Percy Jackson e os Olimpianos RPG BR
Bem vindo ao maior fórum de RPG de Percy Jackson do Brasil.

Já possui conta? Faça o LOGIN.
Não possui ainda? Registre-se e experimente a vida de meio-sangue.

Cachoeira ♠ Local Público Oficial ♠

Página 2 de 21 Anterior  1, 2, 3 ... 11 ... 21  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Cachoeira ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Jeff Smith em Ter 03 Dez 2013, 13:30

Relembrando a primeira mensagem :

- JESUS CRISTO!
A reação dela foi além do que eu esperava, mas ela logo começou a dar risada e se apresentou
-Oi, sou Jenna Lennon Mc'Cartney, filha de Hermes e... -ela fez uma pausa - e acho que do Cloud.
- Oi Jenna. Meu nome é Jeff Smith, sou filho de Athena. Mas como assim, vc tem dois pais??
Jeff Smith
Filhos de Athena
Mensagens :
89

Localização :
TARDIS

Voltar ao Topo Ir em baixo


Re: Cachoeira ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por John A. Donuts em Qui 12 Dez 2013, 10:54

Um tal de
Leo?

O Garoto sorriu  docemente. Como ele poderia sorrir de uma situação daquela? Ajeitou sua franja e o olhou ainda sem expressão
Hm... sem problemas. Eu estava distraído, também. — respondeu — Você está bem? Está com cara de quem não teve um bom dia, ou então está muito cansada. — Ele ajeitou a camisa do acampamento, e Ray dobrou as mangas da camisa. — E desculpe-me por qualquer coisa. Eu devia estar prestando mais atenção. O meu nome é Leo. E o seu? — Ele mudou seu sorriso, tornando-o mais simpático. "É nesse momento que você sorri, Ray" Lembrou-se e retribuiu o sorriso do menino da melhor maneira que conseguiu
— Sou Ray —  Apresentou-se. — Na verdade — falou, gesticulando com a mão — Foi um dia normal — respondeu a primeira pergunta do garoto. Voltou à sua expressão tediosa, em pé na frente de Leo. Colocou sua bolsa no chão e esperou a próxima ação do rapaz de olhar brilhante
John A. Donuts
Filhos de Athena
Mensagens :
640

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cachoeira ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Orion Feuerschütte em Qui 12 Dez 2013, 12:34



i use to love you
but now you treat me like a stranger and that feels so rough
and now you're just somebody that i used to know

tagged: everybody wearing: this! thank you lari @ cg

''Também nunca pensei muito nisso de "Felizes para sempre", mas com você assim tão perto de mim... Isso é tudo em que eu consigo pensar.''

Nossos lábios encontraram-se e tudo que eu conseguia pensar era um misto de confusão, alegria e ''Ele me beijou...Ele me beijou..Uhul''.

Afastei-me um pouco, logo depois dele ter me beijado, talvez sem reação ou ao menos algo pra falar falei o que qualquer garota não muito bem falaria.
'' Você não devia ter feito isso...''

Orion Feuerschütte
Filhos de Deméter
Mensagens :
151

Localização :
Hell

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cachoeira ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Joe Bullock em Qui 12 Dez 2013, 22:31

Deveria ter me segurado um pouco mais, o que me passou pela cabeça de tomar essa atitude eu não sei, só sei que não conseguia controlar o que eu senti por aquela garota.

- De... desculpe, desculpe não sei o que me deu, eu nunca me senti assim antes com ninguém sinto muito se passei dos limites.

eu devia estar completamente ruborizado e sem reação mas não conseguia deixar de olhar os olhos verdes hipnotizantes daquela garota.
Joe Bullock
Filhos de Hefesto
Mensagens :
297

Localização :
Acampamento Meio Sangue

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cachoeira ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Ianna D. Belikov em Seg 23 Dez 2013, 20:31


in this jungle you can't run
Rolei na cama pela vigésima vez naquela noite, mas a insônia continuava a me incomodar. Sinto muito, Quíron, toque de recolher não funciona comigo. Levantei e fui em direção ao banheiro, coletando algumas peças de roupas nos baús de irmãs minhas pelo caminho. Acredito que elas nem sentiram falta, para dizer a verdade. Tudo bem.

♦-♦-♦-♦-♦

Acabei com um belo vestido curto de cor azul e uma jaqueta pesada. Mesmo que o clima no Acampamento fosse controlado, estávamos na época em que Dionísio permitia que alguma neve nos surpreendesse. Meus pés estavam descalços, por força do hábito. Peguei um par de adagas, presente de uma amiga que talvez ainda estivesse chateada comigo devido à uma pegadinha da TV Hefesto, e coloquei-as em um suporte que podia ser preso à minha coxa. Nunca se sabe quando um monstro está por aí, certo? Aprendi isso da pior forma, então nunca andava desarmada. Gosto de ser prevenida, na verdade. Saí do chalé e fui em direção a um dos locais que mais adorava ali, a cachoeira. Eu conseguia sentir uma paz interior se instalar em mim quando meditava naquele local, e eu precisava mesmo de paz. As imagens da praça ainda rondavam minha cabeça, deixando-me completamente atônita.

♦-♦-♦-♦-♦

A luz da lua estava encoberta por algumas nuvens que deixavam flocos brancos e pequeninos escaparem, derretendo na superfície turbulenta do rio lá embaixo. Suspirei e sentei-me ali, retirando a jaqueta e permitindo que a brisa gélida beijasse minha pele. As imagens passavam diante de meus olhos em um turbilhão, desde o momento em que cheguei na praça até a tempestade carregada de poder. O que acontecera? Por que tanto ódio? E Josh, que simplesmente desaparecera e me deixara ali, à mercê de qualquer "amigo" de Anne? Respirei fundo, livrando-me daquilo tudo. A única coisa que precisava era do som da água corrente.

Itens e poderes:
▬ Armas:
♦ Gauth [Adagas gêmeas feitas especialmente para Andy. As armas adaptam-se perfeitamente à forma da semideusa de lutar, e mesmo que sua perícia não seja esta, alguns dos ataques com as lâminas poderão dar danos maiores se estes forem bem explicados. Os cabos possuem as letras "A&G" entalhadas. Os detalhes são pequenos caduceus entrelaçados a algumas roseiras, perfeitamente esculpidos nos cabos.][Presente da Rafa, sua amada ♥] [Presas em um suporte na coxa da semideusa]

▬ Poderes Passivos:
-x-

▬ Poderes Ativos:
-x-

▬ Observações:
-x-
"Conhecerás a ti mesmo..."
@lilah
Ianna D. Belikov
Mênades
Mensagens :
747

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cachoeira ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Charlie Butzke em Seg 23 Dez 2013, 21:53



Any given night

Post um – Chlöe


O tempo estava ruim, com nuvens densas escondendo o céu estrelado. A noite, obviamente, já caíra sobre o Acampamento, e um vento frio açoitava o lugar cruelmente. O momento não poderia ser mais inapropriado para uma caminhada. Dissesse isso para Enzo, que já estava há tempos fora do chalé. Ele olhou por cima dos ombros, certificando-se que não estava sendo seguido, e se embrenhou no bosque.

O metal frio tocava o pulso do garoto, dando-lhe arrepios ora ou outra, embora não o incomodasse. Vagou arvoredo adentro por uns instantes prazerosamente, desfrutando do tempo sozinho, da falta de companhia. Em certos momentos aquela solidão era boa, ao menos para Enzo. Ele podia olhar para si mesmo e se observar, acabar com as confusões de sua mente; confusões essas que tornaram-se costumeiras após conhecer o mundo mitológico, mesmo após tanto tempo. Mas algo mais havia nele... Um eu selvagem que buscava tomar o controle. Acreditava que aquilo fosse comum entre os semideuses.

Enzo, depois de caminhar por um tempo, parou, olhando para frente, para a cachoeira. Mas não só isso. A não ser que estivesse vendo coisas ou algum fantasma houvesse escapulido do chalé de Melinoe, uma garota estava ali no lugar também. Como estava de costas, ele só pôde ver sua silhueta – bem delineada, por sinal.

Recostou-se numa árvore e cruzou os braços, erguendo o olhar ao céu.

— Aprecio as estrelas, apesar de não ser lá o melhor dia para se fazer isso — disse, dirigindo-se à garota. Aparentemente só eles estavam por ali, afinal. — Elas são bem atenciosas.

Armas:
♦ Chranne [Pulseira de bronze celestial. Nela, está escrito os dizeres 'Chranne' que, quando pressionados, transformam o item em uma luva com três garras, uma para cada pequena depressão entre os dedos do usuário, também feitas de bronze celestial. Assemelha-se à 'arma' do personagem 'Wolverine'.] {Presa ao pulso de Enzo}

Créditos Theta Sigma



Charlie Butzke
Mênades
Mensagens :
487

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cachoeira ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Ianna D. Belikov em Ter 24 Dez 2013, 19:00


in this jungle you can't run
Procurei manter a calma ao ouvir a voz. Era desconhecida, o que me fazia pensar que talvez eu estivesse bastante encrencada. Revirei os olhos e permaneci sentada, aparentemente relaxada, mas formando estratégias em minha mente. Esperava que o rapaz fosse mais fraco do que eu.

▬ Atenciosas? Claro, claro. Mas não vim atrás da atenção de enormes bolas de gás que estão a milhares de quilômetros daqui. E acredito que você esteja quebrando uma das regras principais de Quíron, o toque de recolher. ▬ Quando tive a certeza da estratégia que utilizaria, levantei-me e andei na direção dele, notando seus braços cruzados, o corpo recostado na árvore e um semblante sério. Ora, ora, que interessante. Procurei vislumbrar sua aura a fim de que soubesse o que esperar do rapaz. Fiz questão de que meus olhos fitassem os seus de uma forma compenetrada, queria poder antecipar qualquer um de seus movimentos. Eu não esperava que um aliado de Anne estivesse ali, mas nunca se sabe o que está por vir. ▬ Qualquer movimento brusco e eu aposto que poderia rasgar sua garganta rapidinho, mesmo que Quíron me expulsasse. Portanto, preste bastante atenção no que fará, por favor. ▬ Dirigi um sorriso amável ao garoto. É, eu podia dizer que estava ficando completamente neurótica, o que era bastante ruim. ▬ Caso não se importe, poderia começar falando seu nome e sua afiliação divina, por favor. ▬ Imitei seu cruzar de braços e respirei fundo.

Itens e poderes:
▬ Armas:
♦ Gauth [Adagas gêmeas feitas especialmente para Andy. As armas adaptam-se perfeitamente à forma da semideusa de lutar, e mesmo que sua perícia não seja esta, alguns dos ataques com as lâminas poderão dar danos maiores se estes forem bem explicados. Os cabos possuem as letras "A&G" entalhadas. Os detalhes são pequenos caduceus entrelaçados a algumas roseiras, perfeitamente esculpidos nos cabos.][Presente da Rafa, sua amada ♥] [Presas em um suporte na coxa da semideusa]

▬ Poderes Passivos:
♥ Visão auspiciosa (Nível 19): O filho de Afrodite enxerga a aura da emoção das pessoas ao seu redor. Não é telepatia, ou algo do tipo, mas ele sempre vai saber o estado emotivo das pessoas - ansiedade, raiva, amor, nada escapa de seus olhos. Não detecta pensamentos ou informações específicas, apenas o sentimento geral. Por exemplo, se alguém mentir para eles, não conseguem perceber, mas podem identificar que o locutor está ansioso, mesmo que não identifiquem o motivo. Não pode ser desativado.

▬ Poderes Ativos:
-x-

▬ Observações:
-x-
"Conhecerás a ti mesmo..."
@lilah
Ianna D. Belikov
Mênades
Mensagens :
747

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cachoeira ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Charlie Butzke em Ter 24 Dez 2013, 23:43



Any given night

Post dois – Chlöe


A reação da garota não foi bem o que Enzo julgava amigável, mas não o afetou de alguma forma. Ele manteve-se quieto, calmo, e ouviu as palavras, de certa forma agressivas, observando-a. Encantadora e mortal eram dois adjetivos que poderiam resumi-la, ele achava.

— Enzo. Acho que é melhor começar pelo meu nome — meneou a cabeça, concordando consigo mesmo. — Bem, quanto às regras, nunca me dei muito bem com elas, e acho que você não é tão diferente de mim. Já o meu pescoço, eu agradeceria se ele permanecesse intacto.

O sexto sentido do garoto cansou de avisá-lo sobre o perigo iminente que corria ali, à frente dela, mas ele sustentou aquela calmaria toda. Fosse influência de Nêmesis ou não, ele estava seguro. Saiu do apoio da árvore, endireitando-se, e olhou para a copa da árvore. De lá saiu voando uma coruja, que empoleirou em seu ombro.

— E aí, carinha? — Enzo falou para a coruja, acariciando-lhe a cabeça. Ela pareceu gostar, pois não voou. — Então, senhorita-do-nome-que-eu-não-sei, por que anda quebrando a "principal regra de Quíron"? — perguntou, usando as mesmas palavras que a garota usara outrora, e sorriu. Um sorriso sutil no canto dos lábios.

Coisas significantes:
Armas
♦ Chranne [Pulseira de bronze celestial. Nela, está escrito os dizeres 'Chranne' que, quando pressionados, transformam o item em uma luva com três garras, uma para cada pequena depressão entre os dedos do usuário, também feitas de bronze celestial. Assemelha-se à 'arma' do personagem 'Wolverine'.] {Presa ao pulso de Enzo}

Poderes passivos
Comunicação dos Céus [nível 4] – Os filhos de Éolo podem se comunicar oralmente e mentalmente com qualquer criatura que voe ou possua asas. Porém, você pode apenas conversar com eles; não necessariamente te darão atenção ou farão favores.

Sexto Sentido [nível 10] – Vingadores de Nêmesis possuem um sexto sentido que dizem onde há perigo ou ameaça.

Créditos Theta Sigma



Charlie Butzke
Mênades
Mensagens :
487

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cachoeira ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Ianna D. Belikov em Qua 25 Dez 2013, 20:45


in this jungle you can't run
Enzo? Nome interessante. Minha mente estava completamente atordoada, pensando em milhares de motivos que poderiam levar o garoto até ali. Sabe, igual aos filmes de terror: a mocinha tenta ficar sozinha, um cara qualquer chega no mesmo local onde ela está por pura coincidência, começa a conversar e a tentar fazê-la se sentir calma mesmo com a presença desconhecida e, do meio para o fim, puxa uma faca sabe-se lá de onde e a mocinha acaba com um gigantesco sorriso vermelho onde deveria estar seu pescoço, uma coisa completamente casual. Balancei a cabeça rapidamente expulsando o pensamento e querendo rir de toda a minha paranoia. Quando Enzo desencostou do tronco da árvore e olhou para cima, uma coruja voou e pousou no seu ombro e ele ainda a cumprimentou como se fosse a coisa mais normal do mundo. Claro, eu falava com pombos, mas a culpa não era minha. Decidi que falar com corujas estava dentro de um padrão considerado aceito pela maior parte dos semideuses e dei de ombros, mal prestando atenção às palavras do rapaz. Resolvi ocupar minhas mãos levantando a barra do vestido e retirando o suporte que estava preso ali para jogá-lo no chão logo em seguida. As adagas fizeram um ruído metálico irritante ao se chocarem.

▬ Perdoe-me a loucura. Minha mente está um pouco...Hã... Fértil. Meu nome é Chlöe. ▬ Estendi a mão para ele. ▬ As adagas eram as únicas armas que eu tinha, então eu acho que você está seguro, mesmo que eu saiba que posso lutar muito bem estando desarmada. ▬ Sorri, mas não estava brincando. Dei de ombros. ▬ Não sei ao certo. Eu precisava espairecer e esse lugar sempre me ajudou a colocar os pensamentos em ordem. Se quiser, pode ficar por aí, não pretendo expulsar ninguém e... Acho que não mordo. ▬ Virei-me e voltei calmamente ao lugar onde estava sentada, fazendo menção para que ele me acompanhasse. ▬ Qual é o seu lance com as estrelas? ▬ Virei o rosto para encarar a cachoeira à minha frente e cruzei os braços, esperando não estar sendo intrometida.  

Itens e poderes:
▬ Armas:
♦ Gauth [Adagas gêmeas feitas especialmente para Andy. As armas adaptam-se perfeitamente à forma da semideusa de lutar, e mesmo que sua perícia não seja esta, alguns dos ataques com as lâminas poderão dar danos maiores se estes forem bem explicados. Os cabos possuem as letras "A&G" entalhadas. Os detalhes são pequenos caduceus entrelaçados a algumas roseiras, perfeitamente esculpidos nos cabos.][Presente da Rafa, sua amada ♥] [Atualmente, no chão]

▬ Poderes Passivos:
-x-

▬ Poderes Ativos:
-x-

▬ Observações:
Pode rir do meu post, eu deixo -q
"Conhecerás a ti mesmo..."
@lilah
Ianna D. Belikov
Mênades
Mensagens :
747

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cachoeira ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Charlie Butzke em Qua 25 Dez 2013, 21:55



Any given night

Post três – Chlöe


Os pensamentos da garota vieram todos ao mesmo tempo. Enzo não tinha a intenção, mas não pôde evitar. A bênção de Nêmesis ainda lhe era nova e ele estava experimentando as habilidades. A leitura de mentes era uma, e o que a garota pensava sobre ele chegava a ser engraçado. Mas a possibilidade dela saber da invasão o repreendeu e ele se interrompeu.

Ela ergueu a barra do vestido e o garoto não conseguiu evitar uma olhadela, mas virou o rosto logo em seguida. Ela era atraente, mais do que o comum. Mas as adagas conseguiram desviar sua atenção, antes posta na garota.

Chlöe... Enzo estendeu a mão para retribuir a cordialidade.

— Ah, pretendo não fazê-la usar suas habilidades em combate desarmado. Pode ter certeza — Enzo deu uma risada. Olhou para a coruja sobre o ombro e sorriu, e em seguida a ave voou.

— Não sei ao certo. Eu precisava espairecer e esse lugar sempre me ajudou a colocar os pensamentos em ordem. Se quiser, pode ficar por aí, não pretendo expulsar ninguém e... Acho que não mordo — Chlöe disse, retornando ao lugar que estava quando ele chegara ali. — Qual é o seu lance com as estrelas?

O Vingador caminhou até junto de Chlöe e sentou ali, alguns metros à frente da cachoeira. Abraçou as pernas quando um vento frio tocou-lhe a pele e bagunçou-lhe o cabelo.

— Não sei... Elas parecem acolhedoras — o tom de voz do Vingador pareceu distante, e seus olhos refletiram o acinzentado das nuvens no céu. — E me sinto à vontade também. Vai saber — deu de ombros, virando-se para fitá-la. — Você disse ter vindo espairecer e... Nunca te vi no Acampamento, mesmo que eu não passe muito tempo aqui. Qual é o grande segredo por trás de tudo? — Enzo perguntou em tom de brincadeira, mas de fato nunca a vira por aquelas bandas.

Coisas significantes:
Armas
♦ Chranne [Pulseira de bronze celestial. Nela, está escrito os dizeres 'Chranne' que, quando pressionados, transformam o item em uma luva com três garras, uma para cada pequena depressão entre os dedos do usuário, também feitas de bronze celestial. Assemelha-se à 'arma' do personagem 'Wolverine'.] {Presa ao pulso de Enzo}

Poderes passivos
Comunicação dos Céus [nível 4] – Os filhos de Éolo podem se comunicar oralmente e mentalmente com qualquer criatura que voe ou possua asas. Porém, você pode apenas conversar com eles; não necessariamente te darão atenção ou farão favores.

Sexto Sentido [nível 10] – Vingadores de Nêmesis possuem um sexto sentido que dizem onde há perigo ou ameaça.

Créditos Theta Sigma


Charlie Butzke
Mênades
Mensagens :
487

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cachoeira ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Ianna D. Belikov em Qui 26 Dez 2013, 13:41


in this jungle you can't run
Virei-me para o rapaz novamente, prestando mais atenção às suas feições. De fato, eu não o vira no Acampamento durante o longo período que passara lá antes de seguir Dammyen e ir para Toronto. Ao mesmo tempo, o quanto ele saberia a respeito do que havia acontecido na praça? Teoricamente, Quíron sabia. Mas quais eram as informações que o centauro havia passado adiante? Pigarreei ao perceber que ainda estava olhando para Enzo enquanto minha mente trabalhava.

▬ Não sei se você sabe a respeito do que houve em Washington. Semideuses poderosos lutando entre si, humanos tendo que ser evacuados para que uma fatalidade não ocorresse, coisas assim. ▬ Fitei os olhos dele, acreditando na aparente compreensão explícita ali. ▬ Eu servi de espiã nesse acontecimento, delatando a localização de uma semideusa para um filho de Zeus. Ele armou uma emboscada e a moça acabou morrendo. ▬ "E não só ela", queria acrescentar, mas queria saber a reação dele à minha fala. Dei de ombros. ▬ O único problema é que ela possuía amigos poderosos que talvez a vinguem. E eu não quero morrer. ▬ Olhei para o chão, ouvindo somente o som da água corrente por alguns instantes. ▬ Acho que ninguém quer. ▬ Meu tom de voz era tão distante quanto o dele ao falar das estrelas acolhedoras.  

Itens e poderes:
▬ Armas:
♦ Gauth [Adagas gêmeas feitas especialmente para Andy. As armas adaptam-se perfeitamente à forma da semideusa de lutar, e mesmo que sua perícia não seja esta, alguns dos ataques com as lâminas poderão dar danos maiores se estes forem bem explicados. Os cabos possuem as letras "A&G" entalhadas. Os detalhes são pequenos caduceus entrelaçados a algumas roseiras, perfeitamente esculpidos nos cabos.][Presente da Rafa, sua amada ♥] [Atualmente, no chão]

▬ Poderes Passivos:
-x-

▬ Poderes Ativos:
-x-

▬ Observações:
Pode rir do meu post, eu deixo -q
"Conhecerás a ti mesmo..."
@lilah
Ianna D. Belikov
Mênades
Mensagens :
747

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cachoeira ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Charlie Butzke em Qui 26 Dez 2013, 23:23



Any given night

Post quatro – Chlöe


Um silêncio momentâneo caiu entre eles, e Enzo percebeu que Chlöe o fitava, talvez de forma avaliadora. Por um momento pensou em ler a mente da jovem, mas não o fez. Mesmo que a habilidade fosse tentadora, não poderia, agora, usá-la como bem entendia e em qualquer pessoa. Contentou-se em estampar só um sorriso curto.

A pergunta anterior de Enzo fora uma brincadeira, mas ainda assim Chlöe contou. Contou o porquê de tanta preocupação e, possivelmente, o porquê de querer desanuviar os pensamentos.

— O único problema é que ela possuía amigos poderosos que talvez a vinguem. E eu não quero morrer — dissera ela, baixando os olhos. — Acho que ninguém quer.

Naquele momento o Vingador queria poder dizer algo reconfortante e fazê-la se sentir melhor, mas nunca fora bom com as palavras. Fez uma careta.

— Deu para perceber. A tempestade — Enzo apontou para o horizonte, lá onde as nuvens eram mais escuras e tempestuosas. — Como se já não bastassem os monstros, os semideuses decidiram matar uns aos outros. Incrível — revirou os olhos. — Mas não acho que precisa se preocupar. O Acampamento é seguro. E esses "amigos poderosos" correm bem mais perigo com você por aí — deu uma risada descontraída, findando a tensão de outrora.

O garoto não era lá o campista mais experiente, mas tentou reconfortá-la de alguma forma. Para mudar o rumo da conversa, optou por questioná-la sobre a primeira coisa que lhe veio à mente.

— O que você gosta de fazer no Acampamento? Às vezes isso aqui fica tão chato que sinto saudades das visitas à minha vó.

Coisas significantes:
Armas
♦ Chranne [Pulseira de bronze celestial. Nela, está escrito os dizeres 'Chranne' que, quando pressionados, transformam o item em uma luva com três garras, uma para cada pequena depressão entre os dedos do usuário, também feitas de bronze celestial. Assemelha-se à 'arma' do personagem 'Wolverine'.] {Presa ao pulso de Enzo}

Créditos Theta Sigma


Charlie Butzke
Mênades
Mensagens :
487

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cachoeira ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Nina A. Mutt em Sex 27 Dez 2013, 02:48

Insônia #1


Zeus e todos os outros deuses estavam de péssimo humor e Nina sentia que em parte a culpa era dela e do monte de pó falante que habitava os confins de sua alma, mas não era isso que a incomodava, sim o fato de estar morrendo de frio e tendo aqueles sonhos confusos – coisa de semideus. Não sabia que horas eram, só sabia que o toque de recolher fora dado, mas ela jamais conseguiu respeitar aquilo, na verdade nem esta nem qualquer regra que viesse do maldito centauro. Esfregou os olhos e levantou-se da cama, a boca estava sedenta por um trago e as extremidades do corpo ainda doíam por causa dos incidentes. Suspirou com força, colocou uma roupa um pouco mais quente e resolveu se retirar para dar uma volta, ficar de cuca fria era saudável numa situação daquela.

O moletom esvoaça um pouco e a brisa gélida maltratava os lábios ressecados da garota, mordeu a bochecha por dentro e continuou a andar sem rumo definido. Dentro dos bolsos do grosso casaco estava um isqueiro e um maço de cigarros Camel, ela não gostava muito dessa marca em particular, mas fora a única que lhe restara do depósito escondido embaixo do colchão. As alianças ainda transmitiam aquela sensação confortável, mas tudo ao redor parecia denso demais, o mundo caía sobre os ombros da cadela e a única coisa que ela pensava era esquecer tudo, talvez um bom osso para roer e um fogo confortável ajudariam. Deu por si próxima a cachoeira, jurou escutar algumas vozes ao redor, mas como estava acostumada a ter longas conversas com seu avô, ignorou prontamente e achou um canto corta vento, tirou os utensílios dos bolsos e pôs-se a fumar.

Burra como só Nina sabe ser, não notou dois semideuses numa conversa informal ali logo atrás da árvore que usou como barreira. Contudo, não irei pegar pesado demais, ultimamente a bem resolvida Mutt andava em dúvida quanto a muitas coisas e isso a deixava louca. Apoiou a cabeça no tronco e olhou para as estrelas, o silêncio era incômodo e só lhe trazia aquela sensação que algo muito pior ia acontecer. Num leve desligar das coisas, acabou metendo a ponta do dedo na parte acesa do cigarro, não segurou o xingamento e nem regulou a altura:

-MAS QUE MERDA! – nem por isso parou de fumar.

Imbecil.

Spoiler:
Arma Levada:

—Twin Daggerss (Gêmeas) {Anéis de Noivado} [Ouro e Aço] [São dois anéis mágicos dados por Ares e abençoados por Afrodite. São o selo do amor de Nina e Jon, além de ser o último ‘apoio’ do rapaz antes de morrer. Ao pronunciar o sobrenome de ambos – Mutt – os aros transformam-se em adagas, cujos cabos representam, respectivamente, uma escultura de Ares(aço) e outra de Afrodite(ouro). Podem emitir leves faíscas atordoadoras, duas vezes por dia. Cada arma possui um disparo, que é capaz de desequilibrar ou distrair um inimigo com sensações de choque elétrico. Além disso, suas discargas não funcionam em seres humanos, limitando-se apenas à criaturas mitológicas.] (Nível mínimo: 25) {Elemento: Luz} [Recebimento: DIY "Bad, Bad Dog!", por Afrodite]

- | - | -
#363636 | #104E8B | #5C5C5C
Nina A. Mutt
Mênades
Mensagens :
403

Localização :
Na puta que o pariu.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cachoeira ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Ryan Lichtter em Sex 27 Dez 2013, 16:08


Eu sou feliz e rodo pelo mundo...


... Sou correria, mas também sou vagabundo




A noite decidiu ser um pouco diferente naquela data; o vento soprava com força, a neblina era densa e o frio reinava. Para mim, contanto que estivesse ventando, poderia cair um dilúvio ou ter um calor de cinquenta graus que não faria a menor diferença devido à resistência climática e temperatura corporal. Mesmo assim, optei por vestir um agasalho por cima da camiseta, somente para não fugir do padrão de vestuário que os semideuses tiveram que adaptar. Como todo bom monitor, caminhava pela floresta a procura de campistas fujões que fingiam não entender que havia toque de recolher naquele acampamento. Mentira. Estava apenas vadiando mesmo sem nenhum destino em mente. Quem fingia era eu. Fingindo estar trabalhando. A brisa gélida bagunçava meus cachos constantemente, além de agitar a blusa de frio. Em uma tentativa de fazer o vento parar de bater contra minhas orelhas, coloquei o capuz sobre a cabeça.

Percorri mais alguns metros e outro ruído chamou-me atenção – não só o da cachoeira. Era o som de conversa, mais precisamente uma prosa descontraída entre um homem e uma mulher. Certo, eu tinha duas escolhas; dar uma de líder de dormitório chato e ir lá sacaneá-los ou passar reto e não incomodar ninguém. Qual das decisões eu tomaria era bem claro, não? Era óbvio que iria lá encher o saco dos indivíduos, mesmo que seja só para dar um sustinho neles. Ao chegar mais próximo, pude sentir o cheiro de cigarro. Aquele aroma não trazia-me boas recordações. Seja quem for que estivesse fumando iria pagar o pato por fazer-me lembrar daquele passado negro. Em seguida, sem cessar os passos, que eram silenciosos e velozes sem nenhum esforço por minha parte, pude ouvir uma segunda voz feminina soltando um palavrão. “Porra. Putarias rolando?” pensei.

Ao finalmente concluir meu andar, consegui observar, mesmo diante à penumbra, três semideuses; uma garota com um cigarro encostada na árvore e outros dois mais distantes, uma menina e um moleque, sentados perto da cachoeira. Aparentemente, não faziam nada demais – com exceção da que fumava, esta iria ser atormentada por mim -, apenas conversavam tranquilamente. Tanto que o rapaz disse algo sobre sua “vó e visitas”. Não sei se já haviam percebido-me ali ou não. Então, almejando tirar um barato deles, retirei uma lanterna do bolso e a acendi, jogando a luz esbranquiçada contra os mesmos, alternando constantemente entre a árvore e a cachoeira. Era possível enxergá-los bem mesmo sem o objeto, aquilo era só para causar certo espanto neles. Iluminando-os, reconheci o garoto; Enzo Vipero, meu colega de chalé. As outras duas não consegui distinguir quem eram pelas faces, embora a fumante fosse um tanto familiar. Enfiei a canhota no bolso da jaqueta antes de pronunciar-me a eles.

Crianças... Não acham que está na hora de dormir? E você, mocinha, apague este cigarro. Pode provocar a ira de Quíron. Ele não é muito fã, sabe... Muito menos eu. E a minha ira você não vai querer mesmo.

Busquei fazer um tom autoritário, apesar do sorriso malicioso que era estampado em meus lábios úmidos. Contudo, não estava nem um pouco a fim de ser o “inspetor chato” e ordenar que saíssem dali. Para ser honesto, utilizei o cargo apenas como um pretexto para ir até eles. Talvez fosse divertido conhecer gente nova.



Informações:
— Post 1#;
— Cachoeira, Acampamento Meio-sangue;
— Com Chlöe, Enzo e Nina;
— Repostando, tava com sono no primeiro. -q

Itens levados
♦ {Souffle} / Bracelete [Além de proporcionar um controle mais amplo dos poderes, o bracelete cria, sem o comando do semideus, uma fina camada de vento ao redor do corpo dele, como um escudo, que ameniza golpes físicos. Com o evoluir do semideus, o escudo ventoso torna-se mais rígido e resistente] {Nenhum Material} (Nível Mínimo: 1) {Controle sobre o Vento} [Recebimento: Presente de Reclamação de Éolo] ~ NO PULSO ESQUERDO

- Anima Bracelet. [Um bracelete de prata com o desenho de borboleta em ouro. Esse bracelete pode ser ativado com o desejo mental do usuário e transforma-se em uma corrente que pode medir 10m. Essa corrente é feita de prata e ouro sagrado, bastante resiste a tal ponto de ser semi-indestrutível. Ela obedecerá aos comandos mentais do mentalista com perfeição, independente do nível que ele esteja.] [Materiais: Ouro Sagrado e Prata Sagrada] (Nível mínimo 1) {Elemento: Psíquico} [Recebimento: presente por ser mentalista] ~ NO PULSO DIREITO

- Blade / Espada [ Uma espada prateada de 80cm, tem a função de instigar o pânico nos inimigos] {Prata} (8) {Nenhum Elemento} [Recebimento: Salvataggio - Deimos' Mission] ~ NA NUVEM PARTICULAR

Habilidades utilizadas
Resistência Climática - Os servos de Éolo são responsáveis, mesmo que pouco, pelas estações do ano e pelas temperaturas. Então, os filhos dele conseguirão aguentar desde altas a pequenas temperaturas. Claro que há exceções e o bom senso e a vontade do narrador devem ser respeitados. New ~ PASSIVO

Velocidade – Agora você se move tão rápido e silencioso quanto o vento. ~ PASSIVO

Temperatura Corporal – Assim como o ar, você pode mudar a temperatura de seu corpo de modo a se adaptar ao ambiente que está. ~ PASSIVO

Ryan Lichtter
Filhos de Éolo
Mensagens :
459

Localização :
Sou errado, sou errante, sempre na estrada, sempre distante.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cachoeira ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Ianna D. Belikov em Sab 28 Dez 2013, 22:27


in this jungle you can't run
De fato, não pude deixar de rir com a declaração de Enzo a respeito do "perigo" que os outros corriam enquanto eu estivesse... Por aí? Quer dizer, enquanto eu estiver viva? Ponderei sobre isso por um breve momento, só até ouvir sua próxima pergunta e sua frase a respeito da avó. O que eu gostava de fazer no Acampamento? Hmm... Bem... É... Acho que nada. Eu simplesmente existia ali, ficando em estado de ócio constantemente. Deveria dizer para o garoto que eu era uma desocupada, então? O que ele pensaria a meu respeito? As pessoas por ali diziam que apenas os mais poderosos estavam envolvidos no acontecimento da praça, e eu estava lá. Deveria servir de exemplo, como um "Fique na escola.", mas para semideuses. Eu podia mentir e dizer que trabalhei muito para alcançar o lugar no qual estou hoje. Poderia ainda finalizar com um "Treine bastante na arena.", mas mentir para o rapaz não seria legal. Então, o que diria?

▬ MAS QUE MERDA! ▬ Fui salva pelo gongo com aquela voz feminina e suspirei aliviada, logo voltando a ficar tensa. Eu não conhecia a voz. Em um ímpeto, coloquei a mão sobre a boca de Enzo para evitar qualquer barulho por parte dele. Movimentei os lábios sem emitir som algum, formando as palavras "Venha comigo", e retirei a mão lentamente do rosto do rapaz. Levantei-me de forma cautelosa e ofereci a mão para ajudá-lo a se erguer também, meio que puxando o garoto para trás de mim. Segui, em silêncio, sem soltar a mão dele, até onde eu havia jogado as adagas quando...

▬ PUTA QUE PARIU! ▬ Fechei os olhos com a forte luz esbranquiçada que atingiu meu rosto vinda, aparentemente, de lugar nenhum. Procurei respirar fundo e começar a piscar para tentar adaptar minha visão à claridade que se fazia presente. Ouvi ainda uma segunda voz, masculina, falando algo sobre hora de dormir. ▬ Eu não sei de nada sobre hora de dormir, mas acho que vou meter a mão na sua cara se você não apagar essa merda! ▬ Visitas nem sempre são bem-vindas. Ainda mais quando são desconhecidas.

Itens e poderes:
▬ Armas:
♦ Gauth [Adagas gêmeas feitas especialmente para Andy. As armas adaptam-se perfeitamente à forma da semideusa de lutar, e mesmo que sua perícia não seja esta, alguns dos ataques com as lâminas poderão dar danos maiores se estes forem bem explicados. Os cabos possuem as letras "A&G" entalhadas. Os detalhes são pequenos caduceus entrelaçados a algumas roseiras, perfeitamente esculpidos nos cabos.][Presente da Rafa, sua amada ♥] [Atualmente, no chão]

▬ Poderes Passivos:
-x-

▬ Poderes Ativos:
-x-

▬ Observações:
Pode rir do meu post, eu deixo -q
"Conhecerás a ti mesmo..."
@lilah
Ianna D. Belikov
Mênades
Mensagens :
747

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cachoeira ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Charlie Butzke em Sab 28 Dez 2013, 23:37



Any given night

Post cinco – Chlöe, Nina e báh


O que eu gostava de fazer no Acampamento? Hmm... Bem... É... Acho que nada. Eu simplesmente existia ali, ficando em estado de ócio constantemente. Deveria dizer para o garoto que eu era uma desocupada, então? O que ele pensaria a meu respeito? As pessoas por ali diziam que apenas os mais poderosos estavam envolvidos no acontecimento da praça, e eu estava lá. Deveria servir de exemplo, como um "Fique na escola", mas para semideuses. Eu podia mentir e dizer que trabalhei muito para alcançar o lugar no qual estou hoje. Poderia ainda finalizar com um "Treine bastante na arena", mas mentir para o rapaz não seria legal. Então, o que diria?

Enzo reprimiu uma gargalhada, apesar ficar parcialmente ofendido com a parte do "fique na escola". Talvez Chlöe julgasse-o fraco ou sabe-se lá o quê. Não deixava de ser uma meia verdade, mas ele tinha lá seus truques. Inclusive este mesmo de ler mentes, que mal ela sabia. E se soubesse... Preferiu não pensar na possibilidade.

— MAS QUE MERDA! — exclamou a garota ali perto. Obviamente, Enzo já sabia da chegada dela, mas não se preocupava, afinal ela estava ali por não conseguir dormir direito. Típico de semideuses. Chlöe, porém, ficou tensa.

Ela pôs uma mão na boca de Enzo e o calou, erguendo-se. O Vingador quis alertá-la de que não havia nada de errado, mas não teve oportunidade. Chlöe pegou-lhe a mão e caminhou na direção das adagas – sabia disso por ler a mente dela, normal.

Enzo apertou os olhos, sentindo o incômodo que a luz provocara. Ao erguer uma das mãos à frente do rosto, ouviu uma voz familiar e, de certa forma, irritante: Fellp, o monitor do chalé de Éolo. Suspirou com uma pontinha de irritação.

— Não tem mais o que fazer além de perturbar os outros? — Enzo direcionou a pergunta ao meio-irmão, obviamente.

Coisas significantes:
Armas
♦ Chranne [Pulseira de bronze celestial. Nela, está escrito os dizeres 'Chranne' que, quando pressionados, transformam o item em uma luva com três garras, uma para cada pequena depressão entre os dedos do usuário, também feitas de bronze celestial. Assemelha-se à 'arma' do personagem 'Wolverine'.] {Presa ao pulso de Enzo}

Poderes ativos
Leitura de mentes II [nível 10] – Você agora tem certo controle, podendo não escutar mentes. Porém, você não tem a capacidade de achar o que quer na mente da pessoa e sim ver o que ela pensa no momento.

Créditos Theta Sigma


Charlie Butzke
Mênades
Mensagens :
487

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cachoeira ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Nina A. Mutt em Dom 29 Dez 2013, 02:04

Insônia #2


Tudo o que a garota menos queria menos queria naquela noite era companhia, talvez por isso sua perfeita visão noturna não tivesse captado os outros ao redor. Passaria a noite inteira ali fumando se pudesse, a cabeça latejava de dor. Até que ouviu alguns ruídos e virou-se para olhar no momento que aquele babaca desgraçado acendeu a lanterna, cegando-a.


-PUTA QUE PARIU! – disse outra voz feminina bem assustada.
-AH! – gritou tapando os olhos e, como reflexo, mandando trevas na direção do objeto, para absorver aquela luz incômoda.

Acabou por se levantar, ainda com o cigarro nos lábios, finalmente se deu conta do casal ali perto, deu uma risada por dentro e a mente agiu sozinha, contudo isso se desfez no momento que ouviu o tom arrogante daquele nojento.

[...] E você, mocinha, apague este cigarro. Pode provocar a ira de Quíron. Ele não é muito fã, sabe... Muito menos eu. [...]. – retardado e extremamente familiar, foi o que a garota pensou enquanto escutava a fala dele aos pedaços, não gostou muito da sensação de já tê-lo conhecido em algum lugar. Seu passado andava meio revirado demais.

Andou um pouco e começou a analisar os semideuses ao redor, dois rapazes muito atraentes e com alguma pouca semelhança, uma garota linda que Nina logo supôs ser filha de Afrodite ou Perséfone. Ficou a observá-la algum longo tempo – descaradamente mesmo, indiscreta. Ouviu o que falavam e também não estavam muito felizes, deu até risada da fala de ambos. Finalmente resolveu fazer algo a respeito, já estava irritada com outras coisas mesmo então se divertir um pouco não era pecado nenhum. Chegou perto, mas bemperto mesmo. As orbes escuras fincaram-se na dele, tirou o cilindro tóxico dos lábios e expeliu a fumaça bem devagar, a curva maliciosa do sorriso mesclada com a densa aura mortal era uma combinação de tirar qualquer um do sério.

-Ah eu irritei você e o pangaré? Sinto muito! – o tom era cínico e a pose falsa-inocente. – Vou apagar, me desculpe.

Então, sem qualquer cerimônia, Nina enfiou a bituca acesa no ombro do rapaz, se tinha queimado ou não ela não queria saber, qualquer coisa que irritasse o bocudo e o centauro lhe traria um prazer surreal. Afastou-se e virou para o casal, passou as mãos pelos cabelos curtos e os fitou com curiosidade.

-Achei que eu era a única sangue ruim desse lugar, mas vejo que ainda existe esperança. Aliás mocinha, que boca suja. – deu uma risada gostosa. – Posso dizer que é apaixonante.

Piscou para ela e olhou para o rapaz, dando de ombros, do tipo: espero que não se importe com a cantada. Ajeitou o moletom e mudou o peso do corpo de um pé para o outro, tornou a olhar o rapaz que tinha provocado.

-Aliás, meu nome é Nina. – mordeu os lábios. – Espero que meu castigo seja delicioso, senão quem vai ficar brava sou eu.

Ah! Cadelinha malcriada.  



Spoiler:
Arma Levada:
—Twin Daggerss (Gêmeas) {Anéis de Noivado} [Ouro e Aço] [São dois anéis mágicos dados por Ares e abençoados por Afrodite. São o selo do amor de Nina e Jon, além de ser o último ‘apoio’ do rapaz antes de morrer. Ao pronunciar o sobrenome de ambos – Mutt – os aros transformam-se em adagas, cujos cabos representam, respectivamente, uma escultura de Ares(aço) e outra de Afrodite(ouro). Podem emitir leves faíscas atordoadoras, duas vezes por dia. Cada arma possui um disparo, que é capaz de desequilibrar ou distrair um inimigo com sensações de choque elétrico. Além disso, suas discargas não funcionam em seres humanos, limitando-se apenas à criaturas mitológicas.] (Nível mínimo: 25) {Elemento: Luz} [Recebimento: DIY "Bad, Bad Dog!", por Afrodite]



Poder Passivo:
Visão Noturna [Nível 2] Possui a capacidade de enxergar perfeitamente quando escuro.[Novo]

Aura da Morte III [Nível 18]: A aura agora é mais forte, mais intensa. Assusta qualquer ser vivo natural e pode exercer  influência sobre semideuses de nível igual ou um pouco maior (até 10 níveis).[Modificado]


& Ativo:
Umbraecinese I [Nível 18] Consiste na dominação de sombras, poder comum entre os filhos de Hades. Você poderá mover as sombras, moldá-las e torná-las sólidas, no entanto em proporções pequenas - itens de até 5kg e que possam ser usados com uma única mão. Neste level elas são fracas e podem ser "dissolvidas" facilmente, não durando mais do que 2 turnos.[NOVO] {Por reflexo, causado pelo susto da lanterna do Fellp.}

- | - | -
#363636 | #104E8B | #5C5C5C
Nina A. Mutt
Mênades
Mensagens :
403

Localização :
Na puta que o pariu.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cachoeira ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Ryan Lichtter em Dom 29 Dez 2013, 05:29


Garota Infernal




A reação dos três foi a que eu esperava; susto – com exceção de Enzo que mostrou-se mais frio do que eu mesmo. No entanto, fui surpreendido quando, repentinamente, a luz de minha lanterna foi absorvida pelas sombras. Apesar disso, não consegui conter a gargalhada com a fala da semideusa ao lado de meu colega de chalé. Ainda rindo, ouvi o que meu meio irmão disse, o que proporcionou uma risada ainda maior. Quando finalmente consegui parar de rir, respirei fundo e direcionei meu olhar, primeiramente, ao casal.

Que isso, velho... Que línguas afiadas vocês têm. — Comentei ironicamente. — Enzo... Me desculpe... Não sabia que tinha arrumado uma namoradinha. Aliás, meus parabéns. Ela é uma gracinha. — Se fosse realmente uma parceira amorosa, com certeza Enzo ficaria extremamente puto comigo, e eu sabia disso.

Então, notei a outra garota aproximando-se de mim. Ela chegou bem perto e soltou a fumaça de seu cigarro em meu rosto. Tive que fechar os olhos, que esquentaram-se e arderam momentaneamente. Aquilo já poderia ter tirado-me do sério se não estivesse divertindo-me com tudo aquilo. Quando levantei as pálpebras, fixei meu olhar nas íris negras daquela meio-sangue estranhamente familiar. A falta de luz dificultava um pouco reconhecê-la, mesmo estando com sua face a centímetros da minha. Escutei sua fala cínica e, depois, cerrei os punhos com muita força de tanta raiva quando a mesma queimou minha blusa de frio com seu cigarro. Contei até dez mentalmente e respirei fundo, buscando acalmar-me. Não poderia ficar agressivo. Não hoje.

Ela afastou-se. Minha ira foi momentânea, logo a sensação de alegria retornou, arrancando-me um sorriso sacana. Olhando para a campista melhor, notei que, sim, já havia a visto antes; pele bem alva, curtos cabelos morenos, um corpo atraente. Depois, observei a outra; esta conseguia ser incrivelmente bonita, uma cria de Afrodite, suponho. Não dei muita atenção a Vipero, que provavelmente estaria tentando ler meus pensamentos e fracassando nisso, além de, possivelmente, estar um tanto irritado com as cantadas que sua amiguinha recebeu. Nina, apresentou-se a fumante, que mais uma vez provocou-me, embora dessa vez de um modo sacana que fez meu corpo esquentar. Retirei o capuz de minha cabeça e fui até ela, não deixando de fitar seus olhos em momento algum da caminhada. Antes de aproximar-me mais, interrompi os passos para pronunciar-me.

Acho que é minha vez de me apresentar. Meu nome é Fellp. Sou monitor de Éolo. Mas não sou um desses monitores babacas e nem vou mandar vocês saírem daqui. Só vim para zoar vocês mesmo. Aliás, vocês já ganharam minha simpatia só por terem me enfrentado e não terem dado uma de covarde ou bonzinho, pedindo perdão, dizendo que já estavam de saída, aquelas desculpas esfarrapadas e blá blá blá. — Com isso, abri um sorrisinho malicioso e cheguei perto de Nina, tão perto quanto ela da primeira vez. Levei meus lábios até o pé de seu ouvido e passei a sussurrar: — Quanto a você, sua bocuda... Seu castigo está guardado e... Será difícil você dizer asneiras novamente com a boca ocupada. — Poderia ter várias interpretações e era essa a intenção. Assim, querendo instigá-la ainda mais, coloquei a pontinha de meu dedo indicador em baixo de seu queixo. — Mas será que você dá conta? Será que é isso tudo mesmo?

Para finalizar, minha unha daquela mesma falange transfigurou-se em uma garra de águia e a utilizei para arranhar, e até rasgar levemente sua pele, não com a intenção de feri-la... Só um pouquinho. Dei um passo para trás, mantendo a expressão safada no rosto. Também sabia brincar daquele jeito e estaria pronto para qualquer outra resposta.



Informações:
— Post 2#;
— Cachoeira, Acampamento Meio-sangue;
— Com Chlöe boca suja, Enzo pegador 2 e Nina bocuda.

Itens levados
♦ {Souffle} / Bracelete [Além de proporcionar um controle mais amplo dos poderes, o bracelete cria, sem o comando do semideus, uma fina camada de vento ao redor do corpo dele, como um escudo, que ameniza golpes físicos. Com o evoluir do semideus, o escudo ventoso torna-se mais rígido e resistente] {Nenhum Material} (Nível Mínimo: 1) {Controle sobre o Vento} [Recebimento: Presente de Reclamação de Éolo] ~ NO PULSO ESQUERDO

- Anima Bracelet. [Um bracelete de prata com o desenho de borboleta em ouro. Esse bracelete pode ser ativado com o desejo mental do usuário e transforma-se em uma corrente que pode medir 10m. Essa corrente é feita de prata e ouro sagrado, bastante resiste a tal ponto de ser semi-indestrutível. Ela obedecerá aos comandos mentais do mentalista com perfeição, independente do nível que ele esteja.] [Materiais: Ouro Sagrado e Prata Sagrada] (Nível mínimo 1) {Elemento: Psíquico} [Recebimento: presente por ser mentalista] ~ NO PULSO DIREITO

- Blade / Espada [ Uma espada prateada de 80cm, tem a função de instigar o pânico nos inimigos] {Prata} (8) {Nenhum Elemento} [Recebimento: Salvataggio - Deimos' Mission] ~ NA NUVEM PARTICULAR

Habilidades utilizadas
Resistência Climática - Os servos de Éolo são responsáveis, mesmo que pouco, pelas estações do ano e pelas temperaturas. Então, os filhos dele conseguirão aguentar desde altas a pequenas temperaturas. Claro que há exceções e o bom senso e a vontade do narrador devem ser respeitados. New ~ PASSIVO

Temperatura Corporal – Assim como o ar, você pode mudar a temperatura de seu corpo de modo a se adaptar ao ambiente que está. ~ PASSIVO

◉ Nível 4. Resistência Mental: Sua mente é resistente a manipulações ou invasões. Isso não se aplica a outro mentalista, porém se o inimigo for mais fraco encontrará muita dificuldade, assim como o que for mais forte terá de se concentrar mais para conseguir o efeito mental sobre um mentalista. ~ PASSIVO

◉ Nível 10. Empatia: Você sabe exatamente o que o outro está sentindo em termos de emoções. ~ PASSIVO

Garras - Os filhos de Éolo poderão fazer suas crescerem até se tornarem exímias garras, como os pássaros. Não cortam metais resistentes, mas apenas couro, pele, cordas e materiais mais fracos. New ~ ATIVO

Ryan Lichtter
Filhos de Éolo
Mensagens :
459

Localização :
Sou errado, sou errante, sempre na estrada, sempre distante.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cachoeira ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Ianna D. Belikov em Dom 29 Dez 2013, 20:42


in this jungle you can't run
Tudo aconteceu muito rápido. A voz feminina que me pegara de surpresa gritou e a luz da lanterna sumiu repentinamente. Então, a garota saiu de seu esconderijo, causando-me uma reação estupefata. Era muito bonita, com um corpo tão curvilíneo quanto o meu ou o de qualquer filha de Afrodite, mas possuía uma aura perigosa e rebelde, coisa que se unia a seus cabelos curtos na tarefa de fazê-la parecer sexy. Ela observou cada um de nós, inclusive o semideus que segurava a lanterna, e, quando seus olhos fixaram-se em mim de maneira totalmente indiscreta, não pude desperdiçar a chance de avaliá-la também. Não me preocupava com olhares lascivos, eles eram extremamente comuns para uma afrodisíaca. No entanto, eu tinha certeza que conhecia aquela garota. Era ela que estava caída na praça. Era ela que eu deveria resgatar, mas que se revelou autossuficiente. Que legal. Ouvi as risadas dos dois desconhecidos e virei-me para encarar o garoto que agora falava. Certo, eu tinha uma estranha sensação familiar a respeito dele. Era possível que ele também estivesse no local do acontecido? Eu não sabia dizer, mas... Meus pensamentos foram totalmente turvados ao ouvi-lo me chamar de gracinha. Eu poderia responder, claro, mas preferi ignorar. A morena, no entanto, aproximou-se do garoto e usou o ombro dele como isqueiro, arrancando-me um pequeno sorriso. Quando ela se virou para mim e Enzo, minha expressão se apagou. Então, a frase dita e aquela risada gostosa, que eu podia jurar ser um flerte. Não me impedi de mostrar um sorriso malicioso, mas logo me recompus. Descobri então que os novos companheiros se chamavam Nina e Fellp, e pude sentir a tensão extremamente desejável entre eles. A frase de sentido dúbio havia sido a confirmação. Olhei para Enzo, em busca de uma indicação do que fazer.

▬ Quer ficar aqui? Mesmo? ▬ Voltei a encarar os dois à nossa frente.

Itens e poderes:
▬ Armas:
♦ Gauth [Adagas gêmeas feitas especialmente para Andy. As armas adaptam-se perfeitamente à forma da semideusa de lutar, e mesmo que sua perícia não seja esta, alguns dos ataques com as lâminas poderão dar danos maiores se estes forem bem explicados. Os cabos possuem as letras "A&G" entalhadas. Os detalhes são pequenos caduceus entrelaçados a algumas roseiras, perfeitamente esculpidos nos cabos.][Presente da Rafa, sua amada ♥] [Atualmente, no chão]

▬ Poderes Passivos:
-x-

▬ Poderes Ativos:
-x-

▬ Observações:
Pode rir do meu post, eu deixo -q
"Conhecerás a ti mesmo..."
@lilah
Ianna D. Belikov
Mênades
Mensagens :
747

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cachoeira ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Charlie Butzke em Dom 29 Dez 2013, 22:33



Any given night

Post seis – Chlöe, Nina e báh


Impressão de Enzo ou não, de uma hora para outra aquilo ali parecia ter se tornado um encontro em família. E, a princípio, não lhe agradou muito. Mas a outra, a garota de cabelo curto, chamou-lhe a atenção – fosse por sua aura ou presença marcante –, desfazendo a impressão negativa. Irônico.

O garoto observou-a em silêncio, de forma avaliadora, mantendo no semblante uma indiferença quase palpável. Não era de demonstrar interesse com tanta facilidade, mesmo que ela houvesse despertado certa curiosidade nele. Ao percebê-la com um olhar interesseiro na direção de Chlöe, arqueou as sobrancelhas vagamente, deixando escapar nos lábios um sorriso curto, que se alargou depois de ela enterrar o cigarro no ombro de Fellp. Gênio forte.

Sobre os comentários de Fellp, Enzo só estreitou os olhos, sem dar-lhe resposta. O meio-irmão pensava mesmo que ele e Chlöe tinham um encontro naquele momento, e não era de espantar, já que estavam na cachoeira àquela hora. Contudo, não se importava. Seu silêncio já deveria ser o suficiente como resposta para o engano.

— Aliás, meu nome é Nina — pronunciou-se a garota, fazendo um comentário posterior que Enzo não deu atenção.

E então voltou a observar Fellp, que não poupou palavras na sua apresentação. Querendo chamar a atenção, irmãozinho... Sorriu. Sabia que o monitor era capaz de ler seus pensamentos.

Ao ver a necessidade, apresentou-se também:

— Chamam-me de Enzo — disse à Nina, pois os outros já deveriam saber. Em seguida, voltou-se para Chlöe. — Acho que não há problema se ficarmos. A menos que já esteja enjoada da cara dele — acenou para Fellp. Embora fosse uma brincadeira, seu tom de voz não deixou que transparecesse.

Coisas significantes:
Armas
♦ Chranne [Pulseira de bronze celestial. Nela, está escrito os dizeres 'Chranne' que, quando pressionados, transformam o item em uma luva com três garras, uma para cada pequena depressão entre os dedos do usuário, também feitas de bronze celestial. Assemelha-se à 'arma' do personagem 'Wolverine'.] {Presa ao pulso de Enzo}

Créditos Theta Sigma


Charlie Butzke
Mênades
Mensagens :
487

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cachoeira ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Nina A. Mutt em Seg 30 Dez 2013, 01:10

Insônia #3
A noite é uma criança.



A panca do monitor de Éolo só fez a diversão tornar-se ainda mais latente, Nina não continha o sorriso sacana de forma alguma. O casal ficou em silêncio por algum tempo enquanto Fellp fazia uma demonstração pública de duplo sentido muito interessante, levando a boca até o ouvido afiado da cadela de Hades e falando num sussurro aquela ameaça de castigo tão convidativa.

-Quanto a você, sua bocuda... Seu castigo está guardado e... Será difícil você dizer asneiras novamente com a boca ocupada.

A garota tombou a cabeça para o lado e soltou um gemido audível quando fora arranhada no queixo, que acabou abafando a última fala dele. Passou o dedo médio no filete de sangue e o lambeu bem na cara do bastardo, com aqueles olhinhos maldosos fincados no rapaz, logo em seguida tirou o dedo devagar, fazendo um gesto obsceno na direção do rapaz.

-Olha Fellp, espero que o que quer que você esteja planejando usar para tapar minha boca. – ela tocou-lhe o pescoço com o dedo ainda esticado, e foi descendo vagarosamente, até chegar no cós da calça e enfiar o dedo de leve e puxá-lo para bem perto de si, deixando os lábios a centímetros. – Seja grande o suficiente para isso. Afinal, como você mesmo disse, eu sou muito bocuda.

Uma sobrancelha arqueada e um puto ar de safadeza, assim poderia ser traduzido essa pequena frase dita pela cachorrinha. Antes de soltar o rapaz, deu-lhe uma lambida sobre os lábios – gosto de chuva. Voltou-se a Enzo, como tinha se apresentado, e à garota que parecia ter vontade de sair dali, riu alto e se aproximou dela.

- Quer ficar aqui? Mesmo? – o tom de voz era delicioso de se ouvir, dava vontade de querer ouvi-la mais e mais. Filha de Afrodite, certeza.
- Acho que não há problema se ficarmos. A menos que já esteja enjoada da cara dele.
-Já querem ir? Mas você nem se apresentou moça! Relaxe, ninguém aqui morde. Bem, eu mordo, mas só se pedirem ou se precisarem. – encarou Fellp com o rabo do olho quando disse isso, mas logo voltou-se a ela. – Escute o Enzo, fiquemos um pouco mais e vamos nos conhecer, a noite é uma criança.

Ela deu uma risada e finalmente parou para analisar Enzo, a primeira palavra que lhe apitou na mente foi:gato, e não era preciso ser um gênio ou qualquer coisa do gênero para ver que ela pensava isso, estava estampado na cara. Meneou a cabeça e deu uma risada, voltando os pensamentos ao lugar e postando-se ao lado da garota, ela tinha um cheiro adocicado e Nina ficou imaginando se o gosto seria tão saboroso assim.

Alguém estava ficando muito gulosa.

Au, au!:
Arma Levada:

—Twin Daggerss (Gêmeas) {Anéis de Noivado} [Ouro e Aço] [São dois anéis mágicos dados por Ares e abençoados por Afrodite. São o selo do amor de Nina e Jon, além de ser o último ‘apoio’ do rapaz antes de morrer. Ao pronunciar o sobrenome de ambos – Mutt – os aros transformam-se em adagas, cujos cabos representam, respectivamente, uma escultura de Ares(aço) e outra de Afrodite(ouro). Podem emitir leves faíscas atordoadoras, duas vezes por dia. Cada arma possui um disparo, que é capaz de desequilibrar ou distrair um inimigo com sensações de choque elétrico. Além disso, suas discargas não funcionam em seres humanos, limitando-se apenas à criaturas mitológicas.] (Nível mínimo: 25) {Elemento: Luz} [Recebimento: DIY "Bad, Bad Dog!", por Afrodite]


Poder Passivo:
Visão Noturna [Nível 2] Possui a capacidade de enxergar perfeitamente quando escuro.[Novo].  



Fellp; Chlöe & Enzo
Nina A. Mutt
Mênades
Mensagens :
403

Localização :
Na puta que o pariu.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cachoeira ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Ryan Lichtter em Seg 30 Dez 2013, 03:48


Cuidado com o destino, ele brinca


com as pessoas




Observei a garota levantando o dedo para mim em um gesto nada legal. Não pude deixar de esboçar um sorriso que combinava malícia e deboche. Ela veio até mim de novo, com aquele seu olhar de cadela. Sobrepôs seu dedo em meu pescoço e foi descendo vagarosamente, causando-me um arrepio na coluna, e parou no cós da calça, puxando-me para ela. Sua aura causava-me certo desconforto, mas misturava-se com certo desejo e curiosidade. Meu olhar desviou-se para os lábios dela, que por sinal, encontravam-se a uma distância mínimia dos meus. Da mesma maneira que fiz, sua provocação possuía ambiguidade. Não satisfeita, como uma boa cachorrinha, deu-me de presente uma lambida em minha boca enquanto minhas pálpebras eram abaixadas. Com a pontinha de minha língua, molhei os lábios e tornei a abrir os olhos.

Direcionei meu olhar ao casal novamente, que discutiam sobre a permanência deles ali ou não. Emiti uma risada cínica com o comentário de meu meio irmão. Ele estava ganhando certo respeito meu – por incrível que pareça, mesmo sendo tão babaca – com suas palavras, seria interessante ver como ele reagiria se eu não estivesse em um dia bom. Por sorte, ou azar, aquela noite estava predestinada a somente diversão, em qualquer sentido. Nina voltou a pronunciar-se, não pude evitar de pensar o que ela poderia morder. Opa, era minha vez de falar de novo. Afinal, não deixaria o vingador tachar-me de otário e não fazer nada a respeito.

Escute o que ela diz, Enzo. A noite é uma criança. E parece que esta noite promete.“Vai ter volta, cachora”, não falei, apenas movimentei a boca para que ela fizesse a leitura labial. Depois atentei-me ao filho de Éolo mais uma vez. — Aliás, acho que seria mais fácil ela enjoar de você com esse jeitinho de boiola que você tem.

Da mesma maneira que ele, meu tom de voz foi firme, embora estivesse brincando. Voltei a olhar a moça que estava ao seu lado. Não pude deixar de ficar curioso sobre seus pensamentos anteriores sobre a Praça La Paz. Ela teria participado do ocorrido também? Espera... As flechas! Será que foi ela quem as atirou em mim? Minha expressão descontraída deu lugar a uma séria enquanto a encarava. Caminhei lentamente em sua direção, mantendo aquele olhar severo, não estava nem aí se Vipero tentasse impedir minha aproximação – ele iria voar para longe caso tentasse. Parei na frente dela, analisando-a de cima a baixo. Poderia simplesmente invocar minha nuvem particular, sacar Blade e golpeá-la no estômago sem que percebesse ou tivesse tempo de reagir. Porém, antes de fazer qualquer merda, optei por questioná-la.

O que sabe sobre a Praça La Paz? Sim, eu ouvi seus pensamentos. Diga-me agora sobre sua participação lá e não ouse mentir. Se mentir será pior, já avisando.



Informações:
— Post 3#;
— Cachoeira, Acampamento Meio-sangue;
— Com Chlöe, Enzo e Nina;
— Por incrível que pareça, sim, esse post é pacífico. :v q.

Itens levados
♦ {Souffle} / Bracelete [Além de proporcionar um controle mais amplo dos poderes, o bracelete cria, sem o comando do semideus, uma fina camada de vento ao redor do corpo dele, como um escudo, que ameniza golpes físicos. Com o evoluir do semideus, o escudo ventoso torna-se mais rígido e resistente] {Nenhum Material} (Nível Mínimo: 1) {Controle sobre o Vento} [Recebimento: Presente de Reclamação de Éolo] ~ NO PULSO ESQUERDO

- Anima Bracelet. [Um bracelete de prata com o desenho de borboleta em ouro. Esse bracelete pode ser ativado com o desejo mental do usuário e transforma-se em uma corrente que pode medir 10m. Essa corrente é feita de prata e ouro sagrado, bastante resiste a tal ponto de ser semi-indestrutível. Ela obedecerá aos comandos mentais do mentalista com perfeição, independente do nível que ele esteja.] [Materiais: Ouro Sagrado e Prata Sagrada] (Nível mínimo 1) {Elemento: Psíquico} [Recebimento: presente por ser mentalista] ~ NO PULSO DIREITO

- Blade / Espada [ Uma espada prateada de 80cm, tem a função de instigar o pânico nos inimigos] {Prata} (8) {Nenhum Elemento} [Recebimento: Salvataggio - Deimos' Mission] ~ NA NUVEM PARTICULAR

Habilidades utilizadas
Resistência Climática - Os servos de Éolo são responsáveis, mesmo que pouco, pelas estações do ano e pelas temperaturas. Então, os filhos dele conseguirão aguentar desde altas a pequenas temperaturas. Claro que há exceções e o bom senso e a vontade do narrador devem ser respeitados. New ~ PASSIVO

Temperatura Corporal – Assim como o ar, você pode mudar a temperatura de seu corpo de modo a se adaptar ao ambiente que está. ~ PASSIVO

◉ Nível 4. Resistência Mental: Sua mente é resistente a manipulações ou invasões. Isso não se aplica a outro mentalista, porém se o inimigo for mais fraco encontrará muita dificuldade, assim como o que for mais forte terá de se concentrar mais para conseguir o efeito mental sobre um mentalista. ~ PASSIVO

◉ Nível 7. Detector de Mentiras: Sabe exatamente quando uma pessoa está mentindo ou não, é como se sua mente se agitasse na presença da mentira. ~ PASSIVO

◉ Nível 10. Empatia: Você sabe exatamente o que o outro está sentindo em termos de emoções. ~ PASSIVO

◉ Nível 18. Motivador: Palavras de incentivo sempre dão certo quando são propagadas por você, podendo animar ou desanimar alguém, o motivando ou desmotivando a fazer algo. ~ PASSIVO

◉ Nível 20. Telepatia Avançada: Controle total, podendo escolher a hora que vai escutar os pensamentos ou não e também se comunicando livremente através dos pensamentos. ~ PASSIVO

Ryan Lichtter
Filhos de Éolo
Mensagens :
459

Localização :
Sou errado, sou errante, sempre na estrada, sempre distante.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cachoeira ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Ianna D. Belikov em Seg 30 Dez 2013, 13:19


in this jungle you can't run
Mais declarações de duplo sentido vieram, dessa vez por parte de Nina. Aquilo tudo me arrancou um sorriso malicioso e não pude evitar a pontinha de inveja ao vê-lo tendo os lábios lambidos por ela. Então, ela se voltou para mim, lembrando-me que eu ainda não havia dito meu nome para qualquer um deles, excetuando-se Enzo. Por falar nele, não pude deixar de rir com a resposta que havia me dado. Ouvi também cada risada dela e, acredite, eram extremamente sensuais. O olhar avaliador que ela lançou a Enzo não me passou despercebido, claro, mas logo a garota se recompôs e postou-se ao meu lado. A vez de Fellp falar foi também minha vez de sentir irritação, tanto pela forma de se referir a Enzo como por sua aproximação e sua aparente ameaça. Sorri de forma cínica e maliciosa, posicionei minha unha do dedo indicador sobre o peito dele e fitei seus olhos.

▬ Cuidado. Se meu castigo por mentir for tão ruim quanto o dela... ▬ Meneei a cabeça, fazendo menção à outra garota. ▬ Sou capaz de optar por não contar a verdade. Além disso, gosto de pessoas brutas... Na cama. Fora de lá, ameaças não são bem-vindas. ▬ Baixei a mão e dei de ombros, logo soltando uma gargalhada. Eu sabia quem ele era. O aliado de Josh que fora mirado pelas flechas da amiga de Anne, aquele que eu tentei proteger mexendo com os laços entre a filha de Éolo e filha de Apolo. ▬ Sou Chlöe, e era a espiã de Josh. Aquela que revelou o paradeiro de Anne Elle. E, acredite, eu sou uma ótima arqueira. Se eu estivesse no lugar de Luana, teria acertado todos os tiros. E não teria sobrado nada de você a não ser um corpinho bonito todo esburacado. Tenha o mínimo de respeito para comigo. ▬ Pisquei para ele, logo voltando a me recompor. ▬ Então, o que faremos nessa noite tão divertida?

Itens e poderes:
▬ Armas:
♦ Gauth [Adagas gêmeas feitas especialmente para Andy. As armas adaptam-se perfeitamente à forma da semideusa de lutar, e mesmo que sua perícia não seja esta, alguns dos ataques com as lâminas poderão dar danos maiores se estes forem bem explicados. Os cabos possuem as letras "A&G" entalhadas. Os detalhes são pequenos caduceus entrelaçados a algumas roseiras, perfeitamente esculpidos nos cabos.][Presente da Rafa, sua amada ♥] [Atualmente, no chão]

▬ Poderes Passivos:
-x-

▬ Poderes Ativos:
-x-

▬ Observações:
Pode rir do meu post, eu deixo -q
"Conhecerás a ti mesmo..."
@lilah
Ianna D. Belikov
Mênades
Mensagens :
747

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cachoeira ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Charlie Butzke em Seg 30 Dez 2013, 20:24



Any given night

Post sete – Chlöe, Nina e báh


As aparências enganavam, Enzo concluiu. Nina se mostrou muito mais do que uma garota de gênio forte; ela cheirava a problema e a orgia, no mais impuro sentido da coisa. Observou-a provocar Fellp, tanto com palavras, tanto com atos. Em seguida, voltou-se para Chlöe, e era notável o quão grande era seu desejo.

— Escute o Enzo, fiquemos um pouco mais e vamos nos conhecer, a noite é uma criança — dissera Nina.

Fellp manifestou-se também, e, como esperado, não perdeu a oportunidade de responder à provocação do vingador.

— Escute o que ela diz, Enzo. A noite é uma criança. E parece que esta noite promete — gesticulou algumas palavras silenciosas para outrem que Enzo não distinguiu. — Aliás, acho que seria mais fácil ela enjoar de você com esse jeitinho de boiola que você tem.

O garoto recostou-se numa árvore que estava às costas e cruzou os braços, assim como fizera ao chegar ali. Apesar das palavras zombeteiras de Fellp, permaneceu em silêncio, dirigindo-lhe apenas um sorriso amável. Língua afiada, irmãozinho. O monitor, então, assumiu um ar mais sério e caminhou até Chlöe, abordando novamente o assunto da tal praça. Enzo já estava de saco cheio daquilo.

Chlöe deu a Fellp umas palavras provocativas, que tiraram do vingador um risada baixa. Ele manteve-se lá, observando, sem se meter na conversa.

— Então, o que faremos nessa noite tão divertida? — Chlöe perguntou. Divertida... Alguns pensamentos vieram à mente de Enzo, e foram transmitidos no sorriso de seus lábios. Mas não seria ele a responder; apenas deu de ombros.

Coisas significantes:
Armas
♦ Chranne [Pulseira de bronze celestial. Nela, está escrito os dizeres 'Chranne' que, quando pressionados, transformam o item em uma luva com três garras, uma para cada pequena depressão entre os dedos do usuário, também feitas de bronze celestial. Assemelha-se à 'arma' do personagem 'Wolverine'.] {Presa ao pulso de Enzo}

Créditos Theta Sigma


Charlie Butzke
Mênades
Mensagens :
487

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cachoeira ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Nina A. Mutt em Seg 30 Dez 2013, 21:33

Insônia #4
Assunto de merda.



Vai ter volta, cachorra.”

Nina rolou os olhos ao terminar a leitura labial e gesticulou um vá se foder para o ar, tudo estava indo até bem. Enzo estava recostado numa árvore e ignorava as infantilidades do monitor de Éolo, enquanto a garota parecia estar bem tranquila também. Até que Fellp ficou tenso e começou a falar sobre uma coisa que a princesa das trevas daria o fígado para não ouvir de novo.

Aquele assunto.

O simples nome: Praça La Paz, fez todo o seu corpo enrijecer e os olhos doerem, preferiria levar um soco a ter que lembrar dos flashes que vinham atormentando seus pensamentos ultimamente. Lembrou-se de Dammyen e Anne, como fora testada e provocada, mas depois tudo era um borrão desconexo e a voz do titã uma lembrança em forma de tesoura, que picotava sua pouca sanidade junto com a Vira Lata, que Nina sabia estar em algum lugar dentro de si só esperando o primeiro deslize para assumir novamente. Chlöe, como tinha se apresentado, contou tudo sem a menor cerimônia e ainda conseguiu brincar com a situação, a cachorrinha a invejou por isso, perguntou-se até como era não sentir aquela dor que lhe definhava a existência tão devagar.

Divertindo-se?

Não queria/poderia deixar que descobrissem sobre sua ligação com Cronos e o filho da puta simplesmente acha que era uma boa hora conversar com ela? Cale a boca! Ordenou em pensamento e mordendo a bochecha para não falar em voz alta. Fellp sabia ler mentes, talvez os outros também, e provavelmente escutaram aquele timbre grave que não pertencia a ela e a questionariam, e ela não estava afim de fazer a terra sambar – estava sem o pandeiro, coitada. O avô estava prestes a responder, mas Nina forçou a mente numa enxurrada de lembranças relacionadas à infância e a tudo antes de se descobrir semideusa, agarrou-se a uma cena corriqueira de uma briga na escola entre ela e um garoto, na cena seguinte sua roupa estava empapada de sangue; conseguiu abafar qualquer manifestação titânica porque as vozes das outras crianças ao redor mesclavam-se em gritos e pedidos para que a professora viesse logo. Deu uma risada e respirou fundo, a cabeça doía e as mãos tremiam, mas não por medo, e sim ansiedade.

-Mas que assunto broxante. – recuperou a postura desiniba, como se nada tivesse acontecido. – Dois caras e duas garotas... Chlöe se me permite a palavra, deliciosas! Parados e conversando? Isso é um erro.

Ela sorriu de forma sacana, mas seu corpo estava pronto para qualquer coisa. Como um cão sendo seguido pela carrocinha, atento a qualquer saída, som ou cheiro que poderiam livrá-lo de virar sabão.

Como eu já disse, cão acuado nunca é boa coisa.


Au, au!:
Arma Levada:

—Twin Daggerss (Gêmeas) {Anéis de Noivado} [Ouro e Aço] [São dois anéis mágicos dados por Ares e abençoados por Afrodite. São o selo do amor de Nina e Jon, além de ser o último ‘apoio’ do rapaz antes de morrer. Ao pronunciar o sobrenome de ambos – Mutt – os aros transformam-se em adagas, cujos cabos representam, respectivamente, uma escultura de Ares(aço) e outra de Afrodite(ouro). Podem emitir leves faíscas atordoadoras, duas vezes por dia. Cada arma possui um disparo, que é capaz de desequilibrar ou distrair um inimigo com sensações de choque elétrico. Além disso, suas discargas não funcionam em seres humanos, limitando-se apenas à criaturas mitológicas.] (Nível mínimo: 25) {Elemento: Luz} [Recebimento: DIY "Bad, Bad Dog!", por Afrodite]


Poder Passivo:
Visão Noturna [Nível 2] Possui a capacidade de enxergar perfeitamente quando escuro.[Novo].  



Fellp, Chlöe & Enzo | Madrugada marota na Cachoeira. <3
Nina A. Mutt
Mênades
Mensagens :
403

Localização :
Na puta que o pariu.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cachoeira ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Ryan Lichtter em Seg 30 Dez 2013, 22:53


E tudo isso é culpa da Mulher Diabo



Que me persegue a noite em tudo que é lugar




”Língua afiada, irmãozinho” disse Enzo mentalmente. Só ouvi seus pensamentos porque, dessa vez, ele não retrucou. ”Vai aprendendo, maninho” respondi a ele da mesma forma; via telepatia. Aliás, língua afiada mesmo quem mostrou ter foi Chlöe, como apresentou-se, desde o início. Então gosta de pessoas brutas na cama? Interessante. A garota era, de fato, uma delícia, assim como Nina referia-se à ela. Agora estava tendo cuidado para que o seguidor de Nêmesis não lesse minha mente. Certo, não foi ela quem atirou as flechas em mim, o que deixa ainda minha dúvida; quem foi? E teria eu acertado essa pessoa ao repelir as estacas pontiagudas? E Josh seria o cara que chegou do nada com seu dragão? E... A cadelinha ali do lado... Claro. Como não recordei isso antes? Era ela quem eu tentei proteger contra aqueles dois assassinos, no entanto ela foi capaz de se virar sozinha e sumir pelas sombras.

Falando nela, de repente, sua postura alterou-se; parecia tensa por alguma razão, com as mãos tremendo. Arqueei as sobrancelhas levemente. Nem quis saber o que passava na cabeça dela, pois provavelmente não era boa coisa. A moça sedutora respirou fundo e logo voltou a agir como antes. Ela havia despertado meu desejo e muita curiosidade, assim como a outra conseguiu fazer ao responder-me sobre sua participação na Praça La Paz. Direcionei meu olhar a Vipero novamente, que permanecia com os braços cruzados só observando a tudo. ”Parece que as mocinhas querem brincar” falei com ele de forma psíquica e não contive as curvas sacanas que queriam ser formadas em meus lábios. Dei um passo para o lado, ficando bem perto de Nina mais uma vez. Minha canhota foi parar nas mechas de sua nuca e passaram a brincar com alguns fios soltos daquela região.

Também acho isso um erro, mocinha. Acho que precisamos de mais ação. Você tem alguma ideia, é? — Os dedos que antes se entrelaçavam no cabelo serviram para puxá-la – não com muita força – até seu ouvido ficar próximo de minha boca de novo. O sussurro era a principal arma que eu tinha: — Se a ideia for boa depois te dou um osso pra roer, cachorra. — Não aguentei e tive que emitir uma risada maliciosa antes de soltá-la e escorregar minha mão pela extensão de seu dorso como uma carícia até que ela ficasse livre. Em seguida, mantendo a expressão safada, olhei para a “espiã”. — E você, gracinha? Também tem alguma ideia do que fazer para que a gente se divirta?

A noite estava começando a ficar boa e certa ansiedade encetava a formar-se dentro de mim.



Informações:
— Post 4#;
— Cachoeira, Acampamento Meio-sangue;
— Com Chlöe, Enzo e Nina.

Itens levados
♦ {Souffle} / Bracelete [Além de proporcionar um controle mais amplo dos poderes, o bracelete cria, sem o comando do semideus, uma fina camada de vento ao redor do corpo dele, como um escudo, que ameniza golpes físicos. Com o evoluir do semideus, o escudo ventoso torna-se mais rígido e resistente] {Nenhum Material} (Nível Mínimo: 1) {Controle sobre o Vento} [Recebimento: Presente de Reclamação de Éolo] ~ NO PULSO ESQUERDO

- Anima Bracelet. [Um bracelete de prata com o desenho de borboleta em ouro. Esse bracelete pode ser ativado com o desejo mental do usuário e transforma-se em uma corrente que pode medir 10m. Essa corrente é feita de prata e ouro sagrado, bastante resiste a tal ponto de ser semi-indestrutível. Ela obedecerá aos comandos mentais do mentalista com perfeição, independente do nível que ele esteja.] [Materiais: Ouro Sagrado e Prata Sagrada] (Nível mínimo 1) {Elemento: Psíquico} [Recebimento: presente por ser mentalista] ~ NO PULSO DIREITO

- Blade / Espada [ Uma espada prateada de 80cm, tem a função de instigar o pânico nos inimigos] {Prata} (8) {Nenhum Elemento} [Recebimento: Salvataggio - Deimos' Mission] ~ NA NUVEM PARTICULAR

Habilidades utilizadas
Resistência Climática - Os servos de Éolo são responsáveis, mesmo que pouco, pelas estações do ano e pelas temperaturas. Então, os filhos dele conseguirão aguentar desde altas a pequenas temperaturas. Claro que há exceções e o bom senso e a vontade do narrador devem ser respeitados. New ~ PASSIVO

Temperatura Corporal – Assim como o ar, você pode mudar a temperatura de seu corpo de modo a se adaptar ao ambiente que está. ~ PASSIVO

◉ Nível 4. Resistência Mental: Sua mente é resistente a manipulações ou invasões. Isso não se aplica a outro mentalista, porém se o inimigo for mais fraco encontrará muita dificuldade, assim como o que for mais forte terá de se concentrar mais para conseguir o efeito mental sobre um mentalista. ~ PASSIVO

◉ Nível 20. Telepatia Avançada: Controle total, podendo escolher a hora que vai escutar os pensamentos ou não e também se comunicando livremente através dos pensamentos. ~ PASSIVO

Ryan Lichtter
Filhos de Éolo
Mensagens :
459

Localização :
Sou errado, sou errante, sempre na estrada, sempre distante.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cachoeira ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 07:22

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 21 Anterior  1, 2, 3 ... 11 ... 21  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum