Percy Jackson e os Olimpianos RPG BR
Bem vindo ao maior fórum de RPG de Percy Jackson do Brasil.

Já possui conta? Faça o LOGIN.
Não possui ainda? Registre-se e experimente a vida de meio-sangue.

A Colina ♠Local Público Oficial♠

Página 1 de 21 1, 2, 3 ... 11 ... 21  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

A Colina ♠Local Público Oficial♠

Mensagem por 046-ExStaff em Seg Abr 02, 2012 2:24 am

A Colina Meio-Sangue. Depois da Fronteira da proteção do Acampamento Meio-Sangue, existe a Colina. Árvores cercam o Acampamento por todos os lados (exceto onde é a Praia). Do lado de onde ficava a Árvore de Thalia, tinha uma estrada após muita floresta. No resto, a Floresta do Acampamento se mistura com a da Colina. Dríades do Acampamento, quando querem "brincar" sem as restrições do Acampamento, vão para fora da fronteira. Pode ser um local perigoso para campistas, dependendo de como eles tratarem as ninfas das árvores.


046-ExStaff
Indefinido
Mensagens :
1609

Localização :
Perséfone's heart ♥

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Colina ♠Local Público Oficial♠

Mensagem por Enzo Martins em Sex Abr 06, 2012 8:51 pm










Além da minha vida


Toda aquela agitação comum que fazia parte da vida rotineira do acampamento já havia me cansado a muito tempo. Eu ainda não conseguia entender como Quíron conseguia lidar com um grupo de mais de duzentos adolescentes com hiperatividade, se eu, que nem mesmo era um instrutor, conseguia suportar ficar com eles por muito tempo.

Eu carregava na mão um lata de refrigerante pet mordida, meus pequenos chifres ainda em desenvolvimento estavam cobertos por uma toca e minhas patas semelhantes as de um bode estavam bem visíveis da minha cintura para baixo, nada as escondiam e naquele lugar eu sabia que não precisava esconde-la, não precisava temer minha identidade.

Respirei fundo e um sorriso se formou nos cantos dos meus lábios quando eu constatei que não tinham monstros por perto. Algumas ninfas da floresta estavam por ali, mas por não terem se mostrado ainda elas provavelmente hoje não estavam a fim de brincar, o que pra mim era uma pena.

Me sentei no chão da colina e voltei a devorar minha lata de refrigerante pet, enquanto mergulhava minha mente em meus pensamentos.
Spoiler:
Minha ficha como sátiro já foi aprovada, só espero a atualização da ADM



Enzo Martins
Enzo Martins
Sátiros
Mensagens :
16

Localização :
Onde você ouvir uma flauta tocar, com a melodia de um ser a chorar, pela ignorância no mundo a plantar

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Colina ♠Local Público Oficial♠

Mensagem por Roberta Barth em Sab Abr 07, 2012 12:40 am

Eu e tom estamos na colina por estar olhando as estrelas sem nada na cabeça para pençar apenas o luar apenas o luar.
Roberta Barth
Indefinido
Mensagens :
11

Localização :
ivoti

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Colina ♠Local Público Oficial♠

Mensagem por Tom Municati em Sab Abr 07, 2012 12:44 am

Estavamos olhando as estrelas,até que eu disse:
-Está com você!
E sai correndo.
Tom Municati
Filhos de Hefesto
Mensagens :
17

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Colina ♠Local Público Oficial♠

Mensagem por Roberta Barth em Sab Abr 07, 2012 1:01 am

Na colina eu cori para o tom eu conseguir pegar e disse:
-Você é muito lento agora vejo perque já desclassificou o deus hermes.
-Ta bem mas não bato no dedo a tentar martelar um prego na taboa.
A ue me acho o construtor pensei para mim mesma e continuei a corer dele.
Roberta Barth
Indefinido
Mensagens :
11

Localização :
ivoti

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Colina ♠Local Público Oficial♠

Mensagem por Tom Municati em Sab Abr 07, 2012 1:05 am

Fiquei com raiva de Roberta e corri o máximo que eu consegu e,como ela não era muito mais rápida que eu,consegui pega-la.Eu disse ofegante:-Hahaha!Nem sou tão devagar!E me sentei ofegante na grama.
Tom Municati
Filhos de Hefesto
Mensagens :
17

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Colina ♠Local Público Oficial♠

Mensagem por Roberta Barth em Sab Abr 07, 2012 1:25 am

Eu me deitei do lado dele também ofegante e disse:
-Ah desa fez tu me escapa mas da próxima seu municate (que é o jeito com quem eu chamo ele.)
Roberta Barth
Indefinido
Mensagens :
11

Localização :
ivoti

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Colina ♠Local Público Oficial♠

Mensagem por Thais W. West em Sab Abr 07, 2012 5:55 am

Tom Municati e Roberta Barth - Banidos por 24h por ter feito um post com menos de três linhas (Está nas regras, queridos)
Thais W. West
Filhos de Melinoe
Mensagens :
560

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Colina ♠Local Público Oficial♠

Mensagem por Jasper C. Telesco em Seg Abr 09, 2012 5:20 pm




Leo|14 anos | Matador


A agitação em todo acampamento me comovera. Na verdade, faltava agitação. Há pouco tempo estava na enfermaria, sofrendo. Lutei com um dos melhores esgrimistas do acampamento, e por sorte fiquei vivo. Agora estava melhor, bem curado. Havia feito um amigo, Paul, o que me curou. Devo minha vida a ele, se não fosse por ele, as feridas ainda marcavam minha dor. Mas agora, era outra coisa que me fazia sentir uma dor. Era raiva, sentimento de culpa. Se eu fosse forte, poderia manter o Bravo no acampamento, mas não fui o suficiente e ele fugiu. A sede de sangue aumentava, eu tinha que matar. Saí do chalé, com raiva, empunhando minha nova lança. Ela fora feita realmente para isso. Minha faca de bronze estava ao bolso, e meu sorriso, maligno me mantinha mais estranho. Olhei para os lados, ninguém estava notando bem minha saída naquele horário.

No caminho, comecei a cantar uma melodia pouco conhecida. Me lembrei de Kath, o susto que ela tentara me dar, no bosque. Eu teria a matado, se não fosse por Quíron. Eu era um monstro, criado ali mesmo. Sentimentos não faltavam para dizer que estava furioso. Os seus passos leve quase nem faziam ruídos. Mesmo andando sem rumo, agora sabia para onde estava indo. Quando estava com raiva, sempre vinha a Colina, conversar. Desta vez seria diferente. A Lança ficou fria, o que deixou ele mais absorto em fazer problemas.

No alto da colina, observando o acampamento, sorriu, dando uma gargalhada malvada.

▬ Pobres alienados.

Observei um garoto, perto de mim. Depois de observá-lo melhor, e com cautela, percebi que era um sátiro. Comia uma lata de pet na boca, além de suas pernas peludas, e casco fedido. Sorri e me aproximei lentamente dele. Minha lança estava pronta, com seu lenço enrolado em meu braço. Então, antes de chegar muito perto dele, sorri.

▬ What’s up?

Com a faca de bronze em uma das mãos, joguei na direção dele. Basicamente, foi na direção do peito, tentando perfurar. Vi a adaga perfurar o peito do sátiro e sorri. Parecia até sentir aquela dor, a mesma que estava na enfermaria. Dei mais uma gargalhada. Chutei ele, fazendo deitar, com seu rosto virado ao chão. Com as mãos para cima, nas costas dele, puxei a faca, que estava perfurada no peito. Ela não saiu, mesmo trincando entre os ossos do garoto, se movimentando, devido ao meu controle. O sorriso escapou do meu rosto, e então, chutei ele novamente, o virando, mais uma vez.

▬ Sátiro... nem prestam para isso ▬ retirei a faca, calmamente, e então em sua parte chata, onde tinha sangue, passei a língua. Nunca me passara na cabeça que o gosto do sangue era frio, e um pouco... ruim. Cuspi, na cara do sátiro, sorrindo ▬ Seu sangue é péssimo.

Limpei a faca, em sua camisa, e então, girei a lança, sorrindo. Logo, perfurava o corpo do sátiro, e o cortava, normalmente. Depois de várias perfurações, toda mantendo o sorriso, parei, cansado. Cravei a lança no chão, e limpei o suor do rosto.

▬ Nem isso me satisfaz ▬ Olhei para o sátiro com pena. Não estava nem um pouco com remorso, o que me surpreendeu. Fiz um pequeno corte, em seu casco, e o retirei, com cuidado, com a ponta da lança. Fui levando, dando algumas batidas com a lança até uma arvore. Com a faca fiz uma marcação em Código Morse, relatando.

Escrevia com a faca “.--- .- --.. / .- --.- ..- .. / --- / ... .- - .. .-. ---“. Então, sorria e deixava o casco ali. Deixei o corpo, desfigurado atrás da árvore, para que ninguém percebesse, embora fosse muito possível que percebessem. Então, balançando minha lança no ar, descia a colina, voltando para o chalé.

▬ All i want for Christmas – dei uma pausa ▬ Is kill.

itens:
♠ Faca de Bronze [Inicial]
♠ Sunlight Heart [Lança parecida com uma face de um dragão. Com um lenço vermelho, no seu cabo. Ponta, e cabo grandes, ou seja, uma grande arma. Feita de Bronze Sagrado, Ferro Comum e Alumínio] [By Leo Sporks]
poderes usados:

Magnetismo intermediário. O controle está melhorado, sendo capaz de controlar qualquer metal, independente do peso, porém a deformação só é simples em metais como ferro, aço e alumínio, em caso de ouro e prata é um pouco mais difícil e em titânio e outros mais complexo impossível ainda.
OBS::
Em caso de defesa, a morte deve ser anulada, no entanto, a mesma deve ser coerente com os ataques
Na ficha pode não constar o hp, mas estou com ele cheio, foi curado na enfermaria do Paul. Ainda está esperando atualização.

Jasper C. Telesco
Filhos de Hefesto
Mensagens :
283

Localização :
Acampamento Meio-Sangue

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Colina ♠Local Público Oficial♠

Mensagem por Enzo Martins em Ter Abr 10, 2012 3:36 am










The Lord of Thiefs


O ar puro do alto da montanha era um dos muitos motivos que me atraia tanto a ela já que o mesmo era adosiado com o doce perfume das ninfas da floresta que ali vivam. Dei mais uma mordida na minha lata pet saboreando o gosto metálico a cada mastigada, se não fosse o ligeiro gosto daquele suco industrializado denominado refrigerante, que havia restado na lata, aquela seria a minha refeição preferida, mas por causa desse pequeno detalhe eu intitulava o bronze puro como o alimento perfeito.

Funf.. Funf

Cortei o silêncio que se fazia na campina com fortes fungadas ao vento, meu olfato de espírito da natureza me informara que algo se aproximava.

Funf.. Funf " Semideus! " Funf.. Funf " Argh.. Como alguns deles conseguem ser mais fedidos que monstros?! " Pensei com repulsa me levantando do chão para ver quem ousava estar nos limites do acampamento, sendo estes sempre palcos de batalhas entre campistas e monstros. Foi quando me deparei com um campista armado e de corpo forte olhando pra o camp e mexendo os lábios dando a entender que ele falava sozinho, com uma expressão arrogante de superioridade " Filhos de Ares... Tsc, Sempre procurando encrenca. "

- Garoto, aqui não é lugar pra passeio, estamos na fronteira do camp, é perigoso para sua espécie ficar por aqui. - Informei a ele com uma ligeira raiva do modo como nós sátiros tínhamos que cuidar da prole dos deuses como se fossemos babás.

Foi então que o garoto começou a se aproximar de mim como que se não tivesse escutado os meus dizeres. Seus músculos estavam tensos e seu cheiro incomodante, mas o que mais me chamou a atenção foi seu olhar, para um sátiro como eu era fácil perceber a existência de um extinto assassino totalmente direcionado à mim. Suas emoções eram visíveis em seu olhar e em seu sorriso isso me fez ficar mais que imediatamente em alerta, até que encontrei em seu olhar algo além do seu extinto assassino, era confiança.

Fui obrigado a segurar uma risada. Um verme daqueles simplesmente resolveu atacar um espírito da natureza no berço da fonte do seu poder e ainda tinha a audácia de estar confiante. Apoiei minhas mãos na cintura da minha causa, fingindo não ter percebido as intenções dele enquanto posicionava minha mão direita ao lado da minha faca de bronze que estava presa a minha cintura, disfarçadamente, como quem só estava apoiando as mãos na cintura.

- What’s up? - Ele me perguntou antes de chegar muito perto.

Meus extintos junto a minha leitura de emoção me deixaram "ler" em sua face que ele iria iniciar seu ataque e como num filme de faroeste, eu puxei minha faca da cintura numa tentativa de superar a velocidade do semideus arremessando a mesma na direção do seu abdômen.

" A fraqueza da maioria dos golpes com armas brancas é o momento pós ataque, quando o abdômen do atacante é exposto na hora dele aplicar o golpe. " Era como se eu pudesse ouvir a voz do meu tio sussurrando em meus ouvidos seus conhecimentos em batalha que ele havia se dedicado tanto a explicar.

Foi quando eu senti uma dor inebriante se originando do braço que eu havia aplicado o golpe. Minha visão periférica mostrava o que havia saído de errado. O semideus havia tentado aplicar um golpe no meu peito quando o meu antebraço entrou na frente no momento que eu acertei seu abdômen.

O odor fétido de sangue dominou em questão de minutos toda a colina, onde o cheiro do ferimento do meu antebraço e do ferimento do abdômen do meu oponente compunham um convite aos monstros da redondeza e um alerta as ninfas da floresta que uma luta até a morte havia começado.

Mesmo estando ferido num local mais de risco do que eu o campista avançou na minha direção. " Será que a insanidade dominou a mente dele? " Perguntei a mim mesmo sem acreditar que ele iria continuar a me atacar sem um motivo aparente.

Quando ele se aproximou o bastante dirigiu um chute na minha direção. Não sei se foi a facada, ou o corpo dele grande, ou a velocidade dos meus cacos ou até mesmo esses três fatores juntos que o deixou numa velocidade não muito diferente da minha, só sei que consegui desviar do seu chute num salto para o lado movido pelos meus reflexos.

Estávamos agora pertos um do outro e usando a dor que dominava meu antebraço direito e o desespero que dominava minha alma como fonte de motivação, no movimento mais rápido que consegui produzir, eu empunhei a faca de bronze com a minha mão esquerda e puxei a mesma para cima abrindo o corte que eu havia forjado inicialmente, até sentir a lâmina da faca começar a rasgar o meio do tórax do garoto a minha frente.

Se a cria dos deuses não morresse por hemorragia em questão de minutos, eu saberia que o ser a minha frente não se tratava de um semideus.

O garoto agora estava com a mão em cima de sua arma, como quem pretendia tirá-la para iniciar um novo ataque. A dor e a perda de sangue já deviam estar tirando as forças dele além de que não deveria ser fácil se concentrar para usar algum poder no estado em que ele estava. Com isso em mente me limitei a morder meus lábios para suportar a dor no meu antebraço e numa tentativa desesperada de fazer com que o semideus deixa-se de mexer na faca eu mordi a parte da arma que ainda estava do lado de fora do meu braço, quebrando a mesma com a mesma facilidade que eu estava acostumado a quebrar minhas refeições diárias.

A dor, o sabor do metal e a adrenalina da batalha me causavam um sentimento indescritível e sadicamente prazeroso. A lâmina da faca ainda estava dentro do meu antebraço e era ela que impedia a minha perda de sangue, diferente do ferimento que eu havia feito do abdômen ao tórax do semideus.

Eu não sabia se tinha força ou disposição pra continuar com a batalha então aproveitei da fragilidade que a perda de sangue causará ao semideus para iniciar uma seção de esfaqueamento. Quando terminei me distanciei do corpo as presas sem acreditar no resultado do meu trabalho.

Todo o ódio que eu sentia pelos semideuses, todo o remorso e toda a culpa pela morte do meu tio que eu jogava sobre eles nunca foram motivos fortes o bastante para me dar coragem de tentar matar algum deles e agora, de um momento para o outro, eu havia feito. Acabado com a vida de um semideus sem nem mesmo ter um motivo bom o bastante pra isso.

" Não Enzo! " Minha consciência gritou com firmeza " Você não planejou isso! Era matar ou ser morto "

- Matar ou ser morto... - Repeti pra mim mesmo enquanto descia a colina em direção a enfermaria tremendo - Matar ou ser morto... Eu não planejei... - eu dizia enquanto passava pela barreira entrando dentro dos domínios do acampamento.

Como diz o ditado: a melhor defesa é o ataque!

dados da batalha:
Poderes Passivos

~ Olfato Sensível: Sátiros tem um olfato potente e sensível, podendo detectar monstros e outros tipos de coisas à um raio de 200 metros.
~ Dentes Resistentes: Sátiros tem dentes muito mais resistentes que o de humanos, podendo mastigar, por exemplo, metal com facilidade.
~ Leitor de emoções: Os sátiros tem um poder natural de lerem os sentimentos humanos.
~ O sátiro se sente à vontade perto da natureza, recuperando 2 HP por rodada ao ficar perto de árvores, plantas, etc.

Armamento

~ Face de bronze [Inicial]
Off: Serio que a base inteira da suposta morte que você bolou pra mim gira entorno de um ataque tão idiota como: " Joguei a faca na direção dele" ? E se nós estamos frente a frente que tipo de chute ninja é esse em que você me faz cair com o rosto de frente ao chão?



Enzo Martins
Enzo Martins
Sátiros
Mensagens :
16

Localização :
Onde você ouvir uma flauta tocar, com a melodia de um ser a chorar, pela ignorância no mundo a plantar

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Colina ♠Local Público Oficial♠

Mensagem por 024-ExStaff em Ter Abr 10, 2012 4:34 am

LEO SPORKS → MORTO
Por favor, me mande uma MP com o seu novo nome assim que possível.
024-ExStaff
Indefinido
Mensagens :
179

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Colina ♠Local Público Oficial♠

Mensagem por Gerard Hearl em Qui Abr 12, 2012 1:17 am


Estava em meu chalé, deitada em minha beliche acariciando Leônidas. Leônidas saiu de cima da cama enquanto balançava as pernas, sai do chalé montada em Leônidas indo em direção a Colina, estava com minha faca de bronze que estava na minha bota. Cheguei na colina e Leônidas correu para o topo, desci de Leônidas e sentei no chão.

Ele veio diretamente para as minhas pernas, agarrei seu pescoço e rapidamente ele se afastou abrindo sua boca, mostrei meus dentes para ele e então pulei para cima dele o atacando, lógico, era apenas uma brincadeira, Leônidas se jogou no chão, parecia estar com sono, então me deitei colocando a minha cabeça em sua barriga observando o céu.

- Just because everything's changing... - Cantei enquanto apontava para as estrelas. Olhei para os lados vendo se alguma pessoa se aproximava e então voltei a cantar.


Musica: Regina Spektor - The Call

Gerard Hearl
Filhos de Herácles
Mensagens :
142

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Colina ♠Local Público Oficial♠

Mensagem por Jasper C. Telesco em Sex Abr 13, 2012 5:26 pm

CrazyJasper
Tudo começa aqui...
Estava no chalé, deitado na cama, nada me satisfazia o bastante. Nada no chalé, por enquanto. Tinha pedidos na forja, mais nada que queria fazer agora. Então, com a faca de bronze no bolso, gelando, levo a lança em mãos, para passeiar. Estava calmo, e atônito. Minha aparência mudara de um jeito impressionante. Olhos rubros, cabelos negros, e pele pálida. Às vezes se assustava com mim mesmo, pensando ser outra pessoa. O vento calmamente mexia nos meus cabelos revoltos, enquanto meus olhos rubros procuravam algo legal. Andando um pouco nervoso, foi até a Colina, o deixava mais... mais perto de si.
Ao chegar perto da colina, ouvi um canto bonito. Nem prestei atenção a quem acompanhava a garota, apenas sentei ao lado da mesma, acompanhando o canto com um cantarolar. Era boa a música e a voz dela, relaxei totalmente, agora deitando nas gramas verdejantes da colina meio-sangue.
Little About:
Jasper C. Telesco Filho de HefestoIdiota Lerdo NervosinhoSolteiroColinaNormal Calma Luna
Legendas:
Narração • Falas • outros • etc
Jasper C. Telesco
Filhos de Hefesto
Mensagens :
283

Localização :
Acampamento Meio-Sangue

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Colina ♠Local Público Oficial♠

Mensagem por Billy Havely em Sab Abr 14, 2012 1:30 am

[color=blue]

Saiu do chalé de Éolo, ainda sentindo meu ombro esquerdo gemer, mais não podia ficar parado, coloquei todas as minhas armas em minha nuvem particular, com exceção do arco e flechas e da faca, coloco minhas botas de caça ainda frias no pé e me dirigo à colina.
Chegando lá, sinto um frescor aliviar meu ombro com brisas de ar morno, olho pelos vastos campos da Colina e avisto um semideus, sem nada para fazer, tiro a φιλία para caso de algum imprevisto e assobio para o garoto, ando até ele cravando a longa espada aos meus pés e me sento perto do garoto.

Billy Havely
Filhos de Éolo
Mensagens :
100

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Colina ♠Local Público Oficial♠

Mensagem por Claire P. Sisten T. em Sab Abr 14, 2012 2:53 am

Precisava esvaziar a cabeça. Acabava de chegar num lugar aonde nunca havia pensado estar. A pergunta de quem era meu pai ficava pendurada em minha mente. Andava olhando o chão com uma cara triste no rosto, a beira do choro. Estava tão sozinha, só de pensar no meu pai ficava com esse sentimento. Olhei alem da colina e me sentei na Colina perto de um garoto. Eu olhei para ele, com um rosto fingidamente bem.

▬ Oi! Sou Claire. Quem é você? ▬ perguntei com animo para espantar a tristeza, não podia ficar sem falar por muito tempo.
Claire P. Sisten T.
Indefinido
Mensagens :
51

Localização :
Chalé 7

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Colina ♠Local Público Oficial♠

Mensagem por Billy Havely em Sab Abr 14, 2012 3:00 am



Apreciava a brisa quando escuto folhas sendo pisadas, no mesmo instante puxo φιλία do chão, abaixo ela no mesmo instante quando vejo que se tratava de uma semideusa, suspiro enquanto ela se senta ao meu lado, cravo φιλία novamente no chão e falo
-Sou Eduard Kevin, filho de Éolo.
Mudo de posição para ficar de frente com a garota.

Billy Havely
Filhos de Éolo
Mensagens :
100

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Colina ♠Local Público Oficial♠

Mensagem por Jasper C. Telesco em Sab Abr 14, 2012 3:11 am

CrazyJasper
Tudo começa aqui...
Olhei para eles, sorrindo. Estava acompanhado novamente. Parei de sorrir, para se levantar. Ajeitei a lança em minha mão, e senti a faca gelar novamente. Meus rubros olhos encontraram-se com os do garoto.
▬ Olá...
Minha pele pálida me fazia de um estranho garoto. Então vejo uma garota chegando e sorrio. Ela deveria ser novata, nunca havia visto ela. Então, começa a sorrir de novo, deixando a seriedade para fora. Relaxou a lança para trás, como espadachins faziam com espadas. E numa continência, sorriu.
▬ Olá, mérci.
Sorri ao dizer aquilo. Eu tinha um sotaque francês, afinal tinha vindo de New Orleans, French Quarter.
Little About:
Jasper C. Telesco Filho de HefestoCaracteristica sua 1 Caracteristica 2 blablablaSolteiroLocalTemperatura Sentindo Interagindo com
Legendas:
Narração • Falas • outros • etc
Jasper C. Telesco
Filhos de Hefesto
Mensagens :
283

Localização :
Acampamento Meio-Sangue

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Colina ♠Local Público Oficial♠

Mensagem por Claire P. Sisten T. em Sab Abr 14, 2012 5:36 pm

Uma brisa morna passava pelo meu rosto, um clima bem agradável numa paisagem de pinheiros linda. Tinha trazido meu caderno comigo, talvez eu poderia fazer um desenho para lembrar sempre do meu primeiro dia no Acampamento. Estava feliz por estar num lugar com pessoas como eu. Meu sorriso era com certeza contagiante, todos pelo menos falavam isso para mim quando eu estava em qualquer lugar e minha risada também era contagiante. Dei uma risada tímida para o garoto de deu uma continência.

▬ Olá senhor ▬ ri e o cumprimentei ▬ Sou Claire. Uma indefinida, como vocês dizem.
Claire P. Sisten T.
Indefinido
Mensagens :
51

Localização :
Chalé 7

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Colina ♠Local Público Oficial♠

Mensagem por Rodrigo Felix em Sab Abr 14, 2012 6:17 pm

Estava indo ver meus irmãos para vigiar os monstros, então mudei meu caminho e fui para a colina, ela era linda podia ver tudo, botei o meu escudo ao meu lado e me sentei em uma arvore, para minha surpesa vi tres pessoas em minha frente, estava a uns 50 metros de distancia de mim era, dois garotos e uma garota, estavam conversando então eu soltei um sorriso e pensei:

- isso não é bom uma menina e dois rapazes, espro que tenha briga.

Fiquei observando os tres sentado em uma arvore.
Rodrigo Felix
Indefinido
Mensagens :
22

Localização :
acampamento meio-sangue

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Colina ♠Local Público Oficial♠

Mensagem por Jasper C. Telesco em Dom Abr 15, 2012 2:25 pm

CrazyJasper
Tudo começa aqui...
Olhei para a garota, sorrindo. Ela parecia ser novata, pois, nunca tinha visto ela no acampamento. Seu rosto era.... de uma garota sorridente, muito. Quando vi um garoto, um pouco longe, sorri. Ele parecia querer algo, com nós. Então fiz o que pensei. Fui para o lado da garota, e a puxei, como se fosse abraçar. Não queria namorar nem ficar no momento, era outra coisa. Sussurrei em seu ouvido algumas coisas(Mandarei MP). Então, ajeitei minha lança, e olhei nos olhos dela.
A lança estava ficando leve, assim como a faca gelada. Sorri enquanto olhava para ela. Lágrimas dos meu rubros olhos caíam. O que será desta vez?
Little About:
Jasper C. Telesco Filho de HefestoLouco Lerdo blablablaSolteiroColina0Normal TristezaClaire
Legendas:
Narração • Falas • outros • etc
Jasper C. Telesco
Filhos de Hefesto
Mensagens :
283

Localização :
Acampamento Meio-Sangue

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Colina ♠Local Público Oficial♠

Mensagem por Claire P. Sisten T. em Dom Abr 15, 2012 5:14 pm

Eu fiquei surpresa. E depois o olhei franzindo o rosto, mas deixei quieto. O olhei nos olhos do garoto e resolvi sair da colina. Me aproximei e limpe as lagrimas dele com o dedo. Sorri.

▬ Relaxe ▬ falei ▬ Ja vou indo ▬ me virei para o filho de Éolo ▬ Já vou indo, até algum dia.

Fui saindo da colina para a direção do Acampamento. Olhei a paisagem em quanto eu ia embora para me lembrar depois. Eu ri, só de pensar que sorria demais, achava graça nisso. Mas era a pura verdade. Nisso, voltei para o Acampamento.
Claire P. Sisten T.
Indefinido
Mensagens :
51

Localização :
Chalé 7

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Colina ♠Local Público Oficial♠

Mensagem por Rodrigo Felix em Dom Abr 15, 2012 5:48 pm

Fiquei olhando para a cara dos garotos, quando a minina desceu a colina devolta para o acampamento, começei a ri, só que botei minha mão na frente de minha boca para desfaçar um pouco, olhei para eles uns segundos e fechei os olhos para descansar.

- AIAI, esse jovens...

Pensei, rindo um pouco.
Rodrigo Felix
Indefinido
Mensagens :
22

Localização :
acampamento meio-sangue

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Colina ♠Local Público Oficial♠

Mensagem por Jasper C. Telesco em Dom Abr 15, 2012 6:44 pm

CrazyJasper
A decisão novamente é feita, e o veredicto será o mesmo? Espera.
▬ Tchau...
Deu um beijo na bochecha da Claire, enquanto as lágrimas eram limpadas. O Sorriso dela o fazia sorrir. Mas os olhos rubros deram atenção a raiva, a mesma que teve quando ficou estranho. Se lembrou de algo, não a muito tempo, mas importante para si. O sorriso se foi, como a tristeza. Agora era só raiva e sentimento de vingança. A lança, agora leve, lhe deu opurtunidades, mas ele pegou a adaga do bolso, fria e excitante, como algo que ele nunca pararia de usar. Então, deixou sua lança cravada ao chão. Ele estava a poucos metros do filho de Éolo, basicamente a 10, ou quase isso, não tinha certeza. Foi aí que começou.
Seus fortes músculos começaram a aparecer no perfeito bronzeado. Se esforçara em pegá-lo, já que quando ficou estranho, sua pele ficara mais pálida que a de um filho de Hades, ou quase isso. Sorriu nervosamente, estava prestes a cometer o mesmo erro de novo. Partiu como se fosse matar alguém, o que queria. Eduard mantinha sua espada cravada ao chão, exatamente como eu queria. Corri na lateral dianteira esquerda, para tentar desviar de qualquer ataque frontar, num rolamento, para toda a esquerda. Então, Brandia a mão para sua espada. De modo estranho, ela se deformava, até o chão, onde estava a ponta. Queria desfazer o uso dela, ou tentar. Assim corria na direção do garoto, impotente, praticamente, assustado. Sorri, eu amava aquilo, era como matar.
▬ No que diabos deve pensar? Em? ▬ Então, parava a sua frente ▬ Antes de morrer, vou te dizer algo.
Ele parou por poucos segundos, contados no nervosismo, foram quatro. Logo, tentava um golpe em sua cabeça, que com uma rasteira, depois de girar e abaixar, faria um belo combo. Então, chutou, girando ao lado que estava antes, ficando em pé, e pulando, dando um chute giratório, logo depois, ficando a adaga na barriga. Se abaixava, e aproveitando o impulso do pulo, quando caira, pegará mais um pulo em direção da lança, olhando para o semideus, frente a frente, sem tentativas de golpes, pois não tinha alcance o suficiente. Então, colocava a mão na lança, olhando para o garoto, ele estava correndo na minha direção. Pensei como era igual a ele quando cheguei. Desajeitado, sem saber de nada. Já arriscara a vida milhares de vezes, e nenhum delas tinha me sacrificado tanto quanto essa. Estava querendo ficar ofegante. Quando ele chegou um pouco perto, em base de 5 ou 3 metros. A lança não estava mais fincada no chão, ele a puxou para trás, e executou um golpe treinado por si desde criança, o Gyakudou¹. Então, dando um pulo para trás, aplicou uma rasteira, agora aplicando Jyuukidou². Foi assim que viu o garoto morrer, calmamente, muito sangue saindo. Alguns machucados maiores, outros superficiais.
▬ Lembre-se deste nome... John Village Zimer.
Não queria pensar naquilo novamente, foi o que te deu mais raiva. Este garoto causara tudo, e deveria morrer por Jasper. Com a lança ensanguentada, fez o garoto cair, dando um chute em seu peito, logo, colocando o pé que chutou de apoio e o outro para o garoto cair, empurrando com a mão livre, a que estava com a adaga. Quando caiu, nem aguentou aquilo.
▬ Perfure ó Sunlight Heart!
Perfurava com toda força o peiroral do garoto, o cravando, e puxando, juntamente com o corpo. Não parava de fazer perfurações, movido a raiva. Nem tinha certeza se era mesmo filho de Hefesto, havia puxado um pouco de Ares. A força dos trabalhos das forjas havia o ajudado. Afim de liberar a raiva, desferiu golpes contra perna, braço, cabeça do garoto, querendo o desfigurar por inteiro. Então já cansado, e ofegante, limpou sua adaga na própria camisa, e guardou no bolso. A Sunlight, foi do jeito que estava, mas com o tempo arrastando nos matos, ficou limpa(Apenas a ponta). Olhou para o filho de Ares, com total raiva. Mas não havia motivos para matar aquele garoto, muito menos tentar. Em um rápido relance, viu o corpo do garoto.
Em poucos segundos estava correndo, na direção do chalé. Não se importava com quem vinhesse atrás, estava correndo como nunca, protestando chegar rapidamente no chalé. Assim que chegou, pulou na cama, feliz.


Gyakudou¹= Consiste em um golpe de esgrima, mas bem utilizado em lanças do tipo da Sunlight Heart. Puxando a lança para trás, volta ela a frente, desferindo um golpe horizontal, na mesma linha que o coração.
Jyuukidou²= Consiste em um golpe em vertical, rápido e forte. Já que o garoto puxa a lança para baixo, então a empunha aos altos, descendo com toda força e agilidade de Jasper.
Powers:

Poderes Ativos

Nível 5

Impacto. Ao atacar o inimigo com qualquer tipo de arma, o impacto triplica, gerando mais força quando bate no alvo.

Nível 7

Punhos fortes. Ao canalizar a força nos punhos, estes podem dar socos poderosos. Equivalem a socos naturais dos filhos de Herácles, a diferença é que para conseguir ter a equivalência é gasto energia enquanto os de Herácles o fazem sem gasto nenhum.

Nível 9

Magnetismo intermediário. O controle está melhorado, sendo capaz de controlar qualquer metal, independente do peso, porém a deformação só é simples em metais como ferro, aço e alumínio, em caso de ouro e prata é um pouco mais difícil e em titânio e outros mais complexo impossível ainda.

ObS:

Em caso de defesa, coerente, a morte deve ser anulada. De fato, deve ser analisado ataques e defesas de um modo coerente.
Todos passivos disponíveis a luta estão sendo usados.

Little About:
Jasper C. Telesco Filho de HefestoFoolCool blablablaSolteiroColinaNormalRaivaEduard
Legendas:
Narração • Falas • outros • etc
Jasper C. Telesco
Filhos de Hefesto
Mensagens :
283

Localização :
Acampamento Meio-Sangue

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Colina ♠Local Público Oficial♠

Mensagem por Billy Havely em Ter Abr 17, 2012 3:11 am

Vendo o garoto louco vir em minha direção, rapiadamente puxo φιλία(que ficou distorcida em sua ponta) arrancando uma grande contidade de terra e poeira junta, controlo uma pequena rajada de vento para jogar a terra e a poeira nos olhos do garoto que avançava rapidamente pela esquerda, me jogando para atrás, chamando minha nuvem particular e tirando dela meu escudo éolico e minha espada de puro branco, e com o escudo tento repelir os ataques, mais alguns cortes acertaram minha perna, sem muita gravidade; derrepente, ele para alguns segundo em minha frente, isso era o tempo que eu precisava, dou uma estocada na barriga do garoto, logo me agaixando vi a perna do mesmo vindo em uma rasteira em minha direção, com meu escudo absorvo o impacto com um golpe no joelho com o escudo, para diminuir a efetividade dos ataques, os golpes dele viam mais lentamente, e eu me esquivava e, quando não dava para me esquivar, usava o escudo para devolver a força do impacto, em um momento o garoto tentou um chute giratorio, mais com o escudo novamente, golpeava na pernas que girava, e com o imapacto, fiz o garoto girar ao lado contrario e caindo no chão, meus musculos cansados gemiam, mais não podia morrer ali, e nem agora, corria em direção ao garoto louco em zig zag, vejo ele volta a lanã para trás, nesse momento rolei por baixo das pernas do meu oponente, e cravo a lâmina da minha espada na coxa em que havia atingido com o escudo no momento da rasteira, o garoto estava de costas para mim, a chance perfeita, o movimento foi muito persepitivel, e ficou visivelmente mais lento pelos golpes na perna, com uma estocada nas costas, recuo cerca de 5 metros do meu inimigo, ele correu em minha direção tentando um chute em meu peito (eu estava levantado), com uma esquiva lateral, me abaixo dando outra estocada na verilha da perna que estava alta, puxei a perna dele e recueie para a lateral direita cerca de 4 metros, ele tentava loucamente me acertar com sua lança, mais a raiva o cegava, e muito machucado, seu golpes eam ainda mais lentos, repelia os ataques e o devolvia com o mesmo imacto pelo meu escudo éolico, quando ele parou, controlo uma rajada de vento coma ajuda de minha espada de ouro branco, e o desequilibro, sem perder tempo, pulo na floresta e corro pela minha vida com meu corpo todo doendo,indo em direção contraria que o garoto seguia, sentindo o mesmo pelo cheiro.


Spoiler:
obs:leve em consideração que usei a habilidade de meu escudo em todos os ataques.(a habilidade é absorver a energia dos ventos e devolve-la)
todos os passivos estão devem ser levados em conta

Nível 1 ~ Controle sobre o ar iniciante – Você pode controlar pequenas correntes de ar, derrubando assim seu inimigo.


Billy Havely
Filhos de Éolo
Mensagens :
100

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Colina ♠Local Público Oficial♠

Mensagem por Gerard Hearl em Ter Abr 17, 2012 6:53 pm

O Lugar estava muito calmo... Uma coisa iria acontecer, eu pressentia aquilo. Mais campistas chegaram no local então balançei Leônidas e me levantei do chão. Subi em cima dele e segurei em seus pelos batendo os meus pés calmamente em sua cocha, dando sinal para que ele saísse do local.

- Vamos voltar... - sussurrei no ouvido de Leônidas.

Começou a ter uma briga no local, não sabia o motivo pois já estava bem longe do local, só dava para ver dois campistas no topo do colina. Quando voltei para o chalé meus olhos começaram a fechar, era o sono. Deitei na minha beliche junto com Leônidas e tentei dormir.
Gerard Hearl
Filhos de Herácles
Mensagens :
142

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A Colina ♠Local Público Oficial♠

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 5:11 am

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 21 1, 2, 3 ... 11 ... 21  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum