Percy Jackson e os Olimpianos RPG BR
Bem vindo ao maior fórum de RPG de Percy Jackson do Brasil.

Já possui conta? Faça o LOGIN.
Não possui ainda? Registre-se e experimente a vida de meio-sangue.

♦ Enfermaria Central ♦

Página 21 de 21 Anterior  1 ... 12 ... 19, 20, 21

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

♦ Enfermaria Central ♦

Mensagem por 075-ExStaff em Sab 16 Fev 2013, 22:18

Relembrando a primeira mensagem :



♦ A Enfermaria Central!


Uma das maiores tendas que havia no Acampamento. Ficava ao lado da tenda da curandeira-mestra, Kristy, e em sua totalidade, um brilho dourado irradiava de sua estrutura. Sobre a sua porta, foram esculpidos em bronze os símbolos dos Curandeiros. Ao adentrar no local, podia-se ver ao menos cinco estantes cobrindo ambas paredes laterais, cheias de ingredientes para poções, líquidos e ervas finas e medicinais. Ali, também, estendia-se uma fileira de macas, em torno de 10, o que apontava que apenas 10 pacientes poderiam ser atendidos por vez.
Dois Curandeiros, um chamado Ted Lopux e um uma garota com o nome de Gina Rockwell atendiam todos os pacientes, sendo extremamente ágeis e rápidos em seus atendimentos.



♦ Como funciona a Enfermaria Central?


De acordo com as necessidades do fórum, foi decidido que criaríamos uma enfermaria central para atender os feridos que costumam demorar para serem atendidos nas demais enfermarias e, também, para não sobrecarregar mais os nossos curandeiros.
A Enfermaria Central, como dito no post, comporta por vez 10 Campistas, ou seja, caso não haja uma atualização rápida dos personagens, o décimo primeiro postador irá ser considerado inválido, ou seja, seu post será ignorado.
A recuperação de HP e MP irá variar de acordo com a qualidade do post do usuário, sendo que a quantia mínima é de 0 (para posts considerados totalmente fora do padrão, com uma quantia de erros de escrita acima do normal) e a máxima é de 150 (para posts considerados excelentes, com nenhum ou pouquíssimos erros de escrita). É permitido apenas um post por atualização. Não um post por dia, nem por semana, mas sim por atualização.
As narrativas são on, ou seja, você terá de narrar que entrou na enfermaria e falou com um dos nossos dois curandeiros NPC's. Por fim, será avaliado e curado com a pontuação que merece.
075-ExStaff
avatar
Indefinido
Mensagens :
304

Voltar ao Topo Ir em baixo


Re: ♦ Enfermaria Central ♦

Mensagem por Silvia Kawasaki em Sex 29 Set 2017, 17:06

Oi, Hazel, desculpe a falta de template. Estou digitando meio na pressa aqui porque tenho um compromisso, mas disse a você que a avaliaria né? Vamos lá.

Seu post foi maravilhoso, de verdade. Simples, objetivo, sem falhas. Trabalhou bem com a trama da personagem sem deixar a narração cansativa pra uma cura. Gostei que tenha citado as poções, mostra que você foi atrás de entender como as curas funcionam. Parabéns!

150 HP/MP - Aguardando att XD
Silvia Kawasaki
avatar
Curandeiros de Asclépio
Mensagens :
458

Localização :
Chalé de Íris

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ♦ Enfermaria Central ♦

Mensagem por Kim Tae-yeon em Seg 09 Out 2017, 11:01

㈱㈲㈳㈴㈵
고생 끝에 낙이 온다 서당 개 삼 년 에 풍월 읊는 다
Taeyon havia chegado à enfermaria central pela manhã para receber atendimento especializado. Curandeiros estavam curiosos pelo fato da garota ter retornado a ala médica mais uma vez em menos de uma semana, mas ao mesmo a compreendiam. Filhos de Ares tendem a ser mais resistentes e dispostos a se ferir em batalha. A garota mancava lentamente pelos corredores improvisados entre as tendas e suas divisórias de cortinas brancas. Ela pode ouvir entre seus passos e respiração ofegantes alguns dos pacientes urrarem de dor e outros falavam mal em grego antigo. Talvez seu problema não fosse tão importante quanto parecesse.

Uma curandeira novata estava caminhando rumo a uma das repartições do local quando encontrou a filha de Ares quase cambaleando em sua direção. A garota caminhou até ela, ajudando na caminhada até seu local de atendimento. Ela era baixa e tinha cabelos escuros como a noite. Seus olhos eram claros e profundos — como uma mini-vampira.

Venha comigo. Eu lhe ajudo.
Obrigada...

Kim sentou-se sobre a maca fitando seu pé esquerdo novamente. A garota estava forçando a esquecer dos eventos na dimensão ômega e o peso da morte de seus colegas qual lhe assombrava através do treino pesado. Havia passado as últimas semanas treinando intensamente para tentar acalmar seus sentimentos. A curandeira ajoelhou-se frente a seus pés, analisando seu tornozelo.

O que houve?
Torci o pé enquanto atacava um autômato na arena. Eu usei força bruta nos braços e acabei fraturando-o...
Tudo bem. Irei retirar o seu tênis e aplicar uma pomada para aliviar a dor antes de enfaixa-la.
Enfaixar? Ficarei sem treinar?
É recomendado... Seu pé é o que lhe mantém de pé, a base do seu corpo. Se você força-lo demais...
Deuses, você não tem uma magia ou cura mágica? — A semideusa questionava enquanto girava os olhos.
Bem... Curandeiros são sim semideuses com certa magia de cura... Mas não é o caso. Você precisa de repouso.

A pequena retirou o calçado da semideusa com cuidado antes de higienizar o tornozelo que havia adquirido uma coloração avermelhada. Ela passou o lenço úmido com cuidado, retirando a poeira e areia da arena ali acumulada. Em seguida, levou a mão até um pequeno pote de madeira onde algumas ervas estavam dispostas. Ela amassou o conteúdo até que o mesmo se torna uma pasta esverdeada e densa. O ar estava coberto pelo aroma de hortelã com frutas cítricas — o que deixou Kim um pouco preocupada.

A semideusa segurou o lençol de sua maca com mais força quando ela tocou a pele com a pasta, sentindo um alívio repentino. A curandeira massageou com cuidado o tornozelo enquanto recitava algumas palavras em tom baixo como se fossem preces, talvez.  Após alguns minutos de ação da pomada o ferimento já não parecia tão doloroso como antes. Kim bebericou alguns goles de néctar divino para ajudar na recuperação enquanto seu pé era higienizado e enfaixado.

Você precisar repousar. Seu pé estará melhor pela manhã seguinte.
Tudo bem, não tenho escolha.
Até lá, muletas. — Disse a jovem enquanto se levantava e apontava para uma muleta improvisada feita de carvalho.
Ótimo...

Kim cambaleou nos primeiros passos com o tronco de madeira lascado, agradecendo a semideusa que havia a atendido antes de caminhar vagarosamente em direção à saída.

Adendos:

Nenhuma habilidade ou item relevante utilizado
Kim Tae-yeon
avatar
Filhos de Ares
Mensagens :
80

Localização :
AHS

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ♦ Enfermaria Central ♦

Mensagem por Fred Ashford em Ter 10 Out 2017, 15:20

Enfermaria Central
Minha chegada ao acampamento com meu irmão pendurado no pescoço não foi a melhor visão que tiveram de mim. Um casal de novatos, que vigiavam o pinheiro de Thalia ajudou-nos a ir à enfermaria. Claro, depois que eu mostrei meu colar de contas e que expliquei que era um dos monitores.

O garoto loiro ajudou a carregar meu irmão desacordado e a garota fofoqueira foi na direção da casa grande.

- Vocês vão ser xingados por abandonarem seus postos! - Falei com rigor ao jovem semideus. Ele pareceu engolir em seco, mas continuou andando. Era um bom garoto.

Chegando na enfermaria, Dionísio e Quíron já nos esperavam e logo atrás do centauro estava agarota de onze anos que cuidava da fronteira. A bela filha de Hermes que cuidava da enfermaria se aproximou com um frasco colorido e brilhante nas mãos. O jeito doce e calmo da garota era cativante, mas não me deixaria enganar por um rostinho angelical de uma menininha bonitinha. Ela, provavelmente, era uma ladra das melhores.

- E novamente você me desobedece com seus passeios... - Disse meu pai com aquele tom chato de sempre.

Naquele momento eu ajudava a por meu irmão na maca, mas rezava para que desse uma loucura no centauro e ele acertasse um coice na maldita fofoqueira.

- Mesmo quando vou atrás de um irmão em apuros eu sou errado - Falei com raiva enquanto bebericava da poção feita pela garotinha.

Ouvi o som de algo arrastando, mas não quis saber o que era.

- Você é irresponsável! - Falou mais alto o deus.

- Irresponsável por salvar um filho que você não cuida? - Falei mais alto.

Esperei por um bofetão, mas nada aconteceu, apenas um olhar irado sobre mim. Ouvi um 'xiu' fraco e olhei para quem o emitiu. Grandine - a filha de Hermes e curandeira - estava sobre um banco de ferro e colocava as palmas no peito do semideus desacordado.

- Vocês poderiam conversar lá fora? - Indagou ela, mas ninguém respondeu, Dionísio apenas desapareceu com um perfume de uvas. Quíron deu de ombros e levou a fofoqueira junto a ele.

- Desculpe! - Falei olhando para o chão, como se este fosse algo muito interessante. - Talvez eu seja muito idiota - Falei com uma incógnita na fala. Ela apenas riu.

- Senta aqui e respira com calma. - Ordenou ela arrumando o banquinho perto da outra maca. Ela nunca ouvira que no hospital deveríamos fazer silêncio, pois ela fazia muito barulho com seu banquinho.

Sentei na maca e respirei fundo, como ela mandara. Ouvi algo em grego antigo, mas notei que alguma das palavras pedia ajuda a um deus, provavelmente Asclépio. Suas mãos tomavam uma aura prateada e bem interessante.

- A poção ajudou você aumentar sua energia, igual essa pequena ajuda minha. - Disse ela pondo a palma em minha têmpora.

Se eu não fosse um semideus filho de Dionísio eu ficaria louco só de sentir aquela sensação. Era maravilhosa.

Ela rezou novamente.

Suas mãos brilharam com uma aura dourada e ela pôs as palmas no meu peito e eu quase gritei. A dor não era insuportável, mas era muito chata. Contudo, aos poucos foi amenizando, até que não sentia mais nada.

- Agora vocês estão bem, mas o outro vai ficar descansando mais um pouco aqui, precisei fazer um exame e tal. - Falou Grandine.

Seu sorriso era sincero, diferente de muitos dos seus irmãos.

- Obrigado! - Disse com clareza e sorrindo. Após isso eu saí, indo na direção do chalé.
XIII
Fred Ashford
avatar
Filhos de Dionísio
Mensagens :
403

Localização :
Eu acho que não é da sua conta. Só acho.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ♦ Enfermaria Central ♦

Mensagem por Will Fortune em Ter 10 Out 2017, 16:14


Enfermaria
Kim Tae-yeon


E
ntão moça Kim não vou enrolar muito, eu gosto da maneira como você narra e de como conduziu esse post aqui na enfermaria, por que eu mesmo não tenho capacidade para isso. Só tenho que te dar parabéns e pedir para que continue assim.

Situação final: HP: 360  / MP: 300


Oscar Bezarius

S
eja bem-vindo de volta ao nosso lindo PJBR menino Scar. Digo o mesmo que disse para a Kim, gosto da maneira como você narra e gostei da maneira como conduziu o enredo para a sua cura. Gostei bastante mesmo, parabéns e continue assim, moço.

Situação final: HP: FULL / MP: 220


Will Fortune
avatar
Curandeiros de Asclépio
Mensagens :
339

Localização :
No cu de Judas

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ♦ Enfermaria Central ♦

Mensagem por 129-ExStaff em Ter 10 Out 2017, 16:17

Atualizado
129-ExStaff
avatar
Indefinido
Mensagens :
326

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ♦ Enfermaria Central ♦

Mensagem por Aurora R. Bailey em Sex 13 Out 2017, 09:29



Após ter que passar por uma luta voltando para o acampamento precisava ir a enfermaria. Alguns cortes se espalhavam pelo meu corpo e começavam a doer. Cheguei ao local um pouco debilitada, o cansaço da longa viagem também me afetava.

Logo uma das curandeiras veio ao meu encontro, me apoiando até umas das camas, perguntou-me qual era situação e consegui lhe explicar o mais breve possível. Depois de estudar atenciosamente se pronunciou novamente:

- Certo, irei buscar algumas medicações para lhe ajudar.

Pouco depois ela voltou com uma bandeja possuindo alguns itens: uma xícara com um liquido quente, pois saiu fumaça; uma vasilha com uma pasta meio esverdeada e pequenos quadrados de pano branco.

- Colocarei esse remédio em suas feridas, enquanto faz efeito gostaria que tomasse esse liquido, vai te ajudar na recuperação. – e com um sorriso pediu pra que eu ficasse ali por enquanto, que voltaria em algum tempo para ver como eu me encontrava.

Terminei de tomar aquela bebida, seu gosto era agradável no inicio e passava a ser amargo no final, deixando uma sensação ruim na boca. Logo pude ver a garota vindo ao meu encontro.

- Um pouco melhor? – afirmei com a cabeça – Agora irei trocar os curativos, substituirei o remédio por algo mais forte, sentirá um pouco de ardência e depois quero que descanse um pouco.

Dito e feito, a curandeira aplicou outra pasta sobre minhas feridas, essa era um pouco mais esverdeada que a outra. Pouco tempo depois pude dormir um pouco, realmente precisava descansar depois daqueles dias exaustivos.

Aurora R. Bailey
avatar
Filhos de Afrodite
Mensagens :
192

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ♦ Enfermaria Central ♦

Mensagem por Jeremiah Davenport em Sex 13 Out 2017, 12:09


Avaliação
Enfermaria

Aurora R. Bailey

Orora, você por aqui! Não vou enrolar muito na sua avaliação, juro. Devo começar com o fato que eu achei seu post muito rápido, muito corrido. Senti falta de um detalhamento maior tanto no momento de cura quanto na hora da introdução.

Não vou dizer que queria uma introdução enrolada ou um texto cheio de informações desnecessárias, mas também não queria um rápido como foi o seu. Aqui você simplesmente chegou, foi atendida em cinco segundos e depois dormiu e é isto. Acabou. Senti falta de algo a mais, entende?

Também tem o fator que você usou o hífen (-), que é utilizado para separar termos, no lugar do travessão (—) que é o que realmente inicia falas. Atente-se a esse erro, considerando que ele é bem comum de acontecer aqui no fórum e por isso eu não preciso te perdoar por ele ksjsksjks.

Recompensa: 130 HP/130 MP
Why don't you just come around?

Mizera e córdia
Jeremiah Davenport
avatar
Filhos de Nix
Mensagens :
119

Localização :
somewhere only we know

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ♦ Enfermaria Central ♦

Mensagem por Hefesto em Sex 13 Out 2017, 19:07

Atualizado.
Hefesto
avatar
Administradores
Mensagens :
199

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ♦ Enfermaria Central ♦

Mensagem por Kora Layla em Sex 01 Dez 2017, 14:42


Turbilhão

" Looking for heaven, for the devil in me"

A tenda aberta é convidativa. Os cheiros, bálsamos, cores e sons que saem daquele lugar são um abraço acalentoso. Me sinto atraída a entrar. Aqui as dores do corpo são levadas. Nossos músculos relaxam, feridas fecham, ossos se ajeitam. Mas e alma? E a mente? Existe aqui alguma pomada que alivia as dores do coração. Um unguento irá retirar as mãos que sinto apertando minha cabeça?

Entrei e destinei-me a uma das macas. Apesar de meus pensamentos estarem alheios ao ambiente, eu senti a presença de alguém á minha frente. Mãos quentes e aconchegantes como de uma mãe tocavam meu corpo. Vozes doces chegavam a meus ouvidos. Mas todas estas sementes de bondade não encontravam terra fértil em mim. Apenas disse que precisava de ajuda em palavras miúdas. Me belisquei por economizar tanto em diálogo com alguém que só queria me ajudar.

Permiti a enfermeira cuidar de meu corpo. Ouvi atenta, o quanto pude, a seus conselhos sobre cuidado. Mas o que eu queria mesmo era o momento em que ela me colocaria para dormir. Nenhum semi-deus apreciava o sono além dos filhos de Morfeu. Mas eu não desejava sonhos. Desejava cair no escuro do inconsciente.

Enquanto alguém curava meu corpo, eu teria que procurar recuperar minha mente. No abismo de meus pensamentos eu cai e um turbilhão de vivências eu vi.


Psiu!:
Eu não perdi meu HP e Mana em missão ou treinamento. Foi por penalidade ao não responder uma missão que me foi feita. Obg.



Kora Layla
avatar
Filhos de Hécate
Mensagens :
33

Localização :
Encruzilhada

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ♦ Enfermaria Central ♦

Mensagem por 129-ExStaff em Sex 08 Dez 2017, 10:14

Atualizado

Kora ficou full
129-ExStaff
avatar
Indefinido
Mensagens :
326

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ♦ Enfermaria Central ♦

Mensagem por Edric Martell em Ter 26 Dez 2017, 15:24

Enfermaria


FILHO DE APOLO

br>
   "Isso é apenas um sonho, apenas um sonho". Eu já havia repetido essa frase em minha mente pelo menos 100 vezes, infelizmente, isso não fazia dela nem um pouco verdade. -Merda, essa dor definitivamente é real-. Era hora de aceitar, por mais impossível que parecesse, que eu fora apunhalado por uma lança - Deuses, como dói-.
-Tragam-me analgésico e uma bolsa de sangue, agora. -, ordenava a mulher à minha frente, enquanto ela cortava minha camisa com uma grande tesoura, revelando o ferimento no meu abdome.
Minha visão estava embaraçada devido à dor e ao nauseante cheiro de sangue -meu-, que preenchia a sala; ainda assim, fui capaz de ler o nome em seu crachá: Gina Rockwell.
-Beba isso, é um anestésico, vai lhe fazer dormir. -, sua voz parecia ser incapaz de abandonar o tom autoritário.
Aquele devia ser um anestésico poderoso, pois não se passaram nem trinta segundos desde o engolir da poção e eu já estava dormindo. Durante meu sono, eu assisti ao ataque que me colocou naquela situação. Conquanto vários detalhes se diferissem do verídico, como é próprio de um sonho, o principal estava lá: a dracaena, o sátiro, o sol acima de minha cabeça e, como não podia faltar, a lança em minha barriga.

--------------------------------------//--------------------------------------

Ao acordar, a primeira coisa que percebi, além da dor, foi o forte odor de remédios e álcool - Eu odeio cheiro de hospital. Pelo menos é melhor que sangue-. Após o olfato, foi a vez da minha visão se recuperar, permitindo-me ver a enfermeira que vinha em minha direção. Por último, minha audição.
- Bom ver que você já está acordado, como está se sentindo.-, sua voz, apesar dela estar falando rápido, era agora macia, ao ponto que duvidei se aquela era a mesma pessoa que tratará de meus ferimentos.
- Gina?-, indaguei. Não sei por que, eu poderia ter apenas olhado seu crachá e confirmado minhas suspeitas, talvez seu novo tom de veludo tenha me convidado a querer conhecê-la.
- Sim, eu mesminha.-, respondeu, sorrindo.- Foi um golpe em tanto esse que você recebeu, é por isso que nós campistas sempre devemos sempre usar armadura por baixo de nossas roupas mortais ao deixar o acampamento, pode haver uma harpia em qualquer esquina.-,continuou, como se ignorando minha pergunta. Em outro dia qualquer, a casualidade com a qual ela falava de armaduras e harpias me incomodaria; aquele não era um dia qualquer.
- Desculpe-me, mas você poderia me explicar onde estou ou o que está acontecendo? -, perguntei, interrompendo-a.
- Perdão, eu estou te sufocando com informações, não é? Não me surpreende que você esteja confuso. Depois de você receber alta eles vão te explicar tudo na casa grande.
- Eu preferiria ouvir de você, você tem uma voz muito bonita.-, ao me ouvir, ela deu um risinho, como se acostumada a ouvir cantadas de seus pacientes.
- Foi mau, você vai ter que esperar um pouco, Quiron gosta de fazer esse tipo de coisa ele mesmo.
Durante a meia-hora seguinte ela se ocupou em me instruir sobre os cuidados que eu deveria tomar devido ao meu ferimento, a forma correta de trocar o curativo, horário do remédio, etc. - Quem é Quiron? Que lugar é este acampamento? Por que aquela mulher cobra me atacou? Por que meu chefe tinha cascos no lugar de pés?-, essas eram apenas algumas das perguntas que ocupavam minha mente e me impediam de prestar atenção no que dizia Gina-Maldita dislexia-. Felizmente, como ela mesma havia dito, após deixar a enfermaria, minhas dúvidas foram sanadas; apenas para novas surgirem e ocuparem o vácuo deixado por elas, claro.

bichaelson

Edric Martell
avatar
Filhos de Apolo
Mensagens :
12

Localização :
Na rede.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ♦ Enfermaria Central ♦

Mensagem por Diana Lovelace em Ter 26 Dez 2017, 20:44

Em geral, foi um bom post o que você escreveu, Edric. Consegui perceber alguns erros de pontuação (colocação de vírgulas, principalmente), mas nada que atrapalhasse muito a leitura. Porém, devo aconselhá-lo a trocar o template que você utiliza, já que ele buga a postagem. Fora isso, continue assim.

Edric recuperou 140HP/MP.
Diana Lovelace
avatar
Monitor de Afrodite
Mensagens :
174

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ♦ Enfermaria Central ♦

Mensagem por 129-ExStaff em Ter 26 Dez 2017, 21:16


atualizado
Edric com 100 HP/MP por ser seu limite total como player level 1.


129-ExStaff
avatar
Indefinido
Mensagens :
326

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ♦ Enfermaria Central ♦

Mensagem por Aurora R. Bailey em Sex 16 Fev 2018, 20:09




Apesar de ter passado um bom tempo parada desde meu retorno ao acampamento sentia como se algo estivesse fora do normal, minha energia estava totalmente esgotada, não conseguia passar muito tempo fora da cama. A sensação de cansaço durou alguns dias até eu finalmente resolver consultar algum curandeiro para que pudesse resolver o que estivesse acontecendo.

Caminhei a passos largos para enfermaria, já conhecia o local então me atentei aos detalhes, sem cerimonias me joguei em uma das poucas macas vazias, queria ser o quanto antes atendida. Já começava a sentir novamente dor de cabeça, pus o braço por cima dos olhos supondo descansar, porém rapidamente uma garota se pôs ao meu lado.

— Oi querida, em que posso ajuda-la?

Forcei-me a sentar na cama, dei um pequeno sorriso e comecei a lhe explicar minha situação. Não tinha ferimentos aparentes, alguns hematomas com coloração roxa se encontravam em alguns pontos do meu corpo, que ela me interrompeu para dizer que imaginava ser de estresse. Mostre-lhe algumas feridas que já se encontravam em processo de recuperação e por fim lhe contei sobre as constantes dores de cabeça e fadiga. Ela começou uma sequência de perguntas essenciais, se eu havia exagerado no uso de poderes, se vinha descansando, respondia apenas como movimentação da cabeça.

— Certo, deite um pouco, trarei alguns medicamentos.

Segui sua ordem e me deitei, observando-a se distanciar. Em pouco tempo voltou com alguns utensílios em mãos.

— Enquanto reviso seus antigos ferimentos preciso que beba esse remédio, irá te ajudar a recuperar forças. Ainda preciso que fique um pouco em observação, dependendo do efeito que teremos com essa dose será necessário algo complementar.

Assenti com a cabeça e peguei o copo em suas mãos, comecei a beber, interrompendo em alguns momentos para que ela pudesse aplicar uma mistura que a pouco tinha feito em meus antigos ferimentos. Assim que terminei colocou o copo ao meu lado e ela logo retirou junto com o material que estava utilizando. Com as mãos livres juntou-as e fez uma prece, fiquei apenas observando, e então ela pôs a mão sobre os locais roxos em meu corpo.
Logo pude sentir algo muda consideravelmente, a coloração voltava aos poucos ao normal e a pele já não se encontrava tão sensível.

— Primeira parte está concluída, daqui a pouco volto para vermos o quanto melhorou.

A garota me deixou ali e foi de prontidão atender outro paciente. Resolvi deitar um pouco enquanto esperava o remédio fazer efeito, a dor de cabeça havia sumido, isso já era um bom sinal.  



Aurora R. Bailey
avatar
Filhos de Afrodite
Mensagens :
192

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ♦ Enfermaria Central ♦

Mensagem por Adam Kyle em Sex 16 Fev 2018, 21:20



avaliação



E aí, Aurora, tranquila? Então, vamos lá:

O seu texto está bom, tem alguns erros, mas nada tão excepcional. Porém, teve, em alguns momentos, uma falta de coesão. Por exemplo:
@Aurora R. Bailey escreveu:"[...]Assenti com a cabeça e peguei o copo em suas mãos, comecei a beber, interrompendo em alguns momentos para que ela pudesse aplicar uma mistura que a pouco tinha feito em meus antigos ferimentos.[...]"
Isso poderia ficar, mais ou menos, assim:

Adam escreveu:"Assenti com a cabeça e peguei o copo de suas mãos; comecei a beber, interrompendo meus goles em alguns momentos para que ela pudesse aplicar uma mistura nos meus ferimentos, que há pouco a mulher tinha preparado."
Ficou mais claro, não? Isso pode ser corrigido fazendo, como eu costumo chamar, de uma "revisão burra". É, simplesmente, uma revisão por você mesma; porém, faça de conta que você é uma pessoa que nunca leu o texto e nem conhece nada dele. Então, assim fica mais fácil perceber essas coisinhas.

Aurora recuperou 120 HP/MP.

Aguardando atualização.



+ 5 dracmas para mim.


Adam Kyle
avatar
Monitor de Macária
Mensagens :
155

Localização :
NY

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ♦ Enfermaria Central ♦

Mensagem por Ares em Sab 17 Fev 2018, 13:49

Atualizados.
Ares
avatar
Administradores
Mensagens :
2088

Localização :
Na guerra mais próxima de você

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ♦ Enfermaria Central ♦

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 21 de 21 Anterior  1 ... 12 ... 19, 20, 21

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum