Percy Jackson e os Olimpianos RPG BR
Bem vindo ao maior fórum de RPG de Percy Jackson do Brasil.

Já possui conta? Faça o LOGIN.
Não possui ainda? Registre-se e experimente a vida de meio-sangue.

☼ Chalé de Apollo 2.011 - Reformado ☼

Página 7 de 10 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

☼ Chalé de Apollo 2.011 - Reformado ☼

Mensagem por 007-ExStaff em Qui 05 Maio 2011, 12:30

Relembrando a primeira mensagem :


Após um longo período, O Deus do Sol, Apollo, resolveu iniciar o seu projeto. O Chalé seria totalmente reformado, o que iria agradar muito os campistas, afinal, todas as lembranças e itens presente no chalé antigos seriam trazidas para o novo, que apenas foi reformado. Ainda no mesmo lugar, mas com uma frente e interior diferentes, este novo Chalé é maior ainda. Apollo tem muito filhos, então o chalé possui:



Térreo : Salão de Entrada, Sala de Estar e duas escadarias [ Que levam aos Dormitórios]

Primeiro Andar: A Esquerda > Dormitório Feminino e a Direita > Dormitório Masculino

Subterrâneo: Biblioteca [ Livros de Medicina e Artes], Sala Acústica Altamente Equipada, Laboratório de Estudo de Poções;


Mais aconchegante e quentinho, o Chalé reluz ainda mais o ouro. Os pertentes, todos mesmo, de cada campista foram mantidos em seguranças e estão todos em seus devidos lugares. Camas muito confortáveis nos quartos com o nome do dono grifado em ouro nelas. Em cima de cada mesinha, para guardar os pertences dos campistas, está um foto em pôster de cada campista, referente a seus pertences. Há murais para fotografias, área de Guarda Roupas e Closets para as meninas. Há dois banheiros imensos, aliados a cada um dos dormitórios. Chuveiros aquecidos naturalmente. Apollo cuidou pessoalmente de cada detalhe e esperava que seus filhos gostasse da reforma.

007-ExStaff
avatar
Indefinido
Mensagens :
514

Voltar ao Topo Ir em baixo


Re: ☼ Chalé de Apollo 2.011 - Reformado ☼

Mensagem por Phillip Armstrong em Ter 10 Jul 2012, 21:45


First Entered


The Son of Apollo


Phillip Armstrong | Filho de Apolo | Campista
Chalé Sete | Acampamento Meio Sangue
22 C° | Noite Nublado
Vestindo: Camiseta branca | Jeans velhos | All Star



Phillip não sabia o que de fato fazer. Estava à soleira da porta do chalé sete, sozinho. Poderia dar meia volta e fugir daquele lugar, mas ao pensar no que vinha lhe ocorrendo, mudou de ideia imediatamente. Querendo ou não, o acampamento meio sangue era o único local segura para ele no momento. Sem mais exitar, deu três batidas regulares na porta e em seguida adentrou o chalé de seu pai, Apolo, pela primeira vez.

Ninguém pareceu surpreso com sua chegada ali, o que era ótimo, já que odiava atenção. Foi recepcionado com poucos "bem vindo" e coisas do tipo. Um garoto, aparentemente o responsável pela manutenção e ordem do local, aproximou-se de Phillip com um sorriso, em seguida dando-lhe uma toalha. O garoto sugeriu-lhe o banheiro, onde tomaria seu primeiro banho desde sua chegada no acampamento. Phill aceitou de imediato e logo foi ao banheiro, despindo-se, tomando um longo banho na sequência.

Por fim o garoto saiu do chuveiro e, envolvido em sua toalha, voltou à parte principal do chalé. De fato, o filho de Apolo não tinha roupas reservas. Graças aos deuses aquilo não seria um problema. Um pijama perfeitamente limpo foi entregue ao garoto, juntamente a um par de pantufas confortáveis. Agradecido, vestiu-se e então viu uma prateleira com alguns livros. Imaginou que ninguém se importaria caso pegasse um, então retirou da prateleira um velho livro intitulado "As raízes da profecia". Satisfeito, Phillip deitou-se num beliche que à ele fora designado e começou a ler, sem realmente preocupar-se com o que seus irmãos poderiam pensar, uma vez que os julgara sendo boas pessoas.
Phillip Armstrong
avatar
Indefinido
Mensagens :
17

Localização :
Chalé de Apollo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☼ Chalé de Apollo 2.011 - Reformado ☼

Mensagem por Lívia Suelen em Sex 13 Jul 2012, 14:08

Estava realmente com muita raiva da minha familia que havia demorado tantas horas para me deixarem no acampamento já que era sexta a tarde e minhas aulas haviam acabado. A viajem foi bastante cansativa e por isso quando cheguei ao chalé me esparramei na cama e desmaiei. Infelizmente minha mãe não poderia ficar ali comigo mas era ali que eu queria estar.
Horas depois eu vi um campista novo Philip e meus meio-irmãos me disseram que ele chegou na terça-feira quase as 10 horas da manhã e que era meu irmão também, sorri e acenei, segui para o refeitório.
Lívia Suelen
avatar
Indefinido
Mensagens :
46

Localização :
no chalé 7/ no refeitorio

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☼ Chalé de Apollo 2.011 - Reformado ☼

Mensagem por Ikimaru McCauley em Qua 10 Out 2012, 18:27

As coisas ainda estavam confusas á 2 horas atrás eu era um garoto como qualquer outro, ou quase isso, mas agora sabia que era totalmente diferente. Logo após que cheguei fui reclamado por Apollo descobrindo que ele é o meu pai, demorei um pouco para assimilar o que aconteceu comigo, mesmo assim as coisas ainda não estão claras, mas espero que com o tempo eu entenda. Agora eu estou me dirigindo ao chalé destinado para os filhos de Apollo, o exterior do chalé era lindo, mas o interior surpreendia muito mais, porém não fiquei muito tempo observando logo subi as escadas para o dormitório masculino, chegando lá logo vi uma cama com meu nome eu uma mesa ao lado com um pôster com a minha foto era óbvio que aquele lugar foi destinado á mim, coloquei o arco de ouro e a aljava de flechas, presentes de seu pai, sobre a mesa e me deitei na cama e descansei, dando um leve cochilo, mas logo eu acordei o sol ainda não havia se posto ainda estava de tarde, notei que não tinha trazido roupas para o acampamento, mas dada as circunstâncias isso seria de menos, além do mais não sabia que iria para um acampamento que eu teria de passar todo o verão. Me levantei e decidi caminhar pelo acampamento afim de conhecê-lo mais.
Ikimaru McCauley
avatar
Filhos de Apolo
Mensagens :
16

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☼ Chalé de Apollo 2.011 - Reformado ☼

Mensagem por John Ghruver em Sex 19 Out 2012, 12:42

Chego ao Chalé,após ter feito uma longa viagem,vejo todos meu irmões sentados em volta da lareira, se aquecendo.
Fico observando-os, um de meus irmão me vê e diz - John está de volta.
Todos olham felizes, então lhes digo:
- Estou de volta irmões,fiz uma longa viagem e estou cansado!
Meus irmãos hospedeiros,me arrumam alimento.Como, fico satisfeito, e me retiro dizendo:
- Boa Noite á todos! amanhã será um longo dia!
John Ghruver
avatar
Filhos de Apolo
Mensagens :
145

Localização :
Acampamento Meio-Sangue Chalé 7 [Apolo].

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☼ Chalé de Apollo 2.011 - Reformado ☼

Mensagem por Mellody W. Listen em Qua 31 Out 2012, 09:19


*-*

Chalé


Ser reclamada era uma novidade para mim. Filha de Apolo. Como eu poderia reagir bem a isso? Não tinha como. Meus pensamentos vagavam sem rumo. Paul estava neles, e... Um garoto com quem ele namorava agora também. Um tal de Piéetro, filho de Afrodite. Eu não o conhecia, mas tinha um receio em relação a ele.

O chalé estava tão tranquilho demais. Tudo estava demasiadamente calmo. Eu queria que Paul estivesse aqui. Ele passava mais tempo com o Piéetro do que comigo, e isso me deixava triste, já que eu acabara de chegar e ele nem falara comigo direito. Suspiro.

Ando até a minha cama e me deito, respirando fundo, lamentando estar em um lugar desconhecido. Lamentando não estar com minha mãe, lamentando não estar com meu irmão.

Frase:"A suspeita sempre persegue a consciência culpada; o ladrão vê em cada sombra um policial" Com Algum irmão talvez? .
Mellody W. Listen
avatar
Indefinido
Mensagens :
2

Localização :
---

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☼ Chalé de Apollo 2.011 - Reformado ☼

Mensagem por Cain Feather em Qua 31 Out 2012, 14:16


Paul W. Listen
The time is coming


Há tempos não visitava o chalé. Tinha várias obrigações na enfermaria, havia até mesmo uma cama para dormir lá, pois haviam vários casos graves á noite e eu precisaria dar plantão. O chalé fora substituído já pela enfermaria, e queria encontrar os meus meio-irmãos, queria ficar com eles o tempo que eu pudesse. Fechei a enfermaria para dar um descanso, Brenda poderia cuidar bem dos feridos que poderiam aparecer. Caminhei á passos lentos até o chalé número sete, aproveitando a sensação agradável dos raios de sol atingindo o meu rosto, e logo depois os últimos dos raios se apagarem no pôr do sol.

Entrei no chalé logo depois de presenciar o evento que a muito tempo já não via, e ao adentrar fui tomado pelo confortável calor natural do chalé. Me sentia em casa, aonde o acampamento era. Eu sentia falta de algumas pessoas, algumas pessoas que na qual eu tinha um forte laço. Queria vê-la, e tinha certeza de que essa pessoa não estaria em nenhum treino, era frágil demais para isso. Sabia também que não estaria com ninguém, Mellody talvez estivesse tão confusa quanto eu quando entrei e fiquei meus primeiros dias no acampamento. Precisava de apoio, para superar e absorver tudo o que aconteceu.

Subi as escadarias para o primeiro andar, e me direcionei á primeira porta á esquerda, o dormitório feminino. Não sabia se poderia entrar ali, mas não importava. Era a minha irmã que precisava de apoio emocional, e algumas regras bobas, que eu nem sei se poderiam existir, iriam me impedir de falar com a minha irmã. Arrastei um pouco a porta, e coloquei a minha cabeça para dentro do quarto. O quarto estava quase vazio, ocupado com 3 ou 4 campistas, que nem sequer notaram minha presença. Demorei um pouco para localizar a mais nova no quarto. Mellody estava deitada em sua cama, precisando de seu irmão, não iria desaponta-la ou excluí-la, nunca.

Abri a porta do dormitório feminino e adentrei o mesmo. Caminhei calmo até aonde minha irmã estava deitada, e me sentei em um espaço da cama que estaria vazio. Mell era pequena demais para ocupar a cama inteira. Sorri para a pequena filha de Apolo, e depositei um beijo na testa da mesma, inclinando o meu tronco para alcançar seu rosto. ▬ Oi, Melly ▬ Cumprimentou, e sorri com o canto dos lábios. Era legal ver finalmente a minha irmãzinha, depois de um tempo, tinha laços com ela. Eu era a única pessoa na qual ela confiaria no acampamento, coisa que eu não tive ao chegar ali. ▬ Bom... Eu sei que é difícil, Melly, mas eu irei sempre te apoiar. E te proteger. ▬ Falou, e se aproximou um pouco mais da pequena garotinha.



[/color]
Cain Feather
avatar
Indefinido
Mensagens :
629

Localização :
Acampamento Meio-Sangue

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☼ Chalé de Apollo 2.011 - Reformado ☼

Mensagem por John St. Christ em Sab 17 Nov 2012, 15:56



Primeira Inspeção de Chalé.



O rio atinge o seu objetivo, pois aprendeu a contornar os seus obstáculos.

Os olhos azuis da pequena prole de Apolo percorreram lentamente a prancheta que estava sobre a palma de sua mão direita, repleta com diversas anotações sobre o chalé VII, onde ele e diversos meios-irmãos habitavam desde que foram reconhecidos como filhos do Sol. O olhar do garoto voltou a se locomover lentamente, saindo da prancheta e avançando lentamente na direção da porta de entrada. O seu pé esquerdo pisoteava a grama verde com muita frequência, demonstrando que estava completamente ansioso. Thiago, então, cerrou suas órbitas e soltou um pequeno suspiro incerto.

Não posso mais enrolar... – Falou para si mesmo, enquanto iniciava uma marcha lenta para dentro do chalé – Quíron confia nas minhas capacidades, caso contrário eu não estaria aqui agora. – Terminou, tentando dar confiança a si mesmo.

O garoto fitou mais uma vez a porta de seu chalé e a abriu com toda a delicadeza possível, pois não queria chamar muita atenção no seu primeiro dia de inspeção. Antes de cerrar a porta, o garoto olhou para o céu e encarou com um pouco de dificuldades o astro rei. Seu pai.

Ajude-me, papai. – Falou o filho de Apolo, enquanto ajeitava o cabelo que caiu sobre a sua face.

Depois de tanto enrolar, o rapaz finalmente adentrou o chalé VII, estava ansioso. Lá dentro, todos os meios-irmãos de Thiago conversavam tranquilamente entre si, muitos nem se importavam se era o dia de inspeção ou não enquanto outros comentavam entre múrmuros sobre o novo conselheiro.

Irmãos. – Falou Thiago, ainda tímido. – Vamos iniciar a inspeção do chalé mais quente deste acampamento agora. – A piada não serviu para descontrair os campistas e isso acabou por deixar o recém-conselheiro ainda mais tenso. – Enfim, hoje é a minha primeira vez nisso. Dividiremos os moradores desse chalé em quatro grupos. O primeiro ficará responsável pela organização do térreo. O segundo será composto apenas por garotos e estes ficarão responsáveis por organizar o dormitório masculino enquanto isso as garotas organizarão o dormitório feminino. O restante irá organizar o subsolo. Eu, Gabby e Paolla ficaremos responsáveis por organizar a biblioteca.

Assim que terminou de falar, Thiago olhou mais uma vez para a prancheta em suas mãos e ordenou com um movimento de sua cabeça para que todos iniciassem as suas tarefas diárias. Todos os filhos de Apolo espalharam-se pelo chalé.

O trabalho finalmente começou a ser feito. No térreo, alguns campistas recolhiam as diversas almofadas jogadas no chão e as reposicionavam em seus respectivos sofás, outros semideuses pegavam vassouras e varria com calma o solo do chalé, todos tomavam o máximo de cuidado possível para não deixar nenhum sinal de poeira para trás e o restante daquele grupo pegavam panos levemente umedecidos e passavam nos vidros das janelas. Aos poucos o térreo voltava a brilhar, assim como o sol após a tempestade acabar.

No segundo andar, os campistas também se dividiam para organizar o local. No dormitório masculino, os semideuses começaram organizavam os beliches, trocando seus lençóis manchados por novos, todos eram brancos como a neve e tinham pequenos detalhes que lembravam os raios do sol, limpavam também o chão, tiravam a poeira com pequenos espanadores e organizavam as suas armas dentro dos baús postos à frente das camas. O mesmo ocorria no dormitório feminino, porém as garotas eram mais delicadas em seus trabalhos.

Térreo e dormitórios, ok. – Falou Thiago, enquanto se secava após um pequeno acidente que havia ocorrido enquanto o mesmo tentava limpar o banheiro masculino.

O garoto fechou os olhos e desceu as escadas correndo, encontrando as duas pessoas que buscava no andar de baixo.

Vamos? – Perguntou Thiago, arqueando uma de suas sobrancelhas a suas irmãs.

Estava demorando. – Falou Paolla, soltando um pequeno suspiro.

Tá. – Respondeu Gabby.

Na biblioteca, localizada no subsolo, os três semideuses organizavam os livros jogados sobre a mesa por ordem alfabética, começando por “A Arte da Medicina, Volume um” e terminando em “Zoológicos e as doenças que podem causar se mal cuidado”. Enquanto Thiago se ocupava nos livros, Gabby e Paolla retiravam o pós dos livros mais antigos e poucos procurados pelo campista, após terminarem o trabalho por ali, o conselheiro voltou os olhos à sua prancheta e foi verificar como andava os trabalhos nos cômodos restantes.

No laboratório, nada de anormal havia acontecido. Os campistas rotulavam os fracos e criavam uma pequena descrição do que iria acontecer se algum novato desastrado resolvesse ingerir algum líquido do laboratório.

Por fim, na sala acústica, os campistas afinavam os instrumentos musicais com cuidado e logo em seguida os posicionavam em seus respectivos lugares. Violões e guitarras iam para as suas maletas e logo em seguida eram levados para o canto da sala, baterias ficavam no centro enquanto os demais equipamentos eram pendurados nas paredes ou deitados com delicadeza no solo.

O serviço finalmente havia terminado, Thiago fechou seus olhos e um pequeno sorriso brotou em seus lábios, a sua primeira inspeção de chalé havia acabado de terminar, a tensão e ansiedade sumiram como num passe de mágica. Agora o que restava a ele era deitar em sua cama e esperar ansiosamente pelo destino que os deuses haviam planejado para ele.

Informações Extras


Todos os personagens citados nessa inspeção, foram autorizados pelos respectivos donos.

By: Thiago Leveck.

John St. Christ
avatar
Filhos de Apolo
Mensagens :
383

Localização :
Chalé do Apolo ou na Enfermaria mais próxima de você

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☼ Chalé de Apollo 2.011 - Reformado ☼

Mensagem por Matheus Monclar em Ter 20 Nov 2012, 00:52

Chego no chalé feliz por ter sido reclamado e agradecendo a Apolo.
Vou ao dormitório masculino me arrumar em alguma cama e encontro meu meio-irmão,Thiago Leveck fazendo a inspeção no chalé e resolvo ir falar com ele.
— Olá Thiago! Olha pra onde me mudei! - dando um sorriso enorme e um abraço em meu irmão.
Matheus Monclar
avatar
Filhos de Apolo
Mensagens :
42

Localização :
Camp Half-Blood - Quarto dos Indefinido

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☼ Chalé de Apollo 2.011 - Reformado ☼

Mensagem por John St. Christ em Sab 24 Nov 2012, 15:55



Segunda Inspeção de Chalé.



O rio atinge o seu objetivo, pois aprendeu a contornar os seus obstáculos.

Quando eu estiver em perigo, o meu herói irá me salvar. – Uma lágrima escorreu pelo rosto da garota e logo em seguida um pequeno sorriso brotou de seus lábios.

Quê? – Perguntou Thiago, assustado.

A garota ameaçou abrir seus lábios para falar algo ao rapaz que estava ao seu lado, mas poucos segundos antes disto acontecer, a caixa d’água onde estavam sentados explodiu. O filho de Apolo, por ser um semideus, conseguiu se segurar em uma barra de ferro e escapar de uma possível morte, porém a garota não teve a mesma sorte que o outro, e acabou sendo levada pela água.

♦-♦-♦

O filho de Apolo estava deitado de barriga sobre a sua cama no chalé VII. Havia tido mais uma noite mal dormida... Mais uma noite em que pesadelos – possivelmente de seu passado sombrio – o atormentava. Tudo isso acontecia com mais frequência que o normal, logo, logo Thiago seria obrigado a sair do Acampamento para resolver isso.

O rapaz, então, abriu seus olhos com lentidão e levantou-se da sua cama, pois temia voltar adormecer e ter “aqueles” pesadelos novamente, mas Thiago sabia que assim que a noite caísse, tudo voltaria. Infelizmente.

Bem lentamente, os demais semideuses também se levantassem de suas camas e começavam a escovar seus dentes e as demais necessidades que todos deveriam fazer após levantar. Quando eles se dirigiam para o refeitório, Thiago respirou fundo e falou, de maneira que todos pudessem entender claramente o que ele tinha a falar.

Antes de irmos tomar o café da manhã, efetuaremos mais uma inspeção de chalé. – Ao fundo, alguns campistas reclamaram, mas o conselheiro apenas riu de forma agradável –Vamos vocês irão me agradecer, ainda. Enfim, as meninas cuidarão dos dormitórios e os rapazes cuidarão do primeiro andar. Vamos começar.

Desta vez, os meios-irmãos de Thiago estavam mais eficazes, a preguiça que todos tiveram no primeiro dia de inspeção parecia ter finalmente sumido, sendo substituídos por uma disposição de dar inveja aos demais chalés. Os garotos como sempre se dividiram em diversos grupos, cada um com uma função diferente. Sendo estes: Varrer o chão; arrumar os sofás, molhar as plantas, limpar a lareira e passar um pano na janela. Para não fazer feito na frente de seus irmãos, o conselheiro pegou alguns produtos de limpeza e vários rolos de papel higiênico e foi limpar os vasos sanitários, convenhamos, eles não estavam tão limpos assim. Após muito esfregar os vasos, Thiago reabasteceu todos e levou os sacos para a lixeira, localizados ao lado de fora do chalé.

No segundo andar, nada de anormal acontecia. As garotas trocavam os lençóis das camas e as fronhas dos travesseiros, uma pequena tropa passava por todos os corredores de cama com vassouras, varrendo todo o pó acumulado para longe daquele chalé.

Após todo o trabalho em equipe, Thiago sorriu para seus irmãos – que de certa forma trabalharam muito mais do que ele – e falou em alta voz.

Parabéns, irmãos. Todos foram ótimos. Repetiremos isso em uma semana, tudo bem? Agora, que tal tomarmos um café da manhã?

Os semideuses do chalé VII concordaram e aos poucos aquela “pequena casa” ficava vazia, assim como a memória de Thiago.

Informações Extras


Todos os personagens citados nessa inspeção, foram autorizados pelos respectivos donos.

By: Thiago Leveck.



John St. Christ
avatar
Filhos de Apolo
Mensagens :
383

Localização :
Chalé do Apolo ou na Enfermaria mais próxima de você

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☼ Chalé de Apollo 2.011 - Reformado ☼

Mensagem por John St. Christ em Sab 01 Dez 2012, 22:17



Terceira Inspeção de Chalé.



O rio atinge o seu objetivo, pois aprendeu a contornar os seus obstáculos.

A manhã estava fria. O céu jazia nublado, mas claro, muito embora estivesse enegrecido além dos limites mágicos do acampamento. O vento que invadia a fresta da janela aberta o despertou. “Será que até de fechar a janela eu tenho que lembrá-los?”, pensou. Essa coisa banal foi suficiente para retirar-lhe o sono e estabelecer ali um mau humor que perduraria por todo o dia. Pôs-se de pé.

-Acordem! Acordem! – falou, impaciente.

Se desvencilhou até a varanda do chalé sete, pegando algumas vassouras e esfregões que repousavam ali, além de baldes vazios que deveriam ser preenchidos com água e produtos de limpeza posteriormente. Não deu tempo para que seus companheiros de chalé acordassem completamente.

-Andem logo! Olhem só pra essa bagunça... Vamos, vamos! Hoje é dia de inspeção.

Uns poucos minutos depois, estavam todos de pé (e de cara amarrada). Thiago andou até sua cama, apanhando uma prancheta e uma caneta embaixo de seu colchão, e sentado-se na beirada deste último logo após. Sem muita vontade, as proles de Apolo iniciaram o trabalho, dividindo-se em grupos por eles elaborados. O monitor anotava tudo que era relevante, principalmente as falhas.

O grupo de meninas veteranas cuidava da limpeza, enquanto os semideuses veteranos davam um jeito na arrumação. As meninas novatas pegavam o lixo mais proeminente (sacos plásticos, papéis de bala) e amontoavam na lixeira, também recolhendo roupas sujas jogadas pelo chalé e depositando-as no cesto em que ficavam as roupas à lavar. Os meninos novatos dividiam-se em dois grupos. Um deles lavava o banheiro, no passo que o outro limpava os azulejos e janelas.

Até que fizeram um bom trabalho daquela vez. Thiago se levantou, esboçando um pequeno sorriso. Não demorou a iniciar seu pequeno discurso rotineiro.

-Viram só? Quando todos se ajudam, ninguém é sobrecarregado. Agora guardem os objetos de limpeza e podem ir para o refeitório.

Retirou a folha das anotações da prancheta e alfinetou-a num quadro de avisos que agora estava ali no chalé. Sem delongas, arrumou a própria cama e deixou o âmbito, partindo para o refeitório, afinal, estava com fome.

Informações Extras


Todos os personagens citados nessa inspeção, foram autorizados pelos respectivos donos.

By: Thiago Leveck.


John St. Christ
avatar
Filhos de Apolo
Mensagens :
383

Localização :
Chalé do Apolo ou na Enfermaria mais próxima de você

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☼ Chalé de Apollo 2.011 - Reformado ☼

Mensagem por Jano Wilkinson em Ter 11 Dez 2012, 20:13

Welcome to your new home, Son of Apolo


A porta do Chalé de Apolo se abriu com um simples empurrão fiquei supreso, achei que teria que ter um pouco mais de força para empurrar a porta de ouro maçiço que nos guardava do exterior, poucos semi-deuses estavam no chalé não parei para encarar eu não estava afim de confuso com um irmão meu logo 3 dias depois de chegar no acampamento. Mei pai Apolo parecia fogoso e pegador óbvio ele é um deus daaaawnn, várias beliches estavam ocupadas mas fui nas do cantos que provavelmente seriam as piores por estarem vazias.Joguei a minha mochila em uma beliche vaga, na cama do térreo claro. Não queria arriscar a ficar na de cima sendo novato. Tinha um báu com detalhes em ouro maçiço, fui até ele para guardar meus pertences e magicamente meu nome se auto-escreveu nele só podia ser magia. Depois de tudo que aconteceu comigo estava acreditando em tudo, até em fantasmas. Retirei minhas roupas e fui depositando-as no báu pouco a pouco não demoraria para acabar.

" É Jano, agora você é um semi-deus como aqueles hérois de histórias antigas. "

Com as coisas acontecendo tudo muito rápido nunca tivera um tempo para parar e pensar, um menino de 12 anos virou filho do Deus do Sol da noite para o dia e tinha que aguentar a barra e se esforçar. Decidi testar a cama e o travesseiro. Eram confortáveis, bem confortáveis.Fechei meus olhos azuis imaginando como seria meu pai, talvez ele fosse um gigante enorme com vestes antigas andando com cavalos-pássaros talvez nunca saberia.Enquanto estava imerso em meus pensamentos a todos meus meio irmãos se foram restando apenas a mim no recinto.A porta de ouro maçiço abriu e uma campista me alertou dos treinos e dos afazeres diários, apresentou-se gentilmente. Tinha cabelos loiros como o meu, mas não tão forte e bonito como o meu hehehe...Seus olhos eram cinzas e penetravam na mente da pessoa, era alto e magro, não esguio e não corpulento apenas magro.

" Agora vou ter que bota pra quebrar e virar um adulto aqui... "

Senti falta de minha mãe mas tentei não me entristecer por ter deixado ela sozinha em casa, provavelmente estaria preocupada agora. Afastei o desânimo e parti do chalé começando um tour pelo acampamento enquanto que um jovem sátiro me apresentava. Chamei o pobre protetor de bode e ele não gostou fazendo cara feia, começou um discurso de mais ou menos meia hora explicado sobre a raça dele, fingi que escutei para poupar esforços e dor de cabeça.

____________________________________

Narração
Pensamentos

Adicionais:
Spoiler:
// roupas: blusa laranja clara, casaco de moletom, calça jeans, all star preto e branco. // tempo: ensolarado, horário: 13:00 //
Jano Wilkinson
avatar
Filhos de Apolo
Mensagens :
17

Localização :
Siga o rastro de luz das flechas do infinito, e poderá me encontrar, mas longe poderei estar, combatendo inimigos pelo seu bem estar, mas o héroi chegará, em uma carruagem e te levará para um passeio romantico sob o ceu estelar e seu coração tentará conquistar!

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☼ Chalé de Apollo 2.011 - Reformado ☼

Mensagem por Jack Ryan em Ter 11 Dez 2012, 22:12

Era noite e eu estava cansado, o dia foi improdutivo, fugi das atividades o dia todo porque ainda não estava familiarizado com o acampamento, e estava disposto a explorá-lo, mas a noite caia e eu estava retornando ao meu chalé, o chalé de Apolo, deus do sol. Abro silenciosamente a porta, mas ninguém se dá ao trabalho de olhar quem estava entrando. Haviam alguns campistas na sala, passei direto por eles e subi as escadas, indo para o dormitório masculino. Vários campistas, ou melhor, vários dos meus meio-irmãos estavam lá, a maioria estava deitada dormindo, alguns conversavam e jogavam cartas, eu apenas sentei na cama que havia escolhido para mim e sentei de pernas cruzadas.

Ah, o dia foi longo, tudo bem que eu não fiz nada, mas mesmo assim, foi exaustivo.

Peguei meu notebook na minha mochila e o liguei, entrei na internet e comecei a escrever uma de minhas várias histórias.

Será que o pessoal acha estranho eu usar um computador comum? Todos nós somos disléxicos por natureza, então, eu me pergunto se eles imaginam como eu consigo escrever tão rápido. Era costume, eu praticava desde pequeno, então, me acostumei à dislexia e isso começou a me afetar cada vez menos. Não que a doença começara a se curar, mas é como se você tivesse uma dor há anos, com o tempo, você se acostuma com ela e passa a não se importar. A dor continua lá, e algumas vezes ela fica muito mais intensa, mas você já está tão acostumado á dor, que convive normalmente com ela.

Eu parei de escrever trinta minutos depois, havia escrito quase vinte páginas de um capítulo de uma história, era um novo record para mim. Estava feliz, porém, cansado, então, salvei a história, desliguei o computador e fui dormir.

Amanhã eu tenho treino de arco e depois treino com espada, eu preciso comprar uma, talvez eu não faça o treino de esgrima amanhã, nem sempre a loja fica aberta, mas tudo bem, eu vou tentar.

E, imerso em meus pensamentos, eu adormeci.
Jack Ryan
avatar
Filhos de Apolo
Mensagens :
4

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☼ Chalé de Apollo 2.011 - Reformado ☼

Mensagem por Pierre Rousseau em Qua 19 Dez 2012, 13:26

Depois de ter meu braço rapidamente desenfaixado e de ganhar uma nova cicatriz, ser reclamado e presenteado por Apolo, eu me via as portas de um belíssimo chalé dourado. Havia uma cama vaga, onde minhas coisas foram devidamente arrumadas. O movimento do meu braço esquerdo estava parcialmente recuperado, mas ainda sentia um pouco de dor. Olhei para as pessoas ali presentes com um olhar de superioridade e deboche, me aproximei de minha cama.

Havia um recado, pedindo que eu vestisse uma camiseta laranja uniforme no acampamento. Mas decidi tomar um banho primeiro e jogar aquela roupa manchada de sangue fora, embora não quisesse deixar uma das melhores roupas que minha mãe desenhou exclusivamente pra mim. Adentrei o banheiro com uma toalha e produtos de higiene, tomei um longo banho e vesti o uniforme com uma calça jeans também exclusiva e sapatos esportivos da marca Mizuno. Eu estava com fome e tinha certeza que minha irmã me fizera dormir tanto tempo sobre efeito de soníferos, meu estômago estava "gritando" por comida. Saí do chalé.
Pierre Rousseau
avatar
Filhos de Apolo
Mensagens :
112

Localização :
Vários lugares

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☼ Chalé de Apollo 2.011 - Reformado ☼

Mensagem por Pierre Rousseau em Qua 19 Dez 2012, 14:30

Retornei ao chalé, alguma coisa me fazia querer apenas deitar em minha nova cama e esperar que aquele verão acabasse. Peguei minha agenda das minhas coisas e a abri, comecei a escrever e relatar como me sentia:

"Não faço ideia de como vai ser pra mim ficar aqui com essa gentinha, eu estava acostumado a ter tudo nas minhas mãos e poder paquerar todas as garotas que eu quisesse apenas dizendo: Ei, sou filho da maior estilista da Europa! Eu nunca era humilhado, meus amigos eram fiéis a mim... mas desde quando vi que aquele lestrigão poderia me matar e que eu dependi de um garoto com pernas de bode pra me salvar... eu sinto que preciso ser forte, preciso treinar muito. É muita coisa na minha cabeça."

Fechei a agenda e a guardei de volta, saí do chalé bem mais leve.
Pierre Rousseau
avatar
Filhos de Apolo
Mensagens :
112

Localização :
Vários lugares

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☼ Chalé de Apollo 2.011 - Reformado ☼

Mensagem por Nicolle Rousseau em Sab 22 Dez 2012, 12:24

Abri a porta do chacom um empurrão, olhei para as pessoas ali presentes e uma delas era meu irmão. Fui correndo e abracei ele, que estava deitado na cama dele. Aquele era o chalé mais bonito do acampamento, me pareceu ser mais bonito até do que o chalé de Afrodite. Meu nome estava grafado a ouro na cama ao lado da do meu irmão e havia um pôster com uma foto minha que eu gostava muito. Coloquei minha mala embaixo da cama e me deitei, mais feliz do que quando fiz a mesma ação no chalé dos indefinidos...
Nicolle Rousseau
avatar
Filhos de Apolo
Mensagens :
16

Localização :
Logo ali

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☼ Chalé de Apollo 2.011 - Reformado ☼

Mensagem por Pierre Rousseau em Sab 22 Dez 2012, 14:49

Abracei minha irmã também e nós dois comemoramos a reclamação dela como nós sempre comemoramos tudo em qualquer lugar. Dormindo. Todo Natal nós fazemos isto, nós dois fazemos uma ceia pequena só pra gente e nossos empregados e depois todos dormem ou vão comemorar o natal com suas famílias Geralmente os empregados vão embora e eu e minha irmã ficamos na sala dormindo como se fôssemos namorados. No ano novo minha mãe quase sempre está presente e nós comemoramos de verdade, e em todos os nossos supostos aniversários ela também estava presente. A mídia conhece minha mãe melhor que a gente, e ainda tem pessoas que dizem que é mole ser filho de estilista rica... deixa eles pensarem.
Pierre Rousseau
avatar
Filhos de Apolo
Mensagens :
112

Localização :
Vários lugares

Voltar ao Topo Ir em baixo

De volta ao velho chalé

Mensagem por Regulus Blackburn em Sab 22 Dez 2012, 16:58

Faz um longo tempo desde a última vez que pisei neste chalé, mas acho que ainda tenho minha própria cama, mesmo estando aqui outra vez não acho que será a mesma coisa, tudo mudou, muito já aconteceu... Coisas das quais não quero lembrar, como a morte de pessoas que amei... De qualquer modo, espero que eu consiga voltar a ativa. [/b]
Regulus Blackburn
avatar
Indefinido
Mensagens :
43

Localização :
Acampamento Meio-Sangue

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☼ Chalé de Apollo 2.011 - Reformado ☼

Mensagem por Pierre Rousseau em Dom 23 Dez 2012, 21:41

Depois de ajudar o sátiro que me pediu ajuda e de matar a dracaena, eu estava cansado. Muito cansado, sentei na minha cama, minha irmã estava pronta pra sair pra algum lugar usando aquele shorts-lingerie jeans escuro dela que eu tanto odeio.

-Vai aonde?
-Sei lá... - Ela respondeu
-Vou mexer nas suas coisas
-A senha é 241095, depois muda. Tchau.

Abri a mala rosa-choque dela e comecei a mexer em tudo, não sei bem o porquê, eu pretendia ir ao rio pela manhã e relaxar um pouco, mas as náiades são raivosas e achei melhor ter minhas armas e um agrado pra elas. Peguei um vestido tomara-que-caia colorido que estava no meio das coisas de Nicolle e guardei na minha mala. Depois tranquei a mala, com uma nova senha. Havia um campista novo que eu nunca tinha visto pelo chalé, porém não aparentava ser novato.

-Olá - Cumprimentei, com um sorriso de celebridade que minha mãe me ensinou a fazer.
Pierre Rousseau
avatar
Filhos de Apolo
Mensagens :
112

Localização :
Vários lugares

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☼ Chalé de Apollo 2.011 - Reformado ☼

Mensagem por Regulus Blackburn em Dom 23 Dez 2012, 23:27

Eu não sei bem quem é esse cara, nunca o tinha visto antes, deve ter chegado depois que parti do Acampamento, naquela época eu provavelmente retribuiria seu "Ola" com um sorriso bem simpático e nos tornariamos rápidamente amigos, mas não hoje, a morte de Chelsea mexeu comigo mais do que eu podia imaginar, e ainda não ter conseguido achar sua irmã, isso é ainda pior, eu fracassei em cumprir a promessa que fiz para Chelsea antes dela morrer nos meus braços, em consequência não consegui conviver com as lembranças que este acampamento me fornecia, deixei tudo para trás, fui embora, enfrentei muitos problemas lá fora, mas ao ouvir a nóticia sobre a morte de um dos campistas que fora meu amigo eu tive de voltar, agora me vejo em frente a um jovem de sorriso exuberante que não deve estar entendo meu olhar apático, acho melhor manter as aparências, isso não tem nada haver com ele, não há porque trata-lo mal.

- Ola... Novo por aqui?
Regulus Blackburn
avatar
Indefinido
Mensagens :
43

Localização :
Acampamento Meio-Sangue

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☼ Chalé de Apollo 2.011 - Reformado ☼

Mensagem por Pierre Rousseau em Seg 24 Dez 2012, 00:12

"Novo por aqui?" - Perguntou o garoto
Eu pude sentir uma energia negativa vinda da voz do meu meio-irmão como se estivesse falando com uma alma penada.

- Sim... Faz uma semana e alguns dias que cheguei aqui... Você parece mal... Algo que um "estranho" possa saber?

Minha irmã pedia pra eu nunca fazer esse tipo de pergunta a alguém que acabei de conhecer, mas não gosto de ver as pessoas assim e acabo tentando ajudar. Olhei serio para o garoto, aguardando uma resposta
Pierre Rousseau
avatar
Filhos de Apolo
Mensagens :
112

Localização :
Vários lugares

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☼ Chalé de Apollo 2.011 - Reformado ☼

Mensagem por Regulus Blackburn em Seg 24 Dez 2012, 02:17

- Você tem uma irmã. Legal, é raro encontrar pessoas que são filhas de mesmo pai e mãe por aqui... - tentei mudar de assunto, a atitude direta daquele garoto havia me deixado desconfortavel.

Sentei en minha que era ao lado da dele, respirei fundo e meti a mão embaixo dela, la estava meu arco dourado, presente de meu pai Apollo, tudo estava como eu havia deixado quando parti, sefurar novamente aquele arco trouxe muitas lembranças, boas e ruins, os treinos com Cron, todas as vezes que eu e meus companheiros lutamos juntos, todas aquas cenas vieram a minha mente assim que toquei sua superficie dourada.

- Espero que eu ainda saiba usar essa coisa. - murmurei pra mim mesmo.

[u]
Regulus Blackburn
avatar
Indefinido
Mensagens :
43

Localização :
Acampamento Meio-Sangue

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☼ Chalé de Apollo 2.011 - Reformado ☼

Mensagem por Pierre Rousseau em Seg 24 Dez 2012, 10:06

Senti que deixei o garoto incomodado, decidi que iria calar a boca e fazer alguma coisa da vida. Levantei-me e fui para o rio do acampamento, levando um vestido. Náiades não devem usar roupas, mas o que vale é a intenção...

-Meu nome é Pierre Rou... Pierre, qualquer coisa... - Fiquei meio sem-graça ao falar aquilo, eu jamais falaria com um menino que quer saber da minha vida e não sabe nem meu nome. Decidi manter meu sobrenome em segredo pra evitar manifestações do tipo "Oh meu Zeus! Você é filho da Jane Rousseau!".

Dei as costas sem esperar uma resposta e fui vagando até a trilha dos chalés.
Pierre Rousseau
avatar
Filhos de Apolo
Mensagens :
112

Localização :
Vários lugares

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☼ Chalé de Apollo 2.011 - Reformado ☼

Mensagem por Regulus Blackburn em Seg 24 Dez 2012, 13:48

Naquela noite, como de costume, fomos todos ao refeitório, busquei na mesa pela figura de Carol, Lisa ou mesmo Cron, nenhum deles parecia estar presente, será que estavam em missão, será que haviam ido embora do acampamento assim como eu? De qualquer forma me sentia cada vez mais desconfortável com a idéia de ter voltado, eu estava sozinho e aquele não era mais o meu lugar... Foi quando notei o novato que falou comigo de manhã no Chalé... Ele percebeu que eu olhava pra ele e fez um aceno com a cabeça, eu respondi acenando também, depois de jogar um pouco de comida na fogueira como forma de oferenda à Deusa Íris e tornei para minha cama no Chalé, passei a noite inteira em claro, pensando, até que desmaei de sono... Pela manhã, apesar de não ter descansado eu me levantei e peguei meu arco, achava que atirar em alguns monstros ou bater em alguns campistas seria o suficiente para me manter são... Mas ao chegar na Arena lá estava ele... O mesmo garoto de antes...


(Continuação no Tópico da Arena)
Regulus Blackburn
avatar
Indefinido
Mensagens :
43

Localização :
Acampamento Meio-Sangue

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☼ Chalé de Apollo 2.011 - Reformado ☼

Mensagem por Regulus Blackburn em Seg 24 Dez 2012, 21:56

Aquela garota era louca, me atacou do nada, mas de algum modo senti uma ponta de simpatia por ela... Nicole, acho que era o nome dela... Muita atitude, pouca cabeça, se não soubesse que era filha de Apolo eu teria pensando que fosse de Ares, mas não tem problema, não quero ter o desprazer de criar laços com eles, afinal, são apenas meus meio-irmãos.

Fui dormir aquela noite com a mente já pensando no que ocorreria na manhã seguinte, mais um treino, queria enfrentar algum monstro... Quem sabe um Griffo ou um Basílisco, já havia matado alguns deles antes... Mas isso era na época que eu estava a pleno vapor... Hoje sou muito lento para tal coisa, estaria morto mesmo antes de perceber...

Mas quem disse que morrer seria uma má idéia...
Regulus Blackburn
avatar
Indefinido
Mensagens :
43

Localização :
Acampamento Meio-Sangue

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☼ Chalé de Apollo 2.011 - Reformado ☼

Mensagem por Pierre Rousseau em Ter 25 Dez 2012, 12:34

Pierre voltou pro chalé depois de passar uma tarde no rio e depois do jantar. Quando passou pela cama de Regulus fuzilou ele com um olhar e adentrou o banheiro levando sua toalha e um shorts. Tomou um longo banho e saiu de lá sem camisa, deitou-se em sua cama e dormiu. Apesar de estar sem sua irmã, ele estava cansado, tinha sido um longo dia...
Pierre Rousseau
avatar
Filhos de Apolo
Mensagens :
112

Localização :
Vários lugares

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☼ Chalé de Apollo 2.011 - Reformado ☼

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 7 de 10 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum