Percy Jackson e os Olimpianos RPG BR
Bem vindo ao maior fórum de RPG de Percy Jackson do Brasil.

Já possui conta? Faça o LOGIN.
Não possui ainda? Registre-se e experimente a vida de meio-sangue.

Informações sobre os deuses progenitores, protetores e patronos

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Informações sobre os deuses progenitores, protetores e patronos

Mensagem por Organização PJBR em Ter 05 Jun 2018, 19:43

Sobre os deuses

Esta área serve como uma indicação/ primeiro contato com os deuses, com algumas informações básicas - em especial dos deuses menores, nem todos plenamente conhecidos.

Padrão das Informações

Descrição: Uma descrição geral e sucinta sobre a divindade
Área: Áreas em que seus poderes se enquadram/ influenciam
Símbolo: Seu símbolo mais comum, símbolos que aparecem na reclamação divina/ integração ao grupo
Armas: Armas que seus filhos, servos ou protegidos ganham, apenas listada a principal (itens adicionais e de suporte podem ser vistos na lista de presente neste tópico [clique]
Relacionamentos comuns (Protegidos ou Grupo, para seres da Natureza e Patronos): Perfil de mortais com o qual costumam se relacionar
Aparência adotada: Forma dos avatares mais comuns.

Características dos seus filhos/ protegidos. Para deuses patronos, haverá um link direcionando para as informações sobre o grupo.

Físicas: Características obrigatórias (como a cor dos olhos dos filhos de Atena e Eos) ou mais comuns de serem encontradas.
Psicológicas: Perfil mais comum de semideuses por progenitor.

É importante frisar que, com raras exceções, esse perfil não reflete nada obrigatório, nem com relação ao deus nem com relação ao jogador, exceto quando explícito claramente. Assim, tomem isso mais como um direcionamento do que como uma obrigação - Nem todo filho de Hades vai ser soturno/ emo/ gótico/ raro e diferente e nem todo filho de Ares precisa ser cabeça quente, ainda que todo filho de Eos tenha os olhos âmbar. O intuito aqui é auxiliar aqueles que se encontram perdidos/ sem idéias, não limitar aqueles que querem fugir do estereótipo. Bom jogo a todos!

Lista de Deuses Progenitores:



Organização PJBR
avatar
Administradores
Mensagens :
807

Localização :
Olimpo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Informações sobre os deuses progenitores, protetores e patronos

Mensagem por Organização PJBR em Ter 05 Jun 2018, 19:52

Afrodite

Deusa Olimpiana do Amor e da Beleza

Afrodite nasceu diretamente de Cronos, quando seu sêmen atingiu as espumas do mar, não tendo uma genitora. Sempre famosa pela beleza, foi dada em casamento a Hefesto, como uma forma de justiça de Zeus, unindo a mais bela ao mais feio. Ainda assim, a união representa a força criativa do amor, capaz de gerar a força criativa, a inspiração e servir como guia para a criação de coisas belas - Hefesto trabalharia com paixão, o que justifica o envolvimento de ambos. Ainda assim, é muito mais famosa por seus casos extraconjugais - uma representação de que o amor não pode ser contido por apenas uma criatura. Sua união com Ares é a mais conhecida, a partir da qual gerou Phobos e Deimos (O pânico e o terror) e Harmonia (a prova que mesmo a energia destrutiva, quando bem empregava, pode gerar algo bom). Também é mãe de Eros, ainda que seu pai seja colocado ora como Hefesto, ora como Ares.

Por seus inúmeros romances, acaba sendo subestimada e vista como uma deusa frívola, o que está bem longe da verdade. Ela tem uma grande percepção das coisas, graças a sua empatia natural, mas na maior parte do tempo prefere deixar que os outros se ocupem delas, focando apenas na sua área de interesse - eles ficam mais felizes assim. Suas intervenções, contudo, existem, mas são bem mais sutis que a de outros deuses, mas não tem rixas abertas com nenhum deles.

Apesar disso, é ciumenta, orgulhosa e temperamental quando se decide por algo ou se sente ofendida - Eos sentiu na pele quando teve um affair com Ares no passado. E pode causar mais estrago do que muitos deuses mais bélicos - vide a guerra de Tróia.

Áreas: Amor, Beleza, Rosas, Pombos e Cisnes
Símbolo: Pombo
Armas: Chicote e arco e flechas
Relacionamentos comuns: Modelos, estilistas, cantores, atores, pessoas relacionadas ao romance, moda e beleza de forma geral.
Aparência adotada: Sempre a de uma mulher jovem e bela, com idade indefinida entre 20 e 30 anos, geralmente trajando vestidos, sejam vestidos leves ou vestidos de noite, e sempre impecável.

Características dos seus filhos

Físicas: Filhos de Afrodite não herdam nenhuma característica física da deusa de forma obrigatória, exceto que todos são mais bonitos do que a média - mesmo que não tenham o corpo perfeito, ainda será o mais belo dentro do padrão representado (nada impede um filho de Afrodite de ser "gordinho", por exemplo, mas ele ainda será bonito e charmoso dentro do seu próprio biotipo).

Psicológicas: Nenhuma obrigatória, mas possuem tendência à serem mais manipuladores que outros tipos de semideuses, sabendo que sua arma principal é, junto com sua beleza, sua lábia, o que faz com que sejam vistos como frágeis, covardes ou preguiçosos, já que não costumam se engajar tanto em combates de forma direta. Podem ser considerados fúteis, uma vez que na maioria das vezes herdam as características dos pais, acabando por crescer em meios que privilegiam a aparência e o físico e adquirindo conhecimentos sobre tais ramos. Pelo lado negativo, podem sim assimilar tais atos como uma segunda natureza, e é muito fácil que se percam pela arrogância e se deixem dominar por seu ego, podendo tornar-se egoístas, tratando os outros com base no que podem lhes oferecer. Por outro lado, quando são boas pessoas são realmente os melhores - sua empatia natural pode torná-los ótimos diplomatas e faz com que se coloquem facilmente no lugar do outro, compreendendo suas questões - o típico amigo "psicólogo".

Ficha exigida

Comum


Organização PJBR
avatar
Administradores
Mensagens :
807

Localização :
Olimpo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Informações sobre os deuses progenitores, protetores e patronos

Mensagem por Organização PJBR em Ter 05 Jun 2018, 19:57

Apolo

Deus Olimpiano do Sol e das Artes

Filho da ninfa Leto (ou Latona) com Zeus, irmão gêmeo de Ártemis e o primeiro a nascer. Um de seus primeiros feitos foi a morte da serpente gigante Píton, no monte Parnaso, para vingar a perseguição que esta havia empreendido contra sua mãe a mando de Hera, construindo no local o templo de Delfos, onde ficaria seu mais famoso oráculo - um entre tantos que possui, já que como o Sol tem a fama de tudo ver de sua posição privilegiada. É famoso por inúmeros amores, mas nunca esqueceu de uma em específico: Dafne, uma ninfa que para escapar de suas investidas pediu um favor aos deuses - e foi atendida, se transformando em um pé de louros. Desde então usa a coroa de louros como um de seus símbolos.

Também tornou-se famoso como patrono das Artes, e adotou como símbolo a Lira - presente que ganhou de Hermes em troca do perdão por roubar seu gado sagrado. As musas são companhias frequentes ao deus, e ele também foi pai de Orfeu, reconhecido por suas habilidades e patrono do grupo dos menestréis. Também foi pai de outro deus, Asclépio, que se tornou o deus da medicina - Área em que Apolo também possui conhecimentos.

É visto ainda como um adolescente no Olimpo, e seu comportamento tende a reforçar isso. Ainda mantém seus hábitos de flertar com mortais - e deusas. Contudo, pode ser um guerreiro mortal quando armado de arco e flechas, e apesar de geralmente manter o bom humor, sua ira é destrutiva. Pode não parecer, mas sabe levar algumas coisas a sério, como quando auxiliou Deméter na busca por Perséfone - fazendo com que Hades passasse a desconfiar dele até os dias atuais - ou quando empreendeu uma caçada aos ciclopes, como vingança por terem feito os raios de Zeus, que viriam a matar seu filho, Faetonte.

Áreas: Esporte, Profecias, Artes, Medicina, Sol, Arco e Flechas
Símbolo: Sol ou Lira
Armas: Arco e flechas (mas seus filhos também recebem um broquel)
Relacionamentos comuns: Artistas (em especial musicistas e escritoras), esportistas, qualquer mulher bela e bem humorada.
Aparência adotada: Ao lidar com semideuses geralmente aparenta ser um jovem de 16 a 20 anos, sempre loiro e vestido de modo informal. Como adulto, a idade é variável, mas vestido informalmente, ainda que com elegância, e com o comportamento um pouco mais maduro, mesmo que bem humorado.

Características dos seus filhos

Físicas: Filhos de Apolo tendem a ser atléticos, mas esguios. São sempre loiros (entre vários tons), mas com olhos de cor variável, dependendo da mãe. Geralmente são belos, mas de forma proporcional e mais natural, sem contudo serem tão exuberantes quanto filhos de Afrodite.

Psicológicas: Tendem a ser bem humorados ou ao menos a encarar as coisas com mais leveza. Se interessam por artes em geral, e variam entre os dois extremos - artistas totalmente introvertidos a esportistas populares no colégio. Podem tornar-se exibicionistas, tentando ser o centro das atenções, ou tornando-se excêntricos, com hábitos estranhos justificados por suas inclinações às artes, tornando-se egoístas e geniosos quando seus defeitos de caráter são proeminentes. No lado bom, geralmente estão sempre dispostos a entrar em prática, e tendem a ser mais hiperativos que a maioria - mas nunca reclamam de um treinamento, sendo ótimos para animar os companheiros com suas personalidades literalmente "brilhantes".

Ficha exigida

Comum


Organização PJBR
avatar
Administradores
Mensagens :
807

Localização :
Olimpo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Informações sobre os deuses progenitores, protetores e patronos

Mensagem por Organização PJBR em Ter 05 Jun 2018, 20:07

Ares

Deus Olimpiano da Guerra, Combates Sangrentos e Destruição

Ares é filho de Zeus e Hera, ganhando seu lugar no Olimpo por nascença. Apesar disso, exceto talvez por Afrodite, não é bem quisto pela maioria das outras divindades. Contudo, apesar de um temperamento genioso - o que faz com que esteja sempre envolvido em algum tipo de disputa - também possui seu lado bom: nada novo pode ser construído sem tirar o velho do lugar, e apesar de ser uma força destrutiva, ele exerce seu papel na renovação do Universo.

Outro ponto a se considerar é que ele é uma força caótica, mas não necessariamente boa ou má por si só: guerras são feitas em todos os lugares, entre todos os tipos de pessoa, e bom ou mal é um conceito relativo em um campo de batalha. Isso também faz com que suas relações - e seus filhos - sejam as mais variadas, fazendo com que se enolva desde com soldados leais, mulheres ordeiras com um verdadeiro ideal, até terroristas, gâmgsters, diplomatas e até uma variedade maior, como médicas - todo guerreiro, no fim do combate, precisa se recuperar e, por vezes, mulheres que parecem alheias a tudo isso - talvez por lhe proporcionarem apenas o descanso do combate, sem qualquer obrigação.

Ares prega a confiança, a não-desistência e o esforço - apesar de odiar perder, a derrota não é algo indigno: o problema real é não lutar, ainda que o conceito do que seja uma luta possa ser bastante variável, nem sempre abrangendo apenas combate direto. Seria um líder nato, se seu temperamento genioso e facilmente explosivo não escondesse suas boas características, minando o respeito que poderia ter se possuísse uma postura diferente. Ainda assim, é um deus de destaque, com uma grande quantidade de filhos, e inexplicavelmente, não é um pai tão ausente, a despeito do que se possa esperar, mas pode ser bem exigente com relação a sua prole, aguardando deles nada menos que o melhor.

Áreas: Armas, guerra, força física, destruição
Símbolo: Lança e javali
Armas: Lança e Escudo
Relacionamentos comuns: Integrantes do exército, médicas de batalha, policiais, lutadoras profissionais, gângsters, sobreviventes de guerra
Aparência adotada: Um homem de grande porte, entre os 30 a 40 anos, com barba e pinta de motoqueiro, com óculos escuros, jaqueta de couro, camiseta vermelha, jeans e coturnos, em uma moto Harley Davidson, ou qualquer tipo de aparência de combatente/ lutador, como roupas de exército, por exemplo, e postura militarista.

Características dos seus filhos

Físicas: Não há nenhuma característica física obrigatória, com a cor dos olhos e cabelos variando imensamente entre eles. A única coisa em comum de seus filhos é a força física - acima da média - e a compleição física, não necessariamente sendo feixes de músculo, mas tendem a ser mais altos que a maioria, e mesmo quando não possuem o corpo definido ainda terão uma aparência intimidadora.

Psicológicas: Filhos de Ares tendem a ser mais impulsivos, se deixando dominar facilmente pelas emoções, principalmente quando provocados, o que geralmente os coloca em conflito direto com os filhos de Atena. Ainda assim, podem ter seus códigos de honra próprios, e serem leais aos seus ideais, se os possuírem, mas defenderão tais idéias com unhas e dentes. São mais práticos, e costumam partir para ação, considerando qualquer tempo gasto em discussão como inútil: palavras não resolvem problemas, ações sim. Ainda assim, quando conseguem controlar seu gênio, podem elaborar estratégias incríveis, mas nem sempre possuem tempo ou informação para isso, já que são do tipo que preferem bater antes e perguntar depois, se o oponente ainda estiver em condições de responder. Possuem uma autoconfiança quase inabalável, ainda que geralmente voltada a suas capacidades combativas, e apesar do temperamento difícil conseguem instilar o mesmo ânimo em seus aliados, os tornando líderes entre seus grupos, ainda que passionais - todas as emoções tendem a ser extremas para os filhos de Ares, tornando-os aliados poderosos e inimigos assustadores em campo de batalha.

Ficha exigida

Comum.


Organização PJBR
avatar
Administradores
Mensagens :
807

Localização :
Olimpo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Informações sobre os deuses progenitores, protetores e patronos

Mensagem por Organização PJBR em Ter 05 Jun 2018, 20:08

Atena

Deusa Olimpiana da Sabedoria, Artes manuais, e da Guerra e Estratégia

Conta-se que Atena nasceu diretamente da cabeça do pai, Zeus, já completamente vestida e armada para batalha. Ainda assim, seria filha de Métis, a Prudência, e Zeus - tendo o soberano dos céus devorado a deusa quando grávida, com medo da profecia que dizia que dela nasceria o filho que o destronaria. Ainda assim, a profecia decretava que apenas a segunda criança o faria, mas que a primeira lhe daria orgulho. Nasceu assim da cabeça do pai, sendo tirada de lá com auxílio de Hefesto.

Atena sempre esteve envolvida com o mundo humano, dadas suas atribuições, ensinando os homens o caminho do trabalho e das artes, mas também o do pensamento sábio e racional. Ainda que seja representada como a deusa da justiça (atribuição efetiva de Dikê) ela seria na verdade a deusa da estratégia, valendo-se inclusive de trapaças para alcançar seus objetivos (como o cavalo de Tróia, que ela sugeriu em sonho a Ulisses). Ainda assim, é colocada em contraposição a Ares por ele representar a guerra sem medidas, pura, com base na força bruta, enquanto ela propõe o uso de estratégias e formas mais racionais, vencendo os inimigos pela inteligência, e não pela força.

Por conta disso, é óbvio que suas relações com Ares não são das melhores, e também possui vários desentendimentos com Poseidon, em especial pelo caso dele com Medusa e pela disputa do apadrinhamento de uma cidade grega - que ela venceu, criando a Oliveira que viria a ser um dos seus símbolos. Sua húbris é seu orgulho desmedido, e pode ser a mais temível das inimigas.

Apesar de jurar virgindade eterna, possui filhos, ainda que seus relacionamentos sejam puramente intelectuais.

Áreas: Artes manuais, sabedoria, guerra
Símbolo: Coruja e Oliveiras
Armas: Lança e Escudo
Relacionamentos comuns: Professores, historiadores, artesão e intelectuais reclusos.
Aparência adotada: Uma mulher na casa dos 25 a 35 anos, morena e com olhos cinzentos e tempestuosos. Sempre usa roupas clássicas ou de corte de alfaiataria.

Características dos seus filhos

Físicas: Os olhos dos filhos de Atena são sempre acinzentados. A cor do cabelo é variável. O porte físico também varia, não apresentando um padrão, apesar da tendência a serem mais esguios e ágeis do que fortes.

Psicológicas: Racionais ao extremo, filhos de Atena tendem a ser mais introspectivos, constantemente em silêncio enquanto elaboram planos e mais planos em suas mentes. Pela sua tendencia de racionalizar tudo, podem se tornar frios e calculistas, colocando objetivos à frente de pessoas, adotando a visão de que danos colaterais são necessários e priorizando planos a ações - o que pode ser uma desvantagem quando não assumem seus erros ou os apontam, já que o orgulho  - e teimosia - da mãe também costuma estar presente em suas proles. Pelo lado positivo, podem ser excelentes líderes, conseguindo elaborar estratégias com facilidade e não se deixando intimidar, além de aprenderem as coisas com facilidade e serem bons professores. Quando conseguem dominar seu ego, tornam-se excelentes aliados.

Ficha exigida

Comum, avaliada com rigor.


Organização PJBR
avatar
Administradores
Mensagens :
807

Localização :
Olimpo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Informações sobre os deuses progenitores, protetores e patronos

Mensagem por Organização PJBR em Ter 05 Jun 2018, 20:12

Deimos

Deus Menor do Terror

Filho de Ares e Afrodite, pouco herdou de sua mãe. O mesmo não se pode dizer das características paternas: Deimos potencializa o medo e a destruição causados por seu pai, geralmente acompanhando-o em combate. Para Deimos, não há regras ou inocentes, apenas ações, consequências e danos, e quem estiver em batalha sempre acabará ferido de um modo ou de outro. Ele representa a destruição em larga escala, do tipo que pega inocentes em seu caminho - não por maldade, necessariamente, mas apenas por ser assim que as coisas são.

Isso faz com que, assim como seu pai, não seja bem-vindo entre os círculos divinos, reduzindo suas companhias a seu pai, irmão e a alguns deuses menores e criaturas que os acompanham em batalha.

Com tudo isso, é de se espantar que consiga ter relacionamentos com humanas, mas isso ocorre. Combatentes e extremistas de uma causa são mais comum, mas especula-se que vítimas de tais atos também estejam entre aquelas que recebem seus avanços - seja de forma intencional ou não. Deimos raramente revela sua natureza a qualquer uma de suas consortes, mas acompanha constantemente as guerras e destruições humanas para estar próximo o suficiente quando opta por uma companhia. Assim como o pai, porém, algumas dessas mulheres parecem aceitá-lo de boa vontade, e sequer possuem relação com suas áreas de poder.

Áreas: Terror, destruição, guerra
Símbolo: Deimos não possui um símbolo específico, sua reclamação se dando por uma névoa negra se materializando ao redor do reclamado, ou correntes de névoa negra enrolando-se no alvo, sem danos ou constrição real.
Armas: Espadas (seus filhos recebem duas delas)
Relacionamentos comuns: Extremistas, vítimas, psicólogas, cientistas sociais e desenvolvedoras de tecnologia bélica.
Aparência adotada: Ao lidar com semideuses, geralmente um jovem de 17 a 20 anos de grande porte, com camiseta preta, bandana, jeans surrados e cicatrizes por parte do rosto e corpo. Variável ao lidar com suas consortes.

Características dos seus filhos

Físicas: Nenhum traço obrigatório. Seu porte é bem parecido com o dos filhos de Ares, mas com a expressão facial mais demarcada, fazendo com que por mais inocentes que sejam sempre aparentem certo cinismo, ou dando aquele ar de quem sabe bem mais do que diz.

Psicológicas: Tendem a ser solitários, mas ainda são geniosos. Mais estratégicos que os filhos de Ares, porém geralmente mais rancorosos que eles. Podem ser considerados preguiçosos, uma vez que pesam bem as ações antes de empreender seus esforços, pois não acreditam em gastar energia com atos pequenos - talvez até pela área do poder do pai, o fato é que gostam de ações impactantes. Podem trabalhar bem em grupo caso tenham o mesmo objetivo, mas possuem uma tendência a atos individuais - e individualistas, mas por outro lado a liderança não costuma atraí-los tanto. Costumam gostar de jogos mentais tanto quanto de combates físicos, balanceando ambas as coisas, e não são tão diretos em seus atos e palavras, possuindo uma queda pelo cinismo, sarcasmo e meias-verdades. Isso não impedem que sejam bons - mas dificilmente serão "bonzinhos" ou bancarão os coitados em um grupo.

Ficha exigida

Comum.


Organização PJBR
avatar
Administradores
Mensagens :
807

Localização :
Olimpo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Informações sobre os deuses progenitores, protetores e patronos

Mensagem por Organização PJBR em Ter 05 Jun 2018, 20:17

Deméter

Deusa Olimpiana da Agricultura, das Plantas e dos Animais domesticados

Olimpiana desde o nascimento, sendo irmã de Zeus e filha de Cronos e Réia. Assumiu suas funções com os humanos desde muito cedo, e apenas sua intervenção possibilitou a mudança da dinâmica das civilizações, criando comunidades fixas a partir do conhecimento da agricultura. Por sinal, é uma deusa sempre muito próxima das pessoas, ensinando-as suas artes e abençoando-os com solos férteis e boa colheita, o que sempre a fez grandemente venerada.

Possui um temperamento geralmente gentil, compartilhando seus conhecimentos sem medidas, o que já provocou a ira e intervenção de Zeus em mais de um momento, temendo que ela pudesse ter mais poder que ele, por mais que a índole de Deméter seja geralmente pacífica. Ainda assim, é inegável certa rivalidade com Hades, pelo rapto de sua filha, Core, que tornou-se Perséfone no submundo, e certa mágoa com Zeus e Poseidon, que no passado a lograram, fazendo com que tivessem seus filhos, de Poseidon, o cavalo Arion e a deusa do inverno Despina, e de Zeus a própria Perséfone, ainda que esta seja sua filha amada. Mantém boas relações com a maioria dos outros.

Sua relação com os humanos mantém-se até os dias atuais, em especial entre aqueles que cultivam as terras e cuidam dos rebanhos, atribuições que um dia ela mesma ensinou a humanidade. Não costuma se envolver em guerras e disputas, sendo pouco afeita a isso, mas não se nega a trabalhar, cumprindo suas funções como deusa e pouco se deixando desviar por políticas ou paixões, sendo considerada uma deusa sensata.

Áreas: Agricultura e cultivo, domesticação, rebanhos, plantas, natureza
Símbolo: Trigo, foice curta e grãos em geral
Armas: Foice curta e escudo
Relacionamentos comuns: Trabalhadores rurais, agrônomos e fazendeiros
Aparência adotada: Deméter aparenta ser uma mulher madura, em trono dos 30 a 40 anos. Suas formas são mais curvilíneas e roliças, trajando vestidos clássicos em tons verde ou terrosos ou roupas comuns do campo.

Características dos seus filhos

Físicas: Nenhum traço obrigatório, ainda que a maioria de seus filhos tenha cabelos castanhos ou negros e olhos de tons castanhos ou esverdeados. Geralmente bronzeados, por passarem grande parte do tempo ao ar livre, e com as mãos e pele calejada do trabalho no campo, se for o caso. Suas feições tendem a ser suaves e possuem constituição forte - mesmo em boa forma, não apresentam aspecto frágil, sendo que os garotos geralmente tem ombros largos, e as garotas ainda que curvilíneas tendem a ser levemente mais altas que a média e com corpos torneados, longe do perfil ""mignon".

Psicológicas: São geralmente calmos e sensatos, feitos mais para o trabalho em si do que para a glória ou liderança, uma vez que não se importam em chamar a atenção ou comandar os outros, acreditando que cada um deve cumprir o que é do seu dever, o que os torna práticos, mas por vezes com um raciocínio e imaginação rasos. Costumam ser tímidos, lidando melhor com plantas e com a natureza do que com a sociedade em geral, mas são leais aos que conquistam suas amizades.

Ficha exigida

Comum.


Organização PJBR
avatar
Administradores
Mensagens :
807

Localização :
Olimpo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Informações sobre os deuses progenitores, protetores e patronos

Mensagem por Organização PJBR em Ter 05 Jun 2018, 20:53

Despina

Deusa Renegada do Inverno e das Sombras Invernais

Despina é uma deusa reclusa, sobre a qual pouco falam - ao menos em voz alta. Tratada sempre como inexistente, a bastarda de Deméter e Poseidon possui um poder destrutivo e uma mágoa grande de seus pais e meia-irmã - Perséfone - sempre tratada como a favorita por sua mãe, a ponto de ser abandonada enquanto a deusa da natureza estava em sua busca, quando a deusa das flores foi raptada por Hades. De poucas palavras, evita qualquer tipo de contato, e tornou-se uma mãe fria, distante e exigente, submetendo seus filhos às mesmas condições que passou, incutindo neles a necessidade de força e sobrevivência, sem depender de quem quer que seja. Por outro lado, de alguma forma ainda os protege, uma vez que fez o pacto com Quione para que esta tutelasse suas proles. O que a levou a se revelar e agir só agora, ninguém sabe, e ela mantém a si e seus planos ocultos. Ninguém sabe seu paradeiro atual.

Áreas: Inverno, frio, sombras, aridez
Símbolo: Floco de gelo negro ou gavinhas ressecadas e com espinhos
Armas: Espada e Arco
Relacionamentos comuns: Homens mais isolados, geralmente "lobos solitários" com um perfil/ história similar a si mesma.
Aparência adotada: Despina é pálida, com cabelos quase platinados e a pele branca, como se fosse albina, mas seus olhos são de um azul claro ou cinza desbotado, quase leitosos. Magra, sempre utiliza roupas pesadas ou de pele, preferencialmente em tons de branco, azul claro e cinza. A idade varia, mas geralmente apresenta-se em torno dos 25 a 35 anos, modificando isso de acordo com seus objetivos.

Características dos seus filhos

Físicas: Assemelha-se a filhos de Melinoe, com a aparência levemente pálida e a pele geralmente gelada ao toque; a maioria tende ao cabelo loiro e olhos claros, mas não é obrigatório.

Psicológicas: Tendem a ser solitários, calados. A maioria demora a se abrir com alguém e podem ser rancorosos e/ ou vingativos. São mais racionais que emotivos, mas podem ter rompantes no tocante a assuntos pessoais. A maioria é introvertido, ou com um sentimento de "deslocamento" perene.

Ficha exigida

Comum, avaliada com rigor.


Organização PJBR
avatar
Administradores
Mensagens :
807

Localização :
Olimpo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Informações sobre os deuses progenitores, protetores e patronos

Mensagem por Organização PJBR em Ter 05 Jun 2018, 21:02

Dionísio - Patrono dos Mênades

Deus Olimpiano do Vinho, Teatro, Festas e Loucura

Dionísio se tornou deus por ascensão, tendo nascido humano. Foi chamado de "O nascido duas vezes", uma vez que, enganada por Hera, sua mãe fez Zeus prometer o que ela desejasse, por fim fazendo-o mostrar sua real forma e sendo consumida no processo, restando apenas o feto ainda em desenvolvimento, que Zeus costurou em sua coxa com auxílio de Perséfone e terminou de gerar.

Foi ele que descobriu o vinho, seus prazeres e o modo como poderia afetar a sanidade de uma pessoa, quando consumido em excesso. Ainda assim, por sua descoberta foi premiado por seu pai, assumindo um trono no Olimpo, o que fez com que Héstia abdicasse de seu lugar, uma vez que 13 assentos não eram bem vistos.

É um deus bem relacionado a humanos, e sempre foi muito festejado, ensinando-os diretamente a feitura da bebida, o cultivo das vinhas e outros pormenores classificados dentro dos mistérios órficos.

Não possui nenhuma rixa entre os deuses, mas não tem muito apreço pelos semideuses em si, com exceção talvez dos seus próprios filhos, em parte pelo que Jasão fez com Ariadne, sua esposa, abandonando-a depois que esta lhe auxiliou em missões, em parte pelo ressentimento de estar confinado no Acampamento. Anda assim, se preocupa com sua própria prole, ainda que tente mascarar isso com um comportamento sarcástico.

Está sempre provocando os semideuses de modo intencional - uma pequena diversão, considerando que o convívio com ele é obrigatório de qualquer forma.

Áreas: Vinho, uvas, dança, teatro, loucura
Símbolo: Videiras
Armas: Tirso (mas seus filhos ganham outros itens também)
Relacionamentos comuns: Atrizes teatrais, dançarinas, socialites, garçonetes, qualquer trabalhadora ou frequentadora de teatros ou boates, chefs de cozinha e enólogas. Também responsável pelo grupo dos Mênades.
Aparência adotada: Dionísio pode assumir a forma que quiser. Dentro do Acampamento, geralmente adota a forma de um mortal gorducho na casa dos 40, com camisa havaiana de tigre, sandálias e bermuda roxa. No mundo mortal em geral, sua forma varia do alvo que planeja conquistar, desde o típico "dono do camarote" até o enólogo refinado.

Características dos seus filhos

Físicas: Nenhum traço obrigatório, ainda que a maioria de seus filhos tenha cabelos negros, como o pai, e um porte mais roliço, com pele branca, do tipo que se ruboriza facilmente - lembrando o porte italiano. Apesar disso, independente da compleição - uma vez que possuem tendência a terem o corpo mais cheio - são bons atletas e se dão bem em ambientes naturais.

Psicológicas: Filhos de Dionísio não herdam muitas características do pai - talvez por sua proximidade entre os humanos, sejam os que apresentam os aspectos mais variáveis. Tendem a ser do tipo "normal", com poucos arroubos emotivos, mas às vezes podem adotar um comportamento mais teatral, quando querem chamar a atenção. Não são tão manipuladores, ainda que conheçam um pouco de interpretação e lábia para tal, geralmente se comportando de modo razoável - uma surpresa, dados os aspectos abrangidos pelo deus.

Para o grupo dos Mênades, verificar este tópico (clique).

Ficha exigida

Comum/ Teste de Grupo (para Mênades)


Organização PJBR
avatar
Administradores
Mensagens :
807

Localização :
Olimpo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Informações sobre os deuses progenitores, protetores e patronos

Mensagem por Organização PJBR em Ter 05 Jun 2018, 21:40

Éolo

Deus dos Ventos

Éolo é o senhor dos ventos, que comanda a todos. Famoso por ajudar Ulisses em suas viagens, e pela boa relação com os Olimpianos, apesar de ter seus próprios domínios. Atualmente, controla as transmissões olimpianas, ainda que delegue funções a vários outros ventos. Auxiliou os Olimpianos contra Tifão, mantendo as defesas aéreas no Olimpo, mas acabou manipulado por Gaia na saga dos Heróis do Olimpo, ainda que não apareça diretamente.

Pode ser hospitaleiro, desde que não abusem de sua boa vontade - como Ulisses já comprovou ao perder a sacola dos ventos, sendo expulso dos domínios do deus ao pedir auxílio uma segunda vez.

Atualmente, não possui nenhuma rivalidade, mas não exerce tanta influência, apesar de tudo, em parte por sua personalidade.

Áreas: Ventos, nuvens, ar, clima, céu
Símbolo: Tufão, sacola dos ventos
Armas: Chackran (seus filhos também ganham um broquel)
Relacionamentos comuns: Qualquer uma. A única coisa em comum é o espírito aventureiro.
Aparência adotada: Éolo assume diversas aparências, mas geralmente a de um homem mais velho, com barbas e cabelos brancos. O estilo varia, de ternos bem cortados e penteados arrumados à roupas esportivas e estilo despojado.

Características dos seus filhos

Físicas: Todas variáveis, herdadas da parte mortal. Grupo com grande variação étnica.

Psicológicas: Filhos de Éolo tendem a ser agitados além do comum, e um pouco aéreos. Não que não reparem nas coisas, mas são do tipo que vão notar o mais inusitado, e sua trilha de pensamento é sempre tortuosa e veloz, dificultando aos outros acompanharem sua linha de raciocínio. Demonstram uma curiosidade ímpar, o que pode colocá-los em apuros com facilidade, já que raramente se contém, como os ventos que são domínio de seu pai. Podem se dispersar facilmente, mas caso controlem seus impulsos acabam demonstrando um conhecimento e uma força de vontade incomum.

Ficha exigida

Comum


Organização PJBR
avatar
Administradores
Mensagens :
807

Localização :
Olimpo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Informações sobre os deuses progenitores, protetores e patronos

Mensagem por Organização PJBR em Ter 05 Jun 2018, 21:45

Eos

Deusa Menor dos portões do dia

Eos é uma deusa menor, filha de Hiperion e Teia, sendo irmã de Selene (a lua) e de Hélio, que mais tarde teria suas funções incorporadas a Apolo. Recebeu como função cuidar dos portões do dia, abrindo-o para a passagem do carro do Sol durante o amanhecer, e fechando-o no entardecer para que caia a noite. É geralmente retratada como uma jovem bela, de cabelos dourados e unhas pintadas de rosa, a cor do céu nos horários em que aparece.

Eos já foi uma deusa mais sensata, e provavelmente ainda o seria não fosse a maldição que recebeu de Afrodite, quando esta descobriu seu caso com Ares: Eos iria sempre se apaixonar e, para que estivesse sempre neste estado, o alvo de seus amores seria sempre mortal, fosse um humano comum ou um semideus. Assim, com a morte de um amado, teria sempre que procurar outro, mesmo de forma inconsciente. É uma situação desgastante, uma vez que a deusa sempre se envolveu muito com os humanos, talvez por sua personalidade gentil. Antes disso, Eos havia gerado os ventos Zéfiro e Bóreas, junto com Astreus.

Além disso, sua situação atual faz com que seja vista como uma deusa frívola, o que de forma alguma seria verdadeiro em suas condições normais. Não se sabe por qual motivo Afrodite mantém a maldição por tanto tempo - talvez ainda tema que ela volte a se relacionar com Ares (um comportamento egoísta, visto que ela mantém ainda seu marido e vários amantes), ou talvez apenas tenha se esquecido. De toda forma, nenhum outro deus interferiu, talvez por não acharem isso tão danoso à Eos, ou por não perceberem seu sofrimento a cada novo romance.

Tende a ter muitos filhos por conta disso, mas seus consortes humanos, até pela maldição imposta, não costumam ter uma vida longa, de uma forma ou de outra. A forma real de como isso a afeta, se está ciente ou não da maldição e seus verdadeiros sentimentos são um mistério, mas sabe-se que ela costuma se aproximar dos filhos com mais frequência do que qualquer outro deus - até mesmo no passado, lamentando-se pelo fado dos semideuses. Ainda assim, está impossibilitada de controlar suas próprias relações. Mais do que apenas se apaixonar, Eos está fadada a sempre ver tudo aquilo que ama morrer, enquanto ela sempre permanece.

Áreas: Amanhecer, crepúsculo, orvalho, aves canoras
Símbolo: Galo e aves canoras, chaves
Armas: Cimitarra (seus filhos também ganham um escudo)
Relacionamentos comuns: Qualquer um. A única coisa em comum é o apreço pelo nascer ou pôr-do-sol.
Aparência adotada: Eos sempre assume a aparência de uma mulher bela. A idade é variável, mas geralmente em torno dos 20 a 25 anos, trajando vestidos esvoaçantes de cor rosa, amarelo, alaranjado ou em um degradê nesses tons, e unhas cor de rosa. Seus cabelos são sempre loiros, e os olhos da cor âmbar.

Características dos seus filhos

Físicas: Olhos sempre âmbar. As outras características são variáveis, herdadas da parte mortal. Considerando a grande quantia de relacionamentos da deusa, é um dos grupos com a maior variação étnica.

Psicológicas: Filhos de Eos tendem a herdar o humor da mãe, com uma forma mais leve de lidar com as coisas. Contudo, nem sempre são frívolos ou fúteis, podendo guardar muita coisa dentro de si mesmos - alguns especulam se isso é um reflexo do que a própria deusa sente, uma vez que só veem seu lado luminoso. A maioria possui uma boa índole, contudo, e um comportamento gentil, mas não quer dizer que sejam passivos ou submissos aos outros - podem ser geniosos quando querem, mostrando uma personalidade mais forte do que aparentam.

Ficha exigida

Comum


Organização PJBR
avatar
Administradores
Mensagens :
807

Localização :
Olimpo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Informações sobre os deuses progenitores, protetores e patronos

Mensagem por Organização PJBR em Ter 05 Jun 2018, 21:50

Hades

Deus Olimpiano dos Mortos e do Submundo

Hades também é um dos três grandes, a quem coube o comando dos subterrâneos e suas riquezas e do mundo dos mortos em geral, após a partilha de poder com Zeus e Poseidon. Dos três grandes, é talvez o que menos interfere no mundo humano - talvez ressentido com a parte que lhe coube ou amargurado com o tratamento recebido pelos irmãos, em sua maior parte resignando-se ao submundo.

É um deus pouco emotivo, mas já teve seus arroubos, como o que o levou ao rapto de Perséfone, e lhe rendeu o ódio de Deméter e fez com que passasse a desconfiar de Apolo, não confiando muito no deus ou em seus filhos após o episódio em que ele o denunciou à (futura) sogra. A rivalidade com os irmãos nunca foi plenamente esquecida, tanto pelas guerras passadas, a quebra de um juramento que só ele se manteve fiel a, até mesmo, a traição de Zeus, que assumiu sua forma para enganar Perséfone, gerando Melinoe - o que também faz com que não confie na deusa menor, por mais que perdoasse a esposa, uma vez que ela unicamente caiu no embuste. Ainda assim, vê em Thanatos um servidor fiel, e é neutro quanto à Hécate, já que apesar de ter se deparado com Deméter ela temeu revelar o que sabia.

Hades não costumava ter muitos relacionamentos extraconjugais, tanto por amar realmente Perséfone quanto pelo ciúmes da esposa. Uma de suas amantes, Mynthè, (talvez a única relatada na mitologia), foi transformada na planta de menta pela esposa, após esta descobrir sua relação. Isso fez com que se tornasse extremamente ciumento também, perseguindo filhos de Perséfone por séculos - se ele não teria nenhum caso, ela também não (ainda que seja obrigado a aceitar Adônis em seu reino). Com isso, não foi uma surpresa que após o juramento ser desfeito ele tenha se tornado mais ativo - uma espécie de troca entre ele e a esposa, já que ela também seria obrigada a aturar suas escapulidas, se quisesse ter seus romances.

Atualmente, Hades ganhou de novo seu lugar no Olimpo, o que totaliza 13 lugares (número de mau agouro e que já ocasionou a saída de Héstia por Dionísio antes). De que forma isso afeta os poderes do Olimpo pouco se sabe até agora.

Quanto a seus filhos, Hades não é tão ausente, mas não costuma demonstrar seus sentimentos, por mais que se importe.

Áreas: Escuridão, morte, submundo
Símbolo: Elmo sombrio
Armas: Espada (seus filhos também ganham outros itens)
Relacionamentos comuns: Hades não possui um perfil típico de consortes, variando muito, desde as mais delicadas - talvez por lembrarem Perséfone em sua melhor época - até as mais sérias. A ligação com o oculto, a escuridão ou o submundo ou o passado tende a ser frequente nessas mulheres, mas não é obrigatória.
Aparência adotada: Hades sempre adota uma aparência formal, aparentando um homem maduro na casa dos 40 a 50 anos, com a barba espessa mas aparada, e ternos de corte perfeito, sempre negros.

Características dos seus filhos

Físicas: Olhos sempre escuros, castanhos ou negros, e pele levemente pálida se comparado ao tom comum, mas nada exagerado como ocorre com os filhos de Melinoe. Todas as outras características são geralmente herdadas da mãe, mas cabelos escuros são mais comuns. Porte físico e compleição normais.

Psicológicas: Tendem a ser introspectivos e solitários - às vezes por opção, mas nem sempre, podendo se tornar tímidos ou antissociais com certa facilidade. Isso também provoca um senso de independência muito forte, o que faz com que em geral achem que trabalham melhor sozinhos, tendendo ao individualismo e até a desconfiança, não sendo muito otimistas com relação a trabalho em grupo. Também não acreditam em pessoas que são sempre gentis e boazinhas - geralmente pela personalidade, pelo que vivem ou pelo poder que lhes é dado, sempre acham que as pessoas tem algo de obscuro em si - um reflexo do que acreditam possuir - e não confiam muito e nem acreditam em pessoas sempre muito otimistas e felizes, como filhos de Apolo, Afrodite e Eos que seguem o estereótipo. Por outro lado, exatamente por ser difícil quebrar as barreiras que erguem sobre si mesmos, quando alguém consegue penetrar sua armadura tornam-se extremamente leais, mas caso se deixem dominar pela negatividade podem tornar-se obsessivos e sufocantes.

Ficha exigida

Teste mensal, que pode ser encontrado aqui.


Organização PJBR
avatar
Administradores
Mensagens :
807

Localização :
Olimpo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Informações sobre os deuses progenitores, protetores e patronos

Mensagem por Organização PJBR em Ter 05 Jun 2018, 21:55

Hécate

Deusa Tríplice da Magia e das Encruzilhadas

Deusa da magia, Hécate possui mistérios até em seu nascimento, uma vez que há várias hipóteses sobre seus progenitores. Apesar de ser uma deusa menor, arrebanha muito poder, em parte pelos seus aspectos, que na cultura humana a fizeram ser confundida com várias deusas, em parte pela atração que a magia tende a gerar, e a incrível versatilidade.

Também possui um lado sombrio, como deusa ctônica e fúnebre, mantendo uma relação estreita com deuses do submundo, em especial Melinoe. É relacionada a animais noturnos, em especial corvos, cães e lobos, e ao cipreste, visto como uma árvore que representa a tristeza.

Sua relação com os filhos tende a variar de acordo com o aspecto dominante. Pode ser mais leve, como donzela, os tratando como heróis e guerreiros necessários, pode ser mais protetora e preocupada, na forma da mãe, ou pode ser mais afastada e ácida, na forma de senhora, já dominada pela sabedoria, mas também com certo cinismo considerando seus conhecimentos. Ainda assim, em todas as formas é exigente com relação ao preparo dos semideuses, apenas tendo em boa conta aqueles que se esforçam e estudam, uma vez que seus poderes dependem mais de uma mente aguda do que de um corpo musculoso. Tende a ser mais presente na vida das filhas, mas nem por isso menos exigente.

Áreas: Magia, noite, rituais fúnebres, mulheres
Símbolo: Cipreste, caldeirão, corvos, cães infernais, tochas
Armas: Adaga (seus filhos também ganham outros itens)
Relacionamentos comuns: Antiguários, estudiosos de oculto, historiadores
Aparência adotada: A depender do aspecto. Como donzela manifesta-se como adolescente ou jovem, entre 17 a 20 anos (às vezes menos, ao lidar com semideuses), com roupas leves mas que valorizem seu corpo; como o aspecto da mulher, aparece mais madura, entre os 35 e o 55, com roupas mais sóbrias, mas que lhe conferem um ar de mistério. Como senhora, só surge para dar conselhos ou observar de perto, nunca mantendo um relacionamento nesta aparência, que ainda é variável de acordo com o seu humor, desde uma senhora na entrada da terceira idade, com cerca de 65, 70 anos, até velhas anciãs de idade indefinida, sempre com túnicas e roupas sóbrias e pesadas. As cores mais comuns de suas vestes, independente da idade, são o roxo (em suas várias tonalidades), cinza (em vários tons), azul marinho e preto.

Características dos seus filhos

Físicos: Estudiosos, tendem a ter uma compleição mais esguia e frágil, como quem passa a maior parte do tempo em uma biblioteca. A cor dos olhos e cabelos é bastante variável, mas sua expressão, mesmo quando em repouso, lembra a de alguém compenetrado, como se guardassem muitos mistérios.

Psicológicos: Variam entre a introspecção e o isolamento até a exibição completa, tentando mostrar suas proezas e poderes ao mundo. Em ambos os casos, podem ser tão racionais quanto filhos de Atena, e geralmente possuem atração por livros e conhecimentos em geral, sempre com um comportamento e vocabulário mais erudito (o que pode passar uma impressão de pedantismo), mas se focam mais no estudo do oculto, sobrenatural, mitologia, monstros e história. Se interessam mais por problemas mentais e enigmas, deixando de lado certos aspectos práticos, e podem perder-se em seus próprios planos e esquemas. Podem eleger áreas específicas de estudo, tornando-se obsessivos quanto a isso. Quando conseguem focar toda sua inteligência e energia em um objetivo, demonstram poderes devastadores, e tornam-se aliados versáteis e criativos.

Ficha exigida

Comum, avaliada com rigor.


Organização PJBR
avatar
Administradores
Mensagens :
807

Localização :
Olimpo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Informações sobre os deuses progenitores, protetores e patronos

Mensagem por Organização PJBR em Ter 05 Jun 2018, 22:00

Hefesto

Deus Olimpiano das Forjas e Vulcões

Hefesto é um deus recluso, com uma visão prática das coisas e pouco envolvimento emocional - não por ser frio, mas apenas por não saber demonstrar. Foi rejeitado pelos pais - em algumas versões, Hera o atira do Olimpo por ser feito, em outras, Zeus realiza o ato - ficando coxo na queda. Essas características físicas o tornaram mais quieto, recluso e pouco confiante, exceto no que tange às forjas - sua válvula de escape. O próprio deus admite não saber lidar com as pessoas, e as máquinas são seu refúgio.

É casado com Afrodite, mas isso foi arranjado por Zeus, mais como um forma de punição à deusa - pela inveja que as outras olimpianas sentiam de seus atributos do que para favorecer o filho. Apesar disso, a união representa a inspiração aliada ao poder criativo. Hefesto é um exímio artesão, e apesar de seus itens mais famosos serem armas, também é igualmente capaz de fazer esculturas e adornos, como o próprio cinto de sua esposa.

Apesar da falta de demonstrações, é um deus que acompanha e se orgulha da evolução de seus filhos, realmente se preocupando, apenas não faz muito contato.

Áreas: Metalurgia, artesanato, mecânica, construtos, fogo.
Símbolo: Bigorna e martelo, engrenagens
Armas: Martelo e Machado
Relacionamentos comuns: Mecânicas, projetistas, mulheres ligadas à tecnologia e construção de forma geral
Aparência adotada: Hefesto não é um deus que se possa chamar de bonito, mesmo em seus avatares. Sempre dá preferência para a imagem de um homem mais velho, em geral com barba e bigodes fartos, sempre negros. O tom de pele varia entre moreno claro a negro, abrangendo essas nuances. É forte, mas tende a ser mais baixo, de compleição atarracada. Em geral apresenta as mãos calejadas pelo trabalho, e as roupas de acordo com um profissional da área das forjas, macacões mecânicos ou mesmo roupas mais informais.

Características dos seus filhos

Físicos: Compleição mais pesada, tendem a ser mais baixos e musculosos que a média. Dificilmente são loiros, variando entre morenos claros, pardos ou negros. Não costumam ser classificados como "bonitos", mas são claramente fortes e resistentes.

Psicológicos: Geralmente mais introspectivos, são focados, mas empolgam-se ao lidar com mecânicas ou qualquer coisa que requeira suas habilidades. São mais práticos, não gostam de jogos de qualquer tipo e não lidam bem com quem os faz, sejam chantagens emocionais a brincadeiras infantis - mas ainda se dão bem com os filhos de Hermes quando a questão é unir habilidades no trabalho. Tendem a não relativizar as coisas, os típicos 8 ou 80. Aqueles raros mais expansivos ou extrovertidos tendem a um humor auto-depreciativo. Apesar da facilidade de se empolgarem com os projetos, conseguem se focar quando trabalhando em algo, a ponto de não deixarem sua tdah interferir no andamento do serviço. É raro que assumam posições de liderança, mas valorizam trabalho em grupo e tendem a ser mais ordeiros e organizados que a maioria.

Ficha exigida

Comum


Organização PJBR
avatar
Administradores
Mensagens :
807

Localização :
Olimpo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Informações sobre os deuses progenitores, protetores e patronos

Mensagem por Organização PJBR em Ter 05 Jun 2018, 22:13

Héracles

Deus Menor da Força e Heroísmo

Héracles é um deus menor, lembrado geralmente por seus feitos como mortal. Isso o perturba um pouco, uma vez que, como deus, foi condenado a guardar a passagem de Gibraltar e, desde então, não tem feito nada significativo. Isso e o ressentimento que nutre por Hera fazem dele um deus amargurado, mas, por outro lado, disposto a auxiliar semideuses - exceto devotos - desde que lhe deem os devidos créditos. Um filho que se torne devoto seria sua pior decepção.

Orgulhoso de si e vaidoso, Héracles pode ser um tanto quanto egoísta, colocando a si mesmo antes dos outros, e tendo uma postura não só fútil como covarde (um paradoxo, considerando sua fama e atribuições).

Ainda assim, em seus melhores dias pode ser prestativo, lembrando as velhas glórias, e pode se mostrar mais afável com quem lhe bajule, lembrando o quão primorosa foi sua trajetória - afinal, não é todo dia que um mortal chega a divindade.

Áreas: Força, coragem, heroísmo
Símbolos: Clava, leão de Neméia, punhos
Armas: Clava e Arco
Relacionamentos comuns: Héracles não tem um perfil específico, mas grande parte dos seus relacionamentos são com mulheres que superaram alguma dificuldade na vida.
Aparência adotada: Idade variável. Geralmente, um homem adulto, alto e musculoso, usando roupas informais. Não utiliza barba ou bigode. Na maior parte das vezes com cabelos castanhos ou ruivos e olhos castanhos, mas pode modificar a aparência como lhe convém, como qualquer deus.

Características dos seus filhos

Físicas: Filhos de Héracles possuem o mesmo perfil físico dos filhos de Ares, sendo geralmente altos e fortes, com a resistência e constituição acima da média. Não há nenhuma característica física obrigatória.

Psicológicas: Tendem a ser competitivos e odeiam demonstrar medo. Podem se tornar grandes falastrões, com bravatas e provocações nem sempre capazes de cumprir, apenas para tentar intimidar o alvo ou não demonstrar fraqueza. São, contudo, um pouco mais centrados que os filhos do deus da guerra, com um temperamento mais controlado, ainda que gostem de chamar atenção para suas capacidades, podendo ofuscar ou pisar em calos de outras pessoas ao se auto-intitularem superiores. Certa arrogância tende a ser comum, mesmo que nem sempre tenham motivos para tal. Vaidade - no caso com seu aspecto físico - também é frequente.

Ficha exigida

Comum


Organização PJBR
avatar
Administradores
Mensagens :
807

Localização :
Olimpo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Informações sobre os deuses progenitores, protetores e patronos

Mensagem por Organização PJBR em Ter 05 Jun 2018, 23:00

Hermes

Deus Olimpiano dos Ladrões, da Comunicação, Tecnologia e Viagem

Hermes é um dos deuses mais acessíveis - tanto que é quem costuma receber e auxiliar os indefinidos - e o que mais faz contato com humanos (eventualmente quebrando as regras divinas). Apesar disso, se considerar apenas seus filhos legítimos, apesar de ter sim uma certa quantidade de filhos não chega a ser o que mais enche o acampamento, honras dadas a Ares e Apolo - e, dizem as más línguas, futuramente a Zeus, agora que está livre do juramento.

Ainda assim, Hermes é um deus que conquista grandes simpatias mesmo de outros semideuses que não sua prole, apesar de usualmente subestimado, dado sua capacidade de fazer tudo um pouco, ou improvisar nos melhores momentos (isso quando não tem uma desculpa para se safar). É reconhecido pela sagacidade e por sempre aparecer nos locais na hora exata. Mas pode ser um tanto falante - ou ocupado demais. Hermes realmente gosta de seus filhos, mas tenta não interferir em suas vidas, já que heróis devem traçar seus próprios caminhos - mas realmente está transgredindo um pouco as regras, depois de Luke, querendo que seus filhos saibam que ele se importa, mesmo que precise se manter distante.

Áreas: Viagens, furto, comunicação, tecnologia
Símbolos: Caduceu com duas serpentes, calçados ou elmo alados
Armas: Adagas (mas ganham outros itens de suporte)
Relacionamentos comuns: Aventureiras, hackers, viajantes, jornalistas - Hermes possui uma longa lista; basicamente, mulheres ligados às suas áreas de atuação.
Aparência adotada: Variável, de adolescente ladino a homem de negócio, com ternos ou uniformes de alguma área específica. Não costuma usar barbas ou bigodes. Magro, de estatura mediana e compleição esguia, em geral moreno. Marta e George estão sempre com ele, na forma de um celular - com o qual costuma passar grande parte do tempo.

Características dos seus filhos

Físicas: As feições élficas são uma característica básica, independente da etnia, mas é tudo que puxam do pai. Além disso, tendem a ser mais magros do que fortes, privilegiando agilidade à força bruta.

Psicológicas: A maioria são visionários, ainda que nem sempre consigam ter uma estratégia para seus objetivos, sonhando alto demais e se engajando em qualquer coisa que lhes chame a atenção. Se empolgam fácil com as coisas, começando várias tarefas ao mesmo tempo, mas trocando de foco muito rápido. Geralmente ansiosos, não conseguem ficar parados muito tempo, odiando esperar pelo que quer que seja.

Ficha exigida

Comum


Organização PJBR
avatar
Administradores
Mensagens :
807

Localização :
Olimpo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Informações sobre os deuses progenitores, protetores e patronos

Mensagem por Organização PJBR em Ter 05 Jun 2018, 23:03

Héstia

Deusa do Fogo, da Lareira, do Lar e dos Laços familiares

Héstia é uma deusa pacífica e de boa índole, que geralmente deixa a si mesma de lado quando é para prover a paz. Representante dos lares, tem em seu símbolo a lareira - que, nas casas gregas, ficava no coração do lar, para prover aquecimento à toda a residência, tornando-se assim o local mais importante. Assim é a deusa: discreta, pouco chamativa e geralmente sem chamar nenhuma glória para si, mas ainda assim sendo responsável por manter a união e prover incentivo aos outros. Mas que não se deixem enganar: apesar de calma e de dificilmente se abalar, exigindo esforços para ser desestruturada, sua ira pode ser destrutiva, da mesma forma que o fogo em seu interior.

Ainda assim, é uma deusa de boa índole, e ninguém sabe exatamente como conseguiu seus filhos, uma vez que jurou se manter intocada - talvez de forma similar a Atena, ainda que seu foco seja a personalidade e os valores familiares, não sendo uma relação intelectual, mas, de certa forma, espiritual. É um mistério, mas o fato é que ela rege por sua prole e demonstra atenção quando procurada. Pode ser encontrada, por vezes, no Acampamento Meio-Sangue, cuidando da fogueira.

Áreas: Lar, união, Família, Fogo
Símbolos: Lareira
Armas: Espada e escudo
Relacionamentos comuns: Variados. Geralmente homens que valorizam o conceito familiar.
Aparência adotada: Garotinha ruiva com sardas, de cerca de 8 anos, geralmente ao lidar com semideuses. Para relacionamentos com humanos é variável, sempre ruiva, mas de postura discreta e elegante, geralmente usando vestidos clássicos. Os olhos sempre são castanhos, parecendo levemente avermelhados.

Características dos seus filhos

Físicas: Nenhuma obrigatória. Filhos de Héstia herdam todas as características do lado humano.

Psicológicas: A calma e serenidade é comum, bem como o desejo de auxiliar o próximo. Tendem a ser prestativos mas, por outro lado, podem esquecer de si mesmos, abrindo mão de suas necessidades ou de seu valor/ crédito nos trabalhos - muitas vezes guardando isso como uma mágoa secreta, uma vez que não pedem atenção, mas não significa que não desejem reconhecimento, apesar de não pedirem diretamente por isso. Tendem a ser leais e sabem seguir ordens, raramente ocupando ou invejando o cargo de liderança, e geralmente servem como apaziguadores de ânimos, servindo para manter a união dos grupos dos quais fazem parte.

Ficha exigida

Comum


Organização PJBR
avatar
Administradores
Mensagens :
807

Localização :
Olimpo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Informações sobre os deuses progenitores, protetores e patronos

Mensagem por Organização PJBR em Ter 05 Jun 2018, 23:08

Hipnos

Deus do Sono e Senhor dos Oneiros

Hipnos é o deus do sono e pais dos deuses que geram os sonhos - os oneiros - por isso sua área abrange o sonho e o imaginário também, bem como o subconsciente. Irmão gêmeo de Tânatos - o deus da morte - sempre foi representado em marfim e dourado, enquanto seu irmão em ébano e prata. Hipnos é um deus que pouco se envolve nas políticas divinas ou tramóias olimpianas, ficando isolado em seu palácio, aonde passa o dia descansando, saindo apenas durante o anoitecer para fazer a humanidade dormir. Nas suas raras aparições, fala pouco, quase não interagindo com os outros, mantendo uma postura elegante mas alheia, acabando por ser mais fonte de intriga com seus mistérios do que gostaria.

Áreas: Sono, sonho, preguiça, hipnose
Símbolos: Plumas, alfange com areia
Armas: Espada (itens de suporte adicionais)
Relacionamentos comuns: Qualquer. O sono e o sonho afeta a todas as pessoas. Hipnos não tem um perfil de relacionamentos.
Aparência adotada: Hipnos é sempre loiro e calmo, esguio e bem apessoado. Geralmente aparece na forma adulta, mesmo para lidar com semideuses. Suas roupas são elegantes, como ternos e mantos, ou clássicas, remetendo aos ícones gregos. Idade variável.

Características dos seus filhos

Físicas: As características dos filhos de Hipnos são herdadas da parte mortal, variando bastante. Nenhuma obrigatória.

Psicológicas: Filhos de Hipnos são geralmente calmos, do tipo que não fazem nada com pressa - podendo não lidar muito bem com a pressão alheia ou simplesmente não ligando - uma postura que, quando levada ao extremo, pode ser enervante, uma vez que neste caso parecem simplesmente não se importar com nada. Possuem uma tendência a serem "aéreos", se perdendo em sonhos mesmo quando acordados. Por outro lado, tem a capacidade de acalmar até o mais irritadiço filho de Ares, conseguindo facilmente colocar panos quentes na maioria das situações. Poderiam ser bons líderes se fossem um pouco mais pró-ativos, mas a maioria esmagadora simplesmente não se preocupa com isso, preferindo seguir o fluxo que dê menos trabalho.

Ficha exigida

Comum


Organização PJBR
avatar
Administradores
Mensagens :
807

Localização :
Olimpo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Informações sobre os deuses progenitores, protetores e patronos

Mensagem por Organização PJBR em Ter 05 Jun 2018, 23:21

Íris

Deusa Mensageira e do Arco-Íris

Íris é a deusa mensageira, representada pelo arco-íris. Foi recompensada com sua posição ao ficar ao lado dos deuses na Titanomaquia. Mensageira particular de Hera, acabou ganhando mais destaque no mundo dos semideuses por causa das mensagens de Íris, ainda que isso a sobrecarregou - fazendo-a terceirizar o negócio enquanto investia em sua real paixão: produtos naturais. Ela abriu a loja P.E.V.O.A.I (Produtos & Estilo de Vida Orgânica Arco-Íris) junto com uma ajudante, Fleecy, uma nebulae, responsável atual pela supervisão das mensagens. Calma e pacífica, Íris pode ser uma deusa gentil - desde que você não se importe em comprar alguns bolinhos de chocolate: sem glúten e sem lactose (e sem sabor, mas não digam a ela!).

Áreas: Mensagens, arco-íris, cristais, céu
Símbolos: Arco íris
Armas: Espada (itens adicionais de suporte)
Relacionamentos comuns: homens de estilo alternativo ou ligados a viagens e empreendimentos.
Aparência adotada: Uma mulher adulta, mas jovem, com roupas estilo hippie ou com propaganda da PEVOAI.

Características dos seus filhos

Físicas: Nenhuma em específico. Herdam do lado humano.

Psicológicas: São geralmente bem humorados e de mentalidade aberta. Assemelham-se em vários aspectos aos filhos de Hermes - ainda que sem o lado sacana da personalidade - sendo visionários e até, para quem não está acostumado, podem ser considerados meio "birutas" - sabe aquela sacada genial que parece bizarra e pode dar muito errado ou muito certo? Idéia de um deles, com certeza!

Ficha exigida

Comum


Organização PJBR
avatar
Administradores
Mensagens :
807

Localização :
Olimpo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Informações sobre os deuses progenitores, protetores e patronos

Mensagem por Organização PJBR em Ter 05 Jun 2018, 23:24

Macária

Deusa Menor da Boa Morte


Macária é a única filha legítima do relacionamento de Hades e Perséfone. A ela foi reservado o domínio sobre a boa morte e os Campos Elíseos, cabendo a ela a guia e cuidado das almas merecedoras de recompensas no pós-vida ou de uma morte calma e indolor, em paz. Diferente da maioria dos deuses do submundo, sua aura exala calmaria, e é vista como uma deusa serena e bondosa.

Áreas: Boa morte, Campos Elíseos
Símbolos: Ank
Armas: Adagas (ganha itens de suporte adicionais)
Relacionamentos comuns: Macária é bondosa. Ela se relaciona com aqueles que considera dignos, em sua maioria pessoas que tiveram perdas na vida e conseguiram seguir adiante ou necessitem de uma razão para isso.
Aparência adotada: Uma mulher pálida, com roupas simples e discretas, geralmente em tonalidades escuras. Ela é gentil e tem a voz doce e um perfume que sempre permanece no local, mesmo depois que ela sai.

Características dos seus filhos

Físicas: A palidez os torna semelhantes a filhos de Melinoe, mas sua expressão é mais calma e seu humor mais leve. Tendem a ser esguios, mais ágeis do que fortes. Nenhuma outra característica é muito proeminente.

Psicológicas: De humor mais leve que outros filhos de deuses do submundo, podem parecer tímidos inicialmente, mas se tornam cada vez mais extrovertidos conforme o contato se amplia. Evitam contato direto e, se possível, evitam confrontos, demonstrando simpatia e empatia além do "comum" para a maioria das pessoas, mas às vezes podem cair em um estado contemplativo ou apenas buscar silêncio e meditação, não se dando muito bem com grandes multidões.

Ficha exigida

Comum, avaliada com rigor


Organização PJBR
avatar
Administradores
Mensagens :
807

Localização :
Olimpo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Informações sobre os deuses progenitores, protetores e patronos

Mensagem por Organização PJBR em Ter 05 Jun 2018, 23:29

Melinoe

Deusa Menor dos Fantasmas


Melinoe é uma filha bastarda de Zeus e Perséfone, quando esta foi enganada pelo senhor do Olimpo em uma de suas metamorfoses. Deusa dos fantasmas, é uma deusa que puxou mais para o lado sombrio, amargurada por ter seus domínios limitados, seus fantasmas proibidos de vagar livremente pelo mundo. Não se dá bem com Hades, por seu nascimento ser uma traição a ele, e não costuma se relacionar muito com mortais. Na forma divina, metade do seu corpo é branco e pálido de forma sobrenatural, como leite, mas belo, enquanto a outra metade é negra e necrosada - semelhante a outras deusas infernais, como Hell da mitologia nórdica. Pode assumir a forma de qualquer fantasma e possui grandes poderes ilusórios. No Tártaro, vive em uma caverna perto dos campos asfódelos, cuja entrada é pavimentada com degraus de ossos humanos. Não é muito gentil, ainda que possa fazer contatos esporádicos com os filhos, mas em geral limita-se a enviar fantasmas mensageiros.

Áreas: Fantasmas, submundo
Símbolos: Espírito atormentado, névoa
Armas: Correntes (ganha itens de suporte adicionais)
Relacionamentos comuns: Melinoe lida com aqueles próximos à morte: médicos legistas (ou de áreas de grandes riscos/ mortalidade), coveiros, assassinos, agentes funerários ou homens que tenham sofrido ou presenciado grandes tragédias - qualquer um que carregue fantasmas pode ser alvo de sua atenção.
Aparência adotada: Uma mulher pálida, silenciosa, com roupas de luto ou discretas. O uso de luvas, chapéu e óculos escuro são comuns. Pode se apresentar como funcionária dos locais que guardam a morte ou onde busca relacionamentos. Suas roupas são atemporais, geralmente com algum item "vintage".

Características dos seus filhos

Físicas: A palidez mais proeminente do que até mesmo a dos filhos de Hades é uma característica. Tendem a ser esguios, dificilmente possuindo um grande porte ou constituição - apesar de não ser impossível. Nenhuma outra característica relevante, sendo a maior parte herdada do lado mortal.

Psicológicas: Tendem a ser fechados e reclusos. Sua ligação com o mundo inferior e os fantasmas os fazem ser arredios, já que desde muito cedo acabam sendo tratados com estranheza quando percebem seus maneirismos - geralmente causados pela capacidade de ver/ ouvir os mortos. Não costumam ser muito hiperativos, mas o déficit de atenção é agravado. Acabam se assimilando aos filhos de Hades e Tânatos, tornando-se mais solitários e prejudicando seu desenvolvimento social/ emocional - mas, por outro lado, podem se tornar preocupados com os mortais e suas vidas curtas, talvez em uma tentativa de evitar que mais fantasmas os perturbem, e desenvolver um senso de proteção com os vivos, fazendo com que ajam bem em grupos, uma vez que nunca estão sozinhos, ao menos espiritualmente falando.

Ficha exigida

Comum, avaliada com rigor


Organização PJBR
avatar
Administradores
Mensagens :
807

Localização :
Olimpo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Informações sobre os deuses progenitores, protetores e patronos

Mensagem por Organização PJBR em Ter 05 Jun 2018, 23:35

Nêmesis

Deusa Menor da Reparação e Retribuição


Nêmesis é chamada de "vingança divina" e apesar deste aspecto tornar-se o mais popular - muitas vezes interpretado erroneamente - a deusa em si não busca punição, mas equilíbrio. Filha de Nix, foi criada junto com Têmis, deusa da justiça e juramentos, acabando por ter aspectos parecidos. Nêmesis cobra punições justas, mas uma conduta igualmente rigorosa de seus filhos, e acredita no esforço e merecimento - por isso, o leme quebrado, uma vez que não acredita que o destino (leme) determine tudo, incentivando que busquem seus potenciais. É uma deusa difícil de interpretar e de se seguir, e não possui favoritismos ou pena, nunca dando nada de graça aos seus filhos, mesmo que eles estejam em apuros.

Áreas: Retribuição, esforço, vingança, equilíbrio
Símbolos: Leme quebrado
Armas: Espada e açoite
Relacionamentos comuns: Nêmesis costuma se relacionar com párias - aqueles que receberam danos de alguém ou da sociedade, geralmente sem motivo, ou idealistas, que buscam uma sociedade equilibrada e justa. O perfil varia muito, desde justiceiros (criminosos) até policiais, ou homens aleatórios que se encaixem no perfil.
Aparência adotada: Nêmesis é magra, de cabelos encaracolados, negros e rebeldes. A aparência mais comum é como uma motoqueira, quase uma contraparte de Ares. Assumir a forma de magistrados ou advogadas também não é incomum.

Características dos seus filhos

Físicas: Nenhuma em específico.

Psicológicas: Filhos de Nêmesis vivem em conflito com o que esperam da sociedade e como a forma que as coisas se apresentam. Seu idealismo nem sempre é prático, e podem se perder em seu desejo de equilíbrio, tornando-se tiranos sem propósito - buscando restaurar um erro com atitudes que inicialmente pretendia combater. Costumam ser teimosos, mas se preocupar com o todo, desde que todos demonstrem estar se esforçando. Tendem a ser ordeiros e pragmáticos, e muitas vezes independentes, recusando-se a aceitar favores - em parte por não acreditarem em "altruísmo", em parte porque acham que dessa forma ficariam devendo algo a outra pessoa, o que não admitem. Precisam ficar atentos para que seu desejo de retribuição não seja transmutado em vingança sem sentido.

Ficha exigida

Comum, avaliada com rigor


Organização PJBR
avatar
Administradores
Mensagens :
807

Localização :
Olimpo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Informações sobre os deuses progenitores, protetores e patronos

Mensagem por Organização PJBR em Ter 05 Jun 2018, 23:38

Nix

Deusa Primordial da Noite


Nix é a deusa primordial da noite, e, apesar de ser uma das primeiras filhas de Caos e de ter gerado outros deuses e entidades (várias sozinha) acaba se afastando da política divina e pouco interferindo com os Olimpianos ou com os humanos. Não é propriamente boa ou má, apresentando ambas as facetas, mas mantém uma postura de mistério que condiz com suas áreas. Como Hécate e Circe, também foi ligada à feitiçaria, aspecto que também repassa aos seus filhos.

Áreas: Noite, Magia, Escuridão
Símbolos: Corvo, manto estrelado
Armas: Corrente (ganham itens adicionais de suporte)
Relacionamentos comuns: Seu aspecto de relacionamento é amplo, geralmente, homens que se envolvem com o estudo de ocultismo ou de fenômenos celestes, e que sejam um pouco mais introspectivos.
Aparência adotada: Uma mulher elegante, geralmente de longos cabelos negros e olhos da mesma cor. Não raro, usando mantos ou itens que remetam à noite de alguma forma, como um manto estrelado, na forma divina, ou pingentes com a figura dos astros na forma humana. É de poucas reações ou expressões, com a voz modulada e dificilmente demonstra algum rompante.

Características dos seus filhos

Físicas: Cabelos e olhos em tons escuros.

Psicológicas: Contemplativos seria a palavra para descrevê-los. Possuem uma tendencia ao isolamento, mas não por falta de apreço social, e sim porque em geral buscam paz e autoconhecimento ou melhores momentos para estudo e autoaperfeiçoamento. A maioria é calma, com uma aura de mistério. Sua atitude por outro lado pode afastá-lo das pessoas e esquecer coisas sobre empatia e relacionamento, e torná-lo desinteressado na maioria das coisas que não seja de seu interesse direto.

Ficha exigida

Comum, avaliada com rigor


Organização PJBR
avatar
Administradores
Mensagens :
807

Localização :
Olimpo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Informações sobre os deuses progenitores, protetores e patronos

Mensagem por Organização PJBR em Ter 05 Jun 2018, 23:43

Perséfone

Deusa Menor da Primavera, das Flores e Senhora do Submundo


Filha de Deméter e Zeus, Perséfone era antes Corè, a semente. Deusa juvenil, atraia muitos olhares e chegou a ser cobiçada por vários deuses, até seu rapto enamorado por Hades. Presa no tártaro após comer sementes de romã, acabou com um acordo de passar metade do tempo no submundo e a outra metade com sua mãe, após Deméter abandonar suas obrigações em uma busca incessante pela filha, provocando tragédias no mundo humano, com seca, fome e morte de rebanhos e povos. Apesar disso, é uma esposa devotada - e ciumenta - tendo transformado a única amante mitológica conhecida de Hades em um pé de menta - Minthé, uma ninfa que vivia à beira do Cocito e sendo conhecida por desejar mais destaque ao marido, mantendo-se ao lado dele nas contentas divinas (para desgosto da mãe, que nunca aprovou a relação). Com Hades possui apenas uma filha legítima - Macária, deusa da boa morte - mas também é mãe de Melinoe, gerada com Zeus através de artimanhas do senhor do Olimpo. Além disso, é conhecida pelo interesse em Adônis, que divide com Afrodite metade do tempo - a reação de Hades, ninguém sabe, mas suspeitam que mantenha suas atividades no mundo humano como uma vingança por isso, ainda que a própria deusa use as traições do marido como desculpas pelas suas próprias e, após um pacto entre ambos, tornou-se mais tolerante com os filhos dele, desde que os seus também sejam deixados em paz. Até agora, as coisas mantém-se equilibradas.

Áreas: Primavera, plantas (flores em especial), mudança de estações, sombras, submundo
Símbolos: Narciso vermelho (primaveril) ,rosa negra (invernal), romã (fruta ou sementes)
Armas: Espada e escudo
Relacionamentos comuns: Perséfone tem um perfil distinto pelas suas duas fases, mas a grande maioria de suas relações ocorre na primavera, época que a deusa se mostra expansiva e simpática - e que tem mais liberdade para vagar pelo mundo. Nesta fase, é mais comum que se enamore de homens mais jovens e aventureiros - relacionados muitas vezes à área das plantas, mas nem sempre; os típicos "amores de verão". Na fase do outono, o perfil muda, geralmente sendo homens mais práticos, solitários mas que mantém a paixão pelas plantas.
Aparência adotada: Na primavera, lembra o aspecto de Coré, como uma jovem em vestidos leves, com cabelos loiros ou castanhos claros e olhos verdes cintilantes. Na fase outonal, se mostra uma mulher mais madura, com roupas mais pesadas, escuras, e cabelos negros, a pele levemente pálida.

Características dos seus filhos

Físicas: Nenhuma obrigatória, mas olhos verdes são comuns.

Psicológicas: Varia da fase em que foram gerados. Filhos do aspecto primaveril tendem a ser mais expansivos, otimistas e extrovertidos; nessa fase, são mais enérgicos e se empolgam facilmente, o que os faz parecer mais hiperativos do que são. Filhos da fase outonal tendem a ser mais centrados, introvertidos e autossuficientes, mas ainda lidam melhor com grupos do que filhos de deuses essencialmente sombrios. Em ambas as fases, geralmente possuem uma visão de mundo peculiar, sendo sua mãe uma deusa cíclica, geralmente ficam com os pés no chão e sabem que tudo é passageiro - para o bem ou para o mal.

Ficha exigida

Comum, avaliada com rigor


Organização PJBR
avatar
Administradores
Mensagens :
807

Localização :
Olimpo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Informações sobre os deuses progenitores, protetores e patronos

Mensagem por Organização PJBR em Ter 05 Jun 2018, 23:47

Phobos

Deus Menor do Medo e do Pânico


Outro filho de Ares e Afrodite, geralmente anda acompanhado do irmão, Deimos.  Assim como ele, tende a não ser muito tolerado nos círculos divinos - o que não o impede, ainda assim, de ser uma presença constante. Contudo, Phobos é mais introvertido e lida com medos pessoais. Enquanto seu irmão provoca o temor diante da destruição física, Phobos está presente para lembrar mesmo os melhores de que podem falhar. Possui um contato maior com filhos de Ares, mas pode ser encontrado mais fácil do que qualquer Olimpiano.

Áreas: Medo, Fobias pessoais
Símbolos: Phobos não possui um símbolo específico. A manifestação de reclamação geralmente ocorre com alguma névoa obscura envolvendo o semideus, concentrando-se como uma lança e "perfurando" o peito do reclamado - mas não provoca danos - ou o esqueleto de um pássaro, em geral uma gralha ou corvo pairando sobre a cabeça do reclamado.
Armas: Lança (e outros itens de suporte)
Relacionamentos comuns: Qualquer. Phobos não possui um perfil. Da adolescente que teme não conseguir nada na vida à empresária que teme perder seus negócios, da dona de casa que teme por sua família ou aquela que teme acabar seus dias solitárias - todas tem algo que atrai Phobos: todas tem medo.
Aparência adotada: Semelhante ao irmão. Adota uma forma jovem ao lidar com semideuses adolescentes, entre 17 a 21 anos. Já com as consortes, a forma é variável, mas sempre com certo ar de mistério e perigo.

Características dos seus filhos

Físicas: Nenhuma obrigatória. Olhos castanhos são mais comuns.

Psicológicas: Filhos de Phobos tendem a ser mais calculistas que filhos de Ares ou até de Deimos, e privilegiam combates mentais, geralmente apoiados em subterfúgios e outras ações, como chantagem e intimidação - são do tipo que preferem provocar antes, deixando todos ao redor no limite - pessoas com medo tendem a fazer besteira. Geralmente de poucas palavras, mas ainda assim possuem certa empatia - é preciso saber avaliar uma pessoa para se aproveitar de suas fraquezas. Podem ser considerados oportunistas, caso suas características negativas sobressaiam, mas podem ser bons e até trabalhar em grupo, ainda que não priorizem isso na maior parte do tempo.

Ficha exigida

Comum.


Organização PJBR
avatar
Administradores
Mensagens :
807

Localização :
Olimpo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Informações sobre os deuses progenitores, protetores e patronos

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum