ˠ Tenda do Calvin ˠ

Página 1 de 5 1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

ˠ Tenda do Calvin ˠ

Mensagem por Piotr Abramovich em Sab 19 Abr 2014, 21:37


Tenda do Calvin

Ao pé de um barranco, sobre a terra plana e gramada, ergue-se uma pequena, porém majestosa, tenda branca, ainda que levemente amarelada pelos fatores naturais. Na entrada, o tecido fendido parte ao meio a combinação de iniciais "CH", Calvin Hewitt, marcadas em vermelho.
Por dentro, a lona é bem conservada, reluzindo em branco puro sob a luz do lampião. Uma tapeçaria de couro cobre o chão, onde três macas são ordenadas paralelamente, com distâncias de um metro em si. Dois vasos de cerâmica com orquídeas roxas encontram-se sobre mesinhas nos cantos mais próximos da porta, e ao lado delas existe um par de cadeiras.
Na parte oposta à entrada da tenda, estantes de madeira estão dispostas organizadamente, abrigando ferramentas médicas, medicamentos e grandes quantias dos alimentos dos deuses: néctar e ambrósia, e no meio delas há uma mesa também amadeirada onde espalham-se livros, papéis soltos e um ou outro lápis, com um espaço em seu centro usado exclusivamente para o preparo de poções. 
Informações
→ A enfermaria não é um lugar off, então poste sua entrada tudo mais. Digam o que sentem - pois o Calvin é um curandeiro e não um vidente -, especificando o melhor possível - se está apenas cansado, ou ferido, ou aonde está ferido, se está morrendo, se perdeu um braço ou se nasceu um terceiro braço... coisas do gênero;
→ Todos os atendimentos realizados aqui são gratuitos, ou seja, não é preciso desembolsar nenhum dracma (só se quiser);
→ Eu tenho vida off e outras contas aqui, então não serei o Flash na hora de responder algum atendimento. Peço encarecidamente que não fiquem me pedindo por MP, chat ou o que for, pois sei que devo postar aqui;
→ Exijo posts com mais de cinco linhas para que não sejam considerados flood.

Um obrigado a Kristy porque foi da enfermaria dela que eu roubei as informações.

Leveck @ CG | Edited
Piotr Abramovich
Piotr Abramovich
IndefinidosPercy Jackson RPG BR

Mensagens :
1319

Localização :
Nômade

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ˠ Tenda do Calvin ˠ

Mensagem por Chae Hyun Woo em Dom 20 Abr 2014, 02:58

Healing...
Chiara precisava recuperar-se fisicamente o mais rápido possível para partir com Ártemis e as demais caçadoras. Estava relativamente bem, mas não o suficiente para lançar-se no mundo sem a proteção oferecida pelo acampamento e enfrentar monstros e mais monstros.

Decidiu, então, ir atrás de um curandeiro. Entrou numa tenda nova erguida na área das enfermarias, e sentou-se imediatamente numa das macas vazias. Observou o rapaz se aproximar, e por um momento pensou em ir embora, mas lembrou-se que seria falta de educação, que mostraria o quão tosca uma filha de Atena e caçadora de Ártemis poderia ser e que, necessariamente, não deveria ser estúpida com os homens a ponto de negar ser curada. 

Suspirou, e começou a falar o cansaço que sentia e a intensa dor no ombro direito e em algumas costelas. O curandeiro, de nome Calvin, ouvia tudo atentamente, e, sorridente, assentiu.


Thanks Tess
Chae Hyun Woo
Chae Hyun Woo
IndefinidosPercy Jackson RPG BR

Mensagens :
125

Localização :
Upper East Side

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ˠ Tenda do Calvin ˠ

Mensagem por Mirelle Fay em Dom 20 Abr 2014, 16:31


Enfermaria
Won't you please help me?
Abri os olhos depois da noite mal dormida. As lembranças daquela noite agitada não deixavam que minha mente se acalmasse, assim como as dores e o cansaço impediam meu corpo de obter algum descanso. Por mais que relutasse em admitir, precisava de alguém mais especializado.

Caminhei sem pressa pelo caminho vazio que levava até as enfermarias e entrei em uma tenda recentemente ali montada ao sopé do barranco. O curandeiro alto já estava atendendo a uma paciente, então sentei-me em uma das macas ao canto e esperei.

Quando o rapaz veio me atender, tirei a jaqueta mostrando-o os cortes provocados pelas garras das harpias ao longo dos meus dois braços e expliquei mais sobre os ferimentos e o cansaço que sentia.

Mirelle Fay
Mirelle Fay
IndefinidosPercy Jackson RPG BR

Mensagens :
851

Localização :
Inside Your Mind...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ˠ Tenda do Calvin ˠ

Mensagem por Emmeraude C. Fabrey em Dom 20 Abr 2014, 16:35


Beijin no Ombro


Emma depois de sua ultima missão vinha sofrendo de constantes dores de cabeça e musculares fortíssimas, que não se resolviam com nenhum analgésico. Mas a teimosia da garota era tanta que ela se recusava a procurar alguma enfermaria. Bem, até o dia em que as dores começaram a se tornar insuportáveis.
A garota caminhou até uma das enfermarias. Ela passou pelo tecido vendido com as iniciais do curandeiro e foi até uma das macas. Se sentando e observando Calvin se aproximar.
Falou das dores e do cansaço, esperando que ele tivesse algum remedio pra isso.


REVENGE. Thanks, Rufo and Maay at TPO.



Emmeraude C. Fabrey
Emmeraude C. Fabrey
IndefinidosPercy Jackson RPG BR

Mensagens :
182

Localização :
Chalé 5

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ˠ Tenda do Calvin ˠ

Mensagem por Piotr Abramovich em Dom 20 Abr 2014, 19:09


Dr. Hewitt em ação

Calvin terminava de preparar suas poções, totalizando duas médias e duas pequenas para vitalidade e outras quatro, com mesmas condições, mas enérgicas. Foi aí que, interrompido, uma semideusa deu o ar da graça em sua enfermaria. De cara ele viu que se tratava de uma caçadora de Ártemis, então deveria ser sério e não fazer nenhuma brincadeirinha com ela. 

Depois que Chiara sentou-se numa das macas, Calvin aproximou-se e ouviu o que sentia. Pediu licença para examiná-la e, aproximando as mãos dos locais indicados pela garota, Calvin iniciou o tratamento. Uma aura brilhante encapou suas mãos e, inicialmente, apenas aliviaram as dores que Chiara sentia. 

Em seguida, o rapaz distanciou-se da paciente e apanhou quatro vidros com poções recém produzidas. Uma média e uma pequena para vitalícia e outras duas da mesma forma e enérgicas. Sim, era para a caçadora ingerir aquilo tudo. Por um lado, era bom, pois não receberia um fuzilamento via ocular por tocá-la. E, quando uma segunda semideusa adentrou a tenda, Calvin deixou Chiara sozinha para tomar as poções enquanto dirigia-se à outra enferma. 
Mirelle era o nome dela, clamadora pelo sanar de seu cansaço e dores. Antes de tudo, Calvin tocou suavemente os ombros da jovem, livrando-a repentinamente do cansaço, e, em seguida, em seus cortes mais sérios, cicatrizando-os de uma forma nunca vista. 
Repetiu o toque com a aura luminosa e, logo após, ofereceu os outros quatro frascos à jovem, que com toda a certeza do mundo ficaria muito bem depois daquilo. Calvin sorriu e disse que Mirelle poderia ir embora depois de ingerir as poções, mas que não tinha certeza se, energicamente falando, ela estaria recuperada. Poderia, assim como Chiara, permanecer ali se quisesse continuar o tratamento.
Envergonhado, Calvin pediu à terceira cliente que aguardasse um momento, já que suas poções haviam acabado. Sua bolsa de componentes mágicos estava sobre a mesa, aberta, disponível para oferecer os ingredientes necessários para os dois tipos de poção. 
Depois de separar ordenadamente o leite de cabra, gomos de laranja, tiras de casca de limão siciliano raladas e sementes de pimenta-do-reino para as poções vitalícias e o suco de maçã, amora em pó, folhas de hortelã e açúcar para as enérgicas, Calvin começou a prepará-las. Orou rapidamente para Asclépio antes de preparar cada uma das poções, seguindo os passos aprendidos inconscientemente. 
Então, sucedendo cerca de dez minutos, o curandeiro levou à Emma, filha de Ares, algumas das poções. Primeiro, ofereceu uma folha de hortelã para que pusesse na boca e, em seguida, bebesse uma das poções. Entregou outras folhas de hortelã e sementes antes das outras poções, e quase que imediatamente a garota estava curada. Calvin sorriu e a dispensou, agradecido.
Ingeriu as poções que restaram para recuperar-se, já que também precisava. E esperou para ver se Chiara e Mirelle permaneceriam ali para ter o tratamento finalizado.

Info:
Atualizações:
Chiara Banks: + 125HP / 90MP
Mirelle Fay: HP Full / + 90MP
Emma Charlotte Fabray: HP/MP Full
Calvin Hewitt: HP/MP Full
Obs:
- A habilidade "Alquimista" não está na minha lista de Poderes Especiais, mas Asclépio me deu a permissão de utiliza-la até que ele se lembre de pedir a um ADM de atualizar.
- Se quiserem concluir o tratamento, para completar todo MP, basta postar aqui novamente.
Habilidades:
Passivas:
Todas.
Ativas:
Boas-vindas Curadoras [01] - Ao realizar um exame prévio e acomodar certo paciente em sua enfermaria, recepcionando-o, o curandeiro conseguirá curá-lo em vinte de vida; por ser necessário certo preparo anterior, é recomendado que seu uso seja somente na enfermaria ou em situações de conforto. Seu uso é limitado a uma vez por post, e não pode ser usado em si próprio, obviamente. Não serve para cicatrizar ou quaisquer outros efeitos, apenas a recuperação de vida; para obter tais efeitos, deve-se, ao menos por enquanto, utilizar de métodos convencionais.

Toque Curativo [02] - Poder de efeito rápido e instantâneo. Com uma aura luminosa a envolver a mão do aprendiz, este poderá restaurar a vitalidade de alguém que não seja si mesmo em quinze pontos. Pode ser usado até duas vezes na ocasião inteira; uma vez por post, quando se está na enfermaria. O custo é de cinco de energia a cada uso.

Descanso I [05] - O cansaço é um inimigo muitas vezes pior que armas. Ao utilizar este poder, com contato dos dedos do curandeiro ao paciente – que não poderá ser si mesmo –, este último ficará isento de qualquer tipo de canseira. Os efeitos serão como se o doente tivesse acabado de dormir por oito horas (que é o recomendado para um homem adulto).

Anestesia I [06] - A dor causada por machucados pode, agora, ser aliviada pelos curandeiros de forma mística. Tocando os músculos feridos, consegue retirar quaisquer dores do paciente, o que pode ajudar até mesmo na concentração e na calma deste.

Cicatrização I [07] - Agora o dom de cicatrizar cortes e ferimentos inicia o seu desenvolvimento nos seguidores de Asclépio. Ao tocar as feridas abertas, estas se fecharão em uma rodada, impedindo hemorragias e sangramentos. Este poder ainda não pode ser usado em si mesmo e não restaura nada, servindo apenas para cicatrizar lesões. A cicatriz ficará no local, ainda que as contusões sejam pequenas.
Poções criadas:
Poção Vitalícia Simples [01] - Uma poção de coloração esverdeada-pálida, caso tenha sido formulada do jeito correto, e de gosto ligeiramente azedo; é particularmente básica e, portanto, não necessita da especialização ‘Alquimista’. Seu principal efeito é o de, após ingerida pela boca como um líquido, recuperar a vida do paciente. Por questões de segurança, só pode ser consumida uma dose a cada turno.

Poção Energética Simples [03] - Ao ser produzida da forma apropriada, a poção adquirirá uma tonalidade arroxeada e um gosto frutífero refrescante e adocicado; comum e imprescindível para os curandeiros, ela não precisa da especialização ‘Alquimista’ para ser feita. O efeito dela é, quando sorvida para dentro dos lábios, restaurar a energia do cliente. É óbvio e claro que ela não pode ser ingerida em excesso e, portanto, seu uso só é liberado uma vez a cada turno.

Poção Vitalícia Média [05] - Se criada corretamente, a poção irá adquirir uma coloração semelhante à Poção Vitalícia Simples, porém desta vez será um pouco mais brilhante do que a anterior e será um pouco mais escura. O gosto da poção, a princípio, é azedo, contudo vai se tornando refrescante conforme é ingerida. Este tipo de poção só poderá ser criados por Alquimistas, uma vez que ela é mais avançada que a sua antecedente. Por questões de segurança, só uma dose pode ser ingerida uma vez por turno.

Poção Energética Média [07] - Ao ser produzida da forma apropriada, a poção adquirirá uma tonalidade arroxeada, levemente brilhante e um gosto frutífero de refrescante e adocicado; também como a poção vitalícia média, esta só pode ser criada por aqueles curandeiros que decidiram tornar-se Alquimistas. Por questões de segurança, ela só pode ser ingerida uma vez por turno.

Leveck @ CG | Edited
Piotr Abramovich
Piotr Abramovich
IndefinidosPercy Jackson RPG BR

Mensagens :
1319

Localização :
Nômade

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ˠ Tenda do Calvin ˠ

Mensagem por 101-ExStaff em Seg 21 Abr 2014, 22:56

Atualizado


+ 90 Dracmas ao Curandeiro Hewitt
101-ExStaff
101-ExStaff
IndefinidosPercy Jackson RPG BR

Mensagens :
385

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ˠ Tenda do Calvin ˠ

Mensagem por Lana D'yer Hempstead em Ter 22 Abr 2014, 08:15


LANA D'YER : ENFERMARIA
— EM BUSCA DE CURA

titanium
I'm bulletproof, nothing to lose, fire away, fire away. Ricochets, you take your aim, fire away, fire away. You shoot me down but I won't fall. I AM TITANIUM!!!

CAPÍTULO ÚNICO

A minha necessidade em comparecer à qualquer enfermaria era inquestionável, apesar de todo o calafrio e das lembranças que um local naquele estilo me trazia. Eu sempre pensava em meu pai, no acidente, no sangue, no sofrimento...

Mas era certo que os ferimentos que deveriam estar curados graças a ajuda da graciosa fada, pareciam reabrir e se agravar a cada passo dado. Minha fúria ao confrontar Quíron tão precocemente não pareceu ter sido uma boa ideia a partir de então. Após dois dias de intensa aventura e desgaste físico e emocional, a primeira coisa que deveria ter feito era procurar por um tratamento, mas não foi isso que eu fiz. E eu sofria com as consequências.

Minha visão parecia embaçada, forçando-me a limpar meus olhos em uma tentativa inútil de melhorá-la. Os poucos ferimentos incomodavam ainda mais, atrapalhando meus movimentos. O corte em minhas costas provocado pela lâmina de luz de Cass parecia queimar, a pequena perfuração em minha barriga me provocava pontadas quase insuportáveis. Eu ainda tinha que arrastar meu corpo castigado e surrado graças a minha batalha feroz com o covarde Henry. A minha situação não era das melhores.

Apressei o passo. Em minha mente enevoada eu estava certa de que acelerar o passo - ainda que isso fizesse sofrer mais - iria me fazer chegar mais cedo à enfermaria e o esforço valeria a pena. Hoje não posso dizer que foi a melhor tática...

Um campista cruzou meu caminho, fazendo com que eu trombasse fortemente contra seu corpo e quase me levando ao chão. Eu estava quase cega por toda minha situação e o rapaz pareceu simplesmente se materializar na minha frente. Óbvio que o choque foi forte, mas o pior foi a crise rebelde e mal educada que aquele semideus desconhecido teve. Felizmente meus ouvidos não captavam com clareza suas palavras e eu apenas segui meu caminho. A partir dali sendo amparada pela fada que me acompanhava.

Após mais alguns minutos chegamos à área das enfermarias. Eu não tinha muitas condições e nem humor para escolher qual tenda escolher e isso ficou sob a responsabilidade de Cassidy, que me levou para uma completamente desconhecida. Não cheguei a me importar, apenas agradeci aos deuses quando uma maca surgiu à minha frente. Sem pensar duas vezes deitei-me sobre ela, sentindo meus ferimentos repuxarem, mas feliz por finalmente encontrar algo decente para descansar, algo que não fosse um beco sujo de Nova York ou ainda um banco de caminhão.

Fechei meus olhos e permiti que a doce fada explicasse os muitos dos ferimentos que eu tinha conseguido e todos os acontecimentos em Nova York. A pequena ainda revelou ao curandeiro que suspeitava que eu sofria pela exaustão, já que o esforço foi muito e o descanso pouco.

A voz de Cassidy sempre macia e serena embalou meu cochilo. Eu aproveitei aqueles minutos e aquela maca gelada para finalmente dormir com tranquilidade. Eu sabia que ali não corria riscos...





◉ informações

Observações:

~ Texto escrito no celular, desculpe qualquer erro e algo não muito bom.
~ Cassidy é uma personagem NPC.
~ A visita à enfermaria aconteceu logo após a volta de Lana de sua missão em N.Y. A discussão com o centauro irá acontecer em uma próxima Diy que apenas preciso passar do caderno pro celular...
~ Beijos!

DATA: INDEFINIDA
PERÍODO: MATUTINO
CLIMA: NUBLADO
diseñado por shiki @ sourcecode
Lana D'yer Hempstead
Lana D'yer Hempstead
IndefinidosPercy Jackson RPG BR

Mensagens :
156

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ˠ Tenda do Calvin ˠ

Mensagem por Chae Hyun Woo em Qua 23 Abr 2014, 23:46

Healing...
É, Chiara realmente estava precisando passar numa enfermaria. Depois do tratamento ligeiro do rapaz, a caçadora sentiu-se maravilhosamente melhor, mas ainda sentia bastante indisposição, tudo graças ao esforço exagerado em sua nova vida e o uso não moderado de poderes.

Acenou para Calvin, chamando-o, e disse-lhe que ficaria ali para concluir o tratamento. De fato, Chiara não se importara com o ínfimo toque do curandeiro, já que ele estava fazendo um favor para ela. 

Enquanto aguardava outra vez, ia observando a simplicidade e aconchego do local. Calvin atendia outras duas, e quando foram embora, uma morena chegou. Por um momento, como nova tenente das caçadoras de Ártemis, Chiara pensou em convidar algumas das garotas, porém rapidamente reprimiu o pensamento idiota; quem fazia isso era a própria deusa.


Thanks Tess
Chae Hyun Woo
Chae Hyun Woo
IndefinidosPercy Jackson RPG BR

Mensagens :
125

Localização :
Upper East Side

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ˠ Tenda do Calvin ˠ

Mensagem por Adrian Sephiroth A. Prime em Qui 24 Abr 2014, 13:58


PAIN


Eu corria apressado dentro de uma mata fechada e algo me seguia, não sabia o que era mas a sensação que me circundava me fazia ter como único objetivo fugir do que quer que fosse. Andei atravessando a mata, desviando de árvores e de pedras até que ouvi um urro. Não fui muito esperto ao olhar para trás. Tropecei em um desnível e fui direto ao chão. Meu rosto estava sangrando e o suor que escorria do meu corpo batia no corte que ardia muito. Encostei a mão no machucado na maçã do rosto tentando inutilmente parar o sangramento, porém esse ato só serviu para encher minha mão de sangue. De repente se ouve outro urro, tentei me mover sem sucesso. Levantei-me na tentativa desesperada de fugir, mas tudo que pude ouvir foi mais um urro tão perto de mim que acordei.
Eu estava suado, totalmente suado na cama. Olhei para os lados e vi que alguns poucos meios irmão me olhavam. Nenhum deles ligava muito, desde que cheguei ali descobri que era algo normal semideuses terem pesadelos e comigo não era diferente. Bufei, levantei da cama com a roupa ensopada. Fui para até o pequeno baú que me arranjaram para guardar minhas coisas. Este se postava a frente da cama. Ajoelhei-me, abrindo vagarosamente o objeto, com cuidado selecionei algo que me caísse bem naquele para aquela noite. Meu braço doeu com o rasgo que sangrava. Eu mesmo tentei fazer um curativo antes, mas não adiantou muito a ferida abriu. Devia esse machucado ao filho de Perséfone que eu havia derrotado.  Fui ao banheiro que alguns considerariam estranho, porém para um filho de Thânatos nada além do normal. A água do chuveiro saía da boca de uma caveira. A maior parte do tempo,  deixei a água cair sobre meu corpo, como se a torrente pudesse limpar além de meu corpo minha alma. A voz que me atormentava estava quieta agora, contudo e se surpreendentemente voltasse, acordasse de seu aparente sono? Não poderia resistir a mais um ataque.  Terminei o banho, peguei a toalha me enxugando e depois me vestia ao estilo de sempre. Foi um pouco doloroso com o grande corte no braço. Vestia uma camiseta preta, sem mangas, leve, com o símbolo de uma banda aleatória, calça jeans surrada em tom azul bem claro e um tênis branco, os cabelos estavam levemente espetados na parte frontal. Não tardei a caminhar pelo acampamento.
Pesei  meus passos em direção ao refeitório, até que a dor  no meu ombro sinalizou que eu não teria outra escolha se não, procurar ajuda. Aquele curativo improvisado que fiz não demoraria muito a se soltar e para completar uma dor de cabeça terrível começou a fazer latejar minha cabeça. Rodei nos calcanhares e andei na outra direção não sabia onde conseguiria ajuda e decidi pedir informação. Era difícil ter que  me apresentar para as pessoas, ter algum tipo de contato verbal, só tal situação me fez relevar a timidez.
— Oi, sabe onde posso encontrar ajuda? Meu braço está machucado! —  A garota a quem encontrei não me olhou com bons olhos, exibiu uma expressão de desgosto apontou para um lado do acampamento e continuou andando apressadamente, como se não houvesse sido interrompida. Não levei muito em conta isso, já que estava acostumado. Andei pela direção que a garota me indicou. Até que cheguei a um local cheio de tendas, das mais diversas. Pequenas, grandes, com cores extravagantes, discretas e até algumas de formato estranho. Andei sobre o gramado até uma que ficava encostada em um barranco. A armação da tenda era imponente e decidi adentra-la. Quando estava empurrando parte do pano pude ver um CH grafado. O lugar ela limbo e bem organizado, porém a dor que sentia não me permitiu admirar mais do local. Sentei-me a uma cadeira mais próxima e fiquei ali segurando meu braço que voltara a sangrar. Não esperei muito até um rapaz chegar.
—Você é quem pode me ajudar? - perguntei-o, logo que esse surgiu. Ele disse que sim e fui logo explicando a situação para ele. Acho que por ali, ferimentos assim eram comuns, pois ele não pareceu impressionado, esperei ele fazer o diagnóstico, torcendo para que ele pudesse me ajudar.
Adrian Sephiroth A. Prime
Adrian Sephiroth A. Prime
IndefinidosPercy Jackson RPG BR

Mensagens :
77

Localização :
Andando Por Aí... Quem sabe atras de você...

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ˠ Tenda do Calvin ˠ

Mensagem por Piotr Abramovich em Qui 24 Abr 2014, 17:18


Dr. Hewitt em ação

Dirigiu-se à sua mesa outra vez, tirando os ingredientes necessários para as poções de dentro da bolsa de componentes mágicos, dada por Asclépio. Seguiu, pela terceira vez, os passos aprendidos para a produção das poções e, sucedendo breves orações ao deus da medicina, Calvin produziu com êxito oito frascos.
Chiara permanecera ali, decidida a melhorar, pois, obviamente, como caçadora, precisava estar constantemente bem. Calvin preferiu não invadir as emoções da garota para saber mais a respeito dela, não por ser educado, mas por ela ser diferente, ser seguidora de Ártemis. Entregou dois frascos à jovem, um pequeno e um médio; ambos continham um líquido arroxeado, mas o maior era mais brilhante. Ele despejou duas folhas de hortelã em cada frasco e as outras duas entregou à paciente, instruindo-a a por uma folha na boca antes de beber cada poção. 
Por fim, tocou a caçadora nos ombros - não sem antes perguntar se podia - e livrou-a imediatamente de todo seu cansaço. Calvin sorriu ao ver o semblante expressado por Chiara; era notória a satisfação e a melhora. 
Deixou-a, então, afobado, vendo uma garota em notória dificuldade. Recebendo as informações de Cassidy, Calvin, antes de tudo, tocou o abdômen cansado de Lana, concedendo-a um descanso mágico, como se ela tivesse dormido oito horas. Suspirou, agitando os próprios dedos longos. Suas mãos adquiriam uma luz brilhante e, com elas, Calvin tocou os hematomas da semideusa, cujos músculos foram relaxados e a dor amenizada.
Os ferimentos mais sérios cicatrizavam ao mísero toque do curandeiro, que da mesma forma que se afastou retornou à maca da enferma. Trazia dois frascos pequenos e duas folhas de hortelã em suas mãos, destinadas à ingestão de Lana. Em seguida, foi até a mesa, buscando outros dois frascos e os entregou à semideusa debilitada, fazendo-a beber as poções junto de outras duas folhas de hortelã e duas sementes de pimenta do reino.
Calvin, depois do tratamento básico, disse para Lana que poderia permanecer ali para concluir a consulta. E se foi, dirigindo-se à uma das cadeiras, onde um jovem e louro rapaz encontrava-se. Chamou-o até uma maca vazia depois de assentir, afirmando que era ele o curandeiro. 
Limpou o redor do ferimento no braço de Adrian com um papel toalha retirado de uma prateleira. Suavizou os toques no machucado, forçando-o misticamente a cicatrizar-se, e, assim, o sangramento parou. Calvin terminou de limpar o local ferido e tocou-o com as mãos cobertas por uma aura luminosa, livrando o semideus de outras dores. Esse mesmo toque serviu para isentá-lo de qualquer tipo de canseira, e, depois de dá-lo um frasco mediano com poção energética e duas folhas de hortelã, Adrian estava novo em folha.
Info:
Atualizações:
Chiara Banks: MP Full [Parcial]
Lana D'yer Hempstead: + 125HP / + 100MP
Adrian Sephiroth A. Prime: HP/MP Full
Obs:
- A habilidade "Alquimista" não está na minha lista de Poderes Especiais, mas Asclépio me deu a permissão de utiliza-la até que ele se lembre de pedir a um ADM de atualizar.
- Se quiserem concluir o tratamento, para completar todo MP, basta postar aqui novamente.
Habilidades:
Passivas:
Todas.
Ativas:
Boas-vindas Curadoras [01] - Ao realizar um exame prévio e acomodar certo paciente em sua enfermaria, recepcionando-o, o curandeiro conseguirá curá-lo em vinte de vida; por ser necessário certo preparo anterior, é recomendado que seu uso seja somente na enfermaria ou em situações de conforto. Seu uso é limitado a uma vez por post, e não pode ser usado em si próprio, obviamente. Não serve para cicatrizar ou quaisquer outros efeitos, apenas a recuperação de vida; para obter tais efeitos, deve-se, ao menos por enquanto, utilizar de métodos convencionais.

Toque Curativo [02] - Poder de efeito rápido e instantâneo. Com uma aura luminosa a envolver a mão do aprendiz, este poderá restaurar a vitalidade de alguém que não seja si mesmo em quinze pontos. Pode ser usado até duas vezes na ocasião inteira; uma vez por post, quando se está na enfermaria. O custo é de cinco de energia a cada uso.

Descanso I [05] - O cansaço é um inimigo muitas vezes pior que armas. Ao utilizar este poder, com contato dos dedos do curandeiro ao paciente – que não poderá ser si mesmo –, este último ficará isento de qualquer tipo de canseira. Os efeitos serão como se o doente tivesse acabado de dormir por oito horas (que é o recomendado para um homem adulto).

Anestesia I [06] - A dor causada por machucados pode, agora, ser aliviada pelos curandeiros de forma mística. Tocando os músculos feridos, consegue retirar quaisquer dores do paciente, o que pode ajudar até mesmo na concentração e na calma deste.

Cicatrização I [07] - Agora o dom de cicatrizar cortes e ferimentos inicia o seu desenvolvimento nos seguidores de Asclépio. Ao tocar as feridas abertas, estas se fecharão em uma rodada, impedindo hemorragias e sangramentos. Este poder ainda não pode ser usado em si mesmo e não restaura nada, servindo apenas para cicatrizar lesões. A cicatriz ficará no local, ainda que as contusões sejam pequenas.
Poções criadas:
Poção Vitalícia Simples [01] - Uma poção de coloração esverdeada-pálida, caso tenha sido formulada do jeito correto, e de gosto ligeiramente azedo; é particularmente básica e, portanto, não necessita da especialização ‘Alquimista’. Seu principal efeito é o de, após ingerida pela boca como um líquido, recuperar a vida do paciente. Por questões de segurança, só pode ser consumida uma dose a cada turno.

Poção Energética Simples [03] - Ao ser produzida da forma apropriada, a poção adquirirá uma tonalidade arroxeada e um gosto frutífero refrescante e adocicado; comum e imprescindível para os curandeiros, ela não precisa da especialização ‘Alquimista’ para ser feita. O efeito dela é, quando sorvida para dentro dos lábios, restaurar a energia do cliente. É óbvio e claro que ela não pode ser ingerida em excesso e, portanto, seu uso só é liberado uma vez a cada turno.

Poção Vitalícia Média [05] - Se criada corretamente, a poção irá adquirir uma coloração semelhante à Poção Vitalícia Simples, porém desta vez será um pouco mais brilhante do que a anterior e será um pouco mais escura. O gosto da poção, a princípio, é azedo, contudo vai se tornando refrescante conforme é ingerida. Este tipo de poção só poderá ser criados por Alquimistas, uma vez que ela é mais avançada que a sua antecedente. Por questões de segurança, só uma dose pode ser ingerida uma vez por turno.

Poção Energética Média [07] - Ao ser produzida da forma apropriada, a poção adquirirá uma tonalidade arroxeada, levemente brilhante e um gosto frutífero de refrescante e adocicado; também como a poção vitalícia média, esta só pode ser criada por aqueles curandeiros que decidiram tornar-se Alquimistas. Por questões de segurança, ela só pode ser ingerida uma vez por turno.

Leveck @ CG | Edited
Piotr Abramovich
Piotr Abramovich
IndefinidosPercy Jackson RPG BR

Mensagens :
1319

Localização :
Nômade

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ˠ Tenda do Calvin ˠ

Mensagem por Lana D'yer Hempstead em Sex 25 Abr 2014, 00:45


LANA D'YER : ENFERMARIA
— EM BUSCA DE CURA

titanium
I'm bulletproof, nothing to lose, fire away, fire away. Ricochets, you take your aim, fire away, fire away. You shoot me down but I won't fall. I AM TITANIUM!!!

CAPÍTULO ÚNICO

Quando boa parte de toda a exaustão e dores foram tratadas, para minha desgraça eu pude perceber com detalhes o local em que me encontrava. Permanecer ali era momentos de tortura emocional, apesar de meu corpo ganhar a cura que precisava. Minha vontade era fugir, correr, mas a indisposição ainda permanecia e eu sentia que qualquer esforço insano poderia me derrubar novamente. Ingeri cada poção que o curandeiro me trazia. Tentava ignorar o que havia ao meu redor, tentava controlar minhas mãos trêmulas, tentava focar apenas no que bebia para poder ser liberada o mais breve possível.

Para minha falta de sorte, o tratamento básico não fora o suficiente para curar toda minha indisposição. Era aceitável, afinal, o estado em que havia chegado ali era preocupante. No entanto desejava sair o mais rápido daquele local, mas não foi possível.

O rapaz me dissera que eu poderia continuar no local para continuar a consulta e logo depois apressou-se em atender um novo ferido que chegava. Eu tinha a oportunidade de sair dali naquele momento, mas minhas pernas não me davam a segurança necessária que eu precisava para me levantar.

Eu olhava ao meu redor e as memórias dolorosas tomavam formas ilusórias, fazendo-me com que enxergasse perfeitamente a sala mais assustadora e fria de uma UTI. Ainda conseguia ouvir de uma maneira clara o som angustiante de inúmeros aparelhos, o que mais se destacava era o respiratório. Eu nem sabia seu nome, mas sabia muito bem como podia despertar uma intensa angústia naqueles que viam a pessoa que amava sobreviver apenas por estar ligada a ele...

Tudo não passava de uma ilusão, durou poucos segundos, mas foi o suficiente para me machucar mais do que qualquer ferimento físico. Quando voltei a me dar conta do real ambiente em que estava, senti um gosto de sangue preencher minha boca. Naquele momento breve de ilusão acabei por mordiscar a parte interna de minha bochecha. Minhas unhas também estavam doloridas, eu havia pressionado-as contra a maca. A voz de Cassidy ainda parecia longe, retomando seu volume real ao poucos. A fada insistia em perguntar se eu ficaria completamente curada.

Abaixei minha cabeça tentando evitar olhar ao meu redor, acreditando no ditado que diz que o que os olhos não vêem o coração não sente.

- Por favor, dê continuidade ao tratamento. - Pedi, tentando evitar que a minha voz saísse embargada e que qualquer um enxergasse as discretas lágrimas que brotavam em meus olhos. Após estas palavras eu aguardei. Passei a implorar em silêncio para que quando tudo terminasse eu pudesse me levantar com firmeza e ir embora sem que ninguém percebesse o quanto angustiante era para mim permanecer em qualquer tipo de enfermaria.





◉ informações

Observações:

~ Texto escrito no celular, desculpe qualquer erro e algo não muito bom.
~ Cassidy é uma personagem NPC.
~ Pois é... Cada ida à enfermaria será um tormento para Lana.
~ Beijos!

DATA: INDEFINIDA
PERÍODO: MATUTINO
CLIMA: NUBLADO
diseñado por shiki @ sourcecode
Lana D'yer Hempstead
Lana D'yer Hempstead
IndefinidosPercy Jackson RPG BR

Mensagens :
156

Voltar ao Topo Ir em baixo

O autor desta mensagem foi removido do fórum - Ver a mensagem

Re: ˠ Tenda do Calvin ˠ

Mensagem por Piotr Abramovich em Dom 27 Abr 2014, 11:58


Dr. Hewitt em ação

Calvin terminava de salpicar as tiras raladas em quatro frascos e depois remexia-os, fazendo as poções adquirirem uma cor verde-pálida. Em seguida, juntou esses fracos a outros doze que jaziam fechadinhos numa prateleira de uma das estantes. Ali era seu estoque de poções. 
A garota Lana, felizmente já melhor, ainda estava numa das macas, aguardando sua recuperação, e Calvin obviamente não tardou em ajudá-la - somente o tempo necessário para a produção de poções foi gasto, portanto a jovem teve de aguardar. Mas logo o curandeiro apanhou dois frascos pequenos e três folhas de hortelã. 
Enquanto Lana ingeria a poção arroxeada, Calvin jogou uma folha na outra e entrou as restantes para a garota, que, recebendo o segundo frasco, deveria tomar tudo junto. Nesse meio tempo, pegando a prática de atender os feridos, Calvin trotou até a estante e apanhou outros dois frasco - mas maiores que os primeiros -, outras três folhas de hortelã e duas sementes de pimenta do reino, que deveriam ser ingeridas juntamente com as poções. E ao passo em que Lana seguia suas ordens, bebendo sem hesitar as poções, Calvin repassava as mãos envolvidas por uma aura brilhante pelo corpo da garota, curando-a gradativamente.
Seguidamente, a afobação dissipou-se de Calvin e ele suspirou, cansado. Já cansara de preparar poções, mas felizmente poderia atender mais três pacientes com aquelas feitas. Ainda assim, precisaria ampliar seu estoque, mas estava indisposto para isso àquele momento.
Foi então que dois garotos adentraram a tenda carregando uma jovem desmaiada, e nem para informarem o que havia acontecido eles foram capazes. Calvin empurrou-os para os lados depois de apanhar um frasco pequeno com o líquido verde dentro e deu-o para um dos caras segurar.
Semicerrou os olhos e arregaçou as mangas da blusa, ajeitando as luvas cirúrgicas nas mãos. Logo tocou suavemente as piores feridas ao longo do corpo da jovem, cicatrizando-as, e, após, espalmou com a mesma intensidade seu tórax, inibindo-a de qualquer tipo de cansaço. 
No caminho para acordar, Amy continuava imóvel, mas isso não importava muito. Calvin agitou as mãos e uma aura brilhante as cobriu, e com elas, passando pelo corpo da semideusa, curou-a em partes. E em seguida tocou-a em diversos pontos, aliviando por completo as dores musculares que ela poderia ter.
Despertando, Calvin ofereceu o primeiro frasco. Depois entregou outros três, juntamente com as folhas de hortelã e as sementes de pimenta do reino, que deveriam ser ingeridas com as poções. E então disse:
 O que aconteceu com você? 
Info:
Atualizações:
Lana D'yer Hempstead: HP Full / + 100MP
Amy C. Hill: + 125HP / +100MP
Obs:
- A habilidade "Alquimista" não está na minha lista de Poderes Especiais, mas Asclépio me deu a permissão de utiliza-la até que ele se lembre de pedir a um ADM de atualizar.
- Se quiserem concluir o tratamento, para completar todo MP, basta postar aqui novamente.
Habilidades:
Passivas:
Todas.
Ativas:
Boas-vindas Curadoras [01] - Ao realizar um exame prévio e acomodar certo paciente em sua enfermaria, recepcionando-o, o curandeiro conseguirá curá-lo em vinte de vida; por ser necessário certo preparo anterior, é recomendado que seu uso seja somente na enfermaria ou em situações de conforto. Seu uso é limitado a uma vez por post, e não pode ser usado em si próprio, obviamente. Não serve para cicatrizar ou quaisquer outros efeitos, apenas a recuperação de vida; para obter tais efeitos, deve-se, ao menos por enquanto, utilizar de métodos convencionais.

Toque Curativo [02] - Poder de efeito rápido e instantâneo. Com uma aura luminosa a envolver a mão do aprendiz, este poderá restaurar a vitalidade de alguém que não seja si mesmo em quinze pontos. Pode ser usado até duas vezes na ocasião inteira; uma vez por post, quando se está na enfermaria. O custo é de cinco de energia a cada uso.

Descanso I [05] - O cansaço é um inimigo muitas vezes pior que armas. Ao utilizar este poder, com contato dos dedos do curandeiro ao paciente – que não poderá ser si mesmo –, este último ficará isento de qualquer tipo de canseira. Os efeitos serão como se o doente tivesse acabado de dormir por oito horas (que é o recomendado para um homem adulto).

Anestesia I [06] - A dor causada por machucados pode, agora, ser aliviada pelos curandeiros de forma mística. Tocando os músculos feridos, consegue retirar quaisquer dores do paciente, o que pode ajudar até mesmo na concentração e na calma deste.

Cicatrização I [07] - Agora o dom de cicatrizar cortes e ferimentos inicia o seu desenvolvimento nos seguidores de Asclépio. Ao tocar as feridas abertas, estas se fecharão em uma rodada, impedindo hemorragias e sangramentos. Este poder ainda não pode ser usado em si mesmo e não restaura nada, servindo apenas para cicatrizar lesões. A cicatriz ficará no local, ainda que as contusões sejam pequenas.
Poções criadas:
Poção Vitalícia Simples [01] - Uma poção de coloração esverdeada-pálida, caso tenha sido formulada do jeito correto, e de gosto ligeiramente azedo; é particularmente básica e, portanto, não necessita da especialização ‘Alquimista’. Seu principal efeito é o de, após ingerida pela boca como um líquido, recuperar a vida do paciente. Por questões de segurança, só pode ser consumida uma dose a cada turno.

Poção Energética Simples [03] - Ao ser produzida da forma apropriada, a poção adquirirá uma tonalidade arroxeada e um gosto frutífero refrescante e adocicado; comum e imprescindível para os curandeiros, ela não precisa da especialização ‘Alquimista’ para ser feita. O efeito dela é, quando sorvida para dentro dos lábios, restaurar a energia do cliente. É óbvio e claro que ela não pode ser ingerida em excesso e, portanto, seu uso só é liberado uma vez a cada turno.

Poção Vitalícia Média [05] - Se criada corretamente, a poção irá adquirir uma coloração semelhante à Poção Vitalícia Simples, porém desta vez será um pouco mais brilhante do que a anterior e será um pouco mais escura. O gosto da poção, a princípio, é azedo, contudo vai se tornando refrescante conforme é ingerida. Este tipo de poção só poderá ser criados por Alquimistas, uma vez que ela é mais avançada que a sua antecedente. Por questões de segurança, só uma dose pode ser ingerida uma vez por turno.

Poção Energética Média [07] - Ao ser produzida da forma apropriada, a poção adquirirá uma tonalidade arroxeada, levemente brilhante e um gosto frutífero de refrescante e adocicado; também como a poção vitalícia média, esta só pode ser criada por aqueles curandeiros que decidiram tornar-se Alquimistas. Por questões de segurança, ela só pode ser ingerida uma vez por turno.

Leveck @ CG | Edited
Piotr Abramovich
Piotr Abramovich
IndefinidosPercy Jackson RPG BR

Mensagens :
1319

Localização :
Nômade

Voltar ao Topo Ir em baixo

O autor desta mensagem foi removido do fórum - Ver a mensagem

Re: ˠ Tenda do Calvin ˠ

Mensagem por Piotr Abramovich em Dom 27 Abr 2014, 13:31


Dr. Hewitt em ação

Calvin sorriu ao ver Amy despertar. No mesmo instante, pela facilidade em interpretar os sentimentos de pessoas próximas, ele compreendeu o estado em que a garota estava. Porém, instantaneamente, a jovem foi tranquilizada pela aura involuntariamente emanada pelo curandeiro. Além disso, uma aura exclusiva dos seguidores de Asclépio impediam qualquer tipo de ação hostil dentro da enfermaria, portanto, qualquer tipo de desequilíbrio que atingisse a filha de Tânatos seria rapidamente reprimido.
 Entendi, entendi. — disse, feliz por ter cicatrizado e amenizado as dores da garota quando ela ainda estava desmaiada. Dirigiu-se à estante-estoque e apanhou outros dois frascos pequenos juntamente a três folhas de hortelã. E voltando para Amy, entregou-lhe as poções e instruiu-a a colocar uma folha na poção roxa e as outras duas na própria boca para beber tudinho. 
Enquanto Amy tomava as duas pequenas poções, Calvin pegou as medianas e entregou-as à garota quando ela devolveu os frascos vazios. Ela devia beber as poções junto das folhas de hortelã e as sementes de pimenta do reino. 
 Com licença. — meio que pediu e afirmou, pois já avançava com as mãos brilhantes sobre o corpo ferido da garota, auxiliando na cura. Não tocou-a desta vez, apenas chegou perto, pois já surtia efeito assim. 
E aí se afastou. Encaminhou-se à própria mesa para retirar os ingredientes necessários à produção de poções da bolsa de componentes mágicos dada por Asclépio. Somente preparou as coisas, medindo, ralando, misturando e pesando o essencial.
Info:
Atualizações:
Amy C. Hill: + 125HP / +100MP
Obs:
- A habilidade "Alquimista" não está na minha lista de Poderes Especiais, mas Asclépio me deu a permissão de utiliza-la até que ele se lembre de pedir a um ADM de atualizar.
- Se quiserem concluir o tratamento, para completar todo MP, basta postar aqui novamente.
Habilidades:
Passivas:
Todas.
Ativas:
Boas-vindas Curadoras [01] - Ao realizar um exame prévio e acomodar certo paciente em sua enfermaria, recepcionando-o, o curandeiro conseguirá curá-lo em vinte de vida; por ser necessário certo preparo anterior, é recomendado que seu uso seja somente na enfermaria ou em situações de conforto. Seu uso é limitado a uma vez por post, e não pode ser usado em si próprio, obviamente. Não serve para cicatrizar ou quaisquer outros efeitos, apenas a recuperação de vida; para obter tais efeitos, deve-se, ao menos por enquanto, utilizar de métodos convencionais.

Toque Curativo [02] - Poder de efeito rápido e instantâneo. Com uma aura luminosa a envolver a mão do aprendiz, este poderá restaurar a vitalidade de alguém que não seja si mesmo em quinze pontos. Pode ser usado até duas vezes na ocasião inteira; uma vez por post, quando se está na enfermaria. O custo é de cinco de energia a cada uso.

Aura Sagrada[04] - Hospitais exigem silêncio e um clima tranquilo, para melhor cuidado com os pacientes (e, há quem diga, maior respeito). Com este poder, o aprendiz poderá anular ações hostis dentro do âmbito por duas rodadas. Durante esse tempo, no entanto, ainda serão permitidas palavras ofensivas e xingamentos, porém nada de ataques (físicos, mentais, mágicos, etc).

Descanso I [05] - O cansaço é um inimigo muitas vezes pior que armas. Ao utilizar este poder, com contato dos dedos do curandeiro ao paciente – que não poderá ser si mesmo –, este último ficará isento de qualquer tipo de canseira. Os efeitos serão como se o doente tivesse acabado de dormir por oito horas (que é o recomendado para um homem adulto).

Anestesia I [06] - A dor causada por machucados pode, agora, ser aliviada pelos curandeiros de forma mística. Tocando os músculos feridos, consegue retirar quaisquer dores do paciente, o que pode ajudar até mesmo na concentração e na calma deste.

Cicatrização I [07] - Agora o dom de cicatrizar cortes e ferimentos inicia o seu desenvolvimento nos seguidores de Asclépio. Ao tocar as feridas abertas, estas se fecharão em uma rodada, impedindo hemorragias e sangramentos. Este poder ainda não pode ser usado em si mesmo e não restaura nada, servindo apenas para cicatrizar lesões. A cicatriz ficará no local, ainda que as contusões sejam pequenas.
Poções criadas:
Poção Vitalícia Simples [01] - Uma poção de coloração esverdeada-pálida, caso tenha sido formulada do jeito correto, e de gosto ligeiramente azedo; é particularmente básica e, portanto, não necessita da especialização ‘Alquimista’. Seu principal efeito é o de, após ingerida pela boca como um líquido, recuperar a vida do paciente. Por questões de segurança, só pode ser consumida uma dose a cada turno.

Poção Energética Simples [03] - Ao ser produzida da forma apropriada, a poção adquirirá uma tonalidade arroxeada e um gosto frutífero refrescante e adocicado; comum e imprescindível para os curandeiros, ela não precisa da especialização ‘Alquimista’ para ser feita. O efeito dela é, quando sorvida para dentro dos lábios, restaurar a energia do cliente. É óbvio e claro que ela não pode ser ingerida em excesso e, portanto, seu uso só é liberado uma vez a cada turno.

Poção Vitalícia Média [05] - Se criada corretamente, a poção irá adquirir uma coloração semelhante à Poção Vitalícia Simples, porém desta vez será um pouco mais brilhante do que a anterior e será um pouco mais escura. O gosto da poção, a princípio, é azedo, contudo vai se tornando refrescante conforme é ingerida. Este tipo de poção só poderá ser criados por Alquimistas, uma vez que ela é mais avançada que a sua antecedente. Por questões de segurança, só uma dose pode ser ingerida uma vez por turno.

Poção Energética Média [07] - Ao ser produzida da forma apropriada, a poção adquirirá uma tonalidade arroxeada, levemente brilhante e um gosto frutífero de refrescante e adocicado; também como a poção vitalícia média, esta só pode ser criada por aqueles curandeiros que decidiram tornar-se Alquimistas. Por questões de segurança, ela só pode ser ingerida uma vez por turno.

Leveck @ CG | Edited



☀ Atualização ☀


+ 25 dracmas por atendimento = 150 dracmas no total até este ponto.
Piotr Abramovich
Piotr Abramovich
IndefinidosPercy Jackson RPG BR

Mensagens :
1319

Localização :
Nômade

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ˠ Tenda do Calvin ˠ

Mensagem por Justin Law em Dom 27 Abr 2014, 13:47

Healing Room
Cutucando a onça com vara curta
Law era do meio perfeccionista, e claro, essa tendência abrangia seu próprio corpo. Por isso, quando os ferimentos em seu corpo começaram a deixar cicatrizes, não teve escolha a não ser ir até um curandeiro. Normalmente, escolheria a ala geral, onde sempre se curava com Gina, mas decidiu variar um pouco, afinal, poderia haver alguém melhor que ela.

Por nenhum motivo em especial, escolheu a tenda com as iniciais "CH". O local tinha aparência agradável, e apenas de entrar nele, pôde sentir o grande poder do curandeiro - o que tanto o aliviou, pois certamente ele deveria ser experiente nas artes médicas, como o inquietou, pois não gostava de ficar na presença de pessoas com auras mais fortes que as dele.

Sentou na maca ao lado de uma garota vagamente familiar. Com uma rápida inspeção, reconheceu-a. Amy C. Hill, uma filha de Thanatos que participara de um treino realizado por ele um tempo atrás. Apesar de já saber da personalidade psicótica e da aversão a homens dela, sem falar nos incontáveis assassinatos, ele apenas sorriu levemente.

▬ Amy C. Hill, há quanto tempo. Como vai?

Ignorou qualquer provável reação de ódio ou raiva dela, e quando o curandeiro foi até ele, descreveu sua situação.

▬ Eu estou sentindo um cansaço incomum recentemente devido ao meu constante uso de poderes. Há pequenos cortes no meu tórax e nos braços. Além disso, tenho uma cicatriz no meu ombro esquerdo que devido a constantes ataques se tornou meio sensível. Se puder fazer algo para ajudar...

Até onde se lembrava, apenas isso o incomodava.
Justin Law
Justin Law
Mentalistas de Psiquê

Mensagens :
1125

Localização :
Acampamento Meio-Sangue

Voltar ao Topo Ir em baixo

O autor desta mensagem foi removido do fórum - Ver a mensagem

Re: ˠ Tenda do Calvin ˠ

Mensagem por Rube D. Hardy em Ter 29 Abr 2014, 18:10

Enfermaria #1
O galo frangote.



Rube amava lutar, mas detestava o depois.

Um moleque de 18 anos, com toda a panca de um boxeador arrogante, bom de briga, língua afiada e lindo, com frescura da enfermaria. Não gostava muito de médicos em cima de si e nem de ficar muito tempo parado, por isso pedia em silêncio que aquilo acabasse logo, por isso entrou na tenda mais próxima de onde estava.

Não estava assim tão devastado, apenas uma costela provavelmente quebrada por causa de um chute, uma joelhada acima do nariz que não tinha feito muito estrago, um supercilio aberto por conta de um soco e vários hematomas. Contudo, já estava bem acostumado a sofrer contusões daquele tipo, Marla era fã de algo com requintes de crueldade, teve uma vez que passou dois dias na banheira, coberto de gelo até o pescoço por causa de uma lesão perto da coluna que quase o deixou sem movimentos, mas graças ao néctar e a ambrosia não tinha sido nada demais.

Arqueou a sobrancelha ao entrar e se deparar com alguns semideuses, em particular um rapaz com pinta de ser um semideus sombrio e uma garota... É, uma garota, preferiu não achar nenhum adjetivo. Sentou-se um pouco mais distante e esperou pelo curandeiro com os braços cruzados na altura do peito exposto, a camisa pendia em seu ombro, impecável.

Quando o curandeiro veio atender-lhe, explicou que havia se metido numa luta com um filho de Ares e provavelmente teria mais machucados internos que visivelmente externos, apontou para o tórax, cabeça e clavículas, aliás estas últimas doíam a ponto de latejar.

E também pediu para que não demorasse muito, porque queria dar o fora dali antes que uma senhora loira aparecesse.

Talvez o rapaz não entendesse, mas ele não se importou muito, estava um pouco tenso.





Algo bem simples, obrigada.
Rube D. Hardy
Rube D. Hardy
IndefinidosPercy Jackson RPG BR

Mensagens :
8

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ˠ Tenda do Calvin ˠ

Mensagem por Piotr Abramovich em Qua 30 Abr 2014, 13:02


Dr. Hewitt em ação

O abrir dos olhos do curandeiro pôs fim à silenciosa oração ao seu novo deus consagrado. E assim, depois de, sem consultar fonte alguma, preparar os ingredientes, outras oito poções estavam prontas e ajeitadas ordenadamente numa prateleira da estante amadeirada cuja funcionalidade era estocar. 

O curandeiro nem esperou a garota falar e já lhe entregou outros frascos com líquidos verde e roxo em seu interior, e, com eles, folhas de hortelã e sementes de pimenta do reino, que deveriam ser ingeridas com as poções. Em seguida, entregou outros quatro frascos - dois de cada tamanho e finalidade - para o jovem que há pouco chegara, e instruiu-o a beber as poções com as folhas e sementes.

Enquanto Amy, provavelmente cansada daquelas poções, felizmente seguia as ordens de Calvin, ele ia com calma tratando dela. Usufruiu duas vezes, tanto na filha de Tânatos quanto no filho de Nyx, de auras brilhantes que serviam de suporte ao tratamento, e depois partiu pelo toque em ambos os enfermos para aliviá-los tanto do cansaço quanto de dores musculares e feridas - mesmo que pequenas - abertas.

Terminava de atender Law, pois começara com a dama, e um terceiro semideus deu o ar da graça na recente e popular tenda. Dispensou o monitor do chalé de Nyx e pediu para Amy aguardar somente uns minutinhos enquanto tratava de Rube, pois tinha algo de interesse dela. 

Calvin primeiramente vestiu um par daquelas luvas cirúrgicas - tirada da bolsa de componentes mágicos - e depois pôs-se diante de Rube. Tocou-o suavemente nos pontos indicados por ele próprio, e gradativamente, qualquer tipo de cansaço e dor muscular inexistiam no corpo jovem do rapaz. A ferida no supercílio fez Calvin exprimir uma onomatopeia semelhante a um "Aaarf", e logo ele a tocou com o indicador destro. 

Com a cicatrização instantânea do machucado, o curandeiro abanou minimamente as mãos, encobrindo-as com aquelas mesmas auras verdes - tanto a vitalícia quanto a enérgica. E tateou o tronco de Hardy, aliviando suas dores.

Por fim, ofereceu o conjunto de poções e suas folhas e sementes de hortelã e pimenta do reino, respectivamente. E, depois de beber aquilo tudo, Rube estava novo em folha.

Sorriu, simpático, e agradeceu pela preferência - mesmo desacreditando que escolheram sua tenda pela qualidade, porque era uma das mais recentes e quase nenhum campista havia visitado-a. Depois dirigiu-se de volta para Amy, dizendo-lhe que faltava pouquíssimo para acabar seu tratamento.

Info:
Atualizações:
Justin Law: HP/MP Full
Amy C. Hill: HP Full / +115MP
Rube D. Hardy: HP/MP Full
Obs:
- A habilidade "Alquimista" não está na minha lista de Poderes Especiais, mas Asclépio me deu a permissão de utiliza-la até que ele se lembre de pedir a um ADM de atualizar.
- Na lista de poderes dos aprendizes consta que é possível vender poções ao preço que o player quiser, e é isso que eu fiz.
Habilidades:
Passivas:
Todas.
Ativas:
Boas-vindas Curadoras [01] - Ao realizar um exame prévio e acomodar certo paciente em sua enfermaria, recepcionando-o, o curandeiro conseguirá curá-lo em vinte de vida; por ser necessário certo preparo anterior, é recomendado que seu uso seja somente na enfermaria ou em situações de conforto. Seu uso é limitado a uma vez por post, e não pode ser usado em si próprio, obviamente. Não serve para cicatrizar ou quaisquer outros efeitos, apenas a recuperação de vida; para obter tais efeitos, deve-se, ao menos por enquanto, utilizar de métodos convencionais.

Toque Curativo [02] - Poder de efeito rápido e instantâneo. Com uma aura luminosa a envolver a mão do aprendiz, este poderá restaurar a vitalidade de alguém que não seja si mesmo em quinze pontos. Pode ser usado até duas vezes na ocasião inteira; uma vez por post, quando se está na enfermaria. O custo é de cinco de energia a cada uso.

Descanso I [05] - O cansaço é um inimigo muitas vezes pior que armas. Ao utilizar este poder, com contato dos dedos do curandeiro ao paciente – que não poderá ser si mesmo –, este último ficará isento de qualquer tipo de canseira. Os efeitos serão como se o doente tivesse acabado de dormir por oito horas (que é o recomendado para um homem adulto).

Anestesia I [06] - A dor causada por machucados pode, agora, ser aliviada pelos curandeiros de forma mística. Tocando os músculos feridos, consegue retirar quaisquer dores do paciente, o que pode ajudar até mesmo na concentração e na calma deste.

Cicatrização I [07] - Agora o dom de cicatrizar cortes e ferimentos inicia o seu desenvolvimento nos seguidores de Asclépio. Ao tocar as feridas abertas, estas se fecharão em uma rodada, impedindo hemorragias e sangramentos. Este poder ainda não pode ser usado em si mesmo e não restaura nada, servindo apenas para cicatrizar lesões. A cicatriz ficará no local, ainda que as contusões sejam pequenas.
Poções criadas:
Poção Vitalícia Simples [01] - Uma poção de coloração esverdeada-pálida, caso tenha sido formulada do jeito correto, e de gosto ligeiramente azedo; é particularmente básica e, portanto, não necessita da especialização ‘Alquimista’. Seu principal efeito é o de, após ingerida pela boca como um líquido, recuperar a vida do paciente. Por questões de segurança, só pode ser consumida uma dose a cada turno.

Poção Energética Simples [03] - Ao ser produzida da forma apropriada, a poção adquirirá uma tonalidade arroxeada e um gosto frutífero refrescante e adocicado; comum e imprescindível para os curandeiros, ela não precisa da especialização ‘Alquimista’ para ser feita. O efeito dela é, quando sorvida para dentro dos lábios, restaurar a energia do cliente. É óbvio e claro que ela não pode ser ingerida em excesso e, portanto, seu uso só é liberado uma vez a cada turno.

Poção Vitalícia Média [05] - Se criada corretamente, a poção irá adquirir uma coloração semelhante à Poção Vitalícia Simples, porém desta vez será um pouco mais brilhante do que a anterior e será um pouco mais escura. O gosto da poção, a princípio, é azedo, contudo vai se tornando refrescante conforme é ingerida. Este tipo de poção só poderá ser criados por Alquimistas, uma vez que ela é mais avançada que a sua antecedente. Por questões de segurança, só uma dose pode ser ingerida uma vez por turno.

Poção Energética Média [07] - Ao ser produzida da forma apropriada, a poção adquirirá uma tonalidade arroxeada, levemente brilhante e um gosto frutífero de refrescante e adocicado; também como a poção vitalícia média, esta só pode ser criada por aqueles curandeiros que decidiram tornar-se Alquimistas. Por questões de segurança, ela só pode ser ingerida uma vez por turno.

Leveck @ CG | Edited
Piotr Abramovich
Piotr Abramovich
IndefinidosPercy Jackson RPG BR

Mensagens :
1319

Localização :
Nômade

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ˠ Tenda do Calvin ˠ

Mensagem por 139-ExStaff em Sab 03 Maio 2014, 22:56

Por não ter custo na produção, não há venda de poções. Os poderes estão equivocados, mas dúvidas podem ser tiradas diretamente com Asclépio. Calvin recebe 75 dracmas pelos atendimentos. Atualizado.
139-ExStaff
139-ExStaff
IndefinidosPercy Jackson RPG BR

Mensagens :
1422

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ˠ Tenda do Calvin ˠ

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 5 1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum
:: Topsites Zonkos - [Zks] ::