Percy Jackson e os Olimpianos RPG BR
Bem vindo ao maior fórum de RPG de Percy Jackson do Brasil.

Já possui conta? Faça o LOGIN.
Não possui ainda? Registre-se e experimente a vida de meio-sangue.

Cachoeira ♠ Local Público Oficial ♠

Página 3 de 21 Anterior  1, 2, 3, 4 ... 12 ... 21  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Cachoeira ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Jeff Smith em Ter 03 Dez 2013, 13:30

Relembrando a primeira mensagem :

- JESUS CRISTO!
A reação dela foi além do que eu esperava, mas ela logo começou a dar risada e se apresentou
-Oi, sou Jenna Lennon Mc'Cartney, filha de Hermes e... -ela fez uma pausa - e acho que do Cloud.
- Oi Jenna. Meu nome é Jeff Smith, sou filho de Athena. Mas como assim, vc tem dois pais??
Jeff Smith
Filhos de Athena
Mensagens :
89

Localização :
TARDIS

Voltar ao Topo Ir em baixo


Re: Cachoeira ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Helena J. Eickenberg em Ter 31 Dez 2013, 00:16




Factory Girl


Anne Elle Kammie estava morta e a única importância que isso tinha para a pequena Katerina era o fato de que agora a fama daquela vadia poderia ser substituída sem precisar mata-la com as próprias mãos.

Katerina Delacour, uma metida a rica que nada mais desejava do que atenção. Por isso, aproveitou-se quando a mensagem de Íris foi-lhe enviada, avisando sobre a morte da assassina de semideuses. O sorriso de diversão transpassou o rosto, enquanto o roupão de seda deixava as belas coxas da loira á mostra. O mensageiro nada mais era do que um conhecido a fim de agradar a prole de Éolo. Estalou os dedos e um de seus milhares de servos ajoelhou sobre os pés da garota, esticando a bandeja que continha uma taça de vinho.

- Agora eu posso viver entre os semideuses. – Disse, deliciando-se com as palavras. – Avise a velha de que estou indo viajar. Eu quero cinco de vocês me ajudando com as malas. Chamem a limusine também.  – Levou a taça aos lábios, sentindo o gosto levemente adocicado da bebida escarlate. Os olhos brilharam em uma cor arroxeada por um leve momento, até Katerina virar-se de costas, encaminhando-se para o seu aposento.


S E X Y



As majestosas asas brancas abriram-se ao descer do avião, embainhava duas diferentes espadas que provavelmente seriam vistas como nada menos do que um cinto para os humanos. Deu de ombros, pouco importando com o fato de que era um radar para os monstros mitológicos. Era treinada por espadachins famosos, mestres japoneses em varias armas e sozinha, aprendeu a manejar seus dons com o ar. Como seguidora da deusa Nêmesis, tinha seus propósitos na terra, porém não seriam revelados tão cedo. Por enquanto, era apenas uma vadia procurando por diversão. Tinha cansado da vida de sobrinha dos donos da maior empresa dos Tigres Asiáticos. Agora seria uma meio-sangue.

Não pediu por qualquer táxi, pois já tinha decorado o caminho para o Acampamento Meio-Sangue, por isso utilizou-se de seus artifícios e envolveu o próprio corpo, juntamente com as malas, com os quatro ventos. Logo, seu corpo fora puxada para um local que uma vez esteve, há muitos anos atrás. Quando era uma criança de 6 anos. Ao abrir os olhos, estava em meio a várias árvores e logo a sua frente tinha uma cachoeira, formando um véu de água ao despejar sobre pedras. Cambaleou e sorriu com o êxito do transporte, desembainhando uma das espadas rapidamente enquanto soltava a bolsa, logo se arrependendo do feito. Era Armani e azul, ficaria suja e estragada. Ajeitou o cachecol com a mão livre e depois abriu os botões do casaco. Inspirou o ar e sentiu o odor característico de seres mitológicos. Meio sangues e monstros. Ao olhar a sua volta, estava em meio a vários adolescentes, todos meio-sangues. Sorriu divertida, percebendo que tinha quebrado algum tipo de clima de tensão. Riu baixo e ajeitou as madeixas douradas que caiam sobre os olhos.

- Ahn, oi. – Disse, apoiando em uma das malas pesadas. Eram muitas, pesadas e agora sujas de terra. Grunhiu, preocupada com o preço alto que tinha gastado nelas. Avaliou cada rosto naquela clareira e reconheceu-os imediatamente pelas fotos que seu “amigo” mostrara. – Nina Mutt, Fellp sei lá das quantas, Clhoe Volkov e esse aí eu não sei quem é.–  Enquanto falava cada um com naturalidade, apontava com a ponta da espada para seus corpos, demonstrando que não sabia apenas os nomes. – Agora vocês são famosos. – Inspirou o ar, sentindo o odor de sangue divino. Se o perigo fosse se mostrar, Katerina estaria pronta para enfrenta-los. Tinha todos os tipos de armas disponíveis em seu corpo, colocadas estrategicamente em cada parte de seu corpo facilmente acessível. Duas facas, duas adagas, duas espadas.

Embainhou a espada lentamente e levantou ambas as mãos ao ar, demonstrando que não era ameaça. Um sorriso espalhou pelos lábios da loira e a franja caiu sobre os olhos. Fitou cada um com uma intensidade indescritível, principalmente a tal de Nina. A bela de cabelos curtos. Algo de selvagem era facilmente perceptível nela.


Spoiler:
Itens [o que não está embainhado, está nas malas];

— Facas | Espadas | Adagas

• Faca [Sua lâmina bronzeada mede cerca de 24 cm, e seu cabo tem o mesmo comprimento padrão. É bastante afiada e é perfeita para ataque ágeis e rápidos. O bom desta arma é sua eficiência tanto para mãos hábeis quanto para manuseios mais inexperientes, pois é uma arma curta, fácil de esconder e ao mesmo tempo fácil de manusear. Seu punho é feito de aço, mas uma camada de couro escuro cobre o aço para que o usuário possa segurá-la firmemente. Na parte inferior da lâmina, próxima ao cabo, há entalhado as siglas do Acampamento "CHB"; uma propriedade que só os meio-sangues e criaturas místicas podem ter e usar (ajuda um pouco na destreza)] {Bronze, aço e couro} (Nível mínimo: 1) {Nenhum elemento} [Recebimento: Administração; item inscrição padrão do fórum]

• {Blood Vamp} / Faca [Uma faca simples, feita de prata. Tal arma tem, por toda a sua extensão, sangue de vampiro. O sangue é  extremamente perigoso  para humanos e semideuses, causando danos e alucinações] (Nível: 60) [Veneno (20 HP por turno, pelo tempo que durar o evento)] {Prata e Sangue de Vampiro}

• {AEK} / Adaga [Feita de prata e com uma "marca" em sua lâmina com as letras iniciais da semideusa de Éolo. Tal marca simplesmente demonstrava quem era a dona e, provavelmente, a última coisa que tal pessoa veria na vida] (Nível: 05) [Sem elementos] {Prata}

• {Freedom} / Espada [Feita de ouro branco, foi um presente de Éolo para sua filha. Ajuda no controle dos ventos e, quando sua dona acaba desejando, um aura azulada acaba se estendendo por toda a espada, simbolizando o atributo gélido. Quando a aura está ativada, a cada perfuração que o inimigo receba, ficará com o local congelado por 5 turnos, além de perder determinada quantidade de HP a cada ferimento por causa do veneno] [Presente de Reclamação / Modificada por Aldebaran Smiths] (Nível: 60) [Veneno (entre 5 e 10 HP por turno/8 turnos de duração) e Gelo (duração da aura: 2 turnos/duração dos efeitos: 5 turnos/retirada de 15 HP por turno)] {Ouro branco, gelo}

• {Lust} / Espada [Uma espada feita de bronze sangrento, retirada da estátua de Afrodite, esta representa o pecado luxúria. A arma é fina o bastante para penetrar o espaço entre duas costelas. A habilidade dessa espada consiste em despertar atração sexual no inimigo que for cortado por ela, este irá pensar apenas nos prazeres carnais e irá se desatentar na batalha.]{ Bronze Sagrado {Sangrento} (Nível Mínimo: 15) {Não controla nenhum elemento} [Recebimento: Evento – Sonho, pesadelo]

• {Avenge} / Corrente [Corrente de aproximadamente 2,0m de comprimento, feita com aros de bronze Sagrado. Maleável, pode realizar vários movimentos com facilidade. O metal é endurecido e, portanto, bastante resistente.  Em cada aro há um  pequeno espinho feito de prata, o que adiciona dano a cada golpe dado. O punho é feito de couro e com detalhes em prata na parte onde se conecta à corrente em si. [Prata, Bronze Sagrado] (Item de Vingador) {Sem controle de Elementos} [Presente de Nêmesis para os Vingadores]

• {Revenge} Adaga [Uma adaga aparentemente normal, com aproximadamente 30cm de comprimento. Sua lâmina é feita de prata sagrada e é extremamente afiada; nunca perde o fio. Nêmesis abençoou as armas de seus Seguidores com a propriedade de sempre voltar à sua bainha, não importa quão longe ou onde ela esteja. Demora, em média, cinco minutos para a arma voltar ao seu lugar. Acompanha a bainha de couro. [Prata Sagrada] (Item de Vingador) {Sem controle de Elementos} [Presente de Nêmesis para os Vingadores]

— Armaduras | Escudos

[size=11]• {Cursed} / Armadura [Feita em ouro, com o peitoral composto de rubi e jade. As ações cometidas por Anne Elle Kammie foram gravadas na parte da frente de tal armadura, enquanto ações da deusa Nêmesis ficam nas costas. É uma armadura sem falhas e bem resistente, praticamente sendo algo impenetrável. A imunidade da armadura acaba por aguentar ataques elementais de nível correspondente ao da semideusa, sendo repelidos ataques de fogo, água, eletricidade e gelo. Encantada, acaba sendo bem leve]{Nível: 70}(Imunidade a ataques elementais de fogo, gelo, água e eletricidade / Alteração da gravidade) {Ouro, Rubi, Jade}

— Arcos e Aljavas


• {Shot} / Aljava [Aljava feita de couro composta para uma carga de 100 flechas envenenadas, com um veneno levemente corrosivo. Possui uma correia para ser levada na cintura ou nas costas] (Nível: 2) [Veneno leve: Retira -05hp/turno] {Couro}

— Itens

• {Demon} / Lipstick [Um batom customizado com sangue. Sua característica principal é defender a garota de que outras pessoas adentrem sua mente, além de deixá-la mais calma. Também exala um cheiro de vinhas para quando for necessário despistar algum monstro/semideus] (Nível: 60) [Nenhum Elemento] {Ouro} [Recebimento: Mezzosangue Impedimenti - Deimos' Mission]

— Restauradores

• {Choco} / Ovo de Páscoa [Um pequeno ovo de chocolate que recupera 50 de HP quando comido] (Nível: 10) {Uso ÚNICO} [Presente by.: Amigo do Chocolate]

• {Life} / Pulseira [Encantada, restabelece todo o HP do usuário, mas com um custo de 50 de energia] (Nível: 75) {Utilização: Uma vez por missão}

• Elixir da Vida (divino): Aumenta 200HP

• Elixir da Energia (divino): Aumenta 200EP.

# Post 001;

# Cachoeira – Acampamento Meio-Sangue;

# Interação: Clhoe Volkov, Fellp D Oliver, Nina A Mutt e Enzo Vipero.

# Vestindo: Clique.


* Não li todos os posts, estou como intrusa aqui. Não venho com nenhum objetivo de ataque, afinal, não sou Anne mais. Encaixe essa interação onde quiserem, ou ignore, qualquer coisa eu faço um post vazando.


Helena J. Eickenberg
Indefinido
Mensagens :
676

Localização :
Desconhecida

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cachoeira ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Ianna D. Belikov em Qua 01 Jan 2014, 22:21


in this jungle you can't run
Ok, então. Nina teve uma demonstração rápida de esquizofrenia, acho que a palavra seria essa se fosse humana, mas semideuses possuem probleminhas piores. Não que eu quisesse saber o que se passava com ela, já tinha meus próprios problemas, mas não pude deixar de me preocupar por alguns segundos e logo voltar a rir ao ver Fellp atirar-se descaradamente para cima da garota. Depois, sua expressão ao virar-se para mim arrancou-me um sorriso sacana. No entanto, não tive tempo de responder pois uma loira chegou... Voando? Nem eu entendi o que houve de verdade, apenas sei que ela apareceu ali. Desembainhou uma espada e nos dirigiu olhares avaliadores, intensos. Isso não era estranho, não se você parasse para considerar as malas que ela havia trazido. Enfim, percebi que ela conhecia o nome de cada um ali, exceto o de Enzo. Ótimo. A lâmina que ela apontava para cada um de nós enquanto dizia nossos nomes também era legal, se considerar que ela tinha uma aura extremamente pacífica. Vai entender. Seus lábios emitiram uma sentença a respeito de fama que me deixou intrigada. Não era todo dia que alguém ficava conhecido por um acontecimento daqueles. Depois, a espada foi embainhada e ela ergueu as mãos, comprovando a pacificidade, enquanto sua franja cobria-lhe os olhos, mas não encobria os olhares que foram lançados a mim, Enzo, Fellp e Nina, sendo estes fixados na última citada.

▬ Acredito que, se puder dizer seu nome, acreditaremos em sua proposta de ser pacífica. ▬ Procurei observá-la melhor, as curvas femininas não escapando à minha avaliação. ▬ E posso dizer também que você é muito bonita, se me permite. Qual sua ascendência divina? ▬ Fazia um bom tempo que eu não encontrava tantas pessoas bonitas dessa forma juntas em um mesmo local. Era estranho.

Itens e poderes:
▬ Armas:
♦ Gauth [Adagas gêmeas feitas especialmente para Andy. As armas adaptam-se perfeitamente à forma da semideusa de lutar, e mesmo que sua perícia não seja esta, alguns dos ataques com as lâminas poderão dar danos maiores se estes forem bem explicados. Os cabos possuem as letras "A&G" entalhadas. Os detalhes são pequenos caduceus entrelaçados a algumas roseiras, perfeitamente esculpidos nos cabos.][Presente da Rafa, sua amada ♥] [Atualmente, no chão]

▬ Poderes Passivos:
-x-

▬ Poderes Ativos:
-x-

▬ Observações:
Pode rir do meu post, eu deixo -q
"Conhecerás a ti mesmo..."
@lilah
Ianna D. Belikov
Mênades
Mensagens :
747

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cachoeira ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Nina A. Mutt em Qui 02 Jan 2014, 19:53

Insônia #fim.
Atração perigosa



Nina relaxou quando notou que ninguém tinha reparado seu pequeno ataque, na verdade Fellp estava bem mais interessado em provocar do que qualquer coisa relacionada à mente dela. Não só chegou perto demais, como lhe puxou pelos cabelos e falou naquele tom sussurrado que fez os pelos dela eriçarem, emitiu um som semelhante ao ronronar de um gato, porém bem mais provocativo, afinal era uma cadela e tanto.

Porém antes que pudesse revidar uma outra pessoa apareceu, e que pessoa. Uma loira estonteante e tão bela que a cria de Hades não resistiu a um assobio de aprovação, apontava uma lâmina para todos, mas por algum motivo aquilo não assustou Nina – depois de Anne e Dammyen, estava difícil ter medo de outras pessoas que não fosse dela mesma. A intrusa então guardou a lâmina e se apresentou de forma pacífica, apesar das malas e todo o resto, a Alcidamo revirou os olhos e logo caracterizou a garota como muito linda, porém patricinha. Ouviu seu nome ser proferido dos lábios dela e ficou tensa, não gostava de outras pessoas pronunciando o Mutt como se fosse apenas um sobrenome qualquer.

-Só Nina moça, o Mutt é algo muito pessoal e que você não tem permissão de usar. – ela disse ríspida.

Então notou estar sendo profundamente analisada e isso, de certa forma, gerou um enorme desconforto em seu âmago. Algo dentro de si queria chegar mais perto, tocar nela talvez, a aura de poder era apetitosa demais. Sentiu a ponta dos dedos esquentarem e a respiração tornar-se ofegante, aquilo não era nada bom. Meneou a cabeça e decidiu dar no pé, assim conseguiria botar tudo em ordem, lançou um último olhar a loira e disse-lhe.

-Bem, estou sentindo que tenho que dar o fora. – ela sorriu. – Mas, antes de ir...

Aproximou-se de Chlöe rapidamente e tomou-lhe o rosto entre as mãos, depositando um beijo sobre os lábios dela, mordeu-lhe o lábio inferior e sorriu. Logo em seguida virou-se para um monitor de Éolo muito excitado, laçou-lhe o pescoço e selou os lábios num beijo ousado, quente e com gosto de nicotina, talvez não fosse lá tão gostoso quanto os lábios doces de Chlöe, mas com certeza era viciante o suficiente para atormentar o arrogante. Finalmente voltou-se a senhorita loira, ainda sentia aquela sensação familiar que tinha algo errado ao olhar para ela, além da sensação que alguma coisa dentro de si queria pular nela.

-Me siga se quiser, talvez toparemos com um centauro muito mal-humorado. – ela traçou o caminho para ir embora, só olhou para trás uma última vez para ver se era seguida, a malícia estampada na cara demonstrava que estava bem satisfeita.

Cães adoram marcar território.

Au, Au!:
Armas Levadas:

—Twin Daggerss (Gêmeas) {Anéis de Noivado} [Ouro e Aço] [São dois anéis mágicos dados por Ares e abençoados por Afrodite. São o selo do amor de Nina e Jon, além de ser o último ‘apoio’ do rapaz antes de morrer. Ao pronunciar o sobrenome de ambos – Mutt – os aros transformam-se em adagas, cujos cabos representam, respectivamente, uma escultura de Ares(aço) e outra de Afrodite(ouro). Podem emitir leves faíscas atordoadoras, duas vezes por dia. Cada arma possui um disparo, que é capaz de desequilibrar ou distrair um inimigo com sensações de choque elétrico. Além disso, suas discargas não funcionam em seres humanos, limitando-se apenas à criaturas mitológicas.] (Nível mínimo: 25) {Elemento: Luz} [Recebimento: DIY "Bad, Bad Dog!", por Afrodite]


Poder Passivo:
Visão Noturna [Nível 2] Possui a capacidade de enxergar perfeitamente quando escuro.[Novo].  



Bye bye <3
Nina A. Mutt
Mênades
Mensagens :
403

Localização :
Na puta que o pariu.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cachoeira ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Ryan Lichtter em Sex 03 Jan 2014, 00:06


Infelizmente a gente tem que tá


ligado o tempo inteiro



Ligado nos pilantras e também nos bagunceiros!
Mantive meu olhar fixo em Chlöe, mais uma vez analisando-a, enquanto esperava mais do que um ronronar de Nina. Um revide, talvez. Aquele jogo de provocações estava legal, fazendo com que eu tivesse os pensamentos mais pervertidos e a sensação de que a noite terminaria melhor do que era esperado. Gostaria muito de ter ouvido a resposta de uma delas, ou as duas. No entanto, o que escutei foi um “Ahn, oi” de uma voz que, até então, não havia manifestado-se entre nós. Instintivamente, virei meu pescoço na direção do áudio e observei uma loira – uma puta de uma loira, quero dizer – que trajava um casaco, um cachecol, uma calça justa e botas, ambas as peças na cor preta. Ela portava uma espada e, no exato momento em que apontou sua lâmina para cada um de nós, e foi dizendo nossos nomes, o que deixou-me desconfortável, invoquei a nuvem particular e rapidamente peguei Blade com meu punho direito e levei a mão para as costas, ocultando o armamento que poderia instigar pânico em alguém ali caso fosse avistada. A nuvem sumiu após o uso, consequentemente.

Disse que agora éramos famosos. Obviamente pelo ocorrido na Praça La Paz. Ocorrido este que nem mesmo eu sabia que fim levou e quais consequências trouxeram. “Enzo, fique esperto. Você tem o sexto sentido, avise-me de qualquer coisa. Vou tentar descobrir algo sobre ela” comuniquei-me com meu meio-irmão através de telepatia, tendo o cuidado para que a mensagem mental fosse levada somente para ele. As duas moças pronunciaram-se a respeito da terceira, mas nem atentei-me a o que falaram. Concentrava-me na desconhecida, encarando-a seriamente sem receio, vendo um pouco de seu passado; Katerina Delacour. Já esteve no acampamento antes, com apenas seis anos de idade. Milionária, herdeira da maior empresa de tigres asiáticos. Treinada por espadachins famosos, mestres japoneses e havia aprendido sozinha a dominar o vento – filha de Éolo, portanto. Seguidora de Nêmesis. Repassei todas essas informações a Vipero. Poderia até ter descoberto mais sobre ela, entretanto “voltei à Terra” quando senti meu pescoço ser envolvido pelos braços da cadela, cujo sobrenome não era bom dizer.

Seus lábios vieram de encontro aos meus. Ligeiramente invoquei a nuvem particular mais uma vez e guardei Blade, ordenando que a nuvem desaparecesse de novo, posteriormente. No começo, fiz alguns movimentos com a boca ainda com os olhos abertos, por ainda estar processando tudo que estava acontecendo. Isso não demorou muito e deixei-me levar pelo beijo quente e ousado dela, finalmente abaixando as pálpebras e levando as mãos até seu quadril, aplicando uma pegada firme e característica de minha pessoa. O gosto de cigarro era algo que incomodava-me, não pelo sabor em si, mas pelas recordações de meu passado obscuro qual eu buscava esquecer. Contudo, outro gostinho bem melhor também estava presente, diria até que era superior e viciava tanto quanto nicotina. Quando soltou-me, voltou a fitar a recém-chegada. Pude notar que ela sentia um incômodo, como se algo estivesse errado e, simultaneamente, um desejo de pular nela se manifestava.

Assim como ela, tornei a olhar minha nova maninha. Ela tinha realmente um corpo esbelto e admirável. Entretanto, só o fato de saber que nosso progenitor era o mesmo já era o suficiente para não despertar-me tanto desejo. Acompanhei com os olhos Nina dando o fora, falando que a descendente dos ventos poderia segui-la, se quisesse. “O que eu perdi?” questionei Enzo, mais uma vez por telepatia. Apesar de tudo, de estar confuso quanto à presença dela, com uma sensação não muito boa, decidi pronunciar-me e... Dar as boas vindas.

Pela quantidade de malas e armas, suponho que esteja se mudando pra cá. Como já sabe, sou Fellp Dewey Oliver, monitor de Éolo, ou seja, o cara que manda na porra toda no chalé onde você será hospedada. Posso te ajudar com as malas depois, se quiser, ajudar na sua instalação, apresentar você aos demais do chalé e tal. Enfim... Seja bem vinda.

Busquei ser o mais simpático o possível e até forcei um sorriso amigável, o que não seria forçado se não estivesse com tanta desconfiança sobre ela. Recebê-la bem e tentar impor um respeito mútuo talvez seja bom para ambos. Não nego que só pelo seu cheiro forte era fácil perceber que ela era bem mais poderosa, não que eu fosse fraco, muito pelo contrário. Afinal, não paralisei aqueles assassinos na praça à toa. Porém, estabelecer uma relação sem desavenças com a garota de mechas douradas poderia impedir qualquer problema futuro para mim e meus/minhas colegas de dormitório, pois até onde entendo meu cargo de monitor, tinha certa responsabilidade sobre as relações internas daquele grupo específico de meio-sangues.


Observações:
— Como viram, a vez de Enzo foi pulada por ele estar sem net. Então, Katerina pode postar em sequência. Depois é a Chlöe, creio. Em seguida é minha vez de novo, já que Nina saiu, a menos que a internet do Enzo dê algum sinal de vida. -q

— Bom, primeiro não sei quanto a tal resistência mental dos vingadores - nem sei se vocês têm mesmo, pois não fui verificar os poderes. Mas isso não impede de Fellp ver o passado das pessoas, animais, etc., e por Fellp ter se concentrado muito nela, até ignorando os acontecimentos ao redor, não vi incoerência em Fellp ver um pouco do passado de Katerina.

— Sei que os vingadores podem ler mentes. Aí, no caso, Fellp também tem a resistência mental e, por ser mentalista, requer muita concentração para escutar os pensamentos dele. As mensagens telepáticas foram direcionadas somente a Enzo, e pelo fator abordado anteriormente, não creio que Katerina possa ter escutado. Se ouviu, não deve ter ficado muito claro, assim como Fellp também não pôde ver todo o passado de sua maninha. Embora o nível de Katerina seja bem superior ao de Fellp, ele é um mentalista, isso deve ser levado em conta. xD

— Bem, como não é um combate, pouco importa tudo isso. -q Só quis esclarecer mesmo para as próximas interpretações. :v
Informações:
— Post 5#;
— Cachoeira, Acampamento Meio-sangue;
— Com Chlöe, Enzo, Nina e Katerina.

Itens levados
♦ {Souffle} / Bracelete [Além de proporcionar um controle mais amplo dos poderes, o bracelete cria, sem o comando do semideus, uma fina camada de vento ao redor do corpo dele, como um escudo, que ameniza golpes físicos. Com o evoluir do semideus, o escudo ventoso torna-se mais rígido e resistente] {Nenhum Material} (Nível Mínimo: 1) {Controle sobre o Vento} [Recebimento: Presente de Reclamação de Éolo] ~ NO PULSO ESQUERDO

- Anima Bracelet. [Um bracelete de prata com o desenho de borboleta em ouro. Esse bracelete pode ser ativado com o desejo mental do usuário e transforma-se em uma corrente que pode medir 10m. Essa corrente é feita de prata e ouro sagrado, bastante resiste a tal ponto de ser semi-indestrutível. Ela obedecerá aos comandos mentais do mentalista com perfeição, independente do nível que ele esteja.] [Materiais: Ouro Sagrado e Prata Sagrada] (Nível mínimo 1) {Elemento: Psíquico} [Recebimento: presente por ser mentalista] ~ NO PULSO DIREITO

- Blade / Espada [ Uma espada prateada de 80cm, tem a função de instigar o pânico nos inimigos] {Prata} (8) {Nenhum Elemento} [Recebimento: Salvataggio - Deimos' Mission] ~ NA NUVEM PARTICULAR

Habilidades utilizadas - Passivos
• Resistência Climática - Os servos de Éolo são responsáveis, mesmo que pouco, pelas estações do ano e pelas temperaturas. Então, os filhos dele conseguirão aguentar desde altas a pequenas temperaturas. Claro que há exceções e o bom senso e a vontade do narrador devem ser respeitados.

• Temperatura Corporal – Assim como o ar, você pode mudar a temperatura de seu corpo de modo a se adaptar ao ambiente que está.

• Resistência Mental: Sua mente é resistente a manipulações ou invasões. Isso não se aplica a outro mentalista, porém se o inimigo for mais fraco encontrará muita dificuldade, assim como o que for mais forte terá de se concentrar mais para conseguir o efeito mental sobre um mentalista.

• Nuvem Particular – Você tem uma nuvem que carrega seus pertences, o máximo de itens acima dela é quatro. A mesma nuvem aparece e desaparece quando você quiser bata invocá-la quando precisar.

• Empatia: Você sabe exatamente o que o outro está sentindo em termos de emoções.

• Telepatia Avançada: Controle total, podendo escolher a hora que vai escutar os pensamentos ou não e também se comunicando livremente através dos pensamentos.

Habilidades utilizadas - Ativos
• Lembranças avançada: Procure qualquer lembrança do inimigo.

• Clariciência: Capacidade de ver o passado dos animais, lugares e objetos inanimados através do contato fisico, as visões ocorrem como uma experiência fora do corpo, como uma memória superficial ou uma visão na forma astral.

Ryan Lichtter
Filhos de Éolo
Mensagens :
459

Localização :
Sou errado, sou errante, sempre na estrada, sempre distante.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cachoeira ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Helena J. Eickenberg em Sex 03 Jan 2014, 01:37




Factory Girl





Levemente entediada, a loira apenas ignorou as pessoas a sua volta por alguns segundos, puxando o batom que estava guardado entre os seios e o abrindo. Passou-o cuidadosamente sobre os lábios carnudos, não precisando nem por um segundo de um espelho. Sabia o que fazia e também tinha decorado o delineado dos próprios lábios do tanto que gostava de utilizar daquela ferramenta. Guardou-o novamente entre os seios, no decote e fitou Chlöe. Pouco importava se aquilo parecia patricinha demais, não sabiam que era o que estava por trás da aparência daquele simples batom que lhe agradava. Proteção.

Katerina sentiu que obviamente estava atrapalhando um clima que não era de tensão assassina, mas sim uma pura perversão. Não podia dizer que não gostava daquele ar pesado em energia sexual, porque sinceramente era quase imediatamente atraída por aqueles corpos. Preferiu se deter, não os conhecia.

Fechou os olhos brevemente, concentrando-se para inibir as vozes dos pensamentos alheios. Aquilo era um trunfo, escutar o que as pessoas pensavam, mas nem sempre era algo confortável. “Um minuto a sós dentro de mim, por favor” – Pediu mentalmente e sorriu. O elogio fora bem recebido, não era qualquer novidade, mas ainda era agradável escutar as palavras de Chlöe. Os olhos da loira percorreram o corpo da garota, percebendo as belas curvas, os seios fartos e o rosto perfeitamente delineado, como uma Barbie de cabelos castanhos.

- Katerina Delacour. – O modo que dizia não tinha um sotaque natural americano ou britânico, provando de que não nascera em nenhum dos países.

Antes mesmo que pudesse continuar a responder as perguntas da garota, a bela dos cabelos curtos se manifestou, deixando claro de que não gostava de ser chamada pelo sobrenome. Pensou em desculpar-se, mas estava muito ocupada admirando-a. Era linda de um jeito selvagem. Os olhos castanhos a olhavam com algo parecido... Atração? E como resposta, sentiu uma vontade quase incontrolável de agarrá-la. Sentia uma energia atraindo-a em direção aquela garota perigosa.

Sentiu uma força empurrar as barreiras em sua mente e com um sorriso provocativo, deixou o visitante adentrar. Abriu apenas parte de seu passado para que ele pudesse avaliar, barrando que fosse mais profundo. “Invadindo mentes alheias sem pedir?” – Perguntou mentalmente para a presença ali. – “Nada educado, senhor” – Assim fechou as barreiras da própria mente, expulsando-o. Identificou sua afiliação divina ao escutá-lo. Filho de Éolo. Ignorou o fato do garoto ter se armado, afinal, se fosse realmente a intenção dele atacar, sentiria isso antes mesmo de acontecer, como um alerta de perigo. Era apenas uma ameaça.

- Bom, acho que meu querido meio-irmão já descobriu. – Abriu um sorriso cínico para o moreno de olhos claros. Muito bonito e atraente, porém era seu meio-irmão.

Não se assustou com o fato de Nina ter beijado Fellp e Chlöe, mas algo dentro de si queimou com aquelas ações da garota. Inspirou a fim de se acalmar e ao escuta-la de novo, resolveu por segui-la. Não estava no clima de ficar observando cenas eróticas entre campistas, naquele momento tinha mais o que fazer. Conhecer o acampamento, por exemplo. Além do mais, com a atração que sentia por aquela garota era suficiente para segui-la sem qualquer objeção para qualquer lugar. Irritou-se com a própria vulnerabilidade diante aquela quase succubus.

- Obrigada pelo convite, Fellp, mas acho que por enquanto posso me virar. – Sorriu e estalou os dedos, logo as malas e sua bolsa subiram ao ar, levitando. Com o indicador levantado, guiou-as pelo caminho que traçava atrás de Nina. Rapidamente virou-se e piscou para o moreno, seu meio-irmão. – Nos encontramos no chalé. – Uma risadinha um tanto perversa escapou dos lábios e deu as costas aos três, abrindo as majestosas asas brancas. Seguiu Nina Mutt voando por cima das árvores, enquanto levitava as próprias malas atrás de si. Podia seguir a garota correndo por entre as árvores, selvagem como uma cadela infernal.


Spoiler:
Itens [o que não está embainhado, está nas malas];

— Facas | Espadas | Adagas

• Faca [Sua lâmina bronzeada mede cerca de 24 cm, e seu cabo tem o mesmo comprimento padrão. É bastante afiada e é perfeita para ataque ágeis e rápidos. O bom desta arma é sua eficiência tanto para mãos hábeis quanto para manuseios mais inexperientes, pois é uma arma curta, fácil de esconder e ao mesmo tempo fácil de manusear. Seu punho é feito de aço, mas uma camada de couro escuro cobre o aço para que o usuário possa segurá-la firmemente. Na parte inferior da lâmina, próxima ao cabo, há entalhado as siglas do Acampamento "CHB"; uma propriedade que só os meio-sangues e criaturas místicas podem ter e usar (ajuda um pouco na destreza)] {Bronze, aço e couro} (Nível mínimo: 1) {Nenhum elemento} [Recebimento: Administração; item inscrição padrão do fórum]

• {Blood Vamp} / Faca [Uma faca simples, feita de prata. Tal arma tem, por toda a sua extensão, sangue de vampiro. O sangue é  extremamente perigoso  para humanos e semideuses, causando danos e alucinações] (Nível: 60) [Veneno (20 HP por turno, pelo tempo que durar o evento)] {Prata e Sangue de Vampiro}

• {AEK} / Adaga [Feita de prata e com uma "marca" em sua lâmina com as letras iniciais da semideusa de Éolo. Tal marca simplesmente demonstrava quem era a dona e, provavelmente, a última coisa que tal pessoa veria na vida] (Nível: 05) [Sem elementos] {Prata}

• {Freedom} / Espada [Feita de ouro branco, foi um presente de Éolo para sua filha. Ajuda no controle dos ventos e, quando sua dona acaba desejando, um aura azulada acaba se estendendo por toda a espada, simbolizando o atributo gélido. Quando a aura está ativada, a cada perfuração que o inimigo receba, ficará com o local congelado por 5 turnos, além de perder determinada quantidade de HP a cada ferimento por causa do veneno] [Presente de Reclamação / Modificada por Aldebaran Smiths] (Nível: 60) [Veneno (entre 5 e 10 HP por turno/8 turnos de duração) e Gelo (duração da aura: 2 turnos/duração dos efeitos: 5 turnos/retirada de 15 HP por turno)] {Ouro branco, gelo}

• {Lust} / Espada [Uma espada feita de bronze sangrento, retirada da estátua de Afrodite, esta representa o pecado luxúria. A arma é fina o bastante para penetrar o espaço entre duas costelas. A habilidade dessa espada consiste em despertar atração sexual no inimigo que for cortado por ela, este irá pensar apenas nos prazeres carnais e irá se desatentar na batalha.]{ Bronze Sagrado {Sangrento} (Nível Mínimo: 15) {Não controla nenhum elemento} [Recebimento: Evento – Sonho, pesadelo]

• {Avenge} / Corrente [Corrente de aproximadamente 2,0m de comprimento, feita com aros de bronze Sagrado. Maleável, pode realizar vários movimentos com facilidade. O metal é endurecido e, portanto, bastante resistente.  Em cada aro há um  pequeno espinho feito de prata, o que adiciona dano a cada golpe dado. O punho é feito de couro e com detalhes em prata na parte onde se conecta à corrente em si. [Prata, Bronze Sagrado] (Item de Vingador) {Sem controle de Elementos} [Presente de Nêmesis para os Vingadores]

• {Revenge} Adaga [Uma adaga aparentemente normal, com aproximadamente 30cm de comprimento. Sua lâmina é feita de prata sagrada e é extremamente afiada; nunca perde o fio. Nêmesis abençoou as armas de seus Seguidores com a propriedade de sempre voltar à sua bainha, não importa quão longe ou onde ela esteja. Demora, em média, cinco minutos para a arma voltar ao seu lugar. Acompanha a bainha de couro. [Prata Sagrada] (Item de Vingador) {Sem controle de Elementos} [Presente de Nêmesis para os Vingadores]

— Armaduras | Escudos

[size=11]• {Cursed} / Armadura [Feita em ouro, com o peitoral composto de rubi e jade. As ações cometidas por Anne Elle Kammie foram gravadas na parte da frente de tal armadura, enquanto ações da deusa Nêmesis ficam nas costas. É uma armadura sem falhas e bem resistente, praticamente sendo algo impenetrável. A imunidade da armadura acaba por aguentar ataques elementais de nível correspondente ao da semideusa, sendo repelidos ataques de fogo, água, eletricidade e gelo. Encantada, acaba sendo bem leve]{Nível: 70}(Imunidade a ataques elementais de fogo, gelo, água e eletricidade / Alteração da gravidade) {Ouro, Rubi, Jade}

— Arcos e Aljavas


• {Shot} / Aljava [Aljava feita de couro composta para uma carga de 100 flechas envenenadas, com um veneno levemente corrosivo. Possui uma correia para ser levada na cintura ou nas costas] (Nível: 2) [Veneno leve: Retira -05hp/turno] {Couro}

— Itens

• {Demon} / Lipstick [Um batom customizado com sangue. Sua característica principal é defender a garota de que outras pessoas adentrem sua mente, além de deixá-la mais calma. Também exala um cheiro de vinhas para quando for necessário despistar algum monstro/semideus] (Nível: 60) [Nenhum Elemento] {Ouro} [Recebimento: Mezzosangue Impedimenti - Deimos' Mission]

— Restauradores

• {Choco} / Ovo de Páscoa [Um pequeno ovo de chocolate que recupera 50 de HP quando comido] (Nível: 10) {Uso ÚNICO} [Presente by.: Amigo do Chocolate]

• {Life} / Pulseira [Encantada, restabelece todo o HP do usuário, mas com um custo de 50 de energia] (Nível: 75) {Utilização: Uma vez por missão}

• Elixir da Vida (divino): Aumenta 200HP

• Elixir da Energia (divino): Aumenta 200EP.
Poderes:
- Habilidades;

Passivas;

Nível 05 ~ Voar – Agora você pode voar perfeitamente no ar, como se você tivesse nascido voando. Pode fazer acrobacias, voar rápido e sua agilidade ficam maiores quando está voando.

Ativas;

Nível 30 ~ Mestre da Levitação – Agora você pode levitar várias coisas ou pessoas ao mesmo tempo, podendo arremessá-las. Não há limite para sua levitação, pode levitar gigante – gastando mais energia – e até meio-sangues.

# Post 002;

# Cachoeira – Acampamento Meio-Sangue;

# Interação: Clhoe Volkov, Fellp D Oliver, Nina A Mutt e Enzo Vipero.

# Vestindo: Clique.



Helena J. Eickenberg
Indefinido
Mensagens :
676

Localização :
Desconhecida

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cachoeira ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Charlie Butzke em Sab 04 Jan 2014, 00:47



Any given night

Post oito – Todos indo embora


As coisas aconteceram rápidas demais para seu gosto. Num momento estavam os quatro ali, tocando aquela conversa provocativa de outrora. Ou melhor, os três, já que Enzo não metia-se nisso, mantendo-se naquele estado inexpressivo que poria os nervos de qualquer um à flor da pele. No outro, eram cinco, acrescentando uma garota que parecia ter saído de lugar nenhum. Bela, o vingador adjetivou a loira ao estreitar os olhos, e muito, muito perigosa. A espada que ela apontava era um indício.

Ao voltar-se para o trio, sem dar lá importância às palavras da recém-chegada, já que ela se dirigira aos outros, percebeu que Nina se despedia. Ao seu modo, claro, e este  incluía um beijo em Fellp e outro em Chlöe. Não estava enganado com as conclusões que tirara da garota há pouco, afinal. E então a outra – Katerina, segundo ela mesma – decidiu também sair.

Por um breve momento Enzo permaneceu quieto e recostado na árvore, mas deu-se conta que talvez estivesse atrapalhando. Olhou para o Chlöe, depois para Fellp, e revezou o olhar entre os dois. De fato não era conveniente permanecer, julgou. Os dois ali à frente haviam deixado claro a atração mútua. Enzo suspirou e retomou o peso do corpo nos pés.

— Acho que está na minha hora — disse simplesmente, caminhando na direção deles. Não importou-se com o meio-irmão e parou perto de Chlöe, segurando-a pelo queixo. Ao beijá-la na bochecha, sussurrou: — Até mais — e deu as costas. Ao passar por Fellp, deu-lhe um soco leve no ombro.

Já alguns metros distante, olhou por cima do ombro uma última vez. Te vejo depois, Fellp. E sem atrasos. Se houvesse a possibilidade de rir nos próprios pensamentos, Enzo havia feito ao completar a frase. Encontraria o monitor novamente, mas dessa vez fora do Acampamento. Como ele sabia disso? Intuição. Não dizem que os vingadores têm sexto sentido?

Afundou as mãos nos bolsos e foi vendo as árvores se agigantarem ao seu redor.

Coisas significantes:
Armas
♦ Chranne [Pulseira de bronze celestial. Nela, está escrito os dizeres 'Chranne' que, quando pressionados, transformam o item em uma luva com três garras, uma para cada pequena depressão entre os dedos do usuário, também feitas de bronze celestial. Assemelha-se à 'arma' do personagem 'Wolverine'.] {Presa ao pulso de Enzo}


Créditos Theta Sigma


Charlie Butzke
Mênades
Mensagens :
487

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cachoeira ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Ianna D. Belikov em Qui 09 Jan 2014, 18:54


in this jungle you can't run
Ok. O nome da garota nova era Katerina, eu havia recebido um beijo de Nina, Enzo decidiu sair e deixou esperanças de nos reencontrarmos algum dia e agora, apenas eu e Fellp ainda permanecíamos ali. Sorri para o monitor de Éolo e decidi caminhar até o local onde eu estivera sentada antes de Vipero me encontrar, para pegar minha jaqueta. Voltei para perto da árvore e peguei minhas adagas, colocando-as de volta no suporte. Encarei o rapaz e dei de ombros.

▬ Então, acho que ficamos por aqui. ▬ Pensei um pouco e resolvi acrescentar, às pressas: ▬ Bom, espero que nos encontremos por aí. Quem sabe? Aposto que ficaria satisfeito com isso, certo? ▬ Fiz um biquinho, dando uma última olhada em Fellp e sorri, de modo malicioso. De qualquer forma, a noite havia sido boa. Pelo menos, eu dormiria bem. Deixei a cachoeira a passos largos e larguei a jaqueta pelo caminho. Não era minha, mesmo...

Itens e poderes:
▬ Armas:
♦ Gauth [Adagas gêmeas feitas especialmente para Andy. As armas adaptam-se perfeitamente à forma da semideusa de lutar, e mesmo que sua perícia não seja esta, alguns dos ataques com as lâminas poderão dar danos maiores se estes forem bem explicados. Os cabos possuem as letras "A&G" entalhadas. Os detalhes são pequenos caduceus entrelaçados a algumas roseiras, perfeitamente esculpidos nos cabos.][Presente da Rafa, sua amada ♥] [De volta ao suporte]

▬ Poderes Passivos:
-x-

▬ Poderes Ativos:
-x-

▬ Observações:
Post rápido e sem criatividade, sorry.
"Conhecerás a ti mesmo..."
@lilah
Ianna D. Belikov
Mênades
Mensagens :
747

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cachoeira ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Ryan Lichtter em Sex 10 Jan 2014, 00:14


E um dia a gente se encontra




E, de repente, aquele lugar onde a malícia reinava ficou vazio. Após a saída de Nina, foi a vez de Katerina retirar-se, dizendo que nos veríamos no chalé depois. Em seguida, Enzo deixou o local, não sem antes dar um beijo na bochecha de Chlöe e socar levemente meu ombro. Ouvindo seus pensamentos, não hesitei em retrucar, rindo ao mesmo tempo em que mandava a mensagem telepática: “Demorou, moleque. Sem atrasos”. Algo dizia-me que aquele rapaz seria muito útil, futuramente. Enfim, só restávamos eu e a filha de Afrodite. Olhei para ela, que lançou-me um sorriso. A mesma virou-se e foi pegar algo que reconheci como uma jaqueta, depois recuperou suas adagas que encontravam-se no chão. Não pude evitar de observá-la mais uma vez, realmente muito bonita e atraente. Após sua fala, ela fez um biquinho e tornou a analisar-me, e sorriu de forma sacana. Esse sorriso retribuí antes mesmo de responder.

Ficarei feliz em vê-la novamente qualquer dia por aí. Até breve, então. — E finalizei com uma piscadinha.

Pensei em teletransportar direto para o chalé. Mas depois pensei de novo e decidi ir voando, fazia certo tempo que não voava por aí, sem rumo ou sem direção. Portanto, alcei voo, indo o mais alto que minha resistência à pressão atmosférica permitia, camuflando-me nas nuvens densas. Quando perdesse a graça, retornaria ao meu dormitório – isso iria demorar.


Informações:
— Post 6#;
— Cachoeira, Acampamento Meio-sangue;
— Retirando-me do local.

Itens levados
♦ {Souffle} / Bracelete [Além de proporcionar um controle mais amplo dos poderes, o bracelete cria, sem o comando do semideus, uma fina camada de vento ao redor do corpo dele, como um escudo, que ameniza golpes físicos. Com o evoluir do semideus, o escudo ventoso torna-se mais rígido e resistente] {Nenhum Material} (Nível Mínimo: 1) {Controle sobre o Vento} [Recebimento: Presente de Reclamação de Éolo] ~ NO PULSO ESQUERDO

- Anima Bracelet. [Um bracelete de prata com o desenho de borboleta em ouro. Esse bracelete pode ser ativado com o desejo mental do usuário e transforma-se em uma corrente que pode medir 10m. Essa corrente é feita de prata e ouro sagrado, bastante resiste a tal ponto de ser semi-indestrutível. Ela obedecerá aos comandos mentais do mentalista com perfeição, independente do nível que ele esteja.] [Materiais: Ouro Sagrado e Prata Sagrada] (Nível mínimo 1) {Elemento: Psíquico} [Recebimento: presente por ser mentalista] ~ NO PULSO DIREITO

- Blade / Espada [ Uma espada prateada de 80cm, tem a função de instigar o pânico nos inimigos] {Prata} (8) {Nenhum Elemento} [Recebimento: Salvataggio - Deimos' Mission] ~ NA NUVEM PARTICULAR

Habilidades utilizadas - Passivas
Empatia: Você sabe exatamente o que o outro está sentindo em termos de emoções.

Telepatia Avançada: Controle total, podendo escolher a hora que vai escutar os pensamentos ou não e também se comunicando livremente através dos pensamentos.

Voar – Agora você pode voar perfeitamente no ar, como se você tivesse nascido voando. Pode fazer acrobacias, voar rápido e sua agilidade ficam maiores quando está voando.

Resistência Climática - Os servos de Éolo são responsáveis, mesmo que pouco, pelas estações do ano e pelas temperaturas. Então, os filhos dele conseguirão aguentar desde altas a pequenas temperaturas. Claro que há exceções e o bom senso e a vontade do narrador devem ser respeitados.

Resistência a pressão atmosférica - Os filhos de Éolo, levando em consideração que voam e enfrentam as piores altitudes e afins, não sofrem efeitos da pressão atmosférica, podendo estar no mais alto dos picos que seria igual estar no nível do mar.

Habilidades utilizadas - Ativas
Camuflagem na nuvem – Quando estiver voando você pode se camuflar nas nuvens.

Ryan Lichtter
Filhos de Éolo
Mensagens :
459

Localização :
Sou errado, sou errante, sempre na estrada, sempre distante.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cachoeira ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Aahron Orwell em Seg 13 Jan 2014, 13:28



Oh, you're naïve yet so 


Sua estadia no acampamento era, prioritariamente, passageira.
Contudo, tendo em vista tudo o que ocorrera - a festa, as lembranças, as dívidas -, não poderia se ausentar tão rápido quanto gostaria, talvez até alongando por um período mais do que saudável.
Com acampamento armado numa clareira da floresta, mais afastada, mais até embrenhada na mata, possivelmente suscetível a ataques de monstros e semideuses.
Não que ele se importasse.
A diversão de viver sobre o perigo era mais empolgante que todos as experiências que poderia passar no reduto seguro.
Entretanto, costumeiramente, fugia de seu lugar: não fugia de ninguém, nem de nada, só fugia. Naquela vez, acabara na cachoeira.
— Água. — observou, genialmente, como se não fosse óbvio, enquanto algumas gotas molhavam-no. Felizmente, estava de bermuda e uma camisa qualquer, que logo foi tirada e pendurada sobre um galho qualquer.
Sem pestanejar, fez o óbvio: mergulhou no leito do rio e permaneceu lá, brincando de quanto tempo ele aguenta.
Porque, dãh, brincar em tempos difíceis era essencial.

Observações:
~ Oi.
~ Interagindo com a Jessie (James, equipe Rocket decolando novamente *u* -q).
~ Seria lindo se ninguém atrapalhasse, sério, mesmo porque provavelmente eu ignoraria, hehe.
~ Preguicinha de postar poderes ft. equipamentos, mas é só ter uma ideia: filho de Éolo, fôlego, passivo.
~ Obrigado.
~ Tchau.


Oh, you're so naïve yet so 

Aahron Orwell
Mênades
Mensagens :
387

Localização :
Na sua cama. ;9

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cachoeira ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Jessamine H. Julie em Seg 13 Jan 2014, 14:01


Living in the Moment!


# Credits rç';
#Post 001;
# Cachoeira | CHB
# Jess | Filha de Héracles;
# Entendedores entenderão o título rç';
# Com Gaybs (que vai ser castrado <3 q);
Parar no "Lugar onde a água cai de cima para baixo" não era a minha intenção. Na verdade, eu mal sabia onde queria ir. A praia não parecia uma boa ideia, já que parecia ser o ponto de encontro dos casais. O bosque era fechado demais. E a cachoeira... Era o melhor lugar que eu conseguia pensar.

Foi quando cheguei lá que considerei seriamente na opção de dar a volta. Pelo o que parecia, já havia um garoto ali, nadando. Comprimi os lábios, indecisa. Bom, eu estava precisando ampliar meu pequeno - e quase inexistente - círculo de amigos, mas por outro lado, começar a conversar com um desconhecido na água não era lá uma grande ideia.

Ainda bem que eu não era conhecida por ter as ideias mais brilhantes do mundo.

Despi-me, deixando a roupa no chão mesmo, junto dos chinelos. Agradeci que colocara um biquíni, para o caso de situações desse tipo acabarem acontecendo. Soltei o cabelo do coque e entrei na água, devagar. Fiz alguma coisa que lembrava um aceno - embora a minha versão tenha sido muito mais desajeitada - para o outro. Talvez eu acabara de dar 'oi' para um assassino. Ou talvez ele era apenas mais um campista. Ou não. Sinceramente... Quando você vai criar um bom senso, garota? Pela primeira vez, não tinha uma resposta na ponta da língua.

Apenas esperava que meu esforço tenha valido a pena e que não acabaria morta ali - que, por mais que fosse um lugar bonitinho, não era onde eu planejava minha morte.

Jessamine H. Julie
Mênades
Mensagens :
324

Localização :
No inferno, provavelmente. Ou não. Talvez eu esteja vivendo em uma cidade de arco íris super secreta vlw flw (?) qn

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cachoeira ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Aahron Orwell em Seg 13 Jan 2014, 14:27



Oh, you're naïve yet so 


Ficar submerso na água por cinco minutos não era lá uma coisa muito inteligente. Aliás, ficar submerso já não era uma coisa, por assim dizer, genial, considerando as limitações humanas.
E foi exatamente por esse motivo que amou aquela garota, fosse ela quem fosse.
Claro, em circunstâncias normais, mexer com uma desconhecida seria algo bem perigoso. Contudo, não é como se conseguisse estabelecer um diálogo abaixo da água.
Assim, expeliu todo o ar que tinha, controlando-o de tal forma que o circuito do rio se subdividisse nas suas costas e só fosse cair atrás da menina, formando quase uma cúpula (é necessário frisar que, até achar o ângulo certo para obter esse efeito, errou duas vezes, quase acertando a menina com um jato na cara, mas que obviamente fazia parte do plano ser sociável).
— Hm, oi. — cumprimentou, erguendo o indicador, como se pedisse que ela esperasse um pouco.
Deu as costas à garota e, por um tempo, só sentiu o vento - forte, no local, mas que deveria chegar como uma brisa na garota -, estalando a língua, como se estivesse frustado.
Meneou com a cabeça, desistindo, e ignorou que ela (a) tivesse resposta, (b) tivesse algo a falar e (c) sem c, é só pra ficar style mesmo.
— Se não for abuso... — e ergueu voo, junto com ela, pousando numa pedra onde o sol incidia, do lado da água. Estalando os dedos, o riacho voltou ao seu fluxo normal. — Desculpa, eu acho. Eu só não conseguiria manter aquilo pelo tempo que gostaria conversar com você.

Observações:
~ Oi.
~ Interagindo com a Jessie (James, equipe Rocket decolando novamente *u* -q).
~ Seria lindo se ninguém atrapalhasse, sério, mesmo porque provavelmente eu ignoraria, hehe.
~ Preguicinha de postar poderes ft. equipamentos, mas é só ter uma ideia: aerocinese avançada, rajadas cortantes, voo em grupo.
~ Obrigado.
~ Tchau.


Oh, you're so naïve yet so 

Aahron Orwell
Mênades
Mensagens :
387

Localização :
Na sua cama. ;9

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cachoeira ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Jessamine H. Julie em Seg 13 Jan 2014, 14:43


Living in the Moment!


# Credits rç';
#Post 001;
# Cachoeira | CHB
# Jess | Filha de Héracles;
# Entendedores entenderão o título rç';
# Com Gaybs (que vai ser castrado <3 q);
Okay, minhas primeiras impressões sobre ele: 1. Maluco - não demorou nem um minuto e ele quase me assassinou com água. É, não bom. 2. Bipolar. Na verdade, esta segunda impressões poderia estar errada, mas eu gosto de pensar que há pessoas bipolares nesse mundo, me julgue. Escondi um sorriso ao ouvir a sua apresentação; um mero "oi". Bom, era mais do que eu esperava ganhar.

▬ Hey - franzi a testa ao ouvir a parte do "abuso". Como se não bastasse o fato de que ele havia mudado o curso da água, resolveu voar - o que seria normal, considerando o lugar onde morávamos. O único problema era que eu estava incluída no plano dele. Resisti à tentação de dar um belo tapa na sua cara, por ser tão... Tão... Abusado? Isso, abusado. Assim, falei, tentando manter meu auto-controle ▬ Olha, antes de você quase me atingir com água, voar comigo e resolver bancar o fodão, que tal eu saber seu nome? Aí eu posso decidir se continuo conversando ou se te ignoro e simplesmente vou nadar.

É, esqueçam meu plano de ser amigável. Tudo foi por água a baixo (meu deus, sou péssima com trocadilhos -q), ou melhor, iria por água a baixo, literalmente. Ele parecia ser do tipo irritante. E paciência não era meu forte. Claro que, caso alguma coisa acontecesse, a opção de jogá-lo no laguinho estava aberta.

Jessamine H. Julie
Mênades
Mensagens :
324

Localização :
No inferno, provavelmente. Ou não. Talvez eu esteja vivendo em uma cidade de arco íris super secreta vlw flw (?) qn

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cachoeira ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Aahron Orwell em Seg 13 Jan 2014, 15:04



Oh, you're naïve yet so 


Subitamente, estava curioso.
Ela parecia ser uma boa pessoa, sem dúvida, mas ele sentia que era cabeça quente, impaciente.
— Sensacional! — exclamou, batendo palmas, como se tivesse descoberto algo muito especial e tivesse que compartilhar sua felicidade.
Na verdade, só tinha gostado da sinceridade dela. Com bom humor, esticou o braço pra ela, mesmo que não fosse essa a maneira normal de cumprimentar uma garota; normalmente, abraçavam e davam beijinhos e coiseavam coisas mais gays.
— Aahron, mas pode me chamar de Aahron. — apresentou-se, abrindo um sorriso simpático para ela, como se só aquilo fosse suficiente para contagiá-la com sua alegria. — E você, srta.?
Só então foi que pareceu ouvir/entender as palavras dela, mais especificamente, a parte sobre fodão e bláblá. Um pouco desanimado, inclinou a cabeça de lado, quase com um beicinho, embora fosse mais parecido com uma expressão de uhn?.
— Não quero que você vá embora. — revelou, dando uma batidinha de leve na pedra; como em resposta, as plantas próximas se esticaram e envolveram-na pela perna, subindo até a cintura, apertando-a mais do que devia. — Vamos conversar. Cê é muito esquentadinha. — reclamou, como se tivesse o direito de mudá-la, e talvez achasse que tinha mesmo.
De qualquer forma, esticou o braço para uma de suas vidreiras, onde formou-se um cacho com uvas gordas e suculentas, e riu.
— Quer?

Observações:
~ Oi.
~ Interagindo com a Jessie (James, equipe Rocket decolando novamente *u* -q).
~ Seria lindo se ninguém atrapalhasse, sério, mesmo porque provavelmente eu ignoraria, hehe.
~ Preguicinha de postar poderes ft. equipamentos, mas é só ter uma ideia: rei da festa, controle de vidreiras.
~ Obrigado.
~ Tchau.


Oh, you're so naïve yet so 

Aahron Orwell
Mênades
Mensagens :
387

Localização :
Na sua cama. ;9

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cachoeira ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Jessamine H. Julie em Seg 13 Jan 2014, 15:17


Living in the Moment!


# Credits rç';
#Post 001;
# Cachoeira | CHB
# Jess | Filha de Héracles;
# Entendedores entenderão o título rç';
# Com Gaybs (que vai ser castrado <3 q);
▬ Jessamine, mas pode me chamar de Jess - dessa vez, não teve jeito. O sorriso foi inevitável. O tal garoto, Aahron, parecia ser divertido. E maluco. Exatamente o tipo de pessoa aprovada por mim. Soltei uma risada quando ele falou alguma coisa sobre eu ser muito esquentadinha ou qualquer coisa do tipo ▬ Eu? Esquentadinha? Garoto, você não me conhece nem um pouco mesmo. Falar que eu sou esquentadinha é o mesmo que falar que zumbis não são reais; impossível - pelo menos eu estava me soltando aos poucos. Okay, talvez a parte dos zumbis tenha sido meio estranha, mas eu não poderia importar-me menos.

Senti alguma coisa envolvendo-me, começando pelas pernas e subindo. No começo, parecia ser cobras, o que me causou um arrepio pela espinha, mas logo, percebei que eram apenas alguma planta. É, 'tá legal. Apenas. Há, há. Hilário. Mantive a pose e, sem deixar que a expressão de divertimento ficasse explícita novamente, falei:

▬ Mamãe falou que não posso aceitar comida de estranhos - peguei uma das uvas, jogando-a no ar e pegando a mesma logo depois ▬ Bom, sabe o que dizem, não é? "O que os olhos não vêem, o coração não sente". E mais, acho improvável você ter tido tempo de colocar algum tipo de droga nessas frutas - pisquei para ele, entrando em seu jogo ▬ Okay, okay, já me convenceu, eu fico, e agora, que tal soltar-me? Sou muito mais divertida solta, Aahron.

Jessamine H. Julie
Mênades
Mensagens :
324

Localização :
No inferno, provavelmente. Ou não. Talvez eu esteja vivendo em uma cidade de arco íris super secreta vlw flw (?) qn

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cachoeira ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Aahron Orwell em Seg 13 Jan 2014, 21:00



Oh, you're naïve yet so 


Era válido o acordo com ela: ela ficaria, ele a soltaria.
Fez um movimento com a mão, fechando-a em círculo, e as vidreiras se retraíram, não sem antes pegar outro cacho de fruta, que levitou próximo de si.
— Desculpa, esquentadinha. — provocou, rindo em seguida.
Aliás, aqui mostra-se necessário salientar um fato: sen-sa-cional. Sim, ela era demais.
Jess - e precisava de um apelido novo, aquele era muito batido - comeu uma das uvas, arrancando um risinho do garoto, que escolheu seis frutos e os juntou numa roda; falando uma arma de dedo, deu um tiro, e uma das "balas" voou ao encontro dela.
— Sua mãe é inteligente. — comentou, dando de ombros. — Mas eu aceitaria comida de um estranho. — respondeu, evidenciando sua bipolaridade.
E aí ele mesmo mordiscou uma das uvas, cuspindo o caroço na floresta.
— Então, o que te traz aqui, Jessie?
Repetir apelido nunca, jow.

Observações:
~ Oi.
~ Interagindo com a Jessie (James, equipe Rocket decolando novamente *u* -q).
~ Seria lindo se ninguém atrapalhasse, sério, mesmo porque provavelmente eu ignoraria, hehe.
~ Preguicinha de postar poderes ft. equipamentos, mas é só ter uma ideia: rei da festa, levitação, controle de vidreiras.
~ Obrigado.
~ Tchau.


Oh, you're so naïve yet so 

Aahron Orwell
Mênades
Mensagens :
387

Localização :
Na sua cama. ;9

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cachoeira ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Jessamine H. Julie em Ter 14 Jan 2014, 12:54


Living in the Moment!


# Credits;
#Post 001;
# Cachoeira | CHB
# Jess | Filha de Héracles;
# Com Gaybs (que vai ser castrado <3 q);
É, estar livre era bem melhor. A sensação de poder mexer a perna era boa, quase tão boa quanto o pensamento de chutá-lo com a mesma. Jessie? Por que isso me soa tão familiar? Tinha alguma coisa a ver com alguma coisa Avá, inteligência. Franzi a testa, pensando. Peguei outra uva, cuspindo as sementes como ele havia feito anteriormente.

▬ Jessie? Você não tem uma ideia melhor? - falei, desaprovando o apelido inventado - ou, o que era mais provável, copiado de algum lugar ▬ Prepare-se, porque eu vou conseguir pensar em um nome que não seja Aahron para você também, Aahron - talvez "Cabeça de Vento". Nhá, quem eu estava querendo enganar? Eu era péssima com essas coisas ▬ Mas respondendo à sua pergunta, eu não sei. Se você pensar em uma resposta, me fala que eu te falo - dei um sorrisinho sem graça ▬ E você? O que faz aqui? - sim, eu havia pegado a pergunta dele, não respondido e depois, devolvido esta. Ah, como eu era uma pessoa legal.

O porquê de eu estar falando com um completo desconhecido era algo que eu não sabia. Mas, bom, a chance de ter ido embora já foi. E ele não parecia ser um sádico ou qualquer coisa do gênero. É, eu ficaria bem. Esperançosamente.

Jessamine H. Julie
Mênades
Mensagens :
324

Localização :
No inferno, provavelmente. Ou não. Talvez eu esteja vivendo em uma cidade de arco íris super secreta vlw flw (?) qn

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cachoeira ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Aahron Orwell em Ter 14 Jan 2014, 15:25



Oh, you're naïve yet so 


Negou imediatamente com a cabeça.
Não tinha ideia de apelido melhor e nem teria, pois Jessie já era perfeito, por motivos de:
Tá, não tinha motivos, apenas era, quem um dia irá dizer que existe razão nas coisas feitas pelo coração?, filosofei (hehe).
— Qualquer apelido com Aahron parece um gemido. — ele comentou, despreocupado, pensando nas tentativas falhas, estilo, Aah; sério, que lixo, parecia que estavam num motel.
Pelo menos, ela gostava de joguinhos, o que era foda! Além disso, ela era inteligente: alguém, um dia, o falou algo como é falta de educação... e tinha mais coisa, mas ele parou de prestar atenção aí.
Quem, em pleno século XXI, precisa de educação?
— Tô só conversando com uma completa desconhecida. — brincou, dando um sorrisinho entre o malicioso e o brincalhão, Hermes Feelings, e comeu outra uva, achando-as já desinteressantes. — Na verdade, só tô... espairecendo. Sei lá, não é como se eu fosse daqui.

Observações:
~ Oi.
~ Interagindo com a Jessie (James, equipe Rocket decolando novamente *u* -q).
~ Seria lindo se ninguém atrapalhasse, sério, mesmo porque provavelmente eu ignoraria, hehe.
~ Preguicinha de postar poderes ft. equipamentos, mas é só ter uma ideia: rei da festa, levitação, controle de vidreiras.
~ Obrigado.
~ PS: A Jessie tá no post 001 desde sempre.
~ Tchau.


Oh, you're so naïve yet so 

Aahron Orwell
Mênades
Mensagens :
387

Localização :
Na sua cama. ;9

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cachoeira ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Jessamine H. Julie em Qua 15 Jan 2014, 13:16


Living in the Moment!


# Credits;
#Post 000, satisfeito? q;
# Cachoeira | CHB
# Jess | Filha de Héracles;
# Com Gaybs (que vai ser castrado <3 q);
Completa desconhecida, não - fingi estar ofendida, mesmo que minha voz tenha saído em um tom zombeteiro ▬ Você já sabe meu nome, não inteiro, mas sabe - dei de ombros. Então, Aahron revolveu "filosofar", falando uma palavra que não entendi, mas logo depois, explicando, mesmo que mais ou menos ▬ Bom, é você e mais metade dessa gente. Sério mesmo, você realmente acha que algumas dessas pessoas têm opção? - respirei fundo, descartando o pensamento de pegar outra uva.

Esse garoto, Aahron, parecia ser uma pessoa "legal". Era bom que eu estava conseguindo comunicar-me com alguém que não fosse meus 'irmão' - sendo que isso só acontecia quando um deles queria me acordar ou me colocar para fora do chalé. O pensamento me fez pensar se o problema era eles. É, claro que era.

▬ Mas enfim, quer falar sobre seus pensamentos filosóficos, sobre como você não se encaixa? - algo surgiu na minha mente, uma espécie de jogo que lembro ter participado na infância, do qual as professoras da minha escola utilizavam para fazer com que as crianças interagissem e se conhecessem melhor ▬ Claro que depois, podemos tirar essa marca de "desconhecida/o" e fazer um joguinho de perguntas e respostas. O vencedor... Bom, não teremos vencedor, mas pelo menos não seremos mais desconhecidos um para o outro

Ri da minha própria ideia. É, eu tinha problemas.

Jessamine H. Julie
Mênades
Mensagens :
324

Localização :
No inferno, provavelmente. Ou não. Talvez eu esteja vivendo em uma cidade de arco íris super secreta vlw flw (?) qn

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cachoeira ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Aahron Orwell em Qui 16 Jan 2014, 06:35



Oh, you're naïve yet so 


Apesar de ser sensacional, Jessie continuava uma humana.
E a humanidade por si só é errada (filosofando às seis da matina, uhules).
À resposta dela, o garoto só pode abrir um sorriso de aspecto malicioso, mas que parecia bem mais ingênuo, como se a malícia referida fosse mais uma brincadeira do que uma conotação sexual.
— Metade dessa gente? — questionou, com a língua a passear pelos lábios, como se precisasse umedecê-los para falar do resto, falar do que queria.
Num momento, seus pensamentos já não estavam mais lá; eram projetados, como uma ordem, um chamado, em direção aos seus companheiros.
— Em pouco tempo, eu devo estar partindo. — e deu de ombros, pois aquilo não precisava ser explicado, mesmo o fazendo: — Sou nômade. Gosto da tensão do perigo, do desconhecido, da liberdade. — e frisara com cuidado aquele último de algo muito filosófico que ficará bonito se eu falar, apenas por ser o mais importante. — Não estou te dizendo para vir comigo, pois posso te encontrar ocasionalmente por aqui mesmo.
Pássaros migram. Os ninhos são destruídos e construídos em outros lugares.
— Você disse que eles não tem opção. — comentou, querendo usar das palavras dela contra a própria. — Não sei se você mesmo se inclui em eles, mas - se me aguentou por tanto tempo - te achei interessante.
E, então, um cão infernal pulou de uma sombra de uma árvore a, por assim dizer, sudeste Jessaminaico, sendo Aahron o norte, e latiu sonoramente; ao mencionado "sudoeste", ou seja, da direção do lago, seu panda sentou na posição de meditação, com as pernas cruzadas e as mãos - patas, né, por favor - unidas a frente do busto; em cima dela, voando em círculos - embora a figura no chão formasse algo parecido com um triângulo -, seu dragão fez-se presente, só soltando o nariz pelas narinas (fato que já era suficientemente barulhento).
Aahron sorriu: primeiro, porque eles tinham entendido bem o negócio de entrada triunfal; segundo, porque o joguinho de "desconhecidabarrao" agora tomava outro rumo, bem melhor.
— Todos têm escolhas.
E eu estou te dando a sua.


Observações:
~ Oi.
~ Interagindo com a Jessie (James, equipe Rocket decolando novamente *u* -q).
~ Seria lindo se ninguém atrapalhasse, sério, mesmo porque provavelmente eu ignoraria, hehe.
~ Preguicinha de postar as informações, mas só pra ter uma ideia: mascotes.
~ Obrigado.
~ Tchau.


Oh, you're so naïve yet so 

Aahron Orwell
Mênades
Mensagens :
387

Localização :
Na sua cama. ;9

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cachoeira ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Jessamine H. Julie em Qui 16 Jan 2014, 22:29


Living in the Moment!


# Credits;
#Post 000, satisfeito? q;
# Cachoeira | CHB
# Jess | Filha de Héracles;
# Com Gaybs (que vai ser castrado <3 q);
Então, pelo o que havia entendido, Aahron queria que eu fosse com ele. Depois da apresentação do seu panda, dragão e cão infernal, eu tinha que admitir para mim mesmo: eu estava impressionada, mas deveria ir com ele? Mordi o lábio, pensando. Tudo bem que ele era nômade e talz, mas convidar-me junto? Parecia arriscado, sem dúvidas, até mesmo para mim. Apesar de seu jeitinho carismático, o garoto ainda podia ser perigoso, e eu mal o conhecia.

O que você tem a perder?, ouvi. E era verdade, o que eu tinha a perder? Ninguém sentiria minha falta - ou melhor, ninguém importante. E, principalmente: eu não sentiria falta do Acampamento. Então vamos de uma vez. É mal-educado deixar as pessoas esperando, Jess. Engoli em seco.

Respirei fundo, pensando em alguma coisa para falar. Finalmente, algo me veio à cabeça e pareceu bom o bastante.

▬ Aahron, você ainda não entendeu: eu não sou "eles". Sou única, por favor - ri, afastando o nervosismo ▬ Apenas um aviso: se você for um assassino em série e tentar me matar enquanto eu durmo, ou até mesmo puxar meu pé, você acorda sem uma das bolas, okay? - pisquei para ele, enquanto um sorriso aparecia no meu rosto.

Eu realmente ia fazer isso. Ia embora desse maldito lugar. Ia embora com um maluco/semi-conhecido. Eu apenas poderia esperar que tudo desse certo.

Jessamine H. Julie
Mênades
Mensagens :
324

Localização :
No inferno, provavelmente. Ou não. Talvez eu esteja vivendo em uma cidade de arco íris super secreta vlw flw (?) qn

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cachoeira ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Aahron Orwell em Sex 17 Jan 2014, 04:29



Oh, you're naïve yet so 


Com o consentimento dela - apesar das impostas condições, que seriam terrivelmente difíceis de cumprir (hehe -q) -, voou para o dorso do dragão e ofereceu um braço para que ela subisse também.
— Na prática, você não precisa vir. — comentou, por cima. — A gente pode se encontrar pelo Acampamento mesmo, eu tenho várias maneiras de te achar. — e piscou um dos olhos, deixando exposta a brincadeira.
Na verdade, seria bom ter Jessie em sua companhia. As viagens aos poucos tornavam-se solitárias.
E ele ainda tinha planos para mais companhias.
Destino?, questionou-lhe o dragão, enquanto juntavam-se em seu lombo ainda o panda e a cadela.
Aahron pensou por um curto período de tempo.
Nenhum. Só vá.

Observações:
~ Oi.
~ Interagindo com a Jessie (James, equipe Rocket decolando novamente *u* -q).
~ Seria lindo se ninguém atrapalhasse, sério, mesmo porque provavelmente eu ignoraria, hehe.
~ Preguicinha de postar as informações, mas só pra ter uma ideia: mascotes.
~ Se não ficou claro, acabou. C:
~ Obrigado.
~ Tchau.


Oh, you're so naïve yet so 

Aahron Orwell
Mênades
Mensagens :
387

Localização :
Na sua cama. ;9

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cachoeira ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Ianna D. Belikov em Sab 01 Fev 2014, 21:57


You give me that hummingbird heartbeat

▬ Merda! ▬ Levei o dedo anelar aos lábios, amenizando a dor do corte feito pelo alicate. Se eu fosse uma mera mortal, nunca me daria bem com um profissão que envolvesse fazer as unhas. Senti o gosto metálico de sangue e dei de ombros, colocando a mão à frente de meus olhos para avaliar o pequeno dano. Eu nem sabia direito porque resolvera fazer aquilo, mas o ócio que possuía meu corpo falava por si só. Larguei o alicate em uma cômoda, fazendo uma nota mental de continuar a cutucar minhas cutículas outro dia. Levantei-me da cama e vesti uma jaqueta por cima do vestido de cor lavanda, jogando o cabelo por sobre o ombro direito. Abri a porta do chalé e deixei-o, estando descalça. Afinal de contas, quem machucaria uma pobre filha de Afrodite que só queria meditar?

-♦-

O som da água corrente era ótimo para me deixar adentrar minha própria mente e divagar. A brisa noturna fazia com que eu me encolhesse dentro da jaqueta, e a escuridão não era completa por conta da luz lunar. Na última vez que havia visitado aquele local, fui integrante de uma reunião amistosa. Joguei a cabeça para trás, a fim de encarar as pequeninas estrelas que ainda não haviam sido encobertas pelas nuvens, sentindo toda a tensão esvair-se de mim. Uma de minhas mãos envolveu o pequenino pingente em formato de gota automaticamente, uma reação já tecida ao meu subconsciente.

Itens e poderes:
▬ Armas:
♦ Holo [Aparentemente apenas um pingente de prata e em formato de gota, porém, quando pressionado, libera um holograma do céu estrelado à frente de Chlöe. Talhado no metal há o nome "Enzo".] {Prata} [Presente de Natal de Bren para Andy]

▬ Poderes Passivos:
Considerar todos -q

▬ Poderes Ativos:
-x-

▬ Observações:
Post 01, noite nublada, a interagir com -?-
"Spread my wings and make me fly
The taste of your honey is so sweet..."

@lilah
Ianna D. Belikov
Mênades
Mensagens :
747

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cachoeira ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Meredith H. Wermöhlen em Seg 03 Fev 2014, 23:50


Give me your hand...
The Beauty girl and your ghost.

Quem a via poderia até supor que era uma jovem totalmente normal conversando com um ursinho de pelúcia sobre garotos ou o que fosse. Porém, de tudo isso, a única coisa que condizia era o gato de pelúcia com o quão Meredith falava, e que lhe respondia de forma boba e por entre risadas. O bom era que o gato lhe fazia rir, coisa que poucos conseguiam.
Suspirou, deixando-o de lado. Tédio lhe consumia, subindo pelo seu âmago, e já era evidente externamente. Uma voltinha lá por fora, que mal faria?
— Au! — O latido do cão infernal entrou pela janela, como se lesse os pensamentos da filha de Melinoe.
— Tanto faz, Anúbis. Pode vir. — Meredith revirou os olhos, indiferente.

♞♞

O ar puro quase a fazia sentir-se melhor, não fosse pela pressão que em seu ventre que começava a crescer naquele horário. Meredith começava a fazer umas caretas e soltar uns gemidos quase inaudíveis. Seu andar era suave, mas sua presença era entregue por conta da felicidade do cachorro que vinha logo atrás. Por vezes latia, por vezes caía tropeçando em algum tronco de árvore. Era grande e desajeitado, a pelagem em um tom de carmim. Os olhos rosas faziam-no parecer membro de desenhos infantis, não fosse por seus enormes dentes capazes de arrancar cabeças.

A jovem parou abruptamente ao vislumbrar a silhueta de sua semelhante. Uma semideusa, e Meredith torcia para não ser perigosa. Não queria um embate aquela hora da noite. Hesitou quanto ao aproximar-se ou não, porém, a curiosidade de Anúbis era mais forte.
— Au, au! — Latiu, correndo na direção da jovem.
— Anúbis, para! — Sem o comando, era bem provável que o animal esmagasse-a. Porém, o grandalhão sabia ser obediente. — Desculpe. Ele não é só um bebezão, não conhece os riscos ainda. — Disse, dirigindo-se a garota.
Meredith H. Wermöhlen
Filhos de Melinoe
Mensagens :
896

Localização :
Ahn...?

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cachoeira ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Ianna D. Belikov em Ter 04 Fev 2014, 15:17


'Cause a double rainbow is hard to find...


Ah, finalmente eu poderia ficar sozinha e pensar um pouco... Até que ouvi um latido característico e uma voz feminina dando ordens, e depois, provavelmente dirigindo-se a mim. Virei-me para o local de onde vinha o som e sorri ao ver um cão infernal, lembrando-me de meu Elodin. Mas aquele pelo carmim era familiar, como o de um cão enorme de um desenho para crianças. Então, voltei meu olhar para a garota, a fim de avaliá-la melhor. Tinha um rosto exótico, mas algo em sua presença fazia com que minha nuca fosse palco de calafrios. Prole de... Tânatos? Hades? Dei de ombros e me levantei, procurando estender a mão para tocar o focinho do animal.

▬ Oi! Seu nome é Anúbis, amigão? Você é muito bonito, é sim. ▬ Medo de um cão infernal desconhecido? Ah, isso não existia para mim. Tinha um quê de admiração por pets, principalmente se eles fossem caninos. Além do mais, Afrodite me concedera uma habilidade de emanar uma aura tranquilizadora, que acho que seria bem aproveitada naquele momento. ▬ Dizem que os cães são os melhores amigos do homem, certo? Acho que essa afirmativa não é verdadeira. Veja só os cães infernais. Se têm um tamanho maior, possuem um coração correspondente ao seu tamanho e, consequentemente, um amor ainda maior. Correto? ▬ Sorri e parei de acariciar o animal, dirigindo-me à garota e limpando minhas mãos em meu vestido. ▬ Ah, eu sou Chlöe. Meus pensamentos divagam sozinhos, então não se preocupe. Também tenho um cãozinho desses. ▬ Estendi a mão direita para ela. Ainda tinha algo que estava me incomodando naquela menininha.


**Meu template tava bugando ç.ç

TEMPLATE BY IAN do OOPS!
Ianna D. Belikov
Mênades
Mensagens :
747

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cachoeira ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Indya D. Montenegro em Sab 08 Fev 2014, 20:32



Socializando



A filha de Zeus fitava a cachoeira, admirada.   A água caindo das rochas de forma bela, sem contar dos raios solares batendo nestes e deixando-os ainda mais peculiarmente únicos.  Ainda não se acostumara com tudo, mas tentava.  
 Ninguém poderia dizer que era fácil.  Pois nenhuma mudança era.
Entretanto, não iria ser impossível se acostumar.  Todavia que logo iria fazer amigos, talvez até esquecesse de seus pais de vez em quando da tamanha diversão e felicidade que iria ter.  Mas nunca esqueceria de Lucas, que morreu por sua culpa.
Sentiu o estomago embrulhar com a lembrança vindo em sua mente.  Fez de tudo para esquecê-la, até que se surpreendeu com a sombra de uma pessoa.  Tirou o Karabela do cinto e empunhou-o para se defender.
Mas quem estava na sua frente era somente um garoto. 


Observações: 
— {Karabela} / Sabre [A karabela tem um punho aberto com o pomo no formato de uma cabeça de águia. Seu cabo anatômico permitia o manejo mais fácil de cortes circulares quando se luta a pé e e de cortes oscilantes quando montado no cavalo/pégaso. É feita de aço frio e seu punho é revestido com couro. Vem junto de uma bainha de couro.] {Aço e couro} (Nível Mínimo: 1) {Resistência à eletricidade} [Recebimento: Presente de Reclamação de Zeus]

2014 © bluee • cg

Indya D. Montenegro
Filhos de Zeus
Mensagens :
57

Localização :
qq sta com teseno

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Cachoeira ♠ Local Público Oficial ♠

Mensagem por Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 10:26

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 3 de 21 Anterior  1, 2, 3, 4 ... 12 ... 21  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum