Percy Jackson e os Olimpianos RPG BR
Bem vindo ao maior fórum de RPG de Percy Jackson do Brasil.

Já possui conta? Faça o LOGIN.
Não possui ainda? Registre-se e experimente a vida de meio-sangue.

The Dragon’s Flame

Página 5 de 9 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

The Dragon’s Flame

Mensagem por Harry S. Sieghart em Qui 04 Abr 2013, 10:45

Relembrando a primeira mensagem :


Dragon's Flame
Forja de Harry S. Sieghart


The Dragon's Flame

A forja é uma das primeiras do longo corredor onde se localizam. Uma porta dupla feita de ferro separava o lado interior do exterior, e logo acima destas havia a cabeça de um dragão medieval, feita de ouro, como se fosse um daqueles troféus que caçadores ostentavam em suas casas. Abaixo do dragão, invisível à maioria, existe uma pequena câmera de segurança, que permite saber exatamente quem e quando saiu ou entrou na forja.

Por dentro, o ambiente é grande e espaçoso, até demais para uma forja. Os clientes que entram se deparam com algumas cadeiras confortáveis, e para aliviar o enorme calor que vinha da forja, um ar-condicionado resfriava a recepção. Um balcão separava o forjador dos clientes. A forja em si era ainda maior, e equipada com máquinas e aparelhos especializados, como a moedora de correia feita para afiar armas. A fornalha ficava logo ao fundo, e ocupava quase todo o espaço daquela área. Haviam ainda armários onde os materiais e itens de segurança eram guardados, e uma grande mesa próxima do balcão, com papéis especiais para projetos de armas e itens.

Regras da Forja


1- A forja não é um lugar off, portanto poste sua entrada, mas deve parar sua narração quando me explicar em on o que deseja. Irei fazer a interação com você para que diga se aceita ou não o preço ofertado. Quando postar sua segunda narração aceitando o preço, aí sim é que irei fazer sua arma.

2- Na primeira narração, coloque no final do post a ficha disponibilizada no final deste primeiro post, a preenchendo corretamente com o que deseja. É ela que vai me ajudar com os cálculos do preço final.

Obs: As habilidades do forjador estão disponíveis logo abaixo, e se referem às especializações e habilidades especiais que possuo, ou seja, coisas simples ou óbvias não serão colocadas na área. Procurarei sempre atualizar essa parte - mas ainda assim pode estar faltando algo -, então para ter uma ideia do que posso ou não fazer, é sempre bom olhar.

Habilidades do Forjador:
- Harry pode abençoar qualquer metal com o atributo "Sagrado", tornando- mais ofensivo à monstros e semideuses, mas inofensivo à mortais.

- Harry pode usar qualquer material ou essência disponível na loja, com exceção de Fogo Sólido, Prata do Pandemônio e Cristalium.


- Harry Possui a Especialização em Armas, que permite adicionar nos itens os seguintes efeitos:

Leveza – Essa habilidade torna o item mais leve. Escudos e armaduras são tratados, em termos de peso, como uma categoria menor, e armas de duas mãos infundidas com esta habilidade podem ser manuseadas com uma única mão. Aumenta o nível do item em 10.

Afiada – Seu gume é mais afiado que de uma arma comum, demorando muito mais para perder suas propriedades e aumentando o dano de acordo com a habilidade do forjador – 5% a  cada 10 níveis, até o máximo de 25%. Obviamente, só pode ser aplicado em armas cortantes. Um arco ou besta com esta habilidade passa o bônus para suas flechas. Aumenta o nível do item em 2 a cada 5%.

Impactante – o equivalente de afiada para armas contusivas, como maças e cajados. Agora, elas possuem o dano aumentado - 5% a  cada 10 níveis, até o máximo de 25%. Obviamente, só pode ser aplicado em armas contusivas. Pode ser aplicada em armas a distância, que passam o bônus para as munições, contudo, flechas e virotes só receberão o efeito se forem especialmente adaptadas para causar dano contusivo e não cortante. Balas de funda recebem o efeito normalmente. Aumenta o item do nível em 2 a cada 5%.

Defensora – Uma arma com esta habilidade é mais balanceada, tornando-a mais fácil de ser usada na defesa, agindo como um escudo, sem contudo qualquer penalidade – pelo contrário – a defesa é aumentada em  5% a  cada 10 níveis, até o máximo de 25%. Útil para armas de duas mãos. Aumenta o item do nível em 2 a cada 5%.

Penetrante – Uma arma penetrante foi criada especialmente para sobrepujar as melhores armaduras. Uma arma deste tipo tem chance maior de causar dano mesmo em usuários de armadura - 5% a  cada 10 níveis, até o máximo de 25%. No caso de armaduras com fortificação, as habilidades se anulam, prevalecendo a diferença entre ambas – Uma arma penetrante a 15% contra uma armadura fortificada a 10% causaria apenas 5% a mais (a diferença entre ambas).Aumenta o nível do item em 2 a cada 5%.

Distância – Apenas para armas especificamente arremessáveis e armas à distância – esta habilidade cria armas especialmente balanceadas, dobrando seu alcance de ataque. Pode ser aplicado a redes e boleadeiras. Armas compostas só recebem este benefício quando são arremessadas com todas as suas partes (a corrente de uma foice com corrente não recebe o bônus se o usuário mantiver uma das partes seguras, já que por mais que seja balanceada, a corrente não se distende, mas atirar a arma inteira poderia fazer o bônus ser aplicado). Aumenta o nível do item em 10.

Enredante – Apenas para armas de imobilização, como chicotes e boleadeiras. Essas armas são feitas com mais primor que suas contrapartes menos trabalhadas. Armas enredantes oferecem uma bonificação de 5% a  cada 10 níveis do forjador, até o máximo de 25% para ataques de imobilização e desarme. Um oponente que seja preso por uma dessas também tem dificuldade em escapar – ataques de constrição que partam da arma tem a duração de 1 rodada adicional, e a dificuldade de escapar é aumentada na mesma proporção que o bônus de acerto. Aumenta o nível do item em 7.

Durabilidade – Estes itens ganham uma resistência geral maior, sendo mais difíceis de serem quebrados. Aumenta em 7 o nível do item.

Indestrutibilidade – Estes itens não podem ser destruídos por meios ou habilidades comuns. Apenas ataques mitológicos e métodos específicos podem fazê-lo. [Poderes de outros semideuses ainda contam, mas um golpe simples de uma espada sem habilidades contra um escudo com essa característica não provocarias danos]. Aumenta em 20 o nível do item.


- Harry Possui a Especialização em Escudos, que permite adicionar nos itens os seguintes efeitos:


Leveza – Essa habilidade torna o item mais leve. Escudos e armaduras são tratados, em termos de peso, como uma categoria menor (mas ainda impedem o manuseio de armas com a mão que os segura, ainda que fiquem mais fáceis de manejar), e armas de duas mãos infundidas com esta habilidade podem ser manuseadas com uma única mão. Aumenta o nível do item em 10.

Esmagamento – Este escudo foi forjado de forma a ser usado em ataques de carga, seu centro de peso se deslocando para isso. Ele inflige dano da mesma forma que uma arma de contusão, como maças e cajados, esmagando o oponente quando usado em um ataque deste tipo, podendo causar dano adicional quando existe uma diferença de tamanho entre o usuário e o oponente que favoreça o semideus que porta o escudo – Um semideus que enfrente um inimigo menor ganha a vantagem, mas não teria o mesmo efeito se ele enfrentasse um ciclope, por exemplo. Aumenta o nível do item em 15.

Durabilidade – Estes itens ganham uma resistência geral maior, sendo mais difíceis de serem quebrados. Aumenta o nível do item em 7.

Indestrutibilidade – Estes itens não podem ser destruídos por meios ou habilidades comuns. Apenas ataques mitológicos e métodos específicos podem fazê-lo. [Poderes de outros semideuses ainda contam, mas um golpe simples de uma espada sem habilidades contra um escudo com essa característica não provocarias danos]. Aumenta o nível do item em 20.

Arremessável - Este escudo foi feito para ser usado em ataques do tipo, favorecendo-os, mesmo não sendo uma arma em si, aumentando as chances de acerto e o dano. O nível desse aumento depende do nível do forjador (não do usuário) sendo de 5% a  cada 10 níveis, até o máximo de 25% . Caso o usuário tenha habilidades para usar o escudo dessa forma (como o poder de Athena) o potencial ganha um bônus adicional de 10%, que não conta no aumento de nível ocasionado pela habilidade, que é de 1 a cada 5%.

Ficha de requisição:


Código:
[spoiler][b]Objeto:[/b]
[b]Nome do objeto:[/b]
[b]Materiais a serem utilizados:[/b]
[b]Dimensões do objeto:[/b]
[b]Detalhes à parte:[/b][/spoiler]

Ou use a descrição do fórum para os objetos:

Código:
[spoiler]♦ {Nome} / O que é [ Explicação, e uma descrição BEM CLARA de TODAS as funcionalidades, capacidades e aparência da arma, quer ela ajude em atributos ou não (aumente destreza, força, velocidade, enfim ~ não acho necessário que o fórum deixe contabilizado esses atributos, é algo que o narrador precisa considerar e aceitar)] {Materiais utilizados (materiais de forja, se é uma espada feita de aço, ouro, enfim] (Nível Mínimo) {Elemento, se controla algum} [Forjado por Harry S. Sieghart][/spoiler]
 
Crédito do template a Tamy!

Harry S. Sieghart
avatar
Filhos de Hefesto
Mensagens :
262

Localização :
Acampamento

Voltar ao Topo Ir em baixo


Re: The Dragon’s Flame

Mensagem por Harry S. Sieghart em Dom 29 Jun 2014, 02:09




The Dragon's Flame


A noite já caía sobre o acampamento meio-sangue, mas eu ignorei o fato. Tinha trabalho a fazer. Após obter todas as confirmações que eu precisava, caminhei novamente até a prateleira de metais. Selecionei todos os metais e materiais que eu usaria para os itens que eu iria forjar – prata lunar, bronze comum e sagrado, ferro, couro e a tintura para o elmo -, levando-os logo em seguida para a minha área de trabalho. Decidi começar pelo escudo, visto que o metal utilizado nele era mais raro e difícil de se trabalhar, logo, eu precisaria estar mais concentrado.

A prata lunar brilhava, prateada como a própria lua, quando eu comecei a trabalhar com ela.  Primeiramente, desenhei um círculo no metal, nas proporções necessárias para fazer o escudo, e depois cortei no formato, utilizando minhas ferramentas. Logo em seguida, levei o círculo – que obviamente possuía imperfeições - para a moedora de correia, umas espécie de lixa, que eu usei para tornar as bordas do item mais perfeitas para um escudo. As faíscas se espalharam pela forja, atingindo também meu corpo e rosto, que felizmente estava protegido com as roupas apropriadas para forja. Assim que achei que o item estava pronto, levei-o até a bigorna.

Lá, utilizando o meu martelo, eu comecei a desferir golpes no metal brilhoso, que deram a ele a forma curvada que um escudo precisava ter, ao mesmo tempo em que o deformava, mas tal problema seria resolvido logo em seguida. Assim que terminei o formato, levei o escudo até minha Roda Inglesa, máquina que tornou mais uma vez o metal liso e livre de deformações. Depois disso, coloquei no item o suporte para a mão de quem fosse empunhá-lo, e o escudo estava parcialmente pronto. Só faltavam os detalhes.

Usando primeiro uma caneta permanente – que não tinha esse efeito no metal – desenhei o lobo, como o cliente havia pedido. Logo em seguida, usei minhas ferramentas na parte de dentro do escudo, deixando o lobo em alto relevo. Terminei de detalhar raspando algumas partes no escudo e finalmente estava pronto. Deixei-o de lado para fazer o autômato.

Primeiramente, desenhei o projeto, para que ficasse na forma que eu queria. Montei uma espécie de esqueleto para o rato logo depois, baseado em sua anatomia, e comecei a conectar alguns fios e engrenagens nesse esqueleto, até que a parte da movimentação estava pronta. Logo em seguida, repeti todo esse processo, no entanto, o esqueleto interno foi feito com base em uma toupeira. Por quê? Eu também tinha alguns presentes para entregar, e autômatos sempre eram úteis. Então por que não copiar um pouco a ideia do garoto?

Após ter os dois esqueletos prontos, andei até a minha área de trabalho e cortei a quantidade de bronze que achei necessária para os dois animais. Logo em seguida, cortei mais ainda, a quantidade selecionada para criar quatro pequenas patas. Utilizando minhas ferramentas, moldei o metal na forma necessária, cortando sempre que necessário, e lixando algumas vezes. Assim que terminei as quatro, comecei a fazer as de toupeira. Obviamente, estas eram maiores, assim como as dianteiras possuíam longas e resistentes garras, melhoradas para que conseguissem escavar com perfeição. Quando terminei as oito pernas, encaixei-as nos esqueletos e comecei a fazer o tronco.

Primeiramente o do rato, pois este era bem mais fácil graças ao tamanho. Cortei mais um pedaço retangular de bronze, e soldei uma lateral na outra, obtendo uma espécie de cilindro. Utilizando minhas ferramentas, eu alarguei esse cilindro na parte traseira, e afinei na dianteira, logo em seguida. Fiz os quatro buracos para as patas e encaixei a peça no esqueleto. Logo em seguida fechei a parte traseira, soldando todas as peças. Repeti o processo com a toupeira, mudando alguns detalhes no tronco graças às diferenças anatômicas entre os animais, como por exemplo o corpo mais uniforme da toupeira em relação ao do rato.

E então chegou a vez de fazer as cabeças. Mais uma vez, eu cortei o metal, e então comecei a me concentrar neste. Primeiramente imaginei que o primeiro corte do metal começasse a se deformar na forma da cabeça. Minha têmpora começou a doer levemente enquanto o metal se dobrava à minha vontade, de acordo com minha concentração. Ainda assim, a dor nem mesmo representava um incômodo, ao contrário de quando eu era inexperiente. Dobrar aquela quantidade de metal significaria tontura certa, e uma forte dor.

Assim que achei que o metal estava na forma que eu desejava, selecionei o segundo corte, e me concentrei nele também, moldando a cabeça o mais aproximado possível de uma toupeira – obviamente, os detalhes só poderiam ser feitos manualmente, mas eu fiz o melhor que pude com minha magnetocinese. Assim que terminei, peguei minhas ferramentas e comecei a detalhar a cabeça do rato. Nariz, olhos, as orelhas, cada detalhe que eu pude colocar no animal foi inserido, e apenas depois disso eu encaixei a cabeça no exoesqueleto. Repeti o processo na toupeira, que foi menos detalhada pelo simples fato de ser bem mais simples, e logo os dois animais estavam prontos.

Depois disso, pude construir as câmeras. Não foi muito difícil, graças às minhas habilidades com tecnologia, e logo eu instalei a câmera nos dois animais, em pontos estratégicos e ocultos. Logo em seguida, adicionei à toupeira um sistema que permitiria enrolar-se em uma bola apenas clicando em um botão. E apenas depois disso passei para as asas do rato. Analisei meu projeto, e desenhei diversos modelos, de forma a deixar o animal aerodinâmico, de forma que a velocidade de batidas de asas somadas ao seu tamanho e envergadura permitissem elevar o rato no ar.

Apenas quando encontrei o modelo que eu achei correto, eu cortei o metal. Fiz as duas asas, detalhando o máximo que eu consegui, e logo em seguida um pequeno sistema que faria com que elas batessem velozmente, de forma que o autômato conseguiria se elevar no ar sem muita dificuldade. Quando eu terminei os dois robôs, liguei-os, e um rápido teste de suas funções me indicou que tudo estava em ordem. Guardei-os junto do escudo e peguei o relógio com o garoto. Logo em seguida, modifiquei-o para que recebesse as frequências do autômato e transmitisse suas gravações com um simples apertar de botão. Assim que tudo estava pronto, parti para o próximo item.

Primeiramente, utilizei minha caneta para desenhar na placa de bronze a lâmina, no tamanho e formato exatos que o semideus desejava. Logo em seguida, recortei essa parte, utilizando minhas ferramentas. Levei o metal para a moedora de correia, que permitiu aumentar o fio da lâmina tanto quando possível. Logo em seguida, levei-a até a fornalha, onde coloquei-a com o auxílio de uma tenaz. Enquanto o metal aquecia, me voltei para o bronze e cortei mais um pedaço deste. Me concentrei mais uma vez em minhas habilidades, e moldei-o na forma de um punho bruto de espada.

Logo em seguida, utilizando as minhas ferramentas, comecei a detalhar o punho, a dar melhor forma para esse, de forma a deixá-lo como o dono queria. Assim que o trabalho estava pronto, voltei-me à fornalha e mais uma vez utilizei a tenaz, para levar a lâmina até o resfriador. O vapor subiu pelo local, e eu coloquei o metal mais uma vez na fornalha. Voltei a trabalhar com o punho, dessa vez recobrindo-o com couro, e gravando nele as letras – provavelmente iniciais – desejadas pelo cliente.

Voltei à fornalha e mais uma vez coloquei a lâmina no resfriador. Apenas quando repeti isso mais uma vez eu juntei a espada e a guarda. Levei a arma então para a bigorna, onde golpes frenéticos utilizando meu martelo concluíram o meu trabalho. Deixei a arma na área de trabalho, junto dos outros itens, e fui fazer o elmo. Mais uma vez, o metal escolhido era o bronze sagrado, então apenas recortei-o. Utilizei minhas ferramentas para amassar o metal na forma necessária, e logo em seguida soldei as extremidades. Então, comecei a trabalhar com o elmo, para deixá-lo no formato exato. Não era um trabalho muito difícil, então rapidamente terminei.

Peguei a tintura e o pincel especialmente preparado para metal, e comecei a pintar o elmo de amarelo. Depois, pintei as bolinhas vermelhas na bochecha, divertindo-me com a ideia de alguém usar o item. Logo estava tudo pronto, então levei-o à área de trabalho. Só faltava um item pra fazer, o que era um alívio, pois meus braços já doíam de tanto trabalho em um dia só.

Cortei todo o ferro que eu achei necessário, e guardei o que sobrou de todos os metais na minha prateleira. Concentrei-me mais uma vez no metal, e ergui minha mão sobre ele, deformando-o aos poucos na forma de um círculo. Assim que terminei, ignorando a dor de cabeça que agora já estava um pouco mais forte, comecei a moldar outra parte do metal na forma de um cabo, deformando-o até atingir o que eu queria.

O que sobrou eu cortei em pequenos pedaços, e mais uma vez utilizando o poder – o que praticamente me deixou esgotado – eu fiz a forma de pequenos pregos. Obviamente, todas as peças estavam extremamente mal feitas, afinal eu ainda não tinha trabalhado nelas. Utilizando minhas ferramentas, eu tornei a esfera bem mais trabalhada, acabando com os amassados e coisas do tipo. Logo em seguida, fiz diversos buracos nesta, onde iriam o cabo e os pregos.

Mais uma vez usando meus itens de forja, trabalhei o cilindro que agiria como cabo, e quando terminei, encaixei-o no buraco específico, soldando logo em seguida. E então, encaixei todos os pregos e soldei-os nos lugares específicos. Me concentrei no item, e rezei ao meu pai, pedindo que abençoasse o metal, tornando-o capaz de causar mais dano em monstros. E a clava estava pronta. Não precisava de temperamento, ou nenhum tipo de refinamento, afinal era uma arma bruta e bárbara. Mas colocaria medo em quem enfrentasse seu portador.

Após juntar todas as armas, coloquei os itens em que deveriam se transformar - dois anéis, um de bronze e um de ferro, uma touca e um relógio de prata – exatamente ao seu lado, e comecei minha prece. – Ó, pai, deus do fogo e das forjas, todo poderoso Hefesto. Rogo-lhe agora humildemente pelo teu apoio, pois não sou um forjador digno de fazê-lo sozinho. Mas com sua ajuda mesmo o mais bruto dos metais se torna a mais refinada arma, e é por isso que lhe peço que atenda ao meu pedido, dando-me a capacidade de melhorar as armas que agora estão em minha frente. – Assim que terminei, as armas sumiram e deram lugar apenas aos itens.

Entreguei cada pedido – exceto a toupeira e a clava – aos seus donos, recebendo destes o pagamento, e logo depois me sentei em uma cadeira, exausto. Passei a mão na testa, limpando o suor, e suspirei, aliviado por terminar meu trabalho.

Acréscimos e Retiradas:

Acréscimos


Harry S. Sieghart: 235 Dracmas

Ícaro Newerland: — {Giant} - [Um autômato de bronze na forma de um rato, cuja única diferença para o animal é o par de asas que brota de suas costas. Possui a mesma agilidade e as armas naturais do animal e obedecerá sempre as ordens de Ícaro, sendo um ajudante confiável. Suas asas retráteis são maiores que o corpo, o que proporciona a ele um voo eficiente, sendo tão ágil no ar quanto em terra. Possui uma câmera em seu sistema, que  fornece sua visão a um relógio localizado no pulso de seu mestre, desde que esteja a uma distância máxima de 500m dele. Um microfone no relógio permite ainda que ele transmita as ordens para o autômato desde que esteja na mesma distância padrão da câmera. Quando desativado, suas asas cobrem seu corpo, formando algo similar a uma esfera com um botão na parte superior.] {Bronze} (nível mínimo: 1) {Não Controla Nenhum Elemento} [Recebimento: Forjado na The Dragon's Flame, presente de Jhonn Stark.]

— Abbadon / Autômato [Um autômato de bronze, na forma de uma toupeira. É incrivelmente semelhante ao animal, de modo que possui todas as suas características “físicas”. No entanto, suas garras foram alteradas para serem mais poderosas e resistentes, permitindo até mesmo – com dificuldade, obviamente – escavar um chão de concreto. Possui em seu sistema uma câmera, que fornece sua visão a um relógio localizado no pulso de seu mestre, desde que esteja a uma distância máxima de 500 metros dele. Um microfone no relógio permite ainda que ele transmita as ordens para a máquina, desde que esta esteja na mesma distância padrão da câmera. Quando desativado, se enrola sobre si mesmo, formando algo similar a uma esfera com um botão na parte superior, que o reativa.] {Bronze} (Nível mínimo: 1) {Não Controla Nenhum Elemento}[Recebimento: Presente de Harry S. Sieghart]

— { Elmo do Rato Elétrico} [Um elmo feito inteiramente de Bronze Sagrado. Não interfere na movimentação do usuário, e tem como única função proteger completamente a cabeça de golpes físicos, impactos e cortes. Ele é pintado de amarelo e também com outros detalhes, que lembram a cabeça do Pikachu (como as bolinhas vermelhas nas bochechas, etc). Quando o dono desejar, ele se transforma em um simples boné, também amarelo, mas desta vez, tem como único detalhe as orelhinhas do Pikachu feitas de pano.] {Materiais utilizados (materiais de forja, se é uma espada feita de aço, ouro, enfim] (Sem Nível Mínimo) {Não Controla Nenhum Elemento} [Presente de aniversário (atrasado) da Mestrinha ♥/ Forjado por Harry S. Sieghart]

Gregory A. Romanov: — {Honor} Espada/Espada de bronze sagrado, que mede ao todo 90 cm, sendo 70 de lâmina e 20 de base. A base é de couro, e no final de seu cabo, está entalhada a sigla GAR, as iniciais de seu dono, Gregory.  Os golpes da espada são mais cortantes do que perfurantes, mas não se descarta esta outra utilidade da arma. Quando não utilizada, transforma-se em um anel comum, ao comando de seu dono, com a inscrição: “Guerra por guerra”.{Bronze sagrado e couro} (Nível Mínimo: 1) {Não Controla Nenhum Elemento} [Recebimento: The Dragon's Flame]

Ayla Lennox: — {Silver Moon} - [Um escudo redondo de prata lunar que proporciona uma defesa eficiente para sua dona. Possui em seu centro o desenho em relevo de  um lobo (o desenho do rank dos filhos de Selene), pintado em dourado. Quando não estiver sendo utilizado, transforma-se em um relógio de prata] {Prata Lunar} (nível mínimo: 1) {Não Controla Nenhum Elemento} [Recebimento: Forjado na The Dragon's Flame, presente de Jhonn Stark.]

Dom Demon: — Morningstar [Clava pesada, seu cabo é feito de ferro sagrado – que pode ferir a monstros - e possui mais ou menos 90 centímetros. Ao final deste, existe uma esfera, coberta de espinhos por toda a sua extensão. Estes – também feitos com o mesmo material que o cabo – servem não só para aumentar o dano da arma, como pra perfurar armaduras de diversos tipos. No entanto, deve ser empunhada com duas mãos por semideuses que não possuem muita força física, o que impede o uso de escudo e outros itens graças a isso. Pesa quatro quilos ao total.] {Ferro Sagrado} (Nível mínimo: 5) {Não Controla Nenhum Elemento}[Recebimento: Presente de Harry S. Sieghart]


Retiradas


Harry S. Sieghart: 1x Ferro, 1x Prata Lunar, 2x Bronze Sagrado, 2x Bronze Comum, 1x Tintura e 1x Couro.

Kristy Grandine: 45 Dracmas

Gregory A. Romanov: 50 Dracmas

Jhonn Stark: 140 Dracmas
Harry S. Sieghart
avatar
Filhos de Hefesto
Mensagens :
262

Localização :
Acampamento

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Dragon’s Flame

Mensagem por 078 - ExStaff em Dom 29 Jun 2014, 03:05

Atualizado.
078 - ExStaff
avatar
Deuses
Mensagens :
695

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Dragon’s Flame

Mensagem por Katherine J. Villeneuve em Dom 29 Jun 2014, 21:51




Plaisir

"

Mon nom est Jane. Elizabeth Jane Lewth. "




— Até depois. — Resmungou, os lábios vermelhos unidos em uma linha fina que formava um sorriso perturbador. A mente implorava por um descanso, visto a quantidade de horas que se encontrava acordada. O corpo escultural estava coberto por uma jeans preta colada, regata e jaqueta de couro, ambas pretas. Seu pé se moldava em um coturno, ela em si desarmada. Estava precisando de uma arma nova, enjoara das habituais. Seus passos eram silenciados na grama úmida, os cabelos brancos esvoaçando ao vento frio, como em um habitual dia de inverno. Em poucos minutos, estava dentro da forja que lhe fora recomendada. Batucou os dedos na bancada e esperou até o rapaz se aproximar — Harry, certo? —Soltou, sem esperar resposta. — Você vai forjar isso pra mim.

Entregou um papelzinho, com a caligrafia perfeita de sempre, exibindo a inscrição da arma, junto a um desenho mal feito.

★ Bilhetinho:
{Revenge} Besta de Repetição [Feita em madeira reforçada e com componentes em ferro, essa besta possui um sistema de molas que permite o disparo de pequenas setas leves e em grande quantidade. Possui uma espécie de “espaço para cartuchos”, onde as setas são colocadas, sendo no máximo cinco por recarga. Tal espaço torna o processo de recarga simples e rápido, não atrapalhando muito em batalha. As molas permitem que uma seta seja disparada por segundo, no entanto, todas as setas carregadas serão disparadas, ou seja, não se pode carregar com cinco virotes e atirar apenas quatro. As setas alcançam no máximo a distância de cem metros ao ser disparada, sendo que depois disso tanto o dano quanto a velocidade da arma são extremamente reduzidos, prejudicando sua precisão. A arma mede cinquenta centímetros, e pesa dois quilos, exigindo um pouco de força para ser empunhada, mas nada absurdo. No lado direito da besta, entalhada na madeira, estão as letras “EJL”]

I need to stay alive. For this I need to kill. I need my revenge. Pleasure, my name is Jane.
Katherine J. Villeneuve
avatar
Filhos de Phobos
Mensagens :
170

Localização :
menton

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Dragon’s Flame

Mensagem por Allan P. Frey em Seg 30 Jun 2014, 04:22




Sweet Plagiarism, Thanks.


"

Caminhava sem pressa pelas forjas a fora. Tentava se lembrar do tal Harry, o mesmo que tinha feito a máscara e a armadura que hoje em dia eram minhas. Só que nisso de se lembrar já tinha passado em duas forjas e nenhumas delas eram a certa.
Finalmente ao ver o dragão de bronze adentrei o local sem retirar os óculos escuros.

Fiquei sentando no local que era bastante aconchegante para uma forja, enquanto esperava o forjador. Brincava com o dente de dracaenae bastante incomum graças ao seu tamanho, sem contar o veneno... Não tinha muita experiência com isso mas conseguia imaginar o dente como uma boa ponta de lança, o que depois de conseguir já uma boa maestria com a arma me permitiria manejar a mesma com duas pontas, sem problemas... Para mim, claro.

Aproximei do balcão ao ver o garoto de olhos claros se aproximar, e então pela primeira vez vi a garota que estava de costas com um papel. Um sorriso se formou e já ia correndo para um abraço quando me lembrei o mal que podia fazer a garota a tocando.
Coloquei os óculos na gola V e a cutuquei pela camisa sem a tocar.
-Quem é vivo sempre aparece. -Sorri ao vê-lá.
Em seguida coloquei a lança sobre o balcão e me dirigi ao garoto que parecia simpático.
-Ei cara, preciso de alguns ajustes nessa lança.

Mudanças e Pá:

— {Phobia} / Lança [Arma feita de bronze sagrado e tem um rubi cravejado no meio de seu cabo, é leve e tem fácil manuseio. Quando o usuário está sob condições de status máximas, a lança emite uma aura que pode fazer o usuário tremer nas bases! Sua inspiração vem da lança utilizada por Phobos] {Bronze Sagrado} (Nível Mínimo: 1) {Controle sobre o Medo} [Recebimento: Presente de Reclamação de Phobos]

♦ Presa de dracaena [Presa afiada de dracaena que pode ser utilizada como adaga; possui veneno em sua ponta e retira do inimigo -5 de HP a cada três turnos][Recebimento: Comprado de Frederick Marshell]

Quero que o dente de dracaenae seja adicionado a outra ponta da lança. A deixando assim, com duas pontas. Obg♥
Allan P. Frey
avatar
Morto
Mensagens :
555

Localização :
Brandili

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Dragon’s Flame

Mensagem por Harry S. Sieghart em Seg 30 Jun 2014, 13:26




Phobia


O ferreiro sentia-se esgotado. Trabalhara todo o dia, e seus músculos doíam, mas não tinha vontade de voltar ao chalé, muito menos de fechar a forja. Aquele lugar era o único em que ele se sentia útil, era aonde ele se sentia confortável. Sentia que precisavam dele para alguma coisa, mesmo que apenas para criar e consertar algumas armas, trabalho que fazia com um sorriso no rosto. Era por isso que ignorava as dores. Por isso tentava tornar a forja o lugar mais agradável possível às outras pessoas e por isso a sua era sempre a última a ser fechada, apenas quando tinha certeza de que não haveriam outros clientes.

E sempre haviam, de diversos tipos. Como aquela garota. Harry não pôde deixar de notar - um pouco demais, até - seu belo corpo, embora um desvio sutil de olhar impediu que esta notasse - ou ao menos era o que o garoto esperava. Seu modo de falar era um pouquinho arrogante para Sieghart, mas ele apenas sorriu em resposta. Analisou o pedido da semideusa, prestando atenção em cada detalhe, como os materiais ou entalhes, enfim, tudo o que pudesse pesar no preço final. E após analisar tudo, disse a garota o valor que achava justo para a arma. - Posso fazê-la por cem dracmas, o que acha?

Logo em seguida, um filho de Phobos adentrou a forja. A prole de Hefesto sabia de quem o garoto era descendente simplesmente pela lança que carregava consigo. Harry sempre analisara os presentes que os semideuses recebiam dos pais divinos em sua reclamação, então poderia reconhecer qualquer um de longe. O cliente aproximou-se da garota e demonstrou conhecê-la, e logo em seguida dirigiu-se ao forjador. Seu pedido era extremamente simples, para falar a verdade. Não custaria absolutamente nada para o mentalista, portanto este não achou justo cobrar algo. - Posso fazer essa modificação de graça. Mas apenas porque não vai me custar nenhum material ou esforço, não acostume-se. - Sorriu, reafirmando o tom de brincadeira, e esperou que confirmassem o pedido.

Harry S. Sieghart
avatar
Filhos de Hefesto
Mensagens :
262

Localização :
Acampamento

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Dragon’s Flame

Mensagem por Niklaus C. Schaefer em Seg 30 Jun 2014, 21:39

Temos que pega-los.

Pega-los eu tentarei!

- Hey, Harry. Tenho trabalho para você. - falou o menino de Eos enquanto entrava.

Deixou escapar um sorriso quando pensou no primeiro item que queria.

- Uma o quê? - falou o ferreiro, confuso.

- Sim, uma pokebola, jovem. Você é burro?

E então explicou ao filho de Hefesto como seria o tal item. Depois disso, começou a explicar sobre alguns outros itens bem especiais que queria dar a um amigo.

- Alias. - falou para o filho de Hefesto. - Quanto de desconto você pode me dar com isso?

E mostrou-lhe o bracelete que tinha arranjado com um filho do medo outro dia.

Itens:
Itens a serem forjados:
— {Pokebola} / Bola [Esfera feita de alumínio do tamanho de uma mão comum. Metade dela é colorida de vermelho e a outra de branco. Em seu centro, possui um botão para ativação que quando apertado faz bola se abrir em exatos 5 segundos, lançando de dentro dela uma rede de cabos de aço sobre quem sua possuidora jogar. Os cabos de aço estão sempre bem organizado dentro da bola, afim de que se enrolem perfeitamente o oponente quando este não conseguir desviar a tempo.] {Alumínio e Aço} (Nível Mínimo: 1) {Não Controla Nenhum Elemento} [Recebimento: Presente de aniversario do seu mais lindo aprendizo ♥/ Forjado por Harry S. Sieghart]

— {Deal} / Arco Composto [Por ser feito de ouro solar, este arco pode causar queimaduras naqueles que o tocarem além de Jhonn (Salvo filhos de Apolo, Héstia ou Hefesto). Por ter uma curvatura especial, o esforço para puxar a corda é menor, sendo mais fácil manter o arco em posição de tiro. A flecha é atirada em grande potência graças ao reforço de metal na vara. Também possui roldanas para aumentar a tração da corda, fazendo o impacto torna-se maior, bem como o alcance. ] {Ouro solar} (Nível Mínimo: 1) {Fogo} [Recebimento: Lindo presente do Íca ♥/ Forjado por Harry S. Sieghart]

— {Surprise} / Aljava [Bolsa de couro simples com capacidade para até 80 flechas. possui correias para serem presas nas costas ou cintura. O formato e resistência facilita bastante o uso.] {Couro} (Nível Mínimo: 1) {Não Controla Nenhum Elemento} [Recebimento: Lindo presente do Íca ♥/ Forjado por Harry S. Sieghart]

— {Set} / Flechas de Ouro Solar [Flechas com hastes finas de madeira, pena de ganso para dar estabilidade e ponta de ouro solar. Bastante resistentes, elas derrotam criaturas mais facilmente que outras flechas similares. Além de causar ardência e queimação no local onde atinge, graças ao seu material.] {Ouro solar, madeira e pena de ganso} (Nível Mínimo: 1) {Fogo} [Recebimento: Lindo presente do Íca ♥/ Forjado por Harry S. Sieghart] (80 flechas)


Item a ser cambiado:
— {Pride} / Bracelete [Um bracelete de bronze sagrado em formato de caveira e com a benção de Phobos. Uma vez por missão, o bracelete libera uma toxina alucinógena que faz com que todos menos seu possuidor vejam e vivenciem suas fobias por uma rodada. Como é o bracelete que aos poucos vira a toxina, depois de sete missões em que a habilidade foi usada, ele desaparece.] {Bronze sagrado} (Nível mínimo: 1) {Nenhum elemento} [Recebimento: Missão Assinado: Eu.] (Missões com uso: 0)
Niklaus C. Schaefer
avatar
Filhos de Eos
Mensagens :
1317

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Dragon’s Flame

Mensagem por Allan P. Frey em Seg 30 Jun 2014, 22:39




Sweet Plagiarism, Thanks.


"

Ficava remexendo a lança enquanto esperava o garoto que atendia outras pessoas.
Logo quando se aproximou ele pegou os dois itens e avaliou um pouco, em seguida falou que não cobraria nada. Sorri para ele e o entreguei a presa.
-Aqui está. Muito obrigado... Estarei esperando.
Dizendo isso me afastei do balcão e me sentei enquanto esperava. Fiquei olhando para o nada somente a espera do garoto com a lança pronta.

Allan P. Frey
avatar
Morto
Mensagens :
555

Localização :
Brandili

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Dragon’s Flame

Mensagem por Kalled C. Almeida em Ter 01 Jul 2014, 01:38



If I only...

You can help me?
Uma forja quente e confortável, igual a minha costumava ser, quando cheguei à forja procurei por Harry e imediatamente lhe expliquei que queria apenas que ele banhasse um item meu com o sangue do lado esquerdo da górgona que eu tinha guardado em meu frasco e que desse para esta arma a habilidade de se transmutar em uma caneta, e lhe entregando o frasco e o item perguntei:

– Então irmão , quanto custará?


pedido:
Itens a serem fundidos:
♣ Machado orc duplo
♣ Sangue do lado esquerdo da górgona. [Missão: Um Breve Favor]
Novo item:

Machado orc duplo ensanguentado: [ Esta arma agora tem a presença do sangue do lado esquerdo de uma górgona presente em suas lâminas, é de conhecimento geral que o sangue do lado esquerdo de uma górgona mata imediatamente, no entanto pelo fato de o sangue estar dissolvido na arma ela apenas fará com que o oponente sofra uma incrível dor e um mal estar pelo veneno, sem contar com o ferimento causado pelo corte. Vale lembrar que se o oponente do semideus estiver bastante fraco, o golpe dessa arma será fatal. Quando não está em uso transmuta-se em uma caneta.

Para Harry:
Peço que não cobre muito caro, pois estou lhe dando todo material e apenas pedindo que faça algumas alterações e também tenho poucas dracmas.


copyright 2013 - All Rights Reserved for Larissa
Kalled C. Almeida
avatar
Líder dos Menestréis
Mensagens :
655

Localização :
Residindo em Nova York

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Dragon’s Flame

Mensagem por Katherine J. Villeneuve em Ter 01 Jul 2014, 09:47




Plaisir

"

Mon nom est Jane. Elizabeth Jane Lewth. "



— Devo presumir que você me ache bonita, mas não gosto de ser tão convencida. — Soltou, a voz acostumada a ser sensual até mesmo em um sussurro baixo. Quando o olhar se desviou, ela riu baixinho, como se fosse uma piada interna. Ele deu o preço, e ela não fez mais que aproximar o rosto do dele e sorrir — Feito.  — Apoiou o cotovelo na mesa, encaixando seu queixo na mão, esperando tranquilamente em uma pose relaxada, mesmo que de costume, os lábios se mantivessem em um sorrisinho descuidado.
I need to stay alive. For this I need to kill. I need my revenge. Pleasure, my name is Jane.
Katherine J. Villeneuve
avatar
Filhos de Phobos
Mensagens :
170

Localização :
menton

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Dragon’s Flame

Mensagem por Kalled C. Almeida em Qua 09 Jul 2014, 02:58



If I only...

You can heal me?

Após recuperar o instrumento roubado eu havia sofrido perda total do peitoral de minha armadura e precisava de um novo, de passagem pelo acampamento cheguei à forja de meu irmão Harry e lhe fiz um pedido.

– Bom Harry, preciso deste pedido.. – disse-lhe mostrando um esquema do peitoral – E lhe ofereço o material para forjar – disse-lhe oferecendo o ouro para a forja.

– E então, quanto fica?
Pedido:

Basicamente um peitoral feito de ouro para combinar com as perneiras da minha armadura, este peitoral deve se transmutar em uma jaqueta ficando da seguinte forma.
Antigo:
♣ Armadura [Uma armadura quase completa, não possuinte do peitoral pelo estrago ocasionado na missão "Roubo Musical", feita de ouro. Bem resistente e leve, a armadura tem compartimentos secretos para algumas armas de Kalled, como martelos e machados, além de ter uma bainha para se colocar alguma espada. Transmuta-se em uma jaqueta combinando com uma calça jeans surrada.][Presente de Aniversário de Lucas R. e modificada pela missão "Roubo Musical", por Ares]

Novo:
♣ Armadura [Uma armadura completa, possuinte do peitoral e perneiras feita de ouro. Bem resistente e leve, a armadura tem compartimentos secretos para algumas armas de Kalled, como martelos e machados, além de ter uma bainha para se colocar alguma espada. Transmuta-se em uma jaqueta combinando com uma calça jeans surrada.][Presente de Aniversário de Lucas R. e Forjado por Harry]
Lembrar de pedir o desconto de ouro na minha conta.
copyright 2013 - All Rights Reserved for Larissa
Kalled C. Almeida
avatar
Líder dos Menestréis
Mensagens :
655

Localização :
Residindo em Nova York

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Dragon’s Flame

Mensagem por Rhydian Fraser em Qua 09 Jul 2014, 03:28

Gregory estava no balcão, esperando que alguém o atendesse estava pulando, de ansiedade. Era a segunda vez que fora á aquela forja, e estava contente com os serviços do forjador. Quando o filho de Hefesto o atendeu, ele foi direto.

- Olha, digamos que eu queira transformar meu escudo em uma coisa mais discreta,sabe? Chama muita atenção na rua, sabe-se lá o que os mortais pensam quando veem um trambolho desses. Por quanto ficaria?

Arma Atual:
— {Strategy} / Escudo [Escudo de bronze sagrado. Possui uma pequena coruja entalhada em seu centro. O escudo tem uma superfície muito lisa e, portanto, refletora; basta que o campista direcione-a corretamente para atrapalhar a visão do inimigo] {Bronze Sagrado} (Nível Mínimo:1) {Não Controla Nenhum Elemento} [Recebimento: Presente de Reclamação de Athena]

Arma modificada:
— {Strategy} / Escudo [Escudo de bronze sagrado. Possui uma pequena coruja entalhada em seu centro. O escudo tem uma superfície muito lisa e, portanto, refletora; basta que o campista direcione-a corretamente para atrapalhar a visão do inimigo. Quando não utilizado, transforma-se em uma moeda de bronze, sempre retornando ao bolso de seu dono quando perdida.] {Bronze Sagrado} (Nível Mínimo:1) {Não Controla Nenhum Elemento} [Recebimento: Presente de Reclamação de Athena e modificado por Harry S. Sieghart]
Rhydian Fraser
avatar
Mênades
Mensagens :
462

Localização :
Who knows?

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Dragon’s Flame

Mensagem por Jéremy N. Morin em Qui 10 Jul 2014, 21:54

Após chegar na forja, Nicholas ficou sentado em uma poltrona. Ainda não sabia o que iria querer, só sabia que seria uma espada. Encarava o ambiente, e olhava as armas dos outros semideuses, tentando planejar umas arma que seria boa para ele. Quando conseguiu pensar em uma boa arma, o indefinido se levantou, e andou até o balcão. Encarou o filho de Hefesto, e começou a explicar as funções da espada. Após descrever, perguntou:

-Por quanto ficará?

Espada:
♣ {Titan} / Espada [Uma espada normal de Bronze Sagrado, que mede ao todo 100cm, sendo 80 de lâmina e 20 de base. Seus golpes são profundos, e a arma serve tanto para cortar quanto para perfurar. Pode ser usada para aparar golpes, mas não substitui um escudo. Ao longo do cabo, existem leves depressões, para acomodar melhor os dedos do semideus. Quando em repouso, transmuta-se em uma caneta.] {Bronze Sagrado e Couro} (Nível Mínimo: 1) {Não Controla Nenhum Elemento} [Recebimento: Forjado por Harry S. Sieghart]
Jéremy N. Morin
avatar
Filhos de Hefesto
Mensagens :
40

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Dragon’s Flame

Mensagem por Ethan Miyazaki em Sex 11 Jul 2014, 12:41





Pedido



 


Precisa de um escudo por apenas 40 dracmas e claro, iria em uma forja. Comecei a andar atrás desta quando encontrei a Dragons Flame. Ao adentrar logo falei:
- Olaaaaaaaa. - E assim que o dono da forja apareceu falei. - Oi, queria um escudo por 40 dracmas, poderia fazer isto?


Descrição do Escudo:
♦ {Defense} / Escudo<>Bracelete [Bracelete feito de bronze com o símbolo de uma foice nele entalhado em alto relevo. Quando se aperta a foice do bracelete este se transforma em um escudo também de bronze com imagens de pessoas em pânico nele, seu tamanho é de uma tabela de basquete e é impressionante leve se adaptando a mão do semideus que é dono.] {Bronze, madeira} (1) {Não controla nenhum elemento} [Forjado por Harry S. Sieghart]


Ethan Miyazaki
avatar
Mênades
Mensagens :
109

Localização :
Long Island

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Dragon’s Flame

Mensagem por Harry S. Sieghart em Sab 12 Jul 2014, 00:42


Dragon's Flame
Forja de Harry S. Sieghart



Sentiu-se corar com o comentário da garota. Ela obviamente percebera sua timidez e se aproveitava do fato, obrigando o garoto a manter o olhar baixo. Foi um alívio quando obteve as duas confirmações e pôde finalmente começar o trabalho, de forma a afastar-se da cliente. Pegou os itens dados pelo filho de Phobos, tomando todo o cuidado possível com a presa que julgou ser venenosa e se afastou.

Seu primeiro trabalho não foi difícil. Primeiramente usou suas ferramentas para entalhar uma pequena abertura no cabo de madeira, de modo a poder encaixar a presa. Seu segundo passo foi raspar parte da presa, ainda tomando cuidado para não se furar. Assim que terminou, juntou as duas partes da arma e amarrou com firmeza, de modo que não se soltassem em um combate. Voltou-se rapidamente ao balcão e entregou a arma ao cliente.

Retornou ao trabalho, selecionando a madeira e o ferro que seriam necessários na confecção da besta. Começou o trabalho entalhando o primeiro material, desde um bloco bruto até uma forma que lembrava vagamente a arma desejada. Então, começou a trabalha melhor o item, raspando algumas partes, retirando outras, e assim que pronto, lixando e polindo toda a sua extensão. Acrescentou as molas à arma e pegou a chapa de metal, cortando uma parte desta. Uma pequena lâmina especializada em corte de metais daquele tipo auxiliou o forjador a fazer os componentes metálicos da arma, que foram logo acrescentados a esta, de modo que a besta de repetição estava pronta.

Quase. Ainda faltava um pequeno detalhe. Utilizando-se de outra lâmina, essa feita para o corte em madeiras, entalhou as letras requisitadas pela garota, e por fim entregou a ela o item, corando mais uma vez antes de pegar os dracmas e guardá-los. Se recompôs com a chegada de um novo comprador, este já conhecido do ferreiro. Seu pedido era bem inusitado: uma pokébola. Além disso, desejava também um arco, uma aljava e obviamente as flechas, e oferecia em troca um bracelete.

Invadiu a mente do garoto, e nela pôde ver o efeito do item oferecido. Podia-lhe ser bem útil em alguma ocasião, então decidiu aceitar a oferta do garoto. – Bem, posso fazer os itens que me pediu por oitenta dracmas mais o bracelete, o que acha?

Então foi a vez de Kalled entrar na forja. O meio-irmão de Harry era relativamente famoso, graças à sua forja – que infelizmente, ou felizmente, fechara -, então foi meio que uma honra para o jovem ferreiro tê-lo como cliente. Seus pedidos eram simples, e não lhe custariam material algum, então o preço foi justo, ao ver de Sieghart. – Posso fazê-los por trinta dracmas, irmão.

Um terceiro semideus entrou no local. Outro cliente que já havia atendido, o que o fez sorrir, afinal, ele voltar à forja era um sinal de que havia aprovado o trabalho. Mais uma vez recebera o pedido de transformar um item em outro, e ofereceu-lhe o preço padrão. – Dez dracmas. Mas eu não posso fazer com que a moeda retorne a você. Um feitiço seria necessário para fazê-lo. – Logo em seguida, entraram dois semideuses totalmente desconhecidos no local. Um deles queria uma espada que transformava-se em caneta, e após uma breve análise, dei o preço. – Cinquenta e cinco dracmas.

O segundo pedia-lhe um escudo. No entanto, ao contrário da maioria, este ofereceu o preço. Quarenta dracmas. Uma rápida leitura na mente do meio-sangue permitiu ao mentalista saber que era todo o dinheiro que o garoto possuía naquele momento, então era aceitar ou perder, ainda que fosse um valor um pouco abaixo do que geralmente cobrava. – Pois bem, aceito o valor.

Caminhou até a estante e pegou o bronze, levando-o logo em seguida para a área de trabalho. Primeiramente, desenhou um círculo no metal, nas proporções necessárias para fazer o escudo, e depois cortou no formato, utilizando a mesma lâmina que antes. O item foi levado até a moedora de correia, esta utilizada para corrigir algumas falhas causadas pela lâmina. A placa circular foi então levada para a bigorna. O forjador pegou seu martelo e, como se estivesse encarando aquele que mais odiava no mundo, desferiu diversos golpes, dando ao bronze a forma curvada de um escudo.

O metal foi levado até a Roda Inglesa, que por fim eliminou as deformações causadas pela arma de Harry. O suporte para mãos foi colocado e Sieghart colocou o escudo já pronto em sua mesa. Faltavam os detalhes. Desenhou, com toda a perfeição possível, as terríveis imagens. Pessoas amedrontadas, de todas as maneiras possíveis, foram sendo inseridas no escudo com uma caneta. Após o projeto estar pronto, utilizou de suas ferramentas para entalhar o desenho no metal. Após terminar, levou o bracelete e o escudo até a área de trabalho, e rezou à Hefesto. Pediu-lhe sua benção, e o deus atendeu-lhe, tornando os dois itens um só. Levou o bracelete ao garoto e recolheu os dracmas.


Acréscimos e Retiradas:

Acréscimos
Harry S. Sieghart: 140 Dracmas

Allan P. Frey: — {Phobia} / Lança [Arma feita de bronze sagrado e tem um rubi cravejado no meio de seu cabo, é leve e tem fácil manuseio. Quando o usuário está sob condições de status máximas, a lança emite uma aura que pode fazer o usuário tremer nas bases. A arma possui também uma segunda ponta. Esta é feita da presa afiada de uma dracaena, e um inimigo ferido por esse lado da arma perde cinco de HP a cada três turnos. O efeito do veneno dura até ele ser curado, de forma que o dano é contínuo.] {Bronze Sagrado} (Nível Mínimo: 10) {Controle sobre o Medo} [Recebimento: Presente de Reclamação de Phobos adaptado por Harry S. Sieghart]

Elizabeth J. Lewth:{Revenge} / Besta de Repetição [Feita em madeira reforçada e com componentes em ferro, essa besta possui um sistema de molas que permite o disparo de pequenas setas leves e em grande quantidade. Possui uma espécie de “espaço para cartuchos”, onde as setas são colocadas, sendo no máximo cinco por recarga. Tal espaço torna o processo de recarga simples e rápido, não atrapalhando muito em batalha. As molas permitem que uma seta seja disparada por segundo, no entanto, todas as setas carregadas serão disparadas, ou seja, não se pode carregar com cinco virotes e atirar apenas quatro. As setas alcançam no máximo a distância de cem metros ao ser disparada, sendo que depois disso tanto o dano quanto a velocidade da arma são extremamente reduzidos, prejudicando sua precisão. A arma mede cinquenta centímetros, e pesa dois quilos, exigindo um pouco de força para ser empunhada, mas nada absurdo. No lado direito da besta, entalhada na madeira, estão as letras “EJL”]{Madeira e Ferro} (Nível Mínimo: 10) {Não Controla Nenhum Elemento}[Forjado por Harry S. Sieghart]

Kyle Gauther: ♦ {Defense} / Escudo<>Bracelete [Bracelete feito de bronze com o símbolo de uma foice nele entalhado em alto relevo. Quando se aperta a foice do bracelete este se transforma em um escudo também de bronze com imagens de pessoas em pânico nele, seu tamanho é de uma tabela de basquete e é impressionante leve se adaptando a mão do semideus que é dono.] {Bronze} (1) {Não controla nenhum elemento} [Forjado por Harry S. Sieghart]

Retiradas

Harry S. Sieghart: 1x Bronze, 1x Madeira e 1x Ferro

Elizabeth J. Lewth: 100 Dracmas

Kyle Gauther: 40 Dracmas


Crédito do template a Tamy!

Harry S. Sieghart
avatar
Filhos de Hefesto
Mensagens :
262

Localização :
Acampamento

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Dragon’s Flame

Mensagem por Kalled C. Almeida em Sab 12 Jul 2014, 01:23

Olhei para o meu irmão enquanto dizia o valor de seu trabalho:

- Pois bem trinta dracmas está de bom tamanho, pode forjar.

Aguardei em um canto da forja enquanto reparava Harry trabalhar.
Kalled C. Almeida
avatar
Líder dos Menestréis
Mensagens :
655

Localização :
Residindo em Nova York

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Dragon’s Flame

Mensagem por Niklaus C. Schaefer em Sab 12 Jul 2014, 01:44

Temos que pega-los.

Pega-los eu tentarei!

- Ta otimo! - o vingador esbouçou um sorriso. - E, poxa, quase me esquecia. Gostaria que você fizesse um escudo, leve e resistente; Nessa ordem de preferencialidade. É outro presente, para Mirelle Fay. É até sua companheira de grupo, se não me engano. Enfim, faça algo que defenda muito bem e tenho preço de quarenta dracmas, que é o que eu tenho.

E pôs seu dinheiro no balcão, esperando a resposta do ferreiro.

Itens:
Itens a serem forjados:

Para Kristy Grandine ♥:

— {Pokebola} / Bola [Esfera feita de alumínio do tamanho de uma mão comum. Metade dela é colorida de vermelho e a outra de branco. Em seu centro, possui um botão para ativação que quando apertado faz bola se abrir em exatos 5 segundos, lançando de dentro dela uma rede de cabos de aço sobre quem sua possuidora jogar. Os cabos de aço estão sempre bem organizado dentro da bola, afim de que se enrolem perfeitamente o oponente quando este não conseguir desviar a tempo.] {Alumínio e Aço} (Nível Mínimo: 1) {Não Controla Nenhum Elemento} [Recebimento: Presente de aniversario do seu mais lindo aprendizo ♥/ Forjado por Harry S. Sieghart]


Para Jhonn Stark:

— {Deal} / Arco Composto [Por ser feito de ouro solar, este arco pode causar queimaduras naqueles que o tocarem além de Jhonn (Salvo filhos de Apolo, Héstia ou Hefesto). Por ter uma curvatura especial, o esforço para puxar a corda é menor, sendo mais fácil manter o arco em posição de tiro. A flecha é atirada em grande potência graças ao reforço de metal na vara. Também possui roldanas para aumentar a tração da corda, fazendo o impacto torna-se maior, bem como o alcance. ] {Ouro solar} (Nível Mínimo: 1) {Fogo} [Recebimento: Lindo presente do Íca ♥/ Forjado por Harry S. Sieghart]

— {Surprise} / Aljava [Bolsa de couro simples com capacidade para até 80 flechas. possui correias para serem presas nas costas ou cintura. O formato e resistência facilita bastante o uso.] {Couro} (Nível Mínimo: 1) {Não Controla Nenhum Elemento} [Recebimento: Lindo presente do Íca ♥/ Forjado por Harry S. Sieghart]

— {Set} / Flechas de Ouro Solar [Flechas com hastes finas de madeira, pena de ganso para dar estabilidade e ponta de ouro solar. Bastante resistentes, elas derrotam criaturas mais facilmente que outras flechas similares. Além de causar ardência e queimação no local onde atinge, graças ao seu material.] {Ouro solar, madeira e pena de ganso} (Nível Mínimo: 1) {Fogo} [Recebimento: Lindo presente do Íca ♥/ Forjado por Harry S. Sieghart] (80 flechas)


Para Mirelle Fay:

— {Íca} / Escudo Misto [Escudo feito de madeira e magnésio, é leve de fácil uso. Oferece uma proteção eficiente e não interfere em nada quando usado em combinação com outras armas, desde sejam armas de uma mão. Ao simples querer da dona se transforma em uma pulseira cor de prata.]{Magnésio e madeira} (Nível Mínimo: 1) {Não Controla Nenhum Elemento} [Presente do seu amante mais gostoso ♥/ Forjado por Harry S. Sieghart]

Item a ser cambiado:
— {Pride} / Bracelete [Um bracelete de bronze sagrado em formato de caveira e com a benção de Phobos. Uma vez por missão, o bracelete libera uma toxina alucinógena que faz com que todos menos seu possuidor vejam e vivenciem suas fobias por uma rodada. Como é o bracelete que aos poucos vira a toxina, depois de sete missões em que a habilidade foi usada, ele desaparece.] {Bronze sagrado} (Nível mínimo: 1) {Nenhum elemento} [Recebimento: Missão Assinado: Eu.] (Missões com uso: 0)
Niklaus C. Schaefer
avatar
Filhos de Eos
Mensagens :
1317

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Dragon’s Flame

Mensagem por 112-Ex-Staff em Sab 12 Jul 2014, 02:11

Atualizado

(Leves modificações nos três pedidos finalizados)
112-Ex-Staff
avatar
Indefinido
Mensagens :
1873

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Dragon’s Flame

Mensagem por Harry S. Sieghart em Sab 12 Jul 2014, 14:53


Dragon's Flame
Forja de Harry S. Sieghart



O primeiro a confirmar o valor oferecido foi Kalled, e logo em seguida Ícaro – que como o semideus anterior havia oferecido quarenta dracmas pelo escudo, preço aceito pelo forjador. Enquanto aguardava que os demais o fizessem, voltou-se para a forja, pegando o ouro, o machado e o frasco com sangue de górgona das mãos do meio-irmão, levando-os para a sua área de trabalho. Teria muito trabalho a fazer se quisesse completar os itens à tempo, e então separou o couro, a madeira, o ouro solar, o aço e o magnésio, materiais necessários para todos os itens de Ícaro – ao vê-los Harry refletiu sobre o preço oferecido ao cliente, mas obviamente não voltaria atrás – e levou-os para junto dos itens do irmão.

Primeiramente, pegou o machado e o sangue da górgona, e desencaixou a parte metálica do cabo. Levou este à caldeira, e acendeu-a na fornalha em sua temperatura máxima. Enquanto esperava que o metal derretesse, pegou a chapa de ouro oferecida pelo cliente e cortou-a utilizando de sua lâmina. Retirou do metal duas formas idênticas à peitorais, e logo em seguida levou estes para a bigorna. Utilizando-se do martelo, começou a desferir golpes que deram forma ao item, mesmo que uma forma não muito perfeita, apenas para iniciar. Utilizando-se de suas outras ferramentas, começou a desenhar as formas características de um peitoral, como o próprio contorno dos músculos e afins.

Para completar o trabalho, colocou o peitoral na mesa junto da jaqueta, e fez a prece ao seu pai, como já havia feito tantas vezes mais. Os itens se uniram, e Harry deixou-os de lado e voltou à caldeira. O metal já derretido incandescia em um laranja intenso quando o filho de Hefesto derramou sobre ele o sangue. Equipado com todos os seus itens que o protegiam do calor e das chamas, ele utilizou de um item feito com uma liga metálica que resistia à temperaturas como aquela, e utilizou-o para mexer o líquido. Então, virou a caldeira sobre uma espécie de molde de chapa, e deixou-o resfriando.

Enquanto a troca de calor acontecia, Harry pegou o couro antes selecionado, e começou a costurar a aljava. Criou-a espaçosa para que pudesse conter as oitenta flechas, mas ainda assim segura para impedir que a munição acabasse por furá-la. Não demorou muito para conseguir completar o serviço, então começou a fazer as flechas. Cortou a madeira várias vezes, nas formas necessárias para criá-las, e então entalhou-as até conseguir os oitenta cilindros – o que demorou um bom tempo – e partiu para o passo seguinte: as pontas.

Cortou o ouro solar em diversos pedaços pontiagudos, e entalhou-os de modo que pudessem se encaixar com perfeição nas hastes. Após terminado o serviço, selecionou as penas que dariam estabilidade aos projéteis e uniu os componentes de todos eles. Colocou-os na aljava e foi fazer o arco. Mais uma vez, cortou o ouro solar na forma desejada e moldou-o, criando roldanas em suas pontas e curvando a arma alguns centímetros para melhorar seu alcance. Adicionou o cordel e tencionou-a o máximo possível para testá-la. Após constatar seu bom funcionamento, deixou-a de lado junto da aljava e foi criar o escudo.

Primeiramente, desenhou um círculo no metal, nas proporções necessárias para fazer o item, e depois cortou no formato, utilizando mais uma vez sua lâmina especial. O item foi levado até a moedora de correia, utilizada para corrigir algumas falhas causadas pelo recorte. A placa circular foi então levada para a bigorna, e o forjador pegou seu martelo, desferindo diversos golpes, dando ao bronze a forma curvada de um escudo. O metal foi levado até a Roda Inglesa, que por fim eliminou as deformações causadas pela arma de Harry. O suporte para mãos foi colocado e Sieghart colocou o escudo já pronto em sua mesa. Rezou à Hefesto pela segunda vez, obtendo o mesmo efeito de fusão de itens que na anterior.

Então, cortou o aço necessário para se criar as correntes da pokébola. Confeccionou-as de parte em parte utilizando de suas ferramentas, soldando quando necessário e logo tinha o item pronto. Então, cortou o alumínio, e com o auxílio de seu martelo começou a dar a forma circular, que foi completada com a Roda Inglesa. Mais uma vez fez a prece ao seu pai, e encantou o item de modo a liberar a corrente cinco segundos após o botão ser acionado. Finalmente tendo todos os itens de Ícaro prontos, entregou-os ao semideus e recebeu os dracmas e o bracelete.

Voltou para a chapa metálica, que já estava pronta para o uso e nela começou a corta  forma da lâmina dupla de machado. Tomando todo o cuidado possível para que nem se arranhasse com o item, levou-o à Moedora de Correia que afiou a arma novamente. Logo em seguida colocou a lâmina na bigorna, e utilizou do seu martelo mais uma vez, dando a forma perfeita. Para finalizar, uniu novamente a lâmina e o cabo, e colocou o item junto da caneta. Pela última vez rezou ao deus do fogo, conseguindo novamente a benção, e levou ambos os equipamentos forjados ao meio-irmão, recolhendo os trinta dracmas depois.


Acréscimos e Retiradas:

Acréscimos
Harry S. Sieghart: 150 Dracmas + — {Pride} / Bracelete [Um bracelete de bronze sagrado em formato de caveira e com a benção de Phobos. Uma vez por missão, o bracelete libera uma toxina alucinógena que faz com que todos menos seu possuidor vejam e vivenciem suas fobias por uma rodada. Como é o bracelete que aos poucos vira a toxina, depois de sete missões em que a habilidade foi usada, ele desaparece.] {Bronze sagrado} (Nível mínimo: 1) {Nenhum elemento} [Recebimento: Missão Assinado: Eu.] (Missões com uso: 0)

Kristy Grandine: — {Pokebola} / Bola [Esfera feita de alumínio do tamanho de uma mão comum. Metade dela é colorida de vermelho e a outra de branco. Em seu centro, possui um botão para ativação que quando apertado faz bola se abrir em exatos 5 segundos, lançando de dentro dela uma rede de cabos de aço sobre quem sua possuidora jogar. Os cabos de aço estão sempre bem organizado dentro da bola, afim de que se enrolem perfeitamente o oponente quando este não conseguir desviar a tempo.] {Alumínio e Aço} (Nível Mínimo: 1) {Não Controla Nenhum Elemento} [Recebimento: Presente de aniversario do seu mais lindo aprendizo ♥/ Forjado por Harry S. Sieghart]

Jhonn Stark: — {Deal} / Arco Composto [Por ser feito de ouro solar, este arco pode causar queimaduras naqueles que o tocarem além de Jhonn (Salvo filhos de Apolo, Héstia ou Hefesto). Por ter uma curvatura especial, o esforço para puxar a corda é menor, sendo mais fácil manter o arco em posição de tiro. A flecha é atirada em grande potência graças ao reforço de metal na vara. Também possui roldanas para aumentar a tração da corda, fazendo o impacto torna-se maior, bem como o alcance. ] {Ouro solar} (Nível Mínimo: 1) {Fogo} [Recebimento: Lindo presente do Íca ♥/ Forjado por Harry S. Sieghart]

— {Surprise} / Aljava [Bolsa de couro simples com capacidade para até 80 flechas. possui correias para serem presas nas costas ou cintura. O formato e resistência facilita bastante o uso.] {Couro} (Nível Mínimo: 1) {Não Controla Nenhum Elemento} [Recebimento: Lindo presente do Íca ♥/ Forjado por Harry S. Sieghart]

— {Set} / Flechas de Ouro Solar [Flechas com hastes finas de madeira, pena de ganso para dar estabilidade e ponta de ouro solar. Bastante resistentes, elas derrotam criaturas mais facilmente que outras flechas similares. Além de causar ardência e queimação no local onde atinge, graças ao seu material.] {Ouro solar, madeira e pena de ganso} (Nível Mínimo: 1) {Fogo} [Recebimento: Lindo presente do Íca ♥/ Forjado por Harry S. Sieghart] (80 flechas)

Mirelle Fay: — {Íca} / Escudo Misto [Escudo feito de madeira e magnésio, é leve de fácil uso. Oferece uma proteção eficiente e não interfere em nada quando usado em combinação com outras armas, desde sejam armas de uma mão. Ao simples querer da dona se transforma em uma pulseira cor de prata.]{Magnésio e madeira} (Nível Mínimo: 1) {Não Controla Nenhum Elemento} [Presente do seu amante mais gostoso ♥/ Forjado por Harry S. Sieghart]

Kalled C. Almeida: ♣ Armadura [Uma armadura completa, possuinte do peitoral e perneiras feita de ouro. Bem resistente e leve, a armadura tem compartimentos secretos para algumas armas de Kalled, como martelos e machados, além de ter uma bainha para se colocar alguma espada. Transmuta-se em uma jaqueta combinando com uma calça jeans surrada.]{Ouro} (Nível Mínimo: 30) {Não Controla Nenhum Elemento}[Presente de Aniversário de Lucas R. e Forjado por Harry]

Machado orc duplo ensanguentado: [ Esta arma agora tem a presença do sangue do lado esquerdo de uma górgona presente em suas lâminas, é de conhecimento geral que o sangue do lado esquerdo de uma górgona mata imediatamente, no entanto pelo fato de o sangue estar dissolvido na arma ela apenas fará com que o oponente sofra uma incrível dor e um mal estar pelo veneno, sem contar com o ferimento causado pelo corte. Vale lembrar que se o oponente do semideus estiver bastante fraco, o golpe dessa arma será fatal. Quando não está em uso transmuta-se em uma caneta.]{Bronze Sagrado e Madeira} (Nível Mínimo: 30) {Não Controla Nenhum Elemento}[Forjado por Harry S. Sieghart]

Retiradas

Harry S. Sieghart: 1x Aço, 1x Alumínio,2x Ouro Solar, 1x Couro, 2x Madeira e 1x Magnésio

Ícaro Newerland: 120 Dracmas + — {Pride} / Bracelete [Um bracelete de bronze sagrado em formato de caveira e com a benção de Phobos. Uma vez por missão, o bracelete libera uma toxina alucinógena que faz com que todos menos seu possuidor vejam e vivenciem suas fobias por uma rodada. Como é o bracelete que aos poucos vira a toxina, depois de sete missões em que a habilidade foi usada, ele desaparece.] {Bronze sagrado} (Nível mínimo: 1) {Nenhum elemento} [Recebimento: Missão Assinado: Eu.] (Missões com uso: 0)

Kalled C. Almeida: 30 Dracmas
+ ♣ Armadura [Uma armadura quase completa, não possuinte do peitoral pelo estrago ocasionado na missão "Roubo Musical", feita de ouro. Bem resistente e leve, a armadura tem compartimentos secretos para algumas armas de Kalled, como martelos e machados, além de ter uma bainha para se colocar alguma espada. Transmuta-se em uma jaqueta combinando com uma calça jeans surrada.][Presente de Aniversário de Lucas R. e modificada pela missão "Roubo Musical", por Ares]
+ ♣ Machado orc duplo
+♣ Sangue do lado esquerdo da górgona. [Missão: Um Breve Favor]
+1x Ouro


Crédito do template a Tamy!

Harry S. Sieghart
avatar
Filhos de Hefesto
Mensagens :
262

Localização :
Acampamento

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Dragon’s Flame

Mensagem por Ethan Miyazaki em Sab 12 Jul 2014, 17:04

Olhando para o semideus dou um leve sorriso:
- Ok, pode começar a fazer, por favor.
Ethan Miyazaki
avatar
Mênades
Mensagens :
109

Localização :
Long Island

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Dragon’s Flame

Mensagem por Eddard W. Dayne em Sab 12 Jul 2014, 17:30

Já feito a Kill no Harry e agora pensava em modificar algumas armas. Assim que adentrei no recinto falei para o semideus.
- Que tal uma arminha nova juntando algumas que eu já tenho?
Peguei um papel e comecei a escrever o que eu queria. Logo depois entreguei ao filho de Hefesto para ver quantos dracmas daria.

Nova Arma:
Primeiro quero juntar a Aurum, Argentum, três adagas, um elmo e uma gládio usando o metal destas. Não vejo mais necessidade delas no meu arsenal então.. Ainda te dou um escudo de couro de lestrigão. Mas vamos a arma.
Blood/Pingente - Armas Brancas. - Um pingente em formato de gota com uma cor vermelha com um B entalhado na mesma. Quando o semideus desejar o pingente se transforma em alguma das armas já pré-destinadas.
Icy - Faca de prata com 27cm muito gelada. Quando corta o oponente congela a carne por dentro e fora imobilizando a região.
Eletric - Lança com 280cm com corrente elétrica, igual a da Clarisse mas um pouco mais leve.
Isqueiro - Isqueiro tipico americano. Quando este é acionado pode liberar tanto um simples chama como também um fumaça sem nenhum efeito colateral.

Como não estou acostumado com as descrições do fórum gostaria que você fizesse isso, por favor. Ah, só tenho 55 dracmas mas podemos entrar em acordo já que posso te dar outros itens além do escudo. q
Eddard W. Dayne
avatar
Filhos de Hefesto
Mensagens :
313

Localização :
Nômade

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Dragon’s Flame

Mensagem por Jake T. Nermys em Sab 12 Jul 2014, 17:46

Forja ~ Uma nova arma ~

-------------------------------------------------------------------


Precisava de uma arma nova. O primeiro lugar que eu pensei... As forjas dos filhos de Hefesto.
Cheguei a primeira forja que eu vi chamada "The Dragons Flame". Entrei e fui falar com o semideus do outro lado do balcão.
- E aí cara, beleza? Vou ser direto, quero uma besta que seja capaz de produzir flechas absorvendo a energia da lua. E se não for ficar muito caro, que seja de metal lunar.
Ao dizer aquilo, percebi o quão difícil seria fazer aquela arma e que talvez ficasse muito caro.
- E só para saber, se eu achar muito caro ou mudar de ideia eu posso cancelar o pedido, né?

Besta:
~Besta Lunar {Uma besta capaz de produzir pequenas munições através da energia da lua, o que impossibilita o semideus de atacar com a besta durante o dia. A besta é feita de metal lunar, o que faz com que seja resistente.} [Metal Lunar] (Recebimento: The Dragons Flame)

Thanks Thay Vengeance Cupcake Graphics
Jake T. Nermys
avatar
Devotos de Hera
Mensagens :
134

Localização :
Por aí

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Dragon’s Flame

Mensagem por 112-Ex-Staff em Sab 12 Jul 2014, 22:16

Atualizado

(Leves alterações feitas nas armas. Apenas o presente de Kristem pode ser entregue a semideusa, já que os demais presenteados não fazem aniversario durante essa semana, de modo que não é valido dar os presentes fora dessa dada especial. Todos os itens não presenteáveis foram enviados para a ficha do player que pediu pela forja)
112-Ex-Staff
avatar
Indefinido
Mensagens :
1873

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Dragon’s Flame

Mensagem por Victor Krunch em Dom 13 Jul 2014, 09:26

 Entro em umas da forjas para pedir uma leve modificação no meu escudo... Vou no balcão e deixo meu pedido. 

Pedido:
{Divine} / Escudo [Escudo circular feito de cristal com uma cabeça de javali esculpida em seu centro. Banhado em bronze, este fica em um tom avermelhado quando usado em batalha, representando sua segunda camada de bronze sagrado {sangrento}, quando não está sendo usado se transforma em um anel de prata preto .] {Cristal e Bronze sagrado {sangrento} (Nível Mínimo: 1) {Não controla Nenhum Elemento} [Recebimento: Presente de Reclamação de Ares/Modificado por Harry S. Sieghart]
Victor Krunch
avatar
Filhos de Ares
Mensagens :
13

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Dragon’s Flame

Mensagem por Rhydian Fraser em Seg 14 Jul 2014, 00:22

Gregory sorriu com o preço, e entregou os dracmas ao forjador.

-Negócio fechado.
Rhydian Fraser
avatar
Mênades
Mensagens :
462

Localização :
Who knows?

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Dragon’s Flame

Mensagem por Harry S. Sieghart em Ter 22 Jul 2014, 02:12


Dragon's Flame
Forja de Harry S. Sieghart



Pegou o escudo e a moeda do garoto tão logo quanto este confirmou o preço oferecido, e levou ambos os itens até a mesa de trabalho. Colocou-os lado a lado e fechou os olhos, iniciando uma prece silenciosa à Hefesto, pedindo-lhe ajuda para encantar os itens da forma que o semideus desejava. Quando os dois se tornaram um, Harry levou a moeda até o filho de Athena – fato descoberto graças a uma pequena invasão mental – e recolheu os dracmas.

Logo em seguida, retornou a sua forja. A mente do ferreiro trabalhava a mil enquanto ele finalmente pensava no projeto. Não seria fácil de fazer, e daria trabalho, mas valeria a pena quando tudo estivesse terminado. Para começar, pegou o seu arco, feito de bronze sagrado, para melhorar alguns aspectos nele. Primeiramente, levou a arma até a bigorna e encurvou-a de forma bastante acentuada no centro da vara, utilizando o martelo recebido de seu pai. Logo em seguida, usou uma ferramenta de entalhe para cortar parte das pontas do arco, dando uma leve curvatura a estes. Aplicou seus conhecimentos em armas na reforma do item, de modo a fazer com que os projéteis disparados por ele causassem mais dano, e também dobrassem a distância atingida sem necessitar de mais força no puxão.

Assim que este ficou pronto, colocou-o em sua mesa e foi fazer o segundo. Sim, dois arcos, afinal, sempre é melhor prevenir. Primeiramente selecionou o ouro solar, e colocou-o em sua área de trabalho. Seu segundo passo foi cortar o metal nas proporções da arma que queria fazer – mais ou menos as mesmas da outra – e então levou o item para a bigorna. O martelo mais uma vez fez seu trabalho, dando ao arco composto a resistência que ele precisava, e também aumentando sua durabilidade. Assim que terminada essa etapa, começou a entalhar o arco da melhor forma possível, adicionando o sistema de polias que fariam com que as flechas adquirissem uma maior distância e também o espaço para que a faca de caça fosse encaixada. Suas técnicas também fariam com que os projéteis tivessem um dano maior tanto nos inimigos quanto em suas armaduras. Adicionou a corda à arma e tencionou-a ao máximo, para testar o item. Ao constatar seu bom funcionamento, deixou de lado para que pudesse fazer os itens restantes.

Começou pela faca, pois teria menos trabalho com esta. Com total cuidado e cautela, pegou a obsidiana entre seus itens. Sabia que não era um material muito resistente, e que poderia quebrar mesmo no processo de forja, no entanto, também sabia que era extremamente afiado – mais um motivo para ter cautela – e era esse fio que atraía o garoto. Utilizando de uma ferramenta especial, parecida com um bisturi, cortou o formato de lâmina curvada, característico das facas de caça, e logo em seguida, utilizou-se de suas outras ferramentas para aumentar ao extremo a resistência do item. Assim que terminou, selecionou outra ferramenta, para entalhar a madeira no formato do cabo, e assim o fez, adaptado para encaixar-se no arco. Então juntou ambas as partes da arma e colocou-a junto dos dois projetos já finalizados. Restavam apenas as flechas, e estas seriam as mais trabalhosas.

Primeiramente, pegou todo o alumínio que possuía, pois tal metal era bem melhor para a confecção de flechas que a madeira, ainda mais porque ambos os arcos exigiam flechas mais resistentes para que não acabassem quebrando-as.  Após ter todo o metal consigo, começou a cortá-lo no formato das hastes. Uma vez, duas... Cem, duzentas... O garoto já havia perdido a conta de quantas hastes já possuía quando grande parte do material finalmente acabou. Flexionou um pouco os braços para descansá-los antes de continuar. Usando mais uma vez a ferramenta de corte, começou a criar lâminas feitas do mesmo metal das hastes. Tais lâminas eram pequenas, para que se encaixassem e formassem a ponta de uma flecha.

Assim que terminou todas, usou uma outra ferramenta para serrilhá-las, e torná-las mais resistentes e fortes o bastante para atravessar um alvo. Então, juntou as pontas com a haste, e repetiu esse processo várias vezes, até que tinha o número de flechas que precisava. Logo em seguida, selecionou uma parte dessas flechas e mais um pouco de alumínio. Usando seus conhecimentos sobre máquinas e fiações, começou a fazer uma mini-bomba na ponta da flecha, adicionando logo em seguida um timer e um sensor que ativaria o dispositivo assim que este saísse do arco. Repetiu o processo até possuir o número desejado e partiu para o próximo tipo de projéteis.

Para estas, não precisou encaixar as pontas na haste, deixando-as cegas. Afinou um pouco o metal que as constituía, de modo a deixá-lo menos resistente, e logo em seguida pegou uma grande quantidade de couro. Cortou-o várias vezes, costurando na forma necessária, e colocando-o na extremidade das flechas. Assim que todas as flechas possuíam uma ponta de couro, começou a criar o dispositivo que a inflaria, de modo a transformá-la em uma luva de boxe. O dispositivo em questão funcionaria como um air-bag, e inflaria o couro até a forma desejada. Fez outros quarenta e nove sistemas iguais à esse e acrescentou-os às flecha, para poder começar o quarto projeto.

Pegou mais cinquenta hastes e nestas adicionou as pontas, porém, não parou por aí. Pegou também aço, e começou a moldá-lo na forma de um cabo fino, porém resistente, feito para se prender no inimigo assim que a flecha o atingisse. Assim que terminou de fazê-lo, colocou-o na haste junto do dispositivo que o liberaria, e repetiu isso até que houvessem exatas cinquenta flechas desse tipo. No entanto, não parou de fazer os cabos. Continuou o trabalho com o aço, no entanto, fez cabos bem maiores, com mais ou menos trinta metros. Assim que terminou-os, começou a criar outro dispositivo, como o de uma fita métrica. Fez cinquenta desses e enrolou o mesmo número de cabos. Então, conectou-os à haste de cinquenta flechas.

Cortou mais alumínio, e começou a dar a ele a forma de ganchos, utilizando as ferramentas que lhe eram disponíveis. Quatro ganchos para cada ponta de flecha e mais quatro pra cada ponta de cabo, de modo que não restava alumínio quando ele terminou. Então, adicionou os ganchos aos seus devidos lugares e deu fim ao quinto conjunto de projéteis. Só faltava um. Selecionou o magnésio necessário, e assim como havia feito com o aço, moldou-o e fez cabos. No entanto, não parou por aí. Esses cabos foram entrelaçados até que se formasse uma grande rede, com três metros de diâmetro. Nessa rede então foram colocados pesos, feitos com o mesmo material, e por fim a arma foi adicionada à haste. Fez mais flechas desse tipo, até que tinha o número padrão: cinquenta. E então começou a acrescentar a essas dispositivos de explosão, que seriam responsáveis pela ativação da rede. Quando as trezentas flechas estavam finalmente prontas, sentou-se para descansar por um tempo.

Então, se levantou novamente, e adicionou as penas de ganso às extremidades de todas elas, e também usou suas ferramentas para entalhar símbolos em suas extremidades, de modo a poder saber qual era qual em sua aljava. Suava muito quando o trabalho ficou pronto, mas não podia descansar. Ainda faltava um item indispensável se quisesse ser um arqueiro: a aljava. Pegou mais couro, e começou a costurá-lo na forma da grande bolsa de flechas, adicionando na parte de baixo desta uma proteção à mais, e também os espaços para flechas. Então, reforçou o item fazendo mais camadas, até que estava pronta. Confortável e útil. Pensava que poderia finalmente descansar, mas uma ideia veio à mente perturbada do filho de Hefesto.

Então, cortando um outro pedaço de couro, ele costurou uma espécie de estojo para dardos, que no entanto funcionava como uma grande braçadeira. Após ter esse item pronto, começou a fazer os dardos. Primeiramente, o bronze sagrado, material que seria a base das armas. Cortou, moldou, deformou e trabalhou com o bronze até ter todos os dardos que precisaria. Então, começou a adicionar uma pequena “caixa”, feita para se guardar venenos ou coisas do tipo. Tendo outra ideia, Harry partiu os dardos ao meio e trabalhou-os de forma que tal parte pudesse encaixar e desencaixar, servindo como uma ponta secundária de flecha caso necessário. Para acabar, replicou as bombas feitas anteriormente, e guardou todos os cem projéteis feitos. Só uma coisa faltava.

Voltou-se para o arco de bronze sagrado, e colocou uma luva ao lado deste. Rezou mais uma vez à Hefesto, pedindo a benção não só dessa arma, mas também de algumas flechas e da faca, de modo que as armas ficassem mais hostis a monstros, e o arco adquirisse a habilidade de transformar-se na luva. Quando tudo estava pronto, finalmente guardou todos os itens criados para quando necessário, e reabriu a forja.

Tão logo quando o fez, um cliente entrou. Filho de Ares, o forjador pôde perceber graças ao escudo. Este trazia um pedido simples, com um preço já padronizado, então o ferreiro só precisou responder o de sempre. – Dez dracmas.


Acréscimos e Retiradas:

Acréscimos
Harry S. Sieghart: 10 Dracmas +

☯ {King} / Arco [Arco composto, feito exclusivamente de ouro solar, pesa 125 libras e possui um elaborado sistema de polias que armazena grande quantidade de energia no inicio do puxão, tornando o restante do movimento mais fácil. Tal sistema também permite que as flechas alcancem uma distância máxima de 150 metros mantendo sua eficácia máxima e até 200 metros – valor máximo que o projétil alcança – com desempenho bem reduzido. A envergadura na vara é muito acentuada, o que também facilita o manuseio da arma. Suas pontas são levemente recurvas e de ponta a ponta o tamanho do arco é de 117 centímetros. O arco foi forjado de modo que suas flechas – tanto perfurantes quanto contusivas (ou mesmo golpe contusivos desferidos com o arco) – possuam um bônus de 10% no dano, e para que os projéteis tenham 10% de chance a mais de perfurar uma armadura. Além disso, é extremamente resistente se comparado a arcos do mesmo modelo, graças a técnicas especiais aplicadas pelo forjador, o que torna o item muito difícil de ser quebrado por meios normais. Na parte frontal do arco, existe um espaço para se encaixar o cabo de uma faca de caça. Exige flechas especiais, com um snipe baixo (ou seja, mais “duras”), pois flechas com maior snipe podem se partir antes mesmo de serem disparadas.]{Ouro Solar} (Nível Mínimo: 23) {Não Controla Nenhum Elemento} [Forjado por Harry S. Sieghart]

☯ {Sniper} / Arco [Arco composto, feito exclusivamente de Bronze Sagrado, pesa 125 libras e possui um elaborado sistema de polias que armazena grande quantidade de energia no inicio do puxão, tornando o restante do movimento mais fácil. Tal sistema – somado a um processo especial feito pelo forjador para que o alcance fosse dobrado - também permite que as flechas alcancem uma distância máxima de 300 metros mantendo sua eficácia máxima e até 400 metros – valor máximo que o projétil alcança – com desempenho bem reduzido. A envergadura na vara é muito acentuada, o que também facilita o manuseio da arma. Suas pontas são levemente recurvas e de ponta a ponta o tamanho do arco é de 117 centímetros. O arco foi forjado de modo que suas flechas – tanto perfurantes quanto contusivas (ou mesmo golpe contusivos desferidos com o arco) – possuam um bônus de 10% no dano. Exige flechas especiais, com um snipe baixo (ou seja, mais “duras”), pois flechas com maior snipe podem se partir antes mesmo de serem disparadas. Quando não está em uso, assume a forma de uma luva negra, feita de couro.]{Bronze Sagrado} (Nível Mínimo: 19) {Não Controla Nenhum Elemento} [Forjado por Harry S. Sieghart]

☯ {Hunter} / Faca de Caça [Seu cabo, feito de madeira, foi especialmente adaptado para se encaixar no espaço do arco de Harry, embora a arma também possa ser empunhada. Possui ao total cinquenta centímetros, e pesa pouco, para não atrapalhar o balanceamento do arco. Sua lâmina possui uma curva – característica de facas do tipo – que provoca maior dano ao penetrar o inimigo, e é feita de obsdiana – parte comum e parte sagrada, de modo que fere tanto a mortais quanto a seres mágicos. Foi trabalhada para que se tornasse extremamente afiada, de modo que um simples toque em seu fio é o bastante para se cortar. Além disso, os danos provocados pela arma ganham 10% de bonificação em dano. Para compensar a fraqueza da obsdiana, foram aplicadas técnicas de forja que tornaram a arma semi-indestrutível, ou seja, meios comuns não causam nenhum tipo de dano à faca.]{Obsidiana(Comum e Sagrada) e Madeira} (Nível Mínimo: 24) {Não Controla Nenhum Elemento} [Forjado por Harry S. Sieghart]

☯ {Jigsaw} / Flechas [Flechas feitas com haste fina de alumínio, e pena de ganso para dar estabilidade. Suas pontas são especialmente adaptadas, formadas por quatro lâminas serrilhadas juntas – feitas de alumínio, parte sagrado e parte comum, para ferir tanto a seres mágicos quanto a mortais -, de forma que conseguem causar dano até em ossos humanos. A flecha foi especialmente balanceada para que quando atirada, dobre a distância que o arco pode atingir. Além disso, possui um formato propenso a penetrar armaduras, de modo que causa 10% de dano a mais em tais itens. Suas lâminas também são extremamente afiadas, de modo que também causam 10% a mais de dano nos inimigos atingidos. Não acompanham aljava. Quantidade: 50]{Alumínio(Comum e Sagrado) e Pena} (Nível Mínimo: 18) {Não Controla Nenhum Elemento} [Forjado por Harry S. Sieghart]

☯ {Bond} / Flechas [Flechas feitas com haste fina de alumínio, e pena de ganso para dar estabilidade. Suas pontas são especialmente adaptadas, formadas por quatro lâminas e com finos, porém resistentes cabos de aço que se enrolam no alvo atingido. Tais cabos aguentam facilmente o peso de um homem adulto. A flecha foi especialmente balanceada para que quando atirada, dobre a distância que o arco pode atingir. Além disso, possui um formato propenso a penetrar armaduras, de modo que causa 10% de dano a mais nos itens. Suas lâminas também são extremamente afiadas, de modo que também causam 10% a mais de dano nos inimigos atingidos. Para diferenciá-las das demais, possuem um pequeno - mas perceptível ao toque - buraco circular na extremidade superior. Não acompanham aljava. Quantidade: 50]{Alumínio, Aço e Pena} (Nível Mínimo: 21) {Não Controla Nenhum Elemento} [Forjado por Harry S. Sieghart]

☯ {Boom!} / Flechas [Flechas feitas com haste fina de alumínio, e pena de ganso para dar estabilidade. Em suas pontas existem explosivos de potência mediana, que se ativam quando são armados. Estes possuem três modos, um em que explode assim que colide com o alvo, outro em que explode cinco segundos após o impacto e um terceiro que aciona um cronômetro marcando 10 segundos. O dispositivo é ligado no momento em que o projétil é disparado. Para mudar o tipo de acionamento, deve-se girar a flecha enquanto pressionada no arco. A flecha foi especialmente balanceada para que quando atirada, dobre a distância que o arco pode atingir. Além disso, possui um formato propenso a penetrar armaduras, de modo que causa 10% de dano a mais em tais itens. Para diferenciá-las, possuem uma reta entalhada em sua extremidade superior, perceptível ao toque. Não acompanham aljava. Quantidade: 50]{Alumínio e Pena} (Nível Mínimo: 21) {Não Controla Nenhum Elemento} [Forjado por Harry S. Sieghart]

☯ {Stalker} / Flechas [Flechas feitas com haste fina de alumínio, não muito resistentes de modo que pode se quebrar devido à aceleração do ar em seu lançamento, e pena de ganso para dar estabilidade. Possui um sistema que, após o lançamento da flecha, causa uma pequena explosão  que libera uma rede compacta, espalhando seus quatro pesos na direção do alvo. Tal rede possui três metros de diâmetro e é feita de fios de magnésio. Foram aplicadas técnicas que tornaram a arma balanceada o bastante para que o peso extra não atrapalhe na estabilidade, ainda que a distância do projétil não ultrapasse os 50 metros. A rede foi construída de modo que os ataques de imobilização ganhem bonificação de 10%, e este também é o valo aumentado na dificuldade de alguém preso pela rede escapar. Possuem também adaptações que tornam o item tão leve quanto uma flecha comum, graças a uma técnica aplicada pelo forjador. Pequenos buracos circulares foram espalhados na extremidade superior para diferenciar das outras flechas. Não acompanham aljava. Quantidade: 50]{Alumínio, Magnésio e Pena} (Nível Mínimo: 21) {Não Controla Nenhum Elemento} [Forjado por Harry S. Sieghart]

☯ {Badass} / Flechas [Flechas feitas com haste fina de e pena de ganso para dar estabilidade. Essas foram criadas para quando uma força não letal for necessária. Sua extremidade não possui ponta – também conhecida como ponta cega – e é revestida por uma espécie de “balão” de couro, vazio. Quando a flecha é armada, um sistema parecido com o de um air-bag se aciona, e o balão infla, tomando a forma de uma luva de boxe. Embora não pareça, o dano causado por essa arma é relativamente alto, ainda maior graças à técnicas aplicadas pelo forjador, que dão uma bonificação de 10%. Além disso, o projétil foi perfeitamente balanceado, de modo que pode ser atirado com o dobro da distância que o arco proporciona. Possui uma espécie de ondulação entalhada na extremidade superior, para diferenciá-la das outras flechas Não acompanham aljava. Quantidade: 50]{Alumínio, Couro e Pena} (Nível Mínimo: 21) {Não Controla Nenhum Elemento} [Forjado por Harry S. Sieghart]

☯ {M:I} / Flechas [Flechas feitas com haste fina de alumínio, e pena de ganso para dar estabilidade. Em sua ponta estão quatro ganchos que formam uma espécie de garra, aberta antes do lançamento. Tal garra se prende firmemente em qualquer alvo de tamanho compatível assim que o atinge. Na outra extremidade da flecha, existe um dispositivo de armazenamento parecido com o de fitas métricas, que serve para guardar um cabo fino, porém resistente o bastante para aguentar o peso de dois adultos, feito de aço e com 30 metros de extensão. Em sua ponta, há uma mini versão da garra que se prende ao arco do usuário de modo que a corda se desenrole conforme o projétil avança. Essas garra possuem também um segundo dispositivo, que serve para puxar o cabo, no caso de o projétil errar o seu alvo ou se o arqueiro estiver utilizando-o para recuperar algum item. Possuem também adaptações que tornam o item tão leve quanto uma flecha comum, e outras que tornam o balanceamento da arma perfeito, independente da sua forma aparentemente ineficaz, graças à técnicas aplicadas pelo forjador. Uma linha vertical marca tais flechas, de modo a diferenciá-las das demais. Não acompanham aljava. Quantidade: 50]{Alumínio, Aço e Pena} (Nível Mínimo: 21) {Não Controla Nenhum Elemento} [Forjado por Harry S. Sieghart]

☯ {Btoom!} / Dardos [Feitos inteiramente de bronze sagrado, com penas para dar melhor estabilidade, possuem uma ponta fina feita para penetrar a pele do alvo com maior facilidade. São pequenos e possuem um compartimento para guardar líquidos, como venenos, de modo que injetem tal fluido no oponente atingido. Também têm um pequeno dispositivo parecido com um aerossol, que transforma o líquido do compartimento em uma nuvem gasosa, de forma que um veneno, por exemplo, afetaria bem mais pessoas, ainda que seu efeito seja reduzido. Possuem ainda um segundo dispositivo, este ativado ao se pressionar um botão na própria arma, que faz com que o dardo exploda após atingir o alvo, ou até dois segundos depois. A explosão é mediana, mas ainda assim causa danos. Os dardos possuem um sistema que permitem-no ser colocados na ponta de flechas cegas – ao retirar a parte onde ficam as penas - , sem perder nenhuma das suas funções. Foram criados com um perfeito balanceamento, de modo atingirem a distância de 40 metros sem problemas. Quantidade: 100]{Bronze Sagrado e Penas} (Nível Mínimo: 21) {Não Controla Nenhum Elemento} [Forjado por Harry S. Sieghart]

☯ {Backpack} / Aljava [Uma caixa feita de couro e costurada à mão, com camadas extras do tecido colocadas para reforçar o material. A base é resistente e possui encaixes para que as flechas fiquem bem posicionadas e não atrapalhem o arqueiro. Uma tira de couro ajustável é usada para prender o item ao usuário de forma confortável. A aljava foi criada de modo que ataques comuns não a rasguem ou destruam de forma alguma, sendo quase indestrutível.]{Couro} (Nível Mínimo: 21) {Não Controla Nenhum Elemento} [Forjado por Harry S. Sieghart]

☯ {Keeper} / Estojo [Feito para guardar dardos, possui ao total dez espaços para tais projéteis. É feito de couro, e adaptado para prender-se ao braço de seu dono, de modo que as armas podem ser sacadas mais rapidamente e sem atrapalhá-lo. O estojo foi criado de modo que ataques comuns não a rasguem ou destruam de forma alguma, sendo quase indestrutível.]{Couro} (Nível Mínimo: 21) {Não Controla Nenhum Elemento} [Forjado por Harry S. Sieghart]


Gregory A. Romanov: — {Strategy} / Escudo [Escudo de bronze sagrado. Possui uma pequena coruja entalhada em seu centro. O escudo tem uma superfície muito lisa e, portanto, refletora; basta que o campista direcione-a corretamente para atrapalhar a visão do inimigo. Quando não utilizado, transforma-se em uma moeda de bronze.] {Bronze Sagrado} (Nível Mínimo:1) {Não Controla Nenhum Elemento} [Recebimento: Presente de Reclamação de Athena e modificado por Harry S. Sieghart]


Retiradas

Harry S. Sieghart: 6x Alumínio, 2x Aço, 1x Magnésio, 3x Couro, 1x Obsidiana, 1x Bronze Sagrado, 1x Ouro Solar e 1x Madeira.

Gregory A. Romanov: 10 Dracmas

Habilidades Usadas:
Leveza – Essa habilidade torna o item mais leve. Escudos e armaduras são tratados, em termos de peso, como uma categoria menor, e armas de duas mãos infundidas com esta habilidade podem ser manuseadas com uma única mão. Aumenta o nível do item em 10.

Afiada – Seu gume é mais afiado que de uma arma comum, demorando muito mais para perder suas propriedades e aumentando o dano de acordo com a habilidade do forjador – 5% a  cada 10 níveis, até o máximo de 25%. Obviamente, só pode ser aplicado em armas cortantes. Um arco ou besta com esta habilidade passa o bônus para suas flechas. Aumenta o nível do item em 2 a cada 5%.

Impactante – o equivalente de afiada para armas contusivas, como maças e cajados. Agora, elas possuem o dano aumentado - 5% a  cada 10 níveis, até o máximo de 25%. Obviamente, só pode ser aplicado em armas contusivas. Pode ser aplicada em armas a distância, que passam o bônus para as munições, contudo, flechas e virotes só receberão o efeito se forem especialmente adaptadas para causar dano contusivo e não cortante. Balas de funda recebem o efeito normalmente. Aumenta o item do nível em 2 a cada 5%.

Defensora – Uma arma com esta habilidade é mais balanceada, tornando-a mais fácil de ser usada na defesa, agindo como um escudo, sem contudo qualquer penalidade – pelo contrário – a defesa é aumentada em  5% a  cada 10 níveis, até o máximo de 25%. Útil para armas de duas mãos. Aumenta o item do nível em 2 a cada 5%.

Penetrante – Uma arma penetrante foi criada especialmente para sobrepujar as melhores armaduras. Uma arma deste tipo tem chance maior de causar dano mesmo em usuários de armadura - 5% a  cada 10 níveis, até o máximo de 25%. No caso de armaduras com fortificação, as habilidades se anulam, prevalecendo a diferença entre ambas – Uma arma penetrante a 15% contra uma armadura fortificada a 10% causaria apenas 5% a mais (a diferença entre ambas).Aumenta o nível do item em 2 a cada 5%.

Distância – Apenas para armas especificamente arremessáveis e armas à distância – esta habilidade cria armas especialmente balanceadas, dobrando seu alcance de ataque. Pode ser aplicado a redes e boleadeiras. Armas compostas só recebem este benefício quando são arremessadas com todas as suas partes (a corrente de uma foice com corrente não recebe o bônus se o usuário mantiver uma das partes seguras, já que por mais que seja balanceada, a corrente não se distende, mas atirar a arma inteira poderia fazer o bônus ser aplicado). Aumenta o nível do item em 10.

Enredante – Apenas para armas de imobilização, como chicotes e boleadeiras. Essas armas são feitas com mais primor que suas contrapartes menos trabalhadas. Armas enredantes oferecem uma bonificação de 5% a  cada 10 níveis do forjador, até o máximo de 25% para ataques de imobilização e desarme. Um oponente que seja preso por uma dessas também tem dificuldade em escapar – ataques de constrição que partam da arma tem a duração de 1 rodada adicional, e a dificuldade de escapar é aumentada na mesma proporção que o bônus de acerto. Aumenta o nível do item em 7.

Durabilidade – Estes itens ganham uma resistência geral maior, sendo mais difíceis de serem quebrados. Aumenta em 7 o nível do item.

Indestrutibilidade – Estes itens não podem ser destruídos por meios ou habilidades comuns. Apenas ataques mitológicos e métodos específicos podem fazê-lo. [Poderes de outros semideuses ainda contam, mas um golpe simples de uma espada sem habilidades contra um escudo com essa característica não provocarias danos]. Aumenta em 20 o nível do item.


Crédito do template a Tamy!

Harry S. Sieghart
avatar
Filhos de Hefesto
Mensagens :
262

Localização :
Acampamento

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Dragon’s Flame

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 5 de 9 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum