Hospital Geral

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Hospital Geral

Mensagem por Organização PJBR em Qui 19 Mar 2020, 23:21


Hospital Geral


COMPLEXO HOSPITALAR


Ao redor do mundo foram criados diversos hospitais que atendem tanto humanos quanto semideuses, estes que por sua vez são cuidados em uma ala restrita e oculta aos olhos mortais. Além do tratamento convencional e mitológico, há um grande centro de cirurgias e recuperação. Uma rede de segurança moderna envolve o prédio, misturando magia e tecnologia - um trabalho em conjunto de vários semideuses.

Na enfermaria geral são encontrados diversos curandeiros de plantão. Os atendimentos são feitos em uma ala semelhante a um pronto socorro, com salas pequenas, individuais, cada uma com uma maca e o básico para o atendimento. Aqueles que necessitam de cuidados maiores são levados ao centro cirúrgico, passando pelo atendimento e depois direcionados aos quartos de recuperação - geralmente quartos grandes, divididos por 4 ou mais semideuses em camas individuais, com direito a um banheiro e uma televisão por quarto. Todos recebem café da manhã, almoço, café da tarde, jantar e chá da noite. O dinheiro do local vem dos atendimentos aos humanos, além de, quando necessário, receberam auxílio do acampamento.

Ao entrar na recepção, qualquer meio sangue consegue identificar um aviso em latim que diz "pergunte pelo protocolo número dois". Deste modo, conseguem se identificar aos atendentes, que os passam imediatamente para os Curandeiros de Asclépio.


ENFERMARIA GERAL


Aqui, cada semideus pode recuperar até 200 de HP e MP por postagem, a depender da qualidade narrativa. A cura adicional se dá pela mistura de tecnologias e pela estrutura especializada, mais preparada do que a do acampamento.

Aguarde até que um staffer avalie sua postagem ou, se preferir, faça o pedido da avaliação no tópico adequado (clique aqui).




Organização PJBR
Organização PJBR
AdministradoresPercy Jackson RPG BR

Mensagens :
1159

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hospital Geral

Mensagem por Alexander Doverhood em Qui 19 Mar 2020, 23:50




Não consegui voltar para o acampamento, em verdade, nem mesmo sabia como conseguira chegar até o hotel, estando exausto do jeito que estava. Meus sentidos esvaireciam a cada passo que eu dava, parecia sim um morto vivo andando pelas ruas. Tinha apenas um foco em mente: chegar ao hotel o mais rápido possível. Depois do combate com a dracanea estava esgotado, de certeza, havia utilizado toda a minha energia na luta. Felizmente, ainda encontrava-me no hotel que hospedava-me e, a partir da torneira do banheiro, consegui reconquistar um pouco da energia que me era pouca. Lavei meu rosto, minhas mãos e braços e fui espalhando água por todo o meu corpo, da maneira que me era permitida utilizando apenas uma torneira. Não satisfeito, decidi por tomar um banho, mas, ao entrar no chuveiro e sentir a água de em meu corpo, desmaiei, sem que pudesse ter qualquer noção do que estava acontecendo.

{Ψ}

Acordei depois de muito tempo, não poderia dizer quanto, já que estava desacordado. Cambaleando, reuni meus pertences e parti, sem nem saber para onde, mas sabia que, de qualquer maneira, deveria ir em frente. Não pense você que foi uma jornada fácil, afinal, tudo era muito estranho para mim, meu corpo não respondia aos meus quereres e, principalmente, meu cérebro já não era meu, pelo menos ele parecia não ser.

Deixei o dono do hotel reclamando atrás de mim, segundo ele, havia gastado água demais nos meus aposentos. Nem forças eu tinha para discutir, então apenas segui reto, cambaleando e apoiando-me entre uma parede ou outra.

Novamente, trazia comigo a sensação de que ser semideus não era um papel para mim, não era justo com os outros que traziam esse fardo e que faziam histórias dignas de heróis, eu era apenas um qualquer, lutando para continuar vivo. Heroísmo não era para mim.

De qualquer maneira, lutava para permanecer vivo, ou pelo menos são; apesar de ser uma tarefa difícil para a situação. Sabia que existia um hospital generalista para semideuses em apuros e era essa unidade que procuraria. Ainda sem resposta dos meus movimentos, cambaleei pelas ruas, seguindo as instruções que um dia me foram dadas. Pelo menos, tinha recibo instruções de como encontrar o hospital que poderia me dar suporte.


{Ψ}

Não lembro ao certo como cheguei ao hospital, é verdade, afinal, desmaios foram frequentes durante a trajetória. Pelo menos, agora, via-me num ambiente hospitalar, o branco chegava a cegar qualquer um. No balcão de informações, deixei meu corpo pesar sobre a superfície, dizendo, entre murmúrios, que precisava de atendimento número dois, protocolo, ala, enfim, não sabia ao certo, mas murmurava o número dois a qualquer um que estivesse perto de mim. Mais uma vez, perdi a consciência de meus atos, deixando-me levar pelo breu.

{Ψ}

Acordei sem trajar roupa alguma, apenas aqueles aventais dignos de plantões cirúrgicos. Estava preocupado sim em relação aos meus pertences, mas nada poderia fazer agora. Apenas deixei que minha cabeça afundasse no travesseiro que me fora disponibilizado junto à maca. Aparentemente, dois homens cuidavam do meu estado, com as mãos em meus peitos e controlando um aparelhos que media minhas frequências cardíacas.

Qualquer som que eu tentava emitir parecia inválido, então apenas aceitei a situação, deixando-me levar por sonhos perturbadores e agitações enquanto tudo o que eu precisava era descansar. Tentava entender o que eles falavam, mas parecia uma mistura de frases sem sentido. Pela terceira vez (ou teriam sido mais?) me deixei levar pelo breu do desmaio.

{Ψ}

Acordei agora dentro de um quarto de repouso, meus pertences ainda não havia sido devolvidos e começava a me preocupar quanto a isso. Estaria no lugar certo? A julgar pelas ataduras, sim, estava sendo tratado. Tentei levantar sem sucesso, estava esgotado demais para qualquer movimento. Então, encarando o teto, cedi, afinal, todo o tratamento estava sendo disponibilizado e restava a mim aguardar qualquer efeito positivo.


Habilidades utilizadas:
Filhos de Poseidon:
Habilidades Passivas:

Nível 5 — Cura Aquática — Ao ter contato com água (natural, não criada por poderes - mas caso tenha apenas sido trazida à superfície por algum poder ainda os afeta) o filho de Poseidon / Netuno regenera 3% da HP e MP enquanto parcial ou totalmente submerso (ao menos 25% da massa corporal estando na água em contato direto - roupas molhadas não farão efeito, nem chuva).  

Alexander Doverhood
Alexander Doverhood
Filhos de PoseidonPanteão Grego

Mensagens :
102

Localização :
Acampamento Meio-Sangue, Long Island.

Voltar ao Topo Ir em baixo

O autor desta mensagem foi removido do fórum - Ver a mensagem

Re: Hospital Geral

Mensagem por Lana Storm em Qua 18 Nov 2020, 11:48

Lana Storm

Muito tempo havia se passado desde aquele dia. As marcas da batalha ainda eram vistas na garota, cicatrizes que levaria consigo pela eternidade. Ainda maior que a dor física, era seu espirito completamente dilacerado, além de carregar sangue em suas mãos, por consequência de suas atitudes, havia perdido sua melhor amiga, havia perdido o seu lar e havia sido descartada por aqueles que a usaram.

A garota não possuía motivo algum para prosseguir com sua vida. Já não tendo caminho algum para se agarrar, viu-se em um uma viela moral; por um lado, gostaria de seguir os passos daquela mítica figura.

A cena ainda era clara, os detalhes enxiam os olhos da garota, aquela divindade pulou em sua defesa, e com sua voz comandou o exercito aliado a frente, os inimigos não podiam com ela; o poder exaltado em seu olhar, aquele rosto, os cabelos.

[...]

A batalha havia acabado, e agora a pequena aprendiz de loba possuía um motivo para viver. Uma nova alegria em forma, forma de abraços quentinhos, Sky por uma obra divina adentrara em sua vida, a filhote de lobo se juntou a Lana em sua trajetória, e com uma fazendo companhia a outra, a alcateia estava formada.

[...]

A dificuldade em vencer a fome, e a incerteza de para onde ir, acabavam afetando em muito o humor da garota, as constantes dores de cabeça resultantes do grande confronto lhe apunhalavam a cada minuto. A única decisão certa a se tomar, era procurar ajuda médica, para lhe recuperar as condições físicas, e depois focar na mente.

O caminho até Boston era longo, e a garota não possuía muitos meios financeiros para se locomover, acabou optando por se aventurar em conseguir caronas; escondida, agarrando-se na parte traseira de caminhões. Alguns com muita sorte, carregavam frutas, que lhe renderam algum alimento pelo trajeto.

Devido a todo o transtorno, conseguiu chegar a cidade em alguns dias de viagem, o pouco que conseguia, era compartilhado com Sky. O cansaço era grande, mal conseguia sustentar-se, sua segurança amplamente comprometida, até que as luzes do grande hospital geral apareciam em seu campo de vista.

Impressionada com a magnitude do ambiente, Lana pode perceber a linguagem familiar aos semidivinos, compreendendo assim o que teria de fazer. Sky aguardava do lado de fora, por sorte conseguiria comida por conta própria. Ao chegar timidamente no balcão, a prole de Selene ouviu sua voz falhar, e em um tom extremamente baixo conseguiu dizer o que queria.

-- Bom dia, poderia me informar sobre o protocolo de número dois?

O sorriso na atendente tranquilizou um pouco a garota, que foi conduzida para atendimento. Enquanto falava com a médica, um lapso dos acontecimentos veio à tona, a dor em sua cabeça a tomou por completo, emitindo um grito alto e estridente na aguda voz da menina. Felizmente já havia dito o suficiente, estava agora entregue aos cuidados médicos, para se recuperar, se alimentar e dali então decidir o que fazer de sua vida.

Informações:


link da ficha = https://percyjacksonrpgbr.forumeiros.com/rpg_sheet_edit?u=23393

recuperação de HP e MP, além de tentativa de curar a maldição recebida no evento.

+ Corte na nuca [Consequência de sua luta durante o evento “Ruína e Ascensão”, até que receba um tratamento adequado, devido à pancada, Lana segue com fortes dores de cabeça e encontra-se 25% mais suscetível a ataques e possui a mesma desvantagem em investidas que dependam de foco/concentração. Caso não seja curada antes de se envolver em outra atividade on-game, a ferida irá infeccionar e causará uma perda de HP correspondente a 7% de seu total ao fim de cada postagem.]


Equipamentos:

{Half Blood} / Adaga Comum [Adaga simples feita de bronze sagrado, curta e de duplo corte. A lâmina possui 8cm de largura, afinando-se ligeiramente até o comprimento, que chega a 20cm. Não possui guarda de mão e o cabo é de madeira revestido com couro, para uma empunhadura mais confortável; acompanha bainha de couro simples.] {Madeira, couro e bronze sagrado} (Nível mínimo: 1) {Não controla nenhum elemento} [Recebimento: Item de Reclamação]

{Floral} / Faca de Caça [A faca de caça é feita de metal, tendo um de seus gumes com serra, enquanto o outro gume é apenas cortante, mas recurvado, causando mais dano na entrada e saída do ferimento. Sua lâmina tem cerca de 30 centímetros, e a empunhadura é de metal recoberta com couro, simples, com guarda para mão. Acompanha bainha simples de couro] {Bronze sagrado e couro} (Nível mínimo: 1) {Não controla nenhum elemento}

× {Lost} / Canivete [Canivete de ferro estígio. A lâmina é retrátil e seu corpo é de marfim, dando à arma uma aparência fina. Uma vez por missão, confere ao golpe 10% de chance de acerto.] {Marfim e Ferro Estígio} (Nível mínimo: 2) [Recebimento: recompensa pela missão “Lost”, idealizada e avaliada por Tatiana Volkov, atualizada por Hécate.]

{Heal} / Morangos [Um saco pequeno de tecido veludoso, contendo uma corda fina em sua boca que serve para fechá-la. Dentro, é possível encontrar alguns morangos colhidos nos campos do acampamento. Abençoados com a magia da terra dos sátiros e dríades, esses frutos, quando ingeridos, têm o poder de recuperar 20% do HP/MP de seu usuário, assim como também encerrar efeitos nocivos como envenenamento e sangramento de imediato] {Veludo, morangos} {Não controla nenhum elemento} {Nível mínimo: 2} {Recebimento pela missão “Sweetness”, avaliada por Érebo e atualizada por Anfitrite}

{Stratiótis} / Broche [Um broche arredondado, em detalhes pratas, formando um x com um raio dourado e uma adaga em seu interior. Uma vez por missão/evento ao entrar em contato com uma gota de sangue do usuário, permite a convocação de um soldado elemental pequeno (até 1,5m) e com 120 HP/MP para auxiliar em combate; sua forma é de livre escolha do invocador, de quem recebe as ordens, e pode durar 3 turnos ou até seus status serem zerados (o que vier primeiro).] (Nível mínimo: 30) {Pratas} {Controle sobre Eletricidade} [Recebimento: Loja de tokens do evento de trama “Ruína e Ascensão”]

{Fteró} / Meias [ Meias brancas de cano médio com o desenho de uma pena pouco acima do calcanhar em referência aos ditos pés alados de Hermes. Ainda que não concedam ao usuário a capacidade de voo, o item duplica a capacidade de deslocamento do usuário bonifica em 25% sua agilidade durante três turnos, anulando todas as possíveis desvantagens do terreno (erosão, lama, etc.); também se aplica ao voo.] (Nível mínimo: 10) {Algodão} [Recebimento: Loja de tokens do evento de trama “Ruína e Ascensão”]

Habilidades:




Selene's Daughter

Lana Storm
Lana Storm
Filhos de SelenePanteão Grego

Mensagens :
62

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hospital Geral

Mensagem por Conteúdo patrocinado

Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum
:: Topsites Zonkos - [Zks] ::