Percy Jackson e os Olimpianos RPG BR
Bem vindo ao maior fórum de RPG de Percy Jackson do Brasil.

Já possui conta? Faça o LOGIN.
Não possui ainda? Registre-se e experimente a vida de meio-sangue.

☤ Quarto dos Indefinidos

Página 4 de 22 Anterior  1, 2, 3, 4, 5 ... 13 ... 22  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

☤ Quarto dos Indefinidos

Mensagem por 046-ExStaff em Qua 21 Mar 2012, 22:17

Relembrando a primeira mensagem :



"Viagem, uma alegria ao partir e duas ao chegar." (Ditado Popular)

O Quarto dos Indefinidos é mais simples que os dos Filhos de Hermes. Parece mais com uma pousada, com muitos beliches, para suportar cada indefinido em uma cama. Qualquer um pode entrar aqui, portanto é importante que os indefinidos guardem muito bem suas coisas, para que não sejam roubados. Do lado de cada cama, na parede, à uma abertura, como se fosse um cofre, mas sem o negócio de senha, apenas com um pedaço de metal com um furo, para o caso de querer colocar um cadeado. Dentro dele, o indefinido pode colocar suas coisas. As camas são confortáveis.
046-ExStaff
Indefinido
Mensagens :
1609

Localização :
Perséfone's heart ♥

Voltar ao Topo Ir em baixo


Re: ☤ Quarto dos Indefinidos

Mensagem por Nicolly Snow Moom em Ter 29 Maio 2012, 17:31

Estava eu uma linda pessoa indo para o chalé de Hermes,fiquei com raiva no caminho até o vento parecia estar contra mim,quando cheguei no local todos estavam focados me joguei na cama e pedi para que meu pai pode-se fazer a gentileza de me reclamar,depois disso fui dormmir
Nicolly Snow Moom
Filhos de Ares
Mensagens :
6

Localização :
Acampamento

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☤ Quarto dos Indefinidos

Mensagem por Tomas Neveu em Qua 30 Maio 2012, 14:20

estava cansado depois de lutar contra um monstro em los angeles mal cheguei no chalé e me tirei em uma cama, puxei um laptop da mochila e comecei a estudar mitologia para ver de que deus eu poderia ser filho e depois disso orei para que meu pai para ele me reclamar e fui dormir
Tomas Neveu
Indefinido
Mensagens :
34

Localização :
Não enteressa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☤ Quarto dos Indefinidos

Mensagem por Lisa Sworte em Sab 02 Jun 2012, 12:50

The Half-Blood Camp

Chegara ao acampamento ainda meio assustada. Começara a assimilar que era filha de algum deus ou deusa olimpiano, e isso obviamente fazia com que eu não conseguisse me concentrar nem um pouco que seja em algo, embora a falta de concentração não fosse novidade para mim. Logo um centauro vem até mim, mas estava tão perdida que isso não me assusta. Sou oficialmente apresentada ao lugar, sendo levada ao chalé 11, de Hermes. Também era o chalé dos indefinidos, embora eu tenha perdido a explicação do que isso significava.

Ao chegar ao quarto dos indefinidos, como o centauro me chamara, fico parada na porta, perdida em meus pensamentos. Eram tantos pensamentos em alta velocidade que nenhum era retido por tempo suficiente para que eu pudesse compreendê-los. Mas, de alguma forma, saio de minha mente e vou até uma das camas que parecia vazia, a qual foi difícil de achar. Era a parte de cima de um dos beliches. Solto a bolsa que carregava com todos os pertences que ainda tinha na cama e me jogo na cama após subir a escadinha, afundando a cabeça no travesseiro. Nada fazia sentido mais.

- Ok... Eu sou uma semideusa. Confere. Eu sou uma indefinida. Confere. Um centauro acabou de me mostrar o acampamento. Confere. Há alguns dias atrás eu fui atacada por um monstro gigante. Confere. Eu tenho que treinar para ficar mais forte e poder combater monstros. Confere.

Minha voz sai abafada pelo travesseiro. Sabia de todas aquelas informações e falar elas em voz alta tinha ajudado a compreendê-las. Mas eu ainda não sabia dizer o que era um indefinido. Provavelmente alguém que ainda não sabia qual era seu parentesco olimpiano, mas não tinha certeza. Mas, deixando tudo isso de lado, ainda era de manhã, e o centauro falara que eu tinha que treinar. Logo depois de falar isso, ele tinha me dado uma faca em uma bainha, que eu jogara na bolsa. Levanto e percebo que na parede tinha uma porta estilo a de um cofre. Devia ser o meu armário. Abro a portinha e jogo minha bolsa ali. Como não era muito grande, como uma mochila escolar, ela cabia ali muito bem. Antes de fechar a porta, pego a faca. Então saio dali à procura da arena que o meu ‘guia’ havia falado.
Lisa Sworte
Filhos de Éolo
Mensagens :
8

Voltar ao Topo Ir em baixo

The new indeterminad

Mensagem por Jhonnantan S. Maslow em Dom 03 Jun 2012, 22:14

My arrival to camp half-blood


C
heguei ao acampamento meio-sangue, suando frio. Estava anoitecendo. O sol estava desaparecendo no horizonte. A algumas horas atrás algo tinha acontecido comigo. Algo que mudaria minha vida pra sempre. Fui atacado por três cães enormes, com os olhos vermelhos, dentes afiadíssimos e eles não tinham pelos. Podia se ver a carne do corpo todo deles. Eu não sabia o que fazer, estava perdido e eu tinha acabado de descobrir que eu era filho de algum deus olimpiano . O acampamento parecia grande. Ajeitei a mochila nas costas e caminhei em direção a um grupo de pessoas.
- Olá, eu me chamo Jhonnantan. Eu sou novo aqui no acampamento. Poderiam me dizer por gentileza, como eu irei sobreviver aqui, sendo que eu nem sei ainda onde irei passar a noite.
Eles me olharam. Alguns deles prenderam a risada, mais pude perceber que estavam rindo de mim. Um deles se levantou e colocou a mão em meu ombro. Ele me conduziu devagar para longe do grupo.
- Não esquenta. A mentalidade deles ainda não cresceram. Mais, eu irei te mostrar o acampamento.
- Obrigado. -
Sorri.

Ele me mostrou o acampamento todo, ou quase todo.Os campos de morango, onde se podia ajudar na colheita, os estábulos e seus cavalos, a arena de treinamento. Foi quando chegamos em um chalé grande. Poderia acomodar vários...Como é mesmo o nome ? Semi-deuses. O garoto que me mostrara o chalé falou :
- Está quase na hora do jantar. Esse é o chalé para filhos de Hermes, mais também é o chalé para indefinidos. Amanhã eu te mostro o resto do acampamento, vá descansar e bem vindo ao acampamento meio-sangue.
Assenti com a cabeça e andei a até a porta. Em cima da porta havia um caduceu. '' O símbolo de Hermes '' pensei. Adentrei o chalé. Alguns semi-deuses olhavam para mim. Sem esperar alguma dúvida minha, eles apontaram para um certo ponto. Fui até o local e vi o quarto dos indefinidos. A maioria dos beliches estavam ocupados. Consegui achar um e me acomodar. Guardei minha mochila e deitei. A cama era um pouco confortável. Relaxei e fiquei pensando em quem seria meu pai olimpiano. Minha mãe escondera de mim esse tempo todo. Não era justo ficar mais dias sem realmente saber a verdade. Fechei os olhos e apenas tentei dormi. Quando percebi estava me aprofundando no sono.
Jhonnantan S. Maslow
Indefinido
Mensagens :
1

Localização :
Acampamento Meio-Sangue - Chalé 11

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☤ Quarto dos Indefinidos

Mensagem por L. A. T. Black em Qua 06 Jun 2012, 12:47



Indefinido para sempre \o/

Conhecendo novos amigos.


Acordava, ou fingia que acordava. A verdade era que ainda não conseguira dormir, nem se quer um dia. É, eu estava ficando estranho. Com insônia ou não, eu ainda era estranho. Horas, dias, semanas e nada. Não era bom em canoagem, não tão bom em natação, colhia estranhamente morangos e era ruim em arco e flecha. Ninguém tinha ideia de quem eu era filho e muito menos imaginava. Eu sou um mortal, só pode ser, pensava toda hora. Somente uma pessoa me fazia ficar no acampamento. Algumas vezes ela parecia sanguinária, geralmente violenta, era uma filha de Ares. Porém ela me fizera tão feliz em poucos momentos. Enfim, lá estava eu no telhado do chalé de Hermes, voltando para o quarto. Algumas pessoas me olhavam estranhamente, e eu não sabia o que fazer.

Eu sou estranho. Acho que já ouvi isso. Derrotei uma Harpia, isso é bom?

Mexi meu cabelo mais uma vez, colocando meu óculos e sentando em um saco de dormir ao chão. Lá estava o colar de minha família... o colar grego, de muitas tradições... passado por algum familiar meu, só faltava saber quem era o miserável.




Chalé de Hermes

Nicholas Emanuil Fourakis



L. A. T. Black
Filhos de Héstia
Mensagens :
46

Localização :
Perdido por aí.. =/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☤ Quarto dos Indefinidos

Mensagem por Lívia Suelen em Qui 07 Jun 2012, 10:17

-caracoles como isso é chaaatoooo um chalé cheio de gente tão nada-ver comigo.
eu pensei em voz alta demais
-desculpa gente
falei e fui pra cama mais escura do chalé não me senti bem sentia falta da luz e fui pra janela olhei o acampamento e lembrei de como cheguei aqui:
passeando com meus senti uma vontade de comer aqueles morangos meus pais me reportaram mas mesmo assim fui lá e eles seguiram para o nosso chalé em um conjunto mais além.
Eu sabia o caminho então fui catar morangos. fui entrando na plantação,entrando,entrando,entrando até chegar em um conjunto de chalés.
-que estranho não sabia que existia esse atalho aqui pros chalés e.. e como está diferente aqui!será que meus pais já chegaram? eu fui indo para o chalé 11 que era o número do que sempre ficavamos e acabei entrando achei estranho e vi tudo aquilo greco-romano ali muito lindo já que era minha materia favorita mas depois de alguns minutos comecei a reclamar e foi ai que eu vim pra janela.
como será que meus pais estão? este lugar tão perfeito. não quero sair não quero mesmo. lugar perfeeeiitoooo :ohhhh: fui.. :fui:
Lívia Suelen
Indefinido
Mensagens :
46

Localização :
no chalé 7/ no refeitorio

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☤ Quarto dos Indefinidos

Mensagem por leo carter em Dom 10 Jun 2012, 21:24

Desde pequeno minha vida foi estranha, eu não era bem aceito na sociedade, pois as pessoas não gostavam de se aproximar de mim eu não sabia o porquê, mas podia ver o medo estampado em seus olhos ao olharem para mim, eu não sabia por que, pois não fazia o estilo ameaçador. Minha mãe dizia que era culpa do meu pai que eu, aliás, nem havia conhecido, pois tinha ido embora antes de eu nascer. E eu não via como um problema com popularidade poderia ter haver com ele. Eu vivia me perguntando sobre a verdadeira identidade de meu pai, mas quando perguntava minha mãe mudava de assunto ou simplesmente decidia não falar.
Minha vida foi calma ate meus 11 anos, mesmo com a duvida sobre meu pai, mas antes que eu pudesse descobrir quem era minha mãe ficou doente e morreu. E foi ai que tudo mudou eu sai de casa antes de ser mandado para um orfanato e fui viver nas ruas fui atacado muitas vezes por monstros, mas sempre consegui me defender graças a uma faca de bronze que havia em casa e foi sempre assim ate que cheguei a este acampamento. Ao chegar fui recepcionado por um centauro muito educado (o que achei estranho já que sempre ouvi falar que centauros eram selvagens) e fui encaminhado para o chalé de Hermes e já que eu tinha ficado sabendo que éramos divididos de acordo com os nossos pais ou mães divinos, achei um tanto estranho, mas achava que tinha alguma coisa haver com Hermes ser o deus dos viajantes.
Ao chegar no chalé observei bem as pessoas tentando ver alguma característica semelhante as minhas e assim ter uma pista de quem poderia ser meu pai mas foi uma busca em vão. Vi que havia vários beliches eu me acomodei no mais próximo e segundo recomendações, guardei bem minhas coisas. Assim que me deitei tentei me lembrar da ultima vez que tive o privilegio de uma cama macia, mas antes que conseguisse me lembrar, adormeci.
leo carter
Indefinido
Mensagens :
3

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☤ Quarto dos Indefinidos

Mensagem por Jonah Martson em Seg 11 Jun 2012, 18:34

Eu não sai do reformatorio de Broxton-Oklahoma para ter que vir a um chalé de indefinidos, isso é pior do que quando eu tinha que aguentar valentões que eu sempre dava uma surra no fim do dia. Eu sabia que era filho de Ares, a Harpia que quase arrancou minha cabeeça me disse, até Quíron disse, eu tão porque nao posso ir para la? É que disseram que eu divia ser reclamado oficialmente por meu pai. Qualé?! Eu nao sou digno o suficiente ainda pai?Então me diga o que fazer, e eu irei cumprir.
Jonah Martson
Indefinido
Mensagens :
4

Localização :
Aonde eu quiser

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☤ Quarto dos Indefinidos

Mensagem por Olyver Braxton em Qui 14 Jun 2012, 13:24

Depois do meu primeiro contato com o mundo meio-sangue em uma arena de paintball em new brunswick. Will meu amigo sátiro me explicou todo sobre o que acontecera e o porque e o porque eu ser atacado por uma uma mulher-pássaro que descobrira que se chamava Harpia anida sentia doer o meu ferimento no meu estomago do lado esquerdo na altura do meu umbigo.
agora eu estava a caminho de um acampamento para pessoas como eu
quando chegamos no acampamento eu fiquei surpreso, era realmente um lugar incrível, havia adolescentes por todos os lados carregado arcos, espadas por todos os lados tinha uma linda vista para Long Island uma floresta bem densa vários chales totalmente diferentes uns dos outros, podia-se ver o que imaginei ser uma arena, visualizei um muro de escalada que tinha algo laranja caindo pela laterais

aquilo e larva? - perguntei nervoso
Will sorriu - e sim, não se preocupe você vai ter a sua oportunidade, vamos vou leva-lo para seu dormitório provisório.
eu não estava com muita pressa para que essa oportunidade chegasse

Will me explicara como funcionava a historia ser reclamado por um Deus e que ate que isso acontecesse eu ficaria no chale de Hermes, dentro do acampamento tinha muita coisa para ver, e pode apostar eu queria conhecer tudo ali, mas queria descansar e pensar e tudo que aconteceu naquele dia maluco mais ao mesmo tempo exitante por que era todo um mundo novo colocado diante de mim, e eu tinha certeza que existiam muitas aventuras neles.
O dormitório dos indefinidos não era extraordinário como todo o resto havia dezenas de beliche, me deitei na primeira beliche que eu achava que estava vazia e dormi

Olyver Braxton
Filhos de Athena
Mensagens :
42

Localização :
acampamento meio-sangue

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☤ Quarto dos Indefinidos

Mensagem por noah allen em Qui 14 Jun 2012, 22:34

entrei no chalé e procurei um beliche para me acomodar. encontrei um lugar e guardei minhas coisas. eu estava exausto, deitei na cama e automaticamente adormeci.
noah allen
Indefinido
Mensagens :
3

Localização :
acampamento meio sangue

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☤ Quarto dos Indefinidos

Mensagem por Hendrik Austin Wyatt em Sab 16 Jun 2012, 20:52




All begins

tagged
Phoebe R{qual nosso nome inteiro?} Winchester

wearing
Camisa laranja do Acampamento Meio-Sangue; calça jeans cinza; all-stars pretos

notes
[Ignorem o "Expandir esta imagem". -q] Ah, só vou falar com minha irmã, então nem vem me importunar.

credits
nath! @ ops

poderes
Nenhum.

equipamentos
Nenhum.

Era um dia de céu azul. A estrela matinal resplandecia nas janelas do quarto sobre o menino que não dormira. Até por causa disto, suas feições estavam tão assustadoras que até o mais corajoso dos semideuses tremeria diante das órbitas escuras. Estava sentado no beliche de cima, tamborilando os dedos num ritmar compassado e que lembrava vagamente alguma música que ele não se recordava no momento. Porém, mesmo que ele pudesse parecer cansado, a velocidade de sua mente poderia deixar um filho de Athena com dor de cabeça - e filhos de Athena nem tem dor de cabeça. Pensava em tudo o que ocorrera no último dia - no caso, agora se relembrava do momento em que atravessava a fronteira com sua irmã.




▬ Venha logo, Phoebe. ▬ disse, sem olhar para onde sua interlocutora se localizava. Ele se agachou e pegou uma outra pedra que estava no chão. Para tirar a atenção do monstro, lançou o pequeno projétil nele - como fazia quando jogava pedrinhas no lago próximo a sua casa -, já preparando o facão que saqueara do restaurante japonês. O sátiro começou a tocar uma música na flauta e logo pequenas gramíneas envolveram a pata direita traseira da aberração que lutava com o trio. ▬ Phoebe, vá para lá. ▬ falou, meio preocupado com a segurança da moça. ▬ Não vou sem você, Allan. ▬ esperneou ela. Enquanto a manticora se voltava para o homem-bode, o menino foi até sua única família, a segurando pelo braço. ▬ Deixe de ser boba. ▬ retrucou, empurrando-a do outro lado do pinheiro. Pela informação do híbrido que deveria protegê-lo, só estar dentro da proteção já garantia segurança. ▬ Não saia daí. ▬ ordenou, pausadamente, à loira. Antes que ela pudesse protestar, ele jogou na cara a desculpa de sempre. ▬ Sou mais velho. ▬ E, assim, virou-se para o monstro. O protetor fez uma sequência nervosa de sons e o inimigo pareceu atordoado, prendendo sua cabeça entre as mãos. A chance perfeita. Correu até a criatura e, com um grito de raiva, enfiou sua lâmina nas costas dele, deslizando pelo lado - e, assim, o problema tornou-se pó.




Com um semi-sorriso, tocou a ponta suja da poeira dourada, cortando-se sem querer. Fechou a mão para estancar o pequenino ferimento. Após isso, soltou um rápido e solitário suspiro, descendo do beliche com um pulo - que foi abafado pelo tapete. Olhou para a cama debaixo da sua, onde repousava a garota que ele vira nascer literalmente. Ao ver que não havia a acordado, me ergui, usando como apoio meus braços. Caminhei até o banheiro, trancando a porta. Lá, tomei um banho rápido e escovei os dentes. Vesti a roupa característica do Acampamento Meio-Sangue - a camisa laranja - junto com uma calça nova que Quíron arrumara para mim. Sai do recinto, sentando-me na cama de Phoebe. ▬ Bom dia, bela adormecida. ▬ murmurei, passando uma mão pelo rosto dela. ▬ Espero que não fuja de mim, de novo. ▬
Hendrik Austin Wyatt
Filhos de Phobos
Mensagens :
5

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☤ Quarto dos Indefinidos

Mensagem por Annabeth C. Petrova em Ter 19 Jun 2012, 14:32

Entrei no Chalé com a sensação de que não seria bem recebida, eu nunca sou. Eu estava tão confusa, milhares de pensamentos iam e vinham, eu não sabia mais oque pensar. Eu nunca acreditei em Deuses, jamais me imaginaria como filha de um, porém, nos últimos dias tantas coisas haviam acontecido que eu não tinha mais escolha no que acreditar. Eu não tinha amigos, meu pai não se importava comigo e minha mãe (obviamente Atena) não me reclamava. Eu estava perdida, me sentia sozinha, quase chorei mas percebi que chorar parada na entrada de um chalé com garotos e garotas me olhando não seria uma boa opção. Sentei na primeira cama vazia que vi, por sorte ninguém reclamou. Eu tinha apenas uma pequena mala, guardei-a no cofre ao lado de minha (aparentemente) nova cama. Coloquei um sorriso no rosto e tentei parecer confiante, então decidi conhecer meus novos companheiros de chalé.
- Olá, meu nome é Annabeth Chase Petrova - disse - Vocês tem ideia de quando nossos pais nos reclamarão?
Annabeth C. Petrova
Filhos de Athena
Mensagens :
121

Localização :
Acampamento Meio-Sangue, Chalé 6 - Athena

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☤ Quarto dos Indefinidos

Mensagem por Annie Malik em Qua 20 Jun 2012, 18:11

BITCH PLEASE!

YOU CAN’T DO IT LIKE ME!
--------------------------------------------------------------------------------
    Triste e sozinha entrei no chalé de Hermes. Estava me sentindo uma estranha, primeiro descobri que minha mãe é uma deusa e então fui mandada pra cá e depois saber que minha mãe nem faz o favor de me reclamar. Acho que aqui nunca encontrarei amigos. Procurei uma cama vazia em meio a tantos indefinidos e achei uma cama no canto do quarto, lá coloquei algumas coisas que eu nunca esqueço de colocar na bolsa (como maquiagem *-*) e depois sai dali para andar pelo acampamento e pensar na vida!


--------------------------------------------------------------------------------
TAGGED:— Ninguém.
ROUPA:— THIS
LOCAL:— Chalé 11 - Hermes/Quarto dos Indefinidos
NOTAS:
CRÉDITOS:TEMPLATE FEITO POR THE PAIN OF LOVE PARA OS MEMBROS DO Ops!
--------------------------------------------------------------------------------
Annie Malik
Indefinido
Mensagens :
1

Localização :
em algum lugar por ai (:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☤ Quarto dos Indefinidos

Mensagem por Helo Grace em Qua 20 Jun 2012, 19:53

Entrei quase dormindo em pé. Não sabia onde dormiria, o quarto estava cheio. Imagino que já tenha sido pior. Encontrei uma cama vazia e me deitei.
Olhei ao meu redor sem acreditar que estava ali. Não queria ser indeterminada, ninguém quer.
Pedi aos deuses, em geral, que me reclamasse logo. Em seguida, dormi.
Helo Grace
Indefinido
Mensagens :
5

Voltar ao Topo Ir em baixo

More one day...

Mensagem por Annabeth C. Petrova em Qui 21 Jun 2012, 23:32




More onde day...



    Entrei no Chalé 11 e fui direto para minha cama, eu estava muito triste. Me sentia tão isolada no acampamento, eu não tinha amigos. Abri meu cofre ao lado da cama e peguei meu diário, comecei à escrever, logo, vi que não tinha nada interessante para escrever, fechei-o e devolvi no cofre. Então deitei-me e dormi.


Annabeth C. Petrova
Filhos de Athena
Mensagens :
121

Localização :
Acampamento Meio-Sangue, Chalé 6 - Athena

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☤ Quarto dos Indefinidos

Mensagem por T. Shimiko Orihara em Qui 28 Jun 2012, 23:14

Havia chegados há algumas horas no Acampamento Meio-Sangue, neste tempo segui uma campista loira de olhos azuis muito carismática que indicava ativamente todos os pontos "importantes" do acampamento e comentava sobre algumas pessoas que passavam. Em alguns momentos, sinceramente, me perdi nas suas falas, mas tentava educadamente interagir em meio daquele mundo novo.
- Alecxandra, - a cortei sutilmente enquanto explicava algumas coisas sobre o chalé onde morava, o de Afrodite. - hum, você poderia me dizer qual o chalé que deveria ficar?
- No Chalé 11, o de Hermes. Aqueles quem ainda não foram reclamados por seu pai ou mãe ficam no quarto dos indefinidos.
Fiquei um tanto incomodada com o fato de não saber se deveria esperar por uma reclamação de um pai ou mãe, pois, desde criança meus avôs me disseram que ambos morreram em um acidente de carro. Tentei não pensar muito sobre isto, já que minha mente estava um completo caos.
- O chalé de Hermes não é muito organizado e muito menos seguro, porém, se conseguir se enturmar com algumas pessoas se torna um local, no mínimo, aconchegante. Vou te levar até a porta do chalé, venha.
Alecxandra virou-se caminhando lentamente sem esperar alguma resposta. Olhei para o horizonte e fiquei observando alguns instantes o pôr-do-sol. Uma onda de nervosismo se instalou em meu corpo. Afinal, o que eu estava fazendo naquele lugar totalmente desconhecido porquê de repente disseram-me que "lá fora" seria perigoso demais minha existência?
Um garoto de cabelos loiros chocou-se contra meu ombro fazendo-me quase cair no chão.
- Ei, você está bem? - assenti rapidamente. - OK.
Ele virou-se e voltou a correr. Fiquei atordoada por alguns segundos e olhei ao redor procurando a garota do chalé de Afrodite. Ela estava perto de um chalé de aparência envelhecida e com pintura descascando. Corri até ela antes que percebesse minha ausência em sua volta.
- Bem-vinda ao Chalé de Hermes, Shimiko. - ela disse segundos depois que consegui alcançá-la.
- Obrigada.
- Se você precisar de alguma coisa poderá me encontrar no chalé.
- Obrigada.
Ela passou por mim e pela primeira vez senti o perfume suave e adocicado que ela exalava. Entrei receosa no meu novo "lar" e me perdi em meio de tantas pessoas. Naturalmente, procurei por uma cama vazia e encontrei a parte de cima de uma - das muitas - beliches sem ninguém. Tentei passar despercebida enquanto os campistas andavam de um lado ao outro, o que não foi muito difícil com o tumulto que era o chalé. Subi no beliche desajeitadamente, constando que a cama era confortável e o travesseiro ideal. Ao me sentar na cama e olhar ao redor percebi na parede uma abertura com um pedaço de metal e um furo - quem sabe para um futuro cadeado. Ajeitei minha mochila totalmente preta naquilo que aparentava ser um cofre e tentei relaxar, deitando-me e sendo deixando ser tomada pelo cansaço físico e mental.
T. Shimiko Orihara
Indefinido
Mensagens :
5

Localização :
Neverland

Voltar ao Topo Ir em baixo

Chegando no lar provisório. [Quem quiser participa]

Mensagem por Gordon Legaste em Sex 29 Jun 2012, 17:32

Chego apos despistar Sofia , ela era legal , mas também falava demais , ela dizia que era Filha indefinida como eu mas não a vi por ali , me aproximei de uma cama vaga ou parecia vaga e deite-me , ela era confortável , parecia ser aquelas de hotel 5 estrelas , mesmo nunca eu ter me deitado em uma . Visualizei a área com as palmas sobre a nuca enquanto retirava os sapatos apenas usando os pés , um sobre o outro . Apos terminar de tirar os sapatos visualizei ao redor mais detalhadamente , os filhos de Hermes tinham um chalé bagunçado e cheio de coisas maneiras, pensei em quando poderia jogar videogame com aquela fila de meninos tentando agarrar o controle . Enfim consegui dormir :soneca: . Meu sonho foi muito estranho , parecia uma filmagem na velocidade da luz , imagens de furtos meus , brigas que cometi na rua e até mesmo memorias minhas quando eu tinha uns 8 anos , em meio a tudo isso vi um vulto que sempre me observara , não parecia ser do mal , talvez só um pouco triste com a minha vida. Acordei com um travesseiro que atingia a minha face , olhei ao redor mas todos pareciam santos , puxei a faca do bolso localizado no casaco ainda meio sonolento com uma feição raivosa , ninguém parecia ligar , talvez , já estivessem acostumados , me levantei e sai do chalé continuando a "passear" pelo acampamento meio-sangue .. talvez aquilo podia virar seu novo lar , um lar que nunca tivera .
Gordon Legaste
Indefinido
Mensagens :
18

Localização :
Casa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☤ Quarto dos Indefinidos

Mensagem por Lívia Suelen em Dom 01 Jul 2012, 18:01

catei minhas coisas da cama e embolei tudo dentro da mala.
Estava ali a vinte e quatro dias e era realmente irritante mas não era de todo mal.
Os campistas de hermes estavam na aula de hipismo então o chalé estava vazio, peguei minha mochila-mala e sai olhei pro chalé e deixei aparecer um sorriso timido em um misto de alegria e tristeza, ali foi muito legal e os campistas de lá...


'té mais, fui :fui:
Lívia Suelen
Indefinido
Mensagens :
46

Localização :
no chalé 7/ no refeitorio

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☤ Quarto dos Indefinidos

Mensagem por leosinho em Sab 07 Jul 2012, 17:21

chegando no quardo do indefinidos,sentei numa cama vazia.
procurei alguma pessoa para conversar mas ninguem deu atenção.
abri a mochila peguei as minhas coisas e coloquei na gaveta,fiquei com medo de alquem roubar,deitei na cama e pensei que deus era meu pai.
leosinho
Indefinido
Mensagens :
2

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☤ Quarto dos Indefinidos

Mensagem por Milena Brit em Sab 07 Jul 2012, 17:27

Cheguei no Chalé dos indefinidos e me sentei na parte de cima do beliche, estava melhor depois do meu treinamento, mas ainda um pouco fraca, peguei um pouco de ambrosia, que estava no bolso da minha calça, e comi, logo me senti melhor e nem sentia mais os ferimentos nas pernas... Me deitei e fechei os olhos pensando.
Milena Brit
Filhos de Afrodite
Mensagens :
8

Localização :
Nem imagine

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☤ Quarto dos Indefinidos

Mensagem por Milena Brit em Sab 07 Jul 2012, 18:01

Meus olhos se abriram e eu percebi que acabei dormindo, destapada e com as pernas ainda doendo.
- Ai minhas pernas... - reclamei e me sentei de novo com as pernas balançado no ar. Minhas cabeça caiu pra trás encostando na parede e eu fechei os olhos de novo.
- Uma soneca não cairia mal... - meus olhos se fecharam e eu me deitei novamente na cama caindo no sono.
Milena Brit
Filhos de Afrodite
Mensagens :
8

Localização :
Nem imagine

Voltar ao Topo Ir em baixo

Quarto dos Indefinidos

Mensagem por Ethan Knotehad em Sab 07 Jul 2012, 23:54



I'M FALLING FROM CLOUD 9



Fiquei um pouco confuso ao saber que não era como os “outros”, isto é, não era um ser humano normal. Inicialmente, acreditava que a ideia de ser um meio-sangue poderia me trazer inúmeros privilégios, entre os quais se enquadra o reconhecimento perante a “sociedade”. Ser lembrado como aquele que matou uma hidra ou talvez como o responsável por salvar a donzela de um dragão de três cabeças são fatores estimulantes para qualquer indivíduo. Entretanto, um herói só alcança o auge do reconhecimento após superar os empecilhos que surgem no decorrer de sua trajetória, os quais, na maioria das vezes, são demasiadamente perigosos. Concluí, portanto, que não estou apto para confrontar tais desafios.

Alguns minutos após chegar ao Acampamento Meio-Sangue, fui devidamente encaminhado ao Chalé 11, equivalente ao Chalé de Hermes, local onde me acomodaria – se fosse possível – até ser reclamado por um representante divino. Por intermédio de uma observação prévia dos demais chalés, percebi que o de Hermes estava abarrotado de campistas. Senti-me um pouco desconfortável ao saber que permaneceria no recinto onde estão abrigados os filhos e filhas do deus dos ladrões. As chances de roubarem meus pertences eram elevadas. Seria eu um deles? Obviamente não. Não éramos semelhantes fisicamente, tampouco psicologicamente, uma vez que os filhos de Hermes são demasiadamente eufóricos, característica que não condiz com a minha personalidade. Além disso, o certo seria uma “mãe divina”, não outro pai.

Antes mesmo de adentrar o chalé, visualizei inúmeros pertences espalhados pelo chão, seja na entrada ou no interior do chalé propriamente dito. Variando desde roupas até objetos, posso definir este chalé com uma única palavra: bagunça. Tentei conversar com alguém, mas desisti ao ser empurrado sucessivamente pelos campistas que ali estavam; ou melhor, pelos meus novos companheiros de chalé.

Enquanto organizava meus pertences em um dos poucos cantos vazios do “Quarto dos Indefinidos”, notei que alguém se aproximava sorrateiramente de mim. Seguindo as instruções dos demais campistas, com os quais me deparei ao longo da trajetória até o chalé de Hermes, voltei-me rapidamente na direção dos passos. Deparei-me com um garoto sorridente e loiro, cujas feições levianamente élficas me assustaram.

- Saudações, Ethan! Meu nome é Trevor, mas pode me chamar de “Trevuer”. Sou filho de Hermes, como você pode perceber. – A voz do garoto soou em uma velocidade descomunal. Não consegui compreendê-lo, porém, assenti, esboçando um sorriso simpático para o garoto.

- Pra... Pra... Ahm... Prazer em conhecê-lo, Trevor. – Senti minhas bochechas esquentando; neste instante, provavelmente estavam ruborizadas. Não estava acostumado a conversar com outras pessoas, exceto Jerry. Jerry... Espero que ele esteja bem, afinal, não sei durante quanto tempo ficarei aqui.

- Bem, se precisar de alguma coisa, pode me procurar. Não sou a melhor pessoa para ajudá-lo, mas... – O garoto piscou um dos olhos e sorriu novamente. – É isso... Até mais! – Trevor acenou brevemente para mim e, num piscar de olhos, o filho de Hermes desapareceu.

Suspirei profundamente e semicerrei os olhos, viajando pelos meus devaneios, os quais começaram com a invasão do meu quarto por um rottweiler e terminaram com a minha chegada ao chalé de Hermes, passando por Robbie e pelo meu pai. Será que eles estão bem sem a minha presença? Espero que sim.

Terminei de organizar os meus pertences e me levantei, olhando pela última vez para os meus companheiros de chalé. Alguns estavam mais felizes que os outros e, certamente, não me enquadrava entre eles. Ainda não consegui me adaptar ao contexto do Acampamento, sequer à ideia de que sou um meio-sangue. 


Ethan Knotehad
Filhos de Selene
Mensagens :
2

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☤ Quarto dos Indefinidos

Mensagem por Milena Brit em Ter 10 Jul 2012, 13:12

Sentei na cama cansada de tanto dormir. Minhas pernas não queriam tocar no chão, mas eu as obriguei e percebi que minhas perna não doíam mais, só tinham algumas cicatrizes. Meu sorriso se formou quando vi que tinha algumas roupas sobre a minha cama. Uma camisa laranja do acampamento, uma calça jeans e mais algumas coisas. Resolvi colocar aquelas roupas e quando terminei de ma arrumar percebi que as roupas ficaram certinhas em mim, meu sorriso aumentou e eu sai do Chalé.
Milena Brit
Filhos de Afrodite
Mensagens :
8

Localização :
Nem imagine

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☤ Quarto dos Indefinidos

Mensagem por Jack Thompson Hornifer em Qua 11 Jul 2012, 13:08

Ao acordar na cama desse quarto , minhas coisas estavam a minha direita , eu tinha amassado a cama beliche, como de costume quebrar as coisas.
Logo levanto e saio do quarto
Jack Thompson Hornifer
Filhos de Herácles
Mensagens :
7

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☤ Quarto dos Indefinidos

Mensagem por Pippos Alfayan em Qui 12 Jul 2012, 15:05

Era o segundo dia do jovem Pippos. Ansioso o rapaz acordava e se levantava e com agilidade arrumava sua cama.

Tirando o pijama, ele procurava em sua bolsa algo que pudesse vestir, e se dirigindo ao banheiro tomava um banho e se preparava.

E foi vestindo seus habituais trajes, camiseta preta, calça jeans e casaco, que ele procurava alguém com quem pudesse conversar e pedir o que tanto gostava:

Pudim de mangaaaaa!! Acho que vou procurar algum para comer.. paçoquitas também.. são meus doces prediletos... vejamos se tem alguém aqui.... Yooooooo alguém em casa??? , falaria ele em busca de interagir com algum campista.
Pippos Alfayan
Indefinido
Mensagens :
11

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☤ Quarto dos Indefinidos

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 00:37

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 4 de 22 Anterior  1, 2, 3, 4, 5 ... 13 ... 22  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum