Percy Jackson e os Olimpianos RPG BR
Bem vindo ao maior fórum de RPG de Percy Jackson do Brasil.

Já possui conta? Faça o LOGIN.
Não possui ainda? Registre-se e experimente a vida de meio-sangue.

☼ Chalé de Apollo 2.011 - Reformado ☼

Página 9 de 10 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

☼ Chalé de Apollo 2.011 - Reformado ☼

Mensagem por 007-ExStaff em Qui 05 Maio 2011, 12:30

Relembrando a primeira mensagem :


Após um longo período, O Deus do Sol, Apollo, resolveu iniciar o seu projeto. O Chalé seria totalmente reformado, o que iria agradar muito os campistas, afinal, todas as lembranças e itens presente no chalé antigos seriam trazidas para o novo, que apenas foi reformado. Ainda no mesmo lugar, mas com uma frente e interior diferentes, este novo Chalé é maior ainda. Apollo tem muito filhos, então o chalé possui:



Térreo : Salão de Entrada, Sala de Estar e duas escadarias [ Que levam aos Dormitórios]

Primeiro Andar: A Esquerda > Dormitório Feminino e a Direita > Dormitório Masculino

Subterrâneo: Biblioteca [ Livros de Medicina e Artes], Sala Acústica Altamente Equipada, Laboratório de Estudo de Poções;


Mais aconchegante e quentinho, o Chalé reluz ainda mais o ouro. Os pertentes, todos mesmo, de cada campista foram mantidos em seguranças e estão todos em seus devidos lugares. Camas muito confortáveis nos quartos com o nome do dono grifado em ouro nelas. Em cima de cada mesinha, para guardar os pertences dos campistas, está um foto em pôster de cada campista, referente a seus pertences. Há murais para fotografias, área de Guarda Roupas e Closets para as meninas. Há dois banheiros imensos, aliados a cada um dos dormitórios. Chuveiros aquecidos naturalmente. Apollo cuidou pessoalmente de cada detalhe e esperava que seus filhos gostasse da reforma.

007-ExStaff
avatar
Indefinido
Mensagens :
514

Voltar ao Topo Ir em baixo


Re: ☼ Chalé de Apollo 2.011 - Reformado ☼

Mensagem por Beca Restani em Sab 24 Ago 2013, 23:58

Chalé Doce Chalé
Entrei tímida no chalé, não sabia como meus irmãos iriam me receber. Assim que adentrei com as minhas malas todos olharam para mim. Eu me senti corando. Meus irmãos perceberam isso pelo fato que, quando quando estou irritada ou envergonhada meu corpo sobe de temperatura fazendo todos que estão por perto perceberem. Engoli em seco. Uma menina, loira e sorridente, veio falar comigo.
-Rebeca né? Bem vinda ao chalé 7! Aqui no térreo tem o salão de entrada, onde estamos, e a sala de estar. Logo ali tem duas escadarias. A da esquerda da para o dormitório feminino, e a direita para o dormitório masculino. No subterrâneo temos a biblioteca, uma sala acústica, e um laboratório para estudo de poções. Você irá encontrar sua cama com o seu nome grifado em ouro. Também terá uma mesinha vazia para você por seus pertences. E...as suas roupas, ponha elas no closet. De novo, bem vinda, irmã!
Fiquei boquiaberta com o tamanho do chalé. Agradeci ela pelas as instruções e subi para o dormitório. Havia muitas camas que pareciam ser super confortáveis, fui passando lentamente até achar a cama com o nome Rebeca. Nela havia uma camiseta laranja, na qual estava escrito "Acampamento Meio Sangue". Sentei na cama e suspirei. Era ali que eu iria ficar por um bom tempo.
 
Beca Restani
avatar
Filhos de Apolo
Mensagens :
7

Localização :
Chale de Apolo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☼ Chalé de Apollo 2.011 - Reformado ☼

Mensagem por Alex Parker em Qua 09 Out 2013, 15:50

Percebi que ali já havia certo movimento me desabei na cama,como as minhas coisas já estavam todas no lugar não tinha mas pra quê ficar enrolando então adormeci bem rápido pois estava com uma preguiça danada.
Alex Parker
avatar
Filhos de Apolo
Mensagens :
2

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☼ Chalé de Apollo 2.011 - Reformado ☼

Mensagem por Jason S. Hunter em Ter 04 Mar 2014, 00:41

RECOMEÇO

Bem, era estranho a nova forma de vida que teria de adotar... Era realmente estranho, e surpreendente possuir um progenitor divino em minha família, principalmente meu pai, que estivera sempre ausente, até mesmo, quando minha mãe, havia falecido.
Dois arcos estavam grudados na parede, apontados para porta. Quando dei meu primeiro passo, com o tênis Nike branco, sabia, que não poderia voltar atrás. Quando realmente, firmei o passo, e entrei na sala de estar, era realmente maravilhoso. Ouro brilhava em torno de todas as paredes do chalé. Me dirigi a escadaria, que levava ao 1° Andar, até que por fim, virei a direita, e entrei no quarto. Surpreendentemente, não havia ninguém naquele horário, não que eu percebesse, pois focava minha cabeça em mamãe. Ela era... Linda... amigável... não sei bem explicar. Entrei no chalé masculino, e logo então, sentei em uma das beliches, jogando minha maleta na cama, me estiquei, aborrecido, como se estivesse sozinho no mundo...
Jason S. Hunter
avatar
Filhos de Apolo
Mensagens :
35

Localização :
Camp Half Blood

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☼ Chalé de Apollo 2.011 - Reformado ☼

Mensagem por Oliver Queen em Ter 30 Set 2014, 13:08



My Name is Oliver Queen


Era um local fantástico, brilhava mais que ouro, quente e aconchegante, aquele era o Chalé dos filhos de Apolo e tal como o deus olimpiano era fantástico.

- Por pouco não me esqueci como era este lugar. Sussurrei baixo, enquanto acariciava com as mãos meu nome banhado sobre a cama, relembrando meu tempo na primeira passagem pelo acampamento, meus itens estavam guardados em um baú perto, sendo assim deitei sobre o colchão e refletia sobre tudo o que queria fazer.


post: 001 ~ Roupas~ Oliver Queen ~~
thanks, lollipop @ sugaravatars
Oliver Queen
avatar
Filhos de Apolo
Mensagens :
6

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☼ Chalé de Apollo 2.011 - Reformado ☼

Mensagem por David T. Crewe em Ter 30 Set 2014, 13:26


"Novos Parceiros..."


Adentrava o Chalé de Apolo, o local era da hora, reluzia intensamente e além de ser quente e confortável, parecia que tudo dentro ou era ouro ou perto disso.

- Mão Boba faria a festa se pudesse está num local disse. Murmurei, lembrando de meu protetor, colega e irmão para a vida inteira, um dia talvez eu encontrasse ele pelos guetos alheios, mas naquele instante eu precisava mesmo me enturmar e treinar, afinal era para isso que estava ali.

Vi um garoto deitado na cama, ao lado da minha, a gravura na mesma indicava que seu nome era Oliver Queen, ou então ele deitou-se no lugar errado, adentrei o quarto que agora iríamos compartilhar cumprimentando.

- E aí mano!! Exclamei, não esperava que aquele branquelo sacasse o cumprimento, mas afinal eu não era alguém bem educado. Após isso jogava minha mochila sobre minha cama.


Post: 001 Local: Chalé de Apolo Com: Oliver Queen e demais irmãos  Roupas: Aqui
@CG
David T. Crewe
avatar
Filhos de Apolo
Mensagens :
10

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☼ Chalé de Apollo 2.011 - Reformado ☼

Mensagem por Oliver Queen em Ter 30 Set 2014, 13:32



My Name is Oliver Queen


Outro filho de Apolo ao que indicava entrava no quarto, seus passos eram fortes e ligeiros, foi então que eu escutei uma breve saudação. Sorri e levantando-me da cama o cumprimentei também.

- Eaí Mano! Exclamei da mesma forma, esticando-lhe a mão direita.- Meu nome é Oliver Queen, sou uma prole de Apolo, espero que possamos nos dar bem Falei educadamente, após vê-lo jogar sua bolsa com força sobre a cama.


post: 002 ~ Roupas~ Oliver Queen ~~
thanks, lollipop @ sugaravatars
Oliver Queen
avatar
Filhos de Apolo
Mensagens :
6

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☼ Chalé de Apollo 2.011 - Reformado ☼

Mensagem por David T. Crewe em Ter 30 Set 2014, 13:37

@David T. Crewe escreveu:

"Novos Parceiros..."


O cara foi educado e me cumprimentou da mesma forma, realmente seu nome era Oliver, na verdade pela aparência deveria ser um dos mais velhos dali.

- Pode anotar que sim Oliver. Respondi sobre o relacionamento.- Meu nome é David Thomas Crewe, mas pode me chamar de escuro, acho que vai combinar muito visto a cor das pessoas desse acampamento, mas me diz, quanto tempo está por aqui? Perguntei, enquanto sentei sobre minha cama e puxei da minha bolsa uma garrafa de cerveja que escondi dos professores.- Vai uma dose? Indaguei, levantando a garrafa.


Post: 002 Local: Chalé de Apolo Com: Oliver Queen  Roupas: Aqui
@CG
David T. Crewe
avatar
Filhos de Apolo
Mensagens :
10

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☼ Chalé de Apollo 2.011 - Reformado ☼

Mensagem por Oliver Queen em Ter 30 Set 2014, 13:42



My Name is Oliver Queen


David Thomas Crewe era o nome do garoto, mas de alguma forma, preferia ser chamado de escuro, enfim... De certa forma combinava.

- Bem... Eu fiquei aqui por algum tempo na minha infância, mas sai e voltei recentemente, quase não sei de nada mais. Respondi sobre a primeira pergunta, em seguida com um gesto com a cabeça indicando que sim peguei a garrafa de cerveja de sua mão e dei um gole devolvendo a ele, após isso sentei-me na minha cama.- Percebo que é um novato também, existem ainda muitos outros de nossos irmãos e irmãs que devem está fazendo algo dentro ou ao redor do acampamento. Explicava, enquanto percebia que aquela cerveja tinha um péssimo gosto e deveria ser de uma marca bem fuleira.


post: 003 ~ Roupas~ Oliver Queen ~~
thanks, lollipop @ sugaravatars
Oliver Queen
avatar
Filhos de Apolo
Mensagens :
6

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☼ Chalé de Apollo 2.011 - Reformado ☼

Mensagem por David T. Crewe em Ter 30 Set 2014, 13:47


"Novos Parceiros..."


O moleque parecia ser sangue bom e assim como eu era praticamente um novato, bebia rapidamente a cerveja, enquanto percebia que aquela bebida era alguma falsa réplica de uma marca famosa, maldito Mão Boba, que me fez guardar aquele líquido vagabundo.

- Mais irmãos e irmãs? Ao que parece os Olimpianos no geral curtem um sexo casual, mas me diz a quem devemos temer? Perguntei, enquanto degustava daquela péssima cerveja.


Post: 003 Local: Chalé de Apolo Com: Oliver Queen  Roupas: Aqui
@CG
David T. Crewe
avatar
Filhos de Apolo
Mensagens :
10

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☼ Chalé de Apollo 2.011 - Reformado ☼

Mensagem por Oliver Queen em Ter 30 Set 2014, 13:53



My Name is Oliver Queen


Escuro parecia ser um cara engraçado, embora sua voz vez ou outra levantava um tom sarcástico, quem sabe as experiências na vida dele o fizeram ser irônico para esconder suas dores, porém não era meu devér julgá-lo.

- Bem... Existem várias criaturas das quais precisamos temer, dentro do acampamento? Não sei bem se existe alguma rivalidade ou rixa, pelo menos antes não tinha, ainda assim devemos respeitar os semi-deuses dos três grandes, Zeus, Poseidon e Hades, comparado a eles, nossas habilidades são ínfimas. Disse eu.- Sabe de uma coisa, acho que irei treinar, vejo você depois David. Despedi-me do garoto,pegando meu arco e partindo rumo a arena, aquela conversa me lembrou que eu deveria honrar o nome do meu pai e da minha mãe.


post: 004 ~ Roupas~ Oliver Queen ~~
thanks, lollipop @ sugaravatars
Oliver Queen
avatar
Filhos de Apolo
Mensagens :
6

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☼ Chalé de Apollo 2.011 - Reformado ☼

Mensagem por David T. Crewe em Ter 30 Set 2014, 13:56


"Novos Parceiros..."


Ouvi as poucas palavras de Oliver e ao contrário dos demais semideuses eu não me lembrava de ter habilidade alguma, a não ser que fumar maconha e beber cerveja em excesso ajudasse em batalha, percebendo-o que ele foi treinar acenei com a mão despedindo-me dele, talvez eu devesse treinar também, porém se eu fosse fazer isso, eu precisaria de um bom trago, como eu ainda não tinha resolvi deitar sobre a cama e dormir, esperando acordar com vontade de treinar.


Post: 004 Local: Chalé de Apolo Com: Oliver Queen  Roupas: Aqui
@CG
David T. Crewe
avatar
Filhos de Apolo
Mensagens :
10

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☼ Chalé de Apollo 2.011 - Reformado ☼

Mensagem por Simon Hattford em Qua 25 Fev 2015, 23:18

CHALÉ DE APOLO!

Como é bom entrar nesse chalé, entro de cabeça erguida finalmente reconhecido como filho de Apolo. O Chalé todo reluz em ouro, chego no Salão de Entrada, observo ao redor, vejo alguns de meus irmãos e aceno timidamente, e como estou bem cansado devido aos acontecimentos, vou direto das escadarias ao meu Quarto no Dormitório Masculino.
Era ótimo, a cama era confortável, era espaçoso, e ainda tinha um pôster com minhas fotos, descarreguei meus pertences, arrumei cuidadosamente todas as minhas roupas, e meu violão claro, assim como meus presentes de reclamação. Logo em seguida fui direto ao Banheiro Masculino. Quando a água daquele chuveiro termal tocou minha pele, eu relaxei totalmente, quase dormi ali mesmo, fiquei horas lá, até que me toquei que deveria sair. Me joguei na cama de toalha mesmo, e tive uma ótima noite de sono.
Simon Hattford
avatar
Filhos de Apolo
Mensagens :
14

Voltar ao Topo Ir em baixo

Bem vindo ao lar !

Mensagem por Camillo Leafar em Qui 05 Mar 2015, 23:07

CHEGUEI
chalé 7, aqui vou eu !
Obviamente eu me perdi no acampamento até encontrar o chalé 7. Eu não era ruim em me direcionar, mas eu tinha o péssimo hábito de me concentrar demais em meus pensamentos e não prestar atenção em onde estou indo. E naquela noite, céus! Meus pensamentos estavam mais bagunçados do que a minha gaveta de cuecas.
Eu percebi que minha vida havia te tornado um filme de ficção no momento em que pedi informações a respeito dos chalés para uma mulher que em seguida se transformou numa árvore.
- Respire, Camillo. Você pode ser um semideus. - Disse baixinho para mim mesmo. - Qualé, você já passou por coisas mais estranhas. Apenas encare tudo isso com mais naturalidade.
Respirei fundo e procurei mudar a minha visão do que estava acontecendo, não era tão ruim. Eu recebera as informações de que a minha mãe chegara em casa em segurança e que as minhas bagagens seriam enviadas "magicamente" para o acampamento, aquilo me aliviou mesmo eu sabendo que teria que ter uma conversa muito séria com ela sobre paternidade e afins. Tinha certeza de que um deus grego poderia pagar uma pensão relativamente boa. Eu sabia também que com como tempo eu aprenderia a desenvolver algumas habilidades comuns aos filhos de James, ou melhor, Apolo. (Que tipo de deus se chamava James?)
Quando cheguei na área dos chalés imediatamente identifiquei o meu, mesmo a noite ele brilhava como ouro (do que provavelmente era feito). Me aproximei da porta na intenção de bater, mas ela se abriu automaticamente no momento em que encostei.
- Tipo shopping. - Pensei. - Adorei.
O interior do chalé era tão luxuoso que eu cheguei a considerar roubar algumas decorações para vender e acabar com a fome do mundo. Certamente o local era encantado, porque era muito maior por dentro do que por fora, o hall de entrada era enorme e continha alguns garotos jogando cartas numa mesa de centro. Ao longe eu podia ouvir uma televisão funcionando.
- Esse é o chalé 7, certo? - Perguntei, atravessando a porta e erguendo a cabeça, juntando confiança para puxar algum assunto.
Várias cabeças se viraram para mim e me encararam por alguns segundos, sérios. Meu coração parou durante esse tempo, mas logo todos começaram a rir e acenar para mim. Um garoto que mesmo eu, em toda a minha masculinidade, tive que admitir que era lindo, se levantou e veio até mim, passando um braço em torno de meus ombros.
- Veja só se não é o Piscante! - Ele sorriu para mim. - O garoto que já chegou no acampamento iluminando nossas vidas.
- Com certeza. - Pisquei para ele, ser bem recepcionado me ajudou a ter mais confiança. -  Afinal, um filho de Apolo não poderia chegar de outra maneira.
- Claro que não. - Ele começou a caminhar ao meu lado. - Venha, vou te levar para o nosso quarto. Sua cama já está pronta há alguns minutos.
- Sério? Vocês têm um ótimo serviço de quarto aqui.
- O melhor de todos.
Várias camas estavam distribuídas lado a lado no quarto, cada uma com uma mesinha, um nome gravado e um pôster do dono. Minha cama era a última e a mais perto da porta. Meu pôster era de uma foto que eu não lembrava de ter tirado, aparentemente os paparazzis daquele mundo faziam seus trabalhos com êxito.
- Ei. - Cutuquei o garoto que me acompanhava. - Você tem uma caneta aí?
Ele ergueu uma sobrancelha para mim mas me entregou um pincel atômico que havia em uma das mesinhas.
Peguei a caneta e fiz minha assinatura em meu pôster. - Feito, agora sim estou em casa.
O garoto deu uma gargalhada e alguns tapinhas em minhas costas.
- Bem vindo ao lar, Piscante!
Camillo Leafar
avatar
Filhos de Apolo
Mensagens :
4

Localização :
Apucarana, Paraná

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☼ Chalé de Apollo 2.011 - Reformado ☼

Mensagem por Oliver Lunsford em Sab 07 Mar 2015, 01:47


CAÇANDO AMIGOS
Pois todo ser humano precisa se socializar


Tantas coisas aconteceram esses últimos dias que eu certamente não conseguiria acertar uma única flecha no alvo. Pela primeira vez, desde treze anos apenas caçando, eu senti a necessidade de me socializar, de me distrair. O problema era que nenhuma das personalidades encontradas no acampamento me agradavam - principalmente os valentões de Ares e os engraçadinhos de Hermes. Em razão disso, apostei na vinda para o chalé de Apollo. Quem sabe meus meio-irmãos tenham o mesmo gosto que eu?
Modéstia parte, não foi muito difícil encontrar a casa. Além de meu ótimo senso de localização, o chalé era muito chamativo. Nunca vi tanto ouro em minha vida. Entrando, me deparo com os semi-deuses cantando. Não, aquilo estava mais para uma orquestra. Era bonito? Sem dúvidas, mas eu não me encaixava naquilo. Desci as escadarias até chegar no subterrâneo, onde encontrei uma enorme biblioteca e um pequeno grupo de leitores. Após uma pré-visualização do local, resolvi ir até eles. Perguntei-vos sobre o que estavam lendo, ainda que estivesse evidente pela capa: era um livro de anatomia humana. Em um primeiro momento, eles hesitaram em responder - talvez pelo meu rosto nada carismático ou por nunca terem me visto antes. Porém, gradativamente, fomos conversando. Na verdade, estava mais para uma aula. Eles me ensinaram a introdução do que estavam estudando, apontando alguns pontos vitais básicos da ilustração do corpo masculino no livro. Eventualmente, um assunto puxava outro e eles começaram a dialogar sobre coisas que eu não entendia, como sobre o comportamento de alguns campistas ou sobre atividades que tiveram de manhã. Minha ignorância sobre o tema me desconfortava e eu não que interrompê-los mais. Por isso, acabei inventando uma desculpa boba para sair dali antes que minha imagem piorasse.
Todavia, fiquei satisfeito comigo mesmo. Mesmo que pouco, tive a oportunidade de uma breve conversa com alguns meio-irmãos e isso me fez sentir bem. E mais: agora eu sabia onde ler sobre medicina nas horas vagas.
Oliver Lunsford
avatar
Filhos de Apolo
Mensagens :
3

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☼ Chalé de Apollo 2.011 - Reformado ☼

Mensagem por Alicia Gordivare Out em Dom 04 Out 2015, 18:09

O Chalé de Apollo era o meu lugar preferido no mundo todo. Era lá que, independente do momento, eu conseguia encontrar o conforto de um lar. A vida no Acampamento Meio-Sangue não era fácil, devo admitir. Tudo bem que eu estava protegida dos monstros lá fora, mas quase sempre observava colegas recebendo missões e colocando em prática tudo o que foi ensinado aqui, e isso me afetava de uma forma gritante. Queria sair, mas ao mesmo tempo queria ficar. Sim, minha cabeça é uma montanha-russa de indecisões.

O silêncio poderia ser tocado naquele Chalé quase abandonado. Meus irmãos deveriam estar curtindo o fim do dia ou treinando, mas eu era diferente. Precisa urgentemente de uma cama e de meus livros, pois a canseira nos braços era forte. O arco e flecha que usava estava velho e, diferente do que deveria ser, ele não era mais uma parte de mim. Um novo cairia bem, providenciaria assim que possível.

O meu jeans velho e rasgado estava sujo de lama, então deixei umas marcas no térreo do Chalé (não de propósito, é claro), subi para o dormitório e me joguei na segunda cama do lado das meninas. Como sempre, reflexo de uma preguiça indomável, os lençóis estavam do mesmo jeito e o travesseiro estava no chão. Na verdade, não me importei muito, só queria fechar os olhos e dormir até o próximo final de semana. Quem sabe!
Alicia Gordivare Out
avatar
Filhos de Apolo
Mensagens :
5

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☼ Chalé de Apollo 2.011 - Reformado ☼

Mensagem por Nathally Truce em Qua 13 Jan 2016, 09:37

Quando Nathally chegou no Acampamento, tudo o que tinha era a roupa do corpo, a carteira e os presentes de seu pai. O sátiro que a trouxera lhe explicou que buscariam suas coisas, que ela não precisava se preocupar com nada. Ainda assim, ela não tinha certeza de que ficaria aonde estava. Não sentia nada promissor pela frente, e tinha um pressentimento terrível de que as coisas estavam prestes a ficar ainda piores. "Quer dizer, piores do que ser perseguida por um homem-cachorro", ela pensou, enquanto seguia pelos campos adentro.
Verniz tinha lhe dito que já estava tarde e que era melhor ela ir direto ao seu chalé. Ele precisou de mais uns minutos pra explicar a ela o que exatamente eram os chalés. Um acampamento inteiro dedicado a filhos de deuses, com casas pra cada um dos tipos. Era loucura. Tinha que ser loucura. Quer dizer, ela era filha de um deus? Se ela dissesse aquilo em voz alta soaria louca até pra si mesma. E ainda assim... Ela atirara aquela flecha. De algum jeito, ela soube o que tinha que fazer. Quando precisou, foi atendida. Aquilo tinha que significar alguma coisa. Tinha que significar que seu pai não a tinha abandonado por completo, como a mãe a dissera desde sempre.
Enquanto andava, olhando curiosa por onde passava, viu que o lugar era imenso. Tinha de tudo. Tudo mesmo, ela pensou assombrada, enquanto conseguia ver à distância uma parede enorme de escalada pela qual escorria - aquilo era lava? E a quantidade de pessoas! Era ridículo. Os deuses deviam passar mais tempo na terra paquerando do que cuidando dos assuntos divinos. Como poderiam existir tantas crianças de idades parecidas e filhas do mesmo deus? Aquilo a fez sentir uma ponta de raiva. Se Apolo tinha tempo pra fazer mais filhos, deveria ter tempo pra cuidar de sua mãe. Sua mãe, que virara um trapo de pessoa depois de conhecê-lo e ser por ele abandonada.
As pessoas passavam apressadas de um lado pro outro, apesar da hora, mas ela não puxou assunto com ninguém. Estava assustada, ainda em choque com tudo o que acontecera e, francamente, estava exausta. Seja lá o que havia sido aquele clarão que distraiu o homem-cachorro, lhe deixara esgotada. Passou direto por todos até a área dos chalés, que estava exatamente aonde Verniz dissera que estaria.
— ...Lar, doce lar? - ela encarou o chalé dourado, incrédula. Achou que o sátiro estava exagerando quando disse que a casa dela era o chalé de ouro. O lugar todo reluzia.
Assim que entrou no chalé, deu de cara com mais gente. Depois do salão de entrada havia uma enorme sala de estar, e seu primeiro pensamento foi de que aquilo ali era maior que todo o seu apartamento. As pessoas que a viram entrar acenaram a ela de forma animada antes de voltar ao que quer que estavam fazendo, e ela respondeu a todos que conseguiu, de forma atrapalhada. Um dos garotos mais velhos se levantou da poltrona, indo até ela, que na mesma hora corou. Devia estar parecendo uma fugida do hospício, suja, despenteada e com a roupa amassada. Ele sorriu a ela, que na mesma hora reconheceu o sorriso radiante que ela própria tinha.
— ...Uau. Somos mesmo irmãos - ela murmurou sem querer, pensando em voz alta. O garoto riu. Ele tinha os cabelos no mesmo tom de loiro que o dela.
— Vai se acostumar logo. Principalmente pra quem é filho único, chegar aqui é sempre um choque. Apolo é um dos deuses com mais filhos. - ele fez um gesto pra que ela o seguisse, indo em direção ao fundo da sala de estar, aonde haviam duas escadarias.
— Nossa. Muitos irmãos. - Nathally finalmente começava a se dar conta de que todas aquelas crianças que vira mais atrás eram seus irmãos. Irmãos. Ela, que nunca tivera família, que nunca tivera alguém que se importasse ou com quem se importar por muito tempo, de repente ganhara irmãos. Aquilo a fez repensar sobre não ficar naquele acampamento, enquanto subiam a escadaria da esquerda.
— Esse é o dormitório feminino. Pega alguma das camas vazias, suas coisas vão ser levadas pra ela quando chegarem. Ali atrás tem o banheiro das meninas se quiser tomar um banho, mas acho que sem roupas limpas não deve adiantar muito, não é? - ele riu sozinho, enquanto apontava os lugares. Ela acabou sorrindo. O rapaz era legal.
Ele abriu a porta pra ela e, com um aceno, voltou a descer as escadas. Ela ficou olhando pra onde ele sumira um instante, até se dar conta de que não tinha perguntado o nome dele nem dito o dela. Deu de ombros, pensando que teria essa chance mais tarde, e entrou, escolhendo aleatoriamente uma das camas vazias, deixando o arco e a aljava sobre a mesa ao lado dela e se jogando direto na cama, depois de tirar os sapatos. Não ligava pra estar suja agora. Estava realmente exausta. Por isso, apesar das crises de insônia que constantemente a assombravam, não teve problema algum pra cair no sono daquela vez.
Nathally Truce
avatar
Filhos de Apolo
Mensagens :
42

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☼ Chalé de Apollo 2.011 - Reformado ☼

Mensagem por Regulus Blackburn em Ter 26 Jan 2016, 16:40

O meu beliche estava intocado, nada parecia haver mudado, eu sentei sobre a cama, e olhei para o meu ombro, estava inchado feito uma bola, doía demais. Comecei a prestar atenção nos outros irmãos de chalé, como eu, a maioria tinha cabelos aloirados e olhos claros, alguns deles eu já conhecia faz um tempo, outros eram novatos. Inquieto, resolvi verificar meu arco, eu costumava guarda-lo de baixo da cama, me agachei e tentei me esticar para pega-lo, mas a dor explodiu no meu ombro novamente.

- Droga!

Acabei ficando ali mesmo deitado no chão, olhando pra debaixo da cama. Até que uma voz chamou minha atenção.

- Hei, ta procurando algum monstro debaixo da sua cama?

Era uma garota, parecia ter no máximo 15 anos, seus olhos eram verdes e os cabelos dourados como era comum entre os filhos de Apolo.

- Não desta vez. Mas você não deveria duvidar de monstros debaixo das camas depois de tudo que viu, não é? - eu respondi, tentando me sentar.

- Eu te ajudo. - ela se ofereceu a me puxar. - O que houve com seu ombro?

- Um golem de pedra.

- Eu nunca vi um, mas deve ser um monstro feioso como outro qualquer.

- Feioso? Entre outras coisas... - meio encabulado resolvi pedir um favor. - Qual é o seu nome?

- Nathally. Nathally Truce. - ela disse.

- Ok Nathally. E preciso que pegue o meu arco, ele esta logo aqui debaixo da cama.

- Tudo bem. - Ela se abaixou e esticou o braço para pega-lo.

Fazia tempo que eu não usava o meu arco, espero não ter perdido a prática, mas pelo visto não poderei testar até que meu ombro se recupere. Nathally ergueu o arco, e percebeu que na aljava não haviam flechas.

- Onde estão as flechas? - ela perguntou confusa.

- Elas só aparecem quando eu vou pega-las, são flechas de fogo. Você também não recebeu um assim?

- Não! O meu não tem flechas de fogo! Seria legal! Que injustiça! - ela parecia realmente impressionada.

- Você é novata não é? Já pegou o jeito com o arco?

- To treinando, mas ainda preciso ficar melhor nisso. Ser mais rápida. Levei um treino inteiro pra acertar o centro do alvo.

- Filhos de Apolo tendem a ter uma habilidade especial com relação a arco e flecha. Você vai pegar o jeito, mesmo que demore um pouco mais do que o comum.

- Você acha?

- Eu acho. De uma olhada nisso... - eu levei minha mão até a aljava como se fosse pegar uma flecha e imediatamente uma flecha de fogo surgiu entre meus dedos.

- Whoa! - seus olhos brilharam de animação.

- Eu não vou poder atirar flechas até que meu ombro se recupere, se quiser, pode usa-lo para treinar, já que gostou.

- Você vai me deixar treinar com seu arco? - ela pareceu incrédula e anima ao mesmo tempo.

- Por que não? Ele não serve de nada pra mim do que jeito que estou. Além disso, eu espero que me conte o que anda acontecendo no acampamento ultimamente, acabei de voltar. Então achei que te deixar usar o arco seria um agradecimento adequado. - sorri.

- Fechado! - ela sorriu.

Então de repente ela pareceu se lembrar de algo.

- Esqueci de perguntar seu nome. Me desculpe.

- Eu nome é Regulus. Meus... Amigos me chamava de Reggie.

- Muito bom te conhecer Reggie.

- Digo o mesmo, irmãzinha. Mas tome cuidado com meu arco. E mais ainda com as flechas. Elas explodem! - eu alertei antes dela sair correndo pela porta do chalé a fora. Devia estar indo direto para a arena.

Regulus Blackburn
avatar
Indefinido
Mensagens :
43

Localização :
Acampamento Meio-Sangue

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☼ Chalé de Apollo 2.011 - Reformado ☼

Mensagem por Sunner Memphis em Sex 19 Fev 2016, 22:33


Chalet Seven - Sunner Memphis
Drinking, fall and rise. The childrens of the Sun

Sunner já estava há algumas semanas no Acampamento Meio-Sangue. Não era como se ele estivesse habituado com todas obrigações que o Camping possuía, mas Memphis acabava cumprindo-as, em grande parte porquê Quíron ameaçou-o fazer limpar os banheiros sozinho, caso não fizesse.

De qualquer maneira, o jovem filho de Apolo acabava gostando de um detalhe peculiar naquele lugar: Ter irmãos. Criado como filho único, Sunner acabava curtindo a ideia de uma família ainda maior. Brancos, negros, homens, mulheres, experientes e novatos, a diversidade era algo a se admirar no chalé sete. Naquele dia em especial, o rapaz, acostumado a se embebedar em festas nas periferias da Fliadélfia, estava para desfrutar um chá, na sala da residência solar. A bebida havia sido deixada nas dispensas pela manhã e apesar do gosto ser muito bom, sua maior função era energizar o corpo, devido ao cansaço presente na "maratona de exercícios".

Sentado sobre o sofá da sala, Memphis deus dois goles na xícara.

— Gente, não é cerveja, mas até que dá para beber. — Bradou alto, com um sorriso no rosto e tentando atrair a atenção dos presentes ali.

OBS:
-
Itens:
-
Passivos:
-
Ativos:
-

Sunner Memphis
avatar
Menestréis
Mensagens :
30

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☼ Chalé de Apollo 2.011 - Reformado ☼

Mensagem por Nathally Truce em Sex 19 Fev 2016, 23:29


Chalé 7
Havia acabado de pisar no chalé de ouro quando ouviu o garoto. Seu humor depois do treino estava excelente, e ela ainda carregava o arco estranho atravessado nas costas, a cara suja de poeira e fuligem. De alguma forma, tinha já há alguns dias perdido a vontade de ir embora. Tinha uma família. Uma família. Aquilo soava a ela como todos os dias serem Natal, apesar de à noite, nos momentos de insônia, a pergunta insistente revirar em sua cabeça: onde estaria sua mãe agora? Dando entrando em um hospital público com coma alcóolico? Não conseguia perdoar Apolo por ter tantos filhos, uma família tão grande, e nunca ter se dado ao trabalho de ver sua mãe.
Ela sacudiu a cabeça, como que pra se livrar do pensamento, e se debruçou sobre as costas do sofá, curiosa, os grandes olhos verdes de criança espiando a bebida.
— E o que é? É doce? — ela virou o rosto pra ver de quem se tratava, mas não fez tanta diferença, nunca tinha visto aquele irmão.
Ele a deixou mais curiosa ainda. Era o primeiro dos irmãos que vira que não era loiro. E ele parecia grande e forte.
Nathally Truce
avatar
Filhos de Apolo
Mensagens :
42

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☼ Chalé de Apollo 2.011 - Reformado ☼

Mensagem por Max King em Sex 19 Fev 2016, 23:55




C h a l é   7
Brothers And Sisters



Miles e eu chegávamos finalmente no nosso chalé, mas ele falou para mim que estava muito cansado para ficar na sala, então, seguiu para os dormitórios. Ao chegar no local, via um de seus irmão falando sobre uma bebida e sentando no sofá muito a vontade. Ele reclamava que a bebida não era alcoólica, mas isso não fazia diferença para mim, tudo o que importava no momento era beber algo gelado. Logo depois uma garota pergunta se a bebida era doce, ela era loira, como o esteriótipo de apolo pelo que havia visto, ao contrário do meu irmão.

Segui até o sofá coloquei a aljava e o arco no chão ao lado da poltrona que pretendia sentar. Ela era era bem ao lado do garoto com a bebida e faziam parte do mesmo conjunto. sentei nela de lado, apoiando minhas costas onde usualmente se apoiam as mãos, meus joelhos se arqueavam em cima do outro encosto. olhei para o meu irmão e falei.

— Cara, só espero que esteja gelado, só isso. — Dando uma pausa e pegando um copo falou — A propósito, me chamo Max!

Dava um sorriso como aqueles que sempre dava quando se apresentava a alguém, as pessoas me elogiavam pela sinceridade e pureza de coração, coisa que me fazia corar as vezes, mesmo não querendo. Realmente queria ficar amigo dos meus irmão, tensão na família era uma coisa difícil de se lidar, imagine em uma familia grande como aquela.

Max King
avatar
Filhos de Apolo
Mensagens :
148

Localização :
Onde estou?

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☼ Chalé de Apollo 2.011 - Reformado ☼

Mensagem por Brooklyn S. Palmer em Sab 20 Fev 2016, 00:16


Chalé VII
Childrens of sun
Eu havia acabado de voltar do treino e sem dúvida estava cansada. Assim que cheguei no chalé de Apolo, me deparei com a aquele lugar cheio de pessoas e foi quando a ficha realmente caiu. Eu tinha irmãos. Talvez aquela fosse a minha chance de ter uma família de verdade, um lar de verdade.

Ouvi um de meus irmãos sentado no sofá comentando sobre a bebida e o fato de não ser alcoólica, me fazendo rir baixo. Ele não era o típico esteriótipo dos filhos de Apolo e eu tenho que admitir que gostava do estilo dele. Até que ouvi uma de minhas irmãs perguntando sobre a bebida ser doce, provavelmente a menina não passava dos catorze anos de idade, tinha cabelos loiros e olhos claros como muitos de meus irmãos.

Me aproximei um pouco mais do sofá, seria divertido entrar naquela conversa. No mesmo momento, vi outro de meus irmãos chegando perto e falando sobre como gostaria que aquela bebida fosse gelada. O garoto de apresentou como Max. Cheguei mais perto e me sentei no mesmo sofá onde estava meu consanguíneo.

— Mesmo que não esteja gelado, seria realmente ótimo um pouco de álcool.  Falei com um sorriso no rosto.  Sou Charlie, prazer em te conhecer, Max. E vocês dois, como se chamam?

Me acomodei no sofá. Acredito que gostaria de ter uma nova chance naquele lugar, uma nova vida.
Brooklyn S. Palmer
avatar
Filhos de Apolo
Mensagens :
297

Localização :
casa do caralho

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☼ Chalé de Apollo 2.011 - Reformado ☼

Mensagem por Nathally Truce em Sab 20 Fev 2016, 00:26


Chalé 7
Não paravam de chegar irmãos. E eles agiam tão... Tão como irmãos. Naturalmente. Ela não conseguia evitar o sorriso.
— Eu sou a Nathally! Nathally Truce! — ela colocou o arco e a aljava completamente vazia no chão atrás do sofá e pulou por cima das costas do mesmo pra cair sentada ao lado do garoto. Tentou inutilmente limpar a cara suja de fuligem enquanto conversava. — Não quero álcool. Isso tem álcool?
Nathally Truce
avatar
Filhos de Apolo
Mensagens :
42

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☼ Chalé de Apollo 2.011 - Reformado ☼

Mensagem por Max King em Sab 20 Fev 2016, 00:56




C h a l é   7
Brothers And Sisters



Max dava seus primeiros goles da bebida, e a sentia refrescar-lhe por inteiro, além de dar uma sensação muito boa. A garota tinha perguntado se era doce, e agora sentava no sofá com certa agilidade. Ela se apresentava como Nathally Truce, o que parecia muito formar para mim, eu sempre dava apelidos para as pessoas, eram sempre carinhosos, era a minha forma de dizer que eu gostava de alguém. A não ser que o nome fosse pequeno demais, como era o caso de Miles.

A outra garota que havia chegado ante de Nathally se chamava Charlie, provavelmente Challote era o seu nome, mas seu apelido era mais bonito ao ouvidos e mais informal. Talvez tivesse essa mania por causa de seus próprio nome, Maximilian, era muito grande e muito formal para o seu estilo. Max dava um sorriso para Charlie e falava.

— Prazer em conhecê-la também, Charlie!

Depois olhando para Nathy, que era como decidiu chamá-la, e bebendo mais um gole da bebida se certificava que não tinha nenhuma bebida alcoólica, então colocava um copo para a menina também.

— Bem, para sua alegria, e nossa tristeza, não não tem álcool. Pode beber tranquila Nathy. —  esperava que as meninas pegassem seus copos, se havia uma coisa que não gostava era beber sozinho, mesmo se fosse somente um chá gelado. — É, somos todos irmãos, loucura né? Estão a quanto tempo aqui no acampamento?

Max King
avatar
Filhos de Apolo
Mensagens :
148

Localização :
Onde estou?

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☼ Chalé de Apollo 2.011 - Reformado ☼

Mensagem por Sunner Memphis em Sab 20 Fev 2016, 11:12


Chalet Seven - Sunner Memphis
Drinking, fall and rise. The childrens of the Sun

O comentário de Sunner acabou atraindo um pequeno grupo de irmãos, no sofá. Seus nomes eram Nathally, Max e Charlie, todos pareciam provavelmente voltarem de seus respectivos treinamentos. Basicamente, seguiam os estereótipos físicos da maioria dali, brancos, de cabelos claros e de bastante beleza. Memphis provavelmente deveria ser o mais velho dali, ao menos aparentava isso, apesar de possuir apenas seus dezoito anos.

— Sunner Memphis. Muito prazer em conhecer todos vocês. — Apresentou-se. — Estou aqui há poucas semanas na verdade, mas admito que Quíron já me fez trabalhar mais do que em toda minha vida. Bem, deve ser coisa de cavalo, algo assim. E vocês, há quanto tempo estão por aqui? — Respondeu a Max, adicionando seus comentários típicos e fazendo a mesma pergunta.

Nathally parecia voltar de um árduo treinamento, tendo em vista o aspecto de suas roupas e pele. Max agiu de forma muito simpática, dando até um apelido carinhoso para Nathy. Charlie também foi muito legal, ainda mais por também preferir álcool, tal como Sunner e seu irmão Max. No fim, eles eram uma família e apesar de não se conhecerem muito bem, teriam uma ligação eterna.

OBS:
-
Itens:
-
Passivos:
-
Ativos:
-

Sunner Memphis
avatar
Menestréis
Mensagens :
30

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☼ Chalé de Apollo 2.011 - Reformado ☼

Mensagem por Regulus Blackburn em Sab 20 Fev 2016, 15:35

- E ae, qual é o motivo da festa? - acordei com toda aquela comoção.
Todo desgrenhado, levantei da cama e fui conferir.

- Hei irmãozinhos, essa bebida ta gelada? - meu ombro ainda não tava legal, mas fui logo me apropriando da bebida de um dos irmãos e dando um gole. - Uou! Isso aqui até é que bom!

- Hei! Devolve ae! - o garoto chiou.

- Calma ae, calma ae. Só mais um gole! - depois devolvi a bebida. - Eu tava precisando disso, sempre acordo cheio de sede.

Foi quando notei um irmão que se destacava dos demais. Ele não era loiro, não tinha olhos verdes, não se parecia nada com um filho de Apolo. Me aproximei e olhe com mais cuidado.

- O que foi? - o rapaz parecia surpreso com meu olhar intrigado.

- Nada não. Só estou surpreso por achar alguém nesse chalé que não se parece com minha imagem refletida no espelho!

Olhei pro lado e Nathaly estava lá no sofá.

- Opa! E ae Nathaly, como esta indo o treino?












Regulus Blackburn
avatar
Indefinido
Mensagens :
43

Localização :
Acampamento Meio-Sangue

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☼ Chalé de Apollo 2.011 - Reformado ☼

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 9 de 10 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum