Limpeza do Estábulo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Limpeza do Estábulo

Mensagem por Organização PJBR em Sab 11 Ago 2018, 02:13

Limpeza do Estábulo



Descrição


"Para o homem que trabalha nas estrebarias e cuja função é varrer o esterco, o terror supremo é um mundo sem cavalos.

— Henry Miller"


Aqui se encontram as montarias do Acampamento. Aquelas disponibilizadas de modo geral aos campistas são cavalos e pégasos, utilizados em treinos, mas as baias também abrigam os mascotes particulares, como unicórnios e hipogrifos (mas não grifos, que se alimentam de carne equina).

Há arreios, selas e materiais de montaria nas paredes, além de feno fresco, cobertas, e uma área destinada ao esterco retirado do local, com pás e sacos de estopa para armazenamento, além de um carrinho de mão para transporte, na maior parte do tempo para adubar os campos de morango.

Há também materiais para os cuidados dos animais, como escovas, lixas e material de ferraduras. Além da limpeza em si, o cuidado com os animais também precisa ser realizado periodicamente.

{Pensador}

Informações de Jogo


Premiação máxima: 20 dracmas.
→ A descrição aqui visa dar uma base interpretativa na hora de postar a realização da lavagem.
→ NPCs até podem ser utilizados, mas lembrando que a postagem deve focar no trabalho do personagem.
→ Flood não é permitido. Só serão consideradas postagens com mais de 5 linhas em fonte arial ou times tamanho 12 com margem normal, no Word. Templates e tables são aceitos, mas o tamanho da postagem será verificado para ver se o conteúdo está adequado ao disposto.
→ A postagem aqui só é permitida semanalmente, isto é, você só pode realizar um post por semana na "Limpeza dos Estábulos". Desrespeitar isso causa anulação da postagem na primeira tentativa. Reincidências podem ter punições mais graves.


Organização PJBR
avatar
Administradores
Mensagens :
889

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Limpeza do Estábulo

Mensagem por Kurt LeBeau em Qua 03 Out 2018, 22:18




Kurt LeBeau – Dia de Trabalho

Limpeza dos Estábulos

 
O dia no Acampamento começa “oficialmente” às 8 junto com o treino da manhã, mas pra mim ela já havia começado bem antes. Sem conseguir dormir com bonecas bailarinas assombrando meus sonhos, passei a noite acordado.

Mesmo assim, o sono não me abatia. Saí do chalé junto com os outros campistas, mas tomei um caminho diferente dos dois grandes grupos que seguiam ou para o refeitório ou para a arena e fui para os estábulos.

Havia sido aconselhado a pegar leve durante os próximos dias, e eu sabia que precisava, mas ficar perambulando pelo acampamento e admirar as paisagens podia esperar um diazinho de trabalho.

Quando cheguei, alguns semideuses do chalé 3 estavam organizando as coisas para iniciar os treinos.

— Já temos nosso primeiro aluno do dia?— Eu ri um pouco.

— Hoje não, na verdade eu vim ajudar a arrumar por aqui mas… parece que vocês tem tudo em ordem então… — Disse dando meia volta, mas aí senti uma mão no meu ombro.

— Calma lá rapaz, sempre tem um serviço aqui e ali.— A garoto parecia ter a minha idade, provavelmente era ele quem estava liderando o pessoal por alí.

Ele me guiou pelo corredor cheio de pégasos, que me cumprimentavam, até pararmos diante de um tonel com água e bastante lodo. Me entregou um avental, luvas, uma escova, um balde e sabão.

— Esse aqui é o bebedouro deles, é onde você vai começar hoje. Alí do lado tem um torneirinha pra esvaziá-lo e lá na frente tem uma com água limpa, caso precise. Não se preocupa em encher, nós fazemos isso depois.— Ele fez uma cara de “Afinal, nós controlamos a água” e isso me fez pensar em por qual motivo então está tão sujo.

Enquanto ele se afastava, decidi que era melhor não esvaziar tudo de uma vez. Abri a torneira e deixei a água correndo enquanto escovava com afinco as paredes do tonel soltando massas de lodo, que ficaram boiando na água.

Acabei não precisando fechar a torneirinha pois a própria sujeira se encarregou de entupi-la. Sem muita opção, coloquei as mãos fundo na água, quase entrando na luva, e fui tirando com as mãos o acumulado no fundo.

Deixar a água correr, escovar o lodo, cavar o lodo. Devo ter feito isso umas 4 vezes até esvaziar totalmente. Depois usei a escova com sabão para limpar, realmente, as paredes e o fundo. Quando acabei, até eu beberia água daquilo.

Ouvi relinchos de alegria e não pude deixar de fazer uma pequena reverência. O filho de Poseidon encarregado se aproximou, todos os pégasus e cavalos ficaram se silêncio. Ele foi até o bebedouro e o examinou.

— Olha… Você trabalha melhor que a média. Hora da sua próxima tarefa e espero que faça-a tão bem quanto a primeira.— Ele abriu todas as portinholas e guiou os equinos até o local de treino.— Agora você vai limpar cada baia, separar o feno do estrume e colocar perto do carrinho de mão lá fora. A limpeza pesada vai ser só amanhã, aí nós nos encarregamos disso. Vou pedir para alguém te trazer um ancinho.

Ele saiu me dando tapinhas no ombro. Encarei as 10 baias e me perguntei se eu estava fazendo uma versão café com leite dos 12 trabalhos de Herácles. Meus pensamentos só se interromperam quando alguém encostou em mim.

Uma garota, de profundos os olhos verdes, estava em pé do meu lado com um ancinho na mão.

— O Erick pediu pra te entregar isso.

— Hããããããñ… Obrigado.

Ela estava segurando o riso, era nítido. Fui deixado por minha conta outra vez. Entrei na primeira baia e comecei a investigar o feno usando o ancinho. Era um trabalho demorado, demorado demais. Fui até o corredor e joguei o ancinho no chão.

Respirei fundo e me concentrei, senti os ventos que corriam pelo lugar e fiz com que me ajudassem. Conforme ia passando por cada baia, fazia com que uma rajada forte passasse por ela e afastasse todo o feno, deixando só o esterco para ser recolhido.

Devo ter colocado uns 5 baldes no carrinho de mão, agora só precisava espalhar o feno de volta, uma tarefa muito mais simples. Entrei nas baias e cutuquei o feno com a ancinho, jogando-o para os lados e tentando cobrir todo o chão. Foi assim em cada uma das baias.

Ouvi palmas no final do corredor, Erick estava vindo inspecionar outra vez.

— Se tivessemos um ranking de quem limpou em menos tempo, você poderia até estar nele. Bem, vamos a sua última tarefa. Tudo o que você tirou daqui, tem que ir para os campos de morango, eles farão bom uso. Quando você voltar, poderá pegar seu pagamento.

— Diga pra alguém deixar lá na Casa Grande com o nome de Kurt LeBeau, vou passar o dia trabalhando.

Dia:Dia de Terror   Lugar:Freddie’s Com:Desgaça Humor: ME TIRA DAQUI!  Vestindo: credits @

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Limpeza do Estábulo

Mensagem por Dionísio em Qui 04 Out 2018, 22:06


Avaliação Kurt LeBeau



Olá Kurt. Parabéns, não achei que poderia achar legal ler um post de limpeza.
Você narrou bem e houve apenas um errinho no uso de um artigo, nada demais.
Eis sua recompensa.

Resultado

Recompensa: 20 dracmas.


AGUARDANDO ATUALIZAÇÃO






Dionísio
avatar
Deuses
Mensagens :
51

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Limpeza do Estábulo

Mensagem por Apolo em Sab 13 Out 2018, 17:15


ATUALIZADO
Apolo
avatar
Administradores
Mensagens :
49

Localização :
Olimpo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Limpeza do Estábulo

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum