Percy Jackson e os Olimpianos RPG BR
Bem vindo ao maior fórum de RPG de Percy Jackson do Brasil.

Já possui conta? Faça o LOGIN.
Não possui ainda? Registre-se e experimente a vida de meio-sangue.

Local Público: Bosque Invernal

Página 2 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Local Público: Bosque Invernal

Mensagem por Orfeu em Sab 20 Dez 2014, 23:30

Relembrando a primeira mensagem :


Bosque Invernal



Descrição

Mesmo sendo casto como gelo e puro como a neve, ninguém está livre da calúnia.

— William Shakespeare

Com a chegada do inverno, Quíron e o senhor D resolveram deixar que o Acampamento recebesse um pouco da neve que costumeiramente cai. Assim, em decorrência dos efeitos da neve, mais serviços ficaram disponíveis, até por conta da proximidade com as datas festivas de Natal e ano novo. E não somente isso, como também um novo local apareceu no Acampamento: o Bosque Invernal.

No lugar, uma nevasca intensa ocorreu. As náiades dos pinheiros hibernaram em seus troncos para manter a árvore viva, e os galhos foram cobertos por uma neve, cristalizando-os. Montes de neve podem ser confundidos com pedras, apesar de existirem também rochas recobertas com uma fina camada de gelo. Um pequeno braço do riacho Zéfiro que corre para aquele local foi congelado, formando um rio que acaba numa cachoeira de no máximo dois metros congelada, desembocando num lago também congelado.

Percebe-se também a existência de uma pequena casa na árvore de madeira, assim como um tipo de depósito no nível do chão. Ambos os locais, como tudo ali, estão recobertos de gelo. No depósito feito de madeira velha, são encontrados casacões de neve e sobretudos, provavelmente deixados lá por algum desavisado. Uma ponta de madeira e corda conecta os dois lados do rio, embora não seja mais necessária, tanto por ser meio frágil quanto pelo gelo servir de piso para atravessar os dois extremos.



Informações de Jogo


Tráfego humano: Inexistente
Periculosidade base: 0%
Visibilidade: Inexistente para humanos / Mediana para o Acampamento
Permissão de ataque: Não.
Permissão de intervenção: Não.

A equipe PJBR deseja um Bom Natal e um Feliz Ano Novo a todos.

O inverno está chegando...
Tks Maay from TPO
Orfeu
avatar
Administradores
Mensagens :
531

Localização :
Garota, eu vou pra Califórnia. ♪

Voltar ao Topo Ir em baixo


Re: Local Público: Bosque Invernal

Mensagem por Chelsea H. Drevoir em Seg 22 Dez 2014, 15:36

It's a Brand New Day...




Precisei conter uma crise de risos quando o rapaz saiu. Observei todo o trajeto. Arregalei os olhos quando minha irmã ruiva surgiu procurando o rapaz e sorriu para mim.

Quando os dois se encontraram senti a tensão transbordar entre os corpos. No momento que o rapaz caiu de joelhos soltei uma risada muito alta. Agora só faltava o casal pedir a bênção da união.

obs:
Interagindo com o casal S2


Chelsea H. Drevoir
avatar
Curandeiros de Asclépio
Mensagens :
320

Localização :
Healing Hills

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Local Público: Bosque Invernal

Mensagem por Aimée Masney em Seg 22 Dez 2014, 15:59

O ato de ele se ajoelhar fora completamente novo para mim; nunca, nem em um milhão de anos, imaginaria algo assim. A primeira reação foi a de respirar fundo, surpresa e, antes de expirar todo o ar que puxara com tanto fervor, clicar no botão que existia no fio direito do fone para parar a música. Sua atitude fora tão repentina que perdera o fôlego mental, mesmo que estivesse sugando os gases que precisava para minha sobrevivência.

Com o silêncio dentro de minha mente, curvei-me para pegar o chapéu, agora com resquícios da branquíssima neve por toda sua extensão, que havia deixado cair quando, inesperadamente, jogara-se, praticamente reverenciando-me, aos meus pés. Ouvi uma ruidosa risada atrás de mim e virei minha cabeça apressadamente para ver de onde vinha o barulho. Percebendo que meu irmão achava graça da cena, semicerrei os olhos em uma tentativa de calá-lo, provavelmente uma que seria bastante falha, antes de voltar minhas atenções ao garoto.

“Não há necessidade disso, gosse.”, sussurrei para Pablo, esperando que ele tivesse me ouvido. Levei minha mão direita até seu queixo, tentando levantar sua cabeça, para conseguir colocar seu chapéu de volta no lugar que lhe era de direito. “Eu não sei você, mas acho que fica mais bonito sem esse chapéu.”, seu cabelo era bonito e parecia macio. Não havia necessidade da utilização de tão apetrecho, mas, com uma questão de honra, pôs o mesmo na cabeça do menino e, depois de arrumá-lo da melhor forma, abriu-lhe um pequeno e sincero sorriso. Talvez assim soubesse que, com todo aquele exagero, depois de alimentar meu ego, ele estava desculpado por sua idiotice da noite anterior.

OBSERVAÇÕES:
1. Gosse, em seu sentido literal, significa miúdo em francês. Porém, nessa colocação, significa garoto.
Aimée Masney
avatar
Filhos de Hipnos
Mensagens :
269

Localização :
camp half-blood

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Local Público: Bosque Invernal

Mensagem por Pablo C. Deathstalker em Seg 22 Dez 2014, 16:30



Hello darkness
my old friend



Um toque suave e gentil levantou minha cabeça e eu sorri de imediato. As palavras da garota e seu olhar me encheram de uma alegria inexplicável. Tirei o chapéu e o mantive em minha mão esquerda enquanto levantava com uma calma que não era meu forte. Não dava para acreditar. Ela estava mesmo ali e havia até mesmo me tocado. Era muito bom para ser verdade. Meu coração estava acelerado e meu corpo inteiro tremia.

"Eu não sei o que dizer... Oi, eu acho.". Suspirei, meio que aliviado. Dava para perceber que havia ficado todo bobo e que ela era desconcertante para mim. Por mais estranho que parecesse, não conseguia agir de outra forma. Aquele sorriso havia acabado com o resto da minha dignidade e estava faltando um segundo para que a agarrasse e... Não sei o que deveria fazer depois, assumo. Nunca havia beijado uma garota e nem nada do tipo e isso fez com que, no lugar da alegria estonteante, uma preocupação estranha percorresse o meu corpo. O que eu faço? Como eu vou fazer isso que não sei fazer? Ela é tão linda... Eu preciso fazer algo mas o que?

Fiquei perdido no meu pensamento e nem percebi que havia ficado mais perto do que deveria. O cheiro era divino e tudo nela parecia me chamar para mais perto. Senti medo dessa sensação estranha mas decidi que talvez valesse a pena a entrega.




Pablo C. Deathstalker
avatar
Filhos de Nix
Mensagens :
67

Localização :
Camp Half-Blood

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Local Público: Bosque Invernal

Mensagem por Meredith H. Wermöhlen em Seg 22 Dez 2014, 16:38

there's a lot of snow

and i don't like that
— Qual é, Mery, você tem certeza de que não vai dar nenhuma voltinha? É um milagre terem deixado nevar! — Phineas não calava a boca. Vestira-se com suas melhores roupas para o frio, como se soubesse que um dia os responsáveis pelo acampamento deixariam a neve cair. — Se você não vai, eu vou. — Virou-se e bateu a porta do chalé com força.

A morena apertou a boneca de pano vodu que tinha nas mãos e suspirou. Mesmo ali dentro, o frio se fazia presente. Era raro os filhos de Melinoe acenderem a lareira, e, mesmo naqueles tempos, se recusavam. Meredith revirou os olhos, ficando de joelhos na própria cama para olhar para fora, pela janela.

Pareciam terem derrubado uma lata de tinta branca gigante em todo o acampamento. Alguns campistas de menor idade brincavam, alucinados, para lá e para cá. O que tem demais?

E o relógio na sua cabeceira apitou. Um ruído que a fez cair em si. Puta merda, estava atrasada.

[ ... ]

Não podiam culpá-la por ser esquecida. Vestira-se rápido com as roupas emprestadas pela amiga/irmã/colega de quarto. No fim, estava desconfortável com todas aquelas camadas de pano sobre a pele.

Achar o bosque não foi difícil, já que muitas pessoas estavam se dirigindo a ele. Os pés da Wermöhlen afundavam na neve a cada passo, e, quando avistou a silhueta conhecida de Leonard, passou a caminhar mais rápido.

— Te achei — disse-lhe ao pé do ouvido quando o alcançou. Sentou-se ao seu lado, tirando o capuz e deixando alguns flocos cairem sobre seus cabelos negros. — Muito atrasada? Desculpa. Não estou acostumada com isso. — Acenou para o espaço ao redor, mostrando todo o acampamento coberto de neve.

Itens:
— None.
Melinoe & Psiquê:
→ Considerar todos os passivos de ambas as deusas até o nível 26; nenhum poder ativo sendo usado.
Meredith H. Wermöhlen
avatar
Filhos de Melinoe
Mensagens :
894

Localização :
Ahn...?

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Local Público: Bosque Invernal

Mensagem por Aimée Masney em Seg 22 Dez 2014, 16:58

“Oi, garroto. Você está bem?”, meu rosto se iluminava com um sorriso, um que correspondia com todas as letras ao que estivera estampado em meu sonho da noite anterior. Lembrei-me então das conversas que tivéramos dentro do mundo que, de alguma forma maluca, era de meu pai – ou diziam ser de meu pai, se é que alguma parte de mim realmente acreditava naquela maluquice.

Lembrei-me de histórias que eu o contava sobre guerras de bolas de neve em Reim, ou de meus shows covers em pubs que lotavam de visitantes para me ouvir cantar. Uma energia estranha vinha dele para mim e eu só podia amaldiçoar a Deusa por me sentir assim – ou talvez culpar a si mesma, repreendeu uma parte fanaticamente religiosa dentro de meu cérebro, afinal, a Deusa é boa e justa; e, se está sentindo o ardor da paixão, é por alguma coisa que fez.

Alguma coisa que fiz. E, enquanto o fitava, prendendo meu olhar em seus orbes heterocromáticos que deveriam possuir alguma ponta de magia.
Aimée Masney
avatar
Filhos de Hipnos
Mensagens :
269

Localização :
camp half-blood

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Local Público: Bosque Invernal

Mensagem por Pablo C. Deathstalker em Seg 22 Dez 2014, 17:14



Hello darkness
my old friend



Voltando para a realidade, deixei-me perceber o quão idiota e o quão próximo estava dela. Dei um largo passo para trás e, junto com este afastamento, meu cenho foi voltando à forma instável de sempre. Coloquei meu chapéu e olhei em volta para me recordar de onde estava. "Eu estou bem. E você?".

Havia um tom conflitante em minha voz, mostrando que algo dentro de mim estava errado: um tom que estava tentando ficar entre a raiva e algo carinhoso. Eu não poderia e nem iria me permitir ficar falando com um ar meloso com aquela garota. Repentinamente, senti-me completamente indiferente a tudo e tornei minha expressão algo ilegível. Levantei os olhos, olhando para meu chapéu. Meu corpo endureceu completamente quando percebi que havia uma mancha no meu estimado Fedora e meu punho se cerrou. Peguei o chapéu e comecei a esfregá-lo com força, esquecendo completamente da garota ali.




Pablo C. Deathstalker
avatar
Filhos de Nix
Mensagens :
67

Localização :
Camp Half-Blood

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Local Público: Bosque Invernal

Mensagem por Aimée Masney em Seg 22 Dez 2014, 17:30

“Estou... bem.”, havia hesitação em minha voz, principalmente por conta do humor inconstante do rapaz que se via a minha frente. Ele simplesmente deixara de prestar atenção em mim, o que era um grande absurdo, e agora tinha toda sua preocupação voltada para seu amado chapéu. Senti meu sangue fervilhar. Eu queria, por alguma razão que não conseguia explicar, que olhasse para mim, que tivesse os olhos, aqueles que tanto me hipnotizavam, nos meus. Uma ideia de vingança correu por minha cabeça, pensando em quão bom seria destruir seu precioso apetrecho como o fizera com meu celular – seria pelo bem dele. Pelo menos pelo bem de seus maravilhosos fios negros.

Mas não. Como havia dito anteriormente, lembrava-me bem, não havia necessidade de destruir os sonhos alheios porque os meus haviam sido arruinados. Então, apenas fechei os olhos e cliquei no botão do fio direito do fone de ouvido novamente, deixando que a música me invadisse por completo, fazendo-me esquecer do rapaz de humor tão instável.

Mal percebi que minha voz acompanhava a canção, em uma melodia suave e sonolenta, como minha alma naquele instante, quando perdoara-me por ser tão chata a ponto de ser trocada por um chapéu e deixara-me conduzir pelo tom harmonioso que podia ser ouvido por meio de meus fones.

OBSERVAÇÕES:
1. A música que está sendo cantada é Forever and Always, da Taylor Swift, em sua versão acústica/tocada no piano.
Aimée Masney
avatar
Filhos de Hipnos
Mensagens :
269

Localização :
camp half-blood

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Local Público: Bosque Invernal

Mensagem por Pablo C. Deathstalker em Seg 22 Dez 2014, 17:48



Hello darkness
my old friend



Uma leve pontada de dor no peito me indicou que aquilo era mais difícil do que eu pensei. Toda minha armadura foi despedaçada quando a sua voz divina começou a cantar. Não conhecia a música e nem entendia direito a letra mas parecia a coisa mais interessante do mundo de se ouvir. Parei de limpar o chapéu e olhei para os lábios que se moviam de forma tão graciosa. Deusess, que melodia maravilhossa...

"É maravilhosso...". Sorri, levando meus olhos para os dela. Era magnífica, por completo. A admiração levou-me a um pensamento que talvez mudasse alguma coisa. Com um sorriso largo e olhos quase fechados, coloquei meu Fedora na cabeleira ruiva. Eu havia quebrado o tesouro da garota e a única coisa que parecia certa era dá-la o meu. Me peguei no pensamento de que ela era tão importante quanto o chapéu e corei com isso... Mesmo que talvez fosse verdade.




Pablo C. Deathstalker
avatar
Filhos de Nix
Mensagens :
67

Localização :
Camp Half-Blood

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Local Público: Bosque Invernal

Mensagem por Aimée Masney em Seg 22 Dez 2014, 18:09

Não fora capaz de ouvir suas palavras e minha mente estava coordenada a entender a leitura labial da língua francesa, e não da inglesa, o que dificultou bastante a forma que tinha para entendê-lo. Cliquei novamente no botão, pausando a música, percebendo quão útil aquele aparato era. E então percebi. Ele havia me dado uma das suas coisas mais preciosas, embora o preto contrastasse com o vermelho de meus cabelos de uma forma estrambótica.

Havia alguma coisa simbólica naquele ato e então lembrei-me de meu sonho. O fato de ele ter se desculpado dando-me algo que tinha como tesouro de seu passado tocara fundo dentro de meu peito e eu não sabia exatamente como agradecer. Olhei-o diretamente nos olhos, ainda hipnotizada pela beleza de tais. Percebi que sua derme avermelhara-se nas bochechas e senti o calor de meu sangue fazendo o mesmo com as minhas. “Obrrigada, gosse.”, sussurrei, dando um passo para frente, com o intuito de me fazer ouvida, de me fazer sentida.

E a lentidão de meus movimentos foi até graciosa enquanto eu envolvia seu pescoço com meus braços, aproximando nossos corpos e rostos, esquecendo-me que nos localizávamos em um local público o bastante para que outros nos observassem. Um desejo repentino me impulsionava em cada ação e, mesmo que tivesse forças para o conter, não tinha certeza se o queria. E com nossos lábios tão próximos uns dos outros, abri um sorriso singelo antes de diminuir o espaço entre eles para absolutamente nada.

OBSERVAÇÕES:
1. Estrambótico tem a ver com esquisito, estranho, ridículo, fora do comum.
2. Agora gosse tem seu sentido literal de miúdo, algo como um novo apelido "fofo" para Pablo.
Aimée Masney
avatar
Filhos de Hipnos
Mensagens :
269

Localização :
camp half-blood

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Local Público: Bosque Invernal

Mensagem por Chelsea H. Drevoir em Seg 22 Dez 2014, 18:31

It's a Brand New Day...




Cerrei os punhos e me levantei quando o garoto italiano ignorou minha irmã. Mas logo os dois se acertaram e eu assisti à cena fofa entre os dois. Aquela era minha deixa. Me levantei e andei vagarosamente até os dois. Tirei um punhado de arei de minha bolsa e moldei um coração de pelúcia que ganhou a cor vermelha.

- Para esse casal de pombinhos - entreguei o objeto à menina ruiva, minha bela irmã.

- E vê se usa camisinha - sussurrei no ouvido do garoto. - Não quero virar babá, entendeu bem, ragazzo? - imitei o sotaque dele, dei um tapinha nas costas e cravei minhas unhas nele.

Saí do local cantando uma música agitada que uma belíssima artista mortal fizera. O vento frio fazia minhas roupas voarem um pouco e minha beleza era realçada pela neve.

obs:
Interação com o casal S2 encerrada. E eu cantei Disturbia, da Rihanna

Poderes:
♦ Nível 1

Beleza Hereditária ▬ Hipnos era conhecido por ser um deus belo, seus descendentes adquirem tal característica, sempre serão reconhecidos por sua beleza natural - não é algo tão chamativo quanto os filhos de Afrodite - é uma beleza mais discreta e menos voluptuosa, mas que os distinguem entre as pessoas comuns. Além disso filhos de Hipnos em geral não parecem sofrer com linhas de expressão, marcas de idade, olheiras ou mesmo cabelos armados. Eles sempre parecem em bom estado. Sendo assim, aparentam ser mais jovens e bem cuidados do que provavelmente se cuidam para ser. [Modificado. Descrições adicionadas com base na sugestão de Ariana O"Connor]

♦ Nível 7

Criar objeto onírico inicial - O semideus é capaz de criar objetos pequenos com substâncias retiradas do sonhos. Ele usa sua algibeira para modelar a areia dos sonhos na forma desejada, porém os objetos duram pouco - 2 rodadas - e tem 50% menos resistência do que um similar real, além de serem apenas de material comum, não podendo ser encantados. 1 vez a cada 3 rodadas. [Novo]
Chelsea H. Drevoir
avatar
Curandeiros de Asclépio
Mensagens :
320

Localização :
Healing Hills

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Local Público: Bosque Invernal

Mensagem por Pablo C. Deathstalker em Seg 22 Dez 2014, 18:40



Hello darkness
my old friend



A aproximação repentina o deixou num estado de alerta e de uma agonia desesperadora. Ter uma garota tão próxima era algo totalmente novo e o toque... Ah, o toque. Poderia ficar agarrado com ela o tempo todo e não pensaria, nem por um segundo largá-la. Mantendo esta linha de pensamento, laçou-a pela cintura e fechou os olhos para aproveitar o abraço e então senti algo molhado e gostoso em meus lábios. Afastei-nos por um breve momento, totalmente envergonhado. Tinha algo que precisava dizer e não conseguiria fazer em outro momento. Aproximou os lábios da orelha da ruiva e, depois de um leve suspiro, fez o pedido.

"Eu nunca fui tão longe... Pode me mostrar como se faz?". Aquela foi a coisa mais vergonhosa que já disse e rezei para tudo que poderia existir que não tivesse quebrado o clima. Não conseguia parar de tremer e tudo que queria era puxá-la para mais perto. Fechou os olhos e deixou uma pequena lágrima de frustração cair. Eu perdi a maior chance da minha vida...




Pablo C. Deathstalker
avatar
Filhos de Nix
Mensagens :
67

Localização :
Camp Half-Blood

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Local Público: Bosque Invernal

Mensagem por Aimée Masney em Seg 22 Dez 2014, 19:04

Ele não me retribuíra; não entendi, de início, o porquê de uma parada tão abrupta, e pus-me a rir – não de forma debochada, afinal, não queria magoar o garoto – quando ouvi suas palavras tão bem sussurradas em meu ouvido. Um arrepio correra por minha pele quando sua voz soou tão doce e seu hálito fez-se sentir quente contra minha pele. E, antes de lhe beijar de verdade, percebi um de meus irmãos irmão ao nosso lado. Realmente, nem me lembrava de seu nome, mas senti-me envergonhada ao ser vista em tão íntima situação.

“Ahn... O-obrrigada.”, disse, recebendo o coração avermelhado como um presente carinhoso, ainda sem saber o que dizer sobre a fala que seguira a entrega do mesmo. E então soltou-se de Pablo, vendo-o ser alertado sobre a importância da utilização de camisinhas. Mauvais moment, cher, pensei em minha língua materna, uma que era basicamente extremamente fácil de vir à mente, mauvais moment. E então ele se foi, cantando com uma voz que queimava meus ouvidos depois da doçura da voz do rapaz que há pouco tinha nos braços.

Mal esperara ele sair de vista e voltei-me novamente para Gosse, sentindo a extrema vontade voltar-me absurdamente rápido. Tive de recuperar o fôlego antes de abrir um sorriso presunçoso, mordendo, em seguida, o canto esquerdo do lábio inferior. Larguei a pelúcia em formato de coração ao chão, sujando-a com a neve esbranquiçada que tinha abaixo de seus pés. Abracei seu pescoço novamente, aproximando-me com muito mais fervor que anteriormente – se é que tivera fervor em minha atitude anterior – e o beijei. O beijei com uma calmaria que contradizia a forma na qual o agarrara, esperando que ele repetisse, ou ao menos tentasse copiar, meus movimentos. O beijei sentindo-me dentro de meu sonho novamente, um no qual eu me entregava ao desconhecido que quebrara o meu bem mais precioso.

OBSERVAÇÕES:
1. Mauvais moment, cher se dá por momento errado, querido.
2. Gosse significa miúdo, novo apelido de Pablo.
Aimée Masney
avatar
Filhos de Hipnos
Mensagens :
269

Localização :
camp half-blood

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Local Público: Bosque Invernal

Mensagem por Leonard Woodcliff em Seg 22 Dez 2014, 20:09


Sangue frio

Permaneci sentado por uns dez minutos antes de vê-la se aproximando. Abri um sorriso — o primeiro desde que o inverno começara — e me remexi um pouco para o lado no montinho, dando espaço para ela se sentar. Quando ela abaixou o capuz, soltei mentalmente um palavrão. Merda. Sabia que estava esquecendo algo.

— Atrasada? — respondi — Ah, não. Já estava quase começando a achar que você não vinha.

Passei alguns segundos sem falar mais nada, apenas admirando seu rosto, e então me levantei. Estendi a mão a ela, como se a convidasse a fazer o mesmo.

— Ok, chega de ficar sentado. Temos que aquecer nossos corpos se não quisermos congelar. Quer dar uma volta?





Arsenal

— Faca inicial.
Poderes

— Nenhum.





Observações:
Sem ideia pra título. Q


Feito por Ninha Fabbris

Leonard Woodcliff
avatar
Filhos de Dionísio
Mensagens :
464

Localização :
Acampamento

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Local Público: Bosque Invernal

Mensagem por Meredith H. Wermöhlen em Seg 22 Dez 2014, 20:30

there's a lot of snow

and i don't like that
Um sorriso discreto dançou pelos lábios da prole de Melinoe quando a mesma segurou a mão estendida do rapaz e levantou-se. Conteu-se para não espanar os flocos que haviam caído por sobre os cabelos de Leonard.

— Então vamos, senhor Woodcliff — ela disse, envolvendo o braço do garoto com os seus enquanto começava a andar.

Seus olhos percorreram o ambiente ao redor, coisa que não tivera tempo de fazer logo quando chegara. Viu outros casais conversando, e o episódio na boate, em Las Vegas, voltou à mente. Era estranhamente engraçado pensar naquilo, tendo em vista que poderia acontecer consigo mesma naquele momento. Tudo bem que quebraria a cara de qualquer um que interrompesse seu momento com o filho de Dionísio.

— Como vai com seus afazeres de monitor? — perguntou, quebrando o silêncio. Soprou a franja da frente dos olhos, que já começava a incomodar. — Sabe, já pensei em virar monitora do chalé de Melinoe, já que o posto está vago, mas o acho que Quíron não aceitaria treinos nos quais todos tivessem coma alcoólico no fim. — A ideia a fez rir baixinho.

Itens:
— None.
Melinoe & Psiquê:
→ Considerar todos os passivos de ambas as deusas até o nível 26; nenhum poder ativo sendo usado.
Meredith H. Wermöhlen
avatar
Filhos de Melinoe
Mensagens :
894

Localização :
Ahn...?

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Local Público: Bosque Invernal

Mensagem por Pablo C. Deathstalker em Seg 22 Dez 2014, 20:32



Hello darkness
my old friend



Vergonha, frustração, dor e uma sensação inexplicável de que deveria sair correndo  dali o mais rápido possível. Tudo isso me inundou quando ouvi o riso. Eu era uma piada e isso foi confirmado quando o irmão dela apareceu. Afastei-me de forma abrupta e me mantive longe o suficiente para que duas pessoas pudessem passar sem esbarrar em nós dois.  Meus olhos buscavam os da ruiva, que havia ganhado um coração de areia. Tudo parecia inexplicavelmente desnecessário ali. Ela não precisava ter dado atenção e, indo além, ele não precisava ter aparecido. Censurei-me por tal pensamento com certa severidade mas, enquanto me focava em o fazer,  senti algo cravando em minhas costas e, por muito pouco, um grito de dor não escapou de minha boca.

"Finocchio ". Sussurrei, bem irritado com o que tinha acontecido. Não iria dar muito valor para a atitude no momento mas isso não significava que não teria volta. De uma forma bem particular, desliguei-me do mundo por alguns momentos, lamentando que tivesse perdido a chance perfeita de beijar aquela garota. Qual era o gosto de seu beijo? Qual seria a sensação? Depois de chegar tão perto, era extremamente deprimente ter falhado. Dói... Por que ela não poderia simples...

Não terminei a frase mental. O fervor da ruiva era contagiante. Agarrei-a pela cintura com força e, quando finalmente fui beijado, fechei os olhos e acompanhei, de forma rítmica, o beijo. A alegria era grande mas o desejo era maior. Sem perceber, fui aumentando a velocidade do beijo e trazendo-a para mais perto do meu corpo, desejando, lá no fundo de meu ser, que pudesse puxá-la tanto ao ponto de tornarmos um só...


Observação:
Finocchio = termo pejorativo que, no caso, foi a forma que a personagem usou para revidar a agressão. (Significa "bixa")




Pablo C. Deathstalker
avatar
Filhos de Nix
Mensagens :
67

Localização :
Camp Half-Blood

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Local Público: Bosque Invernal

Mensagem por Aimée Masney em Seg 22 Dez 2014, 21:04

Eu me entregava ao prazer de seus lábios, sentindo o calor de seu corpo pressionado ao meu. O frio não me incomodava mais e eu poderia estar presa naquele momento para sempre. Provavelmente, em uma cena de um filme, seria possível nos ver em um cenário incrivelmente belo, com tanta paixão que faria os anti-romancistas entrarem em pânico. Sentia-me também entregue ao sentimento que me dominava de forma tão ridícula. Era como se a Deusa realmente estivesse brincando comigo e mostrando-me que meu destino era ficar com um rapaz sobre qual nada conhecia e que havia quebrado meu c– ora!, por que eu precisava ficar me lembrando disso?

Separei-me bruscamente do beijo, buscando pelo fôlego que havia perdido. Sorria abertamente, como nunca antes havia feito. Eu sentia o êxtase correndo por minhas veias e meu corpo inteiro amolecera-se. Peguei em sua mão, esperando que ele não se sentisse mal por estarmos saindo dali com tamanha pressa. Sinceramente, vestida, eu não me importava com o frio ou com beijos em locais públicos; e estar com vestes no corpo não era a ideia que tinha para aquele momento.

OBSERVAÇÕES:
1. Vou apenas deixar umas Stydia scenes [Stiles + Lydia, de Teen Wolf] aqui para vocês fazerem de Paimée. Divirtam-se. <3
Aimée Masney
avatar
Filhos de Hipnos
Mensagens :
269

Localização :
camp half-blood

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Local Público: Bosque Invernal

Mensagem por Pablo C. Deathstalker em Seg 22 Dez 2014, 21:19



Hello darkness
my old friend



Estava muito excitado com tudo aquilo e, pela forma como me devorava, cogitei que ela também estava. Respirei extremamente ofegante quando houve a separação. Não tinha percebido que estava sem ar até aquilo acontecer. Pela primeira vez senti-me tão bem e que poderia tudo. Aquela sensação… Eu precisava dela. Eu a desejava. Tanto a ruiva quanto o que ela fazia comigo. Ajeitei o chapéu na cabeça dela e senti sua mão segurar a minha. Tinha pensado mil coisas naquele momento mas o mais importante era que encaixou perfeitamente. Sorri, sem ousar questionar o que ela queria fazer, enquanto a seguia totalmente feliz.




Pablo C. Deathstalker
avatar
Filhos de Nix
Mensagens :
67

Localização :
Camp Half-Blood

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Local Público: Bosque Invernal

Mensagem por Leonard Woodcliff em Seg 22 Dez 2014, 21:36


A caminhada mais cansativa do mundo

Andar na neve é um saco. O pé afunda no chão a cada 3 passos, seu corpo começa a doer com o esforço, o frio te dá preguiça... a situação só não era pior no momento porque eu estava acompanhado. E que acompanhante, hein?

— Você na monitoria? — perguntei, a voz tremendo um pouco por conta do frio — Com certeza não seria uma boa ideia. Aliás, até eu estou tendo problemas. Esse inverno abriu mais possibilidades de pegadinhas para os filhos de Hermes, e agora estou tendo que apreender canhões de bolas de neve antes que eles façam um estrago maior. Ontem mesmo deixei um deles em detenção nos estábulos. Ele deve estar limpando a sujeira até agora.

Abri um sorriso com a lembrança. As épocas de fim de ano são sempre as piores para os monitores, mas com certeza tudo fica mais bonito. Os filhos de Quione, normalmente tímidos, podem se divertir bem mais com a neve; a escultura de gelo de Quíron em frente à Casa Grande deixou o velho centauro bem contente.

— Mas e você? Gosta do inverno? Pelas suas roupas eu diria que você não estava muito bem preparada pra toda essa neve, mas... não é bom julgar alguém pelas aparências, né? — minha mente foi parar na festa de Halloween e na fantasia de Bilbo Bolseiro dela. Desde aquele momento passei a ter mais cuidado com o que eu penso das outras pessoas. Em especial tratando-se dessa aqui.





Arsenal

— Faca inicial.
Poderes

ESCREVA AQUI— Nenhum.





Observações:
Nope. 'u'


Feito por Ninha Fabbris

Leonard Woodcliff
avatar
Filhos de Dionísio
Mensagens :
464

Localização :
Acampamento

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Local Público: Bosque Invernal

Mensagem por Meredith H. Wermöhlen em Seg 22 Dez 2014, 22:08

there's a lot of snow

and i don't like that
Definitivamente, odiava o inverno. Pelo menos, a parte da neve. A pele ficava seca e as roupas eram grandes demais. As que usava, então, eram mais largas do que deveriam. Apenas as roupas de baixo eram suas. O casaco rosa — que não era sua cor favorita — fazia-a parecer um sorvete de morango gigante. Gigante, ou que a sua altura permitia-a parecer.

— Confesso que preferia estar sem roupas — deu de ombros, coçando o nariz vermelho pelo frio na manga do casaco. — Prefiro o calor. Não consigo sentir o cheiro de nada.

Caminhou por mais algum tempo, os pés afundando irritantemente no chão nevado. Quase caiu uma ou duas vezes, mas apoiou-se no companheiro para manter-se equilibrada.

Em um ponto, a prole de Melinoe avistou a casa na árvore congelada. O sorriso voltou para o seu rosto, trazendo consigo um brilho cínico para os olhos opacos da jovem. Ela cutucou Leonard nas costelas e apontou para o local.

— Ei, vamos subir ali? Parece legal.

Itens:
— None.
Melinoe & Psiquê:
→ Considerar todos os passivos de ambas as deusas até o nível 26; nenhum poder ativo sendo usado.
Meredith H. Wermöhlen
avatar
Filhos de Melinoe
Mensagens :
894

Localização :
Ahn...?

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Local Público: Bosque Invernal

Mensagem por Leonard Woodcliff em Ter 23 Dez 2014, 04:38


A casa na árvore

Concordei com a cabeça enquanto caminhava. O fato é que não adiantava muito reclamar desse frio porque não mudaria muita coisa, então apenas dei de ombros.

— É, com certeza o calor é melhor que o frio. Não dá pra fazer uma festa com um tempo desses.

Continuamos a andar em silêncio. Vez ou outra meu olhar parava em um casal, seja patinando no rio congelado ou apenas conversando sentados, mas logo eu voltava a realidade porque Meredith tropeçava em um monte de neve ou em alguma raíz de uma árvore aleatória. Em uma dessa vezes ela quase me levou junto ao se segurar em meu braço, o que arrancou de mim uma leve gargalhada.

Quando ela apontou para a casa na árvore, soltei um suspiro de alívio. Finalmente. Um lugar para sentar, descansar e relaxar. Acho que é por isso que te amo, Merê. Não hesitei em me aproximar da escada e iniciar a subida, contando inevitavelmente os degraus ao passar por eles. Só fui parar ao chegar no topo, ficando de pé na varanda e apreciando a vista do bosque. Uma coisa é certa: neve realmente deixa tudo mais bonito.

— Uau! — exclamei — A vista aqui é incrível, Merê. Você tem que ver isso.





Arsenal

— Faca inicial.
Poderes

— Nenhum.





Observações:
Nope. 'u'


Feito por Ninha Fabbris

Leonard Woodcliff
avatar
Filhos de Dionísio
Mensagens :
464

Localização :
Acampamento

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Local Público: Bosque Invernal

Mensagem por Meredith H. Wermöhlen em Ter 23 Dez 2014, 16:54

there's a lot of snow

and i don't like that
Não é só por isso que você me ama, querido, ela se fez ser ouvida na mente do rapaz enquanto o via subir pela escada congelada. Juntou as sobrancelhas com a possibilidade de Leonard cair, e não subiu até que ele estivesse seguro, lá no alto. Só então começou sua escalada.

Subir era mais complicado com aquelas roupas todas. Nessas horas, sentia falta do calor da festa e das bebidas dentro de si. Até mesmo do aconchego do chalé.

Ficou de pé ao lado do garoto quando terminou a subida. Seus olhos se encheram com a paisagem branca. Pequenos pontos distantes contrastavam-se com o ajuntamento de neve, as pessoas que se divertiam no frio. Não sendo egoísta, mas imaginou que só os filhos de Quione tirariam proveito de tudo aquilo.

— Realmente — ela sorriu, mudando o peso do corpo de um pé para o outro. Cruzou os braços e soprou novamente a franja que, irritante, voltara a cair sobre os olhos. — É uma bela vista. Sempre imaginei Quione assim. Bela e mortal.

Seus olhos desviaram-se para dentro da casa. A porta estava apenas encostada, e, cutucando-a, Meredith fê-la abrir-se com um rangido. O interior estava tão limpo de neve que levou-a a imaginar que eram os primeiros ali. Ela entrou, olhando ao redor. Sobre uma mesinha, havia um casaco cinza menor do que o que ela usava, e um moletom preto que, a primeira vista, parecia ser do seu número. Tomara que não tenham dono.

— Olha só. Esses devem caber perfeitamente.

Itens:
— None.
Melinoe & Psiquê:
→ Considerar todos os passivos de ambas as deusas até o nível 26; nenhum poder ativo sendo usado.
Meredith H. Wermöhlen
avatar
Filhos de Melinoe
Mensagens :
894

Localização :
Ahn...?

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Local Público: Bosque Invernal

Mensagem por Leonard Woodcliff em Ter 23 Dez 2014, 18:10


O conforto de um lar

Continuei admirando a paisagem por mais alguns minutos antes de finalmente entrar na casinha de madeira. Ela era até que confortável: duas poltronas nos cantos mais distantes da porta, alguns sofás ao redor de uma mesinha de centro, uma janela em cada parede e um tapete persa sob os sofás para dar um visual mais artístico. É, eu poderia me acostumar com aquilo.

— Estavam aí em cima? — perguntei, avaliando o estado do moletom. Pela aparência ninguém usava aquilo há bastante tempo, principalmente porque alguns resquícios de poeira estavam marcados na região externa do ombro — Não parecem ter dono. Estão bem velhinhos, até.

Sacodi os pés para tirar a neve acumulada ao redor deles, bagunçando meu próprio cabelo e sentindo os flocos se dissolverem com o calor da minha mão. E, de repente, tive uma ideia. Dei alguns passos mais para dentro da casinha de madeira, como quem não quer nada, até parar ao lado da filha de Melinoe.

— Você ficaria muito brava se eu fizesse isso, Merê? — perguntei. Sem esperar pela resposta, ergui ambos os braços ao mesmo tempo e fiz a mesma coisa com o cabelo dela, bagunçando-o por alguns segundos antes de abrir um sorriso e parar. Ah, puxa. Desculpa, foi sem querer.





Arsenal

— Faca inicial.
Poderes

— Nenhum.





Observações:
Nope. 'u'


Feito por Ninha Fabbris

Leonard Woodcliff
avatar
Filhos de Dionísio
Mensagens :
464

Localização :
Acampamento

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Local Público: Bosque Invernal

Mensagem por Adelliny em Ter 23 Dez 2014, 21:38


         I don't need faith, I need wins.

Adelliny nunca fora amante do frio, sempre preferiu o clima ameno, odiava tudo o que era excessivo. Trajava um vestido cinza na altura dos joelhos, um cachecol envolvido no pescoço, um par de botas que cobria a sua meia calça branca. Suas vestes não eram comuns em espíritos da natureza, contudo não havia problema algum que restringisse os espíritos da natureza vestirem peças de roupas humanas, afinal, se sentem o frio como os humanos, por que não se vestiriam de acordo como eles  se vestem? Tornou seus passos vagarosos ao alcançar o bosque invernal, o piso era um tanto escorregadio, quase tombou umas três vezes no chão, só que as árvores lhe auxiliava na hora de se apoiar.

— Brr.. — esfregou as palmas das mãos uma na outra, curvando o corpo ao envolver seus braços em seu quadril, tentando amenizar o frio que transcorria em seu exterior. Enquanto suspirava conforme andava, rumo a um dos bancos do bosque, um vapor gélido saía de sua boca. Afundou as mãos nos bolsos de seu vestido referente ao inverno, acomodando-se em um dos bancos disponíveis do bosque. Uma coisa que a náiade adorava era: sentir o cheiro das flores, contudo no inverno não conseguia captar nenhum cheiro sequer.

Itens:
{Wave} / Arco longo [Feito de bronze sagrado, este arco é recurvado e delicado, possuindo diversos arabescos que imitam ondas, efeito potencializado pela pintura em branco e tons de azul. O arco e a aljava transformam-se em um pente de cabelo com arabescos marítimos, decorado com pérolas a partir do nível 20.] {Bronze sagrado} {Item de Náiade} {Nível Mínimo: 1} [Recebimento: Presente de Reclamação]

{Pearl} / Aljava [Feita couro e escamas, imitando a textura de um peixe, como uma cauda nacarada. Possui flechas comuns, de bronze sagrado. O arco e a aljava transformam-se em um pente de cabelo com arabescos marítimos, decorado com pérolas a partir do nível 20.] {Bronze sagrado, couro e escamas} {Sem elemento} {Item de Náiade} [Nível Mínimo: 1} [Recebimento: Presente de Reclamação]
Observações:
→ Considerar todos os passivos do nível 1; nenhum poder ativo sendo usado.

Adelliny
avatar
Devotos de Hera
Mensagens :
26

Localização :
Rio - Lago - CHB

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Local Público: Bosque Invernal

Mensagem por Zoey Montgomery em Ter 23 Dez 2014, 21:57



Treino Mensal 
Com: -----
Onde: Bosque Invernal
Vestindo: Roupas de frio -q
Post: 001


   A primeira ciosa que Zoey pensou quando pisou naquele ponto do acampamento foi isso é incrível!
   A neve cobria o chão, e cada cantinho verde havia sido substituído pelo puro e imaculado branco. O rio congelado chamou a atenção da arcana, que abriu um largo sorriso. Desde que vira a neve cair pela manhã, a filha do deus sol havia ficado animada: sempre adorou neve, e o inverno sempre fora sua estação preferida.
   - Venha, Buttercupp. - a jovem disse, chamando por sua mascote. - Não me deixe cair, sim? - e então, disparou para o rio Zéfiro congelado, parando na margem. Então, colocou um pé e impulsionou com o outro, deslizando a sapatilha negra pelo gelo. Rindo como louca, Zoey desajeitadamente chegou ao outro lado.
   A arcana sorriu e soltou uma gargalhada. Impulsionou-se de volta, indo para a margem a qual sua cadela infernal a esperava, quando caiu no meio do rio congelado. Seu pé fora mais para trás do que deveria ir, e a arcana estatelou-se no chão. Então, apenas virou-se e deitou-se de costas ali mesmo, encarando o céu. Que se dane se pegar uma gripe.
Armas:
— Relíquia Mágica [Colar simples e leve, podendo ser levado e escondido em qualquer lugar. A corrente é de prata, e cintila com um brilho negro à luz da Lua. Seu pingente é em forma de pentagrama, e é feito de diamante. Duas vezes por missão e durante 2 rodadas, tendo no mínimo uma rodada de intervalo cria uma barreira mágica de cor roxa, esta cobre todo o feiticeiro. Protege contra ataques mágicos – principalmente - e ataques a longa distancia – lanças, bumerangues, correntes, flechas etc.; ataques diretos não são repelidos.][Prata; Diamante;] (Item de Feiticeira) {Controle Mágico} [Presente de Reclamação por Circe]
— Proud of Morgana{Anel/Escudo} [Ouro e Diamantes] [Anel mágico, encrustado com dois diamantes gêmeos em formato de sol e meia-lua. Ao seu redor, runas mágicas estão gravadas, com significados de proteção e banimento das trevas. Ao concentrar-se nele, Zoey poderá transformá-lo em um escudo de médio porte, preso ao seu pulso, e com gravuras de fadas em sua extensão. Essas figuras iluminam-se em ambientes escuros, e podem revelar a presença de magia em um ambiente, desde que esteja próxima. Sempre retorna para sua dona, e é indestrutível.] (Nível mínimo: 15) {Item Mágico: Elemento Luz} [Recebimento: Missão "Arcádia", com Afrodite]
Poderes:

Circe
• Beleza lasciva. Circe é considerada deusa do amor físico, e seus aprendizes adquirem uma beleza especial aos olhos de outras pessoas, e em níveis mais altos, os feiticeiros da deusa passam a ter um poder de sedução maior, persuadindo e encantando seus adversários. (nível 5; passivo)
• Olhos Púrpuros. Adentrando os feiticeiros, e adquirindo a Benção de Circe seus olhos adquirem uma pigmentação púrpura chamativa quando você assim quer – que causa receio a qualquer mortal e/ou monstro que lhe encare diretamente. (nível 7; passivo)

Apolo
 - Beleza (Nível 1): Não só Afrodite e Perséfone são dotadas de beleza, Apolo é considerado o Deus masculino mais belo. Seus filhos são lindos por natureza, com um bronzeamento natural (mesmo que jamais tenha tomado Sol) e forma física bem definida.(passivo)
THANKS
Zoey Montgomery
avatar
Feiticeiros  de  Circe
Mensagens :
1203

Localização :
Ilha de Circe

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Local Público: Bosque Invernal

Mensagem por Meredith H. Wermöhlen em Ter 23 Dez 2014, 22:33

there's a lot of snow

and i don't like that
A filha de Melinoe deixou claro no seu olhar a incredulidade para com a ação do rapaz. Meu. Cabelo. Não precisava ser filha de Afrodite para se preocupar com o bom estado físico; a aparência formosa era uma das armas de qualquer mulher. Mas acabou por sorrir e balançar a cabeça, os dedos entrando por entre os fios capilares a fim de ajeitá-los da melhor forma possível.

— Você quer me ver descabelada? Vai lá no chalé quando eu acordar de ressaca. Imagem do cão — riu com a própria comparação. Depois virou-se para as roupas de frio sobre a mesinha de centro. Espanou a pouca poeira que cobria o moletom e o casaco, e, fora isso, pareciam em bom estado. — Vão servir, pelo menos para agora. Dou um jeito de fugir hoje e comprar roupas novas... — Parou subitamente, lembrando-se do cargo responsável que o companheiro exercia. Olhou-o de viés, um sorriso irônico nos lábios. — Brincadeirinha. Longe de mim sair escondida do acampamento, não.

E começou a tirar as roupas. Primeiro, o casaco rosa-bebê enorme, colocando-o de lado; depois, o moletom branco, e, por último, a camiseta da mesma cor. Por baixo, somente uma blusa curta que não cobria quase nada, e com um decote sem vergonha. Sentiu o frio em contato com a derme, os pêlos eriçando-se. Pegou o outro moletom preto, vestindo-o com rapidez, a fim de livrar-se da incômoda massagem do frio; depois, vestiu o casaco cinza. Ficara mil vezes melhor.

— Então? — ela deu uma voltinha. — Me sinto bem melhor. Não pareço um balão.

Itens:
— None.
Melinoe & Psiquê:
→ Considerar todos os passivos de ambas as deusas até o nível 26; nenhum poder ativo sendo usado.
Meredith H. Wermöhlen
avatar
Filhos de Melinoe
Mensagens :
894

Localização :
Ahn...?

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Local Público: Bosque Invernal

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum