Percy Jackson e os Olimpianos RPG BR
Bem vindo ao maior fórum de RPG de Percy Jackson do Brasil.

Já possui conta? Faça o LOGIN.
Não possui ainda? Registre-se e experimente a vida de meio-sangue.

Refeitório

Página 1 de 4 1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Refeitório

Mensagem por ♦ Eos em Dom 16 Fev 2014, 22:40





- - - - - - - - - - - - - - - - - Refeitório


Em uma colina dentro do Acampamento fica o Refeitório. São grandes mesas de madeira, do tipo que se encontra em parques, reservadas para piqueniques, cobertas com toalhas brancas e roxas. O pavilhão é ladeado por grandes colunas de mármore,com tochas que são acesas durante a noite. Cada mesa é grande o suficiente para os integrantes de cada chalé (e não são compartilhadas com outros tipos de semideuses) e, no centro de toda a configuração, queima uma grande fogueira, em um braseiro de bronze, onde são feitas as oferendas.

As ninfas passam com as bandejas de comida, ajudando no serviço do Acampamento, antes delas próprias sentarem-se à mesa para as refeições, divindo-se entre os chalés de Deméter e Perséfone, no caso das dríades, e Poseidon, no caso das naiádes, enquanto os sátiros compartilham a mesa de Dionísio. As bebidas surgem magicamente nos copos, bastando um pedido do semideus - desde que não seja nada alcoólico.

As harpias só surgem para retirar a louça e limpar o local - e não ficarão muito felizes se alguém estiver atrapalhando.


- - - - - - - - - - - Observações


A descrição aqui visa dar uma base interpretativa na hora de descrever a realização da refeição;

NPCs podem ser utilizados livremente;

Pode ser realizada uma postagem por dia.

Cada post rende até 25 HP/MP, dependendo da qualidade. A utilização de outros itens, como poções e etc é permitida, sendo que itens consumíveis são retirados do arsenal.Apenas 1 item ou dose por postagem.

Flood não é permitido. Só serão consideradas postagens com mais de 5 linhas em fonte arial ou times tamanho 12 com margem normal, no Word. Templates e tables são aceitos, mas o tamanho da postagem será verificado para ver se o conteúdo se adequa ao disposto.

As postagens no refeitório só recuperam, não acrescentam nada adicional na sua ficha.

Ex¹: Se na sua ficha estiver >> 100/100 Ela não sofrerá alteração.

Ex²: Se estiver >> 75/100 Vai para 100/100


Créditos aos idealizadores do local e antigos deuses do PJBR. Novas descrições criadas por mim.





SHINJI @ OPS!
♦ Eos
Administradores
Mensagens :
1421

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Refeitório

Mensagem por Leonardo Rodrigues em Qui 20 Fev 2014, 09:06

Depois de vários treinamentos e missões eu já estava muito cansado e um tanto fraco, por este motivo fui até o refeitório do acampamento. Adentrei o local fitando os vários outros semi-deuses ali presentes fazendo suas refeições normalmente, cada um em sua mesa, com fortes e vagarosos passos rumei até a mesa dos filhos de Afrodite aonde tinha apenas alguns de meus outros irmãos no mínimo uns 6 a 7 pessoas. Assim que sentei uma Ninfa me entregou um prato de sopa, não parecia muito gostosa para muito gostosa para os outros vide as caras deles a olhar a minha refeição, mais para alguém esfomeado como eu aquilo estava delicioso, naturalmente um manjar dos Deuses.
Depois de algumas colheradas eu já havia terminado de me alimentar e o prato estava vazio, coloquei a colher na tigela e parei um tempo para respirar um pouco. Agora eu queria algo para retirar um pouco aquele gosto de sopa da minha boca, então assim que apanhei meu copo que estava sobre a mesa ele se encheu de água o que era justamente o que eu queria. Depois de tomar toda a minha água eu saí dali voltando ao meu chalé para descansar um pouco.
Leonardo Rodrigues
Filhos de Afrodite
Mensagens :
108

Localização :
Chalé 10-Chalé de Afrodite

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Refeitório

Mensagem por ♦ Eos em Dom 23 Fev 2014, 11:06

Leonardo = 15 HP/ MP

Cuidado nas descrições - detalhe um pouco mais, mas tente não repetir as expressões.
♦ Eos
Administradores
Mensagens :
1421

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Refeitório

Mensagem por René Wallace em Sex 07 Mar 2014, 20:23


Banquete


A noite caía sobre a baía de Long Island. Não demorou muito para os campistas tratarem de acenderem as tochas fazendo com que a tarde se encerasse e a noite iniciasse seu turno. Os guardas trocaram de turno, as atividades extras cessaram e a arena esvaziou consideravelmente.

— O banquete irá começar. — avisou uma dríade que perambulava pelo local sumindo entre a escuridão da floresta. Levantei do chão guardando minha flauta no colete, esticando o corpo comecei minha caminhada até o refeitório onde se daria início o banquete.

Hoje seria uma noite animada. Quíron convencera nós – sátiros, a tocar para os campistas como numa verdadeira festança. Pretendíamos deixar todos em ecstâse com nossa música e também a comida iria ajudar. Estava faminto. Chegando no local do jantar as mesas já estavam dispostas e os campistas chegavam lentamente, se acomodando. Sr. D como sempre com seu olhar desinteressado, Quíron em sua cadeira de rodas no qual parecia estar numa luta titânica para se ajeitar de forma a não prejudicar suas costas.

Sentei na mesa reservada aos seres da natureza. Meus companheiros sátiros já estavam lá sentados, prontos para abocanhar a comida e se fortalecerem. Depois que todos chegaram e se acomodaram Dionísio disse poucas palavras desinteressadas que culminou num brinde falho devido a maldição que recebera de Zeus. Então, Quíron tomou a frente com sua cadeira de rodas. — Boa noite campistas. Quero avisar que estamos com poucos voluntários nas patrulhas nas fronteiras e que seria bom novos candidatos. Os campos de moranho renderam uma boa safra que nos deu um ótimo lucro. — disse enquanto os filhos de Deméter comemoravam com palmas e assovios. — Também que fique claro que os acidentes na Arena foram acudidos, sendo assim amanhã estaremos operando em força total nos treino e também agradecimentos aos sátiros que concordaram em nos agraciar com suas belas melodias para nos alegrar nesse banquete. Por favor, que se inicie o banquete! — declarou erguendo as mãos numa saudação confortável.

Feito isso começamos a nos deliciar com as comidas. Pegando um patro de madeira cuidadosamente entalhado com flores, me servi de algumas uvas, queijo, mel, biscoitos e uma lata de diet coke como acompanhamento. Derramando o mel sobre os biscoitos, os devorei rapidamente. Partindo para o queijo utilizei uma faca e um garfo para cortá-lo em pequenos cubinhos que foram imediatamente para meus estomâgo, enquanto eu dava pequenos golinhos no líquido, partindo no fim para uma degustação de boas uvas. Uvas estas tratadas cuidadosamente pelos filhos de Dionísio e abençoadas pelo mesmo.

O banquete se desenrolou por minutos e mais minutos, talvez uma hora até. Já tinha perdido a noção do tempo com aquela festança em meu paladar. Depois de me alimentar peguei diversos alimentos indo até a grande fogueira e dando uma oferenda aos deuses, visando sobretudo, Pã, este desaparecido mas a esperança de achá-lo arde como fogo grego nos corações de meus companheiros.

— Que tal uma música senhores? — propôs Quíron alegre enquanto degustava sua carne de javali. Assentindo me dirigi até um pequeno palanque improvisado onde fui seguido por meus irmãos, assim, começamos a festança no banquete agradando aos ouvidos e irritando Sr. D que já estava frustado com seus vinhos antigos e caros que viravam água. Assim começou uma bela noite.




Considerações:
Meu primeiro post no Refeitório e espero conseguir uma boa recompensa. Enjoy!





Thanks Little King © CG
René Wallace
Indefinido
Mensagens :
47

Localização :
Perdido nas entrelinhas...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re refeitório

Mensagem por Cristiano Fullbuster em Qui 20 Mar 2014, 11:19

Ao chegar ao refeitório, espero na fila, pego meu prato desejo uma ótima porção de panquecas, sento na mesa dos indefinidos, sinto uma frustração, quero saber logo quem é minha mãe olimpiana. Demoro um pouco para comer minha porção mas antes de termina-la guardo a melhor maior panqueca que eu tinha e a levo para o oferece-la aos deuses pedindo que me reclamassem, termino a oferenda e rezo bem baixinho para Afrodite, eu sinto dentro de mim que é ela minha mãe então, ao acabar saio do refeitório a caminho da arena para um treino.
Cristiano Fullbuster
Indefinido
Mensagens :
17

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re refeitório

Mensagem por Cristiano Fullbuster em Sex 21 Mar 2014, 11:05

Ao chegar no refeitório tento passar uma boa impressão a todos, pego meu café da manhã um belo misto quente duplo, sento na mesa dos indefinidos, de novo a decepção assume meus sentimentos, todos com seus irmãos e irmãs, e e eu ali sentado comendo um misto quente sozinho... Vou comendo devagar o misto e guardo uma parte no final para sacrificar aos deuses em especialmente as deusas porque uma delas será minha mãe verdadeira, logo feito saio do refeitório sorrindo tentando disfarçar minha frustração e minha decepção.
Cristiano Fullbuster
Indefinido
Mensagens :
17

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Refeitório

Mensagem por 101-ExStaff em Ter 01 Abr 2014, 07:55

He ate my heart, he a-ate my heart...
Vamos ver como se saiu...

▬ Ichabod: O texto ficou razoável, mas pecou por motivos esdrúxulos, como a escrita errada da palavra "êxtase". Atente-se e recorra a um dicionário caso a dúvida na escrita seja forte. Também peço que revise seu texto por conta da famosa digitação rápida: você escreveu moranhos ao invés de morangos. Ao usar um vocativo, deixe-o entre vírgulas, como no caso de "Quíron convencera a nós, sátiros, [...]". Fica muito mais bonito esteticamente e corrige um problema de pausas na leitura, já que a notação utilizada requer uma pausa maior do que a vírgula. Boa sorte nos próximos posts.

▬ Cris: Suas barras de status encontram-se cheias. Por favor, evitar o flood. Só poste no Refeitório caso tenha algum decréscimo em seu HP/MP.

Recompensas:


♦ Ichabod: 15 MP.

Atualizado por Lady Íris
Dúvidas ou reclamações? Mande MP, dear.
101-ExStaff
Administradores
Mensagens :
389

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Refeitório

Mensagem por Luke Scott em Qua 09 Abr 2014, 20:25


Healing and recovering


Dia 09/04/2014; 03:01pm.
Só após uma boa caminhada por todo o acampamento acabei por perceber o estômago que agora roncava. Depois de tanto tempo me alimentando de pequenos lanches da minha própria mochila resolvi que deveria procurar o refeitório para me dar ao luxo de algo no mínimo mais elaborado do que barra de cereal.

Chegando ao lugar de alimentação, percebi que era simples, mas muito bonito. Transmitia uma espécie de paz olhar aquele pequeno aglomerado de mesas sobre o gramado aberto, cobertos com toalhas de piquenique. Chegava a ser até algo nostálgico.
Sentei-me na ponta de uma das mesas onde a comida já havia sido deixada por ninfas, junto com cálices vazios. Havia enormes coxas de frango temperadas com ervas e banhadas com um molho vermelho, rosbife de forno e saladas dos mais diversos tipos. As sobremesas eram igualmente belas, com tortas de frutas silvestres e morangos melados em chantilly.

Um sorriso me percorreu o semblante que antes estava sério, e eu me permiti abocanhar uma das coxas. Estava maravilhosamente delicioso como eu nunca havia antes provado. Talvez fosse a empolgação ou a fome, mas eu mal percebi que me sujara com o molho, embora isso pouco importasse no momento. Depois de saborear alguns dos pratos salgados, minha boca pedia por algo doce e úmido. Algum líquido que me ajudasse a empurrar a comida seria bem vindo, mas... onde haveria algum? "Por que cálices vazios se não há nada para beber?", pensei comigo mesmo. "Como seria ótimo um copo daqueles sucos de uva que meu avô comprava, em uma garrafa verde. Forte e adocicado."

Eu estava prestes a abocanhar uma fatia da torta de frutos silvestres quando percebi que a taça mais próxima de mim já não exibia o fundo, e sim um líquido roxo e brilhante. Eu a ergui até a altura da boca e tomei um primeiro gole. Era o suco de uva forte e adocicado da garrafa verde, o que me trazia tantas memórias da minha "vida passada". Outro sorriso tímido surgiu em meu rosto enquanto eu o bebia. Após terminar a taça, me contentei com uma fatia pequena de torta e um morango, mas ironicamente a fruta que o acampamento mais produzia era justamente a que menos me agradava. Limpei o gosto com mais um gole do líquido que aparecera novamente e me levantei, agora saciado e pronto para mil batalhas.
Luke Scott
Filhos de Tânatos
Mensagens :
158

Localização :
Por aí

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Refeitório

Mensagem por 085-ExStaff em Qua 09 Abr 2014, 21:29



           

           
Avaliação


           
Luke Scott — Bom post com belas descrições, nem preciso dizer que conseguiu atingir os pontos necessários para ficar FULL HP/MP. Parabéns e continue com o bom trabalho.

Recompensa: Full HP/MP.

Aguardando atualização.

Atenciosamente, capiroto grego.

~ Atualizado por Hermes ~


           
valeu @ carol!
           

           
085-ExStaff
Indefinido
Mensagens :
169

Localização :
Castelo do Sub-mundo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Refeitório

Mensagem por Raven M. Darkwood em Qui 10 Abr 2014, 19:52


Já era uma oito da noite quando fui jantar, eu tinha ficado o dia todo envolvida nas atividades do acampamento, então estava faminta. Quando cheguei ao Refeitório sentei-me na mesa do chalé 20 e comecei a jantar. Nós então entramos em fila junto a outros semideuses em frente ao braseiro de bronze no centro da configuração, quando chegou minha vez fiz como sempre fazíamos antes das refeições, peguei metade da comida e joguei nas chamas, uma frango grelhado, um pouco de salada e arroz, e orei silenciosamente “ Para você Deusa Hécate, guie sempre meus caminhos” e voltei a minha mesa.
Naquela noite eu estava especialmente faminta, comi dois grandes pedaços de frango grelhado, salada e arroz grego, e para beber tive minha bebida favorita suco de uva. Todos na mesa estavam contando historias de suas aventuras, alguns haviam fugido de casa (o que é normal para semideuses), outros contavam de como mataram monstros e salvaram relíquias em suas missões, mas eu fiquei em silencio, não havia muitas histórias para contar, nunca tinha derrotado um monstro importante, nunca estive em uma missão, então fiquei calada e jantei silenciosamente, até que algo me chamou a atenção, uma das meninas sentadas ao meu lado comentou algo que quase me vez engasgar.

-... Eu estive na ilha de Circe e vou te contar é um ótimo spa e escola....- ela falava se gabando.

-Me desculpe- eu a interrompi- mas como chegou lá, não fica em uma ilha remota do mundo?

-Fica no mar de monstros - eu engoli em seco o suco de uva quando ela disse isso, eu mal imaginava enfrentar outro monstro, imagina um mar deles - Mas é accessível sim, se tiver sorte a própria deusa Circe terá a honra de ficar com você como discípula, mas eu não quis não consigo ficar isolada numa ilha. Mas em compensação ela me ajudou com meus feitiços.

Depois da conversa voltamos a comer novamente, e quando acabamos levamos os pratos na janela da cozinha e saímos para ir para a fogueira, onde haveria uma grande leitura de Poesia do Chalé de Apolo.
Raven M. Darkwood
Filhos de Hécate
Mensagens :
14

Localização :
Acampamento Meio Sangue, Chalé 20

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Refeitório

Mensagem por 085-ExStaff em Qui 10 Abr 2014, 22:48




Avaliação


Raven M. Darkwood — Vejo que está pegando as dicas que está recebendo e está evoluindo cada vez mais – se comparado ao tempo de sua entrada aqui, está de parabéns Raven. Diminui o ritmo com as vírgulas, corrigiu a ortografia e criou um bom banquete parabéns, continue com o bom trabalho.

Recompensa: FULL HP/MP.


Atenciosamente, capiroto grego.

valeu @ carol!

085-ExStaff
Indefinido
Mensagens :
169

Localização :
Castelo do Sub-mundo

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Refeitório

Mensagem por 078 - ExStaff em Sex 11 Abr 2014, 00:15

Atualizado.
078 - ExStaff
Deuses
Mensagens :
695

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Refeitório

Mensagem por Raviel Vega em Ter 15 Abr 2014, 21:48

Aparentemente todas as desventuras que me afligem costumam chegar perto do horário do almoço, portanto chego ao refeitório um tanto atrasado. Quase todos já terminaram de comer. As grandes mesas estão em sua maioria vazias, excetuando cerca de uma dúzia de campistas de diversos chalés.

Temo não encontrar mais o que comer, mas felizmente consigo um prato com um pouco de macarrão ao molho, já um pouco frio, acompanhado de um copo de suco de maracujá. Sento-me na mesa destinada ao chalé de Athena, mas nenhum de meus irmãos se encontra no local. Apesar de me poupar de dar satisfações, a solidão me traz um leve incômodo. A refeição fria, solitária e silenciosa acaba minando meu apetite.

Encerro meu almoço com quase metade da massa intocada. Recolho meu prato e caminho até o braseiro de bronze no centro do refeitório. Despejo os restos da refeição na fogueira, enquanto faço uma breve prece a minha mãe. Encaro as chamas por alguns instantes, pensando... não sei bem no quê. Provavelmente ficaria um bom tempo ali, mas a movimentação das harpias da limpeza me devolve à realidade. Sigo em direção ao meu chalé, buscando algo para fazer com o restante do meu dia.
Raviel Vega
Filhos de Athena
Mensagens :
45

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Refeitório

Mensagem por 078 - ExStaff em Qua 16 Abr 2014, 13:58

Raviel: + 10 HP/MP 

Atualizado.
078 - ExStaff
Deuses
Mensagens :
695

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Refeitório

Mensagem por Fernand B. Oster em Sex 18 Abr 2014, 02:15


Counting stars


Fernand estava realmente cansado de seus últimos treinamentos e missões. Ambos eventos exigiram o máximo dele em batalhas e conflitos, o que fez com que sua saúde física e mental ficasse realmente abalada. Após voltar e se livrar desses acontecimentos, ele teve que passar um longo tempo na enfermaria, onde fora cuidado pelos curandeiros do acampamento, assim tratando seus ferimentos e machucados. Assim que saiu do local, teve que repor suas energias de alguma forma e descansar, pra preparar-se para uma nova série de missões e treinamentos, algo nomal na vida dos semideuses. Assim, ele fora diretamente para o Refeitório, onde faria uma boa refeição e se recuperaria bem, aproveitando um momento de descanso que havia para ele.

Ao chegar lá, encontrou vários campistas, alguns conhecidos, outros não. Sentou-se rapidamente, sem cumprimentar ninguém, na mesa do chalé dos filhos de Ares, que estava bastante lotada. Ao sentar, lembrou rapidamente que, para que a comida que ele desejava aparecer em seu prato, ele deveria imaginá-la. Bom, o que seria ótimo comer naquele dia? Não poderia ser algo muito pesado, já que ele estava se recuperando. Bom, o que restava era comer algo saudável mas com coisas que ele gostava. Fernand fechou os olhos e imaginou. Ao abri-los, ali estava seu prato: uma porção de arroz, com batata frita, salada e bife de frango, juntamente com um copo de suco de laranja natural. Ele sorriu vagamente, pegando os talhares e preparando-se para comer, já salivando bastante. Os outros conversam alto, riam bastante, comiam como se não houvesse amanhã, mas ele não se importava. Apesar de ser filho do deus da guerra, não era um brutamontes como os demais. Era quieto, no seu canto. Não mexia com os outros e só falava com eles por questão de respeito, apenas isso.

Foi comendo devagar, mastigando lentamente, como sua mãe havia ensinado. Bebericava o copo a cada quatro garfadas, sentindo o sabor de tudo e notando que aquilo realmente estava muito bom. Ao terminar, respirou fundo e preparou-se para ir embora, deixando no seu prato sempre o resto de alguma coisa pra realizar uma oferenda para seu progenitor. Levantou-se e levou o resto de comida para a fogueira que havia ali, derramando o resto e fazendo uma breve prece para Ares. Abriu os olhos, piscou e logo foi embora, em direção ao seu chalé, onde iria descansar mais, para repor ainda mais suas energias.

Fernand B. Oster
Filhos de Ares
Mensagens :
320

Localização :
Atrás de você. u_u

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Refeitório

Mensagem por 078 - ExStaff em Sex 18 Abr 2014, 15:28

Fernand: + 10 HP/MP

Atualizado.
078 - ExStaff
Deuses
Mensagens :
695

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Refeitório

Mensagem por Fernand B. Oster em Dom 20 Abr 2014, 20:50


Refeitório


O acampamento estava bem silencioso, afinal era noite. O céu estava bem estrelado, sem nuvens, fazendo a lua cheia brilhar intensamente e iluminar bem o local junto com as tochas. Não havia mais atividade alguma, já que todos os afazeres dos semideuses e criaturas mitológicas sempre terminavam antes de anoitecer, a não ser aqueles que ficavam de vigilha ou tinham alguma missão secreta - ou ilegal - ordenada por Quíron. Também havia as harpias, as guardiãs do local, que estavam sempre atentas aos movimentos, sejam eles quais forem. Tudo estava normal: nenhum monstro havia sido encontrado dentro das terras do acampamento nem nenhum campista maluco tentou se matar. Todos estavam em harmonia, não haviam muitos resquícios de inimizade. Mas, se tudo estava normal, algo de muito errado estava acontecendo. E bota errado nisso. Porém, esse não é o meu foco hoje.

Normalmente quando chega a noite, todos os campistas reúnem-se em um refeitório onde realizam sua refeição para a noite. Essa sempre é a última atividade do dia, e dessa vez não seria igual. Fernand, o mênade, estava em seu chalé junto com seus meio-irmãos aguardando a janta, que começaria logo logo. Ele, como não se enturmava com o resto do chalé - talvez por seu jeito amigável e normal diferente dos demais - estava sentado em sua cama esperando o tempo passar. Ao lado dele, dois de seus irmãos pensavam no que iriam comer. Um falava sobre comida mexicana; outro, sobre pimentas e bifes. Mais ao lado, uma de suas irmãs e outro irmão falavam sobre tatuagens, um assunto tão legal para se discutir. "Olha, você sabe que eu amo caveiras. Tenho quatro tatuadas" "É mesmo? Eu amo espinhos. Espinhos são tudo" E mais discussões - talvez bem parecidas com as citadas acima - enchiam o chalé de falas altas, gritos e algumas briguinhas que se resolveriam num piscar de olhos. Mas enfim, antes que Ferd começasse à morrer de tédio, um de seus colegas de quatro, o monitor de chalé talvez, entrou apressado no local e avisou-os que a janta havia começado. O mênade pôs-se de pé e logo saiu do chalé, indo apressado para o refeitório pois estava com fome.

Ao chegar lá, sentou-se na mesa de seu chalé e logo imaginou o que ele iria comer. Bom isso é estranho: para seu prato aparecer, você deveria imaginar o que queria comer. Coisa de semideus, ou coisa de louco. Isso lembrava um pouco os filmes de Peter Pan para Fernand, um filme muito bom. Mas, voltando ao refeitório, o filho de Ares fechou os olhos e logo imaginou o que queria comer, e logo apareceu. A discussão sobre pimentas e bifes ainda estava em sua cabeça, resultando em um prato um pouco estranho: massa, um bife, uma pimenta e algum tipo de salada que ele nunca tinha visto igual. Ao lado, um suco de uva em um copo estava servido. Ok, aquilo seria legal. Ferd pegou os talheres e logo deu algumas garfadas, juntando um pouco de tudo e bebericando o suco algumas vezes. Não demorou muito para que ele terminasse a refeição e concluísse que, quando você presta muita atenção em conversas toscas de filhos de Ares, você fica com aquilo na cabeça. Tudo estava ótimo, menos a pimenta - que ele tocou em uma filha de Afrodite, Lexis, e isso irritou-a - mas isso não era tão importante. Ao finalizar a janta, ele pegou os restos do seu prato e tocou na fogueira, fazendo uma pequena prece para Ares. O que ele havia pedido? Nem Fernand realmente sabia. Em seguida, pegou suas coisas e retornou ao chalé, onde se prepararia para uma boa noite de sono. Tudo estava bem, afinal.









Fernand B. Oster
Filhos de Ares
Mensagens :
320

Localização :
Atrás de você. u_u

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Refeitório

Mensagem por 078 - ExStaff em Dom 20 Abr 2014, 23:06

Fernand: + 25HP/MP e + 15HP/MP (em seu outro post eu considerei 10hp/mp o máximo a ser recuperado. Desculpe)

Atualizado.
078 - ExStaff
Deuses
Mensagens :
695

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Refeitório

Mensagem por Bruno Flareon em Sex 25 Abr 2014, 12:15

Ontem cheguei no acampamento e tinha passado a minha primeira noite no quarto dos indefinidos no chalé de hermes.
Fui para o refeitório e ao chegar lá fui direto fazer meu pedido.
-Eu quero panquecas e um café com leite.
-Claro, está aqui. Disse a ninfa que me atendeu.
Peguei a bandeija e saí, mas não sabia onde sentar, procurei direito e achei a mesa dos inderteminados, apenas sentei e comecei a comer minha comida de cabeça baixa, sem falar com os outros.
Bruno Flareon
Indefinido
Mensagens :
3

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Refeitório

Mensagem por 078 - ExStaff em Sex 25 Abr 2014, 19:48

Bruno, os posts aqui devem ser feito para recuperar HP/MP perdido, não acrescentar à sua ficha (isso acontece automaticamente quando você ganha níveis). No seu caso, seu HP/MP está full, então não tem o que recuperar.
078 - ExStaff
Deuses
Mensagens :
695

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Refeitório

Mensagem por Simon Hattford em Dom 04 Maio 2014, 21:43

Refeitório.


O véu da escuridão já estava sobre o Acampamento, o jantar já havia sido servido, cheguei um pouco atrasado por causa da missão que havia acabado de terminar, estava cansado, e com alguns arranhões, porém estava limpo e cheiroso, como sempre. O refeitório era um espaço colossal, rodeado por enormes colunas de mármore, grandes mesas, e tochas acesas durante à noite o que dava um certo "ar" medieval, isso me causa uma emoção indescritível, eu adoro, assim como todos os outros locais do Acampamento.


Me sentei em minha respectiva mesa me acomodando, e rapidamente uma ninfa veio me servir, a comida dali só não era melhor do que a da minha mãe, comi tudo rapidamente, pois estava faminto. Logo as nada amigáveis harpias viriam buscar meu prato e dos outros campistas, por isso já ia me levanta, quando de repente lembrei que havia trago minha mochila comigo, e dentro dela o Elixir de Energia (médio) . Abri e tomei, tinha um sabor melhor do que eu esperava, era a primeira vez que estava ali. Tudo ainda estava muito novo para mim, tudo diferente, era um novo mundo, novas pessoas, eu tinha novos planos, meus planos de vista e meus ideias eram outros assim que eu havia acabado de entrar ali, mitologia para mim não era mais apenas mito. Quando acabei de tomar o elixir senti uma enorme revitalização, um energia emanando no meu corpo, me senti totalmente renovado.

Assim, satisfeito com tudo, apenas o que me restava era me recolher, pois aquele dia havia sido cansativo e eu sabia que era o primeiro de muitos por vim.


:
♦ Elixir da Energia (médio): Recupera 30HP.
Simon Hattford
Filhos de Apolo
Mensagens :
14

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Refeitório

Mensagem por 078 - ExStaff em Dom 04 Maio 2014, 23:51

Simon Hattford: +20MP. 

Aqui dá para você recuperar até 25 HP/MP. Seu elixir recupera somente HP, e o seu está full. Neste tópico você cura seu personagem, não aumenta o total de HP/MP; para isso, deve ganhar nível que automaticamente terá um aumento nos status.
078 - ExStaff
Deuses
Mensagens :
695

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Refeitório

Mensagem por Willian Mason em Seg 05 Maio 2014, 09:34








Cure


Naquele dia comecei a ouvir as vozes, que me falavam coisas sobre meu destino, do dia em que eu me tornaria de um sujeito ordinário, a um sistemático assassino...






A noite arrastava-se pelo acampamento. Quase todos os campistas já estavam em seus chalés, preparando-se para a refeição, para logo depois irem às fogueiras. Eu não iria naquela noite. Minha mente vagava, e eu me distraía, sem me preocupar com nada ao meu redor. Havia conseguido a fúria dos deuses, e teria de partir em uma missão – provavelmente suicida – para me redimir. E isso apenas porque havia conseguido o afeto de uma das divindades. Não sentia medo, mas também não me sentia bem. Algo me alertava de que o resultado daquela missão iria alterar minha vida para sempre. E aquela poderia ser minha última refeição no acampamento.

Quando a trombeta de caramujo soou, o chalé de Ares se colocou em fila e juntos fomos até o pavilhão do refeitório. A mesa de Ares rapidamente se lotou de gente barulhenta, discutindo sobre um monte de coisas. Normalmente eu estaria envolvido em alguma daquelas discussões, ou arranjando uma briga, mas não naquele dia. Naquele, eu só queria ficar em paz. As ninfas não demoraram para servir a comida. Eu havia pedido churrasco, e pedaços suculentos e saborosos de carne agora lotavam meu prato.

Fui até o brasão de oferenda aos deuses. Joguei um bife sobre o fogo para Ares, e outro para Dionísio, como sempre fazia. No entanto, diferentemente das demais vezes, o bife mais suculento foi oferecido à outra deusa. – Psiquê, obrigado. Me guie em minha missão. – E voltei para a mesa. Dei algumas garfadas em minha comida, mas não estava com muito apetite. Sentia-me... morto. Como se não existisse, realmente. Precisava de uma prova de que era real, uma prova do que havia feito.

Ignorando o copo mágico sobre a mesa, retirou de seu bolso o cantil de vinho. Hesitou por muito tempo antes de finalmente virar a bebida, que ao tocar os lábios do garoto trouxe as lembranças. Eu estava em uma boate qualquer, não me lembrava qual era. Muito antes de me tornar um mênade, minha fúria era incontrolável naquela época. Não lembro o que o rapaz fez, mas por algum motivo eu estava sobre seu corpo, enchendo-lhe de pancadas. Pouco tempo depois, fui retirado pelos seguranças, mas era tarde demais. O homem estava morto, mesmo sem eu ter nenhuma intenção de matá-lo.

Voltei à realidade, respirando rapidamente e suando. Guardei o recipiente em meu bolso, e senti meus batimentos acelerarem. Comi à força e rapidamente o restante da minha comida, apenas para que eu pudesse ir embora. Com a desculpa de que não estava me sentindo bem, fui ao meu chalé, me preparar para a missão.


Observações, leia!:
Eu estou com 275 MP e HP full graças aos meus posts na enfermaria, que não foi atualizada ainda, então esse post é apenas para terminar de curar minha MP. 15 pontos foram restaurados pela combinação do vinho do meu cantil com o poder benevolência alcoólica. Geralmente eu me curaria em 30 pontos com isso, mas graças à maldição, foi reduzido para a metade.
Itens Usados:
♈ Cantil Mágico [Cantil atribuído com a benção de Dionísio; contém vinho inacabável e recupera 10HP/EN por missão] [Presente de Dionísio]
Poderes Usados:

Passivos


Level 01 ~ Benevolência alcoólica ~ Ao ingerir alguma substância como vinho, suco de uva ou qualquer outro meio retentor da fruta, adquirirá maior resistência perante os ataques de seu inimigo, assim como terá sua agilidade e força aumentadas. Sua vida e energia aumentarão em vinte pontos. {Duas vezes por missão e dura três rodadas}


Especial


Deadly Nightmare [Maldição que foi lançada pelos deuses em Willian, pelas mortes de mortais que o filho de Ares na missão " Lutando contra a derrota". Todas as vezes que o garoto tentar descansar de forma a aumentar sua MP, ele se lembrará das mortes de todos os mortais que já matou, de forma que o obrigue a gastar uma rodada inteira para usar qualquer poder Passivo ou Ativo que tenha relação em aumentar sua MP. Mesmo assim, as lembranças serão tão fortes que farão com que o semideus consiga recuperar apenas metade da quantidade de MP que o poder citar, mesmo que seja um dos poderes de Mênade, já que Dionísio foi obrigado a acatar a ordem de seu pai Zeus. A maldição acabará apenas quando o semideus se redimir perante aos deuses. [By Ares, pela missão "Lutando contra a derrota"]




Willian Mason
Mênades
Mensagens :
191

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Refeitório

Mensagem por 078 - ExStaff em Seg 05 Maio 2014, 13:13

William Mason: + 25MP

Atualizado.
078 - ExStaff
Deuses
Mensagens :
695

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Refeitório

Mensagem por Dylan C. Wood em Ter 13 Maio 2014, 01:31



Refeitório
Comida <3
 
Já avia se passado uma semana após minha chegada ao acampamento e bem eu ainda não conhecia toda a propriedade do mesmo, como não tinha nada para fazer tirei o dia para andar pelo acampamento, mas não sabia a imensidão que o mesmo possuía, bem eu acho que percebi quando o sol já avia partido e agora quem reinava soberana no céu era a majestosa, lua.
Ainda andando pelo acampamento, um barulho alto ecoa da minha barriga, um alto ronco sai do meu estomago avisando a minha necessidade de comida, acho que além da hora eu me esqueci de comer por sorte e graças aos deuses eu estava perto da grande colina que era nada mais nada menos que o refeitório do acampamento, o lugar onde as mais deliciosas iguarias eram servidas e apreciadas por todos os moradores do local.
Apesar do meu pouco tempo aqui, o primeiro local que me foi apresentado foi o majestoso e pomposo refeitório, grandes mesas de madeira vestidas com toalhas brancas e roxas, grandes colinas de mármore, tochas iluminando o local a noite, cada chalé tinha sua mesa e pelo que eu percebi outros campistas não podiam se sentar em outras mesas a não ser a pertencente a seu chalé, ou seja, tudo poderia ser grande mas era tudo bem organizado.
Mas o mais belo do local era a grande fogueira que ficava no meio das mesas, onde os campistas faziam oferendas a seus pais e aos outros deuses. Devido minha proximidade ao local chego a alguns passos apenas ao grandioso refeitório já indo a mesa do meu chalé, o local como sempre estava completamente cheio, sons dos mais diversos, risadas, brigas, confraternização ao nível máximo.
As ninfas passavam graciosamente entre as mesas com as bandejas lotadas de comida, meus irmãos estavam conversando amigavelmente comigo, esbanjando sorrisos e perguntas do tipo “como você esta?” ou “Como foi seu dia?”, eu obviamente respondendo todas e devolvendo as perguntas de forma educada, rapidamente me sirvo com um pouco de folhas e sopa de legumes, não como carne sou vegetariano desde sempre, não suportaria saber que um animal foi morto só para saciar um desejo por carne que poderia ser suprido por outras coisas.
Bebo um pouco de suco de laranja, após a sopa me sirvo com três fatias de bolo de milho, uma fatia para mim e as outras duas para oferecer a minha mãe na fogueira, me levanto da mesa me despedindo dos meus irmãos, jogo o alimento na fogueira fazendo uma pequena prece a minha mãe e saio do refeitório com a fome saciada.

COM: Alguém ONDE: Aqui VESTINDO: Isso POST: 000

@Lilah
Dylan C. Wood
Filhos de Deméter
Mensagens :
5

Localização :
Chalé 4

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Refeitório

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 02:58

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 4 1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum