Percy Jackson e os Olimpianos RPG BR
Bem vindo ao maior fórum de RPG de Percy Jackson do Brasil.

Já possui conta? Faça o LOGIN.
Não possui ainda? Registre-se e experimente a vida de meio-sangue.

¥ Dragon Dovahkiin ¥ - Forja de Hic Haddock

Página 1 de 9 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

¥ Dragon Dovahkiin ¥ - Forja de Hic Haddock

Mensagem por Lina Oakwood em Qui 23 Maio 2013, 04:09



Dragon Dovahkiin




Apresentação


A forja se localizava entre duas outras maiores que ela. A porta pequena era feita de ferro e tinha um olho mágico para quando o dono a fechasse para dar início as suas experiências de forjador, ele ainda pudesse receber certos clientes que conhecia profundamente. No momento em que você está por perto, ela está aberta, convidando-o a entrar no recinto. Depois de passar pela porta, você se depara com algo parecido com um pub irlandês: duas mesas recostadas em um canto e o balcão, onde a diferença entre um pub e a forja é revelada, pois atrás deste fica um espaço aberto com um forno no meio. Dá para ver-se, recostadas nas paredes, armas de todos os tipos, que normalmente são usadas para exemplificar como seria a requisição do cliente.

Em cima do balcão, pregado com fita transparente, está um tipo de bilhete, dando as boas vindas ao cliente e mostrando a tabela de preços.

"Bem-vindos à Forja Dragon Dovahkiin (Ou simplesmente D.D.)! Toque a campainha para chamar o forjador mestre, ou um de seus ajudantes. Mas antes, veja nossa lista de preços fixos, para que você tenha uma ideia de qual será o custo inicial de seu pedido. (Preços baseados em armas feitas com Ferro Comum e Madeira, sem adição de qualquer atributo, adorno e etc.)

Espadas: 35 dracmas
Machados: 50 dracmas
Sabres: 35 dracmas
Foices: 65 dracmas
Martelos: 45 dracmas
Escudos: 40 dracmas
Leques: 30 dracmas
Arcos: 40 dracmas"

E assim é apresentada a forja para os clientes.

**

Regras da Forja:

1- A forja não é um lugar off, portanto poste sua entrada, mas deve parar sua narração quando me explicar em on o que deseja. Irei fazer a interação com você para que diga se aceita ou não o preço ofertado. Quando postar sua segunda narração aceitando o preço, aí sim é que irei fazer sua arma.

2- Na primeira narração, coloque no final do post a ficha disponibilizada no final deste primeiro post, a preenchendo corretamente com o que deseja. É ela que vai me ajudar com os cálculos do preço final.

3- Por favor, façam em seus posts um mínimo de cinco linhas, para que não ocasione problemas de flood.

4- Procurem sempre olhar minha ficha meio-sangue para verificar meu nível, já que não poderei fazer certas coisas que forem de níveis acima que o meu.

Ficha de requisição:

Código:
[spoiler][b]Objeto:[/b]
[b]Nome do objeto:[/b]
[b]Materiais a serem utilizados:[/b]
[b]Dimensões do objeto:[/b]
[b]Descrição simplista do objeto:[/b]
[b]Observações:[/b][/spoiler]

Ou use a descrição do fórum para os objetos:

Código:
[spoiler]♦ {Nome} / O que é [ Explicação, e uma descrição BEM CLARA de TODAS as funcionalidades, capacidades e aparência da arma, quer ela ajude em atributos ou não (aumente destreza, força, velocidade, enfim ~ não acho necessário que o fórum deixe contabilizado esses atributos, é algo que o narrador precisa considerar e aceitar)] {Materiais utilizados (materiais de forja, se é uma espada feita de aço, ouro, enfim] (Nível Mínimo) {Elemento, se controla algum} [Recebimento: ¥ Dragon Dovahkiin ¥ ][/spoiler]
Copyright © 2012 McT all rights reserved.
Lina Oakwood
Indefinido
Mensagens :
659

Localização :
Para me encontrar, você precisa trazer ouro imperial. Ai, terás de descer até o fundo do mar e procurar um gigante que me conheça. Depois, suba novamente a terra e siga as direções desse Gigante. Talvez você me encontre, talvez não.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ¥ Dragon Dovahkiin ¥ - Forja de Hic Haddock

Mensagem por Sunny S. Michaelis em Sex 24 Maio 2013, 21:54


Forjas

Enzo C. Oakley - Nível 6 - Prole de Hermes - Forjas { ¥ Dragon Dovahkiin ¥ }


Eu estava sem proteção alguma em meus combates. Na primeira vez, eu ignorei. Achava que, por ser um semideus, seria um super herói e que não seria afetado por quase nada. Mas a realidade não era assim. Havia vários ferimentos em seu corpo e alguns hematomas, os quais eu evitava deixar à mostra, usando casacos e camisas de manga longa. A Loja do Acampamento Meio-Sangue tinha escudos incríveis, mas eu suspeitei que fossem pouco resistentes. Naquele momento, eu pensei em algo: as forjas das proles de Hefesto. Hefesto era o deus das forjas e eu já vira várias vezes semideuses com armas exclusivas, forjadas pelas proles do deus do fogo. Eu decidi visitar uma forja, talvez os preços não fossem exagerados. Me levantei de minha cama d'água e saí do Chalé de Hermes, sobrevoando com Maximus até as forjas.

• • •

Basicamente, as forjas eram construções gregas com chaminés de ferro que dispensavam fumaça constantemente. Eram fechadas e por vezes subterrâneas, mas a maioria dos semideuses optavam por unir uma loja à uma forja. Eram várias destas, cada uma com sua marca registrada. Eu parei em frente a uma pequena forja que se localizava entre duas outras maiorias, provavelmente de veteranos. Eu me aproximei da forja menor e pensei em bater à porta, mas esta era de ferro e o barulho de metais no interior do local impediria que o som chegasse até seu dono. Eu suspirei e abri a porta com um rangido metálico.

Assim que entrei, eu observei o lugar. Nas paredes, machados, espadas, arcos, lanças e escudos pendiam. Deviam ser apenas demonstrações para os semideuses. Eu me atentei aos escudos, já que era aquilo que eu desejava no momento. O lugar me lembrava algo, com as duas mesinhas no canto e um balcão com um papel em cima, como um bilhete. Por trás do balcão, a forja se encontrava queimando, mas eu não encontrara o dono ainda.

Me aproximei do balcão e li o bilhete com cuidado. Achei aquilo uma estupidez, pois, o dono não estava ali e bom, meu pai era o deus dos ladrões. Eu poderia pegar o escudo e sair correndo, simplesmente. Mas, por incrível que parecesse, eu quis ser honesto pelo menos uma vez. O cara ficava ali, trabalhando incansavelmente naquela fornalha quente para atender os pedidos dos semideuses e eu ia roubá-lo? Além disso, depois eu poderia ser castigado. Quando terminei de ler o bilhete, eu peguei um papel dobrado no bolso, o qual havia um desenho que eu tinha tentado representar Hermes, mas saíra algo horrível. Eu toquei a campainha e enquanto esperava o dono da forja, escrevia o meu pedido no lado oposto do desenho na folha

♦ Anymore Defense / Escudo de Bronze Sagrado [Um escudo circular de bronze sagrado, com tiras de couro em seu interior, para o semideus prender em seu braço durante a batalha ou, quando em movimentação (fuga, por exemplo), prendendo pela articulação do braço. É leve e ajuda na defesa do semideus] (Nível Mínimo: 1) {Não Controla Elemento Algum} [Recebimento: ¥ Dragon Dovahkiin ¥ ]


Deixei em cima da mesa enquanto esperava para o dono aparecer, pois gostaria de consultar o preço, não poderia comprar caso ficasse muito caro.

Observações:
Desculpe os erros e demais acontecimentos durante o post. Só. '-'



Por favor, não roube o code desse template, eu peço. Deu trabalho fazer. Me mande uma MP, eu posso fazer um pra você ou até mesmo entregar este a você com os créditos. Obrigado.

Sunny S. Michaelis
avatar
Filhos de Hermes
Mensagens :
77

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ¥ Dragon Dovahkiin ¥ - Forja de Hic Haddock

Mensagem por Lina Oakwood em Sex 24 Maio 2013, 23:00



Dragon Dovahkiin




Negociação.


Abrira a forja para começar a trabalhar como meus irmãos, então acabei sentindo um pouco na pele o que um ferreiro faz de verdade. Pelo menos o trabalho me dava uma sensação de alívio e de estar perto de minha mãe, consertando coisas naquela pequena oficina que tínhamos na Califórnia. Coloquei as luvas de ferreiro e o avental, antes de começar qualquer coisa. Depois aqueci o fogo, para que, quando aparecesse alguém, aquilo já estivesse pronto para ser usado.

Depois de algum tempo, ouvi a campainha do local ser tocada, enquanto trabalhava aquecendo o fogo. Coloquei a foles em cima da bigorna e fui atender o primeiro cliente. Era um garoto loiro e, pelo que pude ver, parecia ser prole de Hermes.

- Bem-vindo a Dragon Dovahkiin. Posso ver seu pedido?

O garoto me entregou a folha de papel e eu analisei o que ele queria. Parecia relativamente simples: Um escudo de bronze sagrado. As especificações não eram assim tão complicadas de se fazer. Acabei virando o papel e encontrando um desenho bem esquisito de alguém. Olhei dele para o papel e disse:

- Ok. Hm... Vejamos. Seu pedido é bem simples. Faço por 50 dracmas. Se quiser, pode pagar mais 5 dracmas para que ele se reduza a um bracelete quando apertar um botão. Suas especificações serão mantidas, mas só adicionaria esse detalhe, já que é meio complicado andar com um escudo no braço o tempo todo.

Esperei a resposta do garoto enquanto olhava para o desenho deste, tentando decifrar quem era a pessoa representada nele.

Copyright © 2012 McT all rights reserved.
Lina Oakwood
Indefinido
Mensagens :
659

Localização :
Para me encontrar, você precisa trazer ouro imperial. Ai, terás de descer até o fundo do mar e procurar um gigante que me conheça. Depois, suba novamente a terra e siga as direções desse Gigante. Talvez você me encontre, talvez não.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ¥ Dragon Dovahkiin ¥ - Forja de Hic Haddock

Mensagem por Ivy D. M. Allen em Sab 25 Maio 2013, 09:57



Forjas

Caçadoras de Ártemis




Agora decididamente eu preciso de uma espada nova! Eu prefiro arco e flecha, mas as espadas também são úteis, preciso de uma que me favoreça, o problema é onde encontrar?!
Eu não sei onde posso encontrar uma espada, como eu diria perfeita. O acampamento não tem muitas coisas que sejam magnificas, tem algumas espadas, mas não é o que eu procuro.
Lembrei-me então das forjas, Forjas dos filhos de Hefesto, eu sinceramente nunca pensei que teria de ir lá, embora eu precise não sei se vou gostar ir. Sei muito bem que eu não tenho que gostar ou desgostar, eu preciso então eu vou!
Dirigi-me até as forjas, não me parecia um lugar horrível, mas sinceramente eu acho que prefiro ficar no chalé. Vi várias forjas digamos assim incríveis, eu sei eu estava reclamando agora pouco, mas é realmente incrível. Meus olhos percorreram cada mínimo detalhe, vi forjas grandes e pequenas, mas fui logo para a que me deixou intrigada. Adentrei o local, a porta rangia. Parecia estar vazio mas acho que não esta, fui em direção ao balcão onde pude enxergar várias armas, maravilhosas realmente perfeitas ‘Preciso voltar aqui mais vezes’ pensei enquanto procurava um meio de ver se havia alguém ali que pudesse me atender.
Peguei um papelzinho e nele anotei meu pedido.
“♦ {MoonSword } / Espada [Feita de prata lunar, com 90 cm, 70 cm (lâmina) e 20 cm (base), sua base é bem simples e fácil de segurar, manuseio fácil ela é perfeita para ser usada a noite.] (Nível Mínimo: 1) {Não controla nenhum elemento} [Recebimento: ¥ Dragon Dovahkiin ¥]”
Vi logo uma campainha resolvi toca-la e fiquei então esperando.



Coded by: IG & SA

Ivy D. M. Allen
avatar
Filhos de Perséfone
Mensagens :
166

Localização :
London

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ¥ Dragon Dovahkiin ¥ - Forja de Hic Haddock

Mensagem por Sunny S. Michaelis em Sab 25 Maio 2013, 12:12


Forjas

Enzo C. Oakley - Nível 6 - Prole de Hermes - Forjas { ¥ Dragon Dovahkiin ¥ }


A ideia que o garoto propunha era muito boa e o preço estava ao meu alcance. Ele observava a folha enquanto eu retirava vários dracmas de ouro do bolso e deixava-os sobre o balcão.
- Eu aceito a ideia. Concordo que seja melhor... - eu disse, observando as armas que estavam pela forja. Aparentemente o semideus era muito bom.

Uma semideusa adentrou ao local, mas eu não prestei muita atenção nela. Voltei meu olhar para o dono e vi que ele tinha uma expressão duvidosa sob o papel. Então notei que ele estava vendo o meu desenho. Rapidamente, estiquei meu braço e tirei o papel de suas mãos.
- Então, eu espero aqui ou tem uma espécie de entrega em domicílio? - perguntei, dobrando o papel.

Observações:
Desculpe o post curto e sem demais detalhes, estou pelo celular e para não atrasar o pedido decidi postar logo '-'



Por favor, não roube o code desse template, eu peço. Deu trabalho fazer. Me mande uma MP, eu posso fazer um pra você ou até mesmo entregar este a você com os créditos. Obrigado.

Sunny S. Michaelis
avatar
Filhos de Hermes
Mensagens :
77

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ¥ Dragon Dovahkiin ¥ - Forja de Hic Haddock

Mensagem por Lina Oakwood em Sab 25 Maio 2013, 20:55



Forjando Anymore Defense...




...e negociando com a caçadora


Ouvi o que o semideus disse, mesmo parecendo não ter ouvido. Antes que pudesse identificar quem era a pessoa representada, o garoto puxou o papel, não me permitindo mais olhar para o desenho. Fiz uma cara de muxoxo, mas me conformei. Qualquer dia desses eu descobriria quem era aquele deus, já que parecia ser um homem. (Se bem que poderia muito bem ser um pai humano.)

- Entrega em domicílio? Bem, se você deixar o número do seu chalé, posso ir entregar, mas você é quem sabe. - Disse.

Antes de ir forjar o escudo do loiro, fui ver o que a outra cliente queria que eu fizesse. Percebi que era uma caçadora, já que não parecia morar no acampamento e tinha um jeito meio esquisito de ser. (Bem... Estava me baseando no que os outros semideuses disseram.) Pigarreei e, munido de toda minha coragem para falar com as pessoas, disse:

- Bem-vinda a Dragon Dovahkiin! Deixe-me ver seu pedido.

Analisei o pedido e notei que seria um pouco mais dificultoso, já que teria de passar a noite acordado para forjá-la. Decidi então colocar mais alguns dracmas no preço final, já que era de material bem mais específico de manusear do que o pedido do garoto. Cocei a cabeça, calculando mentalmente o preço e tamborilei os dedos no balcão, lendo e relendo o papel.

- Faço por 55 dracmas, já que a prata lunar só pode ser forjada a noite e, mesmo que o pedido seja um tanto simples, o material é um tanto irritante de se usar por conta disso. Aceita?

Independentemente da resposta da garota, fui forjar o escudo do garoto que saíra. Anymore Defense iria ser um escudo bem feito, mesmo que fosse simples de fazer, já que não era necessário detalhes além de reduzir-se a um bracelete. As luvas estavam protegendo minhas mãos de possíveis queimaduras que poderiam acontecer. (Minha primeira experiência com forjas fora um tanto desastrosa, pois estava sem luvas. Deprimente.) Coloquei mais carvão no fogo para que ele esquentasse mais rápido e injetei oxigênio na fornalha com a foles. Depois de fazer isso, coloquei a chapa de bronze sagrado dentro do forno, para que ela derretesse o suficiente para começar a moldá-la. Enquanto isso, separei poucas tiras de couro para fazer a parte onde se engancharia o braço do garoto. Lavei-as com um produto especial para tirar o cheiro fétido e deixei-as separadas para quando fosse usá-las.

Quando a chapa estava na temperatura certa, meio sólida, meio líquida, a tirei do forno, certificando-me de que as luvas estavam protegendo toda a extensão em contato com a chapa ou com possível contato com esta. Peguei Constructio e comecei a martelar a chapa, a abrindo como um cozinheiro abre a massa. Depois que ela estava completamente aberta (E eu um pouco suado), comecei a moldar um círculo, martelando as pontas da chapa para trás até que a forma desta parecesse um circulo um tanto estufado, por conta da parte da chapa que estava para trás. Resfriei e coloquei-a novamente na fornalha, para poder corrigir os erros grotescos e fazer os primeiros detalhes pessoais, afinal, mesmo que o garoto não tenha pedido por aquilo, era gratificante fazê-lo.

Esperei uns bons momentos para que o pré-escudo amolecesse e o tirei da fornalha. Martelei nos pontos certos para que os erros grotescos fossem corrigidos e, depois disso, segurei o punho de Constructio ao contrário para usar a ponta deste para fazer alguns desenhos no quase-escudo. Resolvi fazer círculos, para dar o aspecto de escudo mesmo e também para que, quando eu o reduzisse a um bracelete, este ficasse com algumas curvas niveladas advindas dos círculos que estava fazendo. Depois de tudo isso, resfriei e deixei-o dentro do líquido. Iria temperá-lo no final de todo o processo.

Passei a fazer o lugar onde o escudo ficaria preso no braço do garoto. Tirei as luvas e cortei duas tiras em um formato para que pudessem se ajustar ao braço do garoto e ao antebraço do garoto, somente puxando em certos lugares, para apertar ou afrouxar o sistema de tiras. Coloquei-a uma por cima da outra para ver se tinha cortado certo e percebendo que nada de errado ocorreu, costurei o sistema de tiras todo, só deixando duas pontas para que fossem atreladas ao escudo. Terminado o trabalho minucioso de costura, coloquei as luvas novamente e tirei o escudo do líquido que o resfriou, para poder lixá-lo. Peguei uma lixa qualquer e comecei a tirar as imperfeições, lixando-o. Cantarolei uma música de rock, mais precisamente Back in Black do AC/DC, enquanto observava o escudo e passava a lixa nos locais onde precisava. Coloquei o escudo na fornalha e fiquei esperando algum tempo até que ele adquirisse brilho e emitisse luz. Nesse momento, o tirei e o resfriei rapidamente, o temperando. Depois, coloquei o botão para que o escudo se reduzisse a um bracelete perto do local onde prenderia o sistema de tiras e o testei três vezes. Vendo que funcionava corretamente, suspirei e passei um braço na testa, tirando o suor que havia se acumulado ali. Depois de tanto trabalho, o escudo estava quase pronto.

Peguei um instrumento fino de titânio e coloquei-o na fornalha. Era com ele que iria derreter dois pontos da parte de dentro do escudo para colocar o sistema de tiras de couro que iria prender-se na mão, no braço e antebraço do garoto. Esperei algum tempo até que ficasse suficientemente quente e o tirei de lá. Posicionei-o em um dos locais do escudo e o pressionei contra este. Depois de uns dez minutos, o material cedeu e ficou maleável o suficiente para que eu, utilizando de uma pinça resistente à temperatura, colocasse uma ponta do sistema de tiras de couro e conseguisse prendê-la no metal. Fiz o mesmo com a outra ponta e, antes que elas queimassem, resfriei o conjunto.

Sequei o escudo e tirei as luvas para poder testá-lo. Fiz algumas investidas e testei o botão que o fazia se reduzir a um bracelete. Estava finalmente pronto.

Acrécimos:
Hiccup:

+55 dracmas

Enzo:

♦ Anymore Defense / Escudo de Bronze Sagrado [Um escudo circular de bronze sagrado, com tiras de couro em seu interior, para o semideus prender em seu braço durante a batalha ou, quando em movimentação (fuga, por exemplo), prendendo pela articulação do braço. É leve e ajuda na defesa do semideus. Possui um botão que o reduz a um bracelete. Os círculos desenhados no escudo se transformam em curvas niveladas quando é reduzido a um bracelete, dando um aspecto decorativo.] (Nível Mínimo: 1) {Não Controla Elemento Algum} [Recebimento: ¥ Dragon Dovahkiin ¥ ]
Retiradas:
Hiccup:

-1 Bronze Sagrado

Enzo:

-55 dracmas



Aguardando atualização de ADM e resposta da Caçadora

Copyright © 2012 McT all rights reserved.
Lina Oakwood
Indefinido
Mensagens :
659

Localização :
Para me encontrar, você precisa trazer ouro imperial. Ai, terás de descer até o fundo do mar e procurar um gigante que me conheça. Depois, suba novamente a terra e siga as direções desse Gigante. Talvez você me encontre, talvez não.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ¥ Dragon Dovahkiin ¥ - Forja de Hic Haddock

Mensagem por 088-ExStaff em Sab 25 Maio 2013, 21:11




☤ Atualizados ☤


088-ExStaff
avatar
Indefinido
Mensagens :
416

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ¥ Dragon Dovahkiin ¥ - Forja de Hic Haddock

Mensagem por Ivy D. M. Allen em Dom 26 Maio 2013, 17:47

Fiquei realmente indecisa quando ele me disse o preço,
eu tinha apenas 53 dracmas e iria sair 55, pensei várias vezes naquilo enquanto
ele forjava o escudo de um campista logo a frente, independente de minha
escolha eu não poderia comprar, fiquei inquieta até por fim decidi perguntar
se ele não poderia dar-me um desconto.

- Com licença, eu tenho apenas 53 dracmas não teria como
baixar o preço?

Ele parecia pensar muito no assunto fiquei então esperando
pela resposta, ansiosa torcendo para que ele deixasse por 53, o que em minha
opinião seria difícil.

Spoiler:
Tenho 43
dracmas no inventário, mas recebi hoje os resultados de uma missão na qual
recebi 10 dracmas e ainda estou esperando a atualização.
Ivy D. M. Allen
avatar
Filhos de Perséfone
Mensagens :
166

Localização :
London

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ¥ Dragon Dovahkiin ¥ - Forja de Hic Haddock

Mensagem por Lina Oakwood em Dom 26 Maio 2013, 20:43



Dragon Dovahkiin




Fim de negociação


Pensei calmamente na resposta que daria. De 53 para 55 não faria tanta diferença, já que só diminuiria dois míseros dracmas, que poderia adquirir caso tivesse como forjar outra coisa, ou mesmo na própria limpeza de estábulos. Tamborilei os dedos na mesa e fingi estar um tanto pensativo para poder brincar um pouco com as emoções da garota. Depois de um minuto, acabei cansando de brincar com isso e falei:

- Hm... Acho que posso sim. Dois dracmas não vão fazer muita diferença mesmo. Então aceita, certo? Você vai vir aqui amanhã para pegá-lo ou que que eu a entregue em mãos?

Off: Esse diálogo é só para enrolar mesmo, já que eu preciso que a loja esteja atualizada para forjar. Faz um post saindo daqui, certo?


Copyright © 2012 McT all rights reserved.
Lina Oakwood
Indefinido
Mensagens :
659

Localização :
Para me encontrar, você precisa trazer ouro imperial. Ai, terás de descer até o fundo do mar e procurar um gigante que me conheça. Depois, suba novamente a terra e siga as direções desse Gigante. Talvez você me encontre, talvez não.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ¥ Dragon Dovahkiin ¥ - Forja de Hic Haddock

Mensagem por Ivy D. M. Allen em Dom 26 Maio 2013, 21:08

Eu já estava realmente estressada, ele parecia pensar muito e eu realmente não sou paciente, queria pegar uma de minhas flechas e acerta-la bem nos olhos dele, para dar um motivo pra ele ter de pensar tanto. Por fim ele aceitou, senti-me aliviada eu precisava urgentemente de uma espada e não podia ser qualquer uma.
- Obrigada, prefiro que entregue em domicilio, chalé 8 por favor.
Sai dali com um olhar furioso, mas no fundo eu estava feliz, olhei uma última vez para as forjas e fui para o chalé de Lady Ártemis onde eu residia até achar-me preparada para me juntar as outras caçadoras.

Ivy D. M. Allen
avatar
Filhos de Perséfone
Mensagens :
166

Localização :
London

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ¥ Dragon Dovahkiin ¥ - Forja de Hic Haddock

Mensagem por Lina Oakwood em Ter 28 Maio 2013, 22:16



Dragon Dovahkiin




Forjando MoonSword.


Quando a noite finalmente caiu e mais nenhum cliente estava na forja, eu dei início ao processo para forjar a espada da Caçadora. Peguei uma chapa de prata lunar e a observei à luz do luar que estava ali. Realmente era um material bonito, mesmo sendo muito irritante de se forjar. Coloquei a chapa na bigorna e peguei minhas luvas, as vestindo em minhas mãos. Coloquei o avental e preparei a fornalha, usando a foles para apressar o processo de aquecimento do equipamento. Tive de colocar mais um pouco de carvão até que ficasse no ponto certo, assoprando ar com a foles. Depois de preparar o equipamento, coloquei a chapa no forno e esperei até que ficasse no ponto certo, a tirando de lá na exata hora para começar a forjar. Mas, antes de fazer isso, tive de ativar um dispositivo que permitia a passagem da luz do luar pelo teto até a bigorna, para que esta banhasse a forja da espada de prata.

Depois de colocar a chapa em cima da bigorna, peguei Constructio, que estava pendurada acima da boca da fornalha, e comecei a martelar, moldando o primeiro "esboço" da futura espada. O trabalho estava ficando realmente bom, já que visualizava o princípio de uma arma branca ali. A chapa ia se entortando, se comprimindo e sendo moldada na forma que a garota queria. Depois de algum tempo, a primeira parte do processo já estava completa e a prata reluzia belamente, mesmo que estivesse cheia de falhas e arranhões que iriam ser corrigidos na parte final. Resfriei a arma e coloquei na fornalha novamente, para que pudesse continuar a moldá-la conforme as medidas propostas por sua futura dona. Separei uma lixa e a deixei preparada, já que na hora que finalizasse a próxima parte do processo, iria começar a tirar os arranhões e polir a lâmina.

Depois de certo tempo, a ex-chapa já estava no ponto para ser moldada. Conferi novamente as medidas e, com a ponta do cabo do martelo, marquei os locais onde a redução da prata deveria parar, para que ficasse nas dimensões pedidas. Bati fortemente nas partes que ficariam fora da arma, para que se soltassem do resto. Com elas, faria um fecho de prata para a bainha da arma, já que uma espada daquele porte não poderia estar sem bainha e o couro até que era um tanto barato, o que não me prejudicaria. Depois do processo minucioso de ajuste das dimensões, comecei a afinar o metal, batendo nele de modo que se formasse uma lâmina muito cortante. (Por isso eu disse que a espada não poderia ficar sem bainha.)

Feito isso, resfriei novamente o metal e coloquei na fornalha, juntamente com a prata da chapa que tinha sobrado. Enquanto esquentava, tirei as luvas e comecei a fazer uma bainha de couro para a espada cortante, utilizando-me de alguns conhecimentos de costura. Terminado a parte de costura, coloquei as luvas e tirei a prata da chapa que tinha sobrado, colocando uma parte em um molde para fecho e moldando a outra para servir de armação para o couro ficar firme. Resfriei a armação simples e coloquei o molde do fecho no forno. Depois, encaixei a armação de prata na parte de couro e costurei o que faltava para costurar, acoplando uma tira de couro para que a bainha ficasse presa ao quadril da Caçadora. Depois, coloquei as luvas, tirei o molde do fecho do forno e o resfriei. Acoplei-o na tira, formando um simples cinto de couro com bainha.

Restava terminar de forjar a espada, então a retirei do forno e martelei até que a forma da espada se completasse, fazendo pequenas ondulações decorativas na lâmina e um efeito de tiras no punho da espada. Resfriei e lixei-a para que ficasse reluzente e que não tivesse nenhum arranhão ou falha. Passei um bom tempo trabalhando no polimento até que a lâmina finalmente estava perfeitamente polida. Depois que a arma estava pronta, não resisti e a testei, colocando e cortando uma garrafa pet que tinha achado em uma de minhas andanças. Coloquei dentro da bainha e a reservei, para que no outro dia eu a entregasse a sua dona. Fechei a forja e fui ao chalé. Precisava dormir.

Acrécimos:
Hiccup: +53 dracmas

Marin:

♦ {MoonSword} / Espada [Feita de prata lunar, com 90 cm, 70 cm (lâmina) e 20 cm (base), sua base é bem simples, com efeito decorativo de ser enrolada por tiras e fácil de segurar. É de fácil manuseio e perfeita para ser usada a noite. Sua lâmina tem ondulações decorativas e é muito afiada. Acompanha cinto com uma bainha de couro.] (Nível Mínimo: 1) {Não controla nenhum elemento} [Recebimento: ¥ Dragon Dovahkiin ¥]

Retiradas:
Hiccup:

-1 couro
-1 prata lunar

Marin:

-53 dracmas


Aguardando atualização de ADM

Copyright © 2012 McT all rights reserved.
Lina Oakwood
Indefinido
Mensagens :
659

Localização :
Para me encontrar, você precisa trazer ouro imperial. Ai, terás de descer até o fundo do mar e procurar um gigante que me conheça. Depois, suba novamente a terra e siga as direções desse Gigante. Talvez você me encontre, talvez não.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ¥ Dragon Dovahkiin ¥ - Forja de Hic Haddock

Mensagem por 088-ExStaff em Qua 29 Maio 2013, 19:24




☤ Atualizados ☤


088-ExStaff
avatar
Indefinido
Mensagens :
416

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ¥ Dragon Dovahkiin ¥ - Forja de Hic Haddock

Mensagem por Alec Lochees em Sex 31 Maio 2013, 21:39






Smell of something new!


Uma nova arma viria bem a calhar....


O dia fora exaustivo.

Precisava ganhar mais experiência, portanto treinara o dia todo, tanto de manhã quanto de tarde.
Eu estava acabado.

Eram apenas 18 horas, mas eu já estava deitado na cama de baixo de um beliche no Chalé de Hermes, olhando para o alto.
Estava exausto, mas mesmo assim não conseguia dormir.

Lembranças do meu treino vinham a mente. Lembrança de tudo. De monstros.

Minha faca de bronze me ajudara bastante, era fácil manusea-la, mas ela tinha um problema. Era curta demais, exigia contato próximo com os inimigos. Em uma batalha de verdade isso poderia ser fatal.

Eu precisava de algo maior, talvez uma lança ou uma espada.

Pensei em ir até uma das lojas do acampamento, mas então lembrei que alguns da prole de Hefesto tinham forjas e, à pedido de semideuses, forjavam armas novas. Tudo, é claro, tinha um preço.

Olhei no compartimento ao lado da minha cama. Era ali que eu guardava meus "tesouros". Não tinha nada muito importante, mas tinha alguns dracmas. Isso era bom, talvez pudesse ser suficiente para mandar forjar algo legal.

Pensei no que eu queria e decidi. Iria mandar fazer uma espada.
Essa ideia me deu tanta adrenalina que eu não consegui esperar para o dia seguinte.

Levantei-me apressado, vesti a calça e uma camiseta do Acampamento, peguei uma caneta e um papel e sai em direção às forjas.

No caminho fui criando um modelo na minha mente. Depois de feito, passei para o papel enquanto caminhava.
Eu estava quase correndo, de tão apressado em ter uma espada nova.

Quando cheguei até as forjas fiquei espantado. Existiam muitas forjas, bem mais do que eu esperava. Decidir qual entrar era praticamente impossível.

Fui caminhando, analisando as portas, pensando em qual entrar. Então, na minha frente, surge uma forja um pouco menor se comparada com as forjas ao seu lado. Mas o mais diferente era que ela estava com a porta aberta. Me senti convidado a entrar. A porta aberta dava uma sensação de que eu era bem-vindo ali.

Entrei.

O forja tinha duas mesas, ao canto. No fundo, um balcão de madeira estava posicionado.
Nas paredes havia diversas armas, parecia um mostruário. Deveria ser mesmo isso.

A forja parecia um pub de um filme qualquer.

Me dirigi até o balcão. Em cima dele havi um bilhete escrito a mão. Com dificuldade (por causa da letra e também por causa da minha dislexia) li aquele bilhete.
Ao lado dele, uma tabela dizia os preços de diversas armas. O preço era razoável, mesmo sendo apenas uma tabela para armas feitas de ferro comum e madeira.
Ignorei a tabela, eu não queria nada de ferro comum e madeira.

Do outro lado do bilhete havia uma campainha. Resolvi toca-la, pois já estava ficando tarde.
Enquanto esperava o dono da forja chegar, peguei o papel do bolso e coloquei em cima do balcão. Dei uma última olhada no projeto:

♦ {Cutheads} / Espada de Bronze Sagrado [ Espada de 90 cm, sendo 70 cm de lâmina e 20 cm de cabo. Possui uma lâmina de bronze pontuda com dois gumes extremamente afiados. No sulco da lâmina há uma frase escrita em Grego Antigo: "Do Amor até a Morte". Em baixo da lâmina, o guarda-mão é feito de prata. O cabo é feito de couro e possui leves depressões para melhor acomodar os dedos. Possui o pomo feito de ouro.] {Bronze Sagrado, Ouro, Prata e Couro} (Nível Mínimo: 1) {Não controla nenhum elemento} [Recebimento: ¥ Dragon Dovahkiin ¥ ]

Tudo estava ok.

Virei o papel e olhei para o esboço da espada que eu tinha feito no caminho. Não era uma obra de arte, mas dava pra entender como eu queria.

Enquanto olhava, um sombra surgiu na minha frente. Era o filho de Hesfesto, provavelmente o dono da forja. Entreguei o projeto e o desenho pra ele e perguntei:

- E ai, tem como fazer? Quando que vai ficar?

Enquanto ele analizava, aguardei a resposta.



LUCAS


Alec Lochees
avatar
Filhos de Zeus
Mensagens :
427

Localização :
na puta que me pariu

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ¥ Dragon Dovahkiin ¥ - Forja de Hic Haddock

Mensagem por Lina Oakwood em Sab 01 Jun 2013, 09:37



Dragon Dovahkiin




Negociação.


Mais um dia nascia e mais uma vez minha forja estava aberta. O sol raiava quando cheguei à minha pequena forja, onde mantinha minha renda que era capaz de comprar certas coisas e bancar mais outras coisas. Meu semblante estava bem melhor, mesmo que tenha dormido pouco por conta da forja da espada da caçadora na madrugada de antes de ontem para ontem. Comecei a esquentar a fornalha para mai um dia de trabalho, seja para mim ou para os outros.

Quando a manhã estava em seu auge, nove, dez horas, ouvi o sino de requisição tocar e me dirigi ao balcão onde um garoto esperava ali. Analisei-o de cima a baixo, constatando que ele era tão indefinido quanto eu fui há algum tempo. Peguei seu pedido e o analisei, coçando a cabeça e calculando mentalmente o quanto aquilo daria. Mesmo sendo feito de três materiais, a parte onde iria ser feita a troca de materiais, ou seja, o punho e o guarda-mão, eram muito pequenas comparado com a parte que iria gastar mais material: A lâmina. Somava-se o fato de não haver detalhes exceto a inscrição em grego antigo e do garoto ser indefinido.

- Faço por 65 dracmas. E, garoto: Espero que você seja reclamado logo e não seja como eu, que fora reclamado um ano depois de entrar aqui. As piadinhas são terríveis.

Esperei a resposta do garoto, tamborilando os dedos no balcão.

Aguardando resposta do indefinido

Copyright © 2012 McT all rights reserved.
Lina Oakwood
Indefinido
Mensagens :
659

Localização :
Para me encontrar, você precisa trazer ouro imperial. Ai, terás de descer até o fundo do mar e procurar um gigante que me conheça. Depois, suba novamente a terra e siga as direções desse Gigante. Talvez você me encontre, talvez não.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ¥ Dragon Dovahkiin ¥ - Forja de Hic Haddock

Mensagem por Alec Lochees em Sab 01 Jun 2013, 22:40






Accepting the terms


O preço pela espada parecera justo...



Antes de o jovem ferreiro pegar meu projeto, ele me analisou de cima a baixo. Era estranho ser analisado. Depois de me observar por algum tempo ele pareceu chegar à uma conclusão.

Pegou, então, meu projeto. Coçou a cabeça enquanto parecia analisar o preço que deveria cobrar. Aguardei, torcendo para que o preço estivesse dentro do meu orçamento. Eu realmente queria aquela espada.

Depois de algum tempo ele finalmente falou.

- Faço por 65 dracmas. E, garoto: Espero que você seja reclamado logo e não seja como eu, que fora reclamado um ano depois de entrar aqui. As piadinhas são terríveis.

Graças aos deuses estava dentro do meu orçamento e eu poderia mandar fazer sem medo, mas por que ele tinha que falar sobre o descaso de meu pai deus?

Claro, ele quis tentar ser simpático, e eu realmente achei que ele fora sincero quanto a sua preocupação, mas as vezes isso doía.

Doía perceber que dar atenção para o filho não estava na lista de tarefas de um tal deus do Olimpo que eu não sabia quem era.

De qualquer maneira, eu não iria me deixar levar por aquilo. Não mais. Iria me esforçar para ser o melhor semideus que eu pudesse. Quer fosse reclamado ou quer não fosse.

Olhei para o filho de Hefesto e percebi que ele tamborilava os dedos grandes no balcão:

- Está ok então - respondi, aceitando o preço mas com a mente extremamente confusa - Será que fica pronta ainda hoje?

Ele era alguns centímetros mais alto que eu. Me olhou de cima a baixo novamente.

Será que eu tinha pedido muito? Enfim, aguardei a resposta.


LUCAS


Alec Lochees
avatar
Filhos de Zeus
Mensagens :
427

Localização :
na puta que me pariu

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ¥ Dragon Dovahkiin ¥ - Forja de Hic Haddock

Mensagem por John St. Christ em Sab 01 Jun 2013, 22:58




Forjas...

I need a weapon.

Thiago entrou na área das forjas, um local incrivelmente quente e confortável para Thiago, já que o mesmo era filho do sol e se sentia um pouco mais animado quando estava em locais como aquele. Caminhou um pouco, buscando a melhor forja para ir. Já havia passado na do Aldebaran e na do Harry, porém ambos se encontravam, atualmente, fora do Acampamento Meio-Sangue e por consequência suas lojas estavam fechadas.

O Curandeiro, depois de muito buscar encontrou uma forja que havia sido aberta recentemente. Leu o nome do estabelecimento e pensou por alguns segundos, já havia ouvido falado de tal local em sua Enfermaria e ela era bastante elogiada, o rapaz suspirou e então adentrou-a lentamente. Caminhou até onde o forjador ficava e colocou um papel sobre a mesma do mesmo.

Olá! Eu gostaria que você forjasse essa arma para mim... O nome dela será Cerberus. - terminou, enquanto soltava o papel. - Quantos dracmas custaria?


Observações:
A descrição da arma foi enviada por MP e o preço já foi combinado pelo chat. \õ/

Leveck @ CG



John St. Christ
avatar
Filhos de Apolo
Mensagens :
385

Localização :
Chalé do Apolo ou na Enfermaria mais próxima de você

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ¥ Dragon Dovahkiin ¥ - Forja de Hic Haddock

Mensagem por Yue J. Aimmëtitt em Dom 02 Jun 2013, 21:04


Forjas

Adentrei a forja vestindo meu jeans e minha camiseta do acampamento, vi em minha frente várias armas, escudo, e tudo mais. Adorei o lugar, tirando o fato de precisar ter uma decoração melhor e o dono me parecer um monstro a primeira vista. Porém vi que era só a sujeira, ali perto estava um Curandeiro e um Indefinido, passei sem olhá-los e toquei a campainha, eu já tinha meu pedido anotado em um papel, sabia exatamente do que eu precisava e esta forja fora me indicada e a pessoa que me indicou disse que era magnífico o trabalho do filho de Hefesto, fiquei aguardando até ser atendido. Assim que o filho de Hefesto apareceu entreguei lhe meu pedido.
- Tem como fazer? É urgente, me disseram que você é muito bom, então não me decepcione.
Fiquei aguardando ele analisar o pedido.
Spoiler:
♦ {Golden Shield} / Escudo [Escudo feito de ouro, leve e resistente, com um T.R.C. na frente, transforma-se em um relógio de ouro e alguns diamantes, o relógio não marca as horas. Pintado de Branco]{Ouro e diamante}] (1) {Nenhum Elemento} [Recebimento: ¥ Dragon Dovahkiin ¥ ]
Thanks MSeller @


Yue J. Aimmëtitt
avatar
Filhos de Afrodite
Mensagens :
147

Localização :
Bordel?

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ¥ Dragon Dovahkiin ¥ - Forja de Hic Haddock

Mensagem por Lina Oakwood em Dom 02 Jun 2013, 22:36



Forjando Cutheads...




...E negociação.


- Bem... Se tudo der certo, ela ficará pronta logo. E, bem, você não vai ficar tanto tempo no quarto dos indefinidos, tenho certeza. - Disse, tentando animá-lo.

Antes que pudesse sair para forjar alguma coisa, outro cliente acionou o sino e perguntou sobre quanto custaria aquela arma que descrevera. Aquilo iria demandar bastante tempo, teria muitos detalhes e muitos equipamentos seriam usados. O som da madeira crepitando foi o suficiente para desviar meus cálculos, portanto, acabei pegando um papel embaixo do balcão e fazendo algumas continhas básicas de material. Terminado o processo, eu olhei para o jovem e, com vergonha de falar, estendi o papel com a quantia que seria cobrada:

"420 dracmas"

Um terceiro cliente, filho de Afrodite provavelmente, entrou na loja e, meio apressado, me entregou o bilhete com a descrição do objeto. Ele queria algo cujo os dois materiais eram muito caros, o que aumentaria muito o preço. Cocei a cabeça levemente e calculei mentalmente o preço, acrescentando os devidos aumentos. Aquele escudo sairia um tanto caro...

- Posso fazer por 85 dracmas, no mínimo, já que você quer esses materiais que são realmente caros.

Independentemente da resposta dos dois outros clientes, fui fazer a espada do indefinido. Assoprei ar com a foles para dentro do forno e esperei até que ele estivesse tão quente a ponto de incomodar quando estivesse longe dele. Com as luvas protegendo minhas mãos, coloquei a chapa de bronze sagrado, de ouro e de prata na fornalha e fechei a boca desta, para que o calor não incomodasse enquanto estivesse fazendo o cabo de couro. Separei uma grande tira de couro e comecei a enrolá-la em Pyro, que serviria como molde para o cabo da espada do garoto. Tive de tirar as luvas para dar alguns pontos, a fim de ter um rolo oco de couro quando desenroscasse da minha espada. Depois de fazer isso, usei minha mão para poder fazer as deformações necessárias para que o couro se encaixasse nos dedos do indefinido sem nenhum problema, facilitando o uso da futura arma.

Ao terminar essa parte, coloquei as luvas e tirei as chapas do forno, as colocando na bigorna. Tive de retirar uma grande parte do ouro e prata, pois eram somente alguns detalhes que seriam feitos com esses materiais. Peguei Constructio e martelei a chapa de bronze sagrado, reduzindo-a até que se parecesse com um retângulo de pouca largura. Depois, comecei a martelar reduzindo somente a parte onde ficaria o punho da arma, a base, deixando a outra parte intocada. Terminado essa parte, resfriei a chapa de bronze sagrado.

Comecei a formar uma esfera com a parte da chapa de ouro que retirei para fazer o pomo da arma. Tive de usar as dobras da bigorna para que a forma ficasse proeminente e não se parecesse com uma esfera oval, se é que existe isso. Depois, desenhei na esfera com a ponta do punho de Constructio o símbolo da minha forja, de forma que se camuflasse no metal. Fiz uma pequena textura de ondas no ouro e o resfriei, deixando um bom tempo no líquido para que não perdesse a forma, caso saísse de lá quente. Moldei a parte da chapa de prata que iria ser o guarda-mão, de modo que sua espessura fosse o necessário para que nenhum golpe a quebrasse, mesmo que parecesse que quebraria. Depois, a deformei o suficiente para que ela envolvesse a parte da lâmina onde seria acoplada, fazendo com que meu trabalho fosse mais rápido. Resfriei e joguei-a três vezes ao chão, para testar sua resistência. Vendo um resultado positivo, a lixei, já que era a única parte já quase pronta da espada.

Coloquei a ex-chapa de bronze sagrado na fornalha e fui terminar a parte do pomo, já que o entalhe só funcionava quando o metal estivesse frio. Coloquei a esfera de ouro em uma mesa especial, peguei duas ferramentas de entalhe feitas de titânio e comecei a entalhar círculos no que seria a base do pomo. Ao terminar o processo, retirei o objeto e o lixei, para que o pomo pudesse reluzir sem a interferência de defeitos no metal.

Retirei a ex-chapa de bronze sagrado do forno e afinei a parte mais larga do material, formando uma lâmina que, aos poucos, ficava cada vez mais afiada. Ainda entalhei em grego antigo a frase que o indefinido tinha pedido para que colocasse na lâmina: "Do Amor até a Morte". Em vez de resfriar, usei o calor da ex-chapa para acoplar o pomo e o guarda-mão, que já estavam lixados. Depois, resfriei primeiramente o punho, para colocar o rolo oco de couro, e depois o conjunto todo. Lixei a lâmina e não resisti o impulso de testá-la, como fazia com todas as outras armas brancas. Na frente do indefinido que ainda esperava no local, coloquei uma garrafa pet que tinha recebido de um sátiro indignado e a cortei ao meio.

- Bem... Tá ai, garoto. Sua espada está feita.

Acréscimos:
Hiccup:
+65 Dracmas

Lucas:
♦ {Cutheads} / Espada de Bronze Sagrado [ Espada de 90 cm, sendo 70 cm de lâmina e 20 cm de cabo. Possui uma lâmina de bronze pontuda com dois gumes extremamente afiados. No sulco da lâmina há uma frase escrita em Grego Antigo: "Do Amor até a Morte". Em baixo da lâmina, o guarda-mão é feito de prata. O cabo é feito de couro e possui leves depressões para melhor acomodar os dedos. Possui o pomo feito de ouro, que além de ter a base com círculos entalhados, possui esse símbolo -"¥"- escondido.] {Bronze Sagrado, Ouro, Prata e Couro} (Nível Mínimo: 1) {Não controla nenhum elemento} [Recebimento: ¥ Dragon Dovahkiin ¥ ]

Retiradas:
Hiccup:
-1 Bronze Sagrado

-1 Ouro (Se puder retirar só meio ouro, por conta de só ser um pomo feito com esse material, agradeceria.)

-1 Prata (O mesmo aplicado para a prata, já que só a usei para fazer o guarda-mão.)

Lucas:
-65 dracmas.


Favor atualizar a loja para forjadores primeiro.


Aguardando respostas e atualizações.

Copyright © 2012 McT all rights reserved.
Lina Oakwood
Indefinido
Mensagens :
659

Localização :
Para me encontrar, você precisa trazer ouro imperial. Ai, terás de descer até o fundo do mar e procurar um gigante que me conheça. Depois, suba novamente a terra e siga as direções desse Gigante. Talvez você me encontre, talvez não.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ¥ Dragon Dovahkiin ¥ - Forja de Hic Haddock

Mensagem por Lina Oakwood em Dom 02 Jun 2013, 22:44

Sorry o double post, mas esqueci de colocar o -1 couro que usei e como não dá para editar...

Desculpe-me, ADM's
Lina Oakwood
Indefinido
Mensagens :
659

Localização :
Para me encontrar, você precisa trazer ouro imperial. Ai, terás de descer até o fundo do mar e procurar um gigante que me conheça. Depois, suba novamente a terra e siga as direções desse Gigante. Talvez você me encontre, talvez não.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ¥ Dragon Dovahkiin ¥ - Forja de Hic Haddock

Mensagem por Alec Lochees em Dom 02 Jun 2013, 23:45






Finally I have a new weapon


Minhas mãos tremiam quando peguei a espada.



O filho de Hefesto me respondeu:

- Bem... Se tudo der certo, ela ficará pronta logo. E, bem, você não vai ficar tanto tempo no quarto dos indefinidos, tenho certeza.

Ao menos uma notícia boa. O jeito que ele falou, que em breve eu não ficaria mais no quarto dos indefinidos foi legal. Parecia que ele sabia de algo que eu não sabia, mas devia ser coisa da minha cabeça. Dessa vez, e somente dessa vez, me senti mais confiante quanto a minha reclamação.

O garoto de Hefesto estava saindo em direção a forja em si quando um rapaz chegou e tocou o sino. Parecia ser um Curandeiro, não sei. Entregou um bilhete para o filho de Hefesto, que pareceu fazer cálculos mentais, mas deve ter se perdido a tantos cálculos, pois pegou um papel e continou a escrever nele.

Depois de terminar os cálculos, olhou nervosamente para o Curandeiro e lhe mostrou o papel.

Nesse momento, porém, um rapaz, que me pareceu filho de Afrodite entrou na forja. Parecia apressado. Eu não me interessava naquilo, portanto me dirigi em direção as mesas e me sentei. Pude perceber que o filho de Hefesto tinha entrado na forja. Aguardei ansioso.

Depois do que me pareceram horas, ele saiu com a minha espada, meus olhos brilharam. Me dirigi apressado até ele.

O jovem ferreiro trazia ela na sua mão direita, enquanto na esquerda trazia uma garrafa pet. Logo entendi o motivo.
Ele colocou a garrafa em cima do balcão e com apenas um golpe cortou-a no meio. Gostei disso, mas mal esperava a hora de ver o que ela podia fazer com cabeças de monstros.

- Bem... Tá ai, garoto. Sua espada está feita.

Peguei os 65 dracmas do bolso e lhe dei. Agarrei minha espada nova e sai.

Precisava decepar cabeças.


LUCAS


Alec Lochees
avatar
Filhos de Zeus
Mensagens :
427

Localização :
na puta que me pariu

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ¥ Dragon Dovahkiin ¥ - Forja de Hic Haddock

Mensagem por Lina Oakwood em Qua 05 Jun 2013, 01:59



Dragon Dovahkiin




Aviso: Forja Fechada Temporariamente.


Estou em missão, portanto não poderei forjar. Ao término da missão, a forja será reaberta. O pedido de Thiago Leveck será feito se ele ainda quiser. Pedidos entre esse aviso e a reabertura da forja serão ignorados.

Grato pela compreensão.


Copyright © 2012 McT all rights reserved.
Lina Oakwood
Indefinido
Mensagens :
659

Localização :
Para me encontrar, você precisa trazer ouro imperial. Ai, terás de descer até o fundo do mar e procurar um gigante que me conheça. Depois, suba novamente a terra e siga as direções desse Gigante. Talvez você me encontre, talvez não.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ¥ Dragon Dovahkiin ¥ - Forja de Hic Haddock

Mensagem por 072-ExStaff em Qui 06 Jun 2013, 12:56


Atualização{ Ψ }



072-ExStaff
avatar
Indefinido
Mensagens :
1093

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ¥ Dragon Dovahkiin ¥ - Forja de Hic Haddock

Mensagem por Lina Oakwood em Qua 10 Jul 2013, 15:30



Dragon Dovahkiin




Forja Reaberta!


Reabrindo a forja, já que acabou a missão narrada. Podem voltar a fazer seus pedidos aqui, que atenderei o mais breve possível.


Copyright © 2012 McT all rights reserved.
Lina Oakwood
Indefinido
Mensagens :
659

Localização :
Para me encontrar, você precisa trazer ouro imperial. Ai, terás de descer até o fundo do mar e procurar um gigante que me conheça. Depois, suba novamente a terra e siga as direções desse Gigante. Talvez você me encontre, talvez não.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ¥ Dragon Dovahkiin ¥ - Forja de Hic Haddock

Mensagem por Theodore E. Bradley em Sex 12 Jul 2013, 13:35

 

A.U.T.O.M.A.I.L

Já faziam semanas que Jason ouvia as engrenagens e componentes de seu braço mecânico rangerem, alguns pedaços como o cotovelo de metal e as pontas dos dedos começavam a criar ferrugens, portanto, precisava encontrar-se com algum filho de Hefesto com certa urgência, antes que algum monstro o encontrasse, e ele não fosse capaz de usar o braço direito, resultando na possível morte da prole de Thanatos.

Jason conhecera um filho de Hefesto no acampamento fazia pouco tempo, denominava-se Hiccup, conversaram brevemente, porém tiveram tempo para se conhecer um pouco. Hiccup ficou famoso em período curto de tempo por causa das suas forjas de particular qualidade e por se tornar, rapidamente, em um dos filhos de Hefesto mais poderosos. Precisava falar-lhe e conseguir com que fizesse seu novo braço mecânico (automail), é claro, a um preço.

•••

Foi até o local onde situavam várias forjas, todas pertencentes a filhos de Hefesto, e outras para a prática dos novatos naquele ramo. Haviam construções das mais variadas, a maioria era bem simples porém de vez em quando era possível agraciar a vista com construções luxuosas feitas de metais nobres e bem trabalhados. A forja de Hiccup ficava entre duas maiores, com uma porta de ferro protegendo-a, Jason bateu três vezes na porta, e esperou, sujeito ao olho mágico estampado na parte superior. Repetiu as ações mais algumas vezes, porém, se impacientou e abriu a porta, seu rangido alertou o dono, Hiccup que olhou de relance para o cliente que passava e se dirigia ao balcão onde se preparava para fazer o pedido.

Olá... eu acredito que nós já tenhamos nos visto antes e conversado um pouco, reapresentando-me, sou o Jason, filho de Thanatos, e eu tenho um pequeno problema com meu braço direito ▬ no momento em que falou as últimas palavras, tirou a camisa e a luva que usava na mão direita, revelando um braço mecânico em mal estado ▬ Gostaria que você forjasse um novo pra mim, melhor, mais leve e mais resistente, e depois acople em mim.

Eu tenho os detalhes de um projeto anterior, e penso que você poderia usar isso como ajuda para criar um novo braço, "A.U.T.O.M.A.I.L", com uma material mais resistente, agora eu consegui mais dinheiro, tenho condições de pagar ▬ ao terminar, Jason entregou os projetos para Hiccup:

Blueprint:
Código:
♦ {A.U.T.O.M.A.I.L} / [OBRIGATÓRIO, substituí o braço direito, é ligado ao sistema muscular do dono, permitindo controle, eficiência e flexibilidade igual a um braço normal, tem o mesmo peso de um braço comum, porém centenas de vezes mais forte e resistente. É cromado para diminuir as chances de enferrujamento do material.] [Feito de titânio, cromado] (Nível Mínimo: 26) {Não controla nenhum elemento} [Forjado por: Hiccup H. Haddock]
OBS:. Hiccup, especifique no post após o momento que você forja, aquele em que você desacopla o meu braço atual e insere o novo.

Theodore E. Bradley
avatar
Filhos de Tânatos
Mensagens :
133

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ¥ Dragon Dovahkiin ¥ - Forja de Hic Haddock

Mensagem por Lina Oakwood em Sex 12 Jul 2013, 23:24



Dragon Dovahkiin: Forjando




A.U.T.O.M.A.I.L

Depois da difícil missão que tinha enfrentado, logo estava de volta aos meus afazeres normais. A forja estava esquentando pela primeira vez em algumas semanas que estava fora. Respirei aquele ar pesado do local, que me fazia sentir como se estivesse na oficina da minha mãe. Logo nas primeiras horas de abertura da forja, vi que um garoto entrara subitamente, batendo a porta de ferro. Eu o reconhecia de algum lugar, mas não tinha ideia de onde.

- Seu braço? Hm... - Olhei para o automail, que estava enferrujado. - Bem... Vamos ver. - Voltei meu olhar para os papéis estendidos, analisando-os. - Acho que dá para fazer por um preço bom. Tenho algum titânio por aqui que pode ser usado para isso. 80 dracmas, certo?

Ao receber a confirmação de Jason, pus-me a fazer o tal braço novo para ele. Coloquei a chapa de titânio no forno, juntamente com mais lenha. As luvas pinicavam em minhas mãos, mas eu sabia que não poderia tirá-las. Quando o metal adquiriu uma coloração diferente e brilhante, retirei-o da fornalha e o coloquei na bigorna. Rapidamente peguei Constructio e comecei a tirar alguns pedaços da chapa para fazer a estrutura que se moveria ao comando dos nervos do garoto, simulando o movimento de alavanca de um braço normal. Coloquei o resto da chapa no forno novamente, juntamente com uma chapa de ferro comum. Enquanto as duas chapas esquentavam, eu moldava as engrenagens que fariam todo o movimento do braço. Elas ficariam na parte de dentro do automail. Detalhista, consegui fazer todos os dentes das engrenagens, um por um, e resfriei as peças.

Era a hora de fazer os fios de ferro, que serviriam para conduzir os impulsos nervosos até as engrenagens. Para isso, usei a lateral do martelo para raspar a chapa, de modo que só sobrassem fios. Consegui montar um pequeno receptor, que transformaria a pouca energia que vinha dos impulsos nervosos, em energia mecânica suficiente para mover as engrenagens e, consequentemente, o automail. Conectei uma das pontas de cada um dos fios no receptor, os fundindo com um maçarico, e as outras pontas seriam conectadas no local que acoplaria os fios aos nervos de Jason. Tirei a chapa de titânio do forno para poder fazer o resto das estruturas internas e a parte de fora do automail.

Para fazer a parte de fora, precisei dividir a chapa em duas e entortar uma das partes até que formasse um cilindro disforme. Soldei as duas laterais do cilindro e o dividi em dois menores: um para o braço, outro para o antebraço. Com a outra parte da chapa, fiz algumas barras, que serviriam como alavancas e as soldei: duas entre o braço e o antebraço, e o resto no local onde seria a mão, para que pudessem mover os dedos. Encaixei as engrenagens, também as soldando, e fiz vários cilindros pequenos, as falanges de cada dedo. Fiz uma forma oca, igual a palma de uma mão e soldei a ponta das barras da mão dentro da forma oca e das falanges, de forma que o movimento normal de uma mão pudesse ser feito.

Coloquei o restante das engrenagens nos locais de movimento e soldei as últimas engrenagens no receptor, de forma que só a engrenagem que Jason ativasse com a mente fosse movida. Ao terminar de montar a estrutura interna, só coloquei o resto da chapa de titânio entre as passagens dos cilindros, as selando por fora sem comprometer a movimentação do automail. Esquentei somente a parte que seria acoplada ao braço do garoto, moldando-a de forma que ela conseguisse fazer com que os fios de cobre tocassem os nervos certos do ombro. Banhei a estrutura em crômio, de forma que ela ganhasse resistência a ferrugem. Ao terminar, peguei uma bateria ao fundo da forja para que pudesse testar o automail. Liguei os fios da bateria com cada fio de cobre e observei cada parte do braço se mover.

Fui até o balcão e saí de detrás deste com o automail em mãos. Era a hora de acoplar. Pedi para que Jason sentasse em uma das cadeiras do local e disse:

- Você já deve saber que isso vai doer, né? Então aguente ai.

Retirei rapidamente o automail velho, fazendo o garoto gritar de dor. Antes que ele percebesse, coloquei o automail novo no ombro, o acoplando aos nervos. Deixei que ele se recuperasse da dor, que deveria ser terrível, e fui pegar um copo com água. Quando voltei, entreguei o copo a ele, dizendo:

- Tome um pouco. Vai fazer você se sentir melhor.

Off:
Favor colocar no começo do post, a fala em que aceita o preço, Jason. Protocolo do fórum.
Acrécimos:
Hiccup:
80 dracmas

Jason:
♦ {A.U.T.O.M.A.I.L} / [OBRIGATÓRIO, substituí o braço direito, é ligado ao sistema muscular e neural do dono, permitindo controle, eficiência e flexibilidade igual a um braço normal, tem o mesmo peso de um braço comum, porém centenas de vezes mais forte e resistente. É cromado para diminuir as chances de enferrujamento do material.] [Feito de titânio com fios conectores de ferro, cromado] (Nível Mínimo: 26) {Não controla nenhum elemento} [¥ Dragon Dovahkiin ¥]

Retiradas:
Hiccup:
-1 Titânio
-1 Ferro Comum

Jason:
-80 dracmas.

Aguardando resposta de Jason



Aguardando atualização dos ADM's
 

Copyright © 2012 McT all rights reserved.
Lina Oakwood
Indefinido
Mensagens :
659

Localização :
Para me encontrar, você precisa trazer ouro imperial. Ai, terás de descer até o fundo do mar e procurar um gigante que me conheça. Depois, suba novamente a terra e siga as direções desse Gigante. Talvez você me encontre, talvez não.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ¥ Dragon Dovahkiin ¥ - Forja de Hic Haddock

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 9 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum