Percy Jackson e os Olimpianos RPG BR
Bem vindo ao maior fórum de RPG de Percy Jackson do Brasil.

Já possui conta? Faça o LOGIN.
Não possui ainda? Registre-se e experimente a vida de meio-sangue.

The Flame of Olympus

Página 3 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

The Flame of Olympus

Mensagem por Harry S. Sieghart em Ter 27 Nov 2012, 11:24

Relembrando a primeira mensagem :

A forja não é nem tão grande e nem tão pequena, porém é realmente abafado nela. Os moldes para as armas ficam espalhados atrás do "balcão" onde Isabella fica. Há cadeiras espalhadas pela forja, para a espera dos semideuses. A forja está quase sempre aberta, exceto quando Isabella sai para alguma missão. As paredes da forja estão cobertas de prateleiras com todos os materiais disponíveis para as forjas, no teto está desenhado um martelo, e não muito longe do balcão, fica a fornalha central, a maior de todas. Há mais duas fornalhas, porém apagadas, já que não eram muito usadas.Há também uma espécie de "refrigerador" para os itens forjados.

Peço que ao pedirem sua arma, levem em consideração o meu nível, eu não posso fazer muitas coisas devido ao meu nível, porém farei tudo que estiver ao meu alcance para agradar.Não esqueçam de descrever bem os detalhes da arma.

Código:
Nome da arma:
Materiais:
Detalhes da arma:
Harry S. Sieghart
avatar
Filhos de Hefesto
Mensagens :
261

Localização :
Acampamento

Voltar ao Topo Ir em baixo


Re: The Flame of Olympus

Mensagem por Bryann Lee em Qua 13 Fev 2013, 14:41

Nome da arma:Typlohsion
Materiais:Bronze
Detalhes da arma:É uma lança que ao apertar um determinado botão,ela se alonga,mesmo sendo longa,a arma é muito leve.
Altura Máxima da Arma:1,50(quando o botão é pressionado)
Bryann Lee
avatar
Indefinido
Mensagens :
41

Localização :
Logo atras de vc,pronto para te matar

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Flame of Olympus

Mensagem por Gilan Scot Bailey em Qui 14 Fev 2013, 04:02




Gilan S. Bailey

Feiticeiro de Circe
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________

Em uma tarde monótona no acampamento meio-sangue, Gilan resolveu passar na forja de seu amigo Harry, para pedir um item que há muito queria. Adentrou o local, era extremamente abafado. Logo à frente do semideus encontrava-se um balcão, e atrás dele o forjador.

-Gilan, gostaria que eu forjasse algo para você? -Questionou o filho de Hefesto, assim que viu o filho de Quione entrar em sua loja.

-Sim, gostaria que forjasse um bracelete para mim. Um bracelete que impeça que a corda de meu arco machuque meu braço e que na parte superior haja uma estrutura que direcione alguns projéteis, que criarei com meus poderes, aumentando a precisão do tiro. Funcionando como uma besta. -Explicou o feiticeiro.

______________________________________________________________________
______________________________________________________________________


Detalhes do Item


Mithril
[Feito de prata, o bracelete tem a função de proteger o braço de Gilan, quando este usa seu arco. No entanto, na parte superior do bracelete há uma estrutura para acomodar projéteis de gelo (criados por Scot, por meio de seus poderes) aumentando a precisão do tiro].

Nome da arma: Mithril
Materiais: Prata
Detalhes: Citados logo ali em cima.

OBS: Poderia fazer por menos de 45 dracmas? É tudo o que tenho.. 'herp



Thanks Thay Vengeance @ Cupcake Graphics ~ Presente de Aldrick chevalier, meu miguinho
Gilan Scot Bailey
avatar
Filhos de Despina
Mensagens :
67

Localização :
Ilha de Circe

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Flame of Olympus

Mensagem por Edward M. Crawford em Qui 14 Fev 2013, 18:03

Nome da arma: Kill
Materiais: O que a prole de Hefesto achar melhor. (Ver detalhes da arma)
Detalhes da arma: Um colar de cor cinza com um pingente em formato de um coruja. Os olhos da coruja são vermelhos. Quando o dono quiser o pingente se transforma em uma foice completamente preta, a arma é leve e na lâmina tem "Kill" em vermelho-sangue.
Edward M. Crawford
avatar
Filhos de Ares
Mensagens :
127

Localização :
Sabe os deuses

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Flame of Olympus

Mensagem por Elliot Cumming em Qui 14 Fev 2013, 18:27






☾ Amy D'Lunnes ☽
Spoiler:
Nome da arma: Kryo
Materiais: Prata Sagrado.
Detalhes da arma: ♦ Kryo [Anel prateado em formato de lua que, quando acionado, se transforma em um arco feito de prata sagrado com lâminas em formato de luas nas extremidades]

Era um dia tranquilo. Eu faltava diariamente ás atividades do acampamento porque não tinha muitas armas e não sabia muito bem como maneja-las. Por alguma sorte, eu sabia usar um arco com naturalidade, e gostava dos emprestados pelo acampamento. Mas eu não tinha um meu, no qual eu pudesse usar nas atividades não obrigatórias do acampamento. Resolvi pedir uma na primeira forja que encontrei. Bem, me surpreendeu.

Eu nunca visitara uma forja antes, e era linda. Decorada com várias máquinas e tingidos de uma cor metálica. Fumaça saia das chaminés de metal atrás do chalé de Hefesto. Eu me aproximei, e entrei na primeira que vi. Foi aleatório, e não sabia se era boa ou não. Mas haviam algumas pessoas esperando, e resolvi entrar no mesmo. Anotei o pedido em um bloco de anotações e entreguei ao responsável pelo local.

▬ Forje por quanto você quiser. Meu problema não é muito o dinheiro. ▬ Falei, pegando um amontoado de dracmas de meus bolsos. Despejei 30 nas mãos do filho de Hefesto após o mesmo dizer o preço da arma que eu havia encomendado. Resolvi me sentar e esperar o mesmo fazer o seu trabalho.




Elliot Cumming
avatar
Filhos de Tânatos
Mensagens :
234

Localização :
Acampamento Meio-Sangue

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Flame of Olympus

Mensagem por Harry S. Sieghart em Qui 14 Fev 2013, 20:31








De volta à forja


Naquele dia comecei a ouvir as vozes, que me falavam coisas sobre meu destino, do dia em que eu me tornaria de um sujeito ordinário, a um sistemático assassino...






A confirmação da arma veio, assim como chegaram mais clientes. Eu estava tendo muito trabalho com aquela forja, às vezes me passava pela cabeça fechá-la. Mas eu tinha que admitir que gostava de trabalhar naquele lugar, eu me sentia bem ajudando aos outros e forjando novas armas.

Uma espada bem detalhada, a que eu iria forjar. Mas não era tão complicado assim, não como outras que eu já havia forjado. Eu só iria precisar de prata e de bronze, prata e paciência para arrumar cada detalhe. Mas eu ia ver um sorriso no rosto de minha cliente a qualquer custo, ah se ia.

Fui até a minha estante e peguei a fôrma de espada mais caprichada que eu tinha, para que cada detalhe saísse perfeito naquela arma. Peguei também o recipiente feito de uma liga metálica resistente para que pudesse suportar o metal derretido. Por último peguei a pinça que poderia ser usada para dar detalhes à espada. Coloquei tudo na minha bancada de trabalho.

Então, voltei para a minha estante e peguei a prata e o bronze. Levei os metais até a minha fornalha, e os coloquei para derreter. Aguardei por um tempo, até que os metais atingiam o ponto de fusão e derreteram.

Então, eu peguei o meu recipiente e o líquido foi espalhado no mesmo. Levei-o para o molde, e o coloquei lá. Esperei que se espalhasse e então o levei para o meu refrigerador. Mais tempo de espera, me deixando ainda mais ansioso, mas, fazer o quê?

Depois de a prata ter finalmente voltado ao estado sólido, e se moldado na forma de lâmina, e o bronze ter se moldado na forma de cabo. Retirei rapidamente a espada de dentro do refrigerador, peguei o meu martelo e levei os dois para a bancada de trabalho.

Comecei a dar várias pancadas na espada, usando o meu martelo. A cada pancada, a lâmina ficava mais afiada, a espada ganhava melhor forma e resistência, tudo do melhor modo que eu podia fazer. Finalmente a espada estava pronta, faltando os detalhes, que eu iria adicionar naquele momento.

Aos poucos, eu fui trabalhando a espada, para que ela ficasse com os detalhes pedidos pela ninfa. Assim que o trabalho estava pronto, levei a espada para a cliente, peguei os dracmas, e suspirei de alívio.

Novos pedidos chegavam, o próximo que eu teria que fazer seria um chicote. Nada muito complicado, mas o material necessário era meio caro, portanto, precisei pensar por alguns instantes o preço que eu julgava necessário para fazer o que ela me pedia.

- 35 dracmas, aceita?

Depois, um filho de Ares chegou a minha forja. Ele pediu um item simples, mas o problema eram os materiais que ele pedia, eram bem caros. Mas eu decidi não cobrar tão caro, então pensei em um preço que eu achei razoável.

- 35 dracmas, mas eu não posso fazer você enxergar pelo olho de um ciclope, eu não sou um deus, aceita?

Enquanto o cliente pensava no preço, fui até o semideus que emanava uma aura sinistra. Eu já havia sentido aquela aura antes, ele era um filho de Tânatos. Eu tive uma sensação estranha, como se a felicidade estivesse se esvaindo só por eu chegar perto do semideus, então, fui o mais rápido possível na hora de receber o pedido dele.

Um escudo, o símbolo da morte - o que confirmou que ele era filho de Tânatos -, e transmutação em bracelete. Não era muito complicado, mas eu usaria magnésio, então decidi cobrar trinta dracmas pelo serviço. Ofereci o preço ao semideus, e o mesmo aceitou, então eu me afastei para começar o meu trabalho.

Fui até a minha estante mais uma vez e peguei uma nova fôrma, os outros materiais já estavam na bancada de trabalho, então, apenas coloquei a fôrma por lá e fui pegar o magnésio. Coloquei o metal na minha fornalha e esperei que o mesmo derretesse. Observei atentamente cada um dos clientes naquela forja, até o metal ter finalmente atingido o ponto de fusão e derretido.

Então, peguei o recipiente feito com a liga metálica e despejei o metal no mesmo. Levei-o para a minha bancada de trabalho, e rapidamente coloquei a maioria do metal no escudo. Depois, moldei um bracelete com o restante do metal e coloquei os dois no refrigerador. O trabalho estava quase pronto, faltava pouco.

Assim que ficaram prontos, retirei o escudo e o bracelete do refrigerador e os levei para a minha área de trabalho. Peguei o meu martelo da forja, e repeti o processo que eu já havia feito tantas vezes, para dar mais resistência e melhorar a forma do escudo. Adicionei os detalhes finais no escudo e então o coloquei ao lado do bracelete.

Fiz uma prece a Hefesto e entoei uma canção, como eu sempre fazia. Logo, o escudo e o bracelete haviam se tornado um só, e então eu o levei até o meu balcão, entreguei-o ao filho de Tânatos e peguei os trinta dracmas. Observei enquanto saía e depois fui atender a outra cliente.

Ela também queria um escudo, mas esse seria muito mais detalhado que o do filho de Tânatos. Eu teria que fazer um esforço para fazer o escudo com cada detalhe que havia sido pedido, mas eu aceitei o desafio. A semideusa disse que só tinha 23 dracmas, e perguntou se eu poderia fazer pelo preço que ela pedira. Não parecia justo, mas eu aceitei apenas porque era tudo que ela tinha.

Fui para a minha estante e peguei a prata. A fôrma usada seria a mesma que eu já havia usado para forjar o escudo do filho de Tânatos. Os outros materiais também estavam na minha bancada de trabalho, de modo que eu fui diretamente para a fornalha e coloquei a prata lá. Esperei mais uma vez, e depois de um tempo, o metal estava derretido.

Repeti o processo de pegar o recipiente, despejar o líquido no mesmo, levar até a bancada e colocar na fôrma. Depois moldei o bracelete novamente. Então, mais uma vez eu levei até o refrigerador e esperei. Enquanto esperava, pensei nas coisas que eu iria forjar pra mim quando tivesse tempo - e eu não costumava ter tempo.

Logo o escudo e o bracelete estavam prontos, e eu levei-os até a minha bancada. Peguei o meu martelo, e dei várias pancadas no escudo , para aumentar ao máximo a resistência, e dar a melhor forma possível. Adicionei os pingentes ao bracelete, e depois comecei a desenhar no escudo.

A paisagem do escudo estava pronta depois de um tempo, então eu coloquei o mesmo do lado do bracelete, e fiz a prece a Hefesto. Entoei a canção novamente, fazendo o escudo e o bracelete virarem um. Levei o bracelete até a garota e entreguei para ela. Meu trabalho naquele escudo estava pronto.

Um filho de Hécate adentrou a minha forja depois, ele me pedia uma lança que mudava de tamanho. Analisei o seu pedido e depois dei o preço da arma dele.

- 30 Dracmas, tudo bem?

O próximo a entrar na forja foi o meu amigo Gilan, que eu não via há tempos. Apertei a mão do mesmo e depois ouvi o seu pedido. Não era algo difícil, mas eu teria de usar um material caro, e precisaria repô-lo.

- 30 dracmas, Gilan.

O próximo foi um filho de Ares, Jon. Eu já havia visto o mesmo, mas não me lembrava onde. Ele me pedia uma bela arma, que eu teria prazer em forjar, mas ele deixou o material comigo. Para não ser injusto, ofereci três.

- Posso fazer de bronze sagrado, por 35 dracmas, de prata, por 30 dracmas, ou de aço, pelo mesmo preço da prata. Acho que os três se adaptariam bem. Depois eu uso um pouco de tintura e deixo a lâmina negra.

Depois, chegou uma outra garota. Ela me pareceu meio esnobe, mas eu não falei nada, apenas disse que o arco dela ficaria por trinta dracmas. Ela logo colocou os dracmas na minha mão e eu os guardei comigo. Então, mais uma vez iria trabalhar.

Peguei a prata em minha estante e também peguei uma fôrma de arco. Eu queria terminar logo, mas mesmo assim queria que fosse perfeito. Coloquei a fôrma em minha bancada de trabalho e a prata na fornalha. Esperei por um tempo, até que a prata entrasse no estado líquido.

Depois disso, peguei a mesma com o recipiente já preparado e a coloquei na fôrma. Depois, entoei uma canção grega, e fiz uma prece para o meu pai, fazendo com que ele abençoasse o metal, deixando-o na forma sagrada. Moldei o anel pedido pela garota. Depois, levei o arco e o anel para o refrigerador, e mais uma vez tive de esperar.

Assim que o metal se solidificou, eu o retirei os dois materiais e coloquei-os na bancada. Com o meu martelo da forja, eu dei as pancadas necessárias, porém, de forma mais delicada, apenas para dar forma e afiar as lâminas do arco.

Depois, coloquei o anel ao lado do arco e entoei a canção mais uma vez. Por fim, falei com o meu pai mais uma vez, e vi o arco e o anel se fundindo em um só. Entreguei a forja na forma de anel para a garota.


- Aqui está, obrigado.

Acréscimos e Retiradas:
Acréscimos:
Harry: 113 Dracmas

Aquarious: ♦ {Excalibur} / Espada [No modelo original de uma das mais famosas laminas da idade celta. Foi forjada com outros materiais. Mas mantendo sempre os mesmos detalhes. Seu cabo é feito em um tipo de bronze envelhecido para dar um luxo. O Pombo é entalhado em forma de coroa. A Lamina é produzida em prata pura. A alguns detalhes nela mantendo os matérias do cabo. Como espécies de tranças. É Leve e bem afiada. Pode ser manuseada perfeitamente pela ninfa. E também confere a dona poder estender seus poderes através da lamina] [Bronze e Prata] (5) {Não controla elementos} [Forjado por Harry S. Sieghart]

Victor Renzo: ♦ {Protector Mortis} / Escudo [Um bracelete com o símbolo da morte. Quando o dono desejar, o mesmo se transforma em um escudo com o mesmo símbolo que o bracelete, feito de magnésio.] [Magnésio] (2) {Não controla elementos} [Forjado por Harry S. Sieghart]

Fernanda Cristina: ♦ {Luare} / Escudo [Uma pulseira feita de prata, com vários pingentes de lua na mesma. Quando o usuário desejar, ele pode transformá-la em um escudo do mesmo material. No escudo existe uma bela paisagem: um céu estrelado, com uma lua cheia e uma praia deserta. As estrelas são pequenos espinhos.] [Prata] (4) {Não controla elementos} [Forjado por Harry S. Sieghart]

Amy D'Lunnes: ♦ {Kryo} / Arco [Anel prateado em formato de lua que, quando acionado, se transforma em um arco feito de prata sagrado com lâminas em formato de luas nas extremidades] [Prata] (4) {Não controla elementos} [Forjado por Harry S. Sieghart]

Retiradas:

Harry S. Sieghart: 3x Prata, 1x Bronze, 1x Magnésio

Aquarious: 30 Dracmas

Victor Renzo: 30 Dracmas

Fernanda Cristina: 23 Dracmas

Amy D'Lunnes: 30 Dracmas

Aos clientes não atendidos:
Elizabeth: Faltam detalhes na sua arma, melhore a descrição e me diga o material necessário, por favor.

Oliver: Eu não posso forjar magnésio ainda, me desculpe.





JESS




♦ Atualização ♦
Harry S. Sieghart
avatar
Filhos de Hefesto
Mensagens :
261

Localização :
Acampamento

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Flame of Olympus

Mensagem por Gilan Scot Bailey em Qui 14 Fev 2013, 21:16




Gilan S. Bailey

Feiticeiro de Circe
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________



- 30 dracmas, Gilan. –Disse o forjador.

O preço aparentava bom, visto que Gilan havia se preparado para gastar suas economias restantes.-Negócio fechado! –Respondeu o feiticeiro.


______________________________________________________________________
______________________________________________________________________


Thanks Thay Vengeance @ Cupcake Graphics ~ Presente de Aldrick chevalier, meu miguinho
Gilan Scot Bailey
avatar
Filhos de Despina
Mensagens :
67

Localização :
Ilha de Circe

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Flame of Olympus

Mensagem por Laureen L. Blanck em Qui 14 Fev 2013, 21:36


'Black', 'White', 'Day', 'Night'


A pequena filha de Thanatos estava em seu chalé, mantendo-se afastada dos outros campistas como qualquer aspirante à morte faria, quando pensa que seria bom se sua foice fosse branca. Afinal, o branco era a cor que mais lhe lembrava morte, acima inclusive do preto, e por isso usava-a. Levantou-se lentamente e trocou a camisola longa que usava por um conjunto de vestido, sapatilha e bolero brancos, começando a procurar um acessório. Logo acha uma gargantilha de tecido branco, com uma pedra preciosa no centro.

Ao chegar lá, entra em uma forja que poderia ser igual a todas as outras, assim como poderia não ser. A garota não sabia, afinal era a primeira vez que fora até o conjunto abafado de quartos ainda mais quentes. Sua presença por si só já chama a atenção do filho de Hefesto que ali trabalhava, e ela entrega o acessório, fazendo seu pedido:

- Poderia fazer uma foice leve? Estava pensando em materiais mais claros, com uma fileira de howlitas, a pedra da gargantilha, na junção do cabo da foice com a lâmina. Se puder, faça com que ela se transforme nessa gargantilha. – Fala calmamente, com uma voz neutra que não demonstra nada, nenhum sentimento ou agitação.

Spoiler:
Nome da arma: White Scythe

Materiais: Magnésio no cabo, aço na lâmina e howlitas (pedras preciosas) na decoração. Caso não tenha um dos materiais, pode trocar por algum parecido.

Detalhes da arma: {White Scythe} / Foice [ Foice com cabo de magnésio e lâmina de aço, extremamente afiada. É uma arma bem-feita, com alguns caprichos pedidos pela dona: howlitas envolvem a ligação de cabo e lâmina. Transforma-se em uma gargantilha delicada de tecido branco com uma howlita no meio. ] {Magnésio, Aço e Pedras Preciosas} (1) {Não controla elementos} [Forjado por Harry S. Sieghart]

Observações:
- Se o pedido custar 50 dracmas ou menos, irei aceitar, basta só afirmar no post isso e forjar direto. Se ficar mais caro, mande uma mp, por favor.
- Como dito acima, se o material estiver em falta pode trocar por algum parecido, mas se preferir mande uma mp para que tudo fique certinho.
- Teria como fazer a arma rápido? Eu quero usá-la em uma missão... Mas sem problemas, também, se não der.
- Obrigada :3

Links para melhor visualização: Howlita
Gargantilha (Imagine ela branca com uma howlita no meio)


It's all the same
Laureen L. Blanck
avatar
Filhos de Tânatos
Mensagens :
21

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Flame of Olympus

Mensagem por Elizabeth Chase em Qui 14 Fev 2013, 23:20

Me desculpe, vou tentar detalha-la mais.
Nome da arma:κυνηγός
Materiais: Metal e fibra de vidro, as flechas podem ser de prata, ou bronze se for mais barato...
Detalhes da arma:
Cross-bow feita de fibra de vidro, e metal para os mecanismos e os arcos frontais, com a frente do arco dupla(Dois arcos "sobrepostos"), e um mecanismo que faz os arcos se deslocarem, um para cada lado, me permitindo atirar uma flecha para cada lado de uma vez.
(Se já assistiu “João e Maria Caçadores de Bruxas” sabe do que eu falo...)
E com 15 flechas.
- Quanto vai ficar? – Perguntei temendo a resposta.
Elizabeth Chase
avatar
Indefinido
Mensagens :
158

Localização :
Siga a Trilha de folhas de carvalho , e entre na parte mais fechada da floresta, de lá a coruja preta o guiará.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Flame of Olympus

Mensagem por Bryann Lee em Sex 15 Fev 2013, 14:26

O filho de Hefesto havia feito um otimo trabalho,eu havia adorado a arma,pago os 30 dracmas,e saio rapidamente da forja,pois havia muitas pessoas no local
Bryann Lee
avatar
Indefinido
Mensagens :
41

Localização :
Logo atras de vc,pronto para te matar

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Flame of Olympus

Mensagem por Oliver H. Greyback em Sex 15 Fev 2013, 15:53





Oliver Holmes Greyback


______________________________________________________________________
______________________________________________________________________

Entro na área das forjas, um lugar irremediavelmente quente e desconfortável para mim, que prefiro muito mais os ambientes frios. Vou andando até encontrar uma que me parecia melhor. Entro na forja, ela não é grande nem pequena, porém é realmente abafado nela. Havia alguns moldes para armas espalhados atrás do "balcão". Era possível ver várias cadeiras espalhadas pela forja, presumi eu que eram usadas para que os clientes esperassem. As paredes da forja estavam cobertas de prateleiras com todos os materiais disponíveis para as forjas, no teto está desenhado um martelo, e não muito longe do balcão, ficava uma fornalha central, a maior de todas. Havia mais duas fornalhas, porém apagadas. Num canto do estabelecimento encontrava-se também uma espécie de "refrigerador" para os itens forjados. Tiro do bolso da calça um papel dobrado e olho para o rascunho. É, o desenho não havia ficado tão ruim. Me apoio no balcão e, me dirijo à garota do outro lado do mesmo:
- Com licença.
- O que deseja?
- Eu gostaria que fizesse um escudo para mim. Tenho aqui um desenho, para ficar menos complicado. - Entrego o desenho à filha de Hefesto que havia me atendido, e começo a especificar como quero o escudo: - Bom, na verdade é um relógio, que vira um escudo ao meu desejo. Feito de aço . Bem simples, sem nenhum detalhe em especial. Será que daria pra fazer por umas 40 dracmas?

Nome da arma: Ámyna
Tipo de arma: Relógio que vira escudo
Materiais à ser usado: Aço
Descrição desejada: Ámyna [Relógio que vira um escudo de formato suíço, feito inteiramente de aço, exceto as tiras de couro que o prendem ao braço do usuário, leve e bastante resistente]




______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
Oliver H. Greyback
avatar
Filhos de Despina
Mensagens :
722

Localização :
Purgatório

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Flame of Olympus

Mensagem por David Canington em Sex 15 Fev 2013, 23:29


Uma nova arma.




Chego as forjas já odiando o calor emitido. Encaminho-me para o balcão e chamo pelo forjador. Entrego-lhe uma pequena folha com meu pedido.

- Se puder fazer por 30 dracmas...

Spoiler:
Ficha:

Nome da arma: Κρυφό
Materiais: Aço
Descrição da arma: Κρυφό / Luvas de Couro [Luvas de couro comuns. As luvas dão mais firmeza ao segurar um arco, sendo assim, capacita maior precisão. As luvas, quando o usuário desejar, liberam duas lâminas de aço localizadas na parte externa da mão. Cada lâmina possui 15 cm. Por a lâmina ser leve e servir como uma "extensão" do corpo, não se precisa muita perícia para usa-las. As luvas por serem de couro não interferem na flexibilidade das mãos.]



Ação: -- Música: --
Notas: --
David Canington
avatar
Filhos de Despina
Mensagens :
29

Localização :
Não é do seu interesse.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Flame of Olympus

Mensagem por Jonas W. Harris em Sab 16 Fev 2013, 14:29

Pensei um pouco, mas o preço era justo.
— Tudo bem, preço aceito. Utilize o olho apenas como enfeite no cabo mesmo.
Me virei e aguardei que a adaga ficasse pronta.
Jonas W. Harris
avatar
Filhos de Ares
Mensagens :
565

Localização :
Into the Badlands

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Flame of Olympus

Mensagem por Edward M. Crawford em Sab 16 Fev 2013, 15:49

Dei um sorriso olhando para o filho de Hefesto, a Forja parecia bem cheia de cliente.

- De prata, por favor. Aproveite e quero que modifique uma arma para mim. Dou 15 dracmas, pois é o único dinheiro que eu tenho.

Ficha:

Nome da arma: Death; Blood
Materiais: - Espada de Bronze sagrado . - Escudo Comum
Detalhes da arma: O FIlho de Hefesto irá modificar a espada, fazendo com que a mesma tenha uma descarga elétrica, se assim for possível. Bem, a espada terá metade de sua lâmina solta, que estará presa ao restante da lâmina por uma corrente, mas não será possível perceber tal detalhe. Para a lâmina se soltar, um botão estará na empunhadura da espada, que quando apertar a lâmina saí com um impulso e se a lâmina já estiver solta, ela voltará ao normal. A lâmina terá cor vermelha e o nome dela ficará na parte solta dela.
Usar o escudo para fazer a corrente e o que mais precisar. O restante do escudo, se der, fazer uma adaga rápida, de 25 cm. Cor da lâmina será preta e se chamará Blood.

PS. - Seria bom fazer tudo por 45 dracmas, pois só tenho isso de dim dim. ç-ç
Edward M. Crawford
avatar
Filhos de Ares
Mensagens :
127

Localização :
Sabe os deuses

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Flame of Olympus

Mensagem por David Canington em Seg 25 Fev 2013, 20:28


Cancelo o meu pedido.






David Canington
avatar
Filhos de Despina
Mensagens :
29

Localização :
Não é do seu interesse.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Flame of Olympus

Mensagem por Oliver H. Greyback em Seg 25 Fev 2013, 21:11

Vou ter que cancelar o pedido (vc demorou muito, meu caro).
Oliver H. Greyback
avatar
Filhos de Despina
Mensagens :
722

Localização :
Purgatório

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Flame of Olympus

Mensagem por Harry S. Sieghart em Qui 28 Fev 2013, 09:37

OFF: Se esse post for considerado flood, peço que seja excluído. Se não for... Peço desculpas para todos os players que ainda não tiveram suas armas forjadas, sendo que alguns tiveram que cancelar o pedido. Sinto muito, mas a culpa disso não é minha, eu estou na minha segunda semana de provas, portanto, não estou tendo tempo para escrever meus posts de forja. Eu forjarei as suas armas assim que for possível, peço a todos que postaram um pouco de paciência, ou, se preferirem, podem pedir em outra forja e cancelar o pedido aqui.

Garanto que forjarei os itens sábado ou domingo. Desse final de semana não passa. Mais uma vez, peço desculpas pelo meu atraso.
Harry S. Sieghart
avatar
Filhos de Hefesto
Mensagens :
261

Localização :
Acampamento

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Flame of Olympus

Mensagem por Harry S. Sieghart em Sab 02 Mar 2013, 23:28








De volta à forja


Naquele dia comecei a ouvir as vozes, que me falavam coisas sobre meu destino, do dia em que eu me tornaria de um sujeito ordinário, a um sistemático assassino...






Mais confirmações de pedidos, e mais cientes chegando na minha forja. Eu já começava a ficar sobrecarregado, mas procurava não mostrar isso para meus clientes, meio que não pegava bem. A primeira confirmação foi de Gilan. Então, fui para a minha estante, peguei a prata que iria usar no bracelete e a coloquei em minha bancada de trabalho. Iria testar algo novo, que eu nunca havia feito antes.

Comecei a me concentrar no metal e a pensar nele mudando de forma, se moldando até virar um bracelete. Coloquei as minhas mãos sobre o metal, ainda me concentrando o máximo possível na minha tarefa, até que eu vi o metal se contorcendo, e se remodelando. Depois, me concentrei mais ainda para fazer os detalhes, que seriam mais complicados, mas por fim eu os fiz. O bracelete estava pronto.

Caí de joelhos antes de pegar o bracelete para entregá-lo à Gilan. O controle sobre os metais de forma tão ampla me desgastava, então, achei melhor fazer os outros pedidos da maneira antiga. Entreguei o bracelete para Gilan, peguei os dracmas, e me despedi dele.

Logo, veio uma filha de Tânatos à minha forja, ela me pedia uma foice, que usaria aço, magnésio e pedras preciosas. Mas eu ainda não conseguia usar pedras preciosas em meus trabalhos, como expliquei para a semideusa. Ela foi compreensiva e aceitou que eu forjasse a arma sem as howlitas.

Peguei o magnésio e o aço na minha estante e os coloquei para derreter. Ainda estava meio tonto depois de me concentrar tanto, mas não deixei isso transparecer. Enquanto o metal derretia, fui atender à próximo cliente. Ela pedia uma espécie de besta dupla, que chamava de Cross-bow. Eu usaria prata e bronze na forja, materiais bem caros, mas decidi não elevar muito o preço.

- Quarenta e cinco dracmas, aceita?

Enquanto ela pensava no preço, voltei até a minha fornalha e retirei os metais de lá usando o controle sobre os mesmos. Coloquei o aço sobre a fôrma da lâmina, e moldei o magnésio com a forma de um cabo. O trabalho de controlar metais era bem mais fácil quando eles estavam em estado líquido, pois rapidamente o cabo estava pronto, e eu só precisei levar a lâmina para o refrigerador.

Enquanto eu esperava que a lâmina retornasse ao estado sólido, fui até o filho de Ares, Jonas. Ele havia aceitado o meu preço, então, movi o bronze sagrado de minha estante até a fornalha, deixando lá para derreter. Voltei para o refrigerador, peguei o aço e o levei até minha bancada de trabalho.

Não precisava mais do meu martelo, eu usava o controle sobre os metais para deixar a lâmina mais afiada, e deixá-la com a forma certa. Depois de terminar, juntei a lâmina ao cabo, e depois coloquei a gargantilha ao lado da foice. Entoando uma antiga canção grega, eu fiz com que a foice e a gargantilha se fundissem, então entreguei o item à filha de Tânatos, pegando os dracmas.

Trouxe o bronze sagrado para a minha bancada de trabalho, o moldei em forma de lâmina e o coloquei no refrigerador. Enquanto esperava que ele se solidificasse, fui até o outro filho de Ares. Além de confirmar o pedido anterior, ele ainda fez um novo pedido. Eu não poderia eletrificar sua espada, mas o restante eu poderia, e como ele oferecia suas armas pra material, deixei a segunda arma de graça.

Peguei o seu escudo e o coloquei na fornalha, depois, fiz o mesmo com a prata que seria usada na foice e voltei para o refrigerador. Retirei o metal de lá, e comecei a moldá-lo, para aumentar seu fio e deixar a adaga com a melhor forma possível.

Adicionei o seu cabo, e depois o olho de ciclope. Por fim, pintei a arma na cor que Jonas queria, e entreguei o trabalho a ele, pegando os dracmas. Peguei o metal do escudo, e a prata. Moldei a primeira como uma foice e a coloquei no refrigerador. A segunda eu moldei como uma corrente, depois peguei a espada e comecei a colocar os detalhes que o filho de Ares havia pedido.

Depois, peguei a arma no refrigerador e repeti o processo de afiar, dar melhor forma, essas coisas. Pintei a arma na cor que o filho de Ares havia pedido e a coloquei perto do colar com pingente de coruja. Mais uma vez, a canção, e mais uma vez, meu trabalho estava feito. Entreguei as duas armas para o filho de Ares e peguei os dracmas, agradecendo.


Acréscimos e Retiradas:
Acréscimos

Harry S. Sieghart: 130 dracmas

Gilan Scot Bailey: {Mithril} / Bracelete [Feito de prata, o bracelete tem a função de proteger o braço de Gilan, quando este usa seu arco. No entanto, na parte superior do bracelete há uma estrutura para acomodar projéteis de gelo (criados por Scot, por meio de seus poderes) aumentando a precisão do tiro]{Prata} (5) {Não controla elementos} [Forjado por Harry S. Sieghart]

Laureen L. Blanck: {White Scythe} / Foice [Foice com cabo de magnésio e lâmina de aço, extremamente afiada. É uma arma bem-feita, com alguns caprichos pedidos pela dona: transforma-se em uma gargantilha delicada de tecido branco.] {Magnésio e Aço} (1) {Não controla elementos} [Forjado por Harry S. Sieghart]

Jonas Magnus C.: { Justice} / Adaga [Adaga de bronze sagrado. Sua lâmina possuí uma coloração branca, pálida como a neve. Em seu punho possuí um olho de ciclope, que serve apenas como um enfeite da arma. Seu cabo feito em Madeira, possuí escrito: Justice, em letras cursivas bem desenhadas]{Bronze Sagrado, Madeira e Olho de Ciclope} (5) {Não controla elementos} [Forjado por Harry S. Sieghart]

Jon Struget: {Kill} / Foice [Um colar de cor cinza com um pingente em formato de um coruja. Os olhos da coruja são vermelhos. Quando o dono quiser o pingente se transforma em uma foice completamente preta, a arma é leve e na lâmina tem "Kill" em vermelho-sangue.]{Prata} (3) {Não controla elementos} [Forjado por Harry S. Sieghart]

{Death} / Espada [A espada tem metade de sua lâmina solta, que estará presa por uma corrente, impossível de ser vista. Para a lâmina se soltar, deve ser pressionado um botão em sua empunhadura. Para a lâmina voltar ao normal, basta pressionar esse botão novamente. Com a cor vermelha, a lâmina tem o nome Death gravado.]{Bronze Sagrado} (3) {Não controla elementos} [Forjado por Harry S. Sieghart]

Retiradas

Harry S Sieghart: 2x Prata, 2x Tintura, 1x Magnésio, 1x Madeira e 1x Aço.

Gilan Scot Bailey: 30 dracmas

Laureen L. Blanck: 40 dracmas

Jonas Magnus C.: 30 dracmas

Jon Struget: 30 dracmas

Poderes Utilizados:
Nível 7. Capacidade de encantar as armas com atributo de transformação em outro objeto. [Ex.: Espada em anel – Maça em pulseira – etc]

Nível 10. O controle está melhorado, sendo capaz de controlar qualquer metal, independente do peso, porém a deformação só é simples em metais como ferro, aço e alumínio, em caso de ouro e prata é um pouco mais difícil e em titânio e outros mais complexos é impossível ainda.





JESS




♦ Atualização ♦
Harry S. Sieghart
avatar
Filhos de Hefesto
Mensagens :
261

Localização :
Acampamento

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Flame of Olympus

Mensagem por Christopher Mason em Dom 03 Mar 2013, 02:09


__Eu caminhava lentamente com as mãos nos bolsos. Procurava por uma forja famosa, ou de boa aparência...ou que não estivesse abandonada. Muitas delas estavam, talvez pelas mortes dos forjadores, ou alguns resolveram se distanciar do acampamento, ter uma vida normal. Mas isso não importava, eu estava ansioso para pedir o novo 'produto' que eu almejava.
__Após poucos minutos andando pelo local das forjas, eu finalmente havia encontrado uma que me agradava apenas ao olhar. Havia alguns clientes, uns indo embora e outros chegando. Poderia demorar a chegar a minha vez de ser atendido, mas se eu obtivesse o que eu queria, teria valido a pena cada minuto em pé naquele lugar abafado.
__Logo depois de alguns minutos, o filho de Hefesto vinha em minha direção. Eu acenei e tirei um papel do bolso, com uma escrita um pouco rabiscada.

Pedido:

Justice • Falcão feito de bronze sagrado, com 27 centímetros de comprimento. Possui olhos vermelho-sangue, com os quais pode enxergar inimigos a uma distância razoável. Voa velozmente, e possui bico e garras bastante afiada. Tem um dispositivo de comunicação que o liga ao Revenge, permitindo a Christopher falar com seu irmão, Willian. •

__Eu esperei a resposta do rapaz e o preço. Willian ainda não estava ali, talvez estivesse ocupado. Fiquei esperando pacientemente.
Christopher Mason
avatar
Filhos de Ares
Mensagens :
1203

Localização :
Las Vegas, Nevada

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Flame of Olympus

Mensagem por Willian Mason em Dom 03 Mar 2013, 02:40


Raiva, frustação, era o que eu sentia naquele momento, enquanto andava no corredor das forjas. Não me esquecia de minha falha naquela boate, graças ao filho de Éolo. Eu ia me vingar dele, eu ia matá-lo.

Mas antes eu precisava resolver um assunto meu e do meu irmão, que nós havíamos planejado a tempos. Nossos autômatos. Já havíamos decidido cada detalhe deles, e agora só precisávamos de um filho de Hefesto pra construí-lo.

Logo avistei Chris, entrando em uma das forjas. Eu o segui, entrando na mesma forja que ele. Meia lotada, pelo visto era um bom forjador. Peguei um pequeno papel e anotei todos os detalhes de minha ave, cujo nome seria Revenge.

Pedido:

Revenge • Falcão feito de bronze sagrado, com 27 centímetros de comprimento. Possui olhos vermelho-sangue, com os quais pode enxergar inimigos a uma distância razoável. Voa velozmente, e possui bico e garras bastante afiados. Tem um dispositivo de comunicação que o liga à Justice, permitindo a Willian falar com seu irmão, Christopher. •
Willian Mason
avatar
Filhos de Ares
Mensagens :
189

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Flame of Olympus

Mensagem por Harry S. Sieghart em Dom 03 Mar 2013, 03:08








De volta à forja


Naquele dia comecei a ouvir as vozes, que me falavam coisas sobre meu destino, do dia em que eu me tornaria de um sujeito ordinário, a um sistemático assassino...






Mais clientes apareciam na minha forja, mas agora eram gêmeos que faziam o pedido. Autômatos, bem mais complicados que armas, ainda mais com as funções que os gêmeos queriam, mas eu me empenharia no trabalho. Ofereci o preço de quarenta dracmas por cada um deles, e os irmãos aceitaram.
Peguei o bronze sagrado e o dividi em placas, moldando da forma certa, para fazer o corpo, as penas, as asas, cada detalhe especial que eles haviam pedido. O bronze foi tomando a forma de pássaros depois de um tempo, e eu finalmente pude começar a adicionar as outras peças.

Cada engrenagem, cada pecinha das aves era essencial. Eu não podia falhar naquela tarefa, não iria falhar naquela tarefa. Depois de um tempo, viu que o básico estava pronto, mas precisava terminar os detalhes do robô.

Suas asas, suas penas, seus olhos, foram ficando cada vez mais definidos, até que finalmente pareciam aceitáveis. O dispositivo para fala foi instalado nos robôs, para que os irmãos se comunicassem.

Depois, levei um para cada irmão, e os instruí a dar um comando simples, para que as aves reconhecessem sua voz e só obedecessem a ela. Isso evitaria que outras pessoas tentassem dar ordens nas minhas criações.

Estava tudo pronto, peguei os dracmas e depois observei enquanto os irmãos saíam da forja com seus falcões.


Acréscimos e Retiradas:
Acréscimos
Harry S. Sieghart: 80 dracmas

Willian Mason: Revenge • Falcão feito de bronze sagrado, com 27 centímetros de comprimento. Possui olhos vermelho-sangue, com os quais pode enxergar inimigos a uma distância razoável. Voa velozmente, e possui bico e garras bastante afiados. Tem um dispositivo de comunicação que o liga à Justice, permitindo a Willian falar com seu irmão, Christopher.

Christopher Mason: Justice • Falcão feito de bronze sagrado, com 27 centímetros de comprimento. Possui olhos vermelho-sangue, com os quais pode enxergar inimigos a uma distância razoável. Voa velozmente, e possui bico e garras bastante afiada. Tem um dispositivo de comunicação que o liga ao Revenge, permitindo a Christopher falar com seu irmão, Willian.

Retiradas

Harry S. Sieghart: 2x Bronze Sagrado

Willian Mason: 40 dracmas

Christopher Mason: 40 dracmas





JESS




Harry S. Sieghart
avatar
Filhos de Hefesto
Mensagens :
261

Localização :
Acampamento

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Flame of Olympus

Mensagem por Elizabeth Chase em Dom 03 Mar 2013, 20:48

- Quarenta e cinco dracmas, aceita? - O dono da forja perguntara para o meu alívio, não saíra tão caro quanto eu pensei, logo me pus a responder.
- Aceito, é claro. - Eu disse tentando sorrir com um pouco de dificuldade, meu sorriso espontâneo é uma coisa rara, frágil e curta. - E obrigada! - Eu acrescentei, perdendo meu sorriso rapidamente.
Elizabeth Chase
avatar
Indefinido
Mensagens :
158

Localização :
Siga a Trilha de folhas de carvalho , e entre na parte mais fechada da floresta, de lá a coruja preta o guiará.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Flame of Olympus

Mensagem por Harry S. Sieghart em Dom 10 Mar 2013, 12:28








De volta à forja


Naquele dia comecei a ouvir as vozes, que me falavam coisas sobre meu destino, do dia em que eu me tornaria de um sujeito ordinário, a um sistemático assassino...






A garota confirmou o preço que eu havia oferecido para ela, era a minha deixa para forjar. Peguei o bronze comum em minha estante, já que eu não tinha o bronze sagrado. Então, usei um encantamento, que transformou o bronze comum em bronze sagrado. Então, comecei a deformar o metal, até que ele havia se dividido em quinze pedaços, e depois eu os moldei, transformando-os em quinze flechas. Observei o meu trabalho por um tempo, depois o deixei em minha bancada de trabalho para fazer a besta dupla.

Peguei a prata na estante e a levei até a fornalha, para que o metal derretesse e eu pudesse moldá-lo sem ter de me esforçar muito. Esperei por um tempo, observando a forja que finalmente estava vazia, fazia tempo desde que eu a vira assim, mas isso apenas me aliviava, pois diminuía a carga sobre os meus ombros. Depois de um tempo, retirei o metal da fornalha e comecei a moldá-lo.

Levei-o ao refrigerador, já na forma certa, e então esperei novamente. O metal não levou muito tempo para se solidificar, então, eu o levei para a minha bancada de trabalho, e comecei a dar os últimos detalhes. Coloquei o mecanismo que a garota havia pedido, e coloquei as flechas em um compartimento da própria besta. Então, levei a arma até a garota e peguei os dracmas.


Acréscimos e Retiradas:
Acréscimos

Harry S. Sieghart: 45 dracmas

Elizabeth Chase: {Cross Bow} / Besta Dupla[Feita de prata, é como uma besta sobreposta a outra, apontando para direções diferentes, de modo que duas flechas poderiam ser lançadas ao mesmo tempo na mesma direção. Possui um botão que ajusta as duas bestas, fazendo com que as duas atirem na mesma direção novamente]{Prata} (1) {Não controla elementos} [Forjado por Harry S. Sieghart]

{Flechas de Bronze} / Contador: 15 [São flechas feitas de bronze comum, feitas especialmente para a Cross Bow de Elizabeth, de modo que só funciona, perfeitamente nessa arma]{Bronze Sagrado} (1) {Não controla elementos} [Forjado por Harry S. Sieghart]

Retiradas

Harry S. Sieghart: 1x Prata e 1x Bronze(Que foi encantado para virar bronze sagrado)

Elizabeth Chase: 45 dracmas


Poderes Usados:
Nível 10. O controle está melhorado, sendo capaz de controlar qualquer metal, independente do peso, porém a deformação só é simples em metais como ferro, aço e alumínio, em caso de ouro e prata é um pouco mais difícil e em titânio e outros mais complexos é impossível ainda.

Nível 7. Consegue abençoar qualquer material com o sagrado, tornando nocivo aos monstros e incapaz de machucar um humano. Ex: Prata Sagrada e Aço Sagrado. Nunca, jamais, transformar em celestial.




JESS




Harry S. Sieghart
avatar
Filhos de Hefesto
Mensagens :
261

Localização :
Acampamento

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Flame of Olympus

Mensagem por Elizabeth Chase em Dom 10 Mar 2013, 18:00

- Obrigada. - Eu disse, pegando a arma e examinando-a, realmente, Harry era MUITO bom, estava PERFEITA, todos os traços e mecanismos, eu testei o mecanismo de divisão da cross-bow, e ela se dividiu perfeitamente e sem gemidos, parecia resistente... - Ficou perfeita! ganhou uma cliente! - Eu disse, dando um pequeno aceno de agradecimento e saindo da forja, estava aciosa para testar minha nova arma!
Elizabeth Chase
avatar
Indefinido
Mensagens :
158

Localização :
Siga a Trilha de folhas de carvalho , e entre na parte mais fechada da floresta, de lá a coruja preta o guiará.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Flame of Olympus

Mensagem por Zeus em Qui 14 Mar 2013, 23:32


Atualizados

Zeus
avatar
Deuses
Mensagens :
2026

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Flame of Olympus

Mensagem por Jessamine H. Julie em Dom 17 Mar 2013, 12:14

Entrei na nova forja, aquela que estava fazendo um recente sucesso, do filho de Hefesto chamado Harry. Aproximei-me do balcão e ensaiei um sorriso ao forjador. Então... Eu gostaria de um arco novo, já que o que eu tenho está ficando meio velho e bom, velho. Poderia fazer um novo para mim? O encarei, com uma ligeira ansiosidade. O pedido não deveria ser muito difícil, não é mesmo?

Por fim, entreguei a ele a ficha. E esperei.



Nome da arma: Bitch 69
Materiais: Madeira e prata.
Detalhes da arma: É um arco longo, mais ou menos com o tamanho da extensão do braço de Jessamine. É feito de uma madeira resistente o suficiente para ser dificilmente quebrado, juntamente com prata. Em sua exata 'metade', há a inscrição: "Bitch 69", uma homenagem à sua amiga, Angelique K. Quando não usado, transforma-se em um bracelete com um pingente único, em forma de um arco feito de prata.


Jessamine H. Julie
avatar
Mênades
Mensagens :
341

Localização :
você me diz :9

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Flame of Olympus

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 3 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum