32

Localização :
i guard the land of the unholy dead, condemned for their sins

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — playin' with the devil (EVENTO / GRUPO 4)

Mensagem por Hécate em Ter 21 Nov 2017, 02:35

Teje coisado!
XP, item e descontos também feitos à narradora.
Hécate
Hécate
DeusesPercy Jackson RPG BR

Mensagens :
539

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — playin' with the devil (EVENTO / GRUPO 4)

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum
:: Topsites Zonkos - [Zks] ::