Percy Jackson e os Olimpianos RPG BR
Bem vindo ao maior fórum de RPG de Percy Jackson do Brasil.

Já possui conta? Faça o LOGIN.
Não possui ainda? Registre-se e experimente a vida de meio-sangue.

♦ Guia Gramatical

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

♦ Guia Gramatical

Mensagem por ♦ Organização PJBR em Sab 14 Jun 2014, 00:43


Tutorial



Guia Gramatical

É fato que não estamos em sala de aula, e não somos especialistas em gramática, mas fazemos o nosso melhor. Além disso, a partir do momento em que, por se tratar de um RPG totalmente interpretativo/ narrativo, os critérios da língua portuguesa foram escolhidos como base avaliativa, devemos ao menos tentar segui-los da melhor forma possível. Então, para auxiliar um pouco, segue aqui uma lista de dúvidas comuns, que pode servir de referência rápida, para os erros mais frequentes.



Afim/ A fim

Afim = semelhante, parecido

Temos interesses afins.

A fim = Com finalidade, visando algo. Sempre se escreve acompanhado de “de”.

A fim de vencer o combate, elaborei uma estratégia.


A gente/ Agente

A gente = indicador de sujeito, forma popular de se referir à primeira pessoa do plural (nós) mas sua concordância sempre será no singular.

A gente é muito unido.(Nós somos muito unidos)

A conjugação se faz da mesma forma que a da 2º pessoa do singular, e a frase sempre vai seguir o sujeito, então “A gente somos”, por exemplo, é um erro crasso.

Agente = aquele que opera algo, que faz uma ação.

Ele foi o agente da ação.

O agente da polícia iniciou o interrogatório.



Ânsia

Apesar da terminação “ância” geralmente ser terminada em c, ânsia é uma exceção. Lembrar também de ansiedade, que é igualmente escrita com s – pode-se fazer a correlação entre ambas, por sinal.


Ao invés de/ Em vez de

Ao invés de = ao contrário de, ao inverso de (oposição)

Ao invés de recuar, avançou.

Em vez de = no lugar de (substituição)

Em vez de sair com João, saiu com Paulo.


Aonde/ Onde

Aonde = usado quando em conjunto ou em referência ao verbo ir ou similares. (A que lugar; lugar aonde se vai, para o qual se vai)

Aonde vamos?

Onde = Usado em conjunto com o verbo vir e similares. ( Em que lugar; de que lugar)

Você veio de onde? Onde estava minha bolsa?


Ascender/ Acender

Ascender = subir

O dragão ascendeu aos céus.

Acender = usar fogo em algo.

Ele acendeu seu cigarro.


Calda/ Cauda

Um erro bem comum no fórum.

Calda = líquido adocicado

A calda do bolo demorou para ficar pronta.

Cauda = Parte anatômica de um animal ou criatura.

A dracaena usou sua cauda para golpear o semideus.


Com Certeza/ Concerteza

É uma locução com o mesmo sentido do advérbio "certamente" e, portanto, escreve-se sempre separado.


Comprimento/ Cumprimento

Comprimento = medida, tamanho.

A corda tinha 3m de comprimento.

Cumprimento = ato de saudação.

Eles trocaram um cumprimento tímido.



Compania/ Companhia

Compania = Empresa

Compania de água; Compania de gás.

Companhia = Relativo a acompanhamento, companheiro, amigo.

Eu estaria sozinho na sala da casa grande, não fosse a cabeça de Seymor a me fazer companhia.


Com tudo/ Contudo

Com tudo = locução quantitativa

Com tudo aquilo que ocorreu, não conseguia se acalmar.

Contudo = conjunção adversativa; equivalente a apesar de, apesar disso, ainda assim.

Estava nervoso. Contudo, precisava colocar os pensamentos em ordem e tomar a melhor decisão.


Cujo/ Cuja

Cujo é um pronome relativo de caráter possessivo. Ele é usado para indicar uma relação de pertencimento/ posse entre duas orações.

Ex: Aquele é o senhor cuja casa foi assaltada ontem (a casa do senhor – por isso o cuja – relação de posse)

Note que o pronome cujo não admite o uso de artigo (“Aquele é o senhor cuja a casa” seria errado) e que não é um substituto para os pronomes que ou qual, exceto em casos específicos.

“A camiseta da vitrine era igual a cuja eu ganhei” uma construção comum no fórum, é uma construção incorreta, pois não há relação de pertencimento entre as orações; o correto seria simplesmente “A camiseta da vitrine era igual a que eu ganhei”.


Depressa/ De pressa

Depressa é sempre junto, sendo um adjunto adverbial, não uma locução.


De repente/ Derepente/ Derrepente

De repente sempre é separado. As outras formas são incorretas.


Devagar / De vagar

Devagar = advérbio de modo; vagarosamente, sem pressa.

Aproximou-se devagar para não assustar o animal.

De vagar = andar sem destino ou ser lento.

De vagar sem rumo, acabou encontrando aquela cidade desconhecida.

De vagar, perdeu o lugar na fila.
(de tanto enrolar, de tanto ser lento)


Embaixo/ Em baixo

Embaixo = Indicador de posição. Equivale a estar sob algo, em posição inferior.

O livro estava embaixo da cama.

Embaixo se escreve sempre junto.

Em baixo = Essa forma existe, mas para indicar um modo ou adjetivo, nunca posição:

O quadro era em baixo relevo.


Em cima/ Encima

As duas formas existem, e são confundidas.

Em cima, separado, indica uma posição (em cima, em baixo, ao lado):

O livro estava em cima da cama.

Na dúvida, pode ser substituído por “sobre” : O livro estava sobre a cama.  É uma locução prepositiva.

Encima pode indicar duas coisas:

• arremate, finalização: Um chapéu encimava o visual da figura.

• posição, mas geralmente se referindo a algo fixo: Uma gárgula de pedra encimava a torre.

Note que esta forma é um verbo, não uma preposição.


Eminente/ Iminente

Eminente = elevado, nobre, excelente

Seu trabalho era eminente.

Iminente = próximo, imediato

O resultado de seu trabalho estava iminente.

Obs: Cuidado com a possibilidade de confusão;

- O eminente líder comandava suas tropas na batalha; (o líder nobre)
- O líder iminente comandava suas tropas na batalha; (o líder próximo, ou quem seria o próximo líder – note que pode ser ambíguo, então dê preferência a outras formas)

Na dúvida ou em casos em que não fique claro o sentido, use sinônimos.


Esse/ Este

Esse = usado para se referir ao que está mais distante, seja no tempo ou espaço. Esse objeto seria o objeto próximo à pessoa com quem se fala, enquanto que esse mês seria relativo ao mês passado, anterior.

De quem é esse livro sobre a mesa? Esse ano não foi bom.

Este = usado para se referir ao que está mais próximo, seja no tempo ou espaço. Este objeto seria o objeto próximo à pessoa que fala, enquanto que este mês seria relativo ao mês atual, corrente.

Sempre carrego este caderno comigo. Esta semana tem sido boa.


Extinto/ Instinto


A confusão é mais comum do que parece, mas na verdade as duas palavras estão bem longe de ter alguma relação.

Extinto = em extinção, que deixou de existir.

Os dinossauros foram extintos.

Instinto = impulso, tendência natural

Meu instinto de perigo me fez ficar alerta.


Faz/ Fazem

Quando usado para indicar tempo o verbo faz nunca vai variar, sempre ficando no singular. Assim, é errado dizer, por exemplo, que “fazem anos que a gente se conhece” ; o ideal (e correto) seria “faz anos que a gente se conhece” .


Há/ A

Ambos são indicações de tempo, contudo apresentam diferenças.

Há = Tempo passado. Pode ser substituído por “faz”.

Ele está viajando há dez dias. (Substituindo: Ele está viajando faz dez dias. – Note que, neste caso, não varia: “Ele está viajando fazem dez dias” seria errado)

A = Futuro.

Ele viajará daqui a dez dias.


Haja/ Aja

Haja = Verbo haver. Significa “existir”.

Não queremos que haja nenhum erro. (Não queremos que exista nenhum erro.)

Aja = Verbo agir.

É preciso que ele aja.

Obs.: Importante lembrar que, apesar de “aja” ser escrito dessa forma, deriva de “agir”, com g.


Hesitar/ Exitar/ Excitar

Hesitar = ter acanhamento, cautela.

Ele hesitou em atacar.

Êxito = sucesso.

Seu ataque teve êxito.

Excitar = Animar, provocar.

Ele sentia-se excitado com o combate.


Houve/ Houveram

Ocorre o mesmo que com o “Faz/Fazem”: quando usado para indicar tempo o verbo haver nunca vai variar, sempre ficando no singular. Assim, é errado dizer, por exemplo, que “houveram imprevistos no trabalho”; o ideal (e correto) seria “houve imprevistos no trabalho”.


Ir de encontro/ Ir ao encontro

Ir de encontro = ir contra, discordar.

Ele foi com o carro de encontro ao muro. (contra o muro) Suas idéias iam de encontro as minhas. (contra as minhas)

Ir ao encontro = aproximar-se, concordar.

Fui ao encontro de minha mãe, abraçando-a. (até ela, próximo a ela) Seus planos iam ao encontro dos meus, e elaboramos uma estratégia. (combinavam com os meus)


Isso/ Isto

Semelhante a “Esse/ Este”.

Isso = usado para se referir ao que está mais distante, seja no tempo ou espaço.  Em uma narrativa, usa-se para se referir ao argumento ou fato já citado mas que se encontra a alguma distância no texto.

Isso não estava aqui antes – disse, olhando para o livro.

Isto = usado para se referir ao que está mais próximo, seja no tempo ou espaço.  Em uma narrativa, usa-se para se referir ao argumento ou fato que acabou de ser citado no texto.

Isto por acaso estava aqui antes? – Perguntou, com o livro em mãos.


Mais/ Mas

A grafia é parecida, mas o significado é bem diferente.

Mais (conjunção aditiva) = Passa o significado de soma, de adição ou de quantidade.

Ele queria mais tempo.  Ainda que se esforçasse apenas cansava-se mais a cada golpe.

Mas (conjunção adversativa) = Tem o sentido de contrariedade, de empecilho, de problema. Pode ser substituído por porém.

Tentava de tudo, mas não conseguia acertar o alvo.

A conjunção “mas” pode até mesmo anular ou reduzir o efeito de uma oração anterior, por exemplo:

Era extremamente bonita, mas antipática. (Ou seja, o fato de ser antipática tornava-a menos atraente)


Mau/ Mal

Mau = Contrário de bom.

O lobo mau. (O lobo bom) Estava de mau humor. (estava de bom humor)

Mal = Contrário de bem.

Ele só deseja o mal aos outros. (Ele só deseja o bem aos outros) Ele vive bem humorado. (Ele vive mal humorado)


Por que/ Por quê/ Porquê/ Por que

Por que: No início ou meio de frases interrogativas ou quando puder ser substituído por “pelo qual” ou variáveis do mesmo pronome (mas não é uma construção muito comum, então prefira o convencional sempre que possível).

Por que fez isso?

As dificuldades por que passei foram muitas.
(As dificuldades pelas quais passei foram muitas)

Por quê: No fim de frases, quando estiver “encostado” no sinal ortográfico final.

Fizeste isto por quê?

Porquê: Quando a palavra substituir um substantivo.

O porquê da questão não foi revelado. (O motivo da questão não foi revelado)

Porque: Demais casos – geralmente respostas e explicações.

Não fui ao treino porque não estava me sentindo bem.


Se/ Si/ Consigo

Se e si são reflexivos, indicam uma ação que o sujeito realiza sobre ele mesmo, consciente ou não disso:

Se: Ele se olhou no espelho.

    Distraído, ele se feriu na cerca de arame.

O pronome oblíquo “-se” também é usado na construção da voz passiva:

Tenta-se fazer sempre o melhor.

Não confundir com a flexão de verbo, por exemplo: Por mais que tentasse, não conseguia.

Ao flexionar um verbo, o s sempre será dobrado, e não haverá separação com o hífen.

[color=black]Si: O pronome si geralmente é acompanhado de “mesmo” ou “próprio”, inclusive:

Egoísta, pensou apenas em si mesmo.

[b]Consigo
se enquadra na mesma categoria – não é usada para se referir a outros.

Ele refletiu consigo mesmo.



Se não/ Senão


Se não = conjunção adversativa + não

Se não pode ser substituída por “caso não”, indica uma possibilidade que pode ou não se concretizar devido a algum fator. É uma locução condicional.

Se não chover iremos ao cinema hoje. (Caso não chova iremos ao cinema hoje) – ou seja, se chover, não vamos.

Senão já tem uma utilidade mais ampla, podendo ser uma conjunção adversativa (tendo o mesmo sentido de “mas”) ou alternativa (indicando contrariedade – “caso contrário”), uma preposição (podendo ser substituída por “exceto”, “com exceção de”)  ou um substantivo (com o sentido de falha, defeito, porém, contrariedade).

Devemos ir logo, senão ficaremos presos pela chuva. (caso contrário)

Venceu a batalha não por habilidade, senão por sorte. (mas por sorte) – não é uma construção muito utilizada.

Quem senão ele poderia resolver o problema? (exceto ele, com exceção dele)

Sua estratégia só tinha um senão: dependia da sorte. (um porém, uma falha)



Sessão/ Seção/ Secção/ Cessão


Sessão = Utilizado para se referir ao que remete a uma reunião de pessoas.

Eles foram assistir a uma sessão de cinema.

Seção = Divisão ou repartição

Precisou levar o documento à seção de pessoal.

Secção = Corte, incisão, dano físico.

Ele usou o bisturi para fazer uma secção no abdômen do paciente.

Cessão = ato de ceder algo.

Héstia fez a cessão de seu trono a Dionísio.



Sob/ Sobre


Grafia similar, sentido oposto.

Sob = embaixo, em posição inferior.

Fiquei soterrado sob as rochas que desabaram.

Sobre = em cima, em posição superior.

Rolei sobre meu oponente, prensando-o no chão com meu corpo.



Suar/ Soar


Suar = transpirar

Ele suava como um porco = transpirava como um porco; transpirava em demasia (considerando o sentido da frase)

Soar = emitir som

Ele soava como um porco = sua voz/ som lembrava a de um porco



Tão pouco/ Tampouco


Tão pouco = relativo à quantia.

Não acreditava que havia recebido tão pouco pela missão.

Tampouco = conjunção. Corresponde a “também não”.

Ele não podia abandonar a missão, tampouco queria continuar. (Ele não podia abandonar a missão, mas também não queria continuar)



Trás/Traz


Trás = Advérbio de posição, equivale a atrás.

Ele olhou para trás, para ver se não estava sendo seguido.

Traz = Forma do verbo trazer.

Ao olhar com atenção, percebe que seu amigo traz um embrulho nas mãos.



Viajar/ Viagem


O verbo viajar é sempre escrito com “j”, independente da conjugação: eu viajo, tu viajas, ele viaja, que eles viajem... Já o substantivo viagem é sempre com “g”, então:

Quando viajamos aprendemos muitas coisas novas. Na última viagem, por exemplo, conheci o Louvre e aprendi sobre arte.

Na dúvida, pense em forma de ação – se for uma ação, será escrito com j.



Por hora, ficamos por aqui. Esperamos que este guia seja de ajuda e, sempre que possível, estaremos adicionando novas observações. Podem nos mandar dúvidas e sugestões via MP. Até mais!




Tks Maay from TPO
♦ Organização PJBR
Administradores
Mensagens :
554

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum