Percy Jackson e os Olimpianos RPG BR
Bem vindo ao maior fórum de RPG de Percy Jackson do Brasil.

Já possui conta? Faça o LOGIN.
Não possui ainda? Registre-se e experimente a vida de meio-sangue.

Ás de Ouro, Marco do Percurso — Oficina e Borracharia

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Ás de Ouro, Marco do Percurso — Oficina e Borracharia

Mensagem por Lina Oakwood em Seg 15 Dez 2014, 19:47


Ás de Ouro, Marco do Percurso



Descrição

Em uma área de divisa entre prédios residenciais, vegetação exótica e estrada, encontra-se uma construção feita de madeira. O letreiro "Ás de Ouro", fica pendurado, pendendo para o lado esquerdo. O neon deste é falho, então, a noite, o que se pode ver do nome é "Á d Oro", por causa da pouca manutenção deixada de propósito para não atrair a atenção. O prédio é velho, assim como as ferramentas que o fazem uma oficina mecânica. Embora pareça abandonado e poucos mortais se aventurem a deixar seus carros de luxo lá, muitos semideuses utilizam de outro serviço oferecido pelo lugar: A forja.

Sim, esse era o novo local de trabalho de dois dos maiores forjadores do acampamento. Os semideuses que cá viessem à procura desse serviço, irão ser atendidos por um autômato voador - que só serve para isso - e serão conduzidos a um tipo de saleta vazia, completamente feita de madeira. Então, a saleta irá descer e se modificar de um cômodo de uma cabana simples para uma sala de espera altamente tecnológica, que se adaptará a qualquer tipo de cliente.

Nesse âmbito, aparecerão duas telas de LED com as fichas dos dois forjadores que trabalham naquele lugar. O cliente deverá escolher por qual deseja ser atendido, lembrando que cada um tem suas próprias regras e especificações. Assim, ao escolher, o forjador irá aparecer - seja em holograma, se não estiver no local, seja pessoalmente - e ouvirá o pedido atentamente. Depois, com base em uma série de fatores, designará o preço que deverá ser pago. O cliente pode escolher entre esperar no local ou receber a encomenda em casa. Caso seja a segunda opção, será dado um papel onde o cliente deverá escrever o endereço para ser feita a entrega. Ela será feita como toda entrega comum, ou seja, pelo correio normal.

A saída do local só é feita ao apertar um botão na tela de LED do cliente. Assim, ele será ejetado da maneira que preferir.




Área off


1- A forja não é um lugar off, portanto poste sua entrada, mas deve parar sua narração quando explicar em on o que deseja. Hiccup ou Harry, dependendo de quem escolheu, vai fazer a interação com você para que diga se aceita ou não o preço ofertado. Quando postar sua segunda narração aceitando o preço, aí sim é que o forjador irá fazer sua arma.

2- Na primeira narração, coloque no final do post a ficha disponibilizada no final deste primeiro post, a preenchendo corretamente com o que deseja. É ela que vai ajudar com os cálculos do preço final.

3- Por favor, façam em seus posts um mínimo de cinco linhas, para que não ocasione problemas de flood.

4- Procurem sempre olhar a ficha meio-sangue de cada forjador para verificar os níveis.

5- Coloquem um link, caso vocês venham do camp, que comprove que vocês saíram do camp, para que não ocasione problemas com a staff na atualização.

Especificações dos forjadores:

Hiccup H. Haddock:
1- Hiccup irá fazer até três pedidos por vez, para que o off não se sobrecarregue. Se seu pedido estiver fora dos três, possivelmente terá de repostá-lo.

2- Hiccup é o mais hábil dentre os forjadores, portanto pode fazer de tudo. Só dependerá, exclusivamente, do level do usuário.

3- Hiccup constantemente atualizará seu status na forja com posts, dizendo se está ou não nela e se pode ou não forjar. Não se preocupem com relação a isso.

4- Dependendo da relação do jovem com seu cliente, ou do pedido do cliente, ou ainda de como o cliente fala com o forjador, ele pode muito bem recusar o pedido. Sejam sábios em suas interações.

5- Os pedidos tem um prazo inicial de até dez dias para serem entregues, mas esse período pode mudar. Se isso acontecer, ele postará avisando da mudança.

Harry S. Sieghart:
1- Harry irá fazer até três pedidos por vez, para que o off não se sobrecarregue. Se seu pedido estiver fora dos três, possivelmente terá de repostá-lo.

2- Harry depende de seu próprio nível, sendo que, até agora, só conseguiu a especialização em armas. Então, fiquem atentos à ficha do forjador.

3- Harry constantemente atualizará seu status na forja com posts, dizendo se está ou não nela e se pode ou não forjar. Não se preocupem com relação a isso.

4- Dependendo da relação do jovem com seu cliente, ou do pedido do cliente, ou ainda de como o cliente fala com o forjador, ele pode muito bem recusar o pedido. Sejam sábios em suas interações.

5- Os pedidos tem um prazo inicial de até dez dias para serem entregues, mas esse período pode mudar. Se isso acontecer, ele postará avisando da mudança.

Ficha para pedido:

Ficha 1:

Código:
[spoiler][b]Objeto:[/b]
[b]Nome do objeto:[/b]
[b]Materiais a serem utilizados:[/b]
[b]Dimensões do objeto:[/b]
[b]Descrição simplista do objeto:[/b]
[b]Link de confirmação de estar fora do camp*:[/b]
[b]Observações:[/b]
[b]Forjador a fazer o pedido:[/b][/spoiler]

*Somente para aqueles que vivem no camp.

Ficha 2:

Código:
[spoiler]♦ {Nome} / O que é [ Explicação, e uma descrição BEM CLARA de TODAS as funcionalidades, capacidades e aparência da arma, quer ela ajude em atributos ou não (aumente destreza, força, velocidade, enfim ~ não acho necessário que o fórum deixe contabilizado esses atributos, é algo que o narrador precisa considerar e aceitar)] {Materiais utilizados (materiais de forja, se é uma espada feita de aço, ouro, enfim] (Nível Mínimo) {Elemento, se controla algum} [Recebimento: Ás de Ouro, Marco do Percurso, forjado por (insira nome do forjador aqui)][/spoiler]

[b]Link de confirmação de estar fora do camp*:[/b]
[b]Forjador a fazer o pedido:[/b]

*Somente para aqueles que vivem no camp.
thanks to Leveck!

Lina Oakwood
Indefinido
Mensagens :
647

Localização :
Para me encontrar, você precisa trazer ouro imperial. Ai, terás de descer até o fundo do mar e procurar um gigante que me conheça. Depois, suba novamente a terra e siga as direções desse Gigante. Talvez você me encontre, talvez não.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ás de Ouro, Marco do Percurso — Oficina e Borracharia

Mensagem por Alexia Sinclair em Qua 17 Dez 2014, 01:59


Sword or Bow?



O ronco quase surdo do motor de meu carro podia ser escutado apenas pelos mais próximos do veículo. O desliguei e dei uma olhada ao redor, meus olhos escondidos por lentes escuras de meu óculos ray-ban. Estava em Las Vegas para fazer algo um tanto quanto inusitado para mim. Ali no meio de praticamente nada, estava uma oficina com letreiros quebrados. Sorri perante a sabedoria daqueles semideuses, não chamar a atenção era o primeiro passo para a sobrevivência. Era uma pequena que algumas vezes eu esquecia essa regra. Abri a porta do Audi R8 GT e sai sentindo o calor que fazia naquela tarde ensolarada, recebendo uma lufada de ar sobre o rosto. Quando em Las Vegas não estava fazendo calor, afinal de contas? Coloquei os óculos sobre a cabeça, prendendo o meu cabelo escuro com tal ato.

Ao entrar finalmente na oficina, arqueei as sobrancelhas em claro sinal de curiosidade. Meus lábios se entreabriram com o intuito de chamar por alguém, porém antes que o fizesse, um autômato voador apareceu. Ao menos eu sabia que estava no lugar correto! A máquina me guiou até uma saleta vazia de madeira. Franzi o cenho levemente confusa, se houvesse magia ali eu já a teria sentido, porém filhos de Hefesto eram... Basicamente mecânicos. Antes que minha confusão se prolongasse, a saleta começou a descer e a modificar, me fazendo parar em um lugar de última geração tecnológica. O lugar se transformou em uma sala agradável com um leve cheiro do campo. Sorri brevemente de lado, dando alguns passos enquanto duas telas de LED desciam com as fichas dos forjadores que ali agora trabalhavam.

Minha escolha era influenciada pelo que me era conhecido. Eu conhecia Hicc, mesmo que de um único encontro. O escolhi e um holograma apareceu, ele não estava na oficina e logo quando me viu eu o alertei que não precisava estar ali. Faria o meu pedido desta forma.

Eu tinha imaginado algo grande e criativo. Porém, nunca tinha pedido ou mesmo cogitado em algo como forjas. Então, boa parte confiei no bom julgamento do filho de Hefesto. Seria um trabalho que eu exigira nada menos do que o melhor. Ele me escutava atentamente, interferindo um pouco para tirar uma dúvida ou outra.

-Vou deixar o rascunho de como quero as armas aqui – falei ao finalizar – Também prefiro que entre em contato comigo para que eu venha buscar a arma quando finalizá-la. Quero o seu melhor trabalho Hicc, dê o seu preço.

Spoiler:
Objeto: Originalmente duas espadas
Nome do objeto: Enki
Materiais a serem utilizados: De escolha do forjador
Dimensões do objeto: Isso é o forjador que sabe
Descrição simplista do objeto: Espadas gêmeas. Arco. Espada de corte duplo. (IMAGEM)
Link de confirmação de estar fora do camp*:
Observações: As espadas gêmeas possuem um corte único. Quando unidas pelas empunhaduras transformam-se em um arco. Quando unidas pela lateral sem corte, transforma-se em uma espada de corte duplo.
Forjador a fazer o pedido:Hiccup

A segunda ficha será criada pelo Hicc, já que a escolha de material e descrição mais detalhada do item virá dele.

Alexia Sinclair
avatar
Filhos de Hécate
Mensagens :
481

Localização :
Se me encontrar posso ser a última coisa que veja

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ás de Ouro, Marco do Percurso — Oficina e Borracharia

Mensagem por Chelsea H. Drevoir em Seg 22 Dez 2014, 11:26


A perfect storm




Saíamos das fronteiras do acampamento e Jake subiu para ficar entre as nuvens. A sensação era maravilhosa. Infelizmente algumas nuvens se agitaram e começaram a escurecer. O pégaso virou em algumas direções aleatórias até chegar em um ponto onde iniciou uma gradativa descida.

As nuvens se afastaram e mostraram a movimentada cidade de Las Vegas. Já era noite. Desci em um beco abandonado e agradeci pelo passeio. O cavalo resmungou e voltou para o acampamento em um pulo. Andei por algumas ruas estranhamente desertas de Las Vegas até chegar em um local com um letreiro quebrado. Como a construção era velha e tinha exatamente as descrições que eu conhecia da forja de Hicc, não havia como errar.

Quando eu fiquei perto da porta, um barulho mecânico me fez ficar em alerta. Um autômato voador veio até mim e piscou algumas luzes. Sorri ao pensar que ele era invenção do forjador que eu procurava e o segui. Andamos até uma sala coberta de madeira, como uma cabana e o autômato piscou algumas luzes novamente. Tirei minha capa e uma fraca luz fez minhas roupas de couro ganharem uma aura misteriosa no local.

O chão desceu e um grande aparato tecnológico surgiu nas paredes. Duas telas de LED exibiram as fichas dos forjadores responsáveis pela forja. Me surpreendi ao ver o segundo filho de Hefesto, que eu vagamente conhecia. Escolhi Hiccup e entreguei um papel com meu pedido. Um holograma com a imagem do forjador me saudou.

— Olá Hiccup — cumprimentei o rapaz. — Gostaria que você adaptasse este escudo. Bem está tudo aqui neste papel. Acho que vou esperar aqui mesmo, não tenho muita pressa.

Spoiler:
Objeto: Escudo de alumínio (está em meu arsenal)
Nome do objeto: Spikes
Materiais a serem utilizados: Gostaria que o acabamento fosse de cobre e alumínio, este último já se encotra no objeto.
Dimensões do objeto: Não muito grande, já que eu gostaria apenas que ele fosse adaptado para um bracelete e se transformasse em um escudo comum, como o que está na loja de armas.
Descrição simplista do objeto: Escudo de alumínio com espinhos.
Link de confirmação de estar fora do camp*:
Observações: Como eu já mencionei, gostaria apenas que o escudo que eu comprei se transformasse em um bracelete, para ficar mais fácil de carregar. Ele já veio com espinhos e eu gostaria que durante a adaptação eles ficasse retráteis. No bracelete eu gostaria que um olho egípcio fosse feito com cobre, por isso coloquei este metal nos materias.
Forjador a fazer o pedido: Hiccup

Chelsea H. Drevoir
avatar
Curandeiros de Asclépio
Mensagens :
320

Localização :
Healing Hills

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ás de Ouro, Marco do Percurso — Oficina e Borracharia

Mensagem por Chelsea H. Drevoir em Qua 24 Dez 2014, 09:36

Chelsea H. Drevoir
avatar
Curandeiros de Asclépio
Mensagens :
320

Localização :
Healing Hills

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ás de Ouro, Marco do Percurso — Oficina e Borracharia

Mensagem por Lina Oakwood em Dom 28 Dez 2014, 18:51


Ás de Ouro, Marco do Percurso



Alexia


Vi o começo de uma mensagem de Íris logo após sair do restaurante em Nashville. Parando por alguns momentos, esperei a mensagem se abrir e, vendo que era da forja, percebi que o sistema de hologramas estava funcionando corretamente, o que era uma boa, já que aquele sistema de transformar a minha pessoa em holograma pegando as imagens das mensagens de Íris era algo experimental. Do outro lado da linha, vi a figura de Alexia, uma semideusa que tinha conhecido em um encontrão de semideuses quando ainda estava no acampamento.

- Boa noite, Alexia. Quanto tempo! - exclamei. - Em que posso ajudá-la?

Ao me ser transmitido o rascunho do que a semideusa queria, coloquei meu cérebro para funcionar. Fazendo uns rascunhos aqui e ali mentalmente, pensei na melhor forma de fazer a arma. Assim que ela já surgiu na minha cabeça, comecei a descrever o que eu pensava para a semideusa, para ver se ela aprovava. Claro que não era a melhor pessoa para descrever em palavras, mas de alguma forma consegui transmitir o que imaginava de forma clara.

- ...E acredito que tudo isso sairá em torno de 450 dracmas. Tanto pela complexidade do item, que me vai fazer gastar umas boas horas só para montá-lo direito, quanto pela dificuldade razoável de achar fornecedores desses materiais. Os caras que vão atrás disso são uns chatos para se desfazer desses materiais e costumam inflacionar o preço. É um saco.

Saí momentaneamente da ligação para pegar um papel para fazer o desenho inicial da arma. Peguei um guardanapo e uma caneta e fiz o rascunho da forma mais rápida que pude.

- Vai ficar parecido com isso. - mostrei-a pelo holograma.

Descrição do Item para Alexia conferir:


{Supermassive} / Arco/Espada de dois fios/Duas espadas de um fio [Supermassive é um arco formado por duas espadas de 70cm de comprimento e 15cm de espessura com um fio engatadas pelas empunhaduras. Uma das espadas é de um negro metálico com a parte sem fio prateada. A forma de sua lâmina é reta, mas a parte oposta, a que não tem fio de corte, possui ondulações que lembram a forma da asa de um morcego. O guarda-mão tem a forma de uma meia-lua, representando uma das faces que Alexia mostrava para as pessoas, a face ruim. O cabo é grosso e em forma de paralelepípedo, com um encaixe na ponta. Já a outra espada é dourada, com a lâmina um pouco mais curva que a espada negra. Embora a parte sem fio seja reta, ela possui um encaixe para as ondulações da espada negra. O guarda-mão também é em formato de meia-lua, representando uma das faces que Alexia mostrava para as pessoas, a face boa, mas tem um tipo de espinho saindo para fora deste. O cabo é preto, grosso e em forma de paralelepípedo, com um encaixe na ponta. As duas espadas podem ser encaixadas para formar uma espada de dois fios pela parte sem fio ou para formar um arco ao encaixar as empunhaduras, sendo que a última faz com que, na hora que o encaixe é feito, seja liberado um fio de metal como corda pro arco. Por causa do Einherjarium, todas as três formas da arma são mais leves que o normal, sendo que a espada de dois fios pode se empunhada com só uma mão. E há um buff de 10% nos poderes da usuária quando ela usar a arma como catalizador.]{Materiais utilizados: Liga de Fracion e Einherjarium banhada em ouro (Espada Dourada) ou aço (Espada Negra)} (Nível Mínimo: 70) {Não controla elemento} [Recebimento: A.O.M.P, forjado por Hiccup H. Haddock.]





Matias


Estava no hotel que paguei para ficar em Nashville quando uma nova mensagem de Íris me abordou. Esperando que a imagem ficasse nítida, peguei um guardanapo e uma caneta que estavam na cômoda. Só não tinha percebido que estava com somente uma toalha cobrindo minhas partes, tendo acabado de tomar banho para retirar o suor e sujeira das entregas que tinha vindo fazer naquele lugar. Pelo menos, no outro dia já estaria em casa.

- Bem vindo! - exclamei. - Em que posso ajudá-lo?

A cara do semideus ficou bem esquisita, o que me fez olhar para baixo e notar minhas vestes. Pedindo um tempo para que ele esperasse, eu vesti uma das bermudas limpas que tinha trazido e uma blusa qualquer, também limpa. Voltando a ser visto na ligação, ou seja, meu holograma tinha se dissipado e depois voltado, eu ouvi o pedido do jovem, que era chamado Matias. Pensei por alguns instantes sobre o que poderia fazer e, depois de desenhar o modelo no guardanapo, o estendi para que o outro pudesse ver como ficaria e comecei a explicar como ficaria o escudo.

- ...E eu acho que faço esse serviço por 60 dracmas. Tenho que comprar o cobre ainda e essa modificação é um tanto trabalhosa. Se aceitar, deixe seu escudo no sofá mesmo. O autômato que o guiou o pegará e colocará na minha mesa de trabalho.

Caso houvesse a confirmação, logo que a chamada se desfizesse, eu arrumaria minhas coisas e partiria do lugar com a ajuda das irmãs cinzentas e de seu táxi super rápido. Assim, chegaria em casa bem mais cedo do que o planejado, o que me daria tempo de fazer tudo que tinha para fazer.

Descrição do item para Matias conferir:


— {Spikes} / Escudo [Um escudo circular simples de 70cm de diâmetro feito de cobre nas bordas e alumínio no centro. Possui alguns espinhos em várias partes do metal, que servem como instrumento de ataque. Ele se transforma em um bracelete marrom-acinzentado quando não estiver sendo usado. Quando ativado, o usuário pode lançá-lo, tendo uma chance de acerto de 15% a mais do que teria ao usar um arco comum, por exemplo. Assemelha-se a um broquel.]  {Alumínio e Cobre} {Não controla elementos} {Nível mínimo: 16} [Recebimento: A.O.M.P, forjado por Hiccup H. Haddock.]


thanks to Leveck!

Lina Oakwood
Indefinido
Mensagens :
647

Localização :
Para me encontrar, você precisa trazer ouro imperial. Ai, terás de descer até o fundo do mar e procurar um gigante que me conheça. Depois, suba novamente a terra e siga as direções desse Gigante. Talvez você me encontre, talvez não.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ás de Ouro, Marco do Percurso — Oficina e Borracharia

Mensagem por Chelsea H. Drevoir em Seg 29 Dez 2014, 15:17

A perfect storm




O preço do forjador era justo, sem dúvidas. Seguindo suas instruções, o escudo foi depositado no sofá e recolhido logo depois pelo autômato voador. Esperei ali enquanto o trabalho era realizado. Aquele lugar era realmente fascinante. Logo eu voltaria para o Acampamento com meu bracelete e tornaria as batalhas muito mais fácies para mim.

spoiler:
Aceito o preço e aguardo a entrega, logo depois sairei do local, obrigado.

Chelsea H. Drevoir
avatar
Curandeiros de Asclépio
Mensagens :
320

Localização :
Healing Hills

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ás de Ouro, Marco do Percurso — Oficina e Borracharia

Mensagem por Alexia Sinclair em Sex 02 Jan 2015, 18:06


Sword or Bow?



Aproximei-me mais do holograma para olhar o desenho feito tão rápido pelo filho de Hefesto. Era inegável o talento que ele tinha, pois via ali um pouco mais do que eu mesma tinha conseguido visualizar. Era perfeito! Abri um sorriso satisfeito com o resultado e encarei o garoto pela imagem holográfica.

-Estamos fechando negócio, Hicc – disse começando a me afastar – Estarei esperando que entre em contato.

Aquele estava sendo um dos maiores investimentos que eu estava fazendo e no fundo sabia que seria um dos melhores.

Alexia Sinclair
avatar
Filhos de Hécate
Mensagens :
481

Localização :
Se me encontrar posso ser a última coisa que veja

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ás de Ouro, Marco do Percurso — Oficina e Borracharia

Mensagem por Lina Oakwood em Qui 08 Jan 2015, 19:18


Ás de Ouro, Marco do Percurso



Adquirindo materiais


A primeira coisa que fiz após chegar de Nashville - as irmãs cinzentas sempre conseguiram me ajudar, afinal -, foi arrumar os materiais com meu comparsa. Assim sendo, entrei em um hotel que já entrava antes e, com a persuasão de mostrar o dracma para as atendentes, que eram espíritos do ar disfarçados de humanos, fui guiado até o andar do subsolo que era o único que não dava para ser acessado pelos métodos comuns, afinal não havia botão para este andar. Assim que as portas do elevador se abriram, vi um monte de gente - semideuses e espíritos da natureza - se amontoar nas lojas que estavam escondidas ali. Tendo a maior paciência do mundo, atravessei em meio a multidão, indo até a parte da feira que parecia mesmo um corredor de hotel.

Três batidas no quarto -273,15 e a porta se abriu automaticamente. Entrei, não me esquecendo de fechá-la depois e encarei o espaço gigante da loja de materiais, que não parecia tão grande quando você estava fora dela, efeito da magia dos materiais. O dono, Kaan Martinez, era o único filho de Hefesto que tinha sobrevivido ao zero absoluto, mesmo que isso tivesse custado sua visão. Pelo que sabia, ele também tinha algumas coisas com Hécate, o que o fazia compensar a falta desse sentido com a magia. Suspirei profundamente enquanto rumava até o balcão, onde meu irmão moreno estava de costas para mim.

- O que você quer dessa vez, Hicc? - a voz de Kaan continuava a mesma de sempre, tão grave a ponto de fazer qualquer cara se arrepiar.

- Bem, uma feiticeira conhecida me visitou. Ela quer que eu faça uma arma e eu pensei em alguns materiais que só vou encontrar aqui. Além disso, preciso de material comum para a arma de um semideus que não conheço muito e que você também não deve conhecer.

- Qual é o nome da feiticeira? - o moreno inclinou a cabeça para um dos lados, ainda de costas para mim.

- Alexia.

Ele murmurou algo que eu não consegui entender, talvez por ser em espanhol, antes de se virar. Os olhos vítreos não funcionais me encaravam e ele avançava até o balcão como se não fosse cego. Talvez por ter algum tipo de magia de localização ativada o tempo todo. Bateu as mãos na mesa com força e inclinou-se para mais perto de mim, me cheirando como se eu tivesse fedendo.

- Você não tá falando mentiras. Ok. - disse, se afastando de mim. - Do que você precisa?

- Bem... Tava pensando naqueles dois materiais novos que você me falou outro dia: Fra-alguma-coisa e Ei-outra coisa.

- Fracion e Einherjarium, Hiccup. Você deveria aprender os nomes.

- Não tenho culpa se são tão difíceis, Kaan. Eu hein. Você sabe que não gosto de pensar tanto. Isso acaba me confundindo. - falei, emburrado, e cocei minha cabeça - Enfim, preciso de ouro também e de aço. Além de cobre para o pedido do semideus que você não conhece, um tal de Matias.

O cego assentiu, indo atrás dos materiais. Enquanto ele os pegava, fiquei tamborilando os dedos no balcão e assobiando alguma música de rock, embora não tivesse nem um pouco de talento para fazer as outras pessoas saberem qual é a música. O cheiro de metal me fazia ficar a vontade, talvez por ter mexido durante muito tempo com isso. Pouco tempo depois, Kaan voltou trazendo as chapas de metal que queria e as colocando no balcão. Peguei o saco com os dracmas contados para aquela compra e o dei para o moreno. Ele pegou uma das moedas e mordeu, sentindo a textura. Eu peguei as chapas, dobrando-as para conseguir levar no carrinho de titânio que trouxera.

- Ei Hicc. - chamou Kaan, antes que eu saísse da loja. - A moça, Alexia... Toma cuidado. Não faça nada burro para ela. Essa feiticeira tem muito poder e é aterrorizante quando furiosa. E eu acho que conhecerei esse Matias logo, se ele ficar vivo tempo suficiente.

Assenti e saí da loja, tomando meu rumo para casa.




Spikes


Assim que cheguei em casa, depois das compras, HAL me encheu o saco durante o trajeto até a forja, que era do outro lado da casa. Arrependendo-me amargamente de ter criado um autômato com inteligência pela quinquagésima vez, e culpando Harry por ter me ajudado, cheguei ao local. Tirando os materiais do carrinho de titânio, guardei o que iria usar para a arma da feiticeira e abri o cobre como massinha com o martelo da forja. Enquanto fazia isso, a voz metálica da inteligência artificial começou a me irritar.

- Aquela feiticeira era mó tesuda! Você deveria arranjar mulheres como aquela, seu virjão! Mas não, cê só fica enfurnado nessa forja ou então em missões solo. Se bem que aquela Yue, hein?

Parei o que fazia e olhei para o lugar de onde vinha a voz metálica de HAL. Tinha leves suspeitas de que ele tinha fuçado nas minhas coisas de novo. Revirei os olhos, suspirando profundamente e voltando a abrir a chapa de cobre. A inteligência riu, me fazendo me segurar para não bater a cabeça na bigorna. Por que eu tinha feito essa burrice de ter criado HAL com Harry, cara?

- Você deveria arranjar mulheres como elas. Sabe... Está tudo tão solitário nessa mansão. Estou tão sozinho com dois marmanjos de merda e sem nada para ser óleo para minhas engrenagens!

- HAL, você quer que seu sistema seja substituído pelo da OASIS? - perguntei, ainda batendo na chapa violentamente. - Se quiser, não levo dois minutos para isso.

- Ui, chefinho tá irritado. - ele disse, como se estivesse fazendo voz de travesti.

- HAAAAAAL? - falei, minha voz ficando mais rouca.

- Tá, tá. Vou te deixar em paz e ir atrás do outro chefinho.

Tendo um pouco de paz, terminei de abrir a chapa de cobre e assobiei. Assim que o fiz, o autômato que recebia os clientes apareceu, trazendo consigo o escudo do Matias. Com as luvas para me proteger, coloquei o escudo na fornalha quente, assim como a chapa já aberta de cobre. Esperei até que a chapa e o escudo emitissem brilho por si mesmas para retirá-las. Primeiro, moldei a chapa de cobre para fazer uma liga metálica com a borda do escudo, formando algo parecido com a borda do escudo do Capitão América - cara, eu gostava daquele super herói, afinal era um dos que mais se parecia comigo - e cuidei para que o marrom do cobre ficasse proeminente. Depois, comecei a re-moldar os espinhos, dando pequenas batidas com a ponta de Constructio para formar as proeminências que seriam os espinhos após lixados.

Aquele escudo seria levemente diferente do escudo que o garoto trouxera. Primeiro, estava cuidando para que o centro de massa dele estivesse no centro do escudo, o que serviria para a adaptação que faria: Depois de pronto, aquela proteção poderia ser jogada contra o inimigo, como se fosse uma machadinha, mas sendo um escudo. Assim, além de servir para defesa, em último caso serviria para ataque. Com aqueles espinhos então... Né? Segundo, o design do escudo, que era o que estava definindo nas minhas marteladas, aumentará as chances que ele acerte o escudo na fuça do inimigo.

Usando a bigorna, ajeitei a forma do escudo da melhor maneira possível, o encurvando na medida que o ar não o atrapalhasse na hora de algum movimento ou lançamento. Batendo nas bordas, as deixei mais finas que o centro, para que o ar passasse sem muita resistência e as encurvei para trás. Terminando aquele trabalho de definir a forma de quase porco-espinho, resfriei o escudo. Então, comecei o lento trabalho de transformá-lo em um bracelete. Quando começaria a rezar, ouvi uma voz metálica irritante começar a provocar...

- Chefiiiiiiinho!

HAL deveria estar tentando praticar para ser cantor de opera, porque aquele "i" quase feriu meus tímpanos.

- Que é? - falei com o martelo a meio caminho do escudo.

- Posso provocar o cliente? Afinal, ele tá esperando ali feito um tonto para você terminar o escudo dele.

- Se eu falar não, você vai mesmo assim. Então, tanto faz. - dei de ombros e tive pena do garoto por alguns segundos antes de voltar a me concentrar.

Comecei a entoar uma prece para meu pai. Agradeci-o por ter me protegido e velado e por ter me dado a capacidade de forjar. Pedi para que ele perdoasse minhas faltas e todas as coisas que fazia de errado. E então, comecei a pedir para que ele me ajudasse, já que eu não era nada. A prece pedida, para que ele me ajudasse a transformar o escudo em bracelete, foi atendida e fechei os olhos. Sabia que meus braços estavam brilhando e que continuariam brilhando enquanto eu entoasse a prece, mostrando que meu pai estava me ajudando.

- Pai, me ajuda a conseguir fazer isso! Me ajuda com esta forja, papai!

Senti os braços pararem, como se me dissessem que aquele era o fim. Abri os olhos e vi um bracelete marrom acinzentado nos meus braços. Ao tocar em um botão, transformei-o em escudo. Agradeci meu pai, fazendo reverências a ele, e rumei até a lixa. Lixei o escudo por inteiro, afiando os espinhos, e terminei ao limpar e passar verniz no objeto. Transformei-o em bracelete e o lixei, também passando verniz.

Assim, o escudo estava completamente pronto. Com ele em mãos, rumei até a sala onde ficavam os clientes e encontrei Matias. HAL provavelmente tinha zarpado dali assim que detectou o término da forja, porque eu não ouvi sua voz metálica.

- Oi, eu sou Hiccup, o forjador que estava no holograma... - dei o bracelete para o garoto. - Ai está seu pedido.

Ele testou para ver se estava tudo certo e logo me entregou o saquinho de dracmas. Depois, saiu do local. Resolvi que a forja da feiticeira seria feita no outro dia, já que seria bem mais complicada e demandaria muito mais tempo. Com esse pensamento em mente, sai do local, voltando para a mansão escondida para curtir alguma música e tentar não me preocupar com o que estava acontecendo com minha mãe naquele momento.




Supermassive


Quando o dia raiou, eu já estava pronto para começar a forja da feiticeira. Primeiro, retirei as duas chapas de materiais com nomes esquisitos de dentro da despensa e comecei a abri-las, como fiz com a chapa de cobre no dia anterior, já que eu tinha dobrado os materiais para caber no carrinho. Depois, os coloquei em uma bacia de titânio e coloquei isso dentro da fornalha até que atingisse ponto de fundição. Assim que os materiais derreteram dentro da bacia, usei minhas mãos enluvadas e uma garra de titânio para colocar isso em cima da bigorna. Usando a magnetocinese, mexei aquela mistura de metais líquidos enquanto ela resfriava vagarosamente. Quando a mistura ficou em um aspecto mais pastoso, coloquei a bacia dentro do resfriador de nitrogênio líquido, para diminuir a temperatura da liga bruscamente, a fazendo tomar o aspecto da chapa que queria.

Depois disso, desenformei a nova chapa, a colocando novamente na fornalha. Quando ela emitiu brilho por si mesma, a retirei e a cortei em duas partes, já que usei partes iguais dos dois materiais de nome esquisito. Comecei a moldar a espada que seria negra, primeiro, utilizando das bordas da bigorna para formar as ondulações que lembrariam um morcego. Moldei o cabo, em formato de meia lua, e afinei a parte que seria a lâmina, a deixando reta. Visualizando o arco que seria formado pelo encaixe das duas espadas, fiz a área onde iria fazer o encaixe e aonde iria acontecer a reação para ligar e soltar o fio de metal que seria a corda do arco.

Terminando de moldar tudo da espada que seria negra, resfriei-a e fui fazer a espada que seria dourada. A lâmina era mais fácil de fazer, já que ela era um pouco curva, mas sem ondulações. O cabo era mais complicado, já que tinha um tipo de espinho saindo para fora da meia-lua. Porém a empunhadura era igual: tinha forma de um paralelepípedo com um encaixe abaixo. Na lâmina, tive de voltar para fazer o encaixe das ondulações da negra, já que as duas também teriam que formar uma espada de dois fios quando juntas pelas partes sem fio. Assim que terminei, resfriei a espada.

Enquanto preparava o banho de ouro da espada que seria dourada, ouvi um chiado. Estreitei os olhos, terminando de montar a estrutura para se depositar os elétrons do ouro na espada, e vi uma mensagem de Íris se formar logo na minha frente. Assim que se tornou nítida, ouvi várias vozes gritarem meu nome e me assustei um pouco, me inclinando para trás com uma careta estampada na face.

- MANO HIC! - ouvi o grito de Hugo, um dos meus meio-irmãos que cuidei por um dia.

Assim que os ânimos se acalmaram, fitei todos que se espremiam naquela mensagem de Íris. Eram trinta, se não tivesse contado errado, entre irmãos e irmãs que tinha conhecido no camp. Me assustei com a quantidade de pessoas que estavam ali e, deixando a espada no banho, retirei as luvas e coloquei as mãos no balcão, me inclinando para mais perto da mensagem.

- O que houve? - perguntei, preocupado.

- Você vai voltar para o fim de ano, né, mano? - perguntou Hugo, seguido pelos clamores dos outros irmãos.

- É, mano Hicc! Volte pro camp! - falou Travis, um dos mais novos. - A gente tá elaborando um espetáculo melhor que o ano passado!

As pessoas continuaram a pedir e meus olhos ficavam cada vez mais arregalados. Quer dizer então que eu fazia falta no camp, mesmo tendo saído para protegê-los dos meus problemas? Eles realmente gostavam de mim como irmão? A minha volta era motivo para que trinta pessoas tentassem se espremer dentro do espaço de tela da mensagem de Íris? Com um sorriso no rosto, estando realmente feliz com a iniciativa deles, eu disse:

- Volto sim! Só não prometo ficar por muito tempo.

Todos comemoraram enquanto faziam as promessas de que seria o melhor espetáculo que o acampamento já viu. Eles se despediram e a mensagem se dissipou. Fiquei por alguns momentos ponderando sobre a ação de meus meio-irmãos e cocei a cabeça, realmente feliz. Não tinha ideia de que minhas ligações com as pessoas tenham sido tão fortes assim, afinal não é como se eu tivesse algum amigo na minha infância e adolescência.

Lembrando da forja da semideusa, retirei a espada dourada do banho e preparei o banho da espada negra. Para isso, tinha pedido um aço que tivesse metade dele com menos carbono que a outra. Assim sendo, cortei a metade mais escura - a que tinha mais carbono e que era negra - e preparei o banho de elétrons com ela. Terminando esse banho, eu fiz outro banho, agora com o aço de menos carbono e banhei a parte sem fio da espada negra. Assim que terminou o depósito de átomos naquela região da espada, lixei as duas espadas, afiando as lâminas, e testei os encaixes. Com tudo pronto, limpei-as e passei verniz.

Assim sendo, fui até fora da forja, fora do disfarce de oficina, e fiz um arco-íris com a mangueira, jogando um dracma e fazendo uma prece para a deusa mensageira. Assim que a imagem da feiticeira apareceu, falei:

- Olá, Alexia. É o Hicc. Seu pedido está pronto, então pode vir buscar.

Acréscimos:
Hiccup: +510 dracmas

Alexia:

{Supermassive} / Arco/Espada de dois fios/Duas espadas de um fio [Supermassive é um arco formado por duas espadas de 70cm de comprimento e 15cm de espessura com um fio engatadas pelas empunhaduras. Uma das espadas é de um negro metálico com a parte sem fio prateada. A forma de sua lâmina é reta, mas a parte oposta, a que não tem fio de corte, possui ondulações que lembram a forma da asa de um morcego. O guarda-mão tem a forma de uma meia-lua, representando uma das faces que Alexia mostrava para as pessoas, a face ruim. O cabo é grosso e em forma de paralelepípedo, com um encaixe na ponta. Já a outra espada é dourada, com a lâmina um pouco mais curva que a espada negra. Embora a parte sem fio seja reta, ela possui um encaixe para as ondulações da espada negra. O guarda-mão também é em formato de meia-lua, representando uma das faces que Alexia mostrava para as pessoas, a face boa, mas tem um tipo de espinho saindo para fora deste. O cabo é preto, grosso e em forma de paralelepípedo, com um encaixe na ponta. As duas espadas podem ser encaixadas para formar uma espada de dois fios pela parte sem fio ou para formar um arco ao encaixar as empunhaduras, sendo que a última faz com que, na hora que o encaixe é feito, seja liberado um fio de metal como corda pro arco. Por causa do Einherjarium, todas as três formas da arma são mais leves que o normal, sendo que a espada de dois fios pode se empunhada com só uma mão. E há um buff de 10% nos poderes da usuária quando ela usar a arma como catalizador.]{Materiais utilizados: Liga de Fracion e Einherjarium banhada em ouro (Espada Dourada) ou aço (Espada Negra)} (Nível Mínimo: 70) {Não controla elemento} [Recebimento: A.O.M.P, forjado por Hiccup H. Haddock.]

Matias:

— {Spikes} / Escudo [Um escudo circular simples de 70cm de diâmetro feito de cobre nas bordas e alumínio no centro. Possui alguns espinhos em várias partes do metal, que servem como instrumento de ataque. Ele se transforma em um bracelete marrom-acinzentado quando não estiver sendo usado. Quando ativado, o usuário pode lançá-lo, tendo uma chance de acerto de 15% a mais do que teria ao usar um arco comum, por exemplo. Assemelha-se a um broquel.]  {Alumínio e Cobre} {Não controla elementos} {Nível mínimo: 16} [Recebimento: A.O.M.P, forjado por Hiccup H. Haddock.]


Descontos:
Hiccup:

COBRE (1 forja)
FRACION (2 forjas)
EINHERJARIUM (2 forjas)
OURO (1 forja)
AÇO (1 forja)

Alexia: -450 dracmas

Matias: -60 dracmas
— Escudo de Alumínio com Espinhos {alumínio} {não controla elementos} {nível mínimo:1}

Atualizado por Quíron


thanks to Leveck!

Lina Oakwood
Indefinido
Mensagens :
647

Localização :
Para me encontrar, você precisa trazer ouro imperial. Ai, terás de descer até o fundo do mar e procurar um gigante que me conheça. Depois, suba novamente a terra e siga as direções desse Gigante. Talvez você me encontre, talvez não.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ás de Ouro, Marco do Percurso — Oficina e Borracharia

Mensagem por Justin Law em Sab 17 Jan 2015, 02:38

The sniper
Camper também é gamer

— Tem certeza de que ficará bem, senhor?

— Sim, sim! Apenas aguardem aqui até eu voltar. Não pretendo demorar muito. — Respondeu enquanto saia do carro.

Uma oficina velha no meio de um deserto do outro lado do país? Um belo jeito de conseguir clientes, de fato! Havia gasto tempo e dinheiro para encontrar a nova localização do forjador, e esperava que valesse a pena. Algo que duvidava seriamente após ver o espaço interno da oficina, mas a má impressão passou ao ver o autômato.

Após passar pela saleta móvel, finalmente chegou na área principal. Enquanto andava, o local transformava-se num tipo de planetário, mostrando constelações e sistemas ao longo do universo. Sequer leu as fichas, apenas escolheu aquele que conhecia: Hiccup. Enquanto esperava o rapaz aparecer, observava mais uma vez os papéis com seu pedido detalhado.

PS: Como estou com preguiça em decidir se você está presente ou não, deixei isso ao seu critério. E não tenho paciência/vontade de fazer um post longo. Se possível, dê o preço por pedido (Ou seja, Pedido 01 custa x dracmas, Pedido 02 custa y dracmas e Pedido 03, z dracmas. Caso não possa, dá o valor total mesmo. Aberto a sugestões/modificações.
Pedido 01:
♦ {Hunter} / Balista [Uma balista feita de Arandur e Einherjarium modificada para assemelhar-se a um rifle de alta precisão - AKA Sniper - do modelo Barret M-107 - É pintado de preto para camuflar o brilho excessivo de seus materiais. Por ser um modelo relativamente leve tem um tamanho também reduzido e uma estrutura forjada para minimizar o recuo (coice) de um tiro, característica ainda mais reforçada pela especialização "Leveza" e a propriedade do material Einherjarium, permitindo usar o item com uma mão facilmente (embora a precisão do tiro diminua em relação a usar ambas as mãos ou apoiar o item em um suporte). É uma balista semi-automática que usa um carregador de 10 munições dando liberdade ao atirador de abater alvos simultâneos sem precisar carregar, ou disparar tiros consecutivos para perfurar uma blindagem, por exemplo. A especialização "Distância" permite dobrar o alcance do item, que agora pode acertar com precisão qualquer alvo dentro de quatro quilômetros - embora ainda sejam necessárias concentração e habilidade para tal. O item não pode ser destruído por métodos comuns. Foi-lhe atribuída a essência do ar, dando à balista o poder de atirar projéteis que alcançam a velocidade do som; esta capacidade é reforçada em 10% pela propriedade do Arandur. A balista possui um bipé para apoio, estabilizando o item e ajudando na precisão do tiro. O cartucho recarrega sozinho de acordo com a vontade do portador, mas caso não possua mais munição é gasto 10 MP para recarregar. A mira telescópica tem uma ampliação de 4x a 12x com uma objetiva de 40mm. Quando em repouso, transforma-se num bracelete semelhante ao dos mentalistas, e pode ser ativado com um simples comando mental. Sempre retornará ao seu dono na forma do bracelete em caso de perda ou roubo.] {Arandur e Einherjarium} (Nível Mínimo: 90) {Controla o elemento ar} [Recebimento: A.O.M.P, forjado por Hiccup H. Haddock.]
Especializações:
Leveza – Essa habilidade torna o item mais leve. Escudos e armaduras são tratados, em termos de peso, como uma categoria menor, e armas de duas mãos infundidas com esta habilidade podem ser manuseadas com uma única mão. Aumenta o nível do item em 10.

Distância – Apenas para armas especificamente arremessáveis e armas à distância – esta habilidade cria armas especialmente balanceadas, dobrando seu alcance de ataque. Pode ser aplicado a redes e boleadeiras. Armas compostas só recebem este benefício quando são arremessadas com todas as suas partes (a corrente de uma foice com corrente não recebe o bônus se o usuário mantiver uma das partes seguras, já que por mais que seja balanceada, a corrente não se distende, mas atirar a arma inteira poderia fazer o bônus ser aplicado). Aumenta o nível do item em 10.

Indestrutibilidade – Estes itens não podem ser destruídos por meios ou habilidades comuns. Apenas ataques mitológicos e métodos específicos podem fazê-lo. [Poderes de outros semideuses ainda contam, mas um golpe simples de uma espada sem habilidades contra um escudo com essa característica não provocarias danos]. Aumenta em 20 o nível do item.
Pedido 02:
♦ {Spark} / Munição [Virotes de aço negro que servem como munição para a arma Hunter. O calibre é de 12,7 x 99 mm NATO - AKA .50 BMG. Possui a essência do relâmpago, dando aos virotes a capacidade de liberar descargas elétricas quando atingem o alvo; o poder do relâmpago é aumentado em 10% pela capacidade do aço negro. A quantidade de MP usada define quantos ampères (Unidade de corrente elétrica) terá a descarga (10 MP = 1mA). Dependendo da força da descarga, o alvo pode ter o membro atingido paralisado ou queimado, e em circunstâncias especiais, até mesmo morrer. Graças as especializações aplicadas na forja, é 25% mais penetrante, afiada e impactante, causando grandes estragos quando atinge corpos humanos, diretamente ou não.] {Aço negro} (Nível Mínimo: 60) {Controla o elemento relâmpago} [Recebimento: A.O.M.P, forjado por Hiccup H. Haddock.]
Especializações:
Afiada – Seu gume é mais afiado que de uma arma comum, demorando muito mais para perder suas propriedades e aumentando o dano de acordo com a habilidade do forjador – 5% a  cada 10 níveis, até o máximo de 25%. Obviamente, só pode ser aplicado em armas cortantes. Um arco ou besta com esta habilidade passa o bônus para suas flechas. Aumenta o nível do item em 2 a cada 5%.

Penetrante – Uma arma penetrante foi criada especialmente para sobrepujar as melhores armaduras. Uma arma deste tipo tem chance maior de causar dano mesmo em usuários de armadura - 5% a  cada 10 níveis, até o máximo de 25%. No caso de armaduras com fortificação, as habilidades se anulam, prevalecendo a diferença entre ambas – Uma arma penetrante a 15% contra uma armadura fortificada a 10% causaria apenas 5% a mais (a diferença entre ambas).Aumenta o nível do item em 2 a cada 5%.

Impactante – o equivalente de afiada para armas contusivas, como maças e cajados. Agora, elas possuem o dano aumentado - 5% a  cada 10 níveis, até o máximo de 25%. Obviamente, só pode ser aplicado em armas contusivas. Pode ser aplicada em armas a distância, que passam o bônus para as munições, contudo, flechas e virotes só receberão o efeito se forem especialmente adaptadas para causar dano contusivo e não cortante. Balas de funda recebem o efeito normalmente. Aumenta o item do nível em 2 a cada 5%.
Pedido 03:
♦ {Primrose} / Munição [Virotes de ouro solar que servem como munição para a arma Hunter. O calibre é de 12,7 x 99 mm NATO - AKA .50 BMG. Tal munição é explosiva, afetando qualquer área dentro de um diâmetro de 50cm do local atingido. Possui a essência do fogo, dando aos virotes a capacidade de alcançarem temperaturas tão altas que são capazes de derreter até materiais indestrutíveis por métodos comuns; o poder do fogo é aumentado em 10% pela capacidade do ouro solar. A quantidade de MP usada define a quantidade de calor adicional gerada (1 MP = 5ºC). Graças as especializações aplicadas na forja, é 25% mais penetrante, afiada e impactante, causando grandes estragos quando atinge corpos humanos, diretamente ou não.] {Materiais utilizados} (Nível Mínimo: 60) {Controla o elemento fogo} [Recebimento: A.O.M.P, forjado por Hiccup H. Haddock.]
Especializações:
Afiada – Seu gume é mais afiado que de uma arma comum, demorando muito mais para perder suas propriedades e aumentando o dano de acordo com a habilidade do forjador – 5% a  cada 10 níveis, até o máximo de 25%. Obviamente, só pode ser aplicado em armas cortantes. Um arco ou besta com esta habilidade passa o bônus para suas flechas. Aumenta o nível do item em 2 a cada 5%.

Penetrante – Uma arma penetrante foi criada especialmente para sobrepujar as melhores armaduras. Uma arma deste tipo tem chance maior de causar dano mesmo em usuários de armadura - 5% a  cada 10 níveis, até o máximo de 25%. No caso de armaduras com fortificação, as habilidades se anulam, prevalecendo a diferença entre ambas – Uma arma penetrante a 15% contra uma armadura fortificada a 10% causaria apenas 5% a mais (a diferença entre ambas).Aumenta o nível do item em 2 a cada 5%.

Impactante – o equivalente de afiada para armas contusivas, como maças e cajados. Agora, elas possuem o dano aumentado - 5% a  cada 10 níveis, até o máximo de 25%. Obviamente, só pode ser aplicado em armas contusivas. Pode ser aplicada em armas a distância, que passam o bônus para as munições, contudo, flechas e virotes só receberão o efeito se forem especialmente adaptadas para causar dano contusivo e não cortante. Balas de funda recebem o efeito normalmente. Aumenta o item do nível em 2 a cada 5%.
Observações a parte:
♦ Eu já calculei o nível de cada um corretamente, e até aumentei o da Hunter que deu nível 88 e eu aumentei pra 90 (Não gosto de números que não terminem em 5 ou 0);

♦ Existe sim uma munição explosiva, e apesar de ser considerada ilegal pela Convenção de Genebra, ainda é usada em larga escala (Sem contar que não é munição de arma de fogo, mas sim de uma balista);

♦ Não acho que haja problemas com o efeito da Spark. Assim como o esperado, a essência do relâmpago dá a capacidade de descargas elétricas, e o custo é justo (Eu necessitaria de no mínimo 75mA para matar um ser humano, e ainda dependeria da área atingida. Imagine ter que gastar 750 MP para um único ser humano - note que monstros nem se incluem nessa categoria);

♦ Aceito sugestões de melhoria e correção.
Justin Law
avatar
Mentalistas de Psiquê
Mensagens :
1217

Localização :
Acampamento Meio-Sangue

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ás de Ouro, Marco do Percurso — Oficina e Borracharia

Mensagem por Lina Oakwood em Qua 03 Jun 2015, 23:13


Ás de Ouro, Marco do Percurso



Justin Law


A primeira coisa que me acordou no hotel na Noruega foi o zumbido incessante de uma mensagem de Íris sendo recebida por mim. Ao ver a pessoa do outro lado, pude constatar que era um dos meus clientes mais antigos e também um dos mais fieis. O fato era que para Justin Law ter visitado minha forja, era porque ele precisava de equipamento novo e não hesitava em pagar alto por isso.

- Olá, Justin. O que deseja?

Ele estendeu os planos dele para uma nova arma e eu percebi que ajustes deveriam ser feitos. Peguei uma caneta e um caderno para montar o projeto da balista, que seguiria as bases de uma besta pesada bem mais longa e suspirei. Pelo visto, conseguir todo aquele material iria demorar.

- Hey. Façamos o seguinte: Como eu vou demorar para conseguir essa quantidade de coisa, eu vou te dar um desconto. Vou ter um lucro só de onze dracmas, porque os materiais são caros, então você vai poder pagar quase o preço de custo. Fechado? Se sim, ficou 390 dracmas.

Esperei a resposta de Justin e mostrei as modificações que deveria fazer em sua arma.

Novas descrições:
♦ {Hunter} / Balista [Uma balista feita de Arandur e Einherjarium modificada para assemelhar-se esteticamente a um rifle de alta precisão - AKA Sniper - do modelo Barret M-107 - É pintado de preto para camuflar o brilho excessivo de seus materiais. Por ser um modelo relativamente leve tem um tamanho também reduzido e uma estrutura forjada para minimizar o recuo (coice) de um tiro, característica ainda mais reforçada pela especialização "Leveza" e a propriedade do material Einherjarium, permitindo usar o item com uma mão, mas sua precisão diminui em 30% e há chance do recuo da arma, mesmo amenizado, causar um dano de 1% no HP do usuário a cada tiro. É uma balista semi-automática que usa um carregador de 10 munições. A especialização "Distância" permite dobrar o alcance do item, que agora pode acertar qualquer alvo dentro de 200m, reduzindo sua eficácia em 50% até o limite de 300m. O item não pode ser destruído por métodos comuns, mas pode ser destruído por poderes de qualquer ser mitológico. Foi-lhe atribuída a essência do ar, dando à balista o poder de atirar projéteis com maior capacidade de dano - em torno de 5% a mais. A arma ganha ainda a propriedade do Arandur, que aumenta o dano feito pela arma em mais 10%. A balista possui um bipé para apoio, estabilizando o item e ajudando na precisão do tiro. A mira telescópica tem uma ampliação que cobre os 200m perfeitamente, porém vai perdendo o foco se a distãncia for maior que isso. Todos os efeitos com relação a essência de ar só serão ativados caso o usuário gaste 50MP a cada rodada que for utilizado os efeitos. Quando em repouso, transforma-se num bracelete semelhante ao dos mentalistas, e pode ser ativado com o fechamento do punho do usuário, que faz com que sua própria pele aperte o botão interno da arma.] {Arandur e Einherjarium} (Nível Mínimo: 63) {Essência de Ar} [Recebimento: A.O.M.P, forjado por Hiccup H. Haddock.]

♦ {Spark} / Munição [Virotes de aço negro que servem como munição para a arma Hunter. O calibre é de 12,7 x 99 mm NATO - AKA .50 BMG. Possui a essência do relâmpago, dando aos virotes maior dano - cerca de até 5% a mais em comparação com o dano normal de um virote; o poder do relâmpago é aumentado em até 10% pela capacidade do aço negro. Cada virote necessita de 10MP para que seu dano seja ativado. Graças as especializações aplicadas na forja, é 25% mais penetrante, afiada e impactante..] {Aço negro} (Nível Mínimo: 35) {Essência de Relâmpago} [Recebimento: A.O.M.P, forjado por Hiccup H. Haddock.]

♦ {Primrose} / Munição [Virotes de ouro solar que servem como munição para a arma Hunter. O calibre é de 12,7 x 99 mm NATO - AKA .50 BMG. Tal munição é explosiva, afetando qualquer área dentro de um diâmetro de 10cm do local atingido. Possui a essência do fogo,dando aos virotes maior dano - cerca de até 5% a mais em comparação com o dano normal de um virote. O poder do fogo é aumentado em até 10% pela capacidade do ouro solar. Cada virote necessita de 10MP para que seu dano seja ativado. Graças as especializações aplicadas na forja, é 25% mais penetrante, afiada e impactante.] {Ouro Solar} (Nível Mínimo: 35) {Essência de Fogo} [Recebimento: A.O.M.P, forjado por Hiccup H. Haddock.]

thanks to Leveck!

Lina Oakwood
Indefinido
Mensagens :
647

Localização :
Para me encontrar, você precisa trazer ouro imperial. Ai, terás de descer até o fundo do mar e procurar um gigante que me conheça. Depois, suba novamente a terra e siga as direções desse Gigante. Talvez você me encontre, talvez não.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ás de Ouro, Marco do Percurso — Oficina e Borracharia

Mensagem por Willian Greyjoy em Seg 22 Jun 2015, 22:07

Indo atrás do Hero
- WOW - Foi a primeira exclamação do garoto ao ficar frente a frente com duas TVs de LED. A sala de espera parecia um laboratória da S.H.I.L.D de tanta tecnologia de ponta que ali tinha, desde de máquinas que apareciam com comida a sofás que saíam do chão. A atenção do menino já estava voltada as TVs, onde ele escolheu o Hiccup, já que era pelo semideus que ele estava ali. Filhos de Hefesto eram maravilhosos, e isso dava para ver naquele simples local mas ao mesmo tempo muito tecnológico. Antes mesmo que o Hiccup aparecesse, o Greyjoy começou a escrever em um papel seu pedido. Agora era só esperar para ser atendido.

Pedido:
♦ {Light} / Chokutō[ Light é uma espada de lâmina fina, cerca de de 100c e 15cm de largura. A lâmina é feita de aço e prata. Ela tem um cabo feita de madeira, com desenhos de símbolos mágicos. Esses símbolos não são por acaso, a arma tem a capacidade de soltar um raio toda vez que o semideus concentra sua energia na arma, indo na direção que a lâmina apontar. )] {Aço, Prata, Madeira} (1) {Relâmpago} [Recebimento: Ás de Ouro, Marco do Percurso, forjado por (insira nome do forjador aqui)]
Imagem da Arma - http://img.alibaba.com/img/pb/645/771/367/367771645_257.jpg

Link de confirmação de estar fora do camp: http://percyjacksonrpgbr.forumeiros.com/t5342p375-a-colina-local-publico-oficial#245102
Forjador a fazer o pedido: Hiccup
[/spoiler]
Willian Greyjoy
avatar
Indefinido
Mensagens :
5

Localização :
Acampamento Meio-Sangue

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ás de Ouro, Marco do Percurso — Oficina e Borracharia

Mensagem por Justin Law em Qui 02 Jul 2015, 02:26

Oz, the great and powerful
Pelo que parecia, o forjador não estava em casa. Justin não ligou muito para isso, nem se surpreendeu com a necessidade de modificações do pedido. Após avaliar as mudanças feitas, julgou que não havia tantas diferenças assim do pedido original. Era triste ver seu item ser "nerfado", mas ainda precisava dele.

— O item parece bom pra mim, e o preço está justo. Pode fazer o item. — Já seguia em direção à saída quando lembrou-se. — Ah, mande uma mensagem de íris quando terminar. Mandarei alguém vir pegar junto com o pagamento. Estarei no acampamento aguardando.

E assim, o filho da noite deixou o local.
Justin Law
avatar
Mentalistas de Psiquê
Mensagens :
1217

Localização :
Acampamento Meio-Sangue

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Ás de Ouro, Marco do Percurso — Oficina e Borracharia

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum