Percy Jackson e os Olimpianos RPG BR
Bem vindo ao maior fórum de RPG de Percy Jackson do Brasil.

Já possui conta? Faça o LOGIN.
Não possui ainda? Registre-se e experimente a vida de meio-sangue.

♦ Arenas

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

♦ Arenas

Mensagem por ♦ Eos em Sab 02 Nov 2013, 22:26





- - - - - - - - - - - - - - - - - - Arenas




A arena é um grande espaço aberto, oval, com o teto em forma de cúpula e retrátil - ainda que possa ser encantado para definir se a chuva e condições ambientais possam interferir ou não no treino. Com as estruturas de mármore branco, com várias colunas circundando e o chão arenoso com desenhos que lembram diagramas e símbolos mágicos diversos. Ela fica afastada da área do SPA, sendo posicionada entre a mansão e a floresta. Assim, não há risco de atrapalhar os trabalhos do Resort, mesmo se algum monstro escapar - e há vários deles, presos em jaulas para uso nos combates. Um pequeno arsenal também está disponível aos que necessitam, com armas básicas, mas em boas condições de uso. Equipamentos de treino como bonecos e alvos também são comuns. A magia é outra coisa presente, fazendo toda a arena exalar tal aura. Ainda assim, é possível modificar o espaço todo ou em partes para facilitar ou dificultar o uso de tal energia. Durante a noite, archotes são acesos, iluminando o local, e o incenso é algo sempre presente, independente do horário.


- - - - - - - - - - - - - - - - - - Regras e orientações



• Condições climáticas: Definida pelo player;
• Horário: Definido pelo player;
• Local: Arena da Ilha de Circe;
• Sem mortes ou perdas de itens;
• O não cumprimento das regras aqui descritas poderá acarretar em punições diversas;
• Se tiverem alguma dúvida, podem perguntar a qualquer deus por Mensagem Privada (MP);
• Não há mínimo nem máximo de linhas ou palavras exceto pelas já especificados nas regras gerais, mas espera-se um post bem descrito;
• Quaisquer poderes ou equipamentos utilizados por vocês devem vir em quote, code ou spoiler, de preferência separando poderes ativos de passivos;
• Sem máximo nem mínimo de equipamentos, desde que seja possível levá-los;
• Esse tópico é monitorado e avaliado pelos deuses em geral.

— Tal medida foi tomada com o intuito de não sobrecarregar os avaliadores.
— Tendo isto em vista, todos os tópicos desse gênero podem conter até dez (10) treinos.
— Quando chegar nesse limite, ninguém mais pode postar. Caso contrário, o treino será ignorado.
— Quando o deus responsável pelo tópico avaliar, até mais dez treinos poderão ser postados até que haja uma nova avaliação.
— Cada player pode postar um único treino por atualização, independente do tipo de treino;
— O descumprimento da regra acarretará a anulação dos treinos posteriores ao primeiro.

• A quaisquer sinais eminentes de plágio, punições severas serão aplicadas.

— A primeira punição será o ban por IP durante uma semana;
— Numa segunda infração, a punição será ban eterno.


• Não há horários específicos para treinos

• Os treinos se dividem em:

— Armas de longa distância e arremesso
— Armas de ataque corpo a corpo
— Combate desarmado
— Combate a monstros
— Treino mágico

• A premiação máxima segue as regras do fórum;

— A premiação máxima é composta de: cem de experiência.


• O critério de avaliação segue as regras do fórum;


— O critério de avaliação é composto de: coerência; ortografia; estrutura e fluência; uso de armas e poderes;

— Coerência definirá: cinquenta de experiência;
— Ortografia e Organização definirá: dez de experiência;
— Coesão, Estrutura e Fluência definirá: vinte e cinco de experiência;
— Objetividade e Adequação à Proposta definirá: quinze de experiência.


SHINJI @ OPS!
♦ Eos
avatar
Administradores
Mensagens :
1423

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ♦ Arenas

Mensagem por Morgana L. Cronworth em Qui 27 Fev 2014, 23:32

Technique with fire

Burn...



A bruxa era considerada poderosa entre os outros semi-deuses, mas ela sabia que não era lá grande coisa, pois não dominava nem mesmo metade de seus poderes. Mesmo que Circe falasse que faltava pouco para ela se tornar uma feiticeira completa, no íntimo de Morgana, ela não tinha domínio sobre os poderes herdados de sua mãe.

Ela foi para a arena, um lugar um pouco incomodo quando se pode entender os monstros insultando e alguns pedindo para serem libertados. Ao chegar, ela tentou ignorar os monstros e se concentrar apenas no motivo por qual ela estava ali. Completamente desarmada, Morgana, contava apenas com sua magia. Estava decidida a testar alguns de seus poderes naturais.

A bruxa queria aprimorar sua técnica com o fogo, ela sabia fazer coisas básicas, mas não dominava o fogo como gostaria. Ela começou criando um escudo de fogo, era uma coisa fácil que não exigia muito esforço para os filhos de Hécate, como ela estava em um ambiente mágico e era também uma feiticeira, seria como roubar o doce de uma criança. Morgana fez movimentos circulares com a mão direita, em seus pensamentos ela via colunas enormes de fogo, uma energia quente começou a se formar, por onde ela passava a mão e começando com um pequeno mormaço, em menos de um segundo ela já tinha criado um escudo de fogo perfeito que pairou no ar por alguns segundos e em seguida, sumiu como se nunca houvesse existido. Fácil, porém ela não conseguia manipular este fogo nem fazer nada com ele, era apenas para protegê-la brevemente em uma situação de risco. Mais utilizado para repelir o oponente.

Depois de alguns segundos pensando, Morgana se lembra de um feitiço que ela vira em Athar, o grimório. O feitiço ensinava a controlar os elementos primários, mas era necessário o grimório para isso. Επικαλούμαι, disse a feiticeira, estendendo os braços para frente e em alguns segundos após uma luz púrpura, nos braços dela se encontrava Athar. Ela folheou por alguns segundos andando de um lado para o outro, procurando o tal feitiço. Até que ela achou, leu e então viu que ela poderia apenas controlar a chama, mas não criar... Para isso ela nem precisaria de grimório, ela já aprendera essa técnica com Circe, bastava dizer Mundi in mei manus. Mas ela não faria isso, ela não queria se esgotar para simplesmente controlar a chama...

Decepcionada, Morgana 'desenvocou' Athar, usando a mesma conjuração que usara para invocar e o livro foi arremessado contra o ar e sumiu em um flash púrpuro. Nenhum feitiço lá poderia ajudá-la. Então ela pensa nos encantamentos que Circe a ensinou, eram muitos e ela não era habituada a usar todos eles com constância, então ela precisava recorrer a memória para se lembrar. E ela se lembrou de um encantamento que ela poderia criar fogo... Os olhos da bruxa faiscaram em energia e ela pronunciou doce e perigosa Kimocha! Cinco bolas de fogo ardente começam a dançar na frente dela, feliz, a feiticeira sorri e arremessa as bolas contra um monstro que não parava de gritar 'Vadia! Vadia!' O mostro gritou e sucumbiu no chão da jaula, sendo queimado pelo fogo mágico. Não morreu, mas aprendeu a lição, de nunca chamar uma dama de vadia.

Ela tinha conseguido fazer fogo, mas não estava satisfeita, queria poder fazer algo que chamasse menos atenção, algo mais discreto. Talvez, alguma coisa que não precisasse pronunciar nada, algo menor, que não exigisse esforço. Ela precisava se acalmar, estava muito preocupada com o fogo. Procuraria descansar para pensar em algo melhor...

Foi então que apareceu uma feiticeira, muito desleixada na opinião de Morgana, ela carregava uma espada e usava roupas estilos Dark. Morgana ajeitou os cabelos ruivos, olhando para a garota, apenas observando. Então a recém chegada puxou um cigarro dos bolsos e deslisou as mãos pelo seu corpo, a procura de um esqueiro. Morgana caminhando para a saída, ao passar pela garota parou. Sentiu uma energia quente em sua mão direita, era o fogo, ela finalmente começara a criá-lo sem ao menos pronunciar uma palavra, isso para ela era uma vitória. Ela estalou os dedos e apontou o indicador pra cima, uma pequena chama de esqueiro apareceu e ela acendeu o cigarro da garota. Quando Morgana abaixou a mão o fogo apagou e ela foi embora satisfeita. Não era lá muita coisa, mas Morgana já tinha apendido com a telecinese que começamos mesmo do inicio, não adiantava ela querer acender uma fogueira agora.

Observações:
(Hécate - Ativo) Aura elemental I: O filho de Hécate pode usar os elementos primários nas magias de escudo, criando um escudo elemental, ou nas armas, dando dano adicional com o elemento escolhido - o elemento não danifica os objetos encantados, nem afeta o ambiente, apenas o inimigo. Dura 3 rodadas. O dano e a potência do encantamento variam de acordo com o nível do filho de Hécate. Gasta pouco mp.

(Circe - Ativo)Magia da Invocação III. Último estágio, invoque coisas como acessórios, ou até mesmo mascotes e armaduras. A energia gasta para invocar armas é muito pouca então você pode usar a mesma estratégia e conjuração do "Invocar II”.

(Circe - Ativo) Kimocha. Permite que o feiticeiro crie fogo e raios, podendo converter o fogo em bolas de fogo ou outras formas de ataques, tal como os raios. [ Nada comparado aos filhos de Héstia ou de Zeus]

(Hécate - Ativo) Pirotecnia: O filho de Hécate é capaz de criar um pequena quantia de fogo, que aumenta a cada 10 níveis, nesta ordem: chama de vela/ isqueiro, tocha, fogueira, coluna, incêndio. Lembrando que ele cria, mas não é capaz de controlar.

(Hécate - Passivo) Pericia com Feitiços: Eles conseguem realizar feitiços e magias com mais facilidade.

(Mago Invocador - Passivo) Linguagem monstruosa - Acostumado a invocar monstros, você é capaz de se comunicar com eles em sua própria língua.

(Circe - Passivo) Maestria com a magia: Por serem feiticeiros de Circe, vocês sofreram menos perda de MP do que o normal ao usarem algum poder.

(Circe - Passivo) Fortalecimento por Magia: Se há presença de magia no ambiente em que você se encontra, elas o tornaram mais vigoroso.

— {Athar} / Grimório [Necessário para realizar magias, é um livro encadernado em couro e metal, com páginas infinitas - a cada nova habilidade aprendida, o encantamento aparece automaticamente escrito nele. Indestrutível. Assume o formato de uma agenda com espaço para guardar uma caneta - a lança em sua forma simples e ambos sempre retornam ao bolso do filho de Hécate] {Metal e Couro} (Nível Mínimo: 1) {Não Controla Nenhum Elemento} [Recebimento: Presente de Reclamação de Hécate]

Este treino, é um treino que escrevi faz um tempo. Não o considero um treino digno, mas devido a falta de tempo, postarei esse mesmo. Desculpe pelo péssimo texto.


CODED BY: IG de SA
Morgana L. Cronworth
avatar
Filhos de Hécate
Mensagens :
299

Localização :
Acampamento

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ♦ Arenas

Mensagem por 090-ExStaff em Sab 29 Mar 2014, 19:38

†  Arenas - avaliação †

Morgana L. Cronworth
Morgana, eu esperava que o treino tivesse um pouquinho mais de ação, sabe? Não que esteja errado como ele se desenrolou. Enfim, acho que poderia ser um pouco mais envolvente. Também achei que você escreveu com pressa, pois faltaram detalhes e descrições melhores. Encontrei alguns errinhos de ortografia e algumas vírgulas posicionadas de modo errôneo, mas nada muito escandaloso. Eu só gostaria de enfatizar a pressa que o treino teve.

Coerência: 50 xps de 50 possíveis.
Coesão, estrutura e fluidez: 20 xps de 25 possíveis.
Objetividade e adequação à proposta: 15 xps de 15 possíveis.
Ortografia: 8 xps de 10 possíveis.

Recompensa total: 93 xps.  


Atualizado por ~Eos



Thanks Nanda from TPO

090-ExStaff
avatar
Indefinido
Mensagens :
169

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ♦ Arenas

Mensagem por Amber Halliwell em Seg 07 Jul 2014, 18:20

help the sorcerer.


Sacudia insistentemente o espelho a frente do rosto. A ausência de imagens nele poderia ser considerada uma tristeza, mas não no caso dela. Shamira estava decepcionada por não poder enxergar as únicas duas pessoas que apareciam ali. Nem Ethan, nem Zoey. Onde será que estariam?

Com aquela indagação latejando em sua mente, ergueu-se da cama após por o espelho de lado e ajeitou a roupa no corpo, passando a mão sobre suas vestes amarrotadas - nada durável, já que era de praxe que usasse roupas de couro escuro e daquela vez não era diferente. A blusa embora justa, era de manga longa e escura. A calça também o era, porém, continha pequenos rasgos desenhados propositalmente na parte de frente.

Chega, descobrirei por mim mesma por onde se meteram.

A feiticeira foi até a janela de seu dormitório e rapidamente se lançou através dela. As grandes asas brancas se precipitaram da fresta que surgiu instantaneamente na roupa afim de permitir a mobilidade necessária no ar.

Os olhos assimilavam rapidamente as sombras correndo por toda a ilha mágica, as onomatopeias sinistras se mesclavam à órbita mística daquele lugar e um som dificilmente fugiria ao ouvido da meio-sangue, pois era ela dotada de sentidos aguçados.

E, embora sua intenção inicial fosse passar alheia sobre todo o âmbito da ilha, algo entre a floresta e a mansão prendeu sua atenção a ponto de fazê-la estasiar seu voo e sumir em pleno ar, indo reaparecer à entrada da arena. Mas o que seria o suficiente pra chamar a atenção de uma pilantra como ela? Poder em sua forma mais simples. Shamira ama o poder.

Bravo, bravo! - ovacionou irônica ao deparar com uma bela figura masculina executando uma magia.

A que devo a honra, Shamira?

Preciso de um favor e vejo que você também. - constatou ao fitar o grimório sob os braços dele e o círculo mal desenhado no solo da arena.

Naquela noite em especial ela parecia mudada. Estava clara, banhada pela luz da lua, mas as gravuras místicas que se espalhavam por toda ela tinham cedido espaço a um âmbito neutro, onde somente as marcas mágicas dos círculos arcanos de invocação pudessem ilustrar o cenário. Artifício inteligente, de Johnny - um filho de Afrodite e feiticeiro de nível 50 - admitiu para si mesma e finalmente voltou-se a ele.

Você só precisa de um estímulo. E eu posso ser esse estímulo. - a branca falou e apontou sua destra para o pé do garoto. Em poucos instantes um amontoado de cascalhos começou a se formar no local, cristalizando-o gradualmente de forma a mantê-lo preso ali.

Posso estimulá-lo a sobreviver. Não poderá sair de onde está e eu vou me afastar - ao que o disse, balbuciou o feitiço e reapareceu no extremo oposto da arena. - Imagine esse círculo às suas costas como aquilo a que se agarra sua vida! Você precisa dele pra sobreviver! Se eu chegar até você será seu fim, portanto trate de me ocupar o bastante para que eu não chegue até você. Agora!

A filha de Quione disparou na direção das costas do garoto. O salto de sua bota negra estalava sobre o solo denunciando sua proximidade, e, tal como esperava, já bem próxima do garoto um obstáculo surgiu entre eles, impelindo-a a cessar sua corrida e abrir as asas em um repente, diminuindo a inércia do corpo. Do círculo formando no solo surgiu de início dois braços que procuravam sustentar o corpo do monstro. Um elemental! Seu último encontro com um havia sido divertido, recordou-se.

O corpo rochoso à sua alturafinalmente se levantou, e, mal o fez seu punho direito veio com força na direção da maga, que sorriu e fez com os braços como se empurrasse o ar para frente e o viu voltar com força em sua direção, incidindo sobre ambas as suas asas que por estarem abertas apararam o vento batendo em direção contrária a ele e, portanto, empurrando-a para trás permitindo que ela evitasse o golpe direto. Pressão psicológica... sempre funciona!

Notou que, no entanto, não se tratava exatamente de um elemental real, mas de um variante. Era menor e sabia que caso ele possuísse a capacidade racional de um original, Johnny teria problemas só de tê-lo invocado. Contudo, ao dar-se àquela distração sentiu um tremor no solo que a fez desequilibrar. Quando prestes a cair, viu o monstro ressurgir do solo ao seu lado e arregalou os olhos, surpresa.

Merda! Seja ele um original ou não, não posso baixar a guarda... - murmurou.

Como se em câmera lenta, Johnny assistia o embate do espelho mágico que apareceu mediante as condições do treino a sua frente. O objeto abrangia à toda a arena não visando sentidos ou direções, já que era composto por magia. E agora ele refletia a feiticeira caindo com as costas prestes a tocar o solo duro e o monstro com ambas os braços já erguidos a mirá-la na barriga, prestes a enterrá-la com o que de certo seria um golpe bem potente a depender do executor. Então aconteceu. O monstro baixou os braços impetuoso e atingiu poderosamente na barriga. Entrementes, ele não contava que ela iria se defender.

A camada fria e dura que revestiu o corpo da semideusa fora intensificada pela resistência natural que ela adquiriu ao absorver o calor do ambiente, esfriando-o e acelerando seu metabolismo de modo que intensificasse seus atributos físicos. As mãos que bateram contra a sua barriga quase não foram sentidas, e não obstante, como natural de um filho de Quione, sua queda prejudicial foi abortada por um amontoado branco que surgiu no local do tombo.  Insatisfeito, o monstro não deu tempo para que ela se recuperasse e chutou-a na costela direita, lançando-a longe. E para infortúnio dela, não havia revestido totalmente aquela parte do seu corpo e Vallet gemeu de dor ao receber o ataque.

O monstro voltou a submergir na terra, mostrando que estava aprontando-se para o novo ataque. O invocador por outro lado, assistia a batalha atônico, sem esbolar grandes reações. A rainha de gelo se ergueu com alguma dificuldade, com a canhota apoiada sobre o local em que fora ferida. Sua respiração falhava e ela tentava equilibrá-la. Estática, absorta em seus próprios intentos ela permanecia de cabeça baixa e os fios rubros caiam do alto de suacabeça em frente aos seus olhos. Concentrada, aguardou silenciosa até o momento certo de se mover novamente, sentindo o corpo já se revigorando pelo frio da noite somado ao que já incitava no ambiente, e mesmo na presença da magia local que era abundante. Sabia que em poucos minutos estaria como nova, e julgar pela aura mágica advinda do feiticeiro, não estava tão assim tão distante.

Seu sexto sentido vibrou quando o monte de rochas apareceu às costas, contudo, ainda manteve-se imóvel. Tinha de esperar pelo momento certo e... Agora! Virou-se com velocidade surpreendente e tombou a face para a direita, evitando o punho que passou zunindo em seu ouvido, e socando o monstro com toda a força que havia reunido e potencializando o golpe com a telecine mística em seu último estado. O elemental explodiu em pequenas pedras e, sem dizer uma única palavra, a maga voltou a caminhar em direção ao feiticeiro que já tropeçava em palavras tentando trazer outro monstro de volta.

Os pequenos pedregulhos começaram a estalar detrás dela, provavelmente se reunindo outra vez no corpo rochoso, porém, antes que se completasse Vallet se voltou a ele e congelou-os, liquefazendo o gelo em seguida e transformando o monte de pedras em lama. Girou o peso do corpo sobre os calcanhares e rumou na direção do feiticeiro outra vez, já totalmente recuperada do golpe de outrora, mas, logo que o fez e ouviu a voz desesperada de John dar vida à magia, notou que não fora a única coisa que ganhou vida ali. Virou-se novamente após ouvir aquele barulho gutural e a forma de lama - também incompleta como a de rochas se erguia. Olhou para o círculo mágico e ele brilhava, mas não entendia completamente a natureza de transformação da magia quando trabalhavam invocação a menos que... Claro, ele errou o feitiço!

Dada a avaliar demais os termos técnicos da situação, recebeu em cheio o golpe da lama humanoide que a atingiu fazendo-a bater às costas contra a parede da Arena. Tentou atingir um soco contra o rosto do monstro, mas ele era maleável e desviava de todos os seus golpes físicos com facilidade. Logo, apelou para a criocinese e de imediato viu ele começar a congelar desde a base, mas ele se livrou facilmente e começou a adentrar seu nariz e boca, fazendo-a apelar para o único meio de sobreviver à aquela artimanha. O corpo inteiro de Shamira se evanesceu em uma névoa branca que não tardou em sumir; gás nitrogênio. Era a primeira vez que se via obrigada a usar daquele meio para escapar, apesar de que em mais de uma ocasião ele teria sido válido.

A lama que tentava sufocá-la caiu já congelada no solo, pois, mediante sua manipulação a feiticeira condicionou o gás em que se desmaterializou. O restante da lama avançou quando ela finalmente tomou forma outra vez, mas ela já apareceu agachada e só foi preciso bater a palma direita sobre o chão, do qual saiu uma baforada branca congelando todo o homem lama.

Kimocha. - ela silabou e viu uma fogueira voltear todo o seu gelo, derretendo não só ele, como o monstro dele também, mas somente para solidificá-lo em seguida, tornando-o um monte de terras que não tornaria mais a voltar, ela se certificaria.

Proferiu algumas palavras e um circulo mágico circundou o monte de poeira, selando o misticismo que outrora lhe dera vida. Voltou a se levantar e pronunciou o encantamento de teleporte, indo reaparecer onde estava antes da aparição do monstro e caminhando, ficando a poucos passos do feiticeiro, quando ele invocou mais um de seus monstros. Mas dessa vez, surpreendentemente não se tratava de um elemental mas de...

Okay, que porra é essa agora?

Sobre o círculo mágico havia agora um... híbrido de minotauro com centauro? Não saberia discernir. Era a primeira vez que via uma criatura como aquela. Afim de terminar com a brincadeira, ergueu a mão e recitou um encantamento tencionando sumir com o monstro, mas a criatura começou a trotar em sua direção e persistiu em ficar. Bufava ganhando espaço a passos largos, saltando a distância rapidamente. Shamira usou o mesmo feitiço de outrora e tentou incendiá-lo, e só então deu-se conta do que ocorria. A atmosfera mágica da Arena por si só impunha a ele um desafio. Suas magias ativas não funcionavam, então se queria vencer teria que contar com a astúcia e... sussurrou o feitiço e o chicote gélido apareceu em suas mãos. Armou-se somente dele e correu na direção do monstro, enrolando o chicote em uma das pernas dele e puxando-a com toda força, pensando ser capaz de fazê-lo cair.

Tremenda era a força da criatura, porém, que ao agarrar a corda e puxá-la com força, a maga mal se deu pelo punho da criatura que atingiu sua barriga, com um movimento forte e veloz. O líquido escarlate escorreu de seus lábios na mesma hora, e não fosse o bastante o monstro apanhou-a pelo cabelo
e estapeou sua face uma vez, antes de erguê-la pelo pescoço e jogá-lo para um canto qualquer, fazendo-a sair rolando pelo chão. Amaldiçoando a si mesma mentalmente, Shamira se reergueu graças a sua resistência e favorecimento do meio, com tempo de abrir as asas e... Ops, ela não iria voar.

O monstro agarrou seus pés e quando prestes a decepar sua perna, ela balbuciou o feitiço que fez com o que chicote reaparecesse em suas mãos e o estalou nos olhos do Manotauro, fazendo-o urrar de dor e soltá-la, permitindo que ela se afastasse em pleno ar e sentisse o âmbito místico revigorá-la, enquanto sumia com o chicote outra vez. Ciente de que se demorasse muito a criatura não tardaria em voltar a atacar.

Saltou sobre o lombo do monstro e munindo-se de toda sua forma, agarrou os chifres dele e puxou-os, sentindo seu toque drenar o calor daquela parte do corpo dele até que o monstro começou a se debater bradando sua onomatopeia estranha em um misto de dor e raiva. As mãos eram lançadas para trás ininteligentemente afim de alcançar o seu carrasco, mas tamanho era o desespero dele que ele sequer lembrou de agarrar as mãos dela antes que... Creck; o chifre se rompeu, saindo nas mãos da filha de Quione que viu suas costas baterem contra o solo depois que o monstro empinou-se sobre ambas as patas traseiras e soltou um som de dor que ecoou por minutos mesmo depois que ele derrotado sobre as quatro patas, antes de se desfazer no ar como uma poeira fétida.

Já quase totalmente restaurada, a ruiva voltou-se ao feiticeiro que já gaguejava outro encantamento quando correu até ele com um esteio afiadíssimo de gelo com o qual tencionava atingi-lo pelas e o rapaz, ciente dos acontecimentos graças ao espelho mágico fechou os olhos ante a morte iminente ainda recitando o feitiço. O que pretendia invocar com uma conjuração tão demorada? Quando bem próxima de acertá-lo, a meio sangue pronunciou: Abeo Exorior, indo reaparecer na frente e postando o indicador canhoto sobre os lábios dele para silenciá-lo, enquanto a destra empurrou a capa do livro velho e empoeirado fazendo-o se fechar. Um pouco da poeira subiu e fez o garoto tossir, cerrando os olhos somente para se dar com um sorriso desenhado naqueles lábios maldosos.

Viu só, eu te ajudei! - fingiu certa animação na voz. - Agora, é sua vez de cumprir o trato. Soube que Circe o enviará ao acampamento... Preciso que cheque esses dois campistas por mim e me reporte o que descobrir. - ela agitou a mão e no espelho para o qual estava de costas - o mesmo no qual ele via as lutas se desenrolando -, mostrou-se o rosto de Zoey e Ethan.

Agora se me dá licença, prefiro terminar de me recuperar em minhas dependências. Continue seu treino, se quiser. - dando às costas para o homem, Shamira finalmente se afastou até que sua imagem tremeu no ar e desapareceu em uma nuvem púrpura.



Habilidades usadas:


♦ Considerar todas as habilidades passivas pertinentes a situação. Todavia, como no treino em questão elas receberam algum destaque a mais, especificarei as mais enfáticas.

• Auxílio sombrio: Na presença mínima de escuridão, você é capaz de receber ajuda dela, tendo um aumento considerável em sua força e em sua MP. Se a lua se fizer presente, sua precisão aumentará ainda mais, e seus ataques serão ainda mais poderosos, e acima de tudo certeiros, podendo ser barrados apenas por meio mágicos de proteção. [ New]

• Fortalecimento por Magia: Se há presença de magia no ambiente em que você se encontra, elas o tornaram mais vigoroso.

• Maestria com encantos: Você será capaz de pronunciar palavras mágicas que, irão se manifestar graças à magia que passa a correr por suas veias. Essas palavras vão fluir de você para o ambiente, lhe possibilitando a execução de encantamentos diversos; desde de suas armas, até aquilo que for de sua vontade.

• Sexto sentido.O feiticeiro é um ser extremamente sensorial, e tudo isso é graças ao sexto sentido, que os permite antecipar em pequenas escalas algo que irá acontecer em um futuro próximo, orientar-se em locais de pouca ou nenhuma visão usando os olhos da alma, ou servindo-lhe como um faro aguçado - usado para identificar ambientes e outros seres -, porém com mais exatidão, por tratar-se de uma extensão psíquica da mente do indivíduo.

▬Audição. Sua audição será perfeita. Você pode ouvir a metros ou até Km de distância, e sabe distinguir qualquer som que já tenha ouvido antes em alguma situação adversa. Possibilitando ótimos contra-ataques e diminuindo a chance de ser pega de surpresa.

Quione.

Cura Gelada. Locais frios deixam os filhos de Quione mais saudáveis e mais a vontade, podendo realizar a cura instantânea.

Queda Leve. Os filhos de Quione poderão saltar - cair - de grandes distâncias sem encontrar grandes problemas, pois sua queda sempre será sobre um amontoado fofo de neve que se formará sob ele para livrá-lo de um tomo indesejado.

Adaptação natural. Quione sempre viveu em meio a locais altos e de baixas temperaturas e nunca encontrou problemas para se locomover neles, ou tampouco para utilizar-se destes meios em prol de si mesma. Graças a isso, seus filhos nesse nível serão capazes de usar a temperatura ambiente ao seu favor, podendo amplificar suas habilidades corporais. [ New ]

Velocidade: É a primeira habilidade física a sofrer influência de tal poder. Os filhos de Quione tornam-se consideravelmente mais rápidos, podendo atingir velocidades hediondas de acordo com o nível em que se encontra. A velocidades dele se compara a dos ventos selvagens e gélidos que circundam os meios em que sua mãe vive, fazendo menção a Bóreas, avô destes por ascendência divina.

Força: Os filhos da Deusa tornam-se mais fortes, sendo capazes de realizar grandes feitos por meio deste atributo físico sem sentir tanto desgaste quanto o normal, graças ao ambiente que irá conspirar ao seu favor. Sua força bruta sofre um aumento de grande porte, podendo lhe permitir erguer grandes massas – grandes, não enormes -, com alguma dificuldade.

Resistência corporal: Com esse poder em uso, você pode correr a grandes velocidades sem nem mesmo sofrer qualquer dano proveniente dos efeitos atmosféricos ou de qualquer obstáculo que possa se opor a você. Você pode resistir a grandes impactos sem sofrer com isso, uma vez que com o revestimento de gelo ativo em sua pele.


Feiticeiros.

Magia da Invocação II. Você pode invocar coisas maiores do seu arsenal, como escudos, espadas lanças etc. Além disso, você pode "desinvocar" e "invocar" a todo instante, trocando frequentemente de arma, podendo assim, confundir o inimigo. A conjuração muda para Επικαλούμαι

Telecinese III. Nesse nível você pode erguer objetos e pessoas de enorme volume e peso sem grandes dificuldades, porém, não podes exagerar erguendo algo muito excedente. A velocidade é muito mais ligeira e certeira.

Quione.

• Nevasca. Os filhos de Quione podem aprimorar a habilidade de criar neve e fazer uma tempestade dessa, uma verdadeira nevasca. - Usado somente pra causar o vento.

Incorporação de gelo. Os filhos de Quione podem revestir o próprio corpo com o gelo fazendo uma espécie de pele de defesa. A resistência varia de acordo com a manipulação e suas dependências de congelar o inimigo. Por exemplo, na manipulação iniciante você só pode revestir um braço seu com o gelo e usar como escudo de pele. Na manipulação avançada você pode usar o corpo todo revestido de gelo e como um escudo corpóreo, por meio do qual você pode congelar o inimigo que lhe tocar quando em uso desta. [ O efeito não pode ser barrado por nenhum meio ]

Criocinese avançado. A manipulação é total e você pode criar o que quiser com o gelo dando as formas que quiser. Porém lembre-se do gasto de energia para coisas de grande porte. Também agora é possível congelar completamente a pessoa.

• Combustão de nitrogênio. Por meio desta habilidade, o semideus de Quione poderá transformar todas as moléculas de seu corpo nesse elemento gasoso, afim de evitar ataques físicos, mentais, ou habilidades mágicas diretas, diminuindo em muito as chances de ser atingido, se atacado. Porém, se distingue do transformismo invernal por um ponto crucial em sua composição. O semideus possuidor desta habilidade, também poderá manipular á sua vontade o nitrogênio, sendo este um gás que está quase sempre presente na atmosfera, e por isso ganha um estoque quase ilimitado de armas. Ao esfriar o ar a níveis sobrenaturais, pode se congelar qualquer coisa dentro do alcance deste elemento gasoso. [ Se for da vontade do filho de Quione, também pode-se congelar mesmo uma deidade ou divindade menor por pequenos períodos, mas a durabilidade de um feito como este é limitada a dois turnos, sendo que se realizado em tal nível, pode-se congelar todo um país. ]


itens usados:
Chicote Gélido [Um chicote longo com extensão de dois metros que é capaz de causar uma ferida retardada com o mesmo efeito da mordida de Mary, porém, seu efeito dura apenas um turno. Todavia, esse chicote, quando em uso, libera uma pequena energia gélida que, ao se chocar contra qualquer superfície, é capaz de piorar a situação, fazendo uma fina camada de gelo onde toca, reduzindo a temperatura ali e, causando um ferimento cuja dor é ainda maior, devido ao frio capaz de ampliar qualquer dor.]



Amber Halliwell
avatar
Filhos de Despina
Mensagens :
136

Localização :
Nos mais voluptuosos dos teus sonhos. No mais obscuro dos seus desejos, sim aqueles que não és capaz de admitir. Sou à resposta às suas preces voltadas a maldade. Estou em todo lugar e em lugar nenhum, por isto tema o frio e se proteja como puder... Posso chegar em qualquer inverno.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ♦ Arenas

Mensagem por 112-Ex-Staff em Sex 11 Jul 2014, 12:27


Avaliação

Cara feiticeira Shamira, você escreve bem e sua criatividade aguçada sem duvida alguma é sua maior arma. Seu treino misturado com parte de sua trama, foi um tanto quanto interessante e bem planejado. Para alguém de seu nível, essa mistura de treinamento com ensinamento é bem legal, visto que já possui força e conhecimento mais do que o suficiente para agir como uma mestra em seus domínios. Seus únicos erros foram em relação a ortografia, sendo que além de alguns errinhos de digitação aonde faltou alguma letra, falou dar espaço ou deu espaço demais; você errou algumas concordâncias em relação ao gênero. Não foram erros graves e tenho certeza que com uma revisão consegue corrigi-los, apenas se atente um pouco mais, para não prejudicar textos tão bons com erros tão infames e pequenos. Qualquer duvida me envie uma MP.


Coerência
50/50
Coesão e Fluidez
24/25
Ortografia e Organização
13/15
Objetividade e Adequação
10/10
Total
97 XP



Atualizado

Tks Maay from TPO
112-Ex-Staff
avatar
Indefinido
Mensagens :
1873

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ♦ Arenas

Mensagem por Elizabeth Braddock em Sex 11 Set 2015, 17:47


Treinamento - Elemental
Por Zeus, meu mestre é uma delicia! Digo, muito bom no que faz...
Emma estava irritada por ter sido acordada tão cedo.
Havia dormido muito tarde na noite anterior após ver alguns filmes em seu quarto e estudar anteriormente seu grimório. A última coisa que a garota esperava era ser convocada por Drillblit para um treinamento emergencial na arena da ilha. Tinha de ser justo naquela manhã chuvosa? Incomodada, a jovem tocava o solo arenoso com a ponta de sua bota. Seu sobretudo estava amarrotado, assim como seu rosto parecia ter passado um bom tempo contra a cama antes dela levantar. Seu cabelo estava preso num coque e suas mãos cobertas por luvas de couro abertas na área dos dedos. Quando a feiticeira pensou em deixar a arena e voltar para seu quarto seu mestre surgiu a alguns metros a sua frente.

Apesar de conhecer Drillblit a muito tempo Emma sempre se surpreendia com a inteligência e calmaria do semideus que a instruía em quase tudo. O rapaz trajava calças completamente negras e um casaco marrom sobre uma blusa branca de linho. Seu cabelo estava bagunçado para o lado de forma que cobrisse seus olhos claros e perfeitos. Ele era extremamente charmoso e atraente, claro, mas nada que pudesse impedir a garota de se concentrar. Ou não.

Drillblit sorriu para Emma quando a cumprimentou com um aceno:
Parece confusa. Podemos começar?
Bom dia para ti também. Por que tão cedo?
Por que você não tem feito muita coisa recentemente além de ler e estudar. Esta exercitando sua mente e ignorando o seu corpo. Precisa focar em suas aptidões físicas.
Pensei que feiticeiros eram inteligentes e eficazes na arte memorial...
E são. Mas também devem manter o perfeito equilíbrio entre o corpo e a mente. Mens sana in corpore sano. Vamos começar com um treino simples, porém, crucial para seu desenvolvimento.  Você se recorda de seu primeiro inimigo?
Oh... Sim. — Emma distribui o peso de seu corpo para a perna direita, incomodada.

Por um instante sua mente trouxe a tona diversas lembranças do seu primeiro dia no acampamento: o julgamento de suas irmãs mais velhas, os olhares e cochichos de alguns campistas e principalmente o Elemental gélido que havia atacado a garota nos estábulos. O ser foi destruído e Emma ainda não se sentia confortável na presença de gelo ou qualquer tipo de ameaça gelada que tenha que enfrentar.

Pois bem. O seu desafio é enfrentar seus medos, exercitando assim as suas limitações psicológicas e físicas.  Assim que eu abrir esta jaula — Drillblit tocou um retângulo azulado próximo a um pilar de mármore — O Elemental será liberado. Você deve neutraliza-lo. Alguma dúvida?
Posso desistir? — Questionei enquanto ria — Vamos lá.

Emma posicionou-se a frente à jaula que expeliu uma névoa densa esbranquiçada por toda a arena. A garota respirou fundo e cruzou as duas mãos a altura de seus seios, conjurando palavras de poder em seguida.
Trípligan.
As palavras da semideusa ecoaram num sussurro mágico que ecoou por todo o local. Seus olhos se iluminaram em um círculo azulado que clareou a névoa gélida, permitindo assim que ela enxergasse. A jaula expeliu um tufão violento que quase acertara a feiticeira se ela não tivesse esquivado com uma cambalhota para o lado. O tufão atingiu o solo, erguendo uma grande quantidade de areia que girou num redemoinho até tomar forma de um corcel azul. Sua pele era completamente sólida e transparente e sua crina oscilava entre tons azuis e brancos. Emma sentiu seus tornozelos fraquejarem quando percebeu que realmente teria que fazer aquilo. Enfrentar seus medos era uma tarefa difícil e ela sabia disso

O equino bufou com raiva cravando seus suas patas contra o solo que estremeceu antes de se partir. Da fissura, estacas de gelo surgiram em velocidade que percorreram o solo a direção da jovem. Assustada ela saltou para trás, sendo atingida por um das estacas de gelo que cortaram o tecido de sua calça antes de derruba-la. As estacas seguiram caminho, visando empala-la. Receosa, Emma abriu a palma de sua mão para uma conjuração rápida:
Tremblement!

Um círculo dourado surgiu a sua frente, levando toda a sua forma pura de energia para o solo que chacoalhou violentamente. As estacas se partiram em diversos estilhaços com o tremor que desestabilizou a semideusa caída. O corcel relinchou, cavalgando em sua direção em alta velocidade. Emma levou a mão até seu cajado mágico que se estendeu sobre sua mão direita em mais uma conjuração mágica:
Abeo Exorior.
O cajado brilhou sobre sua mão, trazendo seu corpo para o objeto que a teleportou para alguns metros de distância. Desnorteada, Emma havia desviado da investida do inimigo que pareceu confuso quando a viu novamente. Ela se recompôs, levantando-se e um pouco enjoada sacou seu chicote a mão esquerda.

Concentre-se, Emma! — A voz de Drillblit era forte e destemida.
Certo. É só um cavalo idiota. Não tenho medo dele e, AH MEU ZEUS! — A prole do amor gritou em desespero ao ver estacas de gelo ser disparadas a queima roupa — Camuflet Vaporis!
Uma torrente de vapor quente emergiu de uma fissura a alguns centímetros de seu pé, dispersando alguns projeteis gélidos e os derretendo. Por azar, algumas estacas e filetes atingiram a garota que se ajoelhou.
Ugh. Eu não consigo nem chegar nele! Maldito!
O cavalo bufou antes de correr em direção à garota mais uma vez. Dessa vez ela estava preparada, pois tinha traçado um plano emergencial. Graças à aura mágica da arena a conjuração de encantamentos e feitiços eram bem mais rápidos e fáceis de serem executados — o que facilitava muito o combate. Ela correu em direção ao equino tentando ignorar seu medo. Seus sentimentos foram suprimidos e toda a hesitação e receio desapareceram.  
Paroi, Voler!

Os pés da semideusa se iluminaram em um tom azul que a elevou sobre o ar. A sua frente, o chão se iluminou em mais um círculo dourado que abriu uma fissura no solo que se elevou em uma muralha de terra. Emma flutuou por cima da muralha que se partiu com a colisão do corcel. Ela planou até o chão novamente, aproximando-se do Elemental caído entre as rochas. Seus olhos se encontraram e mais uma palavra de poder saiu dos lábios da garota:
Apendaja Rigoria. — Disse ela com a palma da mão estendida.
O equino ficou imóvel, encarando a semideusa que se aproximou ainda mais do animal caído. Ela tocou  seu peito, sentindo seu coração bater acelerado. Sua pele era gélida e aquele local em específico era avermelhado como se uma lanterna estivesse acessa.


Kimocha.


Uma única palavra e o interior do equino se incendiou. Seu ponto vital derreteu, levando consigo toda a estrutura que o mantinha ali. O gelo se partiu e derreteu rapidamente, exalando uma névoa forte até desaparecer. Lá estava ela, sozinha, como em seu primeiro encontro com um Elemental de gelo. Tinha superado o seu medo e ainda assim se sentia mal. Por quê? Drillblit se aproximou da garota que de joelhos sobre uma poça d’água levou as duas mãos ao rosto.

Emma? Está tudo bem?
Sim... Eu só... Não sei.
Compreendo perfeitamente. Eu sei o quanto é difícil relembrar do passado, mas é necessário se quiser começar o seu futuro.
Eu não me reconheço mais.  Não sei quem eu sou.
Por isso esta aqui. Você é minha aprendiz e uma grande feiticeira. Só precisa do instrutor certo. Ok?
Emma sorriu para o rapaz antes de se levantar e respirar fundo.
Ok. Obrigada... Drillblit.“Por tudo”. Pensou a garota sozinha.  



Adendos:

—  Beauté [É um chicote, todo trabalhado a mão, com 2,5m. Ele é feito de couro, e nesse couro, pode se perceber detalhes em renda, bordada manualmente. Ele também reluz alguns fios acobreados, deixando entrever o bronze sagrado, que ajuda em ataques mais precisos, e pode cortar a pele do atingido.]{Couro e bronze sagrado} (Nível Mínimo: 1 ) [Recebimento: Presente de Reclamação de Afrodite]

— Cetro Mágico [Feito em madeira reforçada com ouro branco, é coberto por uma energia escura quando usado no escuro, podendo facilmente ser despistado. Contém como gema mágica um rubi no topo do item, circulada por duas lâminas, como garras que mantém a pedra no alto. É leve e resistente à magia, capaz de guardar e soltar de uma vez só rajadas de energia mágica (dependentes de feitiços, obviamente). Executa habilidades mágicas com maestria, recebendo assim a benção de Circe, a deusa da magia, ou seja, qualquer poder executado a partir deste item resulta em uma diminuição na taxa de MP — -5% na conta/-5 à 10] [Madeira; Ouro Branco; Rubi;] (Item de Feiticeira) {Controle Mágico } [Recebimento: Presente de Reclamação por Circe]

— Relíquia Mágica [Colar simples e leve, podendo ser levado e escondido em qualquer lugar. A corrente é de prata, e cintila com um brilho negro à luz da Lua. Seu pingente é em forma de pentagrama, e é feito de diamante. Duas vezes por missão e durante 2 rodadas, tendo no mínimo uma rodada de intervalo cria uma barreira mágica de cor roxa, esta cobre todo o feiticeiro. Protege contra ataques mágicos – principalmente - e ataques a longa distancia – lanças, bumerangues, correntes, flechas etc.; ataques diretos não são repelidos.][Prata; Diamante;] (Item de Feiticeira) {Controle Mágico} [Presente de Reclamação por Circe]

—  Queen [Capa de tecido azul com bordas em ouro que acompanha capuz. Uma vez por missão, o item forma uma cobertura de gelo por toda a extensão do tecido que reduz em 25% a potência de ataques relacionados ao elemento gelo. A cobertura dura dois turnos e não adiciona dano elemental ao oponente que encostar nela] {tecido} (Nível Mínimo: 15) {Gelo} [Missão Narrada: "Cold Trouble", avaliada e elaborada por Hipnos]
Poderes:

Passivos
Beleza Estonteante (Nível 1)
Como filhos da deusa da beleza, você é naturalmente belo, sendo tal beleza notável e admirada por todos. Seus olhos têm uma coloração que não se define completamente, sendo intrigantes e como se fossem hipnotizantes; sua voz atrai, seus lábios são provocantes, seu rosto possui uma beleza harmoniosa e o corpo não fica para trás. Tudo em você chama a atenção pela beleza especial que possui, e é praticamente impossível deixar de notá-lo. Não é nenhum efeito hipnótico, contudo - apenas estético.

Eterna Boa Forma (Nível 2)
A boa forma que você possui agora não confere apenas belas curvas, no caso das meninas, ou músculos definidos, no caso dos meninos, mas também confere certa agilidade e destreza para se esquivar de alguns ataques. É algo leve, contudo, e outros fatores podem interferir. Em combates, você transfere sua graça aos seus movimentos, o que faz com que seja capaz de se esquivar com mais facilidade, com movimentos belos e fluidos. Na prática, chances de esquiva aumentadas em 25% contra golpes normais.


Visão Auspiciosa (Nível 19)
O filho de Afrodite enxerga a aura da emoção das pessoas ao seu redor. Não é telepatia, ou algo do tipo, mas ele sempre vai saber o estado emotivo das pessoas - ansiedade, raiva, amor, nada escapa de seus olhos. Não detecta pensamentos ou informações específicas, apenas o sentimento geral. Por exemplo, se alguém mentir para eles, não conseguem perceber, mas podem identificar que o locutor está ansioso, mesmo que não identifiquem o motivo. Não pode ser desativado.

Fluência em Francês (Nível 3)
Não importa se você nunca teve contato com o idioma, mas por ser a língua do amor, você pode fala-lo fluentemente, lê-lo e escrevê-lo com perfeição, como se esta fosse sua língua materna.

Delicadeza (Nível 6)
Assim como pombos ou cisnes, seus passos são suaves e delicados, dificilmente sendo percebidos pelo inimigo em uma aproximação sutil. Note que sentidos aguçados ainda podem captar sua presença, assim como uma aproximação descuidada podem lhe denunciar. O silêncio não é completo.

Autocontrole (Nível 9)
Suas emoções não podem lhe atrapalhar em momento algum em uma batalha ou momento importante. Você não viverá a mercê delas, você saberá controla-las facilmente podendo manter o foco em uma batalha sem ser influenciado por nenhum sentimento, a menos que seja mais forte que você. Poderes que afetem emoções como charme, medo, fúria e etc terão efeito reduzido, não fazendo efeito se proveniente de inimigos de menor poder. Se forem de nível igual a até 5 níveis acima, 50% de resistência, e de 6 a 10 níveis, 25%. Acima disso, os poderes o afetam normalmente.

Inteligência (Nível 16) [Modificado]
Você conseguiu chegar a um nível mais alto, provando que você domina estratégias de lutas e batalhas. Isso mostra que filhos de Afrodite não tem somente superficialidade. Assim você consegue rapidamente observar o inimigo, sabendo os seus pontos fracos e pontos fortes, você pode estudá-lo brevemente e saber como atacar. Isso é válido apenas para fraquezas visíveis, como técnica de luta e brechas na armadura, mas não fraquezas emotivas ou sobrenaturais. É um olhar mais aguçado, mas ainda é natural. Assim, toda vez que atacar suas chances de acerto serão maiores nesse caso.

Disposição (Nível 17) [NOVO - idealizado por Sadie Bronwen]
Em qualquer ocasião, o filho de Afrodite sempre parecerá mais jovial. Ele não aparenta cansaço ou esforço, e ações que normalmente deixariam qualquer um fatigado não parecem atingi-lo. Na prática, habilidades de dreno de HP e MP tem efeito reduzido em 50% contra eles se provenientes de personagens de nível menor. Para nível igual ou até 5 níveis acima, 25% de resistência e, acima disso, são afetados normalmente.

[Nível 1] Domínio aprimorado com objetos mágicos (cetros, cajados e grimórios):
Sua personagem adquire o domínio aprimorado com qualquer objeto mágico ou encantado magicamente, seja ele um cetro ou um cajado. Se um grimório, você pode realizar magias com ele com naturalidade, realizando-as com muita dificuldade. [ Pode ser que você não consiga, a depender do nível de dificuldade. ] [ Modificado]

[Nível 1] Maestria com a magia: Por serem feiticeiros de Circe, vocês sofreram menos perda de MP do que o normal ao usarem algum poder.

[Nível 3] Respiração: Hécate é a tríplice da terra, do mar e do céu, isso lhe dá alguma vantagens quanto a sua respiração em comparação com a dos demais semideuses.

[Nível 7] Maestria com encantos: Você será capaz de pronunciar palavras mágicas que, irão se manifestar graças à magia que passa a correr por suas veias. Essas palavras vão fluir de você para o ambiente, lhe possibilitando a execução de encantamentos diversos; desde de suas armas, até aquilo que for de sua vontade.

[Nivel 7] Fortalecimento por Magia: Se há presença de magia no ambiente em que você se encontra, elas o tornaram mais vigoroso.



— Ativos —


[Nivel 6]  Abeo Exorior. Um feitiço muito usado pelos feiticeiros quando estes se encontram em situações comprometedoras, pois através dele podem teleportar a si mesmos para pequenas distâncias, evitando ataques de outros seres ou mesmo adiantando-se para algum ponto – de no máximo 20 km - que lhes interesse.

[Nivel 13]  Camuflet Vaporis. Cria uma enorme quantidade de vapor quente que pode causar queimaduras de terceiro grau no oponente, deixando feridas não só na carne mas também na alma, onde não há reparo. Uma vez que alguém é atingido por esse feitiço e permaneça sobre seu efeito por mais de trinta minutos, sua alma será completamente queimada, tornando-se nada mais do que cinzas em um corpo vazio.

[Nivel 17] Kimocha. Permite que o feiticeiro crie fogo e raios, podendo converter o fogo em bolas de fogo ou outras formas de ataques, tal como os raios. [ Nada comparado aos filhos de Héstia ou de Zeus]

[Nivel 17] Apendaja Rigoria. Imobiliza o alvo por um período de tempo. Desde que o feiticeiro possa fixar-se no alvo visualmente e possa mirá-lo fazendo uso de uma das suas mãos.

Trípligan (Nível 10) : Ao usar esse poder, você poderá abranger com mais exatidão em seus olhos, uma área de 240 graus. O único ponto cego será em suas costas que, foge a sua visão dando espaço ao terceiro olho, porém esse é invisível; a intuição. Quando esse poder estiver em uso, seus olhos assumirão um azul intenso e mágico.

Tremor III. (Nível 14 ) Ao direcionar a mão para a terra, um círculo mágico irá aparecer no solo e em uma luz bronzeada irá penetrar na terra e fará todo o chão tremer o suficiente causar um verdadeiro terremoto.

Muralha (Nível 17 ). Direcionando a mão a terra, um círculo mágico irá aparecer e movendo a mão para cima, uma barreira rochosa irá aparecer no dobro do seu tamanho. Resistente a ataques a longa distância.

Considerações:

Alguns fatores para compreender o texto:
— O encontro retratado no treinamento onde é citado o elemental de gelo trata-se da primeira missão de Ruby no acampamento. Link aqui.

— Alguns encantamentos são pronunciados pela semideusa em francês devido a sua descendência divina (Afrodite).

— Drillblit é atualmente o mestre de Emma desde o acampamento. A jovem nutre uma paixão secreta pelo rapaz e foi graças a ele que conseguira se juntar aos feiticeiros (O que explicaria a ligação e um treinamento particular entre as personagens).

— Peço desculpas caso tenha ocorrido qualquer equívoco durante o texto ou qualquer tipo de confusão. Obrigada

Elizabeth Braddock
avatar
Filhos de Afrodite
Mensagens :
196

Localização :
Andros

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ♦ Arenas

Mensagem por Zoey Montgomery em Sex 11 Set 2015, 22:21


AVALIAÇÃO

Oi, oi, boa noite :3
Bom, vamos lá: nada a reclamar de seu post, moça (sim, é padrão q). Enfim, você tem uma boa estrutura textual, Emma, e eu particularmente gosto disso. Sua fluência também é boa, e a forma como descreve sua personagem e como faz o uso dos poderes. 

Coerência: 50/50.
Coesão, estrutura e fluidez: 25/25.
Objetividade e adequação à proposta: 15/15.
Ortografia e organização: 10/10.

Total: 100 xp


Dúvidas, reclamações, elogios, desabafos, mimimis... MP
Atenciosamente, Zoey Montgomery
Juro que ainda vou achar um template padrão pra mim -q

Aguardando Atualização

Thanks Doll at The Pretty Odd
Zoey Montgomery
avatar
Líder dos Feiticeiros
Mensagens :
1202

Localização :
Ilha de Circe

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ♦ Arenas

Mensagem por 117-ExStaff em Dom 13 Set 2015, 18:59

Atualizado.
117-ExStaff
avatar
Administradores
Mensagens :
698

Localização :
Em uma tenda perto de você

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ♦ Arenas

Mensagem por Elizabeth Braddock em Seg 05 Out 2015, 14:04


if you'll be my star, i'll be your sky
You can hide underneath me and come out at night. When i turn jet black and you show off your light
— Bom dia. Preparada para nosso segundo treinamento? — Drillblit parecia mais animado do que de costume. O garoto trajava roupas de linho leve e seu cabelo estava bagunçado como sempre. Nada de novo. Emma sorriu para o rapaz, fitando-o em seguida.
— Bom dia. Claro! Eu estou sempre pronta! — Disse ela, sorrindo.
— Muito bem. Hoje eu irei te ensinar a se sair melhor em combate com o auxílio de sua natureza mágica. Você sabe qual é a esfera de controle de Circe?
— Magia geral, venenos e os elementos tríplices?
— Também. Um dos meios de controle não tão utilizados são as invocações animalescas. Você consegue utilizar os círculos mágicos elementais facilmente pelo que percebi, mas ainda não consegue utiliza-los de forma completa. A invocação animalesca trata-se na ligação com todo tipo de vida selvagem existente no mundo exterior com o seu eu mágico, ligando assim ambos no mundo físico.
— Resumindo: é como a magia da terra, só que menos ofensiva e indireta?
— Você vai entender. Sente-se e relaxe.

Emma sentou sobre uma almofada vermelha sobre a arena de frente para Drillblit a alguns metros a sua frente. O rapaz cruzou as pernas e ela o acompanhou, respirando fundo para iniciar o treinamento. Seus dedos se tocaram, emitindo um estalo alto que ecoou em todo o local. As paredes escureceram e a claraboia do edifício também. Pequenos pontos luminosos cresceram ao redor do casal que em poucos instantes encontravam-se numa área coberta de grama e algumas árvores. O céu estava nublado e uma fina chuva caía sobre seus corpos sentados. Apesar de sentir um pouco de frio inicialmente a jovem pareceu não se incomodar com a água.
Drillblit parecia bem confortável, pois sorria sobre sua almofada:
— Vamos começar. Eu quero que se concentre na fauna dessa ilha. Encontre o pico mais forte de energia mágica e canalize-o para cá.
— Ok.

Emma segurou seu calcanhar com as mãos enquanto fechava os olhos. Sua mente se expandiu, mostrando o interior da floresta da ilha. Diversas flores e outros tipos de plantas silvestres eram exibidas durante o percurso até o centro da floresta. Uma pequena fonte d’água gorgolejava lentamente filetes do líquido transparente em um riacho. Um pequeno esquilo estava próximo à margem bebericando da água para satisfazer sua sede. Emma focalizou a criatura que pareceu assustada ao fita-la. A garota levou as duas mãos a altura de seu peito, próximas como num gesto de “pare”. Um círculo roxo cintilante surgiu a sua frente, tomando uma forma animalesca lentamente. A cabeça de um lobo podia ser vista no centro do círculo mágico que expeliu uma pura forma de energia escura que revelou ser o pequeno roedor da floresta a ser invocado ali.

— Muito bem Emma. Para uma primeira vez, é claro.
— Me sinto... Cansada...
— É normal. Não se preocupe.
O círculo voltou a se iluminar a sua frente, trazendo outro pulso de energia que oscilou revalando agora um animal maior. Um Tigre dentre de sabre surgiu junto ao esquilo que em segundos foi dilacerado pelo felino.
— Drillblit? Isso era para acontecer? — Emma questionou procurando o rapaz que havia desaparecido.
O tigre rosnou para a semideusa. Seus dentes estavam cobertos de sangue e pelos do esquilo. Suas patadas contra a areia molhada eram pesadas e lentas enquanto ele analisava a sua presa. Emma desesperada sacou seu chicote do cinto e o estalou contra o chão a sua frente para intimida-lo.
— Pra trás!?
O tigre ignorou o alerta, saltando contra a garota que conjurou o único feitiço como reflexo.

“υδρόβιa”


O ar em volta da garota se moveu mais depressa e toda a água da chuva que caía sobre ela girou num redemoinho momentâneo, expelindo o tigre para trás. Emma respirou fundo enquanto posicionava-se. Ela jogou o chicote para trás, lançando-o para frente em seguida até atingir a pata do animal onde ele se enrolou.  O animal cravou suas presas contra o chicote, jogando a semideusa para o lado com uma investida rápida. Ela caiu, vulnerável mais uma vez para um ataque do felino selvagem que saltou sobre ela.
— Saphirius Expectorium Perpétua
O tigre foi arremessado a alguns metros de distância mais uma vez. Suas garras cravaram-se contra a grama molhada e desnorteado ele encarou a semideusa que fechou os olhos conjurando um novo feitiço.

Reanima Verdanica & Vitalis Eruptum.

O tigre foi surpreendido quando videiras brotaram sobre suas patas, enrolando-se por todo o seu corpo até deixa-lo imóvel. Emma aproximou-se do felino, atenta a qualquer tipo de contra-ataque da parte dele. Exausta, ela caiu de joelhos ofegante. O tigre grunhiu antes de desaparecer num flash. A chuva cessou e a grama desapareceu.  Estava de volta a arena de treinamentos junto a Drillblit que se aproximou a garota.
— Você esta bem? Assustei-te?
— Imagina. Só me deixou sozinha com essa coisa. Onde estava?
— Observando ao longe. Você precisa trabalhar mais seu desempenho solo e...
— Eu já sei disso. Acha mesmo que sumindo em meio a situações comprometedoras vai ajudar? Não vai. — Disparou Emma, irritada antes de se levantar e deixar a arena ás pressas.

Adendos::

{Beauté} / Chicote]  [É um chicote, todo trabalhado a mão, com 2,5m. Ele é feito de couro, e nesse couro, pode se perceber detalhes em renda, bordada manualmente. Ele também reluz alguns fios acobreados, deixando entrever o bronze sagrado, que ajuda em ataques mais precisos, e pode cortar a pele do atingido.]{Couro e bronze sagrado} (Nível Mínimo: 1 ) [Recebimento: Presente de Reclamação de Afrodite]

♦ Relíquia Mágica [Colar simples e leve, podendo ser levado e escondido em qualquer lugar. A corrente é de prata, e cintila com um brilho negro à luz da Lua. Seu pingente é em forma de pentagrama, e é feito de diamante. Duas vezes por missão e durante 2 rodadas, tendo no mínimo uma rodada de intervalo cria uma barreira mágica de cor roxa, esta cobre todo o feiticeiro. Protege contra ataques mágicos – principalmente - e ataques a longa distancia – lanças, bumerangues, correntes, flechas etc.; ataques diretos não são repelidos.][Prata; Diamante;] (Item de Feiticeira) {Controle Mágico} [Presente de Reclamação por Circe]
Habilidades Utilizadas:


— Passivas (Afrodite) —



Beleza Estonteante (Nível 1)
Como filhos da deusa da beleza, você é naturalmente belo, sendo tal beleza notável e admirada por todos. Seus olhos têm uma coloração que não se define completamente, sendo intrigantes e como se fossem hipnotizantes; sua voz atrai, seus lábios são provocantes, seu rosto possui uma beleza harmoniosa e o corpo não fica para trás. Tudo em você chama a atenção pela beleza especial que possui, e é praticamente impossível deixar de notá-lo. Não é nenhum efeito hipnótico, contudo - apenas estético.

Habilidade com Chicotes e Correntes (Nível 1)
É com esse tipo de arma que você se identifica perfeitamente e o tipo de arma com o qual se destaca. Tais armas parecem ser uma extensão de seu corpo, você consegue realizar movimentos incomuns e precisos, aprendendo a manusear esse tipo de arma facilmente. Não quer dizer que nunca erre, mas que seus movimentos são melhores com esse tipo de arma. É algo que evoluiu com o semideus.

Eterna Boa Forma (Nível 2) [Modificado, unido com bons reflexos]
A boa forma que você possui agora não confere apenas belas curvas, no caso das meninas, ou músculos definidos, no caso dos meninos, mas também confere certa agilidade e destreza para se esquivar de alguns ataques. É algo leve, contudo, e outros fatores podem interferir. Em combates, você transfere sua graça aos seus movimentos, o que faz com que seja capaz de se esquivar com mais facilidade, com movimentos belos e fluidos. Na prática, chances de esquiva aumentadas em 25% contra golpes normais.

Autocontrole (Nível 9)
Suas emoções não podem lhe atrapalhar em momento algum em uma batalha ou momento importante. Você não viverá a mercê delas, você saberá controla-las facilmente podendo manter o foco em uma batalha sem ser influenciado por nenhum sentimento, a menos que seja mais forte que você. Poderes que afetem emoções como charme, medo, fúria e etc terão efeito reduzido, não fazendo efeito se proveniente de inimigos de menor poder. Se forem de nível igual a até 5 níveis acima, 50% de resistência, e de 6 a 10 níveis, 25%. Acima disso, os poderes o afetam normalmente.

Super-Elasticidade (Nível 10)
Uma habilidade ainda relacionada à eterna boa forma dos filhos de Afrodite, que agora relaciona a incrível habilidade em realizar movimentos que exigem muita elasticidade corporal sua e uma excelente condição física. Você seria como um contorcionista, mas note que limites humanos ainda devem ser considerados.

Perfeccionismo I (Nível 13)
Não é apenas beleza, mas também perfeição. Você tende a ser perfeccionista, mas não apenas com você e sua aparência, mas em tudo o que faz. Isso significa que sempre será exigente consigo mesmo, se esforçando para sempre melhorar. Isso será recompensado em seus golpes, durante o combate. Qualquer arma que privilegia a graça, e não a força - em geral, armas de uma mão - serão mais fáceis de manusear, como se você tivesse a habilidade/ perícia para tal. Será apenas o conhecimento inicial, como se fosse nível 1, mas auxilia bastante.

Disposição (Nível 17)
Em qualquer ocasião, o filho de Afrodite sempre parecerá mais jovial. Ele não aparenta cansaço ou esforço, e ações que normalmente deixariam qualquer um fatigado não parecem atingi-lo. Na prática, habilidades de dreno de HP e MP tem efeito reduzido em 50% contra eles se provenientes de personagens de nível menor. Para nível igual ou até 5 níveis acima, 25% de resistência e, acima disso, são afetados normalmente.


— Passivos  (Circe) —



(Nível 1) Maestria com a magia: Por serem feiticeiros de Circe, vocês sofreram menos perda de MP do que o normal ao usarem algum poder.

(Nível 4)  Fortalecimento por Magia: Se há presença de magia no ambiente em que você se encontra, elas o tornaram mais vigoroso.

(Nível 5) Maestria com encantos: Você será capaz de pronunciar palavras mágicas que, irão se manifestar graças à magia que passa a correr por suas veias. Essas palavras vão fluir de você para o ambiente, lhe possibilitando a execução de encantamentos diversos; desde de suas armas, até aquilo que for de sua vontade.

(Nível 6) Sobre enxuto: Suas roupas não mais se molham, a menos que você queira. Isso tamb´m lhe dá alguma resistência a golpes aquáticos, diminuindo o dano destes em você.


[/b]
— Ativos (Circe) —



(Nível 7) Reanima Verdanica: Faz plantas crescerem em um determinado lugar. [ Nada comparado aos filhos de Deméter, Perséfone, Dionísio e etc]

(Nível 8) Vitalis Eruptum: Induz o crescimento da vida vegetal, principalmente videiras, e dá ao usuário o poder de controlá-los. [ Nada comparado aos filhos de Deméter, Perséfone, Dionísio e etc]

(Nível 10) Magia da Água: Se tiver água por perto, você pode exercer um pequeno controle sobre ela conjurando-a em grego: υδρόβια. Nada comparado com um filho de Poseidon.

thanks maay
Elizabeth Braddock
avatar
Filhos de Afrodite
Mensagens :
196

Localização :
Andros

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ♦ Arenas

Mensagem por Zoey Montgomery em Ter 06 Out 2015, 12:51


AVALIAÇÃO

Oi, oi, bom dia :3
Aqui estamos nós mais uma vez, srta. E, mais uma vez, não tenho nada a reclamar de seu texto. Bem escrito, com ortografia impecável (embora eu tenha bioado na parte do tigre, mas é culpa do meu cérebro cansado q)

Coerência: 50/50.
Coesão, estrutura e fluidez: 25/25.
Objetividade e adequação à proposta: 15/15.
Ortografia e organização: 10/10.

Total: 100 xp


Dúvidas, reclamações, elogios, desabafos, mimimis... MP
Atenciosamente, Zoey Montgomery
Juro que ainda vou achar um template padrão pra mim -q

Aguardando Atualização

Thanks Doll at The Pretty Odd
Zoey Montgomery
avatar
Líder dos Feiticeiros
Mensagens :
1202

Localização :
Ilha de Circe

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ♦ Arenas

Mensagem por 117-ExStaff em Qua 07 Out 2015, 21:23

Atualizado
117-ExStaff
avatar
Administradores
Mensagens :
698

Localização :
Em uma tenda perto de você

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ♦ Arenas

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum