Percy Jackson e os Olimpianos RPG BR
Bem vindo ao maior fórum de RPG de Percy Jackson do Brasil.

Já possui conta? Faça o LOGIN.
Não possui ainda? Registre-se e experimente a vida de meio-sangue.

Informações sobre os grupos secundários

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Informações sobre os grupos secundários

Mensagem por Organização PJBR em Ter 05 Jun 2018, 19:10

Grupos Secundários

Grupos secundários são uma opção para jogadores que se dedicam a servir alguns deuses em específico, cumprindo funções relativas a isso. Diferente do progenitor, cujos poderes são inerentes ao personagem (liberando o acesso ao aumentar o nível) independente da relação que ele tenha com o deus em questão, no caso destes grupos o personagem deve desenvolver uma ligação com este deus e as ideias professadas por ele, seguindo seus códigos de conduta e empenhando-se em servi-lo. Quebrar este código gera penalidades variáveis, sendo a maior delas a retirada do grupo. A entrada em um grupo secundário não é obrigatória, sendo realizada através de testes (encontrados neste tópico), mas oferece inúmeros benefícios àquele que o faz, como o recebimento de itens de integração e o desbloqueio de uma nova lista de poderes. Abaixo, seguem as descrições dos atuais grupos disponíveis. As informações abaixo descrevem cada um dos grupos, listando seu o patrono (deus que criou o grupo e fornece seus poderes e diretrizes), o alinhamento dos seus integrantes, de que forma se relacionam com o Olimpo (que rege os códigos de conduta grais dos semideuses no mundo humano e entre si), o local da sede (quando existente), restrições para a entrada no grupo e seus objetivos gerais.

Arautos da Discórdia


"color my life with the chaos of trouble"


Patrono: Éris
Alinhamento: Caótico (qualquer) ou Neutro (verdadeiro ou mal)
Relação com o Olimpo: Independente (e atualmente hostil)
Sede: Desconhecida - Atualmente contam com uma força no Acampamento Meio-Sangue
Restrições: Nenhuma
Código de conduta e objetivos: Arautos são individualistas e, exceto pela necessidade de obedecer a deusa, não seguem muitas outras diretrizes. Os Arautos não são necessariamente maus - há Arautos bons e neutros no grupo - e o alinhamento caótico designa apenas sua relação com a maioria dos códigos dispostos. Arautos são agentes transformadores, geralmente usando suas habilidades para perturbar/ chamar a atenção para algo que acreditam precisar de mudanças. Dizem que servos antigos de Éris foram responsáveis por incitar mudanças na sociedade no passado - rebeliões, protestos e afins - muitos com fins benignos, como a revolução da Independência, quando um de seus raros servos na época agia como assessor de Abraahan Lincoln. Sua relação atual com o Acampamento atual é hostil e caótica, e ninguém exceto a própria deusa sabe o motivo disso. rautos abraçam sem questionar qualquer ordem de Éris. Apesar de atualmente mal vistos, são também revolucionários, muitas vezes agindo por boas causas - Arautos lutam contra a ordem exacerbada, seja a tiraria regulamentada ou sistemas ultrapassados, não sendo apenas uma engrenagem de caos descontrolado. Arautos não podem negar missões de sua patrona ou missões que visem provocar uma mudança sistemática em algo.



Caçadoras de Ártemis


"stay wild my moon child"


Patrono: Ártemis
Alinhamento: Ordeiro (neutro ou bom), Neutro (verdadeiro ou bom)
Relação com o Olimpo: Segue as regras do Olimpo
Sede: Chalé 8, Acampamento Meio-Sangue - Atualmente apenas Acampamentos itinerantes
Restrições: Apenas garotas (donzelas) que devem renegar qualquer tipo de romance/ relação sexual/ carnal pela eternidade.
Código de conduta e objetivos: Manter seus votos, sempre auxiliar suas irmãs, nunca desobedecer a deusa. Caçadoras seguem os códigos de Ártemis, deixando de lado qualquer relacionamento romântico, independente do tipo, mantendo-se sempre castas. Quanto aos homens em específico, preferencialmente devem evitar o contato. Ainda podem acompanhá-los em missão e possuir amigos, mas devem evitar sempre que possível. Caçadoras focam-se no controle de monstros, diminuindo as ameaças à semideuses ou mesmo mortais, ainda que seja mais comum realizarem a caçada em áreas remotas, onde bestas mais fortes residem, impedindo que se aproximem/ invadam as cidades. Caçadoras não podem negar auxílio à caçadas/ combates contra criaturas em geral.



Curandeiros de Asclépio


“wherever the art of medicine is loved, there is also a love of humanity"


Patrono: Asclépio
Alinhamento: Qualquer
Relação com o Olimpo: Independente e em bons termos
Sede: Hospital geral
Restrições: Auras de morte e medo anulam auras de calmaria e bonificações, podendo ser um empecilho para filhos dos deuses do submundo, apesar de não proibir a entrada de nenhum semideus/ criatura da natureza. A anulação de ambas as auras é permanente enquanto se mantiverem no grupo, mesmo auras passíveis de serem "desligadas".
Código de conduta e objetivos: A cura é algo relativamente neutro - sejam bons ou maus, todos necessitam se recuperar da batalha. Ainda assim, sua busca principal é por prolongar a vida - curandeiros não podem matar exceto em defesa própria/ se forem atacados antes. Isso faz com que a maioria não se engaje em combate direto, apenas oferecendo suporte aos seus aliados. Podem ser encontrados no Acampamento mas sua sede principal é no hospital geral. Além disso, curandeiros não podem negar auxílio a quem os procura na enfermaria, nem trair a confiança dos pacientes, seja desprezando-os no atendimento, revelando suas condições a outros ou prejudicando um paciente intencionalmente. Eles ainda podem defender aliados atacados ou se auto defender normalmente.



Devotos de Hera


“the only true test of loyalty is fidelity in the face of ruin and despair"


Patrono: Hera
Alinhamento: Qualquer
Relação com o Olimpo: Segue as regras do Olimpo
Sede: Chalé 2, Acampamento Meio-Sangue - Atualmente Clube da Luta
Restrições: Nenhuma
Código de conduta e objetivos: Como servos da deusa que é a esposa de Zeus e com sede no Acampamento, os devotos se comprometem a seguir as diretrizes de Quíron no que corresponde a ataques entre semideuses e no mundo humano. Além disso, os servos da senhora dos deuses não podem se dar ao luxo de agir como bem entendem - a deusa pode ser orgulhosa e vingativa, mas sabe ser sutil e manter a compostura, uma vez que é tida como uma das conselheiras do marido (mesmo que nem sempre ele a ouça). Até por isso, devotos possuem o papel de mediadores entre o Acampamento e o mundo mortal, convencendo semideuses sobre a necessidade de treinamento, agindo como escolta ou auxiliando no trato com mortais, principalmente quando há a necessidade de consertar algum problema criado por semideuses no mundo humano. Seu lado conselheiro é o mais valorizado, contudo, e por isso Devotos devem ser justos e buscar ouvir todos os lados de uma questão, dando vereditos imparciais, além de não poderem negar missões que busquem resolver algum conflito. Representantes diretos da Senhora do Olimpo, eles também possuem uma reputação a zelar, e quebrar um juramento realizado é algo grave, podendo provocar penalidades internas.


Feiticeiros de Circe


“witches ae moon-birds, witches are the women of the false, beautiful moon"


Patrono: Circe
Alinhamento: Qualquer
Relação com o Olimpo: Independente e neutra
Sede: Ilha de Circe
Restrições: Nenhuma, mas é mais difícil que aceite homens no gupo - seus testes refletem essa postura.
Código de conduta e objetivos: Assim como os Arautos, os feiticeiros também são individualistas e independentes mas Circe incentiva que não interfiram no mundo humano (ainda que não se importa caso isso ocorra, desde que não chamem a atenção - a discrição é primordial para não atrair a ira de outros deuses sobre si ou sua ilha). As regras de Circe são mais sobre a Ilha: não revelar sua localização e não levar até lá pessoas de fora. Não há regras de combate entre feiticeiros, e tais lutas são permitidas desde que fora da ilha - Circe não quer bagunça em seu spa - exceto para combates organizados/ treinos cujo intuito seja o aprimoramento, não indo até a morte dos combatentes, desde que realizados de forma adequada à arena. Com o Acampamento suas restrições são individuais - podem ou não frequentá-lo de acordo com sua postura. Circe mantém um bom arquivo de grimórios, além de uma quantia inimaginável de itens mágicos e criaturas diversas, sempre ligadas à magia, e seus feiticeiros são encorajados a ampliarem tais coleções: missões relativas a tais coisas não podem ser ignoradas por eles.



Mênades

"there are shortcuts to happiness, and dancing is one of them"


Patrono: Dionísio
Alinhamento: Caótico (qualquer), Neutro (qualquer)
Relação com o Olimpo: Segue as regras do Olimpo
Sede: Teatro do Acampamento Meio-Sangue - Atualmente Clube da Luta
Restrições: Exceto filhos de Dionísio
Código de conduta e objetivos: Os mênades acabam sendo ligados ao Acampamento por conta de seu patrono, tendo de seguir as restrições de ataques e comportamento no mundo humano. Apesar disso, são um grupo errático e diverso. Mênades acabam servindo, quando fora do Acampamento, como coletores de informação para Dionísio e, quando dentro, como os responsáveis pela moral dos semideuses, utilizando suas habilidades para organizar eventos que animem ou distraiam um pouco dos problemas cotidianos, geralmente trabalhando em conjunto com os filhos de seu patrono. Como parte de seu código, não podem atacar outros filhos de Dionísio, exceto se em legítima defesa, e devem se manter em bons termos olimpianos: Mênades cuja reputação fique conhecida por atos infames (como ataques a semideuses e depredação no mundo mortal) são expulsos do grupo.



Menestréis de Orfeu


"and those who were seen dancing were thought to be insane by those who could not hear the music"


Patrono: Orfeu
Alinhamento: Qualquer
Relação com o Olimpo: Independente e neutra
Sede: Desconhecida. Rumores falam de um grande Teatro em NY
Restrições: Não aceita mulheres
Código de conduta e objetivos: Como bardos de antigamente, menestréis são mensageiros e coletores de informação, observando eventos e relatando acontecimentos e notícias por suas andanças, não raro na forma de baladas. Seu relacionamento com o Acampamento é neutro, sendo que a permanência ou não nele é julgada através dos atos individuais, não do grupo. Menestréis devem aprimorar seu conhecimento mágico e conhecimento geral, sempre investigando sobre novas músicas e registros históricos, e relatarem isso de alguma forma que não se perca. Um menestrél que tenha seu instrumento musical perdido ou danificado é retirado do grupo em vergonha. Além disso, menestréis são reconhecidos pela lealdade amorosa - Orfeu pode não se importar tanto com os deuses, mas sempre se importou com sua amada. Esse código reflete um pouco de sua postura e do que ele espera de seus seguidores. Menestréis não brincam com sentimentos alheios, não se envolvem em jogos amorosos. Não precisam estar envolvidos romanticamente com alguém, mas não são adeptos de vários relacionamentos ou de relacionamentos que não sejam sérios, a menos que todas as partes estejam cientes disso. Além disso, não se envolvem em traições ou jogos de ciúmes entre casais.



Mentalistas de Psiquê


"lend me your eyes I can change what you see, but your soul you must keep totally free"


Patrono: Psiquê
Alinhamento: Bom (qualquer), Leal e neutro, neutro verdadeiro
Relação com o Olimpo: Segue as regras do olimpo
Sede: Acampamento meio-sangue - Atualmente Clube da Luta
Restrições: Nenhuma
Código de conduta e objetivos: Mentalistas transitam em algum ponto entre bibliotecários, historiadores e psicólogos. Enquanto menestréis resgatam informações, cabem aos mentalistas zelar para que sejam mantidas em segurança e perpetuadas - dessa forma, organizam documentos na biblioteca e possuem grande conhecimento dos trâmites do Acampamento, como a entrada de novos semideuses e as relações comerciais, bem como da própria história do local, como sua fundação e como é mantido. Por outro lado, seus poderes também são voltados ao bem estar e suporte, lidando com males que nem sempre os curandeiros são capazes, como conselheiros. No mundo humano, não raro se dão bem com os menestréis ou ocupam o papel deles com a questão da captura de informações/ registros, mas também auxiliam a acalmar mortais e reduzir danos provocados por entidades mitológicas, criando uma grande rede de informações telepática.



Patrulheiros de Têmis


"At his best, man is the noblest of all animals; separated from law and justice he is the worst."


Patrono: Têmis
Alinhamento: Exceto caótico
Relação com o Olimpo: Segue as regras do olimpo
Sede: Área 52
Restrições: Nenhuma
Código de conduta e objetivos: Patrulheiros mantém a ordem entre o fino véu do mundo mitológico e do mundo mortal. Enquanto caçadoras mantém monstros sob controle nas áreas selvagens, os Patrulheiros tendem a se encarregar dos semideuses e suas indiscrições, além de monstros em ambientes urbanizados. Seus poderes visam a contenção de danos, mas, quando isso não é possível, a minimização dos mesmos, ou a alteração das pistas, mantendo assim os mortais em sua ignorância. No que tange a semideuses, eles tendam capturar aqueles que precisam aprender a controlar seus poderes, ou neutralizar aqueles que simplesmente não se importam com o rastro de destruição que causam, agindo como uma espécie de polícia mitológica. São ligados essencialmente à ordem, o que os coloca, geralmente, ao lado do Olimpo, mesmo que sejam neutros ou malignos (nem todo policial é bonzinho).




Organização PJBR
avatar
Administradores
Mensagens :
807

Localização :
Olimpo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum