Percy Jackson e os Olimpianos RPG BR
Bem vindo ao maior fórum de RPG de Percy Jackson do Brasil.

Já possui conta? Faça o LOGIN.
Não possui ainda? Registre-se e experimente a vida de meio-sangue.

Bosque ♠ Local Público Oficial ♠

Página 23 de 25 Anterior  1 ... 13 ... 22, 23, 24, 25  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Bosque ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Nymeria em Sab 26 Out 2013, 13:07

Relembrando a primeira mensagem :

Ao ouvir a respota de Missy, faço um lembrete mental em não falar sobre suas irmãs. Ela rapidamente muda o assunto, me pergunta aonde pode ou não pode ir no Acampamento.
-Olhe, pelo que eu saiba, não temos proibições de onde podemos ir ou não. Cada campista gosta de ir para um lugar diferente. Eu moro bem perto dos Campos de Morango, ou seja, você me encontrará sempre ajudando na colheita. A cachoeira é um lugar bem belo, todo tipo de criatura costuma passar um tempo lá. O rio é tranquilo, calmo embora sempre tenha algum campista passeando por entre suas margens. Mas cuidado com as náiades-uma amiga minha disse que elas são bem chatas e metidas. Temos a arena, onde podemos treinar com qualquer tipo de arma, a floresta é um lugar relaxante, mas cuidado, monstros estão a solta lá dentro para algumas brincadeiras. A praia é um lugar onde tem algumas festas, as pessoas que vivem no Acampamento adoram ficar passeando pela areia macia. A Casa Grande é onde pedimos missões, fale com Quíron sempre que quiser uma. O Acampamento Meio-Sangue é enorme, mas são algumas coisas que você precisa saber. Espero que ajude, Missy-Respondo-lhe.
Nymeria
Dríades
Mensagens :
139

Localização :
Floresta Negra

Voltar ao Topo Ir em baixo


Re: Bosque ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Ayla Lennox em Qua 24 Fev 2016, 10:40

Midnight.
Aparentemente o cão infernal ao lado do garoto não havia ficado lá muito satisfeito com a aproximação de Ayla - ou pelo simples fato de não ter notado sua presença antes. Ela não se moveu diante do rosnado, apenas fitou o canídeo fingindo certo desinteresse, mas precisava admitir que era uma espécime curioso.

Era um filho de Nyx. A mentalista passou a mão pelos cabelos e riu baixinho antes de começar a respondê-lo.

- Mais uma cria da noite, que maravilha... - Disse. - Espero que não me dê tanto trabalho quanto o último que conheci.

Se referia a seu namorado. Ou ex. Ainda não sabia ao certo depois de tanto tempo e especialmente considerando seus últimos encontros. Ele tinha motivos para sumir e no fim das contas, talvez fosse melhor daquela forma.

Aproximou-se do semideus e jogou sua jaqueta ao lado dele, sentando-se em cima do tecido logo em seguida. Encarou o rapaz com uma das sobrancelhas arqueadas, quase como se perguntasse "Você não se importa, não é? Claro que não."

- Tédio é algo bem constante por aqui, já a insônia... Um certo clichê da vida semidivina, não acha? - Ela brincou. - Pra falar a verdade, estava tentando me iludir com uma falsa impressão de paz antes de ir embora.

Era uma loba velha e vira-lata demais pra acreditar naquele tipo de coisa, mas não custava tentar mais uma vez.
Adendos:
• A interação se passa depois da SM Shatter Me.
• No momento, nenhum poder merece destaque. Entretanto, para fins interpretativos, considerar todos os passivos até o nível atual.

With: Alaric

Wearing: Jeans, blusa branca, flanela xadrez, jaqueta.

Where: Colina

Listening: Happy Little Pill
Everything seems almost... Lovely .
Tks, Jay
Ayla Lennox
Mentalistas de Psiquê
Mensagens :
907

Localização :
EUA

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Alaric L. Carter em Qua 24 Fev 2016, 14:33




When the lights go down

Notes: interação - post 3
With: Ayla
Listening: Demi Lovato - Waitin' For You
Wearing: sobretudo
A garota sentara ao lado do feiticeiro, parecendo não se importar pelo fato de serem dois desconhecidos e uma criatura do submundo. As palavras dela o faziam pensar que já tivera certa experiência com um de seus irmãos, e uma pontada de dúvida prevaleceu na sua mente. Mas preferiu deixar aquilo de lado.

A semideusa tinha razão. O tédio e a insônia eram presentes não só na vida de Carter, mas na de muitos outros meio-sangues. Será que aquilo estava tão na cara? Ou a garota era tão poderosa a ponto de entrar na sua mente?

Tem razão. — Suspirou, podendo sentir um tom de cansaço na voz grave que geralmente era calma. — Eu só tô tentando esfriar a mente.

Passou a mão no que parecia uma tatuagem em forma de lua crescente na base da lateral de seu pescoço, próxima ao ombro. Não que fosse intencional, era apenas um gesto, uma mania que tinha quando lembrava-se do seu outro lado. "E talvez também esteja aproveitando meus últimos dias aqui", sua mente devolvera a si mesmo.

O filho de Nyx não costumava ser amigável com todos, mas aparentemente aquela ao seu lado parecia querer decifrá-lo. Provavelmente um erro se soubesse do quão difícil era o feiticeiro. Sentia uma coisa familiar nela, como se suas próprias sombras reconhecessem algo.

Alaric Carter. E bem, já falei muito sobre mim. Mas você ainda é uma estranha que não me respondeu. — Seus lábios arquearam-se num sorriso enquanto ele fitava os olhos da garota.


coisinhas:

armas e itens:

— {Abra} / Relíquia Mágica [Colar simples e básico, podendo ser levado e escondido em qualquer lugar. Sua corrente é de prata negra, e cintila à noite. Seu pingente é em forma de pentagrama, feito de diamante. Duas vezes por missão e durante 2 rodadas, tendo no mínimo uma rodada de intervalo cria uma barreira mágica de cor roxa, esta cobre todo o feiticeiro. Protege contra ataques mágicos – principalmente - e ataques a longa distancia – lanças, bumerangues, correntes, flechas etc.; ataques diretos não são repelidos][Materiais: Prata Negra e Diamante][Item de Feiticeiro][Controle Mágico][Recebimento: Presente de Reclamação por Circe]

◆ {Silvermoon} / Adaga [Com trinta centímetros de comprimento, sendo dez de cabo e o restante para a lâmina, a adaga é uma obra de arte de qualquer ponto analisado. A lâmina foi feita de prata, polida para se obter um brilho perfeito e com uma curva leve que dá ao item um tom de sofisticação. Possui fio duplo, sendo perfeitamente alinhada para qualquer tipo de ataque que o usuário possa utilizar. A curva facilita a perfuração de armaduras, dando um bônus de 15% nos ataques realizados contra tais peças. Ao longo da prata, hieróglifos foram gravados, formando a frase “A lua de prata protege seu usuário”. O cabo também é uma peça extremamente agradável aos olhos, sendo feito de alabastro, e portanto tendo a cor de marfim para combinar com a prata da lâmina. O punho foi entalhado no formato da deusa Ísis, sendo como uma miniatura desta. A guarda da arma é bem trabalhada, possuindo o desenho de asas egípcias também feitas de prata. A adaga é bem mais leve que qualquer item semelhante, quase não sendo sentida pelo usuário, mas apesar disso é muito resistente, não podendo ser destruída com facilidade.] {Prata e Alabastro} (Nível Mínimo: 24 ) {Não controla nenhum Elemento} [Presente de aniversário da Kristy Grandine ♥/ Forjado por Harry S. Sieghart]
mascote:

— Cão Infernal (Nome: Sesshoumaru) [100/120 HP | 100/120 MP]
poderes e habilidades:

passivos:

Sexto sentido.O feiticeiro é um ser extremamente sensorial, e tudo isso é graças ao sexto sentido, que os permite antecipar em pequenas escalas algo que irá acontecer em um futuro próximo, orientar-se em locais de pouca ou nenhuma visão usando os olhos da alma, ou servindo-lhe como um faro aguçado - usado para identificar ambientes e outros seres -, porém com mais exatidão, por tratar-se de uma extensão psíquica da mente do indivíduo.

Olhos noturnos II. Sua visão no escuro está ainda melhor e mais clara do que a de qualquer um, além de poder enxergar mais longe. Seus olhos se adaptaram tão bem a noite que conseguem enxergar longos metros de distância à sua frente. O máximo que consegue enxergar com absurda clareza são cinquenta metros em uma área aberta.
ativos:

Nadinha aqui.
And the sun hits ground
(c)
Alaric L. Carter
Feiticeiros  de  Circe
Mensagens :
758

Localização :
Ravka

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Ayla Lennox em Qua 24 Fev 2016, 15:11

Midnight.
De certa forma, quase sentia falta de seus bons modos impecáveis e dignos de uma dama pertencente à realeza. Involuntariamente, levou uma das mãos até a nuca e fitou o rapaz com um sorriso de canto.

- Olha, talvez eu seja sim forte o bastante pra fazer isso. - Respondeu a pergunta do rapaz. - Eu até tento me conter, mas fica um pouco difícil quando seus pensamentos são altos assim.

Sempre observava todos com cuidado, de forma que as tatuagens do filho de Nyx não passaram de forma despercebida mesmos estando quase totalmente cobertas.

- Tatuagens legais. Alguma história específica para cada uma? - Apontou. - Sinto que não confia em mim e, olha, realmente não espero que o faça. De toda forma, acho que chega de leituras por hoje. Prometo que agora só vou saber o que você me contar. - Ayla desviou o olhar e começou a puxar alguns pedaços de grama enquanto deixava escapar as palavras seguintes. - Nós dois temos coisas que não queremos que todo mundo veja, não é mesmo?

Naquele momento, algo dentro da cria da Lua pareceu mover-se, quase como se atendendo a uma chamada. A escuridão dentro de si fazia questão de afirmar "Ainda estou aqui" enquanto pedia um pouco de espaço, uma chance para ser vista. Como quem repreende um cão, a garota resmungou mentalmente algo como "Agora não."

Torcendo para que o outro não notasse, retomou a conversa de uma forma absurdamente casual.

- Perdoe meus maus modos. Ayla Lennox. - Apresentou-se. - Ex-monitora, filha de Selene e... Acho que isso é tudo por enquanto.
Adendos:
• A interação se passa depois da SM Shatter Me.
• No momento, nenhum poder merece destaque. Entretanto, para fins interpretativos, considerar todos os passivos até o nível atual.

With: Alaric

Wearing: Jeans, blusa branca, flanela xadrez, jaqueta.

Where: Colina

Listening: Happy Little Pill
Everything seems almost... Lovely .
Tks, Jay
Ayla Lennox
Mentalistas de Psiquê
Mensagens :
907

Localização :
EUA

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Alaric L. Carter em Qua 24 Fev 2016, 19:31




When the lights go down

Notes: interação - post 4
With: Ayla
Listening: Demi Lovato - Waitin' For You
Wearing: sobretudo
Os olhos negros de Alaric analisavam cada detalhe da semideusa no momento em que a ela pareceu ter confirmado o que perguntara mentalmente. Mesmo não sendo tão velho assim, ele era um cara vivido. Também era um vira-lata; talvez não fosse tão poderoso quanto aquela ao lado, mas ainda tinha sua experiência em certas coisas. Uma seguidora de Psiquê? Não tinha certeza, mas logo saberia.

Soltara mais um suspiro, levando o olhar às estrelas. Analisava algumas constelações, em seguida voltou o olhar para Ayla. Ela estava certa. O filho de Nyx tinha seus demônios dentro de si, e ela pareceu saber como era aquilo. "Por que está aqui?", pensou em perguntar. De qualquer forma, não duvidava que a garota responderia isso depois de ler sua mente de novo.

É, cada uma tem sua história. — Alaric sorriu, dando de ombros. — E boa parte tem a ver com as tais coisas que não quero que o mundo veja. Mas, de qualquer forma, posso mostrar. — Tirou a adaga do bolso e fitou sua lâmina, a luz da lua refletindo sobre ela.


coisinhas:

armas e itens:

— {Abra} / Relíquia Mágica [Colar simples e básico, podendo ser levado e escondido em qualquer lugar. Sua corrente é de prata negra, e cintila à noite. Seu pingente é em forma de pentagrama, feito de diamante. Duas vezes por missão e durante 2 rodadas, tendo no mínimo uma rodada de intervalo cria uma barreira mágica de cor roxa, esta cobre todo o feiticeiro. Protege contra ataques mágicos – principalmente - e ataques a longa distancia – lanças, bumerangues, correntes, flechas etc.; ataques diretos não são repelidos][Materiais: Prata Negra e Diamante][Item de Feiticeiro][Controle Mágico][Recebimento: Presente de Reclamação por Circe]

◆ {Silvermoon} / Adaga [Com trinta centímetros de comprimento, sendo dez de cabo e o restante para a lâmina, a adaga é uma obra de arte de qualquer ponto analisado. A lâmina foi feita de prata, polida para se obter um brilho perfeito e com uma curva leve que dá ao item um tom de sofisticação. Possui fio duplo, sendo perfeitamente alinhada para qualquer tipo de ataque que o usuário possa utilizar. A curva facilita a perfuração de armaduras, dando um bônus de 15% nos ataques realizados contra tais peças. Ao longo da prata, hieróglifos foram gravados, formando a frase “A lua de prata protege seu usuário”. O cabo também é uma peça extremamente agradável aos olhos, sendo feito de alabastro, e portanto tendo a cor de marfim para combinar com a prata da lâmina. O punho foi entalhado no formato da deusa Ísis, sendo como uma miniatura desta. A guarda da arma é bem trabalhada, possuindo o desenho de asas egípcias também feitas de prata. A adaga é bem mais leve que qualquer item semelhante, quase não sendo sentida pelo usuário, mas apesar disso é muito resistente, não podendo ser destruída com facilidade.] {Prata e Alabastro} (Nível Mínimo: 24 ) {Não controla nenhum Elemento} [Presente de aniversário da Kristy Grandine ♥/ Forjado por Harry S. Sieghart]
mascote:

— Cão Infernal (Nome: Sesshoumaru) [100/120 HP | 100/120 MP]
poderes e habilidades:

passivos:

Sexto sentido.O feiticeiro é um ser extremamente sensorial, e tudo isso é graças ao sexto sentido, que os permite antecipar em pequenas escalas algo que irá acontecer em um futuro próximo, orientar-se em locais de pouca ou nenhuma visão usando os olhos da alma, ou servindo-lhe como um faro aguçado - usado para identificar ambientes e outros seres -, porém com mais exatidão, por tratar-se de uma extensão psíquica da mente do indivíduo.

Olhos noturnos II. Sua visão no escuro está ainda melhor e mais clara do que a de qualquer um, além de poder enxergar mais longe. Seus olhos se adaptaram tão bem a noite que conseguem enxergar longos metros de distância à sua frente. O máximo que consegue enxergar com absurda clareza são cinquenta metros em uma área aberta.
ativos:

Nadinha aqui.
And the sun hits ground
(c)
Alaric L. Carter
Feiticeiros  de  Circe
Mensagens :
758

Localização :
Ravka

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Ayla Lennox em Qua 24 Fev 2016, 22:24

Midnight.
Se havia algo que a garota havia aprendido desde que havia sido reclamada era que não existiam finais felizes ou mesmo enredos felizes no que diz respeito a histórias de outras crias semidivinas. Apenas alguns lampejos.

Ela e o próprio Alaric - apesar de saber pouco a respeito deste - não eram exceções a esta regra.

- There we go! - Anunciou apontando para o rapaz como se fosse uma criança prestes a alcançar seu objetivo. - Viu só? É por isso que estou aqui. Senhor Carter, se existe algo que eu realmente gosto, isso é ouvir o que fez você ser você. Digo, as surras que a vida te deu, pequenos lampejos de glórias, flashes de tristeza... Eventualmente me faz bem. - Suspirou. - Levar um pouco dos outros comigo, sentir que não sou a única a ser trouxa nas mãos dos deuses, entende? Não sei ao certo o que isso me torna, mas gosto de pensar que sou um pouco mais que uma simples curiosa.

Lennox dizia a mais pura verdade. Abraçou os joelhos, aproximando-os um pouco mais de seu peito enquanto direcionava suas íris prateadas para o jovem nyxônio. Não pretendia desencorajá-lo, mas não era a melhor pessoa em conter qualquer tipo de comentário.

- Pra falar a verdade, achava que seria um pouco mais difícil ouvir algo de você por livre e espontânea vontade. Toda essa fachada gótica quase me convenceu. - Moveu a cabeça de cima a baixo se referindo à aparência do garoto. - O preto realmente favorece. - Brincou.

Arqueou uma das sobrancelhas ao notar a lâmina nas mãos do semideus. Pela primeira vez na noite, projetou seus pensamento na mente do semideus. Não precisa se preocupar, não vou morder. Agora, por onde pretende começar?

Estava curiosa para saber se aquilo acabaria como uma espécie de competição de desgraças.
Adendos:
• A interação se passa depois da SM Shatter Me.
• No momento, nenhum poder merece destaque. Entretanto, para fins interpretativos, considerar todos os passivos até o nível atual.

With: Alaric

Wearing: Jeans, blusa branca, flanela xadrez, jaqueta.

Where: Colina

Listening: Happy Little Pill
Everything seems almost... Lovely .
Tks, Jay
Ayla Lennox
Mentalistas de Psiquê
Mensagens :
907

Localização :
EUA

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Alaric L. Carter em Qua 24 Fev 2016, 23:10




When the lights go down

Notes: interação - post 5
With: Ayla
Listening: Demi Lovato - Waitin' For You
Wearing: sobretudo
A resposta de Ayla chegara a surpreender o meio-sangue. Curiosidade estranha a dela, ele teve que admitir. Mas, de qualquer forma, também admitiria que era bom encontrar alguém como ela. Um lampejo de esperança, como se pudesse ter novamente alguém com quem contar. "Pelo menos confissões no quase-anonimato não são tão comprometedoras assim", deu de ombros. E, de qualquer forma, Alaric já não ligava pra mais nada.

Com uma risada após as falas da jovem na sua mente, ele cravou a lâmina prateada no solo. Então voltou a fitá-la.

Eu vou projetar algumas coisas na minha mente, você pode ler. — "Como se você já não estivesse lendo" — Preciso tocá-la para passar tudo, de forma mais real, sabe? Se não se importar...

O feiticeiro levou seus dedos até a filha de Selene, segurando sutilmente suas mãos. Os olhos dele estavam fechados, e poderia sentir um híbrido de magia — que o auxiliava naquela habilidade — e até suas próprias sombras dentro de si — como se reagissem a algo próximo. O garoto da noite procurava se concentrar, projetando as imagens de toda a sua vida entre os dois.

Alaric era o bastardo. Crescera longe de Nova Orleans, onde nascera e residia quase toda a sua família (ou o que deveria ser sua família). Sem amor, sem pais, sem amigos. Apanhava na escola, crescera sozinho. Crescera na esperança de que um dia sua vida mudaria, e que pelo menos um dia, por míseras vinte e quatro horas pudesse sentir o gostinho do que era viver. Do amor que nunca teve. De ser feliz. Até que o que parecia ser esse dia chegara, tudo mudou. Conforme as lembranças iam até a prole da lua, ele passava através do toque as sensações daqueles momentos. A dor que sentia, o medo, a angústia, a solidão. A esperança. O Acampamento Meio-sangue foi a primeira imagem de "casa" que teve. Conhecera Frederick, seu meio-irmão e primeiro amigo. Compartilharam uma sensação boa, mas que fora dissipada quando ele lembrou-se do que havia acontecido com Marshell. As memórias pularam para quando Carter, que ainda era uma Mikaelson (mesmo nunca se sentindo um), havia descoberto toda a verdade. Que não havia sido abandonado, mas protegido por uma maldição. E logo depois vira seu pai sendo morto. "Vingança". Então o último Mikaelson havia morrido. Alaric era um novo homem, adotara um novo sobrenome. Jurou para si mesmo que nunca mais seria aquele garoto pequeno, fraco, indefeso e medroso. Seu corpo era repleto de sombras.

As últimas imagens transmitidas foram as de Kristy, sua filha adotiva, do encontro com Nêmesis (e a origem da marca no seu pescoço), de como havia acabado com a maldição e deixado de lado seu passado e, por fim, seu tato também acabara transmitindo, involuntariamente, como se sentia bem naquele momento, por ter tido alguém. Aquilo o fez corar por um segundo.

Desculpe, Ayla. — Ele engoliu em seco, soltando-a gentilmente e parando aquilo. Esperava não tê-la sobrecarregado com tudo o que acabara de acontecer. Olhou para si mesmo, as roupas que trajava, e lembrou-se do que ela dissera sobre sua aparência. Acabou soltando um sorriso, dando de ombros uma outra vez.


coisinhas:

armas e itens:

— {Abra} / Relíquia Mágica [Colar simples e básico, podendo ser levado e escondido em qualquer lugar. Sua corrente é de prata negra, e cintila à noite. Seu pingente é em forma de pentagrama, feito de diamante. Duas vezes por missão e durante 2 rodadas, tendo no mínimo uma rodada de intervalo cria uma barreira mágica de cor roxa, esta cobre todo o feiticeiro. Protege contra ataques mágicos – principalmente - e ataques a longa distancia – lanças, bumerangues, correntes, flechas etc.; ataques diretos não são repelidos][Materiais: Prata Negra e Diamante][Item de Feiticeiro][Controle Mágico][Recebimento: Presente de Reclamação por Circe]

◆ {Silvermoon} / Adaga [Com trinta centímetros de comprimento, sendo dez de cabo e o restante para a lâmina, a adaga é uma obra de arte de qualquer ponto analisado. A lâmina foi feita de prata, polida para se obter um brilho perfeito e com uma curva leve que dá ao item um tom de sofisticação. Possui fio duplo, sendo perfeitamente alinhada para qualquer tipo de ataque que o usuário possa utilizar. A curva facilita a perfuração de armaduras, dando um bônus de 15% nos ataques realizados contra tais peças. Ao longo da prata, hieróglifos foram gravados, formando a frase “A lua de prata protege seu usuário”. O cabo também é uma peça extremamente agradável aos olhos, sendo feito de alabastro, e portanto tendo a cor de marfim para combinar com a prata da lâmina. O punho foi entalhado no formato da deusa Ísis, sendo como uma miniatura desta. A guarda da arma é bem trabalhada, possuindo o desenho de asas egípcias também feitas de prata. A adaga é bem mais leve que qualquer item semelhante, quase não sendo sentida pelo usuário, mas apesar disso é muito resistente, não podendo ser destruída com facilidade.] {Prata e Alabastro} (Nível Mínimo: 24 ) {Não controla nenhum Elemento} [Presente de aniversário da Kristy Grandine ♥/ Forjado por Harry S. Sieghart]
mascote:

— Cão Infernal (Nome: Sesshoumaru) [100/120 HP | 100/120 MP]
poderes e habilidades:

passivos:

Sexto sentido.O feiticeiro é um ser extremamente sensorial, e tudo isso é graças ao sexto sentido, que os permite antecipar em pequenas escalas algo que irá acontecer em um futuro próximo, orientar-se em locais de pouca ou nenhuma visão usando os olhos da alma, ou servindo-lhe como um faro aguçado - usado para identificar ambientes e outros seres -, porém com mais exatidão, por tratar-se de uma extensão psíquica da mente do indivíduo.

Olhos noturnos II. Sua visão no escuro está ainda melhor e mais clara do que a de qualquer um, além de poder enxergar mais longe. Seus olhos se adaptaram tão bem a noite que conseguem enxergar longos metros de distância à sua frente. O máximo que consegue enxergar com absurda clareza são cinquenta metros em uma área aberta.

▬Tato. Um dos sentidos que mais se destaca em você a noite. Através do tato, você pode transmitir sensações para seu oponente, sendo elas desde sensações de prazer, até sensações de dor intensa. Pode seduzir um inimigo induzindo-o a fazer qualquer coisa que você desejar, ou transmitir frio ou calor para o mesmo, causando até mesmo um choque térmico.
ativos:

Nadinha aqui.
And the sun hits ground
(c)
Alaric L. Carter
Feiticeiros  de  Circe
Mensagens :
758

Localização :
Ravka

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Ayla Lennox em Qui 25 Fev 2016, 14:17

Midnight.
A garota sabia melhor do que ninguém que memórias nunca eram apenas memórias. Ver a história de Alaric, mesmo que apenas flashes desta, era estar realmente em uma montanha-russa de emoções.

Não bastassem suas habilidades de leitura mental e sentimental, o toque do garoto trazia algo a mais. Era como se a filha de Selene pudesse sentir tudo que ele sentia. Não eram formas indistintas, ou palavras soltas.

Tudo pertencia a ela também. Dor, medo, angústia, sofrimento, vingança. Todas essas coisas fizeram com que um arrepio percorresse toda a espinha da semideusa conforme os fatos se tornavam conhecidos. Seu cenho estava franzido, mas ela não se desvencilhou.

De súbito, uma onda de alívio pareceu lavar o momento. De início era tímida, como se mal ousasse molhar os pés de alguém parado na beira da praia, mas logo abundando os sentidos da espectadora. Nomes surgiram: Olivia, Kristy... Frederick.

Algo começou a desfazer aquela sensação, levando embora tudo a partir da menção de Marshell. Frio. Foi a primeira coisa que sentiu. Invasivo, cruel, aquele que alfinetava e feria a pele.

Escuridão.

Quando abriu os olhos, percebeu que Carter já não tocava mais sua mão. Os olhos evitavam o contato direto com os de Lennox enquanto o rapaz sussurrava.

Desculpe, Ayla.

Uma expressão de incredulidade se formava no rosto da mentalista. Abriu e fechou a boca algumas vezes de forma discreta enquanto tentava escolher as palavras certas a serem usadas naquele momento. Infelizmente, nunca havia sido boa com aquele tipo de coisa, o que acabou gerando alguns desconfortáveis segundos de silêncio.

Então você o conhecia, não é? — Indagou enquanto fitava algum ponto no horizonte. — O que aconteceu com ele?

Apesar de tudo, não sabia ao certo se gostaria de ouvir a resposta, então preparou uma espécie de plano b para prosseguir com a conversa, algo baseado em justiça.

Não precisa se desculpar, sabe disso. Inclusive, acho que você também merece saber um pouco sobre mim. — Afirmou. — Se quiser, claro. — Voltou a procurar pelas íris escuras do filho de Nyx.
Adendos:
• A interação se passa depois da SM Shatter Me.
• No momento, nenhum poder merece destaque. Entretanto, para fins interpretativos, considerar todos os passivos até o nível atual.

With: Alaric

Wearing: Jeans, blusa branca, flanela xadrez, jaqueta.

Where: Colina

Listening: Happy Little Pill
Everything seems almost... Lovely .
Tks, Jay
Ayla Lennox
Mentalistas de Psiquê
Mensagens :
907

Localização :
EUA

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Alaric L. Carter em Qui 25 Fev 2016, 19:10




When the lights go down

Notes: interação - post 6
With: Ayla
Listening: Demi Lovato - Waitin' For You
Wearing: sobretudo
Lennox não parecia tão impactada com tudo aquilo. Pelo contrário, o que aparentava é que ela sabia exatamente como ele se sentia, como se tivesse passado por algo semelhante. E ele sentia que não era só aquilo que tinham em comum.

Ah, Frederick... — Alaric soltou um suspiro profundo, voltando a analisar o céu estrelado. Então aquela garota era a que tinha algo com seu meio-irmão? De qualquer forma, não havia a necessidade de omitir. — Não sei se você também estava no último grande ocorrido daqui do acampamento. Ou pelo menos deve ter ficado sabendo. Acontece que filhos de Hipnos e curandeiros estão cuidando dele e de mais uns outros. Disseram que está em uma espécie de "sono profundo", onde sua alma se mantivera presa àquele outro mundo. Também disseram que, apesar de ser difícil de sair de lá, ele ainda tem chances de sobreviver. — A expressão de Carter mantinha-se firme. Olhando para as estrelas, perguntara-se se uma daquelas era seu irmão. — Mas isso faz tempo demais, não consigo ser tão otimista assim. — Invisibilidade, habilidades furtivas para não ser percebido... tudo isso, junto do acesso que tinha por ser monitor, o ajudou a entrar onde Marshell estava no meio da noite para saber toda a verdade. Ele então levou o olhar novamente à garota, lembrando-se de que ela também sentia falta do ex-líder dos menestréis. — Bem, é o que eu acho. Também sinto muito.

Alaric não queria ser pessimista, apenas realista. Mas sabia que aquilo não era algo muito bom de se falar. Retirou a cabeça de seu cão infernal, ficando sentado enquanto o animal aproveitava para repousar a cabeça no colo do seu dono.

Ah, aceito. Se não se importar... — O feiticeiro arqueou as sobrancelhas enquanto forçava um sorriso fraco, no canto da boca, procurando descontrair aquela tensão. E não era todo dia que compartilhava demônios internos com uma estranha. E nem toda estranha fazia o frio filho da noite mostrar seu lado gentil.


coisinhas:

armas e itens:

— {Abra} / Relíquia Mágica [Colar simples e básico, podendo ser levado e escondido em qualquer lugar. Sua corrente é de prata negra, e cintila à noite. Seu pingente é em forma de pentagrama, feito de diamante. Duas vezes por missão e durante 2 rodadas, tendo no mínimo uma rodada de intervalo cria uma barreira mágica de cor roxa, esta cobre todo o feiticeiro. Protege contra ataques mágicos – principalmente - e ataques a longa distancia – lanças, bumerangues, correntes, flechas etc.; ataques diretos não são repelidos][Materiais: Prata Negra e Diamante][Item de Feiticeiro][Controle Mágico][Recebimento: Presente de Reclamação por Circe]

◆ {Silvermoon} / Adaga [Com trinta centímetros de comprimento, sendo dez de cabo e o restante para a lâmina, a adaga é uma obra de arte de qualquer ponto analisado. A lâmina foi feita de prata, polida para se obter um brilho perfeito e com uma curva leve que dá ao item um tom de sofisticação. Possui fio duplo, sendo perfeitamente alinhada para qualquer tipo de ataque que o usuário possa utilizar. A curva facilita a perfuração de armaduras, dando um bônus de 15% nos ataques realizados contra tais peças. Ao longo da prata, hieróglifos foram gravados, formando a frase “A lua de prata protege seu usuário”. O cabo também é uma peça extremamente agradável aos olhos, sendo feito de alabastro, e portanto tendo a cor de marfim para combinar com a prata da lâmina. O punho foi entalhado no formato da deusa Ísis, sendo como uma miniatura desta. A guarda da arma é bem trabalhada, possuindo o desenho de asas egípcias também feitas de prata. A adaga é bem mais leve que qualquer item semelhante, quase não sendo sentida pelo usuário, mas apesar disso é muito resistente, não podendo ser destruída com facilidade.] {Prata e Alabastro} (Nível Mínimo: 24 ) {Não controla nenhum Elemento} [Presente de aniversário da Kristy Grandine ♥/ Forjado por Harry S. Sieghart]
mascote:

— Cão Infernal (Nome: Sesshoumaru) [100/120 HP | 100/120 MP]
poderes e habilidades:

passivos:

Nadinha aqui.
ativos:

Nadinha aqui também.
And the sun hits ground
(c)
Alaric L. Carter
Feiticeiros  de  Circe
Mensagens :
758

Localização :
Ravka

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Ayla Lennox em Sex 26 Fev 2016, 16:23

Midnight.
Ficou sem dizer nada por alguns instantes após ouvir o que Alaric tinha a dizer sobre o meio-irmão e seu paradeiro. Não estava calada pelo choque, havia aprendido a lidar com diversos tipos de desgraça, mas sim por estar procurando um palavrão em sua lista para poder proferir.

Infelizmente, nada pareceu adequado o bastante para aquela ocasião. Também não conseguia ser otimista a ponto de acreditar que ele apareceria na porta de seu chalé pedindo desculpas - mesmo sem precisar - ou simplesmente contando sua experiência nos domínios de Hipnos.

E, deuses, como ela lamentava por aquilo.

Sentiu suas bochechas esquentarem, os olhos arderem e darem um breve sinal de que começavam a ficar marejados. "Merda" Pensou enquanto passava o dorso da mão contra o rosto.

Inspirou profundamente e soltou o ar com uma discreta lufada. Voltou a encarar o semideus e finalmente respondeu algo.

- Pois é, realmente sinto muito. Mas quem sabe deixe de sentir quando beber o bastante pra esquecer o nome dele. - Riu. Um riso seco, breve e desprovido de qualquer humor genuíno.

A jovem lupina não se daria o luxo de quebrar - ou mostrar que já estava assim há muito tempo -. Não ali. Não naquele momento.

- Não, não me importo. Vamos lá. - Disse enquanto se sentava de frente para Carter.

As mãos frias da mentalista tocaram o rosto do rapaz, os polegares la altura das maçãs do rosto. Os olhos dos dois se encontraram e foi aí que a história começou a ser contada. Não poderia fazê-lo sentir tudo, talvez, mas não ficaria para trás na exibição de suas desgraças.

A voz era calma e as imagens eram projetadas na mente do garoto conforme era conveniente.

- Eu nasci, ou melhor, fui deixada à porta de meu pai numa noite quente de fevereiro. - A casa de Adam na floresta logo surgiu para explicar a cena. - Aquilo não foi considerado lá um bom presságio pra o resto da família, que logo sumiu. Infelizmente, eles estavam um pouco certos. Eu fui amaldiçoada. - Os olhos prateados pareceram brilhar mais, trazendo consigo outras luzes. - Era como se algo... Alguém tomasse conta de mim, eu já não tinha mais controle. - As imagens oscilavam entre bares, festas, boates e brigas. Pessoas caídas pedindo por misericórdia, mãos sujas de sangue. - Eu estava cansada, então encontrei alguém que me ajudou com isso, me ajudou a ter o controle. E por alguns instantes, me senti realmente livre. - Psiquê. Aaron. - Parece um bom final, não é?

Ayla afastou lentamente as mãos, como se rompesse cuidadosamente o elo que partilhavam naquele instante. Ficou de pé com calma, limpando os poucos resquícios existentes de grama e terra em seu jeans surrado.

- A última parte eu não acho que seja uma boa ideia que você veja o como, mas os resultados... Não vejo problemas. - Deu de ombros. Sequer gostava de mostrar os acontecimentos na igreja abandonada de NY, muito menos sentia-se confortável para partilhá-los.

Fechou os olhos e sequer precisou se concentrar muito. Diante da mais sutil liberdade, as sombras encontraram seu caminho para fora do corpo da garota seguindo suas ordens. Projetando-se das escápulas da semideusa, duas asas negras se projetaram em todo seu esplendor, oscilando de forma discreta graças à volatilidade da matéria que eram feitas.

Piscou os olhos uma, duas vezes. As íris estavam totalmente negras, assim como alguns caminhos de veias que se estendiam por seus braços até a palma da mão. Garras escuras se projetavam dos dedos.

- É isso, Carter. - Afirmou de forma despreocupada. - A semente da ruína, a escuridão... Dentro de mim.

E sob seu controle absoluto.
Adendos:
• A interação se passa depois da SM Shatter Me.
• No momento, nenhum poder merece destaque. Entretanto, para fins interpretativos, considerar todos os passivos até o nível atual.
• Menção do uso da hab. especial Ruination. Como não existem descontos e afins, não peguei a descrição completa. Qualquer coisa, só dar um pulinho na ficha meio-sangue.

With: Alaric

Wearing: Jeans, blusa branca, flanela xadrez, jaqueta.

Where: Bosque

Listening: Happy Little Pill
Everything seems almost... Lovely .
Tks, Jay
Ayla Lennox
Mentalistas de Psiquê
Mensagens :
907

Localização :
EUA

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Alaric L. Carter em Dom 28 Fev 2016, 15:50




Can we love until there's nothing left

Notes: interação - post 7
With: Ayla
Listening: Demi Lovato — Kingdom Come
Wearing: sobretudo
A garota da lua pareceu abalada com o que Carter dissera sobre Frederick, mesmo que ela aparentasse imaginar aquilo. Sentia que no fundo ainda havia uma ponta de esperança, e que talvez ele mesmo teria acabado de matar isso. Deixara um leve suspiro escapar, seguido de uma risada contida com as palavras dela, quebrando a tensão.

Bom saber que você também bebe. Já tenho mais alguém com quem dividir umas garrafas contrabandeadas. Sabe, é difícil trazer certas coisas pra cá pra dentro. — Arqueou as sobrancelhas, ainda sorrindo enquanto falava baixo, num tom descontraído.

Ayla então compartilhara suas lembranças com Alaric. Ela não poderia passar com o toque todas aquelas emoções, mas ele sabia muito bem como era a sensação de cada imagem da dor transmitida, de como era nascer amaldiçoado e abandonado. No fim de tudo aquilo, a cria de Selene lhe mostrara algo que o fez arrepiar-se, como se houvesse algo nele respondendo por aquilo. Ela carregava as sombras dentro de si, e conseguia controlá-las. O feiticeiro pareceu sentir o metal escuro de Nightmare esfriar ainda mais em seu bolso, o que o fez lembrar que ainda carregava aquele objeto. Lembrara também de toda a história sobre aquela coroa, dos questionamentos que tinha a respeito dela. E tudo pareceu claro. Ele conseguiu ver pelo caminho das veias negras dela, todos os sinais que a escuridão fazia em seu corpo. Símbolos nas asas. Tudo encaixava perfeitamente com os próprios símbolos, dizeres entalhados no item e até as histórias sobre a herdeira das trevas.

Talvez não conheça isso, mas... — Alaric se levantou e retirou Nightmare do bolso do sobretudo. Após um tempo ainda analisando o objeto e a garota, ele respirou fundo. Caminhou até Ayla, forçando um sorriso no rosto. E enquanto aquilo se aproximava das sombras exaladas pela jovem, começava a emitir um brilho fraco. — Acho que pertence a você. — Sutilmente, pôs a coroa no topo da cabeça dela.


coisinhas:

armas e itens:

— {Abra} / Relíquia Mágica [Colar simples e básico, podendo ser levado e escondido em qualquer lugar. Sua corrente é de prata negra, e cintila à noite. Seu pingente é em forma de pentagrama, feito de diamante. Duas vezes por missão e durante 2 rodadas, tendo no mínimo uma rodada de intervalo cria uma barreira mágica de cor roxa, esta cobre todo o feiticeiro. Protege contra ataques mágicos – principalmente - e ataques a longa distancia – lanças, bumerangues, correntes, flechas etc.; ataques diretos não são repelidos][Materiais: Prata Negra e Diamante][Item de Feiticeiro][Controle Mágico][Recebimento: Presente de Reclamação por Circe]

◆ {Silvermoon} / Adaga [Com trinta centímetros de comprimento, sendo dez de cabo e o restante para a lâmina, a adaga é uma obra de arte de qualquer ponto analisado. A lâmina foi feita de prata, polida para se obter um brilho perfeito e com uma curva leve que dá ao item um tom de sofisticação. Possui fio duplo, sendo perfeitamente alinhada para qualquer tipo de ataque que o usuário possa utilizar. A curva facilita a perfuração de armaduras, dando um bônus de 15% nos ataques realizados contra tais peças. Ao longo da prata, hieróglifos foram gravados, formando a frase “A lua de prata protege seu usuário”. O cabo também é uma peça extremamente agradável aos olhos, sendo feito de alabastro, e portanto tendo a cor de marfim para combinar com a prata da lâmina. O punho foi entalhado no formato da deusa Ísis, sendo como uma miniatura desta. A guarda da arma é bem trabalhada, possuindo o desenho de asas egípcias também feitas de prata. A adaga é bem mais leve que qualquer item semelhante, quase não sendo sentida pelo usuário, mas apesar disso é muito resistente, não podendo ser destruída com facilidade.] {Prata e Alabastro} (Nível Mínimo: 24 ) {Não controla nenhum Elemento} [Presente de aniversário da Kristy Grandine ♥/ Forjado por Harry S. Sieghart]
mascote:

— Cão Infernal (Nome: Sesshoumaru) [100/120 HP | 100/120 MP]
poderes e habilidades:

passivos:

Nadinha aqui.
ativos:

Nadinha aqui também.
And we're collecting dust?
(c)
Alaric L. Carter
Feiticeiros  de  Circe
Mensagens :
758

Localização :
Ravka

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Fley D'lacqua em Qua 02 Mar 2016, 07:28


a companhia luminosa, vagalumosa
Fley D'lacqua
Os seus passos eram calmos, sem pressa, andava despreocupado em meio às arvores, que por sua vez chacoalhava, causando barulhos estranhos naquela área. Caminhadas noturnas meio que se tornaram um hábito para Fley, você nunca sabe o que vai encontrar em meio à escuridão do acampamento meio sangue. É sempre uma surpresa, normalmente, desagradável.

Os olhos verdes de Fley brilhavam, refletindo a luz que vinha da lua, o céu não estava muito estrelado, dava para contar as estrelas daquela noite com uma única mão, o céu estava mergulhado em um véu negro e charmoso.

Se eu fosse reparar em quanto o acampamento é grande e quanto ele é bonito, eu estaria perdido, o bosque era imenso, grandes arvores rígidas se mexiam de forma suave, vagalumes se encontravam a voar ao redor do filho de Melinoe, o que fazia com que o garoto desse risada.

— Preciso me recostas — Pronunciava o garoto

Logo a sua frente, Fley percebe então uma árvore imensa, seus troncos eram grossos e sua casca não era tão áspera, parece um bom local para descansar.
Fley D'lacqua
Filhos de Melinoe
Mensagens :
76

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por François Baudelaire em Qua 02 Mar 2016, 10:10



Summertime Sadness




Kiss me hard before you go...


Os versos da música escapavam dos lábios de Tyler enquanto ele perambulava pela floresta. Claro, havia o risco de ser flagrado pelas harpias da patrulha. No entanto, ele só queria descansar. A viagem até o submundo fora extremamente desgastante. Até o último momento ele não pensou que conseguiria controlar seus sentimentos e poupar a vida de Kurt.

Mesmo assim, o jovem sabia que por mais perversa que a soberana de Hades seja, o filho não merecia viver ao seu lado eternamente, sem poder tocar no plano material. No meio do fluxo de pensamentos, o meio-sangue notou que estava avançando entre as altas árvores do bosque. Em um grosso carvalho, o brilho da Lua foi refletido por um par de olhos.

Instintivamente Tyler se escondeu atrás de um tronco e espiou os reflexos mais uma vez. Eram os olhos de um garoto. Pela aparência, não visitava a praia desde... sempre. Algo em sua maneira de olhar para o céu fez o Spring recordar de Teresa, a dona da funerária em Nova Orleans.

— Bela noite, não acha? — o indefinido ignorou qualquer timidez ou receio de sua parte, pois sabia que se aquilo era uma armadilha, ele já teria se surpreendido antes.

obs:
postando com Fley. Essa interação se passa logo depois da DIY que eu ainda vou postar, nada muda mas é sempre bom constar -q


Onde: CHB Com quem? Lembranças Post: 001 Vestindo: Isso


Thanks @ Lilah CG
François Baudelaire
Indefinido
Mensagens :
86

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Fley D'lacqua em Qua 02 Mar 2016, 12:17


Summer Haze
With Tyler Spring
O seu descanso silencioso começa ao sentar no chão e encostar as suas costas na enorme arvore atrás de si, ele observa atentamente o céu, era estranho, aquela imensidão negra se tornava reconfortante ao garoto, era como olhar o mar para alguns. O silencio é quebrado no bosque, alguém se aproximava, barulho de passos e uma voz cantarolando algo. Claramente não era alguém muito discreto.

Diante do filho de Melinoe, alguém surge a uma distância, mas logo se esconde atrás de um tronco de árvore. Fley observa o tronco com uma cara um pouco confusa, mas por segurança, o garoto leva a sua mão até à sua faca, nunca se sabe quando alguém possa atacar.

— Bela noite, não acha? — Pronunciava o garoto que agora se mostrava diante de Fley.

Cabelos negros, pele bronzeada, como quem está sempre na praia, corpo definido e bem vestido. Fley cora um pouco pela timidez, mas se reserva à apenas olhar para o céu e ficar a lua, que continua brilhando intensamente.

— Sinto falta das estrelas no céu hoje, mas de qualquer forma continua lindo, se eu estou aqui descansando, porque as estrelas também não podem sair e descansar, não é mesmo — Falava Fley enquanto terminava com um sorrisinho sem graça — Prazer, Fley, filho de Melinoe, e você é...? —

Fley D'lacqua
Filhos de Melinoe
Mensagens :
76

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por François Baudelaire em Qua 02 Mar 2016, 18:25



Summertime Sadness




— Alguém que deseja companhia — ele sorriu e sentou ao lado de Fley. — Meu nome é Tyler. Está solitário demais para um campista, Fley. Alguma coisa te perturbou?

Analisando melhor o jovem, não parecia realmente uma ameaça, era tímido, pálido e frágil, uma personificação de xícara de porcelana. No entanto, os olhos mandavam um recado diferente. Pareciam dispostos a devorar almas e se apoderar de corpos, conferindo um toque de mistério ao meio-sangue.

"Diferente dos filhos de Melinoe que conheço. Ele parece tão... perdido. E quero tanto ajudar. Espera, como posso pensar nisso? Nem o conheço? Maldito seja Xerxes, que amoleceu meu coração." Um conflito de sensações era travado silenciosamente no espírito de Tyler.

obs:
postando com Fley. Essa interação se passa logo depois da DIY que eu ainda vou postar, nada muda mas é sempre bom constar -q


Onde: CHB Com quem? Lembranças Post: 001 Vestindo: Isso


Thanks @ Lilah CG
François Baudelaire
Indefinido
Mensagens :
86

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Fley D'lacqua em Qua 02 Mar 2016, 18:55


Summer Haze
With Tyler Spring
Fley acompanhava cada movimento dos lábios de Tyler, prestava atenção ao que o garoto falava. Notava que o garoto o analisava demais. Fley não conhecia as intenções do garoto, também não era importante, ele sentia que o jovem não representava perigo, ele sábia, ele sentia.
“Alguma coisa lhe perturbou” essa era uma frase que bateu na mente de Fley e o abalou um pouco por dentro, mas ele não deixa essa situação ser mostrada. Afinal, várias coisas sempre andam perturbando o garoto, não era agora que ele iria fraquejar.

— Eu não sei, eu simplesmente sei que aqui me faz bem, me tranquila, e venho, gosto da energia desse local — Sorri de leve

O garoto observa novamente a lua e depois olha nos olhos de Tyler, inclina um pouco a cabeça para o lado representando que estava confuso. — Mas e você, o que faz por aqui? — Perguntava e encarava o jovem Tyler diretamente nos olhos, esperando uma resposta ansioso.
Fley D'lacqua
Filhos de Melinoe
Mensagens :
76

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por François Baudelaire em Qua 02 Mar 2016, 19:04



Summertime Sadness




— Orações para minha falecida mãe — ele sorriu fracamente e olhou a grama abaixo de suas pernas. — Não tive muito tempo com ela, sabe? Virar uma banshee dificulta as coisas. O bosque me traz harmonia. Sim, essa é a palavra correta. Harmonia.

Movendo o topete despreocupadamente, Tyler sentiu que a brisa entre as árvores arrepiava sua espinha. Passou por situações suficientemente desgastantes para aprender a controlar a própria temperatura corporal. Por esse motivo, preferia não demonstrar o frio.

— Melinoe me ajudou de formas um tanto estranhas — ele riu. — Me concedeu tempo para uma despedida apropriada entre eu e minha progenitora. Não vejo a deusa como representante de algo negativo. Ela me deu esperança, jamais vou esquecer.

obs:
postando com Fley. Essa interação se passa logo depois da DIY que eu ainda vou postar, nada muda mas é sempre bom constar -q


Onde: CHB Com quem? Lembranças Post: 001 Vestindo: Isso


Thanks @ Lilah CG
François Baudelaire
Indefinido
Mensagens :
86

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Fley D'lacqua em Qua 02 Mar 2016, 19:19


Summer Haze
With Tyler Spring
Era mesquinho por parte de Fley pensar apenas nos seus problemas, apenas nas suas dificuldades, todos ali naquele acampamento passaram por um momento ruim na vida. Não era do costume do garoto se interessar por essas coisas. Tyler abriu os seus problemas para Fley, fazendo com que o garoto se encontrasse agora em um estado pensativo.

—Você teve um pouco de sorte, eu não cheguei a conhecer meu pai — Agora Fley se encontrava olhando para o horizonte — Fui criado por babás até certa idade, depois tive que me virar sozinho, a minha sorte foi o dinheiro de meu falecido — Pronunciava encarando o nada a sua frente.

Fley não falava muito do pai, talvez porque não se importasse muito com a situação, fora só alguém que o botou no mundo e simplesmente sumiu, nunca o procurou para exercer a função de pai. O garoto deixa um suspiro escapar.

— Que bom que você vê Melinoe dessa forma. Nem tudo que dizem ser ruim na verdade é, sabia? Tudo tem seu lado positivo, assim como a morte também tem. — Pronunciava Fley — e eu fico feliz que a deusa pôde te ajudar, nem todos a enxergam como alguém capaz de ajudar alguém, apenas como uma deusa fantasmagórica pronta para pular debaixo da sua cama e lhe assustar — Terminara a frase com uma risada fraca.

Fley D'lacqua
Filhos de Melinoe
Mensagens :
76

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por François Baudelaire em Qui 03 Mar 2016, 16:52



Summertime Sadness




— Você me parece exatamente esse tipo de pessoa — Tyler olhou para o jovem. — Precisa de ajuda. Não minta para mim, eu sei diferenciar nostalgia ao luar de confusão e necessidade de orientação.

Pouco era preciso para desvendar a mensagem dos platinados cabelos de Fley. Nenhum meio-sangue que tivesse o mínimo de senso sairia no meio da noite para "pensar". "Especialmente quando o progenitor é tão ligado ao mundo etéreo."

obs:
postando com Fley. Essa interação se passa logo depois da DIY que eu ainda vou postar, nada muda mas é sempre bom constar -q


Onde: CHB Com quem? Fley D'laqua Post: 04 Vestindo: Isso


Thanks @ Lilah CG
François Baudelaire
Indefinido
Mensagens :
86

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Fley D'lacqua em Qui 03 Mar 2016, 17:41


Summer Haze
With Tyler Spring
Uma risada sem tímida escapa dos lábios de Fley, seguido de um pequeno sorriso e uma leve corada. Olhava ao redor e por final pousava o seu olhar diante o olhar de Tyler. O garoto que se punha a frente passava tranquilidade ao filho de Melinoe, seus olhos eram... diferentes.

— Quem sabe um dia você descobre um pouco mais sobre mim — suspirava ao final — mas por hora vamos esquecer meus sentimentos. — Mudava de assunto rapidamente — venho aqui porque sinto que é o único local que faço parte no acampamento, não me encaixo muito bem à maioria dos campistas. — Desabafava Fley.

Era basicamente impossível que o garoto se abrisse, ainda mais com alguém que ele não conhecia, especialmente quando se tratava de seus sentimentos. Por mais tranquila e vazia aparência que o garoto possa ter, escondia dentro de si algo muito perturbador. Perturbador demais até para si mesmo.

— Você é engraçado, emana um sentimento positivo, mesmo nesse bosque emerso em escuridão — indagava enquanto abria um sorriso de canto de boca.
Fley D'lacqua
Filhos de Melinoe
Mensagens :
76

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por François Baudelaire em Qui 03 Mar 2016, 18:43



Summertime Sadness




— Obrigado — ele sorriu. — Sabe, esse sentimento de não conseguir se misturar com os campistas é bem comum. Comigo foi um pouco pior, já que uma linda deusa chamada Perséfone tirou minhas memórias por achar que assim se vingaria de meu pai. Mas... com o tempo, você encontrará seu lugar na colina. Podemos começar com esse bosque, certo?

"Evasivo demais", ele pensou. "Eu não devia ser tão direto, ele ainda não captou a mensagem". A noite realmente estava linda. Os raios lunares conferiam uma atmosfera de mistério na cena onde os dois semideuses interagiam. Para Tyler, era um luar mais acolhedor, diferente daquele que o desafiou na noite que recuperou por completo suas memórias.

— Sabe, mesmo que você ainda se sinta deslocado, quero que entenda uma coisa: pode contar comigo — ele juntou as mão no colo. — Não farei isso como um favor a Melinoe, pois estamos quites no quesito ajudar semideuses, farei por achar que você merece algo melhor do que remoer lembranças nas noites frias da floresta. Ninguém deve passar por isso, é uma sensação horrenda.

obs:
postando com Fley. Essa interação se passa logo depois da DIY que eu ainda vou postar, nada muda mas é sempre bom constar -q


Onde: CHB Com quem? Fley D'laqua Post: 05 Vestindo: Isso


Thanks @ Lilah CG
François Baudelaire
Indefinido
Mensagens :
86

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Fley D'lacqua em Qui 03 Mar 2016, 19:14


Summer Haze
With Tyler Spring
— Normalmente sou excluído das pessoas, sou considerado diferente em meio a todos, ou até mesmo esquisito, não acho que no acampamento seja tão diferente. — Pronunciava de forma triste e abaixava a cabeça em seguida, fitando o solo.

Fley entendia que Tyler tentava lhe dizer algo entrelinhas, mas para falar a verdade o garoto nunca foi bom com perceber coisas. Arriscaria um palpite em relação ao que Tyler tentava lhe passar, já que o garoto estava sendo tão gentil com o filho de Melinoe.

— Não sei, sinto que você está tentando me dizer alguma coisa — Fazia cara de confuso e coçava nuca em sinal de duvida — Você parece um cara vivído aqui. Diferente de você, nunca tive a oportunidade de me mostrar prestativo e hábil por aqui, talvez pelo meu corpo franzino, não sei. Pode ser um pouco abusivo e egoísta o que falo, mas se quiser e puder, poderia me ajudar a me adaptar ao acampamento? —
Fley D'lacqua
Filhos de Melinoe
Mensagens :
76

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por François Baudelaire em Sex 04 Mar 2016, 11:01



Summertime Sadness




— Seria uma honra, Fley — Tyler sorriu e encostou levemente no ombro da cria de Melinoe. — Ajudarei você no que for preciso. Basta dizer, farei o possível para te deixar seguro.

Ele se levantou e ajudou o aprendiz a fazer o mesmo. Uma pequena faísca percorreu os braços dos semideuses. "Finalmente um bom sinal. Alguém lá em cima deve aprovar minha união com Fley." Os raios lunares não ofereciam mais uma atmosfera de suspense. Era algo novo. Semelhante a um sopro de... esperança.

obs:
postando com Fley. Essa interação se passa logo depois da DIY que eu ainda vou postar, nada muda mas é sempre bom constar -q


Onde: CHB Com quem? Fley D'laqua Post: 05 Vestindo: Isso


Thanks @ Lilah CG
François Baudelaire
Indefinido
Mensagens :
86

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Charlie E. Turner em Sex 04 Mar 2016, 19:53

Woods
An idiot in the forest
If we should meet, can you write me a lullaby? So I can sing for you to sleep.


Aquele dia ensolarado estava lindo. Eu amava dias assim, sem brincadeira. Porém, naquele dia em especial eu decidi ir pro bosque, gostava de sentir a natureza em contato comigo. Caminhei entre as árvores com um sorriso no rosto, o lugar estava vazio, ou pelo menos eu acho, já que não havia visto ninguém. Parei um instante pra sentir a brisa leve em meu rosto, aquele lugar era lindo e eu amava ficar ali. Sentei em baixo de uma árvore aleatória e decidi ficar simplesmente ouvindo o som da natureza.

Sorri quando vi um passarinho perto de onde eu estava, ele tinha uma delicada penugem branca e marrom, era tão pequeno que acho que caberia em uma de minhas mãos minúsculas. Assobiei e logo vi o pequeno animal olhando para todos os lados, querendo saber de onde vinha o som. Aquela cena era no mínimo adorável, sempre amei animais e adorava fazer aquilo quando via pássaros, mas logo ele foi embora e eu tive que ficar esperando alguma coisa interessante acontecer.

Thanks Tess
Charlie E. Turner
Filhos de Apolo
Mensagens :
158

Localização :
No parquinho ( ͡° ͜ʖ ͡°)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Kylie Thompson em Sab 05 Mar 2016, 23:58


Post: One Where: Bosque Wearing: Roupas Emo Notes: Indiferente

Bosque.

Naquela tarde eu saí para caminhar. Me estressava o fato do povo ter medo de ficar perto de mim. O que era até bom. Bom as pessoas terem medo de mim, e não ficarem longe de mim. Eu gostava de ter amigos, mas algo em mim, repelia elas.

O vento balançava meu vestido preto, e meus cabelos que estavam soltos. Arrumei minha franja atrás da orelha e continuei minha caminhada.

Avistei ao longe uma garota, e resolvi ir falar com ela, o máximo que ela poderia fazer era sair gritando de medo, então arrisquei.

— Belo dia, não? — Sorri enquanto olhava para a garota.

Abra:
Passivos.:

Aura do Medo I [Nível 01] – O filho de Phobos emite uma tênue aura carmesim (visível apenas para outros filhos de Phobos ou para personagens que podem enxergar auras/ emoções) que afasta as pessoas, pois quanto mais próximas do dono da aura, mais suas fobias (existentes ou não) vão aumentando. Lembrando que o medo real é diferente do racional. O medo "real" é um instinto, e não uma emoção; ele não precisa de uma razão exata, e também não tem limite. Personagens com ao menos metade do seu nível evitam se aproximar, mas ainda podem fazê-lo, com dificuldade, fazendo com que você não possa ser surpreendido por criaturas mais fracas. Acima disso e até o seu nível, sua aura os afeta, mas um pouco menos - eles podem te enfrentar, mas a iniciativa da luta sempre será sua - o que só afeta o primeiro golpe e não é válido para oponentes mais fortes. Afeta apenas criaturas vivas e não-provenientes do submundo. A aura do medo passa a ser controlada no nível 25, mas só se pode escolher mantê-la em funcionamento ou não, e não alvos específicos. Isso não gasta energia e é válido para todos os níveis do poder.[Modificado]



Thanks @Lilah for CG
Kylie Thompson
Filhos de Phobos
Mensagens :
30

Localização :
Chale de Phobos, Acamapamento Meio-Sangue - NY

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Charlie E. Turner em Dom 06 Mar 2016, 00:19

Woods
An idiot in the forest
If we should meet, can you write me a lullaby? So I can sing for you to sleep.


Fiquei distraída por alguns segundos, o que me fez levar um susto quando ouvi uma voz feminina falando comigo. Virei e encontrei uma garota que era... Surreal. Até falaria o que eu queria que ela fizesse comigo, mas o horário não permite. Quando ela chegou perto de mim, senti algo diferente. Medo. Provavelmente a garota era filha de Phobos, ou sei lá. Queria correr, mas ela era tão linda que me dava uma ambivalência enorme. Me levantei e virei pra semideusa.

— Lindo dia, na verdade. Sou Charlie. Você é...? — Falei com um sorriso, ver aquela garota ali me dava vontade de sorrir. Tive um medo enorme de espantá-la e tive que tomar muito cuidado com as palavras, com os gestos e com tudo o que eu fazia. 
Thanks Tess
Charlie E. Turner
Filhos de Apolo
Mensagens :
158

Localização :
No parquinho ( ͡° ͜ʖ ͡°)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 07:26

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 23 de 25 Anterior  1 ... 13 ... 22, 23, 24, 25  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum