Percy Jackson e os Olimpianos RPG BR
Bem vindo ao maior fórum de RPG de Percy Jackson do Brasil.

Já possui conta? Faça o LOGIN.
Não possui ainda? Registre-se e experimente a vida de meio-sangue.

Restaurante Casa d'Italia ♠ Local Público Oficial ♠

Página 3 de 10 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Restaurante Casa d'Italia ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Edward W. Kimoy em Ter Jul 12, 2011 1:43 pm

Relembrando a primeira mensagem :

Casa d'Italia ♨


» Casa d'Italia era um dos maiores restaurantes italianos da cidade, fundado a muitos anos atrás por imigrantes. Hoje em dia é um lugar de muito luxo e tranquilidade, com a maior variedade em massas, carnes e saladas.

» Possui três andares para poder arcar com a quantidade de pessoas que vão ali diariamente no período da noite, quando o restaurante abre. Na frente do lugar existe um enorme jardim com luzes ofuscantes que parecem deixar as flores brilhando. A localização também é perfeita, sendo um lugar tranquilo e silencioso, perfeito para um clima romântico.



"Que tal colocar uma roupa decente nesse seu avatar, mocinho(a)?"

Bailinhos do coreto:

Edward W. Kimoy
avatar
Menestréis
Mensagens :
623

Localização :
Chalé 11

Voltar ao Topo Ir em baixo


Re: Restaurante Casa d'Italia ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Thomas Newton em Dom Nov 13, 2011 7:18 pm

Eu tomava coragem para dizer aquilo que se passava em minha mente. Meu coração palpitava. Tentava encontrar minha voz, mas não era capaz. Em meio a esse embate comigo mesmo, nosso pedido ficou pronto. Fomos servidos.
Er... Melhor comermos primeiro?? — sussurrei, corado e encarando o prato de massa.
Meu rosto estava quente e ardia levemente no ambiente climatizado. Sem nem pensar direito, segurei uma das mãos de Lucy e apertei delicadamente.
Thomas Newton
avatar
Indefinido
Mensagens :
79

Localização :
Geralmente no Chalé 28 ou vagando solitário.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Restaurante Casa d'Italia ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Lucy Villeneuve em Dom Nov 13, 2011 7:35 pm

Soltei um suspiro que era um misto de alivio e decepção.
-Por mim tudo bem - disse sem olhá-lo nos olhos.
Lucy Villeneuve
avatar
Indefinido
Mensagens :
47

Localização :
Chalé de Melinoe

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Restaurante Casa d'Italia ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Thomas Newton em Dom Nov 13, 2011 7:37 pm

Pensei melhor. O suspiro de Lucy tinha algo a mais. Com o toque leve, virei seu rosto em minha direção. Fixei-me em seus olhos lindos. Quase sorri. Lucy era atraente, linda, inteligente, incrível...
Eu tenho um pedido a fazer, Lucy. — sussurrei, corado.
Thomas Newton
avatar
Indefinido
Mensagens :
79

Localização :
Geralmente no Chalé 28 ou vagando solitário.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Restaurante Casa d'Italia ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Lucy Villeneuve em Dom Nov 13, 2011 7:53 pm

Eu não tinha pra onde fugir. Seus olhos me hipnotizavam e sua mão era suave, quente, perfeita. Controlei o impulso de não beijá-lo ali e me forcei a recuperar o foco da conversa.
-Pode pedir, Thomas.
Lucy Villeneuve
avatar
Indefinido
Mensagens :
47

Localização :
Chalé de Melinoe

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Restaurante Casa d'Italia ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Thomas Newton em Dom Nov 13, 2011 8:16 pm

Respirei fundo e a olhei nos olhos. Minha voz saiu como um sussurro sufocado, algo que se quer dizer e não se sabe como.
Lucy... Você... — meu rosto corou. — Você aceita... Aceita namorar comigo??
"É agora que ela nega e mais uma vez a depressão me invade. Ao menos estou acostumado à depressão desde o incidente com meu pai no Observatório." pensei. Contudo, não soltei sua mão macia e delicada nem deixei de olha-la nos olhos. Meu rosto expressava minha excitação. Meus pés se mexiam nervosamente de vez em quando.
Thomas Newton
avatar
Indefinido
Mensagens :
79

Localização :
Geralmente no Chalé 28 ou vagando solitário.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Restaurante Casa d'Italia ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Lucy Villeneuve em Dom Nov 13, 2011 8:24 pm

Virei-me bruscamente para frente encarando a mesa novamente. "Oxigênio, onde está você?" pensei. Corei, entrei em conflito comigo mesma, meus pensamentos gritavam.
-Oh, deuses. - foi a única coisa que consegui verbalizar.
Lucy Villeneuve
avatar
Indefinido
Mensagens :
47

Localização :
Chalé de Melinoe

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Restaurante Casa d'Italia ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Thomas Newton em Dom Nov 13, 2011 8:31 pm

Subitamente, não fui mais capaz de encara-la. Desviei o olhar para longe.
Entenderei se não quiser, Lucy... — murmurei.
Senti um nó em minha garganta, que me impedia de falar mais. Mordi o lábio inferior, baixando a cabeça, subitamente interessado (ou ao menos gostaria que assim parecesse) no cadarço de meu coturno esquerdo.
Thomas Newton
avatar
Indefinido
Mensagens :
79

Localização :
Geralmente no Chalé 28 ou vagando solitário.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Restaurante Casa d'Italia ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Lucy Villeneuve em Dom Nov 13, 2011 8:41 pm

Não parei de encarar o prato nem por um segundo. Minhas pernas tremiam sem falar e eu não conseguia pensar em nada pra dizer, nada pra fazer. Ele estava decepcionado comigo, com minha atitude, assim como eu estava.
-Eu.. não foi... eu não... - ele deve estar me achando uma idiota. - não é isso, Thomas... eu realmente...

Eu o puxei pra mim e dei-lhe um abraço apertado.
Lucy Villeneuve
avatar
Indefinido
Mensagens :
47

Localização :
Chalé de Melinoe

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Restaurante Casa d'Italia ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Thomas Newton em Dom Nov 13, 2011 8:46 pm

Lucy parecia bem nervosa.
Eu.. Não foi... Eu não... Não é isso, Thomas... Eu realmente... — disse ela, como se desculpando.
Olhei para ela. "Você é um projeto de Empata, Thomas Newton." dizia um de meus amigos do Chalé VI. Pela voz eu costumava perceber o que as pessoas sentiam. Ao menos no geral. E Lucy tinha algo diferente. Ela me puxou para um abraço e corei muito.
Eu não estou... Triste nem decepcionado, Lucy, é sério... Je le jure... — sussurrei.
Meu coração parecia que ia saltar. Abracei Lucy, um tanto sem graça.
Thomas Newton
avatar
Indefinido
Mensagens :
79

Localização :
Geralmente no Chalé 28 ou vagando solitário.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Restaurante Casa d'Italia ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Lucy Villeneuve em Dom Nov 13, 2011 8:54 pm

Enquanto nos separávamos do abraço apoiei as mãos sobre os ombros de Thomas antes de levá-las a nuca dele e então me recostei sobre ele. Eu pretendia beijá-lo, mas tinha medo. Medo de sua reação, medo de rejeição, medo de mim.
-Je t'aime, mon amour...
Lucy Villeneuve
avatar
Indefinido
Mensagens :
47

Localização :
Chalé de Melinoe

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Restaurante Casa d'Italia ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Thomas Newton em Dom Nov 13, 2011 9:20 pm

Fiquei sem palavras ao ouvi-la. Ela recostada em meu peito me deixava nervoso. De um jeito bom.
Moi aussi, Lucy... Posso... Interpretar isso como um sim?? — sussurrei.
Fiz um carinho em seu rosto com as costas de minha mão. Voltei a olha-la nos olhos, um broto de esperança se formando em meu coração. "Um sentimento que normalmente eu não possuo..." pensei. Afastei aquela ideia da cabeça.
Thomas Newton
avatar
Indefinido
Mensagens :
79

Localização :
Geralmente no Chalé 28 ou vagando solitário.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Restaurante Casa d'Italia ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Lucy Villeneuve em Seg Nov 14, 2011 3:53 pm

Meus olhos iam de seus olhos para sua boca e então eu o beijei. Não era o primeiro beijo, mas foi sem dúvida o mais apaixonado.
-Isso sim pode ser encarado como um sim - disse sorrindo pra ele sem deixar de abraçá-lo.
Lucy Villeneuve
avatar
Indefinido
Mensagens :
47

Localização :
Chalé de Melinoe

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Restaurante Casa d'Italia ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Thomas Newton em Seg Nov 14, 2011 4:02 pm

A bolha tristonha em meu peito diminuiu até desaparecer quando Lucy me beijou. Fiz um carinho em seu rosto e disse, sorrindo (algo muito, muito raro).
Je t'aime, Lucy. — sussurrei.
Comemos, intercalando beijos com massas, Coca-cola com abraços. Fomos embora, com Lucy na garupa da moto, agarrada à minha cintura. Precisei me concentrar muito para não colidir com qualquer um dos veículos no caminho. Sombras flutuavam de vez em quando ao nosso redor. Não me importei. Eu estava com Lucy Villeneuve, nada mais era importante.
Thomas Newton
avatar
Indefinido
Mensagens :
79

Localização :
Geralmente no Chalé 28 ou vagando solitário.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Restaurante Casa d'Italia ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Nerezza D. S. Etternavn em Sab Maio 19, 2012 7:20 pm

just another stupid day
or maybe not

Era de noite. Poucas estrelas que conseguiram sobreviver a poluição iluminavam o céu escuro junto com a lua. Uma leve brisa passava pelo local levando os claros fios do cabelo de Diamond, que já começavam a voltar para a sua tonalidade real. Invisível, encima do telhado do pequeno restaurante Italiano, refletia sobre a atualidade e sobre o próprio futuro. Passando lentamente o dedo sobre a lâmina de Phantom, analisava o corte no próprio dedo que já começava a pingar sangue. Ela o põe na boca, saboreando seu sabor. Ela observa um casal saindo do local de mãos dadas. Ela se lembra diretamente dele e estreita os olhos, estavam brincando com ela, certo? Talvez Diamond pudesse evitar todos os seus sentimentos, mas não a saudades e o amor. Amor e saudades de seus amigos, principalmente de Luke e de Dianna. Mas também de Arya, Ravyn, Emilly, Isa e outros que sempre lhe atingiam nesses quesitos. Mas el tentava ignorar, não deixava-se voltar para o Acampamento, tinha que se lembrar o motivo de ter partido. Sem a filha de Aphrodite, o lugar se tornara um completo inferno, só não podia mais aguentar receber ordens do velho centauro, Quiron. Talvez a solidão fosse o remédio e o seu destino afinal, mas não pra sempre. Algum momento encontraria Chantel novamente, encontraria Luke, encontraria a... Dianna.

Diamond quase se surpreende quando um fantasma surge ao seu lado, depois de tantos anos com repentinas aparições, não havia nada relacionado a isso que lhe assustasse. Ele se curva e começa a questionar a garota sobre os motivos de estar ali sozinha. Ela lhe dá uma resposta vaga e perdida, não estava com vontades de conversar, mas apreciava a companhia. A garota desce do telhado e começa a caminhar ainda invisível. Assim que passa por algumas flores que enfeitavam o lugar, observe-as murchar. Aquilo a lembra de si mesma, será que um dia já fora um flor aberta que havia murchado pelo tempo. A filha de Melinoe arranca, mesmo morta e a observa, voltando ao telhado. A brisa a balança levemente, será que ela ainda poderia murchar mais, como aquela flor e finalmente morrer?



Template by thepiscina from TdN.

Nerezza D. S. Etternavn
avatar
Filhos de Melinoe
Mensagens :
402

Localização :
Langt fra deg, kjære.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Restaurante Casa d'Italia ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Dianna Callaghan em Dom Maio 20, 2012 2:20 pm

{Excuse me, }
You are my best friend.
{Or don't you remember?}



Notes: Diamond, I love you. ♥
Tagged: Interaction with my best friend
Clothes: Here
Soundtrack: I miss you - Blink 182






Hidrox seguia o caminho pelo céu escuro e Dianna guiava-o sem saber exatamente para onde ir, apenas um instinto a levava para qualquer lugar que fosse. Não importava, ela não tinha a mínima noção de onde estava, até avistar uma réplica perfeita do Partenon. Bem vindos à Nashville.
Ravyn ainda estava montado em Hidrox, de alguma forma Dianna sentia como se seu amigo estivesse a monitorando via pensamentos e aquilo a incomodava, já que por seus olhos voltarem a estar negros, seus pensamentos eram confusos e bagunçados. Em seu interior, a parte que conseguia controlar estava em uma autódramo, na França e seu pai, Jacques estava sorrindo para ela, afagando seus cabelos negros e bagunçados e então murmurou para a garota:
Você é mais bonita que Afrodite... ▬ ele pareceu confiante de tal afirmação e a garotinha, com apenas seis anos, apenas riu, dando um abraço em seu pai, ou melhor, nas pernas do mesmo.
Sua madrasta, Geneviève, olhava tudo de longe, sorrindo. Era o oposto do que pensavam sobre madrastas; doce, calma, atenciosa e muitas vezes era chamada por Diannè de mãe. Gene, como era chamada por Diannè, era loira e tinha olhos cinzentos como tempestade, mas levavam a ternura de um abraço entre eles, seus lábios eram avermelhados e neles sempre havia um sorriso. A pele era macia e o corpo, tinha curvas que dariam inveja a qualquer modelo. Havia sim pessoas mais bonitas que Afrodite, e talvez a deusa só dissesse ser a mais bela por um momento de egocentrismo, ou talvez fosse igual o ocorrido com Dianna, havia sido filha da deusa da beleza com um rapaz muito bonito.
Um relincho de seu pégaso a fez voltar para o presente e ao ver as ruas pouco desertas, pediu para que voasse mais baixo, até que passaram por um restaurante, de onde um cheiro de massa italiana, olhou sugestivamente para Ravyn, que também deveria estar com fome e pediu para que Hidrox pousasse em um local onde ninguém os veria. Ravyn tinha a opção de usar suas asas, caso não quisesse ficar por lá. Mas o estômago de Dianna falava mais alto, e logo a garota o puxou pela mão, atravessando a rua como um furação e observando o clima calmo do lugar.
Seguinte, eu pago a conta. Eu tenho, acho que... ▬ levou sua mão até o bolso traseiro, de onde retirou uma carteira e fez uma rápida contagem ▬ Mil trezentos e noventa e cinco dólares, certinhos.
Seus olhos repousaram na vidraça do local e seu coração palpitou mais forte. Ela podia sentir que Diamond estava por perto.







Template By Flying Away from TDN
Dianna Callaghan
avatar
Indefinido
Mensagens :
189

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Restaurante Casa d'Italia ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Ravyn R. Ollicourt em Dom Maio 20, 2012 8:00 pm



Ravyn ficava monitorando os pensamentos dela, durante toda a viagem, realmente. Precisava saber se ela fosse se descontrolar, para acalmá-la ou impedí-la de fazer alguma coisa sem volta. Sem ter como não ver, acabou vendo o flashback mental que ela estava tendo.

Viu-se na França, como se fosse Dianna. Ouviu a voz de um homem, viu "seus" braços abraçarem as pernas dele. Reconheceu-o como o pai da filha de Aphrodite. Então era por isso que ela era tão bonita, mesmo entre suas irmãs: Filha de Aphrodite com um mortal bonito também. Acompanhando o olhar que a dona dos pensamentos fazia, viu uma mulher. Pelos pensamentos de Callaghan, chamava-se Geneviève, sua madrasta. Parecia doce, calma, atenciosa, ao contrário do senso comum sobre madrastas. Loira, olhos cinzentos, lábios avermelhados, curvas e pele perfeitas. Tão bonita quanto Dianna, ou, como ela mesma se chamava por pensamentos, Diannè.

Viu o flashback se desfazer, e concentrou-se. Havia imergido mais do que devia nos pensamentos dela. A primeira coisa que falou após "acordar", foi um sussurro:

- Desculpe-me invadir sua privacidade. Não foi minha intenção.

Sentiu o cheiro de massa italiana. Viu o olhar sugestivo da amiga e sentiu. Seu estômago reagiu, fazendo barulho.

- Seguinte, eu pago a conta. Eu tenho, acho que... Mil trezentos e noventa e cinco dólares, certinhos.

Muito dinheiro, realmente. Sem contar que ele não tinha nenhum dinheiro. Portanto apenas aceitou. Desceu do pégaso e estendeu a mão para ajudar Dianna a descer. Sua mente, que vasculhava o lugar, os pensamentos do local, deu um estalo. Sussurrou para a filha de Aphrodite:

- Diamond está aqui.

Reconheceu os pensamentos dela entre os outros como uma barra de ouro no meio de prata. Seu coração palpitou de leve, tendo certeza de que o dela palpitaria ainda mais. Para não deixá-la ser impulsiva, segurou a mão da amiga, não deixando-a correr, nem avançar na frente dele. Ela entenderia. A filha de Melinoe, sua amiga, não estava dentro do Restaurante. Estava no telhado, era de lá que vinham seus pensamentos. Soltou a mão de Dianna, foi para trás dela, colocou as mãos embaixo de suas axilas, abriu as asas e decolou, levando-a. Pousou no telhado, deixando sua "passageira" em pé também. Olhou para onde estava Diamond. Mesmo ela estando invisível, seus pensamentos não o eram.

- Olá, Diamond. - Não conteve um sorriso. - Quanto tempo!
Itens levados:
☽Adaga Lunar [Brilha a noite, e aumenta a agilidade dos ataques, tornando QUASE impossível de errar um ataque] {Presente de Selene}
☽Colar com Pingente de Galo (O usuário é imune à magia mental) [Presente da tia Eos]
☽Escudo negro (É feito em um ouro inexistente, negro. Inquebrável, e durante a noite, pode cegar o adversário quando este olhar para o escudo durante duas rodadas, somente uma vez)
☽ Adaga de prata sagrada [presente de Nêmesis]
☽ Mochila da Justiça (Mochila preta, com uma balança dourada desenhada) [Tem espaço infinito em si e carrega 100 dracmas para o uso em emergência] (De Anne Elle, Líder, para os justiceiros)
☽ Corrente de bronze sagrado [presente de Nêmesis]
Habilidades Importantes:
Nível 1 ~ Aura Lunar. - Os filhos de Selene tem o poder aumentado a noite, os ataques surtem mais efeito. Além disso, os filhos ficam mais camuflados e as chances de acharem-nos são menores. {Poder criado pela antiga Selene}
Nível 4 ~ Sentidos Aguçados. - Quando está a noite, os sentidos (Visão, audição, tato, olfato e paladar) dos filhos de Selene serão mais aguçados, melhor do que qualquer meio-sangue.
Nível 12 ~ Agilidade Sobrehumana. - Os filhos de Selene possuem uma rapidez completamente anormal, principalmente á noite. {Poder criado pela antiga Selene}
Nível 10 ~ Sexto Sentido ▬ Utilize seu sexto sentido para prever o perigo e a ameaça.
Nível 18 ~ Aura da Estratégia ▬ O inimigo reconhece seu poder e se embola com as estratégias, resultando em ataques fracos.

--

Nível 10 ~ Leitura de mentes II ▬ Você agora tem certo controle, podendo não escutar mentes. Porém, você não tem a capacidade de achar o que quer na mente da pessoa e sim ver o que ela pensa no momento.
template by: MM's GIRL on Tdn!
wearing: Upside & Downside
Ravyn R. Ollicourt
avatar
Filhos de Selene
Mensagens :
1150

Localização :
Aquabella's Heart ♥ || CHB - Cabin 27

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Restaurante Casa d'Italia ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Nerezza D. S. Etternavn em Sab Maio 26, 2012 3:33 pm

you are really here...
and I can't say nothing.

O coração da filha de Melinoe quase lhe saltou do peito ao ver um grande pégaso negro cruzando o céu noturno. Ela leva diretamente a mão até Phantom, certa de que seria atacada quando se lembra de que estava invisível. Sentindo-se uma completa idiota, ela fica parada, em pé encima do telhado observando a luz das estrelas na lâmina de sua arma. Ela olha em volta, e deita novamente no telhado. Diamond escorrega até a borda do mesmo e apoia a cabeça em uma das mãos. Nessa posição, observa os semideuses - obviamente semideuses, quem mais cavalgaria em um pégaso? - que lhe montavam. Uma garota e um garoto, estranhamente familiares. Um arrepio percorre todo o seu corpo. Eram muito mais que familiares, principalmente a garota. Os olhos, o rosto e o cabelo lembra-lhe... Dianna. Não... seria ela? O destino estava tentando pregar-lhe uma peça, de tantas pessoas do mundo, era ela?

Diamond também reconhece o garoto. Nunca, jamais, poderia esquecer o filho de Selene. Ravyn. Mas o que eles faziam juntos? Não importa, afinal, eles haviam se encontrado! A garota estava prestes a descer até lá quando um pequeno medo invade sua mente. Deveria descer e lhes cumprimentar? Não, talvez apenas observar como sempre... Mas precisava ver a filha de Aphrodite. Há quanto tempo não se viam? Diamond havia fugido do acampamento por não a ter mais por perto, e agora que finalmente se encontram... A filha de Melinoe parou e respirou fundo. Decidiu esperar. Ela se levantou e os olhos quatro andares abaixo. Seus olhos acabaram por encontrar os de Ravyn, que olhava diretamente para ela. Obviamente não estava a vendo, talvez estivesse lendo seus pensamentos e sendo atraído por eles. O semideus então segura Dianna e começa a voar diretamente a seu encontro. Diamond respira fundo, mais uma vez enquanto sentia seu coração bater rapidamente. Quando os dois pousam no telhado, Ravyn diz, sorrindo.

▬ Olá, Diamond. Quanto tempo!

Chega de se esconder. Diz Diamond para si mesma, em sua mente. Ela se materializa, esperando que não ligassem para a sua aparência. A garota olha nos olhos de Ravyn e responde dando um sorriso leve e tímido.

▬ Boa noite, Ravyn. ▬ A filha de Melinoe queria lhe dizer como havia sentindo sua falta, mas não encontrava palavras para dizer isso. Mas não precisava de qualquer jeito, ele saberia lendo sua mente.

E então ela olha para os olhos azuis de Dianna sem saber o que fazer. Deveria abraçar-lhe? Ela abre a boca, tentando dizer algo, mas nenhum som sai. Que ótimo, escolhera justo esse dia para ser ridícula exatamente como era quando criança.



Template by thepiscina from TdN.

Nerezza D. S. Etternavn
avatar
Filhos de Melinoe
Mensagens :
402

Localização :
Langt fra deg, kjære.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Restaurante Casa d'Italia ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Dianna Callaghan em Sab Maio 26, 2012 3:57 pm

{Excuse me, }
You are my best friend.
{Or don't you remember?}



Notes: Diamond, I love you. ♥
Tagged: Interaction with my best friend
Clothes: Here
Soundtrack: I miss you - Blink 182






Ravyn segurou a garota, seu peso era quase imperceptível de tão leve e logo pousaram no telhado. Os olhos de Dianna estavam numa tonalidade de azul muito intenso e quase cheios de lágrimas. Com dificuldade manteve-se em pé no telhado e logo correu abraçando a garota loira à sua frente, ela havia mudado, mas para a filha de Afrodite, seria sempre sua melhor amiga. Não importava se estivesse loira, ruiva... Ela a reconheceria com facilidade, pois estavam ligadas por algo a mais que aparência. Ela abriu a boca várias vezes para dizer algo, mas não conseguia.
O coração de Dianna havia disparado e logo ela esqueceu que estava com fome. Seus braços envolviam Diamond apertadamente e ela sorria, como se toda a possessão demoníaca em sua alma nunca houvesse existido.
Com licença, você é a minha melhor amiga. ▬ disse sorrindo, observando-a sem reação ▬ Ou você não se lembra?
Ela a soltou e respirou fundo, sentando-se cuidadosamente no telhado. Logo deitou, admirando as estrelas como uma criança de cinco anos. Poderia esquecer seu nome no estado em que estava, poderia esquecer o propósito pelo qual vive, mas jamais esqueceria de Diamond e o quanto ela era importante para si. Dianna piscou para Ravyn, que deveria estar ainda monitorando seus pensamentos, vendo o quanto estava feliz por estar ao lado de sua melhor amiga mais uma vez. Sua fraqueza. Seu ponto forte. Seu único propósito era protegê-la e se algum dia deixasse de sentir, jamais esqueceria que foi a filha de Melinoe que a tornou uma boa pessoa.
Where are you and I'm so sorry. I cannot sleep, I cannot dream tonight... ▬ cantou distraidamente ▬ Eu senti muito sua falta, fantasminha. Sempre sentirei enquanto estiver longe de você, jamais esqueça-se que se não fosse por você, talvez eu já estivesse sem salvação.







Template By Flying Away from TDN
Dianna Callaghan
avatar
Indefinido
Mensagens :
189

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Restaurante Casa d'Italia ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Ravyn R. Ollicourt em Dom Maio 27, 2012 7:43 pm



Quanto mais tempo se fica longe de uma pessoa com quem você tem amizade, mais forte a amizade fica, pois as saudades acabam intensificando o sentimento amistoso. Diamond Nagini Pevensie sumira da vida de Ravyn pouco antes de Dianna fazê-lo. As duas tinham o apelido carinhoso dele de "Dia", pelo início do nome das duas.

Para variar, um flashback acometeu o menino. O dia em que conhecera a filha de Melinoe. Lembrou-se de cada detalhe da conversa que tivera com a semideusa, sobre ela ser a única filha da deusa dos fantasmas na época, os poderes dela (que amedrontavam-no um pouco, realmente). Tudo. Logo após, a imagem mudou, para quando conhecera Dianna. Fazia um pouco mais de tempo, mas lembrava-se também de cada detalhe. As duas tornaram-se suas amigas facilmente, pelo jeito que elas eram.

A viagem mental acabou. As duas estavam completamente diferentes em personalidade. O mundo endurecera-as. Ter que sobreviver por conta própria, uma sem a outra, havia endurecido-as. Agora estava "monitorando" a mente das duas. Tinha que estar preparado para o caso de uma das duas resolver ter um ataque de seus lados negros, o que acabava sendo custoso para ele.

- Boa noite, Ravyn. - Como monitorava os pensamentos dela, percebeu que não tinha palavras para expressar o quanto sentia saudades do semideus. Isso o fez sorrir.

Vê a sua interlocutora olhar para a filha de Aphrodite e abrir a boca, sem sair som. A mesma coisa acontecia com Dianna. Até que viu essa abraçar com força a segunda, falando:

- Com licença, você é a minha melhor amiga. Ou você não se lembra?

Viu Callaghan deitar-se no telhado. Acabou fazendo o mesmo, do lado dela, indicando com o olhar para que Diamond deitasse-se do outro lado dela. Os pensamentos das duas eram ótimos, benévolos. Era como se nunca tivessem sido dominadas, o que era ótimo. Afinal, a teoria de Dianna estava correta quanto à melhorar ao ver a Pevensie. Viu-a piscar para ele e sorriu.

- Where are you and I'm so sorry. I cannot sleep, I cannot dream tonight... Eu senti muito sua falta, fantasminha. Sempre sentirei enquanto estiver longe de você, jamais esqueça-se que se não fosse por você, talvez eu já estivesse sem salvação.

Sorriu. Deixou-as conversando, parando de monitorar, percebendo o quanto elas estavam felizes por se verem.
Itens levados:
☽Adaga Lunar [Brilha a noite, e aumenta a agilidade dos ataques, tornando QUASE impossível de errar um ataque] {Presente de Selene}
☽Colar com Pingente de Galo (O usuário é imune à magia mental) [Presente da tia Eos]
☽Escudo negro (É feito em um ouro inexistente, negro. Inquebrável, e durante a noite, pode cegar o adversário quando este olhar para o escudo durante duas rodadas, somente uma vez)
☽ Adaga de prata sagrada [presente de Nêmesis]
☽ Mochila da Justiça (Mochila preta, com uma balança dourada desenhada) [Tem espaço infinito em si e carrega 100 dracmas para o uso em emergência] (De Anne Elle, Líder, para os justiceiros)
☽ Corrente de bronze sagrado [presente de Nêmesis]
Habilidades Importantes:
Nível 1 ~ Aura Lunar. - Os filhos de Selene tem o poder aumentado a noite, os ataques surtem mais efeito. Além disso, os filhos ficam mais camuflados e as chances de acharem-nos são menores. {Poder criado pela antiga Selene}
Nível 4 ~ Sentidos Aguçados. - Quando está a noite, os sentidos (Visão, audição, tato, olfato e paladar) dos filhos de Selene serão mais aguçados, melhor do que qualquer meio-sangue.
Nível 12 ~ Agilidade Sobrehumana. - Os filhos de Selene possuem uma rapidez completamente anormal, principalmente á noite. {Poder criado pela antiga Selene}
Nível 10 ~ Sexto Sentido ▬ Utilize seu sexto sentido para prever o perigo e a ameaça.
Nível 18 ~ Aura da Estratégia ▬ O inimigo reconhece seu poder e se embola com as estratégias, resultando em ataques fracos.

--

Nível 10 ~ Leitura de mentes II ▬ Você agora tem certo controle, podendo não escutar mentes. Porém, você não tem a capacidade de achar o que quer na mente da pessoa e sim ver o que ela pensa no momento.
template by: MM's GIRL on Tdn!
wearing: Upside & Downside
Ravyn R. Ollicourt
avatar
Filhos de Selene
Mensagens :
1150

Localização :
Aquabella's Heart ♥ || CHB - Cabin 27

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Restaurante Casa d'Italia ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Helen A. Blackthorn em Dom Maio 27, 2012 10:43 pm



Restaurande Casa d'Italia


Após sair do taxi, entrei no restaurante chamado Restaurande Casa d'Italia. Assim que entrei, reparei em um garoto mais velho que eu, com cabelos marrons desgrenhados, alto e magro. Ele Parecia amigável, então, me aproximei e me apresentei:
– Oi, eu me chamo Heather. E você...
Por alguma razão, eu sentia que ele era um semideus, como eu. E eu tinha uma forte sensação de que sua mãe era uma deusa, talvez Selene, como a minha. Estava anoitecendo e escondi minha adaga lunar em meu bolso. Mexi em minha bolsa e senti alívio ao ver minha câmera.

Heather Freve


Wearing: THIS
Tagged: Ravyn.
thanks, baby doll @ OOPS
Helen A. Blackthorn
avatar
Filhos de Héstia
Mensagens :
38

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Restaurante Casa d'Italia ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Nerezza D. S. Etternavn em Sab Jun 02, 2012 11:59 pm

Sorry for doing this...
but you know I love you

As lágrimas da filha de Melinoe deslizam cintilantes por suas bochechas. Por alguns segundos, pode sentir sua felicidade estourando em seu coração fazendo-lhe enxergar não só como Dianna lhe fazia falta, mas também como havia ficado morta por dentro sem ela. Aquele braço era muito mais do que apenas uma demonstração de afeto, era a chama iluminando a escuridão, era como a primeira estrela da noite, como se uma chave abrisse o seu coração, uma volta a vida. Isso a fez lembrar que no final, as trevas não estavam certas e que devemos lutar pela luz.

▬ Com licença, você é a minha melhor amiga. ▬ diz Dianna, sorrindo. ▬ Ou você não se lembra?

Diamond observa a filha da beleza por uns segundos. Sua aparência não havia mudado nada, ela continuava perfeita como sempre fora, porém ela conseguia sentir que o que estava por dentro havia mudado - mas ela não sabia como. De qualquer jeito, apenas desejaria que ela estivesse feliz. Não importa como fosse sua aparência ou as ações que realizasse, a felicidade dela era a prioridade da garota, suas palavras eram como benções e sua proteção seu maior desejo.

Dianna se senta no telhado e Diamond também o faz. Ela suspira, observando as estrelas enquanto a outra cantava. Havia poucos minutos que a filha de Melinoe as havia observado e não lhe pareciam mais tão bonitas como estavam agora, talvez a simples presença de Dianna as tornasse mais brilhantes e bonitas.

▬ Eu senti muito sua falta, fantasminha. ▬ diz a filha de Aphrodite, logo após sua canção. ▬ Sempre sentirei enquanto estiver longe de você, jamais esqueça-se que se não fosse por você, talvez eu já estivesse sem salvação.

▬ Eu também senti, sem você os meus dias acabaram sem graça e vazios. E não me importo com as distâncias, pois sei que sempre estará no meu coração sussurrando-me palavras em minha mente que me fazem seguir em frente. Assim como sou sua salvação, você é minha luz que ilumina as trevas mais profundas que por vezes interrompem o meu caminho. É um alivio saber que sempre poderei confiar em você e que estará ao meu lado. ▬ ela respira fundo e diz. ▬ É muito mais importante do que imagina.

Ela olha para Ravyn, sorrindo. Sabia que estava em sua mente e queria que soubesse que sentia o mesmo por ele. Afinal ele também sempre estivera ao seu lado, mesmo em seus primeiros dias quando não passava de uma fraca novata.

Porém, há sempre algo para interromper os melhores momentos. Dessa vez ela havia tomado a forma humana, uma forma semideusa para ser mais complexa. Além de interromper o momento, estava agindo como se Dianna e Diamond nem existissem. Isso faz uma pequena raiva borbulhar diante de si e percebe que o mesmo acontecia com Dianna. A filha de Melinoe olha diretamente para os olhos azuis da garota, sabendo que haviam pensado a mesma coisa.

▬ Seja rápida. ▬ sussurra em seu ouvido antes de se levantar e puxar Ravyn para um canto mais afastado do telhado.

Quando já estão sozinhos, ela diz com voz sepulcral:

▬ Sinto muito por isso, Ravyn.

Segurando o colar com uma das mãos, invoca cinco fantasmas. Ela não precisa dar ordens, pois já sabiam o fazer. Algumas de suas armas e artefatos são isolados para outro canto do telhado. Diamond congela seu pés no chão e o amarra usando a corrente, congelando-a depois também. Pressiona levemente Phantom contra seu pescoço e coloca a perna entre as do garoto, caso alguma emergência ocorresse. Os fantasmas os circulam, observando. Ela lia a alma do filho de Selene, devagar, caçando os seus medos.

▬ Sinto muito mesmo, mas você precisa esperar. Sabe que eu vou sempre te amar, não sabe? ▬ diz sorrindo, ainda em posição. Sabia que o gelo logo derreteria e que ele poderia quebrar a corrente, mas havia outras estratégias já montadas em sua cabeça. Enquanto ele continuava preso, coloca sua luvas que estavam no bolço de sua calça. Encosta os dedos levemente em Ravyn e ele desmaia. Diamond o segura e fecha os olhos, sorrindo. Estava preocupada, no fundo. Ele poderia odiá-la depois daquilo?



Poderes Usados:
- Invocar Fantasmas {Intermediário}[Nível 10]
Agora poderá invocar almas do mundo dos vivos e do mundo inferior, aumentando o número de almas para quatro almas no máximo.
- Hálito Congelado [Nível 1]
Seu hálito espectral carregará uma habilidade muito útil. Através de sopros poderá congelar objetos e seres. A velocidade e a potência dependem, é claro, do congelado e do congelador.
- Leitor de Almas [Nível 3]
Essa habilidade lhe permite ler a alma de seus oponentes. Dessa maneira, encontrará pontos delicados de seu passado. Isso pode ser útil para achar fraquezas.
Armas Utilizadas:

▬ Phantom (Machado com a lâmina metade de bronze sagrado, metade de prata podendo assim ferir humanos e monstros. O cabo é de ouro negro, e nele está gravado desenhos de roseiras. É forte e equilibrado.)
▬ Luvas Encantadas [Um par de luvas pretas que adequam-se confortavelmente às mãos de Diamond. Duas vezes por missão, a dona pode ativar o encantamento incutido nessa peça de vestuário quando toca alguém. Esse alguém ficara totalmente paralisado por 2 turnos.]
▬ Amuleto do Espectro (Esse amuleto possui a propriedade única de fazer com que um filho de Melinoe fique em sua forma etérea.) [Presente de Melinoe]
▬ Corrente Espectral [Essa arma é abençoada pela Deusa dos fantasmas e possui certos atributos, os quais são um controle de visibilidade e intangibilidade. Ambos só podem ser utilizados uma vez por missão, e há gasto de energia. Sendo assim, você pode atacar um inimigo utilizando seu controle de visibilidade para que ele não veja seu ataque, e utilizar o controle de intangibilidade para desobstruir qualquer defesa física, como escudos. Há cada essência de alma absorvida por essa corrente tornará mais forte o ataque do filho de Melinoe. -Almas Coletadas: 0- ]



Template by thepiscina from TdN.

Nerezza D. S. Etternavn
avatar
Filhos de Melinoe
Mensagens :
402

Localização :
Langt fra deg, kjære.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Restaurante Casa d'Italia ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Helena J. Eickenberg em Seg Jun 18, 2012 10:06 pm

Oh, look what I want.


# Post 01
# Anne Elle Kammie | Líder dos Justiceiros | Filha de Éolo
# Restaurante Casa d’Itália | Nashville
# Vestindo – Clique Aqui


“Ok, Anne. Hora de começar a colocar seu objetivo em prática.”

Eu estava pronta para fazer o que parecia ser meu destino, depois de todo aquele drama e de Luana ter me acordado, eu tinha que ter alguma reação. Eu não iria simplesmente ignorar meu objetivo e assassinar sem motivos. Agora eu tinha uma coisa a fazer, e ficaria para história.
Primeiro passo? Achar a aprendiz perfeita. Já era tempo e eu havia escutado rumores dos justiceiros vindo do acampamento. Uma filha de Afrodite que havia fugido, e que parecia ser sanguinária, má e melancólica. Tinha amigos... Mas quem não tem? É uma praga que segue todo humano. A diferença é ter amigos e querer eles longe. Eu tenho, mas não os quero e não preciso deles. Sentimentos não faz parte do meu objetivo, é algo que tenho que lutar contra.

Eu precisava saber onde a filha de Afrodite estava, e não me importava o quanto iria demorar para acha-la. Voei em direção a Nashville, meu antigo lar. Precisava de um lugar para dormir e... Escutei um barulho vindo de mim mesma e revirei os olhos. Até semideuses precisam comer.

O cheiro de macarrão invadiu minhas narinas e pousei no jardim de um restaurante. Observei-o por alguns instantes e uma memória se manifestou, eu e minha irmã jantando ali. Casa D’Itália. Quando eu não sabia que era uma semideusa, quando minha família ainda era viva. Não tinha nada para fazer naquele momento de crucial importância, então deixei que o passado viesse como uma lembrança fresca e eu a aproveitasse por algum tempo.

Já ia entrar no recinto quando senti a presença de um justiceiro, fechei os olhos e vasculhei os pensamentos de todos ali presentes. Ravyn, meu pequeno substituto, estava ali. Um sorriso cruzou meus lábios, muito sombrio e malicioso. Continuei a vasculhar sua mente até poder ver o que ele via, escutar o que escutava. Ele com toda certeza sentia a invasão em sua privacidade e sabia que era sua líder que vasculhava sua cabeça sem pudor algum, com agressividade.

Logo senti a escuridão na mente do filho de Selene, temi que este tivesse morrido, e então o localizei. Sendo atacado por uma semideusa, no telhado. O instinto gritou mais alto que tudo e apenas abri as minhas grandes e negras asas, pousando logo atrás dela e envolvendo o pescoço da mesma com o braço esquerdo, enquanto que com a mão direita desembainhava Freedom e pressionava levemente contra o pescoço da filha de Melinoe.

- Não se ataca um justiceiro quando a líder está próxima, é um grande erro. – Sussurrei perto de seu ouvido.

Levantei vôo novamente, segurando a garota pelo pescoço, para assim afastar de outra menina que provavelmente iria tentar defender a amiga. Meus pés tocaram o chão do jardim e recuei até ficar parcialmente fora do alcance da visão fácil dos humanos. Um sorriso malicioso percorreu meus lábios e olhei para cima. Reconheci a garota ao vasculhar os pensamentos da filha da fantasma do submundo. Dianna, a filha de Afrodite que queria.

- Eu posso mata-la sem esforço algum, Dianna. – Disse, sorrindo maliciosa. - Aposto que não esperava por essa.

Meu desejo era mata-la sim, mas não faria isso, ela era meu trunfo para conseguir o que queria. Apenas para provocar, pressionei a lâmina fria no pescoço da garota, esperando uma reação violenta da prole de Afrodite. O odor de sangue apenas fez com que o desejo de morte aumentasse e o sorriso psicopata e sombrio aumentou em meus lábios.

Logo entendi o que o grupo de semideuses queria, ou melhor, o que Dianna e Diamond queriam. Assassinar, sangue, morte. Achavam isso divertido, o que eu não podia negar. Bom, aquilo era intrigante. Mas não iria soltá-la, queria ver a reação, talvez isso me impedisse de matar as duas naquele exato momento.

Ravyn continuava desmaiado e para protege-lo, assoviei alto. Um grifo pousou ao meu lado, mas nem sequer olhei.

- Proteja o justiceiro, Nick. Qualquer um que se aproximar, mate. – Disse com a voz em um tom frio e baixo.

Olhei para a filha de Selene que as garotas queriam mortas e virei minha cabeça rapidamente para o céu, controlando as nuvens e invocando uma tempestade. Após voltar a atenção para Dianna, um raio desceu do manto negro que havia se formado no céu, atingindo a irmã de Ravyn em cheio. Passou alguns segundos de silêncio e uma cadela infernal apareceu ao lado da garota, puxando-a para sombras. Era fácil invoca-la, só precisava matar. Uma tempestade estava prestes a formar, ao meu controle, o que com toda certeza causaria um dano maior, além de uma garotinha ingênua morta.



Obs – Heather, filha de Selene, atacada e em caso de não defesa em 24 horas, morta.


Spoiler:
Poderes Utilizados

Passivos
• Nível 1 ~ Respiração – Sua respiração é perfeita por ser filho de Éolo, seu olfato é super avançado, podendo assim sentir odor e reconhecê-lo. Também consegue sentir o cheiro de longe, como por exemplo você está em um determinado local da floresta e seu inimigo está do outro, você pode sentir o odor dele.
Ativos

• Poder de Eurus – Agora você tem o poder do deus Eurus, com isso pode criar tempestades violentas. Pode controlar os raios da tempestade para atingir o inimigo, mas somente três raios por tempestade. A chuva da tempestade criada é forte e fria, bastante para incomodar o inimigo. O vento é forte, impedindo o inimigo de realizar bem os ataques. {Começo da criação, só os raios}
• Nível 10 ~ Leitura de mentes II ▬ Você agora tem certo controle, podendo não escutar mentes. Porém, você não tem a capacidade de achar o que quer na mente da pessoa e sim ver o que ela pensa no momento.

* Poder de filha de Éolo
* Poder de Justiceira de Nêmesis
Helena J. Eickenberg
avatar
Indefinido
Mensagens :
662

Localização :
Desconhecida

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Restaurante Casa d'Italia ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Dianna Callaghan em Ter Jun 19, 2012 4:36 pm

{Do not wake my side bad.}
She is my best friend,
{ my only side that keeps me human.}



Notes: I'll never let you die, you're all that matters to me.
Tagged: Interaction with my best friend and a killer.
Clothes: Here
Soundtrack: Waking the Demon - Bullet For My Valentine






Subitamente começava a sentir-se não tão mais segura e chamou por Hidrox, fazendo o mesmo pousar ao seu lado e acariciando a pelagem do pégaso e seus olhos procuraram por sombras, sentindo-se mais segura ao vê-las e voltando sua atenção para a filha de Melinoe, tornando sua expressão séria e concentrada. Mas seus pensamentos não.

Vagava pelas memórias que já a fizeram sofrer, e que muitas vezes ainda a faz; como a lembrança da morte de seu pai e o motivo dela. Afrodite não tinha o direito de matá-lo por conta de seu ego e aquilo deteriorava os melhores sentimentos e a bondade que havia dentro de Dianna, nunca entenderia o porque de matar um homem só por ele ter dito que haviam mulheres mais bonitas que a deusa. Ela poderia amar, sentir-se atraída por algo belo, mas a humanidade dela fora quase extinta. Quase. Se não fosse por Diamond, a única que ainda deixava o elo de bondade são e salvo.

Ravyn estava desmaiado, e completamente imóvel e agora só restava a ela cumprir sua parte do plano elaborado de última hora: matar a semideusa que invadiu a conversa entre eles. Dianna desembainhou a adaga e olhou seriamente para Diamond contendo um sorriso, estavam divertindo-se juntas, ao menos aquilo era uma ideia de diversão para a filha da deusa da beleza. Colocou sua aljava nas costas e certificou se o arco também estava por lá. Não havia amor no coração de Dianna, havia a frieza, a não ser pelos seus sentimentos por Diamond. Guardou a adaga novamente, achando desnecessário seu uso.

Porém mal teve tempo de ir até a semideusa intrusa, quando ouviu um som de asas e logo virou-se para trás vendo uma garota com uma aparência mais velha que si mesma passando seu braço pelo pescoço e seus olhos arregalaram-se, reconhecendo a garota como a famosa Anne Elle, ex membra do Exército de Cronos. Uma espada estava contra a garganta da filha de Melinoe e uma explosão de raiva começou a dominar Dianna, que trincou os dentes e franziu o cenho.

Você não irá matá-la antes que eu tente matar você. ▬ disse com firmeza ▬ Sei quem tu és, sei do que és capaz. Mas ela é a unica parte que mantém a humanidade viva dentro de mim. Para protegê-la ignoro o que você é, pois não há medo que me impeça de matar ninguém, muito menos quem está com a minha melhor amiga.

Dentro da filha da deusa do amor havia uma voz que a dizia para fazer isso, não deixaria acontecer com Diamond o que acontecera no passado com sua família, não, não deixaria a única pessoa por quem havia criado um laço de amizade morrer perante seus olhos. Segundos após um grifo pousou ao lado de Ravyn, como se estivesse protegendo-o e Anne foi para o jardim, recuando até sair da vista de humanos. Dianna a olhava com apenas um único objetivo: atacá-la.

Uma tempestade começava a ser formada nos céus acima das duas, provavelmente invocada pela Justiceira e logo um raio desceu dos céus, atingindo em cheio a prole de Selene. De toda forma morreria, apenas teve um fim mais cruel e rápido. A filha de Afrodite certificou-se que sua presilha estava em seus cabelos e a pressionou, vendo uma lança de ouro aparecer em suas mãos. Ela estava praticamente cega e nada mais importava além de salvar aquela que um dia mostrou que em todo ser humano há sentimentos. A lança era gélida em sua ponta, talvez por conta do atributo de gelo que nela fora colocado e a lançou contra a filha de Éolo sem pensar e logo assoviou alto, e seu pégaso negro apareceu, onde pulou sobre ele e preparou uma flecha em seu arco. Diamond sabe como defender-se e isso era óbvio, porém sentia-se na obrigação de fazer algo e estava fazendo, por mais arriscado que fosse.

Assim que desceu do telhado, pousou no gramado e mandou Hidrox sumir de sua vista e mirou a flecha na direção do peito de Elle, puxando o cordel e soltando a flecha, quando um pensamento a incomodou e logo o colocou em palavras, dirigindo-se à prole do deus do vento:

Que jogo é esse que está fazendo comigo? Se é mesmo o que eu ouvi dizer que é, já teria a matado antes mesmo que eu pudesse piscar. Se quer algo, diga.

Preparou outra flecha no arco, mandando-a na direção do tórax dela e preparando outra para o caso de um contra-ataque. Afinal, ninguém é ferido e fica calado.







Template By Flying Away from TDN
Dianna Callaghan
avatar
Indefinido
Mensagens :
189

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Restaurante Casa d'Italia ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Nerezza D. S. Etternavn em Qua Jun 20, 2012 1:22 pm

Bye bye beautiful
but I love forever

Diamond observava o céu noturno, esperando por um grito de dor seguindo do som de sangue caindo a qualquer momento. Obviamente a semideusa estava ressentida por ter de imobilizar Ravyn, um de seus melhores amigos, mas era necessário, caso o contrario ele não as deixaria realizar sua pequena "brincadeira".

Sua espera é interrompida por um calafrio que atravessa sua coluna chegando ao pescoço, onde usava uma porção de colares. Havia alguém se aproximando. Diamond pega Phantom, seu machado, porém tarde de mais. Um braço envolve seu pescoço o que a deixa levemente sem ar, fazendo-a recordar dos seus dias de asma.

▬ Não se ataca um justiceiro quando a líder está próxima, é um grande erro. ▬ Sussurra uma voz feminina, em seu ouvido.

A filha de Melinoe franze as sobrancelhas. Líder dos justiceiros, quem mesmo era a Líder dos justiceiros? Ah sim, Anne Elle. A garota já havia escutado rumores sobre ela, havia matado Chronos e havia sido de seu exercito, logo depois começara a matar campistas.

Diamond queria protestar. Não estava exatamente atacando Ravyn, só o estava impedindo de lhe parar. Sim, fora meio agressiva, mas nunca jamais mataria um de seus melhores amigos.

Porém, antes que a semideusa pudesse dizer algo, começa a ser levada para o jardim do estabelecimento. A garota olha em volta, registrando o local. Estavam fora da visão dos mortais, em um bonito jardim - ao menos ele fora um dia. Em contato com a filha de Melinoe todas as plantas murcham e morrem. Maravilhoso, agora sim parecia um jardim de verdade.

▬ Eu posso mata-la sem esforço algum, Dianna. ▬ Diz a assassina. ▬ Aposto que não esperava por essa.

Diamond sorri ironicamente com armagura. Talvez Dianna e nem ela mesma esperassem por isso, mas a filha de Melinoe era quase um fantasma. Será que a Líder também contava com essa?

A garota observa entediada, Anne dar ordens de protecionismo a um grifo, obviamente pertencente a ela mesma. Seu tédio é invadido por excitação quando uma tempestade se forma e um raio desce acertando em cheio a outra garota intrusa. Ao menos teria um pouco de diversão antes de morrer.

Diamond desvia sua atenção para Dianna, sua melhor amiga. Sabia que ela não ficaria parada e que um sentimento de raiva era alimentado em sua alma.

▬ Você não irá matá-la antes que eu tente matar você. ▬ diz a filha de Aphrodite firmemente ▬ Sei quem tu és, sei do que és capaz. Mas ela é a unica parte que mantém a humanidade viva dentro de mim. Para protegê-la ignoro o que você é, pois não há medo que me impeça de matar ninguém, muito menos quem está com a minha melhor amiga.

Esperança floresce na filha de Melinoe. Estava orgulhosa, sim, mas de jeito algum esperaria ser salva. Mesmo com a lâmina em sua garganta, Diamond anda para a frente, atravessando-a.

▬ E alguém esperava por isso? ▬ sussurra para si mesma, ironicamente. Um objetivo surge em sua mente: Resgatar Ravyn e leva-lo ao Acampamento.

Antes de subir novamente no telhado, Diamond dá um sorriso verdadeiro para Dianna, desejando-lhe boa sorte. Então levanta vôo, chegando ao topo do local.

Ao chegar lá, invisível, Diamond olha em volta. Corre pegando seus objetos que imediatamente desaparecem junto com a garota e pega os de Ravyn também.

Assim que acaba com a coleta, anda ate Ravyn, devagar ignorando o Grifo. Ele não poderia mata-la de qualquer jeito.

Ao se aproximar da prole de Selene, guarda as luvas no bolso da calça e abaixa-se perto dele, cutucando-o - ou ao menos tentando. Sua mão passa dentro dele, como se fosse uma ilusão. Porém, ela sabia que ainda estava desmaiado. Diamond respira fundo e o toca, transmutando-o para a Forma Éterea. Começa a quebrar o gelo e guarda sua corrente. Observa o grifo que supostamente a deveria matar.

Assim que acaba com o gelo, o puxa e o coloca em suas costas. Felizmente ele não era muito pesado. Antes de ir embora, olha para o grifo.

▬ Bela defesa. Pena que não é aprova de fantasmas. Adeus. ▬ diz levantando vôo para seu verdadeiro lar: o Acampamento Meio-Sangue.



Poderes Usados:
- Percepção de Movimento [Nível 4 – Forma Etérea]
O filho de Melinoe é capaz de perceber qualquer movimentação dentro de uma área igual a sua PER em metros. Essa percepção está ligada a todos os sentidos da criatura, sendo muito difícil enganá-la.
Malogro [Nível 1 – Forma Etérea]
Por onde passar, as plantas murcharam, as coisas bonitas se tornarão feias, o céu escurecerá, as luzes se apagarão e a felicidade deixará o local.
Extensão Tátil [Nível 2 – Forma Etérea]
Quando você assume a Forma Etérea, tudo o que estiver fisicamente em contato com você também ficará. Porém, ao perder o contato físico, aqueles que não tem capacidade de ficar na Forma Etérea voltarão ao normal.
Voar [Nível 8 – Forma Etérea]
Ao atingir esse nível, os filhos de Melinoe terão a habilidade de voar sem esforço algum.
Armas Utilizadas:

▬ Phantom (Machado com a lâmina metade de bronze sagrado, metade de prata podendo assim ferir humanos e monstros. O cabo é de ouro negro, e nele está gravado desenhos de roseiras. É forte e equilibrado.)
▬ Luvas Encantadas [Um par de luvas pretas que adequam-se confortavelmente às mãos de Diamond. Duas vezes por missão, a dona pode ativar o encantamento incutido nessa peça de vestuário quando toca alguém. Esse alguém ficara totalmente paralisado por 2 turnos.]
▬ Amuleto do Espectro (Esse amuleto possui a propriedade única de fazer com que um filho de Melinoe fique em sua forma etérea.) [Presente de Melinoe]
▬ Corrente Espectral [Essa arma é abençoada pela Deusa dos fantasmas e possui certos atributos, os quais são um controle de visibilidade e intangibilidade. Ambos só podem ser utilizados uma vez por missão, e há gasto de energia. Sendo assim, você pode atacar um inimigo utilizando seu controle de visibilidade para que ele não veja seu ataque, e utilizar o controle de intangibilidade para desobstruir qualquer defesa física, como escudos. Há cada essência de alma absorvida por essa corrente tornará mais forte o ataque do filho de Melinoe. -Almas Coletadas: 0- ]



Off: Sinceramente? Isso tudo foi ridículo. Além de fingirem que eu não tenho nenhum poder, ignoraram-me completamente. Mas tudo bem, aceitei participar da traminha de vocês. De qualquer jeito, isso não vai acontecer de novo. '-'


Template by thepiscina from TdN.

Nerezza D. S. Etternavn
avatar
Filhos de Melinoe
Mensagens :
402

Localização :
Langt fra deg, kjære.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Restaurante Casa d'Italia ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por 074-ExStaff em Qua Jun 20, 2012 2:26 pm

Heather Freve Morta

Mande uma MP informando o novo nome.
074-ExStaff
avatar
Indefinido
Mensagens :
617

Localização :
Olimpo ao lado do meu Zeus. ♥

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Restaurante Casa d'Italia ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 3 de 10 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum