— chained souls (EVENTO / DEFESA INTERNA 2)

Página 1 de 4 1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

— chained souls (EVENTO / DEFESA INTERNA 2)

Mensagem por Cuzão em Qua 21 Fev 2018, 00:00


Chained Souls
Defesa Interna – 2

Pela primeira vez depois de tantos anos, os deuses não olhavam pelas suas crianças.

Aqueles que no acampamento residiam sequer poderiam imaginar que suas rotinas se alterariam da forma drástica. O amanhecer no reduto semideus fora tipicamente invernal para os padrões da costa leste americana: um clima frio, nublado, com uma temperatura amena e nuvens carregadas. Apesar de dentro da barreira não cair um floco de neve, o clima frio permitia que tal fenômeno acontecesse no lado externo.

Para seis semideuses em específico, porém, alguns desafios seriam impostos pelo destino. Quirón solicitara para que os sátiros batessem nas portas dos chalés de Despina, Zeus e Athena e convocassem o semideus que possuísse seu nome gravado no papel, afinal a crença do centauro era de que, apesar da ameaça parecer real, tais semideuses poderiam dar conta de uma tarefa que ele imaginava ser fácil.

Após os três primeiros saírem, Quirón ordenou que outros sátiros fizessem seus caminhos até os chalés de Thanatos e Macária, procurando por dois semideuses específicos: Elliot e Tobias. Ao ver suas ordens sendo rapidamente cumpridas, dirigiu-se à biblioteca do acampamento, onde buscou pelo mentalista de Psiquê Jeff Smith.

Os galopes de alguns sátiros contra o chão macio demonstravam a urgência da situação, enquanto conseguia se observar toda a movimentação até aquele momento inexplicável para os seis semideuses que observavam. Ao ver a reação de todos relativamente atônitos, o centauro pigarreou.

Crianças… – pensou melhor. — Semideuses, hoje será um dia atípico para cada um de vocês. Começando aqui da biblioteca, preciso que averiguem as defesas do acampamento contra invasões. – um sátiro se aproximou, sussurrando algo para Quirón. — Bem, como eu posso dizer… Apenas sobrevivam.

As palavras soaram frias e tristes pela boca da criatura mitológica, que cavalgava em direção aos outros grupos formados para passar instruções. Certamente havia algo de errado com o acampamento, afinal até mesmo Quirón estava com sua armadura vestida, uma que nos tempos de bonança ficaria dentro da Casa Grande pegando poeira, junto ao elmo especialmente feito para ele.



Objetivos
instruções e pontos obrigatórios

— Semideuses, sejam bem-vindos ao evento Chained Souls. Serei seu narrador durante os próximos quinze dias.

— Como devem ter percebido, este é um post introdutório para que cada um se familiarize com seus novos companheiros de batalha, com o ambiente em que irão interagir e etcs. Abusem dessa pequena liberdade.

— Meu pedido inicial para vocês é que façam uma introdução condizente com a narração proposta, mas deixo livre para que podem tomar toda a liberdade do mundo para acrescentarem detalhes que considerarem relevantes.

— Peço também para que descrevam seus personagens, sentimentos ao se aliarem repentinamente com outros semideuses que vocês podem ou não conhecer e tudo mais. Novamente ressalto que é um post de introdução, então podem fazer ele o quão longo desejarem.


— OBJETIVO PRINCIPAL: Defender, repelir, exterminar ou quaisquer outras coisas possíveis para proteger o acampamento de todas e quaisquer ameaças que Éris e seus aliados estejam dispostos a fazer.

— OBS: O que vocês fizerem e as decisões que tomarem poderão e irão acarretar consequências devastadoras para o cenário do fórum, então ajam com cautela.

Adicionais
diretrizes e informações

— Diretrizes: evento narrado difícil; introdução.

— Local: Acampamento Meio-Sangue, Long Island.

— Horário: Aproximadamente 11hrs da manhã.

— Clima: Nublado, 15°C dentro da barreira.

— O de sempre: poderes, equipamentos e mascotes deverão ser colocados em spoiler ao final do post, para fins de organização.

— Adendos: comunicarei vocês em caso de qualquer tipo de problema para postar, então encarecidamente peço que façam o mesmo. Qualquer coisa, contate-me via MP, fb, wpp, carta, sinal de fumaça, etc.

— Instrução de postagem: Este é um evento narrado de dificuldade difícil. Encarecidamente, EVITEM escrever post's muito longos ou com muitas informações. O ideal, nos turnos de narrada, é que cada post tenha de 10 a 15 linhas ou de acordo com o que a situação exigir. A ortografia e coerência com os fatos narrados são cruciais e objetividade passará a pesar mais, por conta do prazo de postagem. Aconselho o seguinte: FAÇAM POSTS CURTOS.

— Introdução: O post de introdução é uma exceção à regra acima. Irei avaliar a ortografia, fluência e organização nele com muito mais peso. Nesse, vocês podem postar do jeito que sempre postam: cheio de sentimentos, detalhes, pensamentos e ideias.

— Prazo de postagem: Encerra-se às 23:59 do 21/02.

— As regras 4, 6 e 7 referentes ao tópico de inscrição do evento estão em vigor neste grupo e devem ser consideradas.


Status
Condições dos personagens

Tobias Pratt
HP: 380/380
MP: 380/380

John W. Macquorn
HP: 160/160
MP: 160/160

Elliot Cumming
HP: 600/600
MP: 600/600

Samantha Johnson
HP: 390/390
MP: 390/390

Jeff Smith
HP: 320/320
MP: 320/320

Peter Lost
HP: 615/720
MP: 590/720

Obs: status observado às 23:22 do dia 20/02/2018. Qualquer erro, comunicar-me por MP.
Cuzão
Cuzão
IndefinidosPercy Jackson RPG BR

Mensagens :
183

Localização :
Ilha Eólia, Colorado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — chained souls (EVENTO / DEFESA INTERNA 2)

Mensagem por Nikolas Erichsen em Qua 21 Fev 2018, 12:06


Trial of the Gods

Se sonhos normais — para semideuses — já eram conturbados, imagine pesadelos.

Elliot via nada mais do que vermelho; um mundo colorido com sangue, e uma voz ofídica e sussurrante se aproximar do pé de seu ouvido. A sensação era de estar pendurado no ar por uma corda no pescoço, sufocando-o, mas não via o próprio corpo nem tinha senso de espaço-tempo. Uma presença aterradora vinha lhe arranhando o rosto e as gargantas, pintando as paredes daquela prisão inóspita com a sua fonte de vida.

A voz de uma mulher sibilava, provocadora. Cada palavra dela o fazia querer se ajoelhar, implorar por perdão, mesmo que não soubesse dizer pelo quê.

Venha. Junte-se à mim. Ouvia. E sentia uma onda poderosa de poder inundá-lo quando pensava em segui-la, por mais que não soubesse para onde seria guiado.

Embora, no entanto, se atraísse pela promessa implícita do sonho, sentia que aquela atração seria fatal. Recusava. E sentia a garganta ser arranhada mais uma vez por finas lâminas; o corpo perfurados em todos os lugares possíveis por milhares de adagas, e o ar lhe faltando nos pulmões. Diversas e diversas vezes.

Levantou-se de súbito quando acordou. O chalé de Tânatos, como sempre, silencioso. Elliot suava frio, ainda sentindo dores fantasmas em todo o corpo devido os tortuosos sonhos que vinha tendo.

— Elliot? — Ouvira seu nome. Ergueu o tronco, encontrando o rosto de um sátiro no meio de tantos outros meio-irmãos que pouco reconhecia. — É urgente. Se prepare para uma batalha. — Disse, e o filho de Tânatos deixou sua boca pender, entreaberta.

Uma batalha?

Não teve sequer tempo de pensar, quando desvencilhou-se de seus lençóis e procurou por seus equipamentos em uma mochila recostada na lateral de sua cama. Vestiu a camiseta do camp, uma jaqueta de couro, bermudas jeans e guardou numa algibeira duas poções para o caso de precisar, lembrando-se de colocar sua faca — Merciless — no cinto e colocar tanto Sullem quanto Death no dedo anelar e pescoço, respectivamente. Estava pronto para sair, mas hesitou ao se lembrar de um broche com o símbolo de Ares de um semideus renegado que quase matara.

Apanhou-o também e, sem pensar duas vezes, prendeu-o na camiseta do camp e escondeu-o debaixo da jaqueta.

— chained souls (EVENTO / DEFESA INTERNA 2) RV9v7KP

Elliot não precisava ser um filho de Atena para deduzir o que estava acontecendo. O acampamento todo pareceu de repente se mobilizar; via sátiros correndo de um lado para o outro com uma maior frequência do que, num dia normal, costumava ver eles correndo atrás das ninfas.

Via semideuses armados e rostos de preocupação. Pessoas apressadas e um enorme clima de tensão. Mesmo com o tempo tão gélido, conseguia sentir o calor que o acampamento emanava de tanta adrenalina e agitação. Quando chegou na biblioteca e encontrou Quíron metido dentro de uma armadura, aí sim teve absoluta certeza de que a segurança do acampamento estava comprometida.

Desnecessário dizer que não ficou surpreso quando ouviu a palavra "invasões".

Em meio àqueles semideuses que pouco conhecia, Elliot nem pensou em se apresentar com tanta coisa na cabeça. Não sabia se estava preparado para aquilo. Era a primeira vez que iria arriscar sua vida para que o acampamento resistisse e se sentia mal por não ter motivações o suficientes para lutar ao lado deles, ainda que fosse fazer isso de qualquer forma.

Elliot colocou uma mão sobre a outra enquanto tentava pensar, deixando os dedos deslizarem por entre Sullem, seu anel, e seu punho. Após um breve silêncio, olhou para os companheiros de missão, deixando sua hesitação de lado. — Vocês ouviram Quíron, temos alguns problemas para lidar. Eu me chamo Elliot, sou o novo instrutor de combate aos monstros. — Se apresentou bem brevemente, respirando fundo e avaliando os rostos desconhecidos.

— Aparentemente, somos uma equipe de patrulha. Talvez não estejam acostumados com isso, mas preciso dizer algumas coisas antes de irmos: não se separem, não se percam, e não se coloquem em perigo desnecessário. Estamos lidando com uma invasão, o que significa que tem gente e monstros querendo nos matar, e não pretendemos nos desgarrar do grupo para sermos alvos fáceis, okay? — Avisou, com um semblante sério no rosto.

Assim, vendo a movimentação dos sátiros, Elliot abordou aquele que passou mais próximo do grupo; o mesmo que havia ido buscá-lo. — Hey! Estamos prontos para ir. — Disse, acima do volume de discussão que se desenrolava na biblioteca. — Nos diga qual lugar precisa de uma atenção imediata, e iremos lá defender.

Poderes Utilizados:
Passivos:
Nível 01

Atração Fatal - Thanatos, dentro da mitologia, sempre foi retratado como belo, possuindo não apenas a questão física, mas também uma aura de atração, rivalizando com Apolo como modelo de ideal masculino. Esse poder entra em oposição direta com o medo que sua função provoca, mas apesar do paradoxo, aqueles que entram em contato não dixam de se sentir admirados. Seus filhos herdam tais características e, apesar de tudo, exercem influência sobre as pessoas ao redor, recebendo uma bonificação adicional de 10% para a efetividade de poderes de charme, sedução e persuasão quando estão visíveis ao alvo. [Modificado, antigo "Beleza"]

Nível 04

Presença perturbadora - Apesar de reconhecidamente bellos e/ou atraentes, filhos de Thanatos ainda herdam certa ligação com o mundo inferior, o que lhes rende uma aura ambígua: se por um lado sua aparência encanta, por outro, sua presença perturba e incomoda a maioria das pessoas ao redor - algo que fica perceptível com o ganho de poder e a evolução do semideus. Humanos e animais comuns tendem a se afastar, e mesmo seres mitológicos e outros semideuses podem ficar levemente perturbados. Não afeta filhos dos 3 grandes ou de deuses do submundo. A aura aumenta em 50% a dificuldade de domar qualquer criatura viva cuja origem não seja o submundo. Por outro lado, personagens sensíveis que sejam 10 níveis ou mais abaixo do semideus não tomarão iniciativa no primeiro turno de um combate direto (mas ainda podem atacar de forma oculta, como uma emboscada, ou revidar ataques recebidos). É um efeito mental de medo, portanto admite resistências. [Modificado, antigo "Influência sobre o medo"]

Nível 07
Sensibilidade de morte - Não importa quando ou onde, mas o filho de Thanatos sentirá quando alguém morrer ou estiver a beira da morte em um raio de até 100m - ainda que não identifique quem morreu ou a causa da morte. Não prevê movimentos em batalha, mas se alguém for ferido mortalmente em uma, ele sentirá.
Ativos:
Nenhum utilizado
Equipamento:
— {Death} / Foice [Foice da Morte; mede cerca de 2 m. O cabo é feito de bronze sagrado, assim como sua lâmina. Ao desejo de seu dono, a partir do nível 20, ela se transforma em um pingente de foice] {Bronze Sagrado} (Nível Mínimo: 1) [Recebimento: Presente de Reclamação de Thanatos] ~ NO PESCOÇO, FORMA DE PINGENTE ~

— {Sullem} / Anel [Anel feito de Ferro Estígio com uma grande Safira Negra incrustada em seu centro, representando uma caveira. Quando o usuário estiver com seu status de vida pela metade, uma aura negra o envolve. Faz com que a áurea recupere 20% do HP uma vez por missão] {Ferro Estígio e Safira} (Nível Mínimo: 1) [Recebimento: Presente de Reclamação de Thanatos] ~ DEDO ANELAR ~

— {Merciless} / Adaga [Adaga de bronze sagrado que possui 25 centímetros. Seu efeito especial é, quando ativado em um ataque no round, envolver a lâmina com energia elétrica, fazendo com que o dano causado pela arma naquele round seja aumentado em 20%. Só age por um round/turno. O efeito da arma pode ser usado duas vezes por missão.] { Bronze Sagrado } {Controle Sobre Eletricidade} {Nível Mínimo: 15} [Recebimento: Poseidon pela missão “A Futura Caçadora”] ~ NO CINTO ~

— {Höllen} / Broche [Este broche com o símbolo de Ares foi perdido durante a luta de Elliot com um renegado do Acampamento. Diante do poderoso combate e da situação a qual foi exposto, o pequeno item adquiriu uma habilidade obscura: quando seu portador estiver perto da morte (aproximadamente 10m de distância de alguém recém morto), o item lhe dará um bônus de 10% em seus poderes durante dois turnos, apenas uma vez por missão ou evento. Caso o poder tenha efeito constante, o bônus não seguirá por mais tempo do que o descrito.] {Prata} (Nível mínimo: 20) {Não controla nenhum elemento} [Recebimento pela missão "Assassinato Misterioso", avaliada por Lavínia Cavendish e atualizada por Phobos.] ~ NA CAMISETA DO CAMP ~

— Elixir da vida titânico. ~ NA ALGIBEIRA ~

— Elixir da vida divino. ~ NA ALGIBEIRA ~


Thanks Doll at The Pretty Odd


Ações: Elliot chegou na biblioteca e começou a dar uma de líder do grupinho. Além disso, perguntou para um sátiro lugares que precisam de atenção imediata, para levar o grupo para um desses lugares e defender ele.

Obs: Gostaria que o narrador se divertisse bastante com o meu poder "Sensibilidade de morte" nesse evento (vide o spoiler de poderes). E o Elliot também tem uma maldição (vide perfil), sinta-se livre para usar ela.
Nikolas Erichsen
Nikolas Erichsen
Filhos de ApoloAcampamento Meio-Sangue

Mensagens :
338

Localização :
New York

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — chained souls (EVENTO / DEFESA INTERNA 2)

Mensagem por Jeff Smith em Qua 21 Fev 2018, 13:17



Chained Souls


O clima no acampamento era um retrato do que eu sentia no fundo de minha alma. O frio e a escuridão que pairavam no local pareciam um prelúdio de algo terrível. Algo ao qual eu não sabia se iria sobreviver.

Durante vários dias, minha rotina incluía treinar pela manhã e, após o almoço, passar todo o tempo possível estudando. A biblioteca havia se tornado a minha segunda casa, pois eu passava mais tempo ali do que em outros lugares do acampamento. Eu estudava sobre tudo, desde monstros a lendas antigas. Muita coisa eu já sabia, mas sempre havia uma nova e chocante descoberta. Mas nada foi mais chocante quanto o dia em que eu fui convocado diretamente por Quíron.

Nesse dia em questão, eu acordei com um pressentimento de que alguma coisa poderia acontecer. Pressentimento esse que foi confirmado pelo meu colar, que ficou frio como uma pedra de gelo em meu peito. Eu sabia que não corria perigo imediato, mas alguma coisa me dizia que meu dia seria diferente dos demais. Para confirmar isso, decidi alterar minha rotina e ir à biblioteca pela manhã, em vez de ir para o treino.

Vesti uma camiseta preta simples, calças cargo também preta e uma jaqueta de couro. Não era um conjunto de roupas que um filho de Atena usualmente vestiria, mas era confortável. Antes de sair do chalé VI, puxei a mala que fica embaixo da minha cama, na qual eu guardo minhas armas. Peguei a espada que era um dos símbolos de minha ligação com Psiquê e a amarrei às minhas costas. Então peguei minha faca e a amarrei em minha cintura, com a ajuda de um cinto. Elas não são tão efetivas em batalha, mas um armamento extra nunca era demais, pensei enquanto amarrava um kit de agulhas no cinto. Meus braceletes, que eram meu escudo e minha corrente, estavam em seus devidos lugares em meus pulsos. Quando estava prestes a sair, eu peguei uma mochila e coloquei alguns elixires que eu possuía.

Com toda essa preparação para uma batalha de proporções épicas, eu me encaminhei para a biblioteca, onde iria passar uma manhã tranquila estudando sobre o mundo grego e suas maravilhas e terrores. Eu não imaginava que toda a preparação que eu fiz não seria em vão.

Enquanto eu estava lendo um livro sobre o panteão de deuses, com ênfase em deuses “menos conhecidos”, um som característico de cascos invadiu a biblioteca. Cada passo do centauro ecoava em meu crânio, como se ele estivesse batendo em minha cabeça. Mas o que realmente me deixou desconcertado foi a vestimenta que Quíron estava utilizando.

Eu me acostumei a ver Quíron com roupas de um professor secundarista, seja em sua forma normal ou em seu disfarce na cadeira de rodas. Porém eu nunca esperava ver o centauro trajando uma armadura completa. Quer dizer, sua parte humana estava com uma armadura completa. Imaginar se a parte cavalo também tinha uma armadura não amenizou em nada o clima.

— Senhor Smith. — A voz do velho mestre estava estranha, com uma mescla de cansaço e tristeza, como se algum familiar tivesse falecido. — Vejo que você também está sentindo a mudança nos ventos. Venha comigo.

— Aconteceu alguma coisa, Quíron? — Rapidamente levantei-me, enfiei o livro na minha mochila, juntei minhas coisas e comecei a acompanhar o centauro para fora da biblioteca.

— É melhor que eu converse com todos vocês, juntos. — E sem dizer mais nada, Quíron saiu da biblioteca, ficando em frente ao prédio. Eu fiquei ao seu lado, enquanto ele aguardava alguma coisa.

Esperamos por poucos minutos, então algumas pessoas começaram a chegar. Um garoto de cabelos coloridos, Tobias, que eu conhecia das enfermarias. Fiz um cumprimento com a cabeça enquanto outros dois garotos chegavam. Então uma garota chegou, conversando animadamente com um sátiro. As roupas extremamente chamativas e o cabelo platinado denunciavam que a garota era Samantha, minha irmã. Sorri e pisquei para ela, tentando amenizar o clima que aquela reunião estava causando. E, por último, um garoto, quase uma criança, veio até a biblioteca, sozinho. Bem, não exatamente sozinho. Um automato com o formato de um carcaju o acompanhava. Por um momento eu achei que ele tivesse vindo apenas para ler alguma coisa, ou que estivesse levando seu automato para passear, mas quando ele parou ao lado de Tobias, e Quíron o cumprimentou com a cabeça, eu vi que, o que quer que estivesse acontecendo, era sério o suficiente para arrastar uma criança ao campo de batalha.

Quando o centauro olhou para mim, eu entendi como um sinal, e fui para o lado de Samantha. Quando Quíron olhou para nós seis, eu consegui ver o quanto ele estava preocupado. Não só vi como senti a sua preocupação. Mas o que realmente me preocupou foi sua fala.

— Crianças… — Então ele olhou para cada um de nós e continuou. — Semideuses, hoje será um dia atípico para cada um de vocês. Começando aqui da biblioteca, preciso que averiguem as defesas do acampamento contra invasões. — um sátiro se aproximou, sussurrando algo para o centauro. Em minha mente, eu senti a preocupação de Quíron atingir um nível alarmante. — Bem, como eu posso dizer… Apenas sobrevivam.

Com isso, o sátiro foi conversar com outros grupos de semideuses que se aproximavam do local. Eu olhei para o meu grupo. Daquelas cinco pessoas, eu só conhecia duas delas. Era um pouco complicado trabalhar com pessoas que nós nunca conhecemos. E isso fica um pouco mais complicado quando você pode sentir os sentimentos deles.

Contudo, não tive muito tempo para pensar nisso, pois um dos semideuses do meu grupo se adiantou e começou a passar instruções para nós. Era uma estratégia simples, mas ainda assim extremamente efetiva. Eu sentia a seriedade que emanava de Elliot, vendo que ele estava preocupado com tudo o que estava acontecendo. Eu sentia também o ânimo dos outros, e não era nada agradável. Comecei a falar, tentando aumentar o moral do grupo.

— Certo. O Elliot já deu a entender que isso não será um passeio no parque. — Por mais que eu estivesse falando algo sério, minha voz transparecia um tom de motivação. — Mas nós temos que defender o acampamento. Não vamos decepcionar nossos irmãos.

Enquanto eu falava, podia sentir as emoções dos outros semideuses mudando. Porém isso não foi o suficiente para que eu ignorasse o colar em meu peito, cada vez mais gelado. Alguma coisa ruim iria acontecer, e era somente uma questão de tempo para que isso acontecesse.


ARMAS:
Faca [Sua lâmina bronzeada mede cerca de 24 cm, e seu cabo tem o mesmo comprimento padrão. É bastante afiada e é perfeita para ataque ágeis e rápidos. O bom desta arma é sua eficiência tanto para mãos hábeis quanto para manuseios mais inexperientes, pois é uma arma curta, fácil de esconder e ao mesmo tempo fácil de manusear. Seu punho é feito de aço, mas uma camada de couro escuro cobre o aço para que o usuário possa segurá-la firmemente. Na parte inferior da lâmina, próxima ao cabo, há entalhado as siglas do Acampamento "CHB"; uma propriedade que só os meio-sangues e criaturas místicas podem ter e usar (ajuda um pouco na destreza)] {Bronze, aço e couro} (Nível mínimo: 1) {Nenhum elemento} [Recebimento: Administração; item inscrição padrão do fórum]

{Strategy} / Escudo [Escudo médio de bronze sagrado. Possui uma pequena coruja entalhada em seu centro. O escudo tem uma superfície muito lisa, denotando um exímio trabalho de forja, sem imperfeições. No nível 20 transforma-se em um bracelete com entalhes similares ao do item.] {Bronze Sagrado} (Nível Mínimo:1) {Não Controla Nenhum Elemento} [Recebimento: Presente de Reclamação de Atena]

Anima Bracelet. [Um bracelete de prata com o desenho de borboleta em ouro. Esse bracelete pode ser ativado com o desejo mental do usuário e transforma-se em uma corrente que pode medir 10m. Essa corrente é feita de prata e ouro sagrado, bastante resiste a tal ponto de ser semi-indestrutível. Ela obedecerá aos comandos mentais do mentalista com perfeição, independente do nível que ele esteja.] [Materiais: Ouro Sagrado e Prata Sagrada] (Nível mínimo 1) {Elemento: Psíquico} [Recebimento: presente por ser mentalista]

Yin Yang. [Uma espada de punho prateado e com um desenho bem talhado de uma borboleta em azul. Sua lâmina é de uma beleza diferenciada, pela divisão do cume central, metade dela possui um material negro e a outra metade é feito de prata sagrada. Seu corte é duplo e sua ponta afinada, uma espada bastante resistente. Ela possui uma habilidade de ativar um segundo modo em que a espada original se divide em duas, uma de lâmina totalmente preta e outra de prata sagrada. Nesse segundo formato a sua resistência diminui um pouco, porém seu corte fica extremo, podendo cortar metais pesados e causar efeitos sobre armas sagradas. Essa espada vem em uma bainha preta com entalhes azuis em borboletas, ela se adapta ao corpo do mentalista podendo ser usada do modo que este desejar carregar a espada.] [Materiais: Prata Sagrada e Material Negro] (Nível Mínimo: 1) {Elemento: Psíquico} [Recebimento: Presente por ser mentalista]

— {Protection} / Amuleto [Feito de pedra d'água, o amuleto encantado é quadrado, com pontas arredondadas e gravado com uma runa antiga cujo significado é "proteção". Quando o usuário está em perigo, sua temperatura diminui, dando a impressão de estar molhado, a fim de avisar o dono.] (Nível mínimo: 3) {Elementos controlados: magia} [Recebimento pela missão "O Mundo de Semideuses", avaliada e atualizada por Hécate.]

1x Agulhas de bronze sagrado [Grandes agulhas com cerca de 20 a 30cm cada, são extremamente leves e afiadas. Podem ser arremessadas ou usadas em ataque corpo a corpo, mas sua eficiência só é aparente para quem tem a perícia e conhecimento adequado para acertar o inimigo nos pontos corretos, até 2 agulhas podem ser usadas por ataque. Pode ser usada de modo benéfico, pelos curandeiros, de acordo coms eus poderes. Pouco resistentes.][Kit com 20][Bronze sagrado][Sem nível mínimo][Sem elemento] [Comprado no Camelô da Vicka 2.0]

Elixir da Vida (fraco): Recupera 10HP.
Elixir da Energia (titânico): Recupera 100EP.
Elixir da Energia (forte): Recupera 60EP.
Elixir da Vida (titânico): Recupera 100HP.
Elixir da Vida (forte): Recupera 60HP.
(Todos os elixires estão em uma mochila)

PODERES:
ATENA:
PASSIVOS:
Todos os poderes até o nível 23, mas nesse post estão em ênfase os seguintes poderes:

Nível 19

Sentidos ampliados: Visão e Audição - Assim como as corujas, o filho de Atena terá sua visão e audição otimizadas, tendo sua acuidade e alcance ampliados em 50%, de forma que se tornam mais perceptivos ao que ocorre à sua volta.

PSIQUÊ:
PASSIVOS:
Todos os poderes até o nível 23, mas nesse post estão em ênfase os seguintes poderes:

◉ Nível 2. Memória fotográfica: Tudo o que você ver ou ler ficará gravado em sua memória por anos, serve tanto para imagens para textos.

◉ Nível 10. Empatia: Você sabe exatamente o que o outro está sentindo em termos de emoções.

◉ Nível 18. Motivador: Palavras de incentivo sempre dão certo quando são propagadas por você, podendo animar ou desanimar alguém, o motivando ou desmotivando a fazer algo.
Jeff Smith
Jeff Smith
Mentalistas de Psiquê

Mensagens :
391

Localização :
No coração da Maisie

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — chained souls (EVENTO / DEFESA INTERNA 2)

Mensagem por Samantha Johnson em Qua 21 Fev 2018, 14:15

Chained Souls
Morte
ao inimigo!


Samantha Johnson era mais uma entre tantos filhos de Athena que estavam naquele chalé na nublada manhã. Mas fora a única a ser chamada quando um sátiro bateu na porta do chalé e pediu para a semideusa lhe acompanhar. A ex-ruiva tirou os olhos de um livro que segurava e o jogou longe, animada com a ideia de que Quíron a tinha lhe chamado para brincar.

— Onde é a festa? — perguntou empolgada enquanto pegava alguns brinquedos que tinham sido misteriosamente espalhados. Sabia que os chamados do acampamento sempre resultava em batalhas, logo, ia se precaver.

Colocou sua adaga escondida no lado direito de sua cintura e o soco inglês no bolso de trás da mini-saia que usava. Sua camisa do acampamento – que tinha sido customizada com uma gola ‘V’, um laço na parte da frente, muito brilho e pedras brilhantes– lhe caía bem com seu colar de pingente na forma de bambu. Não largava a faca que tinha ganhado quando chegou o acampamento nunca, e não seria agora que faria, a colocou no tornozelo escondida pelo tênis de cano alto. Amarrou seu bracelete no pulso esquerdo e enrolou seu chicote e o apoiou na mini-saia no maior estilo Indiana Jones.

— Meu cabelo! — exclamou para ninguém em especifico quando se viu no pequeno espelho arredondado que tinha recolhido no meio de suas roupas. Começou então o vagaroso processo de deixar seus cabelos apresentáveis em suas maria chiquinhas platinadas. Guardou o espelho no bolso para eventuais reparos. Por fim amarrou sua lança nas costas e guardou seus elixires – morrer não parecia agradável.

— Leve-me até o chefe — falou andando na direção do sátiro. Mas no meio do caminho se lembrou de algo e voltou correndo para dentro, esticou sua meia-calça arrastão, se agachou perto de sua cama e puxou um porrete enorme de madeira que estava lá embaixo. O apoiou no ombro e deu um sorriso amarelo para o sátiro que estava sentado no chão esperando ao que parecia ser uma eternidade...

Samantha caminhou saltitante até chegar à biblioteca, dando tchauzinho para todo semideus que passava, sorridente. Brincou com os chifres do sátiro e conversou com ele até chegar de frente à biblioteca onde encontrou um pequeno e masculino grupo de semideuses. Seu irmão estava ali e fez coração com os dedos na direção dele, viu também Tobias, o garoto mágico e de cabelo engraçado que tinha lhe curado. Correu em sua direção e levantou a blusa exibindo seu corpo.

— Sem machucados! — falou com orgulho.

Não demorou até Quíron começar a falar, Samantha prestou atenção em cada palavra. Deveriam conferir as defesas do acampamento, e ficou em choque por alguns segundos. Será que aquilo queria dizer que o acampamento estava sendo ameaçado? Aquele não parecia ser um procedimento de rotina, Quíron não agiria daquela forma se fosse...

Quem estaria ameaçando o acampamento? Quem estaria ameaçando o lar de Samantha? A garota olhou em volta em busca de algo, qualquer coisa que pudesse lhe responder. Ouviu a voz de seu irmão de mais algumas pessoas que não conhecia, mas não prestou a devida atenção, sua determinação e raiva subiam, defenderia o acampamento desse inimigo desconhecido até a morte.


Hmm...:
Armas:
♦️ Faca [Sua lâmina bronzeada mede cerca de 24 cm, e seu cabo tem o mesmo comprimento padrão. É bastante afiada e é perfeita para ataque ágeis e rápidos. O bom desta arma é sua eficiência tanto para mãos hábeis quanto para manuseios mais inexperientes, pois é uma arma curta, fácil de esconder e ao mesmo tempo fácil de manusear. Seu punho é feito de aço, mas uma camada de couro escuro cobre o aço para que o usuário possa segurá-la firmemente. Na parte inferior da lâmina, próxima ao cabo, há entalhado as siglas do Acampamento "CHB"; uma propriedade que só os meio-sangues e criaturas místicas podem ter e usar (ajuda um pouco na destreza)] {Bronze, aço e couro} (Nível mínimo: 1) {Nenhum elemento} [Recebimento: Administração; item inscrição padrão do fórum]

Adaga comum de bronze sagrado [Adaga simples e elegante, ela é feita de bronze sagrado, curta e de duplo corte. A lâmina possui 8cm de largura, afinando-se ligeiramente até o comprimento, que chega a 20cm. Não possui guarda de mão e o cabo é de madeira revestido com couro, para uma empunhadura mais confortável; acompanha bainha de couro simples.][Madeira, couro e bronze sagrado. Sem nível mínimo. Sem elementos]

Soco inglês [Estrutura metálica, feita para ser encaixada nos dedos, potencializando o poder de ataques corporais. Causa dano contusivo, da mesma forma que uma clava, por exemplo, mas pode ser devastador no caso de usuários com grande capacidade física.][Bronze sagrado][Sem nível mínimo, sem elementos]

Clava de madeira [Arma simples, é um porrete rústico com grande peso e massa, causando dano impactante. Maior eficácia contra armaduras metálicas, mas em combate corporal seu dano tende a desmaiar o inimigo, e não matar, exceto quando empunhada com grande força e atingindo pontos específicos do inimigo, como a cabeça, por exemplo, o que exige ataques mais concentrados][Madeira][Sem nível mínimo, sem elementos]

♦️ {Íris} / Espelho [Pequeno e arredondado espelho, preso a uma moldura de prata, sem cabo. Na parte de trás, cores variadas formavam um desenho abstrato: a assinatura de Íris, a deusa do arco-íris. Apesar de parecer comum, possui o efeito de formar instantaneamente uma mensagem de Íris - não importando se o local em que o usuário está é propício - sem qualquer custo, dando a oportunidade ao usuário de comunicar-se com alguém; estas mensagens limitam-se a duas, somente, e ao fim delas o item irá tornar-se comum. Além disso, a mensagem será mais debilitada que as demais, tendo uma dificuldade de 20% na visibilidade e na audição.] {Espelho, prata} (Nível mínimo: 3) {Controle sobre as mensagens de Íris} [Recebimento: Dado pela Lady Hera pelo cumprimento da missão "A partida de xadrez", atualizado por ~Lady Íris~].

{Wisdom}/ Lança [É uma réplica da lança de Athena. O cabo da arma é branco, feito de álamo, enquanto a lâmina é prateada - apenas um efeito estético, já que seu material ainda é bronze sagrado. Perto da lâmina está engastada uma coruja, e todo o cabo foi trabalhado, não sendo linear, e sim possuindo algumas curvaturas, o que faz com que seu manuseio seja mais complexo a quem não tem a perícia adequada. Possui 1,5m de alcance][Álamo e bronze sagrado](Nível Mínimo: 1) {Não controla Nenhum Elemento} [Recebimento: Presente de Reclamação de Atena]

{Strategy} / Escudo [Escudo médio de bronze sagrado. Possui uma pequena coruja entalhada em seu centro. O escudo tem uma superfície muito lisa, denotando um exímio trabalho de forja, sem imperfeições. No nível 20 transforma-se em um bracelete com entalhes similares ao do item.] {Bronze Sagrado} (Nível Mínimo:1) {Não Controla Nenhum Elemento} [Recebimento: Presente de Reclamação de Atena]

¤ {Lumus}/Colar [Colar de prata que contém um pingente de bambu. Sempre que a garota pressionar o pingente com as duas mãos ele irá assumir um brilho amarelado, e assim lhe proporcionará coragem para enfrentar batalhas difíceis de serem vencidas. Na prática, efeitos de medo/pânico e abalo emocional são reduzidos em 25%. Pode ser usado uma vez por missão; dura dois turnos.] {Prata e bambu} (Nível Mínimo: 5) [Recebimento: The Music of Perdition, missão OP mediana. Avaliado por Selene e atualizado por Poseidon]

◆ {Vine Whip} / Açoite vegetal [É uma espécie de chicote com cerca de 100 cm de comprimento (total), feito totalmente de plantas entrelaçadas, com três pontas (como um cipó, com 70 cm de comprimento cada) presas a um cabo de madeira (medindo 30 cm). A pontas possuem pequenos espinhos, aumentando a potência da concussão e até podendo cortar a pele do inimigo com as chibatadas. Foi entregue à semideusa como um presente da ninfa salva - ao acabar com a lenda da árvore amaldiçoada.] [Material: Madeira e plantas] (Nível mínimo: 10) {Não controla nenhum elemento} [Recebimento: Missão "The Haunted Tree", avaliada Alaric L. Carter e atualizada por Psiquê]

Elixir da Vida (titânico): Recupera 100HP.
Elixir da Vida (titânico): Recupera 100HP.
Elixir da Vida (titânico): Recupera 100HP.

Poderes:
Passivos:
Nível 30

Visão clara - Você consegue ter uma visão um pouco mais clara na presença da Névoa, fazendo com que o reconhecimento de criaturas mitológicas fique mais fácil; porém, você ainda poderá confundir-se em locais mágicos e com criaturas de nível similar ou maior do que o seu (nesse caso, não os identificando). O mesmo vale para poderes de ocultação baseados na névoa, considerando sempre o nível do usuário.

Nível 19

Sentidos ampliados: Visão e Audição - Assim como as corujas, o filho de Atena terá sua visão e audição otimizadas, tendo sua acuidade e alcance ampliados em 50%, de forma que se tornam mais perceptivos ao que ocorre à sua volta.
I am...
All Rights Reserved for Belladona
Samantha Johnson
Samantha Johnson
IndefinidosPercy Jackson RPG BR

Mensagens :
145

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — chained souls (EVENTO / DEFESA INTERNA 2)

Mensagem por Peter Lost em Qua 21 Fev 2018, 17:30

ϟ
CHAINED SOULS
Parte 1  
ϟ
Peter Lost
Quer se perder comigo?
— chained souls (EVENTO / DEFESA INTERNA 2) HeOg5gr
Abri os olhos um tanto confuso e precisei de longos segundos assimilar tudo à minha volta. Eu me encontrava deitado sob a cama macia em meu quarto no chalé um, o qual estava imerso em escuridão, com exceção de uma fraca claridade que adentrava o recinto pelas frestas da janela.

Conseguia escutar o movimento das engrenagens de Banzay ao pé da minha cama, como se ele estivesse me aguardando despertar ou qualquer coisa do tipo. Finalmente respirei fundo e tomei coragem para levantar.

O dia estava mais frio do que de costume e o vento gelado entrava pela janela. Não pude deixar de notar o céu nublado, com nuvens escuras e carregadas que pairavam sob o acampamento.

Papai deve estar com algum problema” pensei comigo mesmo, tentando imaginar o que poderia estar ocasionando aquele estranho fenômeno no céu. Eu já começava a formular algumas teorias para aquilo, mas meus pensamentos foram interrompidos por batidas profundas na porta de entrada do chalé.

Arrastei-me pelo local com passos lentos e cadenciados, acompanhado por Banzay, e abri a porta de madeira, de forma a recepcionar qualquer um que estivesse ali fora. Para minha surpresa, um sátiro com expressão mesclada entre ansiedade e cansaço me fitava com seus enormes olhos castanhos.

Procuro por Peter Lost, ele está? – Ele indagou antes que eu pudesse ao menos dizer bom dia. – É urgente!

Sou eu. – As palavras pularam de minha boca, como se a palavra “urgente” fosse um gatilho para ações impensadas. – O que foi?

Quíron quer vê-lo. Ele disse que busca a ajuda de alguns herois... – O sátiro cuspiu a última palavra, enquanto parecia analisar meu pijama azul de raios amarelos com certo desprezo. – De qualquer forma, vá ao seu encontro na biblioteca. Os demais semideuses já devem estar a caminho.

Dito isso, o homem-bode se virou e seguiu seu caminho, afastando-se do chalé. Sem muita demora, voltei para dentro e me preparei para uma missão, afinal, Quíron não costumava me chamar para conversar se não fosse me dar algum tipo de serviço.

Naquele momento minha mente já era inundada por medo, eu não queria ter que lutar com monstros, afinal, eu era só um garoto tentando se adaptar num mundo de mitologia! Sem muita escolha, vesti minha habitual camisa laranja do acampamento, uma jeans surrada e peguei meus equipamentos de combate - os quais se resumiam em um anel, uma luva, um colar, um cinto, um estranho fragmento fantasmagórico e uma lança. No caso eu me sentia indo para um desfile de moda divino, e não para uma batalha. Pisquei algumas vezes enquanto fitava a mim mesmo no espelho do banheiro e então tudo veio a tona: a tortura estava prestes a começar.

Ω

Andei pelo acampamento a passos largos, sabendo que havia demorado uma eternidade para me preparar. Banzay me acompanhava de perto, seguindo cada passo que eu dava. Ao meu ver, o acampamento parecia sem vida e um tanto desolado, pessoas apressadas e com expressões rígidas passavam por mim, como se todas estivessem muito ocupadas. Claro que deveria ser só a minha impressão por conta daquele tempo estranho.

Finalmente atingi meu destino, chegando à biblioteca no menor tempo que minhas perninhas puderam. Quando dei por mim, percebi que o ambiente já estava cheio de pessoas e tive a sensação de que todos os olhos dali se viraram em minha direção. Eu não gostava daquilo, e por mais controverso que pudesse parecer, senti-me sem poder algum perante aquelas pessoas.

Quíron fitou-me por alguns segundos, os quais me pareceram uma eternidade, e então me cumprimentou com um rápido aceno de cabeça. Seus olhos pareciam envoltos em culpa ou pena e ele vestia uma estranha armadura que eu nunca o vira usar antes. Tudo aquilo fazia com que eu ficasse cada vez mais ansioso.

Posicionei-me ao lado de um garoto de cabelos coloridos – o que devo admitir, era muito estiloso. Tentei reconhecer algum rosto amigo entre os cinco semideuses que já estavam por ali, todos eram mais velhos e eu já os havia visto pelo acampamento, entretanto não os conhecia de verdade.

Os dois que mais me chamaram atenção foram o garoto alto de cabelos escuros e olhos castanhos e a menina animada de cabelo platinado e roupas extremamente exageradas. Por algum motivo estranho, eles me passavam segurança, fazendo com que eu me sentisse protegido ou algo do tipo.

Antes que eu pudesse me apresentar, o centauro começou seu discurso. O mesmo que me faria ter pesadelos por longas semanas:

Crianças... – Ele silenciou-se, como se estivesse buscando as palavras. – Semideuses, hoje será um dia atípico para cada um de vocês. Começando aqui na biblioteca, preciso que averiguem as defesas do acampamento contra invasões. – Eu tive a impressão de que ele tinha mais coisas a falar, contudo um sátiro se aproximou, sussurrando algo que eu não consegui ouvir. Independente do que ele tenha dito, Quíron terminou seu discurso de uma forma pouco motivadora. – Bem, como eu posso dizer... Apenas sobrevivam.

As palavras pareceram me acertar como um murro, meu coração disparou e minha mente parecia trabalhar o mais rápido possível para conseguir processar aquelas informações enquanto Quíron se afastava para conversar com outros campistas. Meus pensamentos vagavam pelas palavras do híbrido, tentando encontrar sentido em tudo aquilo, mas alguma coisa não parecia encaixar naquela história.

Todos pareciam extremamente tensos, mas alguns dos semideuses se mostravam verdadeiros líderes. Um deles voltou-se para nós após um breve momento de hesitação e se apresentou como Elliot, nos passando algumas instruções rápidas e fazendo-me indagar se ele já havia participado daquele tipo de situação antes. Infelizmente o tal Elliot não me passava confiança, algo em sua presença me deixava incomodado, mas tentei ignorar aquele fato.

Foi só quando o outro garoto - o qual eu havia me chamado a atenção quando eu chegara à biblioteca - proferiu suas palavras que eu consegui me acalmar um pouco, de forma que pudesse começar a raciocinar direito novamente. Já enfrentara situações de vida ou morte antes, aquela não era a primeira vez e eu esperava que não fosse a última. Respirei fundo, soltando um leve suspiro.

Então… Por onde começamos? – Indaguei.

Adendos:
Arsenal:
{Karabela} / Sabre [A karabela tem um punho aberto com o pomo no formato de uma cabeça de águia. Seu cabo anatômico permitia o manejo mais fácil de cortes circulares quando se luta a pé e e de cortes oscilantes quando montado no cavalo/pégaso. É feita de bronze sagrado e seu punho é revestido com couro. Vem junto de uma bainha de couro. No nível 20 transforma-se em um anel, com a cabeça e as asas de uma águia entalhadas.] {Bronze sagrado e couro} (Nível Mínimo: 1) [Recebimento: Presente de Reclamação de Zeus] Formato de anel na mão esquerda.

♦️ Perdição [Espada com lamina de bronze sagrado. A arma se adequa em peso e tamanho ao usuário, seu cabo é de aço negro com um fino revestimento de couro preto para melhor manuseio e tem um comprimento padrão. A arma não tem nada de especial em relação a uma arma de bronze sagrado comum, exceto pelo fato de que, quando a espada não esta em uso, ela se torna uma luva negra com as letras “PL” bordadas em branco, indicando que ela só funciona com Peter.] {Bronze Sagrado, Aço Negro, Couro e Tintura} (Nível mínimo: 9) {Nenhum elemento}Formato de luva na mão direita.

♦️ {Lost Belt} / Armadura [Uma armadura que protege o usuário. A armadura é feita de bronze e é reforçada para aguentar grandes danos, tanto que golpes comuns de espada causam pouco dano nela. Protege a parte do tronco, pescoço - por causa da gola de metal -, peitorais, costas e ombros. Quando o dono quiser, a armadura se transforma em um cinto, revestido em couro e vice-versa. É muito leve, tanto que Peter pode correr como se estivesse vestindo uma camisa comum.] {Bronze e Couro} (Nível: 24) {Não controla nenhum elemento} [Recebimento: ¥ Dragon Dovahkiin ¥ ] Na calça jeans.

▲ {Skiá} / Colar [Trata-se de um colar feito inteiramente de prata que ostenta um pequeno pingente de ônix lapidado cuidadosamente no formato de um relâmpago. O item concede o usuário a habilidade de, uma vez por evento/missão, absorver um ataque não físico (mágico ou elemental), desde que o adversário tenha no máximo até o mesmo nível que o jogador.] (Prata, Ônix) {Nível mínimo: 40} (Não controla nenhum elemento) [Recebimento: Missão - "The Lost Boys" / Avaliada por Ayla Lennox e Atualizada por Psiquê.] Utilizando como colar no pescoço.

{Banzay} / Autômato [Uma versão robótica de um carcaju adulto (semelhante a um urso), possui 1m e é feito de bronze sagrado. Tem presas e garras bem afiadas, tendo ótimo desempenho em cortes e perfurações. Ao comando do seu dono, pode dar descargas elétricas.][Material: Bronze Sagrado, essência de eletricidade][Nível mínimo: 15][Recebimento: comprada de Korran M. Collins e recebida de presente por Ayla Lennox. Atualizada por Hécate.]
Autômato que me segue.

{Thunder} / Lança [Lança metálica, feita inteiramente de bronze sagrado. A ponta é maior do que a de lanças comuns, formando uma lâmina em forma de raio, que apesar de mais difícil de manejar para quem não é acostumado, pode causar danos potencialmente maiores, ainda mais considerando-se o peso, já que até seu cabo é metálico. Esse dano adicional contudo não é inerente à arma, dependendo do manuseio e habilidades do semideus.] {Bronze sagrado} (Nível Mínimo: 1) [Recebimento: Presente de Reclamação de Zeus] Presa nas minhas costas.

— {Gengarite} [Um dos fragmentos da Orbe Fantasma, que antes aprisionava almas de crianças, é uma pedra escura (em tons de roxo e preto) e pequena, com cerca de 3 cm de diâmetro; pode ser fundida em uma forja junto a um acessório (colar, anel, etc.) para melhor utilização. Atualmente/no mundo real, ao matar um inimigo, pode-se aprisionar sua alma na pedra para, posteriormente, ativar seu poder: uma vez por missão/evento/DiY/SM, ao sacrificar uma alma, o usuário assumirá uma forma etérea por dois turnos. Nesse estado, poderá passar por paredes e objetos, bem como, em combate, ataques físicos e armas mundanas não o afetam; poderes de inimigos até seu nível e armas "sagradas" têm dano reduzido pela metade. Armas de bronze celestial/ouro imperial/ferro estige e poderes de inimigos mais fortes afetam normalmente. Vale ressaltar que, apesar de etéreo, o personagem não fica invisível ou indetectável.] {Almas coletadas: 0} [Pedra mágica (origem desconhecida, não mundana)] (Nível mínimo: 50) ["The Hypno Song", evento narrado e avaliado por Alaric L. Morningstar, atualizado por Hécate.] Bolso da calça.

Elixir da Vida (divino): Recupera 200HP. Frasco pequeno preso ao cinto.
Elixir da Energia (divino): Recupera 200EP. Frasco pequeno preso ao cinto.
Poderes:
Poderes passivos:
Nenhum poder passivo utilizado
Poderes Ativos:
Nenhum poder ativo utilizado.
Observações:
Nada de mais por aqui, achei mais um post introdutório mesmo, espero que goste <3
Peter Lost
Peter Lost
Filhos de ZeusAcampamento Meio-Sangue

Mensagens :
286

Localização :
Lost...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — chained souls (EVENTO / DEFESA INTERNA 2)

Mensagem por Tobias Pratt em Qua 21 Fev 2018, 20:05




Chained Souls

Fiquei alguns minutos imerso em pura escuridão quando, enfim, o espaço ao meu redor começou a transformar-se. Eu já havia sido puxado de alguns sonhos antes e sabia como aquilo funcionava, de modo que apenas esperei, calmo, até uma figura enorme aparecer. Seu corpo emanava uma luminosidade clara, um brilho leve, mas sua expressão não era a mesma de sempre. Asclépio sempre parecia confiante, seguro. Mas, naquele momento, ele deixava uma pontada de medo transparecer. Foi o suficiente para que eu endireitasse minha postura, e logo minha expressão descontraída e tranquila foi substituída por um olhar sério, focado e atencioso.

Concentrei-me nas palavras de meu patrono, e, quando ele falou que seus poderes não poderiam me ajudar tanto hoje, um calafrio percorreu meu corpo. Arrepiado, ainda ouvi ele dizer que eu precisaria ser, além de um bom curandeiro, um bom guerreiro. Foi minha principal motivação para me preparar assim que acordei.

No momento em que o sátiro adentrou o chalé e anunciou meu nome, eu já estava com o colar típico dos seguidores do deus da cura, adagas disfarçadas em anéis nos dedos, botas escuras em meus pés e com o manto negro cobrindo parte de meu corpo. Decidi por deixar o arco e a aljava no chalé, junto com o restante de meus pertences, e peguei apenas o gládio antes de sair, levando-o na mão. Eu portava todos os presentes herdados de minha mãe, deusa da boa morte, e o item representante dos curandeiros; além, é claro, do gládio recebido como presente.

Assim que passei pela porta do chalé, agradeci mentalmente pela calça preta e pela blusa xadrez que estava por cima da típica camisa laranja do acampamento. Eu gostava do frio, mas não poderia correr o risco de congelar durante seja lá o que estivesse para acontecer.

Troquei algumas poucas palavras com o sátiro durante o caminho, dividindo minha atenção entre ele e todas as outras pessoas agitadas que seguiam direções diferentes. A maioria parecia nem olhar para algo além da direção a ser percorrida, cada um cuidando de suas tarefas. Então, depois de alguns minutos, chegamos à biblioteca e adentramos o local em silêncio. A certeza de que algo estava errado invadiu minha mente mais uma vez (se Quíron estava com sua armadura e havia reunido grupos de meio-sangues, com certeza algo nada bom estava marcado para aquele dia.)

Eu já estava no acampamento há um bom tempo, e aquele lugar era como minha casa. Desde que eu me afastara de meu irmão, minha única família tinha sido a encontrada no camp. E eu não me refiro aos montes de filhos da deusa da boa morte que eu conheci, e sim a todos aqueles com quem me deparei em algum momento da minha longa caminhada e me ajudaram, acolheram-me. Aparentemente, eu tinha sido chamado para retribuir o favor.

O primeiro que encontrei na biblioteca foi Jeff, e, sabendo de seu parentesco divino, eu cheguei a imaginar que ele já estivesse ali antes da convocação pelos sátiros. Cumprimentei-o com um sussurro, tão baixo que ele foi o único que conseguiu ouvir, e então percebi que não tinha usado minha voz desde o momento em que abri os olhos naquela tarde, em meu típico sono pós-almoço. Estava preparado para uma luta, mas não estava preparado para dizer um simples "oi".

Um desconhecido chegou, junto com mais um dos garotos que eu tinha conhecido há alguns dias na enfermaria chegou, e eu consegui sussurrar um "oi" um pouco mais receptivo que o anterior. Com um intervalo de tempo extremamente curto, Samantha, que também tinha sido minha paciente há pouco tempo, juntou-se ao grupo. Ela expôs a região onde alguns hematomas estavam quando ela foi até mim pedir por ajuda e anunciou que não tinha mais os ferimentos. Sorri para ela e, retribuindo apenas parte de seu ânimo, anunciei que seria bom revê-la em situações melhores. A ela e a todos os outros.

Chegou, para completar o grupo, uma criança. Um garoto que aparentava ter passado dos dez alguns dias atrás aproximei-me e parou meu lado, fazendo com que eu caísse na real outra vez. Para chegar ao ponto de levar uma criança à luta, Quíron devia temer muito o que o destino reservava para nós. E, com todos os convidados para a reunião juntos, ele logo pôs-se a falar.

Quando o centauro terminou a fala e nos deu as costas, um dos semideuses que eu não conhecia, o mais velho, tomou a palavra. Enquanto o ouvia, senti minha intuição dizer que ficar perto dele poderia não ser uma boa ideia. No entanto, a voz do Tobias filho de Macária dominou a do Tobias curandeiro, e eu senti certa familiaridade com aquele sentimento. Queria afastar-me dele, e, ao mesmo tempo, não conseguia desprender meus olhos dele.

Jeff também falou algumas palavras, e eu comecei a sentir-me realmente membro de um grupo unido por um propósito comum. Suas palavras faziam com que minha energia despertasse, era quase como se algo em sua voz fizesse meu ânimo reacender.

Quando sua voz deu lugar ao silêncio, a voz de Elliot voltou a cortá-lo. Contudo, desta vez, ele não se dirigia à gente. Falava com um sátiro, aparentemente pedindo uma orientação referente ao lugar para onde deveríamos ir. A criança, que parecia mais corajosa que algumas pessoas mais velhas que eu conheci, também parecia interessada em saber para onde iríamos. Enquanto esperava por mais alguma instrução, cruzei meus braços e deixei que alguns pensamentos pairassem em minha cabeça. As dúvidas atiçavam meu medo, mas, da mesma maneira, lembrar-me de minhas motivações era o suficiente para resgatar minha confiança.

Nós daríamos conta. Teríamos que dar.

Coisos:
Poderes:
Passivos:

Sentido espectral - Os sentidos naturais do filho de Macária são ampliados, tendo o alcance duplicado (olfato, audição, visão) e uma sensibilidade ampliada em igual medida (olfato, paladar e tato). Isso ocorre pela sua ligação maior com o plano espiritual, dadas as suas origens, que faz com que desenvolvam capacidades sobre-humanas. (Macária, nível 29)

Ativos:

Nothing. sz
Itens:
{Colar do Serpentário} / Colar - O formato e o estilo da confecção lembram uma serpente dourada; nunca pode ser perdido, vendido ou retirado a força, pois identifica os curandeiros e, portanto, não é considerado um item nas contagens para missões, eventos e tramas, embora ainda seja preciso citá-lo) (seu efeito principal é o de, quando retirado do pescoço, se transformar em um dos itens a seguir: uma réplica quase totalmente semelhante do Bordão de Asclépio (ou seja, uma espécime de bastão rústico e fino envolvido por uma serpente de escamas feitas de prata envenenada que podem ser tão afiadas quanto uma espada, possuindo o mesmo potencial de corte de uma arma laminada; ele se adapta completamente ao tamanho e porte físico do usuário. {Prata, madeira e veneno} (Nível mínimo: 1) (Controle sobre nenhum elemento) [Presente de Curandeiro]

{Gladdius} / Gládio - Uma adaga forjada a partir do molde de um gládio portado pelo deus Hermes, feita a partir de bronze rígido. O armamento possui uma lâmina de cerca de dezoito centímetros e um cabo revestido com couro mitológico, super-confortável à mão do indivíduo que portar a arma. A adaga emana uma um poder que aumenta a chance de acerto dos golpes em 15%. {Bronze} [Nível: 12] {Nenhum elemento} [Recebimento: missão "Se vira nos 30!", avaliada por Tânatos e atualizada por Asclépio; efeito conseguido na DIY "The Little Help", avaliada por Selene e atualizada por Asclépio.]

{Rest in peace} / Adagas Gêmeas - Este par de adagas é branco prateado e, considerando cabo e lâmina, possuem no total 30cm cada. Seu gume é liso e o cabo apresenta arabescos e entalhes que mesclam ramos florais e runas. As duas adagas possuem os mesmos poderes e eles sempre são ativados/ consumidos ao mesmo tempo (assim, mesmo que só transforme uma em arma, ao ativar o poder o consumo também vale para a que está em forma de item, ainda que neste caso seja ineficaz). Transformam-se em um par de anéis no nível 20, gravados com as letrs R.I.P. na parte interna. [Bronze sagrado][Sem elementos]{Presente de reclamação de Macária}

{Shadow walker} / Botas - As botas parecem coturnos, negras e com cadarços. Seu uso garante um aumento constante no deslocamento natural de 3m. Adicionalmente, ativando seu efeito o usuário torna-se capaz de se locomover sobre qualquer superfície que forneça um mínimo de apoio (sejam superfícies íngremes ou líquidas, mas não gases ou similares) ainda que permaneça sujeito a condições adversas (caminhar sobre lava danificaria o item, não sendo possível por muito tempo, uma vez que ainda há o contato com a superfície). Cada ativação dura 3 turnos. 3x por missão. [Couro e borracha][Sem elementos]{Presente de reclamação de Macária}

{Embrace} / Manto leve, de um tecido negro e fluido. Apesar de não fornecer bonificações efetivas na defesa, seu efeito permite ao usuário teleportar-se pelas sombras. A distância permitida por viagem equivale ao nível do semideus x10 em Km (no mínimo 1/ 10 desse valor por viagem). Permite até 3 usos por missão. Há uma chance de falha na localização final caso não se conheça o lugar a ser visitado. Pesquisas, imagens, fotos e similares podem reduzir isso. Não é possível atravessar barreiras mágicas com este poder. [Tecido][Sem elementos]{Presente de reclamação de Macária}

Thanks for @Lovatic, on CG

Tobias Pratt
Tobias Pratt
Curandeiros de Asclépio

Mensagens :
78

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — chained souls (EVENTO / DEFESA INTERNA 2)

Mensagem por John W. Macquorn em Qua 21 Fev 2018, 22:36


chained souls
o início do fim?
Algo não está certo.

Esse foi o pensamento que me acordou logo cedo. Ele me acompanhou durante todo o treino matinal. Permaneceu enquanto eu retornava ao vigésimo terceiro chalé. Nem mesmo o clima nublado e o frio agradável eram o bastante para amenizar essa sensação. Era como se o sangue em minhas veias começasse a congelar, correndo mais lento a cada batida, expulsando o calor do meu corpo a cada respiração. Um filho de Despina “congelando” de ansiedade… Quase ri com a ironia. Apesar disso, o que realmente me incomoda era o mistério. Sentir que algo importante está para acontecer, mas sem a menor ideia do que, era torturante. Como andar no escuro, com todos os músculos tensionados, esperando ser apunhalado a qualquer momento.

Felizmente - ou nem tanto - não demorou muito para que a sensação começasse a se concretizar. Um sátiro chegou ao chalé, procurando por mim. Quíron tinha uma missão, ao que parecia. Eu deveria estar surpreso, mas tudo que senti foi uma mistura de alívio e medo. Tentei evitar o pensamento. Enquanto o sátiro se dirigia a outro chalé, comecei a me preparar. Havia acabado de voltar da arena, então não já tinha quase tudo à mão. Jeans, tênis e a camiseta do acampamento, kit básico para qualquer semideus que queira se aventurar em uma jornada potencialmente mortal. Recolhi ainda meu arco e aljava e pendurei em minhas costas, e prendi minha espada na cintura. Revirei meus pertences atrás do que mais pudesse carregar. Encontrei uma pena e minha dracma-quase-da-sorte, e enfiei as duas nos bolsos. Fiz uma rápida reverência à estátua de minha mãe - nunca se sabe - e saí em direção à biblioteca.

Um grupo de campistas começava a se formar. Rostos vagamente familiares. Provável que já os tenha visto, mas nenhum que eu tenha conhecido pessoalmente. Exceto, talvez, pelo garoto de cabelos coloridos. Tobias, o curandeiro que o ajudara a poucos dias. Ele também pareceu me reconhecer. Cumprimentou-me, e eu respondi, tentando reprimir o nervosismo. Nesse momento, percebi um fato inquietante: eu não era o único. Cada um daqueles semideuses era incrivelmente mais experiente e bem treinado do que eu, e ainda assim todos pareciam apreensivos. Bom, exceto a garota. Ela era… estranha.

O discurso de Quiron não melhorou em nada minha confiança. Apenas sobrevivam. Essas duas palavras ecoaram na minha mente. A forma como o centauro as proferiu… Não era como se desejasse boa sorte. Parecia que a verdadeira missão de hoje seria “sobreviver”. Uma missão que nem todos teriam a sorte de cumprir.

Um dos veteranos - Elliot, era como se chamava - assumiu a posição de líder do grupo. Algo nele me inquietava profundamente, mas o semideus parecia ser experiente o bastante para a função. Outro dos campistas fez um breve discurso de motivação, o que elevou o ânimo do grupo de nenhum a alguma coisa. Meus pensamentos começaram a se organizar.

Senti a dracma pesar em meu bolso. Nossas vidas não eram as únicas em jogo. O Acampamento, cada campista, nossos irmãos e amigos, todos dependiam de nossos esforços. Eu não tinha certeza se sairia dessa, mas seu eu tivesse que morrer, seria protegendo o meu lar.

Falhar não era uma opção.

Equipamento:
{Coldbreeze} / Arco longo [Arco longo feito de madeira de álamo, branca, e metal prateado, apesar de ser bronze sagrado. Possui vários entalhes e formas curvilíneas.] {Álamo e Bronze sagrado} (Nível Mínimo: 1) {Não Controla Nenhum Elemento} [Recebimento: Presente de Reclamação de Despina]

{Fast} / Aljava [Aljava de couro branco com entalhes prateados. Contém flechas infinitas - são comuns, de álamo e bronze sagrado, mas de acabamento fino, com penas brancas e bem equilibradas.] {Couro e bronze sagrado} (Nível Mínimo: 1) {Não Controla Nenhum Elemento} [Recebimento: Presente de Reclamação de Despina]

{Winter} Espada longa [Espada de 90 cm, com a lâmina medindo cerca de 75 cm. A lâmina é prateada e seu cabo é esbranquiçado, feito de álamo e revestido de seda branca, com entalhes prata. Sobre a lâmina há um escrito "O Inverno está chegando" — significa o poderio da espada. Transforma-se em um anel com a mesma inscrição no nível 20.] {Álamo, seda e bronze sagrado} (Nível Mínimo: 1) {Não Controla Nenhum Elemento} [Recebimento: Presente de Reclamação de Despina]

Δ {Blessed} / Dracma [Trocado por engano na fonte da Trilha dos Chalés pela filha de Hermes que tentou roubá-lo, este dracma encantado tem um efeito especial que, se bem usado e contando com a sorte, pode ser realmente útil: uma vez por ocasião o dracma pode ser jogado para cima, e se der cara o semideus tem um boost de 15% na sua sorte para as ações do turno seguinte, tendo mais chances de dar certo; se der coroa, contudo, nada acontece, e o dracma não poderá mais ser utilizado naquela ocasião. Dar cara ou coroa fica à cargo do narrador, contando que auras externas influem nessa decisão — uma aura que diminua a sorte do portador poderá fazer com que dê coroa, por exemplo, mas uma que aumente a sua sorte pode fazer com que dê cara. Como dito, funciona apenas uma vez por ocasião.] (Nível mínimo: 4) {Controle sobre a sorte.} [Recebimento: por Harmonia pelo cumprimento da missão "Belief", atualizado por Asclépio.]

♆ Luxavora [Raramente, ao se derrotar uma harpia possuída pelo frenesi, em combate, o semideus vencedor é contemplado com o espólio de uma pena multicolorida, cuja serventia é, uma única vez, disparar um raio de luz forte o suficiente para cegar todos que o visualizarem, durante o período de dois minutos (dois turnos), ainda causando uma sensibilidade passageira nos olhos, após isto. O item é retirado do inventário assim que utilizado, por ser de serventia unitária. Além disso, a ativação depende da quantidade de energia da pessoa, visto que mesmo tratando-se de um espólio, o poder aparentemente "suga" 20 MP da pessoa ao ser ativado, como uma espécie de canalização. Resistências a poderes que envolvam luminosidade fazem com que o semideus se torne imune ao efeito da pena.] {Pena colorida de Harpia} (Nível mínimo:5) {Nenhum elemento} [Recebimento: MOPIM repassada por Tânatos e atualizada por Asclépio.]

Poderes:
Passivos:
Nível 1
{Resistência ao frio} Poderes baseados em gelo sempre causam 50% do dano a menos, se forem do mesmo nível ou em níveis inferiores. Poderes de água ainda os afetam normalmente. Além disso, gelo e frio naturais não afetam o semideus normalmente - ele é 5 vezes mais resistente do que um humano comum, demorando a sentir efeitos como hipotermia, mas ainda pode sofrer privações por temperaturas extremas caso a exposição seja prolongada.
Ativos:
-

John W. Macquorn
John W. Macquorn
IndefinidosPercy Jackson RPG BR

Mensagens :
20

Localização :
Acampamento

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — chained souls (EVENTO / DEFESA INTERNA 2)

Mensagem por Cuzão em Qui 22 Fev 2018, 01:33


Chained Souls
Defesa Interna – 2

Pobres crianças.

O sátiro ao qual Elliot se referira sequer notou a presença do semideus, que fora completamente ignorado. Apesar da sensação de todos ali de estarem completamente sozinhos, algo peculiar ocorreu. Um estalo completamente aleatório veio à cabeça dos semideuses ali reunidos, em perfeita sincronia. A praia era passível de invasão e agora era hora de marchar por dentro da floresta rumo ao objetivo. E já que aparentavam estar sozinhos, era hora do grupo se unir ainda mais.


Objetivos
instruções e pontos obrigatórios

— Semideuses, fico feliz em ver que todos estão empenhados em continuar no evento Chained Souls. Serei seu narrador pelos próximos quatorze dias.

— Como podem ver, a partir de agora os posts de narração serão mais curtos. Teoricamente, eu mando vocês pra cima e pra baixo e vocês obedecem, mas nem por isso os seus posts devem ser simples ou sem desenvolvimento.

— Sobre o estalo: interpretem como quiser a parte de ter a ideia, seja o seu progenitor ou patrono de grupo extra te avisando. Gostaria que detalhassem essa parte do aviso, não precisando ela ser extensa, mas sim com os sentimentos dos seus personagens ao receber tal "sinal".

— Ao final do ponto acima, seus personagens sentirão uma leve tontura e cansaço, mas prosseguirão rumo à praia.

— Para Elliot, especificamente: o seu poder passivo influenciará seu personagem da seguinte maneira, a partir deste turno: ele terá um leve formigamento na mão direita, indicando que há algo de errado. Deixo livre para que expanda a sua trama com a Maldição de Hades se quiser, relate lapsos das vidas passadas ou como quiser prosseguir. Caso não queira relatar nada quanto ao que sugeri, apenas inclua o formigamento, por ser um ponto obrigatório.

— Parem as suas narrativas ao chegarem na praia, com alguns barulhos não identificáveis facilmente vindo das costas de vocês. Vocês podem supor o que estaria originando o som e aconselho que conversem entre si nessa parte. Maiores detalhes virão no próximo turno.

— OBJETIVO PRINCIPAL: Defender, repelir, exterminar ou quaisquer outras coisas possíveis para proteger o acampamento de todas e quaisquer ameaças que Éris e seus aliados estejam dispostos a fazer.

— OBS: O que vocês fizerem e as decisões que tomarem poderão e irão acarretar consequências devastadoras para o cenário do fórum, então ajam com cautela.

Adicionais
diretrizes e informações

— Diretrizes: evento narrado difícil; introdução.

— Local: Acampamento Meio-Sangue, Long Island.

— Horário: Aproximadamente 11:15 da manhã.

— Clima: Nublado, 13°C dentro da barreira.

— O de sempre: poderes, equipamentos e mascotes deverão ser colocados em spoiler ao final do post, para fins de organização.

— Adendos: comunicarei vocês em caso de qualquer tipo de problema para postar, então encarecidamente peço que façam o mesmo. Qualquer coisa, contate-me via MP, fb, wpp, carta, sinal de fumaça, etc.

— Instrução de postagem: Este é um evento narrado de dificuldade difícil. Encarecidamente, EVITEM escrever post's muito longos ou com muitas informações. O ideal, nos turnos de narrada, é que cada post tenha de 10 a 15 linhas ou de acordo com o que a situação exigir. A ortografia e coerência com os fatos narrados são cruciais e objetividade passará a pesar mais, por conta do prazo de postagem. Aconselho o seguinte: FAÇAM POSTS CURTOS.

— Crianças, este já é o segundo post do evento. A partir deste, a regra acima já está valendo. Caso não cumpram, implicarei descontos no momento da avaliação se couberem motivos.

— Prazo de postagem: Encerra-se às 23:59 do 22/02, prioritariamente. Por conta do meu desleixo com relação ao horário (e peço perdão por tal), os posts serão aceitos até às 1:34 da manhã do dia 23/02.

— As regras 4, 6 e 7 referentes ao tópico de inscrição do evento estão em vigor neste grupo e devem ser consideradas.


Status
Condições dos personagens

Tobias Pratt
HP: 380/380
MP: 380/380

John W. Macquorn
HP: 160/160
MP: 160/160

Elliot Cumming
HP: 600/600
MP: 600/600

Samantha Johnson
HP: 390/390
MP: 390/390

Jeff Smith
HP: 320/320
MP: 320/320

Peter Lost
HP: 615/720
MP: 590/720

Obs: status observado às 23:22 do dia 20/02/2018. Qualquer erro, comunicar-me por MP.
Cuzão
Cuzão
IndefinidosPercy Jackson RPG BR

Mensagens :
183

Localização :
Ilha Eólia, Colorado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — chained souls (EVENTO / DEFESA INTERNA 2)

Mensagem por Jeff Smith em Qui 22 Fev 2018, 02:32



Chained Souls


Enquanto Elliot conversava com o sátiro, comecei a repassar mentalmente os pontos mais vulneráveis do acampamento. Então tudo ficou branco, e vi a mim mesmo na praia dos fogos. Era uma lembrança de alguns dias atrás. Foi quando Catherine me aceitou como seu aprendiz. Contudo, não foi a mentalista que apareceu na praia, e sim a própria Psiquê. Ela deu um sorriso triste e falou algo que me causou um pânico imediato.

— Acho que isso é autoexplicativo, certo? Agora, tome cuidado com a... — Porém fui arrancado da visão antes que minha patrona pudesse terminar seu aviso.

Imediatamente me senti um pouco tonto, e até mesmo cansado, mesmo não tendo feito nenhuma atividade naquela manhã. Contudo, soube exatamente para onde deveríamos ir. Percebi pelas expressões nos rostos dos semideuses a minha volta, e pelas suas emoções de alerta, que todos passaram por experiência parecida. Mas a última coisa que nós tínhamos era tempo para descansar.

— Sabemos para onde temos que ir. Vamos pela floresta, é mais rápido. — Com isso, tentando injetar algum ânimo a mais, comecei a andar em direção à floresta, com minha espada na destra e meu escudo ativado na canhota.

O caminho pela floresta foi absolutamente tranquilo. Depois de alguns minutos de caminhada, chegamos à praia. Tudo estava absolutamente calmo. Mas as coisas iriam mudar rapidamente. Meu colar congelou em meu peito, enquanto escutava barulhos estranhos vindos pelas nossas costas. Monstros, eu pensei. Enquanto me virava em direção ao barulho, enviei uma mensagem telepática para o grupo, contendo apenas uma ordem: Preparem-se.


ARMAS:
Faca [Sua lâmina bronzeada mede cerca de 24 cm, e seu cabo tem o mesmo comprimento padrão. É bastante afiada e é perfeita para ataque ágeis e rápidos. O bom desta arma é sua eficiência tanto para mãos hábeis quanto para manuseios mais inexperientes, pois é uma arma curta, fácil de esconder e ao mesmo tempo fácil de manusear. Seu punho é feito de aço, mas uma camada de couro escuro cobre o aço para que o usuário possa segurá-la firmemente. Na parte inferior da lâmina, próxima ao cabo, há entalhado as siglas do Acampamento "CHB"; uma propriedade que só os meio-sangues e criaturas místicas podem ter e usar (ajuda um pouco na destreza)] {Bronze, aço e couro} (Nível mínimo: 1) {Nenhum elemento} [Recebimento: Administração; item inscrição padrão do fórum]

{Strategy} / Escudo [Escudo médio de bronze sagrado. Possui uma pequena coruja entalhada em seu centro. O escudo tem uma superfície muito lisa, denotando um exímio trabalho de forja, sem imperfeições. No nível 20 transforma-se em um bracelete com entalhes similares ao do item.] {Bronze Sagrado} (Nível Mínimo:1) {Não Controla Nenhum Elemento} [Recebimento: Presente de Reclamação de Atena]

Anima Bracelet. [Um bracelete de prata com o desenho de borboleta em ouro. Esse bracelete pode ser ativado com o desejo mental do usuário e transforma-se em uma corrente que pode medir 10m. Essa corrente é feita de prata e ouro sagrado, bastante resiste a tal ponto de ser semi-indestrutível. Ela obedecerá aos comandos mentais do mentalista com perfeição, independente do nível que ele esteja.] [Materiais: Ouro Sagrado e Prata Sagrada] (Nível mínimo 1) {Elemento: Psíquico} [Recebimento: presente por ser mentalista]

Yin Yang. [Uma espada de punho prateado e com um desenho bem talhado de uma borboleta em azul. Sua lâmina é de uma beleza diferenciada, pela divisão do cume central, metade dela possui um material negro e a outra metade é feito de prata sagrada. Seu corte é duplo e sua ponta afinada, uma espada bastante resistente. Ela possui uma habilidade de ativar um segundo modo em que a espada original se divide em duas, uma de lâmina totalmente preta e outra de prata sagrada. Nesse segundo formato a sua resistência diminui um pouco, porém seu corte fica extremo, podendo cortar metais pesados e causar efeitos sobre armas sagradas. Essa espada vem em uma bainha preta com entalhes azuis em borboletas, ela se adapta ao corpo do mentalista podendo ser usada do modo que este desejar carregar a espada.] [Materiais: Prata Sagrada e Material Negro] (Nível Mínimo: 1) {Elemento: Psíquico} [Recebimento: Presente por ser mentalista]

— {Protection} / Amuleto [Feito de pedra d'água, o amuleto encantado é quadrado, com pontas arredondadas e gravado com uma runa antiga cujo significado é "proteção". Quando o usuário está em perigo, sua temperatura diminui, dando a impressão de estar molhado, a fim de avisar o dono.] (Nível mínimo: 3) {Elementos controlados: magia} [Recebimento pela missão "O Mundo de Semideuses", avaliada e atualizada por Hécate.]

1x Agulhas de bronze sagrado [Grandes agulhas com cerca de 20 a 30cm cada, são extremamente leves e afiadas. Podem ser arremessadas ou usadas em ataque corpo a corpo, mas sua eficiência só é aparente para quem tem a perícia e conhecimento adequado para acertar o inimigo nos pontos corretos, até 2 agulhas podem ser usadas por ataque. Pode ser usada de modo benéfico, pelos curandeiros, de acordo coms eus poderes. Pouco resistentes.][Kit com 20][Bronze sagrado][Sem nível mínimo][Sem elemento] [Comprado no Camelô da Vicka 2.0]

Elixir da Vida (fraco): Recupera 10HP.
Elixir da Energia (titânico): Recupera 100EP.
Elixir da Energia (forte): Recupera 60EP.
Elixir da Vida (titânico): Recupera 100HP.
Elixir da Vida (forte): Recupera 60HP.
(Todos os elixires estão em uma mochila)

PODERES:
ATENA:
PASSIVOS:
Todos os poderes até o nível 23, mas nesse post estão em ênfase os seguintes poderes:

Nível 1

Inteligência natural - Filhos de Atena possuem a mente rápida, capaz de elaborar planos com facilidade mesmo em situações em que se encontram em desvantagem. Quando seus ataques envolvem uma estratégia (indo além dos golpes diretos, e com a linha de pensamento explicada, dentro do que é coerente) seus ataques ganham uma chance de acerto 10% maior (mas não afeta dano nem a capacidade do alvo de se defender). Não se aplica à estratégia em equipe. [Modificado]

Nível 3

Combatente ágil - Filhos de Atena tendem a ser mais esguios e velozes do que fortes, em termos físicos. Isso faz com que tenham mais chances de acerto em combates corporais com armas de curta distância. Sua agilidade usando armas corpo a corpo é ampliada em 10% durante as batalhas. [Modificado, antigo "Agilidade"]

Nível 5

Visão de Batalha - Assim como a coruja parece ter uma visão mais ampla do que ocorre ao seu redor, os filhos da deusa, em batalha, poderão desfrutar de uma visão mais ampla, de até 270º, permitindo assim melhores ataques ou defesas. Ainda existem pontos cegos, contudo, e só afeta os semideuses em combate.

Nível 18

Liderança - Filhos de Atena tendem a serem líderes natos. Sempre que estiver em uma missão ou situação parecida, irá sentir-se o mais apto para exercer a liderança; sua opinião sempre será ouvida e respeitada (ainda que não sejam obrigados a acatar e/ou concordar). Ações de comando e intimidação deste semideus recebem um bônus de 10% na efetividade para convencer os outros a seguir o que ele está dizendo. [Modificado]

Nível 19

Sentidos ampliados: Visão e Audição - Assim como as corujas, o filho de Atena terá sua visão e audição otimizadas, tendo sua acuidade e alcance ampliados em 50%, de forma que se tornam mais perceptivos ao que ocorre à sua volta.

Nível 23

Reflexos de Batalha - Seus reflexos estão agora mais apurados do que nunca, e sua experiência em combate torna-o naturalmente mais esquivo, como uma segunda natureza. Sua esquiva e reflexos são ampliadas em 10%. [Modificado]

PSIQUÊ:
PASSIVOS:
Todos os poderes até o nível 23, mas nesse post estão em ênfase os seguintes poderes:

◉ Nível 2. Memória fotográfica: Tudo o que você ver ou ler ficará gravado em sua memória por anos, serve tanto para imagens para textos.

◉ Nível 10. Empatia: Você sabe exatamente o que o outro está sentindo em termos de emoções.

◉ Nível 18. Motivador: Palavras de incentivo sempre dão certo quando são propagadas por você, podendo animar ou desanimar alguém, o motivando ou desmotivando a fazer algo.

◉ Nível 20. Telepatia Avançada: Controle total, podendo escolher a hora que vai escutar os pensamentos ou não e também se comunicando livremente através dos pensamentos.
Jeff Smith
Jeff Smith
Mentalistas de Psiquê

Mensagens :
391

Localização :
No coração da Maisie

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — chained souls (EVENTO / DEFESA INTERNA 2)

Mensagem por Nikolas Erichsen em Qui 22 Fev 2018, 08:15


Trial of the Gods

Foi no mínimo frustrante ser completamente ignorado pelo sátiro. Se, é claro, não soubesse que a movimentação era causada por uma urgência, teria virado o híbrido pelo avesso ou ameaçado-o. "Nenhuma justificativa é válida para ignorar quem está se prontificando para ajudar", pensou. Ainda assim, alguns segundos depois de tentar esse contato, percebeu que ele não teria sido necessário.

Elliot teve um vislumbre da voz de seu pai. Algo que o fez prender a respiração por alguns longos segundos. Elliot amava Tânatos, e não se lembrava da última vez que ouvira sua voz. Mesmo naquele lugar, naquela situação, cerrou os punhos quando ouviu, claro e em bom som: "Vá para a praia".

Por mais que não tenha soado com ternura, apenas saber que seu pai o observava motivava Cumming a lutar. Talvez não pelos melhores motivos. Mas para provar que ainda vivia, e que era alguém para se orgulhar, faria isso. Olhou para os companheiros do acampamento brevemente, em silêncio, e apenas assentiu quando o rapaz — Jeff — resolveu tomar as rédeas do grupo e sugeriu uma rota para chegar à praia.

Enquanto a patrulha se deslocava, Elliot começou a notar um formigamento na mão destra. O formigamento em si não incomodava, mas criava uma sensação de desconforto em seu âmago. Não sabia dizer o que ou o porque, mas sabia que algo estava errado. Resolveu guardar o sentimento para si até descobrir o que significava, mas isso o fez tensionar os músculos e, antes mesmo de ver o mar, retirar o pingente do colar e transformá-lo em uma foice. Dessa forma, estaria bem preparado para um ataque surpresa.

Chegaram ao destino sem enfrentar nenhum obstáculo, e isso não era algo necessariamente bom. Seu estranhamento ganhou razão quando Elliot ouviu ruídos, e aparentemente Jeff também, porque ele transmitiu uma mensagem em sua mente. Por reflexo, ergueu Death e se colocou em posição de guarda, esperando um possível ataque. "Fomos seguidos?", se perguntou, imaginando ter sido atraído direto para uma armadilha.

Poderes Utilizados:
Passivos:
Nível 01

Atração Fatal - Thanatos, dentro da mitologia, sempre foi retratado como belo, possuindo não apenas a questão física, mas também uma aura de atração, rivalizando com Apolo como modelo de ideal masculino. Esse poder entra em oposição direta com o medo que sua função provoca, mas apesar do paradoxo, aqueles que entram em contato não dixam de se sentir admirados. Seus filhos herdam tais características e, apesar de tudo, exercem influência sobre as pessoas ao redor, recebendo uma bonificação adicional de 10% para a efetividade de poderes de charme, sedução e persuasão quando estão visíveis ao alvo. [Modificado, antigo "Beleza"]

Nível 04

Presença perturbadora - Apesar de reconhecidamente bellos e/ou atraentes, filhos de Thanatos ainda herdam certa ligação com o mundo inferior, o que lhes rende uma aura ambígua: se por um lado sua aparência encanta, por outro, sua presença perturba e incomoda a maioria das pessoas ao redor - algo que fica perceptível com o ganho de poder e a evolução do semideus. Humanos e animais comuns tendem a se afastar, e mesmo seres mitológicos e outros semideuses podem ficar levemente perturbados. Não afeta filhos dos 3 grandes ou de deuses do submundo. A aura aumenta em 50% a dificuldade de domar qualquer criatura viva cuja origem não seja o submundo. Por outro lado, personagens sensíveis que sejam 10 níveis ou mais abaixo do semideus não tomarão iniciativa no primeiro turno de um combate direto (mas ainda podem atacar de forma oculta, como uma emboscada, ou revidar ataques recebidos). É um efeito mental de medo, portanto admite resistências. [Modificado, antigo "Influência sobre o medo"]

Nível 07
Sensibilidade de morte - Não importa quando ou onde, mas o filho de Thanatos sentirá quando alguém morrer ou estiver a beira da morte em um raio de até 100m - ainda que não identifique quem morreu ou a causa da morte. Não prevê movimentos em batalha, mas se alguém for ferido mortalmente em uma, ele sentirá.
Ativos:
Nenhum utilizado
Equipamento:
— {Death} / Foice [Foice da Morte; mede cerca de 2 m. O cabo é feito de bronze sagrado, assim como sua lâmina. Ao desejo de seu dono, a partir do nível 20, ela se transforma em um pingente de foice] {Bronze Sagrado} (Nível Mínimo: 1) [Recebimento: Presente de Reclamação de Thanatos] ~ EMPUNHANDO ~

— {Sullem} / Anel [Anel feito de Ferro Estígio com uma grande Safira Negra incrustada em seu centro, representando uma caveira. Quando o usuário estiver com seu status de vida pela metade, uma aura negra o envolve. Faz com que a áurea recupere 20% do HP uma vez por missão] {Ferro Estígio e Safira} (Nível Mínimo: 1) [Recebimento: Presente de Reclamação de Thanatos] ~ DEDO ANELAR ~

— {Merciless} / Adaga [Adaga de bronze sagrado que possui 25 centímetros. Seu efeito especial é, quando ativado em um ataque no round, envolver a lâmina com energia elétrica, fazendo com que o dano causado pela arma naquele round seja aumentado em 20%. Só age por um round/turno. O efeito da arma pode ser usado duas vezes por missão.] { Bronze Sagrado } {Controle Sobre Eletricidade} {Nível Mínimo: 15} [Recebimento: Poseidon pela missão “A Futura Caçadora”] ~ NO CINTO ~

— {Höllen} / Broche [Este broche com o símbolo de Ares foi perdido durante a luta de Elliot com um renegado do Acampamento. Diante do poderoso combate e da situação a qual foi exposto, o pequeno item adquiriu uma habilidade obscura: quando seu portador estiver perto da morte (aproximadamente 10m de distância de alguém recém morto), o item lhe dará um bônus de 10% em seus poderes durante dois turnos, apenas uma vez por missão ou evento. Caso o poder tenha efeito constante, o bônus não seguirá por mais tempo do que o descrito.] {Prata} (Nível mínimo: 20) {Não controla nenhum elemento} [Recebimento pela missão "Assassinato Misterioso", avaliada por Lavínia Cavendish e atualizada por Phobos.] ~ NA CAMISETA DO CAMP ~

— Elixir da vida titânico. ~ NA ALGIBEIRA ~

— Elixir da vida divino. ~ NA ALGIBEIRA ~


Thanks Doll at The Pretty Odd
Nikolas Erichsen
Nikolas Erichsen
Filhos de ApoloAcampamento Meio-Sangue

Mensagens :
338

Localização :
New York

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — chained souls (EVENTO / DEFESA INTERNA 2)

Mensagem por John W. Macquorn em Qui 22 Fev 2018, 14:50


chained souls
a praia
Defender um local qualquer contra uma invasão já seria uma tarefa difícil. No caso do Acampamento, isso se tornava uma missão quase impossível. Com um terreno tão extenso, haviam mais pontos vulneráveis do que eu conseguia contar. Quanto tempo levaria até que verificássemos cada um? E por onde começar?

Antes que eu pudesse levantar a questão, um calafrio me atingiu. Minha visão turvou e, por um instante, enxerguei um outro lugar. Eu ainda via meus colegas reunidos à frente da biblioteca, mas um novo cenário aparecia sobreposto ao primeiro, como uma projeção. Pude ver com clareza a areia branca a meus pés e a imensidão azul à minha frente. Senti até mesmo a brisa salgada em meu rosto, e algo mais. Algo mais antigo e poderoso, mas ainda assim aconchegante.

Eu me esforçava para focar nessa sensação quando fui jogado de volta à realidade, de forma tão abrupta que minha mente parecia ter saído de uma montanha-russa. Pelas expressões de espanto, eu não havia sido o único a receber algum tipo de mensagem. O garoto motivacional, Jeff, tomou a frente dessa vez, confirmando o caminho a seguir. Puxei Coldbreeze e seguimos em grupo para dentro da floresta, em direção à praia.

A tensão crescia a cada passo através da mata. A cada árvore que passávamos, eu esperava que algo pulasse dela e nos atacasse. Mas nada aconteceu. Ao menos, não até chegarmos a nosso destino. Logo que o terreno acidentado da floresta deu lugar à areia fofa da praia, um barulho desconhecido fez-se ouvir atras de nós. A voz de Jeff falou em minha mente, como um segundo alerta. Preparei minha flecha, atento a qualquer movimento. Enquanto não soubéssemos com o quê estávamos lidando, manter distância do inimigo parecia a decisão mais segura.

Equipamento:
{Coldbreeze} / Arco longo [Arco longo feito de madeira de álamo, branca, e metal prateado, apesar de ser bronze sagrado. Possui vários entalhes e formas curvilíneas.] {Álamo e Bronze sagrado} (Nível Mínimo: 1) {Não Controla Nenhum Elemento} [Recebimento: Presente de Reclamação de Despina]

{Fast} / Aljava [Aljava de couro branco com entalhes prateados. Contém flechas infinitas - são comuns, de álamo e bronze sagrado, mas de acabamento fino, com penas brancas e bem equilibradas.] {Couro e bronze sagrado} (Nível Mínimo: 1) {Não Controla Nenhum Elemento} [Recebimento: Presente de Reclamação de Despina]

{Winter} Espada longa [Espada de 90 cm, com a lâmina medindo cerca de 75 cm. A lâmina é prateada e seu cabo é esbranquiçado, feito de álamo e revestido de seda branca, com entalhes prata. Sobre a lâmina há um escrito "O Inverno está chegando" — significa o poderio da espada. Transforma-se em um anel com a mesma inscrição no nível 20.] {Álamo, seda e bronze sagrado} (Nível Mínimo: 1) {Não Controla Nenhum Elemento} [Recebimento: Presente de Reclamação de Despina]

Δ {Blessed} / Dracma [Trocado por engano na fonte da Trilha dos Chalés pela filha de Hermes que tentou roubá-lo, este dracma encantado tem um efeito especial que, se bem usado e contando com a sorte, pode ser realmente útil: uma vez por ocasião o dracma pode ser jogado para cima, e se der cara o semideus tem um boost de 15% na sua sorte para as ações do turno seguinte, tendo mais chances de dar certo; se der coroa, contudo, nada acontece, e o dracma não poderá mais ser utilizado naquela ocasião. Dar cara ou coroa fica à cargo do narrador, contando que auras externas influem nessa decisão — uma aura que diminua a sorte do portador poderá fazer com que dê coroa, por exemplo, mas uma que aumente a sua sorte pode fazer com que dê cara. Como dito, funciona apenas uma vez por ocasião.] (Nível mínimo: 4) {Controle sobre a sorte.} [Recebimento: por Harmonia pelo cumprimento da missão "Belief", atualizado por Asclépio.]

♆ Luxavora [Raramente, ao se derrotar uma harpia possuída pelo frenesi, em combate, o semideus vencedor é contemplado com o espólio de uma pena multicolorida, cuja serventia é, uma única vez, disparar um raio de luz forte o suficiente para cegar todos que o visualizarem, durante o período de dois minutos (dois turnos), ainda causando uma sensibilidade passageira nos olhos, após isto. O item é retirado do inventário assim que utilizado, por ser de serventia unitária. Além disso, a ativação depende da quantidade de energia da pessoa, visto que mesmo tratando-se de um espólio, o poder aparentemente "suga" 20 MP da pessoa ao ser ativado, como uma espécie de canalização. Resistências a poderes que envolvam luminosidade fazem com que o semideus se torne imune ao efeito da pena.] {Pena colorida de Harpia} (Nível mínimo:5) {Nenhum elemento} [Recebimento: MOPIM repassada por Tânatos e atualizada por Asclépio.]

Poderes:
Passivos:
Nível 1
{Perícia com armas à distância - Arcos }Esses semideuses usam bem armas à distância, em especial arcos. É uma habilidade natural, mas não indica domínio completo, apenas uma facilidade de aprendizado - tampouco interfere nos ataques de forma relevante - ainda será passível de erro, não acerta ataques de forma automática, além de estar limitado às habilidades da própria arma. É um poder evolutivo - quanto maior o treino e o nível, maior a perícia, se comparado a um irmão ou outro usuários desse tipo de arma que possua menos experiência ou mesmo a alguém de mesmo nível sem a perícia.

{Resistência ao frio} Poderes baseados em gelo sempre causam 50% do dano a menos, se forem do mesmo nível ou em níveis inferiores. Poderes de água ainda os afetam normalmente. Além disso, gelo e frio naturais não afetam o semideus normalmente - ele é 5 vezes mais resistente do que um humano comum, demorando a sentir efeitos como hipotermia, mas ainda pode sofrer privações por temperaturas extremas caso a exposição seja prolongada.
Ativos:
-
John W. Macquorn
John W. Macquorn
IndefinidosPercy Jackson RPG BR

Mensagens :
20

Localização :
Acampamento

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — chained souls (EVENTO / DEFESA INTERNA 2)

Mensagem por Peter Lost em Qui 22 Fev 2018, 18:39

ϟ
CHAINED SOULS
Parte 2  
ϟ
Peter Lost
Quer se perder comigo?
— chained souls (EVENTO / DEFESA INTERNA 2) HeOg5gr
Apesar de não ter recebido nenhuma resposta dos meus colegas, eu sabia que todos deveriam estar pensando na mesma coisa: aonde deveríamos ir para proteger o acampamento? Aproximei-me de Banzay, meu carcaju metálico e o acariciei. Minha mente começou a trabalhar procurando respostas enquanto fitava os olhos profundos e robóticos do autômato, contudo algo me distraiu.

Um calafrio percorreu minha espinha e no instante seguinte eu avistava a praia. O horizonte se mesclando entre o azul do céu e o esverdeado do mar, formando uma harmonia de cores belíssima e sem igual. Quase me esqueci de minhas obrigações, logo antes que uma voz grave ecoasse em minha mente: “Não perca seu foco, Peteco”. Era meu pai.

Quando dei por mim, eu sabia o que tinha que fazer. Voltei-me aos meus companheiros, mas todos pareciam ter entendido o recado, aparentemente eles também haviam vivenciado algo parecido. Jeff, o garoto motivador do grupo, tomou a liderança e todos o seguimos pela floresta em direção à praia. Apesar da ansiedade que se propagava pelo meu corpo, eu tentei acompanhar de perto o grupo de semideuses. Não demorou muito para chegarmos ao nosso destino, por conta do caminho sem obstáculos. “Acho que a invasão não começou”, pensei.

A praia estava tão bela quanto aquela em minha visão, não pude deixar de abrir um leve sorriso, entretanto o momento durou pouco. Inesperadamente, alguns sons puderam ser ouvidos, oriundos de algum ponto atrás de nós. Minhas pernas tremiam levemente, e eu já me arrependia de ter ido até ali, contudo não vacilei.

Virei-me para a origem dos barulhos, a voz de Jeff penetrou meus pensamentos com um rápido "Preparem-se" e foi o que fiz: concentrei energia em meus olhos, transformando-os em poderosos olhos de águia. Agora eu poderia ver qualquer coisa em um raio de 2 quilômetros e em detalhes. Se houvesse algo ali que fosse nos atrapalhar, eu estava certo que conseguiria encontrar.
Adendos:
Arsenal:
{Karabela} / Sabre [A karabela tem um punho aberto com o pomo no formato de uma cabeça de águia. Seu cabo anatômico permitia o manejo mais fácil de cortes circulares quando se luta a pé e e de cortes oscilantes quando montado no cavalo/pégaso. É feita de bronze sagrado e seu punho é revestido com couro. Vem junto de uma bainha de couro. No nível 20 transforma-se em um anel, com a cabeça e as asas de uma águia entalhadas.] {Bronze sagrado e couro} (Nível Mínimo: 1) [Recebimento: Presente de Reclamação de Zeus] Formato de anel na mão esquerda.

♦️ Perdição [Espada com lamina de bronze sagrado. A arma se adequa em peso e tamanho ao usuário, seu cabo é de aço negro com um fino revestimento de couro preto para melhor manuseio e tem um comprimento padrão. A arma não tem nada de especial em relação a uma arma de bronze sagrado comum, exceto pelo fato de que, quando a espada não esta em uso, ela se torna uma luva negra com as letras “PL” bordadas em branco, indicando que ela só funciona com Peter.] {Bronze Sagrado, Aço Negro, Couro e Tintura} (Nível mínimo: 9) {Nenhum elemento}Formato de luva na mão direita.

♦️ {Lost Belt} / Armadura [Uma armadura que protege o usuário. A armadura é feita de bronze e é reforçada para aguentar grandes danos, tanto que golpes comuns de espada causam pouco dano nela. Protege a parte do tronco, pescoço - por causa da gola de metal -, peitorais, costas e ombros. Quando o dono quiser, a armadura se transforma em um cinto, revestido em couro e vice-versa. É muito leve, tanto que Peter pode correr como se estivesse vestindo uma camisa comum.] {Bronze e Couro} (Nível: 24) {Não controla nenhum elemento} [Recebimento: ¥ Dragon Dovahkiin ¥ ] Na calça jeans.

▲ {Skiá} / Colar [Trata-se de um colar feito inteiramente de prata que ostenta um pequeno pingente de ônix lapidado cuidadosamente no formato de um relâmpago. O item concede o usuário a habilidade de, uma vez por evento/missão, absorver um ataque não físico (mágico ou elemental), desde que o adversário tenha no máximo até o mesmo nível que o jogador.] (Prata, Ônix) {Nível mínimo: 40} (Não controla nenhum elemento) [Recebimento: Missão - "The Lost Boys" / Avaliada por Ayla Lennox e Atualizada por Psiquê.] Utilizando como colar no pescoço.

{Banzay} / Autômato [Uma versão robótica de um carcaju adulto (semelhante a um urso), possui 1m e é feito de bronze sagrado. Tem presas e garras bem afiadas, tendo ótimo desempenho em cortes e perfurações. Ao comando do seu dono, pode dar descargas elétricas.][Material: Bronze Sagrado, essência de eletricidade][Nível mínimo: 15][Recebimento: comprada de Korran M. Collins e recebida de presente por Ayla Lennox. Atualizada por Hécate.] Autômato que me segue.

{Thunder} / Lança [Lança metálica, feita inteiramente de bronze sagrado. A ponta é maior do que a de lanças comuns, formando uma lâmina em forma de raio, que apesar de mais difícil de manejar para quem não é acostumado, pode causar danos potencialmente maiores, ainda mais considerando-se o peso, já que até seu cabo é metálico. Esse dano adicional contudo não é inerente à arma, dependendo do manuseio e habilidades do semideus.] {Bronze sagrado} (Nível Mínimo: 1) [Recebimento: Presente de Reclamação de Zeus] Presa nas minhas costas.

— {Gengarite} [Um dos fragmentos da Orbe Fantasma, que antes aprisionava almas de crianças, é uma pedra escura (em tons de roxo e preto) e pequena, com cerca de 3 cm de diâmetro; pode ser fundida em uma forja junto a um acessório (colar, anel, etc.) para melhor utilização. Atualmente/no mundo real, ao matar um inimigo, pode-se aprisionar sua alma na pedra para, posteriormente, ativar seu poder: uma vez por missão/evento/DiY/SM, ao sacrificar uma alma, o usuário assumirá uma forma etérea por dois turnos. Nesse estado, poderá passar por paredes e objetos, bem como, em combate, ataques físicos e armas mundanas não o afetam; poderes de inimigos até seu nível e armas "sagradas" têm dano reduzido pela metade. Armas de bronze celestial/ouro imperial/ferro estige e poderes de inimigos mais fortes afetam normalmente. Vale ressaltar que, apesar de etéreo, o personagem não fica invisível ou indetectável.] {Almas coletadas: 0} [Pedra mágica (origem desconhecida, não mundana)] (Nível mínimo: 50) ["The Hypno Song", evento narrado e avaliado por Alaric L. Morningstar, atualizado por Hécate.] Bolso da calça.

Elixir da Vida (divino): Recupera 200HP. Frasco pequeno preso ao cinto.
Elixir da Energia (divino): Recupera 200EP. Frasco pequeno preso ao cinto.
Poderes:
Poderes passivos:
Eletro-percepção (Nível 11) - Assim como alguns animais, como os tubarões, que detectam estímulos elétricos, sua percepção é melhorada dentro de um raio. 10m iniciais, mais 1m adicionail por nível. Dentre desse raio, você é capaz de notar mudanças sutis geradas pela movimentação dos seres ao redor e, portanto, não recebe ataques críticos provenientes de ataques surpresa, mas não quer dizer que consiga prever os ataques completamente, já que não é como se soubesse os movimentos que estão planejando, e sim que estão perto.
Poderes Ativos:
Olhos de Águia (Nível 6) - Você poderá fazer com que seus olhos virem os mesmos de uma águia. O filho de Zeus pode enxergar a 2km a sua frente vendo os mínimos detalhes! Não tem efeitos colaterais mas depois de se usar duas vezes fica impossibilitado durante a missão.
Observações:
Explicando de forma rápida, Peter teve uma visão da praia e entendeu que deveria ir para lá, em chegando lá utilizou os olhos de águia para vasculhar o perímetro, ao mesmo tempo que tem sua eletro percepção para encontrar seres vivos se aproximando.
Peter Lost
Peter Lost
Filhos de ZeusAcampamento Meio-Sangue

Mensagens :
286

Localização :
Lost...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — chained souls (EVENTO / DEFESA INTERNA 2)

Mensagem por Tobias Pratt em Qui 22 Fev 2018, 18:55




Chained Souls

Saber que algo ruim estava prestes a acontecer e não poder fazer nada era uma sensação horrível. Uma dor apertava meu peito enquanto cenas de tragédia envolvendo o acampamento e os semideuses apareciam minha mente. No instante em que imaginei os chalés sendo queimados e dezenas de jovens meio-sangues gritando, forcei-me a espantar cada um daqueles pensamentos. Com a ajuda dos deuses, nós seriamos o suficiente para evitar que aquelas coisas acontecessem.

Mesmo tendo afastado o mal pressentimento, eu precisava respirar um pouco. Meus olhos percorreram todo o local até que me deparei com uma janela, bem próxima de mim e do grupo. Caminhei até ela em passos agitados, apertando firmemente o cabo do gládio. Observei o espaço ao redor da biblioteca através do vidro, mas isso teve o efeito contrário ao esperado. Ao invés de aliviar um pouco do que eu sentia, só serviu para que eu voltasse a imaginar tudo ali destruído, revirado e sendo engolido por chamas. Ergui um pouco a arma e encarei sua superfície de metal, pensando no que eu seria capaz de fazer com ela para proteger minha casa, minha família.

Quando ergui os olhos novamente, tive um deslumbre definitivamente estranho.  Durante um ou dois segundos, o que vi não era o terreno ao redor da biblioteca, mas sim a praia. O vento que soprava em meu rosto e fazia com que alguns fios de cabelo rosa balançassem pareceu mais gelado, e eu tive a sensação de estar pisando na areia. Com um piscar de olhos, no entanto, fui puxado para a realidade.

Virei-me novamente para a equipe de patrulha improvisada e vi, no rosto de cada um dos cinco, um reflexo de minha própria expressão. Todos ali compartilhavam um olhar assustado, triste, e pareciam ter acordado de um transe coletivo. Perguntava-me quais as chances de aquilo ter realmente acontecido quando Jeff confirmou meu palpite apontando o melhor caminho para chegar à praia. Eu ainda não tinha falado muitas coisas até aquele instante, mas, quando uma sensação de cansaço atingiu meu corpo e um peso pareceu surgir sobre minhas costas, ofereci-me para os curar caso precisasse de ajuda. Depois da visão meus olhos estavam um pouco mais fechados e eu não sabia quais os efeitos colaterais tinham atingido-os no instante em que receberam a mensagem. Como curandeiro, era quase uma obrigação dispôr-me a ajudá-los.

Alguns instantes depois estávamos andando por entre as árvores, num espaço que geralmente estava cheio de sátiros persistentes e dríades extremamente rápidas. Mas, naquele momento, o silêncio pairava sobre nós. Alguns comentários até foram feitos durante o percurso, mas ninguém parecia ter ânimo suficiente para uma conversa de verdade. Tentei puxar assunto com Samantha, que parecia a mais extrovertida dali, mas nossa conversa não durou mais do que alguns passos. Logo nossas vozes foram substituídas por barulhos incrivelmente altos e de origem desconhecida, e as árvores foram sumindo à medida em que nos aproximávamos do mar. Virei-me, assustado, para a direção de onde o som parecia vir, esperando que meu sensor de movimento indicasse caso algum perigo viesse em nossa direção. Ouvi, em minha cabeça, a voz de Jeff ordenar que eu ficasse preparado. E foi o que eu fiz, já empunhando a pequena arma laminada.

Coisos:
Poderes:
Passivos:

Radar mortal - Filhos de Macária conseguem sentir a pulsão de vida ao seu redor. Isso faz com que saibam o momento em que uma alma partiu para o submundo. Nesse nível, apenas possui uma sensação geral, em um raio fixo de 50m ao seu redor, mas não identifica a condição de pessoas específicas. O raio aumenta em 50m a cada 10 níveis posteriores, identificando o local aonde isso ocorreu. Pode ser desligado a partir do nível 25. (Macária, nível 5)

Aura pacificadora II - Agora, sua aura se estende a todos ao seu redor. Ações hostis que visem o filho de Macária ou seus aliados que estejam em um raio de até 20m são reduzidas em 10% no primeiro turno de combate. Caso o filho de Macária ou um de seus aliados tome a iniciativa, o efeito da aura se quebra. (Macária, nível 18)

Confiança - Desde a maneira correta, ereta e firme de se portar até as palavras acolhedoras, apaziguadoras e relaxantes. Um médico desempenha essas funções, sim, quando precisam dar uma má notícia, dar uma boa notícia, inspirar confiança; e é exatamente sobre isto que esse poder disserta: inspirar segurança, confiança nos outros. Portanto, suas palavras e atitudes costumam ser vistas com bons olhos e não são julgados de imediato: é claro, sem contar o fato de animarem e motivarem o grupo. Na prática, os ataques e as estratégias do grupo possuem mais chance de darem certo (10%, avaliado pelo narrador), desde que estejam unidos com o Curandeiro. (Asclépio, nível 20)

PES: Percepção Extra-Sensorial - O filho de Macária é capaz de perceber qualquer movimentação dentro de uma área de raio igual ao seu nível em metros. A percepção capta a movimentação, mas não indica outras informações, como a criatura exata, a ação específica, tamanho, nível e etc - apenas que entraram na área e sua localização dentro dela. Ainda pode ser enganada - um alvo que esteja montado, por exemplo, já que notariam a entrada de um ser, não dois - mas dificulta ações que o peguem de surpresa. (Macária, nível 20)

Sentido espectral - Os sentidos naturais do filho de Macária são ampliados, tendo o alcance duplicado (olfato, audição, visão) e uma sensibilidade ampliada em igual medida (olfato, paladar e tato). Isso ocorre pela sua ligação maior com o plano espiritual, dadas as suas origens, que faz com que desenvolvam capacidades sobre-humanas. (Macária, nível 29)

Ativos:

Nothing. sz
Itens:
{Colar do Serpentário} / Colar - O formato e o estilo da confecção lembram uma serpente dourada; nunca pode ser perdido, vendido ou retirado a força, pois identifica os curandeiros e, portanto, não é considerado um item nas contagens para missões, eventos e tramas, embora ainda seja preciso citá-lo) (seu efeito principal é o de, quando retirado do pescoço, se transformar em um dos itens a seguir: uma réplica quase totalmente semelhante do Bordão de Asclépio (ou seja, uma espécime de bastão rústico e fino envolvido por uma serpente de escamas feitas de prata envenenada que podem ser tão afiadas quanto uma espada, possuindo o mesmo potencial de corte de uma arma laminada; ele se adapta completamente ao tamanho e porte físico do usuário. {Prata, madeira e veneno} (Nível mínimo: 1) (Controle sobre nenhum elemento) [Presente de Curandeiro]

{Gladdius} / Gládio - Uma adaga forjada a partir do molde de um gládio portado pelo deus Hermes, feita a partir de bronze rígido. O armamento possui uma lâmina de cerca de dezoito centímetros e um cabo revestido com couro mitológico, super-confortável à mão do indivíduo que portar a arma. A adaga emana uma um poder que aumenta a chance de acerto dos golpes em 15%. {Bronze} [Nível: 12] {Nenhum elemento} [Recebimento: missão "Se vira nos 30!", avaliada por Tânatos e atualizada por Asclépio; efeito conseguido na DIY "The Little Help", avaliada por Selene e atualizada por Asclépio.]

{Rest in peace} / Adagas Gêmeas - Este par de adagas é branco prateado e, considerando cabo e lâmina, possuem no total 30cm cada. Seu gume é liso e o cabo apresenta arabescos e entalhes que mesclam ramos florais e runas. As duas adagas possuem os mesmos poderes e eles sempre são ativados/ consumidos ao mesmo tempo (assim, mesmo que só transforme uma em arma, ao ativar o poder o consumo também vale para a que está em forma de item, ainda que neste caso seja ineficaz). Transformam-se em um par de anéis no nível 20, gravados com as letrs R.I.P. na parte interna. [Bronze sagrado][Sem elementos]{Presente de reclamação de Macária}

{Shadow walker} / Botas - As botas parecem coturnos, negras e com cadarços. Seu uso garante um aumento constante no deslocamento natural de 3m. Adicionalmente, ativando seu efeito o usuário torna-se capaz de se locomover sobre qualquer superfície que forneça um mínimo de apoio (sejam superfícies íngremes ou líquidas, mas não gases ou similares) ainda que permaneça sujeito a condições adversas (caminhar sobre lava danificaria o item, não sendo possível por muito tempo, uma vez que ainda há o contato com a superfície). Cada ativação dura 3 turnos. 3x por missão. [Couro e borracha][Sem elementos]{Presente de reclamação de Macária}

{Embrace} / Manto leve, de um tecido negro e fluido. Apesar de não fornecer bonificações efetivas na defesa, seu efeito permite ao usuário teleportar-se pelas sombras. A distância permitida por viagem equivale ao nível do semideus x10 em Km (no mínimo 1/ 10 desse valor por viagem). Permite até 3 usos por missão. Há uma chance de falha na localização final caso não se conheça o lugar a ser visitado. Pesquisas, imagens, fotos e similares podem reduzir isso. Não é possível atravessar barreiras mágicas com este poder. [Tecido][Sem elementos]{Presente de reclamação de Macária}

Thanks for @Lovatic, on CG

Tobias Pratt
Tobias Pratt
Curandeiros de Asclépio

Mensagens :
78

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — chained souls (EVENTO / DEFESA INTERNA 2)

Mensagem por Samantha Johnson em Qui 22 Fev 2018, 19:58

Chained Souls
Morte
ao inimigo!


A semideusa platinada olhou para seu grupo mais uma vez, começou a sorrir para todos tentando passar confiança, não queria que ninguém ali se preocupasse, principalmente aquela criança fofa. Quem era o maluco que tinha levado uma criança para uma batalha? “Quíron”, seu eu interior lhe informou.

Estava prestes a responder para si mesma quando sentiu algo… Estava na biblioteca, então por que seus pés pisavam na areia molhada e ouvia ondas quebrando? Desde que descobriu ser semideusa, muitas coisas estranhas aconteceram com ela e tinha aprendido a ouvir essas coisas. “Sim, idiota, praia, sol, monstros!”.

Seu irmão tinha sugerido ir pela floresta, o que era engraçado já que Sam não achava lá um lugar muito seguro. E, é claro, seus sentidos gritavam dizendo que ir para a praia lhe traria problemas, principalmente devido o repentino cansaço que tinha sentido. Jeff parecia realmente decidido a encorajar o grupo, o que motivou a semideusa a bater palmas a cada frase do irmão. Durante o percurso, aproveitou para pegar algumas flores e galhos para fazer um colar hawaiano que pretendia entregar para a pequena criança que ia no grupo. Conversou animadamente com Tobias, o garoto mágico, mas não durou muito, pois assim que chegaram a praia um barulho pode ser ouvido. A voz de seu irmão em sua cabeça lhe fez sorrir mais ainda, logo iria começar a brincadeira. Tentou analisar o ambiente à sua volta, quanto mais informações juntasse, mais divertido seria.

Hmm...:
Armas:
♦️ Faca [Sua lâmina bronzeada mede cerca de 24 cm, e seu cabo tem o mesmo comprimento padrão. É bastante afiada e é perfeita para ataque ágeis e rápidos. O bom desta arma é sua eficiência tanto para mãos hábeis quanto para manuseios mais inexperientes, pois é uma arma curta, fácil de esconder e ao mesmo tempo fácil de manusear. Seu punho é feito de aço, mas uma camada de couro escuro cobre o aço para que o usuário possa segurá-la firmemente. Na parte inferior da lâmina, próxima ao cabo, há entalhado as siglas do Acampamento "CHB"; uma propriedade que só os meio-sangues e criaturas místicas podem ter e usar (ajuda um pouco na destreza)] {Bronze, aço e couro} (Nível mínimo: 1) {Nenhum elemento} [Recebimento: Administração; item inscrição padrão do fórum]

Adaga comum de bronze sagrado [Adaga simples e elegante, ela é feita de bronze sagrado, curta e de duplo corte. A lâmina possui 8cm de largura, afinando-se ligeiramente até o comprimento, que chega a 20cm. Não possui guarda de mão e o cabo é de madeira revestido com couro, para uma empunhadura mais confortável; acompanha bainha de couro simples.][Madeira, couro e bronze sagrado. Sem nível mínimo. Sem elementos]

Soco inglês [Estrutura metálica, feita para ser encaixada nos dedos, potencializando o poder de ataques corporais. Causa dano contusivo, da mesma forma que uma clava, por exemplo, mas pode ser devastador no caso de usuários com grande capacidade física.][Bronze sagrado][Sem nível mínimo, sem elementos]

Clava de madeira [Arma simples, é um porrete rústico com grande peso e massa, causando dano impactante. Maior eficácia contra armaduras metálicas, mas em combate corporal seu dano tende a desmaiar o inimigo, e não matar, exceto quando empunhada com grande força e atingindo pontos específicos do inimigo, como a cabeça, por exemplo, o que exige ataques mais concentrados][Madeira][Sem nível mínimo, sem elementos]

♦️ {Íris} / Espelho [Pequeno e arredondado espelho, preso a uma moldura de prata, sem cabo. Na parte de trás, cores variadas formavam um desenho abstrato: a assinatura de Íris, a deusa do arco-íris. Apesar de parecer comum, possui o efeito de formar instantaneamente uma mensagem de Íris - não importando se o local em que o usuário está é propício - sem qualquer custo, dando a oportunidade ao usuário de comunicar-se com alguém; estas mensagens limitam-se a duas, somente, e ao fim delas o item irá tornar-se comum. Além disso, a mensagem será mais debilitada que as demais, tendo uma dificuldade de 20% na visibilidade e na audição.] {Espelho, prata} (Nível mínimo: 3) {Controle sobre as mensagens de Íris} [Recebimento: Dado pela Lady Hera pelo cumprimento da missão "A partida de xadrez", atualizado por ~Lady Íris~].

{Wisdom}/ Lança [É uma réplica da lança de Athena. O cabo da arma é branco, feito de álamo, enquanto a lâmina é prateada - apenas um efeito estético, já que seu material ainda é bronze sagrado. Perto da lâmina está engastada uma coruja, e todo o cabo foi trabalhado, não sendo linear, e sim possuindo algumas curvaturas, o que faz com que seu manuseio seja mais complexo a quem não tem a perícia adequada. Possui 1,5m de alcance][Álamo e bronze sagrado](Nível Mínimo: 1) {Não controla Nenhum Elemento} [Recebimento: Presente de Reclamação de Atena]

{Strategy} / Escudo [Escudo médio de bronze sagrado. Possui uma pequena coruja entalhada em seu centro. O escudo tem uma superfície muito lisa, denotando um exímio trabalho de forja, sem imperfeições. No nível 20 transforma-se em um bracelete com entalhes similares ao do item.] {Bronze Sagrado} (Nível Mínimo:1) {Não Controla Nenhum Elemento} [Recebimento: Presente de Reclamação de Atena]

¤ {Lumus}/Colar [Colar de prata que contém um pingente de bambu. Sempre que a garota pressionar o pingente com as duas mãos ele irá assumir um brilho amarelado, e assim lhe proporcionará coragem para enfrentar batalhas difíceis de serem vencidas. Na prática, efeitos de medo/pânico e abalo emocional são reduzidos em 25%. Pode ser usado uma vez por missão; dura dois turnos.] {Prata e bambu} (Nível Mínimo: 5) [Recebimento: The Music of Perdition, missão OP mediana. Avaliado por Selene e atualizado por Poseidon]

◆ {Vine Whip} / Açoite vegetal [É uma espécie de chicote com cerca de 100 cm de comprimento (total), feito totalmente de plantas entrelaçadas, com três pontas (como um cipó, com 70 cm de comprimento cada) presas a um cabo de madeira (medindo 30 cm). A pontas possuem pequenos espinhos, aumentando a potência da concussão e até podendo cortar a pele do inimigo com as chibatadas. Foi entregue à semideusa como um presente da ninfa salva - ao acabar com a lenda da árvore amaldiçoada.] [Material: Madeira e plantas] (Nível mínimo: 10) {Não controla nenhum elemento} [Recebimento: Missão "The Haunted Tree", avaliada Alaric L. Carter e atualizada por Psiquê]

Elixir da Vida (titânico): Recupera 100HP.
Elixir da Vida (titânico): Recupera 100HP.
Elixir da Vida (titânico): Recupera 100HP.

Poderes:
Passivos:

Nível 5

Visão de Batalha - Assim como a coruja parece ter uma visão mais ampla do que ocorre ao seu redor, os filhos da deusa, em batalha, poderão desfrutar de uma visão mais ampla, de até 270º, permitindo assim melhores ataques ou defesas. Ainda existem pontos cegos, contudo, e só afeta os semideuses em combate.


Nível 6

Rastrear - Perícia baseada na observação e interpretação de rastros. Permite encontrar pegadas, deduzir ações e presumir a passagem de certo tipo de criatura através da análise do solo e de outros sinais. Não é algo automático nem sobrenatural, nem permite descobertas específicas (pode notar que uma pessoa passou pelo local, deduzir peso ou número de calçado aproximado, mas não quem é a pessoa, sua altura ou aparência) requerendo a narração da observação. O narrador descreverá as descobertas, que podem variar pelo tempo transcorrido, movimentação e clima do local, além das ações do próprio semideus. [Novo]


Nível 9

Capacidade manual – Atena é famosa por suas habilidades artesanais e destreza manual. Seus filhos herdam isso: qualquer trabalho delicado que necessite especificamente de agilidade manual - como desarmar um mecanismo, por exemplo (mas não um ataque), é facilitado a eles, recebendo uma bonificação de 20%. Além disso, eles desenvolvem a ambidestria, podendo realizar tarefas com a mesma habilidade usando ambas as mãos, dentro ou fora de combate. Note que apesar de poder desarmar uma bomba, esta habilidade apenas fornece delicadeza o suficiente para não estragar o mecanismo pelo manuseio, mas não dá ao semideus o conhecimento do mecanismo nem o impede de executar a ação errada. [NOVO - unindo ambidestria] Só pra fazer o colar mesmo rs

Nível 15

Artesão habilidoso - Itens criados de forma artesanal pelo semideus recebem uma bonificação em sua resistência e durabilidade equivalente a 10%, se comparado a itens comuns. Note que Atena é deusa dos trabalhos manuais, isso se aplica à marcenaria, carpintaria, tecelagem, artesanato em argila e similares, mas não à coisas mais artísticas, como música, pintura ou teatro. Ainda assim, uma corda tecida por eles seria mais resistente, um bastão ou bordão não seria tão quebradiço, etc. Afeta apenas itens que exijam algum tipo de trabalho de manufatura (brandir um galho como um bordão não vai dar a bonificação, mas moldá-lo para que assuma a forma de um e depois utilizá-lo, sim). Não afeta o dano provocado pelos objetos, nem objetos apenas carregados - mas não feitos - por eles. O objeto permanece com a modificação após criado, independente do portador. A criação não é automática, nem está implicada nesta habilidade.[Novo] Deixar o colar forte neh


Nível 19

Sentidos ampliados: Visão e Audição - Assim como as corujas, o filho de Atena terá sua visão e audição otimizadas, tendo sua acuidade e alcance ampliados em 50%, de forma que se tornam mais perceptivos ao que ocorre à sua volta.

Nível 24

Analisar inimigo - Ao olhar para um inimigo, filhos de Atena tem uma noção de seu nível de poder. Não define habilidades específicas, mp, hp ou coisa do tipo, apenas o nível de personagem, com uma margem de 5 níveis de erro para mais e para menos. [Novo] Caso apareça o inimigo, para obter informações

Nível 25

Identificando o Terreno - agora os filhos de Atena conseguirão, com uma rápida analisada ao seu redor, saber detalhes como profundidade de um rio, tipo de solo, de pedras, de árvores, etc. Isso permite que elaborem melhores estratégias utilizando o ambiente ao seu redor. Contudo, não detecta alterações mágicas, e sua percepção pode acabar falhando por isso. Detalhes mais técnicos como a profundidade do rio, citado anteriormente - podem ser apenas gerais, dentro de uma certa faixa - por exemplo, se ele dá pé ou não, mas não qual a exatidão em metros. Não detecta a propriedade dos elementos - que tipo de solo ou se a água é potável, por exemplo. No final do post, Sam analisou a praia

Nível 30

Visão clara - Você consegue ter uma visão um pouco mais clara na presença da Névoa, fazendo com que o reconhecimento de criaturas mitológicas fique mais fácil; porém, você ainda poderá confundir-se em locais mágicos e com criaturas de nível similar ou maior do que o seu (nesse caso, não os identificando). O mesmo vale para poderes de ocultação baseados na névoa, considerando sempre o nível do usuário.

I am...
All Rights Reserved for Belladona
Samantha Johnson
Samantha Johnson
IndefinidosPercy Jackson RPG BR

Mensagens :
145

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — chained souls (EVENTO / DEFESA INTERNA 2)

Mensagem por Cuzão em Qui 22 Fev 2018, 22:49


Chained Souls
Defesa Interna – 2

Socorro.

O pedido de emergência veio dentre as árvores, irrompendo o matagal do qual os semideuses haviam acabado de sair. Antes que sequer pudessem se prontificar a ajudar, um garoto de armadura surgiu das árvores, correndo em direção à água.

— DEMÔNIOS, MONSTROS... — antes que ele sequer conseguisse chegar ao seu objetivo final, tropeçou. Mesmo caindo na areia fofa da praia Meio-Sangue, os seus ferimentos e pânico fizeram-no perder a consciência.

Enquanto observavam toda a calmaria da praia na procura dos monstros que aquele moribundo aparentava estar correndo, Peter reconheceu as sombras dentre a penumbra das árvores "Cães infer...", mas fora rapidamente interrompido pelo latido facilmente ouvido por todos.

Porém, na direção do refeitório, um brilho seguido de um barulho de algo explodindo. Começava a invasão de Éris com os semideuses presos na praia.


Objetivos
instruções e pontos obrigatórios

— Semideuses, fico feliz em ver que todos estão empenhados em continuar no evento Chained Souls. Serei seu narrador pelos próximos treze dias.

— Como podem ver, a partir de agora os posts de narração serão mais curtos. Teoricamente, eu mando vocês pra cima e pra baixo e vocês obedecem, mas nem por isso os seus posts devem ser simples ou sem desenvolvimento.

— Vamos lá, explicações: nenhum de vocês conhece esse semideus e o que aparenta ser uma explosão acabou de acontecer. Caso queiram, este semideus pode se tornar aliado de vocês, mas obrigatoriamente deverão ajudar na questão dos monstros (obviamente tanto o semideus quanto os monstros serão controlados pela minha narração).

— Peter, considerando a ativação da visão de águia um sucesso, você pôde contar entre 7 e 9 inimigos durante os momentos em que observou. Para descobrir quais são e suas posições, exigirem uma nova ativação da habilidade.

— Vocês podem tomar a iniciativa de atacar ou não (lembrando que eles estão dentro da floresta), assim como podem tentar desviar do combate. A decisão é pessoal e de vocês somente.

— Vocês não possuem essa informação em ON, porém para facilitar a decisão de vocês, as características do semideus: filho de Poseidon, nível 17. Status máximo do NPC é de 260 HP/MP, porém possuindo 50% somente de HP e 25% de MP restantes (status ao final do post)

— Lembrando que este é um evento difícil. Eu estou dando a chance de vocês terem mais um aliado, então pensem com sabedoria.

— Agora um comentário mais pessoal, que infelizmente não resisti e tenho que dizer: estou gostando do andamento da trama e das postagens deste grupo é, sinceramente, espero que mantenham o nível de qualidade.

— OBJETIVO PRINCIPAL: Defender, repelir, exterminar ou quaisquer outras coisas possíveis para proteger o acampamento de todas e quaisquer ameaças que Éris e seus aliados estejam dispostos a fazer.

— OBS: O que vocês fizerem e as decisões que tomarem poderão e irão acarretar consequências devastadoras para o cenário do fórum, então ajam com cautela.

Adicionais
diretrizes e informações

— Diretrizes: evento narrado difícil; terceiro turno.

— Local: Acampamento Meio-Sangue, Long Island.

— Horário: Aproximadamente 11:15 da manhã.

— Clima: Nublado, 13°C dentro da barreira.

— O de sempre: poderes, equipamentos e mascotes deverão ser colocados em spoiler ao final do post, para fins de organização.

— Adendos: comunicarei vocês em caso de qualquer tipo de problema para postar, então encarecidamente peço que façam o mesmo. Qualquer coisa, contate-me via MP, fb, wpp, carta, sinal de fumaça, etc.

— Instrução de postagem: Este é um evento narrado de dificuldade difícil. Encarecidamente, EVITEM escrever post's muito longos ou com muitas informações. O ideal, nos turnos de narrada, é que cada post tenha de 10 a 15 linhas ou de acordo com o que a situação exigir. A ortografia e coerência com os fatos narrados são cruciais e objetividade passará a pesar mais, por conta do prazo de postagem. Aconselho o seguinte: FAÇAM POSTS CURTOS.

— Crianças, este já é o terceiro post do evento. A partir deste, a regra acima já está valendo. Caso não cumpram, implicarei descontos no momento da avaliação se couberem motivos.

— Prazo de postagem: Encerra-se às 22:50 do 23/02, prioritariamente.

— As regras 4, 6 e 7 referentes ao tópico de inscrição do evento estão em vigor neste grupo e devem ser consideradas.


Status
Condições dos personagens

Tobias Pratt
HP: 380/380
MP: 380/380

John W. Macquorn
HP: 160/160
MP: 160/160

Elliot Cumming
HP: 600/600
MP: 600/600

Samantha Johnson
HP: 390/390
MP: 390/390

Jeff Smith
HP: 320/320
MP: 320/320

Peter Lost
HP: 615/720
MP: 566/720
– desconto feito pelo uso do poder ativo "Olho de Águia" (nível 6 multiplicado por 4 segundo as regras vigentes do fórum)

NPC (Filho de Poseidon)
HP: 130/260
MP: 65/260

Obs: status observado às 23:22 do dia 20/02/2018. Qualquer erro, comunicar-me por MP.

Cuzão
Cuzão
IndefinidosPercy Jackson RPG BR

Mensagens :
183

Localização :
Ilha Eólia, Colorado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — chained souls (EVENTO / DEFESA INTERNA 2)

Mensagem por Jeff Smith em Sex 23 Fev 2018, 13:10



Chained Souls


Estava esperando qualquer coisa, menos um semideus pedindo socorro. O garoto falou algumas palavras alarmantes e então caiu inconsciente na areia, a poucos metros de nós.

A parte racional da minha mente começou a trabalhar em um plano, porém não consegui pensar muito além, pois várias coisas aconteceram quase ao mesmo tempo. Um latido muito mais alto do que o comum, seguido de um clarão e som de explosão.

O tempo estava curto, então rapidamente embainhei minha espada e fiz meu escudo voltar ao estado de bracelete. Enquanto ia até o garoto, eu passava um plano para todo o grupo, usando a telepatia.

— Tobias, você me ajuda com o garoto. Vamos levá-lo para perto da água. Não acho que haverá uma invasão marítima. Os outros darão cobertura. Deixarei o plano de defesa com você, Sam. Estarei ocupado ajudando o Tobias a curar esse semideus que pode ser útil para nós. — Então cortei a ligação com todos, menos com Samantha. — Confio em você, mana.

Aproximei-me do semideus caído e esperei Tobias para tentarmos levar o garoto para longe da floresta. O mar não me assustava tanto quanto o que poderia sair daquela floresta.



ARMAS:
Faca [Sua lâmina bronzeada mede cerca de 24 cm, e seu cabo tem o mesmo comprimento padrão. É bastante afiada e é perfeita para ataque ágeis e rápidos. O bom desta arma é sua eficiência tanto para mãos hábeis quanto para manuseios mais inexperientes, pois é uma arma curta, fácil de esconder e ao mesmo tempo fácil de manusear. Seu punho é feito de aço, mas uma camada de couro escuro cobre o aço para que o usuário possa segurá-la firmemente. Na parte inferior da lâmina, próxima ao cabo, há entalhado as siglas do Acampamento "CHB"; uma propriedade que só os meio-sangues e criaturas místicas podem ter e usar (ajuda um pouco na destreza)] {Bronze, aço e couro} (Nível mínimo: 1) {Nenhum elemento} [Recebimento: Administração; item inscrição padrão do fórum]

{Strategy} / Escudo [Escudo médio de bronze sagrado. Possui uma pequena coruja entalhada em seu centro. O escudo tem uma superfície muito lisa, denotando um exímio trabalho de forja, sem imperfeições. No nível 20 transforma-se em um bracelete com entalhes similares ao do item.] {Bronze Sagrado} (Nível Mínimo:1) {Não Controla Nenhum Elemento} [Recebimento: Presente de Reclamação de Atena]

Anima Bracelet. [Um bracelete de prata com o desenho de borboleta em ouro. Esse bracelete pode ser ativado com o desejo mental do usuário e transforma-se em uma corrente que pode medir 10m. Essa corrente é feita de prata e ouro sagrado, bastante resiste a tal ponto de ser semi-indestrutível. Ela obedecerá aos comandos mentais do mentalista com perfeição, independente do nível que ele esteja.] [Materiais: Ouro Sagrado e Prata Sagrada] (Nível mínimo 1) {Elemento: Psíquico} [Recebimento: presente por ser mentalista]

Yin Yang. [Uma espada de punho prateado e com um desenho bem talhado de uma borboleta em azul. Sua lâmina é de uma beleza diferenciada, pela divisão do cume central, metade dela possui um material negro e a outra metade é feito de prata sagrada. Seu corte é duplo e sua ponta afinada, uma espada bastante resistente. Ela possui uma habilidade de ativar um segundo modo em que a espada original se divide em duas, uma de lâmina totalmente preta e outra de prata sagrada. Nesse segundo formato a sua resistência diminui um pouco, porém seu corte fica extremo, podendo cortar metais pesados e causar efeitos sobre armas sagradas. Essa espada vem em uma bainha preta com entalhes azuis em borboletas, ela se adapta ao corpo do mentalista podendo ser usada do modo que este desejar carregar a espada.] [Materiais: Prata Sagrada e Material Negro] (Nível Mínimo: 1) {Elemento: Psíquico} [Recebimento: Presente por ser mentalista]

— {Protection} / Amuleto [Feito de pedra d'água, o amuleto encantado é quadrado, com pontas arredondadas e gravado com uma runa antiga cujo significado é "proteção". Quando o usuário está em perigo, sua temperatura diminui, dando a impressão de estar molhado, a fim de avisar o dono.] (Nível mínimo: 3) {Elementos controlados: magia} [Recebimento pela missão "O Mundo de Semideuses", avaliada e atualizada por Hécate.]

1x Agulhas de bronze sagrado [Grandes agulhas com cerca de 20 a 30cm cada, são extremamente leves e afiadas. Podem ser arremessadas ou usadas em ataque corpo a corpo, mas sua eficiência só é aparente para quem tem a perícia e conhecimento adequado para acertar o inimigo nos pontos corretos, até 2 agulhas podem ser usadas por ataque. Pode ser usada de modo benéfico, pelos curandeiros, de acordo coms eus poderes. Pouco resistentes.][Kit com 20][Bronze sagrado][Sem nível mínimo][Sem elemento] [Comprado no Camelô da Vicka 2.0]

Elixir da Vida (fraco): Recupera 10HP.
Elixir da Energia (titânico): Recupera 100EP.
Elixir da Energia (forte): Recupera 60EP.
Elixir da Vida (titânico): Recupera 100HP.
Elixir da Vida (forte): Recupera 60HP.
(Todos os elixires estão em uma mochila)

PODERES:
ATENA:
PASSIVOS:
Todos os poderes até o nível 23, mas nesse post estão em ênfase os seguintes poderes:

Nível 1

Inteligência natural - Filhos de Atena possuem a mente rápida, capaz de elaborar planos com facilidade mesmo em situações em que se encontram em desvantagem. Quando seus ataques envolvem uma estratégia (indo além dos golpes diretos, e com a linha de pensamento explicada, dentro do que é coerente) seus ataques ganham uma chance de acerto 10% maior (mas não afeta dano nem a capacidade do alvo de se defender). Não se aplica à estratégia em equipe. [Modificado]

Nível 3

Combatente ágil - Filhos de Atena tendem a ser mais esguios e velozes do que fortes, em termos físicos. Isso faz com que tenham mais chances de acerto em combates corporais com armas de curta distância. Sua agilidade usando armas corpo a corpo é ampliada em 10% durante as batalhas. [Modificado, antigo "Agilidade"]

Nível 5

Visão de Batalha - Assim como a coruja parece ter uma visão mais ampla do que ocorre ao seu redor, os filhos da deusa, em batalha, poderão desfrutar de uma visão mais ampla, de até 270º, permitindo assim melhores ataques ou defesas. Ainda existem pontos cegos, contudo, e só afeta os semideuses em combate.

Nível 10

Estrategista de combate - Atena é uma deusa guerreira, porém racional, unindo habilidades combativas e capacidade de raciocínio e liderança. Assim, quando elaboram estratégias em conjunto com seus aliados, todos recebem uma bonificação de 10% na chance de sucesso de suas ações relativas a isso, desde que o filho de Atena elabore um plano e que os aliados o sigam. A bonificação continua válida até que o plano seja concluído, e afeta todas as ações necessárias para tal. Assim que o objetivo é alcançado, a bonificação torna-se nula (assim, se um semideus dentro do plano fica encarregado de roubar um item e trazer ao grupo, até que realize isto recebe o bônus mas, a partir do momento que termina, mesmo que outras partes estejam sendo executadas pelos outros aliados, ele não recebe mais o bônus. Fugir/ se desviar/ atrasar os planos de forma proposital cessa a bonificação). Novas estratégias podem ser planejadas indefinidamente, mas não há sobreposição de bonificação - cada aliado recebe o bônus apenas uma vez. Planos de combate e ações coordenadas também se enquadram, desde que o idealizador seja o filho de Atena e todos estejam cientes de suas funções na estratégia. [Novo]

Nível 18

Liderança - Filhos de Atena tendem a serem líderes natos. Sempre que estiver em uma missão ou situação parecida, irá sentir-se o mais apto para exercer a liderança; sua opinião sempre será ouvida e respeitada (ainda que não sejam obrigados a acatar e/ou concordar). Ações de comando e intimidação deste semideus recebem um bônus de 10% na efetividade para convencer os outros a seguir o que ele está dizendo. [Modificado]

Nível 19

Sentidos ampliados: Visão e Audição - Assim como as corujas, o filho de Atena terá sua visão e audição otimizadas, tendo sua acuidade e alcance ampliados em 50%, de forma que se tornam mais perceptivos ao que ocorre à sua volta.

Nível 23

Reflexos de Batalha - Seus reflexos estão agora mais apurados do que nunca, e sua experiência em combate torna-o naturalmente mais esquivo, como uma segunda natureza. Sua esquiva e reflexos são ampliadas em 10%. [Modificado]

PSIQUÊ:
PASSIVOS:
Todos os poderes até o nível 23, mas nesse post estão em ênfase os seguintes poderes:

◉ Nível 2. Memória fotográfica: Tudo o que você ver ou ler ficará gravado em sua memória por anos, serve tanto para imagens para textos.

◉ Nível 10. Empatia: Você sabe exatamente o que o outro está sentindo em termos de emoções.

◉ Nível 18. Motivador: Palavras de incentivo sempre dão certo quando são propagadas por você, podendo animar ou desanimar alguém, o motivando ou desmotivando a fazer algo.

◉ Nível 20. Telepatia Avançada: Controle total, podendo escolher a hora que vai escutar os pensamentos ou não e também se comunicando livremente através dos pensamentos.
Jeff Smith
Jeff Smith
Mentalistas de Psiquê

Mensagens :
391

Localização :
No coração da Maisie

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — chained souls (EVENTO / DEFESA INTERNA 2)

Mensagem por Nikolas Erichsen em Sex 23 Fev 2018, 14:43


Trial of the Gods

Elliot não sabia se sentia-se aliviado ou mais preocupado ao ver um semideus ferido sair da floresta, em vez de um monstro. Ele soltou a respiração, sem perceber que estava prendendo-a, e observou enquanto Jeff era um dos primeiros a se prontificar para ajudar. Elliot não baixou a foice, no entanto — odiava sentir que qualquer um poderia atacar, de qualquer lugar, inclusive aquele estranho.

Os inimigos do acampamento eram desconhecidos. "Imprevisíveis. Espiões. Predadores." Quem suspeitaria de um semideus ferido?

As dúvidas fizeram-no hesitar por mais tempo do que imaginara. Fora despertado apenas quando um latido familiar, de criaturas que vinham da terra natal de seu pai, foram proferidos à distância. Cumming reconhecera o som de cães infernais quase imediatamente. — Espero que esses sejam os nossos. — Disse ironicamente para o grupo, ao observar Tobias agindo para atender o semideus recém-chegado.

Quando ouviu a explosão e viu a luminosidade vindo da direção do pavilhão, Elliot engoliu em seco. Já tinham alcançado o refeitório?

O grupo seria cercado se continuasse ali. — Formem um semi-círculo ao redor deles! — Disse para Sam, John e Peter. — Vamos proteger vocês. Tenho a impressão de que os cães estavam brincando com a carne e deixaram ela viva para correr atrás. — Concluiu, dado os comportamentos que canídeos em geral tinham em relação à sua caça.

Dessa forma, seguindo a própria ordem e com o corpo virado em direção à floresta, posicionou-se ao lado de Tobias, Jeff e do semideus ferido enquanto o curandeiro o atendia, protegendo seu flanco direito. Começava a bolar planos em sua mente para sair da praia o mais rápido possível, e ir se juntar à luta no refeitório assim que conseguissem se livrar dos cães. Mas ainda não entendia. Por que seu pai mandou-o para lá?

O formigamento em sua mão ainda deixava-o irrequieto. Começava a considerar arrumar um barco e simplesmente fugir do camp pelo estreito de Long Island. Não seria difícil. E salvaria um grupo considerável de semideuses. "Não desista tão rápido, Elliot". Se convenceu. "Descubra porque Tânatos te mandou para cá."

Poderes Utilizados:
Passivos:
Nível 01

Atração Fatal - Thanatos, dentro da mitologia, sempre foi retratado como belo, possuindo não apenas a questão física, mas também uma aura de atração, rivalizando com Apolo como modelo de ideal masculino. Esse poder entra em oposição direta com o medo que sua função provoca, mas apesar do paradoxo, aqueles que entram em contato não dixam de se sentir admirados. Seus filhos herdam tais características e, apesar de tudo, exercem influência sobre as pessoas ao redor, recebendo uma bonificação adicional de 10% para a efetividade de poderes de charme, sedução e persuasão quando estão visíveis ao alvo. [Modificado, antigo "Beleza"]

Nível 04

Presença perturbadora - Apesar de reconhecidamente bellos e/ou atraentes, filhos de Thanatos ainda herdam certa ligação com o mundo inferior, o que lhes rende uma aura ambígua: se por um lado sua aparência encanta, por outro, sua presença perturba e incomoda a maioria das pessoas ao redor - algo que fica perceptível com o ganho de poder e a evolução do semideus. Humanos e animais comuns tendem a se afastar, e mesmo seres mitológicos e outros semideuses podem ficar levemente perturbados. Não afeta filhos dos 3 grandes ou de deuses do submundo. A aura aumenta em 50% a dificuldade de domar qualquer criatura viva cuja origem não seja o submundo. Por outro lado, personagens sensíveis que sejam 10 níveis ou mais abaixo do semideus não tomarão iniciativa no primeiro turno de um combate direto (mas ainda podem atacar de forma oculta, como uma emboscada, ou revidar ataques recebidos). É um efeito mental de medo, portanto admite resistências. [Modificado, antigo "Influência sobre o medo"]

Nível 07
Sensibilidade de morte - Não importa quando ou onde, mas o filho de Thanatos sentirá quando alguém morrer ou estiver a beira da morte em um raio de até 100m - ainda que não identifique quem morreu ou a causa da morte. Não prevê movimentos em batalha, mas se alguém for ferido mortalmente em uma, ele sentirá.
Ativos:
Nenhum utilizado
Equipamento:
— {Death} / Foice [Foice da Morte; mede cerca de 2 m. O cabo é feito de bronze sagrado, assim como sua lâmina. Ao desejo de seu dono, a partir do nível 20, ela se transforma em um pingente de foice] {Bronze Sagrado} (Nível Mínimo: 1) [Recebimento: Presente de Reclamação de Thanatos] ~ EMPUNHANDO ~

— {Sullem} / Anel [Anel feito de Ferro Estígio com uma grande Safira Negra incrustada em seu centro, representando uma caveira. Quando o usuário estiver com seu status de vida pela metade, uma aura negra o envolve. Faz com que a áurea recupere 20% do HP uma vez por missão] {Ferro Estígio e Safira} (Nível Mínimo: 1) [Recebimento: Presente de Reclamação de Thanatos] ~ DEDO ANELAR ~

— {Merciless} / Adaga [Adaga de bronze sagrado que possui 25 centímetros. Seu efeito especial é, quando ativado em um ataque no round, envolver a lâmina com energia elétrica, fazendo com que o dano causado pela arma naquele round seja aumentado em 20%. Só age por um round/turno. O efeito da arma pode ser usado duas vezes por missão.] { Bronze Sagrado } {Controle Sobre Eletricidade} {Nível Mínimo: 15} [Recebimento: Poseidon pela missão “A Futura Caçadora”] ~ NO CINTO ~

— {Höllen} / Broche [Este broche com o símbolo de Ares foi perdido durante a luta de Elliot com um renegado do Acampamento. Diante do poderoso combate e da situação a qual foi exposto, o pequeno item adquiriu uma habilidade obscura: quando seu portador estiver perto da morte (aproximadamente 10m de distância de alguém recém morto), o item lhe dará um bônus de 10% em seus poderes durante dois turnos, apenas uma vez por missão ou evento. Caso o poder tenha efeito constante, o bônus não seguirá por mais tempo do que o descrito.] {Prata} (Nível mínimo: 20) {Não controla nenhum elemento} [Recebimento pela missão "Assassinato Misterioso", avaliada por Lavínia Cavendish e atualizada por Phobos.] ~ NA CAMISETA DO CAMP ~

— Elixir da vida titânico. ~ NA ALGIBEIRA ~

— Elixir da vida divino. ~ NA ALGIBEIRA ~


Thanks Doll at The Pretty Odd
Nikolas Erichsen
Nikolas Erichsen
Filhos de ApoloAcampamento Meio-Sangue

Mensagens :
338

Localização :
New York

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — chained souls (EVENTO / DEFESA INTERNA 2)

Mensagem por Peter Lost em Sex 23 Fev 2018, 15:29

ϟ
CHAINED SOULS
Parte 3  
ϟ
Peter Lost
Quer se perder comigo?
— chained souls (EVENTO / DEFESA INTERNA 2) HeOg5gr
Por um momento fiquei paralisado com o que tinha visto. Diversos inimigos pareciam se esgueirar pela floresta, assim como o garoto que acabara de desfalecer há alguns passos de distância. Hesitei em ajuda-lo, o número de adversários que teríamos que enfrentar superava o de nosso pequeno grupo. Quis correr para meu quarto do chalé 1, me enrolar em baixo das cobertas enquanto chamava por minha mamãe e só sair quando tudo estivesse acabado, porém eu não tinha aquela opção.

Voltei a mim quando as ordens e berros de meus companheiros irromperam meus pensamentos. Eu não tinha tempo para ficar especulando! Por fim, sem pensar por muito mais tempo, transmutei os acessórios de minhas mãos em duas espadas e ativei minha armadura, ao mesmo tempo que avançava para obedecer as ordens de Elliot, seguido de perto por meu fiel companheiro Banzay.

Deixando-me ser guiado pelos mais velhos, apenas me coloquei próximo a Elliot, posicionando-me ao lado oposto do filho de Tânatos, de forma a proteger o flanco esquerdo de eventuais ataques.

Mais uma vez, forcei meus olhos a se transformarem em olhos de águia e procurei os inimigos, tentando determinar quem – ou o que – eram e quais as suas posições.
Adendos:
Arsenal:
{Karabela} / Sabre [A karabela tem um punho aberto com o pomo no formato de uma cabeça de águia. Seu cabo anatômico permitia o manejo mais fácil de cortes circulares quando se luta a pé e e de cortes oscilantes quando montado no cavalo/pégaso. É feita de bronze sagrado e seu punho é revestido com couro. Vem junto de uma bainha de couro. No nível 20 transforma-se em um anel, com a cabeça e as asas de uma águia entalhadas.] {Bronze sagrado e couro} (Nível Mínimo: 1) [Recebimento: Presente de Reclamação de Zeus] Formato de espada na mão esquerda.

♦️ Perdição [Espada com lamina de bronze sagrado. A arma se adequa em peso e tamanho ao usuário, seu cabo é de aço negro com um fino revestimento de couro preto para melhor manuseio e tem um comprimento padrão. A arma não tem nada de especial em relação a uma arma de bronze sagrado comum, exceto pelo fato de que, quando a espada não esta em uso, ela se torna uma luva negra com as letras “PL” bordadas em branco, indicando que ela só funciona com Peter.] {Bronze Sagrado, Aço Negro, Couro e Tintura} (Nível mínimo: 9) {Nenhum elemento}Formato de espada na mão direita.

♦️ {Lost Belt} / Armadura [Uma armadura que protege o usuário. A armadura é feita de bronze e é reforçada para aguentar grandes danos, tanto que golpes comuns de espada causam pouco dano nela. Protege a parte do tronco, pescoço - por causa da gola de metal -, peitorais, costas e ombros. Quando o dono quiser, a armadura se transforma em um cinto, revestido em couro e vice-versa. É muito leve, tanto que Peter pode correr como se estivesse vestindo uma camisa comum.] {Bronze e Couro} (Nível: 24) {Não controla nenhum elemento} [Recebimento: ¥ Dragon Dovahkiin ¥ ] Em cima da roupa, como armadura.

▲ {Skiá} / Colar [Trata-se de um colar feito inteiramente de prata que ostenta um pequeno pingente de ônix lapidado cuidadosamente no formato de um relâmpago. O item concede o usuário a habilidade de, uma vez por evento/missão, absorver um ataque não físico (mágico ou elemental), desde que o adversário tenha no máximo até o mesmo nível que o jogador.] (Prata, Ônix) {Nível mínimo: 40} (Não controla nenhum elemento) [Recebimento: Missão - "The Lost Boys" / Avaliada por Ayla Lennox e Atualizada por Psiquê.] Utilizando como colar no pescoço.

{Banzay} / Autômato [Uma versão robótica de um carcaju adulto (semelhante a um urso), possui 1m e é feito de bronze sagrado. Tem presas e garras bem afiadas, tendo ótimo desempenho em cortes e perfurações. Ao comando do seu dono, pode dar descargas elétricas.][Material: Bronze Sagrado, essência de eletricidade][Nível mínimo: 15][Recebimento: comprada de Korran M. Collins e recebida de presente por Ayla Lennox. Atualizada por Hécate.] Autômato que me segue.

{Thunder} / Lança [Lança metálica, feita inteiramente de bronze sagrado. A ponta é maior do que a de lanças comuns, formando uma lâmina em forma de raio, que apesar de mais difícil de manejar para quem não é acostumado, pode causar danos potencialmente maiores, ainda mais considerando-se o peso, já que até seu cabo é metálico. Esse dano adicional contudo não é inerente à arma, dependendo do manuseio e habilidades do semideus.] {Bronze sagrado} (Nível Mínimo: 1) [Recebimento: Presente de Reclamação de Zeus] Presa nas minhas costas.

— {Gengarite} [Um dos fragmentos da Orbe Fantasma, que antes aprisionava almas de crianças, é uma pedra escura (em tons de roxo e preto) e pequena, com cerca de 3 cm de diâmetro; pode ser fundida em uma forja junto a um acessório (colar, anel, etc.) para melhor utilização. Atualmente/no mundo real, ao matar um inimigo, pode-se aprisionar sua alma na pedra para, posteriormente, ativar seu poder: uma vez por missão/evento/DiY/SM, ao sacrificar uma alma, o usuário assumirá uma forma etérea por dois turnos. Nesse estado, poderá passar por paredes e objetos, bem como, em combate, ataques físicos e armas mundanas não o afetam; poderes de inimigos até seu nível e armas "sagradas" têm dano reduzido pela metade. Armas de bronze celestial/ouro imperial/ferro estige e poderes de inimigos mais fortes afetam normalmente. Vale ressaltar que, apesar de etéreo, o personagem não fica invisível ou indetectável.] {Almas coletadas: 0} [Pedra mágica (origem desconhecida, não mundana)] (Nível mínimo: 50) ["The Hypno Song", evento narrado e avaliado por Alaric L. Morningstar, atualizado por Hécate.] Bolso da calça.

Elixir da Vida (divino): Recupera 200HP. Frasco pequeno preso ao cinto.
Elixir da Energia (divino): Recupera 200EP. Frasco pequeno preso ao cinto.
Poderes:
Poderes passivos:
Eletro-percepção (Nível 11)- Assim como alguns animais, como os tubarões, que detectam estímulos elétricos, sua percepção é melhorada dentro de um raio. 10m iniciais, mais 1m adicionail por nível. Dentre desse raio, você é capaz de notar mudanças sutis geradas pela movimentação dos seres ao redor e, portanto, não recebe ataques críticos provenientes de ataques surpresa, mas não quer dizer que consiga prever os ataques completamente, já que não é como se soubesse os movimentos que estão planejando, e sim que estão perto.
Poderes Ativos:
Olhos de Águia (Nível 6) - Você poderá fazer com que seus olhos virem os mesmos de uma águia. O filho de Zeus pode enxergar a 2km a sua frente vendo os mínimos detalhes! Não tem efeitos colaterais mas depois de se usar duas vezes fica impossibilitado durante a missão.
Observações:
Nada de mais por aqui, apenas avancei para ajudar na proteção e utilizei a habilidade para tentar extrair mais informações, espero que goste <3
Peter Lost
Peter Lost
Filhos de ZeusAcampamento Meio-Sangue

Mensagens :
286

Localização :
Lost...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — chained souls (EVENTO / DEFESA INTERNA 2)

Mensagem por Tobias Pratt em Sex 23 Fev 2018, 21:22




Chained Souls

Logo após a chegada na praia, tudo aconteceu muito rápido. Um rapaz saiu correndo do espaço entre as árvores, vindo em nossa direção. Antes mesmo de ouvir suas palavras, eu já estava em posição de batalha e empunhando o gládio. Mas, no instante em que o barulho do corpo do garoto chocando-se contra o solo alcançou meus ouvidos, o instinto de guerreiro foi substituído pelo de curandeiro. Lembrei-me das palavras de meu patrono, dizendo que eu iria precisar, mais do que usar meus poderes de cura, lutar. Em situações normais, com tempo para pensar, eu talvez ficasse em dúvida quanto à mensagem do deus da cura, tentando adivinhar se tinha sido um aviso ou não. Mas, naquele momento, tudo o que eu fiz foi correr até o semideus.

Prendi a pequena arma laminada na cintura e peguei, com ambas as mãos, um dos braços do garoto, enquanto Jeff pegava o outro. Meu instinto tinha combinado exatamente com o plano do filho de Atena, de modo que conseguimos criar uma conexão rápida para facilitar nosso trabalho como dupla. Tínhamos sincronia. Dei um pequeno sorriso ao ver como era fácil criar laços com as pessoas em situações assim e, em seguida, afastei meus pensamentos. Eu tinha um trabalho a fazer e não iria decepcionar meu grupo.

Devido ao tempo seguindo Asclépio, eu precisava de apenas algumas palavras para que uma aura de cor dourada envolvesse minhas mãos. Quando ela aparecesse, eu tocaria os primeiros ferimentos encontrados e, com mais uma rápida oração, a luminosidade dourada poderia ser substituída por uma de tom prateado. Eu, então, tocaria mais alguns pontos específicos do corpo do rapaz, dessa vez visando recuperar suas energias. Eu tinha apenas começado o processo de cura quando fui apressado por um estrondo, que nos avisava que algo estava explodindo. Olhei para os outros cinco de relance, sem atentar-me muito em suas expressões. Mas foi o suficiente para perceber que algo estava prestes a sair da floresta e vir em busca do meio-sangue desmaiado. Minha especialidade era curar, e, quando vi que era minha vez de ser útil, eu esqueci completamente que estávamos entrando numa guerra. Não poderia dar mais moles como esse, mas, por sorte, eu, Jeff e o desconhecido estávamos sendo protegidos pelos outros. Agradeci mentalmente aos deuses por isso e voltei a prestar atenção no que eu tinha que fazer. Levando a mão destra à testa do homem, concentrei-me e respirei fundo. Esperava ser capaz de alcançar o cansaço do homem e trabalhar nele, fazendo-o diminuir até desaparecer. Precisava que ele acordasse para que eu pudesse perguntar seu nome e sua ascendência divina.

Coisos:
Poderes:
Passivos:

Radar mortal - Filhos de Macária conseguem sentir a pulsão de vida ao seu redor. Isso faz com que saibam o momento em que uma alma partiu para o submundo. Nesse nível, apenas possui uma sensação geral, em um raio fixo de 50m ao seu redor, mas não identifica a condição de pessoas específicas. O raio aumenta em 50m a cada 10 níveis posteriores, identificando o local aonde isso ocorreu. Pode ser desligado a partir do nível 25. (Macária, nível 5)

Aura pacificadora II - Agora, sua aura se estende a todos ao seu redor. Ações hostis que visem o filho de Macária ou seus aliados que estejam em um raio de até 20m são reduzidas em 10% no primeiro turno de combate. Caso o filho de Macária ou um de seus aliados tome a iniciativa, o efeito da aura se quebra. (Macária, nível 18)

Confiança - Desde a maneira correta, ereta e firme de se portar até as palavras acolhedoras, apaziguadoras e relaxantes. Um médico desempenha essas funções, sim, quando precisam dar uma má notícia, dar uma boa notícia, inspirar confiança; e é exatamente sobre isto que esse poder disserta: inspirar segurança, confiança nos outros. Portanto, suas palavras e atitudes costumam ser vistas com bons olhos e não são julgados de imediato: é claro, sem contar o fato de animarem e motivarem o grupo. Na prática, os ataques e as estratégias do grupo possuem mais chance de darem certo (10%, avaliado pelo narrador), desde que estejam unidos com o Curandeiro. (Asclépio, nível 20)

PES: Percepção Extra-Sensorial - O filho de Macária é capaz de perceber qualquer movimentação dentro de uma área de raio igual ao seu nível em metros. A percepção capta a movimentação, mas não indica outras informações, como a criatura exata, a ação específica, tamanho, nível e etc - apenas que entraram na área e sua localização dentro dela. Ainda pode ser enganada - um alvo que esteja montado, por exemplo, já que notariam a entrada de um ser, não dois - mas dificulta ações que o peguem de surpresa. (Macária, nível 20)

Sentido espectral - Os sentidos naturais do filho de Macária são ampliados, tendo o alcance duplicado (olfato, audição, visão) e uma sensibilidade ampliada em igual medida (olfato, paladar e tato). Isso ocorre pela sua ligação maior com o plano espiritual, dadas as suas origens, que faz com que desenvolvam capacidades sobre-humanas. (Macária, nível 29)

Ativos:

Curar ferimentos (Nível 1)
Após fazer uma pequena e rápida oração ao seu mestre Asclépio, as mãos do Curandeiro serão tomadas por uma luminosidade de fraca coloração dourada, permitindo com que o usuário recupere uma parte do HP do alvo com o toque direto. A cura será equivalente ao custo de Mp deste poder x 1/2 do nível do curandeiro, arredondado para baixo (mínimo de cura = 4). Pode ser utilizado sobre si mesmo. Uso livre na enfermaria, mas limitado a 1 uso por aliado a cada combate enfrentado. Custo base a ser multiplicado pelo nível = 4 de MP.[Modificado] (Asclépio, nível 1)

Após fazer uma pequena e rápida oração ao seu mestre Asclépio, as mãos do Curandeiro serão tomadas por uma luminosidade de fraca coloração prateada, permitindo com que o usuário recupere uma parte do MP do alvo com o toque direto. A restauração será equivalente ao custo de MP deste poder x 1/2 do nível do curandeiro, arredondado para baixo (mínimo 1). Não pode ser utilizado sobre si mesmo. Para fins de gasto de MP e cálculo de recuperação, é considerado um poder nível 1. Uso livre na enfermaria, mas limitado a 1 uso por aliado a cada combate enfrentado. Custo base a ser multiplicado pelo nível = 4 de MP.[Modificado] (Asclépio, nível 3)

O cansaço é um inimigo muitas vezes pior que armas. Ao utilizar este poder, com contato direto entre curandeiro e paciente – que não poderá ser si mesmo –, este último ficará isento de qualquer tipo de canseira. Os efeitos serão como se o doente tivesse acabado de dormir por oito horas (que é o recomendado para um homem adulto), eliminando penalidades provocadas por fadiga, seja natural ou induzida - não recupera HP ou MP, apenas retira as consequências da condição. (Asclépio, nível 6)
Itens:
{Colar do Serpentário} / Colar - O formato e o estilo da confecção lembram uma serpente dourada; nunca pode ser perdido, vendido ou retirado a força, pois identifica os curandeiros e, portanto, não é considerado um item nas contagens para missões, eventos e tramas, embora ainda seja preciso citá-lo) (seu efeito principal é o de, quando retirado do pescoço, se transformar em um dos itens a seguir: uma réplica quase totalmente semelhante do Bordão de Asclépio (ou seja, uma espécime de bastão rústico e fino envolvido por uma serpente de escamas feitas de prata envenenada que podem ser tão afiadas quanto uma espada, possuindo o mesmo potencial de corte de uma arma laminada; ele se adapta completamente ao tamanho e porte físico do usuário. {Prata, madeira e veneno} (Nível mínimo: 1) (Controle sobre nenhum elemento) [Presente de Curandeiro]

{Gladdius} / Gládio - Uma adaga forjada a partir do molde de um gládio portado pelo deus Hermes, feita a partir de bronze rígido. O armamento possui uma lâmina de cerca de dezoito centímetros e um cabo revestido com couro mitológico, super-confortável à mão do indivíduo que portar a arma. A adaga emana uma um poder que aumenta a chance de acerto dos golpes em 15%. {Bronze} [Nível: 12] {Nenhum elemento} [Recebimento: missão "Se vira nos 30!", avaliada por Tânatos e atualizada por Asclépio; efeito conseguido na DIY "The Little Help", avaliada por Selene e atualizada por Asclépio.]

{Rest in peace} / Adagas Gêmeas - Este par de adagas é branco prateado e, considerando cabo e lâmina, possuem no total 30cm cada. Seu gume é liso e o cabo apresenta arabescos e entalhes que mesclam ramos florais e runas. As duas adagas possuem os mesmos poderes e eles sempre são ativados/ consumidos ao mesmo tempo (assim, mesmo que só transforme uma em arma, ao ativar o poder o consumo também vale para a que está em forma de item, ainda que neste caso seja ineficaz). Transformam-se em um par de anéis no nível 20, gravados com as letrs R.I.P. na parte interna. [Bronze sagrado][Sem elementos]{Presente de reclamação de Macária}

{Shadow walker} / Botas - As botas parecem coturnos, negras e com cadarços. Seu uso garante um aumento constante no deslocamento natural de 3m. Adicionalmente, ativando seu efeito o usuário torna-se capaz de se locomover sobre qualquer superfície que forneça um mínimo de apoio (sejam superfícies íngremes ou líquidas, mas não gases ou similares) ainda que permaneça sujeito a condições adversas (caminhar sobre lava danificaria o item, não sendo possível por muito tempo, uma vez que ainda há o contato com a superfície). Cada ativação dura 3 turnos. 3x por missão. [Couro e borracha][Sem elementos]{Presente de reclamação de Macária}

{Embrace} / Manto leve, de um tecido negro e fluido. Apesar de não fornecer bonificações efetivas na defesa, seu efeito permite ao usuário teleportar-se pelas sombras. A distância permitida por viagem equivale ao nível do semideus x10 em Km (no mínimo 1/ 10 desse valor por viagem). Permite até 3 usos por missão. Há uma chance de falha na localização final caso não se conheça o lugar a ser visitado. Pesquisas, imagens, fotos e similares podem reduzir isso. Não é possível atravessar barreiras mágicas com este poder. [Tecido][Sem elementos]{Presente de reclamação de Macária}

Thanks for @Lovatic, on CG

Tobias Pratt
Tobias Pratt
Curandeiros de Asclépio

Mensagens :
78

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — chained souls (EVENTO / DEFESA INTERNA 2)

Mensagem por Samantha Johnson em Sex 23 Fev 2018, 22:09

Chained Souls
Morte
ao inimigo!


O garotinho parecia estar paralisado, tinha visto os cães infernais e ia avisar ao grupo quando o inimigo começou a latir. Talvez aquele colar de flores lhe ajudasse a se acalmar! Mas precisava termina-lo e tinha lindas conchas na praia para ajudar a decorar. O colocou no pescoço pensando em como colocar as conchas nas flores...

E também tinha o garoto estranho que correu todo machucado. Samantha não era de confiar em pessoas que apareciam dessa forma, mas precisava do garoto acordado para saber se era um inimigo ou aliado. Foi quando ouviu uma explosão vinda do refeitório, seu peito apertou imaginando se alguma comida estava sendo prejudicada com aquilo. As coisas não iam bem...

A semideusa ouviu seu irmão lhe pedir para fazer o plano de defesa, mas um garoto — que não lhe passava boa impressão — começou a ditar ordens.

— Defender, defender, defender o acampamento, defender — Sammy começou a cantar — Sem entrar na floresta, vamos todos nos preparar. Empunhem suas armas para nossas forças, sim, juntar! E... — a rima era difícil de fazer — Enquanto salvam o pobre coitado, vamos todos... Atacar!

Permanecendo do lado do garoto Peter, Sam pegou seu porrete e levantou guarda gargalhando.

Hmm...:
Armas:
♦️ Faca [Sua lâmina bronzeada mede cerca de 24 cm, e seu cabo tem o mesmo comprimento padrão. É bastante afiada e é perfeita para ataque ágeis e rápidos. O bom desta arma é sua eficiência tanto para mãos hábeis quanto para manuseios mais inexperientes, pois é uma arma curta, fácil de esconder e ao mesmo tempo fácil de manusear. Seu punho é feito de aço, mas uma camada de couro escuro cobre o aço para que o usuário possa segurá-la firmemente. Na parte inferior da lâmina, próxima ao cabo, há entalhado as siglas do Acampamento "CHB"; uma propriedade que só os meio-sangues e criaturas místicas podem ter e usar (ajuda um pouco na destreza)] {Bronze, aço e couro} (Nível mínimo: 1) {Nenhum elemento} [Recebimento: Administração; item inscrição padrão do fórum]

Adaga comum de bronze sagrado [Adaga simples e elegante, ela é feita de bronze sagrado, curta e de duplo corte. A lâmina possui 8cm de largura, afinando-se ligeiramente até o comprimento, que chega a 20cm. Não possui guarda de mão e o cabo é de madeira revestido com couro, para uma empunhadura mais confortável; acompanha bainha de couro simples.][Madeira, couro e bronze sagrado. Sem nível mínimo. Sem elementos]

Soco inglês [Estrutura metálica, feita para ser encaixada nos dedos, potencializando o poder de ataques corporais. Causa dano contusivo, da mesma forma que uma clava, por exemplo, mas pode ser devastador no caso de usuários com grande capacidade física.][Bronze sagrado][Sem nível mínimo, sem elementos]

Clava de madeira [Arma simples, é um porrete rústico com grande peso e massa, causando dano impactante. Maior eficácia contra armaduras metálicas, mas em combate corporal seu dano tende a desmaiar o inimigo, e não matar, exceto quando empunhada com grande força e atingindo pontos específicos do inimigo, como a cabeça, por exemplo, o que exige ataques mais concentrados][Madeira][Sem nível mínimo, sem elementos]

♦️ {Íris} / Espelho [Pequeno e arredondado espelho, preso a uma moldura de prata, sem cabo. Na parte de trás, cores variadas formavam um desenho abstrato: a assinatura de Íris, a deusa do arco-íris. Apesar de parecer comum, possui o efeito de formar instantaneamente uma mensagem de Íris - não importando se o local em que o usuário está é propício - sem qualquer custo, dando a oportunidade ao usuário de comunicar-se com alguém; estas mensagens limitam-se a duas, somente, e ao fim delas o item irá tornar-se comum. Além disso, a mensagem será mais debilitada que as demais, tendo uma dificuldade de 20% na visibilidade e na audição.] {Espelho, prata} (Nível mínimo: 3) {Controle sobre as mensagens de Íris} [Recebimento: Dado pela Lady Hera pelo cumprimento da missão "A partida de xadrez", atualizado por ~Lady Íris~].

{Wisdom}/ Lança [É uma réplica da lança de Athena. O cabo da arma é branco, feito de álamo, enquanto a lâmina é prateada - apenas um efeito estético, já que seu material ainda é bronze sagrado. Perto da lâmina está engastada uma coruja, e todo o cabo foi trabalhado, não sendo linear, e sim possuindo algumas curvaturas, o que faz com que seu manuseio seja mais complexo a quem não tem a perícia adequada. Possui 1,5m de alcance][Álamo e bronze sagrado](Nível Mínimo: 1) {Não controla Nenhum Elemento} [Recebimento: Presente de Reclamação de Atena]

{Strategy} / Escudo [Escudo médio de bronze sagrado. Possui uma pequena coruja entalhada em seu centro. O escudo tem uma superfície muito lisa, denotando um exímio trabalho de forja, sem imperfeições. No nível 20 transforma-se em um bracelete com entalhes similares ao do item.] {Bronze Sagrado} (Nível Mínimo:1) {Não Controla Nenhum Elemento} [Recebimento: Presente de Reclamação de Atena]

¤ {Lumus}/Colar [Colar de prata que contém um pingente de bambu. Sempre que a garota pressionar o pingente com as duas mãos ele irá assumir um brilho amarelado, e assim lhe proporcionará coragem para enfrentar batalhas difíceis de serem vencidas. Na prática, efeitos de medo/pânico e abalo emocional são reduzidos em 25%. Pode ser usado uma vez por missão; dura dois turnos.] {Prata e bambu} (Nível Mínimo: 5) [Recebimento: The Music of Perdition, missão OP mediana. Avaliado por Selene e atualizado por Poseidon]

◆ {Vine Whip} / Açoite vegetal [É uma espécie de chicote com cerca de 100 cm de comprimento (total), feito totalmente de plantas entrelaçadas, com três pontas (como um cipó, com 70 cm de comprimento cada) presas a um cabo de madeira (medindo 30 cm). A pontas possuem pequenos espinhos, aumentando a potência da concussão e até podendo cortar a pele do inimigo com as chibatadas. Foi entregue à semideusa como um presente da ninfa salva - ao acabar com a lenda da árvore amaldiçoada.] [Material: Madeira e plantas] (Nível mínimo: 10) {Não controla nenhum elemento} [Recebimento: Missão "The Haunted Tree", avaliada Alaric L. Carter e atualizada por Psiquê]

Elixir da Vida (titânico): Recupera 100HP.
Elixir da Vida (titânico): Recupera 100HP.
Elixir da Vida (titânico): Recupera 100HP.

Poderes:
Passivos:

Nível 5

Visão de Batalha - Assim como a coruja parece ter uma visão mais ampla do que ocorre ao seu redor, os filhos da deusa, em batalha, poderão desfrutar de uma visão mais ampla, de até 270º, permitindo assim melhores ataques ou defesas. Ainda existem pontos cegos, contudo, e só afeta os semideuses em combate.

Nível 19

Sentidos ampliados: Visão e Audição - Assim como as corujas, o filho de Atena terá sua visão e audição otimizadas, tendo sua acuidade e alcance ampliados em 50%, de forma que se tornam mais perceptivos ao que ocorre à sua volta.

Nível 24

Analisar inimigo - Ao olhar para um inimigo, filhos de Atena tem uma noção de seu nível de poder. Não define habilidades específicas, mp, hp ou coisa do tipo, apenas o nível de personagem, com uma margem de 5 níveis de erro para mais e para menos. [Novo] Caso apareça o inimigo, para obter informações

Nível 17

Sentir motivação - Você é capaz de descobrir se alguém está blefando, mentindo, discernir mensagens ocultas em diálogos ou perceber se uma criatura está sendo influenciada por encantamentos. Contudo, ainda que seja capaz de notar tais mudanças, não consegue descobrir necessariamente o que está oculto - ou seja, sente a mentira, mas nem por isso obtem a informação verdadeira. Alguns poderes podem bloquear seus sentidos quanto a isso, e poderes e encantamentos muito mais fortes que estejam agindo sobre outras pessoas podem não ser detectados pelo nível (10 ou mais de diferença). O poder mencionado

Nível 30

Visão clara - Você consegue ter uma visão um pouco mais clara na presença da Névoa, fazendo com que o reconhecimento de criaturas mitológicas fique mais fácil; porém, você ainda poderá confundir-se em locais mágicos e com criaturas de nível similar ou maior do que o seu (nesse caso, não os identificando). O mesmo vale para poderes de ocultação baseados na névoa, considerando sempre o nível do usuário.

I am...
All Rights Reserved for Belladona
Samantha Johnson
Samantha Johnson
IndefinidosPercy Jackson RPG BR

Mensagens :
145

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: — chained souls (EVENTO / DEFESA INTERNA 2)

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 4 1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum
:: Topsites Zonkos - [Zks] ::