Percy Jackson e os Olimpianos RPG BR
Bem vindo ao maior fórum de RPG de Percy Jackson do Brasil.

Já possui conta? Faça o LOGIN.
Não possui ainda? Registre-se e experimente a vida de meio-sangue.

KINGDOM; — Aleksandr Frey e Christopher Mason

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

KINGDOM; — Aleksandr Frey e Christopher Mason

Mensagem por Gregory Castellan em Ter 06 Mar 2018, 16:43



KINGDOM


A batalha havia acabado. Éris e seu grande exército tinha finalmente vencido o que seria o início de uma Nova Era. Os deuses haviam perdido sua principal fonte de suporte e poder na América do Norte: o Acampamento Meio-Sangue estava derrotado, transformado em uma base para os seguidores da discórdia. Aqueles que se opusessem, morreriam.

Aleksandr Frey havia retornado da batalha triunfante. Após uma breve visita ao monte Santa Helena, o filho de Fobos estava a caminho do novo Acampamento. Foi através de boatos que ele soube que Long Island havia se tornado território do exército e seguro para os renegados - não que ele se importasse com segurança.

Christopher Mason havia chegado ao Acampamento através do Vingança do Rainha Ana, logo depois do fim da batalha em Alcatraz, junto com alguns seguidores. O navio atracou na Praia dos Fogos e o filho de Ares sentiu-se fraco, como se de uma hora pra outra houvessem drenado seu poder. Consequência da maldição que os deuses haviam rogado meses atrás.

DIRETRIZES E INFORMAÇÕES


Aleksandr Frey — filho de Fobos, arauto da discórdia. Nível 141; 750/1570 HP, 996/1570 MP.

Narre uma introdução coerente com os fatos propostos. No meio da viagem, Alek deve receber uma mensagem de Éris dando-lhe a ordem de procurar por Mason no Acampamento. Finalize seu turno o abordando.

Christopher Mason — filho de Ares, arauto da discórdia. Nível 101; 1100/1100 HP, 707/1100 MP.

Narre uma introdução coerente com os fatos propostos. Ao chegar no Acampamento, Mason será visitado por Éris e pedirá para que a maldição rogada pelo Olimpo seja desfeita. A deusa da discórdia lhe designará uma missão em troca de tal favor. Finalize seu turno interagindo com Alek.

Gregory Castellan
avatar
Arautos da Discórdia
Mensagens :
1712

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: KINGDOM; — Aleksandr Frey e Christopher Mason

Mensagem por Gregory Castellan em Ter 06 Mar 2018, 16:43



KINGS


O fim da batalha havia sido um divisor de águas para o príncipe da guerra. Além de transformá-lo em um general do exército, afastou-lhe ainda mais de qualquer resto de humanidade que havia sobrado. Após derrotar a deusa Disnomia e libertar Ate, ele retornou à superfície de Alcatraz. No subterrâneo ele não fazia ideia do quão devastadora havia sido aquela batalha, tirando dele um sorriso gratificante ao ver tantos corpos espalhados pelo terreno rochoso da ilha, alguns boiando e afundando mar adentro. Na proa do navio, visualizando o sangue se dissipando pelo mar que circundava a prisão, ele viu a figura de Bloodface — alcunha dada ao seu demônio pessoal — agarrado às barras de proteção com o rosto centímetros próximo do dele. A expressão era séria, mas tornou-se um sorriso diabólico e o filho de Ares entrou em transe ao encarar os olhos da criatura. Imagens passaram por sua cabeça.

Primeiro pensou se tratar de um tipo de visão, mas logo notou que tudo aquilo se tratava do passado. Mais especificamente, minutos antes do fim da batalha em Alcatraz. Era uma guerra paralela acontecendo no Acampamento, o arauto foi capaz de ver um grande exército de monstros e semideuses, criaturas colossais, vendavais e desastres naturais, uma chuva de raios e, por fim, explosões. Ao ser tirado do transe, Bloodface havia desaparecido, deixando uma importante mensagem pro rapaz.

Nós vencemos... — murmurou sozinho, com um sorriso eufórico no rosto. Sabia que era o momento perfeito para voltar a Long Island. Imediatamente, ergueu pela gola da camiseta um garoto que estava sentado ao seu lado, se recuperando de algumas feridas. — Seja útil, avise ao Barba Negra que nosso destino é Long Island.

— Precisamos seguir a ordem de Éris e...

Essa é a ordem! — interrompeu o arauto, sentindo-se um dos generais daquela guerra. Haviam planos a serem traçados, estratégias e ele tinha uma para acabar de vez com o Olimpo. Intimidou o aliado penetrando com os dedos uma ferida de lâmina no peitoral do rapaz, murmurando furioso em seguida. — O seu corpo será o próximo boiando em cinco segundos, seu merda.

O semideus desconhecido, visivelmente intimidado e ao notar a presença do grande cão infernal ao lado de Mason, apressou-se em passos mancos na direção do pirata. Christopher o monitorou enquanto bebia três frascos, um contendo elixir e dois contendo néctar, para recuperar-se. Então, seguiram viagem até o Acampamento, torcendo para que chegassem ao fim da noite graças à mágica imbuída no navio.

RUÍNAS


Havia finalmente compreendido o motivo de ter sido mandado à Alcatraz, como a maioria dos aliados poderosos. Os poucos semideuses que seriam capazes de defender o Acampamento, perderam o tempo e esforço na tentativa de impedir a invasão à Alcatraz. Um golpe de mestre orquestrado pela deusa da discórdia. Quando pisou na praia dos fogos, o cenário foi enaltecedor. Ainda era possível sentir o cheiro de sangue sendo varrido pelo mar, como alguns itens e até mesmo cadáveres. Não havia mais o verde esplendor do qual Quíron tanto se gabava, tão pouco árvores, então toda a extensão do Acampamento estava visível, mesmo longe. Fogueiras cobertas por fogo grego verde azulado adornavam todo o território.

E ele as seguiu em direção ao Anfiteatro, de onde a aura da deusa da discórdia emanava. Haviam assuntos a serem tratados.

É simples, vencemos, essa merda é nossa. Ainda assim, estar aqui me enfraquece. Não sei, talvez seja o velocino. — afirmou Christopher enquanto assistia Éris sentando-se em um trono de osso fundido com carne e ferro. Ele acendeu um cigarro enquanto assistia alguns reféns serem torturados à pedido da deusa, provavelmente em troca de informações. Éris, cínica, ergueu os ombros como se não compreendesse. — O que devo fazer?

Inteligente. — gargalhou a deusa, mordendo uma maçã e se deliciando a cada grito dos reféns. Então, apontou para um deles, revirando os olhos. — Ele sabe a localização de crianças indesejáveis. Crianças que realmente podem se tornar um empecilho.

O que é? Seus novos brinquedinhos não sabem torturar? — respondeu o arauto em alto e bom som com um sorriso no rosto, debochando dos novos aspirantes.

A tortura é por diversão, querido. Recebi informações, boatos de algumas empousas, de que nossos inimigos estavam à caminho de Nova York ao fim da batalha. O seu dever é que eles não cheguem ao Olimpo. Convidei alguém realmente especial para te acompanhar.

Interessante. O filho de Ares compreendeu a situação, imaginando que não poderia falhar ou a vitória do exército seria em vão. Ele sorriu para Éris, retirando-se do Anfiteatro enquanto os gritos dos campistas inocentes ecoavam em sua mente. Ao pisar do lado de fora, uma figura um tanto quanto intimidante e desconhecida o abordou. Era quase pálido, cabelos loiros e compridos, uma aura ameaçadora. De certa forma, ele o reconhecia, mas não se lembrava. No entanto, foi necessário apenas uma troca de olhares para que ele entendesse quem se tratava. Não sabia como aquilo era possível, mas ambos compartilhavam a mesma história, a mesma visão do inferno.

Christopher lembrou-se de Allan sendo estraçalhado por Cérbero.

Abrimos o inferno?

Arsenal:
☭| ITENS DE GRUPO EXTRA |☭

{Temptation} Colar [Colar com pingente de uma maçã com uma serpente enrodilhada. Emite um cheiro levemente adocicado. Portá-lo aumenta os poderes de charme, persuação e lábia do Arauto em 10% sempre que em uso (efetividade e chance de acerto, mas não efeitos ou duração). Uma vez por missão pode ser ativado de forma a recuperar 20% de seu HP e MP] Ao redor do pescoço

{Backstab} / Adaga [Adaga de bronze sagrado. Diferente do comum, a adaga possui uma empunhadura com meia guarda, que protege a mão do portador parcialmente, sem contudo interferir em seus movimentos.] No coldre encaixado no torso

{Perfidious} Anel [Anel dourado em forma de garra, se encaixa no dedo indicador do arauto. É afiado, mas seu dano seria semelhante a de uma ponta de flecha se usado em ataque corporal, devido ao tamanho diminuto. Ainda assim, possui a capacidade de inocular veneno ao toque, seja diretamente, seja transmitindo o poder para a arma segurada. O veneno é debilitante, sendo considerado um veneno sobrenatural do nível do personagem, para fins de resistências - mas RM não se aplica - e causa a perda de 5% do HP do alvo por 3 turnos seguidos. 1 vez por missão. Adicionalmente, o anel detecta a presença de venenos em um raio de 5m do semideus, esquentando levemente como sinal, ainda que o semideus deve procurar para achar o local exato da presença da substância - a temperatura do anel indica a proximidade. Ambos os poderes só funcionam se o anel estiver sendo utilizado - apenas carregá-lo não permite nenhuma das duas coisas] Dedo indicador direito

☭| ITENS OFENSIVOS |☭

— {Espada de Disnomia} / Sabre [Um sabre completamente negro com a lâmina forjada em ferro estígio e a empunhadura em prata, com diversas runas incandescentes azuis entalhadas no centro da lâmina. Sempre que a espada toca algo, desde um ser vivo a um objeto, a lâmina insere uma grande quantidade de fogo infernal no alvo, que explodirá no turno seguinte. O objeto que explode não é destruído — é quase como se o fogo infernal criasse uma película sobre a superfície do objeto e depois de um tempo a liberasse —, mas alvos pegos na explosão, raio de 3m, recebem muito dano e entram em chamas. Caso um ser vivo receba o golpe, ele receberá dano integral da explosão que terá ele como centro (já que não há como fugir dela depois de ser cortado pela espada). Um objeto/ pessoa que irá explodir sempre será coberto por uma película azul antes, emitindo uma fraca luz incandescente de seu corpo. Não há limites de ativação para a habilidade especial, já que dependem de um ataque bem-sucedido com a lâmina.] {Prata e Ferro Estígio} (Nível Mínimo: 100) {Controle sobre o Fogo Infernal} [Recebimento: evento Chained Souls, avaliado e atualizado por Phobos] Embainhada nas costas

Lança do Feiticeiro [Aparentemente normal, o cabo sendo feito de bronze, assim como a lâmina. No entanto, a boca da lâmina possui a forma do crânio de um bode com a boca aberta, por onde sai a lâmina. A lança, outrora pertencente a um feiticeiro de Circe, foi abençoada pelo mesmo. Uma vez por missão, quando a lâmina da lança é tocada contra o chão, um símbolo de proteção mágico se forma ao redor do portador, o contornando e criando uma área de proteção contra ataques físicos de inimigos até 10 níveis superiores. Acima disso, oferece apenas 10% a mais de resistência.] {Bronze, osso} (Nível mínimo: 35) {Não controla nenhum elemento} [Recebimento: Missão; comprado de Camden Navarre] Carregada em mãos

— {Plaga} / Anel mágico [Trata-se de um anel de ouro enegrecido, com entalhe de um crânio expressando dor e sofrimento. Uma vez por missão, o anel é capaz de causar dores físicas extremas no corpo de um oponente que esteja no raio de visão do arauto, em até 25m. A dor é tanta que, ao ser efetuado, o oponente atingido passa a ferir-se a si mesmo com as próprias mãos durante um turno — para inimigos de até 10 níveis inferiores. De 5 níveis ou nível igual, o alvo sente-se atordoado por um turno, reduzindo o sucesso de ataques e defesas em até 30%. Oponentes de nível superior não são atingidos. O anel nunca se perde de seu portador, a não ser por vontade própria do usuário.] {Ouro negro} {Nível mínimo: 79} {Efeito de dor física e atordoamento} [Recebimento: missão "Finders Keepers", avaliado por Vicka L. Danniels, atualizado por Phobos] Dedo anelar esquerdo

♦️ {Green Death} / Lançador de Granadas [Besta de pulso semi-automática adaptada para lançar granadas. Acopla-se ao braço através de uma correia de couro, e possui um compartimento retrátil que "fecha" o corpo do lançador em uma bolsa metálica e o inutiliza, para que o usuário possa "ativá-la" e "desativá-la" quando quiser, além de facilmente portável. O lançador tem um alcance de 45m, e as granadas explodem áreas com 5m de raio. As granadas são especiais, sendo de fogo grego — que possui chamas verdes e o poder de afetar monstros com mais efetividade — e só podem ser obtidas 5 a cada DiY ou SM, sem alterar a recompensa em xp.] [Munição: 20] {Aço, ferro, couro} (Nível Mínimo: 80) {Fogo grego} [Recebimento: MOPED Enemies Business, avaliada por Elliot Cumming e atualizada por Phobos] Braço direito

☭| ITENS DEFENSIVOS |☭

Escudo de Adamantium [Escudo de porte médio, sendo o material completamente feito de adamantium, exceto a braçadeira que foi modificada com um metal retrátil. No centro, há a figura de um tríscele, símbolo do poder da Trindade Olimpiana, já que o item foi um presente de Zeus, Poseidon e Hades para um antigo herói da Grécia Antiga. Por conta do material extremamente único e resistente, é um escudo que defende todo tipo de ataque físico, desde os mais mortíferos - como armas de fogo. Apenas impactos físicos provindos de inimigos 10 níveis superiores podem causar uma força capaz de empurrá-lo, mas nem mesmo uma rachadura. Só pode ser quebrado por poderes extremamente poderosos, semelhantes a de um deus, que focalizados somente no escudo, sendo semi-indestrutível. Quando não estiver em uso, transmuta-se em uma braçadeira com o símbolo tríscele no centro que, ao ser pressionado, ativa o escudo novamente.][Adamantium]{Sem elemento}(Nível mínimo: 50)[Comprado de Grimmjow Yuikimura, atualizado por Ares] Braço esquerdo

—  {Warn!} / Relógio [Na forma de um relógio comum, analógico. Ao ser ativado, cria um campo de energia. O campo em si é transparente e afeta apenas o próprio semideus. No período ativado, reduz danos de impactos (mas não cortes ou outros tipos) em 50%, desde que provenham de fontes mundanas ou de nível inferior ao semideus. Como extra, também mantém um indicador da temperatura ambiente, como um segundo relógio, onde os marcadores vão de azul para vermelho, conforma as mudanças de frio para quente (mas não afeta itens e similares, apenas marca a temperatura local). E ainda serve para ver as horas!. 3 ativações por missão, com duração de 3 turnos cada] [Eletrônico] [Não controla  nenhum elemento] [Nível mínimo: 3] [Recebimento: comprado de Heron Montecchio. Atualizado por Poseidon] Pulso esquerdo

☭| ITENS EXTRAS |☭

✞ {Panic's Mask} / Máscara [Um elmo de ferro estígio, com um desenho de caveira nele. A mandíbula fica na parte em que é possível levantar para mostrar o rosto,parecendo que a caveira está rindo. Porém, conectada a essa parte está uma máscara aterrorizante feita de magnésio sagrado, na mesma tonalidade do elmo. Quando o usuário desejar, o elmo emite pânico no oponente por duas rodadas, mas depende de seu nível (semideus) ou força (monstro). A máscara possui função telescópica, devido a uma lente que fica no olho esquerdo da mesma, permitindo seu usuário ver objetos distantes, e inimigos a longa distância. A lente alcança até quatrocentos metros.] {Magnésio Sagrado} (17) {Não controla nenhum elemento} [Forjado por Harry S. Sieghart(Máscara)/ Presente(Elmo); comprado de Aleksander Frey e atualizado por Phobos] Preso ao pescoço

☭| ITENS DE BUFF E RESTAURAÇÃO |☭

Elixir de Energia [Uma solução em uma garrafa de vidro de 200ml, portátil, contendo um líquido arroxeado. Ao ser ingerido, recupera 130 de MP. Consumido ao ser utilizado. Não aumenta a capacidade de armazenamento total do MP.] {Quantidade: 1} (Nível Mínimo: 20) [Recebimento: Loja de Itens Mágicos] Utilizado, descontar da ficha, acrescentar MP.

Néctar dos deuses [Uma bebida dourada e doce, considerada divino por possuir poderes de cura e ser especialmente fabricada pelo/ para os deuses. Sua ingestão causa dano em vez de cura caso quem o coma seja mortal ou não possua o nível mínimo do item, incinerando-o. Ao ser ingerido, recupera 210 de MP. Consumido ao ser utilizado. Não aumenta a capacidade de armazenamento total do MP.] {Quantidade: 2x} (Nível Mínimo: 30) [Recebimento: Loja de Itens Mágicos] Utilizados, descontar da ficha, acrescentar MP.
Gregory Castellan
avatar
Arautos da Discórdia
Mensagens :
1712

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: KINGDOM; — Aleksandr Frey e Christopher Mason

Mensagem por Aleksandr Frey em Qua 07 Mar 2018, 14:27



CROWN



Viagens geralmente deixavam o estômago de Allan enjoado. Ir de Santa Helena até Nova York não era algo agradável, principalmente se fosse feito em cima de uma águia.
 Quando finalmente avistou a fronteira demarcada pelo pinheiro, Frey sentiu um alivio. Sentia um certo incômodo e sabia o que isso significava, apesar que não conseguia pensar em outra coisa, a não ser que depois de tudo que tinha passado, voltava onde tudo começou… O acampamento Meio-Sangue.

Highway pousou bem no topo da Colina. Seu corpo estava imponente como sempre, e mesmo que estivesse um clima ameno, ele usava sua mais nova jaqueta, mas o destaque ficava para a coroa em cima de seus cabelos loiros.
Allan desceu da águia e então puxou ar fresco, inchando seu peitoral e então soltou…Em seguida um vômito amarelo saiu, sujando os pés do pinheiro da defunta de Zeus… Nem descendo ao inferno e voltando Frey conseguia superar o enjôo ao voar.

Não tinha ido ali ao léu.
Frey, que tinha sido destroçado pelo próprio cérbero tinha sua mente, alma e consciência de volta no corpo de seu meio-irmão graças a uma deusa… Éris.
Convencer Aleksandr a permitir ser hospedeiro de Allan tinha sido fácil para Éris. A deusa não estava muito feliz com o jeito calmo e sereno de agir de Aleksandr… Por pouco não tinha perdido a batalha em Alcatraz, coisa que Allan nunca faria.

Depois de retornar, ele sabia onde devia ir. Tanto por interesses de Éris, quanto de seus próprios interesses.
Mason estava no acampamento… O aprendiz de Allan merecia uma visita, até porque Aleksandr tinha deixado seus itens no acampamento, e ele como o mais forte seguidor de Éris, via o sentido em que ali fosse a base da deusa.

Logo após vomitar a melhora foi instantânea. A águia levantou voo deixando Allan sozinho ali.

Frey desceu a colina com um leve sorriso no rosto.
Sem campistas rindo, correndo e gritando pelo lugar. Sem moças de biquíni que deveriam ser semideusas se preparando para ocupar postos importantes.
Finalmente aquele local se tornaria uma base militar que Allan sempre sonhou. Semideuses treinados para viverem… Sem medo de saírem de um acampamento porque alguns monstros existem… Ele tinha sonhado com isso, e por isso tinha saído da asa dos deuses.

Caminhava serenamente pelo local enquanto alguns jovens ajeitavam algumas coisas. Não sabia quem eram, nem o que faziam ali, mas poderiam talvez ser útil em algum aspecto.

- Christopher Mason. Onde ele está?

- No anfiteatro… Mas não pode entrar lá.

- Vai se foder.

Frey seguiu seu caminho até o local sem deixar de sorrir com aquele espaço como estava… Era realmente prazeroso.

Quando estava chegando no anfiteatro, observou Mason já do lado de fora. Nesse instante o sorriso de Allan se transformou em algo mais sádico. Ambos estavam de certa forma “vivos”, mais fortes que nunca e encabeçando uma revolução que ele não deixaria acabar como Anne Elle deixara um dia.

- Disseram que minha alma era muito ruim para ir ao céu… O problema é que nem o diabo quis. Tive que voltar.

Arsenal:
☭|

Nenhum item foi listado, pois os itens de Frey estão no chalé
Aleksandr Frey
avatar
Morto
Mensagens :
590

Localização :
Brandili

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: KINGDOM; — Aleksandr Frey e Christopher Mason

Mensagem por Gregory Castellan em Qui 08 Mar 2018, 09:36



KINGDOM


O reencontro aconteceu e trovões ribombaram. A aura de ambos os arautos emanava tanta ameaça que os outros subordinados ao redor afastaram-se em sinal de medo e respeito. Mas logo foi superada pela aura adocicada de Éris, como se fosse um sinal para que ambos se apressassem. Não demorou para que Allan e Christopher estivessem à caminho de Nova York, em busca de seus alvos.

Antes de saírem, foram abordados por um sátiro ferido, acuado, com um dos chifres faltando, o rosto completamente machucado assim como as pernas. Ao contrário do que era comum, ele não trotava, caminhava em passos mancos e desanimados. O sátiro entregou um pedaço de papel contendo um endereço.

837 7th Ave, New York, NY 10019.

DIRETRIZES E INFORMAÇÕES


Aleksandr Frey — filho de Fobos, arauto da discórdia. Nível 141; 750/1570 HP, 996/1570 MP.

Narre uma introdução coerente com os fatos propostos. Procure por suas armas, pois elas serão bem-vindas. Finalize o turno sobrevoando Nova York e buscando pelo destino endereçado.

Christopher Mason — filho de Ares, arauto da discórdia. Nível 101; 1100/1100 HP, 1100/1100 MP.

Narre uma introdução coerente com os fatos propostos. Finalize o turno sobrevoando Nova York e buscando pelo destino endereçado.

Gregory Castellan
avatar
Arautos da Discórdia
Mensagens :
1712

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: KINGDOM; — Aleksandr Frey e Christopher Mason

Mensagem por Gregory Castellan em Sex 09 Mar 2018, 21:59



KINGS


Pela primeira vez na vida medíocre de Christopher, ele parecia crer que algo era impossível. Sabia que o submundo era real, as almas eram reais mas escapar do inferno era algo raro, mesmo para um filho da puta sádico e poderoso como seu falecido mestre. Hades não permitiria, a menos que algo maior estivesse envolvido naquela tramoia. E, por mais que estivesse sorrindo, o filho de Ares não seria idiota o bastante para acreditar em qualquer um que fingisse ser Allan. Se tinha algo que ele tinha aprendido com o príncipe do medo, era não confiar nem mesmo no próprio reflexo — principalmente sendo um semideus, quando o risco de vida pode surgir até mesmo de uma simples sombra. A frase dita pelo moreno não passava de um teste para que ele pudesse compreender aquela situação de forma mais clara. Enquanto esperava pela resposta do loiro desconhecido, levou a mão lentamente até o cabo de Disorder, pronto para usá-la e explodir quem quer que fosse aquele se passando por Frey.

Mas a resposta do outro semideus o surpreendeu. Palavras simples e autênticas, da mesma forma como o filho de Fobos tatuado e egocêntrico proferia quando vivo.

Mas que filho da puta... nem parece que foi rasgado ao meio. — apesar do tom debochado, Christopher sentiu um arrepio na espinha ao lembrar-se de Cérbero. No entanto, por mais que soubesse que seria impossível esconder aquela sensação de seu mestre, ele não deixaria tão óbvio. Esconderia em sorrisos sádicos. Seus pensamentos foram interrompidos ao sentir algo escamoso se enrolando suavemente em seu torso. Era Érides, a mamba negra. — Não satisfeito em morrer, veio me buscar.

Antes que o diálogo pudesse continuar, um sátiro se aproximou de ambos os arautos, cabisbaixo. Estava completamente ferido, com diversos hematomas e marcas de queimaduras espalhadas do rosto até os cascos. Mas o que realmente chamava a atenção no pobre coitado, era a ausência de um dos chifres, provavelmente arrancado a mando de Éris — e todos sabiam que, para um sátiro, aquilo era pior que a morte. A deusa da discórdia sabia exatamente como destruir qualquer um em seu caminho, mesmo nos mínimos detalhes. Ele entregou um pedaço de papel contendo um endereço e esperou ordens para que fosse dispensado.

Por conta do tempo em que havia vivido em Nova York, Mason sabia que não seria problema algum encontrar o destino escrito no papel. Com dois dedos debaixo da língua, assoviou de forma aguda e prosseguiu o caminho acariciando a cabeça da serpente enrolada ao próprio corpo.

Eu te ofereceria uma carona — no meio do caminho uma criatura surgiu das sombras. Tinha o porte de um rinoceronte e a aparência de um pit bull, embora os pelos fossem vermelhos e lustrosos, como se o animal tivesse sido banhado em sangue. Mason ergueu uma mão na altura do pescoço do cão. — mas você e esses bichanos não possuem um histórico amigável.

Então, ordenou que o cão infernal se teleporta-se para a cidade que nunca dorme, viajando nas sombras.

NOVA YORK


Mason apoiou os braços na parede de tijolos. Assim que a visão tornou-se perfeita novamente, notou que estava em um ambiente pouco iluminado, um beco de dupla saída. Exatamente o mesmo lugar em que Mozart havia realizado a viagem nas sombras meses atrás. Agradeceu pela memória mística de seu cão infernal pois, se não fosse por ela, ele estaria no limbo. Respirou fundo e ajeitou o casaco de urso em seu corpo, seguindo caminho. O animal estava logo à frente, bebendo água de uma poça na entrada do beco.

Esconda-se nas sombras e me siga, Mz.

O arauto afagou os pelos de Mozart, seguindo as ruas de Nova York adentro.

Arsenal:
☭| ITENS DE GRUPO EXTRA |☭

{Temptation} Colar [Colar com pingente de uma maçã com uma serpente enrodilhada. Emite um cheiro levemente adocicado. Portá-lo aumenta os poderes de charme, persuação e lábia do Arauto em 10% sempre que em uso (efetividade e chance de acerto, mas não efeitos ou duração). Uma vez por missão pode ser ativado de forma a recuperar 20% de seu HP e MP] Ao redor do pescoço

{Backstab} / Adaga [Adaga de bronze sagrado. Diferente do comum, a adaga possui uma empunhadura com meia guarda, que protege a mão do portador parcialmente, sem contudo interferir em seus movimentos.] No coldre encaixado no torso

{Perfidious} Anel [Anel dourado em forma de garra, se encaixa no dedo indicador do arauto. É afiado, mas seu dano seria semelhante a de uma ponta de flecha se usado em ataque corporal, devido ao tamanho diminuto. Ainda assim, possui a capacidade de inocular veneno ao toque, seja diretamente, seja transmitindo o poder para a arma segurada. O veneno é debilitante, sendo considerado um veneno sobrenatural do nível do personagem, para fins de resistências - mas RM não se aplica - e causa a perda de 5% do HP do alvo por 3 turnos seguidos. 1 vez por missão. Adicionalmente, o anel detecta a presença de venenos em um raio de 5m do semideus, esquentando levemente como sinal, ainda que o semideus deve procurar para achar o local exato da presença da substância - a temperatura do anel indica a proximidade. Ambos os poderes só funcionam se o anel estiver sendo utilizado - apenas carregá-lo não permite nenhuma das duas coisas] Dedo indicador direito

☭| ITENS OFENSIVOS |☭

— {Espada de Disnomia} / Sabre [Um sabre completamente negro com a lâmina forjada em ferro estígio e a empunhadura em prata, com diversas runas incandescentes azuis entalhadas no centro da lâmina. Sempre que a espada toca algo, desde um ser vivo a um objeto, a lâmina insere uma grande quantidade de fogo infernal no alvo, que explodirá no turno seguinte. O objeto que explode não é destruído — é quase como se o fogo infernal criasse uma película sobre a superfície do objeto e depois de um tempo a liberasse —, mas alvos pegos na explosão, raio de 3m, recebem muito dano e entram em chamas. Caso um ser vivo receba o golpe, ele receberá dano integral da explosão que terá ele como centro (já que não há como fugir dela depois de ser cortado pela espada). Um objeto/ pessoa que irá explodir sempre será coberto por uma película azul antes, emitindo uma fraca luz incandescente de seu corpo. Não há limites de ativação para a habilidade especial, já que dependem de um ataque bem-sucedido com a lâmina.] {Prata e Ferro Estígio} (Nível Mínimo: 100) {Controle sobre o Fogo Infernal} [Recebimento: evento Chained Souls, avaliado e atualizado por Phobos] Embainhada nas costas

Lança do Feiticeiro [Aparentemente normal, o cabo sendo feito de bronze, assim como a lâmina. No entanto, a boca da lâmina possui a forma do crânio de um bode com a boca aberta, por onde sai a lâmina. A lança, outrora pertencente a um feiticeiro de Circe, foi abençoada pelo mesmo. Uma vez por missão, quando a lâmina da lança é tocada contra o chão, um símbolo de proteção mágico se forma ao redor do portador, o contornando e criando uma área de proteção contra ataques físicos de inimigos até 10 níveis superiores. Acima disso, oferece apenas 10% a mais de resistência.] {Bronze, osso} (Nível mínimo: 35) {Não controla nenhum elemento} [Recebimento: Missão; comprado de Camden Navarre] Carregada em mãos

— {Plaga} / Anel mágico [Trata-se de um anel de ouro enegrecido, com entalhe de um crânio expressando dor e sofrimento. Uma vez por missão, o anel é capaz de causar dores físicas extremas no corpo de um oponente que esteja no raio de visão do arauto, em até 25m. A dor é tanta que, ao ser efetuado, o oponente atingido passa a ferir-se a si mesmo com as próprias mãos durante um turno — para inimigos de até 10 níveis inferiores. De 5 níveis ou nível igual, o alvo sente-se atordoado por um turno, reduzindo o sucesso de ataques e defesas em até 30%. Oponentes de nível superior não são atingidos. O anel nunca se perde de seu portador, a não ser por vontade própria do usuário.] {Ouro negro} {Nível mínimo: 79} {Efeito de dor física e atordoamento} [Recebimento: missão "Finders Keepers", avaliado por Vicka L. Danniels, atualizado por Phobos] Dedo anelar esquerdo

♦️ {Green Death} / Lançador de Granadas [Besta de pulso semi-automática adaptada para lançar granadas. Acopla-se ao braço através de uma correia de couro, e possui um compartimento retrátil que "fecha" o corpo do lançador em uma bolsa metálica e o inutiliza, para que o usuário possa "ativá-la" e "desativá-la" quando quiser, além de facilmente portável. O lançador tem um alcance de 45m, e as granadas explodem áreas com 5m de raio. As granadas são especiais, sendo de fogo grego — que possui chamas verdes e o poder de afetar monstros com mais efetividade — e só podem ser obtidas 5 a cada DiY ou SM, sem alterar a recompensa em xp.] [Munição: 20] {Aço, ferro, couro} (Nível Mínimo: 80) {Fogo grego} [Recebimento: MOPED Enemies Business, avaliada por Elliot Cumming e atualizada por Phobos] Braço direito

☭| ITENS DEFENSIVOS |☭

Escudo de Adamantium [Escudo de porte médio, sendo o material completamente feito de adamantium, exceto a braçadeira que foi modificada com um metal retrátil. No centro, há a figura de um tríscele, símbolo do poder da Trindade Olimpiana, já que o item foi um presente de Zeus, Poseidon e Hades para um antigo herói da Grécia Antiga. Por conta do material extremamente único e resistente, é um escudo que defende todo tipo de ataque físico, desde os mais mortíferos - como armas de fogo. Apenas impactos físicos provindos de inimigos 10 níveis superiores podem causar uma força capaz de empurrá-lo, mas nem mesmo uma rachadura. Só pode ser quebrado por poderes extremamente poderosos, semelhantes a de um deus, que focalizados somente no escudo, sendo semi-indestrutível. Quando não estiver em uso, transmuta-se em uma braçadeira com o símbolo tríscele no centro que, ao ser pressionado, ativa o escudo novamente.][Adamantium]{Sem elemento}(Nível mínimo: 50)[Comprado de Grimmjow Yuikimura, atualizado por Ares] Braço esquerdo

—  {Warn!} / Relógio [Na forma de um relógio comum, analógico. Ao ser ativado, cria um campo de energia. O campo em si é transparente e afeta apenas o próprio semideus. No período ativado, reduz danos de impactos (mas não cortes ou outros tipos) em 50%, desde que provenham de fontes mundanas ou de nível inferior ao semideus. Como extra, também mantém um indicador da temperatura ambiente, como um segundo relógio, onde os marcadores vão de azul para vermelho, conforma as mudanças de frio para quente (mas não afeta itens e similares, apenas marca a temperatura local). E ainda serve para ver as horas!. 3 ativações por missão, com duração de 3 turnos cada] [Eletrônico] [Não controla  nenhum elemento] [Nível mínimo: 3] [Recebimento: comprado de Heron Montecchio. Atualizado por Poseidon] Pulso esquerdo

☭| ITENS EXTRAS |☭

✞ {Panic's Mask} / Máscara [Um elmo de ferro estígio, com um desenho de caveira nele. A mandíbula fica na parte em que é possível levantar para mostrar o rosto,parecendo que a caveira está rindo. Porém, conectada a essa parte está uma máscara aterrorizante feita de magnésio sagrado, na mesma tonalidade do elmo. Quando o usuário desejar, o elmo emite pânico no oponente por duas rodadas, mas depende de seu nível (semideus) ou força (monstro). A máscara possui função telescópica, devido a uma lente que fica no olho esquerdo da mesma, permitindo seu usuário ver objetos distantes, e inimigos a longa distância. A lente alcança até quatrocentos metros.] {Magnésio Sagrado} (17) {Não controla nenhum elemento} [Forjado por Harry S. Sieghart(Máscara)/ Presente(Elmo); comprado de Aleksander Frey e atualizado por Phobos] Preso ao pescoço

☭| PETS |☭

{Érides} Mamba Negra [Uma serpente adulta de coloração cinza escurecido, medindo 4m de comprimento. O interior de sua boca é azul-escura e seu veneno é mortal. O veneno é capaz de tirar 15% de HP e MP do alvo abocanhado durante 5 turnos seguidos, caso ele não seja interrompido no organismo. Por ser um animal símbolo de Éris, a serpente compreende as falas e ações dos arautos, embora obedeça e se comunique apenas com Christopher.] Enrolada ao corpo de Christopher

{Mozart} Cão infernal [Cão infernal, possui o porte de um rinoceronte adulto. Pelos vermelhos enegrecidos e lustrosos, olhos vermelhos. Seus dentes e garras são afiados, possuem sentidos aguçados e a capacidade de enxergar mesmo na mais absoluta escuridão, além da habilidade se locomover pelas sombras, geralmente usando-a para emboscar inimigos com um ataque surpresa e uma morte rápida. Em níveis mais altos, seu rosnado atemoriza quem se aproxima, causando medo em quem o escuta, enquanto que seu uivo pode deixar um inimigo atordoado. Cães infernais são capazes de ver espíritos, e alguns podem atacá-los normalmente devido à sua ligação com o submundo.](Nível: 30)[Comprado de Alaric L. Morningstar] escondido nas sombras. descontar mp pela viagem nas sombras
Gregory Castellan
avatar
Arautos da Discórdia
Mensagens :
1712

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: KINGDOM; — Aleksandr Frey e Christopher Mason

Mensagem por Aleksandr Frey em Dom 11 Mar 2018, 21:15



CROWN



Frey não tinha entendido a prontidão de Mason em atender o que fosse que estivesse naquele papel. O sátiro parecia ter vindo direto do Tártaro, e como Allan não havia olhado o papel, não sabia o que estava ali.
 Allan não via Mason desde o episódio no próprio inferno. A brincadeira do rapaz tinha sentido, e era bem verdadeira. Ser estraçalhado pelo cão de Hades tinha interrompido brevemente os planos de Frey, mas felizmente ele fazia parte de planos maiores... Estar diretamente ligado a Éris tinha dado a Allan uma nova chance.
A própria deusa cuidou de achar um parente de Frey forte o suficiente e ali depositar a alma do príncipe do Medo.

Allan havia voltado em um corpo mais jovem. Os cabelos longos o incomodavam um pouco, mas logo se acostumaria.
Observou Mason sumir nas sombras enquanto pensava; Quem ali havia ganhado mais com sua volta?

Ele não tinha uma resposta pra isso.

Sozinho naquele local que já tinha passado por tantas coisas, Frey chamou Highway em um rápido assovio. Em instantes a águia já estava pousando ao lado de seu servo. Acariciou rapidamente a cabeça da ave imperial que tinha sido dada pelo próprio Zeus... O deus dos deuses que Allan a muito tempo havia declarado guerra.
Tirou um papel enrolado de seu bolso e o abriu, lendo rapidamente o que estava ali e conferindo o endereço ao fim da "carta";

De Allan Frey
para o Olimpo

- Volte ao seu antigo dono e entregue isso para ele.

Quando a águia partiu, olhou para o lado direito, onde fumaça saia dos chalés a pouco tempo destruídos. Poucos ainda restavam em pé por motivos desconhecidos... O de Phobos era um deles.

Por dentro, o local estava praticamente intacto.
Algumas comodas caídas e coisas bagunçadas, mas nem de longe parecia estar naquele acampamento todo destruído.
Em um local mais afastado, uma cama maior que as outras estava completamente intacta. Em cima dela vários itens espalhados... O arsenal de Allan.
Queria ele ficar ali por uns instantes namorando seu arsenal, mas não tinha tempo. Tinha que sair agora.

NY


Ao sobrevoar o local, Allan procurava o endereço passado por Mason. Morou durante anos naquela cidade, a ponto de conhecer quase que decoradamente as ruas, mesmo observando de cima. Achou seu aprendiz andando pela cidade, e então desceu perto dele, pousando e seguindo o rapaz.

- O que viemos fazer aqui, afinal?

Arsenal:
☭|
— Armor Thunder: [Fusão da Armadura de Drakon, Armadura de Pégasos, Cota de Malha e Manto de Pele de Cobra d’água Gigante; esta armadura feita de ouro branco magicamente modificado essa armadura é composta de perneiras, braçadeiras e placas peitorais, mas ainda deixa boa parte do corpo exposta. Ela fornece ao usuário uma resistência de 50% em ataques mentais de nível igual ou menor e o deixa imune a leituras mental de oponentes mais fracos, bem como propicia uma redução a ataques elementais de 20%, sendo banhada pela cota de malha e pela armadura de drakon a mesma se torna impenetrável, ela também tem a habilidade de permitir ao seu usuário a respiração subaquática já que a mesma foi “fundida” com o manto de cobra, as mesmas aplicações são feitas, sendo que no caso da respiração o usuário fica protegido por três turnos consecutivos, sendo que ao término do tempo o usuário deve encontrar um jeito de respirar (O2) para recuperar o fôlego, o tempo de recuperação é de quatro turnos. Por ser feita agora de uma “liga de materiais” sua cor é cinza e possui em seu peito uma águia segurando um raio entalhada. Transmuta-se em uma jaqueta e um par de calça jeans.] [ouro branco, magia, pele de drakon, pele de cobra d’água, aço negro, pele de píton ] [Elemento: magia e respiração subaquática] [nível mínimo: 100] - Corpo

♦️ Coroa do Medo [Uma coroa de ferro e obsidiana, se tornando totalmente negra. Após Allan ter se redimido com todo o Olimpo além de ter feito vários trabalhos para provar sua lealdade a Zeus e Hera, a coroa com a benção direta de Ares, Phobos e Deimos e com a permissão de Zeus, consegue suprimir até quatro poderes usados pelo Devoto. Na prática, Allan pode usar 4 poderes da lista de Phobos (limitados à metade do seu nível) por missão sem ter nenhum gasto de energia. A coroa não permite repetição de poderes iguais, e caso seja usada em algum poder contínuo, somente irá anular o gasto inicial. Deve haver ao menos 1 turno entre uma utilização e outra da coroa.] {Ferro e obsidiana} (Nível Mínimo: 100) {Controle do Medo} - Cabeça

— {Arco de Épiro} / Arco [O Arco de Épiro é uma arma criada por um filho de Hades em busca de poder. Ele não possui corda como um arco normal e, ao puxar o lugar onde ela deveria estar, uma flecha envolta em luz negra é materializada. Essa flecha, além de causar o dano habitual, tem seu efeito aumentado em 25% graças à potência da luz negra. De noite, o dano causado aumenta ainda mais e sobe para 50%. Filhos de deuses relacionados à luz, como Apolo, possuem uma resistência de 25% a esse efeito — isso significa que de dia a luz negra não os afeta, e de noite afeta apenas 25%.] [Ferro estígio, magia] [Nível mínimo: 50] [Não controla nenhum elemento] [Recebimento: comprado de Josh Kimoy] - Amarrado nas costas

✞ {Angel Wings} / Asas de Empousa [Dois pares de asas negras de uma empousa. Estas, ao encostadas nas costas, se conectarão à pele(ou às roupas) e o usuário poderá voar como uma das demônios empousai.] {----} (10) {Não controla nenhum elemento} [Presente de Rafaella Crockford Gauth] -Costas

☩ Frey Harmmer [Machado com duas lâminas e cabo comprido de titânio. A arma possui sua própria aura do medo equivalente a de seu usuário e a cada golpe deixa o alvo 25% mais fraco a ataques de medo por 2 turnos, sendo acumulativo até 50%. A arma possuí o peso de um martelo pesado. Uma vez por missão, ao ser levantado contra um alvo, a arma desperta o pior medo do alvo, reduzindo sua defesa em 15%.] [Titânio e Medo] {Controle sobre o Medo} [Nível: 75] [Só pode ser empunhado por filhos de Phobos e Deimos, levando qualquer outro que o empunhar à loucura] [Recebimento: DIY avaliada por Tânatos e atualizada por Quíron] - Bainha

Braçadeira de madeira [Bracelete de madeira rústica e irregular. Ao ser ativado o item recobre o corpo do semideus e amplia sua resistência a golpes físicos em 50% por 3 turnos. 1 uso por evento. (Nível mínimo: 07) {Material: madeira} [Ganho como recompensa pelo evento "O levante"] - Braço

† Elixir da Energia (divino) [+200 EP] - Cinto

— {Capa Viva} / Capa [Uma capa totalmente negra e extensa, indo até a canela de seu dono e cobrindo todo seu ombro e costas — aproximadamente 1,70m de altura. Dada por Éris a um de seus arautos, a capa perdeu a maioria de seus poderes ao ser roubada, ficando somente com um destes. A capa possui uma grande largura, para que seja puxada para frente de seu usuário ao desejo do mesmo, e compartilha a consciência com seu dono (ou seja, quando julga necessário, conversa com o mesmo sobre coisas que acontecem ao seu redor). Inicialmente feita de tecido, essa capa peculiar pode se solidificar em adamante quando o dono quiser, formando assim um escudo nas partes do corpo que estão cobertas por ela. A ativação do poder dura 5 turnos no total, sem a necessidade deles serem subsequentes (ou seja, o usuário tem a liberdade de ativá-la e desativá-la quando quiser, desde que o número de turnos utilizados não ultrapasse 5). Pode ser usado uma vez por missão/evento/trama.] {Tecido comum e adamante} {Nível 25} {Por ser um tecido vivo, só obedece ao dono e não pode ser vendida} {Recebimento: recompensa pela DIY "The End of Begin", avaliada por Perséfone e atualizada por Quíron} - Costas

{Strength}/ Luvas [As luvas pretas de couro são bastante resistentes, de modo que dá ao menino 10% a mais de força, fazendo com que seja capaz de manusear armas e objetos pesados. A força é referente apenas a capacidade de carregar objetos com suas mãos, não aumentando a potencia de golpes.] {Couro} (Nível Mínimo: 10) {Nenhum elemento} [Recebimento: Missão "Testemunha Azarada", avaliada por Selene e att por Ares] - Mãos

❃{Souto} / Musgo [Pequeno frasco transparente que deixa visível o seu conteúdo verde e grosso. Tal conteúdo é um tipo de líquido grosso e esverdeado que tem o cheiro de folhas moídas. Se algum semideus ingerir uma pouco de Souto, o mesmo irá sentir suas dores amenizarem até se anularem por completo. O efeito não causa cura, apenas faz com que a dor que o semideus sinta passe, sendo em uma ou mais partes do corpo. O efeito acaba quando o semideus dormir/acordar e pode ser usado mais de uma vez por missão/evento, mas em pessoas diferentes, de modo que a mesma pessoa não pode ingerir o líquido duas vezes por missão/evento.] {Vidro, Líquido} (Nível Mínimo: 60) {Nenhum Elemento} [Recebimento: Missão Roubaram-me!, elaborada por Selene, avaliada por Athena e atualizada por Eddie] - Cinto

Léton - (O anel é uma réplica do mesmo utilizado por Limos, a fome. O item possui as habilidades reduzidas em relação ao original, mas ainda assim possuindo um efeito peculiar. Apesar de ser um anel, seu poder é liberado quando o portador foca em um alvo que esteja a no máximo 10 metros. A linha de visão do suário não pode ser obstruída, a não ser por coisas que não atrapalhe a visão (vidro, etc.). Quando o poder é ativado (necessitando de uma ação para tal, mirando o alvo com a mão do anel), o alvo é abatido por uma fome monstruosa de carne fresca e sangue por duas rodadas e perde o controle de seus sentidos, querendo somente se alimentar - avançando para aquele que estiver mais próximo dele, seja aliado ou inimigo (mesmo o portador do anel pode ser afetado), desde que seja uma criatura viva. Contudo, caso não localize ou identifique ninguém que cumpra o requisito, o semideus se afastará/ gastará suas ações procurando até que encontre ou até o efeito cessar. Durante esse período qualquer tentativa de estratégias não é permitida - o alvo atacará com o que tiver disponível que possa causar mais dano, sejam armas ou poderes, mas ser ferido traz o alvo de volta à razão, bloqueando o efeito. Poderes que ainda afetam o alvo mas que não causam dano funcionam perfeitamente, desde que não dependam do alvo estar prestando atenção para tal. É um poder de compulsão, cabendo resistência a efeitos mentais e de dominação, como comandos, hipnoses e similares, funcionando de forma parecida.  O alvo deve ser nível igual ou menor que o dono do item, tomando esse nível como base de resistência. Um uso por ocasião. (Metal e magia) {Controle sobre a Fome} {Nível:75} [DIY:Or Hunger? Avaliada por Perséfone e atualizada por ~Eos] - Dedo

Elixir da Energia (divino): Recupera 200EP. - Cinto

{Highway} / Águia [Grande ave de três metros de comprimento, possuindo uma envergadura com o dobro de sua extensão; por natureza, suporta facilmente o dobro de seu peso, não podendo levar mais do que dois semideuses equipados. Possui garras e bico comuns, sendo iguais aos de uma águia comum, assim como sua penugem de coloração negra.] {100/100 HP} [Recebimento: Conquistado por DIY, avaliado por Orfeu e atualizado por Ares.] -  A águia esta no Olimpo, em NY
Aleksandr Frey
avatar
Morto
Mensagens :
590

Localização :
Brandili

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: KINGDOM; — Aleksandr Frey e Christopher Mason

Mensagem por Gregory Castellan em Seg 12 Mar 2018, 00:29



KINGDOM


Mesmo com a tragédia que havia acometido o lado oeste do país e também a ilha de Long Island, a cidade de Nova York não havia se adequado ao luto. Estava ainda mais viva, era quase impossível para ambos os semideuses terem o próprio espaço ao caminharem juntos pelas calçadas — embora a aura ameaçadora de ambos os arautos afastassem os humanos, que evitavam aproximação.

Não demorou para que os dois encontrassem o local endereçado. Era um estabelecimento com a entrada marcada por um vermelho chamativo, conhecido pelo nome The Irish Pub. Encostada ao lado da porta de entrada, havia uma empousa, vestindo-se com roupas pretas características. Ao notar a presença dos semideuses, a mesma apagou o cigarro no chão, aproximando-se de ambos.

— São vocês, certo? Venham. — disse a criatura, caminhando na frente dos rapazes e adentrando o pub.

Do lado de dentro, eles notaram que o lugar estava completamente vazio, sem nem mesmo um atendente. Ela se afastou um tanto acuada e, segundos depois, houve uma explosão contra a faixada do estabelecimento. Dois semideuses poderosos estavam atrás deles. Allan e Christopher precisariam ser rápidos.

DIRETRIZES E INFORMAÇÕES


Aleksandr Frey — filho de Fobos, arauto da discórdia. Nível 148; 750/1570 HP, 996/1570 MP.

Narre uma introdução coerente com os fatos propostos. Reaja ao cenário e informações dadas de acordo com a personalidade de Allan. A explosão aconteceu e você precisa realizar algum movimento de defesa para não ser atingido por ela. Em seguida, contra-ataque. Seu inimigo é um filho de Nêmesis nível 138.

Christopher Mason — filho de Ares, arauto da discórdia. Nível 101; 1100/1100 HP, 1100/1100 MP.

Narre uma introdução coerente com os fatos propostos. Reaja ao cenário e informações dadas de acordo com a personalidade de Christopher. A explosão aconteceu e você precisa realizar algum movimento de defesa para não ser atingido por ela. Em seguida, contra-ataque. Seu inimigo é um filho de Héstia nível 91.

Mozart — cão infernal. Nível 30; 360/360 HP, 340/360 MP. (-20 MP)

Desconhecido — filho de Nêmesis. Nível 138; 1480/1480 HP, 1480/1480 MP.

Desconhecido — filho de Héstia. Nível 91; 1010/1010 HP, 1010/1010 MP.


Gregory Castellan
avatar
Arautos da Discórdia
Mensagens :
1712

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: KINGDOM; — Aleksandr Frey e Christopher Mason

Mensagem por Gregory Castellan em Seg 12 Mar 2018, 22:24


 
Out of control
 

 
counting bodies like sheeps


Ele caminhava calmamente escutando o sibilo de Érides — a serpente estava inquieta, aconselhando que o filho de Ares se mantivesse atento a tudo e todos, incluindo seu mestre ressuscitado. E ele, de certa forma, concordava. Algo em Allan era novo, não era apenas o mesmo semideus em busca de destruição como meses atrás. O filho de Fobos tinha um novo objetivo em mente e Mason compreendia aquilo sem precisar utilizar seus truques e habilidades de leitura herdadas pela deusa da discórdia — tão pouco poderia, por conta da grande diferença de poder e experiência entre ambos. O príncipe da guerra só não sabia o quê e, por isso, não depositaria toda sua confiança em seu aliado.

Não sei exatamente o que estamos fazendo aqui, mas a ordem de Éris foi de interceptarmos alguns semideuses antes que cheguem ao Empire States. — Christopher explicou o objetivo da missão, embora estivesse um tanto em dúvida quanto às palavras da deusa da discórdia. Ela, sendo quem era, poderia ter conseguido mais informações. E tudo aquilo estava muito arriscado para dois semideuses que haviam planejado a guerra em Alcatraz. — Agora, quantos deles e onde estão, é que é o problema.

Não foi preciso mais nenhum passo após isso. Estavam em frente a um estabelecimento, The Irish Pub, muito conhecido mas pouco visitado por ele antes. Ao lado da entrada, uma mulher um tanto diferente fumava um cigarro, com uma das botas apoiada na parede. De longe, ela tinha uma aparência estonteante, no entanto enquanto se aproximava, os dois arautos notaram a verdadeira forma da criatura. A pele era de mármore branco, uma perna de bode e outra de bronze. Ela não vestia tênis, deixando os cascos visíveis. Seus olhos e cabelos eram flamejantes, em fogo vivo. Uma empousa, que mesmo na forma real, exerceu um pouco de atração no filho de Ares. Talvez fosse por rotina, mas o arauto manteve-se atento às atitudes da monstro.

— São vocês, certo? — ela pouco se importou com o fato de ambos serem semideuses, inimigos naturais. Na realidade, pela fala e atitudes, a empousa os esperava. Impaciente, ela partiu a caminhar até a entrada do pub, tirando uma chave do bolso da jaqueta adentrando o lugar. — Venham.

Christopher encarou Allan com um meio sorriso sádico e jogou o cigarro contra o chão, deixando que seu mestre entrasse na frente. Lá dentro, a visão que ele teve apenas confirmou a desconfiança de Érides: aquilo com certeza se tratava de uma armadilha. O lugar estava vazio, exceto pelos três e por um corpo escondido no chão, atrás do balcão — que o filho de Ares notou por conta de um espelho preso à parede lateral ao balcão. Mason revirou os olhos ao pressentir uma aura hostil o rodeando, sinalizando que ele era alvo de um futuro ataque. No entanto, a empousa manteve-se parada, dando a entender que ela não o atacaria. O arauto ergueu a lança mágica ao mesmo tempo em que virava-se contra a entrada do pub, desferindo um golpe de cima pra baixo contra o chão.

A lâmina da arma penetrou e fincou-se no chão, criando um símbolo de proteção roxo incandescente ao redor do filho de Ares. No mesmo segundo, uma explosão eclodiu na faixada do estabelecimento, mas as chamas e a rajada de impacto apenas contornaram a barreira roxeada que circundava o semideus. Não demorou para que dois semideuses adentrassem o lugar, enquanto um deles controlava as labaredas de fogo para abrir caminho. Érides, a mamba negra, estava inquieta — Provavelmente estamos lidando com um filho de Héstia, mestre, dizia na mente do arauto. E, julgando a maestria do oponente, Christopher soube que era uma probabilidade alta. Mason aproveitou que a fumaça se espalhava para iniciar um contra-ataque, pouco se importando em certificar-se de que Allan havia escapado da explosão, afinal, ainda sentia sua aura. O príncipe da guerra ergueu a mão na direção do provável filho de Héstia, concentrando energia ao redor do inimigo.

Cháste tin epíthesi, gios tis Estías! — gritou em grego antigo.

No mesmo momento, a labareda manipulada pelo filho de Héstia e jogada contra o arauto, tomou outra direção graças à azaração rogada pelo renegado. Christopher aproveitou-se da vantagem e retirou a lança do chão, anulando o efeito de proteção e jogando-a na direção do oponente. O inimigo ainda tentou erguer uma parede de fogo à sua frente, na tentativa de se defender, mas não foi o suficiente. Antes de ser ocultado pela barreira, foi atingido pela lâmina na altura do joelho.

Poderes filho de Ares:
PASSIVOS

◊ Perícia com Lanças [Nível 01]
A arma preferida de Ares é a lança, e ele sempre foi retratado como indo à batalha portando uma. Por suas preferências, seus filhos herdam como característica a facilidade no aprendizado e manuseio no mesmo tipo de arma. A habilidade reflete apenas a familiaridade, e um aprendizado mais facilitado se comparado ao uso de outras armas, mas não um conhecimento automático ou uma capacidade insuperável, sendo que a habilidade reflete o nível do personagem e está em constante evolução, mas não significa que não seja passível de erros.[Modificado]

◊ Estado de alerta [Nível 21]
Quando os filhos de Ares estão correndo algum risco de serem atacados ou mortos de surpresa, eles têm uma premonição, um sentimento de perigo. Este sentimento os alerta para que fiquem em guarda, e apenas se eles forem o alvo original e intencional - um acidente ou desvio não seria alertado, como uma bala perdida, por exemplo, por não fazer deles o foco (da mesma forma, algo que afete uma área não seria notado) - e não revela a localização do inimigo ou o tipo de ataque. Não funciona se estiver dormindo ou inconsciente de alguma forma. Abrange apenas os efeitos em um raio de 50m. [Modificado, antigo "Percepção instintiva"]

ATIVOS

◊ Investida [Nível 13]
Golpe poderoso que, além do dano adicional, agora aumentado em 50%, também faz com que o inimigo seja atirado ao chão. O dano é 75% maior com o uso de lanças. Ao usar essa habilidade, a prole de Ares usa a força de seu corpo contra a do seu inimigo, de maneira que funciona apenas com semideuses e monstros que sejam de até uma categoria de tamanho maior (oponentes grandes, de até 5m, mas não acima disso). Oponentes resistentes a empurrões e similares podem não ser jogados ao chão, dependendo da diferença de níveis, mas tomarão o dano normalmente caso sejam acertados. [Novo]
Arautos da discórdia:
ATIVOS

Nível 7
Convocação II: Erro - Invocando o poder de Ate, essa habilidade afeta um alvo dentro da linha de visão em um raio de 20m. O alvo afetado tem suas chances de acerto no próximo ataque reduzida em 50% - o detalhamento da ação influirá o resultado final, de acordo com a avaliação do narrador. Contudo, não afeta a capacidade de atacar ou o dano de um ataque, apenas as chances de acerto/ erro. 1 vez por combate.

Infos:
Visual: calça jeans, camiseta de algodão branca, casaco de pele de urso pardo e botas de combate.

☭| ITENS DE GRUPO EXTRA |☭

{Temptation} Colar [Colar com pingente de uma maçã com uma serpente enrodilhada. Emite um cheiro levemente adocicado. Portá-lo aumenta os poderes de charme, persuação e lábia do Arauto em 10% sempre que em uso (efetividade e chance de acerto, mas não efeitos ou duração). Uma vez por missão pode ser ativado de forma a recuperar 20% de seu HP e MP] Ao redor do pescoço

{Backstab} / Adaga [Adaga de bronze sagrado. Diferente do comum, a adaga possui uma empunhadura com meia guarda, que protege a mão do portador parcialmente, sem contudo interferir em seus movimentos.] No coldre encaixado no torso

{Perfidious} Anel [Anel dourado em forma de garra, se encaixa no dedo indicador do arauto. É afiado, mas seu dano seria semelhante a de uma ponta de flecha se usado em ataque corporal, devido ao tamanho diminuto. Ainda assim, possui a capacidade de inocular veneno ao toque, seja diretamente, seja transmitindo o poder para a arma segurada. O veneno é debilitante, sendo considerado um veneno sobrenatural do nível do personagem, para fins de resistências - mas RM não se aplica - e causa a perda de 5% do HP do alvo por 3 turnos seguidos. 1 vez por missão. Adicionalmente, o anel detecta a presença de venenos em um raio de 5m do semideus, esquentando levemente como sinal, ainda que o semideus deve procurar para achar o local exato da presença da substância - a temperatura do anel indica a proximidade. Ambos os poderes só funcionam se o anel estiver sendo utilizado - apenas carregá-lo não permite nenhuma das duas coisas] Dedo indicador direito

☭| ITENS OFENSIVOS |☭

— {Espada de Disnomia} / Sabre [Um sabre completamente negro com a lâmina forjada em ferro estígio e a empunhadura em prata, com diversas runas incandescentes azuis entalhadas no centro da lâmina. Sempre que a espada toca algo, desde um ser vivo a um objeto, a lâmina insere uma grande quantidade de fogo infernal no alvo, que explodirá no turno seguinte. O objeto que explode não é destruído — é quase como se o fogo infernal criasse uma película sobre a superfície do objeto e depois de um tempo a liberasse —, mas alvos pegos na explosão, raio de 3m, recebem muito dano e entram em chamas. Caso um ser vivo receba o golpe, ele receberá dano integral da explosão que terá ele como centro (já que não há como fugir dela depois de ser cortado pela espada). Um objeto/ pessoa que irá explodir sempre será coberto por uma película azul antes, emitindo uma fraca luz incandescente de seu corpo. Não há limites de ativação para a habilidade especial, já que dependem de um ataque bem-sucedido com a lâmina.] {Prata e Ferro Estígio} (Nível Mínimo: 100) {Controle sobre o Fogo Infernal} [Recebimento: evento Chained Souls, avaliado e atualizado por Phobos] Embainhada nas costas

Lança do Feiticeiro [Aparentemente normal, o cabo sendo feito de bronze, assim como a lâmina. No entanto, a boca da lâmina possui a forma do crânio de um bode com a boca aberta, por onde sai a lâmina. A lança, outrora pertencente a um feiticeiro de Circe, foi abençoada pelo mesmo. Uma vez por missão, quando a lâmina da lança é tocada contra o chão, um símbolo de proteção mágico se forma ao redor do portador, o contornando e criando uma área de proteção contra ataques físicos de inimigos até 10 níveis superiores. Acima disso, oferece apenas 10% a mais de resistência.] {Bronze, osso} (Nível mínimo: 35) {Não controla nenhum elemento} [Recebimento: Missão; comprado de Camden Navarre] Lançada contra o filho de Héstia

— {Plaga} / Anel mágico [Trata-se de um anel de ouro enegrecido, com entalhe de um crânio expressando dor e sofrimento. Uma vez por missão, o anel é capaz de causar dores físicas extremas no corpo de um oponente que esteja no raio de visão do arauto, em até 25m. A dor é tanta que, ao ser efetuado, o oponente atingido passa a ferir-se a si mesmo com as próprias mãos durante um turno — para inimigos de até 10 níveis inferiores. De 5 níveis ou nível igual, o alvo sente-se atordoado por um turno, reduzindo o sucesso de ataques e defesas em até 30%. Oponentes de nível superior não são atingidos. O anel nunca se perde de seu portador, a não ser por vontade própria do usuário.] {Ouro negro} {Nível mínimo: 79} {Efeito de dor física e atordoamento} [Recebimento: missão "Finders Keepers", avaliado por Vicka L. Danniels, atualizado por Phobos] Dedo anelar esquerdo

♦️ {Green Death} / Lançador de Granadas [Besta de pulso semi-automática adaptada para lançar granadas. Acopla-se ao braço através de uma correia de couro, e possui um compartimento retrátil que "fecha" o corpo do lançador em uma bolsa metálica e o inutiliza, para que o usuário possa "ativá-la" e "desativá-la" quando quiser, além de facilmente portável. O lançador tem um alcance de 45m, e as granadas explodem áreas com 5m de raio. As granadas são especiais, sendo de fogo grego — que possui chamas verdes e o poder de afetar monstros com mais efetividade — e só podem ser obtidas 5 a cada DiY ou SM, sem alterar a recompensa em xp.] [Munição: 20] {Aço, ferro, couro} (Nível Mínimo: 80) {Fogo grego} [Recebimento: MOPED Enemies Business, avaliada por Elliot Cumming e atualizada por Phobos] Braço direito

☭| ITENS DEFENSIVOS |☭

Escudo de Adamantium [Escudo de porte médio, sendo o material completamente feito de adamantium, exceto a braçadeira que foi modificada com um metal retrátil. No centro, há a figura de um tríscele, símbolo do poder da Trindade Olimpiana, já que o item foi um presente de Zeus, Poseidon e Hades para um antigo herói da Grécia Antiga. Por conta do material extremamente único e resistente, é um escudo que defende todo tipo de ataque físico, desde os mais mortíferos - como armas de fogo. Apenas impactos físicos provindos de inimigos 10 níveis superiores podem causar uma força capaz de empurrá-lo, mas nem mesmo uma rachadura. Só pode ser quebrado por poderes extremamente poderosos, semelhantes a de um deus, que focalizados somente no escudo, sendo semi-indestrutível. Quando não estiver em uso, transmuta-se em uma braçadeira com o símbolo tríscele no centro que, ao ser pressionado, ativa o escudo novamente.][Adamantium]{Sem elemento}(Nível mínimo: 50)[Comprado de Grimmjow Yuikimura, atualizado por Ares] Braço esquerdo

—  {Warn!} / Relógio [Na forma de um relógio comum, analógico. Ao ser ativado, cria um campo de energia. O campo em si é transparente e afeta apenas o próprio semideus. No período ativado, reduz danos de impactos (mas não cortes ou outros tipos) em 50%, desde que provenham de fontes mundanas ou de nível inferior ao semideus. Como extra, também mantém um indicador da temperatura ambiente, como um segundo relógio, onde os marcadores vão de azul para vermelho, conforma as mudanças de frio para quente (mas não afeta itens e similares, apenas marca a temperatura local). E ainda serve para ver as horas!. 3 ativações por missão, com duração de 3 turnos cada] [Eletrônico] [Não controla  nenhum elemento] [Nível mínimo: 3] [Recebimento: comprado de Heron Montecchio. Atualizado por Poseidon] Pulso esquerdo

☭| ITENS EXTRAS |☭

✞ {Panic's Mask} / Máscara [Um elmo de ferro estígio, com um desenho de caveira nele. A mandíbula fica na parte em que é possível levantar para mostrar o rosto,parecendo que a caveira está rindo. Porém, conectada a essa parte está uma máscara aterrorizante feita de magnésio sagrado, na mesma tonalidade do elmo. Quando o usuário desejar, o elmo emite pânico no oponente por duas rodadas, mas depende de seu nível (semideus) ou força (monstro). A máscara possui função telescópica, devido a uma lente que fica no olho esquerdo da mesma, permitindo seu usuário ver objetos distantes, e inimigos a longa distância. A lente alcança até quatrocentos metros.] {Magnésio Sagrado} (17) {Não controla nenhum elemento} [Forjado por Harry S. Sieghart(Máscara)/ Presente(Elmo); comprado de Aleksander Frey e atualizado por Phobos] Preso ao pescoço

☭| PETS |☭

{Érides} Mamba Negra [Uma serpente adulta de coloração cinza escurecido, medindo 4m de comprimento. O interior de sua boca é azul-escura e seu veneno é mortal. O veneno é capaz de tirar 15% de HP e MP do alvo abocanhado durante 5 turnos seguidos, caso ele não seja interrompido no organismo. Por ser um animal símbolo de Éris, a serpente compreende as falas e ações dos arautos, embora obedeça e se comunique apenas com Christopher.] Enrolada ao corpo de Christopher, ocultada pelo casaco

{Mozart} Cão infernal [Cão infernal, possui o porte de um rinoceronte adulto. Pelos vermelhos enegrecidos e lustrosos, olhos vermelhos. Seus dentes e garras são afiados, possuem sentidos aguçados e a capacidade de enxergar mesmo na mais absoluta escuridão, além da habilidade se locomover pelas sombras, geralmente usando-a para emboscar inimigos com um ataque surpresa e uma morte rápida. Em níveis mais altos, seu rosnado atemoriza quem se aproxima, causando medo em quem o escuta, enquanto que seu uivo pode deixar um inimigo atordoado. Cães infernais são capazes de ver espíritos, e alguns podem atacá-los normalmente devido à sua ligação com o submundo.](Nível: 30)[Comprado de Alaric L. Morningstar] escondido nas sombras. descontar mp pela viagem nas sombras

 

 
Gregory Castellan
avatar
Arautos da Discórdia
Mensagens :
1712

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: KINGDOM; — Aleksandr Frey e Christopher Mason

Mensagem por Aleksandr Frey em Ter 13 Mar 2018, 14:00



CROWN



Enquanto caminhava ele apenas ficava em silêncio. Atento aos seus sentidos que denunciavam o que aconteciam a sua volta a passagem de Allan parecia segura. Na verdade, ele se sentia revitalizado sempre que passava por locais com muitas pessoas.
Sua aura acabava por amedrontar os mortais e criaturas mais fracas próximas, e isso enchia o homem de vigor. Era um pouco sádico demais, se parasse para pensar.

Mason agora liderava o grupo que Allan fazia parte. Apesar disso, não estava ali por subordinação dele, visto que não faria isso por ninguém, mas tinha se assim pudesse chamar, uma relação de "amizade" com o rapaz.
Como todo filho de Ares, Mason era cabeça quente. Era forte, e agia muitas vezes sem pensar.
Era raro ver o jovem ouvir alguém... Até mesmo seu mestre.


Quando pararam de caminhar, estavam na frente de um pub. O local parecia arrumado, mas não era de uma das áreas nobres da cidade. Devia ser visitado por lutadores, semideuses vagantes e prostitutas, não mais que isso.
Allan não prestou muita atenção na mulher que recebia eles. Somente acompanhou Mason enquanto olhava atento se ninguém espreitava por ali.

Acompanharam a criatura adentrando no local que não tinha um cheiro muito bom - estou muito exigente para quem estava no inferno - e seguiram alguns passos até que ele viu que ninguém estava ali...
Segundos depois um frio percorreu sua espinha, era tempo suficiente para Allan cobrir seu corpo com sua capa e ativar sua armadura... Um grande som foi ouvido e o zumbido da explosão ficou no ouvido de Allan por um instante.
"Inimigos" - Sentiu sua capa sussurrar em sua mente.

Transformou o item de adamante para tecido novamente e avançou, buscando distância de seus inimigos.

Com seus sentidos, Allan percebia que todos ali eram mais fracos que ele. Aquela luta ao lado de um filho de Ares seria bastante divertida, principalmente porque ele conseguia saber afinal, o que trazia aqueles dois ali, e dessa forma focou no que parecia ser mais forte, buscando saber o que ele desejava entrando no caminho de Mason e Allan.

Allan sacou a haste larga de metal negro enquanto com seu pensamento focou no semideus mais forte, buscando jogar sobre ele o medo mais primordial que conseguia, ao mesmo tempo q puxava uma corda imaginária, formando uma flecha poderosa de energia que tentava direcionar ao peito do outro jovem.

Sentia seus sentidos novamente... Tinha um corpo forte e jovem e nunca pensou que se sentir forte perto de alguém com medo fizesse tão bem a ele. Sentir os calafrios da guerra, seus sentidos despertando seu corpo e avisando o que acontecia ao seu redor.

Estar vivo de novo era muito bom.

Poderes:

PASSIVOS

Aura do Medo I [Nível 01] – O filho de Phobos emite uma tênue aura carmesim (visível apenas para outros filhos de Phobos ou para personagens que podem enxergar auras/ emoções) que afasta as pessoas, pois quanto mais próximas do dono da aura, mais suas fobias (existentes ou não) vão aumentando. Lembrando que o medo real é diferente do racional. O medo "real" é um instinto, e não uma emoção; ele não precisa de uma razão exata, e também não tem limite. Personagens com ao menos metade do seu nível evitam se aproximar, mas ainda podem fazê-lo, com dificuldade, fazendo com que você não possa ser surpreendido por criaturas mais fracas. Acima disso e até o seu nível, sua aura os afeta, mas um pouco menos - eles podem te enfrentar, mas a iniciativa da luta sempre será sua - o que só afeta o primeiro golpe e não é válido para oponentes mais fortes. Afeta apenas criaturas vivas e não-provenientes do submundo. A aura do medo passa a ser controlada no nível 25, mas só se pode escolher mantê-la em funcionamento ou não, e não alvos específicos. Isso não gasta energia e é válido para todos os níveis do poder.[Modificado]

Cura Medonha [Nível 05] – Caso um ser vivo esteja com medo (pode ser com a aura do medo), o semideus recuperará HP em cima disso (a cada ser vivo afetado pelo medo, são 2 de HP a mais por rodada. Por exemplo, se seis seres vivos estão sendo influenciados, a criança do medo recuperará 12 de HP por rodada). Só é válido para oponentes próximos (a até 25m). A palavra final sobre quem está ou não sendo afetado é do narrador. Aumenta para 5hp no nível 15 e 10 no nível 30. [Modificado]

Intuição da bruxa [Nível 12]- O semideus visualiza o pior medo dos alvos, podendo usar essa informação para afetá-lo, se combiná-la com outro poder. Personagens de nível igual ou menor não apresentam qualquer resistênca a esse poder, independente do que diga suas características.Personagens com resistência mental ainda são afetados, uma vez que o medo não é algo racional.Visualizar o medo não implica qualquer outro tipo de habilidade quando usado de forma isolada, nem provoca dano nem afeta o alvo de qualquer forma, uma vez que é uma habilidade passiva e inútil se utilizada sozinha.[Novo]

Sentir o perigo [Nível 15]- O medo é também um mecanismo de sobrevivência: os humanos temem aquilo que pode lhes fazer mal. Nesse nível, o filho de Phobos adquire a intuição daqueles que espreitam contra ele. Isso faz com que seus reflexos de defesa sejam maiores e torna mais difícil que ele seja pego de surpresa. Não significa que nunca será surpreendido ou que sempre desviará, mas aumenta as suas chances quando relativo a oponentes fora de seu campo visual. O sentido não afeta oponentes frente a frente. [Novo]

Ampliação visual [Nível 40] - Uma das origens dos maiores medos de todos os seres é gerado pela inabilidade do seu campo visual. A partir desse nível, os filhos de Phobos não reagem tanto a esse problema, com seu campo visual ampliado de 180 para 270º - ainda possuem pontos sem visão, mas bem menores do que o de qualquer outro semideus. [Novo]


Nível 2
As you wish - Arautos adquirem uma compreensão melhor das motivações das criaturas - o que procuram, suas paixões, o que os desestabiliza. Esse é um poder passivo, que permite ao semideus saber os anseios dos seus adversários e - consequentemente - qual a melhor forma de tentá-los, desviando-os do seu caminho. No caso, o desejo do personagem - não um desejo sexual, mas suas ambições e motivações mais fortes, sejam materiais ou sentimentais. Não permite a manipulação, apenas o conhecimento, e personagens mental/ sentimentalmente resistentes tem essa visão bloqueada, mas apenas se forem de nível igual ou superior.

Nível 12
Presença aterradora - A aura do tártaro passa a impregnar os Arautos neste nível. Agora, sempre que realizam ações voltada para a intimidação de um alvo eles recebem uma bonificação de 20% para chances de sucesso. Não interfere em ataque e dano

Nível 18
Agilidade corporal - Éris é veloz, e seus seguidores também precisam ser. Sua velocidade e capacidade de movimentação tende a ser um pouco maior do que a de pessoas comuns - cerca de 10%. Não permite que faça mais de um ataque por turno, mas aumenta suas chances de acerto em caso de ataque corporal, e suas reações de reflexo/ defesa no caso de ataques físicos.

Nível 37
Irmãos de Sangue - Éris muitas vezes é citada como irmã de Ares - o que torna dúbia sua origem, mas deixa claro seu potencial destrutivo. Quando um arauto associa-se a um filho de Ares, Phobos ou Deimos sua capacidade física é ampliada em 10% no campo de combate, desde que estejam lutando em conjunto (por um mesmo objetivo). O aliado precisa estar a até 100m de distância. Não considera a origem divina do próprio arauto nem de oponentes, apenas aliados. Por capacidade física entende-se sua força, agilidade e resistência naturais.

Nível 53
Controle dos Males XI: Macas - Representante das batalhas, também acompanhava Ares com frequência. Neste nível, o Arauto ganha um aumento em sua força física (e consequentemente em ataques corporais que dependam dessa característica) de 10%, comparado a semideuses comuns.

Nível 80
Pele demoníaca - A essência do Arauto foi alterada de tal forma que agora sua pele, apesar de não apresentar alterações vísiveis, torna-se mais resistente a impactos e golpes comuns, aumentando suas defesas em 10%.

Nível 100
Aura imprevisível - Ataques de Arautos da Discórdia deixam de ser identificados por sexto sentido e similares. Sua natureza caótica e furtiva faz com que seus ataques e ações sejam sempre inesperados, não podendo ser definidos por profecias, flash, insigths ou similares. Isso só é efetivo no caso de oponentes mais fracos.

ATIVOS

Horror [Nível 13] – O medo instintivo, que não pode ser resistido por simples pensamentos e emoções, agora pode ser induzido quando o semideus quiser. Ele pode afetar uma área maior de uma forma menos intensa, ou uma pessoa de uma forma mais intensa. O efeito dessa habilidade causa o medo mais primordial, que não precisa de um motivo, e que faz as pessoas ficarem com medo de agir, olhar e até mesmo respirar; seria seguro mover-se? Dura duas rodadas, duas vezes por missão. Resistencias mentais não fazem efeito.

Arsenal:
☭|
— Armor Thunder: [Fusão da Armadura de Drakon, Armadura de Pégasos, Cota de Malha e Manto de Pele de Cobra d’água Gigante; esta armadura feita de ouro branco magicamente modificado essa armadura é composta de perneiras, braçadeiras e placas peitorais, mas ainda deixa boa parte do corpo exposta. Ela fornece ao usuário uma resistência de 50% em ataques mentais de nível igual ou menor e o deixa imune a leituras mental de oponentes mais fracos, bem como propicia uma redução a ataques elementais de 20%, sendo banhada pela cota de malha e pela armadura de drakon a mesma se torna impenetrável, ela também tem a habilidade de permitir ao seu usuário a respiração subaquática já que a mesma foi “fundida” com o manto de cobra, as mesmas aplicações são feitas, sendo que no caso da respiração o usuário fica protegido por três turnos consecutivos, sendo que ao término do tempo o usuário deve encontrar um jeito de respirar (O2) para recuperar o fôlego, o tempo de recuperação é de quatro turnos. Por ser feita agora de uma “liga de materiais” sua cor é cinza e possui em seu peito uma águia segurando um raio entalhada. Transmuta-se em uma jaqueta e um par de calça jeans.] [ouro branco, magia, pele de drakon, pele de cobra d’água, aço negro, pele de píton ] [Elemento: magia e respiração subaquática] [nível mínimo: 100] - Corpo

♦️ Coroa do Medo [Uma coroa de ferro e obsidiana, se tornando totalmente negra. Após Allan ter se redimido com todo o Olimpo além de ter feito vários trabalhos para provar sua lealdade a Zeus e Hera, a coroa com a benção direta de Ares, Phobos e Deimos e com a permissão de Zeus, consegue suprimir até quatro poderes usados pelo Devoto. Na prática, Allan pode usar 4 poderes da lista de Phobos (limitados à metade do seu nível) por missão sem ter nenhum gasto de energia. A coroa não permite repetição de poderes iguais, e caso seja usada em algum poder contínuo, somente irá anular o gasto inicial. Deve haver ao menos 1 turno entre uma utilização e outra da coroa.] {Ferro e obsidiana} (Nível Mínimo: 100) {Controle do Medo} - Cabeça

— {Arco de Épiro} / Arco [O Arco de Épiro é uma arma criada por um filho de Hades em busca de poder. Ele não possui corda como um arco normal e, ao puxar o lugar onde ela deveria estar, uma flecha envolta em luz negra é materializada. Essa flecha, além de causar o dano habitual, tem seu efeito aumentado em 25% graças à potência da luz negra. De noite, o dano causado aumenta ainda mais e sobe para 50%. Filhos de deuses relacionados à luz, como Apolo, possuem uma resistência de 25% a esse efeito — isso significa que de dia a luz negra não os afeta, e de noite afeta apenas 25%.] [Ferro estígio, magia] [Nível mínimo: 50] [Não controla nenhum elemento] [Recebimento: comprado de Josh Kimoy] - Amarrado nas costas

✞ {Angel Wings} / Asas de Empousa [Dois pares de asas negras de uma empousa. Estas, ao encostadas nas costas, se conectarão à pele(ou às roupas) e o usuário poderá voar como uma das demônios empousai.] {----} (10) {Não controla nenhum elemento} [Presente de Rafaella Crockford Gauth] -Costas

☩ Frey Harmmer [Machado com duas lâminas e cabo comprido de titânio. A arma possui sua própria aura do medo equivalente a de seu usuário e a cada golpe deixa o alvo 25% mais fraco a ataques de medo por 2 turnos, sendo acumulativo até 50%. A arma possuí o peso de um martelo pesado. Uma vez por missão, ao ser levantado contra um alvo, a arma desperta o pior medo do alvo, reduzindo sua defesa em 15%.] [Titânio e Medo] {Controle sobre o Medo} [Nível: 75] [Só pode ser empunhado por filhos de Phobos e Deimos, levando qualquer outro que o empunhar à loucura] [Recebimento: DIY avaliada por Tânatos e atualizada por Quíron] - Bainha

Braçadeira de madeira [Bracelete de madeira rústica e irregular. Ao ser ativado o item recobre o corpo do semideus e amplia sua resistência a golpes físicos em 50% por 3 turnos. 1 uso por evento. (Nível mínimo: 07) {Material: madeira} [Ganho como recompensa pelo evento "O levante"] - Braço

† Elixir da Energia (divino) [+200 EP] - Cinto

— {Capa Viva} / Capa [Uma capa totalmente negra e extensa, indo até a canela de seu dono e cobrindo todo seu ombro e costas — aproximadamente 1,70m de altura. Dada por Éris a um de seus arautos, a capa perdeu a maioria de seus poderes ao ser roubada, ficando somente com um destes. A capa possui uma grande largura, para que seja puxada para frente de seu usuário ao desejo do mesmo, e compartilha a consciência com seu dono (ou seja, quando julga necessário, conversa com o mesmo sobre coisas que acontecem ao seu redor). Inicialmente feita de tecido, essa capa peculiar pode se solidificar em adamante quando o dono quiser, formando assim um escudo nas partes do corpo que estão cobertas por ela. A ativação do poder dura 5 turnos no total, sem a necessidade deles serem subsequentes (ou seja, o usuário tem a liberdade de ativá-la e desativá-la quando quiser, desde que o número de turnos utilizados não ultrapasse 5). Pode ser usado uma vez por missão/evento/trama.] {Tecido comum e adamante} {Nível 25} {Por ser um tecido vivo, só obedece ao dono e não pode ser vendida} {Recebimento: recompensa pela DIY "The End of Begin", avaliada por Perséfone e atualizada por Quíron} - Costas

{Strength}/ Luvas [As luvas pretas de couro são bastante resistentes, de modo que dá ao menino 10% a mais de força, fazendo com que seja capaz de manusear armas e objetos pesados. A força é referente apenas a capacidade de carregar objetos com suas mãos, não aumentando a potencia de golpes.] {Couro} (Nível Mínimo: 10) {Nenhum elemento} [Recebimento: Missão "Testemunha Azarada", avaliada por Selene e att por Ares] - Mãos

❃{Souto} / Musgo [Pequeno frasco transparente que deixa visível o seu conteúdo verde e grosso. Tal conteúdo é um tipo de líquido grosso e esverdeado que tem o cheiro de folhas moídas. Se algum semideus ingerir uma pouco de Souto, o mesmo irá sentir suas dores amenizarem até se anularem por completo. O efeito não causa cura, apenas faz com que a dor que o semideus sinta passe, sendo em uma ou mais partes do corpo. O efeito acaba quando o semideus dormir/acordar e pode ser usado mais de uma vez por missão/evento, mas em pessoas diferentes, de modo que a mesma pessoa não pode ingerir o líquido duas vezes por missão/evento.] {Vidro, Líquido} (Nível Mínimo: 60) {Nenhum Elemento} [Recebimento: Missão Roubaram-me!, elaborada por Selene, avaliada por Athena e atualizada por Eddie] - Cinto

Léton - (O anel é uma réplica do mesmo utilizado por Limos, a fome. O item possui as habilidades reduzidas em relação ao original, mas ainda assim possuindo um efeito peculiar. Apesar de ser um anel, seu poder é liberado quando o portador foca em um alvo que esteja a no máximo 10 metros. A linha de visão do suário não pode ser obstruída, a não ser por coisas que não atrapalhe a visão (vidro, etc.). Quando o poder é ativado (necessitando de uma ação para tal, mirando o alvo com a mão do anel), o alvo é abatido por uma fome monstruosa de carne fresca e sangue por duas rodadas e perde o controle de seus sentidos, querendo somente se alimentar - avançando para aquele que estiver mais próximo dele, seja aliado ou inimigo (mesmo o portador do anel pode ser afetado), desde que seja uma criatura viva. Contudo, caso não localize ou identifique ninguém que cumpra o requisito, o semideus se afastará/ gastará suas ações procurando até que encontre ou até o efeito cessar. Durante esse período qualquer tentativa de estratégias não é permitida - o alvo atacará com o que tiver disponível que possa causar mais dano, sejam armas ou poderes, mas ser ferido traz o alvo de volta à razão, bloqueando o efeito. Poderes que ainda afetam o alvo mas que não causam dano funcionam perfeitamente, desde que não dependam do alvo estar prestando atenção para tal. É um poder de compulsão, cabendo resistência a efeitos mentais e de dominação, como comandos, hipnoses e similares, funcionando de forma parecida.  O alvo deve ser nível igual ou menor que o dono do item, tomando esse nível como base de resistência. Um uso por ocasião. (Metal e magia) {Controle sobre a Fome} {Nível:75} [DIY:Or Hunger? Avaliada por Perséfone e atualizada por ~Eos] - Dedo

Elixir da Energia (divino): Recupera 200EP. - Cinto

{Highway} / Águia [Grande ave de três metros de comprimento, possuindo uma envergadura com o dobro de sua extensão; por natureza, suporta facilmente o dobro de seu peso, não podendo levar mais do que dois semideuses equipados. Possui garras e bico comuns, sendo iguais aos de uma águia comum, assim como sua penugem de coloração negra.] {100/100 HP} [Recebimento: Conquistado por DIY, avaliado por Orfeu e atualizado por Ares.] -  A águia esta no Olimpo, em NY


OBS: Peço que considerem os passivos que ampliam minhas chances de amedrontar os inimigos e a aura do medo, o que torna o Horror mais efetivo.
Aleksandr Frey
avatar
Morto
Mensagens :
590

Localização :
Brandili

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: KINGDOM; — Aleksandr Frey e Christopher Mason

Mensagem por Gregory Castellan em Qua 14 Mar 2018, 15:54



KINGDOM


Allan parecia ter pressa em finalizar aquele duelo — e era o mais adequado, pois os quatro semideuses podiam escutar o som de sirenes se aproximando. O filho de Nêmesis estava prestes a atacar Frey, mas algo o impediu de se mover, algo extremamente forte e instintivo: o próprio medo, estava escutando o som de um drakon se aproximando. Temendo que o companheiro fosse alvo de um ataque fatal, o filho de Héstia moveu a barreira de fogo de forma que ela alcançasse o filho de Nêmesis — também se tratando de uma barreira visual. A flecha de luz negra lançada por Allan alcançou o fogo, sendo desmaterializada antes de atingir seu alvo.

O oponente de Allan criou uma réplica de si mesmo, já que estava completamente paralisado. O clone ergueu a espada de bronze sagrado, concentrando a própria energia na lâmina e jogando-a contra o filho de Fobos. A arma, encantada para atingir o alvo, atravessou a barreira de fogo e partiu na direção de Frey. Enquanto isso, o filho de Héstia tentava formular um contra-ataque aproveitando-se da vantagem de não ser visualizado por Mason. Ele respirou fundo e sentiu seu pulmão esquentando, soprando uma rajada de fogo na direção do filho de Ares.

DIRETRIZES E INFORMAÇÕES


Aleksandr Frey — filho de Fobos, arauto da discórdia. Nível 148; 1570/1570 HP, 944/1570 MP. (+820 HP)(-52 MP)

Narre uma introdução coerente com os fatos propostos. Reaja ao cenário e informações dadas de acordo com a personalidade de Allan. Seu inimigo é um filho de Nêmesis nível 138. Ele está paralisado, mas não impedido de utilizar habilidades. O clone convocado possui nível 69 e a réplica da arma de reclamação de seu oponente. Lembre-se que a barreira de fogo impede que você visualize ambos os inimigos, então defesas que necessitem de visão, serão anuladas.

Christopher Mason — filho de Ares, arauto da discórdia. Nível 101; 1100/1100 HP, 1020/1100 MP. (-52 MP)(-28 MP)

Narre uma introdução coerente com os fatos propostos. Reaja ao cenário e informações dadas de acordo com a personalidade de Christopher. Seu inimigo é um filho de Héstia nível 91. Lembre-se que a barreira de fogo impede que você visualize ambos os inimigos, então defesas que necessitem de visão, serão anuladas.

Mozart — cão infernal. Nível 15; 360/360 HP, 340/360 MP.

Desconhecido — filho de Nêmesis. Nível 138; 1480/1480 HP, 1320/1480 MP. (-160 MP)
— clone. Nível 69; 780/780 HP, 540/780 MP. (-240 MP)

Desconhecido — filho de Héstia. Nível 91; 970/1010 HP, 486/1010 MP. (-40 HP)(-120 MP)(-340 MP)(-64 MP)

Poderes de Nêmesis:
ATIVOS

Nível 40: Receba em dobro
Dito comum sobre a retribuição - seja para gratidão ou para vingança; Ao ativar este poder o semideus cria um clone de si. Esse clone é sólido e dura três rodadas, podendo utilizar poderes de até metade do nível do semideus (mas nunca se autoduplicar, independente do nível). Os equipamentos e roupas serão similares ao do semideus original, mas não possuirão qualquer poder. O clone age de forma independente, desde que não se afaste mais do que 50m do semideus. 1 vez por evento. [Modificado - Antigo "Maior número"]

Clone, nível 69:
ATIVOS

Nível 60: Precisão
Este poder encanta um único golpe - seja um projétil ou arma corporal - de forma a atingir o alvo, trespassando obstáculos e encontrando brechas. Não é um poder teleguiado - não a ponto de fazer uma seta fazer curvas ou loopings - mas afeta as chances de acerto de forma a direcionar o golpe a um ponto vulnerável, como brechas de armadura ou na cobertura. Não implica que se possa mirar em um ponto específico (acertando um único golpe fatal por exemplo) mas que barreiras e armaduras físicas deixarão de surtir efeito, e mesmo outros tipos podem ter o efeito reduzido. O golpe encantado dessa forma tem a chance de acerto ampliada em 75% e o dano em 50%. Cada ativação faz efeito em um golpe, com ação livre - assim, pode-se ativar e atacar no mesmo turno, mas não realizar dois ataques. Até 3 ativações por missão. [Modificado. Antigo passivo "Precisão II"]
Poderes de Héstia:
ATIVOS

Nível 16

Sopro do dragão - Concentrando-se na respiração e em seu Eu interior, o filho de Héstia libera sua energia interna em uma rajada de fogo pela boca. O alcance é limitado a 3m, ampliando-se para 5m no nível 25. [Modificado, unindo níveis I e II]

Nível 30

Pirocinese III - Agora seu controle melhorou a ponto de aumentar a quantia de fogo que fica sobre seu comando, e permitir tal ato sem concentração. No caso de controle, mantém sob seu domínio chamas que abranjam uma área de até 1000m², mas pode separar esta quantia de fogo de uma chama maior. Mover o fogo  é uma ação de gasto constante que implica em arrastá-lo ou fazê-lo "quicar" entre materiais combustíveis (10m pelo solo sem material inflamável, 20m em material inflamável, 6m em um "salto" entre materiais - uma das alternativas, por turno). Arrastar o fogo por material não inflamável fará com que seja reduzido até se estinguir totalmente em até 10 turnos (dependendo da quantia de fogo), não permitindo que se mantenha o poder por mais tempo sem que haja novo gasto para criação de novas chamas. Caso haja material inflamável para manter as chamas, não há limitação de duração até esse material ser extinguido. Caso pegue em materiais inflamáveis, o fogo aumentará de volume e poderá sair do controle do semideus. Da mesma forma que pode mover as chamas, também pode extinguí-las, desde que dentro da área delimitada a cada turno. A partir de agora, também pode dar formas específicas às chamas (como uma forma humanóide ou similar) e separar porções de fogo, podendo controlar até 2 focos por vez, desde que não ultrapassem a área total permitida pelo poder. Isso exige concentração, contudo. Porções de fogo separadas ainda se movimentam e agem apenas dentro dos padrões disponíveis, independente da forma. As chamas criadas aumentam de tamanho (até 5x 10). A criação conta como um poder normal (nível do poder x 4 no turno de ativação), mas movimentação e afins o gasto é constante (nível do poder por turno). [Modificado]

Nível 85

Arena de fogo - Serve tanto quanto proteção quanto para delimitação de um espaço. O semideus abre os braços, espalhando chispas de fogo que se expandem e formam um círculo a 25m de raio tendo o semideus como centro, formando uma arena circular com paredes de fogo que chegam a 2,5m de altura. Tentar atravessar as paredes normalmente provoca queimaduras. O fogo fica ativo por 5 rodadas, e é impossívl ver através do fogo - que isola a batalha. Contudo, dependendo do local, o fogo pode se espalhar por construções e afins, criando um incêndio de proporção incontrolável mesmo ao filho de Héstia, demandando cuidado no mundo mortal.  1 vez por evento. [Modificado, antigo redemoinho flamejante]

Gregory Castellan
avatar
Arautos da Discórdia
Mensagens :
1712

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: KINGDOM; — Aleksandr Frey e Christopher Mason

Mensagem por Aleksandr Frey em Qui 15 Mar 2018, 14:06



CROWN



Fumaça em demasiada quantidade saia da sacada explodida do que antes era um Pub e agora não passava de destroços. Allan se focava em seu oponente confiando que Mason cuidaria do outro inimigo com bastante compromisso.

Durante toda sua vida, Allan tinha sido movido pela lógica. O melhor jeito de continuar vivo e evitar que coisas erradas acontecerem era dessa forma. Isso com certeza deixava Frey bastante frio. Afinal, o raciocínio impedia tomar atitudes pensando em sentimentos, mas tinha dado certo até agora.
E estar ali, enfrentando aqueles semideuses não tinha lógica alguma. Estava bem claro para ele que aquilo era uma emboscada, certo?! Mas quem tinha mandado aqueles dois ali?
De forma alguma agentes do Olimpo teriam permissão para explodir a sacada de um lugar em plena Nova York daquela forma…. E quando focava nos rapazes, o único vislumbre de motivação que conseguia ver neles era; Matar Mason e Frey.

Algo não estava certo. Por mais que o Olimpo enviasse alguém para essa missão, nunca seria explodindo algo no centro de Nova York.

Em instantes o cenário piorou muito.
Até Frey que nunca tinha se importado com isso, começava a se incomodar.
Lá fora pessoas gritavam, sirenes se aproximavam e o caos estava totalmente instaurado… Isso no centro de Nova York.

A visão de Frey e Mason era totalmente bloqueada. Sentia o suor começar a escorrer de seus cabelos. Não gostava de não conseguir não enxergar ou não ouvir. Aturava até ficar sem se mover, mas se sentia muito incapaz sem qualquer outro sentido.
Frey sibilou com a língua e já não era mais normal. Sua língua rapidamente se esticou até seu peitoral e voltou em um instante, como se fosse uma serpente - isso se ele não era -. Voltou o arco para suas costas e sacou o machado, e então enquanto sibilava, sua língua vislumbrou algo próximo. Agora ele tinha novamente sua “visão”, e podia perceber que estava em risco.

Não conseguia de fato, ver. Mas a movimentação de um terceiro oponente era clara em arremessar algo em direção a ele.

Sem ser observado, graças a barreira de seu inimigo, Frey focou em sua mente como era a sacada que estava atrás do filho de Nêmesis. Seu corpo avançou em um “passo” rápido como um leve teleporte o levando para as costas do filho de Nêmesis onde Allan tentou abraçar o jovem e num movimento extremamente rápido enrolar seu pescoço com a língua e degolar o rapaz enquanto demonstrava um sorriso sádico. Esperava sentir o sangue da prole de Nêmesis sujando sua boca enquanto arrancava sua cabeça de um jeito nada comum.

Allan se lembrou que Mason não era tão menos sádico que ele, e o que trazia aqueles dois ali ainda o incomodava.
Se ambos morressem, nunca saberia de fato o que tinha ocorrido.

- Um deles tem que permanecer vivo.


O comando era enviado para o líder dos arautos pela mente, sem dizer uma palavra sequer, já que sua língua estava ocupada demais.
Poderes:

PASSIVOS

Aura do Medo I [Nível 01] – O filho de Phobos emite uma tênue aura carmesim (visível apenas para outros filhos de Phobos ou para personagens que podem enxergar auras/ emoções) que afasta as pessoas, pois quanto mais próximas do dono da aura, mais suas fobias (existentes ou não) vão aumentando. Lembrando que o medo real é diferente do racional. O medo "real" é um instinto, e não uma emoção; ele não precisa de uma razão exata, e também não tem limite. Personagens com ao menos metade do seu nível evitam se aproximar, mas ainda podem fazê-lo, com dificuldade, fazendo com que você não possa ser surpreendido por criaturas mais fracas. Acima disso e até o seu nível, sua aura os afeta, mas um pouco menos - eles podem te enfrentar, mas a iniciativa da luta sempre será sua - o que só afeta o primeiro golpe e não é válido para oponentes mais fortes. Afeta apenas criaturas vivas e não-provenientes do submundo. A aura do medo passa a ser controlada no nível 25, mas só se pode escolher mantê-la em funcionamento ou não, e não alvos específicos. Isso não gasta energia e é válido para todos os níveis do poder.[Modificado]

Cura Medonha [Nível 05] – Caso um ser vivo esteja com medo (pode ser com a aura do medo), o semideus recuperará HP em cima disso (a cada ser vivo afetado pelo medo, são 2 de HP a mais por rodada. Por exemplo, se seis seres vivos estão sendo influenciados, a criança do medo recuperará 12 de HP por rodada). Só é válido para oponentes próximos (a até 25m). A palavra final sobre quem está ou não sendo afetado é do narrador. Aumenta para 5hp no nível 15 e 10 no nível 30. [Modificado]

Intuição da bruxa [Nível 12]- O semideus visualiza o pior medo dos alvos, podendo usar essa informação para afetá-lo, se combiná-la com outro poder. Personagens de nível igual ou menor não apresentam qualquer resistênca a esse poder, independente do que diga suas características.Personagens com resistência mental ainda são afetados, uma vez que o medo não é algo racional.Visualizar o medo não implica qualquer outro tipo de habilidade quando usado de forma isolada, nem provoca dano nem afeta o alvo de qualquer forma, uma vez que é uma habilidade passiva e inútil se utilizada sozinha.[Novo]

Sentir o perigo [Nível 15]- O medo é também um mecanismo de sobrevivência: os humanos temem aquilo que pode lhes fazer mal. Nesse nível, o filho de Phobos adquire a intuição daqueles que espreitam contra ele. Isso faz com que seus reflexos de defesa sejam maiores e torna mais difícil que ele seja pego de surpresa. Não significa que nunca será surpreendido ou que sempre desviará, mas aumenta as suas chances quando relativo a oponentes fora de seu campo visual. O sentido não afeta oponentes frente a frente. [Novo]

Ampliação visual [Nível 40] - Uma das origens dos maiores medos de todos os seres é gerado pela inabilidade do seu campo visual. A partir desse nível, os filhos de Phobos não reagem tanto a esse problema, com seu campo visual ampliado de 180 para 270º - ainda possuem pontos sem visão, mas bem menores do que o de qualquer outro semideus. [Novo]


Nível 2
As you wish - Arautos adquirem uma compreensão melhor das motivações das criaturas - o que procuram, suas paixões, o que os desestabiliza. Esse é um poder passivo, que permite ao semideus saber os anseios dos seus adversários e - consequentemente - qual a melhor forma de tentá-los, desviando-os do seu caminho. No caso, o desejo do personagem - não um desejo sexual, mas suas ambições e motivações mais fortes, sejam materiais ou sentimentais. Não permite a manipulação, apenas o conhecimento, e personagens mental/ sentimentalmente resistentes tem essa visão bloqueada, mas apenas se forem de nível igual ou superior.

Nível 12
Presença aterradora - A aura do tártaro passa a impregnar os Arautos neste nível. Agora, sempre que realizam ações voltada para a intimidação de um alvo eles recebem uma bonificação de 20% para chances de sucesso. Não interfere em ataque e dano

Nível 18
Agilidade corporal - Éris é veloz, e seus seguidores também precisam ser. Sua velocidade e capacidade de movimentação tende a ser um pouco maior do que a de pessoas comuns - cerca de 10%. Não permite que faça mais de um ataque por turno, mas aumenta suas chances de acerto em caso de ataque corporal, e suas reações de reflexo/ defesa no caso de ataques físicos.

Nível 37
Irmãos de Sangue - Éris muitas vezes é citada como irmã de Ares - o que torna dúbia sua origem, mas deixa claro seu potencial destrutivo. Quando um arauto associa-se a um filho de Ares, Phobos ou Deimos sua capacidade física é ampliada em 10% no campo de combate, desde que estejam lutando em conjunto (por um mesmo objetivo). O aliado precisa estar a até 100m de distância. Não considera a origem divina do próprio arauto nem de oponentes, apenas aliados. Por capacidade física entende-se sua força, agilidade e resistência naturais.

Nível 53
Controle dos Males XI: Macas - Representante das batalhas, também acompanhava Ares com frequência. Neste nível, o Arauto ganha um aumento em sua força física (e consequentemente em ataques corporais que dependam dessa característica) de 10%, comparado a semideuses comuns.

Nível 80
Pele demoníaca - A essência do Arauto foi alterada de tal forma que agora sua pele, apesar de não apresentar alterações vísiveis, torna-se mais resistente a impactos e golpes comuns, aumentando suas defesas em 10%.

Nível 100
Aura imprevisível - Ataques de Arautos da Discórdia deixam de ser identificados por sexto sentido e similares. Sua natureza caótica e furtiva faz com que seus ataques e ações sejam sempre inesperados, não podendo ser definidos por profecias, flash, insigths ou similares. Isso só é efetivo no caso de oponentes mais fracos.

ATIVOS

Nível 9
Telepatia Menor - Nesse nível, o personagem consegue enviar mensagens telepáticas para um aliado ou oponente (caso ultrapasse suas resistências). Ainda não é possível ler pensamentos profundos, apenas as respostas imediatas à sua comunicação. Dura 3 turnos e permite afetar um alvo a até 100m, mesmo fora da linha de visão, desde que se conheça ele e tenha noção de sua localização.

Nível 26
Língua viperina III - Semelhante ao nível anterior, mas o alcance não é mais ampliado. Agora, além das propriedades dos outros níveis, o personagem poderá sentir a aproximação de inimigos a até 3m de raio, mesmo na mais completa escudirão, pelas vibrações emitidas - da mesma forma que uma língua de serpente. A duração ainda é de 3 turnos. Pode ser utilizada com outros poderes.

Nível 50
Passo fantasma - Similar a um teleporte, é considerado um poder de movimento. Utilizando-se de sua capacidade de ocultação o arauto se movimenta de um local a outro. Esta habilidade possui limitações, uma vez que para funcionar ele não pode estar sendo observado de forma específica. O local de chegada deve estar a até 100m e dentro do campo visual do arauto, ou dentro de seu conhecimento - ele poderia se teleportar para dentro de uma casa, por exemplo, se a conhecesse. Gasto alto de energia. Mais utilizado para fugas
[/color]
Arsenal:
☭|
— Armor Thunder: [Fusão da Armadura de Drakon, Armadura de Pégasos, Cota de Malha e Manto de Pele de Cobra d’água Gigante; esta armadura feita de ouro branco magicamente modificado essa armadura é composta de perneiras, braçadeiras e placas peitorais, mas ainda deixa boa parte do corpo exposta. Ela fornece ao usuário uma resistência de 50% em ataques mentais de nível igual ou menor e o deixa imune a leituras mental de oponentes mais fracos, bem como propicia uma redução a ataques elementais de 20%, sendo banhada pela cota de malha e pela armadura de drakon a mesma se torna impenetrável, ela também tem a habilidade de permitir ao seu usuário a respiração subaquática já que a mesma foi “fundida” com o manto de cobra, as mesmas aplicações são feitas, sendo que no caso da respiração o usuário fica protegido por três turnos consecutivos, sendo que ao término do tempo o usuário deve encontrar um jeito de respirar (O2) para recuperar o fôlego, o tempo de recuperação é de quatro turnos. Por ser feita agora de uma “liga de materiais” sua cor é cinza e possui em seu peito uma águia segurando um raio entalhada. Transmuta-se em uma jaqueta e um par de calça jeans.] [ouro branco, magia, pele de drakon, pele de cobra d’água, aço negro, pele de píton ] [Elemento: magia e respiração subaquática] [nível mínimo: 100] - Corpo

♦️ Coroa do Medo [Uma coroa de ferro e obsidiana, se tornando totalmente negra. Após Allan ter se redimido com todo o Olimpo além de ter feito vários trabalhos para provar sua lealdade a Zeus e Hera, a coroa com a benção direta de Ares, Phobos e Deimos e com a permissão de Zeus, consegue suprimir até quatro poderes usados pelo Devoto. Na prática, Allan pode usar 4 poderes da lista de Phobos (limitados à metade do seu nível) por missão sem ter nenhum gasto de energia. A coroa não permite repetição de poderes iguais, e caso seja usada em algum poder contínuo, somente irá anular o gasto inicial. Deve haver ao menos 1 turno entre uma utilização e outra da coroa.] {Ferro e obsidiana} (Nível Mínimo: 100) {Controle do Medo} - Cabeça

{Temptation} Colar [Colar com pingente de uma maçã com uma serpente enrodilhada. Emite um cheiro levemente adocicado. Portá-lo aumenta os poderes de charme, persuação e lábia do Arauto em 10% sempre que em uso (efetividade e chance de acerto, mas não efeitos ou duração). Uma vez por missão pode ser ativado de forma a recuperar 20% de seu HP e MP]  - Pescoço

— {Arco de Épiro} / Arco [O Arco de Épiro é uma arma criada por um filho de Hades em busca de poder. Ele não possui corda como um arco normal e, ao puxar o lugar onde ela deveria estar, uma flecha envolta em luz negra é materializada. Essa flecha, além de causar o dano habitual, tem seu efeito aumentado em 25% graças à potência da luz negra. De noite, o dano causado aumenta ainda mais e sobe para 50%. Filhos de deuses relacionados à luz, como Apolo, possuem uma resistência de 25% a esse efeito — isso significa que de dia a luz negra não os afeta, e de noite afeta apenas 25%.] [Ferro estígio, magia] [Nível mínimo: 50] [Não controla nenhum elemento] [Recebimento: comprado de Josh Kimoy] - Amarrado nas costas

✞ {Angel Wings} / Asas de Empousa [Dois pares de asas negras de uma empousa. Estas, ao encostadas nas costas, se conectarão à pele(ou às roupas) e o usuário poderá voar como uma das demônios empousai.] {----} (10) {Não controla nenhum elemento} [Presente de Rafaella Crockford Gauth] -Costas

☩ Frey Harmmer [Machado com duas lâminas e cabo comprido de titânio. A arma possui sua própria aura do medo equivalente a de seu usuário e a cada golpe deixa o alvo 25% mais fraco a ataques de medo por 2 turnos, sendo acumulativo até 50%. A arma possuí o peso de um martelo pesado. Uma vez por missão, ao ser levantado contra um alvo, a arma desperta o pior medo do alvo, reduzindo sua defesa em 15%.] [Titânio e Medo] {Controle sobre o Medo} [Nível: 75] [Só pode ser empunhado por filhos de Phobos e Deimos, levando qualquer outro que o empunhar à loucura] [Recebimento: DIY avaliada por Tânatos e atualizada por Quíron] - Bainha

Braçadeira de madeira [Bracelete de madeira rústica e irregular. Ao ser ativado o item recobre o corpo do semideus e amplia sua resistência a golpes físicos em 50% por 3 turnos. 1 uso por evento. (Nível mínimo: 07) {Material: madeira} [Ganho como recompensa pelo evento "O levante"] - Braço

† Elixir da Energia (divino) [+200 EP] - Cinto

— {Capa Viva} / Capa [Uma capa totalmente negra e extensa, indo até a canela de seu dono e cobrindo todo seu ombro e costas — aproximadamente 1,70m de altura. Dada por Éris a um de seus arautos, a capa perdeu a maioria de seus poderes ao ser roubada, ficando somente com um destes. A capa possui uma grande largura, para que seja puxada para frente de seu usuário ao desejo do mesmo, e compartilha a consciência com seu dono (ou seja, quando julga necessário, conversa com o mesmo sobre coisas que acontecem ao seu redor). Inicialmente feita de tecido, essa capa peculiar pode se solidificar em adamante quando o dono quiser, formando assim um escudo nas partes do corpo que estão cobertas por ela. A ativação do poder dura 5 turnos no total, sem a necessidade deles serem subsequentes (ou seja, o usuário tem a liberdade de ativá-la e desativá-la quando quiser, desde que o número de turnos utilizados não ultrapasse 5). Pode ser usado uma vez por missão/evento/trama.] {Tecido comum e adamante} {Nível 25} {Por ser um tecido vivo, só obedece ao dono e não pode ser vendida} {Recebimento: recompensa pela DIY "The End of Begin", avaliada por Perséfone e atualizada por Quíron} - Costas

{Strength}/ Luvas [As luvas pretas de couro são bastante resistentes, de modo que dá ao menino 10% a mais de força, fazendo com que seja capaz de manusear armas e objetos pesados. A força é referente apenas a capacidade de carregar objetos com suas mãos, não aumentando a potencia de golpes.] {Couro} (Nível Mínimo: 10) {Nenhum elemento} [Recebimento: Missão "Testemunha Azarada", avaliada por Selene e att por Ares] - Mãos

❃{Souto} / Musgo [Pequeno frasco transparente que deixa visível o seu conteúdo verde e grosso. Tal conteúdo é um tipo de líquido grosso e esverdeado que tem o cheiro de folhas moídas. Se algum semideus ingerir uma pouco de Souto, o mesmo irá sentir suas dores amenizarem até se anularem por completo. O efeito não causa cura, apenas faz com que a dor que o semideus sinta passe, sendo em uma ou mais partes do corpo. O efeito acaba quando o semideus dormir/acordar e pode ser usado mais de uma vez por missão/evento, mas em pessoas diferentes, de modo que a mesma pessoa não pode ingerir o líquido duas vezes por missão/evento.] {Vidro, Líquido} (Nível Mínimo: 60) {Nenhum Elemento} [Recebimento: Missão Roubaram-me!, elaborada por Selene, avaliada por Athena e atualizada por Eddie] - Cinto

Léton - (O anel é uma réplica do mesmo utilizado por Limos, a fome. O item possui as habilidades reduzidas em relação ao original, mas ainda assim possuindo um efeito peculiar. Apesar de ser um anel, seu poder é liberado quando o portador foca em um alvo que esteja a no máximo 10 metros. A linha de visão do suário não pode ser obstruída, a não ser por coisas que não atrapalhe a visão (vidro, etc.). Quando o poder é ativado (necessitando de uma ação para tal, mirando o alvo com a mão do anel), o alvo é abatido por uma fome monstruosa de carne fresca e sangue por duas rodadas e perde o controle de seus sentidos, querendo somente se alimentar - avançando para aquele que estiver mais próximo dele, seja aliado ou inimigo (mesmo o portador do anel pode ser afetado), desde que seja uma criatura viva. Contudo, caso não localize ou identifique ninguém que cumpra o requisito, o semideus se afastará/ gastará suas ações procurando até que encontre ou até o efeito cessar. Durante esse período qualquer tentativa de estratégias não é permitida - o alvo atacará com o que tiver disponível que possa causar mais dano, sejam armas ou poderes, mas ser ferido traz o alvo de volta à razão, bloqueando o efeito. Poderes que ainda afetam o alvo mas que não causam dano funcionam perfeitamente, desde que não dependam do alvo estar prestando atenção para tal. É um poder de compulsão, cabendo resistência a efeitos mentais e de dominação, como comandos, hipnoses e similares, funcionando de forma parecida.  O alvo deve ser nível igual ou menor que o dono do item, tomando esse nível como base de resistência. Um uso por ocasião. (Metal e magia) {Controle sobre a Fome} {Nível:75} [DIY:Or Hunger? Avaliada por Perséfone e atualizada por ~Eos] - Dedo

Elixir da Energia (divino): Recupera 200EP. - Cinto

{Highway} / Águia [Grande ave de três metros de comprimento, possuindo uma envergadura com o dobro de sua extensão; por natureza, suporta facilmente o dobro de seu peso, não podendo levar mais do que dois semideuses equipados. Possui garras e bico comuns, sendo iguais aos de uma águia comum, assim como sua penugem de coloração negra.] {100/100 HP} [Recebimento: Conquistado por DIY, avaliado por Orfeu e atualizado por Ares.] -  A águia esta no Olimpo, em NY
Aleksandr Frey
avatar
Morto
Mensagens :
590

Localização :
Brandili

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: KINGDOM; — Aleksandr Frey e Christopher Mason

Mensagem por Gregory Castellan em Qui 15 Mar 2018, 15:29


 
Out of control
 

 
counting bodies like sheeps


Christopher havia acertado seu alvo em cheio muito antes de perdê-lo de vista. Ele sentia o cheiro de sangue em meio à combustão do ambiente e, apesar do calor, não estava disposto a desistir daquela luta — não depois de refletir sobre a situação. Ele analisou o rosto de seu mestre e sabia que Allan estava desconfiando de algo, por mais que estivesse em um corpo diferente, a expressão de desconfiança manteve-se a mesma. Ele raciocinou e rapidamente obteve uma resposta: aquilo não era um duelo contra o Olimpo. Quíron não daria permissão aos fantoches de explodir um local público, correndo o risco de ferir inocentes. Na realidade, aquilo se parecia com algo que ele próprio faria — um arauto da discórdia.

Utilizando-se do próprio metódo de Frey, o filho de Ares ergueu a língua para fora, sentindo-a se prolongar até a altura do abdome. Seu sentido de hostilidade estava sempre ativo mas, ainda assim, precisava saber exatamente a localização de seu oponente. A língua serpentina cedeu a ele tal informação: o inimigo mancava com a lâmina da lança fincada no joelho, aproximando-se lentamente da parede de fogo.

Não se preocupe, mestre. — respondeu telepaticamente ao filho de Fobos.

Em seguida, ele ergueu o braço esquerdo e concentrou a própria energia de modo que um escudo fosse materializado. Enquanto pressentia um novo ataque, se comunicou com o cão infernal escondido nas sombras. Mozart, ataque ao meu sinal. Não mate. Então, no mesmo segundo, uma rajada de fogo atravessou a barreira entre ele e o filho de Héstia, atingindo seu escudo dissonante. O ataque foi imediatamente repelido, sendo redirecionado contra o próprio oponente. Christopher sabia que, por conta da fácil manipulação com o fogo, seu inimigo era provavelmente resistente ou, se fosse forte o suficiente, imune ao elemento. Mas ainda assim, não era seu plano de contra ataque. Assim que toda a rajada foi repelida, tornando-se um golpe surpresa, o filho de Ares gritou por seu cão infernal.

VÁ!

Assim, um cão monstruoso apareceu entre as sombras atrás do filho de Héstia, aproveitando-se do susto que a rajada de fogo havia causado nele, para atacá-lo pelas costas. O peso da criatura foi o suficiente para que o inimigo despencasse no chão, de costas para Mozart. O cachorro, após derrubá-lo, procurou por algum ponto fraco no semideus e passou a dilacerar a perna ferida com os próprios dentes, com força o suficiente para arrancar seu joelho. E assim o fez. Os gritos do rapaz eram revigorantes para o filho de Ares. A barreira de fogo, devido a falta de concentração do filho de Héstia — afinal, seu joelho havia sido arrancado —, desapareceu facilmente enquanto o arauto se aproximava de sua vítima, ainda com a língua bifurcada. Mason afagou os pelos de Mozart, ordenando que se afastasse enquanto ele se apossava de sua lança e agarrava o inimigo pelo pescoço. Em seguida, movimentou a língua navalhada de forma que ela atingisse o par de olhos do rapaz, deixando-o o cego.

Ao procurar pela empousa traidora, não havia nenhum sinal. Christopher sentiu um flash de luz em seu rosto e, ao encarar o ambiente externo, notou várias pessoas amontoadas e algumas viaturas. Encarou Allan com uma expressão séria, sabendo que ambos estavam pensando a mesma coisa sobre aquela emboscada. Ainda assim, deveria se ater a Éris para que pudesse ter sua maldição retirada. E, por mais que desconfiasse da própria deusa, cumpriria com a missão designada a ele.

Te espero nas ruínas.

Então, ordenou que Mozart retornasse ao Acampamento Meio-Sangue, carregando consigo ele e o filho de Héstia.

Poderes filho de Ares:
PASSIVOS

◊ Estado de alerta [Nível 21]
Quando os filhos de Ares estão correndo algum risco de serem atacados ou mortos de surpresa, eles têm uma premonição, um sentimento de perigo. Este sentimento os alerta para que fiquem em guarda, e apenas se eles forem o alvo original e intencional - um acidente ou desvio não seria alertado, como uma bala perdida, por exemplo, por não fazer deles o foco (da mesma forma, algo que afete uma área não seria notado) - e não revela a localização do inimigo ou o tipo de ataque. Não funciona se estiver dormindo ou inconsciente de alguma forma. Abrange apenas os efeitos em um raio de 50m. [Modificado, antigo "Percepção instintiva"]

ATIVOS

None.
Arautos da discórdia:
ATIVOS


Nível 26
Língua viperina III - Semelhante ao nível anterior, mas o alcance não é mais ampliado. Agora, além das propriedades dos outros níveis, o personagem poderá sentir a aproximação de inimigos a até 3m de raio, mesmo na mais completa escudirão, pelas vibrações emitidas - da mesma forma que uma língua de serpente. A duração ainda é de 3 turnos. Pode ser utilizada com outros poderes.

Nível 29
Escudo dissonante - Ao utilizar esta habilidade, o seguidor de Éris cria um escudo que, mais do que apenas barrar um ataque, repele-o em direção a um oponente, desde que dentro de uma área a até 25m de distância e dentro do campo de visão do arauto. O alvo primário deve ser um oponente diferente do que o que lançou o ataque - mas pode ser ele caso não haja outro que cumpra os requisitos do poder. Não afeta ataques corporais, apenas ataques à distância. O escudo dura 3 turnos, 1 vez por combate.
Mozart:
Ativos

(5) Viagem nas sombras: Habilidade de se teleportar pelas sombras. A distância é variável, mas quanto mais longe maior o gasto de energia. O movimento ocorre em uma velocidade de dez quilômetros por segundo. Pode mover-se a até quinhentos quilômetros, mas cães nunca erram o objetivo, desde que já tenham visitado o destino. Diferente do que ocorre com os semideuses, a distância mínima para se teletransportar é menor, apenas 50m, mas como ação de movimento - truque geralmente utilizado em caçadas, dando vantagem às presas. O gasto de Mp é grande, impossibilitando dois teleportes em turnos seguidos e limitando o número de uso a 3 vezes por evento, mais 1 adicional a cada 15 níveis superiores, independente da distância cruzada.

Infos:
Visual: calça jeans, camiseta de algodão branca, casaco de pele de urso pardo e botas de combate.

☭| ITENS DE GRUPO EXTRA |☭

{Temptation} Colar [Colar com pingente de uma maçã com uma serpente enrodilhada. Emite um cheiro levemente adocicado. Portá-lo aumenta os poderes de charme, persuação e lábia do Arauto em 10% sempre que em uso (efetividade e chance de acerto, mas não efeitos ou duração). Uma vez por missão pode ser ativado de forma a recuperar 20% de seu HP e MP] Ao redor do pescoço

{Backstab} / Adaga [Adaga de bronze sagrado. Diferente do comum, a adaga possui uma empunhadura com meia guarda, que protege a mão do portador parcialmente, sem contudo interferir em seus movimentos.] No coldre encaixado no torso

{Perfidious} Anel [Anel dourado em forma de garra, se encaixa no dedo indicador do arauto. É afiado, mas seu dano seria semelhante a de uma ponta de flecha se usado em ataque corporal, devido ao tamanho diminuto. Ainda assim, possui a capacidade de inocular veneno ao toque, seja diretamente, seja transmitindo o poder para a arma segurada. O veneno é debilitante, sendo considerado um veneno sobrenatural do nível do personagem, para fins de resistências - mas RM não se aplica - e causa a perda de 5% do HP do alvo por 3 turnos seguidos. 1 vez por missão. Adicionalmente, o anel detecta a presença de venenos em um raio de 5m do semideus, esquentando levemente como sinal, ainda que o semideus deve procurar para achar o local exato da presença da substância - a temperatura do anel indica a proximidade. Ambos os poderes só funcionam se o anel estiver sendo utilizado - apenas carregá-lo não permite nenhuma das duas coisas] Dedo indicador direito

☭| ITENS OFENSIVOS |☭

— {Espada de Disnomia} / Sabre [Um sabre completamente negro com a lâmina forjada em ferro estígio e a empunhadura em prata, com diversas runas incandescentes azuis entalhadas no centro da lâmina. Sempre que a espada toca algo, desde um ser vivo a um objeto, a lâmina insere uma grande quantidade de fogo infernal no alvo, que explodirá no turno seguinte. O objeto que explode não é destruído — é quase como se o fogo infernal criasse uma película sobre a superfície do objeto e depois de um tempo a liberasse —, mas alvos pegos na explosão, raio de 3m, recebem muito dano e entram em chamas. Caso um ser vivo receba o golpe, ele receberá dano integral da explosão que terá ele como centro (já que não há como fugir dela depois de ser cortado pela espada). Um objeto/ pessoa que irá explodir sempre será coberto por uma película azul antes, emitindo uma fraca luz incandescente de seu corpo. Não há limites de ativação para a habilidade especial, já que dependem de um ataque bem-sucedido com a lâmina.] {Prata e Ferro Estígio} (Nível Mínimo: 100) {Controle sobre o Fogo Infernal} [Recebimento: evento Chained Souls, avaliado e atualizado por Phobos] Embainhada nas costas

Lança do Feiticeiro [Aparentemente normal, o cabo sendo feito de bronze, assim como a lâmina. No entanto, a boca da lâmina possui a forma do crânio de um bode com a boca aberta, por onde sai a lâmina. A lança, outrora pertencente a um feiticeiro de Circe, foi abençoada pelo mesmo. Uma vez por missão, quando a lâmina da lança é tocada contra o chão, um símbolo de proteção mágico se forma ao redor do portador, o contornando e criando uma área de proteção contra ataques físicos de inimigos até 10 níveis superiores. Acima disso, oferece apenas 10% a mais de resistência.] {Bronze, osso} (Nível mínimo: 35) {Não controla nenhum elemento} [Recebimento: Missão; comprado de Camden Navarre] Carregada em mãos

— {Plaga} / Anel mágico [Trata-se de um anel de ouro enegrecido, com entalhe de um crânio expressando dor e sofrimento. Uma vez por missão, o anel é capaz de causar dores físicas extremas no corpo de um oponente que esteja no raio de visão do arauto, em até 25m. A dor é tanta que, ao ser efetuado, o oponente atingido passa a ferir-se a si mesmo com as próprias mãos durante um turno — para inimigos de até 10 níveis inferiores. De 5 níveis ou nível igual, o alvo sente-se atordoado por um turno, reduzindo o sucesso de ataques e defesas em até 30%. Oponentes de nível superior não são atingidos. O anel nunca se perde de seu portador, a não ser por vontade própria do usuário.] {Ouro negro} {Nível mínimo: 79} {Efeito de dor física e atordoamento} [Recebimento: missão "Finders Keepers", avaliado por Vicka L. Danniels, atualizado por Phobos] Dedo anelar esquerdo

♦️ {Green Death} / Lançador de Granadas [Besta de pulso semi-automática adaptada para lançar granadas. Acopla-se ao braço através de uma correia de couro, e possui um compartimento retrátil que "fecha" o corpo do lançador em uma bolsa metálica e o inutiliza, para que o usuário possa "ativá-la" e "desativá-la" quando quiser, além de facilmente portável. O lançador tem um alcance de 45m, e as granadas explodem áreas com 5m de raio. As granadas são especiais, sendo de fogo grego — que possui chamas verdes e o poder de afetar monstros com mais efetividade — e só podem ser obtidas 5 a cada DiY ou SM, sem alterar a recompensa em xp.] [Munição: 20] {Aço, ferro, couro} (Nível Mínimo: 80) {Fogo grego} [Recebimento: MOPED Enemies Business, avaliada por Elliot Cumming e atualizada por Phobos] Braço direito

☭| ITENS DEFENSIVOS |☭

Escudo de Adamantium [Escudo de porte médio, sendo o material completamente feito de adamantium, exceto a braçadeira que foi modificada com um metal retrátil. No centro, há a figura de um tríscele, símbolo do poder da Trindade Olimpiana, já que o item foi um presente de Zeus, Poseidon e Hades para um antigo herói da Grécia Antiga. Por conta do material extremamente único e resistente, é um escudo que defende todo tipo de ataque físico, desde os mais mortíferos - como armas de fogo. Apenas impactos físicos provindos de inimigos 10 níveis superiores podem causar uma força capaz de empurrá-lo, mas nem mesmo uma rachadura. Só pode ser quebrado por poderes extremamente poderosos, semelhantes a de um deus, que focalizados somente no escudo, sendo semi-indestrutível. Quando não estiver em uso, transmuta-se em uma braçadeira com o símbolo tríscele no centro que, ao ser pressionado, ativa o escudo novamente.][Adamantium]{Sem elemento}(Nível mínimo: 50)[Comprado de Grimmjow Yuikimura, atualizado por Ares] Braço esquerdo

—  {Warn!} / Relógio [Na forma de um relógio comum, analógico. Ao ser ativado, cria um campo de energia. O campo em si é transparente e afeta apenas o próprio semideus. No período ativado, reduz danos de impactos (mas não cortes ou outros tipos) em 50%, desde que provenham de fontes mundanas ou de nível inferior ao semideus. Como extra, também mantém um indicador da temperatura ambiente, como um segundo relógio, onde os marcadores vão de azul para vermelho, conforma as mudanças de frio para quente (mas não afeta itens e similares, apenas marca a temperatura local). E ainda serve para ver as horas!. 3 ativações por missão, com duração de 3 turnos cada] [Eletrônico] [Não controla  nenhum elemento] [Nível mínimo: 3] [Recebimento: comprado de Heron Montecchio. Atualizado por Poseidon] Pulso esquerdo

☭| ITENS EXTRAS |☭

✞ {Panic's Mask} / Máscara [Um elmo de ferro estígio, com um desenho de caveira nele. A mandíbula fica na parte em que é possível levantar para mostrar o rosto,parecendo que a caveira está rindo. Porém, conectada a essa parte está uma máscara aterrorizante feita de magnésio sagrado, na mesma tonalidade do elmo. Quando o usuário desejar, o elmo emite pânico no oponente por duas rodadas, mas depende de seu nível (semideus) ou força (monstro). A máscara possui função telescópica, devido a uma lente que fica no olho esquerdo da mesma, permitindo seu usuário ver objetos distantes, e inimigos a longa distância. A lente alcança até quatrocentos metros.] {Magnésio Sagrado} (17) {Não controla nenhum elemento} [Forjado por Harry S. Sieghart(Máscara)/ Presente(Elmo); comprado de Aleksander Frey e atualizado por Phobos] Preso ao pescoço

☭| PETS |☭

{Érides} Mamba Negra [Uma serpente adulta de coloração cinza escurecido, medindo 4m de comprimento. O interior de sua boca é azul-escura e seu veneno é mortal. O veneno é capaz de tirar 15% de HP e MP do alvo abocanhado durante 5 turnos seguidos, caso ele não seja interrompido no organismo. Por ser um animal símbolo de Éris, a serpente compreende as falas e ações dos arautos, embora obedeça e se comunique apenas com Christopher.] Enrolada ao corpo de Christopher, ocultada pelo casaco

{Mozart} Cão infernal [Cão infernal, possui o porte de um rinoceronte adulto. Pelos vermelhos enegrecidos e lustrosos, olhos vermelhos. Seus dentes e garras são afiados, possuem sentidos aguçados e a capacidade de enxergar mesmo na mais absoluta escuridão, além da habilidade se locomover pelas sombras, geralmente usando-a para emboscar inimigos com um ataque surpresa e uma morte rápida. Em níveis mais altos, seu rosnado atemoriza quem se aproxima, causando medo em quem o escuta, enquanto que seu uivo pode deixar um inimigo atordoado. Cães infernais são capazes de ver espíritos, e alguns podem atacá-los normalmente devido à sua ligação com o submundo.](Nível: 30)[Comprado de Alaric L. Morningstar] escondido nas sombras. descontar mp pela viagem nas sombras
Recompensa:
Gostaria que a seguinte maldição fosse retirada de meu perfil, visto que o personagem cumpriu a missão dada pela deusa em troca disso.

Maldição [Por ter atacado o acampamento meio-sangue, Quíron, com a ajuda do poder divino de Dionísio e dos progenitores dos campistas mortos, lançou uma maldição no jovem Mason. Sempre que o personagem estiver a, pelo menos, 10km de distância do acampamento o semideus perde 75% de sua força, fisicamente ou em ataques que não sejam corpo a corpo, os gastos de poderes ativos aumentam em 1 o custo de MP, por exemplo se um poder de custo normal vale 3 vezes seu nível iria valer 4, e assim por diante. Precisa fazer uma DIY ou narrada DÍFICIL para retirar a maldição, sendo a única recompensa a metade do XP que receber na missão além da retirada.] {1/1} (Nível mínimo: 70) [Recebimento: SM Bloodline War, avaliada e por Hefesto, reavaliada por Phobos.]

 

 
Gregory Castellan
avatar
Arautos da Discórdia
Mensagens :
1712

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: KINGDOM; — Aleksandr Frey e Christopher Mason

Mensagem por Gregory Castellan em Sex 16 Mar 2018, 03:00



KINGDOM


Por fim, haviam vencido a batalha sem muito esforço. No entanto, uma questão havia se infiltrado na mente dos arautos: seria aquilo uma emboscada? Ou apenas a paranoia de dois sobreviventes? Não havia tempo para descobrir, não naquele momento. Allan estava cercado pela imprensa, autoridades e curiosos de plantão. Ao encarar o estrago que tudo aquilo havia causado, notou também que haviam escombros do estabelecimento esmagando veículos e pessoas do lado de fora. Consequências da guerra. Ele precisava sair dali.

Nas ruínas do Acampamento, o clima parecia agridoce. Os arautos aclamavam Christopher pelo sucesso da missão, no entanto, a própria deusa da discórdia parecia desgostosa — disfarçando a frustração em desprezo para com o filho de Héstia. Não vendo outra opção, ela seria obrigada a retirar a maldição que atrapalhava seu líder.

A guerra estava só começando.

DIRETRIZES E INFORMAÇÕES


Aleksandr Frey — filho de Fobos, arauto da discórdia. Nível 148; 1570/1570 HP, 604/1570 MP. (-36 MP)(-104 MP)(-200 MP)

Narre uma introdução coerente com os fatos propostos. Reaja ao cenário e informações dadas de acordo com a personalidade de Allan. Como último turno, narre um diálogo com Éris em relação à missão realizada. Você está livre para acrescentar detalhes da trama pessoal.

Christopher Mason — filho de Ares, arauto da discórdia. Nível 101; 1100/1100 HP, 764/1100 MP. (-36 MP)(-104 MP)(-116 MP)

Narre uma introdução coerente com os fatos propostos. Reaja ao cenário e informações dadas de acordo com a personalidade de Christopher. Como último turno, narre um diálogo com Éris em relação à missão realizada. Você está livre para acrescentar detalhes da trama pessoal.

Mozart — cão infernal. Nível 15; 360/360 HP, 320/360 MP.

Gregory Castellan
avatar
Arautos da Discórdia
Mensagens :
1712

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: KINGDOM; — Aleksandr Frey e Christopher Mason

Mensagem por Aleksandr Frey em Sex 16 Mar 2018, 13:13



CROWN




Frey sentiu o sangue escorrer em sua boca. A língua cortou fundo no pescoço do rapaz e o abraço mortal evitava qualquer movimento  enquanto o corpo se debatia entre espasmos com a garganta cortada. O gosto metálico não era de todo bom, mas o prazer de vencer mais uma batalha tornava aquilo como um delicioso refresco pós-luta que infelizmente ele não tinha tempo de saborear.

Soltava o corpo lentamente enquanto sentia a resistência do rapaz abaixando. Seu corpo já não se debatia igual antes e isso demonstrava sua vida abandonando o local enquanto o sangue já escorria pelas suas roupas, sujando Allan pelo pescoço, rosto e braços.
Frey parecia entrar num estado de transe enquanto fazia aquilo. Agarrado ao corpo e com a língua enrolada ao pescoço do semideus já morto, ele nem se deu conta do cenário que tinha ao seu redor.

Foi só quando soltou o jovem morto, que se deu conta que o lugar já estava totalmente cercado.
Mason falava algumas coisas que ele não entendia enquanto o outro rapaz era arrastado pelo cão infernal, fazendo um frio percorrer sua espinha trazendo a lembrança de quando foi estraçalhado por Cerberus.
Lá fora, as coisas não eram melhores. Os carros de polícia já cercavam o local explodido, e Mason já tinha saído com o rapaz do fogo, deixando Allan sozinho com o corpo do filho de Nêmesis.
Tinha que sair dali rápido, mas não sem antes fazer algo.

Highway estava por perto. Podia sentir graças ao seu radar e o modo como identificar os medos próprios de cada ser vivo.
Os carros já estavam todos cercados e os policiais mesmo sem ver quem estava lá dentro já davam ordens para que todos deixassem o local. Teria que ser rápido.
Frey sentia um leve cansaço e então se utilizou do poder de seu colar dado por Éris, sentindo o vigor voltar ao seu corpo naquele instante.

Levou o corpo até a cozinha que ficava nos fundos e sacando sua adaga fez um corte certeiro no coração. Voltando a adaga para a bainha, sua mão se afundou no tórax cortado e gosmento procurando pelo coração ainda quente do rapaz.
Assim que o achou, deu uma puxada forte para que as veias rasgassem e deixassem o órgão sair por completo. Quando o arrancou, começou uma rápida oração ainda atento aos sinais que a polícia logo iria invadir o estabelecimento.
- Com mais uma injustiça cometida eu te invoco, para que com o sangue da própria justiça eu te alimente.
As palavras foram ditas de olhos fechados e claro que como sempre, as desgraças filhas de Éris eram rápidas em aparecer como abutres prontos para receberem qualquer tipo e oferenda.

A frente de Allan tinha uma velha nua. Seus cabelos eram todos desiguais e como se não pudesse piorar, suas pernas e braços não tinham os mesmos tamanhos. Seu corpo era todo sem sincronia e sem equilíbrio… Ela era a injustiça, Adikia.
- Ficamos tão triste com o ocorrido, Allan. Que bom que nossa mãe é misericordiosa e te trouxe de volta.
- Acredito. Afinal, quem lembra de dar oferendas a vocês, se não eu, não é mesmo?!
Ela não sentia falta de Allan, nenhuma delas sentia… Por isso chamavam desgraças.
- O que tem para mim, arauto?
- O coração de um filho da Justiça.

Por algum motivo ela não tinha se atentado ao corpo aos pés de Frey. Mas quando o semideus falou, a deusa avançou como um urubu no coração que se mantinha quente em cima do corpo do rapaz.
- O que ganharei?
- Nunca te decepcionamos, prole de Phobos.
Frey tinha achado a barganha fraca demais. Não tinha garantia alguma que algo bom sairia de uma criatura asquerosa e torpe como aquela, mas então com sua audição aprimorada ele ouviu os policiais gritando que iriam invadir e já efetuando disparos na entrada do pub. Só restou a opção de deixar que a criatura se alimente logo.
- Pingue seu sangue em cima.
Frey com a mesma adaga efetuou um leve corte na palma da mão, deixando o sangue escorrer em cima do coração e ao mesmo acompanhando o olhar sádico da deusa que agarrou o coração e enfiou em sua boca nojenta e babujada.

A cena se parecia com uma cobra engolindo um ovo grande demais para sua boca.
O maxilar deslizava e ela engolia com extrema dificuldade o coração, e ele podia até mesmo ouvir o som de ossos se deslocando para conseguir engolir aquilo tudo. A cena era de dar enjôo até no próprio Allan.

Quando o coração passou pela garganta, ele podia jurar que tinha acabado aquela cena. Mas então piorou. A deusa começou a arfar e um caldo negro escorria de sua boca.
Frey já tinha feito favores e oferendas para pelo menos três das desgraças, e nenhuma era tão nojenta e podre como a injustiça. Provavelmente aquilo significava algo.

Logo ela estava vomitando. O cheiro do local ficou podre em instantes e ele queria - e precisava - sair logo dali.
Adikia se ajoelhou na frente do corpo e começou a vomitar dentro do corte de onde o coração do filho de Nêmesis tinha sido retirado.
Quando acabou a deusa sorriu como se tivesse tido um orgasmo e desapareceu tão rápido quanto surgiu.

A polícia se aproximava, e era meio contraditório.
Havia cortado o pescoço do rapaz com a própria língua, mas enfiar a mão em uma poça de sangue e vômito não era tão legal assim.

Com certo nojo, Frey enfiou a mão no corte até o fundo e sentiu um pequeno objeto de metal, e assim que o agarrou tirou a mão do meio do vômito e levantou.

Assim que chutou a porta dos fundos a polícia apareceu já efetuando disparos. Sorriu impulsionando o corpo e batendo as asas no exato momento em que isso aconteceu. Subiu o mais rápido que pôde até as nuvens e então avistou o Empire State… Tinha assuntos melhores para resolver enquanto refletia;

Se não o Olimpo, quem tinha ordenado os dois semideuses a matar Allan e Mason?


Poderes:

PASSIVOS

Aura do Medo I [Nível 01] – O filho de Phobos emite uma tênue aura carmesim (visível apenas para outros filhos de Phobos ou para personagens que podem enxergar auras/ emoções) que afasta as pessoas, pois quanto mais próximas do dono da aura, mais suas fobias (existentes ou não) vão aumentando. Lembrando que o medo real é diferente do racional. O medo "real" é um instinto, e não uma emoção; ele não precisa de uma razão exata, e também não tem limite. Personagens com ao menos metade do seu nível evitam se aproximar, mas ainda podem fazê-lo, com dificuldade, fazendo com que você não possa ser surpreendido por criaturas mais fracas. Acima disso e até o seu nível, sua aura os afeta, mas um pouco menos - eles podem te enfrentar, mas a iniciativa da luta sempre será sua - o que só afeta o primeiro golpe e não é válido para oponentes mais fortes. Afeta apenas criaturas vivas e não-provenientes do submundo. A aura do medo passa a ser controlada no nível 25, mas só se pode escolher mantê-la em funcionamento ou não, e não alvos específicos. Isso não gasta energia e é válido para todos os níveis do poder.[Modificado]

Cura Medonha [Nível 05] – Caso um ser vivo esteja com medo (pode ser com a aura do medo), o semideus recuperará HP em cima disso (a cada ser vivo afetado pelo medo, são 2 de HP a mais por rodada. Por exemplo, se seis seres vivos estão sendo influenciados, a criança do medo recuperará 12 de HP por rodada). Só é válido para oponentes próximos (a até 25m). A palavra final sobre quem está ou não sendo afetado é do narrador. Aumenta para 5hp no nível 15 e 10 no nível 30. [Modificado]

Intuição da bruxa [Nível 12]- O semideus visualiza o pior medo dos alvos, podendo usar essa informação para afetá-lo, se combiná-la com outro poder. Personagens de nível igual ou menor não apresentam qualquer resistênca a esse poder, independente do que diga suas características.Personagens com resistência mental ainda são afetados, uma vez que o medo não é algo racional.Visualizar o medo não implica qualquer outro tipo de habilidade quando usado de forma isolada, nem provoca dano nem afeta o alvo de qualquer forma, uma vez que é uma habilidade passiva e inútil se utilizada sozinha.[Novo]

Sentir o perigo [Nível 15]- O medo é também um mecanismo de sobrevivência: os humanos temem aquilo que pode lhes fazer mal. Nesse nível, o filho de Phobos adquire a intuição daqueles que espreitam contra ele. Isso faz com que seus reflexos de defesa sejam maiores e torna mais difícil que ele seja pego de surpresa. Não significa que nunca será surpreendido ou que sempre desviará, mas aumenta as suas chances quando relativo a oponentes fora de seu campo visual. O sentido não afeta oponentes frente a frente. [Novo]

Ampliação visual [Nível 40] - Uma das origens dos maiores medos de todos os seres é gerado pela inabilidade do seu campo visual. A partir desse nível, os filhos de Phobos não reagem tanto a esse problema, com seu campo visual ampliado de 180 para 270º - ainda possuem pontos sem visão, mas bem menores do que o de qualquer outro semideus. [Novo]


Nível 2
As you wish - Arautos adquirem uma compreensão melhor das motivações das criaturas - o que procuram, suas paixões, o que os desestabiliza. Esse é um poder passivo, que permite ao semideus saber os anseios dos seus adversários e - consequentemente - qual a melhor forma de tentá-los, desviando-os do seu caminho. No caso, o desejo do personagem - não um desejo sexual, mas suas ambições e motivações mais fortes, sejam materiais ou sentimentais. Não permite a manipulação, apenas o conhecimento, e personagens mental/ sentimentalmente resistentes tem essa visão bloqueada, mas apenas se forem de nível igual ou superior.

Nível 12
Presença aterradora - A aura do tártaro passa a impregnar os Arautos neste nível. Agora, sempre que realizam ações voltada para a intimidação de um alvo eles recebem uma bonificação de 20% para chances de sucesso. Não interfere em ataque e dano

Nível 18
Agilidade corporal - Éris é veloz, e seus seguidores também precisam ser. Sua velocidade e capacidade de movimentação tende a ser um pouco maior do que a de pessoas comuns - cerca de 10%. Não permite que faça mais de um ataque por turno, mas aumenta suas chances de acerto em caso de ataque corporal, e suas reações de reflexo/ defesa no caso de ataques físicos.

Nível 37
Irmãos de Sangue - Éris muitas vezes é citada como irmã de Ares - o que torna dúbia sua origem, mas deixa claro seu potencial destrutivo. Quando um arauto associa-se a um filho de Ares, Phobos ou Deimos sua capacidade física é ampliada em 10% no campo de combate, desde que estejam lutando em conjunto (por um mesmo objetivo). O aliado precisa estar a até 100m de distância. Não considera a origem divina do próprio arauto nem de oponentes, apenas aliados. Por capacidade física entende-se sua força, agilidade e resistência naturais.

Nível 53
Controle dos Males XI: Macas - Representante das batalhas, também acompanhava Ares com frequência. Neste nível, o Arauto ganha um aumento em sua força física (e consequentemente em ataques corporais que dependam dessa característica) de 10%, comparado a semideuses comuns.

Nível 80
Pele demoníaca - A essência do Arauto foi alterada de tal forma que agora sua pele, apesar de não apresentar alterações vísiveis, torna-se mais resistente a impactos e golpes comuns, aumentando suas defesas em 10%.

Nível 100
Aura imprevisível - Ataques de Arautos da Discórdia deixam de ser identificados por sexto sentido e similares. Sua natureza caótica e furtiva faz com que seus ataques e ações sejam sempre inesperados, não podendo ser definidos por profecias, flash, insigths ou similares. Isso só é efetivo no caso de oponentes mais fracos.

ATIVOS


[/color]
Arsenal:
☭|
— Armor Thunder: [Fusão da Armadura de Drakon, Armadura de Pégasos, Cota de Malha e Manto de Pele de Cobra d’água Gigante; esta armadura feita de ouro branco magicamente modificado essa armadura é composta de perneiras, braçadeiras e placas peitorais, mas ainda deixa boa parte do corpo exposta. Ela fornece ao usuário uma resistência de 50% em ataques mentais de nível igual ou menor e o deixa imune a leituras mental de oponentes mais fracos, bem como propicia uma redução a ataques elementais de 20%, sendo banhada pela cota de malha e pela armadura de drakon a mesma se torna impenetrável, ela também tem a habilidade de permitir ao seu usuário a respiração subaquática já que a mesma foi “fundida” com o manto de cobra, as mesmas aplicações são feitas, sendo que no caso da respiração o usuário fica protegido por três turnos consecutivos, sendo que ao término do tempo o usuário deve encontrar um jeito de respirar (O2) para recuperar o fôlego, o tempo de recuperação é de quatro turnos. Por ser feita agora de uma “liga de materiais” sua cor é cinza e possui em seu peito uma águia segurando um raio entalhada. Transmuta-se em uma jaqueta e um par de calça jeans.] [ouro branco, magia, pele de drakon, pele de cobra d’água, aço negro, pele de píton ] [Elemento: magia e respiração subaquática] [nível mínimo: 100] - Corpo

♦️ Coroa do Medo [Uma coroa de ferro e obsidiana, se tornando totalmente negra. Após Allan ter se redimido com todo o Olimpo além de ter feito vários trabalhos para provar sua lealdade a Zeus e Hera, a coroa com a benção direta de Ares, Phobos e Deimos e com a permissão de Zeus, consegue suprimir até quatro poderes usados pelo Devoto. Na prática, Allan pode usar 4 poderes da lista de Phobos (limitados à metade do seu nível) por missão sem ter nenhum gasto de energia. A coroa não permite repetição de poderes iguais, e caso seja usada em algum poder contínuo, somente irá anular o gasto inicial. Deve haver ao menos 1 turno entre uma utilização e outra da coroa.] {Ferro e obsidiana} (Nível Mínimo: 100) {Controle do Medo} - Cabeça

{Temptation} Colar [Colar com pingente de uma maçã com uma serpente enrodilhada. Emite um cheiro levemente adocicado. Portá-lo aumenta os poderes de charme, persuação e lábia do Arauto em 10% sempre que em uso (efetividade e chance de acerto, mas não efeitos ou duração). Uma vez por missão pode ser ativado de forma a recuperar 20% de seu HP e MP]  - Pescoço

— {Arco de Épiro} / Arco [O Arco de Épiro é uma arma criada por um filho de Hades em busca de poder. Ele não possui corda como um arco normal e, ao puxar o lugar onde ela deveria estar, uma flecha envolta em luz negra é materializada. Essa flecha, além de causar o dano habitual, tem seu efeito aumentado em 25% graças à potência da luz negra. De noite, o dano causado aumenta ainda mais e sobe para 50%. Filhos de deuses relacionados à luz, como Apolo, possuem uma resistência de 25% a esse efeito — isso significa que de dia a luz negra não os afeta, e de noite afeta apenas 25%.] [Ferro estígio, magia] [Nível mínimo: 50] [Não controla nenhum elemento] [Recebimento: comprado de Josh Kimoy] - Amarrado nas costas

✞ {Angel Wings} / Asas de Empousa [Dois pares de asas negras de uma empousa. Estas, ao encostadas nas costas, se conectarão à pele(ou às roupas) e o usuário poderá voar como uma das demônios empousai.] {----} (10) {Não controla nenhum elemento} [Presente de Rafaella Crockford Gauth] -Costas

☩ Frey Harmmer [Machado com duas lâminas e cabo comprido de titânio. A arma possui sua própria aura do medo equivalente a de seu usuário e a cada golpe deixa o alvo 25% mais fraco a ataques de medo por 2 turnos, sendo acumulativo até 50%. A arma possuí o peso de um martelo pesado. Uma vez por missão, ao ser levantado contra um alvo, a arma desperta o pior medo do alvo, reduzindo sua defesa em 15%.] [Titânio e Medo] {Controle sobre o Medo} [Nível: 75] [Só pode ser empunhado por filhos de Phobos e Deimos, levando qualquer outro que o empunhar à loucura] [Recebimento: DIY avaliada por Tânatos e atualizada por Quíron] - Bainha

Braçadeira de madeira [Bracelete de madeira rústica e irregular. Ao ser ativado o item recobre o corpo do semideus e amplia sua resistência a golpes físicos em 50% por 3 turnos. 1 uso por evento. (Nível mínimo: 07) {Material: madeira} [Ganho como recompensa pelo evento "O levante"] - Braço

† Elixir da Energia (divino) [+200 EP] - Cinto

— {Capa Viva} / Capa [Uma capa totalmente negra e extensa, indo até a canela de seu dono e cobrindo todo seu ombro e costas — aproximadamente 1,70m de altura. Dada por Éris a um de seus arautos, a capa perdeu a maioria de seus poderes ao ser roubada, ficando somente com um destes. A capa possui uma grande largura, para que seja puxada para frente de seu usuário ao desejo do mesmo, e compartilha a consciência com seu dono (ou seja, quando julga necessário, conversa com o mesmo sobre coisas que acontecem ao seu redor). Inicialmente feita de tecido, essa capa peculiar pode se solidificar em adamante quando o dono quiser, formando assim um escudo nas partes do corpo que estão cobertas por ela. A ativação do poder dura 5 turnos no total, sem a necessidade deles serem subsequentes (ou seja, o usuário tem a liberdade de ativá-la e desativá-la quando quiser, desde que o número de turnos utilizados não ultrapasse 5). Pode ser usado uma vez por missão/evento/trama.] {Tecido comum e adamante} {Nível 25} {Por ser um tecido vivo, só obedece ao dono e não pode ser vendida} {Recebimento: recompensa pela DIY "The End of Begin", avaliada por Perséfone e atualizada por Quíron} - Costas

{Strength}/ Luvas [As luvas pretas de couro são bastante resistentes, de modo que dá ao menino 10% a mais de força, fazendo com que seja capaz de manusear armas e objetos pesados. A força é referente apenas a capacidade de carregar objetos com suas mãos, não aumentando a potencia de golpes.] {Couro} (Nível Mínimo: 10) {Nenhum elemento} [Recebimento: Missão "Testemunha Azarada", avaliada por Selene e att por Ares] - Mãos

❃{Souto} / Musgo [Pequeno frasco transparente que deixa visível o seu conteúdo verde e grosso. Tal conteúdo é um tipo de líquido grosso e esverdeado que tem o cheiro de folhas moídas. Se algum semideus ingerir uma pouco de Souto, o mesmo irá sentir suas dores amenizarem até se anularem por completo. O efeito não causa cura, apenas faz com que a dor que o semideus sinta passe, sendo em uma ou mais partes do corpo. O efeito acaba quando o semideus dormir/acordar e pode ser usado mais de uma vez por missão/evento, mas em pessoas diferentes, de modo que a mesma pessoa não pode ingerir o líquido duas vezes por missão/evento.] {Vidro, Líquido} (Nível Mínimo: 60) {Nenhum Elemento} [Recebimento: Missão Roubaram-me!, elaborada por Selene, avaliada por Athena e atualizada por Eddie] - Cinto

Léton - (O anel é uma réplica do mesmo utilizado por Limos, a fome. O item possui as habilidades reduzidas em relação ao original, mas ainda assim possuindo um efeito peculiar. Apesar de ser um anel, seu poder é liberado quando o portador foca em um alvo que esteja a no máximo 10 metros. A linha de visão do suário não pode ser obstruída, a não ser por coisas que não atrapalhe a visão (vidro, etc.). Quando o poder é ativado (necessitando de uma ação para tal, mirando o alvo com a mão do anel), o alvo é abatido por uma fome monstruosa de carne fresca e sangue por duas rodadas e perde o controle de seus sentidos, querendo somente se alimentar - avançando para aquele que estiver mais próximo dele, seja aliado ou inimigo (mesmo o portador do anel pode ser afetado), desde que seja uma criatura viva. Contudo, caso não localize ou identifique ninguém que cumpra o requisito, o semideus se afastará/ gastará suas ações procurando até que encontre ou até o efeito cessar. Durante esse período qualquer tentativa de estratégias não é permitida - o alvo atacará com o que tiver disponível que possa causar mais dano, sejam armas ou poderes, mas ser ferido traz o alvo de volta à razão, bloqueando o efeito. Poderes que ainda afetam o alvo mas que não causam dano funcionam perfeitamente, desde que não dependam do alvo estar prestando atenção para tal. É um poder de compulsão, cabendo resistência a efeitos mentais e de dominação, como comandos, hipnoses e similares, funcionando de forma parecida.  O alvo deve ser nível igual ou menor que o dono do item, tomando esse nível como base de resistência. Um uso por ocasião. (Metal e magia) {Controle sobre a Fome} {Nível:75} [DIY:Or Hunger? Avaliada por Perséfone e atualizada por ~Eos] - Dedo

Elixir da Energia (divino): Recupera 200EP. - Cinto

{Highway} / Águia [Grande ave de três metros de comprimento, possuindo uma envergadura com o dobro de sua extensão; por natureza, suporta facilmente o dobro de seu peso, não podendo levar mais do que dois semideuses equipados. Possui garras e bico comuns, sendo iguais aos de uma águia comum, assim como sua penugem de coloração negra.] {100/100 HP} [Recebimento: Conquistado por DIY, avaliado por Orfeu e atualizado por Ares.] -  A águia esta no Olimpo, em NY
Item pedido:

— Injustice / Anel [Anel que se parece com uma réplica de Léton, outro anel de Allan. A única diferença é que nesse item, se pode perceber uma balança quebrada entalhada dentro de uma pequena pedra negra. Uma vez por missão, o item pode recuperar 50% do HP ou MP (apenas um a escolha do semideus) totais de Allan retirando 10% do outro status que não tenha sido escolhido. O anel possui uma carga de utilização de 5 usos. Ao acabar, somente um feiticeiro ou filho de Hécate nível maior que 50 pode recarregar (em uma interação comum)] {Prata, bronze} (Nível mínimo: 150) {Nenhum elemento} {Usos: 5/5} [Recebimento:Story Mode "KINGDOM", avaliada por __ e atualizada por _.]
Aleksandr Frey
avatar
Morto
Mensagens :
590

Localização :
Brandili

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: KINGDOM; — Aleksandr Frey e Christopher Mason

Mensagem por Gregory Castellan em Sex 16 Mar 2018, 15:14


 
Out of control
 

 
counting bodies like sheeps


Os três haviam sido teleportados até o mesmo local onde Christopher havia reencontrado Allan pela primeira vez, uma hora antes de serem atacados em Nova York. Ao sentir os pés tocando um ambiente sólido, o filho de Ares também se certificou de verificar que tudo e todos estavam nos conformes. Todas as armas levadas para a missão estavam com ele, algumas apenas precisando de uma polida, enquanto seus animais — Érides e Mozart — pareciam saudáveis, apesar de cansados. A serpente, principalmente, ainda reclamava por ter sido exposta a um ambiente tão hostil e calorento. "Eu me segurei para não sufocá-lo por acidente, mestre", dizia o ofídio na mente de Mason. O semideus sorriu, imaginando como seria morrer asfixiado pelo próprio animal, até que sua atenção foi voltada aos gritos do filho de Héstia. Ele preencheu a palma da mão com o colar Temptation, de forma que pudesse recuperar parte da energia perdida em batalha.

O arauto encarou ao redor alguns subordinados de Éris que se aglomeravam e deixou que uma aura ameaçadora o circundasse, torcendo para que sua ação de intimidação desse certo — o que, de fato, deu.

Circulando, seus merdas! — os soldados, intimidados pelo filho de Ares, partiram para diferentes pontos do Acampamento. Apenas Bianca, outra general, manteve-se no lugar analisando a cena com muita atenção. Mason sabia que intimidar a filha de Selene era uma dor de cabeça dispensável, então, apenas piscou. Assim que se viu sozinho com o filho de Héstia, ordenou que sua serpente e cão infernal se espalhassem e ficassem dentro das fronteiras. Christopher jogou as armas do inimigo longe, agachando-se e quebrando os dois braços do rapaz. Deu alguns tapinhas em seu rosto para mantê-lo consciente. — O que eu estou fazendo não se compara com o que Éris fará a você.

Os gritos de dores e o choro do oponente eram irritantes, além de quase abafarem a voz do líder. Mason tampou a boca do rapaz cego com brutalidade.

Só vou dar uma chance, seu bosta! Quem ordenou aquele ataque? — murmurava para que ninguém que passasse ao redor pudesse escutar.

Até que uma aura adocicada e turbulenta se espalhou pelo ar, avisando ao filho de Ares sobre a aproximação da deusa da discórdia. Ela caminhava imponente, arrastando seu grande vestido negro pelo chão lamacento, sendo seguida por Somerhalder e outros arautos. Christopher revirou os olhos e se ergueu, ajeitando o casco em seu corpo e deixando um sorriso falso se apossar de seu rosto. Se suas suspeitas estivessem corretas, ele não poderia agir por impulso, embora fosse sua vontade.

Vejo que não falhou novamente, querido. — daquela vez, o tom de voz da deusa ainda se mantinha cínico, embora um pouco frustrado. Ela tentava esconder o desprezo em um olhar ameaçador que era direcionado tanto para o filho de Héstia quanto para o próprio Mason. No entanto, ao notar que Allan não estava presente, deixou-se tomar por um fio de euforia. — Onde está Allan?

Christopher olhou ao redor na esperança de avistar seu mestre, mas nada. Nenhum sinal da ave gigante que o carregava, tão pouco do próprio Allan. Respirou profundamente, imaginando o que o filho de Fobos estaria fazendo, contudo, mantendo o sorriso no rosto.

Ele teve... problemas.

Está morto?

Esperamos que não, certo? — a pergunta havia saído mais ácida do que ele pretendia. Se não havia causado desconfiança na deusa da discórdia, era sorte. Mas ele sabia apenas na troca de olhares que eram novos inimigos. Optou por se manter leal à deusa naquele momento. Ajoelhou-se, pedindo pelo o que havia sido prometido a ele. Apontou a mão para o filho de Héstia estendido no chão. — Ele está cego, sem meios para se locomover sozinho, mas ainda pode falar. Espero que seja o suficiente para você hoje, minha deusa. Quanto ao nosso trato...

Éris tirou de dentro do vestido negro o próprio velocino de ouro, que brilhava ainda mais forte. Então, uma magia de brilho dourado escapou do corpo do filho de Ares, tirando dele toda a fadiga e fraqueza que sentia ao pisar dentro do Acampamento. A magia foi redirecionada ao velocino.

Está feito... bom trabalho.

E partiu Anfiteatro adentro, enquanto o filho de Héstia era carregado por alguns subordinados de Bianca. Christopher se ergueu, encarando as costas da deusa como quem encara uma presa.

Infos:
Visual: calça jeans, camiseta de algodão branca, casaco de pele de urso pardo e botas de combate.

☭| ITENS DE GRUPO EXTRA |☭

{Temptation} Colar [Colar com pingente de uma maçã com uma serpente enrodilhada. Emite um cheiro levemente adocicado. Portá-lo aumenta os poderes de charme, persuação e lábia do Arauto em 10% sempre que em uso (efetividade e chance de acerto, mas não efeitos ou duração). Uma vez por missão pode ser ativado de forma a recuperar 20% de seu HP e MP] Ao redor do pescoço

{Backstab} / Adaga [Adaga de bronze sagrado. Diferente do comum, a adaga possui uma empunhadura com meia guarda, que protege a mão do portador parcialmente, sem contudo interferir em seus movimentos.] No coldre encaixado no torso

{Perfidious} Anel [Anel dourado em forma de garra, se encaixa no dedo indicador do arauto. É afiado, mas seu dano seria semelhante a de uma ponta de flecha se usado em ataque corporal, devido ao tamanho diminuto. Ainda assim, possui a capacidade de inocular veneno ao toque, seja diretamente, seja transmitindo o poder para a arma segurada. O veneno é debilitante, sendo considerado um veneno sobrenatural do nível do personagem, para fins de resistências - mas RM não se aplica - e causa a perda de 5% do HP do alvo por 3 turnos seguidos. 1 vez por missão. Adicionalmente, o anel detecta a presença de venenos em um raio de 5m do semideus, esquentando levemente como sinal, ainda que o semideus deve procurar para achar o local exato da presença da substância - a temperatura do anel indica a proximidade. Ambos os poderes só funcionam se o anel estiver sendo utilizado - apenas carregá-lo não permite nenhuma das duas coisas] Dedo indicador direito

☭| ITENS OFENSIVOS |☭

— {Espada de Disnomia} / Sabre [Um sabre completamente negro com a lâmina forjada em ferro estígio e a empunhadura em prata, com diversas runas incandescentes azuis entalhadas no centro da lâmina. Sempre que a espada toca algo, desde um ser vivo a um objeto, a lâmina insere uma grande quantidade de fogo infernal no alvo, que explodirá no turno seguinte. O objeto que explode não é destruído — é quase como se o fogo infernal criasse uma película sobre a superfície do objeto e depois de um tempo a liberasse —, mas alvos pegos na explosão, raio de 3m, recebem muito dano e entram em chamas. Caso um ser vivo receba o golpe, ele receberá dano integral da explosão que terá ele como centro (já que não há como fugir dela depois de ser cortado pela espada). Um objeto/ pessoa que irá explodir sempre será coberto por uma película azul antes, emitindo uma fraca luz incandescente de seu corpo. Não há limites de ativação para a habilidade especial, já que dependem de um ataque bem-sucedido com a lâmina.] {Prata e Ferro Estígio} (Nível Mínimo: 100) {Controle sobre o Fogo Infernal} [Recebimento: evento Chained Souls, avaliado e atualizado por Phobos] Embainhada nas costas

Lança do Feiticeiro [Aparentemente normal, o cabo sendo feito de bronze, assim como a lâmina. No entanto, a boca da lâmina possui a forma do crânio de um bode com a boca aberta, por onde sai a lâmina. A lança, outrora pertencente a um feiticeiro de Circe, foi abençoada pelo mesmo. Uma vez por missão, quando a lâmina da lança é tocada contra o chão, um símbolo de proteção mágico se forma ao redor do portador, o contornando e criando uma área de proteção contra ataques físicos de inimigos até 10 níveis superiores. Acima disso, oferece apenas 10% a mais de resistência.] {Bronze, osso} (Nível mínimo: 35) {Não controla nenhum elemento} [Recebimento: Missão; comprado de Camden Navarre] Carregada em mãos

— {Plaga} / Anel mágico [Trata-se de um anel de ouro enegrecido, com entalhe de um crânio expressando dor e sofrimento. Uma vez por missão, o anel é capaz de causar dores físicas extremas no corpo de um oponente que esteja no raio de visão do arauto, em até 25m. A dor é tanta que, ao ser efetuado, o oponente atingido passa a ferir-se a si mesmo com as próprias mãos durante um turno — para inimigos de até 10 níveis inferiores. De 5 níveis ou nível igual, o alvo sente-se atordoado por um turno, reduzindo o sucesso de ataques e defesas em até 30%. Oponentes de nível superior não são atingidos. O anel nunca se perde de seu portador, a não ser por vontade própria do usuário.] {Ouro negro} {Nível mínimo: 79} {Efeito de dor física e atordoamento} [Recebimento: missão "Finders Keepers", avaliado por Vicka L. Danniels, atualizado por Phobos] Dedo anelar esquerdo

♦️ {Green Death} / Lançador de Granadas [Besta de pulso semi-automática adaptada para lançar granadas. Acopla-se ao braço através de uma correia de couro, e possui um compartimento retrátil que "fecha" o corpo do lançador em uma bolsa metálica e o inutiliza, para que o usuário possa "ativá-la" e "desativá-la" quando quiser, além de facilmente portável. O lançador tem um alcance de 45m, e as granadas explodem áreas com 5m de raio. As granadas são especiais, sendo de fogo grego — que possui chamas verdes e o poder de afetar monstros com mais efetividade — e só podem ser obtidas 5 a cada DiY ou SM, sem alterar a recompensa em xp.] [Munição: 20] {Aço, ferro, couro} (Nível Mínimo: 80) {Fogo grego} [Recebimento: MOPED Enemies Business, avaliada por Elliot Cumming e atualizada por Phobos] Braço direito

☭| ITENS DEFENSIVOS |☭

Escudo de Adamantium [Escudo de porte médio, sendo o material completamente feito de adamantium, exceto a braçadeira que foi modificada com um metal retrátil. No centro, há a figura de um tríscele, símbolo do poder da Trindade Olimpiana, já que o item foi um presente de Zeus, Poseidon e Hades para um antigo herói da Grécia Antiga. Por conta do material extremamente único e resistente, é um escudo que defende todo tipo de ataque físico, desde os mais mortíferos - como armas de fogo. Apenas impactos físicos provindos de inimigos 10 níveis superiores podem causar uma força capaz de empurrá-lo, mas nem mesmo uma rachadura. Só pode ser quebrado por poderes extremamente poderosos, semelhantes a de um deus, que focalizados somente no escudo, sendo semi-indestrutível. Quando não estiver em uso, transmuta-se em uma braçadeira com o símbolo tríscele no centro que, ao ser pressionado, ativa o escudo novamente.][Adamantium]{Sem elemento}(Nível mínimo: 50)[Comprado de Grimmjow Yuikimura, atualizado por Ares] Braço esquerdo

—  {Warn!} / Relógio [Na forma de um relógio comum, analógico. Ao ser ativado, cria um campo de energia. O campo em si é transparente e afeta apenas o próprio semideus. No período ativado, reduz danos de impactos (mas não cortes ou outros tipos) em 50%, desde que provenham de fontes mundanas ou de nível inferior ao semideus. Como extra, também mantém um indicador da temperatura ambiente, como um segundo relógio, onde os marcadores vão de azul para vermelho, conforma as mudanças de frio para quente (mas não afeta itens e similares, apenas marca a temperatura local). E ainda serve para ver as horas!. 3 ativações por missão, com duração de 3 turnos cada] [Eletrônico] [Não controla  nenhum elemento] [Nível mínimo: 3] [Recebimento: comprado de Heron Montecchio. Atualizado por Poseidon] Pulso esquerdo

☭| ITENS EXTRAS |☭

✞ {Panic's Mask} / Máscara [Um elmo de ferro estígio, com um desenho de caveira nele. A mandíbula fica na parte em que é possível levantar para mostrar o rosto,parecendo que a caveira está rindo. Porém, conectada a essa parte está uma máscara aterrorizante feita de magnésio sagrado, na mesma tonalidade do elmo. Quando o usuário desejar, o elmo emite pânico no oponente por duas rodadas, mas depende de seu nível (semideus) ou força (monstro). A máscara possui função telescópica, devido a uma lente que fica no olho esquerdo da mesma, permitindo seu usuário ver objetos distantes, e inimigos a longa distância. A lente alcança até quatrocentos metros.] {Magnésio Sagrado} (17) {Não controla nenhum elemento} [Forjado por Harry S. Sieghart(Máscara)/ Presente(Elmo); comprado de Aleksander Frey e atualizado por Phobos] Preso ao pescoço

☭| PETS |☭

{Érides} Mamba Negra [Uma serpente adulta de coloração cinza escurecido, medindo 4m de comprimento. O interior de sua boca é azul-escura e seu veneno é mortal. O veneno é capaz de tirar 15% de HP e MP do alvo abocanhado durante 5 turnos seguidos, caso ele não seja interrompido no organismo. Por ser um animal símbolo de Éris, a serpente compreende as falas e ações dos arautos, embora obedeça e se comunique apenas com Christopher.] Enrolada ao corpo de Christopher, ocultada pelo casaco

{Mozart} Cão infernal [Cão infernal, possui o porte de um rinoceronte adulto. Pelos vermelhos enegrecidos e lustrosos, olhos vermelhos. Seus dentes e garras são afiados, possuem sentidos aguçados e a capacidade de enxergar mesmo na mais absoluta escuridão, além da habilidade se locomover pelas sombras, geralmente usando-a para emboscar inimigos com um ataque surpresa e uma morte rápida. Em níveis mais altos, seu rosnado atemoriza quem se aproxima, causando medo em quem o escuta, enquanto que seu uivo pode deixar um inimigo atordoado. Cães infernais são capazes de ver espíritos, e alguns podem atacá-los normalmente devido à sua ligação com o submundo.](Nível: 30)[Comprado de Alaric L. Morningstar] escondido nas sombras. descontar mp pela viagem nas sombras
Recompensa:
Gostaria que a seguinte maldição fosse retirada de meu perfil, visto que o personagem cumpriu a missão dada pela deusa em troca disso.

Maldição [Por ter atacado o acampamento meio-sangue, Quíron, com a ajuda do poder divino de Dionísio e dos progenitores dos campistas mortos, lançou uma maldição no jovem Mason. Sempre que o personagem estiver a, pelo menos, 10km de distância do acampamento o semideus perde 75% de sua força, fisicamente ou em ataques que não sejam corpo a corpo, os gastos de poderes ativos aumentam em 1 o custo de MP, por exemplo se um poder de custo normal vale 3 vezes seu nível iria valer 4, e assim por diante. Precisa fazer uma DIY ou narrada DÍFICIL para retirar a maldição, sendo a única recompensa a metade do XP que receber na missão além da retirada.] {1/1} (Nível mínimo: 70) [Recebimento: SM Bloodline War, avaliada e por Hefesto, reavaliada por Phobos.]
Adendos a serem considerados:
Lembre-se de acrescentar alguns xps na descrição de meu mascote Mozart, cão infernal. Atualmente ele é nível 15.

 

 
Gregory Castellan
avatar
Arautos da Discórdia
Mensagens :
1712

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: KINGDOM; — Aleksandr Frey e Christopher Mason

Mensagem por Afrodite em Sab 17 Mar 2018, 14:00



    — Christopher Mason:

No começo, há a repetição do pronome "ele", o que acabou deixando o texto um pouco repetitivo, quando isso poderia ter sido evitado com - por exemplo - a omissão desse.
mason escreveu:"(...) libertar Ate, ele retornou à superfície de Alcatraz. No subterrâneo ele não fazia ideia do quão devastadora havia sido aquela batalha, tirando dele (...)"
"(...) circundava a prisão, ele viu a figura de Bloodface — alcunha dada ao seu demônio pessoal — agarrado às barras de proteção com o rosto centímetros próximo do dele."
Gostaria de atentá-lo ao uso de letras maiúsculas e minúsculas após a fala - retome a narração com uma maiúscula se a sua fala terminou com um ponto final/exclamação/interrogação. Algo que achei incomum foi a forma como Mason simplesmente cagou para Allan. Pela interpretação dos posts, Christopher carrega certa estima e respeito pelo semideus de Phobos e, ainda assim, deixou-o por contra própria algumas vezes ao longo da SM - como ao fim, que deixou-o sozinho. Pessoalmente, seu turno final pareceu ter sido feito sem a atenção que dedicou aos outros turnos, como se quisesse amarrar as pontas soltas de uma vez. Fora isso, não tenho muito mais a dizer. Gosto da fluência de seu texto, e sua escrita prendeu-me com facilidade. Meus parabéns.



    Coerência: 50/50;Coesão, estrutura e fluidez: 20/25;Objetividade e adequação à proposta: 15/15;Ortografia e organização: 9/10;Total: 94xp (x5 = 470xp ~dividido por dois por conta da maldição)

      RECOMPENSA: 235xp + retirada da maldição.
      STATUS FINAL: lvl 103, 75xp, 1100/1120 HP, 704/1120 MP.

    MOZART: +94xp


    — Aleksandr Frey:

Bom, queria começar falando que estou gostando bastante da trama de Allan/Aleksandr, e que mal posso esperar para ler mais dela. Apesar disso, confesso que gostaria de que tivesse colocado algum tipo de ressalva em relação a isso - em forma de observação, alguma informação mais detalhada no post, algo do tipo -, para que pudesse situar o leitor. Outro ponto que meu deu agonia foi a falta de uso do travessão em falas - usando o hífen ao invés disso. Não encontrei erros de português que tenham chamado-me a atenção, embora queria dizer o mesmo que falei acima; achei um tanto peculiar que seu personagem tenha saído praticamente ileso do combate. O inimigo era poderoso e, ainda assim, foi incapaz de danar Frey.



    Coerência: 46/50;Coesão, estrutura e fluidez: 23/25;Objetividade e adequação à proposta: 15/15;Ortografia e organização: 8/10;Total: 92xp (x5 = 460xp ~desconto pelo item pedido)

      RECOMPENSA: 260xp + item — Injustice / Anel [Anel que se parece com uma réplica de Léton, outro anel de Aleksandr. A única diferença é que nesse item, se pode perceber uma balança quebrada entalhada dentro de uma pequena pedra negra. Uma vez por missão ou evento o item pode recuperar 25% do HP ou MP (apenas um a escolha do semideus) totais de Aleksandr retirando 10% do outro status que não tenha sido escolhido.] {Prata, bronze} (Nível mínimo: 150) {Nenhum elemento} [Recebimento:Story Mode "KINGDOM", avaliada por Afrodite e atualizada por _.]
      STATUS FINAL: lvl 153, 03xp, 1470/1620 HP, 554/1620 MP.



Devido ao sistema de mestre e aprendiz, ambos receberão um bônus de 50xp finais.
Aguardando atualização.




love is a blind whore with mental disease and no sense of humor
Afrodite
avatar
Deuses
Mensagens :
57

Localização :
sarrando nos 9inhos

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: KINGDOM; — Aleksandr Frey e Christopher Mason

Mensagem por Ares em Sab 17 Mar 2018, 14:48

Atualizados.
Acrescentando dracmas aos players, de acordo com o cálculo. Foi considerado também a recuperação dos players através do colar Temptation.

Christopher Mason: 23500/400 = 58,75. 58% de 100 = 58 Dracmas.

Aleksandr Frey: 26000/400 = 65. 65% de 100 = 65 Dracmas.
Ares
avatar
Administradores
Mensagens :
2088

Localização :
Na guerra mais próxima de você

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: KINGDOM; — Aleksandr Frey e Christopher Mason

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum