Ambientes Internos

Responder ao tópico

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Ambientes Internos

Mensagem por Organização PJBR em Qua Jul 25, 2018 5:14 pm

Ambientes Internos

Aqui são listados os locai públicos internos, de acordo com as regras de descrições do fórum. Lembrando que, apesar de ter esses locais listados, nada impede que um jogador crie ou descreva um local específico para suas RPs. As regras de RPs e Interações em geral podem ser encontradas aqui [inserir link].



Organização PJBR
avatar
Administradores
Mensagens :
889

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ambientes Internos

Mensagem por Organização PJBR em Qua Jul 25, 2018 5:39 pm

Biblioteca



Descrição


"Os verdadeiros analfabetos são os que aprenderam a ler e não leem.

— Mario Quintana"


Nas proximidades da Casa Grande, um majestoso prédio se expande por um grandioso espaço. Em seu modelo grego de construção, pilares de mármore mantinham a estrutura intacta, abrindo um espaço arejado e elevado – acompanhado por três degraus de curta altura – que serviria de hall de entrada e saída da biblioteca do acampamento repleto de seres semidivinos. A porta possuía, como detalhe principal, a imagem de uma bela coruja dourada, com seus contornos em alto relevo, que praticamente se partia ao meio quando a entrada era permitida.

Dentro, prateleiras enumeradas de um (01) a cinquenta e sete (57) estavam repletas de livros organizados, por ordem alfabética de sobrenome de autor, de acordo com o gênero literário ou assunto de pesquisa que for desejado. Os corredores, amplos, possuíam espaço suficiente para que os semideuses se aglomerassem por entre as estantes. Mesas arredondadas, com lugares para quatro pessoas, eram disponibilizadas nos espaços livres do cômodo único.

Bibliotecários trocavam seus turnos para que o local permanecesse em funcionamento durante as vinte e quatro horas diárias; o silêncio era prezado acima de tudo e a concentração com que exerciam seus trabalhos era de extrema eficiência. Dúvidas deveriam ser tiradas com os mesmos, possuindo, é claro, o devido respeito. Além deles, voluntários poderiam ser chamados para responder perguntas sobre onde encontrar qualquer tipo de livro que for almejado.

{Pensador, jäger}

Informações de Jogo


Tráfego humano: Inexistente
Periculosidade base: 0%
Visibilidade: Inexistente para humanos / Média para o Acampamento
Permissão de ataque: Não
Permissão de intervenção: Não



Organização PJBR
avatar
Administradores
Mensagens :
889

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ambientes Internos

Mensagem por Organização PJBR em Qua Jul 25, 2018 5:43 pm

Casa Grande



Descrição


"É o mais feliz, seja ele rei ou camponês,
aquele que encontra paz em seu lar.

— Johann Goethe"


A Casa Grande se assemelha muito com uma casa de fazenda, tão grande quanto uma mansão de luxo mas consideravelmente simples para quem a observa do exterior. Suas paredes são da cor azul-bebê, apesar de possuir detalhes em branco, como os batentes das portas e janelas. Atualmente, ela é usada como local de reunião dos conselhos de guerra, que envolvem todos os monítores de chalé, e como o principal escritório de Quíron, além de ser também um ótimo lugar para quem deseja um pouco de descanso.

Logo na varanda podem ser encontrados alguns pares de bancos e mesas de madeira, e não é raro encontrar Quíron e o sr. D jogando pinochle em um deles. A paisagem encontrada no local abrange praticamente toda a extensão do vale do acampamento, uma vez que a Casa Grande está situada na base da Colina Meio-Sangue, um dos lugares mais altos da região, e poucos são os que não se maravilham ao contemplá-la.

O interior é mais caseiro, apesar de não perder o conforto. Diversas fotografias de ex-campistas podem ser vistas pela parede juntamente de alguns outros quadros, em sua maioria abstratos. Alguns sofás cobrem parte de duas paredes em um canto junto de uma mesa de centro não muito grande, onde uma bandeja com algumas xícaras e um bule de chá estão prontos para serem servidos a algum convidado. Em outra parede, próximo à escada que leva ao segundo andar, duas poltronas repousam em frente a uma lareira apagada, situada sob uma pequena chaminé de tijolos de barro que conduzem a fumaça proveninente das chamas para o exterior.

No segundo andar, diversos quartos, entre eles o de Quíron e o do sr. D, podem servir de moradia a algum convidado especial ou até mesmo de enfermaria para algum doente, ainda que eles não sejam usados com frequência para esse propósito. Eles não estão muito bem mobiliados e são bem simples, contendo apenas uma cama de solteiro ideal para o corpo de um adulto, um frigobar com algumas garrafas d'água e um criado-mudo de madeira.

Uma escada de madeira ao fim do corredor principal, no segundo andar, conduz os moradores até o imundo e desabitado sótão. Diversos baús com ferramentas de heróis antigos e as mais variadas tralhas estão espalhados pelos cantos, alguns emperrados e a maioria coberta de teia de aranha. Várias molduras estão espalhadas pelas paredes, algumas vazias e outras contendo espólios de guerra de heróis — um quadro relativamente velho, provavelmente um dos mais antigos da coleção, sustenta um troféu parecido com a cabeça de uma enorme serpente esverdeada e podre, onde a inscrição "CABEÇA N. 1 DA HIDRA, WOODSTOCK, N.Y., 1969" pode ser lida. Uma banqueta de três pés de madeira pode ser vista próxima à única janela do cômodo, no lado oposto à escada de entrada — a maioria dos campistas ainda se lembra da múmia do Oráculo que repousava 24 horas por dia naquele assento, apenas tendo descanso em sua morte, logo após ser substituída no cargo por Rachel.

{Pensador, Percy Jackson BR, Percy Jackson e o Ladrão de Raios (RIORDAN, Rick), girardi}

Informações de Jogo


Tráfego humano: Inexistente
Periculosidade base: 0%
Visibilidade: Inexistente para humanos / Alta para o Acampamento
Permissão de ataque: Não
Permissão de intervenção: Não



Organização PJBR
avatar
Administradores
Mensagens :
889

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ambientes Internos

Mensagem por Organização PJBR em Qua Jul 25, 2018 6:42 pm

Caverna



Descrição


"Aquela caverna
triste, fria e sombria
é seu espelho.

— Marcelo Santos Silvério"


Na praia, próximo ao final da fronteira norte do Acampamento Meio-Sangue, e ainda dentro dos domínios da barreira mágica que mantém monstros afastados, está a entrada de uma caverna conhecida por poucos.

Olhada de fora aparenta ser pequena, com vários estalactites e estalagmites. Mas se explorada mais a fundo trará uma surpresa: um pequeno paraíso escondido. Após dois curtos, escuros e apertados corredores a caverna se abre em um amplo espaço sem teto, possibilitando assim se ver o céu acima. Existe ali uma grande piscina natural de águas cristalinas, rasa no início, mas sua profundidade vai aumentando aos poucos.

{Pensador, Kristy}

Informações de Jogo


Tráfego humano: Inexistente
Periculosidade base: 0%
Visibilidade: Inexistente para humanos / Baixa para o Acampamento
Permissão de ataque: Não
Permissão de intervenção: Não



Organização PJBR
avatar
Administradores
Mensagens :
889

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ambientes Internos

Mensagem por Organização PJBR em Qua Jul 25, 2018 6:47 pm

Arquibancadas



Descrição


"Se acreditas que não sou capaz, sente-se na arquibancada e assista meu sucesso!

— William Timóteo"


A arena era o centro de prática e treino dos semideuses em um geral. Os horários eram instituídos e os instrutores punham-se na aguardo de seus alunos. Sendo um local aberto, a espera ficaria maçante se não existisse locais de descanso e descontração.

A arquibancada, que se valia de sete pequenos andares, elevados e semicirculares, ao redor do espaço central, estava ali disposta para espectadores e aprendizes um tanto assustados com a situação. Uma rampa fora construída na parte central com o objetivo de guiar aqueles que gostariam de assistir as lutas com uma visão mais ampla até os lugares mais distantes. Cada parte possuía meio metro de altura e um de largura, dando lugares que serviam de assentos e encostos aos pés, sem incomodar o semideus abaixo.

Os degraus se enchiam quando, esporadicamente, eventos esportivos eram autorizados por Quíron e oferecidos por grupos de meio-sangues. Corridas de bigas e raros duelos poderiam ser responsáveis pela superlotação do ambiente.

{Pensador, jäger}

Informações de Jogo


Tráfego humano: Inexistente
Periculosidade base: 0%
Visibilidade: Inexistente para humanos / Alta para o Acampamento
Permissão de ataque: Não
Permissão de intervenção: Não



Organização PJBR
avatar
Administradores
Mensagens :
889

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ambientes Internos

Mensagem por Organização PJBR em Qua Jul 25, 2018 6:57 pm

Anfiteatro



Descrição


"As festas são momentos em que se confundem luzes, cheiros, sabores, cores e sons num só.

— Élin Casqueira"


Sendo o local de comemorações do acampamento, o anfiteatro se localizava a uma distância bem curta da Casa Grande. Sua estrutura lembrava a de um ginásio escolar, tanto por fora quanto por dentro, embora seu tamanho fosse descomunal. Detalhes em sua fachada davam-lhe um ar festivo e estranhamente amigável.

A porta metálica disponibilizada em sua parte frontal era a única forma de se entrar ou sair do lugar. Seu espaço interno era grande o suficiente para acolher todos os campistas, possuindo uma sala separada, com o mesmo comprimento e uma largura menor, onde ficavam os instrumentos musicais utilizados nas atrações e seus artigos decorativos. O piso era o mesmo utilizado em quadras esportivas, pintado em um tom amarelo claro. Arquibancadas com assentos separadas ficavam junto às paredes, dando descanso aos mais festeiros.

A iluminação era preparada pelo comitê do evento, assim como a decoração e o buffet. Raramente DJs eram contratados, deixando isso nas mãos de voluntários, usualmente vindos do chalé de Apolo ou do grupo extra de Orfeu.

{Pensador, Percy Jackson BR, Rick Riordan, Percy Jackson e o Ladrão de Raios (Rick Riordan), jäger}

Informações de Jogo


Tráfego humano: Inexistente
Periculosidade base: 0%
Visibilidade: Inexistente para humanos / Alta para o Acampamento
Permissão de ataque: Não
Permissão de intervenção: Não



Organização PJBR
avatar
Administradores
Mensagens :
889

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ambientes Internos

Mensagem por Organização PJBR em Qua Jul 25, 2018 7:05 pm

Enfermarias



Descrição


"Trabalhar num ambiente triste
Não sorria, aqui não é lugar para isso
Eu quero rir
Vou para um ambiente sombrio
Com doentes, sofrimento, choro, morte
Quero poder rir.

— Júlio Pereira"


Próximo a Casa Grande e no sopé de uma colina há um agrupamento de tendas brancas: as enfermarias do Acampamento Meio-Sangue. Destaca-se entre elas uma que irradia um brilho dourado, a maior de todas as tendas: a Enfermaria Central. Ao lado desta, em posição de estaque, está o do curandeiro-mestre. Atrás destas duas, no formato de meia lua, estão as demais enfermarias.

Com exceção apenas da Enfermaria Central, as dimensões dos estabelecimentos são iguais, e há de uma enfermaria para outra um espaço de quatro metros de distância. Cada uma possui um responsável, assim como decoração própria, e o horário de funcionamento depende do(s) curandeiro(s) que ali trabalha(m).

Apesar de apresentado aqui como um local de RP, as enfermarias possuem um local próprio no caso de curas, como a Enfermaria Central [link] e as enfermarias dos jogadores [link] cujo sistema pode ser encontrado aqui, caso você deseje se tornar um curandeiro. [link].

{Pensador, Kristy}

Informações de Jogo


Tráfego humano: Inexistente
Periculosidade base: 0%
Visibilidade: Inexistente para humanos / Alta para o Acampamento
Permissão de ataque: Não
Permissão de intervenção: Não



Organização PJBR
avatar
Administradores
Mensagens :
889

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ambientes Internos

Mensagem por Organização PJBR em Qua Jul 25, 2018 7:16 pm

Fogueira



Descrição


"Crepita a fogueira...
Entre nuvens mais estrelas.
Fogos de artifício.

— Fanny Dupré"


Esta é a descrição antiga. Por hora, favor considerar a descrição do Local Público dos Arautos.

É uma velha tradição no Acampamento Meio-Sangue. Toda noite, após o jantar, os campistas se reúnem no anfiteatro, onde de frente para a arquibancada é acessa uma grande fogueira. Ao redor dela, semideuses e criaturas da natureza tocam violões, usam flautas e liras para acompanhar e animar as canções de acampamento sobre deuses e criaturas mitológicas, que são sempre entoadas por todos. Pacotes de marshmallow, doces, salgadinhos e outras bobagens são distribuídos para os presentes.

Conforme a energia dos participantes aumenta, as chamas da fogueira se intensificam e vão mudando de cor: do vermelho para o laranja e depois para o dourado. Caso o espírito dos campistas não seja muito bom, a fogueira também refletiria isso.

Muitos semideuses são reclamados por seus progenitores divinos durante a fogueira, e a ocasião também é usada para discutir profecias e jogos, como o caça a bandeira. É a última atividade do dia, e se encerra com a trombeta sinalizando que é hora dos campistas se recolherem.

{Pensador, Percy Jackson e o Ladrão de Raios (Rick Riordan), O Herói Perdido (Rick Riordan), Kristy}

Informações de Jogo


Tráfego humano: Inexistente
Periculosidade base: 0%
Visibilidade: Inexistente para humanos / Alta para o Acampamento
Permissão de ataque: Não
Permissão de intervenção: Não



Organização PJBR
avatar
Administradores
Mensagens :
889

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ambientes Internos

Mensagem por Organização PJBR em Qua Jul 25, 2018 7:20 pm

Gruta do Oráculo



Descrição


"Levei-os à minha gruta
fizemos uma fogueira
e queimamos nossos males.

— Crislambrecht"


Dentro da floresta, em espaços mais próximos aos planaltos que circundam uma pequena área do acampamento, se encontra o lar do Oráculo de Delfos. Fazia-se necessário caminhar por entre as árvores mal espaçadas por um longo período de tempo até encontrar o local destinado à portadora do espírito da profecia grega, Rachel Elizabeth Dare.

Uma grande fenda na rocha serve como o umbral para a caverna que reserva os mistérios do futuro do mundo semidivino. Uma cortina de tecido transparente e avermelhado cobria a entrada, escondendo a sujeira que revestia o chão com ossos quebrados, galhos, folhas secas e armas inutilizadas de antigos heróis. Tochas possuíam seu tom amarelado e bruxuleante, garantindo a iluminação – quase obscura – dentro da gruta. Em um ar um tanto macabro, já dentro do ambiente, é possível notar a presença de um altar de cinquenta centímetros de altura, pouco afastado do fim da caverna, que não se estendia muito em comprimento ou largura. Logo acima, apenas uma cadeira ornamentada, com detalhes dourados e entalhados na madeira com perfeição.

Atrás do altar, onde era proibida a entrada sem convites explícitos da jovem profeta, havia uma porta singela e pintada de forma a se camuflar entre as pedras. Ao ser aberta, o apartamento da senhorita Dare é desvendado. Dado à garota pelo deus Apolo, o espaço é amplo e funciona com um kitnet – um cômodo único com cozinha, sala de jantar, quarto e sala, sendo que a única porta servia para chegar ao único banheiro a, pelo menos, dois quilômetros de distância.

{Wikipédia, Pensador, Rick Riordan, O Herói Perdido (Rick Riordan), jäger}

Informações de Jogo


Tráfego humano: Inexistente
Periculosidade base: 0%
Visibilidade: Inexistente para humanos / Baixa para o Acampamento
Permissão de ataque: Não
Permissão de intervenção: Não



Organização PJBR
avatar
Administradores
Mensagens :
889

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ambientes Internos

Mensagem por Organização PJBR em Qua Jul 25, 2018 8:09 pm

Pavilhão de Alimentação



Descrição


"Dá alimento a um gato, e logo aparece um segundo.

— Textos Budistas"


Em uma colina dentro do Acampamento, ergue-se o Refeitório, que possui vista para o mar, devido à altura em que se prosta ao nível da praia. Erguido como uma construção grega, o prédio é ladeado por enormes colunas de mármore - as famosas colunas gregas - intercaladas, cada uma de uma região. Quando oportuno, tochas são acesas, iluminando o recinto com uma luz bruxuleante.

No interior, encontram-se grandes mesas de madeira com toalhas roxas. Ao centro, uma fogueira arde com chamas onde os campistas oferecem alimentos aos deuses. Mais ao fundo, uma mesa longa é a mesa principal, onde Quíron e Dionísio realizam avisos. Deve-se esclarecer que o pavilhão não possui teto, sendo apenas uma espécie de "borda" de colunas com mesas no centro de um chão de mármore

Logo na entrada, os campistas passam por baixo de um arco que se assemelha ao Arco do Triunfo, na França, ainda que obviamente minimizada, sendo que as ilustrações contidas são cenas da mitologia grega. Por ali, no vestíbulo, há uma grande fenda que forma uma espécie de cicatriz em diagonal, feita por Nico DiAngelo num acesso de raiva.

Note que, além de disponível como cenário para RP, há um tópico fixo na área de descanso e recuperação, que permite o uso do pavilhão para restaurar HP e MP perdidos. Vide aqui [inserir link].

{Wikipédia, Pensador, Rick Riordan, O Herói Perdido (Rick Riordan), gabs}

Informações de Jogo


Tráfego humano: Inexistente
Periculosidade base: 0%
Visibilidade: Inexistente para humanos / Alta para o Acampamento
Permissão de ataque: Não
Permissão de intervenção: Não



Organização PJBR
avatar
Administradores
Mensagens :
889

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ambientes Internos

Mensagem por Organização PJBR em Qua Jul 25, 2018 9:24 pm

Praia dos Fogos



Descrição


"Eu me sinto como um garoto brincando na praia, contente em achar aqui e ali, uma pedra mais lisa ou uma concha mais bonita, mas tendo sempre diante de mim, ainda por descobrir, "O grande oceano de verdades".

— Isaac Newton"


A Praia dos Fogos ganhou este nome por ser o principal local onde os campistas se reúnem para assistir aos espetáculos pirotécnicos do dia da independência. É o limite norte do acampamento, sendo banhado pelas águas do estreito de Long Island, o que proporciona aos meios-sangues uma atividade extra de lazer. Seu comprimento é suficientemente grande para em torno de uma hora de caminhada, contando ida e volta, de uma ponta até a outra da costa.

Com o tempo, foi construído um deque de madeira perto do riacho Zéfiro que leva até vinte metros para dentro do mar, usado tanto para mergulhos quanto para assistir ao por do sol no final da tarde. A faixa de areia macia é larga e composta também por pequenas conchas que são trazidas pelas ondas durante a noite. Algumas pedras estão dispostas em círculo na areia, para as horas em que os campistas organizam uma fogueira e passam o tempo conversando e cantando ao redor do fogo.

{Pensador, Percy Jackson BR, Rick Riordan, Guia Definitivo (Knight, Mary-Jane), Percy Jackson e o Ladrão de Raios (Rick Riordan), Lavs}

Informações de Jogo


Tráfego humano: Inexistente
Periculosidade base: 0%
Visibilidade: Inexistente para humanos / Baixa para o Acampamento
Permissão de ataque: Não
Permissão de intervenção: Não



Organização PJBR
avatar
Administradores
Mensagens :
889

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ambientes Internos

Mensagem por Organização PJBR em Qua Jul 25, 2018 9:51 pm

Riacho Zéfiro



Descrição


"Não poderias entrar duas vezes no mesmo rio.

— Heráclito"


O Riacho Zéfiro, recebendo tal adjetivo por cortar parte da Floresta Zéfiro e abeberar a costa, é um rio de larga extensão que divide em duas a reserva florestal do acampamento. Possui um comprimento do tamanho da floresta e águas rasas e correntes, podendo atravessá-lo sem sequer afundar o abdômen.

Com margens de terra e/ou areia, o riacho é lar de peixes e outros seres vivos que podem ter chegado ali através do mar, também sendo ligado à vida de muitos dos espíritos aquáticos do camp. É comum utilizar-se do rio como ponto de referência às divisões de áreas em atividades grupais, como ocorre no Caça à Bandeira. Possui águas límpidas e cascatas por toda sua extensão, por isso é um ponto muito visitado por semideuses e seres da natureza que querem se banhar.

O riacho deságua em um lago de 20 metros quadrados, antecedendo uma cachoeira altiva que lança a água do zéfiro ao leito. Não é fundo o suficiente para ser possível submergir o corpo todo, por isso o nado é raso e dificultado. Já a cachoeira, em um lindo espetáculo de cores, ao encontrar a luz do dia, projeta um arco-íris sobre o teto do ambiente. A margem é de rochas, e encontra areia úmida em alguns determinados locais.

{Pensador, Percy Jackson BR, Rick Riordan, Percy Jackson e o Ladrão de Raios (Rick Riordan), damasio}

Informações de Jogo


Tráfego humano: Inexistente
Periculosidade base: 0%
Visibilidade: Inexistente para humanos / Alta para o Acampamento
Permissão de ataque: Não
Permissão de intervenção: Não



Organização PJBR
avatar
Administradores
Mensagens :
889

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ambientes Internos

Mensagem por Organização PJBR em Qua Jul 25, 2018 10:21 pm

Trilha de chalés



Descrição


"Não construais estátuas aos vossos heróis, é melhor erguer estátuas às vossas vítimas.

— Jean de la Bruyere"


Em meio aos chalés, há uma área descampada, não exatamente pavimentada, mas de terra batida com algumas poças de grama ocasionais, que crescem naturalmente. No centro, encontra-se uma fonte, que em muito chega até a lembrar aquelas encontradas em Roma. Há quem diga que, ao jogar um dracma na fonte, um pedido seu será realizado, mas talvez seja só uma desculpa para os filhos de Hermes conseguirem dinheiro fácil.

De qualquer forma, a fonte ergue-se imponente. Com três metros de altura e um diâmetro de quase quatro, ela é feita de mármore de aparência ligeiramente desgastada, de onde sai água dia e noite, que é reaproveitada. Suas construções incluem quatro cavalos, com o maior deles apontando para o norte, no primeiro nível e um dos maiores heróis semideuses que já passaram pelo Acampamento no último patamar: Aquiles (filho da nereida Tétis e do rei Peleu) de armadura completa caído, como que em leito morte, que fora morto durante a Guerra de Troia ao ter uma flecha disparada por Páris em seu calcanhar (que é justamente de onde provém a expressão "calcanhar de Aquiles", que remete a um ponto fraco). Por sentido comum, crê-se que esta fonte pode tanto simbolizar que mesmo os mais covardes podem realizar grandes feitos (interpretando do ponto de vista de Páris), quanto uma intimidação divina, relembrando aos semideuses que até mesmo aquele considerado imortal falecera.

Seja como for, a fonte não é a única construção no pátio, que é conhecido por suas estátuas em tamanho real (do tamanho de um homem adulto, em pedestais de cinquenta centímetros) de deuses gregos: de Zeus a Hades, incluem-se também os deuses menores e representações parciais dos primordiais. Todas são produzidas em mármore e, segundo lendas, foram feitas por Leonardo da Vinci, ainda que atribuam algumas criações a Michelangelo e até a outros escultores renascentistas. Deve-se lembrar que não são apenas decorativas: muitos dos semideuses se ajoelham aos pés das estátuas para pedirem-lhe bençãos antes de missões e até realizam pequenos sacrifícios, como a queima de vinho em honra de Dionísio e o oferecimento de peles a Ártemis, dentre outros exemplos.

{Wikipédia, Pensador, Guia Definitivo (Knight, Mary-Jane), Semideuses e Monstros (Rick Riordan), gabs}

Informações de Jogo


Tráfego humano: Inexistente
Periculosidade base: 0%
Visibilidade: Inexistente para humanos / Alta para o Acampamento
Permissão de ataque: Não
Permissão de intervenção: Não



Organização PJBR
avatar
Administradores
Mensagens :
889

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ambientes Internos

Mensagem por Organização PJBR em Qua Jul 25, 2018 10:26 pm

Área submersa



Descrição


"Em um mar tão cheio estamos agora a flutuar.
E nós devemos pegar a correnteza quando nos for útil,
ou perder as aventuras á nossa frente.

— Shakespeare"


Área da costa, composta apenas pelo Oceano Atlântico. A barreira ainda abrange cerca de 100 m além da praia, a partir dos quais os perigos abundam tanto quanto nas áreas terrenas que circundam a floresta. Aqui, o acesso é restrito com o uso de equipamentos de mergulho ou capacidades naturais, no caso de Espíritos da água e filhos de Poseidon com poderes mais avançados. A costa de Long Island não é tão profunda, chegando a até 1000 m de profundidade a até cerca de 200 km da praia, a 2000m por mais ou menos o mesmo espaço adiante e então aumentando cada vez mais, até os 4000 m e além adiante. Contudo, na área da barreira não passa de algumas centenas de metros.

Na altura de Long Island a corrente predominante é quente, a corrente do Golfo, mas acima, no Golfo de São Lourenço, há um encontro com a Corrente do Labrador, fria, vinda do norte.

A visibilidade submarina é alta a até 50m de profundidade, caindo progressivamente além disso.


{Pensador}

Informações de Jogo


Tráfego humano: Inexistente
Periculosidade base: 10%
Visibilidade: Inexistente para humanos / Baixa para o Acampamento
Permissão de ataque: Não
Permissão de intervenção: Sim



Organização PJBR
avatar
Administradores
Mensagens :
889

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ambientes Internos

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum