Percy Jackson e os Olimpianos RPG BR
Bem vindo ao maior fórum de RPG de Percy Jackson do Brasil.

Já possui conta? Faça o LOGIN.
Não possui ainda? Registre-se e experimente a vida de meio-sangue.

Bosque ♠ Local Público Oficial ♠

Página 24 de 25 Anterior  1 ... 13 ... 23, 24, 25  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Bosque ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Nymeria em Sab 26 Out 2013, 13:07

Relembrando a primeira mensagem :

Ao ouvir a respota de Missy, faço um lembrete mental em não falar sobre suas irmãs. Ela rapidamente muda o assunto, me pergunta aonde pode ou não pode ir no Acampamento.
-Olhe, pelo que eu saiba, não temos proibições de onde podemos ir ou não. Cada campista gosta de ir para um lugar diferente. Eu moro bem perto dos Campos de Morango, ou seja, você me encontrará sempre ajudando na colheita. A cachoeira é um lugar bem belo, todo tipo de criatura costuma passar um tempo lá. O rio é tranquilo, calmo embora sempre tenha algum campista passeando por entre suas margens. Mas cuidado com as náiades-uma amiga minha disse que elas são bem chatas e metidas. Temos a arena, onde podemos treinar com qualquer tipo de arma, a floresta é um lugar relaxante, mas cuidado, monstros estão a solta lá dentro para algumas brincadeiras. A praia é um lugar onde tem algumas festas, as pessoas que vivem no Acampamento adoram ficar passeando pela areia macia. A Casa Grande é onde pedimos missões, fale com Quíron sempre que quiser uma. O Acampamento Meio-Sangue é enorme, mas são algumas coisas que você precisa saber. Espero que ajude, Missy-Respondo-lhe.
Nymeria
Dríades
Mensagens :
139

Localização :
Floresta Negra

Voltar ao Topo Ir em baixo


Re: Bosque ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Fley D'lacqua em Dom 06 Mar 2016, 00:51


Summer Haze
With Tyler Spring
De pé o garoto se punha, havia tido a ajuda de Tyler para que pudesse levantar do chão gramado do bosque. Suas pernas acabaram de sair de um estado de câimbra, muito tempo sentado.

Aquela situação era diferente para Fley, nunca foi de se abrir, muito menos para alguém que não conhecera direito. O mais diferente da situação dessa noite é ele ter pedido e aceitado a ajuda de Tyler. O garoto nunca se abriu para que pudessem se aproximar dele, quanto mais serem tutores do mesmo.

A vida no acampamento era difícil, e agora nessa situação ele não sabia se iria piorar ou melhorar. Parecia uma situação de tudo ou nada, terminar de piorar tudo ou ser uma ponta de luz em um buraco escuro para o garoto. Esperança. Nada é fácil quando se carrega o peso que Fley carrega, o seu segredo.

— E por onde começamos? — pronunciava Fley entusiasmado, ou pelo menos fingia.
Fley D'lacqua
Filhos de Melinoe
Mensagens :
76

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Kylie Thompson em Dom 06 Mar 2016, 09:17


Post: One Where: Bosque Wearing: Roupas Emo Notes: Indiferente

Bosque.

A garota do cabelo azul não fugiu. Aquilo me deixava extremamente feliz, o que era possível ver em meus lábios com batom roxo escuro. Eu sorri me aproximando um pouco mais dela. Passei a mão em meu cabelo o jogando par trás e e fitei ela com meus olhos olhos verdes.

— Apenas belo, a única coisa linda que tem por aqui, é você. — Ri com aquilo. Provavelmente ela iria me achar uma louca. — Me acho Kylie, sou filha de Phobos, e você?

Abra:
Passivos.:

Aura do Medo I [Nível 01] – O filho de Phobos emite uma tênue aura carmesim (visível apenas para outros filhos de Phobos ou para personagens que podem enxergar auras/ emoções) que afasta as pessoas, pois quanto mais próximas do dono da aura, mais suas fobias (existentes ou não) vão aumentando. Lembrando que o medo real é diferente do racional. O medo "real" é um instinto, e não uma emoção; ele não precisa de uma razão exata, e também não tem limite. Personagens com ao menos metade do seu nível evitam se aproximar, mas ainda podem fazê-lo, com dificuldade, fazendo com que você não possa ser surpreendido por criaturas mais fracas. Acima disso e até o seu nível, sua aura os afeta, mas um pouco menos - eles podem te enfrentar, mas a iniciativa da luta sempre será sua - o que só afeta o primeiro golpe e não é válido para oponentes mais fortes. Afeta apenas criaturas vivas e não-provenientes do submundo. A aura do medo passa a ser controlada no nível 25, mas só se pode escolher mantê-la em funcionamento ou não, e não alvos específicos. Isso não gasta energia e é válido para todos os níveis do poder.[Modificado]



Thanks @Lilah for CG
Kylie Thompson
Filhos de Phobos
Mensagens :
30

Localização :
Chale de Phobos, Acamapamento Meio-Sangue - NY

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Charlie E. Turner em Dom 06 Mar 2016, 15:05

Woods
An idiot in the forest
If we should meet, can you write me a lullaby? So I can sing for you to sleep.


Ri com o comentário da morena e dei um sorriso malicioso. Nunca soube reagir a elogios, sempre achava que a pessoa estava zoando e começava a rir. A garota tinha um sorriso lindo e os dentinhos, meus deuses, eram tão fofos. O nome dela era Kylie, ela era filha de Phobos como eu havia imaginado! Aquela energia transmitida não me enganava. Ah sim, Kylie perguntou meu nome, claro.
 
— Sou Charlie, filha de Apolo. Qual sua nacionalidade, Kylie? Seu sotaque é bonito demais pra você ser americana. — Falei sem tirar o sorriso malicioso do rosto e sem desviar daqueles malditos olhos verdes, que faziam os pelos de minha nuca arrepiar.
Thanks Tess
Charlie E. Turner
Filhos de Apolo
Mensagens :
163

Localização :
No parquinho ( ͡° ͜ʖ ͡°)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por François Baudelaire em Dom 06 Mar 2016, 16:53



Summertime Sadness




— Em três dias, quando a lua estiver cheia — ele sorriu e conduziu o filho de Melinoe para a saída do bosque. — Voltaremos aqui, para que você aprenda mais sobre o mundo mitológico.

O vento soprava fortemente, levantando redemoinhos de folhas. Em um deles, Tyler sorriu e sussurrou "vá para a floresta" antes de se perder na confusão de poeira e galhos para tomar um caminho diferente, oculto da visão de Fley, que o levasse até o corredor de chalés.

obs:
postando com Fley. Essa interação se passa logo depois da DIY que eu ainda vou postar, nada muda mas é sempre bom constar -q


Onde: CHB Com quem? Fley D'laqua Post: 05 Vestindo: Isso


Thanks @ Lilah CG
François Baudelaire
Indefinido
Mensagens :
86

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Kylie Thompson em Dom 06 Mar 2016, 17:29


Post: One Where: Bosque Wearing: Roupas Emo Notes: Indiferente

Bosque.

Filha de Apolo? Bastante interessante. Ela elogiou o meu sotaque, o que me fez corar e olhar envergonhada pro chão, enquanto arrumava novamente minha franja atrás da orelha. Em seguida levantei o olhar a fitando. Mordi meu lábio inferior, e em seguida, sorri para ela.

— Bang — Pisquei para ela, e fiz uma arma com a mão e em seguida assoprei fingindo sair fumaça da tal arma. — Na mosca. Não sou americana, sou britânica. E não acho meu sotaque tão bonito assim.

Abra:
Passivos.:

Aura do Medo I [Nível 01] – O filho de Phobos emite uma tênue aura carmesim (visível apenas para outros filhos de Phobos ou para personagens que podem enxergar auras/ emoções) que afasta as pessoas, pois quanto mais próximas do dono da aura, mais suas fobias (existentes ou não) vão aumentando. Lembrando que o medo real é diferente do racional. O medo "real" é um instinto, e não uma emoção; ele não precisa de uma razão exata, e também não tem limite. Personagens com ao menos metade do seu nível evitam se aproximar, mas ainda podem fazê-lo, com dificuldade, fazendo com que você não possa ser surpreendido por criaturas mais fracas. Acima disso e até o seu nível, sua aura os afeta, mas um pouco menos - eles podem te enfrentar, mas a iniciativa da luta sempre será sua - o que só afeta o primeiro golpe e não é válido para oponentes mais fortes. Afeta apenas criaturas vivas e não-provenientes do submundo. A aura do medo passa a ser controlada no nível 25, mas só se pode escolher mantê-la em funcionamento ou não, e não alvos específicos. Isso não gasta energia e é válido para todos os níveis do poder.[Modificado]



Thanks @Lilah for CG
Kylie Thompson
Filhos de Phobos
Mensagens :
30

Localização :
Chale de Phobos, Acamapamento Meio-Sangue - NY

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Charlie E. Turner em Dom 06 Mar 2016, 18:19

Woods
An idiot in the forest
If we should meet, can you write me a lullaby? So I can sing for you to sleep.


Aquela garota estava me fazendo passar mal. O que foi aquilo? Acho que aquela foi a cena mais fofa que eu já vi em toda a minha vida miserável. Eu queria bater a minha cabeça na árvore até ficar só ossos. Kylie fez uma arma com os dedos, "atirou", e logo soprou como se houvesse fumaça saindo dela. Momento mais fofo da minha vida, sim ou claro?

Kylie era britânica, sotaque bonito explicado. A maior parte dos britânicos que eu havia conhecido no acampamento, ficava escondendo o sotaque o que me irritava horrores, mas ela falava tão naturalmente que eu queria morrer. Espera, ela não achava o sotaque dela bonito? SÉRIO? 

— Garota, você tá brincando comigo? Seu sotaque é a coisa mais linda do universo, você é toda linda. — Falei segurando Kylie pelas bochechas, fazendo-a me olhar. Sorri com a língua entre os dentes e brinquei com o rosto da garota por um instante, mas logo soltei o rosto dela e encostei minha cabeça na árvore. As vezes eu realmente conseguia ser irritante.
Thanks Tess
Charlie E. Turner
Filhos de Apolo
Mensagens :
163

Localização :
No parquinho ( ͡° ͜ʖ ͡°)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Kylie Thompson em Dom 06 Mar 2016, 19:28


Post: One Where: Bosque Wearing: Roupas Emo Notes: Indiferente

Bosque.

Ela realmente não tinha medo de mim, ou ela não demonstrava isso, o que de certa forma me deixava bastante feliz. Ri enquanto ela apertava minhas bochechas, mas logo em seguida ela se afastou, fazendo meu sorriso sumir.

— Muito obrigada pelos elogios. — Pisquei para ela — Mas, eu não sou tão linda quanto você, Char.

Me apoiei na árvore logo ao lado dela e fiquei olhando para a copa das árvores.

— O que faz aqui sozinha? — Indaguei.

Abra:
Passivos.:

Aura do Medo I [Nível 01] – O filho de Phobos emite uma tênue aura carmesim (visível apenas para outros filhos de Phobos ou para personagens que podem enxergar auras/ emoções) que afasta as pessoas, pois quanto mais próximas do dono da aura, mais suas fobias (existentes ou não) vão aumentando. Lembrando que o medo real é diferente do racional. O medo "real" é um instinto, e não uma emoção; ele não precisa de uma razão exata, e também não tem limite. Personagens com ao menos metade do seu nível evitam se aproximar, mas ainda podem fazê-lo, com dificuldade, fazendo com que você não possa ser surpreendido por criaturas mais fracas. Acima disso e até o seu nível, sua aura os afeta, mas um pouco menos - eles podem te enfrentar, mas a iniciativa da luta sempre será sua - o que só afeta o primeiro golpe e não é válido para oponentes mais fortes. Afeta apenas criaturas vivas e não-provenientes do submundo. A aura do medo passa a ser controlada no nível 25, mas só se pode escolher mantê-la em funcionamento ou não, e não alvos específicos. Isso não gasta energia e é válido para todos os níveis do poder.[Modificado]



Thanks @Lilah for CG
Kylie Thompson
Filhos de Phobos
Mensagens :
30

Localização :
Chale de Phobos, Acamapamento Meio-Sangue - NY

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Charlie E. Turner em Dom 06 Mar 2016, 19:51

Woods
An idiot in the forest
If we should meet, can you write me a lullaby? So I can sing for you to sleep.


Senti meu rosto esquentar com o elogio de Kylie e rapidamente o cobri com as mãos. Ela se apoiou na árvore ao meu lado e ficou olhando as árvores. A garota me perguntou o que eu estava fazendo no bosque. É verdade, o que eu estava fazendo ali? Não sei. Pensei por um instante, mas ainda assim não consegui achar uma resposta.

— Acho que eu queria sentir a natureza. E você, o que faz aqui? — Falei tirando as mãos de minha face e abrindo um sorriso de canto.
/div>
Thanks Tess
Charlie E. Turner
Filhos de Apolo
Mensagens :
163

Localização :
No parquinho ( ͡° ͜ʖ ͡°)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Kylie Thompson em Dom 06 Mar 2016, 20:06


Post: One Where: Bosque Wearing: Roupas Emo Notes: Indiferente

Bosque.

Charlie era extremamente fofa. O que me deixava mais a vontade de estar ali. Aliás meu motivo de sair do acamp um pouco era para respirar e ficar mais relaxada.

— O que eu faço aqui? — Joguei minha franja pra trás com uma mão e sorri. —Paz.

Fiquei por alguns instantes calada, em seguida olhei para ela virando o meu rosto em sua direção.

— Sabe o que é todos terem medo de você e fugirem antes que você possa falar que não vai machucar? Esse é o meu motivo para vir para cá.

Abra:
Passivos.:

Aura do Medo I [Nível 01] – O filho de Phobos emite uma tênue aura carmesim (visível apenas para outros filhos de Phobos ou para personagens que podem enxergar auras/ emoções) que afasta as pessoas, pois quanto mais próximas do dono da aura, mais suas fobias (existentes ou não) vão aumentando. Lembrando que o medo real é diferente do racional. O medo "real" é um instinto, e não uma emoção; ele não precisa de uma razão exata, e também não tem limite. Personagens com ao menos metade do seu nível evitam se aproximar, mas ainda podem fazê-lo, com dificuldade, fazendo com que você não possa ser surpreendido por criaturas mais fracas. Acima disso e até o seu nível, sua aura os afeta, mas um pouco menos - eles podem te enfrentar, mas a iniciativa da luta sempre será sua - o que só afeta o primeiro golpe e não é válido para oponentes mais fortes. Afeta apenas criaturas vivas e não-provenientes do submundo. A aura do medo passa a ser controlada no nível 25, mas só se pode escolher mantê-la em funcionamento ou não, e não alvos específicos. Isso não gasta energia e é válido para todos os níveis do poder.[Modificado]



Thanks @Lilah for CG
Kylie Thompson
Filhos de Phobos
Mensagens :
30

Localização :
Chale de Phobos, Acamapamento Meio-Sangue - NY

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Charlie E. Turner em Dom 06 Mar 2016, 20:21

Woods
An idiot in the forest
If we should meet, can you write me a lullaby? So I can sing for you to sleep.


Estremeci com a fala de Kylie. Eu não sabia como era a sensação, mas provavelmente era horrível. Abaixei minha cabeça por um instante e fiquei pensando. A única coisa que fugia de mim eram crianças e me sentia muito confortável com isso já que eu odiava a maioria. Me aproximei da garota e lhe dei um abraço, sabia que não tinha muita intimidade com a semideusa, mas o fiz mesmo assim. Suspirei sentindo a melancolia praticamente me dominando. Não iria mentir, a energia de Kylie me dava medo, mas ainda assim queria confortá-la e protege-la.

— Se ter crianças irritante fugindo de você contar, então sim. — Falei na tentativa de faze-la rir, ou sei lá. — Mas acho que eu também viria pra cá se isso acontecesse comigo. Prometo que por mais medo que eu tenha de você, eu nunca vou me afastar, ok?
Thanks Tess
Charlie E. Turner
Filhos de Apolo
Mensagens :
163

Localização :
No parquinho ( ͡° ͜ʖ ͡°)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Kylie Thompson em Seg 14 Mar 2016, 16:37

Bosque
Smurfetica
Eu não quero te matar... Só te machucar muito.
Ri com o que a garota disse. Ela realmente fofa e engraçada, e seu cabelo azul dava um charme ainda maior em sua beleza. Sorri e a encarei ao ouvir que nunca iria se afastar de mim, o que me fez corar e olhar para o chão.

— Fico bastante feliz com isso, Smufeti. — Ri na tentativa de achar um apelido para ela. — Você por acaso não teria um cigarro ai né?


Thanks Tess
Kylie Thompson
Filhos de Phobos
Mensagens :
30

Localização :
Chale de Phobos, Acamapamento Meio-Sangue - NY

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Charlie E. Turner em Seg 14 Mar 2016, 16:50

Woods
An idiot in the forest
If we should meet, can you write me a lullaby? So I can sing for you to sleep.


Me acalmei horrores quando ouvi a garota rindo de minha brincadeira. Logo após tive que absorver um novo apelido. Smurfette? Sério? Tudo bem que eu tinha 1,58, cabelo azul e essas coisas. É, fazia sentido. Soltei uma leve gargalhada e me afastei lentamente de Kylie. Ela perguntou se eu havia um cigarro e eu coloquei minha mão no peito e lhe lancei um olhar de falsa indignação.

— Um cigarro? Quem pensa que sou? — Falei, mas sabia que meu sorriso sarcástico indicava tudo o que eu estava pensando. — Ok, talvez eu tenha. Mas por que eu te daria um? Lembrando que Quíron iria meter a mão na minha cara por ter trazido cigarros pro acampamento.

Havia conseguido aquilo alguns dias atrás quando saí pra uma festa, e sabia que não poderia desgrudar deles se não alguém descobriria.
Thanks Tess
Charlie E. Turner
Filhos de Apolo
Mensagens :
163

Localização :
No parquinho ( ͡° ͜ʖ ͡°)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Kylie Thompson em Seg 14 Mar 2016, 17:13

Bosque
Smurfetica
Eu não quero te matar... Só te machucar muito.
Ela resolveu me provocar, e ninguém me provocava. Lógico que não iria machucá-la, afinal eram apenas cigarros, então a puxei pelo braço e coloquei ela levemente contra o tronco da árvore. Coloquei a mão direita ao lado da cabeça da garota, e aproximei meu rosto do dela, e pude sentir nossas respirações cruzarem, aproximei minha boca do ouvido dela e sussurrei.

— Sem problemas, eu mesmo acho. — Dei um riso maldoso, e mordi levemente a orelha dela.

Levei minha mão esquerda até a coxa da garota, e fui passando as unhas enquanto subia a mão para dentro de sua saia, sabia que o cigarro não estaria ali, mas eu iria provocar o máximo que pudesse.


Thanks Tess
Kylie Thompson
Filhos de Phobos
Mensagens :
30

Localização :
Chale de Phobos, Acamapamento Meio-Sangue - NY

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Charlie E. Turner em Seg 14 Mar 2016, 17:34

Woods
An idiot in the forest
If we should meet, can you write me a lullaby? So I can sing for you to sleep.


Soltei um gritinho e comecei a rir quando Kylie me empurrou contra a árvore, mas assim que ela aproximou o rosto do meu senti um calafrio. Geralmente eu provocava pra pessoa me dar um fora do tamanho do céu, então sempre estava meio despreparada pra essas coisas. Arfei quando a garota sussurrou em meu ouvido, merda de sotaque britânico. 

Ela levou a mão esquerda para minha coxa, sabia que estava provocando, mas eu gostava. Kylie foi passando as unhas enquanto subia a mão por dentro de minha saia preta. Era óbvio que o cigarro não estava ali, soltei um sorriso malicioso e coloquei minha mão direita no pescoço de Kylie, olhando-a nos olhos.

— Vamos lá, Kylie. Até um cego sabe que você está me provocando, chérie. — Falei arranhando de leve a nuca da garota e mordendo meu lábio inferior. Eu realmente adorava aquele tipo de coisa.
Thanks Tess
Charlie E. Turner
Filhos de Apolo
Mensagens :
163

Localização :
No parquinho ( ͡° ͜ʖ ͡°)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Kylie Thompson em Seg 14 Mar 2016, 18:09

@Kylie Thompson escreveu:

Bosque
Smurfetica
Eu não quero te matar... Só te machucar muito.
Olhava nos olhos da garota, e deslizei ainda mais a mão na coxa da garota, chegando em sua virilha, acariciando levemente o local.

— Na verdade, eu sei que não está aqui... Mas o cigarro já não me interessa mais. — Dei um riso maldoso, e mordi meu lábio inferior. — Bom, você pode me dar o cigarro, ai eu tiro a mão daqui. — Apertei levemente a virilha dela. — Você quem sabe.



Thanks Tess
Kylie Thompson
Filhos de Phobos
Mensagens :
30

Localização :
Chale de Phobos, Acamapamento Meio-Sangue - NY

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Charlie E. Turner em Seg 14 Mar 2016, 18:36

Woods
An idiot in the forest
If we should meet, can you write me a lullaby? So I can sing for you to sleep.


Mordi ainda mais meu lábio quando a garota acariciou de leve minha virilha, não iria dar esse gosto pra ela. Ouvi tudo o que ela dizia com atenção, mas sinceramente eu estava prestando mais atenção nos lábios de Kylie. Já estava pronta pra pegar um cigarro, mas óbvio que eu não entregaria a ela. Tudo bem que eu estava indo contra minha conduta de transar numa floresta, mas isso a gente lembra depois. 

Não consegui segurar o leve gemido na hora que ela apertou minha virilha. Sem falar nada, peguei um cigarro e acendi, traguei com força e selei nossos lábios sem o mínimo de pudor. Apertei de leve a coxa de Kylie, se ela pegasse aquele cigarro eu iria tacar fogo na floresta. Se alguém nos pegasse ali, não faria diferença em minha opinião. Adoro ter histórias pra contar.
Thanks Tess
Charlie E. Turner
Filhos de Apolo
Mensagens :
163

Localização :
No parquinho ( ͡° ͜ʖ ͡°)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Kylie Thompson em Ter 22 Mar 2016, 15:47

Bosque
Smurfetica
Eu não quero te matar... Só te machucar muito.
Ela acendeu um cigarro sem falar nada, e em seguida deu uma tragada seguido de um selinho em mim. "Vadia, não vai me dar esse cigarro mesmo." pensei comigo mesma. Tirei a minha mão da coxa dela, e me aproximei mais, deixando meu joelho entre as pernas dela, e encostando minha virilha em sua coxa, nossos seios estavam praticamente se espremendo. Levei uma das mãos até o rosto dela, e coloquei uma mecha de cabelo para trás de sua orelha, e fiquei acariciando sua bochecha com o dedo.

— Você podia me dar esse cigarro né?. — Dei um leve sorriso, e mordi levemente o lábio inferior da garota, dando uma puxada. — Prometo me comportar, e te deixar em paz.



Thanks Tess
Kylie Thompson
Filhos de Phobos
Mensagens :
30

Localização :
Chale de Phobos, Acamapamento Meio-Sangue - NY

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Henry Löwe-Henkölovsky em Sex 13 Maio 2016, 22:35


monologues of a politicized

Dentre todas as opções de lugar que eu poderia escolher para estar numa tarde fria, o bosque era a que mais parecia me apetecer. As árvores que se amontoavam por ali, povoando o local mais do que os semideuses — ou os monstros — eram extremamente agradáveis ao meu instinto natural de ficar sozinho, por mais que querer cair no esteriótipo de "anti-social" em que a grande maioria dos filhos de Hades caía não estivesse em meus planos. Acontece que, às vezes, a solidão é boa para se pensar.

Eu acomodava-me sobre as raízes altas de uma árvore muito antiga, sentando confortavelmente e limitando-me a ouvir o vento gélido uivar enquanto perpassava os troncos à minha volta. Minha mente divagava para os confins da minha memória, resgatando informações que, por vezes, eu relutava em esquecer; e como nessas vezes, eu mudei o foco dos meus pensamentos, não querendo trazer meu passado à tona.

Resolvi que elencar o meu dia seria um ótimo plano para fugir de mim mesmo, por isso comecei a tagarelar sozinho, muito provavelmente despertando a curiosidade de qualquer ser por ali; e se você já viu um filho de Hades emanando sua aura natural, nem queira vê-lo falando sozinho, como um louco, porque parece ainda mais anormal do que é.

Comecei com os sonhos estranhos que tive, os quais enevoavam-se mais a cada segundo que se passava e, no mesmo tempo, pareciam-me ainda mais confusos e sem nexo algum. Depois, passei para o momento em que acordei; desagradável, tenho que dizer, porque além de ter sido muito cedo, ainda foi sob gritos. Após isso realizei um elaborado monólogo sobre o modo como os semideuses ligados às trevas sofrem discriminação, politizado como eu era, perdi-me em meus argumentos e decidi seguir em frente. Só parei ao chegar na parte em que procrastinei no chalé e, depois, quando ele ficou cheio demais, no bosque.

Enfim, me via livre dos flagelos que eu poderia chamar de "lembranças". Peguei-me pensando em meu monólogo, em meus argumentos, e em como eu gostaria de mostrar que não era recluso por ser um filho de Hades. Porque não era mesmo. Eu só sabia aproveitar a solidão. E com um pouco de sorte, eu aproveitaria-a por muito mais tempo.

Adendos:
Armas:
♦ Faca [Sua lâmina bronzeada mede cerca de 24 cm, e seu cabo tem o mesmo comprimento padrão. É bastante afiada e é perfeita para ataque ágeis e rápidos. O bom desta arma é sua eficiência tanto para mãos hábeis quanto para manuseios mais inexperientes, pois é uma arma curta, fácil de esconder e ao mesmo tempo fácil de manusear. Seu punho é feito de aço, mas uma camada de couro escuro cobre o aço para que o usuário possa segurá-la firmemente. Na parte inferior da lâmina, próxima ao cabo, há entalhado as siglas do Acampamento "CHB"; uma propriedade que só os meio-sangues e criaturas místicas podem ter e usar (ajuda um pouco na destreza)] {Bronze, aço e couro} (Nível mínimo: 1) {Nenhum elemento} [Recebimento: Administração; item inscrição padrão do fórum] ~embainhada no cós da calça

{Darkness} / Espada [Espada de 90cm, feita de bronze sagrado. Sua lâmina mede cerca de 70 cm, e sua base é mais grossa que a ponta. A guarda-mão é em forma de um crânio que tem seus dentes pontudos virados na direção do início da lâmina, como se ela saísse de sua boca. Os olhos do crânio são feitos por dois rubis. O cabo e a espiga são revestidos por um couro escuro, o mesmo tipo usado em sua bainha. No nível 20 transforma-se em um anel de caveira] {Bronze sagrado} (Nível Mínimo: 1) [Recebimento: Presente de Reclamação de Hades] ~embainhada na cintura

{Void}/ Anel [Anel de caveira que absorve a energia vital das almas dos oponentes mortos, armazenando-as. As almas guardadas podem ser usadas como um combustível na forma de um "buff", ampliando o poder de ataque do semideus em 10% por 3 turnos a cada alma utilizada. A alma utilizada segue ao submundo após isso. Esse efeito pode ser usado apenas 2x por missão. Adicionalmente, 1 vez por missão o filho de Hades pode gastar uma alma coletada para recuperar 10% de sua HP e MP.] [Almas coletadas: 0]{Bronze} (Nível Mínimo: 1) {Não Controla Nenhum Elemento} [Recebimento: Presente de Reclamação de Hades] ~no dedo polegar esquerdo
Poderes:
Ativos:
Nenhum.
Passivos:
Aura da Morte I [Nível 1]: O filho de Hades emana uma aura que incomoda as pessoas - não chega a afastá-las, mas elas não ficam à vontade. É algo sobrenatural, sem explicação, mas elas tem medo de morrer ao chegar perto. Não afeta  semideuses ou seres mitológicos. Esta aura também afasta as almas muito mais fracas de você.[Modificado]
Henry Löwe-Henkölovsky
Filhos de Hades
Mensagens :
38

Localização :
Acampamento Meio-Sangue

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Scarlet C. Müller em Sex 13 Maio 2016, 23:11

Who I Really am?

Just look

(passe o mouse por cima)


   
   
   
O tédio era algo que eu particularmente detestava, ainda mais quando o dia estava monótono, uma tarde fria e aconchegante, embora não suportasse muito o frio. Seguindo em frente fechando o casaco mais ao corpo, não tinha a mínima noção do que faria, mas de algum modo sabia que estaria perto das plantas por fim, pois me sentia bem perto da flora.

Em toda a expansiva área nunca tinha ido ao bosque, mesmo que não houvesse faltado oportunidades, apenas não tinha o momento - ou o tédio - perfeito para me fazer ir ao local. Andar ao sol nunca foi minha atividade favorita nas horas vagas, já dormir sempre foi a paixão de minha vida. Não tem muito o que fazer no acampamento quando não se sabe de que deus você é filho, para muitos, continuo sendo mais um anônimo vagando por ai esperando ser morto.

O bosque em si era bonito até em um dia cinza, não perdia seu aconchego das plantas e energia ao meu redor. Já deveria ter acostumado em sempre andar e me achar aonde tenha plantas, mas apenas não sei explicar essa conexão, ninguém nunca soube de qualquer maneira, eu sempre fui o estranho ou louco das ervas, o que vive sempre no mato.

Desviei de alguns gravetos, passei o dedo entre troncos secos ao caminho do que poderia me aguardar, até eu ouvir. Uma voz fraca que ganhava mais atenção a medida que eu andava, e quando pude perceber já estava indo ao seu encontro. Pode chamar de curiosidade ou falta de atenção, mas normalmente sou assim, sempre sigo o que me atraí. A voz masculina então estava ali em conjunto com seu corpo. Um garoto que falava sem parar consigo mesmo - talvez com as plantas - sobre assuntos que não consegui compreender.

Não me meto onde não sou chamado, sequer prestei atenção em suas palavras, apenas perdi o olhar no garoto que era tão estranhamente e normal quanto os outros, e quando dei por mim mesmo já o estava observando a minutos, fascinado como uma criança em uma loja de brinquedos. Olhei para os lados e por fim decidi recuar, não queria ser acusado de bisbilhoteiro se algum momento fosse percebido.

Um passo, dois passos para trás, e quando iria dar o terceiro para me virar tinha que estragar tudo e pisar em um graveto seco. Fechei os olhos e torci para não ter sido percebido, dei outro passo e fiz barulho novamente. O barulho foi em alto e bom som, e mesmo que pudesse ter monstros no local, me preocupei com o desconhecido. Abri os olhos cautelosamente mirando o chão e logo fiquei imóvel como uma presa esperando ser atacado. Cruzei os braços sobre o peito como quem não quisesse algo ali.



p l z ☯
Scarlet C. Müller
Filhos de Deméter
Mensagens :
4

Localização :
Acampamento Meio-sangue

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Henry Löwe-Henkölovsky em Sab 14 Maio 2016, 02:59


monologues of a politicized

O estalo alto puxou a minha consciência, tragando minhas ideias num segundo fugaz. Eu hesitei antes de puxar a minha espada, mas, ao segundo estalo, fiz por instinto; estar no meio do bosque era algo que me trazia uma faca de dois gumes: se por um lado eu tinha menos chances de ser perturbado por um semideus qualquer, por outro eu facilmente poderia ser atacado por monstros, devido ao meu forte cheiro de semideus. Odiava ser filho de Hades.

Trêmulo, perscrutei o perímetro aos poucos, com passos curtos. Quando deixei a árvore em que estava, ficando a pelo menos cinco metros dela, senti meus olhos recaírem sobre um garoto estático, que parecia aguardar por algo que não viria. Talvez pudesse ter sido um erro, mas abaixei a arma, soltando minha respiração em alívio. Passei nervosamente a minha mão esquerda por meus cabelos em desalinho como costumava fazer sempre que estava desajustado, levantando a minha voz em seguida.

— Ouvindo monólogos às escondidas? — indaguei, num tom de voz que nem de longe soava ríspido. Aproximei-me dele e não pude deixar de notar sua clara beleza, com seu queixo bem marcado e rosto quadrado, másculo. Seus olhos eram de uma cor intrigante e prenderam-me rapidamente; no entanto, atentei-me a outras partes. Ruborizei ao perceber, mesmo com a minha fala, que ele poderia ter ouvido qualquer coisa que eu verbalizei, incluindo divagações sobre o meu dia e sobre o meu pensamento politizado. Não gostava de demonstrar sentimentos ou mesmo particularidades. Eram minhas, de mais ninguém.

Embainhei Darkness e tentei alinhar meu corpo, que nunca tinha postura certa. Às vezes eu tinha a impressão de que não sabia ficar de pé ou mesmo andar, muito possivelmente porque pensava demais em todas as coisas — ou porque não sabia mesmo. Flagrei-me não sabendo como reagir àquela inesperada conversa, ainda que isso não fosse exatamente anormal para alguém sem tato como eu; entrementes, sabia que havia muito mais fatores do que os meus pessoais interferindo ali.

Adendos:
Armas:
♦ Faca [Sua lâmina bronzeada mede cerca de 24 cm, e seu cabo tem o mesmo comprimento padrão. É bastante afiada e é perfeita para ataque ágeis e rápidos. O bom desta arma é sua eficiência tanto para mãos hábeis quanto para manuseios mais inexperientes, pois é uma arma curta, fácil de esconder e ao mesmo tempo fácil de manusear. Seu punho é feito de aço, mas uma camada de couro escuro cobre o aço para que o usuário possa segurá-la firmemente. Na parte inferior da lâmina, próxima ao cabo, há entalhado as siglas do Acampamento "CHB"; uma propriedade que só os meio-sangues e criaturas místicas podem ter e usar (ajuda um pouco na destreza)] {Bronze, aço e couro} (Nível mínimo: 1) {Nenhum elemento} [Recebimento: Administração; item inscrição padrão do fórum] ~embainhada no cós da calça

{Darkness} / Espada [Espada de 90cm, feita de bronze sagrado. Sua lâmina mede cerca de 70 cm, e sua base é mais grossa que a ponta. A guarda-mão é em forma de um crânio que tem seus dentes pontudos virados na direção do início da lâmina, como se ela saísse de sua boca. Os olhos do crânio são feitos por dois rubis. O cabo e a espiga são revestidos por um couro escuro, o mesmo tipo usado em sua bainha. No nível 20 transforma-se em um anel de caveira] {Bronze sagrado} (Nível Mínimo: 1) [Recebimento: Presente de Reclamação de Hades] ~embainhada na cintura

{Void}/ Anel [Anel de caveira que absorve a energia vital das almas dos oponentes mortos, armazenando-as. As almas guardadas podem ser usadas como um combustível na forma de um "buff", ampliando o poder de ataque do semideus em 10% por 3 turnos a cada alma utilizada. A alma utilizada segue ao submundo após isso. Esse efeito pode ser usado apenas 2x por missão. Adicionalmente, 1 vez por missão o filho de Hades pode gastar uma alma coletada para recuperar 10% de sua HP e MP.] [Almas coletadas: 0]{Bronze} (Nível Mínimo: 1) {Não Controla Nenhum Elemento} [Recebimento: Presente de Reclamação de Hades] ~no dedo polegar esquerdo
Poderes:
Ativos:
Nenhum.
Passivos:
Aura da Morte I [Nível 1]: O filho de Hades emana uma aura que incomoda as pessoas - não chega a afastá-las, mas elas não ficam à vontade. É algo sobrenatural, sem explicação, mas elas tem medo de morrer ao chegar perto. Não afeta  semideuses ou seres mitológicos. Esta aura também afasta as almas muito mais fracas de você.[Modificado]
Henry Löwe-Henkölovsky
Filhos de Hades
Mensagens :
38

Localização :
Acampamento Meio-Sangue

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Scarlet C. Müller em Sab 14 Maio 2016, 14:33

Who I Really am?

Just look

(passe o mouse por cima)


   
   
   
Levantei a cabeça lentamente até voltar os olhos para o garoto que segurava a espada apontada para mim. Recuei um passo para trás, neste momento não queria mais saber se fazia barulho ou não, estava um pouco assustado com o acaso.

Continuei a observar ele, eu estava imóvel e meus músculos inteiramente relaxaram um pouco quando o mesmo abaixou a espada, mas ainda sim estava cauteloso, pois sei o suficiente que os semi-deuses não precisam de muitos motivos para quase matar uns aos outros.

Voltei a cruzar os braços novamente sobre o peito, não de medo, mas de frio. Ao escutar o que o garoto misterioso havia dito, foi a primeira vez que percebi que ele era belo de fato, a pele tão branca que seus olhos azuis, seus lindos e magníficos olhos azuis se destacavam sobre a aparência, o cabelo de cor média em um corte moderno, e finalmente uma aparência de quem não saiu de um museu grego. Não foi apenas isso que pensei, como já esperava, fui taxado de bisbilhoteiro e não o culpo na realidade, pois de uma certa maneira estava.

Senti as minhas bochechas enrubescerem ao comentário, o que me faz desviar o olhar quase de imediato e dar alguns curtos passos para descontrair - Eu...Perdão, não era minha intenção, nem ouvi sequer palavra do que tenha dito. - Após dizer em um tom claro para o outro ouvir, passei a mão sobre a nuca, totalmente envergonhado pela posição em que a conversa tinha se iniciado - ou que eu tinha sido percebido.

Andei com cautela mais em direção a ele, porém parei a uma distância bem considerável. Respirei fundo preenchendo o peito de maneira que parecia um tanto aliviado, esperava que ele acreditasse no que eu dizia, mas de qualquer ângulo ele teria motivos o suficientes para acreditar em mim. Me mantive em silêncio, ainda com o rosto ruborizado.





p l z ☯
Scarlet C. Müller
Filhos de Deméter
Mensagens :
4

Localização :
Acampamento Meio-sangue

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Henry Löwe-Henkölovsky em Sab 14 Maio 2016, 18:41


monologues of a politicized

Na mesma medida em que ele se aproximou, eu me afastei. O conflito entre parecer normal, mantendo uma distância considerável para uma conversa, e ser recluso me fez hesitar até mesmo em pensamento, formando uma interrogação indissipável em minha mente. Naquele momento eu desejava não ter saído do meu lugar quando o primeiro estalo seco ecoou, assim eu não teria precisado ser tão... eu perante um desconhecido. Era impressionante como eu conseguia me perder em mim mesmo com tanta facilidade.

Olhei atordoadamente para a árvore em que antes eu recostava-me, direcionando-me para lá depois de mais um segundo de hesitação. No caminho, coberto por apenas alguns passos, uma voz sutil sussurrou em meus ouvidos que eu não estava sendo suficientemente educado deixando o garoto tanto tempo solto no diálogo, e somente por ela eu limpei a minha garganta antes de dirigir-me a ele.

— É, imagino que não. Mas não tem problema — menti, tentando parecer gentil. Ensaiei um sorriso que poderia muito bem ser qualquer outra coisa e desviei meus olhos dele, focando num ponto qualquer ao longe, de repente muito interessado naquilo.

E então, vácuo. Nada se dizia para quebrar o perturbador silêncio que se instaurava por ali. Mas eu também não me esforçava tanto; não estava dando tudo de mim para falar com um desconhecido, se nem com os conhecidos eu sacrificava tanto da minha energia.

Adendos:
Armas:
♦ Faca [Sua lâmina bronzeada mede cerca de 24 cm, e seu cabo tem o mesmo comprimento padrão. É bastante afiada e é perfeita para ataque ágeis e rápidos. O bom desta arma é sua eficiência tanto para mãos hábeis quanto para manuseios mais inexperientes, pois é uma arma curta, fácil de esconder e ao mesmo tempo fácil de manusear. Seu punho é feito de aço, mas uma camada de couro escuro cobre o aço para que o usuário possa segurá-la firmemente. Na parte inferior da lâmina, próxima ao cabo, há entalhado as siglas do Acampamento "CHB"; uma propriedade que só os meio-sangues e criaturas místicas podem ter e usar (ajuda um pouco na destreza)] {Bronze, aço e couro} (Nível mínimo: 1) {Nenhum elemento} [Recebimento: Administração; item inscrição padrão do fórum] ~embainhada no cós da calça

{Darkness} / Espada [Espada de 90cm, feita de bronze sagrado. Sua lâmina mede cerca de 70 cm, e sua base é mais grossa que a ponta. A guarda-mão é em forma de um crânio que tem seus dentes pontudos virados na direção do início da lâmina, como se ela saísse de sua boca. Os olhos do crânio são feitos por dois rubis. O cabo e a espiga são revestidos por um couro escuro, o mesmo tipo usado em sua bainha. No nível 20 transforma-se em um anel de caveira] {Bronze sagrado} (Nível Mínimo: 1) [Recebimento: Presente de Reclamação de Hades] ~embainhada na cintura

{Void}/ Anel [Anel de caveira que absorve a energia vital das almas dos oponentes mortos, armazenando-as. As almas guardadas podem ser usadas como um combustível na forma de um "buff", ampliando o poder de ataque do semideus em 10% por 3 turnos a cada alma utilizada. A alma utilizada segue ao submundo após isso. Esse efeito pode ser usado apenas 2x por missão. Adicionalmente, 1 vez por missão o filho de Hades pode gastar uma alma coletada para recuperar 10% de sua HP e MP.] [Almas coletadas: 0]{Bronze} (Nível Mínimo: 1) {Não Controla Nenhum Elemento} [Recebimento: Presente de Reclamação de Hades] ~no dedo polegar esquerdo
Poderes:
Ativos:
Nenhum.
Passivos:
Aura da Morte I [Nível 1]: O filho de Hades emana uma aura que incomoda as pessoas - não chega a afastá-las, mas elas não ficam à vontade. É algo sobrenatural, sem explicação, mas elas tem medo de morrer ao chegar perto. Não afeta  semideuses ou seres mitológicos. Esta aura também afasta as almas muito mais fracas de você.[Modificado]
Henry Löwe-Henkölovsky
Filhos de Hades
Mensagens :
38

Localização :
Acampamento Meio-Sangue

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Scarlet C. Müller em Seg 16 Maio 2016, 02:34

Who I Really am?

Just look

(passe o mouse por cima)


   
   
   
Quando dei o passo adiante e o vi recuar parei instintivamente e fiquei reto o olhando. A inquietação no corpo dele, a dificuldade na expressão facial do menino era evidente, e eu não o culpo novamente por tal ato, pois se eu estivesse na posição dele estaria longe dali a tempos. Nunca precisei conversar com alguém do acampamento, na verdade o primeiro diálogo realmente seria esse, e visivelmente, acontecendo da maneira mais estranha possível.

Me sentei no chão em posição de lótus, perto de algumas plantas pequenas e um tanto cheirosas. Voltei meu olhar ao desconhecido a minha frente, ele ainda estava em modo defensivo. Respirei fundo e escutei o que ele disse, logo após, conquistei um sorriso. Não era um sorriso espontâneo, mas parecia ser o mais sincero possível.

Coloquei o dedo indicador sobre a terra, ainda olhando para ele. - Acho que comecei errado... - Fiz uma breve pausa antes de continuar. - Me chamo Scarlet Müller. - E após dizer isso sorri, demonstrando a ele um sorriso gentil e espontâneo, calmo e acolhedor.

Continuei o olhando na esperança que ele relaxasse visivelmente, ou de alguma maneira sentisse algum conforto. Embora não fosse de meu feitio dar o primeiro passo e deixar a timidez de lado, o anônimo me cativou de uma maneira estranha, apenas por não forçar querer ser um deus ou divindade, mas sim aparentar ser o mais normal possível.

Inclinando levemente a cabeça para o lado direito, ainda o olhando eu o fitei nos olhos. Meus rosto enrubesceu e temi que ele tivesse notado, logo, desviei o olhar, mas sem perder o contato fundamental.




p l z ☯
Scarlet C. Müller
Filhos de Deméter
Mensagens :
4

Localização :
Acampamento Meio-sangue

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Charlie E. Turner em Qua 18 Maio 2016, 16:37

Woods

One day you called me cigarette and I didn't understand it was because you love smoking. 

No momento em que escutou as palavras pronunciadas pela garota, Charlie soltou uma risada e começou a depositar beijos em seu pescoço e clavícula. Acreditava que estava sendo xingada de mil e uma formas na mente da prole do medo e aquilo a fazia sorrir por dentro.

Observou o cigarro que estava fumando e viu a frase que estava escrita, era uma citação de uma de suas músicas favoritas: “Would you be mine?”. A garota exibiu a frase para Kylie e arqueou a sobrancelha direita.

Quem disse que eu quero que você se comporte? –sussurrou com os lábios próximos de seu ouvido. – Estão no bolso da camisa, pode pegar.





Charlie E. Turner
Filhos de Apolo
Mensagens :
163

Localização :
No parquinho ( ͡° ͜ʖ ͡°)

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Kylie Thompson em Qua 18 Maio 2016, 16:49

Bosque
Smurfetica
Eu não quero te matar... Só te machucar muito.
A garota então começou a me dar beijos no pescoço e na clavícula, o que me fez soltar alguns gemidos baixos e ficar completamente arrepiada. "Filha da puta, meu ponto fraco" dei uma leve risada quado ela parou.

Ela me mostrou o seu cigarro e eu li a frase nele. "Would you be mine?" eu ri e respondi para mim "Yes would be".

— Não irei me segurar então. — Coloquei lentamente minha mão no bolso da camisa da garota, ao sentir o seio dela, eu sorri, e comecei a acariciar o local — Não estou achando. — Sorri maliciosamente.



Thanks Tess
Kylie Thompson
Filhos de Phobos
Mensagens :
30

Localização :
Chale de Phobos, Acamapamento Meio-Sangue - NY

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Bosque ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 03:47

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 24 de 25 Anterior  1 ... 13 ... 23, 24, 25  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum