Percy Jackson e os Olimpianos RPG BR
Bem vindo ao maior fórum de RPG de Percy Jackson do Brasil.

Já possui conta? Faça o LOGIN.
Não possui ainda? Registre-se e experimente a vida de meio-sangue.

Campo de Morangos

Página 3 de 6 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Campo de Morangos

Mensagem por ♦ Eos em Dom 20 Out 2013, 04:10

Relembrando a primeira mensagem :





- - - - - - - - - - - Campos de Morango


Morangos em geral necessitam de clima ameno para crescer, sendo plantados no final do verão para serem colhidos no final do outono. Contudo, a magia do Acampamento e a habilidade dos sátiros, dríades e semideuses ligados às plantas faz com que seu cultivo seja praticamente perene no local. Os campos são, então, divididos em áreas com diversos tipos de desenvolvimento:

Área 1: Terreno com a terra a ser preparada para as novas mudas. Aqui, o trabalho é mais braçal, com limpeza do solo a ser utilizado, retirando ervas daninhas, mistura de substrato e a separação da área em trincheiras para o plantio.

Área 2: Terreno para a plantação de mudas. Aqui, as mudas trazidas da estufa são transplantadas. É um trabalho delicado, que requer cuidado e atenção, além de condições adequadas de umidade do solo.

Área 3: Manutenção. Aqui, apesar de ainda não estarem no ponto são plantas mais desenvolvidas. Requerem cuidados com a poda e irrigação, além de controle de pragas.

Área 4: Morangos maduros: Os campos onde os pés estão prontos para a colheita. Deve-se ter cuidado com as frutas, que são frágeis, para não ocasionar perdas na produção.

Além dessas áreas, há outros pontos de interesse:

Estufas: Local onde são criadas as mudas até o estágio adequado para o transplante na terra. O controle de condições aqui é mais rígido, para que não haja perdas.

Campo de adubo: Essa área afastada é utilizada para a fabricação de adubo para os campos, utilizando o esterco de pégasos e cavalos e restos orgânicos, provenientes de sobras do refeitório. O cheiro é terrível, mas está longe o suficiente para não interferir nos campos.

Galpão: Próximo às estufas, o galpão guarda os itens necessários para o trabalho no local. Pás, sacos de substrato, carrinhos de mão, mangueiras. O controle do sistema de irrigação também fica ali. Uma áres específica é destinada ao armazenamento dos morangos colhidos. As embalagens ficam guardadas aqui também, e há um refrigerador na temperatura adequada para manter os morangos recém colhidos frescos, enquanto não são enviados para a cidade para a venda - trabalho realizado por Argos na van, geralmente na companhia de um ou dois sátiros ou outro campista.

Controle de irrigação: Presente em todo o campo. O controle central fica próximo ao galpão. Cada área tem controles específicos que regulam a quantia de água e regularidade em que são irrigadas.

Além disso, existem vários sátiros e campistas auxiliando e controlando tudo, para evitar que novatos cometam qualquer besteira.

- - - - - - - - - - - Observações


A descrição aqui visa dar uma base interpretativa na hora de descrever a realização do trabalho;

NPCs podem ser utilizados livremente - sátiros, dríades e filhos de deuses ligados à natureza são bem presentes aqui;

A postagem aqui pode ser realizada semanalmente. Desrespeitar isso causa anulação da postagem na primeira tentativa. Reincidências podem ter punições mais graves.

A postagem nos campos não rende xp, apenas dracmas. O valor é de no máximo 10 dracmas para as melhores postagens.

Flood não é permitido. Só serão consideradas postagens com mais de 5 linhas em fonte arial ou times tamanho 12 com margem normal, no Word. Templates e tables são aceitos, mas o tamanho da postagem será verificado para ver se o conteúdo se adequa ao disposto.





SHINJI @ OPS!
♦ Eos
avatar
Administradores
Mensagens :
1393

Voltar ao Topo Ir em baixo


Re: Campo de Morangos

Mensagem por Augustus G. Hussain em Ter 21 Jan 2014, 03:40



Strawberries?


You better work, bitch ò.ó

Era uma manhã fria no Acampamento, tudo parecia normal e tranquilo, porém uma única pergunta rondava na cabeça de Matthew: Por quê diabos estava acordado naquele horário?! Sua aparência era, no mínimo, de dar pena: Cabelos totalmente bagunçados, olheiras e expressão sonolenta. Para melhorar seu aspecto -ou tentar- levantou-se da própria cama e foi até o banheiro, tomando um longo banho e depois de colocar uma roupa qualquer finalmente adquiriu a coragem necessária para sair do chalé. Recebia olhares de desprezo vindos de algumas filhas de Afrodite, porém em resposta o rapaz apenas virava a cara, ignorando-as. Após muito pensar e perambular pelo Acampamento, uma idéia veio á sua cabeça. Já sabia exatamente onde iria...

♦ ♦ ♦

Dríades corriam de um lado para o outro, alguns campistas se confundiam sobre suas funções no local e os mais experientes observavam o desempenho geral, por vezes auxiliando os novatos.. Típico dos Campos de Morangos. Matthew pegou uma das cestas disponíveis e caminhou até o extenso Campo. "Veremos quantos morangos chegam em minhas mãos sem se congelarem instantaneamente", pensou o garoto que logo soltou um sorrisinho sarcástico. Iniciou o trabalho, nos primeiros minutos parecia algo relativamente fácil e simples, o sol pouco apareceu naquela manhã, aquilo facilitava as coisas. Cortava cuidadosamente os talos dos morangos com sua faca, colocando um por um no balde com calma e após cerca de uma hora o cansaço começou a tomar conta de si. Apesar daquilo resolveu continuar, era realmente teimoso por vezes e estava disposto a ganhar os Dracmas prometidos, portanto resolveu continuar no ritmo até que foi interrompido por uma pequena Dríade, seu sorriso era gentil e amável.

-Oi! Importa-se de receber ajuda? - Perguntou ela com sua voz fina e aspecto inocente.

-Se insiste... Sou Matthew, filho de Quione. Você é..? - Apresentou-se o rapaz num tom calmo.

-Oh, claro! Sou Lilly, a Dríade, como já deve ter percebido. - Riu-se ela.

Os momentos seguintes se resumiram nos dois colhendo morangos juntos, por mais que a tentação de comê-los fosse enorme, o filho de Quione sabia quais seriam as consequências e definitivamente não valia a pena enfrentrentá-las por culpa de uma simples vontade. Após cerca de 1 hora e 50 minutos Matthew estava exausto, suas costas doíam e tudo de que precisava no momento era um bom banho e uma bela noite de sono. Depositou o conteúdo da cesta numa específica área refrigerada onde os campistas entregavam os morangos colhidos, e após receber os devidos Dracmas foi direto para o chalé, tinha sido um dia produtivo afinal...


@ TPO - B'
Augustus G. Hussain
avatar
Filhos de Despina
Mensagens :
27

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Campo de Morangos

Mensagem por Aimée W. Chevalier em Sex 24 Jan 2014, 15:59


NIGHT TIME IS CLOSER
moon
I'll bring it to you as soon as possible


Fazer algo útil na vida nas horas vagas é sempre bom, principalmente se for remunerado, é o que sempre digo - mentira, comecei agora. Movida por essa ideia, me candidatei a plantar morangos naquela tarde. Fui até a Casa Grande, onde peguei algumas sementes, um bande e uma cesta e rumei com toda essa bugiganga em direção ao Campo de Morangos, não muito longe dali, já que ele rodeava todo acampamento. No meio do caminho, passei pelo Lago de Canoagem onde enchi o regador e se seguida continuei com tais itens até a parte do Campo mais próxima dali.
Ao chegar aos Campos de Morangos, meu destino final, observei o local examinando-o e bolando a melhor forma de fazer aquilo. Não era difícil, mas com tantas coisas para fazer e treinar pelo Acampamento, fazia tempo que eu não colhia morangos, e eu já estava pra lá de enferrujada.
- Como é que se faz isso mesmo? - Passei a mão pelos cabelos, jogando-os para trás de forma que nenhuma filha de Afrodite faria melhor.
Me sentei no chão de terra, sem me importar nem um pouco com a minha roupa, e decidi que a melhor forma de começar seria colhendo-os. Assim outros morango poderiam crescer no local de onde havia sido colhido sem eu ter que plantar, o que facilitaria meu trabalho. Comecei a colher os morangos mais vermelhos que ali haviam e dediquei cerca de meia hora em tal atividade. Era tão fácil quanto treinar, mas o sol escaldante naquela área do acampamento castigava qualquer um. Observei a cesta que se enchera facilmente em alguns poucos minutos e decidi experimentar o julguei mais vermelho. Era doce, suculento com um leve gosto ácido comum de morango. Tão delicioso quanto qualquer morango comum de feira.
Coloquei a cesta na sombra, me levantei com o regador na mão e comecei a molhar toda a extensão em que tinha colhido. Pelo o que eu sabia, o morango voltava a crescer na mesma moita onde outro foi colhido, porém ainda não estava satisfeita com meu trabalho. Decidi ir até uma parte do terreno onde não havia nada plantado, onde fiz cerca de 100 pequenos buracos com um certo espaço intercalado entre eles. Em seguida, passei depositando algumas sementes em cada um deles e fechando-os em seguida. Por fim, passei regando toda aquela área onde havia plantado. Feito isso, observei meu trabalho, satisfeita.
- Nada mal. - Sorri satisfeita e orgulhosa de mim mesma e meu de trabalho nostálgico. Só então percebi o quão suada estava. Peguei o regador e joguei o que sobrou da água sobre minha cabeça para me refrescar, sem me importar com roupa ou cabelo.
- Agora vem a melhor parte... o dinheiro.. - Cantarolei enquanto pegava a cesta com morangos e a pendurava num braço, enquanto segurava o regador e o que sobrou das sementes na outra mão. Saí dali em direção a casa grande, a fim de pegar a recompensa pelo trabalho bem feito.




Aimée W. Chevalier
avatar
Filhos de Selene
Mensagens :
7

Localização :
Interessa?

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Campo de Morangos

Mensagem por Mirelle Fay em Ter 28 Jan 2014, 19:04


Colheita      


                 Fazia uma tarde nublada no acampamento e o tempo frio era aconchegante, perfeito para se ficar debaixo das cobertas lendo um bom livro. Mas como precisava de alguma grana, me forcei a fechar “A Sociedade do Anel”, vestir minha familiar jaqueta de couro e me dirigi ao Campo de Morangos.
Chegando lá, me dirigi primeiramente ao galpão, onde peguei duas cestas. Cantarolando “Rebirth” caminhei até os campos onde estavam os morangos prontos para a colheita.
Me ajoelhei perto dos arbustos carregados e puxei delicadamente um dos morangos maduros, que pareciam extremamente apetitosos, colocando-o cuidadosamente dentro de uma das cestas. O próximo estava um pouco agarrado, então peguei minha adaga e cortei o cabo com cuidado. Continuei o trabalho minucioso por algum tempo, até conseguir encher as duas cestas.
Voltei para o galpão e peguei algumas embalagens em um canto e comecei a colocar as frutas delicadamente nas caixas, guardando-as em um dos refrigeradores no canto do local. Peguei mais 2 cestas e repeti o processo, enchendo cuidadosamente as cestas com morangos grandes e maduros e embalando-os.
Ao final do dia, saí dali satisfeita em busca de alguém para receber meu pagamento



 

thanks t. g. i. red <> cupcake graphics
Mirelle Fay
avatar
Mentalistas de Psiquê
Mensagens :
875

Localização :
Inside Your Mind...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Campo de Morangos

Mensagem por 083-ExStaff em Qua 05 Fev 2014, 09:51

Avaliação


Abraham Hanson.

  +7 Dracmas. Podia ter sido melhor. Você não aprofundou muito na tarefa, um erro comum em postagens por aqui. Mas o importante é não desanimar. Você já está melhor agora, que em sua primeira postagem. Atentando um pouco para o cenário e as emoções do personagem, vai ficar ainda mais legal.


Matthew Smooken.

  +10HP/MP. Um ótimo post. Impecável.


Aimeé Chevalier.

  +10 Dracmas. Uma ótima postagem! Só fique atenta, pois em alguns momentos a ativiade pareceu um pouco superficial, meio corrido.


Mirelle Fay.

  +8 Dracmas. Ficou curtinho demais Mi, um pouco mal formulado em algumas partes. Mas seguindo dicas que já te dei em outras avaliações, acho que melhora.



Atualizado por Hécate.



083-ExStaff
avatar
Indefinido
Mensagens :
252

Localização :
Olimpo, Palácio de Poseidon, Submundo... Onde der vontade...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Campo de Morangos

Mensagem por Heric Laercio em Qua 05 Fev 2014, 22:04

la estava eu andando quando vi um grande campo de frutas vermelhas quando cheguei mais perto vi que eram campos de morangos, então pensei: "Já que não tenho nada pra fazer vou ajudar um pouco."
então peguei a Faca que Quíron me deu e então fui colher alguns morangos com cuidado, pois lembrei que minha vô tinha me dito que se pegar da maneira errada, eles podem pecar, então peguei uns dez morangos até minha camisa ficar cheia deles, então cortei outro morango com minha faca e comi ele. Depois de comer o morango eu vi uma especie de galpão e fui la guardar os morangos num lugar com o que parecia um refrigerador, pra não estragar eu os coloquei lá, ai eu vi algo com o nome: Controle de irrigação, eu olhei pra o lugar onde eu tinha acabado de colher os morangos, não tinha nenhum semideus ou sátiro por perto, então eu liguei a irrigação por uns 10 segundos naquela área depois desliguei, ai fui embora.
Heric Laercio
avatar
Indefinido
Mensagens :
16

Localização :
Acampamento Meio-Sangue

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Campo de Morangos

Mensagem por Gabriel Yank em Qui 06 Fev 2014, 18:26

Área 2

Eu estava procurando algum serviço no acampamento até que soube que estavam procurando trabalhadores na área de plantio de morangos, eu fui até lá e me escrevi no trabalho.
Quando chegou o dia eu quase me arrependi, pois era preciso concentração e muita habilidade, foi uma tarde no sol muito quente e plantava-se um por um pé de morango até que chegou o final do dia e eu plantei o ultimo pé, estava apressado e com calor, mas tinha que tomar um banho e ir para o almoço. Quase me arrependi, mas acho que valeu muito apena pois me rendeu uns dracmas.
Gabriel Yank
avatar
Indefinido
Mensagens :
13

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Campo de Morangos

Mensagem por 083-ExStaff em Sex 07 Fev 2014, 02:58

Avaliação



Heric.

  +6 Dracmas. Uma postagem bem mediana. Tente caprichar um pouco mais, descrevendo melhor os pensamentos e sentimentos do seu personagem com relação ao lugar onde ele está e o que está fazendo no momento.


Gabriel.

  +3 Dracmas. Ficou curto demais e tem os mesmos erros que citei acima, acrescentando que pelo tamanho do post, não deu nem pra entender o que o seu personagem fez. Foi algo muito automático, não passou sentimento ou veracidade alguma.



Atualizado por Hécate.



083-ExStaff
avatar
Indefinido
Mensagens :
252

Localização :
Olimpo, Palácio de Poseidon, Submundo... Onde der vontade...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Campo de Morangos

Mensagem por Annelise Cross em Dom 09 Fev 2014, 18:11

Após o almoço, vi que havia algumas atividades a serem feitas no acampamento, isso ajudava a manutenção do acampamento e ainda podiam render recompensas aos semideuses que as realizassem... Semideuses... Como essa palavra soa estranha... No fim, como tinha tempo livre, decidi dar uma ajuda nos campos de morango.
Nos campos se via dríades, sátiros e semideuses concentrados em realizar suas tarefas, notei também que alguns se atrapalhavam na tentativa de cumpri-las e por um momento me distraí com isso.
- Hey, garota! Vai ficar só olhando? – uma dríade me tira de meus pensamentos.
- Bem, o que temos a fazer? – disse observando a figura a minha frente.
- Muita coisa, como você pode perceber. Mas tome. – disse me entregando uma cesta cheia de lindos morangos maduros – Leve até o galpão, coloque dentro do refrigerador – apontou o galpão – e traga mais cestas.
Fui até o galpão assim como me indicado e fiz o que a dríade me pediu. Encontro-a no local onde era feita a colheita.
- Colher morangos é um trabalho simples. Você só precisa pegá-los delicadamente e cortar o talo assim. – ela disse enquanto demonstrava. – Agora faça você, qualquer coisa eu estarei na estufa, aliás, meu nome é Maya.
Então fiz o que me foi indicado. Era realmente um trabalho simples, mas com o tempo minhas costas começaram a doer e eu comecei a soar por conta do sol que incidia diretamente sobre mim. Em duas horas eu consegui encher duas das cestas e já estava pedindo arrego, então fiz o mesmo que com as cestas me dadas pela dríade e fui vê-la para que me indicasse aonde pegar minha recompensa.
Annelise Cross
avatar
Filhos de Hipnos
Mensagens :
33

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Campo de Morangos

Mensagem por John Dawn Leary em Ter 11 Fev 2014, 01:24

Como eu tenho TDAH eu realmente não aguento ficar parado então tenho que fazer alguma coisa, então eu fui conhecer um pouco o acampamento foi ai entrei num lugar chamada A casa grande, que havia nas parede, uns papeis de que procuravam trabalhadores nos campos de morangos então eu vi um sátiro que estava passando por ali com uma coca diet na mão, eu perguntei a ele onde ficava esse campo de morango, ele apontou pra uma direção e falou:
-Só você ir naquela direção e vai ver um grande campo de morango, não tem erro.
-Valeu cara. Eu disse enquanto caminhava na direção em que o sátiro apontou.
realmente depois de andar um pouco deu para ver vários trabalhadores, tanto sátiros quando meios-sangues trabalhando la, assim como perto do bosque eu consegui ficar um pouco feliz já que tinha um pouco de ar fresco e também por que eu adoro trabalhar e ganhar meu dinheirinho.
Chegando la eu vi um grande galpão no qual eu fui ver se tinha alguma coisa pra eu usar e poder pegar os morangos (Atividade da qual eu achei mais fácil do que plantar ou preparar o "adubo" deles), peguei uma cestinha e fui colher os morangos. Chegando no grande campo de morango eu fiquei com a cestinha no meu braço esquerdo enquanto rapidamente eu pegava os morangos e colocava na cesta com o braço direito, como eu era um pouco pequeno minhas costas nem doeram, mas meus braços sim. Não tenho uma noção de tempo muito boa, mas eu demorei aproximadamente 10 minutos até a cesta ficar completamente cheia. meus braços estavam cansados e doendo, então eu usei os dois braços para levar a cesta de volta ao galpão, no qual eu vi uma especie de refrigerador e coloquei os morangos la dentro para não estragarem. quase na mesma hora que botei os morangos no refrigerador, um sátiro veio e me deu algumas moedas de ouro, eu percebi que era dinheiro pois eu ganhei uma bela quantia quando eu cheguei no acampamento, então eu nem contei os dracmas e coloquei o dinheiro no bolso da minha bermuda jeans, mas mesmo assim percebi que não havia mais de 10 moedas. Perguntei a uma garota que não aparentava ter mais de 15 anos que estava passando que horas seriam, então ela me disse que já era 14:00 da tarde e eu fui andando mais até que cheguei num lugar que mais parecia um pavilhão e fiquei sentado numa das cadeiras descansando meus braços que ainda estavam doendo.
John Dawn Leary
avatar
Indefinido
Mensagens :
7

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Campo de Morangos

Mensagem por 083-ExStaff em Ter 11 Fev 2014, 05:04

Avaliação



Annelise.

  +4 Dracmas. A intenção foi ótima. O post não foi ruim para uma primeira experiência. Só tente caprichar um pouquinho mais nas descrições, e na organização do diálogo, com cores diferentes, que chamem atenção. No resto, acho que aos poucos você acostuma. Seja bem-vinda.


John.

  +4 Dracmas. Ficou bem curtinho, e o texto misturado aos diálogos deixou o post bem desorganizado. Mas no geral, o intuito foi claro, e com uma pequena revisão aliada à um maior esmero no post, teria sido válida uma premiação maior. Mas é assim mesmo, querido. Todos vamos melhorando aos poucos. Bem-vindo.



Atualizado por Hécate.



083-ExStaff
avatar
Indefinido
Mensagens :
252

Localização :
Olimpo, Palácio de Poseidon, Submundo... Onde der vontade...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Campo de Morangos

Mensagem por Luke Scott em Sab 01 Mar 2014, 15:51


Primeiro dia de trabalho


Dia 01/03/2014; 5:30am.
Acordei meio tonto. Depois de algum tempo no acampamento, ainda sem ser reclamado, fui apresentado a alguns costumes do lugar. Um desses foi a plantação de morangos, uma das principais fontes de sustento do acampamento. Não custa nada trabalhar um pouco em troca de uns dramas, não?
Levantei-me ainda de má vontade e fui lavar o rosto. Vesti uma camiseta branca e sem mangas, uma calça jeans velha e rasgada, e botas para trabalho. Sem chances que eu vou sujar meus tênis nesse lugar.

Levei alguns minutos caminhando até o lugar. Realmente, os campos de morangos eram um lugar bonito e perfumado. Longe do campo de adubo, obviamente. Eu não tinha ideia de como era trabalhar naquele lugar, mas fui orientado a seguir os conselhos das dríades e sátiros que tomavam conta do lugar, sempre em perfeita harmonia com os deuses agrícolas. Comecei indo a lugares onde a terra estava remexida. Preferi começar com um serviço mais simples, apenas regando. Alguns sátiros concordaram ao longe com a minha primeira escolha, então continuei até ter regado toda a área. Demorou um bom tempo e me levou alguma energia, mas ainda assim era um serviço fácil. Agora sim vinha a parte complicada: arar.

Caminhei para um lote onde a terra ainda estava apresentando sinais da última colheita, então com uma enxada comecei a remexer toda a terra, abrindo espaços para as sementes serem acolhidas. Estava começando a ficar suado e agradeci a mim mesmo por ter colocado uma camiseta sem mangas. Algumas dríades vieram me corrigir quanto a como segurar a enxada. Pra mim era puro capricho, afinal eu abria os buracos na terra de qualquer jeito, mas resolvi obedecer. Ainda não sabia se elas poderiam ser agressivas ou não, e não estava nem um pouco a fim de descobrir.

Com os braços cansados e os músculos rígidos, resolvi parar por aquele dia. Olhei para o serviço feito e o contemplei. Realmente não era algo impossível de se fazer e seria ainda melhor depois de receber minha recompensa pelo serviço. Enxuguei o rosto levantando a camiseta e caminhei de volta para o chalé. Um banho não seria nada mal naquele momento.
Luke Scott
avatar
Filhos de Tânatos
Mensagens :
158

Localização :
Por aí

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Campo de Morangos

Mensagem por 124-ExStaff em Seg 03 Mar 2014, 06:47

• Luke Scott: 10 dracmas. O seu post ficou ótimo e bem organizado, apesar de simples. Talvez dois ou três errinhos de digitação, mas que não afetaram em nada. O tamanho do post não mudou o seu conteúdo, e isso foi essencial para atingir o prêmio máximo. Parabéns, e continue assim!

Atualizado por ~Deimos
124-ExStaff
avatar
Indefinido
Mensagens :
299

Localização :
Casa Grande

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Campo de Morangos

Mensagem por Raven M. Darkwood em Qui 10 Abr 2014, 15:44

Capitulo V: Naturalizando ( 8:12 am)

Era meu segundo dia no acampamento meio-sangue, e eu já me sentia em casa, todo dia eu treinava luta com o pessoal do chalé de Hécate, que eram muito bons, mas eu preferia treinar feitiços e magias com meu grimorio, já que sempre quis aprender a controlar meus poderes sem-machucar ninguém. Mas o legal mesmo do acampamento eram as atividades, canoagem com naiades, luta com monstros, artesanato com sátiros, cultivo de frutas e verduras com os filhos de Demeter e muitas mais. Aquilo tudo fazia eu me sentir menos estranha, lá ninguém me chamava de “bruxa” ou de “estranha”, já que eu parecia totalmente normal, e cada segundo eu sentia menos falta da minha casa. Eu olhei para a janela, estava uma linda manhã, o sol brilhava e o vento sobrava levemente em direção ao sul. O meu chalé sempre estava calmo e tranquilo, com pouca agitação, mas hoje estavam todos correndo de um lado para o outro arrumando tudo o que viam, ajeitando as camas, colocando os livros de volta nas prateleiras e tudo mais, então vi Lou Ellen, nossa monitora, aconselhando os outros.

-Bom dia Raven, nós estamos nos preparando para a expeção dos chalés - ela disse segurando um travesseiro enquanto arrumava sua cama.

-Okay, bom minha cama já esta arrumada, posso dar uma saída.

-Tudo bem, estaremos no refeitório tomando café da manhã.

-Tudo bem.

Eu peguei Circe fomos dar um passeio, ela estava agitada, parecia que sentia perigo na volta, mas logo se aquietou. Durante meu passei pensei no quanto meu pai deveria estar preocupado, já era o segundo dia desde que eu desapareci, ele devia estar preocupado, quem sabe se eu conseguisse um telefone... Porém lembrei do que Quiron havia me falado quando cheguei aqui: “Meios de comunicação mortais quando usados por meios-sangues atraem os monstros, por isso usamos mensagens de Íris”, mas pelo que os campistas me contaram eu precisaria de dracmas, eu até ganhei alguns quando cheguei ao acampamento, mas eu os estava guardando para uma emergência por isso não queria gasta-los, sendo que precisava conseguir mais para me sustentar no acampamento, foi então que tive uma ideia, disseram que há trabalhos que meios sangues podem fazer no acampamento em troca de dracmas, se me lembro bem tinha escolha entre Limpeza dos estábulos e ajudar nos Campos de Morangos, claro, eu sempre gostei dos animais, mas não queria limpar um monte de estrume de pegássos, então escolhi trabalhar nos campos de morangos.

Quando cheguei aos campos, eu não acreditava, era linda, a vista era como olhar para a própria Demeter em pessoa, os campos estavam cheios de belas videiras de morangos e muitas meninas em volta dos frutos, os acariciando e o mais estranho, conversando com eles. Elas tinham aparência normal, eram muito bonitas, com cabelos castanhos bem sedosos, mas o que me surpreendeu foi sua pele esverdeada, era como se seiva corresse em suas veias. De repente uma delas me viu e veio falar comigo.

-Bem Vinda, eu sou Flora, a dríade, e quem é você?- ela falava carinhosa e calma, e exalava um cheiro que era uma mistura recém-cortada e erva-doce.

-Eu me chamo Raven, sou filha de Hécate, eu gostaria de trabalhar ajudando nos campos de morangos - Eu disse nervosa.

-Okay, precisamos mesmo de alguém para ajudar na área de Manutenção, preciso que você ajude a cuidar das mudas mais desenvolvidas, e tenha todo o cuidado do mundo com aquelas mudas, elas são como filhas para nós espíritos da natureza - ela falou com um olhar um pouco mais serio, mas ainda calmo e tranquilo - e cuidado com as pragas.

-Okay, e o pagamento – eu tentei não soar muito gananciosa.

- 10 dracmas no máximo, mas pode ser menos, depende do seu trabalho. Agora pode ir.- eu segui para onde ela apontava.

Eu segui até uma área onde o adubo do cultivo ainda estava fofo, e pequenas raízes brotavam do chão. Eu pensei de um jeito para cuidar dos brotos sem machucá-los, eu não tinha nenhum poder sobre a natureza, não era filha de Demeter ou Dionísio, então não estava bem na minha área, mas então lembrei do que meu pai me ensinara: “Os irmãos Wicca não são apenas bruxos, são amantes da magia, da lua e da natureza, nós curamos e ajudamos os outros, nunca usando nossos dons e feitiços para mal e sim para a vida. Lembre-se sempre disso Raven, quando te descriminarem por causa da sua religião, responda que você é apenas uma amante da natureza”. Então usei todo meu talento para cuidar das plantas, afofei a terra, acariciei suas folhas, as molhei um pouco e conversei com elas, que pareciam entender e responder as minhas pergunta e comecei a entender a natureza.

4:32 PM

Quando terminei já era tarde, eu estava toda suja de adubo e folhas, mas parecia que meu esforço havia surtido efeito, parecia que elas cresciam mais verdes enquanto os últimos raios de sol da tarde refletiam suas folhas. Quando me virei Flora estava ao meu lado carregando uma pequena bolsinha feita de folhas costuradas com raízes de árvores enquanto observava a terra.

-Muito bem, mesmo não sendo filha de uma divindade da natureza fez um bom trabalho, e com certeza os morangos também acham- ela sorriu- Tome, aqui estão seus dracmas, você mereceu - ela me deu a bolsinha e depois seguiu a caminho de uma arvore próxima e desapareceu deixando apenas uma fumaça esverdeada.

-Obrigado - eu falei com esperança que ela ouvisse. Depois disso voltei ao meu chalé e descansei antes da hora jantar.
Raven M. Darkwood
avatar
Filhos de Hécate
Mensagens :
13

Localização :
Acampamento Meio Sangue, Chalé 20

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Campo de Morangos

Mensagem por 085-ExStaff em Qui 10 Abr 2014, 23:09




Avaliação


Raven M. Darkwood —  Cuidado com a ortografia (não pecou tanto quanto de costume, mesmo assim pecou), com as várias vírgulas onde deveriam ser pontos finais  e na incoerência da atividade.

Ficar das 8:12 até as 4:32 PM é impossível ao meu ver e também o Sol tende a se por entre seis e sete horas.

Erros: pégassos (pégasos), recém-cortada (recém cortada), Demeter (Deméter), meios-sangues (meios sangues), expeção (inspeção), sem-machucar (sem machucar) e grimorio (grimório).

Recompensa: 05 dracmas.

Atenciosamente, capiroto grego.

valeu @ carol!

085-ExStaff
avatar
Indefinido
Mensagens :
169

Localização :
Castelo do Sub-mundo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Campo de Morangos

Mensagem por 078 - ExStaff em Sex 11 Abr 2014, 00:14

Atualizado.
078 - ExStaff
avatar
Deuses
Mensagens :
686

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Campo de Morangos

Mensagem por Heric Laercio em Ter 22 Abr 2014, 12:46

Como toda santa arma que encomendo é boa e sempre me custa muitos dos poucos dracmas que eu tenho, por isso sempre (nem sempre) que preciso de dinheiro eu vou trabalhar. Claro que eu já havia visto os vastos e enormes campos de morangos antes e já havia até trabalhado neles, mas foi um trabalho mal feito e apressado por isso agora eu gostaria de fazer direito para poder ganhar algum dinheiro a mais. Fui no galpão, peguei uma lona que vi, forrei um carrinho de mão, peguei uma tesoura em cima de uma mesinha e fui em direção aos campos de morangos maduros, eu então fui cortando os morangos com a tesoura, e a cada 5 metros eu ia pegando os morangos do chão e botando no carrinho de mão, quando eu  percebia que o carrinho de mão estava muito longe eu arrastava ele para mais perto, depois que o carrinho de mão encheu eu peguei cada ponta da lona e dei um nó nas 4 pontas, depois usei o resto de força que tinha para percorrer a grande distancia levando o carrinho de mão cheio de morangos até o galpão, chegando lá retirei o nó da lona molhei os morangos com a mangueira, então eu percebi que havia muitos morangos foi ai que percebi que tinha umas sacolinhas num canto, peguei e fui enchendo elas com os morangos e colocando no freezer, assim que terminei, fui cobrar uns dracmas de um sátiro por perto, peguei os dracmas, não olhei nem quantos haviam e fui embora, mas antes olhei num relógio de parede e percebi que já eram 16:23 hrs e eu comecei a colheita as 13:00 hrs, e fui embora logo, não queria ver morangos tão cedo na minha vida.
Heric Laercio
avatar
Indefinido
Mensagens :
16

Localização :
Acampamento Meio-Sangue

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Campo de Morangos

Mensagem por Justin Law em Ter 22 Abr 2014, 13:02

Avaliação
Heric Laercio:
Cara, a primeira coisa que notei foi: Cadê os pontos finais. Seu post só tem umas três, e um monte de vírgulas. É necessário separar as frases de acordo com o seu sentido e seu objetivo. Além disso, houve muita repetição de palavras. Note que você escreve "carrinho de mão" muitas vezes. Além disso, seu post só tem um parágrafo. Apesar de tamanho não definir qualidade, creio que apenas um parágrafo - ainda mais um tão pequeno - seja insuficiente para fazer um post bem descrito.
Resultado Final
Heric Laercio: Adicionar 3 Dracmas
Justin Law: Adicionar 5 dracmas pela avaliação feita

Os links para a ficha de cada player se encontra nos nomes dos mesmos.
Justin Law
avatar
Mentalistas de Psiquê
Mensagens :
1217

Localização :
Acampamento Meio-Sangue

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Campo de Morangos

Mensagem por 078 - ExStaff em Ter 22 Abr 2014, 13:19

Atualizados.
078 - ExStaff
avatar
Deuses
Mensagens :
686

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Campo de Morangos

Mensagem por Simon Hattford em Sab 26 Abr 2014, 18:35

Vamos aos Morangos!

Era uma bela tarde , o clima estava bem ameno , chegávamos perto do fim do verão , e era o momento ideal para o plantio dos morangos , uma das fontes de renda do Acampamento Meio-Sangue , claro que os Sátiros e criaturas da natureza ali presentes ajudavam bastante no seu cultivo. Estava animado para fazer aquilo já que meus treinamentos ainda não haviam começado , passava cada dia com a saudade da minha mãe aumentando e o tédio também , até  que descobri que poderia ir ali sempre para ajudar na colheita e no cultivo dos morangos. Muito me agradava aquele ambiente natural na floresta no qual se encontravam os campos de morango , para mim não havia lugar melhor no Acampamento , apesar do fato de eu não o ter explorado muito. Costumava ficar a maior parte do tempo na Casa Grande , ainda não tinha feito muitos amigos , mas era uma questão de tempo até eu começar a me socializar , sempre foi assim comigo.
Chegando logo na Área 1 dos Campos , vi um cenário um pouco decepcionante em contraste com o que eu imaginava , era um vasto terreno , cheio de Ervas Daninhas , e trincheiras sendo abertas , mas nada de morangos. Havia também umas árvores por perto , resolvi me rescostar em uma delas , um tanto decepcionado.

-Olá , como vai ? Disse uma voz atrás de mim , no mesmo instante dei um pulo assustado. E olhei para trás , percebi que era uma dríade , uma divindade da natureza , cresce das árvores , e morre quando a árvore da qual nasceu é cortada. Essa tinha pele branca como a neve e cabelos negros que desciam em cascata até o final de suas costas.
-Olá , vou bem ... Na verdade não muito , esperava ver os morangos.
-Só vai encontrá-los em outras áreas dos Campos , mas fique por aqui , eu te ajudo com as tarefas dessa área , são braçais , perfeitas para esse físico esbelto.
Ruborizei no mesmo instante.
-Então vamos lá , o que devo fazer ?
-Aqui o que deve ser feito é , limpeza do solo , retirando as Ervas Daninhas , mistura do substrato , e separação da área em trincheiras para o plantio. Porém a maiorira desse trabalho já foi feito , então pode apenas retirar um pouco das Daninhas que estão crescendo nas trincheiras , e que tanto me incomodam.
-Claro , com prazer , você me acompanha ?
-Não , vou esperar aqui na sombra , pode ir Campista.
-Obrigado  então.
Me afastando daquela deliciosa sombra , fui em direção a algumas trincheiras que já faziam tempo que foram abertas e havia crescido algumas Daninhas , por sorte o Sol não estava muito forte . Me agachei beirando a trincheira , e senti aquele solo arenoso , e úmido , na minha mão , entrando nos meus sapatos , gostava daquilo.



Com voracidade fui arrancando todas as Ervas Daninhas que vi pelo caminho , algumas tinham espinhos , pequenos e grandes que furaram minhas mãos , ainda assim , não desisti até que não houvesse mais nenhuma à vista. Depois peguei o arado e juntei todos os restos em um montinho. Finalmente me sentei ali na terra mesmo , sequei minha testa de suor , quando olhei para o céu , começava a ficar roseado , sinal de que já começava o entardecer e que eu deveria estar logo na Casa Grande. Feito meu trabalho , me aproximei da Dríade , esta adormecia com tamanha graciosidade perto da árvore que fiquei com pena de acordá-la.

Antes que anoitecesse tratei de sair da Floresta em diração à Casa Grande , com a intenção de tomar um belo banho e descansar um pouco . Finalmente , havia econtrado uma ocupação no Acampamento.




Falas do Personagem.
Falas de outros personagens.
Narração.
Simon Hattford
avatar
Filhos de Apolo
Mensagens :
13

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Campo de Morangos

Mensagem por Lion Blake em Sab 26 Abr 2014, 19:29



Avaliação!





▬ Simon Hattford.

▬ Avaliação: O seu post foi bem conduzido, com as ideias dispostas de forma correta e nos parágrafos apropriados. Porém, gostaria de comentar um errinho que você acabou cometendo; as vírgulas não são espaçadas das palavras que as antecedem, ou seja, não há espaço entre uma palavra e a vírgula (assim, por exemplo).

▬ Recompensa final: 08 dracmas.

Lion Blake
avatar
Filhos de Atena
Mensagens :
309

Localização :
Camp Half blood

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Campo de Morangos

Mensagem por 078 - ExStaff em Dom 27 Abr 2014, 11:25

Atualizado.
078 - ExStaff
avatar
Deuses
Mensagens :
686

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Campo de Morangos

Mensagem por Mirelle Fay em Dom 27 Abr 2014, 17:50


Dracma$
Que é good nóis num have
Abri os olhos para a leve luz matinal que já havia invadido o Chalé 28. Bocejei na tentativa de espantar o sono que parecia grudado em mim e dei um olhar em volta. O quarto estava como sempre praticamente vazio, com os poucos semideuses que ali viviam ainda dormindo tranquilamente em suas beliches. A minha maior vontade era virar para o outro lado e me juntar aos meus irmãos em sua entrega ao sono, mas tinha algo planejado para aquela manhã.

Com toda a preguiça costumeira de quem acaba de acordar, me levantei e peguei as primeiras roupas encontradas por perto: uma camiseta preta surrada, jeans mais surrados ainda e os costumeiros coturnos.

Fazia uma manhã amena, com poucos raios de sol atravessando o céu nublado, e finos pingos de chuva caíam sobre o solo. Uma manhã perfeita para uma caminhada, e mais perfeita ainda para se trabalhar com morangos. E assim, sem nenhuma pressa e sem nenhuma preocupação, caminhei sobre a grama macia que cobria o acampamento, me aproximando do Campo de Morangos.

Já perto o suficiente para avistar o galpão, a suave brisa matinal me trazia o aroma tentador das frutas maduras e apetitosas, prontas para a colheita, aguçando-me a fome. Adentrei o local, pegando um dos carrinhos de mão e uma das pás ali dispostas para uso dos campistas. Como já havia trabalhado ali outras vezes, já estava ciente das tarefas possíveis.

Com o carrinho guinchando levemente, apenas o suficiente para ser irritante, tomei rumo pela terra escura e macia até chegar as estufas, onde se encontravam as mudas prontas para o plantio. Comecei a assobiar algo similar a Free Bird enquanto começava a colocar as mudas delicadamente sobre o objeto, com o cuidado de não ferir nem amassar nenhuma das frágeis plantas.

Com algum esforço, levantei o carrinho pesado e caminhei pesadamente até onde a terra arada estava pronta à espera do plantio, me agachando atrás de uma das trincheiras cavadas no solo escuro. Cuidadosamente, peguei uma das mudas, colocando-a dentro do buraco previamente escavado. Com a pá, a cobri com um punhado de terra, firmando a planta no local.

Repeti o trabalho com as outras, sempre no mesmo esquema de pegar, posicionar, cobrir e firmar, meu corpo suando por conta do esforço envolto na tarefa.
Quando o carrinho ficou finalmente vazio, me levantei esticando os músculos doloridos e limpando o suor que escorria pelo meu rosto. Olhei para o sol que havia conseguindo encontrar espaço por entre as nuvens e brilhava já alto no céu. Era hora do rango.

Voltei para o galpão e guardei as ferramentas. Tudo de que precisava agora era de um bom banho e de uma boa comida.

Mirelle Fay
avatar
Mentalistas de Psiquê
Mensagens :
875

Localização :
Inside Your Mind...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Campo de Morangos

Mensagem por 085-ExStaff em Qui 01 Maio 2014, 17:10




Avaliação




Mirelle Fay — O texto foi bem escrito, organizado e estruturado com as vírgulas e pontos, mas, pecou ao colocar uma vírgula fora de lugar no primeiro parágrafo. Fora isso tudo ok, parabéns e continue o bom trabalho e logo virará uma proletariada.

Recompensa: 10 dracmas.

Aguardando atualização.

Atenciosamente, capiroto grego.



valeu @ carol!

085-ExStaff
avatar
Indefinido
Mensagens :
169

Localização :
Castelo do Sub-mundo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Campo de Morangos

Mensagem por 078 - ExStaff em Qui 01 Maio 2014, 20:41

Att.
078 - ExStaff
avatar
Deuses
Mensagens :
686

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Campo de Morangos

Mensagem por Melanie J. Sapphire em Ter 01 Jul 2014, 13:53



Colhendo Morangos



Mel abriu os olhos e suas Iris castanhos encontraram o teto sem graça do chalé de Hefesto e quase involuntariamente olhou para o relógio ao seu lado. Meio dia.O ferimento no ombro ainda não havia se recuperado, mas não era nada muito grave, o que não impediria a garota de ganhar alguns dracmas.E, no estado que ela se encontrava, só havia duas maneiras:Colher morangos ou limpar os repugnantes estábulos.Obviamente ela optou pelos morangos, era meio tedioso e chato, mas com toda certeza era melhor do que estercos.

A garota afastou sua coberta e pulou do beliche, calçou seus coturnos, colocou sua jeans de sempre e vestiu a blusa laranja  do acampamento. Passou pelo refeitório para comer qualquer coisa e se dirigiu aos campos.

O cheiro dos frutos  era ótimo, morangos vermelhos e graúdos estavam por toda parte. Perto da plantação havia algumas cestinhas; separadas por tamanho, uma dentro da outra. A prole de Hefesto catou uma das cestas , sentou entre uma fileira de morango e começou a puxar o cabinhos dos frutos.Depois de algum tempo e de alguns morangos comidos (Shiu!Não conte para as dríades!) a sua cesta já estava cheia , quase transbordando.Ela levantou e bateu na calça para tirar um pouco da terra, estendeu a mão para um dos espíritos da natureza que deu á ela uma certa quantia de dracmas.    
-Obrigada - Mel disse, sorrindo para a dríade.




leonard woodcliff @ cupcakegraphics
Melanie J. Sapphire
avatar
Filhos de Melinoe
Mensagens :
373

Localização :
CHB

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Campo de Morangos

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 3 de 6 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum